DEm. CHEQUEo SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL CARTILHA AA Teste. Consumidor C3 R$ Série

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEm. CHEQUEo SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL 101.675.6CARTILHA 018 291 0193 1 101.675.6 0 AA 000041 8. Teste. Consumidor C3 R$ Série"

Transcrição

1 N. Data Favorecido CARTILHA CARTILHA Comp Banco Agência C1 Conta Número C2 Série Cheque Número C3 R$ AA Pague por este cheque a quantia de Saldo Anterior Lançamentos a dede ou à sua ordem,, de DEdem DEm Este Cheque Saldo Atual Cliente bancario Consumidor CHEQUEo Teste e desde 11/2006 CPF SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL

2 Caro leitor, Esta cartilha quer mostrar a você, de maneira descontraida, alguns procedimentos a serem seguidos ao receber cheques em transações comerciais. Seguindo as dicas fornecidas nas próximas páginas o recebimento de cheques se tornará mais seguro, permitindo a identifi cação de fraudes e a redução de prejuízos para o seu estabelecimento.

3

4 N. Data Favo recido Saldo Anterior Lançamentos Este Cheque Saldo Atual Comp Banco Agência C1 Conta Número C2 Série Cheque Número C3 R$ Sumário AA Pague por este cheque a quantia de Recebendo cheques com segurança 05 a Cuidado com fraudes 09,, de Algumas modalidades de falsifi cação de 15 Motivos de devolução de cheques 25 Consumidor Teste SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL ou à sua ordem Cliente bancario desde 11/2006 CPF Roubo, perda e extravio de cheques 41

5 ANOTAÇÕES

6 1 Recebendo cheques com segurança Confi ra se o cheque foi corretamente preenchido; Solicite ao cliente a apresentação do cartão do banco e de um documento de identidade - original ou cópia autenticada; Confira os números do RG, do CPF e a assinatura que estão no cheque com os que constam nos documentos apresentados e no cartão do banco; Verifique se a foto no documento é do emitente ou se tem sinal de,, adulteração; Faça a consulta do cheque em uma das opções de consultas disponibilizadas pelo SPC ou outro banco de dados de sua preferência. 5

7 ANOTAÇÕES

8 1 Recebendo cheques com segurança Existem várias opções de consultas: o simples acesso às informações sobre emitentes de cheques sem fundos cadastrados no Banco Central (CCF); a obtenção de informações sobre cheques sustados e cancelados por roubo, furto ou extravio; informações cadastrais ou, também informações sobre pendências de crédito, protestos, ações, ou ainda outras eventuais irregularidades, a exemplo de CPFs que tenham sido cancelados pela Receita Federal; Confira os dados que estão na parte superior e na inferior do cheque em barras, denominado CMC7 - código do Banco e da Agência no primeiro campo; código da compensação (Comp),, e número do cheque no segundo campo; e número da conta no terceiro campo. Lembre-se apenas que o último número no primeiro e no terceiro campos correspondem aos dígitos verificadores e no segundo campo se refere ao tipo de cheque; N. Data Favorecido Saldo Anterior Lançamentos Este Cheque Saldo Atual Comp Banco Agência C1 Conta Número C2 Série Cheque Número C3 R$ AA Pague por este cheque a quantia de Consumidor Teste a ou à sua ordem,, de de Cliente bancario desde 11/2006 CPF SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL

9 ANOTAÇÕES

10 2 Cuidado com Fraudes 9 Cuidado com fraudes. Há falsificações em que partes adulteradas são coladas no cheque - valor por extenso e em algarismos e os números e códigos da parte superior e inferior. Essa forma de falsificação pode ser percebida com uma verificação mais atenta, de preferência contra a luz, pelo tato ou dobrando a folha de cheque de forma arredondada (Ç), para não amassá-lo. Com o cheque dobrado dessa forma, movimente as laterais para cima e para baixo. Nesse movimento, a parte colada geralmente descola, revelando a falsificação. A colagem também,, pode ser percebida pela interrupção ou descontinuidade da linha vertical de segurança, na forma de serpentina, com o nome do banco impresso em letras pequenas nas folhas de cheques, em posições que se alteram a cada folha. Essa serpentina é uma das características de segurança impressa nos cheques exatamente para evitar falsifi cações. As demais são o código magnético impresso em barras na parte inferior,

11 ANOTAÇÕES

12 2 Cuidado com Fraudes a qualidade do papel e as características de impressão na frente e no verso. Repa- re nos pequenos detalhes impressos nas folhas de cheque, que difi cilmente podem ser reproduzidos com fi delidade pelas copiadoras. Em caso de desconfi ança, solicite ao emitente que assine também no verso do que e compare as assinaturas. che- Anote no verso do cheque os números de telefone e RG do emitente. Se necessário, ligue no ato para confi rmar a validade,, do telefone informado. Persistindo dúvida, condicione a venda à prévia compensação do cheque. Tenha maiores cuidados ao receber de terceiros, previamente preenchidos ou somente assinados. Não aceite cheques rasurados. Eles podem ser devolvidos pelos bancos. CÓD. AGÊNCIA N. DA CONTA DEPOSITANTE? a???? 11

13 ANOTAÇÕES

14 2 Cuidado com Fraudes Se o cheque estiver amarelado, envelhecido ou desgastado, redobre a atenção, pois pode ser de conta inativa ou encerrada. Tome essas precauções mesmo com cheques de pequeno valor. As mesmas cautelas também são aplicáveis aos cheques pré-datados. Lembre-se de que o cheque pré-datado é concessão de crédito, permitindo ao lojista, inclusive, o preenchimento de cadastro ou a exigência de mais informações sobre o emitente, tais como: local de trabalho, renda mensal, dentre outras que julgar necessárias. Explique sempre que os procedimentos adotados têm por objetivo proteger pessoas honestas como ele, evitando a circulação de cheques roubados e falsifi cados.,, N. Data Favorecido Saldo Anterior Lançamentos Este Cheque Saldo Atual Comp Banco Agência C1 Conta Número C2 Série Cheque Número C3 R$ AA #150,00# Pague por este cheque a quantia de Consumidor Teste cinquenta reais... a ou à sua ordem,, de de Cliente bancario desde 11/2006 CPF SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL SPC BRASIL

15 ANOTAÇÕES

16 3 Algumas modalidades de falsificação 15 Clonagem Com um cheque em mãos, dados pessoais, dados da conta no banco e uma impressora de boa qualidade, golpistas podem clonar talonários inteiros, alteran- do ou não a seqüência da numeração do talão verdadeiro. Raspadinha Os golpistas raspam alguns números de série do cheque até mesmo com lâmi- na de barbear e aplicam no lugar números diferentes que funcionam como raspadinha.,, Cirúrgico Com o bisturi de cirurgia, golpistas recortam os números de série de cheques que foram extraviados ou roubados. Depois, colam esses números em outra folha do

