Arquitetura Genérica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Arquitetura Genérica"

Transcrição

1 Arquitetura Genérica Antes de tudo, vamos revisar o Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador. Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador O funcionamento de um computador pode ser entendido, de forma bastante simplificada, como o funcionamento de um pequeno escritório de prestação de serviços composto por: Escritório Figura 1 - Analogia do funcionamento de um computador com um escritório 1. Operador executa as instruções referentes aos pedidos de serviços colocados na caixa de entrada. Ele não toma decisões de forma independente (na figura acima, o boneco); 2. Pasta de serviço conjunto ordenado de fichas contendo as instruções necessárias para execução de um determinado serviço (estas pastas estão guardadas dentro do Arquivo Metálico); 3. Arquivo metálico local onde são armazenadas diversas pastas de serviço (item 2) ou pastas com algum tipo de dado; 4. Caixa de entrada local onde são deixadas as solicitações de serviço ou algum dado para execução dos mesmos; 5. Calculadora executa operações aritméticas simples; 6. Caixa de saída local para onde são enviados os resultados dos serviços solicitados; 7. Escaninhos local onde são colocadas as fichas de uma determinada pasta de serviço com as instruções do serviço que estiver sendo executado (serviço solicitado), bem como os dados necessários. Quando as fichas não forem mais necessárias elas são retiradas dos escaninhos;

2 A título de ilustração, suponha que foi deixada na caixa de entrada uma solicitação para execução do serviço denominado fatorial. A pasta correspondente a esse serviço é então retirada do arquivo metálico e suas fichas são colocadas nos escaninhos para que as instruções nelas contidas possam ser executadas. Suponha, sem perda de generalidade, que as fichas foram dispostas da seguinte forma nos escaninhos: Número Conteúdo 1 Coloque o valor 1 no escaninho número 2 3 Solicite um número a ser deixado na caixa de entrada e o coloque no escaninho número. (Suponha que esse número fornecido tenha sido 3). Multiplique (utilizando a calculadora) o conteúdo do escaninho pelo conteúdo do escaninho e guarde o resultado no escaninho. 4 Subtraia (utilizando a calculadora) 1 do conteúdo do escaninho 5 Se o conteúdo do escaninho for maior que zero então volte para o escaninho 3 caso contrário continue no escaninho 6 6 Coloque o conteúdo do escaninho na caixa de saída 7 Pare 8 9 O serviço fatorial começa a ser executado no escaninho 1, e após a execução de cada instrução os escaninhos ficarão com o seguinte aspecto : Página 2

3 Instrução do escaninho Nº Nº do Escaninho Conteúdo 1? Para Caixa de Saída Fim da execução Observação: Em breve identificaremos cada um dos componentes do Escritório (operador, pasta de serviço, arquivo metálico, caixa de entrada, calculadora, caixa de saída e escaninhos) com os componentes correspondentes em um computador. Página 3

4 Arquitetura Genérica dos Computadores Todos os computadores, desde os menores micro-sistemas até os grandes sistemas complexos, consistem em quatro componentes básicos. São eles: DISPOSITIVOS DE ENTRADA E SAÍDA DISPOSITIVOS DE ARMAZENAMENTO ou MEMÓRIA UNIDADE DE CONTROLE UNIDADE DE ARITMÉTICA E LÓGICA Juntas, a Unidade de Controle e a Unidade de Aritmética e Lógica formam a Unidade Central de Processamento (CPU). Abaixo apresentamos um diagrama conhecido como Máquina de Von Neumann (grande nome da informática). Ele representa a Arquitetura Genérica de um Computador: Figura 2 - Arquitetura Genérica de um computador A figura acima indica as funções da CPU: efetuar o processamento (realizar operações lógicas e aritméticas) e gerenciar todo o tráfego de informações entre os componentes básicos do computador (memória, dispositivos de entrada e saída; unidade aritmética e lógica). Unidade de Aritmética e Lógica (UAL ou ALU): Todos os cálculos são realizados nesta unidade. Estes cálculos podem envolver operações aritméticas como adição, subtração, multiplicação e divisão ou operações lógicas como comparação de dois valores para verificar qual é o maior. Página 4

5 Unidade de Controle: A unidade de controle coordena todo o trabalho do computador. É ela quem controla o fluxo de dados entre as demais unidades. A unidade de controle faz com que o dispositivo de entrada leia os dados; transfere valores para a unidade aritmética e lógica, onde os cálculos são executados; armazena e recupera dados A Unidade de Controle opera sob controle do Sistema Operacional (o Windows, por exemplo, será visto posteriormente) e das instruções contidas no programa que está sendo executado. Exercícios 1) Quais os componentes básicos de um computador? 2) A CPU é formada pela e pela ; 3) Quais são as funções da CPU? 4) Dê exemplos de cálculos que são efetuados pela Unidade de Aritmética e Lógica: 5) Dê exemplos de operações lógicas que são efetuadas pela Unidade de Aritmética e Lógica: 6) Qual a importância da Unidade de Controle? Página 5

