CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG"

Transcrição

1 CPP Comitê de Publicações Periódicas REVISTA VIVÊNCIA - ESG

2 REVISTA VIVÊNCIA A Revista Vivência é uma publicação periódica escrita por seus próprios consumidores. Essa característica é raramente encontrada no mercado editorial. A Revista Vivência não disponibiliza espaços publicitários, o que torna sua confecção extremamente cara em relação à publicações similares. A ausência de espaços publicitários também é uma característica, que raramente encontramos no mercado editorial. A figura do repique nos pontos de venda, assumidas pelas editoras de um modo geral, é praticamente inviável para a Revista Vivência. A JUNAAB não possui fôlego financeiro para exercitar essa pratica comercial. Um dos aspectos que justifica o crescimento da base inativa é a própria rotatividade que existe dentro do programa de recuperação de A.A.. Devemos considerar que muitos Companheiros que ingressam em A.A., por vários motivos acabam deixando de frequentar o Grupo. Não podemos esquecer que a Revista Vivência tem um significado e conteúdo puramente espiritual e que Alcoólicos Anônimos é regido pela atração e não pela promoção.

3 CPP Comitê de Publicações Periódicas ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG

4 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Cadastro de assinaturas Novas ou Renovações As solicitações são recebidas através de carta-resposta (Correios), por , via site, por telefone ou pessoalmente. As informações de endereço são consultadas individualmente em um programa adquirido através da Empresa de Correios Guia Postal de CEP. Após esta verificação os dados são incluídos no Sistema NAVEG. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

5 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Formas de emissão/envio de Boleto Envio de Boletos via Impressos pelo Assinante ou Terceiros Envio de Boletos via Correios

6 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Envio de Boletos via Correios o Emitidos no Sistema NAVEG, gerados através do Site do Banco Itaú e enviado Via Correios. o Tais solicitações são recebidas através de carta-resposta (Correios), por , via site, por telefone ou pessoalmente. Após a inclusão de cadastro é efetuada a conclusão, onde é incluída a vigência da assinatura no Sistema NAVEG e o boleto é gerado seguindo sequência numérica. Ao final do dia é extraído do Sistema NAVEG um arquivo de remessa que é enviado através do Site do Banco Itaú. Os boletos que constam no arquivo enviado são impressos pelo Banco Itaú e entregues em uma agência dos Correios para expedição e entrega a nível nacional. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

7 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Envio de Boletos via o Gerados através do Sistema SISCOB Banco Itaú, informações repassadas para o Sistema NAVEG e o boleto enviado ao informado. o São solicitados por telefone ou . As informações são incluídas no Sistema SISCOB e é gerado um boleto que segue uma sequência numérica diferente dos boletos que são enviados via Correios. Ao final deste procedimento é gerado um arquivo no formato em PDF e enviado ao e- mail informado. As mesmas informações de cadastro e numeração de boleto são incluídas no Sistema NAVEG. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

8 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Boletos Impressos pelo Assinante ou por Terceiros o Solicitadas através do site da Revista Vivência e ao concluir o cadastro o boleto é impresso pelo solicitante. As informações de cadastro são incluídas pelo solicitante e ao concluir é gerado um boleto que fica disponível para impressão. Estas solicitações chegam até nós através de um e as informações são repassadas para o Sistema NAVEG. A sequência numérica de boletos também é diferenciada para este tipo de solicitação. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

9 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Outras formas de pagamento da assinatura PagSeguro Em desuso, será desativada. Depósito Comprovantes enviados ao ESG Dinheiro Efetuados pessoalmente no balcão. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

10 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG I Pagamentos em Depósitos Comprovantes enviados via fax, Correios ou juntamente com os dados do assinante. Após a inclusão de cadastro é efetuada a conclusão, onde é incluída a vigência da assinatura no Sistema NAVEG e é gerado um recibo seguindo sequência numérica. O recibo é liquidado e são impressas três vias. Uma via é arquivada pelo departamento, outra é enviada ao assinante juntamente com o primeiro exemplar da assinatura, e a terceira é entregue juntamente com o comprovante de pagamento ao Departamento Financeiro para identificação e conciliação bancária. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

11 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG II Pagamentos em Dinheiro Efetuados pessoalmente no balcão de atendimento do ESG.. Após a inclusão de cadastro é efetuada a conclusão, onde é incluída a vigência da assinatura no Sistema NAVEG e é gerado um recibo seguindo sequência numérica. O recibo é liquidado e são impressas três vias. Uma via é arquivada pelo departamento, outra é enviada ao assinante juntamente com o primeiro exemplar da assinatura, e a terceira é entregue ao Departamento Financeiro juntamente com o dinheiro. Um dia após a efetivação da assinatura esse valor é depositado em uma conta em nome da Junta de Serviços Gerais, onde é realizada a identificação e conciliação bancária. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

