Geogebra, uma ferramenta genial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Geogebra, uma ferramenta genial"

Transcrição

1 Geogebra, uma ferramenta genial Eduardo Antônio Soares Júnior Jéssica Amorim Mamed Paulo Tarso Farias Teixeira Roberta Layra Faragó Jardim Jaime Batista de Souza Deborah Faragó Jardim 9 de abril de 2013

2 Sumário 1 Introdução 2 2 Funções Plotar funções Limitar o domínio de uma função Comportamento de uma curva Comportamento de um ponto Geometria Plana Triângulos Vericar se dois objetos são iguais Analisando algumas propriedades dos Triângulos Determinar a Área de objetos Estudo da Álgebra Linear Matrizes Vetores Cálculo 20 6 Atividades 21 1

3 Capítulo 1 Introdução O que é Geogebra? O GeoGebra é um software livre de matemática dinâmica desenvolvido por Markus Hohenwarter, na universidade americana Florida Atlantic University. Isso permite a qualquer pessoa utilizar este software sem custo algum. Criado principalmente para o ensino e aprendizagem da matemática no ensino básico, o GeoGebra também é utilizado no ensino superior para o ensino superior no estudo de cálculo, álgebra e geometria. Ele permite que se trabalhe com vários objetos distintos como: pontos, retas, vetores, segmentos, grácos de funções, círculos, entre outros, os quais podem ser modicados dinamicamente pelo usuário. Outro ponto interessante do software que ele permite se trabalhar com variáveis vinculadas a números, vetores e pontos. Permite determinar derivadas e integrais de funções e oferece um conjunto de comandos próprios da análise matemática, para identicar pontos singulares de uma função, como raizes ou extremos. Com isto, o programa reúne as ferramentas tradicionais de geometria com outras mais adequadas á álgebra e ao cálculo. Isto tem a vantagem didática de representar, ao mesmo tempo e em um único ambiente visual, as características geométricas e algébricas de um mesmo objeto. O GeoGebra Conquistou vários prêmios internacionais entre os quais estão: Learnie Award Austrian Educational Software Award for "Spezielle Relativitätstheorie mit GeoGebra"(Viena, Áustria). Trophées du Libre Prêmio Internacional de Software Livre, categoria Educação (Soissons,França). etwinning Award Prêmio no "Desao dos Círculos"com GeoGebra (Linz, Áustria). Learnie Award Prêmio Austríaco de Software Educacional (Viena, Áustria). Conheça agora a interface principal do GeoGebra 2

4 Figura 1.1: Interface do Geogebra 2D Observamos que a janela inicial está dividida em duas: á esquerda a parte algébrica e á direita a parte geométrica. Na tela inicial ainda temos a barra de ferramentas de acesso rápido: Barra de Ferramentas Nela cada ícone contém opções interativas e dinâmicas que estão relacionadas com cada imagem. Essa opções são acessadas clicando na seta no canto inferior direito de cada ícone. Conhecer bem a barra de ferramentas é de fundamental importância para se trabalhar com o GeoGebra. 3

5 Vamos agora explorar um pouco de cada ícone da barra de ferramentas do Geogebra : Mover Novo Ponto : Essa opção permite que se crie um novo ponto na janela de visualização.as outras opções de ponto estão relacionadas com a imagem do ícone. 4

6 Reta denida por dois pontos: Permite que se crie uma reta a partir de dois pontos. Basta clicar nela e nos pontos dados para contruí-la. As outras opções de se trabalhar com retas estão ligadas a imagem dos outros ícones. Reta perpendicular: Possibilita a construção de uma reta e um ponto fora dela, clicando na ferramenta obteremos uma reta perpendicular passando por aquele ponto. As outras ferramentas condizem com a imagem do ícone. 5

7 Polígono : Permite a criação de diversos polígonos na janela de visualização. Círculo denido pelo centro e um de seus pontos : Essa ferramenta possibilita a criação de um círculo onde se marca um ponto A e outro B, marca-se então o círculo com centro em A, passando por B. 6

8 Ângulo: Com tal ferramenta podemos traçar ângulo entre três pontos;entre dois segmentos;entre retas,vetores,ou interiores do polígono. As outras possibilidades de manusear ângulos estão ligados a imagem de cada ícone. Reexão com relação a uma reta : 7

9 Seletor Deslocar eixos 8

10 Capítulo 2 Funções 2.1 Plotar funções Para plotar funções no Geogebra e respectivamente fazer sua análise gráca, é necessário apenas introduzir a função no campo de entrada. Exemplo 1 Entrada: f(x) = x x 4 9

11 Exemplo 2 Entrada: g(x) = (sqrt(2)/2) x 10

12 2.2 Limitar o domínio de uma função O domínio de uma função também pode ser limitado a um intervalo no eixo x. Plotaremos a função f(x) = x e logo ápos vamos delimitar o domínio através do seguinte comando [<Função>,<Valor inicial>,<valor nal>] 11

