PERSPECTIVAS DE MERCADO AÇÚCAR & ETANOL ABRIL,

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERSPECTIVAS DE MERCADO AÇÚCAR & ETANOL ABRIL,"

Transcrição

1 PERSPECTIVAS DE MERCADO AÇÚCAR & ETANOL ABRIL, 2013

2 PANORAMA MUNDIAL Açúcar & Etanol

3 CICLOS SAFRA HEMISFÉRIOS NORTE E SUL CICLO 2013/14 ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR Hem. NORTE ENTRESSAFRA SAFRA NORDESTE ÍNDIA TAILÂNDIA U. EUROPÉIA CHINA RÚSSIA MÉXICO EUA CICLO 2014/15 ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR Hem. SUL SAFRA ENTRESSAFRA CENTRO-SUL AUSTRÁLIA ARGENTINA 3

4 AÇÚCAR PRINCIPAIS PARTICIPANTES AMÉRICAS 1 BRASIL Maior produtor e exportador mundial 2013: 38,5 mm t Produção 2013: 26,5 mmt - Exportação 40% das exportações mundiais 2 AMÉRICA CENTRAL Importantes exportadores Guatemala + El Salvador = 3,3% das exportações mundiais 3 MÉXICO 1 Exportações destinadas ao mercado norte-americano 4 EUA Importador de açúcar, principalmente da América Central 4

5 AÇÚCAR PRINCIPAIS PARTICIPANTES EUROPA UNIÃO EUROPÉIA 2 RÚSSIA Produção de açúcar de beterraba Grande produtor e consumidor Safra 2013/14: Produção: 16,4 mm t Consumo: 18,6 mm t Principais produtores: França e Alemanha Consumo em torno de 5,4 mm t Até 2011, era o maior importador mundial Safra 2013/14: Produção: 4,4 mm t Consumo: 5,4 mm t Grande crescimento na safra de beterraba redução necessidade 5

6 AÇÚCAR PRINCIPAIS PARTICIPANTES ÁSIA E OCEANIA 1 ÍNDIA Segundo maior produtor mundial Produção de cana bastante distribuída Maior consumidor mundial (24 mm t) 4 CHINA Segundo maior consumidor mundial Assumiu o lugar da Rússia como maior importador em 2013/14 2 TAILÂNDIA Segundo maior exportador mundial (8 mm t) Safra recorde em 2013/14 = 11,5 mm t INDONÉDSIA Grande consumidor (3º em 2013/14) Importações em torno de 3 mm t de açúcar AUSTRÁLIA Terceiro maior exportador mundial 6

7 ETANOL PRINCIPAIS PRODUTORES E CONSUMIDORES 1 EUA 3 UNIÃO EUROPÉIA Maior produtor e consumidor Produção de 53,7 bi litros 56% da produção mundial Produção de etanol de milho Mandatos federais biocombustíveis 1 3 Produção ~ 7 bi litros Consumo ~ 8,5 bi litros Metas de consumo: 10% até 2020 no setor de transportes 2 BRASIL 2 Segundo maior produtor mundial Perda de participação relativa no mercado 2013: produção de 27,5 bi litros 7

8 CENTRO-SUL BRASILEIRO Moagem e Produção de Açúcar Ciclo 2014/15 8

9 CENTRO-SUL ENTRESSAFRA SECA NOVEMBRO 2013 DEZEMBRO 2013 JANEIRO 2014 FEVEREIRO 2014 Chuvas bastante irregulares em todo o Centro-Sul, próximas das médias históricas Chuvas acima da média no norte de SP e sul de GO Chuvas abaixo da média histórica predominaram nos estados de SP, PR, MS e sul/oeste de MG Sul de GO teve um mês seco enquanto o norte do estado teve chuvas acima da média Mais um mês de chuvas abaixo da média na maior parte do Centro- Sul Predomínio de altas temperaturas, sobretudo em SP SP com mais um mês seco Norte do PR e sul do MS com chuvas próximas da média histórica GO com chuvas mais intensas no oeste do estado e menos intensas a leste Fonte: CPTEC/Inpe 9

10 PRECIPITAÇÃO VS. MÉDIA HISTÓRICA São Carlos (Inmet) São Simão (Inmet) Fonte: Inmet. (*) Dados parciais até 18/3/2014. Em estações selecionadas (São Simão-SP e São Carlos-SP), as chuvas acumuladas nos meses de dez/13 a fev/14 foram 292 e 536 mm inferiores às médias históricas de 10 anos No mês de março/14, os dados (*) acumulados até 18/3, mostram que as chuvas também devem ter ficado abaixo da média de 10 anos 10

11 CENTRO-SUL PREVISÕES PARA ABR-JUN/14 MAIO 2014 JUNHO 2014 JULHO 2014 ANOMALIA DE PRECIPITAÇÃO: Abaixo da média histórica Acima da média histórica Dentro da média histórica Previsões de longo prazo apontam clima entre normal e seco nas principais regiões produtoras de cana-de-açúcar do Centro-Sul brasileiro, sem indicar maior incidência de chuvas no inverno, o que contribui para moagem mas não contribuiria para uma recuperação do canavial já danificado pela estiagem da entressafra Fonte: MDA Information Systems, LLC. 11

12 POSSÍVEL INCIDÊNCIA DE EL NIÑO EM 2014 Ano Intensidade Forte Moderada Fraca Fraca Moderada Recentemente, o Bureau of Metereology da Austrália notou oscilações nas temperaturas do Oceano Pacífico, que indicam maior probabilidade de incidência do fenômeno El Niño no inverno deste ano do hemisfério sul Sua incidência pode prejudicar safras na Ásia (entressafra seca) e no Centro-Sul (chuvas irregulares no período de colheita), em especial na região Sul onde é mais expressiva a presença de chuvas acima da média 12

