Lucinda Nogueira Persona. e outra

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lucinda Nogueira Persona. e outra"

Transcrição

1 Lucinda Nogueira Persona Entre uma noite e outra

2 2014. Direitos desta edição reservados para Entrelinhas Editora. Editora Maria Teresa Carrión Carracedo Produção gráfica Ricardo Miguel Carrión Carracedo Design da capa Helton Bastos, com obra de Regina Pena Paginação Rafael Carracedo Ozelame Arte finalização Maike Vanni Revisão Marinaldo Custódio Assistente na edição Walter Galvão Imagem da capa e detalhes no interior Obra Noturno na vereda, de Regina Pena (acrílica sobre tela, 25 x 55 cm, 2005) Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Persona, Lucinda Nogueira Entre uma noite e outra / Lucinda Nogueira Persona. -- Cuiabá, MT : Entrelinhas, ISBN: Poesia brasileira I. Título CDD Índices para catálogo sistemático: 1. Poesia : Literatura brasileira Impresso no Brasil 1ª edição em dezembro de exemplares Reprodução proibida Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610, de 19 de fevereiro de Nenhuma parte desta edição pode ser reproduzida ou utilizada em quaisquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia ou gravação, etc, nem apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem expressa autorização. ENTRELINHAS EDITORA Av. Senador Metello Jardim Cuiabá Cep Cuiabá, MT, Brasil Distribuição e Vendas: (65)

3 À memória de meu sobrinho, Mário Spinelli

4

5 Um só dia não me toca, só sei falar de todos os dias Walt Whitman

6

7 As fendas e os vãos José Castello 1 A matéria da poesia de Lucinda Persona é a insuficiência. A vida como os farelos beliscados pelos pombos não passa de um amontoado de ciscos. Trama de restos, ela ainda assim nos maravilha. Também quero ser / destes que / só tendo sustento e vestes / estão com isso contentes. O mundo contemporâneo é regido pela ideia fixa da grandeza. Queremos sempre mais e mais e só a poesia desmascara a miséria dessa fome. A vida, como soma de moléculas, é uma representação do frágil. Quase nada, de fato, possuímos: o tempo nos escapa, as coisas nos fogem, a vida é frágil. Corajosa, Lucinda escreve a partir dessas ruínas. Como todos nós, humanos, também o poeta tira forças / de onde não tem. Por isso, ostentamos a insígnia da incerteza. Quem é o poeta quem é a poeta Lucinda Persona? É aquele (aquela) que se alimenta da hesitação. 1 Escritor, jornalista e crítico literário. Biógrafo de Vinícius de Moraes, Rubem Braga e João Cabral de Melo Neto. Atualmente escreve para o jornal O Globo. Recebeu, por duas vezes, o prêmio Jabuti.

8 Até porque, sabe Lucinda, o que se vê no topo do caos são as estrelas. Poetas presunçosos, e cheios de si, assassinam a poesia. Em seu nome, domesticam palavras. Os poetas verdadeiros escrevem com gestos calmos / que nunca chegarão / ao conhecimento do mundo. A poesia não tem uma utilidade habita as fendas e os vãos. Não é prática, não produz resultados. Tampouco acredita na salvação, até porque nenhum dia é seguro / para quem dentro dele respire. Poesia não é solução e Lucinda distingue, assim, a escrita da insolência. Por isso leva uma vida discreta, e escreve mais secretamente ainda. A poesia não traz uma identidade, ao contrário, ela a subtrai. Apesar de todo o esforço, só temos uma parte da vida e essa parte não chega a compor uma imagem nítida. Poetas são seres sutis, conhecedores das lacunas e do silêncio. Como diz Wislawa Szymborska, citada por Lucinda: já se avizinha a sexta / com um roteiro que não conheço. O poeta não apenas não sabe o que faz: ele não sabe o que tem nas mãos. Sabe apenas que em cada coisa, existe também / aquilo que ela não é. A matéria da poesia é a ignorância, e por isso os poetas sábios, como Lucinda Persona, se esquivam entre as sombras das palavras. Ali, quieta e perplexa, Lucinda escreve.

