GUIA DO ALUNO COLÉGIO SESI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA DO ALUNO COLÉGIO SESI"

Transcrição

1 GUIA DO ALUNO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO

2 GUIA DO ALUNO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO Caro aluno(a), seja bem-vindo(a) ao Colégio Sesi! Temos a satisfação de receber você nesta grande equipe. O Guia do Aluno corresponde ao que comumente é denominado de Regulamento Interno, tendo validade legal, assim como o Regimento Escolar. Nele, você encontrará informações que o auxiliarão e orientarão no seu dia a dia no Colégio Sesi. É muito importante que você e também seus responsáveis leiam este Guia com muita atenção, para que conheçam como o Colégio Sesi funciona e quais são as suas premissas de convivência, o que contribuirá para que tenhamos boas relações entre nós e para que o aprendizado de todos seja o melhor possível. Esperamos que sua participação no Colégio Sesi faça a diferença em sua vida e que você aproveite ao máximo essa jornada conosco!

3

4 FIEP - Federação das Indústrias do Estado do Paraná Edson Campagnolo Presidente SESI - Serviço Social da Indústria José Antonio Fares Superintendente SESI/PR Os direitos de reprodução, de adaptação desta guia são reservados ao SESI Departamento Regional do Paraná, inclusive a reprodução por procedimento mecânico ou eletrônico. SESI. Departamento Regional do Paraná. Guia do aluno: Colégio SESI: ensino médio. / Curitiba: SESI/PR, p.: 20 cm. ISBN: Educação. 2. Serviço Social da Indústria. I. Título. CDU 37 Direitos Reservados: SESI Serviço Social da Indústria Departamento Regional do Paraná Av. Cândido de Abreu, 200 CEP Curitiba Paraná Tel. (41)

5

6 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COISAS QUE TODO(A) ALUNO(A) DO COLÉGIO SESI DEVE SABER Saiba onde você está Que colégio é esse? Conhecendo a equipe do Colégio Sesi De olho no tempo! De olho no horário! Ir e Vir Seu visual é Colégio Sesi Faltar aulas, pode? Quando? Cuidando da sua saúde Com as contas em dia De olho na sua bolsa de estudos. Não perca essa oportunidade! Perdeu alguma coisa? Veja o que fazer Alô família! Alô escola! Precisa de ajuda, orientações ou tirar dúvidas? Precisa se transferir de colégio? Saiba o que tem de fazer COLÉGIO SESI UM NOVO JEITO DE APRENDER Como se estuda aqui? Oficinas? Equipe? Isso parece legal! Garanta seus instrumentos de trabalho Aprender em casa de um novo jeito Aprender na prática é legal! Avaliação: mostrar o melhor de você, refazendo o que for necessário Perdeu uma avaliação? Aprendendo a trabalhar em equipe SIMULADO tipo ENEM Um exercício que vale a pena O Colégio Sesi não tem médias! Como assim? Verificando seus resultados Aprovado ou retido: tem isso no Colégio Sesi? No Colégio Sesi cuidamos de você

7 CIDADANIA SE VIVE E SE APRENDE AQUI O que é cidadania? Premissas de convivência do Colégio Sesi Indisciplina? Podemos evitar ao definir regras juntos! Ih! Pisou na bola, e agora? Atos infracionais: aqui o negócio é bem mais sério! Bullying? Entendendo melhor Conheça as consequências dos atos infracionais Medidas Socioeducativas: o que é isso? O COLÉGIO SESI E SUA FAMÍLIA: UMA PARCERIA QUE TEM TUDO PARA DAR CERTO Toda parceria tem dois lados Compromissos do Colégio Sesi com sua família Compromissos da sua família com o Colégio Sesi REFERÊNCIAS CRÉDITOS 46 47

8 COISAS QUE TODO(A) ALUNO(A) DO COLÉGIO SESI DEVE SABER

9 Saiba onde você está Antes de escolhemos uma Instituição de Ensino para nos matricularmos é muito importante pesquisarmos a origem, os valores e objetivos dessa instituição. Por isso estamos deduzindo que um pouco do Sistema Fiep, do Sesi e do Colégio Sesi você e seus responsáveis já conhecem. De qualquer maneira, a seguir você poderá ler um pouco mais sobre essas entidades e reforçar o seu sentimento de pertencimento ao Colégio Sesi. Federação das Indústrias do Estado do Paraná Fiep A Federação das Indústrias do Paraná Fiep é a entidade que representa a indústria paranaense. Atua juntamente com Sesi, Senai e IEL formando o Sistema Fiep, de forma a apoiar com produtos e serviços o parque industrial do Paraná e contribuir para seu desenvolvimento dentro e fora do Brasil. Partindo da missão de promover a excelência da indústria paranaense para melhorar a qualidade de vida das pessoas, a Fiep quer ser reconhecida como entidade empresarial ativa e agente de transformação a favor do desenvolvimento sustentável do Paraná. O responsável pela gestão 2011/2015 da Fiep é o Presidente Edson Luiz Campagnolo. Para conhecer ainda mais sobre a Fiep, acesse o site: Edson Luiz Campagnolo Presidente da Fiep 8

10 Serviço Social da Indústria do Paraná Sesi O Serviço Social da Indústria Sesi do Paraná apoia as indústrias em ações para aprimorar o conhecimento e a capacitação e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores, seus familiares e comunidade em geral, inclusive com forte atuação em projetos sociais. Além disso, o Sesi oferece consultorias e assessorias e investe em tecnologia, treinamentos empresariais, planos estratégicos e projetos sociais. Com mais de 30 unidades em todo o Paraná, o Sesi PR realizou mais de 3 milhões de atendimentos nos últimos anos. É ele que opera a maior rede de Ensino Médio particular do Estado, o Colégio Sesi, buscando ser o líder estadual na promoção da melhoria da qualidade de vida do trabalhador e de seus dependentes e da gestão socialmente responsável da empresa industrial. O responsável pela administração do Sesi PR é o superintendente José Antonio Fares. Para conhecer mais ainda sobre o Sesi PR, acesse o site: Que colégio é esse? José Antonio Fares Superintendente do Sesi-PR O Colégio Sesi é um grande empreendimento educacional, a maior rede privada de Ensino Médio no Paraná, com 45 colégios e mais de alunos matriculados em REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 9

