Termos de Referência de Consultoria Piano Estratégico Regional sobre a Saûde Ocular para a Africa Ocidental, Introduçào

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Termos de Referência de Consultoria Piano Estratégico Regional sobre a Saûde Ocular para a Africa Ocidental, 2016-2020. Introduçào"

Transcrição

1 ,. Termos de Referência de Consultoria Piano Estratégico Regional sobre a Saûde Ocular para a Africa Ocidental, Introduçào Em 2010, mundialmente foi estimado que 285,4 rnilhôes de pessoas eram deficientes visuais das quais 39,4 milhôes eram cegas e 246,0 milhôes tinham baixa visâo. (1) As pessoas corn idades compreendidas entre os 50 anos e superior representam 82% das pessoas cegas e 65% dos deficientes visuais. Considerando que a Regiâo Africana da OMS é responsâvel por 12% da populaçâo mundial, representa 15% (ou 5,9 milhôes) das pessoas cegas no mundo. Tem havido alguma melhoria na prevalência de deficiência visual na Africa Subsaariana (ASS). A prevalência da cegueira estimada da idade padrâo em ASS diminuiu em 32% de 1.9% em 1990 para 1.3% em 2010 e a deficiência visual moderadalgrave (DVMG) de 5.3% para 4.0% (95% CI 0.2% para 0.3%) no mesmo periodo(2). A prevalência da cegueira entre os homens (2.1 %) e mulheres (2.3%) em Africa Ocidental é a mais elevada em Africa. A prevalência da deficiência visual moderadalgrave também foi a mais elevada em Africa Ocidental. A prevalência é mai or nas idades mais avançadas, corn 5.6% de ho mens e 6.3% de mulheres corn idades superiores a 50 anos estimados coma cegos em Iger, que tem a mais elevada prevalência padronizada pela idade em Àfrica, nas pessoas corn idade superior a 50 anos, 9.3% de homens e 10.2% de mulheres nesta faixa etària sâo cegos. Em termos absolutos, 0 numero de pessoa cegas na Africa Ocidental aumentou de 1,9 milhôes em 1990 para 2,1 milhôes em numero de pessoas corn DVMG na sub-regiâo também aumentou de 5,8 milhôes para 7,2 milhôes no mesmo periodo. As principais causa da deficiência visual inc1uem a catarata, os erros refractivos, tracoma, degeneraçâo macular, glaucoma e retinopatia diabética. (2) A prevalência de distûrbios oculares, deficiência ocular suave e moderado em crianças na idade escolar é 10.1 %, 7.3% e 1.1% respectivamente. (3) A maioria das crianças nâo teve exames prévios à vista. Os distùrbios visuais exercem consequências socioecon6micas graves. Os custos directos da saùde derivados da deficiência visual em Africa estâo projectados para aumentar de cerca de 44 bilhôes de d61ares americano em 2010 para 59 bilhôes de d6lares americano em (4) É por esse motivo que a 66 a Assembleia Mundial da Saûde estabeleceu uma meta para reduzir a prevalência da deficiência visual evitàvel em 25% até 0 ana de 2019 usando a prevalência de 2010 coma base. A Organizaçâo Mundial da Saùde elaborou um piano de acçâo global que define as estratégias para realizar a saùde visual universal. Este piano agora substitui a iniciativa global anterior "VISÂO 2020: 0 Direito à Visâo" que foi estabelecida pela Organizaçâo Mundial da Saûde (OMS) e a Agência Intemacional para a Prevençâo da Cegueira (AIPC) e lançada em 1999 corn os objectivos duplos de eliminar a cegueira evitàvel até 0 ana de 2020 e prevenir a prevista duplicaçâo da deficiência visual entre 1990 e 202. Esta iniciativa tem si do ha muito uma prioridade da OOAS desde 0 seu estabelecimento.

2 A OOAS apoiou os Estados membros da CEDEAO a elaborar os seus pianos e politicas, fornecendo formaçâo, infra-estruturas, apoio técnico e financeiro. No entanto, nâo existe nenhum piano estratégico regional para orientar as intervençôes prioritàrias a nivel regional. Objectivos o principal objectivo é desenvolver um piano estratégico regional orçamentado para orientar os paises nos seus esforços de gestâo, prevençâo e controlo da deficiência visual na regiâo da CEDEAO. Os objectivos especffico sâo: Fornecer uma visâo geral do fardo da cegueira e da deficiência visu al na regiâo da Africa Ocidental Analisar as causas da deficiência visual na regiâo Avaliar a actual resposta à deficiência visual na regiâo, documentando as lacunas e as melhores pràticas Elaborar um piano estratégico regional integrado e orçamentado sobre a prornoçâo da saùde ocular e prevençâo, tratamento e gestâo da deficiência visual Recomendar mecanismos inovadores para acçôes multissectoriais, coordenaçâo, rnobilizaçâo de recursos, gestâo de informaçâo e cobertura universal Tarefas A anàlise situacional sera realizada atravé de revisôes documentais complementadas por visitas ao pais. A anàlise incluirâ preferivelmente: Epidemiologia 0 fardo, padrâo e as tendências dos principais distùrbios visuais na regiâo Paises que realizaram inquéritos epidemiol6gicos, exemplo: RAAB, RESC, cartografia do tracoma As causas da cegueira, deficiência visual suave, moderada e grave Os factores de risco da deficiência visual incluindo populaçôes vulneràveis, desigualdades nos determinantes sociais e resultados das doenças Gestâo do Programa Quadro juridico e politico para a gestâo, prevençâo e controlo dos distûrbios visuais Disponibilidade de politicas, pianos e programas nacionais sobre a saûde ocular Estruturas existentes para a gestâo, 0 nivel de integraçâo horizontal corn outros programas tais coma as doenças tropicais negligenciadas (DT e doenças nâo transmissiveis (DNT) no Ministério da Saùde e a integraçâo vertical corn sectores como educaçâo, bem-estar social e indùstria