17 ANOTAÇÕES

18 3 Algumas modalidades de falsificação mesmo banco modifi cando os números de série. Com a numeração trocada, criam uma folha de cheque que não está bloqueada. Caneta que apaga Escreve como caneta, mas apaga tão facilmente quanto um lápis. O golpista oferece a caneta para o preenchimento do cheque. Depois, é só apagar com a borracha e alterar o valor. São as canetas hidrográfi cas, vendidas em papelarias.,, Lavagem de cheque Com um cotonete e um pouco de cândida ou água sanitária, os golpistas conseguem lavar (apagar) os valores do cheque. Depois, é só escrever o novo valor por cima. Alguns usam produto químico usado para lavar papel moeda. 17

19 ANOTAÇÕES

20 3 Algumas modalidades de falsificação 19 Grosseiro A adulteração é feita no próprio cheque, aproveitando os espaços em branco. Um valor de R$80,00 pode, com a ajuda do número 1, virar R$180,00. Por vezes a adulteração é tão grosseira que o cheque pode parecer rasurado. Cortadinho O golpista corta a folha de cheque, aproveita a parte inferior onde está a assinatura, e faz uma montagem colocando a parte que falta de outro cheque.,, Prazo de prescrição O cheque prescreve 180 dias depois de sua apresentação, que deverá ser feita em 30 dias, se for na mesma praça em que foi emitido, ou em 60 dias, caso ocorra fora dela.

21 ANOTAÇÕES

22 3 Algumas modalidades de falsificação Informações para terceiros sobre emitente de cheque devolvido Ao recusar o pagamento de cheque, o banco deve registrar, no verso do documento, o código correspondente ao motivo. No caso de cheque apresentado no caixa, esse registro deve contar com anuência do benefi ciário. No caso de cheques devolvidos pelos motivos 11 (sem fundos, na 1ª apresentação), 12 (sem fundos na 2ª apresentação), 13 (conta encerrada), 14 (prática espúria ou emissão de mais de,, seis cheques sem fundos) e 22 (divergência ou insufi ciência de assinatura) e 31 (erro formal, por falta de dados - data, assinatura, valor por extenso ou mês grafado por extenso), os bancos, caso solicitados, são obrigados a fornecer ao benefi ciário os seguintes dados constantes na fi cha de CÓD. AGÊNCIA N. DA CONTA DEPOSITANTE 21

23 ANOTAÇÕES

24 3 Algumas modalidades de falsificação 23 abertura de conta do correntista: nome completo, endereços residencial e comercial e declaração sobre o motivo alegado pelo emitente para sustar ou revogar o cheque (se for o caso). Essas informações só poderão ser prestadas ao beneficiário identificado no cheque ou a mandatário constituído por procuração. O banco poderá prestar essas informações ao portador do cheque quando não houver indicação do beneficiário (cheque ao portador) e seu valor for inferior a R$ 100.,,

25 ANOTAÇÕES

26 4 Motivos de devolução de cheques 25 Motivos de devolução de documentos na compensação de cheques e outros papéis Motivo Base regulamentar Nº DESCRIÇÃO 11 insufi ciência de fundos - 1ª apresentação,, 12 insufi ciência de fundos - 2ª apresentação 13 conta encerrada 14 prática espúria (Compromisso Pronto Acolhimento) 20 folha de cheque cancelada por solicitação do correntista

27 ANOTAÇÕES

28 4 Motivos de devolução de cheques 21 contra-ordem ou oposição ao pagamento 22 divergência ou insufi ciência de assinatura 23 cheques de órgãos da administração federal em desacordo com o Decreto-Lei nº bloqueio judicial ou determinação do BACEN 25 cancelamento de talonário pelo banco sacado 26 inoperância temporária de transporte,, 27 feriado municipal não previsto 28 contra-ordem ou oposição ao pagamento motivada por furto ou roubo 29 falta de confi rmação do recebimento do talonário pelo correntista 27

29 ANOTAÇÕES

30 4 Motivos de devolução de cheques 30 furto ou roubo de malotes 31 erro formal de preenchimento 32 ausência ou irregularidade na aplicação do carimbo de compensação 33 divergência de endosso 34 cheque apresentado por estabelecimento que não o indicado no cruzamento em preto, sem o endosso-mandato 35,, cheque fraudado, emitido sem prévio controle ou responsabilidade do estabelecimento bancário ( cheque universal ), ou ainda com adulteração da praça sacada 36 cheque emitido com mais de um endosso - Lei nº 9.311/96 29

31 ANOTAÇÕES

32 4 Motivos de devolução de cheques 37 registro inconsistente - CEL 40 moeda inválida 41 cheque apresentado a banco que não o sacado 42 cheque não compensável na sessão ou sistema de compensação em que apresentado e o recibo bancário trocado em sessão indevida cheque devolvido anteriormente,, pelos motivos 21, 22, 23, 24, 31 e 34, 43 persistindo o motivo de devolução 44 cheque prescrito 45 cheque emitido por entidade obrigada a emitir Ordem Bancária 31

33 ANOTAÇÕES

34 4 Motivos de devolução de cheques CR - Comunicação de Remessa cujo cheque correspondente não for entregue no prazo devido CR - Comunicação de Remessa com ausência ou inconsistência de dados obrigatórios 48 cheque de valor superior a R$ 100,00 sem identifi cação do benefi ciário 49 remessa nula, caracterizada pela reapresentação de cheque devolvido pelos motivos 12, 13, 14, 20, 25, 28, 30, 35, 43, 44 e 45 inadimplemento contratual,, da cooperativa de crédito no acordo de 71 compensação 72 contrato de compensação encerrado (cooperativas de crédito) Fichas de compensação (doc/bloqueto de cobrança) ou ordens bancárias 33

35 ANOTAÇÕES

36 4 Motivos de devolução de cheques 40 moeda inválida 51 divergência no valor recebido 52 recebimento efetuado fora do prazo 53 apresentação indevida 54 ausência ou irregularidade no carimbo de compensação (ordens bancárias e fi chas de compensação, exceto bloq.cobrança) 55 ausência ou irregularidade da autenticação mecânica 56 transferência insufi ciente para a fi nalidade indicada: - na Ordem Bancária - no DOC C,, 35