12 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG A baixa é efetuada diariamente No inicio do dia é extraída e impressa uma relação dos boletos pagos no dia anterior através do Site do Banco Itaú. É extraído também um arquivo de retorno destes boletos pagos, que é repassado ao Sistema NAVEG. Após o repasse do arquivo é impressa uma relação dos boletos pagos emitida pelo Sistema NAVEG e assim é realizada uma conferência juntamente com a relação emitida pelo Banco. Também é realizada uma conferência das vigências das assinaturas pagas. Após esses procedimentos é impressa e entregue ao Departamento Financeiro uma via da relação dos boletos pagos emitida pelo Banco para futura conferência e conciliação bancária. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

13 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Remessa da Revista A impressão da etiqueta é feita diariamente Após a conferência das vigências é realizada a impressão das etiquetas para envio das revistas aos assinantes que efetuaram o pagamento dos boletos. É efetuada uma requisição ao Departamento de Expedição / Estoque através do Sistema NAVEG das quantidades de revistas necessárias para envio aos assinantes O Departamento de Expedição / Estoque entrega a quantidade solicitada e efetua a baixa das requisições para controle de estoque. As etiquetas impressas são coladas nas revistas e assim são despachadas via Correios aos respectivos assinantes. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

14 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Recebimento e Envio de São recebidos e enviados diariamente. Procuramos responder o mais breve possível todos os s recebidos. Um meio de comunicação muito importante atualmente por conta da rapidez e formalidade. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

15 ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Envio de Relatórios Relatório de assinantes ativos e inativos emitidos pelo Sistema NAVEG e enviados via ou via Correios. São emitidos relatórios por Matrícula, Nome, Cidade, Estado e Regiões. Tais relatórios podem ser salvos em PDF, Word e Excel. Quinzenalmente são enviados aos custódios um relatório contendo quantidade de assinantes ativos e inativos e de suas respectivas regiões. Um vez por mês é enviado ao Gerente Administrativo do ESG um relatório contendo informações sobre a evolução das assinaturas ativas e inativas para ser apresentado na reunião mensal do Comitê Executivo. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

16 CPP Comitê de Publicações Periódicas ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG

17 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA Assinantes / Grupos / Distritos / ESL s ESG O ESG recebe matérias, fotos de Grupos, depoimentos, eventos, etc., que são enviados ao CPP. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

18 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA ESG CPP Revisor Diagramação O CPP efetua a separação de todo o material recebido, seleciona alguns dos materiais para serem incluídos na edição a ser impressa e realiza a montagem dos cadernos que são enviados para o revisor / servidor que efetua uma primeira revisão de todo o conteúdo, e posteriormente o CPP envia à empresa que efetua a diagramação da revista. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

19 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA Diretoria Executiva ESG O ESG repassa à Diretoria Executiva as informações do sistema NAVEG. Com base nas informações repassadas, a Diretoria Executiva define a tiragem a ser impressa e informa ao ESG, que inicia o processo de cotações de serviços gráficos e fornecedores de papel. O ESG apresenta pelo menos três orçamentos para Diretoria Executiva para apreciação e aprovação. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

20 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA ESG Fornecedor De Papel Gráfica O ESG informa a empresa fornecedora de papel e a gráfica sobre a aprovação do orçamento, que o arquivo será enviado pelo departamento responsável (CPP) e o papel será entregue pela fornecedora diretamente na gráfica. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

21 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA CPP Gráfica Diagramação Com o objetivo de atender os requisitos gráficos para a impressão e qualidade da revista, a empresa inicia o processo de diagramação da revista, onde efetua a digitação de matérias e depoimentos, inclusão de imagens, fotos de grupos e eventos que foram enviados pelo CPP. Depois de todo o processo de diagramação ser efetuado pela empresa, é preparado um primeiro boneco que é enviado ao CPP. O arquivo é verificado pelo CPP e enviado aos colaboradores para a correção dos aspectos gráficos e possíveis erros de ortografia e concordância não identificados na revisão inicial. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

22 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA CPP Revisor Diagramação O CPP depois de revisar encaminha o boneco da revista novamente ao revisor / servidor que efetua uma nova revisão, e devolve ao CPP com as alterações a serem efetuadas. O CPP encaminha as correções para a empresa de diagramação, que realiza as alterações solicitadas e encaminha um novo arquivo ao CPP. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

23 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA ESG CPP Gráfica Depois de verificar todo o arquivo com as alterações solicitadas, o CPP encaminha à gráfica para inicio de impressão da revista. A gráfica imprime um boneco que será novamente revisado pelo CPP e se aprovado, retorna à Gráfica para impressão da revista. A gráfica informa ao ESG a data prevista para entrega do montante da revista. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

24 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA ESG Gráfica Correios Feita a impressão a gráfica entrega no ESG o lote impresso O ESG entra em contato com a ACF Correios e agenda uma data para comparecimento de seus funcionários para efetuarem a triagem e o despacho para todo o território nacional, este trabalho é supervisionado por funcionários do ESG para garantir maior eficiência na distribuição e entrega. Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

25 ELABORAÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA Assinantes / Grupos / Distritos / ESL s Diretoria Executiva ESG CPP Fornecedor De Papel Revisor Correios Gráfica Módulo Atividades no Comitê ELABORAÇÃO DA REVISTA

