MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Especificação técnica para contratação de empresa especializada em serviços de tradução simultânea para a 1 a Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana Atividade / Probio II - Fiocruz ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE SERVIÇOS Nº 012/ CONTEXTUALIZAÇÃO: O "Projeto Nacional de Ações Integradas Público-Privadas para Biodiversidade" Probio II - é o marco por meio do qual se pretende impulsionar a transformação dos modelos de produção, consumo e de ocupação do território nacional. O Projeto é executado pela parceria estabelecida entre o Ministério do Meio Ambiente - MMA, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade - FUNBIO e a Caixa Econômica Federal CAIXA, e ainda o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA, o Ministério da Saúde - MS, o Ministério da Ciência e Tecnologia - MCT, a Fundação Oswaldo Cruz - Fiocruz, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade ICMBio, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro JBRJ e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa. A Fundação Oswaldo Cruz é uma instituição secular de pesquisa ligada ao MS. Sua história, assim como de seus pesquisadores, embora voltada para a saúde humana, abarca ao longo do tempo, a compreensão das doenças em toda a sua complexidade e espacialidade e, por isso, constitui-se como referência em biodiversidade brasileira quando se trata de vetores, parasitos e hospedeiros não humanos e humanos. Com esta abrangência é que a Fiocruz se insere no PROBIO II, onde tratará primordialmente de organizar as informações relativas às doenças emergentes e reemergentes advindas da biodiversidade, de maneira a construir modelos de risco, previsão e prevenção de ocorrências tanto para a saúde humana quanto para a fauna silvestre e doméstica. 2 OBJETIVO: A 1ª Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana busca sensibilizar as comunidades técnicas e científicas dos setores governamentais e privados brasileiros quanto à necessidade da capacitação, investimentos no desenvolvimento de modelos e práticas inovadoras de vigilância em saúde e monitoramento ambiental que incluam as relações entre a saúde silvestre e humana. Será um evento para cerca de 500 participantes, incluindo representantes de órgãos governamentais, cientistas brasileiros e estrangeiros além de representantes da sociedade civil organizada. O evento será realizado no período de 23 a 26 de outubro de 2012, na cidade do Rio de Janeiro, RJ, no, e para que os participantes das diferentes nacionalidades possam ser compreendidos entre si durante 1 de 5

2 as palestras, é necessária a contratação de empresa especializada em serviços relacionados à tradução simultânea. 3 TIPO DO OBJETO: Contratação de empresa especializada em serviços de tradução simultânea, Inglês/Português/Inglês, em eventos científicos na área de saúde e ambiente, para atender à 1 a Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana. Os serviços serão coordenados pela coordenação do Programa Institucional Biodiversidade & Saúde da Fundação Oswaldo Cruz, que determinará e acompanhará o desempenho dos trabalhos. 4 SERVIÇO: A empresa selecionada desenvolverá seu trabalho com objetivo de fornecer à contratante os serviços de tradução simultânea do idioma inglês para o português e vice-versa durante o curso pré-congresso e a realização da 1ª Conferência Brasileira em Saúde Silvestre e Humana, de acordo com o quadro a seguir: Item Data Local do Evento Nº horas Definição Horário de outubro de 2012 Salão Samambaia 10:00 às 12:00 h 13:30 às 16:00 h 16:30 às 18:00 h de outubro de :00 às 12:30 h de outubro de :00 às 12:30 h de outubro de :00 às 12:30 h A empresa deverá prestar os serviços durante os períodos especificados de forma ininterrupta, além de antever a possibilidade de horas extras. 5 QUALIFICAÇÃO: A empresa que firmará o contrato deverá apresentar dois atestados de capacidade técnica fornecidos por pessoa jurídica de direito público ou privado, no ato da entrega da proposta com referencia ao seu nome e/ou CNPJ. 2 de 5

