A Segurança não é obra do acaso Preserve sua vida.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Segurança não é obra do acaso Preserve sua vida."

Transcrição

1 A Segurança não é obra do acaso Preserve sua vida. Campanha do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bento do Sul e Campo Alegre contra os Acidentes de Trabalho e a Favor da Vida, Segurança e Saúde dos Trabalhadores.

2 Equipamentos de Proteção Individual Usar sempre o equipamento de proteção individual adequado é uma medida eficaz de proteção

3 Utilizar Sapatos ou Botas com Palmilha de Aço

4 Utilizar Sapatos ou Botas com Biqueira de Aço

5 Luvas apropriadas a cada tipo de trabalho Evitam Doenças de Pele Previnem Ferimentos

6 Óculos de Proteção Evitam Ferimentos nos olhos provocados por limalhas, fagulhas, líquidos cáusticos, etc.

7 Óculos de Proteção Evitam Ferimentos nos Olhos provocados por limalhas, fagulhas, líquidos cáusticos, etc.

8 Máscara Respiratória Previne os Riscos de Respiração de Gases, poeiras, fumos, etc.

9 Proteção de Ouvidos Use sempre o protetor auditivo.

10 Roupa Adequada ao Trabalho Roupas soltas podem causar acidentes.

11 Não usar Roupas Sujas de Óleo ou Graxa durante o trabalho de Solda ou Corte a quente

12 Antes de Começar um Trabalho, Verificar: - Se Andaimes e Passarelas se encontram Corretamente Montados e com Guarda-Corpos

13 - Se as Aberturas nos Pavimentos estão Protegidas

14 - Se os Locais de Trabalho e Acessos estão Devidamente Iluminados

15 A Ordem é um Fator essencial à Segurança dos Trabalhadores - Manter Livres os Acessos e as Passagens

16 -Acondicionar Corretamente a Madeira ou Pregos - Limpar ou Cobrir as Manchas de Óleo ou Graxa

17 - Armazenar Corretamente os Materiais

18 -Manter os Postos de Trabalho em Ordem: -Materiais Arrumados - Vias de Circulação Desimpedidas

19 - Retirar Entulho e Materiais Combustíveis dos Locais de Trabalho

20 Num Posto de Trabalho Elevado, Retire o Entulho de Forma Adequada: -Evita que Colegas que Trabalham em Níveis Inferiores Sejam Atingidos

21 - Escavações devem ser Devidamente Escoradas

22 - Nunca Descer a uma Escavação Não Escorada

23 - As Escavações Devem ser Rodeadas por Rodapés que Impeçam a Queda de Materiais

24 Manter Algum Espaço Livre Entre a Escavação e os Materiais Necessários à Execução da Obra, tendo o Cuidado de os Escorar

25 Utilizar Escadas para Descer às Escavações ou para Sair Delas

26 Usar Apenas os Locais Apropriados para Atravessar

27 Proteções Coletivas Contra Quedas em Altura Os Guarda-Corpos Devem Proteger a Queda de Pessoas e Materiais

28 Todos os Vãos e Aberturas Devem Dispor de Guarda- Corpos

29 Escada e Passarelas Devem Dispor de Guarda-Corpos

30 Locais de Trabalho Elevados Devem Dispor de Guarda-Corpos

31 As Proteções Destinadas a Impedir Quedas Devem Ser Instaladas Sempre que se Efetuam Trabalhos Em Alvenaria, Montagens de Vigas ou Telhados

32 Em Trabalhos em Altura usar sempre Cinturão e Trava-quedas

33 Nunca Andar Diretamente Sobre Coberturas Frágeis, Tipo Vidro, Fibrocimento, Matérias Plásticas, etc. Sempre Usar Passadeiras Próprias.

34 Escadas O Mau Estado e Incorreta Utilização das Escadas São Causa de Numerosos Acidentes

35 As Escadas Devem Ser Instaladas em Pavimentos Estáveis, Contra uma Superfície Sólida e Fixa e de Forma a Não Escorregarem

36 As Escadas Devem Ultrapassar pelo menos um Metro o Pavimento de Trabalho a que Dão Acesso

37 A Base da Escada Deve Estar Suficientemente Afastada da Superfície de Apoio

38 As Escadas Não Devem Ser Utilizadas como Prumo de Andaimes ou como Pavimento de Trabalho ou Passarela

39 As Escadas Duplas Devem Ser Atadas com Correntes ou Cordas

40 As Escadas Emendadas Devem Ter Uma Sobreposição de, pelo menos, 5 degraus ou 1 metro

41 Andaimes Devem Ser Cuidadosamente Montados e Desmontados por Trabalhadores Competentes

42 Deve-se Instalar Guarda-Corpos para Impedir a Queda de Pessoas, Materiais e Ferramentas

43 O Afastamento das Tábuas dos Andaimes Deve Ser Evitado. O material utilizado de ser resistente.

44 Usar Meios Seguros para Chegar ao Plano de Trabalho, em Geral Escadas Bem Instaladas

45 Não acumular materiais sobre os andaimes. Deve-se respeitar o volume máximo de carga para o qual ele foi construído.

46 Os Andaimes Rolantes Devem Ser Deslocados Lentamente, de Preferência no Sentido do Comprimento e Sem Ninguém em Cima Deles.

