8ºano. 1.8 CIÊNCIAS 3º período :: vespertino 3 de setembro de Leia o texto a seguir.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "8ºano. 1.8 CIÊNCIAS 3º período :: vespertino 3 de setembro de 2010. 1. Leia o texto a seguir."

Transcrição

1 8ºano 1.8 CIÊNCIAS 3º período :: vespertino 3 de setembro de 2010 INSTRUÇÕES, OBSERVAÇÕES & INFORMAÇÕES 1. Todas as respostas, argumentações, justificativas e desenvolvimentos têm de ser escritos a tinta (azul ou preta). 2. Use letra legível, evitando rasuras. Em caso de erro, anule com um risco e refaça. 3. Não use líquidos corretivos (liquid paper ou similares). O uso de tais corretivos será considerado rasura e implicará anulação da resposta. 4. Cuide da apresentação da prova; numere e separe as questões, destacando as respostas e o rascunho. 5. Não empreste nem solicite emprestado material de prova (caneta, lápis, borracha, régua, etc.) 6. A interpretação faz parte da avaliação. 7. Questões objetivas que forem rasuradas não serão corrigidas. 1. Leia o texto a seguir. O "Óleo de Lorenzo" (1992) é um filme que conta uma história verdadeira, de um menino, Lorenzo Odone, que aos oito anos começou a demonstrar os sintomas de uma rara e incurável doença genética, a adrenoleucodistrofia (ADL). Quando seus pais foram informados desse terrível diagnóstico de seu filho único, não se conformaram e iniciaram uma batalha científica para melhor entender o "inimigo" invisível que lentamente destruía o cérebro de Lorenzo. A ADL se caracteriza pelo acúmulo de substâncias químicas conhecidas como ácidos graxos na maioria das células do organismo afetado, mas principalmente nas células do cérebro, levando à destruição de uma camada de lipídios que envolve parte dessas células. (Adaptado do site Baseando-se no texto e em conhecimentos correlatos, responda ao que se pede, preenchendo os espaços destinados abaixo: a) Nome específico das principais células afetadas pela doença conhecida com adrenoleucodistrofia (ADL): (0,2) b) Região específica das células nervosas onde a camada de lipídios destruída por essa doença se encontra: (0,2) c) Nome da camada de lipídios destruída por essa doença: (0,2) d) Função dessa camada lipídica: (0,2) e) O texto relata que a doença conhecida como ADL destrói lentamente o cérebro de Lorenzo. Apresente dois problemas que Lorenzo poderá ter em decorrência da progressão dessa doença. (0,2) 2. A doença meningocócica é uma infecção bacteriana aguda, evoluindo, rapidamente para óbito, causada pela Neisseria meningitidis. Esta bactéria, além de causar inflamação nas membranas (dura-máter, aracnoide e pia-máter) que revestem o sistema nervoso central (SNC), pode, também, acasionar infecção generalizada. Estima-se a ocorrência de pelo menos 500 mil casos de doença meningocócica por ano no mundo, com cerca de 50 mil óbitos (mortes). É uma doença de evolução rápida e com alta letalidade, que varia de 7% até 70%. Geralmente acomete crianças e adultos jovens, mas em situações epidêmicas a doença pode atingir pessoas de todas as faixas etárias. PÁG. 1

2 a) Qual é o nome genérico utilizado para fazer referência às membranas pia-máter, aracnoide e dura-máter? (0,2) b) Qual é o nome da doença causada pela bactéria N. meningitidis, quando essa bactéria infecta as membranas que revestem o SNC? (0,2) c) Além das membranas pia-máter, aracnoide e dura-máter, escreva as outras proteções que se localizam ao redor do SNC. (0,6) 3. A figura apresentada a seguir ilustra, simplificadamente, um fenômeno involuntário conhecido como reflexo patelar. Nele, um martelo de borracha toca o joelho e, como reação, a pessoa chuta. a) Sabendo que o neurônio I se dirige à medula espinhal e o neurônio II sai dela, quais são os nomes dados a esses dois tipos de neurônios? (0,2) P Neurônio I: P Neurônio II: b) Qual é o tipo de neurônio que participa do reflexo patelar e que não foi representado na figura acima? (0,2) c) Explique, detalhadamente, como ocorre o reflexo patelar. (0,6) 4. Os amantes de emoções intensas precisam conhecer a Sheikra, a montanha-russa mais alta do mundo. A mais recente atração do Busch Gardens também se destaca por permitir aos usuários uma queda livre a 60 metros de altura, com uma inclinação de 90 graus - totalmente perpendicular ao solo - tudo isso a uma velocidade de 112 km/h. Uma pessoa que está nessa montanha-russa experimenta uma sensação de estresse bastante acentuada. Nessas condições o organismo dessa pessoa se prepara para enfrentar tal situação. Para tanto, entra em ação o sistema nervoso autônomo (SNA). Acerca desse assunto, responda ao que se pede: a) Em uma situação de estresse, como a vivenciada durante um "passeio" na Sheikra, uma das reações possíveis é a inibição da secreção gástrica. Qual é a importância dessa reação para enfrentar uma situação de estresse? (0,4) PÁG. 2

