Teses e Dissertações. Ano Base. Área de Avaliação ENGENHARIAS IV. Área Básica ENGENHARIA ELÉTRICA Instituição

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teses e Dissertações. Ano Base. Área de Avaliação ENGENHARIAS IV. Área Básica ENGENHARIA ELÉTRICA 3.04.00.00-7. Instituição"

Transcrição

1 Ano Base 2004 Área de Avaliação ENGENHARIAS IV Área Básica ENGENHARIA ELÉTRICA Instituição IPT - INSTITUTO DE PESQ.TECNOLÓGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO (SP) Programa ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO P-0 1 de 6

2 ALMEIDA, P. A.: PRISMA: Proposta de um modelo multidimensional para o gerenciamento de projetos de desenvolvimento de software; 1; 148; Português; SPINOLA, M. M. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de projetos; PRISMA: Proposta de um modelo multidimensional para o gerenciamento de projetos de desenvolvimento de software; Arakaki, R. (Docente); PESSÔA, M. S. P. (Outro Participante); SPINOLA, M. M. (Docente); <Sem AMÂNCIO, A.B.: Comportamento das filas no interior de um buffer com aplicações em multiplexadores síncronos e tráfego CBR; 1; 101; Português; Zucchi, W. L. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Metodologias para projetos de redes de computadores; Comportamento das filas no interior de um buffer com aplicações em multiplexadores síncronos e tráfego CBR; Rigo, A.L. (Docente); STUMP, S. M. D. (Outro Participante); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem AMORIM, J. L.: Avaliação do desempenho de uma Rede de Telefonia IP baseada no Protocolo SIP; 1; 80; Português; Kofuji, S.T. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Tecnologias da próxima geração; Avaliação do desempenho de uma Rede de Telefonia IP baseada no Protocolo SIP; BERNAL, V. B. (Docente); GUELI, A. E. (Outro Participante); Kofuji, S.T. (Docente); <Sem ANDRADE, C. A. V.: ARCABOUÇO PARA O DESENVOLVIMENTO DE PORTAIS COLABORATIVOS; 1; 111; Português; Miyake, M.Y. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão do conhecimento e inteligência competitiva; ARCABOUÇO PARA O DESENVOLVIMENTO DE PORTAIS COLABORATIVOS; ilgueiras, L. V. L. (Docente); GUBITOSO, M. D. (Docente); Miyake, M.Y. (Docente); <Sem AQUINO, J.: Estratégia de implantação do CMM níveis 2 e 3, utilizando técnicas da orientação a objetos.; 1; 113; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Estratégia de implantação do CMM níveis 2 e 3, utilizando técnicas da orientação a objetos.; AMARAL, J. A. A. (Outro Participante); Becerra, J.L.R. (Docente); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem BAGGIO, A. I.: Método de aplicação de padrões (patterns) no Processo Unificado; 1; 83; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Método de aplicação de padrões (patterns) no Processo Unificado; Arakaki, R. (Docente); Becerra, J.L.R. (Docente); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem BEZERRA,. W. C.: Implantação de um programa de métrica em conjunto com um modelo de maturidade: Um estudo de caso; 1; 110; Português; SPINOLA, M. M. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Implantação de um programa de métrica em conjunto com um modelo de maturidade: Um estudo de caso; ilgueiras, L. V. L. (Docente); HIRAMA, K. (Outro Participante); SPINOLA, M. M. (Docente); <Sem BIANCHI, M. G.: Metodologia para Investigação orense em Computadores Domésticos ou Pessoais.; 1; 147; Português; GUELI, A. E. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Segurança em Informática; Metodologia para Investigação orense em Computadores Domésticos ou Pessoais.; BERNAL, V. B. (Docente); GUELI, A. E. (Outro Participante); SANCHEZ, P. L. P. (Outro Participante); <Sem BORBA, P. S.: PROPOSTA DE UM PROCESSO ÁGIL DE DESENVOLVIMENTO DE SOTWARE UTILIZANDO PROCESSO UNIICADO E EXTREME PROGRAMMING; 1; 97; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; PROPOSTA DE UM PROCESSO ÁGIL DE DESENVOLVIMENTO DE SOTWARE UTILIZANDO PROCESSO UNIICADO E EXTREME PROGRAMMING; ALMEIDA, J. B. (Outro Participante); Becerra, J.L.R. (Docente); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem BRITO, E. L.: Implementação de gerenciamento em ambientes sem gerenciamento nativo: Extensão de funcionalidades em agentes SNMP; 1; 112; Português; Rigo, A.L. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Implementação de gerenciamento em ambientes sem gerenciamento nativo: Extensão de funcionalidades em agentes SNMP; BERNAL, V. B. (Docente); Rigo, A.L. (Docente); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem CARVALHO, E. L.: Roteiro de Avaliação de erramenta de Automação de Teste; 1; 152; Português; SPINOLA, M. M. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Roteiro de Avaliação de erramenta de Automação de Teste; Arakaki, R. (Docente); HIRAMA, K. (Outro Participante); SPINOLA, M. M. (Docente); <Sem 2 de 6

