Crítica. No geral do ano há quem morra por muito ter comido ( ) quem morra por ter comido pouco durante toda a vida.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Crítica. No geral do ano há quem morra por muito ter comido ( ) quem morra por ter comido pouco durante toda a vida."

Transcrição

1 Capítulo III Crítica O III capítulo inicia-se com uma crítica. José Saramago critica as desigualdades sociais, o pobre que é cada vez mais pobre, o rico que é cada vez mais rico, acentuando a diferença que existe entre estas duas classes sociais. No geral do ano há quem morra por muito ter comido ( ) quem morra por ter comido pouco durante toda a vida. Mas esta cidade, mais que todas, é uma boca que mastiga de sobejo para um lado e de escasso para o outro, não havendo portanto mediano termo. A quaresma chega! Esta, tal como o sol, nasce para todos, sejam ricos ou pobres. No entanto, esta época do ano é retratada como uma farsa, como um ritual que as pessoas fazem, um mísero teatro. Se por um lado se pode caracterizar os actos da procissão como um sacrifício, uma forma de castigar o corpo pelos pecados feitos, por outro, também o podemos entender como um teatro que os homens fazem para as suas mulheres, um acto de gozo (por parte dos homens) que leva a um ritual de excitação (por parte das mulheres). Saramago critica assim o facto de se distorcer o sentido da Quaresma. Págs. 28 e 29

2 A Quaresma é aproveitada para pôr a fidelidade das mulheres em causa, pois estas, nesta época, são livres de irem sozinhas, ou com as suas criadas, para as igrejas, sofrendo o seu percurso ligeiros desvios. É a mulher livre uma vez no ano e se não vai sozinha, por não consentir a decadência pública, quem a acompanha leva iguais desejos e igual necessidade de satisfazê-los, por isso a mulher entre duas igreja, foi a encontrar-se com um homem, qual seja, e a criada que a guarda troca uma cumplicidade por outro, e ambas, quando se reencontram diante do próximo altar, sabem que a Quaresma não existe e o mundo está felizmente louco desde que nasceu. Vemos a deturpação do termo igreja, pois esta serve para enganar os homens, serve de desculpa. Também na família real vemos algo semelhante: D. Maria Ana é a autora de actos/sonhos que levam a subentender um caso de infidelidade, uma vez que esta sonha com o Infante D. Francisco. ( ) de repente adormece e acha-se dentro do coche ( ) subitamente vê um homem a cavalo...é o Infante D. Francisco. ( )comparando sonho e sonho, observa a rainha de que cada vez, chega o Infante mais perto, que quererá ele, e ela que quererá.

3 Terminada a Quaresma tudo volta ao normal, ou seja, as mulheres regressam aos seus rituais do dia-a-dia. Esta época do ano deveria ser uma altura de sacrifícios, de recolhimento. Na obra, Saramago retrata exactamente o contrário, ou seja, as mulheres fazem o sacrifício de ficarem presas em casa, sem liberdade durante todo o ano, com excepção da Quaresma, onde estas se vêm realmente livres e praticam a libertinagem. É a Quaresma sonho de uns, e virgilia de outros. Passou a Pascoa que acordou toda a gente, mas reconduziu as mulheres á sombra dos quartos e ao carrego das saias. Lisboa também não escapa à critica de Saramago. A cidade é vista como um local deplorável, impróprio para se habitar. ( ) da pocilga que é Lisboa. ( )a cidade é imunda, alcatifada de excrementos, de lixo, de cães lazarentos e gatos vadios ( ) Lisboa cheira mal, cheira a podridão, o incenso dá sentido é fetidez ( )

4 Capítulo IV O tema central deste capítulo é a caridade, ou a falta dela! Saramago conta-nos um pouco da vida de Baltasar Sete-Sóis, da sua passagem pela guerra e consequente perda da mão. Num encontro com outros antigos soldados narram-se histórias insólitas. Uma delas, fala de um caso em que uma mulher é morta e o seu corpo, partido aos bocados é distribuído pela cidade, juntamente com um bebé também morto. A história macabra assusta Baltasar pois para ele a guerra é menos perigosa. Na guerra há mais caridade. Baltasar profere estas palavras porque fica surpreendido com tal acto. Apesar de os soldados estarem na guerra para matar, fazem-no com a caridade de saberem que no fundo todos eles são iguais e estão ali com o mesmo propósito e nas mesmas circunstâncias. Na guerra, ao contrário do que acontece com os condenados ao degredo e à fogueira, não se mata por ódio ou vingança, mas porque são obrigados a fazê-lo.

