Interruptores Seccionadores SDW Correntes Nominais de 40 a 70 A Versões bipolar, tripolar e tetrapolar

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Interruptores Seccionadores SDW Correntes Nominais de 40 a 70 A Versões bipolar, tripolar e tetrapolar"

Transcrição

1 Minidisjuntores MBW Correntes nominais de 2 a 70 A Curvas de disparo B e C Versões monopolar, bipolar, tripolar e tetrapolar Interruptores Diferenciais Residuais DRs RBW Sensibilidade de ou 0mA Correntes Nominais de 25 a 100A Versões bipolar e tetrapolar Interruptores Seccionadores SDW Correntes Nominais de a 70 A Versões bipolar, tripolar e tetrapolar

2 Minidisjuntores MBW O Minidisjuntor termomagnético MBW foi desenvolvido para proteção de instalações elétricas contra sobrecargas e curtocircuitos.com correntes que variam de 2 a 70A, o MBW pode ser monopolar, bipolar, tripolar ou tetrapolar. Disparadores térmicos e magnéticos para proteção contra sobrecarga e curtocircuito atuam com rapidez na detecção e extinção da falha. Possui mecanismo de disparo livre garantindo a atuação do Minidisjuntor mesmo com alavanca de acionamento travada na posição ligado. Contatos especiais de prata garantem a segurança contra soldagem em caso de curtocircuito, assim como câmara de extinção de arco, que absorve a energia do arco elétrico e extingueo, quando da ocorrência do curtocircuito. Segurança contra atuação indevida em situações de alta vibração, proporcionada por um sistema rígido para o acionamento da manopla. Os bornes de conexão do Minidisjuntor MBW permitem que condutores de diferentes diâmetros sejam conectados. Coordenação de Proteção Para obterse uma seleção adequada do Minidisjuntor, sua corrente nominal deve ser menor ou igual à corrente máxima admitida pelo condutor da instalação a ser protegida (consultar valores fornecidos pelos fabricantes de condutores). Curvas de disparo O Minidisjuntor MBW atende as curvas características de disparo B e C, conforme a Norma IEC 60898, podendo ser utilizado nas mais variadas aplicações. CURVA B O Minidisjuntor de curva B tem como característica principal o disparo instantâneo para correntes entre 3 a 5 vezes a corrente nominal. Sendo assim, são aplicados principalmente na proteção de circuitos com características resistivas ou com grandes distâncias de cabos envolvidas. Ex: Lâmpadas incandecentes, chuveiros, aquecedores elétricos, etc. CURVA C O Minidisjuntor de curva C tem como característica o disparo instantâneo para correntes entre 5 a 10 vezes a corrente nominal. Sendo assim, são aplicados para a proteção de circuitos com instalação de cargas indutivas. Ex: Lâmpadas fluorescentes, geladeiras, máquinas de lavar, etc. Interruptores Seccionadores SDW Os Interruptores Seccionadores SDW possuem as mesmas carcaças dos Minidisjuntores nas versões bipolar, tripolar e tetrapolar, porém são desprovidos dos disparadores térmicos e magnéticos, ou seja, não possuem curvas de disparo, tendo a função de seccionar circuitos elétricos com correntes de até 70A conforme norma IEC

3 Interruptores Diferenciais Residuais DRs RBW Os Interruptores Diferenciais Residuais (DRs) são os dispositivos utilizados para a proteção de pessoas e instalações quanto a contatos diretos ou indiretos, pois protegem contra os efeitos de correntes de fuga terra, detectando estas fugas que possam existir em circuitos elétricos. Segundo norma NBR 5410 ( ), independente do esquema de aterramento é obrigatório o uso de dispositivos DRs com sensibilidade igual ou menor a ma nos circuitos: a) situados em locais contendo banheira ou chuveiro. b) de tomadas de corrente situadas em áreas externas à edificação. c) de tomadas de correntes que possam vir alimentar equipamentos no exterior. d) residenciais ou edificações não residenciais de cozinhas, copascozinhas, lavanderias, áreas de serviço, garagens e áreas internas molhadas em uso normal ou sujeitas a lavagens. Sensibilidade ma ou 0mA A sensibilidade ou corrente diferencial residual nominal de atuação (I n) é o primeiro fator a ditar se um DR pode ser aplicado à proteção contra contatos indiretos e à proteção complementar contra contatos diretos; ou se ele pode ser aplicado apenas contra contatos indiretos. O DR com sensibilidade de ma é considerado de alta sensibilidade e pode ser utilizado tanto na proteção contra contatos indiretos quanto na proteção complementar contra contatos diretos, garantindo a total proteção das pessoas/usuários. O DR com sensibilidade de 0mA é considerado de baixa sensibilidade e é utilizado na proteção de instalações contra contatos indiretos ou contra riscos de incêndio (conforme normas de instalação), limitando as correntes de falta/fuga à terra em locais que processem ou armazenem materiais inflamáveis, como papel, palha, fragmentos de madeira, plásticos, etc. Princípio de Funcionamento O Interruptor DR mede permanentemente a soma vetorial das correntes que percorrem os condutores de um circuito. Se o circuito elétrico estiver funcionando sem problemas, a soma vetorial das correntes nos seus condutores é praticamente nula. Ocorrendo falha de isolamento em um equipamento alimentado por esse circuito, surgirá uma corrente de falta à terra. Quando isto ocorre, a soma vetorial das correntes nos condutores monitorados pelo DR não é mais nula e o dispositivo detecta justamente essa diferença de corrente. Da mesma forma, se alguma pessoa vier a tocar uma parte viva do circuito protegido, a corrente irá circular pelo corpo da pessoa, provocando igualmente um desequilíbrio na soma vetorial das correntes. Este desequilíbrio será também detectado pelo DR tal como se fosse uma corrente de falta à terra. Curva de Funcionamento Diagramas de Ligação Zona 1 Nenhum efeito perceptível. Zona 2 Efeitos fisiológicos geralmente nao danosos Zona 3 Efeitos fisiológicos notáveis (parada cardíaca, parada respiratória, contrações musculares, geralmente reversíveis. Zona 4 Elevada probabilidade de efeitos fisiológicos graves e irreversíveis fibrilação cardíaca, parada respiratória. Faixa de atuação do Disjuntor DR de sensibilidade ma. Notas: (1) Os Interruptores DRs bipolares são usados normalmente em sistemas fase/neutro ou fase/fase. (2) Os Interruptores DRs tetrapolares podem ser usados em qualquer tipo de rede. (3) Todos os condutores de fase, incluindo o neutro devem ser conectados ao RBW, entretanto, o condutor terra não deve ser conectado. O condutor do neutro na saída do RBW, deve permanecer isolado em toda instalação e não deve ser conectado ao terra. (4) Caso utilizese um RBW tetrapolar como bipolar, a fase deve passar pelos terminais 56 e o neutro por 78.