3 Cecílio, J.C.: Avaliação dos modelos de processo RUP e XP em relação às principais Áreas de Processo do CMMI Nível 2, ilustrada por um estudo de caso aplicando-se XP; 1; 116; Português; ALBUQUERQUE, A. R. P. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Avaliação dos modelos de processo RUP e XP em relação às principais Áreas de Processo do CMMI Nível 2, ilustrada por um estudo de caso aplicando-se XP; ALBUQUERQUE, A. R. P. L. (Docente); CAPELI, O. M. (Outro Participante); Miyake, M.Y. (Docente); <Sem COQUEIRO, A. B.: Design Patterns para Desenvolvimento de rameworks em Java; 1; 117; Português; Giorno,.A.C. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Design Patterns para Desenvolvimento de rameworks em Java; Becerra, J.L.R. (Docente); Giorno,.A.C. (Docente); RICARTE, I. L. M. (Outro Participante); <Sem COSTA, C. G.: ATORLEX - Compilador para linguagem atorh/w; 1; 90; Português; GUBITOSO, M. D. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; erramentas de software; ATORLEX - Compilador para linguagem atorh/w; GUBITOSO, M. D. (Docente); LEJBMAN, A. G. V. (Outro Participante); RICARTE, I. L. M. (Outro Participante); <Sem DIAS, M. P.: Método de reutilização de artefatos aplicado ao processo unificado; 1; 104; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Método de reutilização de artefatos aplicado ao processo unificado; Arakaki, R. (Docente); Becerra, J.L.R. (Docente); SOUZA, L. S. (Outro Participante); <Sem ERRAZ, A. A.: MPGR - Modelo prático para gerenciamento de riscos em projetos de software; 1; 73; Português; POLLONI, E. G.. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; MPGR - Modelo prático para gerenciamento de riscos em projetos de software; POLLONI, E. G.. (Docente); SIMCSIK, T. (Outro Participante); STUMP, S. M. D. (Outro Participante); <Sem ERREIRA, L. S.: Monitoração do ornecimento em Organizações Adquirentes de Software; 1; 110; Português; ilgueiras, L. V. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de projetos; Monitoração do ornecimento em Organizações Adquirentes de Software; Arakaki, R. (Docente); ilgueiras, L. V. L. (Docente); Miyake, M.Y. (Docente); <Sem ILHO, M. A. P.: Metodologia de escolha de soluções para gerenciamento de sistemas de negócios; 1; 106; Português; Marte, C.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de recursos de TI; Metodologia de escolha de soluções para gerenciamento de sistemas de negócios; GUELI, A. E. (Outro Participante); Marte, C.L. (Docente); POLLONI, E. G.. (Docente); <Sem RANÇA, E. T.: Configuração de um Processo de Software Padrão da Organização utilizando como base o Modelo de Maturidade da Capacitação (CMM) e os processos NBR ISO/IEC 12207, Processo Unificado e o Processo Unificado Rational.; 1; 90; Português; Arakaki, R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Configuração de um Processo de Software Padrão da Organização utilizando como base o Modelo de Maturidade da Capacitação (CMM) e os processos NBR ISO/IEC 12207, Processo Unificado e o Processo Unificado Rational.; Arakaki, R. (Docente); Becerra, J.L.R. (Docente); SPINOLA, M. M. (Docente); <Sem UKUMA, E.Y.: Um Estudo sobre a Adequação do Modelo Estrela para Datawarehouses em Evolução; 1; 89; Português; Campos, E.G.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Integração e Interoperabilidade em Bancos de Dados Distribuídos e Datawarehouses; Um Estudo sobre a Adequação do Modelo Estrela para Datawarehouses em Evolução; Campos, E.G.L. (Docente); ILHO, D. J. S. (Outro Participante); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem GAIARDO, J. B. J.: Método de gerenciamento do processo de melhoria de software baseado em métricas.; 1; 129; Português; SPINOLA, M. M. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Método de gerenciamento do processo de melhoria de software baseado em métricas.; Arakaki, R. (Docente); PESSÔA, M. S. P. (Outro Participante); SPINOLA, M. M. (Docente); <Sem GIORGI, R.: Metodologia para Avaliação de Segurança de Servidores baseada em erramentas de Ataque e Detecção de Vulnerabilidades.; 1; 267; Português; GEUS, P. L. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Metodologia para Avaliação de Segurança de Servidores baseada em erramentas de Ataque e Detecção de Vulnerabilidades.; GEUS, P. L. (Outro Participante); Marte, C.L. (Docente); Rigo, A.L. (Docente); <Sem 3 de 6