13 2.3 Comportamento de uma curva Para analisarmos o comportamento de uma curva de uma função do 2 grau de acordo com a variação dos seus coecientes numéricos. Primeiros criaremos três seletores a,b,c e logo após plotaremos a seguinte função f(x) = a x 2 + b x + c. Alterando os coecientes dos seletores percebemos uma mudança na curva da função. 12

14 2.4 Comportamento de um ponto No campo de entrada criaremos a função seno, f(x)=sin(x), logo ápos criaremos um seletor a, onde iremos alterar os intervalos [-10,10] e nalmente criaremos um ponto A=(a,f(a)) e vamos poder analisar o comportamento do ponto na função. Já que a função trata-se de uma funçãoo trigonométrica alteraremos a unidade para π e a distância para π/2. 13

15 Capítulo 3 Geometria Plana O Geogebra possibilita desenvolver inúmeras atividades de geometria plana. Vamos abordar o seguinte tópico da Geometria Plana: Triângulos. Antes disso, vejamos as ferramentas para gerar guras geométricas. 3.1 Triângulos Vericar se dois objetos são iguais Após criado dois objetos, na Barra de Ferramentas, relação entre dois objetos, selecionar os dois objetos a serem comparados. 14

16 3.1.2 Analisando algumas propriedades dos Triângulos A medida de um ângulo externo de um triângulo é igual á soma das medidas dos ângulos internos não-adjacentes. Exemplo 1: Criar os pontos A=(-3,1), B=(2,3) e C=(3,1); Na Barra de Ferramentas, criar Polígono com os pontos A, B e C; Criar uma reta denida pelos pontos A e C; Criar um ponto na reta AC (apenas para a medição do ângulo); Medir os ângulos CÂB, A BC e D CB (com auxílio da ferramenta ângulo); Digitar no campo de entrada X = α + β + γ ( para somar os ângulos não-adjacentes); Pode-se observar que a soma X dos ângulos internos não-adjacentes é igual ao ângulo interno?. A soma das medidas dos 3 ângulos internos de um triângulo é

17 Exemplo 2: Crie um triângulo com auxílio da ferramenta Polígono; Determine os ângulos α, β, γ com auxílio da ferramenta ângulo; No campo de Entrada digite X = α + β + γ?; É possível vericar que a soma X dos três ângulos internos é igual a

18 3.1.3 Determinar a Área de objetos Exemplo 3: Crie um triângulo com a ajuda da ferramenta "Polígono"? Determine a área com auxílio da ferramenta "Área"? 17

19 Capítulo 4 Estudo da Álgebra Linear 4.1 Matrizes Para inserir a Matriz, basta digitar: M=a,b,c,d Matriz Transposta Comando: Matriz Transposta[M] Matriz Identidade Comando: Matriz Identidade[Numero de linhas ou Colunas] Matriz Inversa Comando: Matriz Inversa[M] Determinante de Matriz det = Determinante[M] Para fazer o cálculo, por exemplo, de determinantes de diferentes Matrizes, sem ter que digitá-la todas as vezes: Criar a mesma quantidade de seletores que a quantidade de termos da matriz desejada. Criar uma matriz, por exemplo, em termos de a, b, c, d ( M=a,b,c,d ). Movimentar os seletores e observá-los. Calcular o determinante, movimentar os seletores e observar que os valores do determinante mudam á medida em que os termos da matriz são alterados. 18

20 4.2 Vetores Os Vetores podem ser inseridos de três formas: Através da barra de ferramentas; Vetor denido por dois pontos (O ponto deve ser criado anteriormente). Digitando no Campo de Entrada: a = (x, y); permite criar um vetor na posição inicial (0,0). Digitando no Campo de Entrada: Vetor[(a, b), (c, d)]. 19

21 Capítulo 5 Cálculo Pontos de Extremo Para calcular os extremos de uma função: digite no campo de entrada, a função a ser trabalhada: (<Função>); digitar o comando: Extremo[<Função>]. Pontos de Inexão Para calcular os pontos de inexão digite no campo de entrada: Ponto- DeInexao[<Função>]. Limite Para calcular o limite digite no campo de entrada: Limite[<Função>,<Número>]. Derivada Comando: Derivada[f] OU g(x)=f'(x); para calcular a segunda derivada: Derivada[f,2]. Integral Comando: Integral[f(x)]; Integral denida: Integral[f, x inicial, x nal]; Integral entre duas curvas: IntegralEntre[f(x), g(x), x inicial, x nal]. 20

22 Capítulo 6 Atividades 1-Analisando a função linear. Crie dois seletores a e b. Plote a função f(x)=a*x+b. 2-Analisando a função seno. Crie um seletor a variando de (-5,5) com incremento de 0,5. Crie a função seno seno f(x)=sin(a+x). Perceba a variação da curva com a mudança numérica do seletor. Agora altere a função seno para as seguintes funções: a)f(x)=sin(a*x) b)f(x)=a+sin(x) c)f(x)=a*sin(x) Alterando o seletor perceba as diferenças sofridas pelas funções. 3-Construa o gráco da seguinte função f(x) = x. 4-Construção do Teorema de Pitágoras. Construa um segmento de reta passando por dois pontos,a e B. Trace uma reta perpendicular ao segmento AB, passando por A. 21

