ANA LIMA-NETTO. Retratos do Silêncio

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANA LIMA-NETTO. Retratos do Silêncio"

Transcrição

1 ANA LIMA-NETTO 2013 Retratos do Silêncio

2 1 Textos... uma espécie de visão cosmológica e a evolução da sua arquitectura virtual. - Mestre Rocha de Sousa Professor, Crítico de Arte e Art.Plástico Do caos emancipado e do desenho na pintura de Ana Lima-Neto por Cristina Azevedo Tavares Curriculum

3 Do caos emancipado e do desenho na pintura de Ana Lima-Neto por Cristina Azevedo Tavares Esconder e revelar são duas faces da mesma moeda, a forma que se esconde e revela outra forma, o desenho que se mostra e aniquila outro desenho. Entre este jogo de esconder e revelar pode-se situar a obra actual de Ana Lima-Neto. Desconvocada da figuração, sem dramas nem angústias, as actuais pinturas revelam uma apetência por riscar e por uma diversidade de materiais: o film canson (acetatos), papéis, os pastéis de óleo, as resinas, as colas. De configuração nitidamente experimental sobrepõem-se em camadas de croquis de diferentes cores circulares por vezes dividindo o suporte em zonas separadas. Sobre este chão emaranhado estão colocadas formas de cariz geométrico: pequenos 2

4 círculos recheados de cores, em linha ou malha simétrica, simples linhas interceptadas, um simples quadrado, ou quadrados concêntricos, e perfis organicistas que cortam fincadamente as superfícies sobrepostas, cheios ou vazios de cor. Ou são apenas chão. Chamam-se estas nove técnicas mistas quadradas, de um metro por um metro, Retratos do Silêncio. Por causa das cores utilizadas? Cinzas, negros, azuis profundos, mas também alguns rosas avermelhados feitos de camadas variadas. Porque apelam à descoberta do olhar, porque supõem a curiosidade de quem olha e procura saber o que são e como são feitas aquelas manchas? Depois perturbadas pelas delicadas formas que se sobrepõem. olhar, e só depois, ou só antes, este mergulha no abismo catártico das manchas feitas de inúmeros riscos sobrepostos, expressão temperamental de um gesto desalinhado. E mesmo que apreendamos a pintura como um todo, um objecto perceptivo total, é nos detalhes que nos perdemos, em silêncio. Lisboa, 18 de Outubro de 2013 Em tudo isto existe uma vertente mais intuitiva e expressiva e uma outra mais minimalista. Mas é sobre a densidade do gesto e da cor, na sensualidade da mancha, ou no rigor geométrico da forma que o desenho vive sinuoso e fatal como uma faca de ponta afiada. Acaba por ser, afinal, um elogio ao poder do desenho, ao traço conciso que estrutura o espaço plástico que parecia perdido em si mesmo como um turbilhão, como um caos emancipado. É ao desenho, mesmo que defina uma forma orgânica que compete conduzir o nosso 3

5 Curriculum Ana Lima-Netto nasceu em Lisboa Estudou arquitectura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, onde se licenciou em Desde então repartiu-se entre o exercício da actividade profissional e a pintura, à qual se dedica quase exclusivamente desde MEMBRO DAS ASSOCIAÇÕES PROFISSIONAIS: Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa; Árvore Cooperativa de Actividades Artísticas, Porto; Associação Nacional de Artistas Plásticos, Porto; 4

6 PRINCIPAIS EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS: Galeria de Arte Damião de Goes, Embaixada de Portugal, Bruxelas; Centro Cultural da Praia, Cabo Verde; Centro Cultural do Mindelo, Cabo Verde; Centro Cultural Português, São Tomé; Museu Infante D. Henrique, Faro; Galeria Municipal da Câmara Municipal de Palmela; Centro Cultural Ho Yin, Macau, China; Galeria de Arte Moderna da Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa; Supremo Tribunal de Justiça, Lisboa, Galeria Bozart, Lisboa. PRINCIPAIS EXPOSIÇÕES COLECTIVAS: Galeria Arte Vária, Coimbra; Galeria Belo-Belo, Braga; Caixa Geral de Depósitos, Lisboa; Centro Cultural Museu António Aleixo, Faro; Galeria Artstudio, Milão; V Exposição Assoc. Nacional Artistas Plásticos, Museu de Aveiro; III Bienal de Artes Plásticas da Marinha Grande; San Ildefonso-La Granja, Segovia; Lapa Gallery, Lisboa; XI Bienal de Vila Nova de Cerveira; 2nd World Festival Of Art On Paper, Eslovénia; Euroarte, Porto Capital Europeia da Cultura; Centenário Sociedade Nacional de Belas Artes; Prémio Vespeira; Rotary International, Barcelona; Jávia, Espanha; ÁRVORE, Porto; IV Bienal de Artes Plásticas da Marinha Grande; XII Bienal de Vila Nova de Cerveira; Supremo Tribunal de Justiça, Lisboa; Sociedade Nacional de Belas Artes; Bienal do Avante, artista convidada; Museu de Aveiro; Museu Arqueológico e Etnográfico de Setubal; Fundação Eng. António de Almeida; Sociedade Nacional de Belas-Artes, Lisboa. COLECÇÕES INSTITUTIONAIS e PRIVADAS: Supremo Tribunal de Justiça, Lisboa; Governo de Macau, Macau; CEPAC - Centre Pour La Promotion de L art Contemporain, Bruxelas; Centro Cultural do Mindelo, Cabo Verde; Museu de Macau, Macau, China; Instituto Camões, Lisboa; Soc. Nacional de Belas Artes, Lisboa; Finibanco/Montepio Geral, Lisboa; Petrogal Petróleos de Portugal, Lisboa. 5