26 CPP Comitê de Publicações Periódicas EXPEDIÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG

27 EXPEDIÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG I Efetuada mês sim mês não É informado ao departamento responsável pelos orçamentos a quantidade de assinantes ativos para calcular a demanda da edição a ser comercializada. II Impressão de etiquetas As etiquetas de identificação das revistas são impressas através do Sistema NAVEG. Este processo demandava um dia de expediente, hoje está terceirizado III Emissão de boleros de renovação Um dia após a impressão das etiquetas, a arquivo dos boletos de renovação são gerados e são enviados através do site do Banco Itaú e encaminhados pelo Correio a nível nacional.. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

28 EXPEDIÇÃO DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG As etiquetas que foram impressas no inicio do processo de expedição ficam aguardando o processo de elaboração da edição, onde aguarda informação da gráfica para o dia da entrega da edição. As etiquetas são contadas para que sejam separadas a quantidade de revistas que serão triadas pelos Correios. É feita uma requisição ao Departamento de Expedição / Estoque através do Sistema NAVEG das quantidades de revistas necessárias para envio aos assinantes. O Departamento de Expedição / Estoque entrega a quantidade solicitada e efetua a baixa das requisições para controle de estoque. Após a informação da data de entrega das revistas é efetuado um contato com a ACF dos Correios, que possuímos contrato para agendamento e convocação do pessoal que fará a triagem das etiquetas com base no CEP e expedição da edição a nível nacional. Este processo é acompanhado por um funcionário e demanda de um a dois dias de expediente. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

29 CPP Comitê de Publicações Periódicas DEMAIS ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG

30 DEMAIS ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Atendimento Balcão Recepção de Visitas Atendimento Telefônico Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

31 DEMAIS ATIVIDADES DA REVISTA VIVÊNCIA - ESG Atendimento Telefônico Efetuados diariamente Todas ligações que são efetuada para o ESG são atendidas pelo departamento e repassadas aos departamentos responsáveis. No caso dos assinantes o atendimento é efetivado e as informações são repassadas e as solicitações são atendidas prontamente pelo departamento. Atendimento Balcão Benefícios Atendimento pessoal. A maioria dos atendimentos são voltados para a efetivação de assinaturas. Recepção de Visitas Efetuados esporadicamente Recepção de visitantes de outras Cidades, Estados e até outros Países. É apresentado ao visitante todos os departamentos e suas funcionalidades. Existe também visitas que são recepcionadas aos sábados por conta da quantidade de pessoas visitantes, sendo necessário o agendamento prévio.. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

32 CADASTRO DE OCORRÊNCIAS São cadastradas diariamente no Sistema NAVEG Todo o tipo de ocorrência é cadastrado em um módulo do Sistema NAVEG através do número de matrícula do assinante. São cadastrados retorno de edição da Revista Vivência, reenvio de edição da Revista Vivência, alteração de endereço, etc. Módulo Atividades no ESG CADASTRO DE ASSINANTES

33 FIM

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento

Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento Utility Systems FULL - Gestão 2.0 para gráficas, bureaus e acabamento www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer

Leia mais

Produtos Manual de Uso do Revendedor

Produtos Manual de Uso do Revendedor Manual da Intranet Versão 2.0 Produtos Manual de Uso do Revendedor Gerência de Operações Tmx Este manual destina-se a orientar nossas revendas no manuseio deste sistema, que veio para facilitar todo o

Leia mais

INSTRUÇÕES DO PORTAL PÓS-VENDAS MUELLER

INSTRUÇÕES DO PORTAL PÓS-VENDAS MUELLER INSTRUÇÕES DO PORTAL PÓS-VENDAS MUELLER O acesso ao Portal deve ser feito através do site da Mueller sendo www.mueller.ind.br. Logo abaixo, o posto deverá clicar no rodapé da página em Intranet/Extranet.

Leia mais

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO

CADASTRO DO PCMSO INTERNO 1. OBJETIVO. Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO 1/8 1. OBJETIVO Padronizar o processo de confecção do PCMSO Interno. 2. DEFINIÇÃO E CONCEITO PCMSO Programa de Controle Médico da Saúde Ocupacional; PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; PCMAT

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

Manual de Normas e Procedimentos Comercial.

Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Manual de Normas e Procedimentos Comercial. Gerência Comercial. Referência: Versão: Revisado 1.1 Data: 21/07/2014 21de Julho de 2014 Sumário Definição da Área Comercial.... 3 Representação da área comercial....