4 Minidisjuntores MBW Tabela de Seleção In (A) Monopolar Bipolar Tripolar Tetrapolar Curva B Curva C Curva B Curva C Curva B Curva C Curva C MBWC2 MBWC22 MBWC23 MBWC4 MBWC42 MBWC43 MBWB6 MBWC6 MBWB62 MBWC62 MBWB MBWC MBWC64 MBWB10 MBWC10 MBWB102 MBWC102 MBWB103 MBWC103 MBWC104 MBWB16 MBWC16 MBWB162 MBWC162 MBWB1 MBWC1 MBWC164 MBWB20 MBWC20 MBWB202 MBWC202 MBWB203 MBWC203 MBWC204 MBWB25 MBWC25 MBWB252 MBWC252 MBWB253 MBWC253 MBWC254 MBWB32 MBWC32 MBWB322 MBWC322 MBWB323 MBWC323 MBWC324 MBWB MBWC MBWB2 MBWC2 MBWB3 MBWC3 MBWC4 MBWB50 MBWC50 MBWB502 MBWC502 MBWB503 MBWC503 MBWC504 MBWB MBWC MBWB2 MBWC2 MBWB3 MBWC3 MBWC4 MBWC70 MBWC702 MWBC703 MBWC704 Exemplo de Codificação MBWC3 Minidisjuntor WEG Curva de Disparo nº de pólos * Curva de Disparo * Obs: Para Minidisjuntores monopolar não é necessário informar o número de pólos. Dados Técnicos Normas Tensão nominal máxima (Vca) Tensão nominal mínima (Vca) Tensão nominal máxima (Vcc) Correntes nominais Freqüência Temperatura ambiente (ºC) Curvas de disparo Vida elétrica Vida mecânica Grau de proteção Secção de condutores (mm 2 ) Bornes de entrada Posição de montagem Fixação Capacidade de interrupção de curto circuito NEMA AB1 127V CA IEC /0V IEC /0V Massa (kg) NBR NM 60898, NBR IEC , IEC , IEC e VDE Vca 50/60Hz 12Vca 50/60Hz 60Vcc 2 a 70A 50/60Hz 20 a +50 Curva característica de disparo B (3 a 5 vezes In) Curva característica de disparo C (5 a 10 vezes In) manobras manobras IP 20 0,75 a 25 Superiores ou Inferiores sem restrição Trilho DIN 35mm 10kA 6kA 3kA 0,100 (monopolar) 0,197 (bipolar) 0,2 (tripolar) 0,1 (tetrapolar) Dimensões

5 Interruptores Diferenciais Residuais DRs RBW Tabela de Seleção Corrente Nominal Residual I n (ma) In (A) Bipolar Tetrapolar RBW252 RBW2 RBW2 RBW0252 RBW02 RBW02 RBW254 RBW4 RBW4 RBW804 * RBW1004 * RBW0254 RBW04 RBW04 * Disponível a partir de Agosto Exemplo de Codifcação RBW4 DR WEG Sensibilidade nº de pólos Corrente nominal Dados Técnicos Normas Número de pólos Correntes nominais Correntes nominais residuais Resistência ao curtocircuito Tensão nominal (Un) Máxima tensão de operação Tensão de operação do dispositivo de teste (Ut) Freqüência Grau de proteção Posição de montagem Fixação Terminais Vida útil Temperatura ambiente (ºC) Abertura livre Massa (kg) Tipo IEC e DIN VDE e 4 pólos 25,,, 80, e 100 A ma e 0mA 6kA, associado com minidisjuntor ou fusível de backup 2V (bipolar) 2/0V (tetrapolar) 1,10 x Un 100 até 0V 50/60Hz IP20 sem restrição Trilho DIN 35mm Condutores sólidos ou flexíveis de 1 até 25 mm 2 e barramentos Elétrica manobras Mecânica manobras 5 a +55 Sim 0,208 (bipolar) 0,416 (tetrapolar) AC (sensível apenas a corrente alternada) Dimensões

6 Interruptores Seccionadores SDW (IEC 9473) Tabela de Seleção In (A) Bipolar Tripolar Tetrapolar SDW2 SDW3 SDW4 SDW2 SDW3 SDW4 70 SDW702 SDW703 SDW704 Exemplo de Codificação Interruptor Seccionador WEG Dados Técnicos SDW3 nº de pólos Corrente nominal Excetuandose os dados de curvas características de disparo e as capacidades de interrupção de curtocircuito, os demais dados técnicos dos Interruptores Seccionadores são iguais aos minidisjuntores. Isto devido aos Interruptores Seccionadores serem desprovidos dos disparadores térmico e magnético, mas serem fabricados nas mesmas carcaças dos Minidisjuntores. Dimensões Soluções compactas WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S.A. ACIONAMENTOS Av. Prefeito Waldemar Grubba, Jaraguá do Sul SC Fone (47) Fax (47) Mod / Sujeito a alterações sem aviso prévio. As informações contidas são valores de referênica.