7 2 Quadros... uma linguagem diferente e original resultante de uma laboriosa pesquisa ( o que é cada vez mais raro...). Pintora Emília Nadal

8 SILENCIO 7

9 SILENCIO 8

10 SILENCIO 9

11 SILENCIO 10

12 SILENCIO 11

13 SILENCIO 12

14 SILENCIO 13

15 SILENCIO 14

16 SILENCIOS 15

17 Ana Lima-Netto 2013 Com o patrocínio: xvi

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS E COLECTIVAS (selecção):

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS E COLECTIVAS (selecção): EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS E COLECTIVAS (selecção): INDIVIDUAIS 2012 Exposição Galerie Majke Husstege 2010 Exposição Galerie Majke Husstege 2009 Exposição Galeria ARTSLAB, Porto Exposição, Galeria Mass, Barcelona

Leia mais

MI - NEW ART CONCEPT AVENIDA 25 DE ABRIL, Nº672, LOJA F 2750-512 CASCAIS PORTUGAL

MI - NEW ART CONCEPT AVENIDA 25 DE ABRIL, Nº672, LOJA F 2750-512 CASCAIS PORTUGAL MI - NEW ART CONCEPT AVENIDA 25 DE ABRIL, Nº672, LOJA F 2750-512 CASCAIS PORTUGAL MI - NEW ART CONCEPT A Galeria MI (Magia Imagem) iniciou a sua actividade em 1996, junto à Av. de Roma, em Lisboa, onde

Leia mais

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 1945 Nasceu em Leiria. Curso de Pintura da Escola de Belas Artes de Lisboa. Frequentou o curso de Arquitectura de Belas Artes do Porto. EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 2014 O Motim, Casa do Infante, Porto. Altar

Leia mais

Amarílis Maria de Medeiros Chaves

Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Maria de Medeiros Chaves Amarílis Chaves nasceu em Belo Horizonte, onde muito cedo despertou para as Artes Plásticas, nunca mais tendo parado este percurso, sempre na procura do traço certo, da

Leia mais

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal PEDRO SOUSA VIEIRA Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal www.belogalsterer.com galeria.belogalsterer@gmail.com +351-213815914 VITA Pedro Sousa Vieira Nasceu no Porto,

Leia mais

MANUELA MENDES DA SILVA. Gesto e Forma

MANUELA MENDES DA SILVA. Gesto e Forma MANUELA MENDES DA SILVA Gesto e Forma MANUELA MENDES DA SILVA Em Manuela Mendes da Silva a pintura está sempre presente pela sugestão da textura, é certo, mas também pela revelação do processo. Todavia

Leia mais

9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014. EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade!

9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014. EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade! 9ª EXPOSIÇÃO PAULO MEDEIROS 23 OUT. A 26 NOV. 2014 EXPOSIÇÃO DE PINTURA à Espera da Felicidade! PAULO MEDEIROS - Moçambique - 1965 - Licenciatura em EVT. - Vive em Viseu Expõe individualmente pela primeira

Leia mais

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974.

CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO. Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. 1 CURRICULUM VITAE MANUEL JORGE MAYER DE ALMEIDA RIBEIRO ESTUDOS E GRAUS ACADÉMICOS Iniciou o curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa em 1973/1974. Concluiu a licenciatura em

Leia mais

PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA

PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA PRIMEIRA EDIÇÃO DE SERIGRAFIA M_EIA Após dez anos de existência o M_EIA edita sua primeira colecção de serigrafia de autores cúmplices deste projecto, cúmplices da cultura e das artes no país. São eles,

Leia mais

JSL_d. JOSÉ LOUREIRO drawings

JSL_d. JOSÉ LOUREIRO drawings JSL_d JOSÉ LOUREIRO drawings Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled, 2005 Sem Título Untitled,

Leia mais

Artistas Convidados exposição 2014 30

Artistas Convidados exposição 2014 30 Artistas Convidados exposição 2014 30 Daniel Antunes Pinheiro Nascido em Moçambique, vive e trabalha em Lisboa. É professor auxiliar da Escola de Belas Artes da Universidade de Lisboa na graduação de arte

Leia mais

Paulo Canilhas nasceu em 1969, em Almada, onde reside e trabalha.

Paulo Canilhas nasceu em 1969, em Almada, onde reside e trabalha. PAULO CANILHAS Atelier Rua José Malhoa, nº 32, Vale Milhaços 2855-465 Corroios pcanilhas@gmail.com www.paulocanilhas.org www.facebook.com/paulo.canilhas.atelier Paulo Canilhas nasceu em 1969, em, onde

Leia mais

Quem Foi Pablo Picasso?

Quem Foi Pablo Picasso? FICHA Nº3 Pablo PICASSO Quem Foi Pablo Picasso? Você está para conhecer como surgiram os desenhos, pinturas e esculturas de Picasso. Quem foi esse homem? Picasso era um homem baixinho, gordo e muito inteligente.

Leia mais

CURRICULUM VITAE. A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito. Participação: colóquios; encontros; cursos; seminários.