3 6 COTAÇÃO: A empresa deverá apresentar proposta de acordo com o cálculo para cotação especificado abaixo: Item Serviços Valor por hora (R$) Hora extra Valor Total Não serão pagos taxas ou valores destinados à coordenação ou outras atividades. 7 JULGAMENTO PROPOSTO As propostas deverão ser encaminhadas em duas vias, acompanhadas das comprovações solicitadas, até às 16:00 do dia 28 de setembro de 2012 (data limite para postagem), ao endereço: Programa Institucional Biodiversidade & Saúde Fundação Oswaldo Cruz, Presidência Av. Brasil 4036, sala 214/216, Prédio da Expansão Manguinhos, CEP , Rio de Janeiro, RJ; ou por empresarial ao ou ainda por fax: A empresa vencedora será aquela que atender aos condicionantes expostos neste Termo de Referencia e ofertar o menor preço global (períodos regulares mais o valor de uma hora extra). 8 PAGAMENTO O pagamento será realizado pela CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (CAIXA) em, no máximo, 15 dias após a apresentação da nota fiscal discriminatória de serviços e impostos, devidamente atestada pela Coordenação do Programa Institucional Biodiversidade & Saúde quanto a execução do serviço. Para o pagamento do serviço prestado, a empresa contratada deverá estar em dia com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Para a assinatura do contrato, a empresa vencedora se optante pelo Simples Nacional, deverá entregar cópia de declaração comprobatória. Caso não seja, deverá informar tal condição por meio de declaração, junto com cópia do Contrato Social, assinada por representante legal da empresa, ambas reconhecidas em cartório. 3 de 5

4 9 DA FRAUDE E CORRUPÇÃO De modo a atender as exigências do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) para execução do Projeto, devem-se observar os seguintes itens obrigatórios das diretrizes para aquisições financiadas por empréstimos do BIRD e Créditos da AID (item 1.14), descritas a seguir: O Banco adota como política exigir dos mutuários (e de outros beneficiários de seus empréstimos), bem como de licitantes, fornecedores, empreiteiros e seus subempreiteiros, sujeitos a contratos financiados pela Instituição, a observância do mais elevado padrão ético durante a aquisição e execução de contratos. De acordo com essa orientação, o Banco: a) define, para a finalidade deste dispositivo, as expressões indicadas a seguir: I. prática corrupta : significa oferecer, entregar, receber ou solicitar, direta ou indiretamente, qualquer coisa de valor, com a intenção de influenciar de modo indevido a ação de outra pessoa; II. prática fraudulenta : significa qualquer ato, falsificação ou omissão de fatos que, de forma intencional ou irresponsável induza ou tente induzir um indivíduo a erro, com objetivo de obter benefício financeiro ou de qualquer outra ordem, ou com a intenção de evitar o cumprimento de uma obrigação; III. prática colusiva : significa uma articulação entre duas ou mais partes com o propósito a atingir um objetivo incorreto, inclusive influenciar de modo inadequado as ações de uma outra parte; IV. prática coercitiva : significa prejudicar ou causar dano, ou ameaçar prejudicar ou causar dano, direta e indiretamente, a qualquer parte interessada ou a sua propriedade, para influenciar de modo incorreto as ações de uma parte; V. prática obstrutiva : significa: aa) Destruir, falsificar, alterar ou ocultar provas em investigação ou fazer declarações falsas a investigadores, com o objetivo de impedir materialmente uma investigação do Banco de alegações de prática corrupta, fraudulenta, coercitiva ou colusiva e/ou ameaçar, perseguir ou intimidar qualquer parte interessada, para impedi-la de mostrar seu conhecimento sobre assuntos relevantes à investigação ou ao seu prosseguimento, ou; bb) Atos cuja intenção seja de impedir materialmente o execercício dos direitos do Banco de promover inspeção ou auditoria, estabelecidos no parágrafo 1.14 (e) abaixo; b) rejeitará uma recomendação de outorga se constatar que o licitante indicado se envolveu, diretamente ou através de um agente, em práticas corruptas, fraudulentas, colusivas, coercitivas ou obstrutivas durante a licitação para o contrato em questão; c) cancelará a parcela do empréstimo alocada a um contrato se, a qualquer momento, constatar que o representante do Mutuário ou de um beneficiário de empréstimo envolveram-se em práticas corruptas, fraudulentas, colusivas, coercitivas ou obstrutivas durante o processo de aquisição ou de execução do contrato, sem que o mutuário tenha adotado medidas oportunas e adequadas, satisfatórias ao Banco, para combater essas práticas quando de sua concorrência; d) imporá sanção sobre uma empresa ou pessoa física, inclusive declarando-a inelegível, indefinidamente ou por prazo determinado, para a outorga de contratos financiados pelo Banco se, em 4 de 5

5 qualquer momento, constar o envolvimento da empresa, diretamente ou por meio de um agente, em práticas corruptas, fraudulentas, colusivas, coercitivas ou obstrutivas ao participar da licitação ou da execução de um contrato financiado pelo Banco,e e) terá o direito de requerer a inclusão em editais e contratos financiados por empréstimo do Banco de uma disposição que exija dos licitantes, fornecedores e empreiteireiros a permissão para que o Banco inspecione suas contas, registros e outros documentos referentes à apresentação de proposta e execução do contrato, e para que possam ser examinados por auditores designados pela instituição. Informações adicionais poderão ser obtidas em: Programa Institucional Biodiversidade & Saúde Av. Brasil 4036, sala 214/216, Manguinhos, CEP , Rio de Janeiro, RJ Tel: /9193 FAX: de 5