11 Márcia Rigon, a criadora das Oficinas de Aprendizagem metodologia inovadora do Colégio Sesi Ensino Médio desde muito tempo idealizava um colégio no qual os alunos tivessem prazer em aprender, fossem autônomos, gerindo o seu próprio aprendizado e pudessem relacionar os conteúdos estudados com a vida. Márcia Rigon Criadora da metodologia e Consultora do Colégio Sesi Missão do Colégio Sesi: Formar líderes atuantes nas comunidades em que está inserido, tornando-se um referencial na formação de profissionais empreendedores, criativos, éticos e inovadores. Você deve imaginar que para dar conta desse desafio, só mesmo uma grande equipe, certo? O Colégio Sesi conta com vários profissionais preparados para contribuir com a qualidade do ensino ofertado, para atender os alunos em diversos aspectos e auxiliá-los em seu desenvolvimento pessoal, social e profissional. A dinâmica organizacional do nosso colégio, no qual quase tudo é planejado e executado em equipe, pode ser visualizada por uma teia de relações entre todos os segmentos envolvidos. É essa sinergia que nos ajuda a obter o sucesso que queremos alcançar. Todos trabalhando para alcançar um único objetivo comum: o sucesso do nosso aluno, você! 10

12 Conhecendo a equipe do Colégio Sesi Gerência de Operações Inovadoras A GOI, como é comumente chamada, tem sua sede em Curitiba e é a gerência responsável por diversas ações técnicas do Colégio Sesi que dão suporte aos colégios da rede. Ela é composta por três eixos: 1. Gestão do Negócio: tem como objetivo fazer a gestão estratégica do Colégio Sesi, atuando no planejamento e organização de ações com foco no desenvolvimento do negócio. É o eixo que estabelece as metas da Instituição e auxilia os colégios da rede a alcançarem seus objetivos; 2. Gestão Pedagógica: é o eixo que atua no planejamento, desenvolvimento e avaliação de resultados dos processos de ensino-aprendizagem, garantindo a excelência na aplicação da metodologia das Oficinas de Aprendizagem; 3. Gestão Humana e Social: esse eixo se propõe a trabalhar as questões sociais e humanas presentes no ato educativo e no cotidiano do Colégio Sesi, contribuindo para a geração de um clima social escolar satisfatório e para processos e projetos inovadores, baseados em relações de respeito e confiança e estreitamente ligados aos valores e premissas da Instituição. É na GOI que idealizamos e planejamos cada passo do Colégio Sesi rumo ao sucesso, visando resultados surpreendentes a cada ano e fortalecendo as equipes gestoras em cada colégio da rede. É como se o Colégio Sesi fosse uma grande e diversificada orquestra e a GOI fosse o maestro que rege essa orquestra, auxiliando-a a tocar com harmonia e afinação. As ações técnicas da GOI incluem: Assessorias Técnicas in loco e a distância, buscando o alinhamento e a excelência dos processos de gestão em todos os níveis; Formação Continuada para os profissionais do Colégio Sesi; Produção Técnica e Acadêmica; Realização de Projetos Estratégicos. A equipe da GOI é hoje formada por 12 pessoas, cada uma com formações e experiências específicas para atender a cada eixo do Colégio Sesi. Veja quem são elas: REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 11

13 GERENTE DE OPERAÇÕES INOVADORAS Lilian Luitz GESTÃO DO NEGÓCIO Claudemir Liberal Denis Martins Fabiana Tozo Heber Angelo Milena Veloso GESTÃO PEDAGÓGICA Raquel Nascimento Rosilei Ferrarini Solange Souza Simone Sicora Poleto GESTÃO HUMANA E SOCIAL Giseli Nunes Paula Dorn 12

14 Nos 45 colégios do estado é onde acontece a operacionalização da proposta pedagógica do Colégio Sesi. Neles contamos com outras equipes de profissionais responsáveis por colocar todas as ações e projetos em prática. Esta grande equipe de cada colégio é composta pela Equipe de Coordenação, Equipe Pedagógica e Equipe Administrativa. São elas que, juntamente com os professores, pais e alunos, formam a Comunidade Escolar do Colégio Sesi em cada município. Cada um desses profissionais tem competências específicas para o exercício da sua função, a fim de atender à filosofia de trabalho do Sistema Fiep e às características específicas da metodologia do Colégio Sesi. Que tal conhecer um pouquinho sobre cada um deles? Coordenador: Realiza a gestão e coordenação geral do Colégio Sesi em suas múltiplas faces de atuação interna e externa. Na maioria das vezes, é com o Coordenador do colégio que a GOI mantém um canal de comunicação direto para o repasse de informações e orientações importantes. O Coordenador tem em suas mãos uma responsabilidade muito grande, que é garantir que as ações educacionais aconteçam e que o colégio tenha resultado. Por isso, estará muito ocupado no seu dia a dia, o que não o impede de manter a porta da sua sala sempre aberta para dialogar com você quando você sentir necessidade. Orientador Pedagógico: Responsável pelas ações de planejamento, execução e resultados do processo ensino-aprendizagem, o Orientador Pedagógico propõe, orienta e acompanha as atividades didáticas e pedagógicas objetivando a eficácia do processo de ensino, além de atuar junto a alunos e pais. No Colégio Sesi esse profissional é um parceiro muito importante do professor. Por isso você o verá dentro da sua sala de aula algumas vezes, acompanhando e orientando os professores em relação à didática de ensino. Tudo para que a metodologia do Colégio Sesi seja aplicada em sua excelência e para que o processo de aprendizagem dos alunos seja o mais satisfatório possível. Professor: No Colégio Sesi o professor é um mediador da aprendizagem. Isto significa que ele está disponível para auxiliá-lo na descoberta do conhecimento. Ele é seu parceiro, uma pessoa muito importante para ajudá-lo a pesquisar e desenvolver habilidades e competências que farão a diferença na sua vida REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 13

