TEMPO ESTIMADO PARA RECUPERAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL BASEADO EM EVIDÊNCIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TEMPO ESTIMADO PARA RECUPERAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL BASEADO EM EVIDÊNCIAS"

Transcrição

1 TEMPO ESTIMADO PARA RECUPERAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL BASEADO EM EVIDÊNCIAS "! A00 Cólera 7 A00 0 Cólera devida a Vibrio cholerae 01, biótipo cholerae 7 A00 1 Cólera devida a Vibrio cholerae 01, biótipo El Tor 7 A00 9 Cólera não especificada 7 A01 Febres tifóide e paratifóide 15 A01 0 Febre tifóide 15 A01 1 Febre paratifóide A 15 A01 2 Febre paratifóide B 15 A01 3 Febre paratifóide C 15 A01 4 Febre paratifóide não especificada 15 A02 Outras infecções por salmonela 7 A02 0 Enterite por salmonela 7 A02 1 Septicemia por salmonela 30 A02 2 Infecções localizadas por salmonela PM A02 8 Outras infecções especificadas por salmonela PM

2 A02 9 Infecção não especificada por salmonela PM A03 Shiguelose 10 A03 0 Shiguelose devida a Shigella dysenteriae 10 A03 1 Shiguelose devida a Shigella flexneri 10 A03 2 Shiguelose devida a Shigella boydii 10 A03 3 Shiguelose devida a Shigella sonnei 10 A03 8 Outras shigueloses 10 A03 9 Shiguelose não especificada 10 A04 Outras infecções intestinais bacterianas 4 A04 0 Infecção por Escherichia coli enteropatogênica 4 A04 1 Infecção por Escherichia coli enterotoxigênica 4 A04 2 Infecção por Escherichia coli enteroinvasiva 4 A04 3 Infecção por Escherichia coli enterohemorrágica 4 A04 4 Outras infecções intestinais por Escherichia coli 4 A04 5 Enterite por Campylobacter 4 A04 6 Enterite devida a Yersinia enterocolítica 4 A04 7 Enterocolite devida a Clostridium difficile 10 A04 8 Outras infecções bacterianas intestinais especificadas 4 A04 9 Infecção intestinal bacteriana não especificada 4

3 A05 Outra intoxicações alimentares bacterianas não classificadas em outra parte 4 A05 0 Intoxicação alimentar estafilocócica 4 A05 1 Botulismo 10 A05 2 Intoxicação alimentar devida a Clostridium perfringens [Clostridium welchii] 7 A05 3 Intoxicação alimentar devida a Vibrio parahemolyticus 4 A05 4 Intoxicação alimentar devida a Bacillus cereus 4 A05 8 Outras intoxicações alimentares bacterianas especificadas 4 A05 9 Intoxicação alimentar bacteriana não especificada 4 A06 Amebíase PM A06 0 Disenteria amebiana aguda 7 A06 1 Amebíase intestinal crônica PM A06 2 Colite amebiana não-disentérica PM A06 3 Ameboma intestinal A06 4 Abscesso amebiano do fígado A06 5 Abscesso amebiano do pulmão A06 6 Abscesso amebiano do cérebro A06 7 Amebíase cutânea PM A06 8 Infecção amebiana de outras localizações PM A06 9 Amebíase não especificada PM

4 A07 Outras doenças intestinais por protozoários PM A07 0 Balantidíase PM A07 1 Giardíase [lamblíase] PM A07 2 Criptosporidiose PM A07 3 Isosporíase PM A07 8 Outras doenças intestinais especificadas por protozoários PM A07 9 Doença intestinal não especificada por protozoários PM A08 Infecções intestinais virais, outras e as não especificadas 4 A08 0 Enterite por rotavírus 4 A08 1 Gastroenteropatia aguda pelo agente de Norwalk 4 A08 2 Enterite por adenovírus 4 A08 3 Outras enterites virais 4 A08 4 Infecção intestinal devida a vírus não especificado 4 A08 5 Outras infecções intestinais especificadas 4 A09 Diarreia e gastroenterite orig infecc presum 4 A15 Tuberculose respiratória com confirmação bacteriológica e histológica 30 A15 0 Tuberculose pulmonar, com confirmação por exame microscópico da expectoração, com ou sem cultura A15 1 Tuberculose pulmonar, com confirmação somente por cultura 30 A15 2 Tuberculose pulmonar, com confirmação histológica 30 30

5 A15 3 Tuberculose pulmonar, com confirmação por meio não especificado 30 A15 4 Tuberculose dos gânglios intratorácicos, com confirmação bacteriológica e histológica 30 A15 5 Tuberculose da laringe, da traquéia e dos brônquios, com confirmação bacteriológica e histológica A15 6 Pleuris tuberculoso, com confirmação bacteriológica e histológica 30 A15 7 A15 8 A15 9 Tuberculose primária das vias respiratórias, com confirmação bacteriológica e histológica Outras formas de tuberculose das vias respiratórias, com confirmação bacteriológica e histológica Tuberculose não especificada das vias respiratórias, com confirmação bacteriológica e histológica A16 Tuberculose das vias respiratórias, sem confirmação bacteriológica ou histológica 30 A16 0 Tuberculose pulmonar com exames bacteriológico e histológico negativos 30 A16 1 Tuberculose pulmonar, sem realização de exame bacteriológico ou histológico 30 A16 2 Tuberculose pulmonar, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica 30 A16 3 A16 4 Tuberculose dos gânglios intratorácicos, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica Tuberculose da laringe, da traquéia e dos brônquios, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica A16 5 Pleurisia tuberculosa, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica 30 A16 7 A16 8 A16 9 Tuberculosa respiratória primária sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica Outras formas de tuberculose das vias respiratórias, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica Tuberculose respiratória, não especificada, sem menção de confirmação bacteriológica ou histológica A17 Tuberculose do sistema nervoso 60 A17 0 Meningite tuberculosa

6 A17 1 Tuberculoma meníngeo 60 A17 8 Outras tuberculoses do sistema nervoso 60 A17 9 Tuberculose não especificada do sistema nervoso 60 A18 Tuberculose de outros órgãos PM A18 0 Tuberculose óssea e das articulações 60 A18 1 Tuberculose do aparelho geniturinário 60 A18 2 Linfadenopatia tuberculosa periférica 30 A18 3 Tuberculose do intestino, do peritônio e dos gânglios mesentéricos 60 A18 4 Tuberculose de pele e do tecido celular subcutâneo 30 A18 5 Tuberculose do olho 30 A18 6 Tuberculose do ouvido 30 A18 7 Tuberculose das supra-renais 30 A18 8 Tuberculose de outros órgãos especificados 30 A19 Tuberculose miliar 90 A19 0 Tuberculose miliar aguda de localização única e especificada 60 A19 1 Tuberculose miliar aguda de múltiplas localizações 90 A19 2 Tuberculose miliar aguda não especificada 90 A19 8 Outras tuberculoses miliares 90 A19 9 Tuberculose miliar não especificada 90

7 A20 Peste 20 A20 0 Peste bubônica 20 A20 1 Peste celulocutânea 20 A20 2 Peste pneumônica 20 A20 3 Peste meníngea 20 A20 7 Peste septicêmica 20 A20 8 Outras formas de peste 20 A20 9 Peste, forma não especificada 20 A21 Tularemia 10 A21 0 Tularemia ulceroglandular 10 A21 1 Tularemia oculoglandular 10 A21 2 Tularemia pulmonar 15 A21 3 Tularemia gastrointestinal 10 A21 7 Tularemia generalizada 15 A21 8 Outras formas de tularemia 10 A21 9 Tularemia, forma não especificada 10 A22 Carbúnculo 30 A22 0 Carbúnculo cutâneo 30 A22 1 Carbúnculo pulmonar 30

8 A22 2 Carbúnculo gastrointestinal 30 A22 7 Septicemia carbunculosa 30 A22 8 Outras formas de carbúnculo 30 A22 9 Carbúnculo, forma não especificada 30 A23 Brucelose 30 A23 0 Brucelose por Brucella melitensis 30 A23 1 Brucelose por Brucella abortus 30 A23 2 Brucelose por Brucella suis 30 A23 3 Brucelose por Brucella canis 30 A23 8 Outras bruceloses 30 A23 9 Brucelose não especificada 30 A24 Mormo e melioidose 30 A24 0 Mormo 30 A24 1 Melioidose aguda e fulminante 60 A24 2 Melioidose subaguda e crônica 30 A24 3 Outras melioidoses 30 A24 4 Melioidose não especificada 30 A25 Febres transmitidas por mordedura de rato 20 A25 0 Espirilose 20

9 A25 1 Estreptobacilose 15 A25 9 Febre transmitida por mordedura de rato, tipo não especificado 15 A26 Erisipelóide 7 A26 0 Erisipelóide cutâneo 7 A26 7 Septicemia por Erysipelothrix 30 A26 8 Outras formas de erisipelóide 7 A26 9 Erisipelóide não especificado 7 A27 Leptospirose 15 A27 0 Leptopirose icterohemorrágica 20 A27 8 Outras formas de leptospirose 15 A27 9 Leptospirose não especificada 15 A28 Outras doenças bacterianas zoonóticas não classificadas em outra parte PM A28 0 Pasteurelose PM A28 1 Doença por arranhadura do gato 20 A28 2 Yersiniose extra-intestinal PM A28 8 Outras doenças bacterianas zoonóticas especificadas não classificadas em outra parte PM A28 9 Doença bacteriana zoonótica não especificada PM A30 Hanseníase [lepra] PM A30 0 Hanseníase [lepra] indeterminada 30

