Is Event Dispatcher Threade (Animation)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Is Event Dispatcher Threade (Animation)"

Transcrição

1 JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Is Event Dispatcher Threade (Animation) FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: João Vitor Ávila dos Santos Identificação da Turma: 3º Semestre/ Noite Data: 16/05/2010.

2 1 Nome da Propriedade 1 Is Event Dispatcher Threade (Animation); 1.1 Introdução e Funcioamento A propriedade Is Event Dispatcher Threade quando compilada, abre uma janela com 9 (nove) retângulos (3 x 3) que podem ser preenchidos pelas cores: vermelha, verde ou azul através de um comando do usuário, que pode também optar em preencher os retângulos com cores aleatórias através de cliques em um botão, onde cada clique é uma cor diferente ou igual às três cores citadas acima. 1.2 Código da aplicação /* * To change this template, choose Tools Templates * and open the template in the editor. */ package trabalho; /** * João Vitor */ import java.awt.color; import java.awt.component; import java.awt.dimension; import java.awt.event.actionevent; import java.awt.event.actionlistener; import java.util.random; import javax.swing.abstractaction; import javax.swing.buttongroup; import javax.swing.jbutton; import javax.swing.jframe; import javax.swing.jlabel; import javax.swing.jpanel; import javax.swing.jradiobutton; import javax.swing.jtable; import javax.swing.swingutilities; import javax.swing.table.abstracttablemodel; import javax.swing.table.tablecellrenderer; public class IsEDTExample extends JPanel { private boolean keeprunning; private static int RED = 0; private static int BLUE = 1; private static int GREEN = 2; Faculdade Senac Pelotas Página 2

3 private static int VARIABLE = 3; private static int SIZE = 3; private int threadshade; private ColorTableModel tablemodel= new ColorTableModel(); private Thread colorshadethread; public IsEDTExample() { JTable table = new JTable(tableModel); table.setrowheight(100); table.setdefaultrenderer(object.class, new ColorRenderer()); add(table); add(new JLabel("Selecione a cor para um teste : ")); ButtonGroup group = new ButtonGroup(); JRadioButton redoption = new JRadioButton("Vermelho"); group.add(redoption); redoption.addactionlistener(new ActionListener() { public void actionperformed(actionevent e) { threadshade = RED; ); JRadioButton blueoption = new JRadioButton("Azul"); group.add(blueoption); blueoption.addactionlistener(new ActionListener() { public void actionperformed(actionevent e) { threadshade = BLUE; ); JRadioButton greenoption = new JRadioButton("Verde"); group.add(greenoption); greenoption.addactionlistener(new ActionListener() { public void actionperformed(actionevent e) { threadshade = GREEN; ); redoption.setselected(true); this.threadshade = RED; add(redoption); add(greenoption); add(blueoption); add(new JButton(new RandomColorAction())); this.keeprunning = true; this.colorshadethread = new Thread(new RandomColorShadeRunnable()); this.colorshadethread.start(); Faculdade Senac Pelotas Página 3

4 private class RandomColorAction extends AbstractAction { public RandomColorAction() { super("criar cor aleatória"); public void actionperformed(actionevent e) { IsEDTExample.this.tableModel.generateRandomColor(VARIABLE); private class ColorTableModel extends AbstractTableModel { private Color[][] colors = new Color[3][3]; public ColorTableModel() { for (int i = 0; i < SIZE; i++) { for (int x = 0; x < SIZE; x++) { colors[i][x] = Color.white; public int getrowcount() { return SIZE; public int getcolumncount() { return SIZE; public Object getvalueat(int rowindex, int columnindex) { return colors[rowindex][columnindex]; public void generaterandomcolor(int type) { Random random = new Random(System.currentTimeMillis()); final int row = random.nextint(size); final int column = random.nextint(size); final Color color; if (type == RED) { color = new Color(random.nextInt(256), 0, 0); else if (type == BLUE) { color = new Color(0, 0, random.nextint(256)); else if (type == GREEN) { color = new Color(0, random.nextint(256), 0); else { color = new Color(random.nextInt(256), random.nextint(256), random.nextint(256)); if (SwingUtilities.isEventDispatchThread()) { colors[row][column] = color; firetablecellupdated(row, column); else { SwingUtilities.invokeLater(new Runnable() { public void run() { colors[row][column] = color; Faculdade Senac Pelotas Página 4