3 Mecanismos nacionais de coordenaçâo para a prornoçâo da saûde ocular e a prevençâo e gestâo da deficiência visual Sistema nacional da informaçâo sanitària sobre a aude ocular e monitorizaçâo de indicadores chaves tais coma a taxa cirùrgica da catarata, cobertura cirùrgica da catarata, prornoçâo de pessoas corn erros refractivos significantes (isto é <6/18 no melhor olho) e presbiopia, cujo erra corrigido é Observância do Dia Mundial da Visâo Resposta nacional Despesa nacional da saùde na saùde ocular e mecanismos de financiamento Nivel actual e distribuiçâo de centros de excelência, instalaçôes da saùde, tecnologia, recursos humanos da saùde ocular Melhores pràticas incluindo as envolvendo as parcerias pùblico-privada Acesso, cobertura, qualidade e custo de serviços preventivos, curativos e de reabilitaçâo dos distûrbios visuais Os potenciais beneficios e prejuizos da medicina tradicional na saùde ocular A disponibilidade e uso de directrizes sobre a prornoçâo da saûde ocular, prevenir os distûrbios e lesôes visuais e quaisquer directrizes de tratamento disponiveis Respostas actuais para abordar os problemas da saùde ocular ao longo da vida; 0 papel de vàrios ONGs, sector privado Capacidade de pe quisa e formaçâo sobre a saùde ocular Corn base na anâlise situacional e a orientaçâo politica geral da Comissâo da CEDEAO, um piano estratégico regional sera elaborado abrangendo 0 periode de Sera orientado pelas metas do Piano de Acçâo Global da OMS para a Saùde Ocular Universal , Estratégia de Saûde da Àfrica , AIPC, Recursos Humanos da Àfrica para 0 Piano Estratégico da Saùde Ocular e outras resoluçôes intemacionais e regionais. Havera uma indicaçâo clara da monitorizaçâo e aval iaçâo das acçôes prioritarias propostas. Processo Um consultor sera contratado para trabalhar num periodo mâxirno de 50 dias ûteis, excluindo os dias de viagem para os paf ses seleccionados. Perfil do Consultor Resumo das Tarefas: Sob a orientaçâo e supervisâo geral do Director do Departamento de Luta Contra as Doenças e Epidemias, 0 consultor estarâ sob a directa responsabilidade do Profissional da Nutriçâo e DNT. 0 consultor elaborarà um piano estratégico regional para a prornoçâo da saûde ocular e gestâo, prevençâo e controlo da deficiência visual abrangendo 0 periodo de

4 Habilitacao Literaria o Consultor com 0 rmnirno de um Mestrado em Saùde Pûblica, Epidemiologia, ou outra àrea relacionada de uma universidade reconhecida é desejavel. Oftalmologistas, optometristas e outros especialistas relacionados também sâo encorajados a candidatarem-se. Experiência e Principais Competências: o Consultor deve possuir uma vasta experiência e competências incluindo: Pelo menos 10 anos de experiência profissional relevante corn sucessos comprovados na gestâo ou avaliaçâo da Saùde Ocular ou programas relacionados corn pelo menos um ana de experiência a nivel internacional Conhecimento profundo e cornpreensâo do contexto politico e desenvolvimento, e das questôes sanitàrias na regiâo Experiência na elaboraçâo, monitorizaçâo e avaliaçâo de politica, piano estratégico, programas sobre a saùde ocular Liderança na realizaçâo de inquéritos, cartografia e pesquisa sobre a saùde ocular cornunitària Cornpreensâo da competência dos recursos humanos, requisitos estabelecidos para a prornoçâo da saùde ocular e a prevençâo e gestâo da deficiência visual em cenàrios de escassos recursos Excelentes capacidades de cornunicaçâo oral e escrita demonstradas, incluindo a capacidade de escrever vârios tipos de documentos, incluindo resumos de politicas sanitàrias, propostas, relatérios e artigos cientificos Capacidade demonstrada de trabalhar num ambiente multinacional e com uma gama diversificada de parceiros a nivel nacional, regional e global Boa capacidade de gestâo do tempo, incluindo a capacidade de trabalhar com prazos restritos, multi-funçôes e trabalhar com um elevado grau de independência Capacidades demonstradas no uso da tecnologia de informaçâo Proficiência linguistica o consultor deve ser cidadâo da CEDEAO e fluente em pelo menos uma das três linguas da CEDEAO (lnglês, Francês ou Português) e ter um conhecimento pràtico de pelo menos uma das outras duas linguas. Isso permitirà à equipa de reaver, analisar e interpretar documentos em mùltiplas linguas. Resultados esperados Os principais resultados esperados sâo os seguintes: 1. Relatorio inicial 2. Anàlise situacional da saûde ocular na Àfrica Ocidental 3. Piano estratégico regional integrado e orçamentado sobre a saùde ocular

5 Condiçôes de submissâo As candidaturas devem ser enviadas pelo correio postal e/ou correio electr6nico para: Organizaçâo Oeste Africana da Saùde 01 BP 153 Bobo-Dioulasso 01 Avenue Ouezzin COULIBALY Burkina Faso Tel: +(226) / Correio electrônico: Cada candidatura deve incluir: Uma carta de candidatura dirigida ao Director Gerai Curriculum Vitae do Consultor Uma carta de motivaçâo indicando os pontos fortes do Consultor e como tenciona realizar a tarefa C6pias dos certificados Apenas os consultores seleccionados serâo contactados. Candidaturas incompletas nâo serâo consideradas. Consultoras competentes sâo fortemente encorajadas a candidatar-se. Referências l. Organizaçâo Mundial da Saûde.Dados globais sobre as deficiências visuais 2010) [citado 23 de Fevereiro de 2015]; disponivel em: 2. Naidoo K, Gichuhi S, Basafiez M-G, Flaxman SR, Jonas JB, Keeffe J, et al. (Prevalência e causas da perda da visâo em Âfrica Subsaariana): (Jomal Britânico da Oftalmologia) 2014; 98 (5): Abu EK, Yeboah AA, Ocansey S, Kyei S, Abokyi S. Epidemiology of oeular disorders and visual impairment among sehool pupils in the Cape Coast Metropolis (Epidemiologia de distûrbios oculares e deficiência visual entre estudantes na Metr6pole de Cape Coast), Gana. (Jornal Britânico da deficiência visual) 2015; 33 (1): Gordois A, Cutler H, Pezzullo L, Gordon K, Cruess A, Winyard S, et al. An estimation of the worldwide economie and hea/th burden of visual impairment ( ma estimativa do fardo econ6mico e sanitârio mundial da deficiência visual). Global Public Hea/th (Saûde pûblica global) 2010; 7 (5):