4 GOBETTI, A. M.: Voz sobre IP em redes corporativas: Estudo de caso; 1; 59; Português; Campos, G.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; WebServices / XML e outras tecnologias WEB; Voz sobre IP em redes corporativas: Estudo de caso; Campos, G.L. (Docente); GETSCHKO, D. (Outro Participante); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem GONÇALVES, Á. M.: Padrões de projeto para resolução de problemas de mapeamento objeto-relacional.; 1; 116; Português; RICARTE, I. L. M. (Outro Participante);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Padrões de projeto para resolução de problemas de mapeamento objeto-relacional.; LEJBMAN, A. G. V. (Outro Participante); REVERBEL,. C. R. (Outro Participante); RICARTE, I. L. M. (Outro Participante); <Sem GONÇALVES, C..: Desenvolvimento e implementação de sistema de servidor de mapas na Web.; 1; 85; Português; DINIZ, N. C. (Outro Participante);ENGENHARIA DE SOTWARE; WebServices / XML e outras tecnologias WEB; Desenvolvimento e implementação de sistema de servidor de mapas na Web.; DINIZ, N. C. (Outro Participante); ilgueiras, L. V. L. (Docente); RICARTE, I. L. M. (Outro Participante); <Sem GUIDO, M.: Propostas para Estender as uncionalidades do RSVP-TE.; 1; 89; Português; AMAZONAS, J. R. A. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de recursos de TI; Propostas para Estender as uncionalidades do RSVP-TE; AMAZONAS, J. R. A. (Docente); CARVALHO, T. C. M. B. (Outro Participante); Marte, C.L. (Docente); <Sem HABERKORN, E. M.: A formação do desenvolvedor de software aplicativo no Brasil: Perfil, deficiencias, causas e soluções.; 1; 117; Português; Koo, R.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Projeto Isolado; A formação do desenvolvedor de software aplicativo no Brasil: Perfil, deficiencias, causas e soluções.; Koo, R.L. (Docente); MELNIKO, S. S. S. (Docente); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem KANKE, M. Y.: Infra-Estrutura de Chaves Públicas em Ambiente z/os; 1; 122; Português; GEUS, P. L. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Infra-Estrutura de Chaves Públicas em Ambiente z/os; ERNANDES, C. T. (Outro Participante); GEUS, P. L. (Outro Participante); Rigo, A.L. (Docente); <Sem LACERDA, S. M.: Metodologia para a modelagem dimensional a partir de esquemas Entidade-Relacionamento; 1; 82; Português; Campos, E.G.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Integração e Interoperabilidade em Bancos de Dados Distribuídos e Datawarehouses; Metodologia para a modelagem dimensional a partir de esquemas Entidade-Relacionamento; Campos, E.G.L. (Docente); JUNIOR, J. R. A. (Outro Participante); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem LANEL, R.: RSP: um novo modelo de outsourcing de solução de relacionamento; 1; 117; Português; REZENDE, M. N. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Comunidade Eletrônica de Negocios (EBC); RSP: um novo modelo de outsourcing de solução de relacionamento; KOBAYASHI, G. (Outro Participante); Miyake, M.Y. (Docente); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem LOPES, A. C.: O Sistema Estratégico de Informações no Governo do Estado de São Paulo - um Estudo de Caso; 1; 181; Português; Miyake, M.Y. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Sistemas de informações gerenciais; O Sistema Estratégico de Informações no Governo do Estado de São Paulo - um Estudo de Caso; ilgueiras, L. V. L. (Docente); Miyake, M.Y. (Docente); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem LOPES, C. O. S.: VideoChat - Uma ferramenta de videocoferência pessoal; 1; 121; Português; LEJBMAN, A. G. V. (Outro Participante);ENGENHARIA DE SOTWARE; WebServices / XML e outras tecnologias WEB; VideoChat - Uma ferramenta de videocoferência pessoal; GUBITOSO, M. D. (Docente); LEJBMAN, A. G. V. (Outro Participante); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem MACEDO, R. G.: TÉCNICA ALPHA: PRIORIZAÇÃO DE MUDANÇAS DE REQUISITOS RELACIONADAS A PROBLEMAS DE USABILIDADE UMA ABORDAGEM CUSTO X BENEÍCIO; 1; 130; Português; ilgueiras, L. V. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Interação Homem x máquina; TÉCNICA ALPHA: PRIORIZAÇÃO DE MUDANÇAS DE REQUISITOS RELACIONADAS A PROBLEMAS DE USABILIDADE UMA ABORDAGEM CUSTO X BENEÍCIO; ilgueiras, L. V. L. (Docente); JUNIOR, J. R. A. (Outro Participante); PENTEADO, R. A. D. (Outro Participante); <Sem 4 de 6