3 b) Escreva dois exemplos de reações, excetuando o exemplo citado no item anterior, que o organismo de uma pessoa numa situação de estresse pode apresentar. (0,4) c) Cessada a situação de estresse, o organismo precisa restabelecer o equilíbrio. Para que isso ocorra, faz-se necessária a participação de um setor específico do SNA. Qual é esse setor? (0,2) 5. Nosso sistema nervoso central (SNC) é responsável pelo controle de todas as funções que nosso organismo executa, sejam elas voluntárias ou involuntárias. Cada órgão que compõe o SNC é responsável por funções específicas. A seguir, uma situação foi descrita. Nela, uma ação foi sublinhada e, abaixo, foi indicado o órgão do SNC responsável por tal ação. Observe: P Gilberto tirou rapidamente a mão ao encostá-la em um objeto quente. Órgão responsável: medula espinhal. Agora, elabore duas frases que descrevam situações diferentes (I e II), destaque uma ação e indique qual é o órgão do SNC responsável pela ação destacada na frase. (1,0) (Obs.: As ações e os órgãos do SNC responsáveis por elas devem ser diferentes nas duas situações.) Situação I: Situação II: 6. Faz parte da adolescência a busca por novas experiências e sensações. Aí entra também a curiosidade pelo uso das drogas, tanto as lícitas, quanto as ilícitas. Se você é adolescente, é importante estar informado quanto aos riscos relacionados ao consumo de álcool e outras drogas. Veja alguns tipos de drogas: Maconha: é o nome popular da planta Cannabis sativa. Esta droga, se fumada em pequenas doses, pode alterar a percepção do indivíduo quanto ao gosto, tato, olfato e tempo. Seu uso prejudica a memória, diminui os reflexos, pode causar problemas no aparelho respiratório e aumenta as chances de desenvolver câncer de pulmão. Álcool: a bebida alcoólica leva à diminuição da coordenação motora e dos reflexos. O uso prolongado pode causar alcoolismo, cirrose e câncer no fígado. No comportamento, provoca agressividade. Crack: é uma droga proveniente das sobras do refino da cocaína, que pode gerar dependência rapidamente. Em poucos segundos ela atinge o sistema nervoso e produz agitação e euforia. Logo mais, vem a depressão. Seu uso provoca perda de apetite, perda de peso e desnutrição, insônia, rachaduras nos lábios e gengivas, tosse e problemas respiratórios, problemas cardíacos, depressão e sentimento de perseguição. (Fonte: Série Por dentro do Assunto - Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) e Ciência Hoje na Escola, volume 13 - Conversando sobre a Saúde com Adolescentes.) a) Considerando a legislação brasileira, as drogas citadas no texto acima são lícitas ou ilícitas? (0,3) b) As drogas citadas no texto acima fazem parte de uma longa lista de substâncias classificadas como drogas psicotrópicas. Dentre as drogas psicotrópicas, há três grupos distintos: drogas perturbadoras, estimulantes e depressoras do sistema nervoso central. b 1) O que são drogas psicotrópicas? (0,4) b 2) Em quais dos grupos de drogas psicotrópicas podemos incluir a(o): (0,3) Maconha: Álcool: Crack: PÁG. 3

4 7. A transfusão de sangue é uma prática médica que consiste na transferência de sangue ou de um componente sanguíneo de uma pessoa (o doador) para outra (o receptor). No caso de uma transfusão, é sempre preferível fornecer à pessoa sangue que seja do mesmo tipo que o seu. Quando isso não é possível, pode-se fornecer, em pequenas quantidades, sangue de um tipo diferente, porém compatível com o do paciente. Reconhecem-se hoje quatro grupos sanguíneos: A, B, AB e O, isso considerando o sistema ABO. Quanto ao fator Rh, o sangue pode ser Rh + ou Rh. Acerca desse assunto, e considerando pequenos volumes de sangue, julgue as afirmações a seguir como certas (C) ou erradas (E). (1,0) C E Uma pessoa com sangue AB pode receber pouco volume de sangue em uma transfusão, apenas se o doador não possuir aglutininas e nem o fator Rh. Uma pessoa com sangue tipo O + não é portador de nenhum aglutinogênio, mas possui o fator Rh. As aglutininas do sangue do receptor são as responsáveis, mesmo em transfusões que envolvem pequeno volume de sangue, pelo desencadeamento da reação de aglutinação das hemácias em seu sangue. Se uma pessoa apresenta, em seu plasma, aglutinogênios do tipo A, ela não poderá doar sangue para um receptor que tenha aglutininas anti-a. Uma pessoa pertencente ao grupo sanguíneo AB + é considerada receptora universal, pois em seu sangue não há aglutininas e ela possui o fator Rh. 8. Cálculo renal, conhecido popularmente como pedra nos rins, é um quadro agudo que se instala mais nos homens do que nas mulheres e provoca uma dor inesquecível. Os livros antigos de medicina diziam que é a dor mais próxima da dor do parto que os homens podiam sentir. Cálculos renais provocam dor tão intensa que o paciente pode precisar de internação hospitalar e, às vezes, ser submetido a procedimento cirúrgico. Na maioria dos casos, porém, não é uma doença grave. Acredita-se que cálculos pequenos, de no máximo 5mm ou 7mm, passam pela via urinária sem maiores problemas. (Trecho de entrevista com o Dr. Paulo Ayrosa Galvão, médico nefrologista e integrante do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês de São Paulo) a) Considerando que os cálculos renais se formaram nos rins, na região da pelve renal, e que eles foram expelidos sem nenhuma intervenção médica, escreva os nomes das estruturas do sistema urinário que esses cálculos percorrerão, na ordem em que estão dispostos no sistema urinário, até saírem do corpo de uma pessoa. (0,6) b) Apresente duas condições que favoreçam a formação de cálculos renais em uma pessoa. (0,4) 9. Os rins são dois órgãos que têm a função de purificar o sangue, retirando dele os resíduos do metabolismo celular. Durante a realização desse processo de purificação, forma-se a urina. Sobre o trabalho executado pelos rins, julgue as afirmações a seguir e assinale aquela que estiver errada. (1,0) a.( ) O sangue arterial chega aos rins por meio da artéria renal, passa para as arteríolas e preenche capilares arteriais enovelados, os glomérulos. b.( ) Durante o processo de filtração do sangue para formação da urina, o líquido recolhido pela cápsula glomerular é formado por uma parte do plasma que extravasou dos glomérulos. c.( ) Quando o líquido filtrado nos glomérulos percorre os túbulos coletores (túbulo contorcido proximal, alça néfrica e túbulo contorcido distal), ocorre a reabsorção das substâncias ainda úteis, como grande parte da água, glicose e alguns sais, que voltam ao sangue. d.( ) Os capilares que ficam em volta do glomérulo tornam-se venosos à medida que o gás carbônico produzido nas células dos néfrons é absorvido por esses vasos sanguíneos. e.( ) Nos rins, os néfrons localizam-se, parte na região do córtex e parte na região da medula. PÁG. 4