Leia mais

GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM

GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM GUIA RECIBO BANCÁRIO COBRANÇA NÃO REGISTRADA - SLIM ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo... 3 2. Configuração do Local de Pagamento... 3 3. Teste de Pagamento do Boleto... 10 4. Configurações do Banco... 17

Leia mais

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos

SIM Sistema de Informação Monitorada Ltda. Vise Boletos Vise Boletos O Vise Boletos é um aplicativo que gera o arquivo de remessa e lê o arquivo de retorno de títulos que foram enviados e retornados pelo Banco. Esses processos são todos vinculados ao sistema

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO E INFORMAÇÃO DO COMÉRCIO GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, ENERGIA, INDÚSTRIA E SERVIÇOS JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA ÁREA DE PROTOCOLO

Leia mais

Sistema Auto Empresas

Sistema Auto Empresas Sistema Auto Empresas Itaú Seguros de Auto e Residência S.A Janeiro 2011 Como Acessar Acesse o Portal do Corretor (https://mais.itauseguros.com.br). Utilize a opção Cotação online para iniciar o cálculo

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.12 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.12 Pagueban...2 Bancos...2 Configurando Contas...5 Aba Conta Banco...5 Fornecedores Referências Bancárias...7 Duplicatas a Pagar...9 Aba Geral...10 Aba PagueBan...11 Rastreamento

Leia mais

Cobrança e Módulo Cedente

Cobrança e Módulo Cedente Processo n.5 Processos de Produtos e Serviços Procedimento n. 5.7 Cobrança e Módulo Cedente 2 Sumário SEÇÃO 1 -COBRANÇA E MÓDULO CEDENTE... 4 CAPÍTULO 1 - DIRETRIZES... 4 1. Referência Normativa... 5 2.

Leia mais

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: ADMINISTRATIVO MANUAL DE PROCESSOS SETOR: Nº DOC.: FOLHA:02/16 MATRIZ DE PROCESSOS E ATIVIDADES Missão: Organizar e controlar o sistema contábil/financeiro

Leia mais

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV

Sistema de de Bilhetagem Eletrônica MANUAL MÓDULO PDV Sistema de de Eletrônica SETRANSP DOTFLEX MANUAL MÓDULO PDV REGIÃO MANUAL METROPOLITANA MÓDULO PESSOA Revisão JURÍDICA 02 / Setembro SBE de 2008 - DOTFLEX Revisão 00 / Março de 2009 MANUAL MÓDULO EMPRESA

Leia mais

Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul

Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul Manual de Instalação Malote Eletrônico Banrisul 1. Introdução Este manual tem a finalidade de orientar o cliente do Banrisul e Conveniado ao serviço de Malote Eletrônico. O Malote Eletrônico é um produto

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

MANUAL VERSÃO 4.14 0

MANUAL VERSÃO 4.14 0 0 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 1. O QUE É O EOL?... 2 2. ACESSANDO O EOL... 2 3. TELA INICIAL... 3 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 8 7. EXAMES

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - PROPLAN ROTINAS ADMINISTRATIVAS PROPLAN SETOR: Pró-Reitoria CARGO: Docente / TNS FUNÇÃO: Pró-Reitor

Leia mais

www.gerenciadoreficaz.com.br

www.gerenciadoreficaz.com.br Fone: (62) 4141-8464 E-mail: regraconsultoria@hotmail.com www.gerenciadoreficaz.com.br Guia Prático do Usuário Manual de Instalação Gerenciador Eficaz 7 2 Manual do Usuário Gerenciador Eficaz 7 Instalando

Leia mais

manual Sistema de Gestão de Contribuições

manual Sistema de Gestão de Contribuições manual Sistema de Gestão de Contribuições Conteúdo 1. Login 4 2. Home 5 3. Informações básicas 3.1. Menus 6 3.2. Números e status 7 3.3. Ações 8 4. Ambientes da ferramenta 4.1. Sindicato 13 4.2. Empresas

Leia mais

Descritivo Sistema Turismo de Presente

Descritivo Sistema Turismo de Presente Descritivo Sistema Turismo de Presente O que é Sistema que possibilita gerenciar o recebimento de cotas de presentes. Modelo de negócio O sistema é disponibilizado na modalidade de Licença de Uso. Taxa

Leia mais

O Utility foi desenvolvido para atender de forma simples e integrada os setores de Vendas, Produção, Financeiro e Gerencial.

O Utility foi desenvolvido para atender de forma simples e integrada os setores de Vendas, Produção, Financeiro e Gerencial. UTILITY ERP 1.0 www.utility.com.br VISÃO GERAL O Utility é um aplicativo web, multiplataforma, que possui cinco módulos independentes capazes de oferecer recursos que irão facilitar o gerenciamento da

Leia mais

PÁGINAS ENVOLVIDAS NA MATRÍCULA DE ESTUDANTES INGRESSANTES

PÁGINAS ENVOLVIDAS NA MATRÍCULA DE ESTUDANTES INGRESSANTES Caros(as) Estudantes, A seguir estão colocadas instruções sobre o procedimento de matrícula. Chamamos a atenção para o fato de que a matrícula se efetua em várias etapas, a saber: (a) Inserção dos dados

Leia mais

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras

Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica. Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras MÓDULO Básico ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta apresentação exemplifica

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

INTRODUÇÃO. Administração. Departamento de Compras. Departamento Financeiro

INTRODUÇÃO. Administração. Departamento de Compras. Departamento Financeiro 1 INTRODUÇÃO Este Manual tem a finalidade de orientar os compradores e fornecedores de como deverão trabalhar em parceria com a Associação Paulista de Supermercados APAS. A partir do conhecimento do mesmo,

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

Manual do Processo de Faturamento

Manual do Processo de Faturamento Manual do Processo de Faturamento Apresentação MV Sumário Processo de Faturamento 6 Leia-me primeiro... 6 Faturamento de... Convênios e Particular 8 Faturamento de Convênios... 8 Protocolar Documentação...