5 MARANI, A.: Implementação de um sistema de voz sobre IP e videoconferência utilizando o protocolo SIP com softwares de código aberto; 1; 99; Português; Rigo, A.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; WebServices / XML e outras tecnologias WEB; Implementação de um sistema de voz sobre IP e videoconferência utilizando o protocolo SIP com softwares de código aberto; Marte, C.L. (Docente); MENEZES, M. O. (Outro Participante); Rigo, A.L. (Docente); <Sem MARQUES, M.: Análise de desempenho: sistemas de rede fast-ethernet e gigabit-ethernet em pequenos ambientes cliente-servidor; 1; 76; Português; Campos, G.L. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Metodologias para projetos de redes de computadores; Análise de desempenho: sistemas de rede fast-ethernet e gigabit-ethernet em pequenos ambientes cliente-servidor; Campos, G.L. (Docente); GETSCHKO, D. (Outro Participante); Marte, C.L. (Docente); <Sem MARQUES, M..B..: Modelo de um ambiente colaborativo virtual aplicado às atividades empresariais.; 1; 82; Português; SILVA, A. A. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Comunidade Eletrônica de Negocios (EBC); Modelo de um ambiente colaborativo virtual aplicado às atividades empresariais.; MARTINS, E. S. (Outro Participante); Miyake, M.Y. (Docente); SILVA, A. A. (Outro Participante); <Sem MELLO, A. M. V.: Processo de desenvolvimento de software: Uma abordagem para melhoria contínua da qualidade; 1; 143; Português; POLLONI, E. G.. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Processo de desenvolvimento de software: Uma abordagem para melhoria contínua da qualidade; Marte, C.L. (Docente); POLLONI, E. G.. (Docente); SIMCSIK, T. (Outro Participante); <Sem MESQUITA, P. R. B.: REQUISITOS PARA ESTRUTURAÇÃO DE AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL.; 1; 109; Português; DINIZ, N. C. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Mobilildade e computação "pervasiva"; REQUISITOS PARA ESTRUTURAÇÃO DE AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA COMPUTAÇÃO MÓVEL.; Arakaki, R. (Docente); DINIZ, N. C. (Outro Participante); HIRAMA, K. (Outro Participante); <Sem MEXAS, J. A.: MÉTODO PARA APLICAÇÃO DE PATTERNS NO PROCESSO UNIICADO; 1; 69; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; MÉTODO PARA APLICAÇÃO DE PATTERNS NO PROCESSO UNIICADO; ALMEIDA, J. B. (Outro Participante); Becerra, J.L.R. (Docente); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem MONTEIRO, C. A.: Avaliação do modelo de segurança Security-Enhanced Linux (SELinux) através da exploração de falhas típicas de softwares.; 1; 132; Português; MENEZES, M. O. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Avaliação do modelo de segurança Security-Enhanced Linux (SELinux) através da exploração de falhas típicas de softwares.; LIMA, A. C. (Outro Participante); MENEZES, M. O. (Outro Participante); NG, P. (Docente); <Sem MORSELLI, O. A.: Pesquisa - Contribuição ao esclarecimento dos motivos que levam as empresas de pequeno porte a não adotarem padrões de qualidade em desenvolvimento de software.; 1; 163; Português; ALBUQUERQUE, A. R. P. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de software; Pesquisa - Contribuição ao esclarecimento dos motivos que levam as empresas de pequeno porte a não adotarem padrões de qualidade em desenvolvimento de software.; ALBUQUERQUE, A. R. P. L. (Docente); ILHO, O. D. B. (Outro Participante); Miyake, M.Y. (Docente); <Sem MOURA, M. A. A.: Análise e comparação de sistemas de atendimento (Call Center) em diferentes topologias.; 1; 117; Português; Zucchi, W. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de recursos de TI; Análise e comparação de sistemas de atendimento (Call Center) em diferentes topologias.; GABOS, D. (Outro Participante); Miyake, M.Y. (Docente); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem NEVES, A. J. S.: Terceirização em TI: Abordagem Estratégica e Operacional; 1; 186; Português; REZENDE, M. N. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de recursos de TI; Terceirização em TI: Abordagem Estratégica e Operacional; Miyake, M.Y. (Docente); PIZZOLATO, E. B. (Outro Participante); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem SANTOS, U. B.: Ataques Distribuídos de Negação de Serviço? Análise do Problema, Prevenção e Combate; 1; 91; Português; MEYLAN,. (Outro Participante);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Ataques Distribuídos de Negação de Serviço? Análise do Problema, Prevenção e Combate; GUELI, A. E. (Outro Participante); Koo, R.L. (Docente); MEYLAN,. (Outro Participante); <Sem 5 de 6