5 10. Sobre a pele e assuntos correlatos, relacione a coluna I à coluna II, de modo que os questionamentos feitos na coluna I sejam respondidos, corretamente, pelos termos citados na coluna II. (1,0) Coluna I a) Onde encontramos as estruturas responsáveis pela vermelhidão da pele quando nos expomos exageradamente ao sol? b) Qual é o nome da substância que protege nossa pele da radiação ultravioleta? c) Onde encontramos um tipo de substância química que compõe uma camada termo-isolante? d) Qual substância impermeabilizante é produzida na camada viva mais superficial da pele? e) Na nossa pele, onde se encontra a camada córnea? ( ) Melanina ( ) Queratina ( ) Epiderme ( ) Derme ( ) Tela subcutânea Coluna II PÁG. 5

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: SISTEMAS HUMANOS: EXCRETOR E CIRCULATÓRIO Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. Coloque C ou E e corrija se necessário: ( ) Os rins recebem sangue

Leia mais

SISTEMA URINÁRIO. Prof. Me. Leandro Parussolo

SISTEMA URINÁRIO. Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA URINÁRIO Prof. Me. Leandro Parussolo SISTEMA URINÁRIO Conjunto de órgãos e estruturas responsáveis pela filtração do sangue e consequente formação da urina; É o principal responsável pela eliminação

Leia mais

DATA: 18/ 12 / 2015 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO SÉRIE: 8º Ano TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: 18/ 12 / 2015 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO SÉRIE: 8º Ano TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: CIÊNCIAS PROFESSORES: Ludmila / Márcia DATA: 18/ 12 / 2015 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO SÉRIE: 8º Ano TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Orientações gerais: Este trabalho

Leia mais

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...)

Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4. , K +, Mg 2+, etc...) Regulação dos níveis iônicos do sangue (Na +, K +, Ca 2+, Cl -, HPO 4 2-, K +, Mg 2+, etc...) Regulação do equilíbrio hidrossalino e da pressão arterial; Regulação do ph sanguíneo (H +, HCO 3- ); Síntese

Leia mais

FISIOLOGIA RENAL EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM

FISIOLOGIA RENAL EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM FISIOLOGIA RENAL 01. A sudorese (produção de suor) é um processo fisiológico que ajuda a baixar a temperatura do corpo quando está muito calor ou quando realizamos uma atividade

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO DISCIPLINA: CIÊNCIAS NATURAIS SÉRIE: 2º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem 1) Elabore o roteiro de estudos: a. Quais são as vias excretoras do nosso corpo? b.

Leia mais

Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro. Cerebelo. Encéfalo. Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula

Sistema Nervoso. Sistema Nervoso Central (SNC) Sistema Nervoso Periférico (SNP) Cérebro. Cerebelo. Encéfalo. Mesencéfalo Ponte Bulbo Medula Introdução O corpo humano é coordenado por dois sistemas: o nervoso e o endócrino. O sistema nervoso é o que coordena, por meio da ação dos neurônios, as respostas fisiológicas, como a ação dos músculos

Leia mais

Sistema Urinário. Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências

Sistema Urinário. Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências Sistema Urinário Profe. Cristiane Rangel 8º ano Ciências O sistema urinário ANTONIA REEVE / SCIENCE PHOTO LIBRARY O rim foi o primeiro órgão vital a ser transplantado com sucesso em pessoas. Qual a função

Leia mais

Samba, suor e cerveja!