5 Cátia Daniela 12º 1C 2006/07

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista.

Fui, não: fui e sou. Não mudei a esse respeito. Sou anarquista. Tínhamos acabado de jantar. Defronte de mim o meu amigo, o banqueiro, grande comerciante e açambarcador notável, fumava como quem não pensa. A conversa, que fora amortecendo, jazia morta entre nós. Procurei

Leia mais

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio

Leia mais

Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade.

Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade. HETERONÍMIA 7. REALIDADE Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade. Horóscopo de Alberto Caeiro, feito por Fernando Pessoa. «Uma sombra é real, mas é menos real que uma pedra» Uma das

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15

PROFESSOR: Daniel. ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Literatura SÉRIE: 2 ano ALUNO (a): Data da prova: 09/05/15 No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS P1 2 BIMESTRE O Barroco - a arte que predominou

Leia mais

EUROPA BRASIL SÉCULO XIX AMÉRICA O BRASIL NO FINAL DO SÉCULO XVIII SÉCULO XVIII FINAL DA IDADE MODERNA

EUROPA BRASIL SÉCULO XIX AMÉRICA O BRASIL NO FINAL DO SÉCULO XVIII SÉCULO XVIII FINAL DA IDADE MODERNA O BRASIL NO FINAL DO SÉCULO XVIII SÉCULO XVIII FINAL DA IDADE MODERNA EUROPA Expansão dos Ideais Iluministas Revolução Francesa Fim do Antigo regime Ascensão da Burguesia ao poder Revolução Industrial

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus.

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. JÓ Lição 05 1 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. 2. Lição Bíblica: Jô 1 a 42 (Base bíblica para a história e o professor)

Leia mais

As suas principais obras

As suas principais obras Cena do Fidalgo Gil Vicente nasceu na cidade de Guimarães em 1466. É considerado o primeiro grande dramaturgo português, além de poeta. Enquanto homem de teatro, parece ter também desempenhado as tarefas

Leia mais

Jonas, o Missionário Improvável

Jonas, o Missionário Improvável Jonas, o Missionário Improvável Este mês é o mês que dedicamos às missões aqui na nossa igreja. Eu costumo dizer que as missões são o bater do coração de Deus. Se este é um assunto que é importante para

Leia mais

futebol (peça de diego pinheiro)

futebol (peça de diego pinheiro) futebol (peça de diego pinheiro) A verdade é que eu amo a humanidade, e por isso me considero uma pessoa de maldade eterna... sonhei ontem com um mosteiro... um mosteiro de tamanho colossal. liguei imediatamente

Leia mais

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication

Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Uma Cidade para Todos Ficha Técnica: Design e Impressão Mediana Global Communication Colaboração Nuno Oliveira, coordenador do Serviço de Psicologia do 1º ciclo do Ensino Básico da EMEC - Empresa Municipal

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! SÉRIE: QUEM É JESUS? Jesus é o Cordeiro de Deus Data: / 09 / 2010 - Semana 4. No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 1 / 7 1)

Leia mais

A vivência na conjugalidade é todo um processo que engloba outros processos como a intimidade, a vida sexual, o trabalho, a procriação, a partilha

A vivência na conjugalidade é todo um processo que engloba outros processos como a intimidade, a vida sexual, o trabalho, a procriação, a partilha Existe um facto para o qual também devemos dar atenção: o agressor poderá estar numa posição de solidão. Poucos serão os agressores que terão a consciência do problema que têm, a agressividade que não

Leia mais

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F.