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.13 1

MANUAL VERSÃO 2.13 1 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 1. O QUE É O EOL?... 3 2. ACESSANDO O EOL... 3 3. TELA INICIAL... 4 4. EXAMES ADMISSIONAIS... 4 5. MUDANÇA DE FUNÇÃO... 6 6. EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO AO TRABALHO... 7 7. EXAMES

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

Consórcio Contemplação de Imóveis Para quem quer planejar e realizar seus objetivos.

Consórcio Contemplação de Imóveis Para quem quer planejar e realizar seus objetivos. Consórcio Contemplação de Imóveis Para quem quer planejar e realizar seus objetivos. Bradesco Consórcios ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DE IMÓVEL Central de Atendimento às Agências (11) 3357-1799 Central de Atendimento

Leia mais

OPERAÇÃO LOGÍSTICA GRV SCB NAKATA

OPERAÇÃO LOGÍSTICA GRV SCB NAKATA 1. OBJETIVO Estabelecer procedimento padrão para todos os colaboradores da Irapuru que estão envolvidos na operação logística de recebimento, armazenagem e expedição do fornecedor DANA SCB e DANA NAKATA

Leia mais

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE

CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE CIDADE APRENDIZAGEM PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE TRABALHADORES IMAZON CONTRATO DE ADESÃO, TERMO DE USO E POLÍTICA DE PRIVACIDADE Ao finalizar o cadastro no formulário do site imazon.com.br o usuário

Leia mais

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE

PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE PASSO A PASSO SISTEMA DE REQUISIÇÃO ON-LINE ABRIL, 2008 Atualizado em: 06/04/2008 17:24 1 Índice Acessando o sistema... 3 Efetuando login no sistema... 5 Página principal... 6 Criando a requisição... 7

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

Módulo de Acesso Remoto

Módulo de Acesso Remoto Módulo de Acesso Remoto Manual do Usuário Página 1 de 30 Índice 1. Introdução 3 1.1. Objetivos deste documento 3 2. Requisitos do Sistema 4 2.1. Acrobat Reader 4 2.2. Pop Up Liberados 4 3. Acesso ao Sistema

Leia mais

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03

Web Empresas. Agemed Saúde S/A. Versão 03 2011 Versão 03 Web Empresas Agemed Saúde S/A. Esse documento tem como objetivo orientar as empresas contratantes do plano de saúde Agemed a utilizarem o ambiente Web para realização de movimentações cadastrais

Leia mais

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1º PASSO: Recebimento do e-mail de aprovação do projeto. 2º PASSO: Preenchimento e assinatura do Termo de Aceitação de Apoio Financeiro e do Cadastro de Portador, que

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS

MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS MANUAL FATURAMENTO SERVIÇOS MÉDICOS/CONTAS MÉDICAS ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. INFORMAÇÕES REGULAMENTARES:...3 3. ACESSO AO SISTEMA...3 4. INCLUSÃO DE USUÁRIOS...4 5. FATURAMENTO ELETRÔNICO...5 6. GUIA

Leia mais

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1

MÓDULO. Básico. Grupo Acert - 1 MÓDULO Básico Grupo Acert - 1 ÍNDICE Clientes / Fornecedores Comercial Expedição Estoque Compras 03 04 05 06 07 Faturamento Finanças Controle de Crédito Sintegra Cobrança Eletrônica 08 09 10 10 11 Esta

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB ( c) 2010 Todos os direitos reservados a ABCG Campo Grande-MS INDICE 1. Introdução ao compras web 05 2. Fluxo do processo de compras web 06 3. Como ingressar

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR

PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR São Paulo, 6 de dezembro de 2013 PROCEDIMENTOS DE CONTAS A PAGAR Este procedimento visa estabelecer o processo, prazos e orientações aos funcionários do Instituto Ethos para recebimento de notas fiscais

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Credito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Nº Versão/Data: Validade: 2.0 22/10/2014 OUTUBRO/2015 SA. 05 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO

Nº Versão/Data: Validade: 2.0 22/10/2014 OUTUBRO/2015 SA. 05 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO 1 de 10 EXPEDIÇÃO MACROPROCESSO ADMINISTRATIVO PROCESSO EXPEDIÇÃO EXPEDIÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1 DEFINIÇÃO DO SERVIÇO E SUA ABRANGÊNCIA...

Leia mais

ENTIDADES SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE. ACEs, CDLs, AMPEs Sindicatos Patronais e similares. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu!