10 A30 1 Hanseníase [lepra] tuberculóide 30 A30 2 Hanseníase [lepra] tuberculóide borderline 60 A30 3 Hanseníase [lepra] dimorfa 90 A30 4 Hanseníase [lepra] lepromatosa borderline 90 A30 5 Hanseníase [lepra] lepromatosa 90 A30 8 Outras formas de hanseníase [lepra] PM A30 9 Hanseníase [lepra] não especificada PM A31 Infecões devidas a outra micobatéria PM A31 0 Infecção pulmonar micobacteriana PM A31 1 Infecção cutânea micobacteriana PM A31 8 Outras infecções micobacterianas PM A31 9 Infecção micobacteriana não especificada PM A32 Listeriose, Listeríase PM A32 0 Listeriose cutânea PM A32 1 Meningite e meningoencefalite por listéria 60 A32 7 Septicemia listeriótica 60 A32 8 Outras formas de listeriose PM A32 9 Listeriose não especificada PM A33 Tétano do recém-nascido PM

11 A34 Tétano obstétrico PM A35 Outr tipos de tétano PM A36 Difteria 15 A36 0 Difteria faríngea 15 A36 1 Difteria nasofaríngea 15 A36 2 Difteria laríngea 15 A36 3 Difteria cutânea 15 A36 8 Outras formas de difteria 15 A36 9 Difteria não especificada 15 A37 Coqueluche 15 A37 0 Coqueluche por Bordetella pertussis 15 A37 1 Coqueluche por Bordetella parapertussis 15 A37 8 Coqueluche por outras espécies da Bordetella 15 A37 9 Coqueluche não especificada 15 A38 Escarlatina 7 A39 Infecção meningocócica 20 A39 0 Meningite meningocócica 30 A39 1 Síndrome de Waterhouse-Friderichsen 30 A39 2 Meningococcemia aguda 30

12 A39 3 Meningococcemia crônica 20 A39 4 Meningococcemia não especificada 20 A39 5 Cardite por meningococos 30 A39 8 Outras infecções por meningococos PM A39 9 Infecção meningocócica não especificada PM A40 Septicemia estreptocócica 30 A40 0 Septicemia por Streptococcus do grupo A 30 A40 1 Septicemia por Streptococcus do grupo B 30 A40 2 Septicemia por Streptococcus do grupo D 30 A40 3 Septicemia por Streptococcus pneumonia 30 A40 8 Outras septicemias estreptocócicas 30 A40 9 Septicemia estreptocócica não especificada 30 A41 Outras septicemias 30 A41 0 Septicemia por Staphylococcus aureus 30 A41 1 Septicemia por outros estafilococos especificados 30 A41 2 Septicemia por estafilococos não especificados 30 A41 3 Septicemia por Haemophilus influenzae 30 A41 4 Septicemia por anaeróbios 30 A41 5 Septicemia por outros microorganismos gram-negativos 30

13 A41 8 Outras septicemias especificadas 30 A41 9 Septicemia não especificada 30 A42 Actinomicose 45 A42 0 Actinomicose pulmonar 45 A42 1 Actinomicose abdominal 45 A42 2 Actinomicose cervicofacial 45 A42 7 Septicemia actinomicótica 45 A42 8 Outras formas de actinomicose 45 A42 9 Actinomicose não especificada 45 A43 Nocardiose 60 A43 0 Nocardiose pulmonar 60 A43 1 Nocardiose cutânea 30 A43 8 Outras formas de nocardiose 60 A43 9 Nocardiose não especificada 60 A44 Bartonelose 15 A44 0 Bartonelose sistêmica 30 A44 1 Bartonelose cutânea e cutâneo-mucosa 15 A44 8 Outras formas de bartonelose 15 A44 9 Bartonelose não especificada 15

14 A46 Erisipela 20 A48 Outras doenças bacterianas não classificadas em outra parte PM A48 0 Gangrena gasosa 60 A48 1 Doença dos legionários 14 A48 2 Doença dos legionários não-pneumônica [febre de Pontiac] 5 A48 3 Síndrome do choque tóxico 20 A48 4 Febre purpúrica do Brasil PM A48 8 Outras doenças bacterianas especificadas PM A49 Infecção bacteriana de localização não especificada PM A49 0 Infecção estafilocócica de localização não especificada PM A49 1 Infecção estreptocócica de localização não especificada PM A49 2 Infecção por Haemophilus influenzae de localização não especificada PM A49 3 Infecção por Mycoplasma de localização não especificada PM A49 8 Outras infecções bacterianas de localização não especificada PM A49 9 Infecção bacteriana não especificada PM A50 Sífilis congênita NA A50 0 Sífilis congênita precoce sintomática NA A50 1 Sífilis congênita precoce, forma latente NA A50 2 Sífilis congênita precoce não especificada NA

15 A50 3 Oculopatia sifilítica congênita tardia NA A50 4 Neurossífilis congênita tardia [neurossífilis juvenil] NA A50 5 Outras formas tardias e sintomáticas da sífilis congênita NA A50 6 Sífilis congênita tardia latente NA A50 7 Sífilis congênita tardia não especificada NA A50 9 Sífilis congênita não especificada NA A51 Sífilis precoce 2 A51 0 Sífilis genital primária 2 A51 1 Sífilis anal primária 2 A51 2 Sífilis primária de outras localizações 2 A51 3 Sífilis secundária da pele e das mucosas 7 A51 4 Outras formas de sífilis secundária 7 A51 5 Sífilis precoce latente PM A51 9 Sífilis precoce não especificada PM A52 Sífilis tardia PM A52 0 Sífilis cardiovascular 10 A52 1 Neurossífilis sintomática 60 A52 2 Neurossífilis assintomática 30 A52 3 Neurossífilis não especificada 30

16 A52 7 Outras formas de sífilis tardia sintomática 7 A52 8 Sífilis tardia latente PM A52 9 Sífilis tardia não especificada PM A53 Outras formas e as não especificadas da sífilis PM A53 0 Sífilis latente, não especificada se recente ou tardia PM A53 9 Sífilis não especificada PM A54 Infecção gonocócica 2 A54 0 A54 1 Infecção gonocócica do trato geniturinário inferior, sem abscesso periuretral ou das glândulas acessórias Infecção gonocócica do trato geniturinário inferior, com abscesso periuretral ou das glândulas acessórias A54 2 Pelviperitonite gonocócica e outras infecções geniturinárias gonocócicas 7 A54 3 Infecção gonocócica do olho 7 A54 4 Infecção gonocócica do sistema músculo-esquelético 7 A54 5 Faringite gonocócica 2 A54 6 Infecção gonocócica do ânus ou do reto 2 A54 8 Outras infecções gonocócicas PM A54 9 Infecção gonocócica não especificada PM A55 Linfogranuloma p/clamidia 10 A56 Outras infecções causadas por clamídias transmitidas por via sexual PM A56 0 Infecções por clamídias do trato geniturinário inferior PM 2 7

17 A56 1 Infecção por clamídias, pelviperitonial e de outros órgãos geniturinários PM A56 2 Infecção por clamídias do trato geniturinário, localização não especificada PM A56 3 Infecção do ânus e do reto por clamídias PM A56 4 Infecção da faringe por clamídias PM A56 8 Infecção por clamídias transmitida por via sexual, de outras localizações PM A57 Cancro mole 5 A58 Granuloma inguinal 10 A59 Tricomoníase PM A59 0 Tricomoníase urogenital PM A59 8 Outras localizações de tricomoníase PM A59 9 Tricomoníase não especificada PM A60 Infecções anogenitais pelo vírus da herpes simples 3 A60 0 Infecção dos órgãos genitais e do trato geniturinário pelo vírus do herpes 3 A60 1 Infecção da margem cutânea do ânus e do reto pelo vírus do herpes 3 A60 9 Infecção anogenital não especificada pelo vírus do herpes 3 A63 Outras doenças de transmissão predominantemente sexual não classificadas em outra parte A63 0 Verrugas anogenitais (venéreas) PM A63 8 Outras doenças especificadas de transmissão predominantemente sexual PM A64 Doenc sexualmente transm NE PM PM

18 A65 Sifilis nao-venerea PM A66 Bouba PM A66 0 Lesões iniciais da bouba PM A66 1 Papilomas múltiplos e bouba plantar úmida (cravo de bouba) PM A66 2 Outras lesões cutâneas precoces da bouba PM A66 3 Hiperceratose devida a bouba PM A66 4 Gomas e úlceras devidas à bouba PM A66 5 Gangosa PM A66 6 Lesões osteoarticulares devidas à bouba PM A66 7 Outras manifestações da bouba PM A66 8 Bouba latente PM A66 9 Bouba não especificada PM A67 Pinta [carate] PM A67 0 Lesões primárias da pinta PM A67 1 Lesões intermediárias da pinta PM A67 2 Lesões tardias da pinta PM A67 3 Lesões mistas da pinta PM A67 9 Pinta não especificada PM A68 Febres recorrentes borrelioses 10