CURRICULUM VITAE. A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito. Participação: colóquios; encontros; cursos; seminários. CURRICULUM VITAE A - Identificação, habilitações, profissão e actividades na área do Direito Nome: GUILHERME COELHO DOS SANTOS FIGUEIREDO. Naturalidade: FREGUESIA DE MASSARELOS, CONCELHO DO PORTO. Data

Leia mais

xposição Pintura "outras formas de olhar" outubro2008 galeria municipal exposição colectiva Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço

xposição Pintura outras formas de olhar outubro2008 galeria municipal exposição colectiva Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço exposição colectiva "outras formas de olhar" Maria Emília Milheiro Teresa Rodarte xposição Pintura Lucinda Barrinha Manuela Reis outubro2008 galeria municipal Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço

Leia mais

Aceito encomendas de retrato ao estilo dos exemplos seguintes. Contactar por e-mail para gvanzeller@netcabo.pt

Aceito encomendas de retrato ao estilo dos exemplos seguintes. Contactar por e-mail para gvanzeller@netcabo.pt EXPOSIÇÃO DE RETRATO Maio MMVIII TÍTULO: RETRATO TÉCNICA: TÉCNICA MISTA SOBRE PAPEL Nº DE QUADROS : 30 PREÇO : NEGOCIÁVEL Aceito encomendas de retrato ao estilo dos exemplos seguintes. Contactar por e-mail

Leia mais

Paula Almozara «Paisagem-ficção»

Paula Almozara «Paisagem-ficção» Rua da Atalaia, 12 a 16 1200-041 Lisboa + (351) 21 346 0881 salgadeiras@sapo.pt www.salgadeiras.com Paula Almozara «Paisagem-ficção» No âmbito da sua estratégia internacional, a Galeria das Salgadeiras

Leia mais

Índice. Apresentação... 03. Sobre a ANACED. 04. Bernardo Mendes... 06. Cristina Geraldes... 08. Filipe Cerqueira 10. Hélder Rodrigues.

Índice. Apresentação... 03. Sobre a ANACED. 04. Bernardo Mendes... 06. Cristina Geraldes... 08. Filipe Cerqueira 10. Hélder Rodrigues. Índice Apresentação... 03 Sobre a ANACED. 04 Bernardo Mendes... 06 Cristina Geraldes... 08 Filipe Cerqueira 10 Hélder Rodrigues. 12 João Carlos Sousa.. 17 3 Apresentação A ANACED apresenta a Exposição

Leia mais

Vanda Vilela. Curriculum Vitae

Vanda Vilela. Curriculum Vitae Vanda Vilela. Curriculum Vitae Nasceu em Lisboa em 1968. Vive e trabalha em Lisboa. Formação Licenciatura em Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, 1995. Curso de Introdução ao Cinema de Animação,

Leia mais

A Refiguração do Banal

A Refiguração do Banal A Refiguração do Banal As pinturas de Pedro Meyer são talvez um caso, senão único, raro do que identificaríamos hoje como uma pintura figurativa. Essa palavra surge aqui de propósito: indica que elas não

Leia mais

LUGAR DO DESENHO FUNDAÇÃO JÚLIO RESENDE

LUGAR DO DESENHO FUNDAÇÃO JÚLIO RESENDE 1- PRESERVAR E DIVULGAR O SEU ACERVO EXPOSIÇÕES DO ACERVO (sala do acervo da Fundação) DATA DESIGNAÇÃO DAS EXPOSIÇÕES LOCAL 23.Out.2010 a 09.Out.2011 23.Out.2011 a 14.Out.2012 RESENDE- A INTUIÇÃO ATENTA

Leia mais

ACTIVIDADES PARA CRIANÇAS - ASTRONOMIA

ACTIVIDADES PARA CRIANÇAS - ASTRONOMIA ACTIVIDADES PARA CRIANÇAS - ASTRONOMIA Oficina Pedagógica construção de Instrumentos Datas e Locais: 5 e 6 de Agosto às 10:00 - Museu de Lagar Mário Gomes Figueira, Vila Franca da Serra, Gouveia 5 de Agosto

Leia mais

GRACINDA CANDEIAS RETROSPECTIVA DOS ANOS 70 A 2010

GRACINDA CANDEIAS RETROSPECTIVA DOS ANOS 70 A 2010 GRACINDA CANDEIAS RETROSPECTIVA DOS ANOS 70 A 2010 O Beijo (capa) 1. Das 4 estações em corpo de mulher, 1978 Técnica mista s/ tela, tríptico, 50x50 cm / cada ANOS 70 2. Sem título, 1983 Acrílico s/ lona,

Leia mais

universidade estadual de campinas

universidade estadual de campinas UNICAMP universidade estadual de campinas GALERIA DE ARTE» UNICAMP GALERIA DE ARTE < UNICAMP ODILLA MESTRINER AQUARELAS E DESENHOS SETEMBRO/85 APRESENTAÇÃO A primeira característica impressionante na personalidade

Leia mais

LUGAR DO DESENHO FUNDAÇÃO JÚLIO RESENDE

LUGAR DO DESENHO FUNDAÇÃO JÚLIO RESENDE 1- PRESERVAR E DIVULGAR O SEU ACERVO EXPOSIÇÕES DO ACERVO (sala do acervo da Fundação) DATA DESIGNAÇÃO DAS EXPOSIÇÕES LOCAL 23.Out.2011 a 14.Out.2012 27.Out.2012 a 13.Out.2013 CADERNO DE VIAGENS Júlio

Leia mais

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos VERÃO 2011 WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos Oficina de BD Neste workshop não se faz apenas banda desenhada: faz-se um fanzine de banda desenhada! Vamos criar uma história com base no teu imaginário

Leia mais

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e

5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e 5 Um Modelo Inteligente de Cidade 7 Santa Marinha, um Conceito Global 9 Arquitectura 11 O Lugar Ideal Para Viver 13 Espaços 15 Conforto, Harmonia e Bem-Estar 17 A Sede do Seu Negócio 19 Tudo à Distância

Leia mais

PADRÃO PLÁSTICO TOM.