47 Antes de Alguém Subir a Um Andaime Rolante, deve-se bloquear as rodas.

48 Máquinas e Ferramentas Utilizar Sempre os Dispositivos de Proteção. Nunca os Retirar Nem Inutilizar. Eles existem para sua proteção e segurança.

49 Não ultrapassar a Carga Máxima de Utilização para os equipamentos de içamento de cargas. Essa informação deve estar em local vísivel e acessível ao operadores.

50 Durante as Operações de Elevação e Arrumação das Cargas Deve-se Respeitar as Instruções e Zelar pelo Bom Estado de Cordas, Correntes, Cabos, Ganchos, etc.

51 As Cargas Compridas (Tábuas, Ferros de Armadura, etc.) Devem Ser Amarrados de Forma a que Não Se Soltem Durante o Transporte.

52 Os Materiais Devem Ser Corretamente Acondicionados. Pallets Não Devem Ser Sobrecarregados.

53 É Expressamente Proibido Transportar Pessoas em Empilhadeiras, Gruas ou Outros Aparelhos Destinados ao Transporte de Cargas

54 Estar sempre atento às máquinas e equipamentos para não ser atingido pela partes móveis.

55 Eletrocussão Os Riscos de Eletrocussão Devem Ser Evitados: Trabalhos com eletricidade Devem Ser Feitos por Profissionais habilitados, treinados e autorizados; Zelar Atentamente pelo Estado de Conservação das Ferramentas Elétricas, Cabos de Alimentação, Plugs, etc.; Nunca Fazer Adaptações Provisórias em Ferramentas, Fiação, Tomadas;

56 Os Improvisos Podem Ser Fatais.

57 Se Uma Ferramenta Elétrica Tiver Sofrido Uma Pancada ou Queda, Não Deve Ser Utilizada Sem Passar por Um Exame Efetuado por profissional qualificado; Se Estiver Chovendo, as Ferramentas Elétricas Não Devem Ser Utilizadas ao Ar Livre.

58 Nunca puxe o plug pelo fio, retire de forma correta para evitar danos e choques.

59 É Necessário Ter Cuidado com a Proximidade de Cabos de Alta Tensão. Deve-se Respeitar As Distâncias De Segurança.

60 Transporte Manual de Cargas O Transporte Manual de Cargas Deve Ser Efetuado Mantendo o Corpo em Posição Correta, para Se Evitar Ferimentos Nas Mãos e Lesões Na Coluna Vertebral

61 A Utilização de Luvas Apropriadas é Fundamental.

62 As áreas de Trabalho Devem Estar Desimpedidas. As Cargas Devem Ser Levantadas Corretamente.

63 Uma Carga Nunca Deve Ser Transportada à Altura dos Olhos, Pois Impede a Visibilidade.

Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção

Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção Por que eu devo utilizar equipamentos de segurança e onde encontrá-los? Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) foram feitos para evitar

Leia mais

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO APR

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO APR LOGO DA EMPRESA EMPRESA: DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: LOCAL DA ATIVIDADE: ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO APR FOLHA: 01 DE 10. DATA DE EMISSÃO: DATA DE APROVAÇÂO: REVISÃO: HORÁRIO: ASSINATURA DOS ENVOLVIDOS NA

Leia mais

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino Avaliação de riscos Filme 1 Situação 1 Caso do menino Camião a despejar carga em andamento (destravado) Menino a brincar debaixo da obra Técnicos sem EPIs Mau acondicionamento e deficiente arrumação de

Leia mais

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino

Formando: Dário Filipe da Silva Afonso. Formanda: Fernanda Maria Piçarra. Avaliação de riscos. Filme 1 Situação 1 Caso do menino Avaliação de riscos Filme 1 Situação 1 Caso do menino Camião a despejar carga em andamento (destravado) Menino a brincar debaixo da obra Técnicos sem EPIs Mau acondicionamento e deficiente arrumação de

Leia mais

Manual do Locatário ANDAIME TUBULAR Instruções para Instalação e Operação e Manutenção CARIMBO DO ASSOCIADO ANDAIMES Andaimes são estruturas metálicas tubulares para acesso à altura para trabalho aéreo

Leia mais

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro.

MANUAL TÉCNICO. Segurança e Saúde no Trabalho ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR. Andaimes setembro/2012. Andaime Fachadeiro. e MANUAL TÉCNICO ANDAIME TUBULAR ANDAIME TUBULAR e ANDAIME TUBULAR Objetivo Estabelecer os procedimentos que devem ser obedecidos na liberação de montagem / desmontagem de andaimes com a finalidade de

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª Marivaldo Oliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Lançar mão dos recursos e técnicas de

Leia mais

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL:

Segtreinne 5.0 - PROTEÇÃO LATERAL: 1.0 - OBJETIVO: Estabelecer procedimentos seguros para montagem, desmontagem e utilização de andaimes, em serviços de manutenção nas áreas da fábrica. 2.0 - APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica à montagem,

Leia mais

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO

MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO MANUAL TÉCNICO TUBO EQUIPADO Andaime Tubo Equipado...03 Acessórios...04 Modos e Pontos de Ancoragem...05 Dicas Importantes...07 Acesso dos Andaimes...08 Informações de Segurança...09 Fotos Obras...10 Atualização

Leia mais

Anexo 3 - Questionário específico - construção

Anexo 3 - Questionário específico - construção Anexo 3 - Questionário específico - construção 85 Empresa: Morada: Localidade: Cód. Postal: Distrito: Telefone: NIF: Código de CAE-Rev. 2/92: Actividade principal da empresa: Categoria da Actividade: Número

Leia mais

manual TÉCNICO ANDAIME TUBULAR 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial.

manual TÉCNICO ANDAIME TUBULAR 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial. manual TÉCNICO ANDAIME TUBULAR Sumário Andaime Tubular...03 Montagem Especial...04 Acessórios...05 Modos e Pontos de Ancoragem...06 Dicas Importantes...07 Acesso dos Andaimes...08 Informações de Segurança...09

Leia mais

-Só iniciar a tarefa com PT-Permissão para Trabalho,e cumpra as Recomendações de segurança contidas nela.