SOLICITAÇAo DE MANIFESTAÇAo DE INTERESSEcQ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do

SOLICITAÇAo DE MANIFESTAÇAo DE INTERESSEcQ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do SOLICITAÇAo DE MANIFESTAÇAo DE INTERESSEcQ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do Projecto Regional de Reforço das Capacidades de Vigilância Epidemiol6gica na Âfrica Ocidental (WARDS)

Leia mais

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE oq (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestâo do

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE oq (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestâo do SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE oq (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestâo do Projecto Regional de Reforço das Capacidades de Vigilância Epidemiol6gica na Âfrica Ocidental (WARDS)

Leia mais

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE ~ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE ~ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE ~ (Serviços de Consultoria Individuais) Para Apoiar a Gestao do Projecto Regional de Reforço das Capacidades de Vigilância Epidemiol6gica na Âfrica Ocidental (WARDS)

Leia mais

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE cl (Serviços de Consultoria Individual) Para Apoiar a Gestao do

SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE cl (Serviços de Consultoria Individual) Para Apoiar a Gestao do SOLICITAÇÂO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE cl (Serviços de Consultoria Individual) Para Apoiar a Gestao do Projecto Regional de Reforço das Capacidades de Vigilância Epidemiol6gica e de Resposta às Epidemias

Leia mais

WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE ORGANIZACÂO OESTE AFRICANA DA SAÛDE. Referência: FM/TEND/AMI/201S/002 ~

WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE ORGANIZACÂO OESTE AFRICANA DA SAÛDE. Referência: FM/TEND/AMI/201S/002 ~ WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE ORGANIZACÂO OESTE AFRICANA DA SAÛDE Bobo-Dioulasso, 15 de Junho de 2015 ANÛNCIO DE MANIFESTAÇAO DE INTERESSE Referência: FM/TEND/AMI/201S/002

Leia mais

A baixa visão: apresentação e conceito

A baixa visão: apresentação e conceito A baixa visão: apresentação e conceito Manuel Oliveira e Carla Costa Lança Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa É um problema de saúde mundial que afeta 285 milhões de pessoas, 39 milhões apresentam

Leia mais

WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE

WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE WEST AFRICAN HEALTH ORGANISATION ORGANISATION OUEST AFRICAINE DE LA SANTE ORGANIZAÇÂO OESTE AFRICANA DA SAUDE Bobo-Dioulasso, 20 de Julho de 2015 ANUNCIO DE MANIFESTAÇÂO DE INTERESSE ~ Referência: FMffEND/AMl/201S/003

Leia mais

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE Projecto IMCHE/2/CP2 1 ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE

Leia mais

Saúde Ocular do Idoso

Saúde Ocular do Idoso Saúde Ocular do Idoso Norma Helen Medina Centro de Oftalmologia Sanitária CVE CCD/SES SP dvoftal@saude.sp.gov.br Classificação de deficiência visual Organização Mundial da Saúde CID 10 Cegueira Acuidade

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: PERITO TÉCNICO DE INFRA-ESTRUTURA: NO.VA/NPCA/15/04

ANÚNCIO DE VAGA: PERITO TÉCNICO DE INFRA-ESTRUTURA: NO.VA/NPCA/15/04 ANÚNCIO DE VAGA: PERITO TÉCNICO DE INFRA-ESTRUTURA: NO.VA/NPCA/15/04 A Comissão da União Africana assinou uma concessão com o Banco Africano de Desenvolvimento (o Banco) e o Fundo Africano de Desenvolvimento

Leia mais

AGÊNCIA DE COORDENAÇÃO E PLANEAMENTO NEPAD

AGÊNCIA DE COORDENAÇÃO E PLANEAMENTO NEPAD AGÊNCIA DE COORDENAÇÃO E PLANEAMENTO NEPAD ANÚNCIO DE VAGA: CHEFE DE PROGRAMA ABRANGENTE DE DESENVOLVIMENTO DE AGRICULTURA EM ÁFRICA (CAADP) NO.VA/NPCA/14/16 A União Africana (UA), estabelecida como um

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA SECERTÁRIO DA COMISSÃO DA UNIÃO AFRICANA PARA O DIREITO INTERNACIONAL -10000517

ANÚNCIO DE VAGA SECERTÁRIO DA COMISSÃO DA UNIÃO AFRICANA PARA O DIREITO INTERNACIONAL -10000517 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis-Abeba (ETHIOPIE) P. O. Box 3243 Téléphone (251-11) 5517 700 Fax : 551 78 44 Website : www.au.int ANÚNCIO DE VAGA SECERTÁRIO DA COMISSÃO DA UNIÃO AFRICANA

Leia mais

Termos de Referencia

Termos de Referencia Termos de Referencia Tipo de contrato: Consultoria para a concepcao de um vídeo documentário sobre mulheres líderes no sector da energia na África Ocidental Duracao: Abril Maio, 2015 Local de trabalho:

Leia mais

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE)

PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) PROGRAMA DE ACÇÃO COMUNITÁRIO RELATIVO À VIGILÂNCIA DA SAÚDE PROJECTO DE PROGRAMA DE TRABALHO 1998-1999 (Art. 5.2.b da Decisão Nº 1400/97/CE) 1. INTRODUÇÃO As actividades da União Europeia no domínio da

Leia mais

AGÊNCIA NEPAD DE PLANEAMENTO E COORDENAÇÃO

AGÊNCIA NEPAD DE PLANEAMENTO E COORDENAÇÃO AGÊNCIA NEPAD DE PLANEAMENTO E COORDENAÇÃO ANÚNCIO DE VAGA: PERITO DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES NO.VA/NPCA/15/11 A Comissão da União Africana assinou uma concessão com o Banco Africano de Desenvolvimento

Leia mais

COMISSÃO DA BACIA DO ZAMBEZE OPORTUNIDADES DE EMPREGO

COMISSÃO DA BACIA DO ZAMBEZE OPORTUNIDADES DE EMPREGO COMISSÃO DA BACIA DO ZAMBEZE OPORTUNIDADES DE EMPREGO Instituição: Comissão da Bacia do Zambeze (ZAMCOM) Local de Trabalho: Harare, Zimbabwe Duração: Inicialmente um ano com possibilidade de renovação