PADRÃO PLÁSTICO TOM. PADRÃO PLÁSTICO TOM. Os princípios de dinâmica de um padrão tonal são muito parecidos com o que vimos em relação aos da linha. Ao colocarmos algumas pinceladas de preto sobre um campo, eles articulam uma

Leia mais

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera

Fauvismo. 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino. Fauve = Fera Fauvismo 9ºAno 2015 1º Bimestre Artes - Juventino Fauve = Fera Fauves (feras) foi a palavra utilizada pelo crítico de arte Louis Vauxcelles para caracterizar um grupo de jovens pintores que expuseram em

Leia mais

Centre Municipal de Cultura La Mercé. Burriana, Casteló, Espanha Spain

Centre Municipal de Cultura La Mercé. Burriana, Casteló, Espanha Spain José Batista Marques Lisboa Lisbon, Portugal, 1975. Exposições individuais Solo exhibitions 2013 Potlatch ou a pequena diferença Galeria Municipal de Torres Vedras. Torres Vedras, Portugal In and Out Biblioteca

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010

ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 ANÁLISE COMPARATIVA DADOS ESTATÍSTICOS EMPREGABILIDADE NOS CICLOS DE ESTUDOS DE ARQUITETURA E DESIGN EM PORTUGAL 2010 EMPREGABILIDADE A informação estatística recolhida neste documento é baseada no relatório

Leia mais

APONTAMENTOS CURRICULARES

APONTAMENTOS CURRICULARES APONTAMENTOS CURRICULARES PERCURSO Lisboa, 1969 Fotógrafo e Editor de fotografia Vivo e desenvolvo os meus trabalhos entre Aljezur e Lisboa Actualmente sou CEO da agência 1000olhos - Imagem e Comunicação

Leia mais

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA AGOSTO MMVII TÍTULO: AUTO-RETRATO TÉCNICA: FOTOGRAFIA Nº DE FOTOS : 10 AUTO-RETRATO

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA AGOSTO MMVII TÍTULO: AUTO-RETRATO TÉCNICA: FOTOGRAFIA Nº DE FOTOS : 10 AUTO-RETRATO EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA AGOSTO MMVII TÍTULO: AUTO-RETRATO TÉCNICA: FOTOGRAFIA Nº DE FOTOS : 10 AUTO-RETRATO Durante muitos anos dediquei-me profissionalmente à fotografia em todas as fases de pequenas

Leia mais

7ª EXPOSIÇÃO. EXPOSIÇÃO DE Pintura

7ª EXPOSIÇÃO. EXPOSIÇÃO DE Pintura 7ª EXPOSIÇÃO EXPOSIÇÃO DE Pintura PEDRO RIBEIRO 14 DE AGOSTO A 10 DE SETEMBRO DE 2014. Participação no encontro de pintura do RI14 em 2012. Exposição Risadas Taberna - Viseu. Exposição Fiel Seguidor -

Leia mais

Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho

Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho Projeto Paisagens em mudança. Bracara Augusta e o seu território (séculos I VII) (com a referência PTDC/HIS-ARQ/121136/2010) BOLSEIRO DE INVESTIGAÇÃO

Leia mais

Perfil Profissional. Rui Castro Perfil Profissional 1

Perfil Profissional. Rui Castro Perfil Profissional 1 Perfil Profissional Rui Castro Perfil Profissional 1 Conteúdos 1. Apresentação 2. Curriculum Curriculum vitae 3. Obras e projectos Experiência profissional Rui Castro Perfil Profissional 2 1. Apresentação

Leia mais

As E.P.E. S do Sector da Saúde:

As E.P.E. S do Sector da Saúde: As E.P.E. S do Sector da Saúde: A) O que são. B) A função que desempenham. C) O Sector Público de que não fazem parte. D) Onde estão integradas. E) Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas. F) Síntese.

Leia mais

MARTINHO COSTA RUÍNA 2008

MARTINHO COSTA RUÍNA 2008 MARTINHO COSTA RUÍNA 2008 Na imensurável e infindável base de imagens disponível na internet, Martinho Costa escolhe como ponto de partida catástrofes naturais, demolições ou outras imagens de destruição,

Leia mais

ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA

ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA ESPAÇOS HABITADOS O CORPO COMO FERRAMENTA VIVA 19 e 20 Março 2011 10h00 > 13h00 14h30 > 17h30 Sinopse Muitos são os artistas para quem as fronteiras entre o corpo e a obra se esbatem, usando a Performance

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Luís Miguel Pereira Araújo da Rocha Rua do Teixeira, nº43, 1º 1200-390 Lisboa Telefone 96 252 74 53 Fax 21 342 97 82 Correio electrónico luisrocha.fotografia@gmail.com

Leia mais

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte. Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt Com a actividade Arte na Biblioteca