Samba, suor e cerveja! A UU L AL A Samba, suor e cerveja! O carnaval está chegando e você não vê a hora de sambar ao ritmo da bateria das escolas de samba ou de ir atrás do trio elétrico. Tanto calor e tanto exercício vão dar

Leia mais

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi

Sistemas Excretores. Professor Fernando Stuchi Sistemas Excretores Definição Para manutenção da vida de um organismo animal, todo alimento e substancia que são digeridas, as células absorvem os nutrientes necessários para o fornecimento de energia.

Leia mais

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração

Sistema circulatório. Componentes: - Vasos sanguíneos. - Sangue (elementos figurados e plasma) - Coração Fisiologia Humana Sistema circulatório Componentes: - Sangue (elementos figurados e plasma) - Vasos sanguíneos - Coração Vasos sanguíneos Artérias Vasos com paredes espessas e elásticas por onde circula

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 8 CIÊNCIAS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao terceiro bimestre escolar ou às Unidades 4 e 5 do Livro do Aluno. Avaliação - Ciências NOME: TURMA: escola: PROfessOR:

Leia mais

Sistema Nervoso. Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular.

Sistema Nervoso. Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular. Neurônio Sistema Nervoso Corpo celular constituída pela membrana, organelas e núcleo celular. Dendritos prolongamentos ramificados que captam os estímulos nervosos. Axônio prolongamento único e responsável

Leia mais

DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS. Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas

DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS. Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas DROGAS LÌCITAS E ILÌCITAS SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS Drogas Lícitas e Ilícitas Substancias Psicotrópicas SUBSTÂNCIAS PSICOTRÒPICAS São substancias psicoativas que agem no Sistema Nervoso Central. Produz

Leia mais

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso

Sistema Nervoso. Aula Programada Biologia. Tema: Sistema Nervoso Aula Programada Biologia Tema: Sistema Nervoso 1) Introdução O sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas,

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 PROVA DE RECUPERAÇÃO ANUAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: / /2013 Nota: Professor(a): Karina Valor da Prova: 90 pontos MATUTINO: Orientações

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E

SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E SISTEMA EXCRETOR P R O F E S S O R A N A I A N E O que não é assimilado pelo organismo O que o organismo não assimila, isto é, os materiais inúteis ou prejudiciais ao seu funcionamento, deve ser eliminado.

Leia mais

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso

ELIANE E MAITHÊ. Leis de Newton. Força peso ELIANE E MAITHÊ Leis de Newton Força peso Objetivo: Evidenciar que a força peso atua em um corpo mesmo ele não estando em queda livre e investigar a direção da força peso. Materiais:Duas garrafas PET do

Leia mais

Aula 14 Sistema ABO. Grupo sangüíneo (fenótipo) Aglutinogênio (hemácias) Aglutinina (soro) Anti - B. Anti - A. A e B.

Aula 14 Sistema ABO. Grupo sangüíneo (fenótipo) Aglutinogênio (hemácias) Aglutinina (soro) Anti - B. Anti - A. A e B. Aula 14 Sistema ABO A transfusão de sangue incompatível pode provocar queda de pressão, escurecimento da visão, desmaio e até a morte. Esses efeitos são devidos a uma reação de aglutinação, ou seja reunião

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO

SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO SISTEMA EXCRETOR PROFª CLÁUDIA LOBO Excreção Mecanismo pelo qual os seres vivos recolhem seu lixo celular, como a amônia (NH 3 ), CO 2, água e sais. Desta forma, os seres vivos mantém a homeostase, isto

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0

EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 EXERCÍCIOS ON LINE DE CIÊNCIAS 8 AN0 1- Que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? Bulbo 2- Os alvéolos são formados por uma única camada de células muito finas. Explique como

Leia mais

Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota

Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota Matéria: biologia Assunto: fisiologia humana Sistema NERVOSO Prof. Enrico blota Biologia FISIOLOGIA HUMANA SISTEMA NERVOSO Tem por função receber, associar, armazenar ou emitir informações garantindo assim

Leia mais

TECIDOS. 1º ano Pró Madá

TECIDOS. 1º ano Pró Madá TECIDOS 1º ano Pró Madá CARACTERÍSTICAS GERAIS Nos animais vertebrados há quatro grandes grupos de tecidos: o muscular, o nervoso, o conjuntivo(abrangendo também os tecidos ósseo, cartilaginoso e sanguíneo)

Leia mais

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi

Sistema Nervoso Professor: Fernando Stuchi Fisiologia Animal Sistema Nervoso Sistema Nervoso Exclusivo dos animais, vale-se de mensagens elétricas que caminham pelos nervos mais rapidamente que os hormônios pelo sangue. Mantido vivo pela eletricidade,

Leia mais

SISTEMA CIRCULATÓRIO

SISTEMA CIRCULATÓRIO SISTEMA CIRCULATÓRIO FUNÇÕES DO SISTEMA CIRCULATÓRIO: Transporte de substâncias : * Nutrientes para as células. * Resíduos vindos das células. *Gases respiratórios. * Hormônios. OBS: O sangue também pode