13 MOAGEM TOTAL? Possibilidade de uma quebra entre 5 a 10%, a partir da estimativa inicial. Fonte: Unica Dúvidas quanto à expectativa de moagem em 2014/15: 1. Quantidade de usinas parando de moer 2. Capacidade instalada 3. Clima, estiagem na entressafra e início de safra chuvoso 4. Reforma de canavial em 2013 abaixo de

14 MECANIZAÇÃO E ATR Fatores da queda do ATR nos últimos anos: 1. Maior mecanização 2. Renovação sem os devidos tratos culturais? Aumento dos custos SAFRA CHUVOSA Estatisticamente: +1 p.p. mecanização = -0,20 kg ATR/TC Situação pode se agravar em 2014 Fonte: Unica e CTC. 14

15 CRESCIMENTO CONSUMO COMBUSTÍVEIS Fonte: ANP e Unica. (*) Cálculos baseados em gasolina equivalente. Demanda hidratado mi l Demanda anidro +842 mi l Entre os anos de 2000 e 2013 o consumo de combustíveis ciclo otto teve crescimento anualizado de 4,7%* Nos últimos 12 meses (fev/12-fev/13), este crescimento foi de 7,5% e projeta-se crescimento de 4,0% em 2014 (*) Isso deve ampliar a demanda de etanol em 1,275 bi li 15

16 CENÁRIO DE DEMANDA PARA ETANOL Exportações e Importações Com a redução nos mandatos de etanol avançado nos EUA (RFS) importações podem reduzir em 1,05 bi litros Consumo Doméstico Estima-se que o consumo de combustíveis cresça 4% neste ano Crescimento será puxado por gasolina C, mas com a demanda de hidratado permanecendo fortalecida Seria uma demanda adicional de 842 mi de litros de anidro e 433 mi de litros de hidratado Formação de Estoques Considera-se o estoque constante (ou seja, adição líquida igual a zero) 16

17 CENTRO-SUL CENÁRIOS SAFRA 2014/15 PRODUTOS SAFRA 2013/14 CENÁRIO 1 CENÁRIO 2 CENÁRIO 3 CANA-DE-AÇÚCAR [mm t] 596, ATR [kg/t] 133, AÇÚCAR [mm t] 34,3 29,8 32,3 34,1-4,5 mm t -2,0 mm t -0,2 mm t ETANOL [bilhões l] 25,6 25,3 25,3 26,2 AÇÚCAR [%] 45,23 42,0 44,0 44,5 ETANOL [%] Fonte: INTL FCStone 54,77 58,0 56,0 10 mm t CANA = 0,6 mm t AÇÚCAR 1kg ATR = 0,3 mm t AÇÚCAR 55,5 17

18 ARBITRAGEM AÇÚCAR VHP VS. ANIDRO ANIDRO (R$/litro) AÇÚCAR (c/lb) 14,66 15,16 15,66 16,16 16,66 17,33 18,02 19,02 20,40 2,16 1,01 1,05 1,09 1,14 1,18 1,23 1,29 1,37 1,49 D Ó L A R 2,20 1,03 1,08 1,12 1,16 1,20 1,26 1,32 1,40 1,52 2,24 1,05 1,10 1,14 1,18 1,23 1,28 1,34 1,43 1,55 2,26 1,07 1,11 1,15 1,20 1,24 1,30 1,36 1,44 1,56 2,30 1,09 1,13 1,18 1,22 1,26 1,32 1,38 1,47 1,59 2,36 1,12 1,16 1,21 1,25 1,30 1,36 1,42 1,51 1,64 Fonte: INTL FCStone PIS/Cofins embutido no preço, apesar de desonerado Ref. tela Jul 14 e dólar futuro Ref. tela Out 14 e dólar futuro Açúcar Spot Etanol Spot * Considerou-se desconto de -0,10 c/lb sobre NY e frete de R$ 90/t 18

19 ARBITRAGEM AÇÚCAR VHP VS. HIDRATADO HIDRATADO (R$/litro) AÇÚCAR (c/lb) 14,66 15,16 15,66 16,16 16,66 17,33 18,02 19,02 20,00 2,16 1,10 1,15 1,19 1,24 1,28 1,34 1,40 1,49 1,58 D Ó L A R 2,20 1,12 1,17 1,22 1,26 1,31 1,37 1,43 1,53 1,62 2,24 1,15 1,20 1,24 1,29 1,34 1,40 1,46 1,56 1,65 2,26 1,16 1,21 1,25 1,30 1,35 1,41 1,48 1,57 1,66 2,30 1,18 1,23 1,28 1,33 1,38 1,44 1,51 1,60 1,70 2,36 1,22 1,27 1,32 1,37 1,42 1,48 1,55 1,65 1,75 Fonte: INTL FCStone Considera-se impostos de ICMS e PIS/Cofins embutido no preço, apesar de desonerado. Ref. tela Jul 14 e dólar futuro Ref. tela Out 14 e dólar futuro Açúcar Spot Etanol Spot * Considerou-se desconto de -0,10 c/lb sobre NY e frete de R$ 90/t 19

20 ETANOL ESTOQUE FINAL DE SAFRA 2013/14 ETANOL C.S - SAÍDAS [bi litros] Mês Total Anid-ME Hidr-ME Anid-MI Hidr-MI Até 31/mar 25,636 1,632 0,939 9,363 13,702 Média mensal realizada 2,136 0,136 0,078 0,780 1,142 Total 25,636 1,632 0,939 9,363 13,702 Estoques em 31/03/2013: Anidro: 614 mi litros Hidratado: 431 mil litros CENÁRIO DEMANDA ETANOL: Anidro e Hidratado M.I.: mesmo ritmo do ano-safra Hidratado M.E.: total de ~930 mm l Anidro M.E.: total de ~1,6 bi l ETANOL C.S - PRODUÇÃO E ESTOQUES [bi litros] Mês Produção Estoques Anid Hidrat Total Anid. Hidrat. Total UNICA - 600,7 mm t 11,054 14,671 25,725 0,672 0,461 1,133 ESTOQUES DE PASSAGEM APERTADOS (+-1 mês de consumo) Fonte: UNICA; INTL FCStone 20