Leia mais

C U R R I C U L U M V I T A E

C U R R I C U L U M V I T A E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Correio electrónico Endereço electrónico Luís Miguel Pereira Araújo da Rocha Rua do Teixeira, nº43, 1º 1200-390 Lisboa Telefone 96 252 74 53

Leia mais

Apresentação do GIS - Grupo Imigração e Saúde / Parte 2: a utilidade do GIS para os imigrantes

Apresentação do GIS - Grupo Imigração e Saúde / Parte 2: a utilidade do GIS para os imigrantes Iolanda Évora Apresentação do GIS - Grupo Imigração e Saúde / Parte 2: a utilidade do GIS para os imigrantes Apresentado no II Fórum Rede Portuguesa de Cidades Saudáveis Viana do Castelo25-26 de Outubro

Leia mais

Todas as actividades do salão, serão levadas a efeito no Museu da Chapelaria e nos Paços da Cultura, que se situam em S. João da Madeira.

Todas as actividades do salão, serão levadas a efeito no Museu da Chapelaria e nos Paços da Cultura, que se situam em S. João da Madeira. SALÃO INTERNACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS 2007 28 de Abril a 13 Maio 2007 S. JOÃO DA MADEIRA A organização deste Salão Internacional de Artes Plásticas de S. João da Madeira, é da responsabilidade do Rotary

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

PLANOS. A mostra será composta por 16 artistas e 47 trabalhos de dimensões variadas

PLANOS. A mostra será composta por 16 artistas e 47 trabalhos de dimensões variadas PLANOS A coletiva PLANOS traz um recorte da produção bidimensional -em desenho, pintura, gravura e fotografia - de acadêmicos do curso de Artes Visuais da UFMS nos últimos 5 anos, entre formandos e formados.

Leia mais

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB

ENSINO PRÉ-ESCOLAR. Visitas orientadas À descoberta do MCCB Serviço educativo 2014 2015 ENSINO PRÉ-ESCOLAR Visitas orientadas À descoberta do MCCB 1h00 2.50 * Conhecem a história da Batalha? Com esta visita, percorreremos os caminhos da história desta terra e destas

Leia mais

Eduardo Verde Pinho De perto ninguém é normal

Eduardo Verde Pinho De perto ninguém é normal Eduardo Verde Pinho De perto ninguém é normal 1. De perto, 2011 Técnica mista s/ tela e madeira, 100x65 cm Eduardo Verde Pinho De perto ninguém é normal JANELAS DE EDUARDO VERDE PINHO De perto ninguém

Leia mais

Tiago Feijoo Natureza científica

Tiago Feijoo Natureza científica Tiago Feijoo Natureza científica Agosto Setembro Tiago Feijoo Natureza científica Pintura científica por Tiago Feijoo O interesse do Tiago pelo conhecimento médico-científico é previsível, dada a sua incansável

Leia mais

PROJECTO NAZARÉ XXI. - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião

PROJECTO NAZARÉ XXI. - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião PROJECTO NAZARÉ XXI - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião Nazaré XXI é um projecto turístico de impacto regional, inserido na política de desenvolvimento económico que a Câmara Municipal

Leia mais

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA

TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA TRÓIA DESIGN HOTEL PENÍNSULA DE TRÓIA Imagine um lugar onde a terra vai ao encontro da água, uma península que rasga o azul do oceano e o verde do rio. Praias de areia branca e dunas selvagens com trilhos

Leia mais

Graduação em Artes Plásticas - Habilitação em Artes Plástica - Gravura - Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte MG, Brasil

Graduação em Artes Plásticas - Habilitação em Artes Plástica - Gravura - Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte MG, Brasil Nasceu em Itanhém-BA, 1960 Vive e trabalha em Vitória-ES, Formação 1982-1987 Graduação em Artes Plásticas - Habilitação em Artes Plástica - Gravura - Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte

Leia mais

Ivo Poças Martins, Fevereiro 2007. Texto da proposta seleccionada do concurso Intervenções na Cidade Trienal de Arquitectura de Lisboa

Ivo Poças Martins, Fevereiro 2007. Texto da proposta seleccionada do concurso Intervenções na Cidade Trienal de Arquitectura de Lisboa Ivo Poças Martins, Fevereiro 2007 Texto da proposta seleccionada do concurso Intervenções na Cidade Trienal de Arquitectura de Lisboa Praça de Espanha www.pocasmartins-seabra.com ( 1 ) ( 2 ) Com a União

Leia mais

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira

O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira O Ceará tem disso sim: Antonio Bandeira Profa. Ms. Eliene Silva Disponível em: http://www.mauc.ufc.br/expo/1967/index1.htm http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9205/antoniobandeira Biografia

Leia mais

Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA. Dados Pessoais

Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA. Dados Pessoais Curriculum Vitae ROBERTO VIEIRA Dados Pessoais Nome artístico: ROBERTO VIEIRA Data de Nascimento: 12 de outubro de 1939 Natural de: Juiz de Fora - Nacionalidade: Brasileiro Endereço Rua Caldas, 85 Carmo-Sion

Leia mais

Manuel Figueira. Exposição individual antológica. Selecção de obras realizadas entre 1960 e 2008

Manuel Figueira. Exposição individual antológica. Selecção de obras realizadas entre 1960 e 2008 Manuel Figueira Exposição individual antológica Selecção de obras realizadas entre 1960 e 2008 Perv e-ce u tart - Alc â n ta r a inauguração: 15 de Outubro de 2009 patente at é 28 de Novembro de 2009 Manuel