5 firetablecellupdated(row, column); ); private class ColorRenderer implements TableCellRenderer { private JLabel label; public ColorRenderer() { label = new JLabel(); label.setopaque(true); label.setpreferredsize(new Dimension(100, 100)); public Component gettablecellrenderercomponent(jtable table, Object value, boolean isselected, boolean hasfocus, int row, int column) { label.setbackground((color) value); return label; private class RandomColorShadeRunnable implements Runnable { public void run() { while (keeprunning) { tablemodel.generaterandomcolor(threadshade); try { Thread.sleep(500); catch (InterruptedException e) { public static void main(string[] a) { JFrame f = new JFrame("Is Event Dispatch Thread Example"); f.setdefaultcloseoperation(jframe.exit_on_close); f.add(new IsEDTExample()); f.pack(); f.setvisible(true); Faculdade Senac Pelotas Página 5

6 1.3 Propriedades utilizadas Classes: IsEDTExample : são criadas variáveis privates com os nomes das cores possíveis para a troca, uma variável para determinar a quantidade de retângulos, uma variável tablemodel do tipo ColorTableModel (criação de um novo objeto) que utiliza o método setrowheight para dar um tamanho a janela; VARIABLE : variação de cores(no caso pode variar entre 3 cores); threadshade variável para buscar as cores; colorshadethread usada para as cores aleatórias; kepprunnig : para a inicialização do ciclo(se receber true). Seu construtor cria um novo objeto table do tipo JTable que recebe como parâmetro a variável tablemodel (criação da janela). Usa a classe JRadioButton para criar um objeto para os botões (rádio) onde o usuário seleciona a cor desejada (o nome da variável de referência será o nome da cor escolhida); Quando selecionado um botão a cor do mesmo é passada como parâmetro para uma variável group que faz referência ao método add da classe ButtonGroup. Após, a variável (nome da cor) é usada para instanciar o método addactionlistener (da classe ActionListener) que faz as variações na tonalidade da cor. Esse processo é feito com as três cores possíveis ao usuário. Após, o construtor seleciona uma cor (variável) para começar o processo através do comando: blueoption.setselected(true); this.threadshade = BLUE; Por último é criado o botão para selecionar cor aleatória, e é iniciado o processo através do comando: this.colorshadethread.start(); RandomColorAction : extende a classe AbstractAction e cria um construtor jogando uma frase no botão de criação de cor aleatória, tem o método actionperformed abstrato de AbstractAction, ColorTableModel : tem um variável private que é uma matriz para armazenar a cores dos retângulos o seu construtor percorre o tamanho do retângulo e implementa a cor branca(inicial); Os métodos getrowcount e getcolumncount retornam os tamanhos de linha e coluna, o método getvalueat : retorna uma matriz com as cores de linha e coluna; o método generaterandomcolor : método não compreendido completamente, Faculdade Senac Pelotas Página 6

7 ColorRenderer (não compreendida):tem um construtor que declara uma variável label do tipo JLabel e nele instancia 2 (dois) métodos : label.setopaque(true); label.setpreferredsize(new Dimension(100, 100)); O método gettablecellrenderercomponent apesar de ser GET recebe 6(seis) variáveis como parâmetro e retorna a variável de referência label.(nas aulas vimos métodos GET s sem parâmetros e declarando o tipo de elemento que irá retornar, diferente visto neste método); RandomColorShadeRunnable : em seu método vazio run() é declarado um procedimento de tentativa e erro( try/cacth ) dentro de uma repetição while, que manda executar a rotina de troca das cores e caso haja algum erro é interrompido o processo enquento a variável (keepruunning)que da início ao procedimento for verdadeira(true). Main : Cria um novo objeto instanciando a classe JFrame, como argumento o título da janela Frame, indica como a janela será fechada através do método setdefaultcloseoperation(), e instancia a classe principal. 1.4 Visualização da Ferramenta em Funcionamento Figura 1. Aqui está sendo selecionada a cor vermelha. Faculdade Senac Pelotas Página 7

8 Figura 2.. Aqui está sendo selecionada a cor verde. 1.5 Conclusão O que foi aprendido... A reutilização de códigos é um dos benefícios da programação orientada a objetos, podem-se usar muitas classes prontas já exitem no Java. Para programar em O.O é necessário um projeto. Se quisermos aprender a programar é necessário muito estudo além do que é ensinado na faculdade. Dificuldades... A finalidade de algumas classes importadas. Métodos recebendo objetos como parâmetros. Métodos GET s recebendo parâmetos. Lógica. Conhecimentos... Considero que tudo o que foi dito na conclusão são conhecimentos. Aplicação escolhida ( funcionamento)... Uma aplicação dinâmica, onde o usuário interage com o programa podendo escolher uma variação de cores que, após serem aplicadas têm uma rotina individual definida no construtor da classe pricipal. Faculdade Senac Pelotas Página 8

package br.com.cadastro.visao;

package br.com.cadastro.visao; package br.com.cadastro.visao; import java.awt.eventqueue; import java.awt.event.actionlistener; import javax.swing.jframe; import javax.swing.jpanel; import javax.swing.border.emptyborder; import br.com.cadastro.modelo.cliente;