Leia mais

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta

Maconha. Alessandro Alves. Conhecendo a planta Maconha Alessandro Alves Entenda bem. A maconha é a droga ilícita mais utilizada no mundo. Está entre as plantas mais antigas cultivadas pelo homem. Na China seus grãos são utilizados como alimento e no

Leia mais

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados

SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados SISTEMA EXCRETOR (URINÁRIO) RIO) Rins: morfologia e funcionamento Regulação hormonal Distúrbios mais comuns Excreção de compostos nitrogenados Regulação osmótica SISTEMA URINÁRIO HUMANO adrenal Veia cava

Leia mais

I. Os anticorpos são transferidos através da placenta.

I. Os anticorpos são transferidos através da placenta. Revisão para recuperação Questão 01) A descoberta dos sistemas sanguíneos ABO e Rh teve grande impacto na área médica, pois permitiu realizar transfusões de sangue apenas entre pessoas de grupos sanguíneos

Leia mais

VIVER BEM OS RINS DO SEU FABRÍCIO AGENOR DOENÇAS RENAIS

VIVER BEM OS RINS DO SEU FABRÍCIO AGENOR DOENÇAS RENAIS VIVER BEM OS RINS DO SEU FABRÍCIO AGENOR DOENÇAS RENAIS Leia o código e assista a história de seu Fabrício Agenor. Este é o seu Fabrício Agenor. Ele sempre gostou de comidas pesadas e com muito tempero

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO.

Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO. Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO. 2 Habilidade: Compreender como os grupos sanguíneos se comportam geneticamente (genótipo e fenótipo). Conhecer

Leia mais

Lista de Genética 2º EM Colégio São José - 2013

Lista de Genética 2º EM Colégio São José - 2013 1. (Fuvest 92) Nos anos 40, o famoso cineasta Charlie ChapIin foi acusado de ser o pai de uma criança, fato que ele não admitia. Os exames de sangue revelaram que a mãe era do grupo A, a criança do grupo

Leia mais

REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL

REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL REGULAÇÃO HIDROELETROLÍTICA FUNÇÃO RENAL Bioquímica Profa. Dra. Celene Fernandes Bernardes Referências Bioquímica Clínica M A T Garcia e S Kanaan Bioquímica Mèdica J W Baynes e M H Dominiczack Fundamentos

Leia mais

A SAÚDE TAMBÉM É CONSIGO. Tabaco

A SAÚDE TAMBÉM É CONSIGO. Tabaco Tabaco Álcool Medicamentos Cocaína Heroína Cannabis Ecstasy ÁLCOOL Características da substância O álcool contido nas bebidas é cientificamente designado como etanol, sendo produzido através da fermentação

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a:

SISTEMA NERVOSO. Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: SISTEMA NERVOSO Juntamente com o sistema endócrino, capacitam o organismo a: perceber as variações do meio (interno e externo), a difundir as modificações que essas variações produzem executar as respostas

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO III ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 4. o ANO/EF - 2015 Caro (a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES CIÊNCIAS 8º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Diferencie que órgão do sistema nervoso central controla nosso ritmo respiratório? 2. Os alvéolos são formados por uma única

Leia mais

8ª série / 9º ano U. E. 14. Sistema nervoso

8ª série / 9º ano U. E. 14. Sistema nervoso 8ª série / 9º ano U. E. 14 Sistema nervoso O cérebro, a medula e os nervos são os principais órgãos que formam o sistema nervoso. As informações que chegam ao cérebro são respondidas com estímulos que

Leia mais

EXERCÍCIO E DIABETES

EXERCÍCIO E DIABETES EXERCÍCIO E DIABETES Todos os dias ouvimos falar dos benefícios que os exercícios físicos proporcionam, de um modo geral, à nossa saúde. Pois bem, aproveitando a oportunidade, hoje falaremos sobre a Diabetes,

Leia mais

Organização do sistema nervoso

Organização do sistema nervoso Sistema nervoso Organização do sistema nervoso Sistema Nervoso Central (SNC) O encéfalo: O encéfalo dos mamíferos é dividido em: telencéfalo (cérebro), diencéfalo (tálamo, epitálamo e hipotálamo), mesencéfalo

Leia mais

O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico.

O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico. 1 O corpo humano está organizado desde o mais simples até o mais complexo, ou seja, do átomo microscópico ao complexo organismo humano macroscópico. Note essa organização na figura abaixo. - Átomos formam

Leia mais

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2

Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 8.1 e 8.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho Câncer de Próstata Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho O que é próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem

Leia mais

No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram

No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram No início do século XX, o austríaco Karl Landsteiner, misturando o sangue de indivíduos diferentes, verificou que apenas algumas combinações eram compatíveis. Descobriu, assim, a existência do chamado

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 8º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 8º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 4º BIMESTRE 8º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ 2010 01. Ao lançar

Leia mais

ANTÍGENO OU AGLUTINOGÊNIO (nas hemácias)

ANTÍGENO OU AGLUTINOGÊNIO (nas hemácias) HERANÇA DOS GRUPOS SANGÜÍNEOS NA ESPÉCIE HUMANA SISTEMA ABO É um caso de polialelia porque existem três alelos envolvidos (I A, I B, i); O alelo I A determina a produção do antígeno ou aglutinogênio A

Leia mais

Lista de Exercícios GENÉTICA Grupos Sanguíneos Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net

Lista de Exercícios GENÉTICA Grupos Sanguíneos Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net Lista de Exercícios GENÉTICA Grupos Sanguíneos Profº Fernando Teixeira fernando@biovestiba.net 01 - (MACK SP/2013) b) os candidatos III e IV podem ser excluídos da paternidade. c) o candidato I é o pai

Leia mais

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais)

Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO. DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) Anatomia e Fisiologia Humana SISTEMA URINÁRIO DEMONSTRAÇÃO (páginas iniciais) 1ª edição janeiro/2007 SISTEMA URINÁRIO SUMÁRIO Sobre a Bio Aulas... 03 Rins... 04 Localização... 04 Anatomia macroscópica...