CEGO, SURDO E MUDO (porque nao?) LETRA: Ricardo Oliveira e Mário F. FRUTO PROIBIDO FRUTO PROIBIDO 1 Cego, surdo e mudo (porque não?) 2 Mundo inteiro 3 Acordo a tempo 4 Contradição 5 A água não mata a fome 6 Quem és é quanto basta 7 Nascer de novo (és capaz de me encontrar)

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Os movimentos de libertação colonial

Os movimentos de libertação colonial Os movimentos de libertação colonial Fatores determinantes Em fins do século XVIII, iniciaram-se os movimentos que tinham como objetivo libertar a colônia do domínio econômico português. Deste momento

Leia mais

1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett

1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett 1. Frei Luís de Sousa Almeida Garrett De entre as alternativas a seguir apresentadas, escolhe a que te parecer mais correcta, assinalando com um círculo. 1.1. O autor da obra Frei Luís de Sousa é A. Camões.

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Lidando com o Cão Dominante

Lidando com o Cão Dominante Lidando com o Cão Dominante De Eugênio Gomes, 2006. Baseado no texto Dealing With the Dominant Dog, de Ed Frawley. Introdução Muitas pessoas, incluindo treinadores experientes, entendem mal a dominância

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório. Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11.

Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório. Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11. Um crente bêbado é melhor que o sóbrio desviado Pr. Harry Tenório Pelo teu nome por sua vida eu não farei uma coisas dessas! 2 Sm 11.11 Introdução Negar princípios parece ser uma coisa comum em nossos

Leia mais

A SANTA CEIA EM ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

A SANTA CEIA EM ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA A SANTA CEIA EM ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA Lúcia Maria de Souza Resumo A proposta desse artigo é comparar o ritual de A Santa Ceia relatado na Bíblia Sagrada com o enredo de Ensaio sobre a Cegueira. Para

Leia mais

Fazendo a Conexão da História de Deus: Gênesis-Apocalipse Novo Testamento - Parte 2

Fazendo a Conexão da História de Deus: Gênesis-Apocalipse Novo Testamento - Parte 2 Lição 6 Fazendo a Conexão da História de Deus: Gênesis-Apocalipse Novo Testamento - Parte 2 História bíblica Marcos 14:12-72; 15:1-47 Após ter se reunido com seus discípulos para a Última Ceia, Jesus foi

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

SALMODIA COMPLEMENTAR

SALMODIA COMPLEMENTAR SALMODIA COMPLEMENTAR PARA TÉRCIA, SEXTA E NOA Depois da Invocação inicial Deus, vinde em nosso auxílio, diz-se o Hino da Hora Intermédia e a Salmodia correspondente ao momento do dia em que se faz a celebração.

Leia mais

se formaram, viveram, fizeram e o pouco que aprenderam ou muito foi dentro daquele órgão confuso, terrível, que talvez não seja o melhor para

se formaram, viveram, fizeram e o pouco que aprenderam ou muito foi dentro daquele órgão confuso, terrível, que talvez não seja o melhor para Sidnei Possuelo Eu em primeiro lugar queria agradecer a universidade por propiciar esse espaço hoje muito importante, muito importante, porque vivemos realmente uma crise, e esse espaço aqui é um espaço

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos do Homem

Declaração Universal dos Direitos do Homem Declaração Universal dos Direitos do Homem Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- PARANÁ O MEU JEITO DE MUDAR O MUNDO

ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- PARANÁ O MEU JEITO DE MUDAR O MUNDO ESCOLA SEMIPROFISSIONALIZANTE GRALHA AZUL DE SÃO JOÃO- Vemos que o mundo está sofrendo e as pessoas e nós poluímos o Planeta Terra e nós temos que ajudar e não poluir os rios os lagos as ruas e as encostas

Leia mais

Daniela Gross e Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York *

Daniela Gross e Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York * A Rádio ONU apresenta a partir desta semana o especial - Água: O Mundo e Um Recurso Precioso. Uma série de reportagens produzidas pela nossa equipe que exploram diversos ângulos à questão deste recurso