6 Vamos considerar cada um dos componentes da arquitetura genérica dos computadores com maiores detalhes: Dispositivos de Entrada e Saída Caixa de Entrada e Caixa de Saída na analogia com o escritório (Figura 1). Qualquer sistema de computação não teria utilidade se não pudesse comunicar-se com o mundo exterior, isto é feito através de dispositivos de entrada e saída. Os dispositivos de entrada fornecem o meio pelo qual os dados (e as instruções, como veremos) são transmitidos ao computador. Já os dispositivos de saída são necessários à apresentação dos resultados. Tendo em conta a interação homem/máquina são ditos dispositivos de entrada os seguintes equipamentos: leitora de cartões, mouse, teclado, tela sensível a toque, microfone, canetas ópticas, digitalizadores etc. No caso de interação máquina/máquina teríamos placas de redes, modem etc. Estes dispositivos seriam tanto de entrada como de saída. Os dispositivos de saída podem ser os seguintes equipamentos: impressora, perfuradora de cartões, monitores de vídeo, alto-falantes, plotadores, etc. Exercícios 7) O que são dispositivos de entrada? Exemplifique: 8) O que são dispositivos de saída? Exemplifique: Página 6

7 Dispositivos de Armazenamento ou Memória Escaninhos e Arquivo Metálico na analogia com o escritório (Figura 1). Estes dispositivos são divididos em dois tipos: Memória Principal ou Interna e Memória Secundária ou Auxiliar ou Externa. Os programas, e os dados necessários à sua execução têm que estar carregados na memória denominada de principal para que possam ser executados pela UCP. Todo computador vem com uma certa quantidade de memória principal (interna) na forma de semicondutores ou CHIPS, juntamente com memória secundária (auxiliar ou externa) esta na forma de, por exemplo, disco ou fitas magnéticas. Estas duas formas de memória diferem tanto em características quanto em finalidades. Memória Principal Escaninhos na analogia com o escritório (Figura 1). Chamamos de memória do computador qualquer meio que a máquina utilize para armazenar ou recuperar informações. Quase todo tipo de processamento implica no armazenamento de informações, seja em caráter temporário ou permanente. Essa necessidade depende do programa e do usuário. Por exemplo, alguém pode usar um processador de texto para escrever um bilhete e imprimi-lo sem gravar o documento para uso posterior. Nesse caso, o texto ficou armazenado apenas na memória principal, pelo tempo que o usuário levou para digitá-lo e imprimi-lo. Na maioria das vezes, o usuário grava o texto na forma de um documento, em um hard disk (HD) ou disquete, para ser usado em outra ocasião. Classificamos as memórias em dois tipos distintos: memória principal e memória auxiliar. A memória principal está localizada dentro do gabinete, diretamente ligada à UCP. É fabrica em forma de chip e caracteriza-se pela alta velocidade com que pode ser acessada e pelo tamanho reduzido. A memória principal pode ser dividida em três grupos: a memória RAM, a memória ROM e a memória CACHE. Memória RAM Os programas que estão sendo executados devem residir (estar carregados), juntamente com os dados necessários a sua execução, na memória principal RAM que é aquela que é acessada diretamente pelo microprocessador. Por ser cara, devido ao material e a tecnologia utilizada na sua fabricação, a memória RAM é um recurso escasso na maioria dos sistemas. Trata-se de uma memória que permite acesso direto a qualquer uma de suas partes. Daí o nome RAM (Memória de Acesso Randômico). A memória RAM possui como características principais a alta velocidade de acesso, a possibilidade de ser lida e gravada durante o processamento e o fato de não reter a informação caso seja interrompido o fornecimento de energia, por isso dizemos que a memória RAM é volátil. Página 7

8 Memória ROM (Read Only Memory Memória Apenas para Leitura) A ROM também pode ser acessada\lida diretamente pelo microprocessador, mas seu conteúdo não é perdido quando o computador é desligado (ela não é volátil) sendo, entretanto, mais lenta do que a RAM. A ROM quando surgiu era um tipo de memória apenas de leitura (seus dados não poderiam ser alterados), destinada a armazenar informações referentes ao hardware do computador. Atualmente existem os seguintes tipos de ROM: ROM propriamente dita não pode ser programada nem alterada. Utilizada em dispositivos tais como: calculadoras, telefones celulares etc.; PROM (Programmable ROM) essa ROM pode ser programada por um equipamento especial usado em laboratórios, mas não pode ser modificada. Útil, por questões de segurança, para quem desenvolve algum tipo de hardware específico; EPROM (Erasable PROM) é uma ROM que pode ser apagada e reprogramada com um software especial. Estes procedimentos têm que ser feitos com aparelhos em laboratórios eletrônicos, como emissores de luz ultra-violeta; EEPROM (Eletrical Erasable PROM) Essa PROM pode ser apagada e reprogramada com um software especial. Normalmente as placas-mãe têm EEPROMS para armazenar o BIOS, permitindo sua atualização. Página 8