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Termo de Referência para contratação de empresa especializada em serviços de design gráfico para confecção

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Especificação Técnica para CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS GRÁFICOS PARA IMPRESSÃO DE

Leia mais

A aquisição deste equipamento está prevista na atividade 3.2.09.01.01.01 do POA e PP

A aquisição deste equipamento está prevista na atividade 3.2.09.01.01.01 do POA e PP PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II Especificação Técnica para aquisição do equipamento Câmera fotográfica para o subprojeto 3.2.09.01.01 atividade 3.2.09.01.01.01 Especificação técnica

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II

PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II Especificação Técnica Aquisição de computadores, monitores, teclados e mouses para o projeto Desenvolvimento e Implantação do Sistema Físico e Lógico

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Especificação técnica para contratação de empresa especializada em serviços de multimídia e sonorização

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE Especificação Técnica para contratação de empresa prestadora de serviço para o Desenvolvimento do Web

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Especificação técnica para contratação de empresa especializada em serviços de organização de eventos

Leia mais

ACORDO DE DOAÇÃO TF 91.515. TERMO DE REFERÊNCIA nº 009/2009

ACORDO DE DOAÇÃO TF 91.515. TERMO DE REFERÊNCIA nº 009/2009 PROJETO NACIONAL DE AÇÕES INTEGRADAS PÚBLICO-PRIVADAS PARA BIODIVERSIDADE PROBIO II FUNDO NACIONAL PARA O MEIO AMBIENTE (Global Environmental Facility - GEF) ACORDO DE DOAÇÃO TF 91.515 TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE Especificação Técnica para contratação de empresa especializada em serviços de CONFECÇÃO E FORNECIMENTO

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91. Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.515 ANEXO 1 TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS DE CONSULTORIA

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROJETO NACIONAL DE AÇÕES PÚBLICO PRIVADAS PARA BIODIVERSIDADE PROBIO II

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROJETO NACIONAL DE AÇÕES PÚBLICO PRIVADAS PARA BIODIVERSIDADE PROBIO II FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROJETO NACIONAL DE AÇÕES PÚBLICO PRIVADAS PARA BIODIVERSIDADE PROBIO II TERMO DE REFERÊNCIA BOLSA No. 009/2013/Fiocruz/ProbioII APOIO CIENTÍFICO B VALOR MENSAL: R$ 4.000,00 (Quatro

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91. Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.515 TERMO DE REFERÊNCIA N º 037/2010 TERMO DE REFERÊNCIA PARA EXECUÇÃO DOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE E SAÚDE PROBIO II Especificação técnica de aquisição de bens Nº 002/2012 para compra Freezer de Ultra Baixa Temperatura 80ºC

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ PRESIDÊNCIA PROGRAMA INSTITUCIONAL BIODIVERSIDADE & SAÚDE Especificação Técnica para contratação de agência de viagem para fornecimento de passagens aéreas nacionais e internacionais,

Leia mais

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.

Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ. PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91. Ministério do Meio Ambiente Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ ANEXO 1 PROBIO II Acordo de Doação Nº TF 91.515 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PRESTADORA

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS 1 DO OBJETO 1.1. Este Edital tem como objeto a seleção pública de Pessoa Física autônoma, especialista, para exercer a função de Consultor Técnico

Leia mais

[TEXT OF COVER LETTER TO SR INFO NOTE FOR BORROWERS]

[TEXT OF COVER LETTER TO SR INFO NOTE FOR BORROWERS] Prezado/a Senhor/a, [TEXT OF COVER LETTER TO SR INFO NOTE FOR BORROWERS] Temos o prazer de passar a suas mãos a Nota Informativa anexa sobre reformas do regime de sanções do Banco aprovadas pelos Diretores

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Coordenação de Agroecologia / PROBIO II.