37 ANOTAÇÕES

38 4 57 divergência ou não preenchimento de informação obrigatória nos Doc e Ordens Bancárias 37 - na Ordem Bancária - no DOC C e D Motivos de devolução de cheques 58 DOC C e D emitidos para depósito em poupança 59 ausência da expressão transferência internacional em reais - natureza,, da operação 61 papel não compensável 62 DOC D com divergência na indicação do nº do CPF/CNPJ ou sem indicação do tipo de conta debitada ou creditada

39 ANOTAÇÕES

40 4 Motivos de devolução de cheques 63 registro inconsistente - CEL cobrança 64 arquivo lógico não processado/processado parcialmente 66 DOC D de conta individual (único CPF) para conta conjunta (dois CPF) e vice-versa 67 DOC D sem a indicação do tipo de conta debitada ou creditada,, 39

41 ANOTAÇÕES

42 5 Roubo, perda e extravio de cheques Roubo, perda e extravio de cheques O correntista com cheques roubados, furtados, perdidos ou extraviados deve comunicar a ocorrência ao banco o mais rapidamente possível e pedir a sustação de todas as folhas, tendo sido ou não preenchidas. Mesmo que o roubo, furto ou extravio tenham ocorrido fora do horário de expediente bancário, o correntista pode solicitar a sustação através de contato com a Central de Atendimento do seu banco.,, Após solicitar a sustação dos cheques roubados, furtados ou extraviados, o cliente deverá apresentar ao banco o boletim de cia fornecido pela polícia, no prazo de até dois dias úteis a fi m ocorrên- de evitar o cancelamento do pedido feito provisoriamente. 41

43 ANOTAÇÕES

44 5 Roubo, perda e extravio de cheques 43 Os bancos não podem cobrar taxa de devolução dos clientes quando se tratar de cheques cancelados por roubo ou furto acompanhados de boletim de ocorrência. O SPC, cujos cadastros são consultados por lojistas no recebimento de cheques, também mantém um serviço de registro provisório dessas ocorrências. Trata-se da Central de Alertas. Nela o consumidor informa a ocorrência de cheques perdidos, extraviados, roubados, bem como de documentos (RG, CPF, CNH, cartões, etc), em todo o País. O serviço funciona 24 horas e basta que o consumidor ligue para a Central de Alertas do SPC da sua cidade. Fontes: Cartilha de Cheques, CDL BH,,

45

Sumário 1 - Recebendo cheques com segurança 2 - Algumas modalidades de falsificação 3 - Cuidado com fraudes 4 - Informações gerais 5 - Principais

Sumário 1 - Recebendo cheques com segurança 2 - Algumas modalidades de falsificação 3 - Cuidado com fraudes 4 - Informações gerais 5 - Principais Cartilha Cheque Sumário 1 - Recebendo cheques com segurança 2 - Algumas modalidades de falsificação 3 - Cuidado com fraudes 4 - Informações gerais 5 - Principais motivos de devolução de cheques Caro leitor,

Leia mais

Sumário. Recebendo cheques com segurança. Algumas modalidades de falsificação. Cuidado com fraudes. Informações gerais

Sumário. Recebendo cheques com segurança. Algumas modalidades de falsificação. Cuidado com fraudes. Informações gerais CARTILHA CHEQUE Sumário Recebendo cheques com segurança Algumas modalidades de falsificação Cuidado com fraudes Informações gerais Principais motivos de devolução de cheques Caro leitor, Importante ressaltar

Leia mais

IMPEDIMENTO AO PAGAMENTO

IMPEDIMENTO AO PAGAMENTO MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO DE CHEQUES CHEQUES EM PROVISÃO DE FUNDOS MOT DESCRIÇÃO OBSERVAÇÕES 11 Cheque sem fundos 1º apresentação. 12 Cheque sem fundos 2º reapresentação. 13 Conta encerrada. 14 Prática espúria.

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES

INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES INFORMAÇÕES SOBRE O USO DE CHEQUES O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser compensado

Leia mais

Os principais motivos que levam o banco sacado a devolver o cheque são:

Os principais motivos que levam o banco sacado a devolver o cheque são: AUTORIZAÇÃO DE COMPRA TERCEIROS E MENORES Pelo presente termo, eu, portador do CPF., abaixo assinado autorizo às pessoas abaixo identificadas a adquirirem bens e produtos em meu nome, reconhecendo como

Leia mais

CUIDADOS NECESSÁRIOS NA HORA DE RECEBER UM CHEQUE

CUIDADOS NECESSÁRIOS NA HORA DE RECEBER UM CHEQUE CUIDADOS NECESSÁRIOS NA HORA DE RECEBER UM CHEQUE > ÍNDICE INTRODUÇÃO > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > > 1. EVOLUÇÃO

Leia mais

Tudo o que você precisa saber sobre o cheque para não correr riscos.

Tudo o que você precisa saber sobre o cheque para não correr riscos. Tudo o que você precisa saber sobre o cheque para não correr riscos. Com cautela e informação o cheque é muito seguro. A importância do cheque no comércio é inquestionável. Por isso é fundamental tomar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SCPC WEBNET 2.0 Site: www.cdlpelotas.com.br E-mail: scpc@cdlpelotas.com.br

MANUAL DO USUÁRIO SCPC WEBNET 2.0 Site: www.cdlpelotas.com.br E-mail: scpc@cdlpelotas.com.br MANUAL DO USUÁRIO SCPC WEBNET 2.0 Site: www.cdlpelotas.com.br E-mail: scpc@cdlpelotas.com.br ÍNDICE 1 WEBNET 2.0... 4 2 ACESSO WEBNET 2.0... 4 2.1 ALTERAÇÃO DE SENHA DO USUÁRIO... 5 3.1 REGISTRO NORMAL

Leia mais

Manual do. Cheque. Apoio:

Manual do. Cheque. Apoio: Manual do Cheque Apoio: Belo Horizonte, 2007, Amigo Lojista, Você está recebendo a nova edição do Manual do Cheque com informações sobre o uso e recebimento de cheques, modalidades de falsificações e

Leia mais

DICAS PARA EMPRESÁRIOS - LOJISTAS / CREDIARISTAS ÍNDICE

DICAS PARA EMPRESÁRIOS - LOJISTAS / CREDIARISTAS ÍNDICE ÍNDICE CONTEÚDO PÁGINA INTRODUÇÕES GERAIS 2 1 MOTIVOS PARA DEVOLUÇÃO DE CHEQUES 3 2 O QUE FAZER COM CHEQUES DEVOLVIDOS 5 3 DIZERES SUGERIDOS PARA CARIMBO AO VERSO DO CHEQUE 7 4 SUGESTÕES MODELOS 8 5 COMO

Leia mais

Consulta de Cheques Redecard

Consulta de Cheques Redecard Com seu terminal Redecard, você consulta cheques, direto no banco de dados da Serasa Experian. A Redecard ajuda você a vender sempre de forma mais segura. Com o serviço Consulta de Cheques, em parceria

Leia mais

Chec NEGATIVAÇÃO Serviço de registro de inadimplentes Manual de Uso e Aplicação

Chec NEGATIVAÇÃO Serviço de registro de inadimplentes Manual de Uso e Aplicação ACESSO AO SISTEMA DE Para ter acesso a área de negativação SRI (Serviço de Registro de Inadimplente), acesse o site www.checkok.com.br. Insira o seu código administrativo no campo de ACESSO EXCLUSIVO A

Leia mais

Cheques Cheque. Saiba co o lida co e e.