Proteção Diferencial

Proteção Diferencial GE Consumer & Industrial GE Energy Management Industrial Solutions Proteção Diferencial DR - Interruptor Diferencial Residual DDR - Disjuntor com Proteção Diferencial DOC (Diff-o-Click) - Blocos Diferenciais

Leia mais

A solução ideal para instalações residenciais e terciárias

A solução ideal para instalações residenciais e terciárias NOVOS Disjuntores RX 3 A solução ideal para instalações residenciais e terciárias Ambiente Residencial - área úmida Ambiente Residencial Soho - Pequeno Escritório ou Home Office Ambiente Residencial -

Leia mais

Mini-Disjuntores. GE Industrial Solutions. GE imagination at work. Aplicações comerciais e industriais Norma IEC (0,5-125A) GE Consumer & Industrial

Mini-Disjuntores. GE Industrial Solutions. GE imagination at work. Aplicações comerciais e industriais Norma IEC (0,5-125A) GE Consumer & Industrial GE Consumer & Industrial GE Industrial Solutions Produzidos no Brasil Séries G5 e G0 MiniDisjuntores Aplicações comerciais e industriais Norma IEC (0,5 A) GE imagination at work 2 1 Parte externa, termoplástica

Leia mais

Proteção Diferencial. GE Energy Services Industrial Solutions. imagination at work

Proteção Diferencial. GE Energy Services Industrial Solutions. imagination at work GE Consumer & Industrial GE Energy Services Industrial Solutions Proteção Diferencial DR - Interruptor Diferencial Residual DDR - Disjuntor com Proteção Diferencial DOC (Diff-o-Click) - Blocos Diferenciais

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Motores utomação Energia ransmissão & Distribuição intas utomação Minidisjuntores MDW e MDWH uadros de Distribuição DW Disjuntores em Caixa Moldada Predial DWP Interruptores Diferenciais Residuais RDW

Leia mais

Mini-Disjuntores. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. Rua Iapó 334 - Casa Verde - São Paulo - SP - CEP:02512.02

Mini-Disjuntores. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. Rua Iapó 334 - Casa Verde - São Paulo - SP - CEP:02512.02 GE Consumer & Industrial GE Energy Management Industrial Solutions MSA CONTROL () 397 comercial@msacontrol.com.br Produzidos no Brasil s GE30/G5/G0 MiniDisjuntores Norma IEC (0,5 A) MSA CONTROL Indústria

Leia mais

Proteção contra choques elétricos e incêndios

Proteção contra choques elétricos e incêndios Proteção contra choques elétricos e incêndios Fabricado no Brasil Dispositivos D Proteção contra correntes de fuga à terra em instalações elétricas de baixa tensão Dispositivos D, Módulos D, Disjuntores

Leia mais

Para que o sistema de proteção atinja a finalidade a que se propõe ele deve obedecer aos seguintes requisitos básicos:

Para que o sistema de proteção atinja a finalidade a que se propõe ele deve obedecer aos seguintes requisitos básicos: 5 Proteção e Coordenação de Instalações Industriais Para que o sistema de proteção atinja a finalidade a que se propõe ele deve obedecer aos seguintes requisitos básicos: 1 Seletividade É a capacidade

Leia mais

Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais

Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais Produtos de Baixa Tensão Soluções modulares para proteção elétrica Minidisjuntores, interruptores diferenciais, blocos diferenciais e minidisjuntores diferenciais Soluções para aplicações residenciais

Leia mais

Motores Automação Energia Tintas. Automação Soluções WEG para Construção Civil

Motores Automação Energia Tintas. Automação Soluções WEG para Construção Civil Motores Automação Energia Tintas Automação Minidisjuntores - MDW Os Minidisjuntores termomagnéticos MDW foram desenvolvidos para proteção de instalações elétricas contra sobrecargas e curto-circuitos.

Leia mais

Utilizados para instalações de baixa tensão em edifícios residenciais, comerciais e também em instalações industriais.

Utilizados para instalações de baixa tensão em edifícios residenciais, comerciais e também em instalações industriais. Série Disjuntor e Interruptor para baixa tensão Utilizados para instalações de baixa tensão em edifícios residenciais, comerciais e também em instalações industriais. Potência para os negócios no mundo

Leia mais

Proteção de Sistemas Elétricos Disjuntores, DR e DPS. Júlio Bortolini Engenheiro Eletricista Soprano Eletrometalúrgica e Hid. Ltda

Proteção de Sistemas Elétricos Disjuntores, DR e DPS. Júlio Bortolini Engenheiro Eletricista Soprano Eletrometalúrgica e Hid. Ltda Proteção de Sistemas Elétricos Disjuntores, DR e DPS Júlio Bortolini Engenheiro Eletricista Soprano Eletrometalúrgica e Hid. Ltda DISJUNTORES Definição Disjuntor Disjuntor: dispositivo de seccionamento

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Manobra de Capacitores

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Manobra de Capacitores Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Contatores para Manobra de Capacitores Manobras de Capacitores para Correção do Fator de Potência A linha de contatores especiais CWMC

Leia mais

Proteção contra. choques elétricos e incêndios. Proteção contra. choques elétricos e incêndios

Proteção contra. choques elétricos e incêndios. Proteção contra. choques elétricos e incêndios Proteção contra choques elétricos e incêndios Proteção contra choques elétricos e incêndios Fabricado no Brasil Dispositivos D Proteção contra correntes de fuga à terra em instalações elétricas de baixa