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedade Utilizada: FontSizeAnimation

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedade Utilizada: FontSizeAnimation JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedade Utilizada: FontSizeAnimation FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Paulo Renato S. Veiga Identificação da Turma: 205 Noite Data: 16/05/10 1 Nome da Propriedade

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

MÓDULO 4 SWING Parte 3

MÓDULO 4 SWING Parte 3 Aplicações de Linguagem de Programação Orientada a Objetos 2ºsem/2011 (Professores: Tiago e Daniele) // Exemplo11 Ação do Mouse import javax.swing.*; import java.awt.*; import java.awt.event.actionevent;

Leia mais

Exemplo com SWING 1: Fazer uma aplicação, em Java, que tenha, na tela, uma JProgressBar, um JLabel e um JButton.

Exemplo com SWING 1: Fazer uma aplicação, em Java, que tenha, na tela, uma JProgressBar, um JLabel e um JButton. Exemplo com SWING 1: Fazer uma aplicação, em Java, que tenha, na tela, uma JProgressBar, um JLabel e um JButton. A aplicação deve ter duas Threads. A primeira, fará com que a JProgressBar incremente, num

Leia mais

O programa abaixo exemplifica o uso da classe Image para carregar e mostrar uma imagem localizada em um arquivo.

O programa abaixo exemplifica o uso da classe Image para carregar e mostrar uma imagem localizada em um arquivo. 7. Carregando e mostrando imagens locais Esta aula complementa os estudos de programação de interfaces gráficas em Java mostrando como podemos carregar imagens de arquivos locais ou da Internet para uso

Leia mais

Programação Gráfica em Java.

Programação Gráfica em Java. Programação Gráfica em Java. Objetivo: Ao final da aula o aluno deverá ser capaz de desenvolver a aplicação gráfica ilustrada ao lado. A interface gráfica será simples, composta por elementos de menus.

Leia mais

Java - Swing. Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net

Java - Swing. Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net Java - Swing Raphaela Galhardo raphaela@j2eebrasil.com.br http://www.j2eebrasil.com.br http://javarn.dev.java.net Conteúdo Interface com Usuário; Eventos; Swing. Introdução Interface com Usuário Grande

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: imagecomposite FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Diego Silva de Oliveira Identificação da Turma: 070801805 Data: 16/05/2010 imagecomposite

Leia mais

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar

Analisar os sistemas operacionais apresentados na figura e responder as questões abaixo: Identificar Projeto Integrador Sistemas Operacionais Prof.ª Lucilia Ribeiro GTI 3 Noturno Grupo: Anderson Alves da Mota. André Luiz Silva. Misael bezerra dos santos. Sandro de almeida silva. Analisar os sistemas operacionais

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Desktop

Desenvolvimento de Aplicações Desktop Desenvolvimento de Aplicações Desktop Pacotes: Swing, AWT Janelas de diálogo: JOptionPane Formulários: JFrame Etiquetas: JLabel Caixas de texto simples: JTextField Botões: JButton Menus: JMenuXXX Tratamento

Leia mais

Criando um aplicação simples com JAVA e MySQL usando NetBeans Parte II

Criando um aplicação simples com JAVA e MySQL usando NetBeans Parte II Tutorial elaborado pelo professor José Gonçalo dos Santos Contato: jose.goncalo.santos@gmail.com Criando um aplicação simples com JAVA e MySQL usando NetBeans Parte II Introdução Para acompanhar este tutorial

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Resize Shape Basic Shape FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Resize Shape Basic Shape FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Resize Shape Basic Shape FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Marri Souza da Luz Identificação da Turma: 3º ADS - Noite Data: 13/05/2010

Leia mais

Especialização em Engenharia de Software - CEUT

Especialização em Engenharia de Software - CEUT Até aqui Programação com interfaces gráficas Sérgio Soares scbs@cin.ufpe.br Criamos a infra-estrutura para a aplicação bancária classes que representam os tipos de conta classe que implementa regras de

Leia mais

Exemplo 1. Um programa que cria uma instância de uma classe que herda da classe Frame

Exemplo 1. Um programa que cria uma instância de uma classe que herda da classe Frame 6. Como aplicações gráficas funcionam em Java? Todas as aplicações gráficas em Java usam instâncias de classes existentes, que por serem parte da linguagem podem ser executadas em todas as versões de Java

Leia mais

Caso não exista nenhum listener registado no objecto que gera o evento, este não terá qualquer efeito.

