Classificação da Inteligência Humana

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Classificação da Inteligência Humana"

Transcrição

1 Roteiro 12 Classificação da Inteligência Humana FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

2 OBJETIVOS Fornecer as principais características relativas à classificação da inteligência humana Correlacionar conceitos espíritas aos diferentes tipos de inteligência (pode ser desenvolvido em mais de uma aula)

3 IDEIAS PRINCIPAIS Durante muito tempo, a inteligência humana foi considerada sinônimo de pensamento racional-lógico. Com o progresso, estudos científicos concluíram que há diferentes tipos de inteligência. Conceito de múltiplas inteligências surgiu com Gardner, na década de 1980, em Harvard, Estados Unidos: visual-espacial, musical, verbal, lógico-matemática, interpessoal, intrapessoal, corporal-cinestésica, naturalista e existencial. Estudos recentes indicam que a inteligência humana possui outras dimensões, que extrapolam a classificação de Gardner, tais como a inteligência emocional e a inteligência espiritual.

4 INTELIGÊNCIA Pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair ideias, compreender ideias e linguagens e aprender. Fonte: Wikipédia A inteligência é um atributo essencial do espírito. O Iivro dos espíritos, questão 24. [...] a inteligência é uma faculdade própria de cada ser e constitui a sua individualidade moral [...]. O livro dos espíritos, questão 72-a.

5 INTELIGÊNCIA RACIONAL É a capacidade humana de raciocinar, entendida por Renée Descartes como a capacidade de pensar. Descartes desenvolveu um método, denominado cartesiano, com a finalidade de comprovar sua teoria.

6 INTELIGÊNCIA RACIONAL influência na educação Jean Piaget ( ) apresentou conceitos inovadores quanto ao estudo do desenvolvimento cognitivo. Desenvolveu o estudo da Epistemologia Genética.

7 ATIVIDADE Formar 3 grupos e ler o item 1 da Apostila; Analisar as questões propostas, em 15 minutos; Cada grupo apresentará as reflexões, em no máximo 5 minutos, por intermédio de um relator.

8 QUESTÕES 1. Explique o termo RACIOCÍNIO e responda: Quais são suas principais implicações? Quais são os instrumentos do pensamento racional? 2. O que ensina a Epistemologia Genética e qual sua principal consequência? 3. Qual o impacto da linha cognitiva para a nova geração de Espíritos?

9

10 Projeto Zero. Universidade de Harvard - USA Howard Gardner 1943 Teoria das Inteligências Múltiplas Nelson Goodman

11 Conceito Tradicional de inteligência Numa visão tradicional, a inteligência é definida operacionalmente como capacidade de responder a itens de inteligência. A inferência, a partir dos resultados dos testes, de alguma capacidade subjacente e apoiada por técnicas estatísticas que comparam respostas de sujeitos em diferentes idades; a aparente correlação desses resultados de testes através das idades e através dos diferentes testes corrobora a noção de que a faculdade geral da inteligência, não muda muito com a idade ou com treinamento ou experiência. Ela é uma faculdade inata. H. Gardner

12 Conceito de inteligências Múltiplas A teoria das inteligências múltiplas, por outro lado, pluraliza o conceito tradicional. Uma inteligência implica na capacidade de resolver problemas ou elaborar produtos que são importantes num determinado ambiente ou comunidade social. A capacidade de resolver problemas permite a pessoa abordar a situação em que um objetivo deve ser atingido e localizar a rota adequada a este objetivo. A criação de um produto cultural e crucial nessa função, na medida em que captura e transmite o conhecimento ou expressa as opiniões ou os sentimentos da pessoa [...]. H. Gardner

13 A teoria das inteligências múltiplas não desconhece os efeitos da ação biológica na resolução de problemas, nem ignora a tendência cultural humana para a solução de problemas

14 UNIVERSO DA PESQUISA indivíduos comuns e intelectuais, provenientes de distintos extratos sociais. Desenvolvimento de diferentes habilidades em crianças de mediana inteligência e em crianças superdotadas. Adultos com lesões cerebrais, investigando se perdiam, com a enfermidade, a intensidade da produção intelectual e algumas habilidades relacionadas. Populações ditas excepcionais, como autistas. A história do desenvolvimento cognitivo através dos milênios.

15 ATIVIDADE exemplifique GRUPO 1: Inteligência verbal ou lingüística GRUPO 2: Inteligência Musical GRUPO 3: Inteligência Lógicomatemática GRUPO 4: Inteligência espacial GRUPO 5: Inteligência cinestésica GRUPO 6: Inteligência interpessoal GRUPO 7: Inteligência intrapessoal GRUPO 8: Inteligência naturalística GRUPO 9: Inteligência existencial

16 RESUMO DOS ITENS ANTERIORES Inteligência é um atributo do espírito. RACIONAL Ego cogito ergo sum Penso, logo existo. Reneé Descartes Método cartesiano QI MÚLTIPLAS PROJECT ZERO Gardner e Goodman Visual ou espacial Musical Verbal Lógico-matemática Interpessoal Intrapessoal Corporal ou cenestésica Naturalista Existencial

17 ASPECTOS COGNITIVOS ASPECTOS NÃO-COGNITIVOS Memória Resolução de problemas QI QE QS

18 HISTÓRICO - QE O primeiro uso do termo "inteligência emocional" é geralmente atribuído a Wayne Payne, citado em sua tese de doutoramento, em Entretanto o termo havia aparecido anteriormente em textos de Hanskare Leuner (1966). Staley Greenspan também apresentou em 1989 um modelo de inteligência emocional, seguido por Peter Salovey e John D. Mayer (1990) e Goleman (1995).