21 SAZONALIDADES ANIDRO 21

22 SAZONALIDADES HIDRATADO 22

23 BALANÇO MUNDIAL DE AÇÚCAR E PERSPECTIVAS Ciclo (out/13 set/14)

24 AÇÚCAR BALANÇO MUNDIAL Fonte: INTL FCStone 24

25 SAFRAS PELO MUNDO PRODUÇÃO DE AÇÚCAR RÚSSIA 2012/ /14 % Final Safra * -7,4% CHINA 2012/ /14 % Até 10/Abr ,0% Final Safra * +3,4% UE 2012/ /14 % Final Safra * -6,0% TAILÂNDIA 2012/ /14 % Até 21/Abr ,5% Final Safra * +13,9% MÉXICO 2012/ /14 % Até 12/Abr ,7 Final Safra * -9,0% Fonte: Associação Produtores Países ÍNDIA 2012/ /14 % Até 15/abr ,1% Final Safra * -5,3% Em mil toneladas *Estimativas 25

26 VARIAÇÕES NA PRODUÇÃO MUNDIAL Países [mm t] Produção 2012/13 Produção 2013/14* Variação [mm t] União Europeia 17,45 16,40-1,05 Ucrânia 2,30 1,38-0,92 Índia 25,15 23,80-1,35 Rússia 4,75 4,40-0,35 Indonésia 2,79 2,53-0,26 México 6,98 6,35-0,63 NE Brasil 4,15 3,50-0,65 EUA 8,15 7,85-0,30 Austrália 4,39 4,40 0,01 Am. Central 8,01 8,12 0,11 China 13,06 13,50 0,44 Paquistão 5,09 5,42 0,33 Tailândia 10,10 11,50 1,40 TOTAL 112,4 109,2-3,2 Fontes: INTL FCStone e F. O. Licht Devido ao início atrasado, a Índia não conseguiu recuperar o tempo perdido e pode ter uma produção final menor que a esperada pelo mercado Possibilidade de produção menor, 11 mmt, devido a seca (estimativa de término da safra em 15/abril) Nas contas atuais, pode-se retirar cerca de 3,2 mm t de açúcar pela produção 26

27 CENTRO-SUL PONTO CHAVE NO BALANÇO Considerando Cenário 2 Centro-Sul Fonte: INTL FCStone * Hipótese Excedente ou déficit mundial depende da performance do Centro-Sul. Este, por sua vez, terá o etanol como determinante do mix e consequentemente, no volume de açúcar exportável 27

28 PERSPECTIVAS Preços com perspectivas de alta frente às possibilidades de menor oferta de açúcar (Brasil e Mundo) Maior demanda de etanol no mercado interno deve sustentar preços e elevar mix em favor do biocombuistível Situação complexa para Petrobrás, o que pode levar à novos aumentos da gasolina e aumento da mistura Fatores climáticos como chave para definições futuras Impactos da seca no Centro-Sul / El Niño Demanda mundial de açúcar crescente 28

29 INTL FCStone A INTL FCStone é um grupo inovador consagrado globalmente na área de recursos de inteligência para gerenciamento de riscos em commodities. Nossas raízes remontam ao ano de 1924, atuando de forma pioneira desde o início das atividades do então CME. Hoje, somos uma empresa de capital aberto na Nasdaq ( INTL ), mantendo ainda como acionistas fundadores e majoritários 550 cooperativas norte- americanas que em conjunto representam 75% da produção total de grãos e oleaginosas dos Estados Unidos. Temos o maior portfólio de clientes em produtos de etanol e milho dos EUA e presença significativa no mercado brasileiro de açúcar, álcool, grãos, café, gado e bioenergéticos (em torno de 200 clientes). Somos a 2ª maior empresa privada de compensação de contratos futuros de commodities dos EUA e a 5ª maior no ranking geral americano. Mundialmente detemos o vigésimo primeiro posto entre as principais casas de compensação de contratos de futuros. No Brasil, atuamos nos principais segmentos da agroindústria como açúcar; etanol; soja; trigo; milho; algodão; biodiesel; café e moedas, além de operarmos também na gestão de risco cambial. Nossos principais clientes compreendem usinas de açúcar e álcool; consumidores finais; cooperativas; cerealistas privadas; esmagadores de soja; produtores e empresas do ramo de insumos e defensivos e diversos segmentos industriais, espalhados em vários estados brasileiros. 33 escritórios ao redor do mundo EQUIPE AÇÚCAR & ETANOL Bruno Lima T: +55 (19) C: +55 (19) Ricardo Nogueira T: +55 (19) C: +55 (19) Murilo Aguiar T: +55 (62) C: +55 (62) profissionais clientes em mais de 100 países Bruno Zaneti T: +55 (19) C: +55 (19) Rafael Crestana T: +55 (62) C: +55 (62)

SAFRA 2013/2014 NA REGIÃO CENTRO-SUL DO BRASIL

SAFRA 2013/2014 NA REGIÃO CENTRO-SUL DO BRASIL SAFRA 2013/2014 NA REGIÃO CENTRO-SUL DO BRASIL Elizabeth Farina Diretora Presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar São Paulo, 21 de outubro de 2013 Qual é a expectativa para a safra 2013/2014

Leia mais

Safra 2008/2009 Tendências e Desafios do Setor Sucroenergético

Safra 2008/2009 Tendências e Desafios do Setor Sucroenergético XIX Seminário ABMR&A Safra 2008/2009 Tendências e Desafios do Setor Sucroenergético Luciano Rodrigues Assessor Econômico da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (UNICA) São Paulo 01 de outubro de 2008

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Cana-de-açúcar

Balanço 2016 Perspectivas Cana-de-açúcar Cana-de-açúcar 85 86 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 DÉFICIT NA PRODUÇÃO MUNDIAL DE AÇÚCAR, AUMENTO DA DEMANDA E QUEDA NOS ESTOQUES MANTERÃO TENDÊNCIA DE PREÇOS ALTOS A perspectiva é de