9

10

11 DOMINGO...21 Ameixas em compota...23 Vertiginosa Chegou da rua...25 O que dou à fome...26 Minha janela...27 Fios de ovos...28 Ai daquele que ficar só...29 Concha de sopa...30 Feito ao vivo...32 Tantas coisas desaparecem...33 Excessivos...34 O vício da escuridão por existir...35 SEGUNDA...37 Damascos...39 Escrevo...40 Do mesmo parto...41 Uma coisa...42 Cisco...43 Folha de alface...44 Mil vezes...45 Ovos às dúzias...46 Chuva e tempo...47 Caracóis aos montes...49 Depois de longa seca...50 Esse legado de um céu negro...51

12 TERÇA...53 Penca de bananas...55 Edifico em amor...56 Em nossa nudez...57 Sacola de pães...58 Tomam chá...59 Pequeno lago...60 Conselhos gerais...62 Que a recordação seja...63 Ao amor maternal...64 O tempo é...66 Um pássaro...67 Quando ele chega, já é noite...68 QUARTA...71 Ao figo...73 Abismo...74 Primeira refeição...75 Homem no parque...76 O sol do Cerrado se põe...78 Acaso noturno...79 QUINTA...81 A pera...83 Ver rosas...84 Maço de couves...85 Perpétua roxa...86 Requentado...87 Preta como a noite...88

13 SEXTA...91 Pêssego em calda...93 Tumulto em larga escala...94 Não quero mudar nada...95 Acendemos velas...96 Um amarelo de estrelas...97 No escuro teto...98 SÁBADO Sereno o avião Um hóspede Praça de Cibeles Restaurante Pinpilinpausha Praça de São Marcos Era quase noite no Cais da Ribeira...110

14 18

15 19

16

17 DOMINGO Aujourd hui c est dimanche les cinémas sont pleins Les oiseaux dans les branches regardent les humains Jacques Prévert

18

19 Ameixas em compota Existe na vida completa um amor que não aparece e nem repousa tranquilo ó eterna e doce supervisão do muito que se tem a conservar as formigas desfilam num afrouxado cordão diante dos meus olhos (faço o que me agrada) Meus olhos (em lágrimas paradas) sobrenadam como ameixas em compota em vidros envasadas. 23

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

O Que Jesus Beberia? A Spirit-Filled Study

O Que Jesus Beberia? A Spirit-Filled Study O Que Jesus Beberia? A Um Spirit-Filled Estudo Cheio do Study Espírito A Spirit-Filled Study O Que Jesus Beberia? A Um Spirit-Filled Estudo Cheio do Study Espírito A Spirit-Filled Study Joel McDurmon

Leia mais

A CRIANÇA E O BRINCAR COMO OBRA DE ARTE

A CRIANÇA E O BRINCAR COMO OBRA DE ARTE ANTÓNIO CAMILO CUNHA SARA TIAGO GONÇALVES A CRIANÇA E O BRINCAR COMO OBRA DE ARTE ANALOGIAS E SENTIDOS WH!TEBOOKS ANTÓNIO CAMILO CUNHA SARA TIAGO GONÇALVES ANTÓNIO CAMILO CUNHA SARA TIAGO GONÇALVES A CRIANÇA

Leia mais

Amar Dói. Livro De Poesia

Amar Dói. Livro De Poesia Amar Dói Livro De Poesia 1 Dedicatória Para a minha ex-professora de português, Lúcia. 2 Uma Carta Para Lúcia Querida professora, o tempo passou, mas meus sonhos não morreram. Você foi uma pessoa muito

Leia mais

<5DB1=5>D? 9>D5B49C39@<9>1B941455 =E? 5>C9>?6E>41=5>D1< 45>?F51>?C

<5DB1=5>D? 9>D5B49C39@<9>1B941455 =E<D93E<DEB1<9C=?>? 5>C9>?6E>41=5>D1< 45>?F51>?C D? 9>D5B49C39@1B941455 =E?6E>41=5>D1< 45>?F51>?C =QbYQC \fyq3y^dbq=qbdy^c D? 9>D5B49C39@1B941455 =E?6E>41=5>D1< 45>?F51>?C Dados Internacionais

Leia mais

CNPq Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico. Sol e Frutas: Desidratação e Produção Agroecológica Familiar

CNPq Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico. Sol e Frutas: Desidratação e Produção Agroecológica Familiar CNPq Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico Sol e Frutas: Desidratação e Produção Agroecológica Familiar CONSERVAÇÃO DE FRUTAS E HORTALIÇAS PELO CONTROLE DE UMIDADE VANTAGENS ECONÔMICAS: Menor