Leia mais

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre

Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre Ciências/15 8º ano Turma: 2º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie302r Caros alunos, Projeto-síntese de Ciências 8º ano 2º trimestre No 2º trimestre nos dedicamos ao estudo do funcionamento do corpo humano,

Leia mais

Alienação das drogas

Alienação das drogas Alienação das drogas Que relação podemos fazer entre os personagens mortos-vivos da ficção e os usuários de drogas em geral. São substâncias, naturais ou sintéticas que, introduzidas no organismo, podem

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. GABARITO BIOLOGIA

Leia mais

Primeira droga em cápsula foi lançada agora no país e outras estão em teste.

Primeira droga em cápsula foi lançada agora no país e outras estão em teste. ESCLEROSE MÚLTIPLA GANHA NOVAS OPÇÕES DE TRATAMENTO. (extraído de http://www.orkut.com.br/main#commmsgs?cmm=17111880&tid=5682929915348274548, em 09/05/2012) Primeira droga em cápsula foi lançada agora

Leia mais

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite

Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite Informação pode ser o melhor remédio. Hepatite HEPATITE A hepatite é uma inflamação do fígado provocada na maioria das vezes por um vírus. Diferentes tipos de vírus podem provocar hepatite aguda, que se

Leia mais

TABAGISMO. O tema deste informe foi sugerido pelo Laboratorista Edmund Cox

TABAGISMO. O tema deste informe foi sugerido pelo Laboratorista Edmund Cox Informativo Semanal O tema deste informe foi sugerido pelo Laboratorista Edmund Cox O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Leia mais

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química

FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química FARMACOTERAPIA EXCLUSIVA Nutracêuticos para o tratamento da dependência Química NUTRACÊUTICOS PARA TRATAMENTO DAS DEPENDÊNCIAS QUÍMICAS TRATAMENTO COM ALTA EFETIVIDADE Os mais recentes estudos científicos

Leia mais

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco.

Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco. Função renal: excreção, controle do volume e composição dos líquidos corporais. Composto por um par de rins, um par de ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra. Os rins situam-se na parte dorsal do

Leia mais

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE

CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO CIÊNCIAS E PROGRAMA DE SAÚDE 12 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem

Leia mais

Qual é a função do Sistema Nervoso Central?

Qual é a função do Sistema Nervoso Central? Câncer de SNC Qual é a função do Sistema Nervoso Central? O Sistema Nervoso Central (SNC) é constituído pelo cérebro, cerebelo e tronco cerebral. O cérebro é dividido em quatro lobos que controlam funções

Leia mais

Sistema Urinário. Para eliminar estes resíduos, o organismo possui várias vias de eliminação

Sistema Urinário. Para eliminar estes resíduos, o organismo possui várias vias de eliminação Sistema Urinário Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional IV juliana.pinheiro@kroton.com.br O organismo animal depende de várias reações metabólicas para se manter vivo e saudável. Estas reações

Leia mais

Alelos múltiplos na determinação de um caráter

Alelos múltiplos na determinação de um caráter Alelos múltiplos na determinação de um caráter Determinados gene pode sofrer ao longo do tempo diversas mutações e originar vários alelos esse fenômeno é chamado de polialelia. São bastante frequentes

Leia mais

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções

O SANGUE. Constituintes do Sangue e suas funções O SANGUE Constituintes do Sangue e suas funções AS HEMÁCIAS OU GLÓBULOS VERMELHOS Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância responsável pela cor vermelha. São as células

Leia mais

DO PACIENTE RENAL Tratamento conservador

DO PACIENTE RENAL Tratamento conservador aminidicionário DO PACIENTE RENAL Tratamento conservador Ao paciente e seus familiares, este pequeno dicionário tem a intenção de ajudar no entendimento da doença que passou a fazer parte das suas vidas.

Leia mais

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura?