Leia mais

100 anos do Arquivo Histórico Municipal: Painel 11 / 15 um olhar sobre um precioso acervo

100 anos do Arquivo Histórico Municipal: Painel 11 / 15 um olhar sobre um precioso acervo Painel 11 / 15 um olhar sobre um precioso acervo Série Obras Públicas Além de documentos textuais, o Arquivo Histórico Municipal guarda em seu acervo inúmeras plantas, mapas e projetos, sejam eles arquitetônicos

Leia mais

EXISTE O INFERNO? Introdução

EXISTE O INFERNO? Introdução EVANGELISMO PESSOAL EXISTE O INFERNO 1 EXISTE O INFERNO? Introdução A. Um dos temas religiosos mais carregados de emoção é o tema do Inferno. Que sucede depois da morte física? Há algo mais além do túmulo

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 6 Comunidade Global Tema Direitos fundamentais do : Declaração Universal dos Direitos do OBJECTIVO: Participa consciente e sustentadamente na comunidade global 1. Leia, com atenção, a Declaração Universal

Leia mais

Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco

Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco 1 Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco 25 Páscoa e Libertação P. Boa noite. Este é mais um programa da responsabilidade da Cáritas Diocesana de Portalegre e Castelo Branco. Elicídio Bilé, como

Leia mais

sobre pressão alta Dr. Decio Mion

sobre pressão alta Dr. Decio Mion sobre pressão alta Dr. Decio Mion 1 2 Saiba tudo sobre pressão alta Dr. Decio Mion Chefe da Unidade de Hipertensão do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP)

Leia mais

Novarini Oreste Via G. Paisiello 9 34148 TRIESTE (TS) Itália. (e eu vou responder a todas as perguntas que vocês vão pôr)

Novarini Oreste Via G. Paisiello 9 34148 TRIESTE (TS) Itália. (e eu vou responder a todas as perguntas que vocês vão pôr) 1/4 A politica e as religiões criam grandes ditaduras. Cristãos ou Católicos? (São os Católicos os descendentes dos Apóstolos?) NÃO! Porquê? Porque eles fizeram as cruzadas e a santa inquisição, eles queimaram

Leia mais

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória,

Lição Oito. O Culto a Deus. Que É Culto? adoração da parte da pessoa que pensa acerca de Deus. O culto é a reação humana à glória, Livro 1 página 57 Lição Oito O Culto a Deus Que É Culto? O culto é o ato de reconhecer a Deus por quem Ele é. Inclui uma atitude de reverência, devoção e adoração da parte da pessoa que pensa acerca de

Leia mais

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o 3 - Eucaristia O que é a Eucaristia? É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando

Leia mais

O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS Bíblia para crianças apresenta O NASCIMENTO DE JESUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:M. Maillot Adaptado por: E. Frischbutter; Sarah S. O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da

Leia mais

JAIR REBELO. jairrebelo@hotmail.com. Parapsicólogo Clínico. Telefone 9911 3260

JAIR REBELO. jairrebelo@hotmail.com. Parapsicólogo Clínico. Telefone 9911 3260 JAIR REBELO Parapsicólogo Clínico jairrebelo@hotmail.com Telefone 9911 3260 AQUIETAR-SE Quando tomamos consciência da nossa respiração, eliminamos os vícios que vivem dentro de nós. O silêncio e á linguagem

Leia mais

OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O

OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O REFERÊNCIA: Josué 10:15-11-23 Data de Gravação: 26.05.04 hora 13.31h PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS

Leia mais

Peça de Teatro Sinopse Argumento

Peça de Teatro Sinopse Argumento 1 Peça de Teatro Sinopse Duas crianças da comunidade...(comunidade local onde será encenada a peça) se encontram, conversam à respeito de limpar a rua e ser útil de alguma forma para o meio em que habitam.