9 O que é BIOS? Nos microcomputadores existe um CHIP muito importante chamado BIOS (Basic Input- Output System Sistema Básico de Entrada e Saída). O BIOS tem várias funções, entre as quais, a de realizar a partida do computador. Quando ligamos o computador, o BIOS realiza a contagem de memória, faz uma rápida checagem do funcionamento dos computador e realiza a carga do Sistema Operacional (será visto posteriormente) que está armazenado no disco. O BIOS é um CHIP de memória ROM, constitui um circuito eletrônico com um programa gravado. Cada fabricante tem o seu CHIP BIOS específico, de acordo com os componentes do computador que produz. Entretanto, quando alguma parte do hardware é modificada, uma troca de um disco rígido (winchester), por exemplo, o BIOS precisa ser atualizado com as características deste novo componente para realizar seu trabalho. Para atender a esta necessidade, atualmente, o CHIP BIOS é gravado num tipo de ROM chamado EEPROM (Eletrical Erasable Programmable ROM) que permite a atualização do BIOS. Página 9

10 Memória CACHE Quando o computador efetua uma leitura ou uma gravação em um meio de armazenamento externo (memória secundária) qualquer, como um winchester ou um drive, este acesso atrasa muito o processamento, pois estes equipamentos dependem de movimentar peças mecânicas. Por isso alguns equipamentos são dotados de uma memória que tem características de funcionamento muito peculiares e que pode acelerar o processamento da seguinte forma: O sistema operacional monitora os acessos ao winchester (memória secundária), verificando quais os dados estão sendo lidos com maior freqüência e quando for solicitada a leitura de um determinado dado que já vinha sendo monitorado, o sistema operacional armazena na CACHE uma quantidade de informação maior do que aquela que foi solicitada no momento. Quando se faz uma nova solicitação de leitura desse dado, a CPU verifica primeiro se esta informação esta armazenada na memória cache. Como a memória CACHE é muito mais rápida que a memória RAM e mais ainda que um Winchester, economiza-se muito do tempo necessário para levar a informação ao processador. Página

11 Memória Secundária ou Auxiliar Arquivo Metálico na analogia com o escritório (Figura 1). Conforme foi visto, a memória principal é escassa, por isso, toda a informação desnecessária (naquele momento) para a execução de uma determinada tarefa/programa pelo computador, deve ser relegada ao armazenamento na memória externa/secundária/auxiliar, cuja capacidade pode ser quase ilimitada, mas que apresentam tempos maiores de recuperação das informações (são dispositivos mais lentos). A memória auxiliar é constituída por todos os equipamentos ligados ao computador (periféricos) que se prestam ao armazenamento de informações, tais como os discos magnéticos (rígidos (winchester) ou flexíveis (disquetes)), as unidades de fitas magnéticas e os discos óticos (CD-ROM). Não são voláteis e tendo uma capacidade de armazenamento muito superior à da memória principal, proporcionalmente à quantidade de dados que grava, tem um custo muito mais baixo. Custo alto Velocidade alta Baixa capacidade Registradores (vide figura 6) Memória cache Memória principal Custo baixo Velocidade baixa Elevada capacidade Discos CD Rom Figura 3 - Hierarquia de memória Memória secundária Página

12 Exercícios 9) Quais são os dois tipos de dispositivos de armazenamento? ) Diferencie as memórias: a. RAM: b. ROM: c. CACHE: ) Especifique cada um dos tipos de memória ROM: a. ROM: b. PROM: c. EPROM: d. EEPROM: 12) O que é BIOS? 13) Qual a função do BIOS? 14) O que é memória secundária? Exemplifique: Página 12

13 A CPU (Central Processing Unit ou Unidade Central de Processamento UCP) Calculadora e Boneco na analogia com o escritório (Figura 1) Composta pela Unidade de Aritmética e Lógica e pela Unidade de Controle, a CPU é responsável pelo processamento e controle dos programas e dados armazenados na memória principal. Seu principal elemento é o chip processador. As funções da CPU são efetuar o processamento (realizar operações lógicas e aritméticas) e gerenciar todo o tráfego de informações entre os componentes básicos do computador (memória, dispositivos de entrada e saída; unidade aritmética e lógica) veja a Figura 2. A CPU é auxiliada por vários circuitos que desempenham diversas funções. Por exemplo, quando você pressiona uma tecla, faz com que o teclado transmita o código da tecla pressionada. Este código é recebido por um circuito chamado de interface de teclado. Ao receber o código de uma tecla, a interface de teclado avisa a CPU que existe um caráter recebido. Por outro lado, quando a CPU precisa enviar uma mensagem para o usuário, precisa que a mensagem seja colocada na tela. Isto é feito com auxílio de um circuito chamado de interface de vídeo. A CPU envia para a interface de vídeo, a mensagem, seja ela em forma de texto ou figura. A interface de vídeo coloca então a mensagem na tela. A interface é um circuito eletrônico que controla a interligação entre dois dispositivos do computador. Página 13