15 pessoal e profissional. Para isso, ele irá dialogar muito com os alunos, questionálos sobre aspectos importantes da vida e do conhecimento, ajudá-los a pesquisar, a desenvolver o raciocínio crítico e a autonomia. Ele faz a gestão da sala de aula, desenvolvendo as Oficinas de Aprendizagem e buscando estratégias que ajudem os alunos a aprenderem aquilo que é importante para suas vidas. Secretário Escolar: Este profissional é quem faz a gestão de todas as informações e processos de escrituração escolar, dando suporte às atividades administrativas e cuidando, também, dos registros dos processos pedagógicos do Colégio Sesi. É com ele que você poderá falar se precisar de qualquer informação sobre seu histórico escolar. Monitor Escolar: Responsável pelo acompanhamento e atendimento de alunos e professores em suas rotinas no Colégio Sesi, ele é um grande parceiro da equipe pedagógica e dos professores e estará sempre presente no colégio, seja recebendo você no horário de chegada, seja dando o auxílio necessário para que as atividades escolares aconteçam da melhor forma. O Monitor do Colégio Sesi é um grande observador, que está no ambiente para facilitar a rotina de todos, muitas vezes ajudando também a manter tudo em ordem e a identificar situações de risco, tanto de ordem comportamental (dificuldades de relacionamento, conflitos interpessoais) quanto relacionadas à manutenção da infraestrutura (providência de consertos e melhorias nos espaços físicos do colégio). Bem, agora que você já sabe um pouco sobre as atribuições de cada profissional do Colégio Sesi, procure conhecer pessoalmente as equipes da unidade em que você se matriculou. Eles estão aí para auxiliar e atender você e seus responsáveis em caso de qualquer necessidade. Veja agora dicas importantes sobre a rotina e o funcionamento do Colégio Sesi. Leia com atenção, pois elas o ajudarão no seu dia a dia. 14

16 De olho no tempo! Início ano letivo: Término 1º semestre: Férias: Início 2º semestre: Término ano letivo: De olho no horário! Período Entrada Intervalo Saída Manhã Tarde Noite Contraturno Obs.: Ir e Vir Transporte escolar de uso contínuo é de responsabilidade dos seus responsáveis. Lembre-se de programar seu despertador e fique atento ao relógio, pois no Colégio Sesi, chegar e sair no horário é condição, disso não se abre mão! Saídas antecipadas poderão acontecer somente com solicitação e autorização deles junto ao colégio. Em caso de eventuais atrasos, eles devem entrar em contato com a Orientação Pedagógica avisando-a sobre o atraso e justificando-o. REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 15

17 Seu visual é Colégio Sesi Comparecer uniformizado é imprescindível, pois garante sua segurança e sua identificação como aluno do colégio. Além disso, o uso do uniforme permite poupar suas roupas, que poderão ser reservadas para outras ocasiões. No ato da matrícula, seus responsáveis assinaram um termo de ciência sobre a importância do uso do uniforme no Colégio Sesi, comprometendose a contribuir para que você esteja sempre adequadamente uniformizado. Faça sua parte e ajude-os. Se você ainda não tem o uniforme, informe-se com a Coordenação ou a Orientação Pedagógica sobre os fornecedores existentes em sua cidade e fique atento ao prazo máximo estabelecido para adquiri-lo. Você não vai querer ficar se explicando para o Monitor, certo? O modelo e as especificações para a confecção do seu uniforme também foram informados no momento da matrícula. Portanto, não vale inventar moda! Se eventualmente houver problemas com seu uniforme, seus responsáveis devem falar com o(a) Monitor(a). Planeje-se para vir para o colégio como manda o figurino! Não há problema no uso de óculos de sol, boné, gorro, capuz ou similares, desde que sejam realmente necessários, como, por exemplo, em caso de atividades ao ar livre. Enquanto estiver em atividades, é importante que a visão e a comunicação com colegas e professores fiquem livres de interferências. Quando o colégio estiver dentro da propriedade de outra instituição, será preciso verificar se as regras do local permitem o uso desses acessórios, afinal, precisamos respeitar o espaço dos nossos parceiros. A Carteirinha de Estudante é um importante documento que também o identifica como aluno do Colégio Sesi em qualquer outro local, mesmo que não esteja uniformizado. Por isso, cuide bem dela e zele pelo nome do seu colégio ao utilizá-la. 16

18 Faltar aulas, pode? Quando? Estar no colégio todo dia é necessário para seu aprendizado. Para ser aprovado você deve ter no mínimo 75% de frequência anual, em cada disciplina. O abono de faltas ocorrerá somente em caso de doenças infectocontagiosas, traumatismos e síndromes diversas (Decreto-Lei n.º 1.044/69) ou em caso de licença maternidade (Lei Federal n.º 6.202/75). Mas em todos esses casos é necessário atestado médico para justificar sua ausência, os quais devem ser entregues ao Colégio Sesi no prazo máximo de 48 horas. Você poderá solicitar o Atendimento Pedagógico Hospitalar/Domiciliar e as atividades escolares poderão ser realizadas no seu local de recuperação (no hospital ou em casa) de acordo com as suas possibilidades, do colégio e da sua família. O importante é não interromper os seus estudos. A Equipe Pedagógica acompanhará sua recuperação, torcendo para que você volte com sua saúde totalmente restabelecida! Cuidando da sua saúde Se você tiver problemas de saúde comprovados com atestado médico, você poderá ser dispensado de participar das aulas práticas de Educação Física. Se trabalhar por tempo igual ou superior a seis (6) horas dia, estiver prestando serviço militar inicial ou, em situação similar, estiver obrigado à prática da educação física e, ainda, for gestante ou ter filhos, é isento das aulas práticas (Lei n.º ). Mas atenção! A dispensa é somente dos exercícios práticos, pois você deve comparecer às aulas e realizar os trabalhos escritos solicitados. Lembre-se! Praticar atividades físicas é muito importante para sua saúde. Portanto, procure investir em sua qualidade de vida participando das aulas de Educação Física. REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 17