Caso não exista nenhum listener registado no objecto que gera o evento, este não terá qualquer efeito. Interfaces Gráficas e Eventos - 10 Programação por eventos Um evento ocorre quando o utilizador interage com um objecto gráfico:. manipular um botão com o rato;. introduzir texto num campo de texto. seleccionar

Leia mais

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10

Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10 Tutorial de Computação Introdução a Programação Gráfica em Java para MEC1100 v2010.10 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina

Leia mais

TextBouncer. JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

TextBouncer. JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: TextBouncer FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Roberson Souza da Fonseca Identificação da Turma: 3 /N Data: 20/05/10 1 Nome da Propriedade

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: insira as propriedades escolhidas aqui FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: insira as propriedades escolhidas aqui FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: insira as propriedades escolhidas aqui FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Fabiano Nobre Mendes Identificação da Turma: ADS(Noturno) Data:

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 03 GUI e Swing Edirlei Soares de Lima GUI Graphical User Interface A API Java fornece diversas classes destinadas a criação de interfaces gráficas.

Leia mais

(Aula 17) Threads em Java

(Aula 17) Threads em Java (Aula 17) Threads em Java Difícil As Threads thread threads de emjava classificar sãogerenciadaspelajvm. podemser com user criadasdas thread ou kernel Profa. Patrícia A seguintesmaneiras: Fazendo extend

Leia mais

CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA

CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA CAPA PARA OS CABOS DA CABEÇA COMPONENTES Entre as peças entregues com este fascículo encontra-se uma espécie de tubo preto para reunir e proteger os cabos que saem da cabeça e vão ao tronco de O SEU ROBOT.

Leia mais

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio)

Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Introdução Threads e Concorrência em Java (Material de Apoio) Professor Lau Cheuk Lung http//www.inf.ufsc.br/~lau.lung INE-CTC-UFSC A maioria dos programas são escritos de modo seqüencial com um ponto

Leia mais

INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos

INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos INTERFACE COM O USUÁRIO (em Java) Programação Orientada a Objetos Chegamos à interface com o usuário. Você já utilizou alguns métodos para dialogar com o usuário, quer enviando mensagens quer lendo dados.

Leia mais

Tratamento de Eventos

Tratamento de Eventos Tratamento de Eventos Prof. Marcelo Cohen 1. Visão Geral Para implementar a funcionalidade de uma interface gráfica, pode-se fazer uso de uma repetição sem fim: Faz algum processamento Verifica se o mouse

Leia mais

MANIPULAÇÃO DE BANCO DE DADOS UTILIZANDO INTERFACE GRÁFICA

MANIPULAÇÃO DE BANCO DE DADOS UTILIZANDO INTERFACE GRÁFICA JOSIEL S. MOURA MANIPULAÇÃO DE BANCO DE DADOS UTILIZANDO INTERFACE GRÁFICA ORIENTADO A PROJETO: CONTROLE DE ESTOQUE 2012 JOSIEL S. MOURA MANIPULAÇÃO DE BANCO DE DADOS UTILIZANDO INTERFACE GRÁFICA ORIENTADO

Leia mais

15-09-2009. Membros de classe e de instância. PARTE III: Java e OO - detalhes. Exemplo 1: método. Exercício. Exemplo 1 corrigido

15-09-2009. Membros de classe e de instância. PARTE III: Java e OO - detalhes. Exemplo 1: método. Exercício. Exemplo 1 corrigido PARTE III: Java e OO - detalhes Membros de classe e instâncias Pacotes Visibilidade Classes aninhadas Membros de classe e de instância De classe Static Método não necessita de objeto para ser chamado.

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 04 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 2 Prof. Cristóvão Cunha Implementando uma Classe

Leia mais

Java Exemplo MDI. Tela Principal

Java Exemplo MDI. Tela Principal Java Exemplo MDI Nesta aula criaremos uma aplicação simples de cadastro para avaliar o nível de dificuldade/facilidade que é desenvolver softwares com a tecnologia Java. No NetBeans, crie um novo projeto

Leia mais

A TAMPA DO COMANDO À DISTÂNCIA

A TAMPA DO COMANDO À DISTÂNCIA PASSO A PASSO A TAMPA DO COMANDO À DISTÂNCIA COMPONENTES 1. 2. Com este fascículo também são entregues algumas das peças necessárias para completar o comando à distância universal. Neste caso são dois

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Alexandre César Muniz de Oliveira Entrada e Saída Parte IV Entrada e Saída Módulo de Interface com o usuário Dividir trabalho Separar processamento de E/S Entrada e Saída