14 O Barramento Barramento ou BUS é o nome dado ao meio de transporte dos bits entre o processador e os demais componentes do computador, ou seja, é o local físico na placa principal do computador (também chamada de placa mãe) por onde trafegam os bits que saem da memória para o processador, do processador para as outras placas instaladas no computador, etc. A largura do barramento é a quantidade de dados (bits) que a CPU pode transmitir em um determinado momento para a memória principal e os periféricos. Um barramento de 32 bits transporta 32 bits de dados por vez. Figura 4 - Esquema do Barramento Página 14

15 Velocidade do Processador O tráfego das informações, envio de dados do processador para um outro elemento (a memória principal, por exemplo), é feito eletronicamente e gasta um certo tempo T, medido em segundos (na verdade em frações de segundo). O inverso do tempo gasto nesta emissão, 1/T, é a sua freqüência, que medida em hertz (Hz). Dizer que um processador tem uma alta velocidade de emissão de dados é o mesmo que dizer que ele gasta pouco tempo na emissão de um conjunto de bits ou que possui uma alta freqüência de emissão. Podemos então afirmar que uma alta freqüência implica alta velocidade de emissão de dados. O fato de o processador de um determinado computador emitir dados com uma alta freqüência (também chamada de clock) não implica necessariamente que tal computador tenha uma alta velocidade de processamento. Vários são os fatores que influenciam a velocidade do processamento no computador além do clock do seu processador. O primeiro deles é a palavra 1 interna do processador, ou seja, quantos bits ele processa a cada vez. Se o computador tem um único processador ou mais. Se cada elemento do computador opera com a mesma freqüência e com o mesmo número simultâneo de bits (palavra) que o processador. O tamanho do barramento, etc. O conjunto de todos esses aspectos determina a velocidade de processamento de um computador. 1 Unidade de endereçamento da memória será detalhada oportunamente Página 15

16 Exercícios 15) O que é barramento? 16) Conceitue clock: 17) Que fatores influenciam na velocidade do computador? Página 16

17 Unidade de Aritmética e Lógica (UAL ou ALU) Calculadora na analogia com o escritório (Figura 1) Todos os cálculos são realizados nesta unidade. Estes cálculos podem envolver operações aritméticas como adição, subtração, multiplicação e divisão ou operações lógicas como comparação de dois valores para verificar qual é o maior. Quando um cálculo é realizado, torna-se necessário freqüentemente levar e trazer informações da memória principal à medida que os cálculos ocorrem. Unidade de Controle Boneco na analogia com o escritório (Figura 1). A unidade de controle coordena todo o trabalho do computador. É ela quem controla o fluxo de dados entre as demais unidades. A Unidade de Controle opera sob controle do Sistema Operacional (que será visto posteriormente) e das instruções contidas no programa (escrito pelo programador) que está na memória principal, ou seja, sendo executado. A unidade de controle faz com que o dispositivo de entrada leia os dados, transfira valores adequados da memória para a unidade de aritmética e lógica, onde os cálculos são executados, armazena e recupera dados e resultados intermediários guardados na memória principal e passa os resultados para o dispositivo de saída. Além disso, ela determina à unidade de aritmética e lógica quais as operações a serem realizadas e em que ordem. A Unidade de controle é a parte do processador que controla o ciclo da máquina. A simples adição de dois números requer vários ciclos. Como o computador só pode realizar uma tarefa por vez, cada operação deve ser subdividida em operações simples. Um ciclo de máquina é composto por quatro etapas: - Fetch: obtém uma instrução da Memória Principal; - Decode: traduz a instrução em comandos do computador; - Execute: processa o comando; - Store: grava o resultado do comando na memória principal; Figura 5 - Ciclo da máquina Página 17

18 Para somar dois números, o computador precisaria executar as seguintes tarefas: Figura 6 - Raio X de um processador 1. Fetch: Obtenha o número no endereço de memória xxxxxx (vamos supor que seja o 2); 2. Decode; 3. Execute: A ALU recebe o número; 4. Store: o número 2 é armazenado em um local temporário da memória principal; 5-8. Repete as etapas anteriores para o número 3; 9. Fetch: Adicione os dois números ;. Decode;. Execute: A ALU soma os números; 12. Store: A resposta é armazenada em um local temporário; 13. Fetch: Exiba a resposta na tela ; 14. Decode 15. Execute: o resultado é exibido; Página 18

19 Exercícios 18) Qual a função da Unidade Aritmética e Lógica? 19) Qual a função da Unidade de Controle? 20) O que é ciclo de máquina? 21) Explique cada uma das 4 etapas de um ciclo de máquina: Página 19