-Só iniciar a tarefa com PT-Permissão para Trabalho,e cumpra as Recomendações de segurança contidas nela. PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÂO POP 005000-OM -06 1/2 PINTURA DE PAREDE COM USO DE ANDAIME REVISÃO: 00 FOLHA 1- OBJETIVO ESTE PROCEDIMENTO ESTABELECE OS REQUISITOA MÍNIMOS DE SEGURANÇA NO TRABALHO DE PINTURA.

Leia mais

CONTEÚDO DO TRABALHO. Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA;

CONTEÚDO DO TRABALHO. Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA; Introdução e visão geral; NR-18 : PCMAT e PPRA; CONTEÚDO DO TRABALHO Doenças ocupacionais e riscos da construção civil; Quedas; Choque elétrico; Soterramento. A construção é um dos ramos mais antigos do

Leia mais

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO

MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 1 SUMÁRIO Acessórios 03 Instruções de montagem 04 Dicas Importantes 10 Acesso dos Andaimes 11 Informações de Segurança 12 2 ACESSÓRIOS 3 ANDAIME FACHADEIRO INSTRUÇÕES

Leia mais

de Prevenção de Acidentes) para melhorar as condições de segurança e trabalho na construção Civil.

de Prevenção de Acidentes) para melhorar as condições de segurança e trabalho na construção Civil. FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Portuária e Construção Civil AULA 4 Prof.ª MarivaldoOliveira COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Lançar mão dos recursos e técnicas de prevenção

Leia mais

ISO 9001:2000 Certificate Nº FM37608 INJETORAS MANUAL DE SEGURANÇA

ISO 9001:2000 Certificate Nº FM37608 INJETORAS MANUAL DE SEGURANÇA ISO 9001:2000 Certificate Nº FM37608 INJETORAS MANUAL DE SEGURANÇA ISO 9001:2008 capítulo 3 segurança e procedimentos Seção Conteúdo Pag. 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5 3.6 3.7 Segurança Geral Sinais de aviso Sinais

Leia mais

ANDAIMES SUSPENSOS (Alterado pela Portaria SIT n.º 30, de 20 de dezembro de 2001)

ANDAIMES SUSPENSOS (Alterado pela Portaria SIT n.º 30, de 20 de dezembro de 2001) NR-18 Andaime Suspenso Mecânico ANDAIMES SUSPENSOS (Alterado pela Portaria SIT n.º 30, de 20 de dezembro de 2001) NR-18.15.30 Os sistemas de fixação e sustentação e as estruturas de apoio dos andaimes

Leia mais

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Equipamento De Proteção Individual - EPI Definição: EPI é todo dispositivo de uso individual, destinado a proteger a integridade física do trabalhador. EPI (s)

Leia mais

ENGENHARIA DE SEGURANÇA

ENGENHARIA DE SEGURANÇA ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ENGENHARIA DE SEGURANÇA P R O F ª K A R E N W R O B E L S T R A

Leia mais

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas

PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 1 de 7 PLANO DE TRABALHOS COM RISCOS ESPECIAIS Execução de pinturas Página 2 de 7 PROCESSO CONSTRUTIVO 1. EECUÇÃO DE PINTURAS Esta actividade consiste nos trabalhos de pinturas nas paredes simples

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização Locatec-2012 ANDAIME TUBULAR

MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA. Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial sem autorização Locatec-2012 ANDAIME TUBULAR MANUAL DE OPERAÇÃO E SEGURANÇA ANDAIME TUBULAR ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 1. INFORMAÇÃO TÉCNICA... 2 2. PROCEDIMENTOS GERAIS DE SEGURANÇA... 4 2.1. USO DOS ANDAIMES TUBULARES... 5 2.2. MANUTENÇÃO (DIRETRIZES

Leia mais

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO

ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO e MANUAL TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO ANDAIME FACHADEIRO Trabalho em Altura Uma das principais causas de acidentes de trabalho graves e fatais se deve a eventos envolvendo quedas de trabalhadores de diferentes

Leia mais

Requisitos Técnicos para o trabalho seguro em alturas

Requisitos Técnicos para o trabalho seguro em alturas SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE COORDENAÇÃO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE GERÊNCIA DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE AMBIENTAL SUBGERÊNCIA DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR Requisitos Técnicos para o trabalho seguro em

Leia mais

Figura 1: Plataforma de trabalho do andaime. Figura 2: Piso metálico da plataforma de trabalho.