Leia mais

PROGRAMA DE INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO EM MATÉRIA DE DROGA (2007-20013) CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS 2007 (PROGRAMAS ESPECÍFICOS TRANSNACIONAIS)

PROGRAMA DE INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO EM MATÉRIA DE DROGA (2007-20013) CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS 2007 (PROGRAMAS ESPECÍFICOS TRANSNACIONAIS) PROGRAMA DE INFORMAÇÃO E PREVENÇÃO EM MATÉRIA DE DROGA (2007-20013) CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS 2007 (PROGRAMAS ESPECÍFICOS TRANSNACIONAIS) Este convite à apresentação de propostas tem por objectivo

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

UMA VISÃO GERAL SOBRE O PROJECTODA WORLD WIDE WEB FOUNDATION "DIREITOS DAS MULHERES ONLINE" Por: Alsácia Atanásio. Coordenadora do Projecto

UMA VISÃO GERAL SOBRE O PROJECTODA WORLD WIDE WEB FOUNDATION DIREITOS DAS MULHERES ONLINE Por: Alsácia Atanásio. Coordenadora do Projecto UMA VISÃO GERAL SOBRE O PROJECTODA WORLD WIDE WEB FOUNDATION "DIREITOS DAS MULHERES ONLINE" Por: Alsácia Atanásio Coordenadora do Projecto SIITRI, Moçambique Ò o UMA VISÃO GERAL SOBRE O PROJECTO DA WORLD

Leia mais

PERFIL DA POPULAÇÃO ATENDIDA PELA LIGA DE OFTALMOLOGIA EM CIDADE DO INTERIOR GOIANO

PERFIL DA POPULAÇÃO ATENDIDA PELA LIGA DE OFTALMOLOGIA EM CIDADE DO INTERIOR GOIANO PERFIL DA POPULAÇÃO ATENDIDA PELA LIGA DE OFTALMOLOGIA EM CIDADE DO INTERIOR GOIANO CREPALDI JÚNIOR, Luís Carlos 1 ; BARBOSA, Camila Caetano de Almeida 1 ; BERNARDES, Guilherme Falcão 1 ; GODOY NETO, Ubiratan

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: ECONOMISTA

ANÚNCIO DE VAGA: ECONOMISTA AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis-Ababa (ETHIOPIA) P. O. Box 3243 Telephone 5517 700 Fax: 551 78 44 Website : www.africa-union.org ANÚNCIO DE VAGA: ECONOMISTA A União Africana, criada

Leia mais

Termos de Referência

Termos de Referência MAPEAMENTO DE PARTES INTERESSADAS (PARCEIROS E DOADORES) Termos de Referência 1. Contexto O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) tem vindo a trabalhar em Moçambique desde os meados dos anos 90 em áreas-chave

Leia mais

NOVO ANÚNCIO N AFCHPR/01/2014

NOVO ANÚNCIO N AFCHPR/01/2014 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA AFRICAN COURT ON HUMAN AND PEOPLES RIGHTS COUR AFRICAINE DES DROITS DE L HOMME ET DES PEUPLES P.O Box 6274 Arusha, Tanzania, Tel: +255 732 979506/9; Fax: +255

Leia mais

Documento de posição da retinopatia diabética

Documento de posição da retinopatia diabética Documento de posição da retinopatia diabética Grupo de Trabalho de Planejamento a Longo Prazo do SightFirst (SFLRP) Agosto de 2008 Apresentação A missão do programa Leonístico SightFirst é apoiar o desenvolvimento

Leia mais

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE

ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE ALIANÇA ESTRATÉGICA DA SAÚDE E AMBIENTE PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA DECLARAÇÃO DE LIBREVILLE Adoptada pelos Ministros da Saúde e Ministros do Ambiente na Segunda Conferência Interministerial sobre Saúde e

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL PRINCIPAL DE PROGRAMAS (ANALISTA NA ÁREA DA SEGURANÇA ALIMENTAR NO.VA/NPCA/11/04

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL PRINCIPAL DE PROGRAMAS (ANALISTA NA ÁREA DA SEGURANÇA ALIMENTAR NO.VA/NPCA/11/04 ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL PRINCIPAL DE PROGRAMAS (ANALISTA NA ÁREA DA SEGURANÇA ALIMENTAR NO.VA/NPCA/11/04 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar

Leia mais

AFRICAN UNION UNION AFRICAINE

AFRICAN UNION UNION AFRICAINE AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone : 011-551 7700 Fax : 011-551 7844 website : www. au.int Criada como um organismo Pan-africano continental único,

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS NO.VA/NPCA/12/08

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS NO.VA/NPCA/12/08 www.nepad.org info@nepad.org Tel: +27 (0) 11 256 3600 Fax: +27 (0) 11 206 3762 P.O. Box 1234 Halfway House 1685 Midrand, Johannesburg South Africa ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A DIABETES i

RELATÓRIO SOBRE A DIABETES i AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA SEXTA SESSÃO ORDINÁRIA DA CONFERÊNCIA DA UA DOS MINISTROS DA SAÚDE (CAMH6) 22-26 DE ABRIL DE 2013, ADIS ABEBA, ETIÓPIA CAMH/EXP/6(VI) IV TEMA: O Impacto das

Leia mais

RELATÓRIO DO RESUMO DA ALMA 1º TRIMESTRE DE 2015

RELATÓRIO DO RESUMO DA ALMA 1º TRIMESTRE DE 2015 RELATÓRIO DO RESUMO DA ALMA 1º TRIMESTRE DE 2015 Introdução A África alcançou um ponto de viragem crítico na sua luta contra a malária este ano à medida que objectivos, estratégias e planos globais e regionais

Leia mais

COMISSÃO. 1. Introdução

COMISSÃO. 1. Introdução COMISSÃO Convite à apresentação de candidaturas para a constituição de uma lista de peritos encarregados de avaliar as propostas recebidas no âmbito do programa eten, projectos de interesse comum no domínio

Leia mais

ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS

ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS ESTE DOCUMENTO SERVE APENAS PARA MOSTRAR TODAS AS ETAPAS DO FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE CANDIDATURAS AO CIÊNCIA NA HORA MICROPROJECTOS CIÊNCIA VIVA SÓ SERÃO VALIDADAS AS CANDIDATURAS SUBMETIDAS POR VIA