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio Memórias Memória: é o componente de um sistema de computação cuja função é armazenar informações que são, foram ou serão manipuladas pelo sistema. Em outras

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Estrutura de um Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Hardware e Software HARDWARE: Objetos Físicos que compões o computador Circuitos Integrados, placas, cabos, memórias, dispositivos

Leia mais

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento

ILHA I GERENCIAMENTO DE CONTEÚDO CMS DISCIPLINA: Introdução à Computação MÓDULO II Memórias e Processamento MÓDULO II Memórias e Processamento Esse módulo irá relatar sobre as memórias seus tipos e a ligação com os tipos variados de processamento. Leia atentamente todo o conteúdo e participe dos fóruns de discursão,

Leia mais

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 1. ARQUITETURA DO COMPUTADOR- HARDWARE Todos os componentes físicos constituídos de circuitos eletrônicos interligados são chamados

Leia mais

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Colegiado de Engenharia de Computação Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Aulas 10 (semestre 2011.2) Prof. Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto, M.Sc. rosalvo.oliveira@univasf.edu.br 2 Hardware

Leia mais

SISTEMAS INFORMÁTICOS

SISTEMAS INFORMÁTICOS SISTEMAS INFORMÁTICOS Nesta apresentação, aprenderá a distinguir Hardware de software, identificar os principais componentes físicos de um computador e as suas funções. Hardware e Software Estrutura de

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Hardware X Software Memória do Computador Hardware X Software Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada

Leia mais

7) Qual a importância da Unidade de Controle?

7) Qual a importância da Unidade de Controle? 2) 3) 4) 5) 6) 7) Qual a importância da Unidade de Controle? Vamos considerar cada um dos componentes da arquitetura genérica dos computadores com maiores detalhes: Dispositivos de Entrada e Saída Caixa

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução A informática é uma área que atualmente vem evoluindo muito rapidamente. A cada dia se torna mais importante

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br

Computação I. Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br Computação I Profa. Márcia Hellen Santos marciasantos@uepa.br MÓDULO I- Introdução à Informática Hardware Hardware? HARDWARE é a parte física do computador. É o conjunto de componentes mecânicos, elétricos

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL Entendendo o Computador Componentes do Computador COMPONENTES DO COMPUTADOR Tabela ASCII A sigla ASCII deriva de American Standard Code for Information Interchange, ou seja, Código no Padrão Americano

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura

Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura Capítulo 1 Os Computadores e a Sua Arquitetura Neste capítulo nós trataremos de alguns conceitos básicos sobre o modelo de arquitetura dos computadores modernos, seus componentes e suas principais funções.

Leia mais

Introdução. Hardware (Parte II) Informações Adicionais. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação

Introdução. Hardware (Parte II) Informações Adicionais. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Introdução à Computação Hardware (Parte II) Informações Adicionais Prof. a Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo joseana@computacao.ufcg.edu.br

Leia mais

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 1 2 Revisão de Hardware 2.1 Hardware O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 2.1.1 Processador O Processador

Leia mais

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias:

MEMÓRIA. A memória do computador pode ser dividida em duas categorias: Aula 11 Arquitetura de Computadores - 20/10/2008 Universidade do Contestado UnC/Mafra Sistemas de Informação Prof. Carlos Guerber MEMÓRIA Memória é um termo genérico usado para designar as partes do computador

Leia mais

3. Arquitetura Básica do Computador

3. Arquitetura Básica do Computador 3. Arquitetura Básica do Computador 3.1. Modelo de Von Neumann Dar-me-eis um grão de trigo pela primeira casa do tabuleiro; dois pela segunda, quatro pela terceira, oito pela quarta, e assim dobrando sucessivamente,

Leia mais

Componentes de um Computador Típico

Componentes de um Computador Típico Componentes de um Computador Típico Assim como em um aparelho de dvd, no qual é necessário ter o aparelho de dvd e um dvd contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Prof. Sandrina Correia

Prof. Sandrina Correia Tecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Definir os conceitos de Hardware e Software Identificar os elementos que compõem um computador

Leia mais

Unidade Central de Processamento (CPU) Processador. Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01

Unidade Central de Processamento (CPU) Processador. Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01 Unidade Central de Processamento (CPU) Processador Renan Manola Introdução ao Computador 2010/01 Componentes de um Computador (1) Computador Eletrônico Digital É um sistema composto por: Memória Principal

Leia mais

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Informática. Aulas: 01 e 02/12. Prof. Márcio Hollweg. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Informática Aulas: 01 e 02/12 Prof. Márcio Hollweg UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação)

AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) AULA TEÓRICA 2 Tema 2. Conceitos básicos de informática, computadores e tecnologias de informação. Sistemas de numeração (continuação) Digitalização. Arquitectura básica do hardware. Input, processamento,