19 Se você optou pelo Cartão Sesi Odontologia Escolar, converse com o responsável no seu colégio para saber mais detalhes sobre esse atendimento. O Colégio Sesi cuida de você! Em caso de eventuais acidentes, serão tomadas as providências imediatas e os seus responsáveis serão avisados. E em caso de adoecimento no interior do colégio, eles serão chamados para as providências necessárias. Com as contas em dia Leia com seus responsáveis o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais do Colégio Sesi. Esse contrato será firmado anualmente, pois o não atendimento às suas cláusulas acarretará nas penalidades previstas em lei e nem você nem seus pais querem ter que se preocupar com isso, certo? De olho na sua bolsa de estudos. Não perca essa oportunidade! Se você é aluno bolsista e quer permanecer no colégio com esse benefício, fique de olho em seu rendimento escolar, pois você só terá assegurada a manutenção da sua bolsa se atender aos seguintes critérios: I. Rendimento escolar igual ou superior ao conceito Satisfatório (S) 70% (setenta por cento) de aproveitamento no resultado anual, em cada disciplina, além da participação em processos de avaliação institucional, tais como simulados, ENEM, pesquisas de satisfação, entre outros; II. Frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) em cada disciplina, no ano letivo; III. Agir de acordo com as premissas do Colégio Sesi, atendendo ao Regimento / Regulamento Escolar, especialmente no que se refere às responsabilidades de aluno, não cometendo atos indisciplinares e/ou infracionais. A não observância desse item implica na perda da bolsa a qualquer momento do ano letivo; 18

20 IV. Permanecer matriculado no Ensino Médio Regular (Sesi) + Curso Profissionalizante (Senai), caso seja aluno da Ação Articulada Sesi + Senai (aluno Ebep), bem como não reprovar duas vezes no curso profissionalizante, no mesmo módulo; V. Disponibilizar carga horária de até quatro horas semanais para a participação em projetos de cunho pedagógico e no Programa Aluno Parceiro da Escola, conforme convocação, orientação e supervisão da Coordenação do colégio. Perdeu alguma coisa? Veja o que fazer Caso você venha a perder algum material dentro do colégio, no momento em que ele for encontrado, ficará sob a responsabilidade de um profissional da Secretaria. Portanto, se você encontrar algo que não é seu, entregue-o na Secretaria para que o dono possa reencontrá-lo. Você gostaria que fizessem o mesmo por você, não é? Mas lembre-se! O Colégio Sesi não se responsabiliza por objetos dos alunos, portanto cuide bem do que é seu para não ter problemas. Alô família! Alô escola! Utilizaremos os seguintes meios para comunicação com sua família: 1. Comunicação escrita: bilhete, recados, convocações, convites, dentre outros, que devem ser vistados pelos seus responsáveis para que o colégio saiba que eles receberam. 2. Comunicação virtual: via , o qual deve ser respondido pelos seus responsáveis para que o colégio saiba que eles receberam o recado. 3. Telefonemas, se autorizados pelos responsáveis, quando as outras formas de comunicação acima não funcionarem. 4. Via correio, quando nenhuma das possibilidades acima funcionarem. A melhor forma de comunicação entre sua família e o colégio deve ser estabelecida no ato da matrícula, de comum acordo entre as partes. REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 19

21 Precisa de ajuda, orientações ou tirar dúvidas? Se você e/ou sua família precisarem conversar com algum profissional do colégio sobre algo particular, vocês poderão a qualquer momento solicitar um horário junto à Coordenação ou à Orientação Pedagógica, adotando uma das formas de comunicação listadas no item anterior. O mesmo vale caso o colégio precise conversar com você e/ou com sua família. Tome conhecimento do dia e horário em que o colégio se prepara e reserva um tempo especial para atender você e seus responsáveis e agende um horário, se precisar. Teremos prazer em atendê-lo(s). Precisa se transferir de colégio? Saiba o que fazer É claro que não queremos que você deixe o Colégio Sesi, mas se não houver outro jeito, prestaremos a você o auxílio necessário para uma transferência tranquila. A primeira coisa a fazer é compartilhar essa necessidade com a Coordenação e/ou Orientação Pedagógica. Converse sobre isso e pondere sua escolha! É muito importante refletir bem antes de tomar qualquer decisão. Se a decisão estiver tomada, então você deverá trazer uma declaração de existência de vaga da sua futura escola. Essa declaração deverá ser solicitada na Secretaria da nova escola. No caso de você ser menor de idade, os seus responsáveis devem preencher um requerimento junto à Coordenação solicitando sua transferência. A Secretaria, então, expedirá os documentos da sua vida escolar. A transferência será expedida num prazo de 30 dias, quando requerida no decorrer do ano letivo, prorrogável por mais 30 dias, quando requerida após o seu término. 20

22 COLÉGIO SESI - UM NOVO JEITO DE APRENDER

23 Como se estuda aqui? Oficinas? Equipe? Isso parece legal! g Oficinas de Aprendizagem Oficinas de Aprendizagem é a forma como se estuda no Colégio Sesi. As turmas se organizam conforme a Oficina escolhida, a cada bimestre. Você escolherá a Oficina de Aprendizagem que quiser cursar, com orientação dos Professores e do Orientador Pedagógico. Nas Oficinas você aprenderá os conteúdos por meio da pesquisa, estudo e elaboração de soluções para o desafio apresentado, que é comum para todas as disciplinas isto é a interdisciplinaridade! Todos os professores vão focar o mesmo desafio, mas com conteúdos específicos de cada disciplina. A sua matrícula acontece por série, mas você estuda por Oficinas, podendo estudar com colegas de séries diferentes da sua. Isso não é problema, todos são capazes de aprender porque os conteúdos não são divididos por série. Os conteúdos são uma ferramenta para resolver os desafios da Oficina. Cada Oficina terá desafios importantes a resolver e todos os conteúdos do Ensino Médio serão contemplados. Consulte sempre o relatório de conteúdos cursados através do Sistema 2.0. Nele você poderá saber o que já cursou e o que pretende cursar. Esse monitoramento lhe permitirá fazer suas escolhas de Oficinas, diante dos conteúdos que ainda faltam estudar, além de visualizar se até o final do 3º ano você terá aprendido todos os conteúdos necessários. Escolha suas Oficinas com responsabilidade e consciência. Veja os temas que precisa estudar, os conteúdos que ainda não estudou e mãos à obra! g Equipes Você sempre estudará em equipes! Haverá tarefas em equipe e individuais dentro da equipe. Você será responsável por você e pela sua equipe! É um novo jeito de aprender! Você precisa levar isso a sério. É mais fácil e prazeroso aprender com os colegas, mas cada um deve dar conta da sua própria aprendizagem. Aproveite esta oportunidade única! 22