19 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Capacidade de perceber e exprimir a emoção, assimilá-la ao pensamento, compreender e raciocinar com ela, e saber regulá-la em si próprio e nos outros. John D. MAYER Psicólogo e Professor da Universidade de New-Hampshire - USA Peter SALOVEY Professor de Epidemiologia e Saúde Pública na Universidade de Yale

20 DOMÍNIOS DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL segundo Salovey e Mayer Percepção das emoções Uso das emoções Entender emoções Controle (e transformação) da emoção

21 CINCO HABILIDADES segundo Goleman Intrapessoais Autoconhecimento emocional Controle emocional Automotivação Interpessoais Reconhecimento de emoções em outras pessoas Interação utilizando competências sociais Autoconhecimento Organização de Grupos Negociação de Soluções Empatia Sensibilidade Social

22 TESTES DE MEDIÇÃO Tem sido validados testes como: "Multi-factor Emotional Intelligence Scale" ("MEIS") (Escala Multifatorial de Inteligência Emocional, 1998) e "Mayer-Salovery-Caruso Emotional Intelligence Test" ("MSCEIT") (Teste de Inteligência Emocional de Mayer-Salovey-Caruso, 2002). Os testes tradicionais medem a capacidade cognitiva da pessoa. Já os de inteligência emocional baseados na habilidade, são passíveis de interpretações subjetivas do comportamento. O maior problema enfrentado quando se trata de medição de inteligência emocional é como avaliar as respostas "emocionalmente mais inteligentes": uma pessoa pode resolver situações que envolvem componentes emocionais de diversas maneiras.

23 EMOÇÃO segundo Goleman Trata-se de um conceito que tem várias interpretações, como sentimento, paixão, agitação ou excitação mental, entre outras. Se refere a um sentimento e seus pensamentos distintos, estados psicológicos e biológicos, e uma gama de tendências para agir.

24 EMOÇÃO NA VISÃO ESPÍRITA A emoção é a seiva do próprio espírito. XAVIER, F.C. Dicionário da Alma. p.131. O raciocínio erguido às culminâncias da cultura, mas sem a compreensão e sem a bondade que fluem do entendimento fraterno, pode ser um espetáculo de grandeza, mas estará distante do progresso e povoado pelos monstros das indagações esterilizantes ou inúteis. Enriqueçamo-lo, porém, com o manancial do sentimento puro e a inteligência converter-se-á, para nós e para os outros, num templo se sublimação e paz, consolo e esperança. Cultivemos o cérebro sem olvidar o coração. Sentir, para saber com amor; e saber, para sentir com sabedoria, porque o amor e a sabedoria são as asas dos anjos que já comungam a glória de Deus. XAVIER, F.C. Instruções Psicofônicas. Cap. 30. Espírito Meimei.

25 INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL (QS) Howard GARDNER Psiconeurologista Universidade de Harvard Robert A. EMMONS Neuropsicólogo Universidade da Califórnia Viktor FRANKL Danah ZOHAR

26 ASPECTOS DA INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL Um conjunto de habilidades e capacidades associadas à espiritualidade de grande relevância nas operações da mente humana. As diferenças individuais dessas habilidades constituem os elementos centrais na constituição e na dinâmica da personalidade.

27 DIMENSÃO ESPIRITUAL segundo Victor Frankl Dimensões: Biológica Psicológica Social Noética (Espiritual). A essência da existência do homem está na dimensão espiritual. Essa dimensão não nega as outras e garante a totalidade do homem. Trata-se da dimensão da vivência da liberdade e da responsabilidade. Liberdade para efetivar seu posicionamento no mundo. Ser- responsável = Ser humano consciente de sua responsabilidade.

28 QS Spiritual Quocient segundo Danah Zohar O ser humano possui no cérebro um ponto PONTO DE DEUS. Área responsável pela necessidade de experiências espirituais. Torna as pessoas mais criativas. Manifesta-se em sua necessidade de encontrar um significado para a vida. A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos em uma cultura espiritualmente pobre, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual.

29 DEZ QUALIDADES COMUNS ÀS PESSOAS ESPIRITUALMENTE INTELIGENTES 1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo. 2. São levadas por valores. São idealistas. 3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade. 4. São holísticas. 5. Celebram a diversidade. 6. Têm independência. 7. Perguntam sempre por quê? 8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo. 9. Têm espontaneidade. 10. Têm compaixão.

30 PSICOLOGIA TRANSPESSOAL OU PSICOLOGIA DO FUTURO

31 EVOLUÇÃO E PERCEPÇÃO Faculdade de aprender algo. as percepções são atributos do Espírito e fazem parte do seu ser. Quando está revestido de um corpo material, elas só lhe chegam pelo conduto dos órgãos; mas, no estado de liberdade, deixam de estar localizadas. KARDEC, Allan. O livro dos espíritos. Questão 249-a.

32 Os Espíritos orientadores da Codificação Espírita ensinam que... Os órgãos são os instrumentos da manifestação das faculdades da alma. Essa manifestação se acha subordinada ao desenvolvimento e ao grau de perfeição desses mesmos órgãos, como a excelência de um trabalho está subordinada à qualidade da ferramenta. KARDEC, Allan. O livro dos espíritos. Questão 369. As aquisições evolutivas do Espírito imprimem alterações no seu períspirito, construindo, em consequência, um corpo físico contendo órgãos aperfeiçoados, muito mais suscetíveis à ação da mente espiritual.