Leia mais

Motores Energia Automação Tintas

Motores Energia Automação Tintas Motores Energia Automação Tintas Automação Minidisjuntores MDW Disjuntores em Caixa Moldada Predial DWP Interruptores Diferenciais Residuais RDW Dispositivo de Proteção Contra Surto SPW Índice Minidisjuntores

Leia mais

** OBS. Z=R+jωl e o seu módulo: Z R XL R l

** OBS. Z=R+jωl e o seu módulo: Z R XL R l Análise da Corrente de Curto - Circuito A Análise da corrente de curto circuito em sistemas de baixa tensão é necessária para dimensionar corretamente a proteção do equipamento (disjuntor de proteção)

Leia mais

Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2

Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2 Proteção ao circuitos elétricos Baixo custo Conformidade IEC 60947-2 Disjuntores FM101 - Linha de Disjuntores em Caixa moldada Disjuntores FM101 - Linha de Disjuntores em Caixa moldada Os disjuntores FM

Leia mais

Dispositivos De Proteção Residual

Dispositivos De Proteção Residual Dispositivos De Proteção Residual Normas Técnicas A proteção diferencial residual deve ser instalada como: Proteção Geral; Proteção por Circuito; Nos circuitos em que o dispositivo de proteção esteja instalado,sempre

Leia mais

Catalogo Técnico. Disjuntor Motor BDM-NG

Catalogo Técnico. Disjuntor Motor BDM-NG Catalogo Técnico Disjuntor Motor BDM-NG Disjuntores-Motor BDM-NG Generalidade: O disjuntor-motor BDM-NG,Tripolar, são termomagnéticos compactos e limitadores de corrente. Ideal para o comando e a proteção

Leia mais

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho

DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho [ PROTEÇÃO E COMANDO ] Produtos e sistemas DRX caixa moldada Uma linha compacta, versátil e de alto desempenho 1 VANTAGENS Permite a montagem frontal de acessórios elétricos por encaixe simples Fácil conexão

Leia mais

Disjuntores-Motor BDM-G. Dados Técnicos Características Gerais. Posições das teclas

Disjuntores-Motor BDM-G. Dados Técnicos Características Gerais. Posições das teclas Disjuntores-Motor BDM-G Generalidade: O disjuntor-motor BDM-G,Tripolar, são termomagnéticos compactos e limitadores de corrente. Ideal para o comando e a proteção dos motores. Possuem alta capacidade de

Leia mais

Disjuntor-motor MPW25

Disjuntor-motor MPW25 Disjuntor-motor MPW25! Solução Compacta para Proteção do circuito elétrico e partida/proteção de motores! Disparadores Térmico e Magnético! Alta capacidade de Interrupção! Completa Linha de Acessórios

Leia mais

CWC + ACESSÓRIOS. 3 e 4. 3 e 4. 3 e 4

CWC + ACESSÓRIOS. 3 e 4. 3 e 4. 3 e 4 Minicontator CWC ü Manobra em regime AC-3 até 16A. ü Acoplamento direto ao relé de sobrecarga RW17D ü Linhas com bobina CA e CC com mesmo dimensional ü Bobina CC de baixo consumo ü Operação em regime AC-4

Leia mais

Dispositivos de proteção contra choques elétricos e esquemas de aterramento

Dispositivos de proteção contra choques elétricos e esquemas de aterramento Dispositivos de proteção contra choques elétricos e esquemas de aterramento Dispositivos de proteção contra choques elétricos e Esquemas de aterramento 1 Norma técnica...03 1.1 ABNT...03 1.2 Avaliação

Leia mais

GE Industrial Solutions. Disjuntores Industriais Norma IEC. TEDi / THEDi. GE imagination at work. GE Consumer & Industrial

GE Industrial Solutions. Disjuntores Industriais Norma IEC. TEDi / THEDi. GE imagination at work. GE Consumer & Industrial GE Consumer & Industrial GE Industrial Solutions Disjuntores Industriais Norma IEC TEDi / THEDi GE imagination at work 2 TEDi e THEDi Características técnicas do produto NBR IEC 609472 TIPO Nº de pólos

Leia mais

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS

RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS RELÉS CONTATORES - BOTOEIRAS Análise de Circuitos Contatores/Relés Aula 02 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina Sobrecarga

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

REGULAMENTO CENTRO DE EVENTOS FIERGS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

REGULAMENTO CENTRO DE EVENTOS FIERGS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS No caso das instalações elétricas existentes nos espaços não comportarem a carga elétrica a ser ligada pelo evento, é necessário que a Contratante apresente os documentos e respeite as condições mínimas

Leia mais

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada

Critérios Construtivos do Padrão de Entrada Notas: Critérios Construtivos do Padrão de Entrada A fiação do ramal de saída deve ser a mesma fiação do ramal de entrada. O padrão de entrada na zona rural deverá ficar no mínimo de 10 metros e no máximo

Leia mais

BHR5 - SECCIONADORAS "SOB CARGA" FUSÍVEIS NH

BHR5 - SECCIONADORAS SOB CARGA FUSÍVEIS NH BHR5 - SECCIONADORAS "SOB CARGA" FUSÍVEIS NH Página 1 BHR5 - SECCIONADORAS "SOB CARGA" - FUSÍVEIS NH -proteção e comando de instalações elétricas em Baixa Tensão (BT). -prevista para incorporar fusíveis

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Relés de Sobrecarga Térmico RW Informações Gerais - Local para identificação - Tecla Reset + Multifunção