23 Construa um segmento de reta AC sobre a reta. E em seguida trace um segmento BC. Selecione a ferramenta exibir/esconder objeto,e esconda a reta perpendicular traçada anteriormente,clicando sobre ela. Em seguida clique em mover, assim a reta cará escondido. Clique com o botão direito do mouse sobre os lados do triãngulo e renomeios de a,b e c de conforme convenção para triãngulos retângulos. Agora marque o ângulo CÂB, clicando primeiro sobre o segmento de reta AB e em seguida sobre o segmento de reta AC. Selelcione a ferramenta polígono regular e clique sobre os vértices do triângulo, dois a dois, sempre no sentido horário. Agora mostre a área do quadrado maior que é igual a soma das áreas dos quadrados menores. Selecione a ferramenta área, e clique sobre os quadrados um de cada vez. 5-Construção do Teorema de Tales Crie uma reta r. Crie outras duas retas s e t paralelas a r. Crie duas retas paralelas u e v transversais ao feixe de paralelasr,s,t. Determine os pontos A,B,C de interseção de u com r,s,t respectivamente. Determine os pontos A',B',C' de interseção de v com r,s e t, respectivamente. Calcule as razões:ab/cd =A'B'/C'D'. Movimente as retas u e v e movimente também as retas r,s e t. Observe que as razões sempre são iguais. 22

24 6- Construa o gráco da função f(x) = log(x)/log(2) e os pontos (4, f(4))e(8, f(8)). 7- Construa o gráco da função f(x) = x 2 5 x + 6, e encontre as raízes desta função. 23

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB I Semana de Educação Matemática: Discutindo o trabalho docente aliado às novas tendências educacionais 25 a 29 de maio de 2009 Minicurso: GEOGEBRA UM FORTE

Leia mais

MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO DE CÁLCULO I

MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO DE CÁLCULO I Universidade dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri UFVJM Instituto de Ciência, Engenharia e Tecnologia ICET Grupo de Estudos em Software Livre no Ensino GESE MINICURSO DE GEOGEBRA PARA INICIANTES NO ESTUDO

Leia mais

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica

5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso. Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica 1 5o Encontro da RPM 3 a 4 de junho de 2011 Salvador - BA Minicurso Computador na sala de aula: atividades com Geometria Dinâmica Cristina Cerri IME USP Cada vez mais estamos incorporando o computador

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS. Curso de Matemática Introdução ao GeoGebra software livre 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA DOS ÓRGÃOS Curso de Matemática Primeiros Passos Com o Software Livre GeoGebra Março de 2010 Prof. Ilydio Pereira de Sá Introdução ao

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 05 - Desvendando o GeoGebra PARTE 04 - COMO APAGAR OBJETOS. Ao iniciar o GeoGebra,

Leia mais

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA

MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA ISSN 2177-9139 MINICURSO: CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS INTERATIVAS COM A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA Vanessa Etcheverria Cassuriaga vanessa19921000@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus

Leia mais

GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica.

GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA. Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica. GUSTAVO HENRIQUE NOGUEIRA REZENDE PAIVA Manual de atividades no Geogebra para a Educação Básica. Taguatinga, DF 2012 Novas tecnologias estão chegando às salas de aula e levando a muitas mudanças na relação

Leia mais

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index.

Applets no Geogebra. Acesse os endereços dados a seguir e conheça exemplos de Applets. http://206.110.20.132/~dhabecker/geogebrahtml/index. Applets no Geogebra Sonia Regina Soares Ferreira UFBA Applet é um software aplicativo que é executado no contexto de outro programa. Os applets geralmente tem algum tipo de interface de usuário, ou fazem

Leia mais

Introdução ao GeoGebra

Introdução ao GeoGebra Universidade Federal de Alfenas UNIFAL-MG Introdução ao GeoGebra Prof. Dr. José Carlos de Souza Junior AGOSTO 2010 Sumário 1 Primeiros Passos com o GeoGebra 4 1.1 Conhecendo o Programa............................

Leia mais

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4

TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 TABELA DE FERRAMENTAS GEOGEBRA 4 JANELA 1 JANELA 2 JANELA 3 JANELA 4 JANELA 5 JANELA 6 JANELA 7 JANELA 8 JANELA 9 JANELA 10 JANELA 11 JANELA 12 Mover Novo Ponto Reta definida Reta Polígono Círculo Elipse

Leia mais

Geogebra, uma ferramenta genial

Geogebra, uma ferramenta genial Geogebra, uma ferramenta genial Eduardo Antônio Soares Júnior Jéssica Amorim Mamed Paulo Tarso Farias Teixeira Roberta Layra Faragó Jardim Jaime Batista de Souza Deborah Faragó Jardim 3 de julho de 2013

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática.

XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA. Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DE MATEMÁTICA Minicurso: Explorando o GeoGebra: Um software para o ensino e aprendizagem da matemática. Ministrantes: Daniel

Leia mais

Software Régua e Compasso

Software Régua e Compasso 1 COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CPPG TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 1ª Parte - Consulta Rápida Software Régua e Compasso A primeira

Leia mais

MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS

MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS I. Simplesmente Funções Considera: a função f, de domínio IR \ 4, definida por 2 f x ; 4 x a função g, de domínio IR, definida por 1 3 3 2 g x x x 4x 5 6 2 1. Determina

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2

EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2 EXPERIÊNCIA DE ATIVIDADE SOBRE INTEGRAL UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEOBRA Frank Amorim 1, Giselle Sousa 2 1 IFRN/Professor de Matemática do Ensino Básico e Tecnológico do IFRN, frank.amorim@ifrn.edu.br 2

Leia mais

Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Fundamental

Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Fundamental Atividades com o GeoGebra: possibilidades para o ensino e aprendizagem da Geometria no Maria da Conceição Alves Bezerra Universidade Federal da Paraíba Brasil mcabst@hotmail.com Cibelle Castro de Assis

Leia mais

PROJETO SALA DE AULA

PROJETO SALA DE AULA PROJETO SALA DE AULA 1. Identificação: Título: APRENDENDO FUNÇÕES BRINCANDO Série: 1º série do Ensino Fundamental Softwares Necessários: Cabri-Géomètre, Jogos de Funções e Graphmatica Tempo previsto: Seis

Leia mais

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal

Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA. Professor Responsável: Ivan José Coser Tutora: Rafaela Seabra Cardoso Leal Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Apucarana Projeto Novos Talentos Edital CAPES 55/12 Oficina Ensinando Geometria com Auxílio do Software GEOGEBRA Professor Responsável: Ivan José Coser

Leia mais

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM

APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICES ATIVIDADES OBJETOS DE APRENDIZAGEM APÊNDICE A - Análise dos softwares GeoGebra e Winplot I Objetivo: Identificar o software que será utilizado para desenvolver as atividades. II Metodologia:

Leia mais

Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra.

Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra. Informática Educativa no Ensino da Matemática Estudo de Geometria com o Software GeoGebra. Orientador: Sérgio Antônio Wielewski Autora: Veridiana Cristina Soares de Melo e-mail: veridianacsm@gmail.com

Leia mais

SIMETRIA DE TRANSLAÇÃO

SIMETRIA DE TRANSLAÇÃO 18 Isometrias no plano é um tópico de estudo da Geometria das Transformações e sua abordagem visa propiciar conceituações de congruência e de semelhança, procurando desenvolver a capacidade de perceber

Leia mais

MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos

MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos 1 MÓDULO 1 - Abrindo o Winplot e construindo gráficos 1 - Abrindo o Winplot Para abrir o Winplot.exe clique duas vezes no ícone. Abrirá a caixa: Clique (uma vez) no botão. Surgirá uma coluna: Clique no

Leia mais

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos

utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos V Bienal da SBM Sociedade Brasileira de Matemática UFPB - Universidade Federal da Paraíba 18 a 22 de outubro de 2010 utilizando o software geogebra no ensino de certos conteúdos matemáticos ermínia de

Leia mais

Quickstart. O que é o GeoGebra?

Quickstart. O que é o GeoGebra? Quickstart O que é o GeoGebra? Software de Geometria Dinâmica Para a aprendizagem e ensino em todos os níveis de ensino Junta geometria interativa, álgebra, tabelas, gráficos, cálculo e estatística Software

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC/SP MITCHELL CHRISTOPHER SOMBRA EVANGELISTA AS TRANFORMAÇÕES ISOMÉTRICAS NO GEOGEBRA COM A MOTIVAÇÃO ETNOMATEMÁTICA Trabalho Final apresentado à Banca Examinadora

Leia mais

ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA

ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA ENSINANDO MATEMÁTICA COM O GEOGEBRA Roberto Claudino Ferreira Professor Especialista da Disciplina de Computação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia / Campus de Itapetinga. Roberto.fisica@bol.com.br

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA OFICINA Nº8 Desenvolver juntamente aos professores, alunos, equipe diretiva e demais participantes atividades que auxiliem no uso do aplicativo KlogoTurtle e KPresenter assim os

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS.