Leia mais

FUNDO NEPAD/ESPANHA PARA EMPODERAMENTO DAS MULHERES AFRICANAS NOTA DE LAÇAMENTO SEGUNDO APELO DE PROPOSTAS, ABRIL DE 2011

FUNDO NEPAD/ESPANHA PARA EMPODERAMENTO DAS MULHERES AFRICANAS NOTA DE LAÇAMENTO SEGUNDO APELO DE PROPOSTAS, ABRIL DE 2011 FUNDO NEPAD/ESPANHA PARA EMPODERAMENTO DAS MULHERES AFRICANAS NOTA DE LAÇAMENTO SEGUNDO APELO DE PROPOSTAS, ABRIL DE 2011 1. Introdução O Fundo NEPAD/Espanha para Capacitação das Mulheres (NSF) tem a honra

Leia mais

Situação mundial da visão Visão 2020: o direito de ver 1999-2005 Síntese

Situação mundial da visão Visão 2020: o direito de ver 1999-2005 Síntese Situação mundial da visão Visão 2020: o direito de ver 1999-2005 Síntese Este documento é um resumo do relatório que pode ser acessado em www.v2020.org ou www.who.org 1. Análise da situação da cegueira

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: ASSISTENTE FINANCEIRO - PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DE INFRA-ESTRUTURAS EM ÁFRICA (PIDA) - NO.VA/NPCA/15/15

ANÚNCIO DE VAGA: ASSISTENTE FINANCEIRO - PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DE INFRA-ESTRUTURAS EM ÁFRICA (PIDA) - NO.VA/NPCA/15/15 ANÚNCIO DE VAGA: ASSISTENTE FINANCEIRO - PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DE INFRA-ESTRUTURAS EM ÁFRICA (PIDA) - NO.VA/NPCA/15/15 A Comissão da União Africana assinou uma concessão com o Banco Africano

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROJECTOS NO.VA/NPCA/11/07

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROJECTOS NO.VA/NPCA/11/07 ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROJECTOS NO.VA/NPCA/11/07 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar a vanguarda do processo da rápida integração e

Leia mais

Dr.Pedro Silveira Gonçalves Filho

Dr.Pedro Silveira Gonçalves Filho A SAÚDE OCULAR NA SAÚDE DO BRASIL Dr.Pedro Silveira Gonçalves Filho CONF. OMS / ALMA- ATA/ URSS-1978 Atenção Primária de Saúde A prevenção da cegueira é parte integrante da atenção primária de saúde. Deve

Leia mais

Projeto de Plano de Ação para Prevenção da Cegueira e de Deficiência Visual evitáveis 2014 2019

Projeto de Plano de Ação para Prevenção da Cegueira e de Deficiência Visual evitáveis 2014 2019 66ª Assembléia Mundial de Saúde A66/11 Ponto 13.4 da ordem do dia provisória 28 de março de 2013 Projeto de Plano de Ação para Prevenção da Cegueira e de Deficiência Visual evitáveis 2014 2019 Saúde Ocular

Leia mais

Convite à manifestação de interesse de consultores nacionais individuais nos quinze Estados Membros da CEDEAO (um para cada país) Termos de Referência

Convite à manifestação de interesse de consultores nacionais individuais nos quinze Estados Membros da CEDEAO (um para cada país) Termos de Referência Convite à manifestação de interesse de consultores nacionais individuais nos quinze Estados Membros da CEDEAO (um para cada país) Termos de Referência Assistência Técnica para o desenvolvimento dos Planos

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: CHEFE DOS SERVIÇOS DE FINANÇAS - NO.VA/P5/11/01

ANÚNCIO DE VAGA: CHEFE DOS SERVIÇOS DE FINANÇAS - NO.VA/P5/11/01 ANÚNCIO DE VAGA: CHEFE DOS SERVIÇOS DE FINANÇAS - NO.VA/P5/11/01 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar a vanguarda do processo da rápida integração

Leia mais

Investir na Saúde em África

Investir na Saúde em África Harmonização da Saúde em África Investir na Saúde em África Cenário para Reforçar os Sistemas na Procura de Melhores Produtos da Saúde Resumo Porquê um cenário de investimento em África? Investir nos sistemas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Nº de Vagas Instituição

ANÚNCIO DE CONCURSO. Nº de Vagas Instituição ANÚNCIO DE CONCURSO Recrutamento de um Inspetor Geral para a Inspecção Geral da Construção e da Imobiliária do Ministério das Infraestruturas e Economia Marítima O presente anúncio de recrutamento é coordenado

Leia mais

Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável. Informações de Logística

Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável. Informações de Logística Fórum de Alto Nível da CEDEAO sobre Política e Investimento no sector da Energia Sustentável Data: 14 a 18 de Setembro de 2015 Local: Heden Golf Hotel e Instalações do Banco Africano de Desenvolvimento,

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Recrutamento de Dirigentes Intermédios

ANÚNCIO DE CONCURSO. Recrutamento de Dirigentes Intermédios ANÚNCIO DE CONCURSO Recrutamento de Dirigentes Intermédios O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública (DGAP), de acordo com os novos procedimentos do Recrutamento

Leia mais

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ

Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ Descrição de Tarefas para a Posição de Director de Programas, Políticas e Comunicação da AAMOZ ActionAid é uma federação internacional trabalhando para erradicar a pobreza e a injustiça. A ActionAid foi

Leia mais

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO O contexto da Globalização Actuação Transversal Aposta no reforço dos factores dinâmicos de competitividade Objectivos e Orientações Estratégicas para a Inovação Estruturação

Leia mais

Encontros do Observatório 2014 Pobreza Infantil

Encontros do Observatório 2014 Pobreza Infantil º Uma iniciativa: Com apoio: 1 Encontros do Observatório, 23 Maio 2014 1. Contextualização O Observatório de Luta contra a Pobreza na Cidade de Lisboa definiu como prioridade temática para 2014 a, problema

Leia mais

ANÚ NCIO DE VAGA: COORDENADOR DO PROGRAMA AFRICANO DE INDICADORES PARA A CIÊ NCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇ Ã O NO.VA/NPCA/11/13