Leia mais

Produtos de Automação. Disjuntor em caixa moldada Baixa tensão Linha Formula

Produtos de Automação. Disjuntor em caixa moldada Baixa tensão Linha Formula Produtos de Automação Disjuntor em caixa moldada Baixa tensão Linha Formula Simplicidade e qualidade A linha de disjuntores em caixa moldada FORMULA é o resultado da longa experiência da ABB ao longo de

Leia mais

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola)

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola) Supervisão de parada de emergência e monitoramento de portas Supervisão de sensores de segurança magnéticos codificados Entrada para 1 ou 2 canais Categoria de Segurança até 4 conforme EN 954-1 Para aplicações

Leia mais

PROTEÇÃO CONTRA CHOQUE ELÉTRICO

PROTEÇÃO CONTRA CHOQUE ELÉTRICO PROTEÇÃO CONTRA CHOQUE ELÉTRICO SECCIONAMENTO AUTOMÁTICO DA ALIMENTAÇÃO Prof. Marcos Fergütz Março/2014 O CHOQUE ELÉTRICO OCORRE POR Fonte: www.google.com.br/imagem Fonte: SIEMENS Efeitos do Choque Elétrico

Leia mais

PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES

PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES 9 PROTEÇÃO CONTRA SOBRE CORRENTES 9.1 INTRODUÇÃO O aumento da temperatura nos condutores de uma instalação elétrica, devido a circulação de corrente (efeito Joule), projetada para o funcionamento normal,

Leia mais

DICAS. Instalações elétricas residenciais. 8ª Edição

DICAS. Instalações elétricas residenciais. 8ª Edição DICAS Instalações elétricas residenciais 8ª Edição DICAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RES CONCEITOS BÁSICOS DE ELETRICIDADE Nos condutores existem partículas invisíveis chamadas de elétrons livres que, assim

Leia mais

Disjuntor Nema. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. Rua Iapó 334 - Casa Verde - São Paulo - SP - CEP:02512.02

Disjuntor Nema. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. Rua Iapó 334 - Casa Verde - São Paulo - SP - CEP:02512.02 GE Energy Management Industrial Solutions MSA CONTROL (11) 39611171 comercial@msacontrol.com.br Disjuntor Nema Disjuntores (10 a 1200A) MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. Rua Iapó 334 Casa Verde São

Leia mais

Painel com disjuntores

Painel com disjuntores Painel com disjuntores AR63 A prova de tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Painel de distribuição, alimentação, proteção, etc. montado em invólucros fabricados em liga de alumínio

Leia mais

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas menores que 0,4 W/kvar Dispositivo interruptor de segurança

Leia mais

Especificação de Disjuntores Segundo a ABNT

Especificação de Disjuntores Segundo a ABNT Especificação de Disjuntores Segundo a ABNT Responsabilidade do profissional Normas Regulamentadoras (NR) - SSMT/MTb MTb NR-10 em 10.1.2 : Nas instalações e serviços em eletricidade,... usar as normas

Leia mais

Projeto de Instalações Elétricas Residenciais

Projeto de Instalações Elétricas Residenciais Projeto de Instalações Elétricas Residenciais Me. Hader Aguiar Dias Azzini hader_azzini@hotmail.com Campinas - ES 2014 Introdução Em geral, o projeto elétrico compreende quatro partes: Memória (justificativa

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Aplicações de Segurança

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Automação Contatores para Aplicações de Segurança Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Contatores para Aplicações de Segurança Com a crescente conscientização da necessidade de avaliação dos riscos na operação de máquinas

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Contatores para Aplicações de Segurança

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Contatores para Aplicações de Segurança Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Contatores para Aplicações de Segurança Contatores para Aplicações de Segurança Com a crescente conscientização da necessidade de avaliação dos

Leia mais

Sabe quem está na sua casa e você nem percebe?

Sabe quem está na sua casa e você nem percebe? Sabe quem está na sua casa e você nem percebe? Motores Eneria Automação Tintas WEG: no seu dia-a-dia Se em sua casa tem lava-roupas, condicionador de ar, banheira de hidromassaem, esteira, cortador de

Leia mais

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia.

SIMBOX XF. Design Segurança Fácil instalação. Quadros de distribuição de energia. A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Fabricado no Brasil SIMBOX XF Quadros de distribuição de energia A melhor opção em quadros de distribuição de energia. Design Segurança Fácil instalação www.siemens.com.br/simboxxf SIMBOX XF Por fora muito

Leia mais

Relés de Sobrecarga Térmicos 3US

Relés de Sobrecarga Térmicos 3US Relés de Sobrecarga Térmicos US Relés de Sobrecarga Térmicos US /2 / /5 /8 Resumo Tabela de Seleção Informações Técnicas Esquema Dimensional catalogo TS_ cap.indd 1 Relés de Sobrecarga Térmicos US Relés

Leia mais

13 - INSTALAÇÕES DE FORÇA MOTRIZ

13 - INSTALAÇÕES DE FORÇA MOTRIZ Instalações Elétricas Professor Luiz Henrique Alves Pazzini 104 13.1 - Introdução 13 - INSTALAÇÕES DE FORÇA MOTRIZ Existem três configurações básicas para alimentação de motores que operam em condições

Leia mais

Produtos de Baixa Tensão. Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa

Produtos de Baixa Tensão. Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa Produtos de Baixa Tensão Quadros de distribuição de energia elétrica Linha Europa Quadros de distribuição de energia elétrica Soluções residenciais 8 6 3 2 1 5 4 7 5 1 3 2 1 Proteção contra curtocircuitos

Leia mais

Soluções para proteção elétrica

Soluções para proteção elétrica Soluções para proteção elétrica Soluções para proteção elétrica Tabela geral... 2 Linha Padrão... 5... 5...... 7... 8... 9 Linha Completa... 11... 12... 15...... 18... 19...... 22... 24... 25 Linha Alta