24 Você também escolherá a equipe com a qual estudará, desde que não seja com colegas que já estudou. Os Professores e o Orientador Pedagógico também orientarão você para isso. A cada bimestre você estudará em novas equipes, com novos colegas! Garanta seus instrumentos de trabalho O colégio fornecerá uma lista padrão de materiais a serem adquiridos e utilizados nas várias disciplinas. Cheque se adquiriu tudo. Eles são necessários para o dia a dia dos trabalhos. Tenha sempre em mãos o que for necessário para as aulas e fique de olho na organização de sua mochila diariamente! Outros materiais podem ser necessários durante o ano, cujos pedidos serão justificados pelo colégio. Em todas as disciplinas é indispensável ter livros para pesquisa e estudo. O colégio fornecerá uma lista de sugestões, de preferência de volumes únicos para o Ensino Médio. É apenas uma lista, pois você poderá trazer outros livros que tiver. Adquirir em livrarias, em sebos, emprestar ou ganhar de alguém são algumas possibilidades. Você deverá ter ao menos um livro para cada disciplina. Sem livros é difícil pesquisar e aprender! Os livros devem ser compartilhados na equipe de estudo. Quanto mais livros diferentes, mais rico será o aprendizado. A equipe deverá ter na mesa ao menos três livros diferentes sobre o assunto em estudo. Poderá ser disponibilizada a você uma porta de armário para guarda de seus livros e materiais no próprio colégio, quando este se localizar em uma Unidade SESI ou em espaço próprio. Converse com o responsável sobre isso e sobre as condições de uso desse armário. A leitura de um livro de cultura geral será necessária em cada Oficina de Aprendizagem. Adquirir em livrarias ou sebos, emprestar, baixar na internet ou ganhar de alguém são algumas das possibilidades de acesso ao livro indicado. Ler é ampliar as visões e capacidades. Invista em você! REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 23

25 Literatura também é importante! O colégio informará o plano de leituras que você fará ao longo do Ensino Médio. A forma de obtenção dos livros também ficará a seu critério. Não abra mão das suas leituras. Ler é um hábito fundamental! Tome conhecimento do acervo de livros da biblioteca escolar e das regras de uso e empréstimo deles. Use e abuse desta possibilidade! O Laboratório de Informática poderá ser também uma excelente fonte de acesso a dados, informações e pesquisas solicitadas pelos professores. Informe-se sobre as normas de uso do Laboratório e os horários disponíveis para pesquisa. Converse com seus professores sobre os melhores sites a acessar e faça bom uso dessa possibilidade também. Ficar sem pesquisar e aprender é que não dá! Para as aulas de laboratório nas disciplinas de Química, Física e Biologia será necessário jaleco branco, luvas de silicone e óculos de proteção. São equipamentos de segurança necessários, sem os quais você não poderá participar das aulas práticas. Proteja-se e participe dentro das normas de segurança! Organize-se nos horários, dias e tarefas a realizar. São muitas disciplinas e atividades, por isso é recomendável que você utilize uma agenda escolar, ao seu gosto e modo. O importante é garantir a gestão eficaz do seu tempo para que nada fique por fazer ou seja entregue fora do prazo combinado. Aprender em casa de um novo jeito Aprender só no colégio não basta, ainda que se façam muitas atividades na equipe. Antes ou depois das atividades em sala, tarefas de casa serão necessárias e pedidas pelos professores. Organize-se e invista em seu aprendizado. As tarefas de casa deverão ser individuais, pois todas as atividades em equipe serão sempre realizadas e finalizadas durante a aula. Se você decidir se reunir com seus colegas na sua casa ou na deles, é preciso conversar com seus pais ou responsáveis e pedir a permissão deles para isso, ok? O Colégio Sesi não solicita tarefas em equipe para serem feitas em casa. 24

26 Conheça as tarefas que poderão ser pedidas para casa: Atividade de pesquisa preliminar: você deverá pesquisar materiais sobre um novo assunto, que depois compartilhará com a equipe para iniciar os estudos em sala de aula. Atividades de pesquisa para aprofundamento: você pesquisará algum assunto que ficou em aberto na equipe ou que o professor indicou como necessário, para pesquisar e estudar mais a fundo em casa. Aprofundar é ir a fundo no assunto para entender melhor. Você pode fazer isso sempre, mesmo sem o professor pedir. Com certeza você aprenderá muito. No colégio você partilhará o que aprofundou. Atividade de fixação: você fará exercícios solicitados pelo professor ou indicados em seu livro para revisar e fixar os conteúdos trabalhados em sala. Essa atividade deverá ser retomada na aula seguinte na equipe ou com o professor para sanar as dúvidas. Atividade de conclusão/avaliação: você realizará alguma atividade conclusiva sobre um tema de estudo já pesquisado e estudado em sala de aula, a pedido do professor. Poderá servir para revisão geral do que foi estudado e/ou ser recolhido pelo professor como avaliação individual. Aprender na prática é legal! As Oficinas de Aprendizagem podem prever aulas de campo para aprender na prática o que está sendo estudado em sala de aula. Isso não é passeio, é aula para aprender e requer sua atenção e participação. Toda aula de campo terá atividades a serem realizadas. Seja responsável e aproveite ao máximo para aprender! Os seus responsáveis deverão autorizar sua participação nas aulas de campo, caso contrário você não poderá ir. Os custos com as aulas de campo, tais como transporte, lanches, entradas e outros serão comunicados com antecedência aos seus responsáveis, que as custearão. REGULAMENTO COLÉGIO SESI ENSINO MÉDIO 25