19 A68 0 Febre recorrente transmitida por piolhos 10 A68 1 Febre recorrente transmitida por carrapatos 10 A68 9 Febre recorrente não especificada PM A69 Outras infecções por espiroquetas PM A69 0 Estomatite ulcerativa necrotizante 7 A69 1 Outras infecções de Vincent 7 A69 2 Doença de Lyme 20 A69 8 Outras infecções especificadas por espiroquetas PM A69 9 Infecção por espiroqueta, não especificada PM A70 Infecc causadas p/clamidia psittaci 7 A71 Tracoma 30 A71 0 Fase inicial do tracoma 15 A71 1 Fase ativa do tracoma 30 A71 9 Tracoma não especificado 15 A74 Outr Doenc Causadas p/clamidias PM A74 0 Conjuntivite causada por clamídias 10 A74 8 Outras doenças causadas por clamídias PM A74 9 Infecção causada por clamídias não especificada PM A75 Tifo Exantematico 10

20 A75 0 Tifo epidêmico transmitido por piolhos devido a Rickettsia prowazekii 10 A75 1 Tifo recrudescente [doença de Brill] 10 A75 2 Tifo por Rickettsia typhi 10 A75 3 Tifo por Rickettsia tsutsugamuchi 10 A75 9 Tifo não especificado 10 A77 Febre Maculosa 10 A77 0 Febre maculosa por Rickettsia richettsii 10 A77 1 Febre maculosa por Rickettsia conorii 10 A77 2 Febre maculosa devida à Rickettsia siberica 10 A77 3 Febre maculosa devida à Rickettsia australis 10 A77 8 Outras febres maculosas 10 A77 9 Febre maculosa não especificada 10 A78 Febre Q 10 A79 Outr Rickettsioses 10 A79 0 Febre das trincheiras 10 A79 1 Rickettsiose variceliforme devida à Rickettsia akari 10 A79 8 Outros tipos de rickettsioses especificadas 10 A79 9 Rickettsiose não especificada 10 A80 Poliomielite Aguda PM

21 A80 0 Poliomielite paralítica aguda, associada ao vírus vacinal PM A80 1 Poliomielite paralítica aguda, vírus selvagem importado PM A80 2 Poliomielite paralítica aguda, vírus selvagem indígena PM A80 3 Poliomielites paralíticas agudas, outras e não especificadas PM A80 4 Poliomielite aguda não-paralítica PM A80 9 Poliomielite aguda não especificada PM A81 Infecc p/virus Lentos Sist Nervoso Cen PM A81 0 Doença de Creutzfeldt-Jakob PM A81 1 Panencefalite esclerosante subaguda PM A81 2 Leucoencefalopatia multifocal progressiva PM A81 8 Outras infecções por vírus atípicos do sistema nervoso central PM A81 9 Infecção não especificada do sistema nervosos central por vírus atípicos PM A82 Raiva PM A82 0 Raiva silvestre PM A82 1 Raiva urbana PM A82 9 Raiva não especificada PM A83 Encefalite p/virus Transm p/mosquitos 30 A83 0 Encefalite japonesa 30 A83 1 Encefalite eqüina ocidental 30

22 A83 2 Encefalite eqüina oriental 30 A83 3 Encefalite de St. Louis 30 A83 4 Encefalite australiana 30 A83 5 Encefalite da Califórnia 30 A83 6 Doença pelo vírus de Rocio 30 A83 8 Outras encefalites por vírus transmitidas por mosquitos 30 A83 9 Encefalite não especificada por vírus transmitida por mosquitos 30 A84 Encefalite p/virus Transm p/carrapatos 30 A84 0 Encefalite da taiga [encefalite vernoestival russa] 30 A84 1 Encefalite da Europa Central transmitida por carrapatos 30 A84 8 Outras encefalites por vírus transmitidas por carrapatos 30 A84 9 Encefalite não especificada por vírus transmitida por carrapatos 30 A85 Outr Encefalites Virais Ncop 30 A85 0 Encefalite por enterovírus 30 A85 1 Encefalite por adenovírus 30 A85 2 Encefalite por vírus transmitido por artrópodes, não especificada 30 A85 8 Outras encefalites virais especificadas 30 A86 Encefalite viral NE 30 A87 Meningite Viral 30

23 A87 0 Meningite por enterovírus 30 A87 1 Meningite por adenovírus 30 A87 2 Coriomeningite linfocitária 30 A87 8 Outras meningites virais 30 A87 9 Meningite viral não especificada 30 A88 Outr Infecc Virais Sist Nervoso Central PM A88 0 Febre exantemática por enterovírus [exantema de Boston] 15 A88 1 Vertigem epidêmica 15 A88 8 Outras infecções virais especificadas do sistema nervoso central PM A89 Infecc virais NE do sist nervoso central PM A90 Dengue 7 A91 Febre hemorragica dev virus do dengue 10 A92 Outr Febres Virais Transm p/mosquitos PM A92 0 Febre de Chikungunya PM A92 1 Febre de O'nyong-nyong PM A92 2 Febre eqüina venezuelana PM A92 3 Infecção pelo vírus West Nile PM A92 4 Febre do vale do Rift PM A92 8 Outras febres virais especificadas transmitidas por mosquitos PM

24 A92 9 Febre viral transmitida por mosquitos, não especificada PM A93 Outr Febres p/virus Transm p/artropodes PM A93 0 Febre de Oropouche PM A93 1 Febre por flebótomos PM A93 2 Febre do Colorado transmitida por carrapatos PM A93 8 Outras febres virais especificadas transmitidas por artrópodes PM A94 Febre viral transm p/artropodes NE PM A95 Febre Amarela 10 A95 0 Febre amarela silvestre 10 A95 1 Febre amarela urbana 10 A95 9 Febre amarela não especificada 10 A96 Febre Hemorragica p/arenavirus PM A96 0 Febre hemorrágica de Junin PM A96 1 Febre hemorrágica de Machupo PM A96 2 Febre de Lassa PM A96 8 Outras febres hemorrágicas por arenavírus PM A96 9 Febre hemorrágica por arenavírus, não especificada PM A98 Outr Febres Hemorragicas p/virus Ncop PM A98 0 Febre hemorrágica da Criméia (do Congo) PM

25 A98 1 Febre hemorrágica de Omsk PM A98 2 Doença da floresta de Kyasanur PM A98 3 Doença de Marburg PM A98 4 Doença pelo vírus Ebola PM A98 5 Febre hemorrágica com síndrome renal PM A98 8 Outras febres hemorrágicas especificadas por vírus PM A99 Febres hemorragicas virais NE PM B00 Infecções pelo vírus do herpes (herpes simples) PM B00 0 Eczema herpético PM B00 1 Dermatite vesicular devido ao vírus do herpes PM B00 2 Gengivoestomatite e faringoamigdalite devida ao vírus do herpes PM B00 3 Meningite devida ao vírus do herpes 30 B00 4 Encefalite devida ao vírus do herpes 30 B00 5 Afecções oculares devidas ao vírus do herpes 15 B00 7 Doença disseminada devida ao vírus do herpes PM B00 8 Outras formas de infecção devida ao vírus do herpes PM B00 9 Infecção não especificada devida ao vírus do herpes PM B01 Varicela 10 B01 0 Meningite por varicela 30

26 B01 1 Encefalite por varicela 30 B01 2 Pneumopatia varicelosa 15 B01 8 Varicela com outras complicações 10 B01 9 Varicela sem complicação 10 B02 Herpes Zoster 15 B02 0 Encefalite pelo vírus do herpes zoster 30 B02 1 Meningite pelo vírus do herpes zoster 30 B02 2 Herpes zoster acompanhado de outras manifestações neurológicas 30 B02 3 Herpes zoster oftálmico 30 B02 7 Herpes zoster disseminado 30 B02 8 Herpes zoster com outras complicações 20 B02 9 Herpes zoster sem complicação 10 B03 Variola PM B04 Variola dos macacos PM B05 Sarampo 15 B05 0 Sarampo complicado por encefalite 30 B05 1 Sarampo complicado por meningite 30 B05 2 Sarampo complicado por pneumonia 20 B05 3 Sarampo complicado por otite média 15

27 B05 4 Sarampo com complicações intestinais 15 B05 8 Sarampo com outras complicações 15 B05 9 Sarampo sem complicação 15 B06 Rubéola 10 B06 0 Rubéola com complicações neurológicas 60 B06 8 Rubéola com outras complicações 15 B06 9 Rubéola sem complicação 10 B07 Verrugas orig viral PM B08 Outr inf virais lesoes pele membr muc NCOP PM B08 0 Outras infecções por ortopoxvírus PM B08 1 Molusco contagioso PM B08 2 Exantema súbito [sexta doença] 7 B08 3 Eritema infeccioso [quinta doença] PM B08 4 Estomatite vesicular devida a enterovírus com exantema 4 B08 5 Faringite vesicular devida a enterovírus PM B08 8 Outras infecções virais especificadas caracterizadas por lesões de pele e das membranas mucosas B09 Inf viral NE caract p/lesoes pele membr muco PM B15 Hepatite aguda A 30 B15 0 Hepatite A com coma hepático 90 PM