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Automação Energia Tintas Unidade Capacitiva Monofásica - UCW g As unidades capacitivas monofásicas WEG, tipo UCW, são produzidas com filme de polipropileno

Leia mais

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W Série - Contator modular 25-40 - 63 A SÉRIE Características.32.0.xxx.1xx0.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos Largura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla abertura Energização

Leia mais

DICAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RES

DICAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RES DICAS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS RES z CNCEITS BÁSICS DE ELETRICIDADE Nos condutores existem partículas invisíveis chamadas de elétrons livres que, assim como os planetas ao redor do sol, giram ao redor

Leia mais

Instalações Elétricas Industriais

Instalações Elétricas Industriais Instalações Elétricas Industriais ENG 1480 Professor: Rodrigo Mendonça de Carvalho Instalações Elétricas Industriais CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO Flexibilidade: admitir mudanças nas localizações dos equipamentos,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$

ESPECIFICAÇÃO DO ITEM R$ ANEXO 2 Planilha Orçamentária Estimativa de Quantitativos e Preços Máximos Global e Unitários LOTE ÚNICO ESPECIFICAÇÃO DO ITEM Qtde. Unitário R$ Total R$ 01 02 03 04 05 CHAVE NIVEL TIPO BOIA,ATUACAO: ALARME

Leia mais

Disjuntores Abertos Linha SA

Disjuntores Abertos Linha SA Disjuntores Abertos Linha SA Disponível nas correntes de 1.600 a 4.000A, o atende a norma NBR IEC 60.947-2, categoria B de utilização. Fabricado com relé microprocessado LSIG, a linha de disjuntores abertos

Leia mais

22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0. Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores

22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0. Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores Série 22 - Contator modular 25-40 - 63 A SÉRIE 22 Características 22.32.0.xxx.1xx0 22.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos argura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla

Leia mais

Relés de Nível. Manual de Instalação. Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) C205726 - REV 1

Relés de Nível. Manual de Instalação. Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) C205726 - REV 1 Relés de Nível Relé de Nível Inferior (RNAI) Relé de Nível Superior (RNAS) Manual de Instalação C205726 - REV 1 1) Apresentação Relés de Nível RNAI e RNAS Este manual descreve as características de funcionamento,

Leia mais

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Automação Energia Tintas Manobra e Proteção de Motores Elétricos Motores Automação Eneria Tintas Destinadas à manobra e proteção de motores elétricos trifásicos e monofásicos. De acordo com a aplicação a WEG disponibiliza uma

Leia mais

GE imagination at work

GE imagination at work GE imagination at work * Foto Ilustrativa 1 Parte externa, termoplástica 2 Terminal superior Câmara de extinção de arco 4 Bobina responsável pelo disparo instantâneo (magnético) 5 Alavanca: 0 Desligado:

Leia mais

Relé Auxiliar RCA 116

Relé Auxiliar RCA 116 Relé Auxiliar RCA 116 Aplicação, Estrutura e Funcionamento. Aplicação O Relé Auxiliar RCA 116 é especialmente apropriado para uso em instalações de comando manual, controles automáticos e supervisão. O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7051 Materiais Elétricos - Laboratório

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7051 Materiais Elétricos - Laboratório UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7051 Materiais Elétricos - Laboratório EXPERIÊNCIA 01 ENSAIO DO DISJUNTOR DE BAIXA TENSÃO 1 INTRODUÇÃO Esta aula no laboratório

Leia mais

Soluções para proteção elétrica

Soluções para proteção elétrica Catálogo Técnico Soluções para proteção elétrica Mini disjuntores Interruptores diferenciais Blocos diferenciais 200-06/2007-1 Soluções para proteção elétrica ÍNDICE Soluções para proteção elétrica Tabela

Leia mais

Os fusíveis NH e Diazed são dotados de características de limitação de corrente. Assim, para

Os fusíveis NH e Diazed são dotados de características de limitação de corrente. Assim, para 5 Proteção e Coordenação Dimensionamento da Proteção 36 Fusível NH Zonasde Atuação 224 A Fusível NH Zonasde Atuação 355 A 5 Proteção e Coordenação Dimensionamento da Proteção 37 5 Proteção e Coordenação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150831

TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150831 TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150831 1. DA JUSTIFICATIVA: Dispensa de licitação, via cotação eletrônica, nos termos do decreto estadual Nº 28.397, de 21 de setembro de 2006 para atender SC 014306 UN BBA 2.

Leia mais

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Energia Automação Tintas

Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos. Motores Energia Automação Tintas Chaves de Partida Manobra e Proteção de Motores Elétricos Motores Eneria Automação Tintas Chaves de Partida Destinadas à manobra e proteção de motores elétricos trifásicos e monofásicos. De acordo com

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA

RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA RECOMENDAÇÕES PARA INSTALADORES SISTEMAS DE DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO MODELO SAFIRA 1. INSTALAÇÃO E INFRAESTRUTURA A Central de alarme e detecção de incêndio Safira exige cuidados importantes na hora

Leia mais

Disjuntor em Caixa Moldada LZM. Design é compacto, já o controle da energia é enorme.

Disjuntor em Caixa Moldada LZM. Design é compacto, já o controle da energia é enorme. Disjuntor em Caixa Moldada LZM Design é compacto, já o controle da energia é enorme. Potência para os negócios no mundo todo Automotivo A Eaton fornece energia para centenas de produtos atendendo a demanda

Leia mais

Endereço : AV. ASSIS DE VASCONCELOS - 7º ANDAR,359 SEGUNDA-FEIRA À SEXTA-FEIRA Tel. : FORNECEDOR UN 5 COMPONENTES:

Endereço : AV. ASSIS DE VASCONCELOS - 7º ANDAR,359 SEGUNDA-FEIRA À SEXTA-FEIRA Tel. : FORNECEDOR UN 5 COMPONENTES: AV. ASSIS DE VASCONCELOS - 7º ANDAR,359 SEGUNDA-FEIRA À SEXTA-FEIRA 1 1 15/01300 FABRICAÇÃO E MONTAGEM DE PAINEL ELÉTRICO CONTENDO AS SEGUINTES UN 5 - POSSUIR CALHA INTERNA EM PVC CIZA VAZADO SEÇÃO (50

Leia mais

Alguns padrões de qualidade são indiscutíveis

Alguns padrões de qualidade são indiscutíveis Alguns padrões de qualidade são indiscutíveis Fabricado no Brasil Disjuntores 5SX1 Proteção para instalações elétricas de baixa tensão Segurança e tecnologia Alavanca embutida Garantia de proteção contra

Leia mais

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW

COMPONENTES. Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW COMPONENTES Chave sem carga para o tipo de Título Instalação fixa SW Informações gerais A chave SW sem carga é uma gama completa projetada para cobrir todas as aplicações a serem cumpridas em subestações

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A

Instalações Elétricas Prediais A Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 9 Divisão da Instalação em Circuitos Porto Alegre - 2012 Tópicos Quadros de distribuição Disjuntores Divisão da instalação elétrica

Leia mais

ENE065 Instalações Elétricas I

ENE065 Instalações Elétricas I 07/05/2012 ENE065 Instalações Elétricas I Prof.: Ivo Chaves da Silva Junior ivo.junior@ufjf.edu.br Quadro de Distribuição Circuitos Terminais Circuitos Terminais Quadro de Distribuição Quadro de Distribuição

Leia mais

Proteção e Seletividade. Sidnei Castro sidnei.castro@schneider-electric.com 48-8801.2013

Proteção e Seletividade. Sidnei Castro sidnei.castro@schneider-electric.com 48-8801.2013 Proteção e Seletividade Sidnei Castro sidnei.castro@schneider-electric.com 48-8801.2013 Conceitos Básicos de Proteção Elementos de Proteção - Disjuntores - Fusíveis - Reles Térmicos - Interruptores Diferenciais

Leia mais

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482

Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Instalações Elétricas Prediais A ENG04482 Prof. Luiz Fernando Gonçalves AULA 16 Proteção Contra Choques Elétricos Porto Alegre - 2012 Tópicos Terminologia à respeito do assunto Esquemas de aterramento

Leia mais

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W

Contatos em AgNi, para comutação de cargas resistivas ou levemente indutivas, como cargas de motores. 2000 fluorescente compacta (CFL) W Características 22.32.0.xxx.1xx0 Série 22 - Contator modular 25 A 22.32.0.xxx.4xx0 Contator modular de 25A - 2 contatos Largura do módulo, 17.5 mm Contatos NA com abertura 3mm com dupla abertura Energização

Leia mais

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W

Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Mini Aquecedor série SEC 016 8W, 10W, 13W Limitador de temperatura Ampla faixa de alimentação Aquecimento dinâmico Economia de energia elétrica Compacto Aquecedor para aplicação em invólucros de pequeno

Leia mais

COELCE DECISÃO TÉCNICA CRITÉRIO PARA INSTALAÇÃO DT - 106 RELIGADOR AUTOMÁTICO TRIFÁSICO DE 15 KV USO EM POSTE

COELCE DECISÃO TÉCNICA CRITÉRIO PARA INSTALAÇÃO DT - 106 RELIGADOR AUTOMÁTICO TRIFÁSICO DE 15 KV USO EM POSTE DECISÃO TÉCNICA CRITÉRIO PARA INSTALAÇÃO DT - 16 RELIGADOR AUTOMÁTICO TRIFÁSICO DE 15 KV USO EM POSTE DOCUMENTO NORMATIVO DA TRANSMISSÃO DESIM -896-1 I JUN/1 Í N D I C E 1 OBJETIVO...1 2 NORMAS E TRABALHOS...1

Leia mais

Assim como o diâmetro de um cano é função da quantidade de água que passa em seu interior, a bitola de um condutor depende da quantidade de elétrons

Assim como o diâmetro de um cano é função da quantidade de água que passa em seu interior, a bitola de um condutor depende da quantidade de elétrons Elétrica Quem compõe a instalação elétrica - quadro de luz - centro nervoso das instalações elétricas. Deve ser metálico ou de material incombustível, e nunca de madeira (na sua parte interna ou externa).

Leia mais

Tabelas de Dimensionamento

Tabelas de Dimensionamento Com o objetivo de oferecer um instrumento prático para auxiliar no trabalho de projetistas, instaladores e demais envolvidos com a seleção e dimensionamento dos em uma instalação elétrica de baixa tensão,

Leia mais

Proteção de cabos. o valor da relação Uo/U, que representa o quanto o cabo suporta de sobretensão fase-terra (Uo) e entre fases (U).

Proteção de cabos. o valor da relação Uo/U, que representa o quanto o cabo suporta de sobretensão fase-terra (Uo) e entre fases (U). 32 Apoio Proteção e seletividade Capítulo XII Proteção de cabos Por Cláudio Mardegan* Falando em proteção de cabos, este capítulo abordará de proteção deve ficar, no máximo, igual ao valor de alguns critérios

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS

PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS PEA - Eletrotécnica Geral 1 PROJETO DE INSTALAÇÕES PREDIAIS OBJETIVOS Estudar: Constituição de uma instalação elétrica Tipos de instalações elétricas Funcionamento de circuitos típicos Representação de

Leia mais

1. PROJETO ELÉTRICO RESIDENCIAL

1. PROJETO ELÉTRICO RESIDENCIAL 1. PROJETO ELÉTRICO RESIDENCIAL Um Projeto Elétrico é a previsão escrita da instalação, com todos os seus detalhes, localização dos pontos de utilização da energia elétrica, comandos, trajeto dos condutores,