Leia mais

CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA A 1 2 3 4 F 1 2 3 4 B 1 2 3 4 G 1 2 3 4 C 1 2 3 4 H 1 2 3 4 D 1 2 3 4 I 1 2 3 4 E 1 2 3 4 J 1 2 3 4

CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA A 1 2 3 4 F 1 2 3 4 B 1 2 3 4 G 1 2 3 4 C 1 2 3 4 H 1 2 3 4 D 1 2 3 4 I 1 2 3 4 E 1 2 3 4 J 1 2 3 4 ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A3 DATA 09/07/2009 PROGRAMAÇÃO Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO

Leia mais

Java : Comunicação Cliente-Servidor.

Java : Comunicação Cliente-Servidor. Java : Comunicação Cliente-Servidor. Objetivo: Capacitar o aluno a desenvolver uma aplicação servidora para múltiplos clientes. Apresentar as classes Socket e ServerSocket, classes de fluxo de dados, a

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Threads Threads Threads Threads Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS -INTERFACES GRÁFICAS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ROTEIRO 2. Programação visual com a IDE Netbeans Projetos Tipos de projetos Desenvolvimento

Leia mais

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações

Multithreading. Programação Orientada por Objectos com Java. Ademar Aguiar. MRSC - Programação em Comunicações Programação Orientada por Objectos com Java www.fe.up.pt/~aaguiar ademar.aguiar@fe.up.pt 1 Multithreading 154 Objectivos Ser capaz de: Explicar os conceitos básicos de multithreading Criar threads múltiplos

Leia mais

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Font size Animation FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS

JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Font size Animation FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS JAVA APLICAÇÕES GRÁFICAS Propriedades Utilizadas: Font size Animation FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Nome do aluno: Guilherme Faria Quental Identificação da Turma: Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand

Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand Eclipse IDE Dá-se importância aos antepassados quando já não temos nenhum. Francois Chateaubriand O Eclipse O Eclipse (www.eclipse.org) e uma IDE (integrated development environment). Diferente de uma

Leia mais

Programação de Computadores e Robocode. http://www.lac.inpe.br/~rafael.santos

Programação de Computadores e Robocode. http://www.lac.inpe.br/~rafael.santos Programação de Computadores e Robocode 1 O que é Programação de Computadores? O que é um programa de computador? Quem escreve estes programas? Como são escritos? O que podemos fazer com estes programas?

Leia mais

Jogo Da Velha. - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha

Jogo Da Velha. - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha Jogo Da Velha - Parte 1 - Fazendo a parte gráfica do jogo da Velha por: Lerói Oliveira Equipe PAJÉ cti.paje@gmail.com http://www.cti.furg.br/informatica/paje Primeiro vamos usar a classe JFrame para criar

Leia mais

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO.

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Robson Adão Fagundes http://robsonfagundes.blogspot.com/ Mini curso Desenvolvimento de aplicação

Leia mais

Neste tutorial apresentaremos as vantagens e facilidades de usar a ferramenta de Deployment Java Web Start.

Neste tutorial apresentaremos as vantagens e facilidades de usar a ferramenta de Deployment Java Web Start. Java Web Start Leonardo Marcelino Neste tutorial apresentaremos as vantagens e facilidades de usar a ferramenta de Deployment Java Web Start. Introdução Java Web Start é uma nova tecnologia para deployment

Leia mais

Programação III. Interface Gráfica - Swing. Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Interface Gráfica - Swing

Programação III. Interface Gráfica - Swing. Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br. Interface Gráfica - Swing Programação III Interface Gráfica Swing Jocélio Passos joceliodpassos@bol.com.br Deitel Capítulo 11 : Imagens gráficas e Java 2D Capítulo 12 : Componentes Básicos Capítulo 13 : Componentes Avançados GUI

Leia mais

Capítulo 31. Outros Recursos para Interfaces Gráficos. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra

Capítulo 31. Outros Recursos para Interfaces Gráficos. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra Capítulo 31 Outros Recursos para Interfaces Gráficos Objetivos do Capítulo Introduzir recursos úteis à construção de grande variedade de interfaces gráficas e que não foram abordados antes. Apresentar

Leia mais

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans.