Leia mais

Que comparação se pode fazer entre esta situação e a situação das mulheres europeias, nos respectivos países? (quer justificar)

Que comparação se pode fazer entre esta situação e a situação das mulheres europeias, nos respectivos países? (quer justificar) TESTEMUNHO CADERNO ESPECIAL JAMILA MADEIRA EURODEPUTADA Enquanto mulher, mas também deputada, como vê a presença feminina na Ciência em Portugal? A participação das mulheres nas várias vertentes da sociedade

Leia mais

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos

Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Draguim, Badão e companhia - Guia de leitura - Livro 1 Dragões, Duendes e Outros Bichos Apresentação da obra Sempre me disseram que os dragões eram todos maus e que devíamos fugir deles a sete pés. Mas,

Leia mais

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS 1 CARTA DA TERRA A Carta da Terra é uma declaração de princípios fundamentais para a construção de uma sociedade que seja justa, sustentável e pacífica. Ela diz o que devemos fazer para cuidar do mundo:

Leia mais

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira?

HISTÓRIA DE LINS. - Nossa que cara é essa? Parece que ficou acordada a noite toda? Confessa, ficou no face a noite inteira? HISTÓRIA DE LINS EE PROF.PE. EDUARDO R. de CARVALHO Alunos: Maria Luana Lino da Silva Rafaela Alves de Almeida Estefanny Mayra S. Pereira Agnes K. Bernardes História 1 Unidas Venceremos É a história de

Leia mais

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos

Em Roma: Surge como imitação do teatro grego (tragédia e comédia); Apogeu deu-se no séc. III-II a.c., com Plauto e Terêncio; Insere-se nos Jogos O TEXTO DRAMÁTICO O teatro é a poesia que sai do livro e se faz humana. (Frederico García Lorca) Professor Luís Araújo 1 O que é o teatro? Uma das mais antigas expressões artísticas do Homem; Tem origem

Leia mais

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo]

[Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] [Visionamento das fotos] [Comentários sobre isso. Não transcrito, mas explicado em diário de campo] E- Então o que é que achaste das fotos? E7- Boas. Tá fixe. E- Faz-te lembrar coisas boas ou más? E7-

Leia mais

O PLANO CONTRA LÁZARO

O PLANO CONTRA LÁZARO João 12 Nesta Lição Estudará... Jesus em Betânia O Plano Contra Lázaro Jesus Entra em Jerusalém Alguns Gregos Vão Ver Jesus Anuncia a Sua Morte Os Judeus Não Crêem As Palavras de Jesus Como Juiz JESUS

Leia mais

a) Há em Jerusalém, perto da Porta das Ovelhas um tanque (João 5:2). b) É o Cordeiro de Deus (João 1:29). c) Eu sou a porta das ovelhas (João 10:7).

a) Há em Jerusalém, perto da Porta das Ovelhas um tanque (João 5:2). b) É o Cordeiro de Deus (João 1:29). c) Eu sou a porta das ovelhas (João 10:7). LIÇÃO 3 A Bíblia Como Literatura Quando falamos com alguém, queremos que essa pessoa nos compreenda. Assim, fazemos os possíveis para tornarmos de fácil apreensão as ideias que queremos transmitir. Por

Leia mais

O primeiro Natal começou a ser celebrado nas vésperas do nascimento de Jesus, quando, segundo a Bíblia, os anjos anunciaram a Sua chegada.

O primeiro Natal começou a ser celebrado nas vésperas do nascimento de Jesus, quando, segundo a Bíblia, os anjos anunciaram a Sua chegada. O primeiro Natal começou a ser celebrado nas vésperas do nascimento de Jesus, quando, segundo a Bíblia, os anjos anunciaram a Sua chegada. Nessa altura o imperador Augusto, determinou o recenseamento de

Leia mais

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO

SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO FAÇA ACONTECER AGORA MISSÃO ESPECIAL SEU GUIA DEFINITIVO PARA PLANEJAR E EXECUTAR DE UMA VEZ POR TODAS SEU SONHO ENGAVETADO RENATA WERNER COACHING PARA MULHERES Página 1 Q ue Maravilha Começar algo novo

Leia mais

Caridade ou a graça de fazer o bem

Caridade ou a graça de fazer o bem Caridade ou a graça de fazer o bem Partindo de seu acto de voluntária fraqueza tem a humanidade, não apenas a cristã, de muitas formas, escolhido como seu deus o mal e como sua liturgia a maldade. Se bem

Leia mais

A CHEGADA DO CACHORRO A CASA. O QUE FAZER?