28 B15 9 Hepatite A sem coma hepático 30 B16 Hepatite aguda B 45 B16 0 Hepatite aguda B com agente Delta (co-infecção), com coma hepático 90 B16 1 Hepatite aguda B com agente Delta, (co-infecção), sem coma hepático 45 B16 2 Hepatite aguda B sem agente Delta, com coma hepático 90 B16 9 Hepatite aguda B sem agente Delta e sem coma hepático 45 B17 Outr hepatites virais agudas 30 B17 0 (Super)infecção Delta aguda de portador de hepatite B 60 B17 1 Hepatite aguda C 30 B17 2 Hepatite aguda E 30 B17 8 Outras hepatites virais agudas especificadas 30 B18 Hepatite viral cronica PM B18 0 Hepatite viral crônica B com agente Delta PM B18 1 Hepatite crônica viral B sem agente Delta PM B18 2 Hepatite viral crônica C PM B18 8 Outras hepatites crônicas virais PM B18 9 Hepatite viral crônica não especificada PM B19 Hepatite viral NE PM B19 0 Hepatite viral, não especificada, com coma 90

29 B19 9 Hepatite viral, não especificada, sem coma PM B20 Doença pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), resultando em doenças infecciosas e parasitárias B20 0 Doença pelo HIV resultando em infecções micobacterianas 60 B20 1 Doença pelo HIV resultando em outras infecções bacterianas 60 B20 2 Doença pelo HIV resultando em doença citomegálica 60 B20 3 Doença pelo HIV resultando em outras infecções virais 60 B20 4 Doença pelo HIV resultando em candidíase 60 B20 5 Doença pelo HIV resultando em outras micoses 60 B20 6 Doença pelo HIV resultando em pneumonia por Pneumocystis jirovecii 60 B20 7 Doença pelo HIV resultando em infecções múltiplas 60 B20 8 Doença pelo HIV resultando em outras doenças infecciosas e parasitárias 60 B20 9 Doença pelo HIV resultando em doença infecciosa ou parasitária não especificada 60 B21 Doenc p/hiv result em neopl malig 60 B21 0 Doença pelo HIV resultando em sarcoma de Kaposi 60 B21 1 Doença pelo HIV resultando em linfoma de Burkitt 90 B21 2 Doença pelo HIV resultando em outros tipos de linfoma não-hodgkin 90 B21 3 Doença pelo HIV resultando em outras neoplasias malignas dos tecidos linfático, hematopoético e correlatos B21 7 Doença pelo HIV resultando em múltiplas neoplasias malignas 90 B21 8 Doença pelo HIV resultando em outras neoplasias malignas

30 B21 9 Doença pelo HIV resultando em neoplasia maligna não especificada 90 B22 Doenc p/hiv result em outr doenc espec 60 B22 0 Doença pelo HIV resultando em encefalopatia 90 B22 1 Doença pelo HIV resultando em pneumonite intersticial linfática 60 B22 2 Doença pelo HIV resultando em síndrome de emaciação 90 B22 7 Doença pelo HIV resultando em doenças múltiplas classificadas em outra parte 90 B23 Doenc p/hiv result em outr doenc 60 B23 0 Síndrome de infecção aguda pelo HIV 30 B23 1 Doença pelo HIV resultando em linfadenopatias generalizadas (persistentes) PM B23 2 Doença pelo HIV resultando em anomalias hematológicas e imunológicas não classificadas em outra parte B23 8 Doença pelo HIV resultando em outra afecções especificadas PM B24 Doenc p/hiv NE PM B25 Doenc p/citomegalovirus PM B25 0 Pneumonite por citomegalovírus 10 B25 1 Hepatite por citomegalovírus 30 B25 2 Pancreatite por citomegalovírus 30 B25 8 Outras doenças por citomegalovírus PM B25 9 Doença não especificada por citomegalovírus PM B26 Caxumba 10 30

31 B26 0 Orquite por caxumba [parotidite epidêmica] 10 B26 1 Meningite por caxumba [parotidite epidêmica] 30 B26 2 Encefalite por caxumba [parotidite epidêmica] 30 B26 3 Pancreatite por caxumba [parotidite epidêmica] 30 B26 8 Caxumba [parotidite epidêmica] com outras complicações 30 B26 9 Caxumba [parotidite epidêmica] sem complicações 10 B27 Mononucleose infecc 15 B27 0 Mononucleose pelo vírus herpes gama 15 B27 1 Mononucleose por citomegalovírus 15 B27 8 Outras mononucleoses infecciosas PM B27 9 Mononucleose infecciosa não especificada 15 B30 0 Ceratoconjuntivite devida a adenovírus 7 B30 1 Conjuntivite devida a adenovírus 7 B30 2 Faringoconjuntivite viral 7 B30 3 Conjuntivite hemorrágica aguda endêmica (por enterovírus) 7 B30 8 Outras conjuntivites virais 7 B30 9 Conjuntivite viral não especificada 7 B33 Outr doenc p/virus NCOP PM B33 0 Mialgia epidêmica PM

32 B33 1 Doença de Ross River PM B33 2 Cardite viral PM B33 3 Infecção por retrovírus não classificada em outra parte PM B33 4 Síndrome (cardio-)pulmonar por Hantavírus [SPH] [SCPH] 60 B33 8 Outras doenças especificadas por vírus PM B34 Infecc p/adenovirus NE PM B34 0 Infecção por adenovírus de localização não especificada PM B34 1 Infecção por enterovírus de localização não especificada PM B34 2 Infecção por coronavírus de localização não especificada PM B34 3 Infecção por parvovírus de localização não especificada PM B34 4 Infecção por papovavírus de localização não especificada PM B34 8 Outras infecções por vírus de localização não especificada PM B34 9 Infecção viral não especificada PM B35 Dermatofitose PM B35 0 Tinha da barba e do couro cabeludo PM B35 1 Tinha das unhas PM B35 2 Tinha da mão PM B35 3 Tinha dos pés PM B35 4 Tinha do corpo PM

33 B35 5 Tinha imbricada PM B35 6 Tinea cruris PM B35 8 Outras dermatofitoses PM B35 9 Dermatofitose não especificada PM B36 Outr micoses superf PM B36 0 Pitiríase versicolor PM B36 1 Tinha negra PM B36 2 Piedra branca PM B36 3 Piedra negra PM B36 8 Outras micoses superficiais especificadas PM B36 9 Micose superficial não especificada PM B37 Candidiase PM B37 0 Estomatite por Candida PM B37 1 Candidíase pulmonar 30 B37 2 Candidíase da pele e das unhas PM B37 3 Candidíase da vulva e da vagina PM B37 4 Candidíase de outras localizações urogenitais PM B37 5 Meningite por Candida 60 B37 6 Endocardite por Candida 60

34 B37 7 Septicemia por Candida 60 B37 8 Candidíase de outras localizações PM B37 9 Candidíase não especificada PM B38 Coccidioidomicose PM B38 0 Coccidioidomicose pulmonar aguda 30 B38 1 Coccidioidomicose pulmonar crônica 60 B38 2 Coccidioidomicose pulmonar não especificada 30 B38 3 Coccidioidomicose cutânea PM B38 4 Meningite por coccidioidomicose 60 B38 7 Coccidioidomicose disseminada 90 B38 8 Outras formas de coccidioidomicose PM B38 9 Coccidioidomicose não especificada PM B39 Histoplasmose PM B39 0 Histoplasmose pulmonar aguda por Histoplasma capsulatum 30 B39 1 Histoplasmose pulmonar crônica por Histoplasma capsulatum 60 B39 2 Histoplasmose pulmonar não especificada por Histoplasma capsulatum 30 B39 3 Histoplasmose disseminada por Histoplasma capsulatum 90 B39 4 Histoplasmose não especificada por Histoplasma capsulatum PM B39 5 Histoplasmose por Histoplasma duboisii PM

35 B39 9 Histoplasmose não especificada PM B40 Blastomicose PM B40 0 Blastomicose pulmonar aguda 30 B40 1 Blastomicose pulmonar crônica 60 B40 2 Blastomicose pulmonar não especificada 60 B40 3 Blastomicose cutânea PM B40 7 Blastomicose disseminada 90 B40 8 Outras formas de blastomicose PM B40 9 Blastomicose não especificada PM B41 Paracoccidioidomicose PM B41 0 Paracoccidioidomicose pulmonar 60 B41 7 Paracoccidioidomicose disseminada 90 B41 8 Outras formas de paracoccidioidomicose PM B41 9 Paracoccidioidomicose não especificada PM B42 Esporotricose PM B42 0 Esporotricose pulmonar 60 B42 1 Esporotricose linfocutânea 30 B42 7 Esporotricose disseminada 90 B42 8 Outras formas de esporotricose PM

36 B42 9 Esporotricose não especificada PM B43 Cromomicose e abscesso feomicotico 60 B43 0 Cromomicose cutânea PM B43 1 Abscesso cerebral feomicótico 90 B43 2 Abscesso e cisto feomicótico subcutâneos 30 B43 8 Outras formas de cromomicose PM B43 9 Cromomicose não especificada PM B44 Aspergilose PM B44 0 Aspergilose pulmonar invasiva 60 B44 1 Outras aspergiloses pulmonares 60 B44 2 Aspergilose amigdaliana 30 B44 7 Aspergilose disseminada 90 B44 8 Outras formas de aspergilose PM B44 9 Aspergilose não especificada PM B45 Criptococose PM B45 0 Criptococose pulmonar 30 B45 1 Criptococose cerebral 60 B45 2 Criptococose cutânea 15 B45 3 Criptococose óssea 60