ANÚ NCIO DE VAGA: COORDENADOR DO PROGRAMA AFRICANO DE INDICADORES PARA A CIÊ NCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇ Ã O NO.VA/NPCA/11/13 ANÚ NCIO DE VAGA: COORDENADOR DO PROGRAMA AFRICANO DE INDICADORES PARA A CIÊ NCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇ Ã O NO.VA/NPCA/11/13 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano,

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Recrutamento de três (3) Engenheiros para Projecto de desenvolvimento do sistema de abastecimento de água na Ilha de Santiago

ANÚNCIO DE CONCURSO. Recrutamento de três (3) Engenheiros para Projecto de desenvolvimento do sistema de abastecimento de água na Ilha de Santiago ANÚNCIO DE CONCURSO Recrutamento de três (3) Engenheiros para Projecto de desenvolvimento do sistema de abastecimento de água na Ilha de Santiago O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção

Leia mais

São igualmente tidas em conta situações de pobreza e de exclusão social que necessitam um tratamento específico no âmbito do PRODESA.

São igualmente tidas em conta situações de pobreza e de exclusão social que necessitam um tratamento específico no âmbito do PRODESA. 1. Medida 3.4: Apoio ao desenvolvimento do Emprego e da Formação Profissional 2. Descrição: A Medida Apoio ao desenvolvimento do Emprego e Formação Profissional do PRODESA visa criar as condições para

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012.

ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO. Junho de 2012. ANÚNCIO DE VAGA DESCRIÇÃO DO POSTO Posição: Director Executivo Programa Inter Religioso Contra a Malária (PIRCOM) Projecto Academy for Educational Development/Communication for Change (C Change) Supervisor:

Leia mais

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo

REGULAMENTO BOLSA DE IDEIAS. Preâmbulo REGULAMENTO Preâmbulo A Bolsa de Ideias CAIE (BI) é uma iniciativa desenvolvida pelo Projecto CAIE Centro de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo, financiado pela Iniciativa Comunitária EQUAL. Esta iniciativa

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS DE REDE DE GESTÃO DE CONHECIMENTO, MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO - NO.VA/NPCA/15/17

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS DE REDE DE GESTÃO DE CONHECIMENTO, MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO - NO.VA/NPCA/15/17 ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS DE REDE DE GESTÃO DE CONHECIMENTO, MONITORIZAÇÃO E AVALIAÇÃO - NO.VA/NPCA/15/17 A União Africana (UA), estabelecida como um órgão Pan-Africano continental e único,

Leia mais

29/10/12. Cuidados de Saúde Mental: Prioridades, Desafios e Riscos Filipa Palha

29/10/12. Cuidados de Saúde Mental: Prioridades, Desafios e Riscos Filipa Palha 29/10/12 Em parceria com: Sumário Marcos recentes nas políticas de saúde mental em Portugal (1963-2007) Saúde Mental: magnitude do problema PNSM 2007-2011: Da expectativa ao desânimo Reflexões finais COMEMORAÇÕES

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA COMISSÃO INSTALADORA DO FUNDO NACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA COMISSÃO INSTALADORA DO FUNDO NACIONAL PARA O DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO Os Editais de Financiamento das TIC, Segurança Alimentar e Saúde Local: Faculdade de Direito da UAN Data: 06 e 07 de Março de 2014 Luanda República de Angola No âmbito do Programa Horizonte 2020, recentemente

Leia mais

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org WG11036 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.org ANÚNCIO E CONVITE PARA APRESENTAÇÃO

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Assistente Técnico e Técnico

ANÚNCIO DE CONCURSO. Assistente Técnico e Técnico Direcção Geral da Administração Pública Rua Funchal Meio da Achada Santo António C.P nº 200 Cidade da Praia - Cabo Verde PBX: 3337399 www.dgap.com.cv ANÚNCIO DE CONCURSO Assistente Técnico e Técnico O

Leia mais

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union.

UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, Ethiopia P.O. Box 3243 Téléphone: 251115511092 Fax: 251115510154 Site Internet: www.africa-union. AFRICAN UNION UNION AFRICAINE PRIMEIRO PROJECTO DO CONVITE PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS SOBRE O TEMA: EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Ao abrigo das Decisões da Conferência da União Africana Assembly/AU/Dec.277(XVI)

Leia mais

Programa de Bolsas Pós-Doutorais Doenças tropicais transmissíveis negligenciadas e Investigação relacionada na área da Saúde Pública.

Programa de Bolsas Pós-Doutorais Doenças tropicais transmissíveis negligenciadas e Investigação relacionada na área da Saúde Pública. Abertura de Candidaturas Programa de Bolsas Pós-Doutorais Doenças tropicais transmissíveis negligenciadas e Investigação relacionada na área da Saúde Pública. As Doenças Tropicais Negligenciadas (DTN)

Leia mais

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO

ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO ESCOLA DAS ARTES PROGRAMA ERASMUS ESTÁGIO REGULAMENTO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º (Objeto) O presente regulamento rege a mobilidade internacional para estágio dos estudantes de Licenciatura

Leia mais

Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão

Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão Este sistema é sustentado por 14 pilares: Elemento 1 Liderança, Responsabilidade e Gestão Como as pessoas tendem a imitar os seus líderes, estes devem-se empenhar e comprometer-se com o QSSA, para servirem

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25 ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar a vanguarda do processo da rápida integração

Leia mais

ESPECIAL PMEs. Volume III Fundos europeus 2ª parte. um Guia de O Portal de Negócios. www.oportaldenegocios.com. Março / Abril de 2011

ESPECIAL PMEs. Volume III Fundos europeus 2ª parte. um Guia de O Portal de Negócios. www.oportaldenegocios.com. Março / Abril de 2011 ESPECIAL PMEs Volume III Fundos europeus 2ª parte O Portal de Negócios Rua Campos Júnior, 11 A 1070-138 Lisboa Tel. 213 822 110 Fax.213 822 218 geral@oportaldenegocios.com Copyright O Portal de Negócios,

Leia mais

Estratégia Europeia para o Emprego Promover a melhoria do emprego na Europa

Estratégia Europeia para o Emprego Promover a melhoria do emprego na Europa Estratégia Europeia para o Emprego Promover a melhoria do emprego na Europa Comissão Europeia O que é a Estratégia Europeia para o Emprego? Toda a gente precisa de um emprego. Todos temos necessidade de