A CHEGADA DO CACHORRO A CASA. O QUE FAZER? Clínica Veterinária de Mangualde Dr. Benigno Rodrigues Dra. Sandra Oliveira A CHEGADA DO CACHORRO A CASA. O QUE FAZER? Por fim chegou o dia. Depois de muito deliberar em família todos os prós e contras

Leia mais

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro

Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro para crianças Junto com todos os povos da Terra nós formamos uma grande família. E cada um de nós compartilha a responsabilidade pelo presente e pelo futuro bem-estar da família humana e de todo o mundo

Leia mais

LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1. O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade.

LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1. O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade. LEIS DA JUSTIÇA, AMOR e CARIDADE 1 O obje6vo deste tema, será o de possibilitar o entendimento das leis de jus6ça, amor e caridade. DIREITOS NATURAIS 2 Direitos Naturais: São os mesmos para todos os indivíduos,

Leia mais

FÉRIAS FELIZES, ANIMAIS FELIZES! Agora que é tempo de férias não esqueça os seus animais. Já pensou o que vai fazer com seus animais?

FÉRIAS FELIZES, ANIMAIS FELIZES! Agora que é tempo de férias não esqueça os seus animais. Já pensou o que vai fazer com seus animais? FÉRIAS FELIZES, ANIMAIS FELIZES! Agora que é tempo de férias não esqueça os seus animais. Já pensou o que vai fazer com seus animais? Se possível, leve-os junto, porque os animais são bons companheiros

Leia mais

Natal. em casa. Isso já era... com presentes, luzinhas e bacalhau?

Natal. em casa. Isso já era... com presentes, luzinhas e bacalhau? PRESENTE CONSOADA Natal em casa com presentes, luzinhas e bacalhau? Há quem viva o Natal numa outra lógica que não a da consoada tradicional, com familiares e o bacalhau. Quem não goste da obrigação de

Leia mais

Entrevista com Petra Costa por Tânia Abreu

Entrevista com Petra Costa por Tânia Abreu ADiretoria Boletim da Escola Brasileira de Psicanálise! na Rede Outubro 2013 Boletim eletrônico das Bibliotecas da EBP Maria Josefina Fuentes (Diretora Secretária da EBP) Tânia Abreu (Coordenadora da Comissão

Leia mais

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas

CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS. Alice no País. das Maravilhas CLÁSSICOS PARA CRIANÇAS Alice no País das Maravilhas Índice Capítulo Um Pela Toca do Coelho Abaixo 7 Capítulo Dois A Chave de Ouro 13 Capítulo Três O Mar de Lágrimas 19 Capítulo Quatro A História do Rato

Leia mais

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos Declaração Universal dos Direitos Humanos Preâmbulo Considerando que o reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e dos seus direitos iguais e inalienáveis constitui o fundamento

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ http://cachorritosdelsenor.blogspot.com/ A páscoa Volume 29 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 Ola Filhotes, vocês sabem o que é páscoa e quando ela começou?

Leia mais

E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5

E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5 E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A VISITA DE ESTUDO A LISBOA 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5 R E L AT Ó R I O D E V I S I TA D

Leia mais

Existe uma terapia específica para problemas sexuais?

Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Maria de Melo Azevedo Eu acho que a terapia sexual para casos bem específicos até que pode funcionar. Ou, pelo menos, quebra o galho, como se diz.

Leia mais

Três importantes invenções

Três importantes invenções Três importantes invenções Por Pedro Varanda Para mim o fogo foi a maior conquista do ser humano na pré-história. A partir desta conquista o homem aprendeu a utilizar a força do fogo em seu proveito, extraindo

Leia mais

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor!