REGULAMENTO DE MONITORIA FAESA

REGULAMENTO DE MONITORIA FAESA REGULAMENTO DE MONITORIA FAESA Página 1 de 11 1. CONCEITO / FINALIDADE : A monitoria consiste na atividade de apoio aos alunos das disciplinas de oferta regular do currículo as quais os coordenadores de

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

PRESSUPOSTOS, REGRAS E PROCEDIMENTOS 2015 ENSINO MÉDIO

PRESSUPOSTOS, REGRAS E PROCEDIMENTOS 2015 ENSINO MÉDIO São Paulo, 26 de novembro de 2014. PRESSUPOSTOS, REGRAS E PROCEDIMENTOS 2015 ENSINO MÉDIO O Colégio Santa Maria acredita que responsabilidade social e liberdade se aprendem e se exercitam na interação

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

Manual do Voluntário. O Projeto Correspondentes

Manual do Voluntário. O Projeto Correspondentes Manual do Voluntário O Projeto Correspondentes A ação proposta pelo projeto Correspondentes é a troca regular de correspondências entre voluntários e crianças ou adolescentes que residem em abrigos ou

Leia mais

GUIA DO ALUNO. INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA

GUIA DO ALUNO. INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA GUIA DO ALUNO INICIAÇÃO PROFISSIONAL, APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL e HABILITAÇÃO TÉCNICA 2015 APRESENTAÇÃO No cumprimento de sua Missão, o SENAI-RS promove a educação para o

Leia mais

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA

12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA 12 DE MARÇO DIA ESTADUAL DA FAMÍLIA PRESENTE NA ESCOLA Mensagem de Boas-Vindas Diretor Atividade Cultural PROJETO ESTADUAL FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO O Projeto FAMÍLIA PRESENTE NA EDUCAÇÃO compõe uma

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2013 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE PADI DA FACULDADE DE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃDO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL I INTRODUÇÃO O estágio curricular do curso de Serviço Social é uma atividade obrigatória, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003

Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC SALVADOR MAIO/2003 Secretaria Municipal da Educação e Cultura - SMEC ATRIBUIÇÕES DOS GESTORES ESCOLARES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE ENSINO VERSÃO PRELIMINAR SALVADOR MAIO/2003 Dr. ANTÔNIO JOSÉ IMBASSAHY DA SILVA Prefeito

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética Afonso França Engenharia - 23 Detalha as normas de conduta esperadas pela Afonso França Engenharia de seus profissionais. A Afonso França tem e dissemina princípios que devem nortear

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Regulamento do Estágio Curricular Obrigatório do Bacharelado em Ciências Biológicas 1 CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série). INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA 1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA). Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental. As pessoas que estudam na EJA procuram um curso

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ A N E X O I E D I T A L D E C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 01/2015 D O S R E Q U I S I T O S E A T R I B U I Ç Õ E S D O S C A R G O S RETIFICAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense - Campus Sombrio REGIMENTO DAS ATIVIDADES EXTRACLASSE VIAGENS TÉCNICAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - As viagens técnicas realizadas sob responsabilidade do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CESUBE Considerando o significado e a importância do Estágio como parte fundamental da formação profissional, define-se

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

Guia do aluno Informações Básicas

Guia do aluno Informações Básicas Guia do aluno Informações Básicas Pensando no processo de aproximação entre você e as tecnologias digitais que assegurarão um bom desempenho, criamos este guia com dicas para que você saiba como começar

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Do estágio curricular supervisionado A modalidade de Estágio Supervisionado é uma importante variável a ser considerada no contexto de perfil do egresso. A flexibilidade prevista

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312

NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL - NOR 312 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO FUNCIONAL COD: NOR 312 APROVAÇÃO: Resolução DIREX Nº 009/2012 de 30/01/2012 NORMA DE AVALIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO 1/17 ÍNDICE

Leia mais

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA

TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA TEMA: O LÚDICO NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA RESUMO Os educadores têm se utilizado de uma metodologia Linear, que traz uma característica conteudista; É possível notar que o Lúdico não se limita

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com

LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO. Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LIDERAR PESSOAS A BASE DA CONSTRUÇÃO DE UMA EQUIPE DE SUCESSO Prof. Paulo Henrique Ribeiro paulo@topassessoria.com LI ESTAMOS PASSANDO PELA MAIOR TRANSFORMAÇÃO NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. VALORIZAR PESSOAS

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

Educação a Distância: a oportunidade vai ao seu encontro

Educação a Distância: a oportunidade vai ao seu encontro DICAS PARA ESTUDAR A DISTÂNCIA Educação a Distância: a oportunidade vai ao seu encontro Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção.

Leia mais

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A.

SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. SETE BRASIL PARTICIPAÇÕES S.A. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS COMITÊS COMITÊ DE FINANÇAS E ORÇAMENTO APROVADO PELO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO EM 24 DE SETEMBRO DE 2014 SUMÁRIO I INTRODUÇÃO

Leia mais

LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR. Palavras-chave: Letramento Matemático; Reforço Escolar; SAERJINHO.

LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR. Palavras-chave: Letramento Matemático; Reforço Escolar; SAERJINHO. LETRAMENTO MATEMÁTICO DE ALUNOS COM BAIXO DESEMPENHO POR MEIO DE REFORÇO ESCOLAR Agnaldo da Conceição Esquincalha PUC-SP/PUC-Rio/Fundação CECIERJ aesquincalha@gmail.com Resumo: Neste texto elenca-se um

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

Da Natureza, Personalidade Jurídica e Identificação. Art. 1º O Colégio da Polícia Militar do Estado de Goiás, neste Regimento

Da Natureza, Personalidade Jurídica e Identificação. Art. 1º O Colégio da Polícia Militar do Estado de Goiás, neste Regimento SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE GABRIEL ISSA REGIMENTO INTERNO TÍTULO I Das Disposições Preliminares

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam orientação

Leia mais

Se já é aluno, bom retorno; se está chegando agora, bom ingresso. Bem-vindos à Fundação das Artes de São Caetano do Sul!