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. 1 - Criando uma classe em Java Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. Antes de criarmos a(s) classe(s) é necessário criar o projeto

Leia mais

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral

THREADS EM JAVA. George Gomes Cabral THREADS EM JAVA George Gomes Cabral THREADS Fluxo seqüencial de controle dentro de um processo. Suporte a múltiplas linhas de execução permite que múltiplos processamentos ocorram em "paralelo" (em computadores

Leia mais

Roteiro para criação de Applet

Roteiro para criação de Applet Roteiro para criação de Applet 1. Abra um editor de texto qualquer, como o Bloco de notas, e digite o código abaixo: 1. import java.awt.*; 2. import java.awt.event.*; 3. import java.applet.applet; 4. import

Leia mais

Natureza do Software e dos Sistemas

Natureza do Software e dos Sistemas Natureza do Software e dos Sistemas Jorge H C Fernandes Diferença Fundamental entre Engenharia de Software e outras Engenharias! Os materiais são diferentes As teorias fundamentais são diferentes Dificuldades

Leia mais

JAVA COM BANCO DE DADOS PROFESSORA DANIELA PIRES

JAVA COM BANCO DE DADOS PROFESSORA DANIELA PIRES Conteúdo O Projeto... 2 Criação de Pacotes... 4 Factory:... 6 DAO:... 15 GUI (Graphical User Interface ou Interface Gráfica de Cadastro)... 18 Evento SAIR... 23 Evento CADASTRAR... 24 1 O Projeto Arquivo

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos Folha 6-1 Sincronização de Threads A sincronização de Threads em Java é baseada no conceito do Monitor (de Hoare). Cada objecto Java tem associado um monitor (ou lock ) que pode ser activado se a palavra

Leia mais

1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo:

1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo: 1) De acordo com o trecho de código escrito na linguagem JAVA, responda a questão abaixo: boolean[][] bool = new boolean[5][5]; for(int v = 0; v < bool.length; v++) { for(int f = 0; f < bool[v].length;

Leia mais

Interface Gráficas Parte I. Bruno Crestani Calegaro

Interface Gráficas Parte I. Bruno Crestani Calegaro Interface Gráficas Parte I Bruno Crestani Calegaro Conteúdo da Aula GUI, Graphical User Interface, é nada mais que a tela que um programa apresenta para um usuário Até o agora nossos programas foram desenvolvidos

Leia mais

Crie dois pacotes: jogo e imagens Coloque as imagens da cobra, da fruta e da parede no pacote imagens Crie uma nova classe chamada Cobra no pacote

Crie dois pacotes: jogo e imagens Coloque as imagens da cobra, da fruta e da parede no pacote imagens Crie uma nova classe chamada Cobra no pacote Crie dois pacotes: jogo e imagens Coloque as imagens da cobra, da fruta e da parede no pacote imagens Crie uma nova classe chamada Cobra no pacote jogo: import java.awt.rectangle; public class Cobra {

Leia mais

HABILITANDO A IDE DO ECLIPSE

HABILITANDO A IDE DO ECLIPSE HABILITANDO A IDE DO ECLIPSE Até agora configuramos todos os atributos dos objetos inseridos em um frame. Vamos agora habilitar a IDE do Eclipse. Siga os passos abaixo: 1. File >>New >> Java Project 2.

Leia mais

Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this.

Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this. Exercício 1 : As classes abaixo serão utilizadas neste exercício: public class Ponto { int x; int y; public Ponto(int x, int y){ this.x = x; this.y = y; public String tostring(){ return "(" + x + "," +

Leia mais

Tutorial Introdução ao ambiente Eclipse

Tutorial Introdução ao ambiente Eclipse Tutorial Introdução ao ambiente Eclipse Rafael Santos (revisto em 26/10/2003) Introdução... 1 Instalando o Java Development Kit... 2 Instalando o Eclipse... 4 Desinstalando o Eclipse... 4 Passos para criação

Leia mais

Programa de Computador que funciona em Rede

Programa de Computador que funciona em Rede Programa de Computador que funciona em Rede professor Robinson Vida Noronha 1 Paradigma Um programa rodando em rede é como uma loja. 2 Uma loja é composta por Vendedores Vendedores 3 Um loja deve servir

Leia mais

Programação Concorrente em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM

Programação Concorrente em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM Programação Concorrente em Java Profa Andréa Schwertner Charão DLSC/CT/UFSM O que é programação concorrente? Um programa, múltiplos fluxos de execução Quando usar programação concorrente? Desempenho Ex.:

Leia mais

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Passando dados binários para um serviço Web

Passando dados binários para um serviço Web Prática em Laboratório N.03 Passando dados binários para um serviço Web Observação: Você não pode utilizar o GlassFish v3 para essa prática pois ele não reconhece o atributo wsdllocation para serviços

Leia mais

Capítulo 12 Eventos de interacção

Capítulo 12 Eventos de interacção Capítulo 12 Eventos de interacção Eventos em Java Referência aos pacotes awt e swing Programação com botões e campos de texto Eventos, fontes de eventos e atendimento de eventos Qualquer programa deve

Leia mais

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread.

Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5 THREADS Como foi exposto anteriormente, os processos podem ter mais de um fluxo de execução. Cada fluxo de execução é chamado de thread. 5.1 VISÃO GERAL Uma definição mais abrangente para threads é considerá-lo

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Linguagem de programação 2 GUI

Linguagem de programação 2 GUI Instituto Federal de Minas Gerais Campus Ponte Nova Linguagem de programação 2 GUI Professor: Saulo Henrique Cabral Silva GUI - Graphical User Interface 2 Interfaces gráficas Possibilita usar computadores

Leia mais

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos

Threads e Sockets em Java. Threads em Java. Programas e Processos Threads em Java Programas e Processos Um programa é um conceito estático, isto é, um programa é um arquivo em disco que contém um código executável por uma CPU. Quando este programa é executado dizemos

Leia mais

Exercícios 07 Introdução à POO (Interface Gráfica)

Exercícios 07 Introdução à POO (Interface Gráfica) Exercícios 07 Introdução à POO (Interface Gráfica) Importante: Desenvolva cada questão em um mesmo projeto, porém em diferentes pacotes. ex. Questão 1: lab03.aula11_out.questao01, Questão 2: lab03.aula11_out.questao02.

Leia mais

Classes Abstratas e Interfaces

Classes Abstratas e Interfaces Java Básico Classes Abstratas e Interfaces Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br Novembro/2005 Classe abstrata Recurso avançado da OO Não pode ser instanciada Deve ser instanciada

Leia mais

Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1. Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o controle de layouts.

Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1. Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o controle de layouts. Componentes Swing Estrutura de componentes de altonível: JFrame, JApplet, JDialog Linguagem Java - Prof. Luciana Porcher Nedel 1 JPanel Um container genérico e visual. Ela trabalha em cooperação com o

Leia mais

Introdução à Programação. Interfaces Gráficas

Introdução à Programação. Interfaces Gráficas Introdução à Programação Interfaces Gráficas Tópicos da Aula Hoje vamos ver conceitos mais avançados de Interfaces Gráficas Elementos de uma GUI Componente Eventos Listeners Padrão Observer Painel Exemplos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento

Programação Orientada a Objetos. Encapsulamento Programação Orientada a Objetos Encapsulamento de Dados Ocultação de dados Garante a transparência de utilização dos componentes do software, facilitando: Entendimento Reuso Manutenção Minimiza as interdependências

Leia mais

JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto

JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto JTABLE STUDENT CONTROL JSC Gil Eduardo de Andrade / Emílio Rudolfo Fey Neto INTRODUÇÃO / DESCRIÇÃO O sistema JTable Student Control - JSC disponibiliza uma interface gráfica em Java que possibilita ao

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

Adicionando Caixas de Verificação no seu Programa Java

Adicionando Caixas de Verificação no seu Programa Java Adicionando Caixas de Verificação no seu Programa Java Priscila Gomes Neste tutorial iremos falar sobre os aspectos básicos de uma caixa de verificação: quais os tipos, quando e como utiliza-las, como

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

Programação de Interfaces Gráficas. Aula 1. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress.

Programação de Interfaces Gráficas. Aula 1. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress. Programação de Interfaces Gráficas Aula 1 Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardoxpto@gmail.com) http://carloseduardoxp.wordpress.com "Use o seu tempo para melhorar a si mesmo através dos escritos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Introdução à Tecnologia Java 02/2012. Java Aula 04 MDI. 05/09/2012 Celso Olivete Júnior. olivete@fct.unesp.br

Introdução à Tecnologia Java 02/2012. Java Aula 04 MDI. 05/09/2012 Celso Olivete Júnior. olivete@fct.unesp.br Java Aula 04 GUI Swing MDI 05/09/2012 Celso Olivete Júnior olivete@fct.unesp.br 1 Exercício para aquecimento...utilize o pacote Swing C = (F-32)*5 ------------ 9 Celso Olivete Júnior 2 Dialog Windows (Swing)

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Banco de Dados. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Banco de Dados Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Banco de Dados Relacionais; SQL; MySQL; Manipulando Banco de Dados com o JDBC; Bibliografia; Prof. Leonardo Barreto Campos 2/25 Introdução

Leia mais

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança...