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2012/2013

PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2012/2013 Perspectivas do Setor Sucroenergético MBF AGRIBUSINESS PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2012/2013 Luciano Rodrigues Gerente de Economia e Análise Setorial da UNICA Sertãozinho, 24 de maio de 2012 2000/01 2001/02

Leia mais

Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos

Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos 15º Seminário sobre Produtividade & Redução de Custos Expectativas para a safra 2017/18 e as perspectivas para o setor nos próximos anos Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial 1 - SAFRA

Leia mais

Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018

Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018 26 de maio de 2017 Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018 Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial ROTEIRO I. Avaliação da safra 2016/2017 Moagem e produção Mercados de etanol

Leia mais

21 de maio de Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016

21 de maio de Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016 21 de maio de 2015 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2015/2016 ROTEIRO I. Dados finais da safra 2014/2015 na região Centro-Sul Moagem e produção Mercados de etanol e de açúcar Preços e faturamento

Leia mais

Avaliação da safra 2015/2016 e perspectivas para a safra 2016/2017

Avaliação da safra 2015/2016 e perspectivas para a safra 2016/2017 16 de junho de 2016 Avaliação da safra 2015/2016 e perspectivas para a safra 2016/2017 Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial ROTEIRO I. Considerações sobre a safra 2015/2016 Moagem e produção

Leia mais

AGRICULTURA. Janeiro de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

AGRICULTURA. Janeiro de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AGRICULTURA Janeiro de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DA AGRICULTURA o o Algodão Embora não tenha alcançado recorde, as 3 últimas safras globais seguiram em recuperação

Leia mais

PANORAMAS DE MERCADO DE GRÃOS: MILHO E SOJA FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS. Bebedouro, 21 de junho de 2017

PANORAMAS DE MERCADO DE GRÃOS: MILHO E SOJA FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS. Bebedouro, 21 de junho de 2017 PANORAMAS DE MERCADO DE GRÃOS: MILHO E SOJA FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS Bebedouro, 21 de junho de 2017 Disclaimer A INTL FCStone não é responsável por qualquer redistribuição deste

Leia mais

CENÁRIO E PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2013/2014

CENÁRIO E PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2013/2014 Palestra anual para os fornecedores de cana Usina da Pedra CENÁRIO E PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2013/2014 Luciano Rodrigues Gerente Economia e Estatística - UNICA Serrana, 20 de junho de 2013 ROTEIRO I.

Leia mais

A SAFRA CANAVIEIRA DE 2012 E AS TENDÊNCIAS DE MERCADO DE AÇUCAR E ETANOL. Eng. Agr. Dib Nunes Grupo IDEA

A SAFRA CANAVIEIRA DE 2012 E AS TENDÊNCIAS DE MERCADO DE AÇUCAR E ETANOL. Eng. Agr. Dib Nunes Grupo IDEA A SAFRA CANAVIEIRA DE 2012 E AS TENDÊNCIAS DE MERCADO DE AÇUCAR E ETANOL Eng. Agr. Dib Nunes Grupo IDEA JUNHO 2012 Evolução da produção brasileira de CANA nos últimos 60 anos Ano Toneladas (milhões) Década

Leia mais

AGRICULTURA. Abril de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

AGRICULTURA. Abril de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AGRICULTURA Abril de 2018 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DA AGRICULTURA o o Algodão A safra mundial 2017/18 será maior, mas com melhor ajuste de estoques já que o consumo

Leia mais

Perspectivas para a safra 2018/2019 e RenovaBio

Perspectivas para a safra 2018/2019 e RenovaBio 21 de junho de 2018 Perspectivas para a safra 2018/2019 e RenovaBio Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial ROTEIRO I. Considerações sobre a safra 2017/2018 Moagem e produção Preços II. Perspectivas

Leia mais

Congresso Internacional do Trigo Abitrigo Alexandre Mendonça de Barros

Congresso Internacional do Trigo Abitrigo Alexandre Mendonça de Barros Congresso Internacional do Trigo Abitrigo Alexandre Mendonça de Barros 24 de Setembro de 2018 Contexto atual do setor de grãos Excelentes resultados da safra 2017/18 para o setor de grãos Guerra comercial

Leia mais

Etanol de milho: situação atual, desafios e perspectivas da produção Glauber Silveira

Etanol de milho: situação atual, desafios e perspectivas da produção Glauber Silveira Etanol de milho: situação atual, desafios e perspectivas da produção Glauber Silveira Aprosoja e Abramilho Mercado do milho Produção mundial Safra 17/18* EUA 370,3 CHINA 215,0 BRASIL 95,0 EUROPA 59,6 ARGENTINA

Leia mais

AGRICULTURA. Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

AGRICULTURA. Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AGRICULTURA Novembro de 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DA AGRICULTURA o o Algodão Embora não tenha alcançado recorde, as 3 últimas safras globais seguiram em recuperação

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA

COLETIVA DE IMPRENSA COLETIVA DE IMPRENSA 17 de dezembro de 2013 Considerações sobre os dados Informações disponíveis a partir do sistema de benchmarking do CTC: Amostra contempla apenas cana própria Representatividade da

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA

COLETIVA DE IMPRENSA COLETIVA DE IMPRENSA 17 de dezembro de 2013 Considerações sobre os dados Informações disponíveis a partir do sistema de benchmarking do CTC: Amostra contempla apenas cana própria Representatividade da

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO

PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO 2014-2015 10 DE OUTUBRO DE 2014 Regina Helena Couto Silva Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos - DEPEC CENÁRIO AGRÍCOLA PRODUÇÃO GLOBAL DE GRÃOS SAFRA 2014/15

Leia mais

ESTIMATIVA DA SAFRA 2009/2010

ESTIMATIVA DA SAFRA 2009/2010 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA DA SAFRA 2009/2010 Marcos Sawaya Jank Antonio de Padua Rodrigues São Paulo, SP 29 de abril de 2009 ROTEIRO Dados finais Safra 2008/2009 Moagem de cana Produção de açúcar