6 SHIDOMI, C.: Modelagem de Processos ETL Análise e Avaliação; 1; 104; Português; Campos, E.G.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Metodologias e erramentas para Desenvolvimento de Software; Modelagem de Processos ETL Análise e Avaliação; Campos, E.G.L. (Docente); JUNIOR, J. R. A. (Outro Participante); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem SHIDOMI, V. L. R. Y.: Processo de Melhoria da Qualidade dos Dados: Um Estudo de Caso; 1; 112; Português; Campos, E.G.L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Qualidade de Dados; Processo de Melhoria da Qualidade dos Dados: Um Estudo de Caso; Campos, E.G.L. (Docente); ERREIRA, M. A. G. V. (Outro Participante); SOUZA, S. N. A. (Docente); <Sem SILVA, C. P.: A gestão do conhecimento aplicada à engenharia de software numa estrutura empresarial - Uma proposta de implementação".; 1; 136; Português; POLLONI, E. G.. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão do conhecimento e inteligência competitiva; A gestão do conhecimento aplicada à engenharia de software numa estrutura empresarial - Uma proposta de implementação".; Marte, C.L. (Docente); POLLONI, E. G.. (Docente); SIMCSIK, T. (Outro Participante); <Sem SMANIOTTO, E.: Uma arquitetura para integração de sistemas bancários na WEB utilizando XML; 1; 94; Português; Giorno,.A.C. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; WebServices / XML e outras tecnologias WEB; Uma arquitetura para integração de sistemas bancários na WEB utilizando XML; Arakaki, R. (Docente); Giorno,.A.C. (Docente); REZENDE, M. N. (Docente); <Sem SOUSA, A. J. B.: Implantação de um PTT para comutar tráfego entre sistemas autônomos; 1; 136; Português; Rigo, A.L. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Implantação de um PTT para comutar tráfego entre sistemas autônomos; Kofuji, S.T. (Docente); POLLONI, E. G.. (Docente); Rigo, A.L. (Docente); <Sem TEIXEIRA, M.: Metodologia de planejamento de capacidade para servidores em ambiente cliente/servidor web: Estudo de caso; 1; 70; Português; Zucchi, W. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de recursos de TI; Metodologia de planejamento de capacidade para servidores em ambiente cliente/servidor web: Estudo de caso; GABOS, D. (Outro Participante); Marte, C.L. (Docente); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem VARGAS, A. Y. B.: Automação do processo PMBOX para gestão de projetos utilizando o paradigma OO em empresas de IT; 1; 99; Português; Becerra, J.L.R. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Gestão de projetos; Automação do processo PMBOX para gestão de projetos utilizando o paradigma OO em empresas de IT; Arakaki, R. (Docente); Becerra, J.L.R. (Docente); SILVA, P. S. M. (Outro Participante); <Sem VICINO, J. C.: Ciclo do ERP - Um estudo de caso; 1; 68; Português; POLLONI, E. G.. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Sistemas de informações gerenciais; Ciclo do ERP - Um estudo de caso; Marte, C.L. (Docente); POLLONI, E. G.. (Docente); SIMCSIK, T. (Outro Participante); <Sem VITORINO, J. C.: Especificação e validação de serviços do Protocolo L2TP UTILIZANDO a Linguagem de Especificação ESTELLE; 1; 282; Português; Zucchi, W. L. (Docente);REDES DE COMPUTADORES; Gerenciamento e segurança de redes de computadores; Especificação e validação de serviços do Protocolo L2TP UTILIZANDO a Linguagem de Especificação ESTELLE; GABOS, D. (Outro Participante); Giorno,.A.C. (Docente); Zucchi, W. L. (Docente); <Sem ZANCHETA,. A.: Requisitos de Usabilidade para interfaces homem-computador destinadas a usuários de chão de fábrica.; 1; 151; Português; ilgueiras, L. V. L. (Docente);ENGENHARIA DE SOTWARE; Interação Homem x máquina; Requisitos de Usabilidade para interfaces homem-computador destinadas a usuários de chão de fábrica.; ilgueiras, L. V. L. (Docente); GIACOMINI, R. (Outro Participante); SILVA, J. C. A. (Outro Participante); <Sem 6 de 6