O que é Hemofilia? O que são os fatores de coagulação? A hemofilia tem cura? Volume1 O que é? O que é Hemofilia? Hemofilia é uma alteração hereditária da coagulação do sangue que causa hemorragias e é provocada por uma deficiência na quantidade ou qualidade dos fatores VIII (oito)

Leia mais

SISTEMA CARDIOVASCULAR

SISTEMA CARDIOVASCULAR SISTEMA CARDIOVASCULAR Professora: Edilene biologolena@yahoo.com.br Sistema Cardiovascular Sistema Cardiovascular Composto pelo coração, pelos vasos sanguíneos e pelo sangue; Tem por função fazer o sangue

Leia mais

Recuperação Final CFB 8º ano do EF

Recuperação Final CFB 8º ano do EF COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final CFB 8º ano do EF Aluno: Série: 8º ano Turma: Data: de dezembro de 2015 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1. Esta prova é um documento

Leia mais

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA:

PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: PROFESSOR: Mônica Narciso ALUNO(A): - N.: 2ª SÉRIE - ENSINO MÉDIO - TURMA: Lista de Exercícios de Revisão de Biologia 3ª etapa 1. (Ufrgs 2013) A coluna da esquerda, abaixo, lista cinco estruturas que fazem

Leia mais

47 Por que preciso de insulina?

47 Por que preciso de insulina? A U A UL LA Por que preciso de insulina? A Medicina e a Biologia conseguiram decifrar muitos dos processos químicos dos seres vivos. As descobertas que se referem ao corpo humano chamam mais a atenção

Leia mais

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO

Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! CIÊNCIAS - UNIDADE 4 RESPIRAÇÃO E EXCREÇÃO Lembrete: Antes de começar a copiar cada unidade, coloque o cabeçalho da escola e a data! Use canetas coloridas ou escreva palavras destacadas, para facilitar na hora de estudar. E capriche! Não se esqueça

Leia mais

Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão

Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão Álcool e energéticos. Uma mistura perigosa. José Guerchon Camila Welikson Arnaldo Welikson Barbara Macedo Durão Este documento tem nível de compartilhamento de acordo com a licença 3.0 do Creative Commons.

Leia mais

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata.

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR Novembro Azul Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. NOVEMBRO AZUL Mês de Conscientização,

Leia mais

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

TC DE CIÊNCIAS 8º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Professor(es): Samuel Bitu ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / COLÉGIO: 01. Vinte pessoas normais beberam, cada uma, 2 litros de água num intervalo de 2 horas. A seguir temos os gráficos que registram

Leia mais

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa Capa ツVivo Feliz Sem Drogas Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo o uso indevido de drogas Capa fim MUNICIPIO DE ITAPEVA SP Secretaria Municipal de Defesa Social Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo

Leia mais

Qual é a função dos pulmões?

Qual é a função dos pulmões? Câncer de Pulmão Qual é a função dos pulmões? Os pulmões são constituídos por cinco lobos, três no pulmão direito e dois no esquerdo. Quando a pessoa inala o ar, os pulmões absorvem o oxigênio, que é levado

Leia mais

DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal

DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal aminidicionário DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal Ao paciente e seus familiares, este pequeno dicionário tem a intenção de ajudar no entendimento da doença que passou a fazer parte das suas

Leia mais

PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA. Primeiros Socorros ABORDAGEM PRIMÁRIA RÁPIDA. Policial BM Espínola

PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA. Primeiros Socorros ABORDAGEM PRIMÁRIA RÁPIDA. Policial BM Espínola PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA Primeiros Socorros ABORDAGEM PRIMÁRIA RÁPIDA Policial BM Espínola LEMBRE-SE Antes de administrar cuidados de emergência, é preciso garantir condições de SEGURANÇA primeiramente

Leia mais

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32

AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 AULA PRÁTICA DE QUÍMICA GERAL Estudando a água parte 32 9º NO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVO Diversos experimentos, usando principalmente água e materiais de fácil obtenção, são

Leia mais

R.: b) O que garante o funcionamento das funções vitais nos organismos vivos? R.:

R.: b) O que garante o funcionamento das funções vitais nos organismos vivos? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 5º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== CÉLULA, UNIDADE BÁSICA DOS SERES VIVOS.

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 2.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2014/2015 Disciplina: Ciências Naturais Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1-

Leia mais

Biofísica. Patrícia de Lima Martins

Biofísica. Patrícia de Lima Martins Biofísica Patrícia de Lima Martins 1. Conceito É uma ciência interdisciplinar que aplica as teorias, a metodologia, conhecimentos e tecnologias da Matemática, Química e Física para resolver questões da

Leia mais

FUNÇÃO RENAL ACADÊMICO JOSÉ DE OLIVEIRA RODRIGUES

FUNÇÃO RENAL ACADÊMICO JOSÉ DE OLIVEIRA RODRIGUES ACADÊMICO JOSÉ DE OLIVEIRA RODRIGUES A função renal é formada por um conjunto de órgãos que filtram o sangue, produzem e excretam a urina. É constituída por um par de rins, um par de ureteres, pela bexiga

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO

BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO Professor: CRISTINO RÊGO Disciplina: CIÊNCIAS Assunto: FUNDAMENTOS DE GENÉTICA Belém /PA BATERIA DE EXERCÍCIOS 8º ANO 1. A importância da digestão para o nosso corpo é: a) desenvolver nosso organismo.