Cheques Cheque. Saiba co o lida co e e. Cheques Cheque. Saiba como lida r co m ele. Cheque. Saiba como lidar com ele. Depois do dinheiro, o cheque é o meio de pagamento mais utilizado pelas pessoas na hora de fazer negócios. É quase impossível

Leia mais

SCPC Pessoa Jurídica

SCPC Pessoa Jurídica SCPC Pessoa Jurídica Site: www.acigra.com.br E-mail: scpc@acigra.com.br SCPC Pessoa Jurídica 1 Definição O SCPC Pessoa Jurídica é o serviço que proporciona muito mais segurança na hora de realizar negócios

Leia mais

Cheque. Manual do. Nova Edição

Cheque. Manual do. Nova Edição Manual do Cheque Nova Edição CDL/BH - Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizone Av. João Pinheiro, 495 - Funcionários - Belo Horizonte/MG 31-3249 1666 www.cdlbh.com.br CDL/BH - Câmara de Dirigentes

Leia mais

COBRANÇA NÃO REGISTRADA

COBRANÇA NÃO REGISTRADA COBRANÇA NÃO REGISTRADA LAY-OUT TÉCNICO DE CHEQUES Versão: 1.1 Abril / 2008 PUBLIC LAY-OUT DE CHEQUES TIPOS DE REGISTROS TIPO " 0 " - HEADER TIPO " 1" - DETALHE TIPOS DE REGISTROS TIPO " 9 " - TRAILER

Leia mais

Manual de Garantia de Cheque

Manual de Garantia de Cheque Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli PASSO-A-PASSO PARA GARANTIR

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 1201. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.173, de 28/02/2005.

CARTA-CIRCULAR N 1201. Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.173, de 28/02/2005. CARTA-CIRCULAR N 1201 Documento normativo revogado pela Carta-Circular 3.173, de 28/02/2005. Comunicamos que, visando ao aperfeiçoamento das normas que regem o Serviço de Compensação de Cheques e Outros

Leia mais

Cheque. 1) Informações Gerais. Roteiro da Aula. Informações Gerais. Informações Gerais. Informações Gerais

Cheque. 1) Informações Gerais. Roteiro da Aula. Informações Gerais. Informações Gerais. Informações Gerais Professor Luiz Antonio de Carvalho Cheque lac.consultoria@gmail.com Roteiro da Aula 1) Informações Gerais; 2) Requisitos essenciais; 3) Endosso; 4) Cruzamento; 5) Compensação; 6) CCF; 7) Outros. 1 2 Informações

Leia mais

CHEQUE. Exemplo para fins didáticos, sem valor! AULA Nº 2. 3) o sacado, que é o banco em que está depositado o dinheiro do emitente.

CHEQUE. Exemplo para fins didáticos, sem valor! AULA Nº 2. 3) o sacado, que é o banco em que está depositado o dinheiro do emitente. AULA Nº 2 CHEQUE Exemplo para fins didáticos, sem valor! Características do cheque O cheque é uma ordem de pagamento a vista, devendo ser pago no momento de sua apresentação ao banco sacado, descontando-se

Leia mais

INADIMPLÊNCIA: E AGORA?

INADIMPLÊNCIA: E AGORA? INADIMPLÊNCIA: INADIMLÊNCIA E AGORA? Inadimplência: E agora? Quantas vezes você já se fez essa pergunta? Já conseguiu resolver este problema? Nesta cartilha iremos orientar, com base na legislação e no

Leia mais

Diminua seus riscos e aumente a assertividade na análise de crédito CONSULTAS PARA ANÁLISE DE CRÉDITO:

Diminua seus riscos e aumente a assertividade na análise de crédito CONSULTAS PARA ANÁLISE DE CRÉDITO: Diminua seus riscos e aumente a assertividade na análise de crédito O SPC Serviço de Proteção ao Crédito é uma ferramenta indispensável ao empresário na concessão de crédito, pois oferece um completo portfólio

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2.747. II - endereços residencial e comercial completos; (NR) III - número do telefone e código DDD;

RESOLUÇÃO Nº 2.747. II - endereços residencial e comercial completos; (NR) III - número do telefone e código DDD; RESOLUÇÃO Nº 2.747 Altera normas relativas à abertura e ao encerramento de contas de depósitos, a tarifas de serviços e ao cheque. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31

Leia mais

CONTA-CORRENTE E SERVIÇOS

CONTA-CORRENTE E SERVIÇOS CONTA-CORRENTE E SERVIÇOS O que é? 2 Abertura 2 Estrangeiros 2 Movimentando sua conta-corrente 2 Consulta Cadastral 3 Capacidade Civil 3 Atendimento especial 4 Modalidades 5 Conta conjunta 5 Exclusão de

Leia mais

Manual do Usuário SUMÁRIO

Manual do Usuário SUMÁRIO SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 CONCEITO NEGATIVAÇÃO PLUS... 3 PENDENCIAS FINANCEIRAS SERASA EXPERIAN... 3 FLUXO DE PROCESSO NEGATIVAÇÃO PLUS NEGATIVAR DÍVIDAS PRINCIPAL... 4 FLUXO DE PROCESSO NEGATIVAÇÃO PLUS

Leia mais

Circular nº 559, de 29 de julho de 1980

Circular nº 559, de 29 de julho de 1980 1 CIRCULAR Nº 559 Aos Estabelecimentos Bancários, Caixas Econômicas e Cooperativas de Crédito participantes do Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis. Comunicamos que a Diretoria deste Banco

Leia mais

Bancos acessados on-line:: Unibanco, Banespa, Banco Real e Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A).