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor! 2ª feira, 23 de fevereiro: Empenho missionário de D. Bosco Bom dia! Hoje iremos aprofundar uma das cenas que será representada na cerimónia de abertura dos jogos nacionais salesianos. Vamos falar sobre

Leia mais

Pastora Gabriela Pache de Fiúza

Pastora Gabriela Pache de Fiúza Sementinha Kids Ministério Boa Semente Igreja em células SERIE: AS PARÁBOLAS DE JESUS Lição 8: A ovelha perdida Principio da lição: Não importa onde você está. Deus sempre vai ao seu encontro. Base bíblica:

Leia mais

...E os discípulos puderam finalmente crer...

...E os discípulos puderam finalmente crer... Ele está vivo!! Quem? O coelhinho? Afinal de contas, o que significa Páscoa? Messias ressuscitou no início do primeiro dia da semana e apareceu a Maria Madalena, que foi contar a novidade aos Seus amigos.

Leia mais

A estratégia para vender imóveis, que salvou minha vida!

A estratégia para vender imóveis, que salvou minha vida! A estratégia para vender imóveis, que salvou minha vida! As melhores estratégias para utilizar a internet para vender imóveis sem precisar distribuir panfletos pelas ruas da cidade Amostra Amostra A estratégia

Leia mais

Meu livro de estudos sobre a SANTA CEIA

Meu livro de estudos sobre a SANTA CEIA Um lugar para VOCÊ Meu livro de estudos sobre a SANTA CEIA Daniel Erlander Prefácio (do original inglês) [aquilo que você lê antes de ler um livro] Este é um "livro de boas-vindas". É a história de Jesus

Leia mais

Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e

Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e 11 a caixa 2007 Como a casa dos Larsen estava abandonada desde o ano anterior, as folhas secas cobrindo o caminho até a porta, o que Tomás fez foi tirar uma tábua e passar pela janela quebrada, vendo então

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Lição 0 Já nasceu de novo? (volte para a página 5) Perguntaram a John Wesley porque razão ele pregava várias vezes, acerca de devem nascer de novo. Ele respondeu, porque vocês devem nascer de novo! Já

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

PROVA NACIONAL ESCRITA DE LÍNGUA PORTUGUESA 12º ANO

PROVA NACIONAL ESCRITA DE LÍNGUA PORTUGUESA 12º ANO PROVA NACIONAL ESCRITA DE LÍNGUA PORTUGUESA 12º ANO Equipa Responsável pela Elaboração e Correção da Prova: Prof. Doutor Rui Estrada Prof.ª Doutora Elsa Simões Prof.ª Doutora Sandra Tuna Duração da Prova:

Leia mais

A última relação sexual

A última relação sexual PARTE G QUESTIONÁRIO AUTO-PREENCHIDO (V1 - M) As próximas perguntas são sobre a sua vida sexual. É muito importante que responda, pois só assim poderemos ter informação sobre os hábitos sexuais da população

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

A CRIANÇA.. ...E OS SEUS MEDOS

A CRIANÇA.. ...E OS SEUS MEDOS A CRIANÇA.....E OS SEUS MEDOS O que é o medo? Quem nunca sentiu as mãos a suar, o coração a bater depressa, a boca seca e um nó na garganta? Mesmo o mais corajoso de nós já sentiu medo nalguma altura da

Leia mais

A História da Carochinha

A História da Carochinha A História da Carochinha (Conto tradicional português) Dulce Rodrigues Autora: Dulce Rodrigues Portal pessoal: www.dulcerodrigues.info Portal para crianças: www.barry4kids.net Imagens : Bonecas da Filó

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

Pregação 2 Coríntios 6.1-13. Formandas: Pamela Milbratz e Rosângela Beatriz Hünemeier São Leopoldo/EST, RS, Brasil