Palato duro. Palato, SOE. Palato, lesão sobreposta do

Palato duro. Palato, SOE. Palato, lesão sobreposta do C00 C000 C001 C002 C003 C004 C005 C006 C008 C009 C01 C019 C02 C020 C021 C022 C023 C024 C028 C029 C03 C030 C031 C039 C04 C040 C041 C048 C049 C05 C050 C051 C052 C058 C059 C06 C060 C061 C062 C068 C069 C07

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br A00-B99 CAPÍTULO I : Algumas doenças infecciosas e parasitárias A00.0 Cólera devida a Vibrio cholerae 01, biótipo cholerae A00.1 Cólera devida a Vibrio cholerae 01, biótipo El Tor A00.9 Cólera não especificada

Leia mais

www.saudedireta.com.br

www.saudedireta.com.br C00-D48 CAPÍTULO II : Neoplasmas (Tumores) C00.0 Lábio superior externo C00.1 Lábio inferior externo C00.2 Lábio externo, não especificado C00.3 Lábio superior, face interna C00.4 Lábio inferior, face

Leia mais

CID 10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Fonte:

CID 10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Fonte: CID 10 Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde Versão: 1.6c Data da versão: 30/09/1998 Fonte: http://www.datasus.gov.br/cid10/download.htm A00.0 Cólera devida

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP - SCIH 09 Página 1/8 PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO MEAC Tarefa: Selecionar o tipo de precaução a ser adotada, segundo tipo de condição clínica, infecção e microorganismo Executante: Profissionais

Leia mais

Neoplasia Maligna Dos Dois Tercos Anteriores Da Lingua Parte Nao Especificada

Neoplasia Maligna Dos Dois Tercos Anteriores Da Lingua Parte Nao Especificada SÅo Paulo, 20 de setembro de 2011 Protocolo: 0115/2011 Informo que a partir de 20/09/2011 alguns protocolos de atendimento da especialidade Cirurgia PlÑstica do Hospital das ClÖnicas foram desativados,

Leia mais

CAPÍTULO 6: SAÚDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE VINHEDO

CAPÍTULO 6: SAÚDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE VINHEDO CAPÍTULO 6: SAÚDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE VINHEDO 315 1. Saneamento básico e saúde O verbo sanear quer dizer tornar são, habitável, sanar, remediar, restituir ao estado normal. A expressão SANEAMENTO BÁSICO

Leia mais

Mortalidade CID-10 Lista de Tabulação CID-BR

Mortalidade CID-10 Lista de Tabulação CID-BR Mortalidade CID-10 Lista de Tabulação CID-BR Esta classificação foi elaborada a partir da Lista de Tabulação da CID-BR-9, uma versão da Lista Básica de Tabulação da Classificação Internacional de Doenças

Leia mais

Lista de Tabulação CID-BR

Lista de Tabulação CID-BR Mortalidade CID-10 Lista de Tabulação CID-BR Esta classificação foi elaborada a partir da Lista de Tabulação da CID-BR-9, uma versão da Lista Básica de Tabulação da Classificação Internacional de Doenças

Leia mais

01. CID de A00 até A09 (prazo até 90 dias)...05. 02. CID de A15 até A19.9 (prazo até 180 dias)...05. 03. CID de A20 até A28.1 (prazo até 90 dias)...

01. CID de A00 até A09 (prazo até 90 dias)...05. 02. CID de A15 até A19.9 (prazo até 180 dias)...05. 03. CID de A20 até A28.1 (prazo até 90 dias)... Índice 01. CID de A00 até A09 (prazo até 90 dias)...05 02. CID de A15 até A19.9 (prazo até 180 dias)...05 03. CID de A20 até A28.1 (prazo até 90 dias)...07 04. CID de A30 até A30.9 (prazo de até 180 dias)...08

Leia mais

ACNE. CAUSADOR Propionibacterium acnes. CONTAMINAÇÃO Alterações hormonais Proliferação de bactérias comuns da pele

ACNE. CAUSADOR Propionibacterium acnes. CONTAMINAÇÃO Alterações hormonais Proliferação de bactérias comuns da pele BACTERIOSES MONERA PELE ACNE CAUSADOR Propionibacterium acnes CONTAMINAÇÃO Alterações hormonais Proliferação de bactérias comuns da pele SINTOMAS Acúmulo de secreção Formação de pontos brancos ERISIPELA

Leia mais

ANEXO I - Lista de Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (LDNC). 1. Acidente com exposição a material biológico relacionado ao trabalho;

ANEXO I - Lista de Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (LDNC). 1. Acidente com exposição a material biológico relacionado ao trabalho; ANEXO I - Lista de Doenças e Agravos de Notificação Compulsória (LDNC). 1 Caso suspeito ou confirmado de: 1. Acidente com exposição a material biológico relacionado ao trabalho; 2. Acidente de Trabalho

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DE PALOTINA HOSPITAL VETERINÁRIO RELATÓRIO DE EXAME NECROSCÓPICO Identificação do animal Nome/número RG do HV Espécie: Raça: Idade: Sexo: Peso: Cor: Data e hora do

Leia mais

H Convencionados. Operados e vale cirurgia emitidos por grupo extracção a 30-09-2010. 11 de Fevereiro de 2011

H Convencionados. Operados e vale cirurgia emitidos por grupo extracção a 30-09-2010. 11 de Fevereiro de 2011 H Convencionados Operados e vale cirurgia emitidos por grupo extracção a 30-09-2010 7 11 de Fevereiro de 2011 Título Actividade cirúrgica dos Convencionados Versão V1 Autores Unidade Central de Gestão

Leia mais

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto

ANATOMIA HUMANA. Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto ANATOMIA HUMANA Faculdade Anísio Teixeira Curso de Férias Prof. João Ronaldo Tavares de Vasconcellos Neto Sistema responsável pelo processamento (transformações químicas) de nutrientes, para que possam

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: qualidade de vida Prof. Enrico Blota Biologia Qualidade de vida Imunidade Imunologia é o ramo que estuda as formas de combate a agentes invasores patogênicos, bem como substâncias

Leia mais

CONTROLE DE COPIA: PO-HS-SC-011

CONTROLE DE COPIA: PO-HS-SC-011 1/22 1. OBJETIVO Aprimorar as ações de prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência, à saúde cumprindo cada etapa a ser mencionada, conforme necessidade do paciente. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO-

Leia mais

CAP. 1 - DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS

CAP. 1 - DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS 1 CAP. 1 - DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS Categorias 001-139 1. NOTAS DE INCLUSÃO 1.1. Para efeito da ICD-9 consideram-se INCLUÍDAS neste capítulo as doenças reconhecidas como transmissíveis ou contagiosas

Leia mais

10101004 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - CONSULTA 10102000 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - VISITAS 10103007 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS -

10101004 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - CONSULTA 10102000 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - VISITAS 10103007 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - Código SUGRUPO 10101004 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - CONSULTA 10102000 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - VISITAS 10103007 PROCEDIMENTOS GERAIS - CONSULTAS - RECÉM-NASCIDO 10104003 PROCEDIMENTOS

Leia mais

PROFESSOR: Leonardo Mariscal

PROFESSOR: Leonardo Mariscal PROFESSOR: Leonardo Mariscal BANCO DE QUESTÕES BIOLOGIA - 3ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO ============================================================================================== Doenças 01- (UFRS 2011)

Leia mais

Roteiro de aulas teórico-práticas

Roteiro de aulas teórico-práticas Roteiro de aulas teórico-práticas Sistema digestório O sistema digestório humano é formado por um longo tubo musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão. Apresenta

Leia mais

Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Concedidos segundo Códigos da Classificação Internacional de Doenças - 10ª Revisão.

Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Concedidos segundo Códigos da Classificação Internacional de Doenças - 10ª Revisão. Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Concedidos segundo Códigos da Classificação Internacional de Doenças - 10ª Revisão. (CID-10) 2007 Elaboração: Secretaria de Políticas de Previdência

Leia mais

Vigilância Epidemiológica: Informar para conhecer

Vigilância Epidemiológica: Informar para conhecer Vigilância Epidemiológica: Informar para conhecer Vigilância epidemiológica no Brasil 1990: Sistema de Informação de Agravos de Notificação SINAN 2007 SINAN Net - http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, Interino, no uso de suas atribuições, resolve:

O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, Interino, no uso de suas atribuições, resolve: PORTARIA Nº 486, DE 16 DE MAIO DE 2.000 O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, Interino, no uso de suas atribuições, resolve: Art. 1º - Expedir a edição revisada e atualizada das orientações e critérios relativos

Leia mais

SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Página 4 de 21

SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Página 4 de 21 SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Página 1 de 21 DOENÇAS INFECTO CONTAGIOSAS PASSÍVEIS DE DE BLOQUEIO EPIDEMIOLÓGICO 1 - Abcesso de Qualquer etiologia ou lesões de ferida e pele a) Drenagem maior

Leia mais

D.S.T. CANCRO MOLE TRICOMO ÍASE CANDIDÍASE HERPES CONDILOMA LI FOGRA ULOMA GONORRÉIA SÍFILIS GRANULOMA AIDS

D.S.T. CANCRO MOLE TRICOMO ÍASE CANDIDÍASE HERPES CONDILOMA LI FOGRA ULOMA GONORRÉIA SÍFILIS GRANULOMA AIDS D.S.T D.S.T. CANCRO MOLE TRICOMO ÍASE CANDIDÍASE HERPES CONDILOMA LI FOGRA ULOMA GONORRÉIA SÍFILIS GRANULOMA AIDS CANCRO MOLE Agente: bactéria Haemophilus ducreyi Transmissão: sexo vaginal, anal ou oral

Leia mais

Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus.

Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus. SAÚDE AMBIENTAL DOENÇAS CAUSADAS PELA FALTA DE SANEAMENTO BÁSICO HEPATITE A Doença causada por vírus. Contaminação: água e alimentos contaminados com fezes de pessoas portadoras do vírus. Falta de higiene,

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO SISTEMA DIGESTÓRIO SISTEMA DIGESTÓRIO FUNÇÕES SISTEMA DIGESTÓRIO DIVISÃO

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO SISTEMA DIGESTÓRIO SISTEMA DIGESTÓRIO FUNÇÕES SISTEMA DIGESTÓRIO DIVISÃO SISTEMA DIGESTÓRIO Universidade Federal do Ceará Departamento de Morfologia Prof. Erivan Façanha SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO Órgãos que no conjunto cumprem a função de tornar os alimentos solúveis, sofrendo

Leia mais

Resolução SES Nº 674 DE 12/07/2013

Resolução SES Nº 674 DE 12/07/2013 Resolução SES Nº 674 DE 12/07/2013 Publicado no DOE em 16 jul 2013 Redefine a relação de doenças e agravos de notificação compulsória no âmbito do Estado do Rio de Janeiro. O Secretário de Estado de Saúde,

Leia mais

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com

VIROSES. Prof. Edilson Soares www.profedilson.com VIROSES Prof. Edilson Soares www.profedilson.com CATAPORA OU VARICELA TRANSMISSÃO Saliva Objetos contaminados SINTOMAS Feridas no corpo PROFILAXIA Vacinação HERPES SIMPLES LABIAL TRANSMISSÃO Contato

Leia mais

MORBILIDADE HOSPITALAR

MORBILIDADE HOSPITALAR MORBILIDADE HOSPITALAR SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE 2006 DIRECÇÃO-GERAL DA SAÚDE LISBOA Outubro de 2008 Portugal. Direcção-Geral da Saúde. Direcção de Epidemiologia e Estatísticas de Saúde. Divisão de Estatísticas

Leia mais

As principais causas de morte em Portugal de 1990-1999

As principais causas de morte em Portugal de 1990-1999 As principais causas de morte em Portugal de 199-1999 Observatório Nacional de Saúde. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge Lisboa 3 1 Ficha Técnica Portugal. Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO:

SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO: SISTEMA DIGESTÓRIO DEFINIÇÃO: CONJUNTO DE ÓRGÃOS FORMANDO UM CANAL ALIMENTAR COM A FINALIDADE DE NUTRIÇÃO DO ORGANISMO. FUNÇÕES: Sistema Digestório INSERÇÃO MASTIGAÇÃO DEGLUTIÇÃO DIGESTÃO ABSORÇÃO EXCREÇÃO

Leia mais

REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO. PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro.

REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO. PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro. REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro. ANO DE 2009 REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO endereço: www.croc.min-saude.pt email: ror@ipocoimbra.min-saude.pt RESPONSÁVEIS

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO EMBRIOLOGIA E ANATOMIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO

ESTUDO DIRIGIDO EMBRIOLOGIA E ANATOMIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO DISCIPLINA: SISTEMA GASTROINTESTINAL Área do conhecimento: Anatomia Professora: Jákina Guimarães Vieira ESTUDO DIRIGIDO EMBRIOLOGIA E ANATOMIA DO SISTEMA DIGESTÓRIO 1. Qual (is) o (s) folheto (s) embrionário

Leia mais

COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2)

COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2) Anexo COMENTÁRIOS SOBRE A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS PARA ONCOLOGIA SEGUNDA EDIÇÃO (CID-O/2) Os Registros Hospitalares de Câncer utilizam para codificar os tumores (topografia e histologia),

Leia mais

ANATOMIA HUMANA I. Sistema Digestório. Prof. Me. Fabio Milioni. Função: - Preensão - Mastigação - Deglutição - Digestão - Absorção - Defecação

ANATOMIA HUMANA I. Sistema Digestório. Prof. Me. Fabio Milioni. Função: - Preensão - Mastigação - Deglutição - Digestão - Absorção - Defecação ANATOMIA HUMANA I Sistema Digestório Prof. Me. Fabio Milioni Função: - Preensão - Mastigação - Deglutição - Digestão - Absorção - Defecação Sistema Digestório 1 Órgãos Canal alimentar: - Cavidade oral

Leia mais

Doenças Infecciosas que Acometem a Cavidade Oral

Doenças Infecciosas que Acometem a Cavidade Oral Disciplina: Semiologia Doenças Infecciosas que Acometem a Cavidade Oral PARTE 2 http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 FAMÍLIA HHV Alfaherpesvirinae HHV1(herpes bucal)

Leia mais

Síndrome DST Agente Tipo Transmissã o Sexual Vaginose bacteriana Candidíase

Síndrome DST Agente Tipo Transmissã o Sexual Vaginose bacteriana Candidíase Síndrome DST Agente Tipo Transmissã o Sexual Vaginose bacteriana Candidíase Corrimentos Gonorréia Clamídia Tricomonías e múltiplos bactéria NÃO SIM Candida albicans Neisseria gonorrhoeae Chlamydia trachomatis

Leia mais

UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA. DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V

UNIC - UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA. DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V UNIC UNIVERSIDADE DE CUIABÁ FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS APLICADAS A MEDICINA VETERINÁRIA IV e V Roteiro de aula prática de Anatomia Veterinária Prof a. Juliana

Leia mais

Anexos A- Quadros. Agente patogénico Doença Sintomas Reservatório Dores de cabeça, náuseas, perda de apetite, diarreia ou obstipação, insónia, dor de

Anexos A- Quadros. Agente patogénico Doença Sintomas Reservatório Dores de cabeça, náuseas, perda de apetite, diarreia ou obstipação, insónia, dor de Anexos A- Quadros Quadro A1 - Doenças transmitidas pela água por diferentes bactérias, respectivos sintomas e reservatórios. Agente patogénico Doença Sintomas Reservatório Dores de cabeça, náuseas, perda

Leia mais

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL

Aulas teórica s PROFESSOR DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL DATA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR Aulas teórica s Amb. Sessão Avaliação ED Supervisão TOTAL 13:15 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 24/7/2015 Abdome Agudo

Leia mais

Deliberação nº 131/97 MINISTÉRIO DO EQUIPAMENTO, DO PLANEAMENTO E DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO. Conselho Superior de Estatística

Deliberação nº 131/97 MINISTÉRIO DO EQUIPAMENTO, DO PLANEAMENTO E DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO. Conselho Superior de Estatística Deliberação nº 131/97 MINISTÉRIO DO EQUIPAMENTO, DO PLANEAMENTO E DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO Conselho Superior de Estatística Deliberação nº 131/97. - 123ª Deliberação do Conselho Superior de Estatística

Leia mais

ÓBITOS NÃO FETAIS 2003

ÓBITOS NÃO FETAIS 2003 2003 TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2003 Total Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total 10.232 769 797 800 794 847 913 941

Leia mais

SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO

SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO Elaborado em 2007 Revisado em 2011 Revisado em 2012 O objetivo principal de um sistema de precauções e isolamento é a prevenção da transmissão

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01/2013

EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 01/2013 EDITAL DE RETIFICAÇÃO N 0/203 A PREFEITURA MUNICIPAL DE TABOAO DA SERRA, no uso de suas prerrogativas e atribuições legais, torna pública a retificação e inclusão de cargo no Concurso Público Nº 0/203,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI CAMPUS CENTRO OESTE Planilha de aulas - Internato em Cirurgia 1º semestre de 2015 DATA SALA HORA AULA PROGRAMADA MÓDULO PROFESSOR 6/2/2015 102. D 13:15-14:10 Tratamento

Leia mais

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny

Infecções e inflamações do trato urinário, funçao sexual e reprodutiva Urologia Denny DATA hora AULA PROGRAMADA Módulo PROFESSOR 25/10/2013 14:00-14:55 Abdome Agudo - inflamatório e obstrutivo Clínica Cirúrgica João Marcos 14:55-15:50 Abdome Agudo - perfurativo e vascular/hemorrágico Clínica

Leia mais

CÓLERA/ DIARRÉIA DO VIAJANTE

CÓLERA/ DIARRÉIA DO VIAJANTE ANTITETÂNICA Indicada para prevenção do tétano. Utilizada para imunização de adultos e idosos, inclusive gestantes (após a 12ª semana). Contraindicação: Não há, exceto àquelas comuns a todas as vacinas:

Leia mais

Patologia Geral AIDS

Patologia Geral AIDS Patologia Geral AIDS Carlos Castilho de Barros Augusto Schneider http://wp.ufpel.edu.br/patogeralnutricao/ SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA (AIDS ou SIDA) Doença causada pela infecção com o vírus