Bancos acessados on-line:: Unibanco, Banespa, Banco Real e Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul S/A). CONSULTAS VALORES 0800 INTERNET CARTA LOCAL 1,50 CARTA INTERMUNICIPAL 1,80 517- SCPC VEIC. CONF. PROP. PL 8,00 7,50 518- SCPC VEIC. CONF. PROP. CH 7,00 6,50 548- SCPC COMPLETO 8,00 7,50 Informação que

Leia mais

Microsoft Word com Auxiliar Administrativo Aula 15

Microsoft Word com Auxiliar Administrativo Aula 15 Microsoft Word com Auxiliar Administrativo Aula 15 COMO PREENCHER UM CHEQUE Cheque é uma ordem de pagamento. Existem vários itens importantes que devem ser observados na hora de preencher um cheque, como

Leia mais

José Luiz Silveira Miranda Diretor Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen.

José Luiz Silveira Miranda Diretor Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen. 1 CIRCULAR Nº 868 Aos Estabelecimentos Bancários, Caixas Econômicas e Cooperativas de Crédito participantes do Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis. Comunicamos que a Diretoria do Banco Central

Leia mais

CONHECIMENTOS (BANCÁRIOS) PROF. CLAUDIO HENRIQUES

CONHECIMENTOS (BANCÁRIOS) PROF. CLAUDIO HENRIQUES CONHECIMENTOS (BANCÁRIOS) - DOCUMENTOS BÁSICOS - CONTA CORRENTE PESSOA FÍSICA: Produto básico da relação entre o cliente e o banco. Conta para captação de depósitos - Pessoa Física, Livre movimentação

Leia mais

REGIMENTO DO SCPC. Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br

REGIMENTO DO SCPC. Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br REGIMENTO DO SCPC Rua XV de Novembro, 621 Fone: (41) 3320-2929 80020-310 Curitiba PR www.acpr.com.br REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE REGIMENTO INTERNO DO SERVIÇO DE PROTEÇÃO PROTEÇÃO AO AO CRÉDITO CRÉDITO

Leia mais

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS

4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 44 4 MÓDULO 4 DOCUMENTOS COMERCIAIS 4.1 Cheque O cheque é uma ordem de pagamento à vista. Pode ser recebido diretamente na agência em que o emitente mantém conta ou depositado em outra agência, para ser

Leia mais

VOCÊ E SEU BANCO ( ) Um guia que vai facilitar seu relacionamento com os bancos

VOCÊ E SEU BANCO ( ) Um guia que vai facilitar seu relacionamento com os bancos VOCÊ E SEU BANCO ( ) Um guia que vai facilitar seu relacionamento com os bancos Edição nº 2-2004 Visite o site da Febraban no endereço www.febraban.org.br Nele, você vai encontrar uma lista completa dos

Leia mais

CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA

CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA CLÁUSULAS E CONDIÇÕES DE ABERTURA DE CONTA DE DEPÓSITOS PESSOA JURÍDICA BANCO DAYCOVAL S/A, com sede em São Paulo/SP, na Avenida Paulista nº 1.793, inscrito no CNPJ sob nº 62.232.889/0001-90, doravante

Leia mais

A Fundação Procon-SP elaborou este material para ajudar você a entender e usufruir melhor dos serviços bancários.

A Fundação Procon-SP elaborou este material para ajudar você a entender e usufruir melhor dos serviços bancários. junho/2014 SERVIÇOS BACÁRIOS Os serviços prestados pelos bancos estão presentes no dia a dia dos consumidores. Pagamento de contas, depósitos à vista, cadernetas de poupança, recebimento de salário são

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO seja um A Boa Vista Serviços é uma empresa genuinamente brasileira, atualizada e inovadora, constituída para a operação do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Leia mais

CONTRATO DE ABERTURA, MOVIMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE CONTA DE DEPÓSITO À VISTA

CONTRATO DE ABERTURA, MOVIMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE CONTA DE DEPÓSITO À VISTA CONTA CORRENTE (uso exclusivo do banco) 1 TITULAR (CLIENTE) Nome Completo/Razão Social Tipo de Pessoa Física Jurídica Financeira Outros Isenções IR IOC Ligado ao Grupo Funcionário 2 UTILIZAÇÃO DA CONTA

Leia mais

a) a Conta Eletrônica poderá ser individual ou conjunta não solidária ou conjunta solidária;

a) a Conta Eletrônica poderá ser individual ou conjunta não solidária ou conjunta solidária; BANCO DAYCOVAL S/A, com sede em São Paulo/SP, na Avenida Paulista nº 1.793, inscrito no CNPJ sob nº 62.232.889/0001-90, doravante denominado DAYCOVAL e a(s) pessoa(s) nomeada(s) e qualificada(s) na Proposta

Leia mais

TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TABELA DE TARIFAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pessoa Física PF RELAÇÃO DOS SERVIÇOS PRESTADOS Confecção de cadastro para início de relacionamento Fornecimento de 2ª via de cartão com função de débito com

Leia mais

SERVIÇOS DISPONÍVEIS NO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS

SERVIÇOS DISPONÍVEIS NO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS SERVIÇOS DISPONÍVEIS NO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS Através do serviço de extratos do Banrisul Office Banking, o correntista pode consultar e imprimir os movimentos em suas contas (correntes ou poupança),

Leia mais

SIGLA EXTRATO. 1 COBRANÇA 1.1 Cobrança Simples PJ PF. Tar. Emissão Bloqueto Pré Impresso. Tarifa Cobrança. título

SIGLA EXTRATO. 1 COBRANÇA 1.1 Cobrança Simples PJ PF. Tar. Emissão Bloqueto Pré Impresso. Tarifa Cobrança. título TABELA DE TARIFAS E TAXAS DE - PESSOA JURÍDICA E PESSOA FÍSICA Sicoob Lagoacred Gerais - Agência Lagoa da Prata e Santo Antonio do Monte Início de vigência: 01/08/2014 Aprovado pela Diretoria em: 31/07/2014

Leia mais

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias SAC Credicana: (18) 3321-1700 Ouvidoria Credicana: 0800 940 9360 Banco Central: 0800 979 2345 Estes telefones destinam-se ao atendimento de denúncias ou reclamações Valores vigentes a partir de 02/01/2014.

Leia mais

Qualidade de Crédito

Qualidade de Crédito Qualidade de Crédito 03 Análise de documentos Como conhecer o futuro cliente Preencher proposta fora da loja é seguro? Trabalhando com a Proposta Online 08 16 25 26 Prevenção de fraudes no momento da venda

Leia mais

Tabela de Tarifas - Pessoa Física

Tabela de Tarifas - Pessoa Física Tabela de Tarifas - Pessoa Física VIGÊNCIA A PARTIR DE 22/05/2014 SERVIÇOS PRIORITÁRIOS SERVIÇOS CANAIS E FORMAS DE ENTREGA TARIFA - R$ 1. CADASTRO 1.1. Confecção de cadastro para início de relacionamento

Leia mais

CONHEÇA O PROTESTO, A FORMA MAIS EFICIENTE DE RECEBER UMA DÍVIDA.