Leia mais

Reforço das Capacidades de Investigação Clínica em Angola através do Programa EDCTP-2

Reforço das Capacidades de Investigação Clínica em Angola através do Programa EDCTP-2 Reforço das Capacidades de Investigação Clínica em Angola através do Programa EDCTP-2 Contributos para os Objetivos do «Plano Nacional de Desenvolvimento Sanitário da República de Angola (2012-2015)» Ricardo

Leia mais

PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS

PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS Projecto do PNUD financiado pela Cooperação Espanhola Ministério da Hotelaria e Turismo República de Angola Angola PROJECTO DESENVOLVENDO NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS SEMINÁRIO PNUD / CNUCED "GESTÃO DE PROJECTOS

Leia mais

Propriedade, Prestação de Contas e Sustentabilidade na Resposta de VIH/SIDA, Tuberculose e Malária em África: Passado, Presente e o Futuro

Propriedade, Prestação de Contas e Sustentabilidade na Resposta de VIH/SIDA, Tuberculose e Malária em África: Passado, Presente e o Futuro SA10179 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA CIMEIRA ESPECIAL DA UNIÃO AFRICANA SOBRE O VIH/SIDA, TUBERCULOSE E MALÁRIA 12-16 DE JULHO DE 2013 ABUJA, NIGÉRIA Tema: Propriedade, Prestação de Contas

Leia mais

Visão Subnormal. Guia do Apresentador

Visão Subnormal. Guia do Apresentador Visão Subnormal Guia do Apresentador SLIDE 1 Introdução do apresentador. O propósito desta apresentação é oferecer informações sobre o que é a visão subnormal, o que pode ser feito sobre ela e onde se

Leia mais

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico

Moçambique Plano Estratégico 2012 2015. Moçambique Plano Estratégico Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 Moçambique Plano Estratégico 2012 2015 1 Rainha Juga, beneficiaria de uma campanha de cirurgia do Hospital Central da Beira ao distrito de Gorongosa 2 Moçambique

Leia mais

Estabelecendo Prioridades para Advocacia

Estabelecendo Prioridades para Advocacia Estabelecendo Prioridades para Advocacia Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin

Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin Programa de trabalho da Presidência Portuguesa para o Conselho Ecofin A Presidência Portuguesa na área dos Assuntos Económicos e Financeiros irá centrar-se na prossecução de três grandes objectivos, definidos

Leia mais

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO

PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO PRESSUPOSTOS BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO NO ALENTEJO ÍNDICE 11. PRESSUPOSTO BASE PARA UMA ESTRATÉGIA DE INOVAÇÃO 25 NO ALENTEJO pág. 11.1. Um sistema regional de inovação orientado para a competitividade

Leia mais

Programa da Diabetes das FAA

Programa da Diabetes das FAA Programa da Diabetes das FAA Sabrina Coelho da Cruz Diabetologista do Hospital Militar Principal/Instituto Superior Coordenadora da Comissão da Diabetes do HMP/IS Coordenadora do Programa da Diabetes nas

Leia mais

ANÚNCIO Nº AfCHPR/07/2011

ANÚNCIO Nº AfCHPR/07/2011 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA AFRICAN COURT ON HUMAN AND PEOPLES RIGHTS COUR AFRICAINE DES DROITS DE L HOMME ET DES PEUPLES P.O Box 6274 Arusha, Tanzania, Tel: +255 732 979506/9; Fax: +255

Leia mais

SIGHTFIRST: LIONS - VISÃO PARA TODOS

SIGHTFIRST: LIONS - VISÃO PARA TODOS SIGHTFIRST: LIONS - VISÃO PARA TODOS 2 SightFirst: Lions - Visão para Todos SightFirst: Lions - Visão para Todos é um planejamento estratégico para a segunda fase do programa SightFirst da Fundação de

Leia mais

Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone +251 11 5517700 Website : www.au.int

Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone +251 11 5517700 Website : www.au.int AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone +251 11 5517700 Website : www.au.int A União Africana, estabelecida como um único órgão continental Pan-africano

Leia mais

A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas

A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas A Agência de Tecnologia da República Checa e os seus programas A CRIAÇÃO E O LANÇAMENTO DAS ACTIVIDADES DA TA CR A fundação da Agência de Tecnologia da República Checa (adiante designada TA CR ) foi um

Leia mais

NOTA CONCEPTUAL Rev.5

NOTA CONCEPTUAL Rev.5 AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone : 517 700 Fax : 517844 website: www. africa-union.org SEGUNDO FÓRUM PAN-AFRICANO SOBRE A POSIÇÃO COMUM AFRICANA

Leia mais

Preparação de um Plano de Trabalho

Preparação de um Plano de Trabalho Preparação de um Plano de Trabalho Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT

PROCEDIMENTO. Ref. Pcd. 3-sGRHF. Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT PROCEDIMENTO Ref. Pcd. 3-sGRHF Bolsas de Investigação Científica da UA, financiadas pela UA ou por outras verbas desde que não provenientes da FCT Data: 14 /07/2011 Elaboração Nome: Fátima Serafim e Helena

Leia mais

Promovendo a Transparência no Financiamento Político na SADC

Promovendo a Transparência no Financiamento Político na SADC Promovendo a Transparência no Financiamento Político na SADC Setembro de 2010 Este document apresenta um resumo das principais conclusões e recomendações de um estudo sobre financiamento político na região

Leia mais

Orientação para requerentes à Série 8 da Solicitação de Propostas ao Fundo Mundial de Luta contra a SIDA, a Tuberculose e o Paludismo

Orientação para requerentes à Série 8 da Solicitação de Propostas ao Fundo Mundial de Luta contra a SIDA, a Tuberculose e o Paludismo Orientação para requerentes à Série 8 da Solicitação de Propostas ao Fundo Mundial de Luta contra a SIDA, a Tuberculose e o Paludismo Minorias sexuais Historial: O conselho do Fundo Mundial de Luta contra

Leia mais

TCP/INT/3201 Termos de Referência Consultoria Nacional São Tomé

TCP/INT/3201 Termos de Referência Consultoria Nacional São Tomé TCP/INT/3201 Termos de Referência Consultoria Nacional São Tomé Essa consultoria nacional enquadra-se no âmbito do Projecto de Cooperação Técnica CPLP/FAO TCP/INT/3201 para assessorar o Comité Nacional