Leia mais

Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca

Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca Pesquisa revela uma das causas de morte prematura na Rússia: a vodca Post 02 Fevereiro 2014 By UNIAD Revista Veja - Álcool Estudo concluiu que risco de morte entre homens russos com menos de 55 anos pode

Leia mais

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH:

A seguir enumeramos algumas caracteristicas do TBH: OQUEÉOTRANSTORNOBIPOLARDO HUMOR(TBH)? O transtorno bipolar do humor (também conhecido como psicose ou doença maníaco-depressiva) é uma doença psiquiátrica caracterizada por oscilações ou mudanças de humor

Leia mais

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas

Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas Projeto Diga Sim a Vida e Não as Drogas PÚLBLICO ALVO: Toda a comunidade escolar e a sociedade local de modo geral. APRESENTAÇÃO: Todos concordam que a Escola tem um papel fundamental em nossa sociedade,

Leia mais

Homeopatia. Copyrights - Movimento Nacional de Valorização e Divulgação da Homeopatia mnvdh@terra.com.br 2

Homeopatia. Copyrights - Movimento Nacional de Valorização e Divulgação da Homeopatia mnvdh@terra.com.br 2 Homeopatia A Homeopatia é um sistema terapêutico baseado no princípio dos semelhantes (princípio parecido com o das vacinas) que cuida e trata de vários tipos de organismos (homem, animais e plantas) usando

Leia mais

Sistema circulatório

Sistema circulatório Sistema circulatório O que é: também conhecido como sistema cardiovascular é formado pelo coração e vasos sanguíneos. Tal sistema é responsável pelo transporte de nutrientes, gases, hormônios, excreções

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo

Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Introdução ao Sistema Nervoso - O Encéfalo Profa Juliana Normando Pinheiro Morfofuncional V juliana.pinheiro@kroton.com.br O sistema nervoso é um sistema complexo de comunicação e controle no corpo animal.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais I PROVAS DE

Leia mais

Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências

Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências Prof. Laila Bekai 7ª série - Ciências SISTEMA NERVOSO Sistema nervoso central (SNC) Sistema nervoso periférico (SNP) Encéfalo Medula espinhal SNP autônomo SNP somático Parassimpático Simpático Nervos motores

Leia mais

MANUAL MASTITE BOVINA INFORMATIVO BPA 34 3818-1300 34 9684-3150. bpa@cemil.com.br REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

MANUAL MASTITE BOVINA INFORMATIVO BPA 34 3818-1300 34 9684-3150. bpa@cemil.com.br REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA ilustra BPA REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA Normativa nº 51 18/09/2002. Regulamentos Técnicos de Produção, Identidade e Qualidade do Leite tipo A, do Leite tipo B, do Leite tipo C, do Leite Pasteurizado e do

Leia mais

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo

COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO. Profª Fernanda Toledo COLÉGIO ALEXANDER FLEMING SISTEMA RESPIRATÓRIO Profª Fernanda Toledo RECORDAR Qual a função do alimento em nosso corpo? Por quê comer????? Quando nascemos, uma das primeiras atitudes do nosso organismo

Leia mais

DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS. Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção

DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS. Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS Vulnerabilidades, riscos e formas de prevenção DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS DROGAS qualquer substância capaz de modificar a função dos organismos vivos, resultando em mudanças fisiológicas

Leia mais

Genética Grupos sanguíneos

Genética Grupos sanguíneos Genética Grupos sanguíneos 1- Em um banco de sangue, existe o seguintes estoque: 12 litros de sangue do tipo A, 7 litros de sangue do tipo B, 3 litros de sangue do tipo AB e 10 litros de sangue do tipo

Leia mais

SISTEMA NERVOSO. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Sistema Nervoso

SISTEMA NERVOSO. Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Sistema Nervoso Disciplina: Biologia Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Sistema Nervoso SISTEMA NERVOSO Nos organismos menos complexos as funções de comunicação entre as várias

Leia mais

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções.

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Os Rins e suas funções. Possuímos dois rins que têm cor vermelho-escura, forma de grão de feijão e medem cerca de 12 cm em uma pessoa adulta.localizam-se na parte posterior

Leia mais

A patroa quer emagrecer

A patroa quer emagrecer A patroa quer emagrecer A UU L AL A Andando pela rua, você passa em frente a uma farmácia e resolve entrar para conferir seu peso na balança. E aí vem aquela surpresa: uns quilinhos a mais, ou, em outros

Leia mais

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL PRESSÃO CONTROLADA SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Pressão controlada apresentação Chamada popularmente de pressão alta, a hipertensão é grave por dois motivos: não apresenta sintomas, ou seja,

Leia mais

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho.

A pessoa dependente do álcool, além de prejudicar a sua própria vida, acaba afetando a sua família, amigos e colegas de trabalho. O que é Alcoolismo? Alcoolismo é a dependência do indivíduo ao álcool, considerada doença pela Organização Mundial da Saúde. O uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer

Leia mais

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo

SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo SISTEMA NERVOSO 2 Profº Moisés Araújo www.bioloja.com EMBRIOGÊNESE DO SN DIVISÃO DO SN O SISTEMA NERVOSO O SNC recebe, analisa e integra informações. É o local onde ocorre a tomada de decisões e o envio

Leia mais

BIOLOGIA SISTEMA EXCRETOR

BIOLOGIA SISTEMA EXCRETOR BIOLOGIA Prof. Helder SISTEMA EXCRETOR ANATOMIA O sistema excretor é formado por um conjunto de órgãos que filtram o sangue, produzem e excretam a urina - o principal líquido de excreção do organismo.

Leia mais