Pregação 2 Coríntios 6.1-13. Formandas: Pamela Milbratz e Rosângela Beatriz Hünemeier São Leopoldo/EST, RS, Brasil Pregação 2 Coríntios 6.1-13. Culto de encerramento do semestre 2012/1 Formandas: Pamela Milbratz e Rosângela Beatriz Hünemeier São Leopoldo/EST, RS, Brasil Saudação Que o Deus da esperança vos encha de

Leia mais

Tributo aos Combatentes Africanos

Tributo aos Combatentes Africanos Tributo aos Combatentes Africanos Foto Google Zona Leste Sector L 3 ( a zona a sul do Rio Corubal foi abandonada em 6 de Fevereiro de 1969, durante a Operação Mabecos Bravios) Após terminado o 2º ciclo

Leia mais

A visão jurídica no contrato social de Rousseau

A visão jurídica no contrato social de Rousseau A visão jurídica no contrato social de Rousseau Jean-Jacques Rousseau, suíço nascido em Genebra, um dos mentores do iluminismo, escreveu esta obra em 1757. Na sua biografia encontramos relato da tentativa

Leia mais

Voluntariado. Sete dicas para ser um voluntário. Por Redação EcoD

Voluntariado. Sete dicas para ser um voluntário. Por Redação EcoD Voluntariado Sete dicas para ser um voluntário Por Redação EcoD O Dia Internacional dos Voluntários, celebrado no dia 5 de dezembro, pode inspirar muitas pessoas a dedicarem seu tempo e talento em prol

Leia mais

ORAÇÃO DIA-A-DIA. Programa anual de oração

ORAÇÃO DIA-A-DIA. Programa anual de oração ORAÇÃO DIA-A-DIA Programa anual de oração I ENCONTRO 13.X.2008 1. Breve apresentação 2. Objectivos do módulo II: Programa anual de oração, com conteúdo e condução, dando suporte à oração diária. Fidelidade

Leia mais

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR

SE SOUBERMOS PERDOAR Ó CARA IRMÃ CLARA, SE SOUBERMOS PERDOAR CANTO 1 - LOUVOR DA CRIAÇÃO D Bm G Em A7 D Bm G Em A7 Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! D F#m G Em A7 1. Javé o nosso Deus é poderoso, seu nome é grande em todas as nações D F#m G Em A7 Na boca das crianças

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF)

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) Olá Pastor (a) / Amigo (a) de Missões. A JOCUM Jovens Com Uma Missão, situada em Campinas apresenta nesse informativo

Leia mais

A Ana e o Alex contra os falsificadores

A Ana e o Alex contra os falsificadores A Ana e o Alex contra os falsificadores A Ana e o Alex são da mesma turma e muito bons amigos. Estão sempre a viver aventuras incríveis e situações emocionantes. Juntos formam uma dupla experiente! Ana:

Leia mais

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8

Livro de Nuno Afonso CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES. 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 CENTRO CULTURAL MESTRE JOSÉ RODRIGUES 8 de Agosto 15.00 horas 1 / 8 Apresentação do livro de Nuno Baptista-Afonso Nuno Baptista-Afonso nasceu em Mirandela, em 1979, mas é um Alfandeguense, pois aqui foi

Leia mais

Figura 1 - O movimento da Lua em torno da Terra e as diferentes fases da Lua

Figura 1 - O movimento da Lua em torno da Terra e as diferentes fases da Lua Estudo do Meio Físico e Natural I Movimentos reais e aparentes dos astros J. L. G. Sobrinho Centro de Ciências Exactas e da Engenharia Universidade da Madeira A Lua e a Terra A Lua está a sempre visível

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

REVOLTAS DURANTE A REPÚBLICA VELHA

REVOLTAS DURANTE A REPÚBLICA VELHA REVOLTAS DURANTE A REPÚBLICA VELHA Unidade 2, Tema 2 e 3. Págs. 50 53 Personagem. Pág. 55 e 64 Ampliando Conhecimentos. Págs. 60-61 Conceitos Históricos. Pág. 65 Em foco. Págs. 66-71 GUERRA DE CANUDOS

Leia mais