ENTIDADES SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE. ACEs, CDLs, AMPEs Sindicatos Patronais e similares. O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! /superainfo Rua Osvaldo Aranha, 449 Centro 85.501-037 Pato Branco - Paraná O Nosso Trabalho é Facilitar o Seu! SOFTWARE ESPECÍFICO PARA GESTÃO DE ENTIDADES Atuando no mercado nacional desde 2003, a Supera

Leia mais

SERVIÇOS REQUERIMENTO

SERVIÇOS REQUERIMENTO 1 / 15 todos os direitos reservados. ÍNDICE Introdução... 3 Acesso Restrito... 4 Cadastro... 4 Serviços Requerimento... 6 Certidão Web... 7 Certidão Simplificada... 8 Certidão Específica... 10 Certidão

Leia mais

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações.

Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Passo a passo Aditamento a contrato de financiamento/empréstimo pessoal cessão de direitos e obrigações. Para dar início ao processo de transferência do contrato primeiramente é necessário preencher a

Leia mais

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL

Portal do Servidor Publico. Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL Portal do Servidor Publico Cartilha de Orientação Acesso ao PORTAL 1 Indice Apresentação do Portal... 03 Acesso ao Portal do Servidor Publico... 04 Solicitar Senha... 04 Disponibilidade do Portal... 06

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

Novo Procedimento de Matrícula Pós Graduação Plano de Incentivo Seu Vendedor Vale 100%

Novo Procedimento de Matrícula Pós Graduação Plano de Incentivo Seu Vendedor Vale 100% 1. Premissas: A 1ª Parcela (Matrícula) terá seu valor fixo sem descontos; Área de Educação: R$150,00. Área de Administração: R$195,00. Para os matriculados nos CAs Independentes (Parceiros), a matrícula

Leia mais

Impressão e Editoração 31 3667-2062 / 0800 0055151. Site: www.faved.com.br E-mail: faleconosco@faved.com.br

Impressão e Editoração 31 3667-2062 / 0800 0055151. Site: www.faved.com.br E-mail: faleconosco@faved.com.br GUIA INFORMATIVO Curso: PÓS-GRADUAÇÃO Impressão e Editoração 31 3667-2062 / 0800 0055151 Rua Zacarias Roque - Nº 63 - Centro - Coronel Fabriciano-MG CEP 35.170-025 Prezado (a) aluno (a), seja bem-vindo

Leia mais

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215

MANUAL ISS DIGITAL Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 Av. Augusto de Lima, 479-15º Andar - Sala 1511 Centro - Belo Horizonte/MG CEP: 30.190-000 (31) 3201-1639 / Fax: (31) 3212-1215 1. INTRODUÇÃO Dispõe sobre o sistema eletrônico de gerenciamento de dados

Leia mais

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA

PORTAL DE SERVIÇOS AUTOMATIZADOS À PREFEITURA O Portal de Serviços Automatizados à Prefeitura disponibiliza ao contribuinte a emissão de faturas referente os débitos do IPTU, ISSQN e DÍVIDAS DIVERSAS, do exercício e dívida ativa, tanto negociada (parcelamentos)

Leia mais

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE

TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE TERMO DE USO TERMOS DE USO DO CLIENTE A) APLICABILIDADE 1. Os presentes termos de uso são aplicáveis aos Usuários da INTERNET POOL COMÉRCIO ELETRONICO LTDA, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 09.491.113/0001-01,

Leia mais

Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br

Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br Curitiba PR www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br Sistema indicado para empresas que trabalham com produção: Composto de: Configurações Gerais Sistema Multi-Empresa Controle de Acesso Módulo Almoxarifado

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076 Gestor Empresarial - Financeiro Release Versão 1.076 Maio/2013 Produto : AeroSoft Gestor Empresarial - Financeiro Versão : v1.076 Data Liberação : 21/04/2013 A seguir são apresentadas as novas funções

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA

COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA COMO ADQUIRIR CARTÃO PARA EMPRESA As empresas só podem comprar Vale Transporte através de cartões. A empresa que desejar obter cartões de Vale Transporte é preciso ter o cadastro de sua empresa junto à

Leia mais

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos...

Relatórios. Financeiro... 3. Detalhes financeiros da classe... 3. Detalhes financeiros do plano... 4. Detalhes financeiros dos alunos... Relatórios Financeiro... 3 Detalhes financeiros da classe... 3 Detalhes financeiros do plano... 4 Detalhes financeiros dos alunos... 5 Vencimento diferenciado... 6 Não emitir boleto... 7 Diferenças entre

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota EBM ASSESSORIA E CONSULTORIA EM INFORMÁTICA LTDA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA e-nota PRESTADOR / CONTADOR Versão 2.0 Índice 1. Acessar o sistema 2. Notas Eletrônicas 2.1. Emitir