Leia mais

2005 Menção Honrosa em Desenho, Prémio Vespeira na VIII Bienal de Artes Plásticas Cidade de Montijo.

2005 Menção Honrosa em Desenho, Prémio Vespeira na VIII Bienal de Artes Plásticas Cidade de Montijo. ISABEL GARCIA Isabel Garcia nasceu na Figueira da Foz, licenciou-se em Pintura na ESBAL, vive e trabalha em Lisboa e Alcobaça. Em 1985 foi subsidiada pela F. C. Gulbenkian para investigar a interligação

Leia mais

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

SANTA #07 ALEX GROSS. art magazine

SANTA #07 ALEX GROSS. art magazine SANTA art magazine #07 ALEX GROSS CRISTINA SALGADO DEBORAH ENGEL DOZE GREEN ESTELA SOKOL FABIO CARVALHO FILIPE BERNDT HELENA TRINDADE HILTON RIBEIRO JAMES KUDO JORGE RODRÍGUEZ AGUILAR LEONARDO RAMADINHA

Leia mais

O azulejo articulado de Eduardo Nery

O azulejo articulado de Eduardo Nery O azulejo articulado de Eduardo Nery Jorge Rezende (Grupo de Física-Matemática (GFMUL) e Departamento de Matemática (DMFCUL) da Universidade de Lisboa.) Neste artigo consideramos apenas azulejos quadrados

Leia mais

Rotary Clube de S. João da Madeira Câmara Municipal de S. João da Madeira SOLIDARIEDADE a) Localização do Salão b) Comité Organizador

Rotary Clube de S. João da Madeira Câmara Municipal de S. João da Madeira SOLIDARIEDADE a) Localização do Salão b) Comité Organizador II SALÃO INTERNACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS 2009 18 a 31 de Abril de 2009 S. JOÃO DA MADEIRA 1 A organização deste Salão Internacional de Artes Plásticas de S. João da Madeira, é da responsabilidade do Rotary

Leia mais

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira

Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Curriculum Vitae Joana Margarida Gonçalo Ferreira de Oliveira Dados pessoais Morada: Rua Dona Estefânia nº 3, 4º. 1150-129 Lisboa Contactos: 91 4359997 jmgfoliveira@hotmail.com Local e data de nascimento:

Leia mais

Nadir ou a pintura como pura sugestão

Nadir ou a pintura como pura sugestão Nadir ou a pintura como pura sugestão Na história da arte do século XX em Portugal, o nome de Nadir Afonso ascende, merecidamente, ao mais alto cume, e a passagem do tempo apenas o vem confirmando. Não

Leia mais

O sol, presença insistente em nosso dia-a-dia, é elemento de composição fixo, em contraponto ao movimento linear.

O sol, presença insistente em nosso dia-a-dia, é elemento de composição fixo, em contraponto ao movimento linear. Estes cavalos ora mostrados são linhas que vêm da minha infância. Por isso, o expressionismo gráfico não esconde a ingenuidade do tratamento das figuras. O sol, presença insistente em nosso dia-a-dia,

Leia mais

ROBERTO CHICHORRO MUSIQUEIROS DE TODAS AS FESTAS

ROBERTO CHICHORRO MUSIQUEIROS DE TODAS AS FESTAS ROBERTO CHICHORRO MUSIQUEIROS DE TODAS AS FESTAS Coreografias A paisagem é de desolação. A terra trema. A crise, a guerra, o país em alvoroço de sobrevivências, as grandes palavras desprovidas de substância,

Leia mais

EMBAIXADA DO JAPÃO ::: notícias Outubro 2010

EMBAIXADA DO JAPÃO ::: notícias Outubro 2010 EMBAIXADA DO JAPÃO ::: notícias Outubro 2010 Av. da Liberdade, nº 245-6º - 1269-033 LISBOA ::: T.: 213110560 ::: cultural@embjapao.pt (eventos culturais) ::: 2010@embjapao.pt (150 Anos) www.pt.emb-japan.go.jp/

Leia mais

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br

(61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br Carlos Terrana Brasileiro, 57 anos. SCRLN 716 Bloco C ent. 15 kit 201 Asa Norte CEP 70770-533 DF (61) 8162-4991 terrana@terrana.com.br FORMAÇÃO 2012 Pós Graduação em Artes Visuais SENAC (cursando). 2009

Leia mais

Marketing directo Março de 2015

Marketing directo Março de 2015 Marketing directo Março de 2015 INSTITUTIONAL STRAPLINE! Para quem O que comunicar Porquê comunicar Quando comunicar Estratégia Mensuração Direccionado Quantificação Meios diversos Marketing directo Interactividade

Leia mais

A FIGURA DO ESTADO. 1. Generalidades

A FIGURA DO ESTADO. 1. Generalidades A FIGURA DO ESTADO 1. Generalidades Naturalmente que no contexto das instituições, há uma que, pela sua dimensão e pelo momento histórico que atravessamos 1, tem especial interesse: o Estado. Uma série

Leia mais

«Concurso Jovem Agricultor Português»

«Concurso Jovem Agricultor Português» «Concurso Jovem Agricultor Português» Como já é tradição, desde há muito, que a Caixa não descura a intenção de apoiar e estimular a economia nacional, assim como outras áreas de interesse, mostrando com