Figura 1: Plataforma de trabalho do andaime. Figura 2: Piso metálico da plataforma de trabalho. INSTRUÇÕES DE USO ANDAIME TUBULAR 1. Devem ser tomadas precauções especiais, quando da montagem, desmontagem e movimentação de andaimes próximos às redes elétricas. 2. O piso de trabalho dos andaimes deve

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES ASPIRADOR DE PÓ 800 W COM CABO TELESCÓPICO Equipamento somente para uso doméstico. Obrigado por escolher um produto com a marca Tramontina. Por favor, leia o Manual de Instruções por

Leia mais

Diretivas de transporte, embalagem e manuseio

Diretivas de transporte, embalagem e manuseio Diretivas de transporte, embalagem e manuseio Esta diretiva compreende orientações gerais relativas ao transporte, embalagem e manuseio de máquinas e fornecimentos da empresa KraussMaffei Technologies

Leia mais

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs Seja bem Vindo! Curso NR 8 Edificações CursosOnlineSP.com.br Carga horária: 30hs Conteúdo programático: Introdução Circulação Atividades em Edificações com Risco de Queda Cuidados Extras na Circulação

Leia mais

ANEXO X. Referente ao Edital de Tomada de Preços nº. 001/2016

ANEXO X. Referente ao Edital de Tomada de Preços nº. 001/2016 ANEXO X Referente ao Edital de Tomada de Preços nº. 001/2016 NORMAS E PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO Página 1 de 5 1 - CONDIÇÕES BÁSICAS 1.1 As normas aplicáveis aos serviços a serem

Leia mais

Sinalização. Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94

Sinalização. Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94 Sinalização Catálogo de Placas EXTINTOR DE INCÊNDIO 164,2/21,3-2.329-K-W/ 10.513.146/0001-94 Materiais VINIL AUTO-ADESIVO PVC / PS Utilizado em ambientes internos e externos. Pode ser confeccionado com

Leia mais

PREVENÇÃO DE ACIDENTE NOS TRABALHOS EM ALTURA

PREVENÇÃO DE ACIDENTE NOS TRABALHOS EM ALTURA PALESTRA PREVENÇÃO DE ACIDENTE NOS TRABALHOS EM ALTURA OBJETIVO: PASSAR CONHECIMENTO E EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA NA PREVENÇÃO DE ACIDENTES EM TRABALHO EM ALTURA O QUE DIZ A LEI SEGUNDO A LEI, A CULPA ESTÁ

Leia mais

03/01/2015. Sumário. Trabalho em altura. Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão.

03/01/2015. Sumário. Trabalho em altura. Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão. Andre Cavalcanti Santos Téc. em saúde e segurança do trabalho E-mail: cavalcanti_sst@hotmail.com Sumário Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão.

Leia mais

A SEGURANÇA EM TRABALHOS DE MANUTENÇÃO 1 1/35

A SEGURANÇA EM TRABALHOS DE MANUTENÇÃO 1 1/35 A SEGURANÇA EM TRABALHOS DE MANUTENÇÃO 1 1/35 1. Análise de riscos 2. Ferramentas de uso comum 3. Máquinas e ferramentas pneumáticas 4. Pedras de esmeril 5. Máquinas ferramenta 6. Escadas portáteis 7.

Leia mais

Direção Regional do Trabalho

Direção Regional do Trabalho Direção Regional do Trabalho Newsletter n.º 4 novembro/dezembro 2013 Serviço de Segurança e Saúde Ocupacional S emana Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho 2013 A Semana Europeia para a Segurança

Leia mais

Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735

Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735 Manual de Instruções FURADEIRA PARAFUSADEIRA ELÉTRICA PE 735 ADVERTÊNCIA: Leia atentamente este manual antes de usar o produto. ÍNDICE SEÇÃO PÁGINA Introdução 3 Normas gerais de segurança 3 Uso e cuidados

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL E A REDE ELÉTRICA

CONSTRUÇÃO CIVIL E A REDE ELÉTRICA CONSTRUÇÃO CIVIL E A REDE ELÉTRICA O QUE É A COCEL? A COCEL leva energia elétrica a toda Campo Largo. É esta energia que permite que as fábricas, o comércio e todo o setor produtivo funcionem. É graças

Leia mais

manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial.

manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO 2011 Andmax, todos os direitos reservados. Material de distribuição restrita, proibida reprodução total ou parcial. manual TÉCNICO ANDAIME FACHADEIRO Sumário Andaime Fachadeiro...03 Instrução de Montagem...04 Acessórios...06 Modos e Pontos de Ancoragem...07 Dicas Importantes...08 Acesso dos Andaimes...09 Informações

Leia mais

Manual para trabalhos em altura.

Manual para trabalhos em altura. Manual para trabalhos em altura. Montagem de andaimes. O trabalho de montagem de andaimes possui características peculiares, pois em geral, os pontos de ancoragem são o próprio andaime, o que requer uma

Leia mais

Orientações Básicas. para. Trabalhos em Telhados

Orientações Básicas. para. Trabalhos em Telhados Orientações Básicas para Trabalhos em Telhados Caderno de Prevenção 1 2 TRABALHO EM TELHADOS O objetivo deste estudo é apenas apresentar os procedimentos de segurança a serem observados na realização de

Leia mais

FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO

FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO SISTEMA DA QUALIDADE FVS 01 FICHA DE VERIFICAÇÃO DE SERVIÇO - COMPACTAÇÃO DE ATERRO = APROVADO = REPARADO / REPROVADO = NÃO APLICÁVEL 01 O local está limpo, sem entulhos, vegetação ou madeira? O material

Leia mais

Mãos e dedos. atenção. Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas

Mãos e dedos. atenção. Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas Mãos e dedos Risco de: Esmagamentos Escoriações Cortes Amputações Fraturas Nenhum empregado foi exposto ao perigo para produzir esse material. As fotos simulam possíveis situações de risco no seu dia de