Leia mais

Perspectivas sobre a safra 2018/2019 e RenovaBio

Perspectivas sobre a safra 2018/2019 e RenovaBio 24 de maio de 2017 Perspectivas sobre a safra 2018/2019 e RenovaBio Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial ROTEIRO I. Considerações sobre a safra 2017/2018 Moagem e produção Preços II. Perspectivas

Leia mais

Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013

Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013 Coletiva de Imprensa REVISÃO DE SAFRA 2012/2013 São Paulo, 20 de setembro de 2012 ROTEIRO I. Metodologia e fonte de dados II. Aspectos climáticos e condições agrícolas III. Evolução da safra da região

Leia mais

Projeções do mercado de açúcar e etanol para November 2014

Projeções do mercado de açúcar e etanol para November 2014 Projeções do mercado de açúcar e etanol para 2015 November 2014 Mercado do Açúcar Panorama geral Perspectivas de safras Conclusões Etanol Programa Panorama e expectativas 2 Açúcar Panorama do mercado nos

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SOJA DEZEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

20 de dezembro de Coletiva de imprensa BALANÇO PRELIMINAR SAFRA 2018/2019

20 de dezembro de Coletiva de imprensa BALANÇO PRELIMINAR SAFRA 2018/2019 20 de dezembro de 2018 Coletiva de imprensa BALANÇO PRELIMINAR SAFRA 2018/2019 ROTEIRO I. Condições climáticas e agronômicas II. Dados preliminares - produção safra 2018/2019 na região Centro-Sul até 16/12/2018

Leia mais

Tabela 4.1: Produção de biocombustíveis no Brasil (litros)

Tabela 4.1: Produção de biocombustíveis no Brasil (litros) Biocombustíveis Tamar Roitman / Fernanda Delgado A) Produção A produção de etanol anidro e hidratado em março/217 superou em 143,5% e 122%, respectivamente, a produção de fevereiro/217. A maior produção

Leia mais

2ª REUNIÃO DE FORNECEDORES. Usina Buriti Agosto de 2017

2ª REUNIÃO DE FORNECEDORES. Usina Buriti Agosto de 2017 2ª REUNIÃO DE FORNECEDORES Usina Buriti Agosto de 2017 Apresentação Abertura Luiz Alberto Zavanella Moagem e Término da Safra Luiz Alberto Zavanella Acompanhamento de Mercado Sergio Luiz Selegato Potencial

Leia mais

Panorama do comércio internacional do complexo sucroalcooleiro

Panorama do comércio internacional do complexo sucroalcooleiro Panorama do comércio internacional do complexo sucroalcooleiro Marta R. Castilho Instituto de Economia Universidade Federal do Rio de Janeiro IV Workshop INFOSUCRO Roteiro Evolução do comércio mundial

Leia mais

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017 DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018

Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018 26 de maio de 2017 Avaliação safra 2016/2017 e perspectivas safra 2017/2018 Luciano Rodrigues Gerente Economia e Análise Setorial ROTEIRO I. Avaliação da safra 2015/2016 Moagem e produção Mercados de etanol

Leia mais

Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13

Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13 Panorama do setor sucroenergético para a safra atual e perspectivas para 2012/13 Vanessa Nardy Agribusiness Research & Knowledge Center Pricewaterhouse Coopers Situação do setor sucroenergético no Brasil

Leia mais

Relatório final da safra 2015/2016. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2015/2016. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2015/2016 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2015/2016 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2014/2015 Cana-de-açúcar ¹ Açúcar ¹ Etanol anidro ² ATR ¹ Produtos

Leia mais

Relat ório final da safra 2016/2017. Região Centro-Sul

Relat ório final da safra 2016/2017. Região Centro-Sul Relat ório final da safra 2016/2017 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2016/2017 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2015/2016 Cana-de-açúcar ¹ Açúcar ¹ Etanol anidro ² ATR ¹ Produtos

Leia mais

Relat ório final da safra 2017/2018. Região Centro-Sul

Relat ório final da safra 2017/2018. Região Centro-Sul Relat ório final da safra 2017/2018 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2017/2018 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2016/2017 Cana-de-açúcar ¹ Açúcar ¹ Etanol anidro ² Etanol

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2014/15*

PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2014/15* USINA IPÊ PEDRA AGROINDUSTRIAL S/A REUNIÃO ANUAL COM FORNECEDORES PERSPECTIVAS PARA A SAFRA 2014/15* Prof. Ms Antonio Cesar Salibe * Informações de Luciano Rodrigues, Gerente de Economia - Unica Nova Independência/SP,

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO JUNHO DE 2017

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas publicações

Leia mais

Panorama da Safra e Perspectivas. Dezembro/18

Panorama da Safra e Perspectivas. Dezembro/18 Panorama da Safra e Perspectivas Dezembro/18 Agenda Contexto histórico e Indicadores Safra 2018/19 Perspectivas Safra 2019/20 Tendências e soluções para o aumento de produtividade Contexto histórico e

Leia mais

Relatório final da safra 2013/2014. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2013/2014. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2013/2014 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2013/2014 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2012/2013 Produtos Safra 2012/2013 2013/2014 Var. (%) Cana-de-açúcar

Leia mais

Relatório final da safra 2012/2013. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2012/2013. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2012/2013 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2012/2013 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2011/2012 Produtos Cana-de-açúcar ¹ Safra 2011/2012 2012/2013

Leia mais

Avaliação da safra 2016/2017 e perspectivas para a safra 2017/2018

Avaliação da safra 2016/2017 e perspectivas para a safra 2017/2018 Nova Independência/SP, 18 de maio de 2017 REUNIÃO DE FORNECEDORES Pedra Agroindustrial S/A Usina Ipê Avaliação da safra 2016/2017 e perspectivas para a safra 2017/2018 Prof. Ms Antonio Cesar Salibe* *Com