TERMO DE REFERÊNCIA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - Coordenação de Agroecologia / PROBIO II. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO PROJETO NACIONAL DE AÇÕES INTEGRADAS PUBLICO-PRIVADAS PARA BIODIVERSIDADE PROBIO II FUNDO NACIONAL PARA O MEIO AMBIENTE (Global Environmental Facility

Leia mais

TERCEIRA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II

TERCEIRA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA PESQUISA, AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA BIODIVERSIDADE Projeto Nacional de Ações Público

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS

POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS POLÍTICA DE PREVENÇÃO E COMBATE À CORRUPÇÃO E OUTROS ATOS LESIVOS 1. Introdução A presente Política, aplicável à WEG S/A e todas as suas controladas, representa uma síntese das diretrizes existentes na

Leia mais

Projeto Nacional de Ações Público Privadas para a Biodiversidade PROBIO II. QUINTA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II

Projeto Nacional de Ações Público Privadas para a Biodiversidade PROBIO II. QUINTA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II SERVIÇO PÚBLICO FED ER AL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA PESQUISA, AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA BIODIVERSIDADE Projeto Nacional de Ações Público

Leia mais

Projeto Nacional de Ações Público Privadas para a Biodiversidade PROBIO II. QUINTA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II

Projeto Nacional de Ações Público Privadas para a Biodiversidade PROBIO II. QUINTA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS ICMBio - PROBIO II SERVIÇO PÚBLICO FED ER AL MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DIRETORIA PESQUISA, AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DA BIODIVERSIDADE Projeto Nacional de Ações Público

Leia mais

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE

Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE Governo do Estado do Ceará Secretaria do Planejamento e Gestão SEPLAG Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará - IPECE TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE ESPECIALISTA EM LICITAÇÕES PARA O

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 19, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade de Brasília Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL 05/2011- VERSÃO RETIFICADORA APOIO À PUBLICAÇÃO EM PERIÓDICOS 1. Finalidade e Objetivos Apoiar docentes do corpo permanente, e em exercício, da Universidade de Brasília, a publicar os resultados

Leia mais

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO.

1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO, PREPARAÇÃO, MANIPULAÇÃO, BENEFICIAMENTO, ACONDICIONAMENTO E EXPORTAÇÃO DE BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO. ANEXO NORMAS SOBRE REQUISITOS, CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS PARA O REGISTRO DE ESTABELECIMENTO, BEBIDA E FERMENTADO ACÉTICO E EXPEDIÇÃO DOS RESPECTIVOS CERTIFICADOS. 1. REGISTRO DE ESTABELECIMENTO DE PRODUÇÃO,

Leia mais

Esclarecimentos sobre a demonstração dos itens do Questionário Avaliativo

Esclarecimentos sobre a demonstração dos itens do Questionário Avaliativo Esclarecimentos sobre a demonstração dos itens do Questionário Avaliativo MEDIDAS DE ÉTICA E CONDUTA 1 - A empresa se encontra em situação regular com a Fazenda Federal? A empresa deve apresentar documento

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL EDITAL DE SELEÇÃO E FINANCIAMENTO DE PROJETOS ESCOTEIROS -1/2013 A União dos Escoteiros do Brasil torna público o Edital para seleção e financiamento de projetos escoteiros,

Leia mais

3.1 Experiência em trabalhos com comunidades de agricultores familiares;

3.1 Experiência em trabalhos com comunidades de agricultores familiares; EDITAL PARA SELEÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL PROJETO DE REDUÇÃO DO DESMATAMENTO E DAS QUEIMADAS NO CERRADO DO PIAUÍ PROCERPI ACORDO DE DOAÇÃO Nº TF016192 A Fundação Agente para o Desenvolvimento do Agronegócio,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA UNICESUMAR Com a finalidade de acompanhar a participação de seus estudantes de graduação APROVADOS no Programa Ciência sem Fronteiras (PCsF), o Centro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PROPED 01/2013 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico (PROPED) torna pública a seleção de propostas no âmbito do Programa de Apoio à Publicação

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ COORDENADORIA DE COOPERAÇÃO SOCIAL

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ COORDENADORIA DE COOPERAÇÃO SOCIAL FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ COORDENADORIA DE COOPERAÇÃO SOCIAL EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DE COOPERAÇÃO SOCIAL PARA DESENVOLVIMENTO TERRITORIALIZADO - CSDT/ FIOCRUZ - 01/2009 A Fundação Oswaldo Cruz, CNPJ

Leia mais

!"#! $%&'(!)!")!''*+, $-.

!#! $%&'(!)!)!''*+, $-. !"#! $%&'(!)!")!''*+, $-. $/012!.% $ 3453 1 SUMÁRIO 1 REGRAS APLICÁVEIS ÀS AQUISIÇÕES E CONTRATAÇÕES COM RECURSOS DO PROESF... 3 2 AQUISIÇÃO DE BENS, CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS, EXCETO CONSULTORIAS...

Leia mais

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ERRATA II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1. INTRODUÇÃO Este documento contém a descrição dos procedimentos e critérios a serem adotados para avaliação, julgamento e classificação das propostas das licitantes

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

IV - somente tiverem registro de importação em data anterior a 12 de agosto de 1997.