Leia mais

MANUAL VERSÃO 2.11 1

MANUAL VERSÃO 2.11 1 1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 O QUE É O EOL?... 3 3 ACESSO AO CLIENTE... 3 4 ACESSANDO O EOL... 3 5 TELA INICIAL... 4 6 EXAMES ADMISSIONAIS... 5 7 MUDANÇA DE FUNÇÃO... 7 8 EXAMES DEMISSIONAL E RETORNO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE APURAÇÃO DE FREQUÊNCIA 22/0/203. INTRODUÇÃO A Política de Apuração de Frequência tem por objetivo estabelecer as regras para falta e atraso, além de estabelecer controles relativos à apuração de informações de frequência de

Leia mais

GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL

GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL GUIA EMISSÃO E ENVIO DE BOLETO BANCÁRIO POR E-MAIL ÍNDICE ITEM Página 1. Objetivo...3 2. Requisitos...3 3. Configuração do Local de Pagamento...3 4. Atribuir Ficha de Compensação... 11 5. Envio de Recibo

Leia mais

MANUAL DE REGISTRO DA COOPERATIVA NA OCESP

MANUAL DE REGISTRO DA COOPERATIVA NA OCESP 1 2014 MANUAL DE REGISTRO DA COOPERATIVA NA OCESP Controle Interno SESCOOP/SP 2 ÍNDICE Assunto Pág. APRESENTAÇÃO ACESSO AO SISTEMA DE REGISTRO PRÉ-CADASTRO CADASTRAMENTO ABAS INTEGRANTES DO CADASTRO PRINCIPAL

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Prestação de Contas - Convenente. Manual do Usuário. Versão 2-26/11/2010

Portal dos Convênios - SICONV. Prestação de Contas - Convenente. Manual do Usuário. Versão 2-26/11/2010 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Prestação de Contas - Convenente

Leia mais

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1

PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE. Modalidades de Peticionamento 1. Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 PASSO A PASSO DO PETICIONAMENTO INDICE Modalidades de Peticionamento 1 Acesso ao Sistema de Peticionamento 1 Petição Eletrônica e Pagamento de Taxa 3 Petição e Protocolo Eletrônico 7 Petição Manual e Pagamento

Leia mais

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred

ROTEIRO OPERACIONAL - PORTOCRED EMPRÉSTIMO PESSOAL COM GARANTIA DE CHEQUE I - Site Portocred I - Site Portocred Para acessar o site Portocred, devemos entrar no link: extranet.portocred.com.br/cp e após clicar na opção Crédito Pessoal Perto Check. *Lançar o usuário e a senha que serão informadas

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO. Tutorial para utilização do Sistema de Transferência de Informações - STI TERCEIRIZAÇÃO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO. Tutorial para utilização do Sistema de Transferência de Informações - STI TERCEIRIZAÇÃO Tutorial para utilização do Sistema de Transferência de Informações - STI TERCEIRIZAÇÃO outubro/2011 Sumário Utilização do sistema... 3 Tela inicial... 3 Opção Enviar Arquivo... 4 Opção Consultar... 13

Leia mais

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE

TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE TUTORIAL COM OS PROCEDIMENTOS DE GERAÇÃO DE BOLETOS BRADESCO NO FINANCE 2 Índice Como gerar Boleto Bancário pelo Bradesco... 3 Como gerar os arquivos de Remessa para o Banco pelo Finance... 14 Como enviar

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ 1 OBJETIVO

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ 1 OBJETIVO PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA DA FOLHA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES DO PJERJ Proposto por: Diretor da Divisão de Acompanhamento das Despesas de Pessoal do Poder Judiciário (DIPJU)

Leia mais

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO

FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO FINANCEIRO PROCESSO ARRECADAÇÃO 1 de 25 msgq FIN. 03 - ARRECADAÇÃO MACROPROCESSO PROCESSO ARRECADAÇÃO FIN. 03 - ARRECADAÇÃO 1. OBJETIVO... 2 2. ABRANGÊNCIA... 2 3. DOCUMENTOS RELACIONADOS... 2 4. PROCEDIMENTOS... 2 4.1. DEFINIÇÃO DO

Leia mais

MA-GCF-002 Versão: 01 Vigência: 2013 Página: 1 / 14

MA-GCF-002 Versão: 01 Vigência: 2013 Página: 1 / 14 MA-GCF-002 Versão: 01 Vigência: 2013 Página: 1 / 14 MA-GCF-002 Versão: 01 Vigência: 2013 Página: 2 / 14 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização... 4 3. Sem direito ao benefício do passe

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 6 1. OBJETIVO Realizar o gerenciamento dos projetos desde o seu planejamento, desenvolvimento, recebimento, análise crítica, controle e distribuição nas obras. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Manual

Leia mais

Perguntas Frequentes. Distribuidores

Perguntas Frequentes. Distribuidores Perguntas Frequentes Distribuidores O que é o site Compre Lista Escolar? É um site que possui um sistema desenvolvido, exclusivamente, para que distribuidores possam realizar vendas de livros escolares

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM MANUAL DE PROCEDIMENTOS MPR/ASCOM-002-R00 ATIVIDADES DE ASSESSORAMENTO, COMUNICAÇÃO INTEGRADA E APOIO À GESTÃO DA ASCOM 09/2015 PÁGINA INTENCIONALMENTE EM BRANCO 2 30 de setembro de 2015. Aprovado, Gabriela