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Organização Básica do Computador

Organização Básica do Computador Organização Básica do Computador Modelo de Von Neumann MEMÓRIA ENTRADA ARITMÉTICA LÓGICA SAÍDA CONTROLE Modelo de Von Neumann Introduziu o conceito do computador controlado por programa armazenado. Todo

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador

Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador 1 Arquitetura e Organização de Computadores Introdução à Organização do Computador Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Curso: Sistemas de Informação Introdução 2 O Computador é uma ferramenta que

Leia mais

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 MEMÓRIA CONCEITO Bit- 0 1 Essência de um sistema chamado BIESTÁVEL Ex: Lâmpada 0 apagada 1 acesa 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 A que se destina a memória: Armazenamento das instruções

Leia mais

for Information Interchange.

for Information Interchange. 6 Memória: 6.1 Representação de Memória: Toda a informação com a qual um sistema computacional trabalha está, em algum nível, armazenada em um sistema de memória, guardando os dados em caráter temporário

Leia mais

MANUTENÇÃO DE MICRO. Mário Gomes de Oliveira

MANUTENÇÃO DE MICRO. Mário Gomes de Oliveira MANUTENÇÃO DE MICRO Mário Gomes de Oliveira 1 IRQ Pedido de atenção e de serviço feito à CPU, para notificar a CPU sobre a necessidade de tempo de processamento. 2 IRQ (Interrupt Request line ou Linha

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1 Computadores Computadores 1 Introdução Componentes: Processador; UC; Registradores; ALU s, FPU s, etc. Memória (Sistema de armazenamento de informações; Dispositivo de entrada e saída. Computadores 2 Introdução

Leia mais

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal Organização Operações de leitura e escrita Capacidade http://www.ic.uff.br/~debora/fac! 1 2 Componente de um sistema

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

Conceitos Básicos. Conceitos Básicos Memória

Conceitos Básicos. Conceitos Básicos Memória Infra-Estrutura de Hardware Conceitos Básicos Memória Prof. Edilberto Silva www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Sumário Bits de Memória Ordem de Bytes Conceitos Básicos Memória Secundária Códigos de Correção

Leia mais

Memórias Prof. Galvez Gonçalves

Memórias Prof. Galvez Gonçalves Arquitetura e Organização de Computadores 1 s Prof. Galvez Gonçalves Objetivo: Compreender os tipos de memória e como elas são acionadas nos sistemas computacionais modernos. INTRODUÇÃO Nas aulas anteriores

Leia mais

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1

Microprocessadores. Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Microprocessadores Prof. Leonardo Barreto Campos 1 Sumário Introdução; Arquitetura de Microprocessadores; Unidade de Controle UC; Unidade Lógica Aritméticas ULA; Arquitetura de von Neumann; Execução de

Leia mais

ROM e RAM. Memórias 23/11/2015

ROM e RAM. Memórias 23/11/2015 ROM e RAM Memórias Prof. Fabrício Alessi Steinmacher. Para que o processador possa executar suas tarefas, ele busca na memória todas as informações necessárias ao processamento. Nos computadores as memórias

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores

Introdução à Arquitetura de Computadores 1 Introdução à Arquitetura de Computadores Hardware e software Organização de um computador: Processador: registradores, ALU, unidade de controle Memórias Dispositivos de E/S Barramentos Linguagens de

Leia mais

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB Calculando a capacidade de disco: Capacidade = (# bytes/setor) x (méd. # setores/trilha) x (# trilhas/superfície) x (# superfícies/prato) x (# pratos/disco) Exemplo 01: 512 bytes/setor 300 setores/trilha

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25

Informática. Prof. Macêdo Firmino. Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25 Informática Prof. Macêdo Firmino Introdução a Informática Macêdo Firmino (IFRN) Informática Setembro de 2011 1 / 25 O Que é um Computador? É uma máquina composta de um conjunto de partes eletrônicas e

Leia mais

AULA: Introdução à informática Computador Digital

AULA: Introdução à informática Computador Digital Campus Muriaé Professor: Luciano Gonçalves Moreira Disciplina: Informática Aplicada AULA: Introdução à informática Computador Digital Componentes de um computador digital : Hardware Refere-se às peças

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos

Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 5 Flávia Maristela (flaviamsn@ifba.edu.br) Arquitetura de Von Neumann e as máquinas modernas Onde

Leia mais

Introdução à Engenharia de Computação

Introdução à Engenharia de Computação Introdução à Engenharia de Computação Tópico: Organização Básica de um Computador Digital Introdução à Engenharia de Computação 2 Componentes de um Computador Computador Eletrônico Digital É um sistema

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE HARDWARE Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA COMPUTADOR QUANTO AO TIPO COMPUTADOR SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO o Analógico o Digital o Híbrido o Hardware (parte física)

Leia mais

Dispositivos de Entrada e Saída

Dispositivos de Entrada e Saída SEL-0415 Introdução à Organização de Computadores Dispositivos de Entrada e Saída Aula 9 Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira ENTRADA e SAÍDA (E/S) (I/O - Input/Output) n Inserção dos dados (programa)

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 Unidades de armazenamento

Leia mais

O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema.