A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS. 56 A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA E DO AMBIENTE COMPUTACIONAL EXCEL NA EXPLORAÇÃO DE CONCEITOS MATEMÁTICOS. Antônio Carlos Marangoni 2 (Unifran) Antônio César Geron 2 (Unifran) Lucinda M. de F. Rodrigues

Leia mais

NO ESTUDO DE FUNÇÕES

NO ESTUDO DE FUNÇÕES 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SEMANA DA MATEMÁTICA 2014 UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES GRÁFICOS NO ESTUDO DE FUNÇÕES PIBID MATEMÁTICA 2009 CURITIBA

Leia mais

GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica

GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica GeoGebra: alternativa para o estudo dos parâmetros de funções na educação básica Ana Paula Santos Rebello Universidade do Vale do Rio dos Sinos Brasil prof.anapaula@ibest.com.br Márcio Alexandre Rodriguez

Leia mais

TRANSFORMAÇÕES LINEARES NO PLANO E O SOFTWARE GEOGEBRA

TRANSFORMAÇÕES LINEARES NO PLANO E O SOFTWARE GEOGEBRA TRANSFORMAÇÕES LINEARES NO PLANO E O SOFTWARE GEOGEBRA Débora Dalmolin Universidade Federal de Santa Maria debydalmolin@gmail.com Lauren Bonaldo Universidade Federal de Santa Maria laurenmbonaldo@hotmail.com

Leia mais

Álgebra Linear I Solução da 5ª Lista de Exercícios

Álgebra Linear I Solução da 5ª Lista de Exercícios FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS Centro de Ciências e Tecnologia Curso de Graduação em Engenharia de Produção Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária

Leia mais

POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA

POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA POTENCIALIDADES DO SOFTWARE GEOGEBRA NA SALA DE AULA DE MATEMÁTICA: UM EXEMPLO COM ENSINO E APRENDIZAGEM DE TRIGONOMETRIA Maria Maroni Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Norte marolopes@hotmail.com

Leia mais

O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS

O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS O SOFTWARE EUCLIDEAN REALITY AUXILIANDO NA CONSTRUÇÃO DO TEOREMA DE PITÁGORAS Vânia de Moura Barbosa Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco vanibosa@terra.com.br Introdução Um dos primeiros questionamentos

Leia mais

Manual Tabulæ Colaborativo

Manual Tabulæ Colaborativo Manual Tabulæ Colaborativo Estabelecendo Sessões Colaborativas em Rede Thiago Maciel de Oliveira Ulisses Dias Versão 1.0 Página 2 Manual do Tabulæ Colaborativo Sumário Uma visão geral... 5 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br

A Matemática no Vestibular do ITA. Material Complementar: Prova 2014. c 2014, Sergio Lima Netto sergioln@smt.ufrj.br A Matemática no Vestibular do ITA Material Complementar: Prova 01 c 01, Sergio Lima Netto sergioln@smtufrjbr 11 Vestibular 01 Questão 01: Das afirmações: I Se x, y R Q, com y x, então x + y R Q; II Se

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA

UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA ISSN 2177-9139 UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA Natanna Silva Dutra natannabg@hotmail.com Fundação Universidade Federal do Pampa, Campus Bagé, 96413-170 Bagé, RS, Brasil Nathália Cabral

Leia mais

APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra

APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra 95 APÊNDICE A Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GeoGebra João Bosco Laudares Possibilidades de construção de figuras geométricas planas com o software: GEOGEBRA

Leia mais

2012/2013. Funções e Geometria MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS

2012/2013. Funções e Geometria MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS 2012/2013 MATERIAIS DE APOIO ÀS SESSÕES PRÁTICAS I. Funções polinomiais. Considera a função f, de domínio IR definida por: 1 3 2 f x x 3x 8x 3 3 1. Determina o(s) zero(s) da função f, com aproximação às

Leia mais

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos

Sistema topograph 98. Tutorial Módulo Projetos Sistema topograph 98 Tutorial Módulo Projetos Como abrir um projeto existente _ 1. Na área de trabalho do Windows, procure o ícone do topograph e dê um duplo clique sobre ele para carregar o programa.

Leia mais

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul

Resolução da Prova da Escola Naval 2009. Matemática Prova Azul Resolução da Prova da Escola Naval 29. Matemática Prova Azul GABARITO D A 2 E 2 E B C 4 D 4 C 5 D 5 A 6 E 6 C 7 B 7 B 8 D 8 E 9 A 9 A C 2 B. Os 6 melhores alunos do Colégio Naval submeteram-se a uma prova

Leia mais

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Os triângulos AHB e AHC são semelhantes, então podemos estabelecer algumas relações métricas importantes:

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Os triângulos AHB e AHC são semelhantes, então podemos estabelecer algumas relações métricas importantes: TRIÂNGULO RETÂNGULO Num triângulo retângulo, os lados perpendiculares, aqueles que formam um ângulo de 90º, são denominados catetos e o lado oposto ao ângulo de 90º recebe o nome de hipotenusa. O teorema

Leia mais

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções

Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Universidade Federal do Paraná UFPR Utilização de Softwares Gráficos no Estudo de Funções Amanda Carvalho de Oliveira Juliana Rodrigues de Araújo Marcelo José Cardozo Caldeira Mayara Poyer da Silva Verediana

Leia mais

GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac.

GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac. GeoGebra Quickstart Guía Rápida de Referência sobre GeoGebra www.geogebra.at autor: Markus Hohenwarter Markus.Hohenwarter@sbg.ac.at Introdução Geometria, Álgebra e Cálculo estão disponíveis no programa

Leia mais

GeoGebra-INFORMAÇÕES. GeoGebra AJUDA BUSCA

GeoGebra-INFORMAÇÕES. GeoGebra AJUDA BUSCA GeoGebra-INFORMAÇÕES www.geogebra.org Autor: Markus Hohenwarter Última modificação : 19 de Abril de 2007 Tradução para Português: Hermínio Borges Neto, Luciana de Lima, Alana Paula Araújo Freitas, Alana

Leia mais

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros

Conjuntos numéricos. Notasdeaula. Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming. Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Notasdeaula Fonte: Leithold 1 e Cálculo A - Flemming Dr. Régis Quadros Conjuntos numéricos Os primeiros conjuntos numéricos conhecidos pela humanidade são os chamados inteiros positivos

Leia mais

A noção de função é imprescindível no decorrer do estudo de Cálculo e para se estabelecer essa noção tornam-se necessários:

A noção de função é imprescindível no decorrer do estudo de Cálculo e para se estabelecer essa noção tornam-se necessários: 1 1.1 Função Real de Variável Real A noção de função é imprescindível no decorrer do estudo de Cálculo e para se estabelecer essa noção tornam-se necessários: 1. Um conjunto não vazio para ser o domínio;

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário

MATEMÁTICA. Prova resolvida. Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova resolvida Material de uso exclusivo dos alunos do Universitário Prova de Matemática - UFRGS/00 0. Durante os jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, os rasileiros perderam o ouro para os cuanos por

Leia mais

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA.

P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos. Atividades usando o GEOGEBRA. ROTEIRO COMPONENTE CURRICULAR: Matemática 2 PROF.(A): Fabiano Maciel DATA: 9º An o EFII ALUNO(A): Nº: TURMA: P3 da 2ª Etapa/2013 Valor: 3,0 pontos Atividades usando o GEOGEBRA. As atividades deverão ser

Leia mais

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO

UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO UMA NOVA PROPOSTA PARA GEOMETRIA ANALÍTICA NO ENSINO MÉDIO DANIELLA ASSEMANY DA GUIA CAp- UFRJ danyprof@bol.com.br 1.1. RESUMO Esta comunicação científica tem como objetivo tratar e apresentar a Geometria

Leia mais

Geometria Dinâmica com o GeoGebra

Geometria Dinâmica com o GeoGebra Geometria Dinâmica com o GeoGebra Lenimar Nunes de Andrade UFPB João Pessoa 9 de abril de 2014 1 Introdução GeoGebra ( = Geometria + Álgebra) é um programa austríaco gratuito que reúne Geometria, Álgebra

Leia mais

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ 1 1. Introdução Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ O ImageJ é um software livre (freeware) que pode ser obtido gratuitamente no site http://rsb.info.nih.gov/ij/. Esse software é

Leia mais

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD

Resumo. Maria Bernadete Barison apresenta aulas práticas sobre RETAS em Desenho Geométrico. Geométrica vol.1 n.1d. 2006 RETAS CAD 1 1. INTRODUÇÃO. RETAS CAD Iniciaremos o estudo das retas construindo no CAD alguns exercícios já construídos na aula teórica utilizando a régua e o compasso. Entretanto, o nosso compasso aqui será o comando

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática. Leonardo Pereira Barcelos

Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática. Leonardo Pereira Barcelos Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas ICEX Departamento de Matemática Leonardo Pereira Barcelos Ensino de Geometria com o Software GeoGebra: Aplicações em Sala de Aula Belo

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES

A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES A UTILIZAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS PARA AUXILIAR O ENSINO DE FUNÇÕES Bruno BAZZO brunobaz@seed.pr.gov.br Resumo Maria Regina C M LOPES mrlopes@unicentro.br Este trabalho apresenta algumas atividades envolvendo

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática CADERNO DE ATIVIDADES DESENVOLVIMENTO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA O PROCESSO DE APRENDIZAGEM

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO

CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO CURSO DE CAPACITAÇÃO O USO DE FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS E AS POSSIBILIDADES PEDAGÓGICAS NA FORMAÇÃO DOS DOCENTES NA REDE MUNICIPAL DE GURUPI TO A UTILIZAÇÃO DO SOFTWARE GEOGEBRA COMO FERRAMENTA DE ENSINO

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar

GAAL - 2013/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar GAAL - 201/1 - Simulado - 1 Vetores e Produto Escalar SOLUÇÕES Exercício 1: Determinar os três vértices de um triângulo sabendo que os pontos médios de seus lados são M = (5, 0, 2), N = (, 1, ) e P = (4,

Leia mais

Planilha Eletrônica Excel

Planilha Eletrônica Excel COLÉGIO LA SALLE CANOAS Técnico em Informática Planilha Eletrônica Excel Excel Prof. Valter N. Silva Colégio La Salle Canoas Página 2 1. NOÇÕES BÁSICAS O Microsoft Excel 7.0 é um programa de planilha eletrônica,

Leia mais

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes

1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes 1 UNIT Universidade do Trabalhador Dr. Abel dos Santos Nunes Janelas são estruturas do software que guardam todo o conteúdo exibido de um programa, cada vez que um aplicativo é solicitado à janela do sistema