Leia mais

NORMAS DE SEGURANÇA ÁS PRESTADORAS DE SERVIÇOS

NORMAS DE SEGURANÇA ÁS PRESTADORAS DE SERVIÇOS NORMAS DE SEGURANÇA ÁS PRESTADORAS DE SERVIÇOS 1 O SESMT Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho elaborou esta norma com o objetivo de estabelecer as condições mínimas no cumprimento

Leia mais

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES

FUNÇÃO FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES FICHA DE SEGURANÇA ANDAIMES Legenda: 1. Nivelador da base de apoio; 2. Prumos verticais; 3. Prumo de ligação; 4. Barras horizontais; 5. Barras diagonais; 6. Plataforma (prancha) - elemento concebido para

Leia mais

Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no Trabalho Curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio. Higiene e Segurança no Trabalho EPI & EPC Joinville, outubro de 2014 Medidas de Proteção no Trabalho Quando se fala em Segurança e Saúde no Trabalho

Leia mais

Portaria MTPS Nº 207 DE 08/12/2015

Portaria MTPS Nº 207 DE 08/12/2015 Portaria MTPS Nº 207 DE 08/12/2015 Altera a Norma Regulamentadora nº 34 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção e Reparação Naval. O Ministro de Estado do Trabalho e Previdência

Leia mais

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Cozinha Industrial. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Cozinha Industrial Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Serviços de alimentação Este tipo de trabalho aparenta não ter riscos, mas não é bem assim, veja alguns exemplos: Cortes

Leia mais

Manual de Instruções. Leia todas as instruções antes de operar essa ferramenta. Taxa de consumo de energia Corrente 10,5ª / 4,0A

Manual de Instruções. Leia todas as instruções antes de operar essa ferramenta. Taxa de consumo de energia Corrente 10,5ª / 4,0A Manual de Instruções Leia todas as instruções antes de operar essa ferramenta Chanfradeira portátil Modelo HB-15B Ferramenta profissional HB-15B Especificações Fonte de energia (fase única) AC110v-120v

Leia mais

Segurança com serra mármore. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Segurança com serra mármore. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Segurança com serra mármore Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Segurança da área de trabalho Mantenha a área de trabalho sempre limpa e bem iluminada. Áreas de trabalho desorganizadas

Leia mais

CUIDADO O tempo de carregamento não deve exceder 3 5 horas. ESPECIFICAÇÃO Chave de fenda: Velocidade: 200rpm;

CUIDADO O tempo de carregamento não deve exceder 3 5 horas. ESPECIFICAÇÃO Chave de fenda: Velocidade: 200rpm; MANUAL DE INSTRUÇÕES Por favor, leia as instruções de operação meticulosamente, prestar especial atenção às instruções de segurança. Guarde as instruções de operações junto com o equipamento CUIDADO O

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho

Segurança e Higiene no Trabalho Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume XIV Protecção Individual um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem a

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO E NOS PORTOS. João Gama Godoy. Técnico de Segurança do Trabalho. Senac - 2009

ÁREAS DE ATUAÇÃO E NOS PORTOS. João Gama Godoy. Técnico de Segurança do Trabalho. Senac - 2009 ACINTES ÁREAS ATUAÇÃO João Gama Godoy Técnico de Segurança do Trabalho Senac - 2009 É proibida a reprodução do conteúdo desta apresentação em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA Para toda a linha de Ferramentas Elétricas CIR Instruções de Segurança Verifique antes de ligar a ferramenta se o interruptor está na posição desligado e

Leia mais

SEGURANÇA E SAÚDE PARA TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

SEGURANÇA E SAÚDE PARA TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO TST Tribunal Superior do Trabalho SESI INDÚSTRIA SAUDÁVEL SEGURANÇA E SAÚDE PARA TRABALHADORES DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO TST Tribunal Superior do Trabalho Serviço Social da Indústria CAPA construção_alterado.indd

Leia mais

ANDAIMES E PLATAFORMAS DE TRABALHO

ANDAIMES E PLATAFORMAS DE TRABALHO Página: 1 de 5 ITEM TEXTO ATUAL TEXTO PROPOSTO 18.15.1 Manter 18.15.1.1 18.15.2 Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a que estarão

Leia mais

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 Desenvolvimento Parte 3

Curso Técnico Segurança do Trabalho. Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 Desenvolvimento Parte 3 Curso Técnico Segurança do Trabalho Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho MÄdulo 5 Desenvolvimento Parte 3 Instalações Elétricas a) Manter quadros de distribuição trancados e circuitos identificados;

Leia mais

FOUNDATIONS 4 Melhores Práticas para Segurança em Transportadores de Correias

FOUNDATIONS 4 Melhores Práticas para Segurança em Transportadores de Correias Melhores Práticas para Segurança em Transportadores de Correias CUSTOS DA SEGURANÇA FOUNDATIONS 4 Custo típico de um acidente fatal: $1,2 Million US Custo de um acidente com afastamento: $38.000 US US

Leia mais

ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA

ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA ML-6622 CHURRASQUEIRA ELÉTRICA INTRODUÇÃO A Churrasqueira Elétrica ML-6622 NKS Milano é um produto de alta tecnologia e qualidade. Para melhor entender todas as funções deste aparelho, e utilizá-lo com