IV - somente tiverem registro de importação em data anterior a 12 de agosto de 1997. MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 6, DE 16 DE MAIO DE 2005 O MINISTRO DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso da atribuição

Leia mais

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES

CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES CHAMADA PARA SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE APOIO CIENTÍFICO - RES A Fundação Flora de Apoio à Botânica, com a anuência do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, em consonância com a

Leia mais

Anexo 8: Arranjos de Implementação das Aquisições

Anexo 8: Arranjos de Implementação das Aquisições A. GERAL Anexo 8: Arranjos de Implementação das Aquisições Esta operação é um empréstimo de US$ 240 milhões, voltado a diversos setores. Ela contém um componente SWAP de US$ 237 milhões e um componente

Leia mais

Histórico. Foto: José Sabino

Histórico. Foto: José Sabino Histórico A Convenção sobre Diversidade Biológica - CDB é um dos principais resultados da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento - CNUMAD (Rio 92), realizada no Rio de Janeiro,

Leia mais

EDITAL 10/2010 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ

EDITAL 10/2010 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ PRÓ-REITORIA DE E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL 10/2010 PROPESP/FADESP PROGRAMA DE APOIO À PUBLICAÇÃO QUALIFICADA - PAPQ A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) e a Fundação de Amparo e Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO Data de Emissão: 04/02/2013. para

EDITAL DE LICITAÇÃO Data de Emissão: 04/02/2013. para i EDITAL DE LICITAÇÃO Data de Emissão: 04/02/2013 para Aquisição de Livros: Material didático e pedagógico, obras literárias, livros paradidáticos e publicações pedagógicas para formação de acervo bibliográfico

Leia mais

CHAMADA PUBLICA 002/2014 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE

CHAMADA PUBLICA 002/2014 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE CHAMADA PUBLICA 002/2014 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2015 O Curso de Especialização em Divulgação da

Leia mais

3.1. O processo de seleção será regido por este edital e executado pela Coordenação do Programa de Mestrado Profissional em Ciências do Ambiente.

3.1. O processo de seleção será regido por este edital e executado pela Coordenação do Programa de Mestrado Profissional em Ciências do Ambiente. A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade Veiga de Almeida, no uso de suas atribuições estatuárias e regimentais, e devidamente autorizada pelo Conselho Universitário, faz saber,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO:

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO: O QUE É ACERVO TÉCNICO? O Acervo Técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional, compatíveis com suas atribuições desde que registradas no Crea-ES por meio de ARTS -Anotações

Leia mais

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA MMA Nº 43, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 A MINISTRA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.683, de 28 de maio de 2003, e no Decreto nº 6.101,

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 004/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA FÍSICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008.

PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008. ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÀRIA E DESENVOLVIMENTO RURAL AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO MARANHÃO PORTARIA Nº 038/2008-AGED/MA DE 03 DE MARÇO DE 2008. O DIRETOR

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e SENAI em Tubarão EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e SENAI em Tubarão EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e SENAI em Tubarão EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis em parceria

Leia mais

UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES Plano de Licitação I.Considerações Gerais. Informações sobre o Projeto País: Brasil Mutuário: Estado de São Paulo Nome do Projeto: Projeto de Recuperação de Matas Ciliares Doação Nº.: TF 05509 Secretaria

Leia mais

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos

Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos Edital 01/2013 PRPPG/Unespar Apoio à publicação de artigos em periódicos científicos A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Paraná PRPPG/Unespar torna pública a seleção

Leia mais

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP

EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP EDITAL 03/2008 - FAPESQ/PB MCT/FINEP A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA DO ESTADO DA PARAÍBA FAPESQ e a Financiadora de Estudos e Projetos FINEP, tornam público e convocam os interessados a apresentarem propostas

Leia mais

EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA

EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA EDITAL PI PCQ Nº002/2012 PR PPGI/IFAM PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA JUNHO - 2012 PROGRAMA DE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO CIENTIFICA QUALIFICADA- PIPCQ I - APRESENTAÇÃO A Pro-Reitoria

Leia mais

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO

Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO Instruções para preenchimento do formulário de CURSOS DE APERFEIÇOAMENTO As instruções a seguir orientam a elaboração de propostas de Cursos de Aperfeiçoamento para aprovação e registro no Sistema de Informações

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SIOCONV Nº 022/2013

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SIOCONV Nº 022/2013 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SIOCONV Nº 022/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil FETRAF-BRASIL/CUT,