33 A alma contém, no estado virtual, todos os germes dos seus desenvolvimentos futuros. É destinada a conhecer, adquirir e possuir tudo....para realizar os seus fins, tem de percorrer, no tempo e no espaço, um campo sem limites....pouco a pouco a alma se eleva e, conforme vai subindo, nela se vai acumulando uma soma sempre crescente de saber e virtude; sente-se mais estreitamente ligada aos seus semelhantes, comunica mais intimamente com o seu meio social e planetário. Elevando-se cada vez mais, não tarda a ligar-se por laços pujantes à sociedade do espaço e depois ao Ser Universal. Assim, a vida do ser consciente é uma vida de solidariedade e liberdade. Livre dentro dos limites que lhe assinalam as leis eternas, faz-se o arquiteto do seu destino. O seu adiantamento é obra sua. DENIS, Léon. O problema do ser, do destino e da dor. p

13 Teoria das inteligências múltiplas - Conteúdo

13 Teoria das inteligências múltiplas - Conteúdo Introdução Concepções de inteligência Inteligência para Gardner Inteligência e criatividade Tipos de inteligências Inteligência linguística e lógico-matemática Inteligência espacial e corporal-cinestésica

Leia mais

6/11/2012. O que é inteligência? A história da Avaliação da Inteligência

6/11/2012. O que é inteligência? A história da Avaliação da Inteligência Meiriane C. de Melo AMEEES Out.12 O que é inteligência? A história da Avaliação da Inteligência Os testes de inteligência surgiram na China, provavelmente no século V e começaram a ser usados cientificamente

Leia mais

A EDUCAÇÃO ESPÍRITA. Roteiro 5. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

A EDUCAÇÃO ESPÍRITA. Roteiro 5. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas A EDUCAÇÃO ESPÍRITA Roteiro 5 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas 1 Objetivos Indicar as diferenças existentes entre instrução e

Leia mais

Inteligência Emocional. A importância de ser emocionalmente inteligente

Inteligência Emocional. A importância de ser emocionalmente inteligente Inteligência Emocional A importância de ser emocionalmente inteligente Dulce Sabino, 2008 Conceito: Inteligência Emocional Capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos

Leia mais

INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM

INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E APRENDIZAGEM Tópicos Quem é Howard Gardner O que é Inteligência? Inteligências Múltiplas (IM) IM + Educação Estilos de Aprendizagem QUEM É HOWARD GARDNER? Professor de Psicologia

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Maio de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Maio de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Maio de 2010 Emoção: a outra inteligência Muitos estudiosos discutem a relação entre pensamento e emoções. Algumas definições segundo o artigo de Grewal e

Leia mais

Roteiro 31. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 31. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 31 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivos Explicar a abrangência da Teoria dos valores e sua evolução histórica Analisar

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

QUESTIONÁRIO: PLANO DE AULA:

QUESTIONÁRIO: PLANO DE AULA: 1 PLANO DE AULA: 1. Iniciar a aula, comentando que iniciamos o estudo de um dos princípios básicos da Doutrina, a partir do qual repousa toda a sua filosofia (início do LE). Reforçar que o grupo não deve

Leia mais

Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram

Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram INTELIGÊNCIA EMOCIONAL OU INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS Antonio Carlos Gil* 1. O sucesso da inteligência emocional Poucos livros, tratando de um objeto científico conseguiram a proeza de Inteligência emocional,

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E SUA CONTRIBUIÇÃO NA EDUCAÇÃO

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E SUA CONTRIBUIÇÃO NA EDUCAÇÃO INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E SUA CONTRIBUIÇÃO NA EDUCAÇÃO RESUMO Luana Ferreira Oliveira¹ Mariza Silveira Freitas Hass¹ Mara Regina Nieckel da Costa² Este trabalho tem a intenção de provocar uma reflexão sobre

Leia mais

Apêndice 4 Inteligências Múltiplas

Apêndice 4 Inteligências Múltiplas Apêndice 4 Inteligências Múltiplas Por Viviani Bovo O que é ser inteligente para você? Saber fazer contas de cabeça? Lembrar-se de poemas e histórias para poder repeti-las? Passar no vestibular? Ter um

Leia mais

RESENHA DO LIVRO - INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS A Teoria na Prática Howard Gardner

RESENHA DO LIVRO - INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS A Teoria na Prática Howard Gardner RESENHA DO LIVRO - INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS A Teoria na Prática Howard Gardner Introdução Histórico Inteligência Múltipla X Educação Avaliação A Pluralidades das Inteligências INTRODUÇÃO A principal idéia

Leia mais

O que é inteligência? Quantas inteligências possui o ser humano?

O que é inteligência? Quantas inteligências possui o ser humano? INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Há algum tempo, duas perguntas na aparência simples, colocadas pela ciência, vêm subvertendo a maneira estabelecida de ver e de pensar a nós próprios: O que é inteligência? Quantas

Leia mais

Página 1 de 17 ÍNDICE

Página 1 de 17 ÍNDICE Página 1 de 17 ÍNDICE INTELIGENCIA ESPIRITUAL - DANA ZOHAR...2 O QUE É INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL?...2 QUAL A DIFERENÇA ENTRE QE E QS?...3 DEZ QUALIDADES COMUNS ÀS PESSOAS ESPIRITUALMENTE INTELIGENTES....4

Leia mais

Projeto Educação Moral para Formação do Homem

Projeto Educação Moral para Formação do Homem Projeto Educação Moral para Formação do Homem IBEM Projeto Educação Moral para Formação do Homem Projeto Educação Moral para Formação do Homem Edição do Instituto Brasileiro de Educação Moral 1ª edição

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas OBJETIVO Avaliar os conceitos filosóficos e científicos de instinto, comparando-os com os significados

Leia mais

FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO Roteiro 3

Leia mais

A INFLUÊNCIA DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO DOCENTE

A INFLUÊNCIA DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO DOCENTE A INFLUÊNCIA DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO DOCENTE Rosana Maria Luvezute Kripka Universidade de Passo Fundo (UPF) rkripka@upf.br Resumo: Neste artigo são apresentados alguns resultados teóricos

Leia mais

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio.