CONHEÇA O PROTESTO, A FORMA MAIS EFICIENTE DE RECEBER UMA DÍVIDA. CONHEÇA O PROTESTO, A FORMA MAIS EFICIENTE DE RECEBER UMA DÍVIDA. ÍNdiCE 1. Apresentação 4 2. Entenda o Protesto 4 3. Vantagens 5 4. Documentos Protestados 6 5. Dicas Úteis 7 6. Efeitos do Protesto 8 7.

Leia mais

DICAS LEGAIS ADMINISTRAÇÃO INTERNA DICAS PARA ASSOCIADOS

DICAS LEGAIS ADMINISTRAÇÃO INTERNA DICAS PARA ASSOCIADOS DICAS LEGAIS ADMINISTRAÇÃO INTERNA DICAS PARA ASSOCIADOS Dados importantes na FICHA CADASTRAL Nome completo, sem abreviatura Data de nascimento Filiação (mesmo que falecidos) CPF/RG Nome do cônjuge Endereço/Tempo

Leia mais

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias. Tarifas Avulsas. CONTA CORRENTE Tipo FORMA DE DÉBITO

Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias. Tarifas Avulsas. CONTA CORRENTE Tipo FORMA DE DÉBITO Tabela de Tarifas e Comissões Bancárias Tarifas Avulsas CONTA CORRENTE Tipo FORMA Confecção de Ficha Cadastral P. Abertura da Conta Sistema R$ 50,00 Confecção de Ficha Cadastral P. Física Abertura da Conta

Leia mais

CENTRALIZADORA DA COMPENSAÇÃO DE CHEQUES MANUAL OPERACIONAL DA COMPE

CENTRALIZADORA DA COMPENSAÇÃO DE CHEQUES MANUAL OPERACIONAL DA COMPE CENTRALIZADORA DA COMPENSAÇÃO DE CHEQUES MANUAL OPERACIONAL DA COMPE Brasília (DF) - 2013 Versão 14.02.2014 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. GLOSSÁRIO... 4 3. PARTICIPAÇÃO NO SISTEMA... 6 3.1 Representantes

Leia mais

REGULAMENTO DE ABERTURA, MOVIMENTAÇÃO E ENCERRAMENTO DE CONTA CORRENTE

REGULAMENTO DE ABERTURA, MOVIMENTAÇÃO E ENCERRAMENTO DE CONTA CORRENTE REGULAMENTO DE ABERTURA, MOVIMENTAÇÃO E ENCERRAMENTO DE CONTA CORRENTE Registrado no 3 Oficial de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica SP, sob o n 8700403 em 15 de janeiro de 2009

Leia mais

1.7 O valor do cheque acolhido pelo BANCO e eventualmente não honrado, será debitado na conta de livre movimentação da COPASA MG, mantida no BANCO.

1.7 O valor do cheque acolhido pelo BANCO e eventualmente não honrado, será debitado na conta de livre movimentação da COPASA MG, mantida no BANCO. NORMA DE CREDENCIAMENTO DE AGENTES ARRECADADORES PARA A COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS - COPASA MG OBJETO - Constitui objeto deste instrumento a prestação de serviço destinada ao recebimento e

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de conta corrente CONTA CORRENTE

Banco do Brasil - Cartilha de conta corrente CONTA CORRENTE CONTA CORRENTE O que é?...2 Abertura...2 Estrangeiros...3 Consulta Cadastral...3 Segundo o Código Civil...3 Movimentando sua conta corrente...4 Atendimento especial...5 Modalidades...6 Conta conjunta...6

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO O presente instrumento denominado Termos e Condições Gerais de Uso do Cartão Pré- Pago Habbo Cartão Amigo ( Termo ) aplica- se de

Leia mais

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos.

Cobrança Itaú. Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Cobrança Itaú Conheça como funciona o serviço de protesto de títulos. Para garantir uma gestão de Cobrança ainda mais eficiente, é preciso que você saiba como funciona o serviço de protesto de títulos

Leia mais

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA

1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1 - AQUISIÇÃO DO CARTÃO BB PESQUISA 1º PASSO: Recebimento do e-mail de aprovação do projeto. 2º PASSO: Preenchimento e assinatura do Termo de Aceitação de Apoio Financeiro e do Cadastro de Portador, que

Leia mais

Produtos e serviços financeiros I

Produtos e serviços financeiros I Títulos de crédito O título de crédito, documento necessário ao exercício do direito literal e autônomo nele contido, somente produz efeito quando preencher os requisitos da lei. Se for omitido qualquer

Leia mais

TERMOS DE COMPRAS PARA O SITE SEU INGRESSO AGORA

TERMOS DE COMPRAS PARA O SITE SEU INGRESSO AGORA TERMOS DE COMPRAS PARA O SITE SEU INGRESSO AGORA Prezado usuário, por favor, leia com muita atenção este termo. Ele regula nossa relação comercial e deve ser consultado sempre que uma dúvida surgir sobre

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO AVISTA MASTERCARD PAG

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO AVISTA MASTERCARD PAG TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ-PAGO AVISTA MASTERCARD PAG O presente instrumento denominado Termos e Condições Gerais de Uso do Cartão Pré-Pago Avista MasterCard PAG ( Termo ) aplica-se

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2.303. V - devolução de cheques pelo Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis - SCCOP, exceto por insuficiência de fundos;

RESOLUÇÃO Nº 2.303. V - devolução de cheques pelo Serviço de Compensação de Cheques e Outros Papéis - SCCOP, exceto por insuficiência de fundos; RESOLUÇÃO Nº 2.303 Documento normativo revogado, a partir de 30/4/2008, pela Resolução nº 3.518, de 6/12/2007. Disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras

Leia mais

Tabela de Tarifas. Pessoa Jurídica. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br

Tabela de Tarifas. Pessoa Jurídica. Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013. sicoobes.com.br Tabela de Tarifas Pessoa Jurídica Divulgada em 01/08/2013 Vigência a partir de: 01/09/2013 Relação dos serviços tarifados e respectivos valores vigentes. Os valores máximos foram estabelecidos pela Cooperativa,

Leia mais

PROTESTO DE TÍTULOS. Deverão ser observados os prazos prescricionais, de acordo com legislação vigente.

PROTESTO DE TÍTULOS. Deverão ser observados os prazos prescricionais, de acordo com legislação vigente. 2 PROTESTO DE TÍTULOS O protesto de títulos pode ser lavrado por falta de aceite, de devolução de duplicatas, por falta de pagamento em seu vencimento, para garantia do direito regressivo contra endossantes

Leia mais

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia.