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 002/2015

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 002/2015 1 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 002/2015 CONVÊNIO CÁRITAS BRASILEIRA E MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO E SECRETARIA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDARIA MTE/SENAES CONVÊNIO N.º 793007/2013 A Cáritas Brasileira

Leia mais

EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO SOCIAL - TURMA 2010

EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO SOCIAL - TURMA 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Coordenação de Pesquisa e Pós-Graduação do Campus da UFC no Cariri Curso de Administração EDITAL Nº 01/2010 SELEÇÃO PARA O CURSO DE

Leia mais

EDITAL Nº 0060/2014 UNESCO

EDITAL Nº 0060/2014 UNESCO UNESCO Brasília Office Representação da UNESCO no Brasil EDITAL Nº 0060/2014 UNESCO Produção de dez (10) vídeos para serem disponibilizados na Página Web do Projeto Brasília 2060 PROJETO 914BRA2015 ACORDO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Capitulo I - Objetivo. Artigo 1º - O presente regulamento

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI em Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI em Blumenau EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI em Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI em Blumenau EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnologia SENAI em Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI em Blumenau EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância

Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO. Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Projetos a distância A Faculdade de Tecnologia SENAI/SC em Florianópolis, informa

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS

CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS CONTRATO DE FORNECIMENTO DE GÁS NATURAL CANALIZADO CONTENDO AS CONDIÇÕES GERAIS DE FORNECIMENTO DE GÁS CANALIZADO REFERENTES AOS CLIENTES COMERCIAIS DA CEG 1.º PARTES a) CEG: COMPANHIA DISTRIBUIDORA DE

Leia mais

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS SUMÁRIO APÊNDICES 1 - Objetivo A - Solicitação de Cadastro de Pessoa Jurídica 2 - Referências normativas B - Solicitação de Cadastro de Pessoa

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA BID - 06/2014 AVISO DE LICITAÇÃO PÚBLICA NACIONAL (LPN) OBRA: REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DA GARE - PASSO FUNDO/RS

CONCORRÊNCIA PÚBLICA BID - 06/2014 AVISO DE LICITAÇÃO PÚBLICA NACIONAL (LPN) OBRA: REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DA GARE - PASSO FUNDO/RS CONCORRÊNCIA PÚBLICA BID - 06/2014 AVISO DE LICITAÇÃO PÚBLICA NACIONAL (LPN) OBRA: REVITALIZAÇÃO DO PARQUE DA GARE - PASSO FUNDO/RS O PREFEITO MUNICIPAL DE PASSO FUNDO, no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. Selecionar a(s) Montadora(s) prestadora(s) de serviços de montagem para as diversas fases BLOCOS para a implantação do XXVII CBP no Transamérica

Leia mais

Memorial Descritivo do XXIX CBP

Memorial Descritivo do XXIX CBP I CONDIÇÕES PARA A CONCORRÊNCIA: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da concorrência é a prestação de serviços de shuttle como transportadora do XXIX Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1.2. As empresas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA SEMINF

PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA SEMINF PREFEITURA MUNICIPAL DE MANAUS SECRETARIA MUNICIPAL DE INFRAESTRUTURA SEMINF PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO URBANO E INCLUSÃO SOCIOAMBIENTAL DE MANAUS - PROURBIS EMPRÉSTIMO Nº 2267/OC-BR BANCO INTERAMERICANO

Leia mais

MODELO AQUISIÇÃO DE BENS

MODELO AQUISIÇÃO DE BENS MODELO EDITAL-PADRÃO CONCORRÊNCIA PÚBLICA COM DIVULGAÇÃO NACIONAL (NCB) AQUISIÇÃO DE BENS VERSÃO REVISADA E CONSOLIDADA SOB A COORDENAÇÃO DO BANCO INTERNACIONAL DE RECONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO BIRD (BANCO

Leia mais

MANUAL DE AQUISIÇÕES DOS SUBPROJETOS AMBIENTAIS. APENSO I Rev.03 Agosto/2014

MANUAL DE AQUISIÇÕES DOS SUBPROJETOS AMBIENTAIS. APENSO I Rev.03 Agosto/2014 PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL MICROBACIAS II ACESSO AO MERCADO - PDRS MANUAL DE AQUISIÇÕES DOS SUBPROJETOS AMBIENTAIS APENSO I Rev.03 Agosto/2014 Versão Agosto/2014 Sumário APRESENTAÇÃO...

Leia mais

CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012

CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012 CHAMADA PUBLICA CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA CASA DE OSWALDO CRUZ ESPECIALIZAÇÃO EM DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA SAÚDE TURMA 2012 O Curso de Especialização em Divulgação da Ciência,

Leia mais

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica.