Proposta Pedagógica. Buscando atender às necessidades da comunidade local, o Colégio La Salle Brasília oferece educação infantil, fundamental e médio. Proposta Pedagógica Visão: Ser um centro de excelência em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio que busca alcançar a utopia que tem de pessoa e sociedade, segundo os critérios do evangelho, vivenciando

Leia mais

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita As três revelações

Leia mais

Espírito, Perispírito e Corpo 1 / 9

Espírito, Perispírito e Corpo 1 / 9 CURSO: NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA e Corpo EDITORA 1 / 9 Elementos Gerais do Universo Perg. 27 - Há então dois elementos gerais do Universo: a matéria e o Espírito? Sim e acima de tudo Deus, o criador,

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL ENTRE PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL ENTRE PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR 33 Pesquisa INTELIGÊNCIA EMOCIONAL ENTRE PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR Paula Maria de Macêdo (1) Maria Leomar Macedo (2) Bárbara Maria de Macêdo (3) Resumo O objetivo do presente estudo é determinar as

Leia mais

Definição. Conjunto de habilidades cognitivas do indivíduo e resultante dos diferentes processos intelectivos.

Definição. Conjunto de habilidades cognitivas do indivíduo e resultante dos diferentes processos intelectivos. Inteligência Definição Conjunto de habilidades cognitivas do indivíduo e resultante dos diferentes processos intelectivos. Cognição Inteligência Capacidade de identificar e resolver problemas novos, de

Leia mais

A TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E SUA APLICAÇÃO NO ENSINO DE INFORMÁTICA BÁSICA

A TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E SUA APLICAÇÃO NO ENSINO DE INFORMÁTICA BÁSICA A TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS E SUA APLICAÇÃO NO ENSINO DE INFORMÁTICA BÁSICA Nome: Giuliano José Forgiarini Disciplina: Teorias da Aprendizagem Professora: Dr. ª Bettina Steren dos Santos UNISC

Leia mais

PSICOMOTRICIDADE E SUA RELAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA E A EMOÇÃO. AGUIAR, Oscar Xavier de

PSICOMOTRICIDADE E SUA RELAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA E A EMOÇÃO. AGUIAR, Oscar Xavier de PSICOMOTRICIDADE E SUA RELAÇÃO COM A INTELIGÊNCIA E A EMOÇÃO AGUIAR, Oscar Xavier de Docente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde FASU/ACEG GARÇA/SP BRASIL e-mail: oscarxa@bol.com.br

Leia mais

POR UMA PROPOSTA PARA IDENTIFICAÇÃO DO QUOCIENTE DA INTELIGÊNCIA EMPREENDEDORA - QI e. Por George Wilson Aiub, MSc.

POR UMA PROPOSTA PARA IDENTIFICAÇÃO DO QUOCIENTE DA INTELIGÊNCIA EMPREENDEDORA - QI e. Por George Wilson Aiub, MSc. POR UMA PROPOSTA PARA IDENTIFICAÇÃO DO QUOCIENTE DA INTELIGÊNCIA EMPREENDEDORA - QI e Por George Wilson Aiub, MSc. Resumo: A inteligência humana pode ver vista de diferentes enfoques. Uma destas visões

Leia mais

Tormentos do Homem Moderno

Tormentos do Homem Moderno Tormentos do Homem Moderno Um análise à luz do Espiritismo André Henrique de Siqueira Atualidade Torna Caim ao fausto do proscênio. A Civilização regressa à taba. A força primitiva menoscaba A evolução

Leia mais

FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE

FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE 11ª. AULA GRAUS DE MEDIUNIDADE E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: CONHECIMENTO OU SENSO COMUM? AutorIa: Projeto Estudos Filosóficos Espíritas GRAU DA MEDIUNIDADE É POSSÍVEL MENSURAR

Leia mais

Os estilos de aprendizagem

Os estilos de aprendizagem Unidade 3 Os estilos de aprendizagem Shutterstock/Latinstock Na escola, o professor se depara com diferentes estilos de aprendizagem, que exigem dele a aplicação de estratégias variadas em busca do objetivo

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Objetivos Explicar como se manifesta a ação

Leia mais

O que são inteligências múltiplas? o que é?

O que são inteligências múltiplas? o que é? O que são inteligências múltiplas? Fontes: http://www.suapesquisa.com/educacaoesportes/inteligencias_multiplas.htm Jussara de Barros, pedagoga, Equipe Brasil Escola Maria Clara Salgado Gama, doutora em

Leia mais

OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS.

OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS. 1 OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS. 591 Nos mundos superiores as plantas são, como os outros seres, de natureza mais perfeita? --Tudo é mais perfeito: mas as plantas são sempre plantas,

Leia mais

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: CÉREBRO MASCULINO VERSUS CÉREBRO FEMININO

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: CÉREBRO MASCULINO VERSUS CÉREBRO FEMININO INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: CÉREBRO MASCULINO VERSUS CÉREBRO FEMININO Trabalho elaborado no 2º ano na unidade curricular de Neuropsicologia (2008) Armanda Vieira Joana Isabel Moreira Rita Morgadinho Universidade

Leia mais

PVI. PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg. Todos os Direitos Reservados

PVI. PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg. Todos os Direitos Reservados PVI PERFIL DE VALORES INDIVIDUAIS Parte do coaching/mentoring - dsg O QUE ABRANGE O PVI analisa, prioritariamente, as ATITUDES: Crenças e Valores - e suas consequências nos comportamentos do indivíduo

Leia mais

As fontes da nossa auto-imagem

As fontes da nossa auto-imagem AUTO IMAGEM O QUE EU ACHO DE MIM MESMO QUEM SOU EU E QUAL E O MEU VALOR? NARCISISMO (deus da mitologia grega que se apaixonou por si mesmo ao ver sua imagem refletida na água) AS FONTES DA NOSSA AUTO -

Leia mais

Estudo de caso de relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho.

Estudo de caso de relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho. Estudo de caso de relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho. Giovanna Ferreira Curvelo 1 Resumo. Este ensaio tem a finalidade de estudar a importância da Inteligência Emocional no ambiente de

Leia mais

O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA)

O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA) O QUE É ESPIRITISMO (DOUTRINA ESPÍRITA) Os fatos que o espiritismo nos trouxe a partir de 1857 existem faz tempo e tempo; mas somente a partir de 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos, eles vieram

Leia mais

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Como vai o nosso mundo? Como poderemos transformar esta triste realidade? O progresso intelectual

Leia mais

Inteligência Emocional e Liderança

Inteligência Emocional e Liderança Inteligência Emocional e Liderança (no trabalho e na vida ) (Maio 2010) O QUE É QUE OS BONS LÍDERES FAZEM BEM? Comunicar uma visão de futuro Desencadear e gerir a mudança Planear e decidir com eficácia

Leia mais

A Pedagogia Integrativa no contexto escolar

A Pedagogia Integrativa no contexto escolar A Pedagogia Integrativa no contexto escolar Cláudio Mendes Tourinho claudiotourinho@hotmail.com Universidade Estadual de Montes Claros-UNIMONTES Huagner Cardoso da Silva huagnercardoso@yahoo.com.br Universidade

Leia mais

A teoria. A Teoria das Inteligências Múltiplas e suas implicações para Educação. A Teoria das Inteligências Múltiplas

A teoria. A Teoria das Inteligências Múltiplas e suas implicações para Educação. A Teoria das Inteligências Múltiplas 1 de 5 A Teoria das Inteligências Múltiplas e suas implicações para Educação Autora: Maria Clara S. Salgado Gama Doutora em Educação Especial pela Universidade de Colúmbia, Nova Iorque No início do século

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL. Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da Disciplina ENSINO SECUNDÁRIO PSICOLOGIA B 12º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

Objetivos do Curso: Público alvo:

Objetivos do Curso: Público alvo: Formação em Coaching Com Abordagem Neurocientífica, Psicofisiológica, Filosófica e Comportamental. Destinado aos Profissionais das Áreas de Saúde, Educação e Gestão de Pessoas Coaching é a palavra inglesa

Leia mais

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga

A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A alma da liderança Por Paulo Alvarenga A palavra liderança é uma palavra grávida, tem vários significados. Desde os primórdios dos tempos a humanidade vivenciou exemplos de grandes líderes. Verdadeiros

Leia mais

O QUE É SER ESPÍRITA?

O QUE É SER ESPÍRITA? Suzane Câmara O QUE É SER ESPÍRITA? pessoa vinculada ao Espiritismo. os espíritas "mexem" com os mortos outros temem, outros permanecem indiferentes ir ao Centro, tomar passe, ouvir ou fazer palestras,

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento Marlene Valéria - Emerson Entender o que é uma reunião mediúnica. Saber identificar uma reunião mediúnica pela sua natureza e característica.

Leia mais

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA

ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA ALUNOS ESPECIAS NA CONTEMPORANEIDADE: APRENDIZAGENS NO ENSINO DA MATEMÁTICA André Martins Alvarenga Universidade Federal do Pampa andrealvarenga@unipampa.edu.br Bruna Borges Telmo Universidade Federal

Leia mais

Mudança gera transformação? Mudar equivale a transformar?

Mudança gera transformação? Mudar equivale a transformar? Mudança gera transformação? Mudar equivale a transformar? Seminário Síntese de Adequações/Inovações no Estudo Doutrinário Espírita Federação Espírita Brasileira Janeiro/2015 JESUS Conhecereis a Verdade

Leia mais

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA Osmar J. L. dos Santos 1, Claudia Grando 2 RESUMO: Este artigo resulta de pesquisa (de iniciação científica) desenvolvida no Curso de Matemática

Leia mais

AMOR E EVOLUÇÃO ROTEIRO 6

AMOR E EVOLUÇÃO ROTEIRO 6 ROTEIRO 6 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada OBJETIVOS Esclarecer por que a capacidade

Leia mais

A Visão. Uma Introdução

A Visão. Uma Introdução 1 A Visão Uma Introdução Muitas pessoas sabem, já desde a infância ou juventude, o que querem ser na vida quando forem adultos, como, por exemplo, médico(a), enfermeiro (a), músico (a), advogado (a), ou

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO CORPO DISCENTE DA GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, COM ENFOQUE NAS INTELIGÊNCIAS MULTIPLAS DE HOWARD GARDNER

O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO CORPO DISCENTE DA GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, COM ENFOQUE NAS INTELIGÊNCIAS MULTIPLAS DE HOWARD GARDNER FUNDAÇÃO ESCOLA DE COMÉRCIO ÁLVARES PENTEADO FECAP MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS TRABALHO DE CONCLUSÃO DA DISCIPLINA ATIVIDADE ORIENTADA O DESENVOLVIMENTO DAS HABILIDADES DO CORPO DISCENTE DA GRADUAÇÃO