Leia mais

Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Previdenciários Concedidos segundo os Códigos da CID-10 Janeiro a Dezembro de 2008

Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Previdenciários Concedidos segundo os Códigos da CID-10 Janeiro a Dezembro de 2008 Brasília, 14 de janeiro de 2009 Acompanhamento Mensal dos Benefícios Auxílios-Doença Previdenciários Concedidos segundo os Códigos da CID-10 Janeiro a Dezembro de 2008 CID-10-3 Caracteres Janeiro Fevereiro

Leia mais

FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM ENFª MARÍLIA M. VARELA

FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM ENFª MARÍLIA M. VARELA FUNDAMENTOS DA ENFERMAGEM ENFª MARÍLIA M. VARELA INFECÇÃO As infecções são doenças que envolvem bactérias, fungos, vírus ou protozoários e sua proliferação pode ser vista quando o paciente tem os sintomas,

Leia mais

PRECAUÇÕES NO SERVIÇO

PRECAUÇÕES NO SERVIÇO PRECAUÇÕES NO SERVIÇO CCIH DE SAÚDE Rotinas Assistenciais da Maternidade-Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro A disseminação de infecção dentro do hospital depende de três elementos: uma fonte

Leia mais

Mortalidade geral 1996 a 2012 Notas Técnicas

Mortalidade geral 1996 a 2012 Notas Técnicas Mortalidade geral 1996 a 2012 Notas Técnicas Origem dos dados Os dados disponíveis são oriundos do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), sistema este gerido pelo Departamento de Análise de Situação

Leia mais

Doenças Virais - Humanas

Doenças Virais - Humanas Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Campus Lages Curso Técnico em Biotecnologia Unidade Curricular: Microbiologia Doenças Virais - Humanas DENGUE FEBRE AMARELA Prof. Leandro Parussolo

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVO DE NOTIFICAÇÃO DICIONÁRIO DE DADOS SINAN NET

SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVO DE NOTIFICAÇÃO DICIONÁRIO DE DADOS SINAN NET MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA COORDENAÇÃO GERAL DE DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS GT SINAN SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVO DE NOTIFICAÇÃO DICIONÁRIO

Leia mais

DOENÇAS OU AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA IMEDIATA

DOENÇAS OU AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA IMEDIATA DOENÇAS OU AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA IMEDIATA NÚCLEO HOSPITALAR DE EPIDEMIOLOGIA HNSC/HCC A Portaria do Ministério da Saúde Nº 1.271, de 06 de Junho de 2014 atualizou a Portaria Nº 104, de 25

Leia mais

O reino moneraé composto pelas bactériase cianobactérias(algas azuis). Elas podem viver em diversos locais, como na água, ar, solo, parasitas.

O reino moneraé composto pelas bactériase cianobactérias(algas azuis). Elas podem viver em diversos locais, como na água, ar, solo, parasitas. Reino Monera O reino moneraé composto pelas bactériase cianobactérias(algas azuis). Elas podem viver em diversos locais, como na água, ar, solo, dentro de animais e plantas, ou ainda, como parasitas. Existem

Leia mais

PORTARIA MS Nº 1.271, DE 6 DE JUNHO DE 2014

PORTARIA MS Nº 1.271, DE 6 DE JUNHO DE 2014 PORTARIA MS Nº 1.271, DE 6 DE JUNHO DE 2014 Define a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o território

Leia mais

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Doenças Sexualmente Transmissíveis são aquelas que são mais comumente transmitidas através da relação sexual. PRINCIPAIS DOENÇAS SEXUALMENTE

Leia mais

REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO. PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro.

REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO. PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro. Edição revista REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO PORTARIA Nº. 35/88 de 16 de Janeiro. ANO DE 2008 REGISTO ONCOLÓGICO REGIONAL REGIÃO CENTRO (*) tempo parcial endereço: www.croc.min-saude.pt email:

Leia mais

ISOLAMENTO E PRECAUÇÕES

ISOLAMENTO E PRECAUÇÕES INTRODUÇÃO ISOLAMENTO E PRECAUÇÕES Um dos grandes riscos do hospital é a transmissão de bactérias e outros microorganismos entre pacientes colonizados/infectados para pacientes suscetíveis e para os profissionais

Leia mais

Saúde é, segundo a OMS, o estado completo de bem-estar físico, mental, moral e social do indivíduo, não significando apenas a ausência de doenças.

Saúde é, segundo a OMS, o estado completo de bem-estar físico, mental, moral e social do indivíduo, não significando apenas a ausência de doenças. Introdução O presente material servirá para auxiliar os estudos do tema, bem como à resolução de questões de vestibular relacionadas ao mesmo, inclusive às da nossa monitoria dessa semana. Não pretendemos

Leia mais

Bactérias e Doenças Associadas

Bactérias e Doenças Associadas Bactérias e Doenças Associadas Disenteria Bacilar Agente Etiológico: Bactérias do gênero Shigella Forma de transmissão: Água e alimentos contaminados com as fezes dos doentes. Sintomas: Infecção intestinal,

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ. 7º ano- Ciências Ensino Fundamental Professora Vanesca 2015

COLÉGIO SÃO JOSÉ. 7º ano- Ciências Ensino Fundamental Professora Vanesca 2015 COLÉGIO SÃO JOSÉ 7º ano- Ciências Ensino Fundamental Professora Vanesca 2015 REINO MONERA - Formado por bactérias (heterótrofas) e algas azuis (autótrofas) Célula bacteriana Ribossomos Citoplasma Membrana

Leia mais

ANEXO I. Lista de Notificação Compulsória

ANEXO I. Lista de Notificação Compulsória 1. Acidentes por animais peçonhentos; 2. Atendimento antirrábico; 3. Botulismo; 4. Carbúnculo ou Antraz; 5. Cólera; 6. Coqueluche; 7. Dengue; 8. Difteria; 9. Doença de Creutzfeldt-Jakob; ANEXO I Lista

Leia mais

Algoritmo de Investigação das Adenomegalias

Algoritmo de Investigação das Adenomegalias 2011 15 de Abril 6ª feira Algoritmo de Investigação das Adenomegalias João Espírito Santo Luís Brito Avô Manuel Ferreira Gomes Doente com adenomegalias Quadro agudo Recorrentes ou longa evolução Localização

Leia mais

17/02/2012. Diafragma

17/02/2012. Diafragma Diafragma Topografia Repouso - linha retilínea da 7º costela à 13º costela. Inspiração - linha ligeiramente convexa da 7º costela à 3º vértebra lombar. Expiração - linha convexidade cranial da 7º costela

Leia mais

Para quê precisamos comer?

Para quê precisamos comer? Para quê precisamos comer? Para a reposição de água, substratos energéticos, vitaminas e sais minerais. O TUBO DIGESTIVO E SUAS PRINCIPAIS ESTRUTURAS O Trato Gastrointestinal (TGI) Digestive System (Vander,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS 4º E 5º PERÍODOS MATRIZ 2 4 º Período BIOLOGIA MOLECULAR - 2835 Introdução a Biologia Molecular. Estrutura

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS CID 10 HCFMUSP

HOSPITAL DAS CLÍNICAS CID 10 HCFMUSP HOSPITAL DAS CLÍNICAS CID 10 HCFMUSP Com base no compromisso assumido pelo Governo Brasileiro, quando da realização da 43ª Assembléia Mundial de Saúde, o Ministério da Saúde, por intermédio da portaria

Leia mais

ADM_GERENCIAMENTO POP PROCEDIMENTO OPERACIONAL

ADM_GERENCIAMENTO POP PROCEDIMENTO OPERACIONAL Processo: Precauções e isolamentos ADM_GERENCIAMENTO POP PROCEDIMENTO OPERACIONAL Identificação P O P 04 CCIH Revisão: 00 DATA DE ELABORAÇÃO: Maio/2015 Folha Nº 1. OBJETIVO: Reduzir ou minimizar os riscos

Leia mais

PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO

PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO N03 1 de 16 NORMA de Emissão: Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial EB; MS PRECAUÇÕES E ISOLAMENTO A transmissão de microrganismos patogênicos no ambiente hospitalar ocorre na maioria das

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO: DIVISÃO DO SISTEMA DIGESTÓRIO 05/10/2013

SISTEMA DIGESTÓRIO CONCEITO: DIVISÃO DO SISTEMA DIGESTÓRIO 05/10/2013 CONCEITO: SISTEMA DIGESTÓRIO Conjunto de órgãos responsáveis pela preensão, mastigação, transformação química e absorção dos alimentos, e a expulsão dos resíduos, eliminados sob a forma de fezes. Prof.Msc.MoisésMendes

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome

ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ROTEIRO DE ESTUDO Abdome ARTÉRIAS O suprimento arterial do abdome é todo proveniente da aorta, que torna-se aorta abdominal após passar pelo hiato aórtico do diafragma ao nível de T12, e termina dividindose

Leia mais

MEDIDAS DE PRECAUÇÕES DE DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO CONTATO, POR GOTÍCULAS, PELO AR, POR VEÍCULOS COMUNS E VETORES.