O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema. O processador é composto por: Unidade de controlo - Interpreta as instruções armazenadas; - Dá comandos a todos os elementos do sistema. Unidade aritmética e lógica - Executa operações aritméticas (cálculos);

Leia mais

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória

b) Estabilizador de tensão, fonte no-break, Sistema Operacional, memória principal e memória CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA SISUTEC DISCIPLINA: INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO PROF.: RAFAEL PINHEIRO DE SOUSA ALUNO: Exercício 1. Assinale a opção que não corresponde a uma atividade realizada em uma Unidade

Leia mais

Infra-Estrutura de Hardware

Infra-Estrutura de Hardware Infra-Estrutura de Hardware P r o f. W i l t o n O. F e r r e i r a U n i v e r s i d a d e F e d e r a l R u r a l d e P e r n a m b u c o U F R P E 1 º S e m e s t r e / 2 0 1 2 Conteúdo da aula Hardware

Leia mais

Introdução aos Computadores

Introdução aos Computadores Os Computadores revolucionaram as formas de processamento de Informação pela sua capacidade de tratar grandes quantidades de dados em curto espaço de tempo. Nos anos 60-80 os computadores eram máquinas

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Aula 04: Subsistemas de Memória SUBSISTEMAS DE MEMÓRIA Tipos de memória: de semicondutores (ROM, PROM, EPROM, EEPROM, Flash, RAM); magnéticas (discos e fitas) e... óticas( CD

Leia mais

Informática Aplicada à Química. Hardware - armazenamento

Informática Aplicada à Química. Hardware - armazenamento Informática Aplicada à Química Hardware - armazenamento Armazenamento de Dados e a CPU Dois tipos de armazenamento: Armazenamento primário (memória): Armazena dados temporariamente. A CPU referencia-o

Leia mais

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias Visão Geral da Arquitetura de Computadores Prof. Elthon Scariel Dias O que é Arquitetura de Computadores? Há várias definições para o termo arquitetura de computadores : É a estrutura e comportamento de

Leia mais

2012/2013. Profª Carla Cascais 1

2012/2013. Profª Carla Cascais 1 Tecnologias de Informação e Comunicação 7º e 8º Ano 2012/2013 Profª Carla Cascais 1 Conteúdo Programático Unidade 1 Informação/Internet Unidade 2 Produção e edição de documentos -Word Unidade 3 Produção

Leia mais

Sistemas Operacionais. Revisando alguns Conceitos de Hardware

Sistemas Operacionais. Revisando alguns Conceitos de Hardware Sistemas Operacionais Revisando alguns Conceitos de Hardware Sumário Hardware Processador Memória principal Cache Memória secundária Dispositivos de E/S e barramento Pipelining Arquiteturas RISC e CISC

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Correcção da ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas

Leia mais

Componentes de um Computador: Modelo Von Neumann

Componentes de um Computador: Modelo Von Neumann Componentes de um Computador: Modelo Von Neumann Modelo de Von Neumann O nome refere-se ao matemático John Von Neumann que foi considerado o criador dos computadores da forma que são projetados até hoje.

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann

Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann Introdução à Computação: Arquitetura von Neumann Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

CPU Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

CPU Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 4. i. Introdução ii. O Trabalho de um Processador iii. Barramentos iv. Clock Interno e Externo v. Bits do Processador

Leia mais

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático

Introdução. à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Introdução à Estrutura e Funcionamento de um Sistema Informático Estrutura básica de um sistema informático Componentes de um sistema informático O interior de um PC A placa principal ou motherboard O

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 7 Unidade Central de Processamento (UCP): O processador é o componente vital do sistema de computação, responsável pela realização das operações de processamento e de controle, durante a execução de um

Leia mais

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída

Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Fundamentos de Sistemas de Informação Hardware: Dispositivos de Entrada, Processamento e Saída Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Introdução O uso apropriado da tecnologia pode garantir

Leia mais

Escola. Europeia de. Ensino. Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Escola. Europeia de. Ensino. Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES Escola Europeia de t Ensino Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES TRABALHO REALIZADO: ANDRÉ RIOS DA CRUZ ANO LETIVO: 2012/ 2013 TÉCNICO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS 2012 / 2013 3902 Escola

Leia mais

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional

UCP. Memória Periféricos de entrada e saída. Sistema Operacional Arquitetura: Conjunto de elementos que perfazem um todo; estrutura, natureza, organização. Houaiss (internet) Bit- Binary Digit - Número que pode representar apenas dois valores: 0 e 1 (desligado e ligado).

Leia mais

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica.