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Workshop Etapa BRASÍLIA CEB CEB 01 UPS 150 kva IGBT/IGBT BASEADO NAS INFORMAÇÕES DO DIAGRAMA UNIFILAR APRESENTADO, DEFINIR: 1 - Corrente nominal

Leia mais

DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS:

DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS: DIMENSIONAMENTO OS SEIS CRITÉRIOS TÉCNICOS DE DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS: Chamamos de dimensionamento técnico de um circuito à aplicação dos diversos itens da NBR 5410 relativos à escolha

Leia mais

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2

Eletrotécnica Geral. Lista de Exercícios 2 ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PEA - Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétricas Eletrotécnica Geral Lista de Exercícios 2 1. Condutores e Dispositivos de Proteção 2. Fornecimento

Leia mais

PROJETO DE UMA INSTALAÇÃO DE UTILIZAÇÃO

PROJETO DE UMA INSTALAÇÃO DE UTILIZAÇÃO PROJETO DE UMA INSTALAÇÃO DE UTILIZAÇÃO (RESUMO) Instalações tipo C são instalações abastecidas a partir da rede pública de baixa tensão. Estas instalações são certificadas pela Certiel Associação Certificadora

Leia mais

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto

Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto Descrição do Produto A Série Energy da Altus traz uma solução confiável para um dos pontos mais críticos em uma aplicação industrial: o fornecimento de alimentação para todos os dispositivos do sistema

Leia mais

A tampa de proteção KS-100 é um ítem opcional altamente recomendável. 3-32 Vcc ou 90-280 Vca (especificar)

A tampa de proteção KS-100 é um ítem opcional altamente recomendável. 3-32 Vcc ou 90-280 Vca (especificar) MANUAL DE INSTRUÇÕES CONSIDERAÇÕES PARA INSTALAÇÃO Atenção: Material não passível de garantia. Evite utilizá-lo sem dissipador. Sempre utilizar pasta térmica entre o relé e o dissipador, ou placa de montagem;

Leia mais

Instalações elétricas resumo

Instalações elétricas resumo Instalações elétricas resumo Na instalação elétrica de um prédio (residencial, comercial ou industrial), temos basicamente: - Equipamentos relacionados com a alimentação da instalação, tais como geradores,

Leia mais

QUADRO ROBO COD. 141/220V OU 380/440V QTD. UNI. DESCRIÇÃO FABR. 1 PÇ CAIXA METÁLICA(500X500X200) EM CHAPA #16,IP 65

QUADRO ROBO COD. 141/220V OU 380/440V QTD. UNI. DESCRIÇÃO FABR. 1 PÇ CAIXA METÁLICA(500X500X200) EM CHAPA #16,IP 65 QUADRO ROBO COD. 141/220V OU 1 PÇ CAIXA METÁLICA(500X500X200) EM CHAPA #16,IP 65 4 PÇ Mini disjuntor tripolar 32A, curva C (disparo de 5 a 10 x In), 4 PÇ Tomadas Industrial 3p+T de 32aA padrão ABNT DE

Leia mais

Exemplo de uma planta de distribuição elétrica utilizando parte da simbologia acima.

Exemplo de uma planta de distribuição elétrica utilizando parte da simbologia acima. TOMADA NO PISO PONTO DE FORÇA 2 3 3w 4w INTERRUPTOR DE 1 SEÇÃO INTERRUPTOR DE 2 SEÇÕES INTERRUPTOR DE 3 SEÇÕES INTERRUPTOR THREE-WAY PARALELO INTERRUPTOR FR-WAY INTERMEDIÁRIO ACIONADOR DE CIGARRA CIGARRA

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CADASTRO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CD.DT.PDN.03.14.001 03 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO (DEEE) SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA DT-090/2010 R-07

DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA DT-090/2010 R-07 DIRETORIA TÉCNICA PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DE AT E MT DECISÃO TÉCNICA /2010 R- FOLHA DE CONTROLE I APRESENTAÇÃO A presente Decisão Técnica aplica-se as unidades consumidoras rurais atendidas pelo Programa

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação

Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Catálogo Técnico Solução para continuidade de serviço em toda e qualquer situação Monitor de isolação 203-02/2006-0 Tudo sob controle Em aplicações, onde a falta de tensão pode causar graves conseqüências

Leia mais

DISTRIBUIDOR DE ALIMENTAÇÃO QDA-10

DISTRIBUIDOR DE ALIMENTAÇÃO QDA-10 DISTRIBUIDOR DE ALIMENTAÇÃO QDA-10 Manual do usuário Distribuidor de Alimentação MAN-DE-QDA10 Rev.: 02.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso QDA-10. Para garantir o uso correto e eficiente

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO 1. GENERALIDADES 1.1 O projeto refere-se às instalações elétricas do empreendimento comercial localizado

Leia mais

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR

MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Indústria e Comércio de Bombas D Água Beto Ltda Manual de Instruções MISTURADOR SUBMERSO RÁPIDO MSR Parabéns! Nossos produtos são desenvolvidos com a mais alta tecnologia Bombas Beto. Este manual traz

Leia mais

Instalações elétricas provisórias na construção civil

Instalações elétricas provisórias na construção civil Instalações elétricas provisórias na construção civil São Paulo, 12 de agosto de 2014 NBR-5410 NR-18 10.1. Objetivo e campo de aplicação 10.2. Medidas de controle 10.3. Segurança no projeto 10.4. Segurança

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Sensor / Detector de Chama Convencional Tipo Ultravioleta Código: AFC9104. O detector de chama AFC9104 é um equipamento que deve ser instalado no teto ou na parede das edificações e tem como função enviar

Leia mais