Leia mais

HINÁRIO NOVA DIMENSÃO

HINÁRIO NOVA DIMENSÃO HINÁRIO NOVA DIMENSÃO Tema 2012: Flora Brasileira Rabo de Galo (Worsleya rayneri) Padrinho Alfredo Alfredo Gregório de Melo 1 www.hinarios.org 2 01 BRILHANTES PEDRAS FINAS Marcha - Valsa Ao pai eterno

Leia mais

A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância. Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias

A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância. Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias A Educação Sexual na Escola e a Pedagogia da Infância Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades e Perspectivas Emancipatórias Matrizes Institucionais, Disposições Culturais, Potencialidades

Leia mais

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA

O ENSINO ESPECIAL A LENDA DA SERRA DA ESTRELA DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 A MARIA CASTANHA A TURMA DO O DIA DE S.MARTINHO O PÃO NA NOSSA VOLUME 1, EDIÇÃO 1 DATA DO BOLETIM: DEZEMBRO DE 2007 NESTA EDIÇÃO: A MARIA CASTANHA 2 A TURMA DO 2.º 2.ª 3 O DIA DE S.MARTINHO 4 O PÃO NA NOSSA ALIMENTAÇÃO A TURMA DO 1.º 2.ª 5 6 O ENSINO ESPECIAL 7 SOLIDARIEDADE

Leia mais

Maria Emmir Oquendo Nogueira

Maria Emmir Oquendo Nogueira Maria Emmir Oquendo Nogueira Coordenação Geral Filipe Cabral Coordenação Editorial Carolina Fernandes Revisão Keila Maciel Marques Projeto Gráfico Roberto Oliveira Finalização Daniel Garcia da Silva Capa

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares

Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares Do Livro do Desassossego - Bernardo Soares Bernardo Soares (heterônimo de Fernando Pessoa) 1. "O coração, se pudesse pensar, pararia." "Considero a vida uma estalagem onde tenho que me demorar até que

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos)

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos) 6 Furor suave Vou fazer um poema com ar; mas não é com este ar. Qual ar? Este, aqui, este ar. Este qual? O que se respira? Sim, esse, não é com o que se respira, é com o ar de ar. Qual ar? Queres dizer

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

claudia houdelier - maternidade maternidade

claudia houdelier - maternidade maternidade claudia houdelier - maternidade maternidade dedicatória para alexandre, meu único filho. de fora para dentro Tudo começa no ventre materno com certeza, a nossa história começa aqui. Uma história de uma

Leia mais

LITERATURA DE CORDEL

LITERATURA DE CORDEL LITERATURA DE CORDEL O cordel como Gênero Textual Ela pode ser conceituada como poesia de cunho/teor popular, construída, linguisticamente, com base na cultura da raça humana. (FONSÊCA; FONSÊCA, 2008)

Leia mais

a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum

a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum a d o n i s Poemas Organização e tradução Michel Sleiman Apresentação Milton Hatoum Copyright Adonis for the Arabic text Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

copyright Todos os direitos reservados

copyright Todos os direitos reservados 1 2 Espaço das folhas 3 copyright Todos os direitos reservados 4 Autor Jorge Luiz de Moraes Minas Gerais 5 6 Introdução Folha é apenas uma folha, uma branca cor cheia de paz voltada para um querer, um

Leia mais

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO

Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 ISSN - 2317-1871 VOL 02 2º Edição Especial JUL DEZ 2013 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 42 PAULO HENRIQUE PRESSOTTO Labirinto de vidro 2013 Web Revista Diálogos & Confrontos Revista em Humanidades 43 Início e fim? Um silêncio denso

Leia mais

Propostas de atividades para alfabetização e letramento (origem da escrita e do mundo letrado)

Propostas de atividades para alfabetização e letramento (origem da escrita e do mundo letrado) Propostas de atividades para alfabetização e letramento (origem da escrita e do mundo letrado) Viviane Martins Barbosa de Faria Propostas de atividades para alfabetização e letramento (origem da escrita

Leia mais

Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA

Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA Conhecimento sobre o Lazer nos Cursos de Educação Física de Belém - PA CONHECIMENTO SOBRE O LAZER NOS CuRSOS DE EDuCAÇÃO FÍSICA DE BELÉM - PA Gustavo Maneschy Montenegro Conselho Editorial Av. Carlos

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

EXPLICAÇÃO DE UM SILÊNCIO

EXPLICAÇÃO DE UM SILÊNCIO Milton Rezende Milton Rezende nasceu em Ervália (MG), em setembro de 1962. Escreve em prosa e poesia. Obras publicadas: O Acaso das Manhãs (Edicon, 1986), Areia (À Fragmentação da Pedra) (Scortecci, 1989),