Leia mais

Vetores. Definição geométrica de vetores

Vetores. Definição geométrica de vetores Vetores Várias grandezas físicas, tais como por exemplo comprimento, área, olume, tempo, massa e temperatura são completamente descritas uma ez que a magnitude (intensidade) é dada. Tais grandezas são

Leia mais

FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA

FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA FUNÇÕES POLINOMIAIS DO SEGUNDO GRAU MEDIADOS PELO SOFTWARE GEOGEBRA NA PERSPECTIVA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA Modalidade: Relato de experiência Izaias Cordeiro Néri Mestrando em Educação

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas

AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas 3.1 AULA 3 Ferramentas de Análise Básicas Neste capítulo serão apresentadas algumas ferramentas de análise de dados com representação vetorial disponíveis no TerraView. Para isso será usado o banco de

Leia mais

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013

1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 1- Tela inicial do AUTOCAD 2013 2- Clique em NOVO 3- Para mudar a cor do fundo digite OP (de options): Se quiser veja o vídeo ilustrativo desse procedimento: http://www.youtube.com/watch?v=g7kig_yhpx4

Leia mais

O TEOREMA DE PITÁGORAS UMA EXPERIENCIA UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA COM ALUNOS DO PROGRAMA VIVA ESCOLA

O TEOREMA DE PITÁGORAS UMA EXPERIENCIA UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA COM ALUNOS DO PROGRAMA VIVA ESCOLA O TEOREMA DE PITÁGORAS UMA EXPERIENCIA UTILIZANDO O SOFTWARE GEOGEBRA COM ALUNOS DO PROGRAMA VIVA ESCOLA Loreni Aparecida Ferreira Baldini 1 Colégio Est. Pe. José de Anchieta - loreni@ibest.com.br RESUMO

Leia mais

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR ITA - 2005 3º DIA MATEMÁTICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Matemática Questão 01 Considere os conjuntos S = {0,2,4,6}, T = {1,3,5} e U = {0,1} e as afirmações: I. {0} S e S U. II. {2} S\U e S T U={0,1}.

Leia mais

PARTE II Ambiente Dinâmico de Ensino das Seções Cônicas ADESC

PARTE II Ambiente Dinâmico de Ensino das Seções Cônicas ADESC 1 PARTE II Ambiente Dinâmico de Ensino das Seções Cônicas ADESC 2 6 Conhecendo o ADESC O Ambiente Dinâmico de Ensino das Seções Cônicas ADESC é um ambiente de ensino e aprendizagem das Seções Cônicas construído

Leia mais

Um Pequeno Manual. Adelmo Ribeiro de Jesus

Um Pequeno Manual. Adelmo Ribeiro de Jesus Um Pequeno Manual do Winplot Adelmo Ribeiro de Jesus O WINPLOT é um programa de domínio público, produzido por Richard Parris, da Phillips Exeter Academy, em New Hampshire. Recentemente traduzido para

Leia mais

Aplicação do Software GeoGebra no ensino de Funções

Aplicação do Software GeoGebra no ensino de Funções Ricardo Antonio Faustino da Silva Braz Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA Brasil ricardobraz@ufersa.edu.br Jean Michel Moura Bezerra Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA Brasil

Leia mais

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é:

2) Se z = (2 + i).(1 + i).i, então a) 3 i b) 1 3i c) 3 i d) 3 + i e) 3 + i. ,será dado por: quando x = i é: Aluno(a) Nº. Ano: º do Ensino Médio Exercícios para a Recuperação de MATEMÁTICA - Professores: Escossi e Luciano NÚMEROS COMPLEXOS 1) Calculando-se corretamente as raízes da função f(x) = x + 4x + 5, encontram-se

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA.

PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 2002 2ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. PROVA DO VESTIBULAR DA FUVEST 00 ª etapa MATEMÁTICA. RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÕNIA GOUVEIA. QUESTÃO.01.Carlos, Luis e Sílvio tinham, juntos, 100 mil reais para investir por um ano. Carlos

Leia mais

Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão.

Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão. Capítulo 8 Nesta aula iremos continuar com os exemplos de revisão. 1. Exemplos de revisão Exemplo 1 Ache a equação do círculo C circunscrito ao triângulo de vértices A = (7, 3), B = (1, 9) e C = (5, 7).

Leia mais

Vetores Lidando com grandezas vetoriais

Vetores Lidando com grandezas vetoriais Vetores Lidando com grandezas vetoriais matéria de vetores é de extrema importância para o ensino médio basta levar em consideração que a maioria das matérias de física envolve mecânica (movimento, dinâmica,

Leia mais

Notas para um curso de Cálculo 1 Duilio T. da Conceição

Notas para um curso de Cálculo 1 Duilio T. da Conceição Notas para um curso de Cálculo 1 Duilio T. da Conceição 1 2 Sumário 1 WOLFRAM ALPHA 5 1.1 Digitando Fórmulas e Expressões Matemáticas......... 6 1.1.1 Expoentes......................... 6 1.1.2 Multiplicação.......................