Leia mais

Segurança e Higiene do Trabalho

Segurança e Higiene do Trabalho Guia Técnico Segurança e Higiene do Trabalho Volume XXXI Trabalhos com segurança em telhados um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

PLANO DE MONITORIZAÇÃO E PREVENÇÃO ESCAVAÇÃO / ABERTURA DE VALA / TRABALHOS EM VALA OU ESCAVAÇÃO

PLANO DE MONITORIZAÇÃO E PREVENÇÃO ESCAVAÇÃO / ABERTURA DE VALA / TRABALHOS EM VALA OU ESCAVAÇÃO Dono da Entidade Executante: 1 / 6 ESCAVAÇÃO / ABERTURA DE VALA / TRABALHOS EM VALA OU ESCAVAÇÃO Verificação/Tarefas Riscos Medidas de Prevenção/Protecção Resp. Escavação Abertura de vala Trabalhos em

Leia mais

Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim)

Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim) PROCEDIMENTO DE SMS Trabalhos em Altura com a Utilização de Cadeira Suspensa (Balancim) PR-99-993-CPG-009 Revisão: 00 Aprovação: 30/05/2014 Página: 1/7 1. OBJETIVO Estabelecer requisitos de segurança para

Leia mais

Demolições. Algumas ações devem ser executadas antes de se iniciar e durante uma demolição:

Demolições. Algumas ações devem ser executadas antes de se iniciar e durante uma demolição: Demolições Algumas ações devem ser executadas antes de se iniciar e durante uma demolição: Desligamento das linhas de fornecimento de energia elétrica, água, inflamáveis líquidos e gasosos liquefeitos,

Leia mais

Formação em Segurança e Saúde Ocupacional. Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil

Formação em Segurança e Saúde Ocupacional. Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil Formação em Segurança e Saúde Ocupacional Cartão de Formação em S.O. Para a Construção Civil Conteúdo do Curso Regulamento da C.C. Conceitos básicos sobre Segurança na C.C. Prevenção de acidentes e diferentes

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço

Sistema de Gestão da Qualidade PES - Procedimento de Execução de Serviço Revisão: 02 Folha: 1 de 5 1. EQUIPAMENTOS Esquadro metálico; Martelo e serrote; Serra de bancada com proteção para disco; Corda; Chave de dobra; Policorte; Tesoura manual; Jerica e carrinho de mão; Desempenadeira

Leia mais

A Importância dos Projetos de Sistemas de Proteções Coletivas Engº José Carlos de Arruda Sampaio

A Importância dos Projetos de Sistemas de Proteções Coletivas Engº José Carlos de Arruda Sampaio A Importância dos Projetos de Sistemas de Proteções Coletivas Engº José Carlos de Arruda Sampaio Ciclo de Vida do Empreendimento: Todos os empreendimentos tem um ciclo de vida - têm um início, um crescimento

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume IX Movimentação Mecânica de Cargas um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

Dicas de Segurança no Canteiro de Obras

Dicas de Segurança no Canteiro de Obras Dicas de Segurança no Canteiro de Obras INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL EDIFICAÇÕES Coleção Manuais 2008 DSST Divisão de Saúde e Segurança no Trabalho INSTALAÇÕES ELÉTRICAS página 1 Este suplemento é parte

Leia mais

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP

REGISTRO DE ATIVIDADES DO PROCESSO - RAP PCMSO/GEAP 6.1.23.1 Providenciar atestados e exames Todo trabalho em eletricidade deve ser planejado, organizado e executado por empregado capacitado e autorizado. Para executar trabalhos em altura, o

Leia mais

Security, Health and Safety

Security, Health and Safety Security, Health and Safety Conselhos para Colaboradores e Parceiros da Securitas Portugal securitas.pt As quedas, escorregadelas e os tropeçamentos são a causa de acidentes e ferimentos entre Trabalhadores.

Leia mais

Planejamento de canteiros, gerenciamento de obras, lista de verificação

Planejamento de canteiros, gerenciamento de obras, lista de verificação Registro fotográfico fico Planejamento de canteiros, gerenciamento de obras, lista de verificação Armazenamento de materiais (areia) Contenção lateral Cobertura com lona plástica Profa. Geilma L. Vieira

Leia mais

SEGURANÇA na UTILIZAÇÃO de SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PONTES ROLANTES

SEGURANÇA na UTILIZAÇÃO de SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PONTES ROLANTES SEGURANÇA na UTILIZAÇÃO de Objetivos Sensibilizar os operadores de Ponte Rolante quanto à necessidade de neutralizar ao máximo a possibilidade de ocorrência de acidentes. Adotar procedimentos de rotina,

Leia mais

Addendum ao manual 0558003746 (PT):

Addendum ao manual 0558003746 (PT): PT-32EH TOCHA DE CORTE A PLASMA Addendum ao manual 0558003746 (PT): Consulte a página em anexo para ver a lista atualizada de acessórios opcionais e consumíveis. A foto atualizada mostra os corretos números

Leia mais

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto. Este manual traz

Leia mais

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Definição Conforme a NR 06: EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Item 6.1 - Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR 6, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo dispositivo

Leia mais

MANUAL MEIO AMBIENTE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO

MANUAL MEIO AMBIENTE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO MANUAL MEIO AMBIENTE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHO PVP SOCIEDADE ANÔNIMA Fundada em 1962 1 Índice Introdução...... 04 Política de Saúde e Segurança do Trabalho... 06 1. Prevenção e Controle de Riscos...