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TRIGO NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

Resultados 3T 10 São Paulo 04 de fevereiro de 2010

Resultados 3T 10 São Paulo 04 de fevereiro de 2010 Resultados 3T 10 São Paulo 04 de fevereiro de 2010 1 Considerações Iniciais Em função da alteração do exercício social de 2009, os resultados do 3T 10 compreendem os meses de outubro, novembro e dezembro

Leia mais

EXPECTATIVA DA SAFRA 2018/19

EXPECTATIVA DA SAFRA 2018/19 EQUIPE CANAPLAN 1ª REUNIÃO CANAPLAN 2018 EXPECTATIVA DA SAFRA 2018/19 Ribeirão Preto, 25/04/18 Agronegócio Canavieiro, Brasil Últimos 8 Anos, Pós-Crise Global À Sombra da Estagnação SAFRA C/SUL (milhão

Leia mais

FUNDAMENTOS DE MERCADO DE SOJA E MILHO FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS

FUNDAMENTOS DE MERCADO DE SOJA E MILHO FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS FUNDAMENTOS DE MERCADO DE SOJA E MILHO FLAVIO ANTUNES CONSULTOR EM GERENCIAMENTO DE RISCOS Aviso Legal A negociação de derivativos, tais como futuros, opções e swaps pode não ser adequada para todos os

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA PRÓXIMA SAFRA E OS POSSÍVEIS REFLEXOS SOBRE O SETOR SUCROENERGETICO

PERSPECTIVAS PARA PRÓXIMA SAFRA E OS POSSÍVEIS REFLEXOS SOBRE O SETOR SUCROENERGETICO PERSPECTIVAS PARA PRÓXIMA SAFRA E OS POSSÍVEIS REFLEXOS SOBRE O SETOR SUCROENERGETICO Antonio de Padua Rodrigues Diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar 4 de dezembro de 2013 Considerações

Leia mais

Relatório final da safra 2014/2015. Região Centro-Sul

Relatório final da safra 2014/2015. Região Centro-Sul Relatório final da safra 2014/2015 Região Centro-Sul Tabela 1. Balanço final da safra 2014/2015 na região Centro-Sul Comparativo com a safra 2013/2014 Produtos Safra 2013/2014 2014/2015 Var. (%) Cana-de-açúcar

Leia mais

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016

DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016 DEPEC - Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AÇÚCAR E ETANOL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Dados estatísticos dos principais produtos do Agronegócio Brasileiro

Dados estatísticos dos principais produtos do Agronegócio Brasileiro Dados estatísticos dos principais produtos do Agronegócio Brasileiro CADERNO DE ESTATÍSTICAS Uma publicação da Representação do IICA/Brasil Elaboração: Daniela Faria e Diego Machado 1. Apresentação 2.

Leia mais

INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR

INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR Agência Nacional de Segurança Alimentar INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR Ano: 2010 Mês: Junho 1. Resumo Global O mercado global dos grãos começou o mês de Junho em baixa, dominado

Leia mais

Workshop Estratégico CTBE: RenovaBio Modelagem Econômica

Workshop Estratégico CTBE: RenovaBio Modelagem Econômica Workshop Estratégico CTBE: RenovaBio Modelagem Econômica Campinas 29/09/2017 SETEMBRO 2017 Tratamento da informação Tratamento da informação 339 Unidades em Operação Cana-de-açúcar Setembro 2017 Mapa da

Leia mais

PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO

PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO Boletim Semanal sobre Tendências de Mercados Ano XII 12/janeiro/2017 n. 527 PADRÃO DO LA NIÑA AINDA NÃO OFICIALIZADO EM DEZEMBRO As novas informações sobre a variação nas temperaturas das águas do oceano

Leia mais

Gestão de Recebíveis. Um Novo Cenário

Gestão de Recebíveis. Um Novo Cenário 2015-16 Gestão de Recebíveis Um Novo Cenário Sobre a recuperação da economia americana: No começo achávamos que viria a recuperação em V, começamos a falar em U, daí passaram para o L - Austan Goolsbee

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/04/2019

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/04/2019 Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/04/2019 Safra encerrada no Centro-Sul atinge 573,07 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, com produção recorde de etanol São Paulo,

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/02/2019

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/02/2019 Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/02/2019 Centro-Sul registra recorde de vendas de etanol hidratado em janeiro São Paulo, 12 de fevereiro de 2019 O volume de etanol

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/05/2018 Com novo recorde, vendas de etanol hidratado seguem como destaque da safra de cana-de-açúcar no Centro-Sul São Paulo, 24 de

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 16/01/2019

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 16/01/2019 Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/01/2019 Moagem no Centro-Sul acumula 562,7 milhões de toneladas na primeira quinzena de janeiro São Paulo, 24 de janeiro de 2019 volume

Leia mais

Relatório Mensal FEVEREIRO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig

Relatório Mensal FEVEREIRO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Relatório Mensal FEVEREIRO/2016 Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Brasil mantém média de 2,8 milhões de sacas de café em fevereiro Acumulado dos últimos doze meses soma 36,7 milhões

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/03/2017 Informações adicionais Safra 2016/2017 2ª quinzena de fevereiro O volume de cana-de-açúcar processada pelas unidades produtoras

Leia mais

AGRICULTURA. Abril de 2019 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos

AGRICULTURA. Abril de 2019 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos AGRICULTURA Abril de 2019 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos DESEMPENHO DA AGRICULTURA o o Algodão Ainda que a relação estoque/consumo mundial esteja confortável, a expectativa de redução

Leia mais

Destaques. Julho: Janeiro-Julho: 12 meses (Agosto-Julho):

Destaques. Julho: Janeiro-Julho: 12 meses (Agosto-Julho): Julho / 2012 Destaques Julho: - Exportação: 2º maior valor para julho (exp: US$ 21,0 bi); anterior jul-11 (US$ 22,3 bi); - Importação: 2º maior valor para julho (US$ 18,1 bi); anterior jul-11: US$ 19,1