Leia mais

ESTUDO TEÓRICO DA INTELIGÊNCIA E DA CRIATIVIDADE HUMANA 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS TEORIAS LIGADAS À INTELIGÊNCIA

ESTUDO TEÓRICO DA INTELIGÊNCIA E DA CRIATIVIDADE HUMANA 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS TEORIAS LIGADAS À INTELIGÊNCIA ESTUDO TEÓRICO DA INTELIGÊNCIA E DA CRIATIVIDADE HUMANA 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS TEORIAS LIGADAS À INTELIGÊNCIA 1.1 Cartesianismo Percebi que, ao mesmo tempo em que eu queria pensar que tudo era falso,

Leia mais

A importância da vivência do afeto e emoção na formação de educadores Brasileiros.

A importância da vivência do afeto e emoção na formação de educadores Brasileiros. A importância da vivência do afeto e emoção na formação de educadores Brasileiros. Profª Drª. Ana Lucia Nogueira Braz 1 Resumo: A educação emocional e afetiva é um desafio que precisa ser encarado no Brasil,

Leia mais

ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS

ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS MENSAGENS ESPIRITAS E-BOOK C.E.S. JOVEM ESPIRITA FELIZ COMO

Leia mais

Home Page : www.barralink.com.br/teatro e-mail : teatro@barralink.com.br ÍNDICE

Home Page : www.barralink.com.br/teatro e-mail : teatro@barralink.com.br ÍNDICE Home Page : www.barralink.com.br/teatro e-mail : teatro@barralink.com.br ÍNDICE TEATRO ESPÍRITA... 2 A VISÃO GERAL... 2 EXERCÍCIOS TEATRAIS DRAMATICIDADE COM ESPIRITUALIDADE... 2 DIREÇÃO TEATRAL... 3 O

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE PESQUISA CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS PARA O ENSINO DE ARTES VISUAIS

COMUNICAÇÃO DE PESQUISA CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS PARA O ENSINO DE ARTES VISUAIS COMUNICAÇÃO DE PESQUISA CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS PARA O ENSINO DE ARTES VISUAIS Ana Lídia Paixão e Silva - Mestranda Programa de Pós Graduação em Artes Visuais (PPGAV- UFPB/UFPE)

Leia mais

É preciso amor pra poder pulsar

É preciso amor pra poder pulsar Autismo: ideias e práticas inclusivas É preciso amor pra poder pulsar Eugênio Cunha eugenio@eugeniocunha.com www.eugeniocunha.com O que fazer para educar essas crianças? Como podem trabalhar escola e

Leia mais

A atuação da força micaélica na biografia individual

A atuação da força micaélica na biografia individual A atuação da força micaélica na biografia individual Edna Andrade Na Biografia individual Micael pode ser considerado uma força arquetípica que impulsiona o nosso amadurecimento anímico: é a coragem de

Leia mais

Entrevista - Espiritualidade nas empresas

Entrevista - Espiritualidade nas empresas Entrevista - Espiritualidade nas empresas 1 - O que podemos considerar como espiritualidade nas empresas? Primeiramente considero importante dizer o que entendo por espiritualidade. Podemos dizer que é

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas Objetivo Interpretar a parábola da rede, segundo o entendimento

Leia mais

Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê

Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê Estudo Numerológico Escolha de nome de bebê Os metafísicos afirmam que a alma escolhe a família antes do nascimento e, intui os pais na escolha do nome que possa refletir suas capacidades. O momento em

Leia mais

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM HABILIDADES E COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS Um curso aprovado por Paul Ekman

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL EM HABILIDADES E COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS Um curso aprovado por Paul Ekman Um programa de certificação internacional de três dias EMOÇÕES: O QUE SÃO E COMO LIDAR COM ELAS? Este curso trata das emoções, dos sentimentos, de como reconhecer e dirigir as emoções em nós mesmos e nos

Leia mais

As Técnicas da Inteligência Emocional que Poderão ser Aplicadas no Atendimento a Usuários com Deficiência em Unidade de Informação

As Técnicas da Inteligência Emocional que Poderão ser Aplicadas no Atendimento a Usuários com Deficiência em Unidade de Informação Acessibilidade em Bibliotecas As Técnicas da Inteligência Emocional que Poderão ser Aplicadas no Atendimento a Usuários com Deficiência em Unidade de Informação Apresentadora: Ruth Hosana Cezarino da Silva

Leia mais

INTEGRAÇÃO DOS PARADIGMAS CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO COM OS PILARES DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 1 E ABORDAGENS DA ANÁLISE TRANSACIONAL.

INTEGRAÇÃO DOS PARADIGMAS CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO COM OS PILARES DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 1 E ABORDAGENS DA ANÁLISE TRANSACIONAL. 1 INTEGRAÇÃO DOS PARADIGMAS CONTEMPORÂNEOS DA EDUCAÇÃO COM OS PILARES DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI 1 E ABORDAGENS DA ANÁLISE TRANSACIONAL Paradigmas da educação Competências Paradigmas contemporâneos

Leia mais

Grupo de Fraternidade Espírita Frei Germano

Grupo de Fraternidade Espírita Frei Germano 1 Grupo de Fraternidade Espírita Frei Germano Rua Paraúna n.º 350 Conjunto Celso Machado Bairro Serrano Belo Horizonte Minas Gerais GRUPOS DE ESTUDOS DA MEDIUNIDADE ------------------ 14º MÓDULO -------------------