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança... Construção de novas Classes em Java Classes Atributos Métodos Herança... 1 Exemplo Representação em UML Java (Unified Modeling Language) Stack items : Vector Stack( ) push( ) pop( ) isempty( ) finalize(

Leia mais

1 Criando um aplicativo visual em Java

1 Criando um aplicativo visual em Java 1 Criando um aplicativo visual em Java Inicie o Netbeans e nele crie um novo projeto, em categorias escolha Java e em projetos escolha Aplicativo Java, na próxima janela escreva o nome do projeto PrimeiroAplicativoVisual

Leia mais

Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing

Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing Aula 11: Interfaces gráficas (1/2): elementos de interface Swing Motivação como fazer programas com interface gráfica em Java? solução: uso de pacotes (listados na API) AWT (java.awt.*) Swing (javax.swing.*)

Leia mais

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing.

SISTEMA EXPERIMENTALL 15/11/2009. Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. 15/11/2009 Olá! A partir de agora vamos conhecer a IDE NetBeans 6.7.1 efetuando um micro projeto swing. Crie um novo projeto clicando em arquivo e em novo projeto. Escolha a opção java, aplicativo java

Leia mais

AULA DE JAVA 2 CONCEITOS AVANÇADOS

AULA DE JAVA 2 CONCEITOS AVANÇADOS AULA DE JAVA 2 CONCEITOS AVANÇADOS DAS 5316 Integração de Sistemas Corporativos Roque Oliveira Bezerra, M. Eng. roque@das.ufsc.br Prof. Ricardo J. Rabelo ROTEIRO Recaptulação da aula anterior Exceções

Leia mais

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Programação OO em Java Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Sumário Classes abstratas Interfaces Tipos genéricos Coleções Classes abstratas São classes que não podem ser instanciadas, porque representam

Leia mais

Componentes Parte 03

Componentes Parte 03 Componentes Parte 03 Prof. Edwar Saliba Júnior Setembro de 2012 Unidade 05 Componentes Parte 03 1 JTable Componente capaz de mostrar dados na tela de maneira tabular. Partes visuais do JTable: Título:

Leia mais

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages Desenvolvimento de aplicações Web Java Server Pages Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2003 Como funciona? Servidor web 2 Internet 1 Browser 3 Arquivo jsp 4 JSP Compilado 2 Passo a passo 1 browser envia

Leia mais

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código }

Comandos de repetição For (inicialização; condição de execução; incremento/decremento) { //Código } Este documento tem o objetivo de demonstrar os comandos e sintaxes básicas da linguagem Java. 1. Alguns passos para criar programas em Java As primeiras coisas que devem ser abordadas para começar a desenvolver

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução. Carlos Lopes

Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução. Carlos Lopes Programação Orientada a Objetos e Java - Introdução Carlos Lopes POO e Java Objetivo: proporcionar uma visão dos conceitos de POO e do seu uso na estruturação dos programas em Java. Classes e objetos em

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 05 Java 2D Edirlei Soares de Lima Java 2D Java 2D é uma API da linguagem Java que fornece funcionalidades básicas para o desenho de objetos gráficos

Leia mais

Construção de Interfaces Gráficas

Construção de Interfaces Gráficas Construção de Interfaces Gráficas Mário Antonio Meireles Teixeira DEINF UFMA Baseado em material original de João Carlos Pinheiro CEFET/MA 1 Objetivos Apresentar Os fundamentos da construção GUI em Java

Leia mais

Capítulo 23. às s Interfaces Gráficas. Introdução. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra

Capítulo 23. às s Interfaces Gráficas. Introdução. Rui Rossi dos Santos Programação de Computadores em Java Editora NovaTerra Capítulo 23 Introdução às s Interfaces Gráficas Objetivos do Capítulo Apresentar as duas APIs aplicáveis ao desenvolvimento de interfaces gráficas: o AWT e o Swing. Explorar algumas classes do AWT aplicáveis

Leia mais

Programação Orientada a Objetos II

Programação Orientada a Objetos II Programação Orientada a Objetos II AULA Banco de Dados (Exemplo) Prof. Rodrigo Rocha Prof.rodrigorocha@yahoo.com (Modo Texto) Conectando ao Banco de Dados Entre no Diretório do Mysql mysql u root p criando

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO AO JAVA... 1 A Origem... 2 O Caminho Para a Aprendizagem... 4 Java Como Plataforma... 6 Finalidade... 9 Características... 11 Perspectivas... 13 Exercícios... 14 CAPÍTULO

Leia mais

Java Básico. Matrícula de Alunos. Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br. Novembro/2005

Java Básico. Matrícula de Alunos. Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br. Novembro/2005 Java Básico Matrícula de Alunos Marco Antonio, Arquiteto de Software TJDF ma@marcoreis.eti.br Novembro/2005 Objetivos OO: trocar mensagens entre os objetos Exception: tratar exceções Análise: implementar

Leia mais