Leia mais

INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR. Perspectivas 2010

INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR. Perspectivas 2010 Agência Nacional de Segurança Alimentar INFORMAÇÃO SOBRE O MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR Perspectivas 2010 Ano: 2010 Mês: Janeiro 1. Resumo Global As perspectivas para a produção mundial de

Leia mais

TENDÊNCIAS 2014/15 TENDÊNCIAS 2014/15 PAULO MOLINARI. Safras & Mercado Paulo Molinari

TENDÊNCIAS 2014/15 TENDÊNCIAS 2014/15 PAULO MOLINARI. Safras & Mercado Paulo Molinari TENDÊNCIAS 2014/15 TENDÊNCIAS 2014/15 PAULO MOLINARI Safras & Mercado Paulo Molinari GRANDES QUESTÕES 2014/15 Situação econômica - Demanda e câmbio Clima no verão América do Sul A safra nos Estados Unidos

Leia mais

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO - 2017-2021 ANO TAXA DE CRESCIMENTO DO PIB TAXA DE JUROS SELIC TAXA DE CÂMBIO R$/US$ TAXA DE INFLAÇÃO IPCA 2017

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Pecuária de Leite

Balanço 2016 Perspectivas Pecuária de Leite Pecuária de Leite 121 122 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 TENDÊNCIA MUNDIAL É DE QUEDA NA PRODUÇÃO, MAS BRASIL PODE SER EXCEÇÃO NESTE CENÁRIO A baixa demanda de importantes países importadores

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/11/2016 Informações adicionais Safra 2016/2017 1ª quinzena de novembro A moagem pelas unidades produtoras da região Centro-Sul atingiu

Leia mais

O Mercado Brasileiro de Álcool: Perspectivas. João Carlos de Figueiredo Ferraz Presidente da CRYSTALSEV

O Mercado Brasileiro de Álcool: Perspectivas. João Carlos de Figueiredo Ferraz Presidente da CRYSTALSEV O Mercado Brasileiro de Álcool: Perspectivas João Carlos de Figueiredo Ferraz Presidente da CRYSTALSEV 2º Seminário Internacional CANA & ENERGIA Agosto de 2002 Produção Mensal na Região Centro-Sul Álcool

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ JUNHO DE 2017

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas publicações

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016

Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016 Teleconferência de Resultados 3T Safra 15/16 12 de fevereiro de 2016 DISCLAIMER Esta apresentação, e quaisquer materiais distribuídos em relação à mesma, poderão incluir determinados números, resultados,

Leia mais

ANÁLISE TÉCNICA E CICLOS FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE FUNDAMENTAL (OFERTA E DEMANDA)

ANÁLISE TÉCNICA E CICLOS FINANCEIRIZAÇÃO DO MERCADO ANÁLISE FUNDAMENTAL (OFERTA E DEMANDA) www.agrural.com.br OS MERCADOS DE SOJA E MILHO EM 12/13 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro-agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas SINDIADUBOS-Curitiba (PR), 25/out/12 FINANCEIRIZAÇÃO

Leia mais

Resultados 2T 10 São Paulo 13 de novembro de 2009

Resultados 2T 10 São Paulo 13 de novembro de 2009 Resultados 2T 10 São Paulo 13 de novembro de 2009 1 Considerações Iniciais Em função da alteração do exercício social de 2009, os resultados do 2T 10 compreendem os meses de julho, agosto e setembro, enquanto

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/09/2018

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 01/09/2018 Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/09/2018 Quebra agrícola e novo recorde de venda de hidratado marcam a 2ª quinzena de agosto São Paulo, 12 de setembro de 2018 A moagem

Leia mais

Fechamento dos Mercados Terça-feira 10/04/18 granoeste.com.br (45)

Fechamento dos Mercados Terça-feira 10/04/18 granoeste.com.br (45) COMPLEXO SOJA CBOT - Soja (U$/Bushel = 27,216) Máx Min MAI 1.050,00 1.047,00 3,00 1.064,00 1.045,00 JUL 1.060,25 1.057,50 2,75 1.074,00 1.055,25 AGO 1.061,25 1.058,50 2,75 1.074,00 1.056,25 SET 1.052,50

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/07/2018 Crescimento nas vendas de etanol e queda na produção de açúcar marcam a segunda quinzena de junho São Paulo, 11 de julho de

Leia mais

ANÁLISE DO MERCADO DE MILHO. Perspectivas para 2016 e Projeções para 2017

ANÁLISE DO MERCADO DE MILHO. Perspectivas para 2016 e Projeções para 2017 ANÁLISE DO MERCADO DE MILHO Perspectivas para 2016 e Projeções para 2017 ANÁLISE DO MERCADO DE MILHO LONGO PRAZO Consumo e Projeção do Consumo Mundial de Milho em Grão (em milhões de toneladas) 1.400 1.200

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 1/05/2018 Com produção recorde na 2ª quinzena de abril, etanol hidratado segue mais competitivo São Paulo, 10 de maio de 2018 A moagem

Leia mais

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO

ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO ALGODÃO TENDÊNCIAS PARA O MERCADO Analista de Mercado Élcio A. Bento elcio@safras.com.br ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/@ Preço Mínimo R$ 44,6/@ ALGODÃO CIF SÃO PAULO R$/2 Jul A FORMAÇÃO DE PREÇOS NO MERCADO

Leia mais

CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO. 1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) I - Análise Conjuntural

CEPEA ETANÓIS ANIDRO E HIDRATADO. 1. Evolução dos Indicadores CEPEA/ESALQ dos etanóis anidro e hidratado (valores nominais) I - Análise Conjuntural AGROMENSAL CEPEA/ESALQ Informações de Mercado Mês de referência:fevereiro/2016 CEPEA - AÇÚCAR & ETANOL I - Análise Conjuntural II - Séries Estatísticas 1. Relações de preços mercados interno e internacional