MEDIDAS DE PRECAUÇÕES DE DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO CONTATO, POR GOTÍCULAS, PELO AR, POR VEÍCULOS COMUNS E VETORES. MEDIDAS DE PRECAUÇÕES DE DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO CONTATO, POR GOTÍCULAS, PELO AR, POR VEÍCULOS COMUNS E VETORES. I- Objetivo: Impedir a disseminação de um agente infeccioso do paciente, infectado ou

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Nutrição (04) Ano: 2013 Semestre: 1 Período: 1 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

INFECÇÃO VIH/SIDA. Francisco Antunes

INFECÇÃO VIH/SIDA. Francisco Antunes INFECÇÃO VIH/SIDA Francisco Antunes Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e Director do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital de Santa Maria Disciplina de Doenças

Leia mais

Morbidade Hospitalar do SUS por local de internação de 1984 a 2007 Notas Técnicas. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação

Morbidade Hospitalar do SUS por local de internação de 1984 a 2007 Notas Técnicas. Descrição das variáveis disponíveis para tabulação Morbidade Hospitalar do SUS por local de internação de 1984 a 2007 Notas Técnicas Origem dos dados Os dados disponíveis são oriundos do Sistema de Informações Hospitalares do SUS - SIH/SUS, gerido pelo

Leia mais

DIAGNÓSTICO CLÍNICO DAS NEURO-INFECÇÕES

DIAGNÓSTICO CLÍNICO DAS NEURO-INFECÇÕES DIAGNÓSTICO CLÍNICO DAS NEURO-INFECÇÕES ANTONIO PEREIRA GOMES NETO SANTA CASA DE BELO HORIZONTE FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DE MINAS GERAIS JUN/2003 MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS Todos os segmentos do Sistema

Leia mais

COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES

COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES COL 1414 PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DO FETO GRAVIDEZ 10 PARTES O desenvolvimento do feto desde o momento da relação sexual e concepção até o nascimento. Uma vez que o espermatozóide é depositado na vagina,

Leia mais

REQUISITOS: BEG5101 - Fundamentos da Biologia Celular. IDENTIFICAÇÃO DA OFERTA: Disciplina é oferecida somente para o curso de Nutrição

REQUISITOS: BEG5101 - Fundamentos da Biologia Celular. IDENTIFICAÇÃO DA OFERTA: Disciplina é oferecida somente para o curso de Nutrição UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS UNIVERSITÁRIO - TRINDADE - CAIXA POSTAL 476 CEP 88.040-970 - FLORIANÓPOLIS - SANTA CATARINA Telefone - (48) 37219353 Departamento de Microbiologia, Imunologia

Leia mais

Programa de Prevenção e Promoção à Saúde do NAIS/9ª RPM 2013, intitulado Informação é o melhor remédio

Programa de Prevenção e Promoção à Saúde do NAIS/9ª RPM 2013, intitulado Informação é o melhor remédio Programa de Prevenção e Promoção à Saúde do NAIS/9ª RPM 2013, intitulado Informação é o melhor remédio Palestrante: Ten Leandro Guilherme O que é? DOENÇA SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (DST) Toda doença que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS PROGRAMA DE ENSINO Curso: Biomedicina (17) Ano: 2013 Semestre: 2 Período: 2 Disciplina: Anatomia Humana (Human Anatomy) Carga Horária Total: 90 Teórica: 60 Atividade Prática: 30 Prática Pedagógica: 0 Aulas Compl. Tutorial:

Leia mais

ÓBITOS NÃO FETAIS 2000. TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2000

ÓBITOS NÃO FETAIS 2000. TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2000 2000 TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2000 Total Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total 9.816 780 762 728 727 786 819 1.000

Leia mais

Exercícios. Regras de Seleção e de Modificação

Exercícios. Regras de Seleção e de Modificação Exercícios Regras de Seleção e de Modificação 1 Um só Causa Masc. 54 anos CA pâncreas C25.9 I 2 Princípio Geral Fem. 68 anos Parada respiratória - R09.2 Pneumonia - J18.9 AVC - I64 I 3 Regra de Seleção

Leia mais

PORTARIA Nº 104, DE 25 DE JANEIRO DE 2011

PORTARIA Nº 104, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 104, DE 25 DE JANEIRO DE 2011 Define as terminologias adotadas em legislação nacional, conforme o disposto no Regulamento Sanitário Internacional 2005

Leia mais

REINO MONERA BACTÉRIAS

REINO MONERA BACTÉRIAS REINO MONERA BACTÉRIAS 7º ANO - CIÊNCIAS PROFESSORA LISIANE VIEL MORFOLOGIA Parede celular DNA circular e pedaços de DNA = plastídeos Presença de flagelos = locomoção Ribossomos e grãos de glicogênio =

Leia mais

Organismos procariontes

Organismos procariontes Organismos procariontes Morfologia Produção de compostos orgânicos Heterótrofa Autótrofa Obtêm átomos de carbono de moléculas orgânicas que captam do ambiente. Utilizam gás carbônico para produzir suas

Leia mais

Registo Oncológico Nacional 2008

Registo Oncológico Nacional 2008 Registo Oncológico Nacional 2008 Elaborado pelo Registo Oncológico Regional do Centro Editado pelo Instituto Português de Oncologia de Coimbra Francisco Gentil EPE 2 Registo Oncológico Nacional 2008 Elaborado

Leia mais

PROTOZOOSES. Doenças causadas por protozoários

PROTOZOOSES. Doenças causadas por protozoários PROTOZOOSES Doenças causadas por protozoários DOENÇA DE CHAGAS Agente etiológico: Trypanossoma cruzi Vetor: Triatoma infestans (barbeiro ou chupança). Complicações: Insuficiência e arritimia cardíaca (crônica)

Leia mais

Protocolo abdome. Profº Cláudio Souza

Protocolo abdome. Profº Cláudio Souza Protocolo abdome Profº Cláudio Souza Abdome Quando falamos em abdome dentro da tomografia computadorizada por uma questão de radioproteção e também financeira o exame é dividido em, abdome superior e inferior

Leia mais

DEFESA CIVIL NA ESCOLA SOCORROS DE URGENCIA MANUAL DE PROCEDIMENTOS

DEFESA CIVIL NA ESCOLA SOCORROS DE URGENCIA MANUAL DE PROCEDIMENTOS DEFESA CIVIL NA ESCOLA SOCORROS DE URGENCIA MANUAL DE PROCEDIMENTOS 1 SOCORROS DE URGÊNCIA... 4 1.ANATOMIA E FISIOLOGIA.... 4 1.1DEFINIÇÕES... 4 1.2 POSIÇÕES DE ESTUDO.... 4 1.2.3 CONSTITUIÇÃO GERAL DO

Leia mais

Óbitos de mulheres em idade fértil e óbitos maternos Notas Técnicas

Óbitos de mulheres em idade fértil e óbitos maternos Notas Técnicas Óbitos de mulheres em idade fértil e óbitos maternos Notas Técnicas Origem dos dados Os dados disponíveis são oriundos do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), sistema este gerido pelo Departamento

Leia mais

AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL. Tronco celíaco (ímpar e visceral) (2) Artérias frênicas inferiores (1)

AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL. Tronco celíaco (ímpar e visceral) (2) Artérias frênicas inferiores (1) AORTA ABDOMINAL IRRIGAÇÃO E DRENAGEM DA REGIÃO ABDOMINAL Prof. Erivan Façanha Tem início no hiato aórtico do diafragma (T12). Trajeto descendente, anterior aos corpos vertebrais e à esquerda da veia cava

Leia mais

VÍRUS/FUNGOS/PARASITAS ENFº ELIÉL MARTINS ESP. EM EMERGÊNCIAS

VÍRUS/FUNGOS/PARASITAS ENFº ELIÉL MARTINS ESP. EM EMERGÊNCIAS VÍRUS/FUNGOS/PARASITAS ENFº ELIÉL MARTINS ESP. EM EMERGÊNCIAS VÍRUS CARACTERÍSTICAS Possuem apenas um ácido nucléico DNA/RNA. Multiplicam-se dentro das células vivas usando a maquinaria de síntese celular.

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de Encefalite Versão eletrônica atualizada em fevereiro 2012 Protocolo de Encefalite Encefalite é uma Síndrome aguda do Sistema Nervoso Central (SNC), associada à alta

Leia mais

CAT CLASSIFDESCRICAO DESCRABREV REFER EXCLUIDOS A00 Cólera A00 Colera A01 Febres tifóide e paratifóide A01 Febres tifoide e paratifoide A02 Outras

CAT CLASSIFDESCRICAO DESCRABREV REFER EXCLUIDOS A00 Cólera A00 Colera A01 Febres tifóide e paratifóide A01 Febres tifoide e paratifoide A02 Outras CAT CLASSIFDESCRICAO DESCRABREV REFER EXCLUIDOS A00 Cólera A00 Colera A01 Febres tifóide e paratifóide A01 Febres tifoide e paratifoide A02 Outras infecções por Salmonella A02 Outr infecc p/salmonella

Leia mais

ÓBITOS NÃO FETAIS 2001. TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2001

ÓBITOS NÃO FETAIS 2001. TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Alegre, 2001 TABELA 1 - Distribuição dos óbitos não fetais segundo mês, grupo de causas e sexo, Porto Total Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total 9.970 820 748 778 739 863 856 940 895 962 863 741 765

Leia mais