Leia mais

Marcus André. Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil. Exposições Coletivas

Marcus André. Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil. Exposições Coletivas Marcus André Rio de Janeiro, 1961 Vive e trabalho no Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2009 Museu de Arte Contemporânea de Paraná 63 o. Salão Paranaense de Arte. Curitiba PR 2008 Durex Arte Contemporânea

Leia mais

Projectos Transversais e Inovadores

Projectos Transversais e Inovadores Ic Projectos Transversais e Inovadores Projecto Arquivo Digital de Arte Portuguesa Iniciativas directas 293 785 Total 293 785 Proveitos 117 514 A Fundação Calouste Gulbenkian, através da Biblioteca de

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

DUDI MAIA ROSA. 1946, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo

DUDI MAIA ROSA. 1946, São Paulo, Brasil Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo DUDI MAIA ROSA 1946, São Paulo, Vive e trabalha em São Paulo / Lives and works in São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS SELECIONADAS / SELECTED SOLO EXHIBITIONS 2009 Plásticos, Galeria Millan, São Paulo, SP,

Leia mais

WAL ANDRADE. www.walandrade.art.br wal_andrade@walanrade.art.br. Cel.: (O61)81420817 Brasília-DF 70730-000

WAL ANDRADE. www.walandrade.art.br wal_andrade@walanrade.art.br. Cel.: (O61)81420817 Brasília-DF 70730-000 WAL ANDRADE Aprendi a pintar por petulância. Na verdade creio que não pinto, apenas recrio um retrato não comportado, porém apaixonado, pelas cores e formas dos meus sentimentos. Sou minha própria crítica,

Leia mais

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA

Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Barreiras à Exportação: Quem Faz o Quê? ALIMENTARIA Lisboa, 29 de Março de 2011 1. A aicep Portugal Global 2. Acompanhamento Integrado 3. Intervenção da aicep A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global

Leia mais

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras.

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. Cores e Formas 1) Objetivo Geral Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. 2) Objetivo Específico Reconhecimento,

Leia mais

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada

Com o apoio de. Programação e Gestão Cultural Formação Avançada Com o apoio de Programação e Gestão Cultural EAB Escola de Estudos Avançados das Beiras Programação Instalações da EAB, Edifício Expobeiras, Parque Industrial de Coimbrões, Viseu Contacto Ana Henriques

Leia mais

Rodrigo Alzamora. Entre sombras

Rodrigo Alzamora. Entre sombras Rodrigo Alzamora Entre sombras Oriente, 2013 Acrílico s/ tela, 100x81 cm (capa) Ao longo dos últimos cinco anos a obra de Rodrigo Alzamora tem mantido, entre diferenças, os seus dois estilos : O das

Leia mais

EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar

EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar EMMANUEL NASSAR Figura 1 Foto de Emmanuel Nassar. Acervo pessoal de Emmanuel Nassar Acho que criatividade não é uma qualidade exclusiva dos artistas. Viver é um exercício de criatividade. Por Marialba

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN. Preâmbulo

ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN. Preâmbulo ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E DESIGN DE MATOSINHOS REGULAMENTO DE ADMISSÃO NO MESTRADO EM DESIGN Preâmbulo De acordo com o novo Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, a Escola Superior de Artes

Leia mais

II Bienal de Turismo dos Açores

II Bienal de Turismo dos Açores II Bienal de Turismo dos Açores Graciosa 29 de Outubro a 1 de Novembro 2009 Instrutor de Mergulho Cumprimentos: Organização da I e II Bienal da Graciosa Agroprome ART CM Graciosa - Entidades A todos que

Leia mais

LISBOA. Em Lisboa é que nascem as gaivotas. Que pena meu amor o mar não ser Um copo de água pura. De água para A sede que em Lisboa eu vi nascer.

LISBOA. Em Lisboa é que nascem as gaivotas. Que pena meu amor o mar não ser Um copo de água pura. De água para A sede que em Lisboa eu vi nascer. EXPOSIÇÃO DE ARTES VISUAIS Abril MMVIII TÍTULO: IMPRESSÕES DE LISBOA TÉCNICA: DIGITAL MEDIA Nº DE QUADROS : 18 PREÇO : NEGOCIÁVEL NOTA : Originais em formato digital concebidos em alta resolução. Todas

Leia mais

EMBARQUEM NUMA AVENTURA E NUMA AULA DE HISTÓRIA VIVA!

EMBARQUEM NUMA AVENTURA E NUMA AULA DE HISTÓRIA VIVA! EMBARQUEM NUMA AVENTURA E NUMA AULA DE HISTÓRIA VIVA! Em parceria com: PARA RESERVAR VISITA 1. Reúna toda a informação necessária Dia e horário pretendidos*; número de participantes; idades/ciclo de ensino;

Leia mais

Nem tudo o que parece, é! Estereótipos de género, os meios de comunicação social, as e os jovens

Nem tudo o que parece, é! Estereótipos de género, os meios de comunicação social, as e os jovens Nem tudo o que parece, é! Estereótipos de género, os meios de comunicação social, as e os jovens Senhora Presidente da CIG, Caras parceiras e parceiro de mesa, Caras senhoras e caros senhores, É com grande

Leia mais

Ecologia para Aldeias de Pesquisa para a Paz

Ecologia para Aldeias de Pesquisa para a Paz Ecologia para Aldeias de Pesquisa para a Paz O Centro de Pesquisa para a Paz Tamera está a desenvolver um modelo de grande escala para renaturalização da paisagem e produção de alimentos em cooperação