Leia mais

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214

Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 Manual de Instruções RETÍFICA RETA 1/4 AR 1214 ADVERTÊNCIA: Leia atentamente este manual antes de usar o produto. ÍNDICE SEÇÃO PÁGINA Introdução 3 Normas gerais de segurança 3 Normas especificas de segurança

Leia mais

CADERNO DE PROTEÇÕES COLETIVAS

CADERNO DE PROTEÇÕES COLETIVAS Quando edificares uma casa nova, farás um parapeito, no eirado, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de algum modo cair dela. Moisés (1473 A.C.). Deuteronômio 22.8 CADERNO DE PROTEÇÕES

Leia mais

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS

GESMS. Gerência de Engenharia, Saúde, Meio Ambiente e Segurança. Prevencionista da SMS EM OBRAS Análise Prevencionista da Tarefa - APT SMS EM OBRAS INTRODUÇÃO Nos slides a seguir, estamos divulgando a APT que é uma ferramenta que complementa a AST, analisando o passo a passo e pontos de atenção das

Leia mais

Manual de Instruções DUAL ACTION 0800-6458300 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION 11/07 297-05/00 072469 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO

Manual de Instruções DUAL ACTION 0800-6458300 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION 11/07 297-05/00 072469 REV.1 SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO 11/07 297-05/00 072469 REV.1 CORTADOR DE CABELOS BLUE ACTION SOMENTE PARA USO DOMÉSTICO DUAL ACTION ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800-6458300 Manual de Instruções Cortes curtos 1.Usando o pente de 12 mm (05)

Leia mais

Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Aviário para 300 Aves de Postura, com captação de água pluvial.

Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Aviário para 300 Aves de Postura, com captação de água pluvial. Projeto de Avicultura Colonial PAC/ 2009 Embrapa Clima Temperado Aviário para 300 Aves de Postura, com captação de água pluvial. Responsável: : João Pedro Zabaleta Pesquisador II, Agricultura Familiar

Leia mais

MANUAL TÉCNICO JIRAU PASSANTE ELÉTRICO

MANUAL TÉCNICO JIRAU PASSANTE ELÉTRICO MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO Introdução 03 Descrição da plataforma 04 Instruções de montagem 08 Informações de segurança 12 INTRODUÇÃO O ANDAIME SUSPENSO ELÉTRICO JIRAU é recomendado para trabalhos em altura

Leia mais

NR - 18 - APLICADA EM CANTEIROS DE OBRAS

NR - 18 - APLICADA EM CANTEIROS DE OBRAS NR - 18 - APLICADA EM CANTEIROS DE OBRAS ELVIO LUIZ LORIERI DIR. CANTEIRO DE OBRAS DA ALEC. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS WWW.ALEC.ORG.BR PARA IMPLANTAÇÃO DE UM CANTEIRO DE OBRA, DEVEMOS

Leia mais

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA

1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA [M00 11112011] 1 INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA É muito importante que você leia atentamente todas as instruções antes de utilizar o produto, pois elas garantirão sua segurança. Condições de Instalação

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE ENCERAR

MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE ENCERAR MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE ENCERAR ZV1000A (127V) ZV1000B (220V) Leia atentamente este Manual, antes de usar sua Enceradeira. Guarde-o em local seguro, para futuras consultas. SAC: (11) 5660.2600

Leia mais

Evolução da sinistralidade em matéria de máquinas e equipamentos de trabalho. Carlos Montemor (ACT)

Evolução da sinistralidade em matéria de máquinas e equipamentos de trabalho. Carlos Montemor (ACT) Evolução da sinistralidade em matéria de máquinas e equipamentos de trabalho Carlos Montemor (ACT) 1 Sumário 1 Dados estatísticos (Eurostat, GEE) período 2008 2012 ano 2011 2 Dados da atividade inspetiva

Leia mais

DOU 201 21/01/2011 24/01/2011) * O

DOU 201 21/01/2011 24/01/2011) * O 18.15. Andaimes. 18.15.1.1 Os projetos de andaimes do tipo fachadeiro, suspensos e em balanço devem ser acompanhados pela respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica. (Nova redação dada pela Portaria

Leia mais

3 Manual de Instruções

3 Manual de Instruções 3 Manual de Instruções INTRODUÇÃO Parabéns pela escolha de mais um produto de nossa linha. Para garantir o melhor desempenho de seu produto, o usuário deve ler atentamente as instruções a seguir. Recomenda-se

Leia mais

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 8 2 REGRAS PARA AS EMPRESAS CONTRATADAS

TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 8 2 REGRAS PARA AS EMPRESAS CONTRATADAS TREINAMENTO INTEGRAÇÃO MÓDULO 8 1 PROGRAMA OBRAS SEGURAS 2 REGRAS PARA AS EMPRESAS CONTRATADAS 3 VOCÊ PARTICIPA DO PROGRAMA 4 VISITA TÉCNICA 5 PRINCIPAIS DESVIOS 6 SUSPENSÃO Programa Obras Seguras PROGRAMA

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO AQUECEDOR HALOGÊNIO OSCILANTE CADENCE COMODITÀ AQC300

MANUAL DO USUÁRIO AQUECEDOR HALOGÊNIO OSCILANTE CADENCE COMODITÀ AQC300 MANUAL DO USUÁRIO AQUECEDOR HALOGÊNIO OSCILANTE CADENCE COMODITÀ AQC300 Obrigado por adquirir o Aquecedor Halogênio Oscilante Cadence Comodità, um produto de alta tecnologia, seguro e eficiente. É muito