Leia mais

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG Alexandre Mendonça de Barros 05 de Agosto de 2013 1 Índice As transformações da economia agrícola internacional Vantagens

Leia mais

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig

Relatório Mensal MARÇO/2016. Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Relatório Mensal MARÇO/2016 Créditos foto cafezal: Helena Maria Ramos Alves - Epamig Exportações de café brasileiro crescem 2,5% em março Bom nível de estoques foi o fator que puxou crescimento As exportações

Leia mais

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017

27 de abril de 2016. Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 27 de abril de 2016 Coletiva de imprensa ESTIMATIVA SAFRA 2016/2017 ROTEIRO I. Considerações sobre a atual situação do setor sucroenergético II. Bioeletricidade III. Condições climáticas e agronômicas

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/02/2018 Vendas de hidratado atingem volume recorde em janeiro São Paulo, 09 de fevereiro de 2018 Na 2ª metade de janeiro de 2018, a

Leia mais

EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ

EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ Brasileiras de Café Página 1 1.QUALIDADE DEZEMBRO 2011 EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ DEZEMBRO/2011 Robusta Arábica Total Verde Total Receita US$ Mil dez-07 50.710 2.017.089 2.067.799 7.714 282.828 290.542

Leia mais

Quadro I - Produção, Consumo, Comércio e Stock

Quadro I - Produção, Consumo, Comércio e Stock MERCADO INTERNACIONAL DE CEREAIS E AÇÚCAR INFORMAÇÃO MENSAL Ano: 20 Mês: Janeiro 1. Resumo Global Os preços internacionais dos grãos e oleaginosas aumentaram fortemente em Dezembro e novamente em Janeiro,

Leia mais

A Recessão Global e o Comércio Exterior Brasileiro

A Recessão Global e o Comércio Exterior Brasileiro A Recessão Global e o Comércio Exterior Brasileiro Roberto Giannetti da Fonseca Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior 1 25 de Março de 2009 1 A recessão se torna global 10,0 8,0 2009*

Leia mais

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol

Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol BMFBovespa Seminário Perspectivas do Agribusiness 2012-2013 Painel 4 Perspectivas dos mercados de açúcar e etanol Andy Duff, Food & Agribusiness Research, Rabobank Brasil 22 de maio de 2012 Food & Agribusiness

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 16/09/2018

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul. Posição até 16/09/2018 Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/09/2018 Moagem atinge 38,51 milhões de toneladas e venda de hidratado segue aquecida na primeira quinzena de setembro São Paulo, 25

Leia mais

Perspectivas para os mercados de soja e milho.

Perspectivas para os mercados de soja e milho. Perspectivas para os mercados de soja e milho www.intlfcstone.com Aviso Legal A negociação de derivativos, tais como futuros, opções e swaps pode não ser adequada para todos os investidores. A negociação

Leia mais

São Martinho APIMEC 2009

São Martinho APIMEC 2009 São Martinho APIMEC 2009 AGENDA Visão Geral da Companhia Destaques Financeiros Valuation Panorama de Mercado 2 VISÃO GERAL DA COMPANHIA Logística Privilegiada Usina São Martinho Capacidade de Moagem de

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ALGODÃO JUNHO DE 2017

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ALGODÃO JUNHO DE 2017 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ALGODÃO JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ

EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ Brasileiras de Café Página 1 1.QUALIDADE EXPORTAÇÕES EXPORTACÕES DE CAFÉ DEZEMBRO/2012 Robusta Arábica Total Verde Total Receita US$ Mil dez-08 154.229 2.841.470 2.995.699 926 250.586 251.512 3.247.211

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos ARROZ NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas por suas

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 16/03/2017 Informações adicionais Safra 2016/2017 1ª quinzena de março A quantidade processada de cana-de-açúcar pelas unidades produtoras

Leia mais

NÚMEROS DO SETOR SUCROENERGÉTICO BRASILEIRO

NÚMEROS DO SETOR SUCROENERGÉTICO BRASILEIRO PERFIL DA PRODUÇÃO BRASIL 2 NÚMEROS DO SETOR SUCROENERGÉTICO BRASILEIRO Estrutura produtiva: 356 unidades e mais de 1000 municípios com atividade vinculadas à indústria sucroenergética no país. 840.281

Leia mais

Resultados 1T 10 São Paulo 14 de agosto de 2009

Resultados 1T 10 São Paulo 14 de agosto de 2009 Resultados 1T 10 São Paulo 14 de agosto de 2009 1 Considerações Iniciais A COSAN provou, mais uma vez, ser a grande consolidadora do setor, com a associação da NovAmerica Agroenergia, aumentando sua capacidade

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 1/03/2018 Vendas de hidratado permanecem aquecidas em fevereiro São Paulo, 09 de março de 2018 Na 2ª metade de fevereiro de 2018, a moagem

Leia mais

3ª REUNIÃO DE FORNECEDORES. Usina Ipê Novembro de 2018

3ª REUNIÃO DE FORNECEDORES. Usina Ipê Novembro de 2018 3ª REUNIÃO DE FORNECEDORES Usina Ipê Novembro de 2018 3ª Reunião de Fornecedores Apresentação Abertura Sérgio Luiz Selegato Palestra Manejo do 3º Eixo Variedades e Manejo de Colheita Daniel Nunes da Silva

Leia mais

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul

Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Acompanhamento quinzenal da safra na região Centro-Sul Posição até 01/11/2017 Vendas de hidratado avançam no Centro-Sul O volume de cana-de-açúcar processado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul

Leia mais

Tereos Internacional Resultados do Terceiro Trimestre de 2014/15. São Paulo 12 de fevereiro de 2015

Tereos Internacional Resultados do Terceiro Trimestre de 2014/15. São Paulo 12 de fevereiro de 2015 Tereos Internacional Resultados do Terceiro Trimestre de 20 São Paulo 12 de fevereiro de 2015 Principais iniciativas e destaques do 20 Operacional Cana-de-açúcar Brasil: Aumento de 3% na moagem em base

Leia mais