Leia mais

Rua Soares dos Reis, 612 4400-313 Vila Nova de Gaia 223 752 119 969 607 812 http://www.casa.fmleao.pt/

Rua Soares dos Reis, 612 4400-313 Vila Nova de Gaia 223 752 119 969 607 812 http://www.casa.fmleao.pt/ Rua Soares dos Reis, 612 4400-313 Vila Nova de Gaia 223 752 119 969 607 812 http://www.casa.fmleao.pt/ Naan novos artistas artistas novos é um projeto que visa divulgar a produção artística de novos artistas

Leia mais

Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes. Algumas considerações estratégicas

Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes. Algumas considerações estratégicas Projecto de criação de uma escola de Gestão das Artes Algumas considerações estratégicas António Jorge Monteiro Abril de 1992 2 I. A História II. O Mercado III. Os Cursos IV. Os Professores V. Os Alunos

Leia mais

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade.

b. Promover a contribuição das artes e humanidades, assim como das ciências, na educação para sustentabilidade. Integrar, na educação formal e na aprendizagem ao longo da vida, os conhecimentos, valores e habilidades necessárias para um modo de vida sustentável. b. Promover a contribuição das artes e humanidades,

Leia mais

II Jornadas de Museologia da Chapelaria Brincar com Património

II Jornadas de Museologia da Chapelaria Brincar com Património II Jornadas de Museologia da Chapelaria 09 e 10 de Novembro Museu da Chapelaria de S. João da Madeira Os museus são hoje espaços de intervenção pedagógica que se assumem cada vez mais como interessantes

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U DE C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U DE C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U DE C U R R I C U L U M V I T A E Nome Correio electrónico Informação Pessoal VIEIRA, Pedro Filipe de Freitas Amaral Morada Rua D.José I nº47 2ºesq 3080 202 Figueira da Foz Portugal

Leia mais

Email. r.teresaribeiro@gmail.com

Email. r.teresaribeiro@gmail.com BIOGRAFIA Teresa Ribeiro Naturalidade Lisboa Contactos Tel. 963 568 822 Email. r.teresaribeiro@gmail.com Formação académica Licenciatura em Design pela Escola Superior de Belas Artes de Mestrado em História

Leia mais

ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS

ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS ARTES DA INFÂNCIA 1/5 CABEÇAS 2 3 Artes da Infância infans Do latim, infans significa aquele que ainda não teve acesso à linguagem falada. Na infância adquirimos conhecimentos, acumulamos vivências e construímos

Leia mais

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207

OLHAR GLOBAL. Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas. A poeira do. renascimento. Fotografe Melhor n o 207 OLHAR GLOBAL Inspirado no mito da Fênix, Olivier Valsecchi cria imagens com cinzas A poeira do renascimento 36 Fotografe Melhor n o 207 Olivier convida pessoas que encontra na rua ou na internet para posarem

Leia mais

Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim. Póvoa de Varzim, Portugal. Museu Nacional de História Natural, Sala do Veado.

Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim. Póvoa de Varzim, Portugal. Museu Nacional de História Natural, Sala do Veado. Ricardo Angélico Angola, 1973 Exposições individuais Solo exhibitions 2013 Freak Out 2011 There will be no safety zone 2010 God is great, but God is greater Galeria Adhoc. Vigo, Espanha Spain, Portugal

Leia mais

Curriculum Vitae. Curriculum Vitae/Miguel Pacheco Gomes 1/5

Curriculum Vitae. Curriculum Vitae/Miguel Pacheco Gomes 1/5 Curriculum Vitae Informação Pessoal GOMES, Miguel Pacheco Rua de Angola, 2 2º Dto. 1170-022 +351 933118953 www.miguelpachecogomes.com e-mail@miguelpachecogomes.com Experiência Profissional Datas: 2008/2009

Leia mais

Experiência Profissional A partir do ano de 2000 trabalha em regime de profissional liberal.

Experiência Profissional A partir do ano de 2000 trabalha em regime de profissional liberal. Curriculum Vitae Dados Pessoas Filipa Mourão Data de nascimento, 26 de Dezembro de 1970 Rua Professor Damião Peres 26, 1600-609 Lisboa Tel. 914329698 Formação Académica / Habilitações Licenciada em Arquitectura

Leia mais

6 - A importância da sequência didática

6 - A importância da sequência didática As sequências didáticas na Educação Infantil possibilitam um trabalho organizado paulatinamente, possibilitam o crescimento e o aprofundamento em conceitos e em saberes, pouco a pouco, de acordo com a

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Nome usado profissionalmente: Rui Moreira Chaves CARREIRA ACADÉMICA

CURRICULUM VITAE. Nome usado profissionalmente: Rui Moreira Chaves CARREIRA ACADÉMICA CURRICULUM VITAE Nome usado profissionalmente: Rui Moreira Chaves Domicílio profissional: Rua 14 de Outubro, 629, 4º. Esqº. Tras., 4430-051 Vila Nova de Gaia; Tel.: 223708985; Fax: 223708988. E Mail: rchaves@net.sapo.pt

Leia mais

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II Profª Me. Márcia Moreno 1 Conhecendo o Louvre... Foi no fim do século XII que Filipe Augusto mandou construir um castelo num local já chamado Louvre.

Leia mais