Leia mais

Recebimento, Manuseio e Armazenamento dos Centros de Controle de Motores CENTERLINE 2500

Recebimento, Manuseio e Armazenamento dos Centros de Controle de Motores CENTERLINE 2500 Instruções Recebimento, Manuseio e Armazenamento dos Centros de Controle de Motores CENTERLINE 2500 Recebimento IMPORTANTE A entrega de equipamentos às empresas de transporte pela Rockwell Automation é

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3184

MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3184 MANUAL DE INSTRUÇÕES DEPILADOR ELÉTRICO AT-3184 POR FAVOR, LEIA ESTE MANUAL ATENTAMENTE ANTES DE UTILIZAR O PRODUTO Você acabou de adquirir um produto ETERNY, da mais alta qualidade. Agradecemos a sua

Leia mais

TÉCNICO. manual BALANCIM INDIVIDUAL - CADEIRINHA

TÉCNICO. manual BALANCIM INDIVIDUAL - CADEIRINHA manual TÉCNICO BALANCIM INDIVIDUAL - CADEIRINHA Sumário Balancim Individual - Cadeirinha...03 Instrução de Montagem...05 Norma Regulamentadora NR-18...07 Atualização da NR-18...11 Balancim Individual -

Leia mais

TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura. AUTORIA: Paula Mendes. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO

TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura. AUTORIA: Paula Mendes. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO TÍTULO: Segurança nos Trabalhos em Altura AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 165 (Julho/Agosto de 2006) INTRODUÇÃO A execução de trabalhos em altura expõe os trabalhadores a riscos elevados,

Leia mais

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890

Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Manual de Instruções Tupias TPA-740; TPA-890 Figura 1: VISTA DA TUPIAS (IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA) Advertência: Não execute nenhuma operação com o equipamento antes de ler atentamente este manual. Este

Leia mais

Procedimentos referentes aos serviços de terceiros nas dependências dos Campi da UNICENTRO.

Procedimentos referentes aos serviços de terceiros nas dependências dos Campi da UNICENTRO. INSTRUÇÃO NORMATIVA No. 001 DATA: 30/04/2010 1. ASSUNTO: Procedimentos referentes aos serviços de terceiros nas dependências dos Campi da UNICENTRO. 2. Serviços Terceirizados A presente instrução tem por

Leia mais

Obrigações legais no trabalho com máquinas e equipamentos de trabalho

Obrigações legais no trabalho com máquinas e equipamentos de trabalho Obrigações legais no trabalho com máquinas e equipamentos de trabalho 1 1. A campanha MET 2. Aquisição de máquinas seguras 3. Utilização de equipamentos de trabalho bem adaptados 4. Locais de trabalho

Leia mais

Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de Proteção Coletiva (EPC)

Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de Proteção Coletiva (EPC) Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e de Proteção Coletiva (EPC) PCC 2302 Gestão da Produção na Construção Civil Profº Francisco Ferreira Cardoso Juliana Bueno Silva Thales Landgraf Soraia Regina

Leia mais

TRABALHOS EM ALTURA. Nicolau Bello / Jorge C. Martos. Setor Prevenção de Riscos Laborais email:- nicobelo@hotmail.com. Autor: Nicolau Bello

TRABALHOS EM ALTURA. Nicolau Bello / Jorge C. Martos. Setor Prevenção de Riscos Laborais email:- nicobelo@hotmail.com. Autor: Nicolau Bello TRABALHOS EM ALTURA Nicolau Bello / Jorge C. Martos Setor Prevenção de Riscos Laborais email:- nicobelo@hotmail.com 1 nicobelo@hotmail.com Introdução Define-se trabalho em altura aqueles que são executados

Leia mais

NR 12 - Máquinas e Equipamentos (112.000-0)

NR 12 - Máquinas e Equipamentos (112.000-0) 12.1. Instalações e áreas de trabalho. NR 12 - Máquinas e Equipamentos (112.000-0) 12.1.1. Os pisos dos locais de trabalho onde se instalam máquinas e equipamentos devem ser vistoriados e limpos, sempre

Leia mais

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira.

Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. Treinamento Básico de segurança para Operadores de Empilhadeira. 1 OBJETIVO: Definir requisitos mínimos para: Operação; Inspeção; Qualificação do operador. 2 INTRODUÇÃO GENERALIDADES Existem basicamente

Leia mais

LISTA DE CHECAGEM ANDAIMES FACHADEIROS

LISTA DE CHECAGEM ANDAIMES FACHADEIROS LISTA DE CHECAGEM DE ANDAIMES FACHADEIROS Autor DEOGLEDES MONTICUCO Iniciou aos 14 anos como Mensageiro. 1974 - Engenheiro Civil e 1975 - Engenheiro de Segurança do Trabalho. Obras de construções: Hidrelétrica;

Leia mais

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100.

ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. PARECER TÉCNICO DAS ANOMALIAS ENCONTRADAS NA EDIFICAÇÃO DE GARANTIA POR PARTE DA CONSTRUTORA. 1ªPARTE TORRES 1 a 3. CONDOMÍNIO: Brink Condomínio Clube. ENDEREÇO: Estrada de Itapecerica Nº 2.100. CIDADE/UF:

Leia mais