Leia mais

POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS. Autor: Péricles Alves de Oliveira

POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS. Autor: Péricles Alves de Oliveira POESIAS QUÂNTICAS E OUTRAS Autor: Péricles Alves de Oliveira Olhai e contemplai o Cosmo em toda sua plenitude e possibilidades, e nele sentireis a verdadeira força e presença de Deus. (Péricles Alves de

Leia mais

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel

Agrupamento Vertical de Escolas do Viso. Escola E. B. 2.3 do Viso. A vida é uma folha de papel 1.º Prémio A vida é uma folha de papel A vida pode ser Escura como a noite, Ou clara como as águas cristalinas Que brilham ao calor do sol. A vida pode ser Doce como o mel Ou amarga como o fel. A vida

Leia mais

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia

O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Eric Ponty O Pequeno Mundo de Maria Lúcia Pinturas de Fernando Campos [2005] Virtual Book s Numa noite de outubro a pequena Maria Lúcia viu o azul do céu escuro da tarde um homem andando de bicicleta.

Leia mais

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes BRINCADEIRA por Vinícius Bernardes baseado na crônica "Brincadeira" de Luís Fernando Veríssimo oliverplentz@gmail.com Copyright (c) 2015 This screenplay may not be used or reproduced without the express

Leia mais

Pós-Modernismo. Literatura Professor: Diogo Mendes 19/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo. Texto I. Poema Brasileiro

Pós-Modernismo. Literatura Professor: Diogo Mendes 19/09/2014. Material de apoio para Aula ao Vivo. Texto I. Poema Brasileiro Pós-Modernismo Texto I Poema Brasileiro No Piauí de cada 100 crianças que nascem 78 morrem antes de completar 8 anos de idade No Piauí de cada 100 crianças que nascem 78 morrem antes de completar 8 anos

Leia mais

Fundado em 1º de junho de 1945 70 ANOS

Fundado em 1º de junho de 1945 70 ANOS Fundado em 1º de junho de 1945 70 ANOS INFORMATIVO Nº 7 setembro DE 2015 Disponível no site e aplicativo do Clube. Para refletir... CANTIGA QUASE DE RODA Thiago de Mello Na roda do mundo lá vai o menino.

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

LITERATURA BRASILEIRA Textos literários em meio eletrônico Gregório de Matos

LITERATURA BRASILEIRA Textos literários em meio eletrônico Gregório de Matos LITERATURA BRASILEIRA Textos literários em meio eletrônico Gregório de Matos Texto-fonte: Obra Poética, de Gregório de Matos, 3ª edição, Editora Record, Rio de Janeiro, 1992. Crônica do Viver Baiano Seiscentista

Leia mais

Valeska Cabral. Hipnose. Poesias. 1ª Edição. Rio de Janeiro - Brasil

Valeska Cabral. Hipnose. Poesias. 1ª Edição. Rio de Janeiro - Brasil Hipnose Poesias Valeska Cabral Hipnose Poesias 1ª Edição Rio de Janeiro - Brasil 2013 FICHA TÉCNICA Obra registrada no Escritório de Direitos Autorais (EDA), da Fundação Biblioteca Nacional. Sob nº Registro:

Leia mais

Autismo e Inclusão. Experiências no Ensino Regular

Autismo e Inclusão. Experiências no Ensino Regular Autismo e Inclusão Experiências no Ensino Regular talita CRuZ autismo e Inclusão Experiências no Ensino Regular Conselho Editorial Av Carlos Salles Block, 658 Ed. Altos do Anhangabaú, 2º Andar, Sala 21

Leia mais

COM AQUARELAS DO AUTOR. Tradução e posfácios MÔNICA CRISTINA CORRÊA

COM AQUARELAS DO AUTOR. Tradução e posfácios MÔNICA CRISTINA CORRÊA A N T O I N E D E S A I N T - E X U P É R Y COM AQUARELAS DO AUTOR Tradução e posfácios MÔNICA CRISTINA CORRÊA Copyright da tradução 2015 by Companhia das Letras Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico

Leia mais

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho

Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho Não saia de seu Caminho! Sinopse: Uma Menina, indo atrasada da casa da avó para a escola. No caminho seu ônibus quebra e ela tem que tomar um caminho alternativo, onde encontra com um sujeito estranho.