Fique tranqüilo e. pague menos. Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Fique tranqüilo e pague menos Dicas para você saber como usar sua conta corrente e economizar no dia-a-dia. Controle seu orçamento Evite gastar mais do que você possui na conta corrente, incluindo seu

Leia mais

TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*)

TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*) TABELA DE TARIFAS PESSOA JURÍDICA Divulgada em 04/02/2015 Vigência a partir de 06/03/2015 (*) PRODUTOS E SERVIÇOS SIGLA NO EXTRATO COBRANÇA POR Conta Salário Cartões e Pagamentos Emissão de Cartão Salário

Leia mais

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO

GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO 2013 GUIA INFORMATIVO - CARTÕES DE CRÉDITO CARTÕES DE CRÉDITO Definição Cartão de crédito é modalidade de pagamento à vista, objeto de um contrato de adesão entre o consumidor e uma administradora de cartões,

Leia mais

Porto Alegre, RS, 10 de fevereiro de 2012.

Porto Alegre, RS, 10 de fevereiro de 2012. TERMO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COBRANÇA PELO SICREDI CLÁUSULAS E CONDIÇÕES GERAIS, REGISTRADO SOB Nº 1509683, NO SERVIÇO DE REGISTRO DE TÍTULOS E DOCUMENTO DE PORTO ALEGRE, RS, EM

Leia mais

Cenários Econômicos. Aula: Prof. Jonas Barbosa. Mercado Bancário. www.conquistadeconcurso.com.br

Cenários Econômicos. Aula: Prof. Jonas Barbosa. Mercado Bancário. www.conquistadeconcurso.com.br Aula: Mercado Bancário UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS DO CURSO

Leia mais

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB-SC/BLUCREDI Divulgada em: 01/04/2010. Valores vigentes a partir de: 01/05/2010.

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB-SC/BLUCREDI Divulgada em: 01/04/2010. Valores vigentes a partir de: 01/05/2010. TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB-SC/BLUCREDI Divulgada em: 01/04/2010. Valores vigentes a partir de: 01/05/2010. SERVIÇOS ESSENCIAIS Pessoa Física CONTA CORRENTE DE DEPÓSITO À VISTA SERVIÇO FRANQUIA/MÊS CANAL

Leia mais

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal

Manual de Treinamento. Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Manual de Treinamento Site de Sistema de Gestão de Crédito Pessoal Sumário Introdução...3 Nova Proposta...9 Propostas Existentes...40 Configurações do Usuário...43 Histórico Consolidado do Cliente...47

Leia mais

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC

TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC TARIFAS DE SERVIÇOS SICOOB BLUCREDI SC Valores vigentes a partir de: 01/08/2014. Cartão de débito Saque Transferências Extrato Consultas (Saldo e extrato) Compensação de cheques Talão de cheque SERVIÇOS

Leia mais

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES

ROTEIRO DE ENCERRAMENTO DE CONTAS CORRENTES Como resultado de uma série de reuniões técnicas envolvendo representantes da Febraban, do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor e do Banco Central do Brasil, no sentido de aprimorar ainda mais os procedimentos

Leia mais

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago

REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago REGULAMENTO DO CARTÃO BOM+ Funcionalidade Pré-Pago O BOM+ é um cartão pré-pago que oferece aos seus clientes as funcionalidades de pagamento de compras em toda a rede MasterCard e também pagamento de tarifas

Leia mais

Guia de facilidades Bradesco Prime

Guia de facilidades Bradesco Prime Este material foi impresso em papel certificado FSC. Marketing 7778 out/14 Guia de facilidades Bradesco Prime No Bradesco Prime, você é prioridade sempre. Contar com a presença do Bradesco Prime em 100%

Leia mais

COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS PRODUTORES RURAIS E EMPRESÁRIOS DO INTERIOR PAULISTA - SICOOBCOCRED

COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS PRODUTORES RURAIS E EMPRESÁRIOS DO INTERIOR PAULISTA - SICOOBCOCRED Tarifas por instituição - PESSOA FÍSICA - SERVIÇOS PRIORITÁRIOS - POSIÇÃO EM 01/04/2010 Produtos e serviços mais usuais 11. CADASTRO Unidade máximo Periodicidade 11.1 - Confecção de cadastro para início

Leia mais

NORMATIVO SARB 002/2008

NORMATIVO SARB 002/2008 O Conselho de Auto-Regulação Bancária, com base no art. 1 (b), do Código de Auto-Regulação Bancária, sanciona as regras abaixo dispostas, formalizando preceitos comuns a todas as signatárias da auto-regulação

Leia mais

Banco Safra S.A. Tradição Secular de Segurança

Banco Safra S.A. Tradição Secular de Segurança Banco Safra S.A. Tradição Secular de Segurança MANUAL DE TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS CARTÃO DE PAGAMENTO PRODUTO 710 LAYOUT PADRÃO SAFRA 400 Versão: Dezembro 2008 Central de Atendimento a Clientes Telefones

Leia mais

Soluções em Recebimentos. Manual Técnico

Soluções em Recebimentos. Manual Técnico Soluções em Recebimentos CNAB400/CBR643 Manual Técnico Layout de Arquivo Retorno para convênios na faixa numérica entre 1.000.000 a 9.999.999 (Convênios de 7 posições) Orientações Técnicas Versão Jan/2014

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

TABELA DE TARIFAS DE SERVIÇOS TARIFAS DEFINIDAS PELA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL DOS PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO DE CAPIVARI - SICOOB CREDICAP

TABELA DE TARIFAS DE SERVIÇOS TARIFAS DEFINIDAS PELA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL DOS PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO DE CAPIVARI - SICOOB CREDICAP TABELA DE TARIFAS DE SERVIÇOS TARIFAS DEFINIDAS PELA COOPERATIVA DE CRÉDITO RURAL DOS PLANTADORES DE CANA DA REGIÃO DE CAPIVARI - SICOOB CREDICAP SERVIÇOS ESSENCIAIS PESSOA FÍSICA CONTA DE DEPÓSITOS À

Leia mais

Instruções Gerais para os arquivos encaminhados para cadastramento e atualização do código de integração dos cooperados.

Instruções Gerais para os arquivos encaminhados para cadastramento e atualização do código de integração dos cooperados. Instruções Gerais para os arquivos encaminhados para cadastramento e atualização do código de integração dos cooperados. VERSÃO ALTERAÇÃO 34 - Inclui informação sobre horário para tratamento de devolução

Leia mais

Internet Banking - Serviços Bancários - Tabela de Tarifas Vigência 01.11.2015 SERVIÇOS ESPECIAIS. Unidade e/ou Forma de Cobrança.