Se já é aluno, bom retorno; se está chegando agora, bom ingresso. Bem-vindos à Fundação das Artes de São Caetano do Sul! Muitas pessoas estão acostumadas a lembrar da Fundação pelas centenas de atrações que ela promove ao longo de todo o ano (espetáculos, recitais, exposições etc.). Aqui, entretanto, apresentamos uma das

Leia mais

Kit de Apoio à Gestão Pública 1

Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Kit de Apoio à Gestão Pública 1 Índice CADERNO 3: Kit de Apoio à Gestão Pública 3.1. Orientações para a reunião de Apoio à Gestão Pública... 03 3.1.1. O tema do Ciclo 4... 03 3.1.2. Objetivo, ações básicas

Leia mais

PLANO DE AÇÃO - 2014

PLANO DE AÇÃO - 2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXADÁ SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO PLANO DE AÇÃO - 2014 MISSÃO Assessorar as Regionais Educacionais, fortalecendo o processo

Leia mais

Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013

Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013 Of. Circular n 01/2013 Juiz de Fora, 15 de abril de 2013 ASSUNTO: Agenda de Orientações Docente Prezados Professores, De modo geral, quando se conversa com nossos egressos e alunos sobre a Faculdade Machado

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS:

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Bacharelado em Sistemas de Informação (Reconhecido pela Portaria MEC nº 315 D.O.U. 31/12/2012) Bacharelado em Administração de Empresas (Reconhecido

Leia mais

Rotinas e Regras Ensino Fundamental II e Ensino Médio

Rotinas e Regras Ensino Fundamental II e Ensino Médio SUMÁRIO A comunicação Escola e Família...2 Rotina escolar...2 Horário das aulas...3 Atrasos e horários de entrada e saída...3 I. Entrada...3 II. Saída...3 III. Saídas antecipadas...3 Faltas...4 Provas

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br

TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Cursos para Melhoria do desempenho & Gestão de RH TEOREMA CONSULTORIA Rua Roma, 620 Sala 81-B,Lapa Capital- SP CEP: 05050-090 www.teoremaconsult.com.br Administração do Tempo Ampliar a compreensão da importância

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso!

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso! GUIA DO ALUNO Olá! Seja bem-vindo novamente! Este guia apresenta algumas informações e orientações para auxiliá-lo na sua participação e aprendizagem. Também lhe ajudará a organizar seu estudo no decorrer

Leia mais

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio:

Resolução nº. 01/09. Título I Estágio Supervisionado. Capítulo I. Caracterização do Estágio: 1 Resolução nº. 01/09 Aprovar o Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Pedagogia - considerando o art.70, VII do Regimento desta Instituição; - considerando necessidade de normatizar

Leia mais

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA FASI DIRETORIA DE EXTENSÃO EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORIA ACADÊMICA 05/23 A Diretoria de Extensão e a Coordenação do Curso de Graduação em Farmácia, no uso de suas atribuições

Leia mais

Lição 4 Avaliação na EAD

Lição 4 Avaliação na EAD Estudo e Aprendizado a Distância 89 Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: identifi car a fi nalidade de um objetivo de aprendizagem; identifi car o conceito de avaliação da aprendizagem;

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 2 1 2 3 Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 4 Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam

Leia mais

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa.

I. A empresa de pesquisa de executivos deve lhe fornecer uma avaliação precisa e cândida das suas capacidades para realizar sua pesquisa. DIREITO DOS CLIENTES O que esperar de sua empresa de Executive Search Uma pesquisa de executivos envolve um processo complexo que requer um investimento substancial do seu tempo e recursos. Quando você

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

GRITO PELA EDUCAÇÃO PÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO Apresentação Esta cartilha representa um grito dos educadores, dos estudantes, dos pais, dos trabalhadores e da sociedade civil organizada em defesa da educação pública de qualidade, direito de todos e

Leia mais

Código de Ética. PARTE I Relação com o cliente de Consultoria

Código de Ética. PARTE I Relação com o cliente de Consultoria Código de Ética PARTE I Relação com o cliente de Consultoria 1. É essencial que o Consultor estabeleça de inicio com o cliente, de forma clara, os objetivos do trabalho previsto, dos meios a serem utilizados,

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

Faculdade de Lucas do Rio Verde Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade de Lucas do Rio Verde Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. CONSELHO PEDAGÓGICO - COP RESOLUÇÃO Nº. 13/2008, DE 03 DE ABRIL DE 2008 Aprova o Regulamento de Monitoria Faculdade de Lucas do Rio Verde. O Presidente do Conselho Pedagógico - COP, face ao disposto no

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP. Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico

REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP. Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico REGULAMENTO NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO/PSICOPEDAGÓGICO NAP/NAPP Capítulo I Do Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico Art. 1º O Núcleo de Apoio Pedagógico/Psicopedagógico- NAP/NAPP do Centro de Ensino

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO

MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO MANUAL DO ALUNO PÓS-GRADUAÇÃO CARO ALUNO, Seja Bem-Vindo às Escolas e Faculdades QI! Desejamos a você uma excelente jornada de estudos e evolução, tanto no campo profissional, como pessoal. Recomendamos

Leia mais

REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGIMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Os estágios curriculares do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Turismo do Instituto

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS - UEMG ESCOLA DE DESIGN ED COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO NUCLEO INTEGRADOR DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS - NIPP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA VOLUNTÁRIA 2008 Aprovado pelo

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Projeto Paz na Escola

Projeto Paz na Escola Projeto Paz na Escola Olímpia Terezinha da Silva Henicka Dariléia Marin Em uma sociedade como a nossa, na qual a riqueza é tão mal distribuída, a preocupação com a sobrevivência deve ser maior que as preocupações

Leia mais

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO

Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Regulamento de Monitoria do Curso de Medicina da UNOESTE. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA CAPÍTULO I DA APRESENTAÇÃO Art. 1º O presente Regulamento estabelece as finalidades, objetivos, atribuições

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Bom trabalho a todos! Mantenedores