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos

Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Texto: Patricia Lins Ilustrações: Isac Kosminsky e Juliana Santos Salvador, BA - 2015 Copyright 2015 by Patricia Lins Ilustradores: Isac

Leia mais

Arte dos poemas em Sol-te, seção de Caprichos e relaxos retamozo, mirandinha, solda, swain, bellenda, fui vai, tiko

Arte dos poemas em Sol-te, seção de Caprichos e relaxos retamozo, mirandinha, solda, swain, bellenda, fui vai, tiko Copyright 2013 by herdeiros de Paulo Leminski Grafia atualizada segundo o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990, que entrou em vigor no Brasil em 2009. Arte dos poemas em Sol-te, seção de Caprichos

Leia mais

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento).

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). O Caminho de Emaús Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). Leitura: Lc 24, 13-35 Todos nós percorremos frequentemente o

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015 anguru Matemático sem Fronteiras 2015 http://www.mat.uc.pt/canguru/ ategoria: Benjamim Destinatários: alunos dos 7. o e 8. o anos de escolaridade ome: Turma: Duração: 1h 30min anguru Matemático. Todos

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS

QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS Bíblia para crianças apresenta QUANDO DEUS CRIOU TODAS AS COISAS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Byron Unger; Lazarus Adaptado por: Bob Davies; Tammy S. O texto bíblico desta história é extraído

Leia mais

Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade.

Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade. HETERONÍMIA 7. REALIDADE Mestre e discípulos conversam sobre o conceito de realidade. Horóscopo de Alberto Caeiro, feito por Fernando Pessoa. «Uma sombra é real, mas é menos real que uma pedra» Uma das

Leia mais

Texto: Karina Rabinovitz Ilustrações: Karina Rabinovitz e Silvana Rezende

Texto: Karina Rabinovitz Ilustrações: Karina Rabinovitz e Silvana Rezende Texto: Karina Rabinovitz Ilustrações: Karina Rabinovitz e Silvana Rezende Texto: Karina Rabinovitz Ilustrações: Karina Rabinovitz e Silvana Rezende Salvador, BA - 2015 Copyright 2015 by Karina Rabinovitz

Leia mais

Matemática e Questionário. 4ª Série Ensino Fundamental Manhã MANHÃ. Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF. Número triângulo:

Matemática e Questionário. 4ª Série Ensino Fundamental Manhã MANHÃ. Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF. Número triângulo: Matemática e Questionário MANHÃ 4ª Série Ensino Fundamental Manhã Nome do aluno: Nome da escola: 4ª SÉRIE EF Turma: Número triângulo: 2007 Prezado aluno, prezada aluna: Para que a Secretaria da Educação

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

O Maçom Invisível. Jairo da Costa. edições

O Maçom Invisível. Jairo da Costa. edições O Maçom Invisível O Maçom Invisível Jairo da Costa edições zzagg Copyright 2013 by Jairo da Costa Todos os direitos desta edição reservados. Ne nhuma parte desta obra poderá ser reproduzida ou transmitida,

Leia mais

Introdução ao Uso dos Computadores. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 51p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Introdução ao Uso dos Computadores. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 51p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Ricardo Moreira Pós graduado em Literatura e autor de literatura para jovens de todas as idades, como prefere classificar as narrativas alinhadas com os grandes temas da atualidade. Em meados

Leia mais

A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse

A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Inácio, Alda A vida na Bélgica

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 O MENINO MAU Hans Christian Andersen 3 Contos de Hans Christian Andersen Hans Christian Andersen nasceu em Odensae, em 2 de abril de 1805, e faleceu em Conpenhague em

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SP001303/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: 05/02/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR003506/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46261.000255/2014-14 DATA DO

Leia mais

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente?

::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? O Meio Ambiente ::Seu João o Senhor sabe o que é o meio ambiente? Seu João: Não sei não! Mas quero que você me diga direitinho pra eu aprender e ensinar todo mundo lá no povoado onde eu moro. : Seu João,

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

Patricia Lins. Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA

Patricia Lins. Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA Patricia Lins Ilustrado por Isac Kosminsky e Juliana Santos AMARELA DA SECA COLEÇÃO PACTOS DE LEITURAS PATRÍCIA LINS AMARELA DA SECA Ilustrado por Isac Kosminsky Juliana Santos Salvador Bahia Secretaria

Leia mais

Escola Municipal Professora Zezé Ribas. Premio Afago de Literatura. A política brasileira

Escola Municipal Professora Zezé Ribas. Premio Afago de Literatura. A política brasileira Aluno: Camila Aparecida Pinto Serie: 7º ano A política brasileira Na política brasileira, existe uma grande chaga aberta e crescente já se tornou grande praga. Doença maldita, domina e contamina a toda

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23.