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica. Técnica - Conjunto de processos que constituem uma arte ou um ofício. Aplicação prática do conhecimento científico. Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte,

Leia mais

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação Conceitos Introdutórios Informática Informática - Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. INSTITUTO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P. Centro de Emprego e Formação Profissional da Guarda Curso: Técnico de Informática Sistemas (EFA-S4A)-NS Trabalho Realizado Por: Igor_Saraiva nº 7 Com

Leia mais

Software. Professora Milene Selbach Silveira Prof. Celso Maciel da Costa Faculdade de Informática - PUCRS

Software. Professora Milene Selbach Silveira Prof. Celso Maciel da Costa Faculdade de Informática - PUCRS Software Professora Milene Selbach Silveira Prof. Celso Maciel da Costa Faculdade de Informática - PUCRS ESQUEMA DE UM SISTEMA DE COMPUTADOR Unidades de Entrada - Teclado - Scanner - Caneta Ótica - Leitora

Leia mais

MODULO II - HARDWARE

MODULO II - HARDWARE MODULO II - HARDWARE AULA 01 O Bit e o Byte Definições: Bit é a menor unidade de informação que circula dentro do sistema computacional. Byte é a representação de oito bits. Aplicações: Byte 1 0 1 0 0

Leia mais

Organização de Computadores

Organização de Computadores Organização de Computadores SUMÁRIO Arquitetura e organização de computadores Hardware Software SUMÁRIO Arquitetura e organização de computadores Terminologia básica Hardware Software Arquitetura e organização

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email:

AULA 1. Informática Básica. Gustavo Leitão. gustavo.leitao@ifrn.edu.br. Disciplina: Professor: Email: AULA 1 Disciplina: Informática Básica Professor: Gustavo Leitão Email: gustavo.leitao@ifrn.edu.br Estudo de caso Empresa do ramo de seguros Presidência RH Financeiro Vendas e Marketing TI CRM Riscos Introdução

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC

FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC FACULDADE PITÁGORAS PRONATEC DISCIPLINA: ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Objetivos Ao final desta apostila,

Leia mais

Hardware e Software. Exemplos de software:

Hardware e Software. Exemplos de software: Hardware e Software O hardware é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos. Em complemento ao

Leia mais

Sistemas Operacionais. Roteiro. Hardware. Marcos Laureano

Sistemas Operacionais. Roteiro. Hardware. Marcos Laureano Sistemas Operacionais Marcos Laureano 1/25 Roteiro Estrutura de um sistema operacional Interrupções Proteção do núcleo Níveis de privilégio Chamadas de sistema 2/25 Mono-processadores atuais seguem um

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação

Tecnologias da Informação e Comunicação CPU Unidade Central de Processamento Memórias A placa principal (motherboard) Dispositivos de entrada e saída de dados CPU Unidade Central de Processamento O processador ou Unidade Central de Processamento

Leia mais

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética

Memória principal; Unidade de Controle U C P. Unidade Lógica e Aritmética Tecnologia da Administração Computador: origem, funcionamento e componentes básicos Parte II Sumário Introdução Origem Funcionamento Componentes Básicos Referências Sistema Binário O computador identifica

Leia mais

Escola Secundária de Emídio Navarro

Escola Secundária de Emídio Navarro Escola Secundária de Emídio Navarro Curso Secundário de Carácter Geral (Agrupamento 4) Introdução às Tecnologias de Informação Ficha de trabalho N.º 1 1. Refere algumas das principais áreas das Tecnologias

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Sistema computacional Sistemas feitos para resolver problemas Problema: como obter determinado resultado, com base em dados

Leia mais

Arquitectura dos processadores

Arquitectura dos processadores Arquitectura dos processadores Outra arquitectura foi desenvolvida pela Motorola para os Apple Macintosh.(incompativel com o PC - IBM). Passaram a existir duas arquitecturas de processadores: CISC (Complex

Leia mais

ISL - Introdução. Sistema. Binário. Introdução. Tipos de Computador. Sub title text goes here. Unused Section Space 2. Unused Section Space 1

ISL - Introdução. Sistema. Binário. Introdução. Tipos de Computador. Sub title text goes here. Unused Section Space 2. Unused Section Space 1 ISL - Introdução Sub title text goes here Introdução Tipos de Computador Sistema Computacional Processamento de Dados Arquitetura Sistema Binário Software Unused Section Space 1 Exercício Unused Section

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio

Curso Técnico de Nível Médio Curso Técnico de Nível Médio Disciplina: Informática Básica 2. Hardware: Componentes Básicos e Funcionamento Prof. Ronaldo Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade

Leia mais

Componentes de um Sistema de Computador

Componentes de um Sistema de Computador Componentes de um Sistema de Computador HARDWARE: unidade responsável pelo processamento dos dados, ou seja, o equipamento (parte física) SOFTWARE: Instruções que dizem o que o computador deve fazer (parte

Leia mais