Leia mais

********** É uma instituição destinada ao atendimento de crianças de 0 a 3 anos e faz parte da Educação Infantil. Integra as funções de cuidar e

********** É uma instituição destinada ao atendimento de crianças de 0 a 3 anos e faz parte da Educação Infantil. Integra as funções de cuidar e 1 CONCEPÇÃO DE CRECHE (0 A 3 ANOS): A Constituição Federal de 1988 assegura o reconhecimento do direito da criança a creche, garantindo a permanente atuação no campo educacional, deixando de ser meramente

Leia mais

APRENDIZAGEM EMOCIONAL

APRENDIZAGEM EMOCIONAL APRENDIZAGEM EMOCIONAL Escrito por Mauricio Aguiar Saudações a você que vem acompanhando o trabalho do POINT DOS AMORES e com a sua participação e interesse contribui para o crescimento do POINT. Nesta

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL ORIENTAÇÃO PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DA AVALIAÇÃO QUALITATIVA DA APRENDIZAGEM SEMESTRAL Educação Infantil Estimulação Essencial e Pré-Escolar O relatório da Educação Infantil - Estimulação Essencial

Leia mais

AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA

AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA CASA ESPÍRITA FRANCISCO DE PAULA VÍTOR AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA ÚTIL PARA DAR UMA VISÃO DE CONJUNTO DOS PRINCIPAIS PONTOS DOUTRINÁRIOS DO ESPIRITISMO, QUANDO SE FOR INICIAR UM CURSO

Leia mais

DIFERENCIAÇÃO PEDAGÓGICA. Formadora: Patrícia Almeida

DIFERENCIAÇÃO PEDAGÓGICA. Formadora: Patrícia Almeida DIFERENCIAÇÃO PEDAGÓGICA Formadora: Patrícia Almeida CONTEÚDOS Diferenciar Porquê? Teoria das Inteligências Múltiplas. Estilos de Aprendizagem. Hierarquia das Necessidades de Maslow. Modelo Ecológico.

Leia mais

Religião e Espiritualidade

Religião e Espiritualidade Religião e Espiritualidade Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha vossa vã filosofia. Shakespeare A Mudança de Modelos Mentais O que é Religião? O que é espiritualidade? O que é Meditação? Como

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA,

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, Matéria Ufologiade capa A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, EXPLICA QUEM SÃO OS SERES ANGELICAIS Entrevista realizada pelo site www.irc-espiritismo.org.br Eles existem? Aorigem da idéia de que

Leia mais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais

Prisões mentais. Escrito por Mário Moreno Dom, 05 de Junho de 2011 15:37. Prisões mentais Prisões mentais Hoje podemos afirmar que há satan o adversário conseguiu algo muito grande quando fez o homem pecar além de fazer dele um peregrino fora do Gan Éden e de tirar-lhe a imortalidade. O adversário

Leia mais

O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS

O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS O SUJEITO DOS DIREITOS HUMANOS Marconi Pequeno * * Pós-doutor em Filosofia pela Universidade de Montreal. Docente do Programa de Pós-Graduação em Filosofia e membro do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos

Leia mais

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade CELD - 8 o EEJA A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis O cérebro triúno O conceito do cérebro triúno foi proposto pelo médico e cientista Paul MacLean.

Leia mais

Inteligência emocional no trabalho. Emotional inteligence at work

Inteligência emocional no trabalho. Emotional inteligence at work Emotional inteligence at work Andréa Zocateli Guebur (a) ; Cleusa Aparecida Poletto (b) ; Daicy Maria Sipoly Vieira (c) (a) Graduada em Letras Inglês/Português pela Universidade Tuiuti do Paraná. (andreazg@zipmail.com.br).

Leia mais

Teoria das Inteligências Múltiplas e a formação do cidadão do século XXI. Kátia Cristina Stocco Smole - Coordenadora do Mathema.

Teoria das Inteligências Múltiplas e a formação do cidadão do século XXI. Kátia Cristina Stocco Smole - Coordenadora do Mathema. Teoria das Inteligências Múltiplas e a formação do cidadão do século XXI Kátia Cristina Stocco Smole - Coordenadora do Mathema. O significado de inteligência tem sido, ao longo do tempo, motivo de estudo

Leia mais

ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS

ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS OBJETIVO GERAL: Com base em O Livro dos Espíritos, também eixo gerador das demais quatro obras básicas da Codificação Espírita, estudar a Doutrina Espírita, estudar ALLAN

Leia mais

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas.

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo III Os vícios e as virtudes Conceituar bem e mal Explicar o

Leia mais

A ARTE DA FELICIDADE Um manual para a vida

A ARTE DA FELICIDADE Um manual para a vida A ARTE DA FELICIDADE Um manual para a vida Dalai Lama Mensagem de Dalai Lama num contexto em que é possível entender, com a ajuda dos questionamentos de um psiquiatra ocidental Howard C. Cutler. Dalai

Leia mais

PROGRAMA DE ESTUDO 2015. TEMA: AS LIÇÕES DOS ESPÍRITOS. (ANO I). COORDENADORES: Juliana Cechelero, Cida Almeida e André Romano.

PROGRAMA DE ESTUDO 2015. TEMA: AS LIÇÕES DOS ESPÍRITOS. (ANO I). COORDENADORES: Juliana Cechelero, Cida Almeida e André Romano. PROGRAMA DE ESTUDO 2015. TEMA: AS LIÇÕES DOS ESPÍRITOS. (ANO I). COORDENADORES: Juliana Cechelero, Cida Almeida e André Romano. OBJETIVO: Estudar O Livro dos Espíritos de forma mais aprofundada, complementando

Leia mais

Escola emocional. Santos, Cintia Maria Basso dos 1 Santos, José Reus dos 2. Santos 1, Cintia Maria Basso dos Santos 2, José Reus dos.