Tudo que você precisa saber a respeito de Deus está esta escrito no Salmo 23. Tudo que você precisa saber a teu respeito está escrito no Salmo 23. Tema: DEUS CUIDA DE MIM. Texto: Salmos 23:1-6 Introdução: Eu estava pesando, Deus um salmo tão poderoso até quem não está nem ai prá Deus conhece uns dos versículos, mas poderosos da bíblia e o Salmo 23,

Leia mais

Quando for grande... QUERO SER PAI!

Quando for grande... QUERO SER PAI! Quando for grande... QUERO SER PAI! Ficha Técnica Autora Susana Teles Margarido Título Quando for grande...quero SER PAI! Ilustrações Joana Dias Paginação/Design Ana do Rego Oliveira Revisão Brites Araújo

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

Helena Chrystello / Rosário Girão

Helena Chrystello / Rosário Girão Helena Chrystello / Rosário Girão Brites Araújo ---, ~---Joana Félix Judite Jorge -----, Madalena San-Bento Madalena Férin Maria Luísa Soares Maria Luísa Ribeiro Natália Correia Renata Correia Botelho

Leia mais

FOTO Nº 1. AUTOR João Mendes, 8ºD. Entre os pavilhões B e C. EQUIPAMENTO Telemóvel? DESCRIÇÃO. Nem Todas as Nuvens São Brancas ou Cinzentas

FOTO Nº 1. AUTOR João Mendes, 8ºD. Entre os pavilhões B e C. EQUIPAMENTO Telemóvel? DESCRIÇÃO. Nem Todas as Nuvens São Brancas ou Cinzentas FOTO Nº 1 João Mendes, 8ºD Entre os pavilhões B e C Telemóvel? É uma nuvem com cor causada pelo sol já estar baixo. Nem Todas as Nuvens São Brancas ou Cinzentas FOTO Nº 2 João Mendes, 8ºD Entrada do bloco

Leia mais

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro.

CONVITE. Falecido em 2012, Manuel António Pina deixou uma obra singular, no campo da poesia, da crónica, da literatura infanto-juvenil e do teatro. Dando continuidade a projetos anteriores, o Museu Nacional da Imprensa está a preparar várias iniciativas para assinalar o 71.º aniversário do nascimento (18.nov.1943) do jornalista e escritor Manuel António

Leia mais

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010

ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro. Fábio da Silva. 15/03/2010 até 08/04/2010 ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE? um roteiro de Fábio da Silva 15/03/2010 até 08/04/2010 Copyright 2010 by Fábio da Silva Todos os direitos reservados silver_mota@yahoo.com.br 2. ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE?

Leia mais

E M O T I V E PHOTOGRAPHER

E M O T I V E PHOTOGRAPHER E M O T I V E DIEGOCAMPOSPHOTOGRAPHER A tua amorosa fotogra a. No início, quando eu à tinha em minha frente não pensei nada sobra a mesma, mas agora, quanto mais olho para ela mais esta se assemelha ao

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 009. Nome: 3 o ano ( a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VII 3 o BIMESTRE Eixo temático Culturas nativas Disciplina/Valor Português 4,0

Leia mais

Edison Mendes. A realidade de uma vida

Edison Mendes. A realidade de uma vida Edison Mendes A realidade de uma vida Rio de Janeiro Barra Livros 2014 Copyright 2014 by Edison Mendes Todos os direitos reservados à Barra Livros Proibida a reprodução desta obra, total ou parcialmente,

Leia mais

Apresentar o mundo da poesia para as crianças é a proposta principal deste livrinho. Para isso, reunirá parte da obra do poeta recifense Bastos Tigre

Apresentar o mundo da poesia para as crianças é a proposta principal deste livrinho. Para isso, reunirá parte da obra do poeta recifense Bastos Tigre Bastos Tigre Apresentar o mundo da poesia para as crianças é a proposta principal deste livrinho. Para isso, reunirá parte da obra do poeta recifense Bastos Tigre (12 de março de 1882-2 de agosto de 1957).

Leia mais

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha.