Leia mais

treinamento REMATRÍCULA

treinamento REMATRÍCULA treinamento REMATRÍCULA SISTEMA SGE (SMART) Financeiro - FTC EAD PRÉ-REQUISITOS Computador conectado a INTERNET Acesso ao SGE (Smart) login e senha ativos. IMPRESSORA, cartucho, papel, envelope, cola,

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br GESTÃO DE ETIQUETAS RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS GERAIS SUMÁRIO

MANUAL DE SERVIÇOS GERAIS SUMÁRIO 1 MANUAL DE SERVIÇOS GERAIS SUMÁRIO 1. Serviço de CARIMBOS - EGESTÃO/SOLAR-SPA... 02 1.1. Preparação do Pedido Responsabilidade: Solicitante... 02 1.2. Aprovação de Pedido - Responsabilidade Direção CTC...

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

César Cruz Proprietário [18/04]

César Cruz Proprietário [18/04] César Cruz Proprietário [18/04] Quais devem ser as áreas gerenciadas pelo sistema? O sistema deve ter controle de estoque, ordem de serviços, orçamentos, entradas e saídas, tanto do caixa como de estoque,

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

MANUAL DA REMATRÍCULA ON LINE NOVO SISTEMA TOTVS 2015.2

MANUAL DA REMATRÍCULA ON LINE NOVO SISTEMA TOTVS 2015.2 MANUAL DA REMATRÍCULA ON LINE NOVO SISTEMA TOTVS 2015.2 NO SISTEMA NOVO, CASO VOCÊ AINDA NÃO TENHA ENTRADO, SEU USUÁRIO É A SUA MATRÍCULA EM MAIÚSCULAS, E SUA SENHA POR PADRÃO É 123456, E VOCÊ PODERÁ ALTERÁ-LA

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY A DEAK Sistemas define como Treinamentos Básicos In Company a apresentação dos diversos módulos que compõem o ERP aos usuários. O Objetivo é apresentar cada módulo do ERP através de suas telas, campos

Leia mais

Procedimentos para Solicitação de Desenquadramento MEI (via Capa Marrom )

Procedimentos para Solicitação de Desenquadramento MEI (via Capa Marrom ) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO JUCESP SECRETARIA EXECUTIVA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - SETI Procedimentos

Leia mais

Sistema Auto Frota. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A.

Sistema Auto Frota. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Itaú Seguros de Auto e Residência S.A. Sistema Auto Frota Itaú Seguros de Auto e Residência S.A Como Acessar Acesse o Portal do corretor www.itauseguros.com.br/portal, no caminho: Home> Meus Negócios> Cotações e Propostas> Auto Frota> Cotação

Leia mais

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa.

Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. Página 1 de 5 1 OBJETIVO Criar uma sistemática para orientar e padronizar o processo do caixa. 2 FLUXOGRAMA DO PROCESSO 3 DEFINIÇÕES Varejo: são produtos a pronta-entrega (Linha Natufarma, Produto de revenda)

Leia mais

Sistema Xibobó de Gestão de Eventos Caso de Uso: Processar Venda e Acompanhamento de Entrega de Ingressos

Sistema Xibobó de Gestão de Eventos Caso de Uso: Processar Venda e Acompanhamento de Entrega de Ingressos Sistema Xibobó de Gestão de Eventos Caso de Uso: Processar Venda e Acompanhamento de 1 Breve Descrição Processar vendas através de Promotores de Eventos ou Internet, controlando o processo de emissão e

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

MANUAL PRÁTICO PARA CADASTRO DE MATERIAL E REQUISIÇÃO DE COMPRA NO SIPAC.

MANUAL PRÁTICO PARA CADASTRO DE MATERIAL E REQUISIÇÃO DE COMPRA NO SIPAC. MANUAL PRÁTICO PARA CADASTRO DE MATERIAL E REQUISIÇÃO DE COMPRA NO SIPAC. 1. CONSULTA DE MATERIAL 1.1. NÃO, O MATERIAL NÃO CONSTA NO CATÁLOGO 1.2. SIM, O MATERIAL CONSTA NO CATÁLOGO 2. CADASTRO DE MATERIAL

Leia mais

Processo de Compras GENS

Processo de Compras GENS Processo de Compras GENS Manual do Colaborador Versão 2.0 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1 Objetivos... 3 1.1.1 Objetivo da definição do Processo de Compras... 3 1.1.2 Objetivo deste Manual... 3 2. PROCESSO

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Roteiro Operacional do Crédito Consignado Exército do Brasil

Roteiro Operacional do Crédito Consignado Exército do Brasil 1. DEFINIÇÃO DO PRODUTO Operação de Crédito Consignado em Folha de Pagamento para os Militares do Exército (ativos e pensionistas), abrangendo o Comando do Exército do, mediante convênio com o Banco Industrial.

Leia mais