Escola emocional. Santos, Cintia Maria Basso dos 1 Santos, José Reus dos 2. Santos 1, Cintia Maria Basso dos Santos 2, José Reus dos. Escola emocional Santos, Cintia Maria Basso dos 1 Santos, José Reus dos 2 Resumo O estudo da inteligência emocional mostra-se importante sob o ponto de vista teórico e prático para os profissionais e estudantes

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento Palestrante: Gilson Bordallo Rio de Janeiro 23/06/2000 Organizadores da palestra: Moderador: Stone_

Leia mais

CAPÍTULO 1. A FACULDADE DE PERCEBER, A PERCEPÇÃO E OS OBJETOS DA PERCEPÇÃO

CAPÍTULO 1. A FACULDADE DE PERCEBER, A PERCEPÇÃO E OS OBJETOS DA PERCEPÇÃO CAPÍTULO 1. A FACULDADE DE PERCEBER, A PERCEPÇÃO E OS OBJETOS DA PERCEPÇÃO Muito antigo e pouco alterado no longo transcurso que teve dentro da história da filosofia, o sentido do termo latino facultas

Leia mais

Doutrina Espírita ESDE

Doutrina Espírita ESDE Federação Espírita Brasileira Orientação ao Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita ESDE Organização e Coordenação: Carlos Campetti Colaboradores: Iracema Fernandes, Maria do Socorro Sousa Rodrigues,

Leia mais

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita Unidade 3 Tema: CRIAÇÃO DIVINA Elementos Gerais do Universo: Espírito e Matéria. Formação dos Mundos e dos Seres Vivos. Os

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA AUTOGESTÃO DO EQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL

A IMPORTÂNCIA DA AUTOGESTÃO DO EQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL 11 A IMPORTÂNCIA DA AUTOGESTÃO DO EQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL Ensaio Síntese da Monografia apresentada ao Programa de Pós-graduação do MBA em Gestão de Recursos Humanos da

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE PEDAGOGIA Disciplina: Comunicação e Expressão Ementa: A leitura como vínculo leitor/texto através do conhecimento veiculado pelo texto escrito. Interpretação:

Leia mais

MÓDULO 2 MÓDULO 1 MÓDULO 3 MÓDULO 4 GESTÃO COMPORTAMENTAL NEUROCOACHING COMUNICAÇÃO NOS NEGÓCIOS PSICOLOGIA POSITIVA

MÓDULO 2 MÓDULO 1 MÓDULO 3 MÓDULO 4 GESTÃO COMPORTAMENTAL NEUROCOACHING COMUNICAÇÃO NOS NEGÓCIOS PSICOLOGIA POSITIVA MÓDULOS MÓDULO 1 MÓDULO 2 MÓDULO 3 NEUROCOACHING GESTÃO COMPORTAMENTAL MÓDULO 4 COMUNICAÇÃO NOS NEGÓCIOS PSICOLOGIA POSITIVA MÓDULO 1 NEUROCOACHING PENSAR BEM RÁPIDO FALAR BEM FÁCIL AGIR BEM MELHOR Aprenda

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE GRADUAÇAO EM PEDAGOGIA LICENCIAMENTO EAD

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE GRADUAÇAO EM PEDAGOGIA LICENCIAMENTO EAD UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE GRADUAÇAO EM PEDAGOGIA LICENCIAMENTO EAD Município: Pirassununga Estado: São Paulo Turma: 440 Pólo: Fundação de Ensino de Pirassununga Tutor (a): Inez Nunes Paula

Leia mais

Profa. Lenimar Vendruscolo Mery 2013 APOSTILA DE DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL

Profa. Lenimar Vendruscolo Mery 2013 APOSTILA DE DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL APOSTILA DE DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL SUMÁRIO 1. DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL... 3 2. GRUPO E EQUIPE... 4 3. COMPETÊNCIA INTERPESSOAL... 4 4. COMO DESENVOLVER COMPETÊNCIA INTERPESSOAL... 5 5. INTELIGÊNCIA

Leia mais

ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO

ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO ATENDIMENTO EM ARTE COM ENFOQUE COGNITIVO Resumo SANTANA, C. G. Secretaria Municipal de Educação de Curitiba claudia-gutierrez@hotmail.com Eixo Temático: Psicopedagogia Agência Financiadora: Não contou

Leia mais

LAR, ESCOLA DE ALMAS.

LAR, ESCOLA DE ALMAS. LAR, ESCOLA DE ALMAS. 2015 Centro Espírita Ildefonso Correia Programa de Estudos: LAR ESCOLA DE ALMAS PLANO DE AULAS FEVEREIRO -2015 Aula Data Tema Objetivos da aula Abordagens em aula Coordenador Bibliografia

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos

Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores que não foram excelentes alunos http://blogs.pme.estadao.com.br/blog-do-empreendedor/bill-gates-steve-jobs-e-richard-branson-grandesempreendedores-nao-foram-excelentes-alunos/ Bill Gates, Steve Jobs e Richard Branson grandes empreendedores

Leia mais

A Importância da Inteligência Emocional na Atuação de um Líder

A Importância da Inteligência Emocional na Atuação de um Líder A Importância da Inteligência Emocional na Atuação de um Líder Fernanda Campos Junqueira fernandajunqueirajf@gmail.com UGB Elisama de Souza Aguiar Couto elisama@irmaos.com UGB Marlon Kenupp da Silva Pereira

Leia mais