David pensou que o pai, às vezes, dizia coisas raras, estranhas. A mãe suspirou fundo ao enfiar de novo a agulha. ESTRELAS DE NATAL David acordou. O pai tinha aberto a janela e estava a olhar para as estrelas. Suspirava. David aproximou-se. Ouviu novo suspiro. O que tens, pai? perguntou. O pai pôs-lhe as mãos nos

Leia mais

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus.

O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. 2 1 O Espiritismo é a Luz do Cristo Jesus. Ele era manso como os cordeiros e a sua palavra tinha a doçura de uma brisa num dia quente. Nada queria dos humanos, tudo prometia e dava a humanidade. Sua palavra

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Extensão do domínio da luta

Extensão do domínio da luta Extensão do domínio da luta Michel Houellebecq Extensão do domínio da luta Tradução Juremir Machado da Silva 3 a. Edição Maurice Nadeau, 1994 Editora Sulina, 2002 Tradução de Juremir Machado da Silva

Leia mais

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo:

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: 1) Complete as frases abaixo com o pretérito perfeito dos seguintes

Leia mais

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias

I ANTOLOGIA DE POETAS LUSÓFONOS. Fantasias Fantasias Acordar dos sonhos, Se é que se chama sonho. Pois, nas noites de insônia tudo é verdadeiro, Na tortura, na incerteza Uma fantasia dentro de um veleiro. Sonhos na madrugada nevando, A loucura

Leia mais

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor.

O que procuramos está sempre à nossa espera, à porta do acreditar. Não compreendemos muitos aspectos fundamentais do amor. Capítulo 2 Ela representa um desafio. O simbolismo existe nas imagens coloridas. As pessoas apaixonam-se e desapaixonam-se. Vão onde os corações se abrem. É previsível. Mereces um lugar no meu baloiço.

Leia mais

Que lugar é este, bicho? Texto: Regina de Sá Ilustrações: Anita Dominoni

Que lugar é este, bicho? Texto: Regina de Sá Ilustrações: Anita Dominoni Que lugar é este, bicho? Texto: Regina de Sá Ilustrações: Anita Dominoni COLEÇÃO PACTOS DE LEITURAS Regina de Sá Que lugar é este, bicho? Ilustrado por Anita Dominoni Salvador Bahia Secretaria da Educação

Leia mais

A Pedagogia do cuidado

A Pedagogia do cuidado Roteiro de Oração na Vida Diária nº 23 A Pedagogia do cuidado Tempo forte na Igreja, inicia-se hoje nossa caminhada de preparação para a Páscoa, no rico tempo da quaresma. Como nos ciclos da natureza,

Leia mais

Reescrevendo poesias

Reescrevendo poesias Reescrevendo poesias Turma Carlos Drummond de Andrade Escola Municipal Córrego São Miguel Rio Piracicaba-2015 As reescritas foram iniciadas a partir da proposta de trabalho para as aulas de Literatura.

Leia mais

Por que você trabalha?

Por que você trabalha? Adriano Lúcio Por que você trabalha? 1ª Edição Rio de Janeiro - RJ 2013 2013 Abrindo Página Editora www.abrindopagina.com Todos os direitos reservados. por que você trabalha? Capa e Diagramação Rosalis

Leia mais

A BÍBLIA, A ARQUEOLOGIA E A HISTÓRIA DE ISRAEL E JUDÁ

A BÍBLIA, A ARQUEOLOGIA E A HISTÓRIA DE ISRAEL E JUDÁ A BÍBLIA, A ARQUEOLOGIA E A HISTÓRIA DE ISRAEL E JUDÁ Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Kaefer, José Ademar A Bíblia, a arqueologia e a história

Leia mais

Sites. www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com. Skype: filha.da.mata

Sites. www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com. Skype: filha.da.mata Sites www.bemestareconhecimento.weebly.com www.universoholisticodoser.weebly.com Skype: filha.da.mata Ritual para o Conselho Cármico Todas as pessoas encarnadas, nesta noite de 31 de (março, junho, setembro

Leia mais

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore

Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Affonso Romano: A glória do autor é virar folclore Com mais de 50 livros publicados, Affonso Romano de Sant Anna é uma das referências da literatura brasileira contemporânea. Agora mesmo, ele está saindo

Leia mais

LIÇÕES DE VIDA. Minha mãe Uma mulher fascinante Guerreira incessante Gerou sete filhos Em tentativa pujante De vencer as dificuldades com amor!