Leia mais

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são:

TRIÂNGULO RETÂNGULO. Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: TRIÂNGULO RETÂNGULO Triângulo retângulo é todo triângulo que tem um ângulo reto. O triângulo ABC é retângulo em A e seus elementos são: a: hipotenusa b e c: catetos h: altura relativa a hipotenusa m e

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g

Banco de Dados Oracle 10g 2010 Banco de Dados II Líder: George Petz... 19 Bruno Aparecido Pereira... 07 Gustavo da Silva Oliveira... 24 Luis Felipe Martins Alarcon... 32 Rubens Gondek... 41 Professor: Gilberto Braga de Oliveira

Leia mais

Introdução a Matemática Dinâmica com o software GeoGebra

Introdução a Matemática Dinâmica com o software GeoGebra Introdução a Matemática Dinâmica com o software GeoGebra WESLEY DE MORAIS LEAL Universidade Estadual do Maranhão Centro de Estudos Superiores de Imperatriz UEMA/CESI 4 o Colóquio da Região Centro-Oeste

Leia mais

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema Matemática 01. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6 cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da face contendo C e D, e F é o pé da perpendicular a BD traçada a

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

Tutorial do Sistema GeoOffice. Todos os direitos reservados (1999-2002)

Tutorial do Sistema GeoOffice. Todos os direitos reservados (1999-2002) Tutorial do Sistema GeoOffice Todos os direitos reservados (1999-2002) Sistema GeoOffice Sistema Topográfico Solution Softwares Tutorial Passo a Passo Conteúdo I Tabela de Conteúdos Foreword 0 Parte I

Leia mais

Lista 4. 2 de junho de 2014

Lista 4. 2 de junho de 2014 Lista 4 2 de junho de 24 Seção 5.. (a) Estime a área do gráfico de f(x) = cos x de x = até x = π/2 usando quatro retângulos aproximantes e extremidades direitas. Esboce os gráficos e os retângulos. Sua

Leia mais

Aula 03 PowerPoint 2007

Aula 03 PowerPoint 2007 Aula 03 PowerPoint 2007 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o PowerPoint; 2. Conhecendo a Tela do PowerPoint; 3. Criando uma Nova

Leia mais

Esboço de Gráficos (resumo)

Esboço de Gráficos (resumo) Esboço de Gráficos (resumo) 1 Máximos e Mínimos Definição: Diz-se que uma função tem um valor máximo relativo (máximo local) em c se existe um intervalo ( a, b) aberto contendo c tal que f ( c) f ( x)

Leia mais

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior

Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior Informática no Ensino de Matemática Prof. José Carlos de Souza Junior http://www.unifal-mg.edu.br/matematica/?q=disc jc Aula 02 ATIVIDADE 01 Para poupar esforço de digitação, você pode usar o tradicional

Leia mais

Matemática em Toda Parte II

Matemática em Toda Parte II Matemática em Toda Parte II Episódio: Matemática no Transporte Resumo O episódio Matemática no Transporte, da série Matemática em Toda Parte II, vai mostrar como alguns conceitos matemáticos estão presentes

Leia mais

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos

Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos 1 Universidade Federal do Paraná UFPR Estudo de Gráficos de Funções através de Softwares Gráficos e Geométricos Amanda Rosa Liria Machado Ingrid Mariana Rodrigues de Lima Simone Venturi Curitiba 2011 2

Leia mais

PSAEN 2007/08 Primeira Fase - Matemática

PSAEN 2007/08 Primeira Fase - Matemática PSAEN 007/08 Primeira Fase - Matemática : Caio Guimarães, Rodolpho Castro, Victor Faria, Paulo Soares, Iuri Lima Digitação: Caio Guimarães, Júlio Sousa. Comentário da Prova: A prova de matemática desse

Leia mais

MOSAICOS. RECURSO DIDÁTICO Software Geogebra (http://www.geogebra.org/cms/) 1ª TAREFA: Construção de um quadrado.

MOSAICOS. RECURSO DIDÁTICO Software Geogebra (http://www.geogebra.org/cms/) 1ª TAREFA: Construção de um quadrado. MOSAICOS Este experimento prático visa auxiliar ao estudante desenvolver a noção de espaço, localização espacial e direção. Trabalha com as noções de translação por um vetor. O que auxilia o aluno a se

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

Exercícios resolvidos P2

Exercícios resolvidos P2 Exercícios resolvidos P Questão 1 Dena as funções seno hiperbólico e cosseno hiperbólico, respectivamente, por sinh(t) = et e t e cosh(t) = et + e t. (1) 1. Verique que estas funções satisfazem a seguinte

Leia mais

GNUPLOT Uma breve introdução

GNUPLOT Uma breve introdução GNUPLOT Uma breve introdução O GNUPLOT é um programa para traçado de gráficos bi e tridimensionais distribuído livremente na Internet. Ele está disponível para plataformas Linux, Windows e outras do mundo

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais