COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2011

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2011"

Transcrição

1 País Item Doado COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2011 Quantidade (tons) Valor do Bem (US$) Valor do Transporte (US$) Doador do Transporte (US$) Detalhamento da Ação Argentina Medicamentos 0, ,00 - Brasil (Mala diplomática) Contribuição, em caráter de cooperação humanitária, após solicitação do medicamento que é utilizado pelo programa de Leishmaniose do país, sendo que há antecedentes de doação semelhantes no passado, tratados diretamente entre os dois Ministérios da Saúde. Doação dos seguintes medicamentos: 100 frascos de 1 ml. de Antígeno de Montenegro. Chade Arroz 997, , ,05 Espanha O Chade é um dos países em situação de

2 Coréia do Norte Milho , , ,75 UN CERF Coréia do Norte Milho 1.538, , ,00 Luxemburgo A Coréia do Norte é um dos países em situação de insegurança alimentar e nutricional beneficiados por doações de alimentos do governo brasileiro, por meio do Programa Mundial de Alimentos (PMA), prevista na Lei , sancionada em 20/06/2011, que autoriza o Poder Executivo a doar estoques públicos de alimentos para cooperação A Coréia do Norte é um dos países em situação de insegurança alimentar e nutricional beneficiados por doações de alimentos do governo brasileiro, por meio do Programa Mundial de Alimentos (PMA), prevista na Lei , sancionada em 20/06/2011, que autoriza o Poder Executivo a doar estoques públicos de alimentos para cooperação

3 El Salvador Arroz 790, , ,00 Austrália El Salvador é um dos países em situação de , sancionada em 20/06/2011. A doação foi realizada em apoio às atividades da Operação Prolongada de Reabilitação e Recuperação PRRO/200043, para fazer face a emergências (Depressão Tropical 12E) e contribuir para programas pós- desastre ("Alimentos por Trabalho" e "Alimentos por Capacitação"), desenvolvidos pelo PMA em El Salvador. A distribuição de alimentos foi realizada com o auxílio da ONG FUSAL, em atividade prevista no âmbito da Operação de Alívio e Recuperação da América Central (PRRO) e abrangeu famílias em 14 comunidades pobres. Em três meses, o PMA distribuiu 30 quilos de milho, 30 quilos de arroz, 9 quilos de feijão e 4 litros de óleo de cozinha a famílias, em cinco departamentos, uma vez por mês. Do total doado, ainda restam (em dezembro de 2013) cerca de 700 toneladas, que seguem armazenadas e devem ser alocadas a novo projeto.

4 El Salvador Feijão 300, , ,00 Austrália El Salvador é um dos países em situação de , sancionada em 20/06/2011. A doação foi realizada em apoio às atividades da Operação Prolongada de Reabilitação e Recuperação PRRO/200043, para fazer face a emergências (Depressão Tropical 12E) e contribuir para programas pós- desastre ("Alimentos por Trabalho" e "Alimentos por Capacitação"), desenvolvidos pelo PMA em El Salvador. A distribuição de alimentos foi realizada com o auxílio da ONG FUSAL, em atividade prevista no âmbito da Operação de Alívio e Recuperação da América Central (PRRO) e abrangeu famílias em 14 comunidades pobres. Em três meses, o PMA distribuiu 30 quilos de milho, 30 quilos de arroz, 9 quilos de feijão e 4 litros de óleo de cozinha a famílias, em cinco departamentos, uma vez por mês. Do total doado, ainda restam (em dezembro de 2013) cerca de 700 toneladas, que seguem armazenadas e devem ser alocadas a novo projeto.

5 Equador Arroz 280, , ,13 Estados Unidos O Equador é um dos países em situação de Etiópia Feijão 500, , ,24 Multilateral A Etiópia é um dos países em situação de

6 Guatemala Feijão 1.785, , ,28 Austrália A Guatemala é um dos países em situação de Importância da doação que coincidiu com as dificuldades derivadas da "Depressão Tropical XIII-E. Desta forma, a doação foi importante não apenas para mitigar os problemas estruturais de desnutrição do país, mas também problemas emergenciais causados pelas chuvas e inundações no país. Haiti Arroz , , ,00 Espanha O Haiti é um dos países em situação de

7 Haiti Feijão 8.807, , ,50 Espanha Haiti Feijão 736, , ,00 Doadores Privados O Haiti é um dos países em situação de O Haiti é um dos países em situação de Haiti Sementes 0, Brasil (Ministério da Defesa) Solicitação de organizações da sociedade civil brasileira ("Brigada Dessalines" da Via Campesina no Haiti) que desempenham projetos de cooperação humanitária no Haiti. No total, foram doados 150kg de sementes de cinamomo e 60kg de sementes de milho.

8 Haiti Medicamentos 360, ,00 - OPAS Doação destinada ao combate à cólera por meio do Projeto Tripartite Brasil-Cuba-Haiti de Fortalecimento do Sistema de Saúde e de Vigilância Epidemiológica do Haiti (Memorando de Entendimento). Foram doadas bolsas de solução ringer com lactato; bolsas de equipo macrogotas simples, bem como camisetas em malha de algodão e bonés básicos, itens utilizados pelos agentes comunitários formados no Haiti pelo Governo brasileiro. O transporte foi efetuado sob a responsabilidade da Organização Pan- Americana da Saúde (OPAS). Honduras Arroz 594, , ,00 Austrália Honduras é um dos países em situação de Moçambique Arroz 2.110, , ,52 Multilateral Moçambique é um dos países em situação de

9 Moçambique Arroz 1.939, , ,08 Espanha Moçambique é um dos países em situação de Moçambique Feijão 297, , ,14 Espanha Nicarágua Feijão 750, , ,59 Austrália Moçambique é um dos países em situação de A Nicarágua é um dos países em situação de

10 Nicarágua Arroz 790, , ,00 Austrália Nicarágua Feijão 259, , ,12 Austrália A Nicarágua é um dos países em situação de A Nicarágua é um dos países em situação de Somália Milho 5.717, , ,73 Multilateral

11 Somália Milho 1.893, , ,28 Estados Unidos Somália Milho 4.078, , ,55 UN CERF Somália Feijão 2.656, , ,78 Multilateral

12 Somália Feijão 1.113, , ,90 Estados Unidos Somália Feijão 2.500, , ,45 UN CERF Somália Feijão 1.898, , ,21 Espanha

13 Somália Feijão 587, , ,56 Estados Unidos Somália Feijão 1.265, , ,95 Multilateral Somália Feijão 530, , ,59 Estados Unidos

14 Somália Feijão 1.059, , ,00 UN CERF Somália Feijão 440, , ,77 Estados Unidos Somália Feijão 964, , ,98 Nova Zelândia

15 Somália Feijão 404, , ,32 Estados Unidos Sri Lanka Feijão 800, , ,23 UN CERF O Sri Lanka é um dos países em situação de Sudão Feijão 3.150, , ,44 Espanha O Sudão é um dos países em situação de

16 Sudão Feijão 387, , ,00 Brasil O Sudão é um dos países em situação de Zimbábue Feijão 1.552, , ,22 Multilateral Zimbábue Feijão 485, , ,58 Multilateral O Zimbábue é um dos países em situação de O Zimbábue é um dos países em situação de TOTAL , ,45 Para maiores informações, para contato:

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2013

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2013 País COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA DOAÇÕES DE ITENS DE PRIMEIRA NECESSIDADE 2013 Item Doado Quantidade (tons) Valor do Bem (US$) Valor do

Leia mais

PAÍS / FUNDO MÊS AÇÃO VALOR

PAÍS / FUNDO MÊS AÇÃO VALOR CGFOME. ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA. RELATÓRIO ORÇAMENTÁRIO. JANEIRO A AGOSTO DE 2010. OBS: Valor alocado para 2010 (Lei Orçamentária Anual) à Ação 2D28 Operações de Assistência Especial no Exterior = R$ 50

Leia mais

Ajuda Humanitária Internacional

Ajuda Humanitária Internacional Ajuda Humanitária Internacional A finalidade da ajuda humanitária é prestar assistência a cidadãos de países terceiros, vítimas de catástrofes naturais (terremotos, inundações, secas, tempestades), de

Leia mais

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2013

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2013 COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2013 País Ação Valor (US$) Detalhamento da Ação Etiópia (FAO) e em caráter de cooperação

Leia mais

Mais do que reformar casas, juntos. construímos esperanças

Mais do que reformar casas, juntos. construímos esperanças Mais do que reformar casas, juntos construímos esperanças Ajudando Vamos fazer pessoas a viver melhor S a mudança junto à Habitat É incrível o que se consegue quando se somam vontades! eguindo nossa visão

Leia mais

Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação

Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação Curso de Economia Aplicada Para Profissionais de Comunicação Tema: A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional (Cobradi) João Brígido Bezerra Lima Pesquisador do Ipea Coordenador do estudo

Leia mais

Atuação Internacional da Embrapa

Atuação Internacional da Embrapa Atuação Internacional da Embrapa Atuação Internacional Cooperação Científica Negócios Tecnológicos Cooperação Técnica Cooperação Científica Conhecimentos do Mundo Agricultura Brasileira Cooperação Científica

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF INSTITUCIONAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2008

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2008 COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2008 País Ação Valor (US$) Detalhamento da Ação Afeganistão Contribuição voluntária

Leia mais

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas.

Solidariedade - É uma empatia fundamental com as causas das famílias mais excluídas, que nos move a # querer estar e trabalhar junto com elas. BRIEF COMERCIAL 2015 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Programas Sociais. A recente experiência paulistana

Programas Sociais. A recente experiência paulistana Programas Sociais A recente experiência paulistana Mapa da fome no Brasil na década de 1950 Fonte: Banco Central do Brasil Fonte: CASTRO, Josué. Geografia da Fome. São Paulo: Brasiliense, 1957 10.000 9.000

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR FNDE MEC PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Atendimento universal Território de 8,5 milhões de km2 27 estados 5.569 municípios 170.000 escolas 47 milhões de alunos 130 milhões de refeições servidas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 128/2013. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova:

PROJETO DE LEI Nº 128/2013. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu, Estado do Paraná, Aprova: PROJETO DE LEI Nº 128/2013 Institui o Programa Banco de Alimentos do Município de Foz do Iguaçu, e dá outras providências. Prefeito Municipal Mensagem nº 064/2013. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu,

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos

Programa de Aquisição de Alimentos Programa de Aquisição de Alimentos Programa de Aquisição de Alimentos Produção Consumo Rede Socioassistencial Agricultura Familiar Inclui: Agricultores Familiares; Assentados; Povos e Comunidades Tradicionais;

Leia mais

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê.

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê. 10 ANOS O Programa de Aquisição de Alimentos completou dez anos. Instituído pela Lei nº 10.696, de 2 de julho de 2003, o PAA tem se consolidado como um instrumento de estímulo à organização produtiva e

Leia mais

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013

QUEM SOMOS VISÃO MISSÃO HISTÓRICO BRIEF INSTITUCIONAL 2013 BRIEF INSTITUCIONAL 2013 QUEM SOMOS TETO é uma organização presente na América Latina e no Caribe, que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nos assentamentos precários, através

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres

Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Atenção à Saúde e Saúde Mental em Situações de Desastres Desastre: interrupção grave do funcionamento normal de uma comunidade que supera sua capacidade de resposta e recuperação. Principais causas de

Leia mais

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza

Grupo Banco Mundial. Construindo um mundo sem pobreza Grupo Banco Mundial Construindo um mundo sem pobreza Enfoque Regional! O Banco Mundial trabalha em seis grandes regiões do mundo: 2 Fatos Regionais: América Latina e Caribe (ALC)! População total: 500

Leia mais

Primera Reunion del Comité Asesor Regional del Programa CCF

Primera Reunion del Comité Asesor Regional del Programa CCF Primera Reunion del Comité Asesor Regional del Programa CCF BRASIL Ministério do Desarollo Social y Combate el Hambre Lima, 21 e 22 de agosto de 2006 Crispim Moreira Contenido de la apresentación 1. Mission

Leia mais

Rua Estevão de Campos, 1199 A Barra do Ceará CEP.: 60331-210 Telefone (85) 3237 6771 Fax 34850786 Site. www.aecbc.wordpress.com email.

Rua Estevão de Campos, 1199 A Barra do Ceará CEP.: 60331-210 Telefone (85) 3237 6771 Fax 34850786 Site. www.aecbc.wordpress.com email. Oficio: 2807/2010 SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL: CEARÁ Superintendente: Francisco de Paiva Dantas A Associação de Esporte Cultura da Barra do Ceará vem muito respeitosamente parabenizar ao superintendente

Leia mais

Necessidade de visto para. Não

Necessidade de visto para. Não País Necessidade de visto para Turismo Negócios Afeganistão África do Sul Albânia, Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia. Argentina Ingresso permitido com Cédula de Identidade

Leia mais

oikos 2014 www.oikos.pt

oikos 2014 www.oikos.pt Apresentação 1. Conhecer a OIKOS 2. Importância do Ambiente no trabalho da OIKOS 3. A nossa visão do Ambiente 4. Exemplos de Projetos 5. Os nossos planos para intervenção em Portugal Quem somos? Fundada

Leia mais

INSS Diretoria de Benefícios

INSS Diretoria de Benefícios IV CONFERÊNCIA BRASILEIROS NO MUNDO INSS Diretoria de Benefícios Praia do Forte, 20 de novembro de 2013 ACORDOS INTERNACIONAIS Globalização Principais objetivos ou finalidades dos Acordos Internacionais

Leia mais

O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL

O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL O BRASIL E A COOPERAÇÃO SUL-SUL Organograma da ABC O Mandato da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional no Brasil Coordenar e financiar ações de cooperação técnica

Leia mais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais

Relatório de Ações 2012-2013. Socioambientais Relatório de Ações 2012-2013 Socioambientais O compromisso com o investimento em ações sociais foi sempre uma prática do Grupo 7COMm e de seus colaboradores. Com a expansão de suas atividades e a modernização

Leia mais

1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS

1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS Regulamento 1º GINCANA SOLIDÁRIA DE CALOUROS APRESENTAÇÃO Agradecemos a todos os acadêmicos, professores, funcionários e pessoas que, direta ou indiretamente, estão colaborando na concepção e realização

Leia mais

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar A IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA - DIAGNÓSTICO Prevalência de situação de segurança alimentar em domicílios particulares, por situação do domicílio

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

A Cáritas é uma confederação de 162 entidades católicas que trabalham em mais de 200 países e territórios em todo mundo. http://www.caritas.

A Cáritas é uma confederação de 162 entidades católicas que trabalham em mais de 200 países e territórios em todo mundo. http://www.caritas. A Cáritas é uma confederação de 162 entidades católicas que trabalham em mais de 200 países e territórios em todo mundo http://www.caritas.org Pobreza e Desigualdades Pobreza significa: a negação das oportunidades

Leia mais

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel.

Igreja Adventista do 7º Dia - Central de Vitória Av. Carlos Moreira Lima, 1200 Ilha de Monte Belo CEP 29.050-650 Vitória, ES, Brasil Tel. Projeto de Acompanhamento de famílias Consiste no acompanhamento de famílias em situação de vulnerabilidade social e realização de ações visando auxiliar a família a melhorar sua qualidade de vida e aumentar

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil País Afeganistão África do Sul Albânia Alemanha Andorra Angola Antígua e Barbuda Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Austrália

Leia mais

2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado

2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado 2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado - Medidas de terrorismo patrocinado por governos e a possibilidade de manifestações violentas foram os indicadores

Leia mais

COOPERAÇÃO TÉCNICA BRASILEIRA. Organograma da ABC. Cooperação Técnica Brasileira

COOPERAÇÃO TÉCNICA BRASILEIRA. Organograma da ABC. Cooperação Técnica Brasileira COOPERAÇÃO TÉCNICA BRASILEIRA Organograma da ABC 1 O Mandato da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional no Brasil Coordenar e financiar ações de cooperação técnica

Leia mais

MRE ABC CGRM CGPD CGRB

MRE ABC CGRM CGPD CGRB 1 Organograma da ABC MRE ABC CGRM CGPD CGRB 2 Competências da ABC Coordenar, negociar, aprovar e avaliar a cooperação técnica internacional do país. Coordenar todo o ciclo da cooperação técnica internacional

Leia mais

Apoio à comercialização da agricultura familiar

Apoio à comercialização da agricultura familiar Apoio à comercialização da agricultura familiar Programa de Aquisição de Alimentos 1. Contexto Liberalização dos mercados de produtos agrícolas (anos 90) Intenso processo de concentração de capitais no

Leia mais

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1

Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 Roteiro para orientar o investimento social privado na comunidade 1 O IDIS Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social é uma organização da sociedade civil de interesse público, que tem como

Leia mais

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência

Estágios profissionais são bons para ganhar experiência 79% dos universitários portugueses garantem Estágios profissionais são bons para ganhar experiência A rede Universia e o portal de empregos www.trabalhando.com realizaram em nove países um questionário

Leia mais

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro

INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro INSTRUTIVO N.º 01/2015 de 14 de Janeiro ASSUNTO: CLASSIFICAÇÃO DE PAÍSES, BANCOS MULTILATERAIS DE DESENVOLVIMENTO E ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS Havendo necessidade de se estabelecerem critérios de classificação

Leia mais

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos.

A ESET premiará três organizações com licenças de soluções ESET pelo período de 1 ano para todos os equipamentos. Protegendo Laços. Construindo uma comunidade segura é um Programa de doação de licenças desenvolvido pela ESET América Latina, que tem o objetivo de premiar a iniciativa das organizações sem fins lucrativos

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos - Conab

Programa de Aquisição de Alimentos - Conab Programa de Aquisição de Alimentos - Conab Exercício 2004 Sumário Executivo O presente documento procura sintetizar as ações desenvolvidas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) através do Programa

Leia mais

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro

O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro O BID E A AGRICULTURA NA ALC - Financiando oportunidades para o desenvolvimento do setor cafeeiro 4.º Fórum Consultivo da Organização Internacional do Café (OIC) Londres, Reino Unido, 23 de setembro de

Leia mais

Ações de Educação Alimentar e Nutricional

Ações de Educação Alimentar e Nutricional Ações de Educação Alimentar e Nutricional Marco Aurélio Loureiro Brasília, 17 de outubro de 2006. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Fome Zero: Eixos Articuladores Acesso ao alimento

Leia mais

Programa de Parceira Brasil-OIT para a Promoção da Cooperação Sul-Sul VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT

Programa de Parceira Brasil-OIT para a Promoção da Cooperação Sul-Sul VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT VI Reunião Anual Programa de Cooperação Sul-Sul Brasil-OIT Brasília, 16 de maio de 2012 Março/2009: definição do marco jurídico e institucional do Programa de Parceria: Ajuste Complementar assinado pelo

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA Marco Legal Art 19. da Lei nº10.696/2003 Fica instituído o Programa de Aquisição de Alimentos com a finalidade de incentivar a agricultura familiar, compreendendo

Leia mais

Estatutos da RIICOTEC

Estatutos da RIICOTEC ESTATUTO DA REDE INTERGOVERNAMENTAL IBEROAMERICANA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS INTEGRAIS PARA AS PESSOAS IDOSAS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (RIICOTEC) 1 (Com as modificações

Leia mais

PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES

PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES PROJETO GINCANA DA PÁSCOA VIVENCIANDO VALORES JUSTIFICATIVA No ano de 2003 realizou-se a 1ª Gincana da Páscoa Vivenciando Valores no período de 24 de março a 17 de abril, envolvendo atividades culturais,

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO 1 Proc. nº 27.401/2008 LEI COMPLEMENTAR Nº 674 de 25 de novembro de 2013 Altera a Lei Complementar nº 582, de 19 de dezembro de 2008, alterada pela Lei Complementar nº 644, de 05 de abril de 2012, no que

Leia mais

Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura

Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura Panorama Atual e Plano de Desenvolvimento para a Caprinovinocultura Francisco Edilson Maia Presidente da Comissão Nacional de Caprinos e Ovinos CNA Presidente da Câmara Setorial e Temática de Ovinos e

Leia mais

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade.

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são a totalidade de ações, metas e planos que os governos

Leia mais

A biofortificação de cultivos para combater a desnutrição e melhorar a segurança alimentar na América Latina e Caribe.

A biofortificação de cultivos para combater a desnutrição e melhorar a segurança alimentar na América Latina e Caribe. A biofortificação de cultivos para combater a desnutrição e melhorar a segurança alimentar na América Latina e Caribe. Quem somos O AgroSalud é um consórcio de instituições que almeja reduzir a desnutrição

Leia mais

Por Diego González Machín

Por Diego González Machín CENTROS DE REFERÊNCIA E APOIO ÀS EMERGÊNCIAS QUÍMICAS NA AMÉRICA LATINA E NO CARIBE: CENTROS DE RESPOSTA QUÍMICA E OS CENTROS DE INFORMAÇÃO E ASSESSORIA TOXICOLÓGICA 1. Introdução Por Diego González Machín

Leia mais

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2010

COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2010 COORDENAÇÃO-GERAL DE AÇÕES INTERNACIONAIS DE COMBATE À FOME COOPERAÇÃO HUMANITÁRIA BRASILEIRA COLABORAÇÕES FINANCEIRAS 2010 País Ação Valor (US$) Detalhamento da Ação África do Sul Contribuição, por meio

Leia mais

Compra Institucional SESAN/MDS

Compra Institucional SESAN/MDS PAA Compra Institucional SESAN/MDS Apoio à agricultura familiar: produção Garantia Safra Assistência técnica (ATER/ATES) PRONAF Seguro Agrícola PGPAF PGPM 1ª e 2ª Água Melhoria da renda dos agricultores

Leia mais

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil

Argentina Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias. Entrada permitida com Cédula de Identidade Civil PAÍS Visto de Turismo Visto de Negócios Observação Afeganistão Visto exigido Visto exigido África do Sul Dispensa de visto, por até 90 dias Dispensa de visto, por até 90 dias Albânia Dispensa de visto,

Leia mais

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010

R E M J A VIII. 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 R E M J A VIII Brasília, Brasil 24, 25 e 26 de fevereiro de 2010 Antecedentes da Rede Institucionalização da Rede Composição da Rede Progressos desde a REMJA VII Novos Avanços Propósito: aumentar e melhorar

Leia mais

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/02/2013) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 07/02/2013) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 14/05/2014) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 14/05/2014) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 )

Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Entrance Visas in Brazil ( Updating on 01/11/2013 ) Legend # Entrance allowed by presenting Civil Identity Card * - Maximum stay of 90 days every 180 days For more informations: Phone: +55 11 2090-0970

Leia mais

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Gestão Equipamentos de SAN Acesso a água Apoio a Agricultura Familiar Inclusão Produtiva Jainei Cardoso Coordenação Rede de San e Cidadania Conselheira CONSEA-BA

Leia mais

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação

Membros da MIGA. Agência Multilateral de Garantia de Investimentos. Data de afiliação Membros da MIGA Agência Multilateral de Garantia de Investimentos Membro Data de afiliação África do Sul 10 de março de 1994 Albânia 15 de outubro de 1991 Alemanha 12 de abril de 1988 Angola 19 de setembro

Leia mais

Engloba 4,3 milhões de unidades produtivas (84%); 14 milhões de pessoas ocupadas (74%trabalhadores rurais); Ocupa 80,25 milhões de ha (25% da área

Engloba 4,3 milhões de unidades produtivas (84%); 14 milhões de pessoas ocupadas (74%trabalhadores rurais); Ocupa 80,25 milhões de ha (25% da área Engloba 4,3 milhões de unidades produtivas (84%); 14 milhões de pessoas ocupadas (74%trabalhadores rurais); Ocupa 80,25 milhões de ha (25% da área total ocupada por estabelecimentos rurais) Produz 70%

Leia mais

1)Campanha Pré-Calamidade

1)Campanha Pré-Calamidade 1)Campanha Pré-Calamidade A Cruz Vermelha de São Paulo, no cumprimento de sua missão de ajuda humanitária e de auxiliar as comunidades carentes, que sofrem com as enchentes e desabamentos provocados pelas

Leia mais

AGRICULTORES FAMILIARES

AGRICULTORES FAMILIARES Temas para o Diálogo Brasil-África em termos de Segurança Alimentar, Combate à Fome e Desenvolvimento Rural Brasília, de 10 a 12 de maio de 2010 AGRICULTORES FAMILIARES Transferência de Tecnologia - Recursos

Leia mais

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões PGPM A. EGF SOV COV B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO Aquisições via Preços Mínimos Via Leilões Estados e Municípios Leite Compra Local Compra Direta Compra Especial Formação de Estoque Doação Simultânea EMPODER

Leia mais

Programa de Capacitação e Treinamento em Defesa Civil e Políticas de Segurança

Programa de Capacitação e Treinamento em Defesa Civil e Políticas de Segurança PREFEITURA DUQUE DE CAXIAS Programa de Capacitação e Treinamento em Defesa Civil e Políticas de Segurança Uma Estratégia de Ação para Capacitar e Treinar Servidores, Líderes Comunitários e Voluntários

Leia mais

WORLD GIVING INDEX 2014

WORLD GIVING INDEX 2014 WORLD GIVING INDEX 2014 QUEM SOMOS Fundado em 1999, organização pioneira no apoio técnico ao investidor social no Brasil e na América Latina, e tem como missão promover e estruturar o sistema de investimento

Leia mais

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento

LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento LUIZ ROS Banco Interamericano de Desenvolvimento A BASE DA PIRÂMIDE É DIFERENTE MUNDIALMENTE POR REGIÃO, POR SETOR MAS SEMPRE UM MERCADO ENORME UMA GRANDE OPORTUNIDADE Na América Latina há cerca de 400

Leia mais

Programa Nacional de Alimentação Escolar/PNAE

Programa Nacional de Alimentação Escolar/PNAE Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Programa Nacional de Alimentação Escolar/PNAE Atualizações com base na Lei 11.947/2009 Alaíde Oliveira do Nascimento Coordenadora de fomento ao Controle Social

Leia mais

Palestra: A gestão comunitária do saneamento rural na América Latina e Caribe (ALC)

Palestra: A gestão comunitária do saneamento rural na América Latina e Caribe (ALC) IV SEMINÁRIO DE ENGENHARIA DE SAÚDE PÚBLICA Desenvolvimento Sustentável, Demandas Contemporâneas e Responsabilidade Socioambiental 18 a 22 de março de 2013, Belo Horizonte - MG Fundação Nacional de Saúde

Leia mais

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Sumário Conceito de voluntário... 3 O que é e o que não é voluntariado... 3 Lei do voluntariado... 4 Voluntariado no Brasil... 4 Benefício do Voluntariado...

Leia mais

CIDADANIA: O PRINCIPAL INGREDIENTE DO FOME ZERO. CITIZENSHIP- THE MAIN INGREDIENT OF FOME ZERO CIUDADANIA: EL PRINCIPAL INGREDIENTE DEL HAMBRE CERO.

CIDADANIA: O PRINCIPAL INGREDIENTE DO FOME ZERO. CITIZENSHIP- THE MAIN INGREDIENT OF FOME ZERO CIUDADANIA: EL PRINCIPAL INGREDIENTE DEL HAMBRE CERO. CIDADANIA: O PRINCIPAL INGREDIENTE DO FOME ZERO. CITIZENSHIP- THE MAIN INGREDIENT OF FOME ZERO CIUDADANIA: EL PRINCIPAL INGREDIENTE DEL HAMBRE CERO. Fome Zero. O Brasil está vencendo a fome. No Brasil,

Leia mais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aumento da produção para segurança alimentar e ampliação de canais de comercialização Programa de Aquisição de

Leia mais

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL

Nota de trabalho. Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas REPRESENTAÇÃO COMERCIAL MISSÃO PERMANENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA JUNTO DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL GENEBRA - SUÍÇA Estado actual das negociações comerciais multilaterais sobre os produtos agrícolas

Leia mais

CONVÊNIO DE CONSTITUÇÃO E FUNCIONAMENTO DA REDE PILA REDE DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E INDUSTRIAL NA AMÉRICA LATINA

CONVÊNIO DE CONSTITUÇÃO E FUNCIONAMENTO DA REDE PILA REDE DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E INDUSTRIAL NA AMÉRICA LATINA CONVÊNIO DE CONSTITUÇÃO E FUNCIONAMENTO DA REDE PILA REDE DE PROPRIEDADE INTELECTUAL E INDUSTRIAL NA AMÉRICA LATINA INSTITUIÇÕES PARTICIPANTES NO ATO FUNDADOR: Fundación General de la Universidad de Alicante

Leia mais

L A E R T E J. S I L V A

L A E R T E J. S I L V A MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

Mensuração e reconhecimento contábil do serviço voluntário e doações in natura nas entidades de interesse social *José Antonio de França 1 Introdução

Mensuração e reconhecimento contábil do serviço voluntário e doações in natura nas entidades de interesse social *José Antonio de França 1 Introdução Mensuração e reconhecimento contábil do serviço voluntário e doações in natura nas entidades de interesse social *José Antonio de França 1 Introdução As entidades de interesse social são entidades jurídicas

Leia mais

PROTEÇÃO DA SAÚDE MENTAL EM SITUAÇÕES DE DESASTRES E EMERGÊNCIAS (1)

PROTEÇÃO DA SAÚDE MENTAL EM SITUAÇÕES DE DESASTRES E EMERGÊNCIAS (1) Curso Lideres 2004 Salvador Bahia Brasil 29 de novembro a 10 de dezembro de 2004. PROTEÇÃO DA SAÚDE MENTAL EM SITUAÇÕES DE DESASTRES E EMERGÊNCIAS (1) Capítulo 1: Antecedentes e considerações gerais Considerando-se

Leia mais

Ações Municipais de Nutrição e Educação Nutricional em Piracicaba. Denise Giacomo da Motta

Ações Municipais de Nutrição e Educação Nutricional em Piracicaba. Denise Giacomo da Motta Ações Municipais de Nutrição e Educação Nutricional em Piracicaba Denise Giacomo da Motta PIRACICABA População urbana: > 320.000 habitantes População rural: < 15.000 habitantes Renda per capita média R$

Leia mais

2015 Global Feed Survey

2015 Global Feed Survey 2015 Global Feed Survey 2015 RESULTADOS DA PESQUISA RESUMO EXECUTIVO 2015 é o quarto ano consecutivo que a Alltech realiza a pesquisa global sobre rações. Este empreendimento exige uma quantidade significativa

Leia mais

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda

Quadro Geral de Regime de Vistos para a Entrada de Estrangeiros no Brasil (Atualizado em 24/11/2015) Legenda Ministério das Relações Exteriores Subsecretaria-Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos Divisão de Imigração Quadro Geral de Regime de Vistos para

Leia mais

TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO

TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO TECNOLOGIA E SOLUÇÕES PARA MELHOR EFICIÊNCIA NA GERAÇÃO DE ENERGIA STAB - 2012 CICLO A VAPOR COM AQUECIMENTO REGENERATIVO 24 e 25 Outubro de 2012 Ribeirão Preto SP PROGRAMA Histórico, níveis de operação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens.

TERMO DE REFERÊNCIA. Local de atuação: Brasília/DF com disponibilidade para viagens. TERMO DE REFERÊNCIA Denominação: Consultor(a) para atuação na área de política internacional, intercâmbio internacional de experiências em políticas de desenvolvimento rural e atividades de cooperação

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

Preparação e Resposta a Desastres no Território Nacional Getúlio Ezequiel da Costa Peixoto Filho Chefe de Divisão Cenad/Sedec/MI

Preparação e Resposta a Desastres no Território Nacional Getúlio Ezequiel da Costa Peixoto Filho Chefe de Divisão Cenad/Sedec/MI Preparação e Resposta a Desastres no Território Nacional Getúlio Ezequiel da Costa Peixoto Filho Chefe de Divisão Cenad/Sedec/MI Seminário Estadual Sobre Emergência Ambiental Belo Horizonte, 02 e 03 de

Leia mais

Trabalho de Voluntariado Banco de Alimentos

Trabalho de Voluntariado Banco de Alimentos Trabalho de Voluntariado Banco de Alimentos Jéferson Pinzon Maiser 1 Marcelo Ribeiro Wojciechowski 2 Tiago Maroco Espens 3 Daniela Dadalt 4 Almiro Ferreira 5 RESUMO Este artigo tem como principal objetivo

Leia mais

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014.

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. ESTRATÉGIA: SEGURANÇA E SOBERANIA ALIMENTAR X FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Fortalecimento

Leia mais

Brasília, 05 de dezembro de 2013. E.M. nº 007-2013/CONSEA. Excelentíssima Senhora Presidenta da República,

Brasília, 05 de dezembro de 2013. E.M. nº 007-2013/CONSEA. Excelentíssima Senhora Presidenta da República, Brasília, 05 de dezembro de 2013. E.M. nº 007-2013/CONSEA Excelentíssima Senhora Presidenta da República, O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), reunido em plenária no dia 05

Leia mais

4. Trata-se de uma estratégia complementar à cooperação Norte-Sul e que não tem o objetivo de substituí-la.

4. Trata-se de uma estratégia complementar à cooperação Norte-Sul e que não tem o objetivo de substituí-la. VI REUNIÃO PARDEV 17/5/2012 Fala abertura Laís Abramo 1. A Cooperação Sul Sul é um importante e estratégico instrumento de parceria (partnership) para o desenvolvimento, capaz de contribuir para o crescimento

Leia mais

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa Seminário Agrícola Internacional Bruxelas, 4 e 5 de maio de 2009 Bélgica A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar

Leia mais

Dinheiro móvel, informações de mercado e ferramentas para melhorar a segurança alimentar: Perspetivas e desafios em Moçambique

Dinheiro móvel, informações de mercado e ferramentas para melhorar a segurança alimentar: Perspetivas e desafios em Moçambique Dinheiro móvel, informações de mercado e ferramentas para melhorar a segurança alimentar: Perspetivas e desafios em Moçambique Alan de Brauw Divisão de Mercados, Comércio e Instituições Instituto Internacional

Leia mais

Programa Nacional de Apoio a Fundos Solidários

Programa Nacional de Apoio a Fundos Solidários Programa Nacional de Apoio a Fundos Solidários Elementos de uma Proposta REDE? SISTEMA? Beneficiários do Bolsa Família não conseguem financiamento para iniciar atividades produtivas Os Fundos Solidários

Leia mais

Políticas e programas de mitigação e preparativos para Desastres nas Américas

Políticas e programas de mitigação e preparativos para Desastres nas Américas Políticas e programas de mitigação e preparativos para Desastres nas Américas Dr. Ciro Ugarte Programa de Preparativos para Emergências e Socorro em caso de Desastres OPAS/OMS A Região Os países e territórios

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO 1 2 _ 22.000 COLABORADORES _ 70.000 KM DE DUTOS (18 DOS QUAIS CRUZAM A CORDILHEIRA DOS ANDES) _ 450 PLANTAS DE PROCESSAMENTO DE

Leia mais

Discurso da Senhora Coordenadora Residente No acto de abertura do Workshop Nacional de Redução de Riscos de Desastres. Praia, 10 de Dezembro de 2014

Discurso da Senhora Coordenadora Residente No acto de abertura do Workshop Nacional de Redução de Riscos de Desastres. Praia, 10 de Dezembro de 2014 Discurso da Senhora Coordenadora Residente No acto de abertura do Workshop Nacional de Redução de Riscos de Desastres Praia, 10 de Dezembro de 2014 Sr. Ministro do Ambiente, da Habitação e de Ordenamento

Leia mais