LIÇÕES DE VIDA. Minha mãe Uma mulher fascinante Guerreira incessante Gerou sete filhos Em tentativa pujante De vencer as dificuldades com amor! LIÇÕES DE VIDA Regilene Rodrigues Fui uma menina sem riquezas materiais Filha de pai alcoólatra e mãe guerreira. Do meu pai não sei quase nada, Algumas tristezas pela ignorância e covardia Que o venciam

Leia mais

GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA. Luz 2º CEB. Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online

GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA. Luz 2º CEB. Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online GUIÃO DO PROFESSOR EXPLORA Luz Exploração de conteúdos Preparação da visita Caderno do professor Caderno do aluno Recursos online 2º CEB Introdução O Explora é uma verdadeira floresta de fenómenos naturais.

Leia mais

Editor: Rubens Prates Revisão gramatical: Patrizia Zagni Capa: Victor Bittow Editoração eletrônica: Camila Kuwabata e Carolina Kuwabata

Editor: Rubens Prates Revisão gramatical: Patrizia Zagni Capa: Victor Bittow Editoração eletrônica: Camila Kuwabata e Carolina Kuwabata Novatec Copyright 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer processo, sem prévia

Leia mais

Olá. Esta é minha casa em São Miguelito. São Miguelito é uma pequena cidade com cerca de 50 ou 60 famílias. A cidade tem uma escola, um campo de futebol e algumas igrejas, mas não tem um centro, como a

Leia mais

CATÁLOGO: LIVROS DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS

CATÁLOGO: LIVROS DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS CATÁLOGO: LIVROS DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS PB - Criança 01 Santos, Nilson, 1962 - Filosofia para crianças: investigação e democracia na escola. São Paulo: Nova Alexandria, 2002. 144 p. ISBN 85-7492-070-3

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra

O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra Não percebo nada!!! O Manuel trouxe um papel para dar ao ao senhor Miguel que lhe deu um lindo anel com um grande camafeu mas quem o quer ter na mão não há outra opinião! Que lindos amores eu tenho! lindos,

Leia mais

Videobrasil ff dossier 019>> Cao Guimarães

Videobrasil ff dossier 019>> Cao Guimarães Videobrasil ff dossier 019>> Cao Guimarães Entrevista Concedida a Teté Martinho Publicada (em versão revisada e editada) no site da Associação Cultural Videobrasil http://www.sescsp.org.br/sesc/videobrasil/site/dossier019/sobre_artistas.asp

Leia mais

SERRO Regulamento 1º Concurso de Fotografia Ambiental

SERRO Regulamento 1º Concurso de Fotografia Ambiental SERRO Regulamento 1º Concurso de Fotografia Ambiental Assim vejo minha comunidade O Programa PreservAÇÃO, em parceria com a Prefeitura Municipal de Serro, torna pública a abertura de inscrições e convida

Leia mais

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho.

Coisas de pais. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática. texto 1. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. Você pode utilizar o verso de todas as folhas e a última página como rascunho. partes I e II Língua Portuguesa e Matemática texto 1 Coisas de pais Eu estudava em um colégio bom, ele tinha uma ótima localização.

Leia mais

A garota com cabeça de adulto

A garota com cabeça de adulto A garota com cabeça de adulto Guilherme Cardoso A Garota Com Cabeça De Adulto 1ª Edição Belo Horizonte Edição do Autor 2013 Copyright: Guilherme Cardoso Capa: Felipe Vasconcelos Diagramação: Márcio Rubens

Leia mais

Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela

Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2012 Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela Ano: 2012 Turma: 6 ANO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

000/000. Instruções PROVA DE SEGUNDA FASE 1º DIA FUVEST 2015 04/01/2015 (DOMINGO)

000/000. Instruções PROVA DE SEGUNDA FASE 1º DIA FUVEST 2015 04/01/2015 (DOMINGO) / CAIXA / FUVEST 5 ª Fase Primeiro Dia (//5) Nome Identidade Matérias no º dia (6//5). Sóabraestecadernoquandoofiscalautorizar.. Verifique,nacapadestecaderno,seseunome estácorreto.. Antesdeiniciaraprova,verifiqueseocaderno

Leia mais

Indisciplina, conflitos e bullying na escola

Indisciplina, conflitos e bullying na escola Indisciplina, conflitos e bullying na escola Volume 2 Coleção Desconstruindo a violência na escola: os meus, os seus, os nossos bagunceiros Ana Maria Falcão de Aragão Luciene Regina Paulino Tognetta Telma

Leia mais