Internet Banking - Serviços Bancários - Tabela de Tarifas Vigência 01.11.2015 SERVIÇOS ESPECIAIS. Unidade e/ou Forma de Cobrança. Serviços de Simples/ Vinculada/ Desconto Comercial/Vendor/ sem Registro/ Indexada 10,00 Por título registrado/pago Escritural 6,00 Por título Escritural Interna com Registro 5,70 (a) 6,17 (b) Por título

Leia mais

CHEQUE CARACTERÍSTICA

CHEQUE CARACTERÍSTICA CHEQUE LEI 7357/1985 CONCEITO: Cheque é uma ordem de pagamento à vista, sacada contra um banco e com base em suficiente provisão de fundos depositados pelo sacador em mãos do sacado ou decorrente de contrato

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Grau de sigilo #PÚBLICO A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, instituição financeira constituída sob a forma de empresa pública, dotada de personalidade jurídica de direito privado, criada pelo Decreto- Lei nº 759/69,

Leia mais

Conhecendo os Processos de Cobrança

Conhecendo os Processos de Cobrança Conhecendo os Processos de Cobrança 03 Processos de Cobrança Entenda a Fatura Ferramentas de Suporte Consulta de Extratos 05 09 11 16 Consumo Consciente 02 Processos de Cobrança conheça os processos de

Leia mais

ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS

ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS ANEXO V INSTRUÇÕES PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 1. Abertura do Caixa/Suprimento O Operador de Caixa deverá ligar o equipamento e efetuar o logon no Aplicativo de Caixa. Em seguida, deverá conferir a bomba

Leia mais

Tabela de Tarifas Pessoa Natural

Tabela de Tarifas Pessoa Natural Divulgada em: 02/03/205 Vigência a partir de: 20/04/205 PADRONIZAÇÃO DOS S PRIORITÁRIOS 2 LISTA DE S CANAIS DE ENTREGA SIGLA NO EXTRATO VALOR DA TARIFA CADASTRO. CADASTRO R$ 25,00 CONTA DE DEPÓSITOS 2.

Leia mais

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão.

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Contrato de Utilização American Express Linha Crédito A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu

Leia mais

RESOLUÇÃO N 2.025. II - endereços residencial e comercial completos; (Redação dada pela Resolução nº 2.747, de 28/6/2000.)

RESOLUÇÃO N 2.025. II - endereços residencial e comercial completos; (Redação dada pela Resolução nº 2.747, de 28/6/2000.) RESOLUÇÃO N 2.025 Altera e consolida as normas relativas à abertura, manutenção e movimentação de contas de depósitos. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31.12.64, torna

Leia mais

ARQUIVOS REMESSA - RETORNO PADRÃO FEBRABAN 240 PARA O HSBC

ARQUIVOS REMESSA - RETORNO PADRÃO FEBRABAN 240 PARA O HSBC CUSTÓDIA DE CHEQUES ARQUIVOS REMESSA - RETORNO PADRÃO FEBRABAN 240 PARA O HSBC Dezembro / 2011 HSBC Bank Brasil S.A. Banco Múltiplo PUBLIC Índice 1.0 Introdução... 03 1.1 Apresentação do Documento... 04

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

CARTÃO DE CRÉDITO BANRISUL

CARTÃO DE CRÉDITO BANRISUL 1 CARTÃO DE CRÉDITO BANRISUL Layout Para Arquivo de Cobrança de Parcelas de Cartão de Crédito Sistema BDL Carteira de Letras Troca de Informações Via Arquivo Magnético Unidade Atendimento e Serviços Unidade

Leia mais

Regulamento Programa Fidelidade

Regulamento Programa Fidelidade Regulamento Programa Fidelidade 1. CONDIÇÕES GERAIS 1.1. O presente instrumento tem por objetivo regulamentar a participação dos clientes das Farmácias SESI/DR/SC no Programa Fidelidade SESI Farmácia.

Leia mais

CONCURSO. Produtos e Serviços Financeiros. José Vianna Campos Júnior. (Proibida Reprodução)

CONCURSO. Produtos e Serviços Financeiros. José Vianna Campos Júnior. (Proibida Reprodução) CONCURSO Produtos e Serviços Financeiros José Vianna Campos Júnior (Proibida Reprodução) CONTA CORRENTE CONCEITO: Conta Corrente é a conta livremente movimentada pelo cliente, sem interferência direta

Leia mais

COMUNICADO MASTER 19/09/2014

COMUNICADO MASTER 19/09/2014 COMUNICADO MASTER 19/09/2014 Ref.: Reprogramação de Pagamento Redução de Rejeições Bancárias Atualização da Autorização de Pagamento de Indenização do Seguro DPVAT Senhor Usuário, Mantendo nosso foco no

Leia mais

INFORMAÇÃO CONFIDENCIAL

INFORMAÇÃO CONFIDENCIAL Manual Associado o acesso está autorizado exclusivamente o acesso está para autorizado Colaboradores exclusivamente do SPC para Brasil Colaboradores e Entidades. do SPC Brasil e Entidades. BOAS VINDAS

Leia mais

CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA

CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA CODIGO DA LISTA SERVIÇOS CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF DESCRIÇÃO DO CÓDIGO DE TRIBIBUTAÇÃO DESIF ALÍQUOTA 101 10100001 Análise e desenvolvimento de sistemas 5,00% 102 10200001 Programação 5,00% 103 10300001

Leia mais

1.6.5 Extrato Movimento (E) 1,00. Não disponível Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob

1.6.5 Extrato Movimento (E) 1,00. Não disponível Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Conforme Tabela Bancoob Página 2 de 11 RDE nº2013/005 SERVIÇOS PRESTADOS E TARIFAS - Pessoa Física Vigente a partir de 01/11/2013 Item Modalidade/Nomenclatura Fato Gerador R$ 1 CONTA DE DEPÓSITOS 1.1 Cadastro 1.1.1 Cadastro 1.1.2

Leia mais

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso

Procedimento Quanto a Solicitação e Emissão de Cheque Avulso I - FINALIDADE: Informatizar o processo de solicitação e emissão de cheques avulsos, além de proporcionar maior segurança e sigilo das informações. II - ÂMBITO DE APLICAÇÃO: Este procedimento se aplica

Leia mais

RESOLUÇÃO N 2.025. 10. número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);

RESOLUÇÃO N 2.025. 10. número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF); RESOLUÇÃO N 2.025 Altera e consolida as normas relativas à abertura, manutenção e movimentação de contas de depósitos. O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31.12.64, torna

Leia mais