Leia mais

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves. Fundos Comunitários geridos pela Comissão Europeia M. Patrão Neves Fundos comunitários: no passado Dependemos, de forma vital, dos fundos comunitários, sobretudo porque somos um dos países da coesão (e

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA TERMOS DE REFERÊNCIA REALIZAÇÃO DE UM ESTUDO DE MERCADO PARA IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE POSSÍVEIS ACTIVIDADES GERADORAS DE RENDIMENTO NOS MUNICIPIOS DE KUITO E ANDULO, PROVINCIA DE BIÉ, ANGOLA

Leia mais

Constatando que os seis Estados costeiros da sub-regiao Oeste Africana continuam a enfrentar desafios particulares no que respeita a submissao de

Constatando que os seis Estados costeiros da sub-regiao Oeste Africana continuam a enfrentar desafios particulares no que respeita a submissao de Acordo de Coopera~ao Tecnica e Financeira entre a Republica de Cabo Verde, a Republica da Gambia, a Republica da Guine-Bissau, a Republica da Guine, a Republica Islamica da Mauritania e a Republica do

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: ASSESSOR TÉCNICO PARA A PROMOÇÃO DE AGRONEGÓCIOS NO.VA/NPCA/13/09

ANÚNCIO DE VAGA: ASSESSOR TÉCNICO PARA A PROMOÇÃO DE AGRONEGÓCIOS NO.VA/NPCA/13/09 ANÚNCIO DE VAGA: ASSESSOR TÉCNICO PARA A PROMOÇÃO DE AGRONEGÓCIOS NO.VA/NPCA/13/09 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar a vanguarda do processo

Leia mais

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais)

Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES. Regulamento. Artigo 1º (Disposições Gerais) Reitoria PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE PARA ESTUDANTES Regulamento Artigo 1º (Disposições Gerais) O Programa de Bolsas de Mobilidade para Estudantes da Universidade de Lisboa tem por objectivo proporcionar

Leia mais

POSIÇÃO COMUM AFRICANO SOBRE ACABAR COM O CASAMENTO INFANTIL

POSIÇÃO COMUM AFRICANO SOBRE ACABAR COM O CASAMENTO INFANTIL AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIAP. O. Box 3243Telephone +251 11 5517 700 Fax : 00251 11 5517844 www.au.int POSIÇÃO COMUM AFRICANO SOBRE ACABAR COM O CASAMENTO INFANTIL

Leia mais

José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde

José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde Inclusivo, equitativo, sustentável José Mendes Ribeiro Ciclo de Conferências ÁGORA: Ciência e Sociedade - 7ª Conferência Desafios e sustentabilidade do sistema de saúde Auditório do Instituto para a Investigação

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SUPERIOR FINANCEIRO NO.VA/NPCA/13/07

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SUPERIOR FINANCEIRO NO.VA/NPCA/13/07 ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SUPERIOR FINANCEIRO NO.VA/NPCA/13/07 A União Africana (UA) estabelecida como um corpo continental Pan Africano único, está encarregada de liderar a rápida integração de África

Leia mais

Um mundo melhor começa aqui

Um mundo melhor começa aqui Um mundo melhor começa aqui h, 12 de junho de 2009 O Dia mundial contra o trabalho infantil vai ser celebrado a 12 de Junho de 2009. Este ano, o Dia mundial marca o décimo aniversário da adopção da importante

Leia mais

Integração de uma abordagem de género na gestão de recursos hídricos e fundiários Documento de Posição de organizações e redes dos PALOPs

Integração de uma abordagem de género na gestão de recursos hídricos e fundiários Documento de Posição de organizações e redes dos PALOPs Integração de uma abordagem de género na gestão de recursos hídricos e fundiários Documento de Posição de organizações e redes dos PALOPs Isabel Dinis, ACTUAR Lisboa, 3 de Junho de 2010 ACTUAR - ASSOCIAÇÃO

Leia mais

MBA MASTER BUSINESS ADMINISTRATION E MBAH MASTER EM GESTÃO HOTELEIRA E TURISTICA

MBA MASTER BUSINESS ADMINISTRATION E MBAH MASTER EM GESTÃO HOTELEIRA E TURISTICA MBA MASTER BUSINESS ADMINISTRATION E MBAH MASTER EM GESTÃO HOTELEIRA E TURISTICA Angra do Heroísmo 2007 1 MBA MASTER BUSINESS ADMINISTRATION MBAH MASTER EM GESTÃO HOTELEIRA E TURISTICA Objectivos dos dois

Leia mais

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social

Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social. João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Os Empresários, as Empresas e a Inclusão Social João Oliveira Rendeiro Presidente da Associação EIS Empresários pela Inclusão Social Conferência "Compromisso Cívico para a Inclusão" Santarém, 14 de Abril

Leia mais

ANÚNCIO DE CONCURSO. Área Formação Académica Cargo/Nível Vaga. Licenciatura: Engenharia de Informática, Ciências da Computação, Informática de Gestão.

ANÚNCIO DE CONCURSO. Área Formação Académica Cargo/Nível Vaga. Licenciatura: Engenharia de Informática, Ciências da Computação, Informática de Gestão. ANÚNCIO DE CONCURSO O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública (DGAP), de acordo com os novos procedimentos no regulamento de concursos, com o objectivo

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR NO.VA/NPCA/12/03

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PARA A SEGURANÇA ALIMENTAR NO.VA/NPCA/12/03 www.nepad.org info@nepad.org Tel: +27 (0) 11 256 3600 Fax: +27 (0) 11 206 3762 P.O. Box 1234 Halfway House 1685 Midrand, Johannesburg South Africa ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PARA A SEGURANÇA

Leia mais

MODALIDADES PARA A ATRIBUIÇÃO DE GRAUS ACADÉMICOS

MODALIDADES PARA A ATRIBUIÇÃO DE GRAUS ACADÉMICOS AFRICAN UNION UNION AFRICAINE UNIÃO AFRICANA Addis Ababa, ETHIOPIA P. O. Box 3243 Telephone: 251 11 5517700 Fax: 251 11 5 517844 website: www.africa-union.org DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS, CIÊNCIA

Leia mais