APRESENTAÇÃO. Bom trabalho a todos! Mantenedores APRESENTAÇÃO Os tempos modernos conduzem-nos a novos contextos e a sociedade brasileira, de maneira justa, cobra-nos ações que venham ao encontro de um cenário que requer um repensar sobre as possibilidades

Leia mais

1 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL 1º AO 9º ANO. 1.1. Da avaliação para os primeiros e segundos anos Ensino Fundamental

1 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL 1º AO 9º ANO. 1.1. Da avaliação para os primeiros e segundos anos Ensino Fundamental 1 METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO ENSINO FUNDAMENTAL 1º AO 9º ANO 1.1. Da avaliação para os primeiros e segundos anos Ensino Fundamental A avaliação do processo de aprendizagem no Ensino Fundamental terá o aproveitamento

Leia mais

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo

Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Indicadores de Rendimento do Voluntariado Corporativo Avaliação desenvolvida por Mónica Galiano e Kenn Allen, publicado originalmente no livro The Big Tent: Corporate Volunteering in the Global Age. Texto

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um órgão colegiado, de cunho decisório, presente no interior da organização escolar, responsável pelo processo de avaliação do desempenho pedagógico do aluno.

Leia mais

SAC: Fale com quem resolve

SAC: Fale com quem resolve SAC: Fale com quem resolve A Febraban e a sociedade DECRETO 6523/08: UM NOVO CENÁRIO PARA OS SACs NOS BANCOS O setor bancário está cada vez mais consciente de seu papel na sociedade e deseja assumi-lo

Leia mais

Projeto Acelerando o Saber

Projeto Acelerando o Saber Projeto Acelerando o Saber Tema: Valorizando o Ser e o Aprender Lema: Ensinar pra Valer Público Alvo: Alunos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino contemplando o 3º ano a 7ª série. Coordenadoras:

Leia mais

MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE

MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE MANUAL DO ACADÊMICO DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CAMPO GRANDE 2015 2015 MISSÃO: Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo

Leia mais

Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05)

Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05) Orientações Gerais de Acordo com o Regimento Escolar (parecer favorável do COMED 006/05) Dos Discentes Todos os alunos matriculados na Unidade Escolar integram o corpo discente tendo o DIREITO de: Valer-se

Leia mais

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre

Sumário. I. Apresentação do Manual. II. A Prevenção de Acidentes com Crianças. III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre Sumário I. Apresentação do Manual II. A Prevenção de Acidentes com Crianças III. Programa CRIANÇA SEGURA Pedestre IV. Como a Educação pode contribuir para a Prevenção de Acidentes no Trânsito V. Dados

Leia mais

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO EDITAL N 007, DE 31 DE MARÇO 2015 SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

Com-Vida. Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida

Com-Vida. Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Com-Vida Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Com-Vida Comissao de Meio Ambiente e Qualidade de Vida Depois de realizar a Conferência... Realizada a Conferência em sua Escola ou Comunidade, é

Leia mais

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs

Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Segredos e Estratégias para Equipes Campeãs Ultrapassando barreiras e superando adversidades. Ser um gestor de pessoas não é tarefa fácil. Existem vários perfis de gestores espalhados pelas organizações,

Leia mais

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO GUIA DO ALUNO EAD GUIA DO ALUNO EAD Guia do Aluno Seja bem-vindo(a) às disciplinas EAD! Agora que você já está matriculado na disciplina online, chegou o momento de ficar por dentro de informações muito

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA ADJUNTA DE ENSINO SECRETARIA ADJUNTA DE PROJETOS ESPECIAIS QUESTIONÁRIO DE SONDAGEM DA PRÁTICA PEDAGÓGICA DADOS DE IDENTIFICAÇÃO URE: ESCOLA:

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

Projeto recuperação paralela Escola Otávio

Projeto recuperação paralela Escola Otávio Projeto recuperação paralela Escola Otávio Público alvo: alunos com dificuldade ou defasagem de aprendizagem do Ensino Fundamental do 3º ano acima que estudam na Escola Otávio Gonçalves Gomes. Duração:

Leia mais

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL AS VANTAGENS DESSA MODERNA SISTEMÁTICA DO ENSINO SÃO: O PAPEL DO ALUNO PROFESSOR TUTOR AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM ACESSO AO AMBIENTE

Leia mais

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES

MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES MÚLTIPLAS LEITURAS: CAMINHOS E POSSIBILIDADES EDIT MARIA ALVES SIQUEIRA (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA). Resumo Diferentes instrumentos de avaliação (ENEM, SIMAVE) tem diagnosticado o despreparo dos alunos

Leia mais

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA SEMANA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA Mestranda Rita Aparecida Nunes de Souza da Luz PROGEPE UNINOVE Resumo O objetivo desse trabalho é relatar a experiência

Leia mais

Buscamos compreender como ocorrem os processos de desenvolvimento humano, organizacional e social

Buscamos compreender como ocorrem os processos de desenvolvimento humano, organizacional e social instituto fonte... Buscamos compreender como ocorrem os processos de desenvolvimento humano, organizacional e social e a arte de neles intervir. Buscamos potencializar a atuação de iniciativas sociais,

Leia mais

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações?

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? SESI Empreendedorismo Social Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? REGULAMENTO SESI Empreendedorismo Social A inovação social é o ponto de partida para um novo modelo que atende

Leia mais

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação Ambiente Virtual As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado o Regulamento de Projeto Integrador do Curso Superior de Tecnologia em Logística da FAE Blumenau.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado o Regulamento de Projeto Integrador do Curso Superior de Tecnologia em Logística da FAE Blumenau. RESOLUÇÃO CSA N.º 12/2010 APROVA O REGULAMENTO DE PROJETO INTEGRADOR DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA DA FAE BLUMENAU. O Presidente do Conselho Superior de Administração CSA, no uso das atribuições

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL)

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL) GUIA DO ALUNO Seja bem-vindo(a) às disciplinas On-line (DOL) dos cursos de gradução do Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU) e das Faculdades Maurício de Nassau! Agora que você já está matriculado(a)

Leia mais