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO SIMPLIFICADO ESPECIALIZAÇÃO 2015 Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011

DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011 DIVERSOS QUESTIONAMENTOS COM AS RESPECTIVAS RESPOSTAS ACERCA DA CONCORRÊNCIA N.º 001/2011... RESPOSTAS AOS QUESTIONAMENTOS FEITOS PELA EMPRESA AVANSYS TECNOLOGIA LTDA, CNPJ MF sob nº 04.181.950/0001-10,

Leia mais

ICKBio MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE

ICKBio MMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE ICKBio INSTRUÇÃO NORMATIVA No- 11, DE 8 DE JUNHO DE 2010 Disciplina as diretrizes, normas e procedimentos para a formação e funcionamento de Conselhos Consultivos em unidades de conservação federais. O

Leia mais

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÕES FINANCIADAS POR EMPRÉSTIMOS DO BIRD E CRÉDITOS DA AID

DIRETRIZES PARA AQUISIÇÕES FINANCIADAS POR EMPRÉSTIMOS DO BIRD E CRÉDITOS DA AID DIRETRIZES PARA AQUISIÇÕES FINANCIADAS POR EMPRÉSTIMOS DO BIRD E CRÉDITOS DA AID Maio de 2004 Revisadas em 1 de outubro de 2006 e 1 de maio de 2010 O BANCO NÃO SE RESPONSABILIZA PELA PRESENTE TRADUÇÃO,

Leia mais

PROGRAMA INTEGRADO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA

PROGRAMA INTEGRADO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA PROGRAMA INTEGRADO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE DE FORTALEZA PARCIALMENTE FINANCIADO PELO BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO - BID CONTRATO 2207/OC-BR LICITAÇÃO PÚBLICA NACIONAL (LPN) Nº 01/2013

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado:

SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008. EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO IICA/NEAD Nº 005/2008 Data: 29/02/2008 EMPRESA CONVIDADA: Telefone: Fax: Endereço: Cidade: Estado: Prezado (a) Senhor (a), O Projeto de Cooperação para Apoio às Políticas e à Participação

Leia mais

Edital FPTI-BR N 029/2013 PROCESSO FPTI-BR N 0003/2013 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CONCESSÃO DE APOIO A ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO DE EVENTOS

Edital FPTI-BR N 029/2013 PROCESSO FPTI-BR N 0003/2013 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CONCESSÃO DE APOIO A ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO DE EVENTOS Edital FPTI-BR N 029/2013 PROCESSO FPTI-BR N 0003/2013 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CONCESSÃO DE APOIO A ORGANIZAÇÃO E REALIZAÇÃO DE EVENTOS A Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil, em parceria com a

Leia mais

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA Processo Seletivo Simplificado Processo Administrativo nº: 00/05, de 5/0/05 Processo Seletivo Simplificado nº: 00/05, de

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA UNESP CAMPUS DE BOTUCATU FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA EDITAL-56/2011-DDTA A Diretoria da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia UNESP Campus de Botucatu, torna público que estarão

Leia mais

Aquisição de Serviços outros que não Consultoria & Guia do Usuário

Aquisição de Serviços outros que não Consultoria & Guia do Usuário Modelo de Documentos de Licitação Aquisição de Serviços outros que não Consultoria & Guia do Usuário Banco Mundial Dezembro de 2002 Revisto em abril de 2007 Revisões Abril de 2007: As Diretrizes de Licitação

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A REVISÃO EX-POST DOS PROCESSOS DE AQUISIÇÕES DA DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA DAS SOLICITAÇÕES DE DESEMBOLSO

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A REVISÃO EX-POST DOS PROCESSOS DE AQUISIÇÕES DA DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA DAS SOLICITAÇÕES DE DESEMBOLSO Banco Interamericano de Desenvolvimento TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A REVISÃO EX-POST DOS PROCESSOS DE AQUISIÇÕES DA DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA DAS SOLICITAÇÕES DE DESEMBOLSO (Documento AF-500) Washington,

Leia mais

PROBIO II. Missão de Supervisão maio/2009

PROBIO II. Missão de Supervisão maio/2009 PROBIO II Missão de Supervisão maio/2009 Rio de Janeiro, 11 e 12/05/2009 Brasília, 13 a 15/05/2009 AGENDA Gerenciamento Financeiro Execução efetiva Recursos comprometidos Dificultadores operacionais Diagnóstico

Leia mais

Diretrizes e Políticas de Combate e Prevenção Contra a Lavagem de Dinheiro Organização CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A (CNPJ:

Diretrizes e Políticas de Combate e Prevenção Contra a Lavagem de Dinheiro Organização CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A (CNPJ: CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 3/2008 O Conselho de Administração, com base no disposto no Art. 17 do Estatuto da CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência, em reunião do dia 19 de fevereiro de

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA LPN 001/2014

ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA LPN 001/2014 ESTADO DE GOIÁS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA LPN 001/2014 LICITAÇÃO PÚBLICA NACIONAL (LPN) PARA AQUISIÇÃO DE SOLUÇÃO INTEGRADA QUE DISPONIBILIZE A EXECUÇÃO DA CAMADA DE APLICAÇÃO E O ARMAZENAMENTO E

Leia mais

EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq

EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq EDITAL Nº 14/2011 Programa Ciência sem Fronteiras Bolsas Graduação Sanduíche no Exterior/CNPq A Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão comunica que estão abertas, de 09 a 30 de setembro de

Leia mais

SENHOR (A) COORDENADOR (A) DO PROJETO DE PESQUISA.

SENHOR (A) COORDENADOR (A) DO PROJETO DE PESQUISA. CHECK LIST PARA O PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE SUBMISSÃO DE PROJETO DE PESQUISA CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PESQUISAS NAS ÁREAS BIOMÉDICA, CLÍNICA, EPI- DEMIOLÓGICA, SOCIAL E COMPORTAMENTAL EM DST/HIV/AIDS

Leia mais

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP

Sobre o Cancelamento de Gravames. Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Sobre o Cancelamento de Gravames Cancelamento de Reserva de Gravames - DETRAN/SP Procedimentos para Solicitação do Desbloqueio de Cancelamento de Gravame De acordo com a portaria 2.762 de 28 de dezembro

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I.

3. Cronograma. Encaminhamento da solicitação de apoio, formatada conforme Roteiro de elaboração de projetos estabelecido no Anexo I. PROPOSTA DE EDITAL O Instituto de Compromisso com o Desenvolvimento Humano, fundado aos 09 (nove) dias do mês de Maio de 2007, tendo como objetivo promover o desenvolvimento humano em diversos âmbitos,

Leia mais

Região Metropolitana de Campinas

Região Metropolitana de Campinas MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 1 / 11 Região Metropolitana de Campinas 1 MA-GRC-001 Versão: 01 Vigência: 2015 Página: 2 / 11 ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Direito de obtenção e utilização...

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SICONV Nº 024.1/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL 1 OBJETIVO 2 JUSTIFICTIVA DA CONTRATAÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SICONV Nº 024.1/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL 1 OBJETIVO 2 JUSTIFICTIVA DA CONTRATAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO ELETRÔNICA DE PREÇO SICONV Nº 024.1/2013 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL A Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar do Brasil FETRAF-BRASIL/CUT,

Leia mais

APOIO E FOMENTO ÁS INICIATIVAS DE FINANÇAS SOLIDÁRIAS COM BASE EM BANCOS COMUNITÁRIOS DE DESENVOLVIMENTO

APOIO E FOMENTO ÁS INICIATIVAS DE FINANÇAS SOLIDÁRIAS COM BASE EM BANCOS COMUNITÁRIOS DE DESENVOLVIMENTO INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIA SOLIDÁRIA Av. Val Paraíso, 698, Conjunto Palmeira Fortaleza-CE CEP 60870-440 bancopalmas@bancopalmas.org.br / 55 85 3459-4848 CNPJ 05705438/0001-99 APOIO

Leia mais

Estado de Goiás PREFEITURA MUNICIPAL DE ANICUNS Adm. 2013 / 2016 EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS

Estado de Goiás PREFEITURA MUNICIPAL DE ANICUNS Adm. 2013 / 2016 EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS EDITAL 009-2015 CHAMAMENTO PÚBLICO QUALIFICAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS A Secretaria Municipal de Educação de Anicuns, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ: 02.262.368/0001-53, por intermédio

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012

CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 CONVOCATÓRIA PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS PROGRAMA CRIANÇA ESPERANÇA PROCESSO SELETIVO 2012 Junho/2012 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. ORGANIZAÇÕES ELEGÍVEIS PARA APOIO... 3 2. TIPOS DE PROJETO PODERÃO SER

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

10/2011 750364/2010 SDH/PR

10/2011 750364/2010 SDH/PR Cotação Prévia de Preço n 10/2011 Convênio nº 750364/2010 SDH/PR Projeto: Desenvolver processos de educação popular, visando a garantia dos direitos humanos e fortalecimento da cidadania, na perspectiva

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI APROVA A ALTERAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR E ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM MARKETING E O REGULAMENTO

Leia mais