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação

Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação Pólo de TIC Jequié GT de Capacitação PROPOSTA DE CAPACITAÇÃO TÉCNICA Autoria: UESB Jequié, 29 de novembro de 2007 Proposta de Curso de Capacitação Técnica Tendo em vista a necessidade de capacitação técnica

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS PARA COMPUTAÇÃO...

Leia mais

Minuta Relatório de resultados do PDTI anterior

Minuta Relatório de resultados do PDTI anterior RELATÓRIO DE RESULTADOS DO PDTI ANTERIOR Outubro de 2011 Elaborado pelo Grupo de Trabalho Intersetorial para elaboração do Plano Diretor de Tecnologia de Informação PDTI, nos termos da Portaria nº 4551,

Leia mais

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica...

..: FormSus :.. http://formsus.datasus.gov.br/site/popup_unidade_detalhe.php?id_aplica... 1 de 1 19/4/212 17:17 EGTI 211/212 - Autodiagnostico 21 Imprimir Identificação 1. Qual a identificação do órgão? AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS 2. Qual o âmbito de preenchimento do formulário?

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA/1123 FNDE -EDITAL Nº 01/2009 1. Perfil: Consultor ESPECIALISTA EM PLANO DE METAS ANALISTA PROGRAMADOR DELPHI - Código 1 - CGETI. 2. Nº de vagas:

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios-

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, HUMANAS E SOCIAIS BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- Curso: Administração Hab. Sistemas de Informações Disciplina: Gestão de Tecnologia

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2015 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 1 Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2011 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2015.1 Banco de Dados I Estudo dos aspectos de modelagem

Leia mais

Analista de Negócio Pleno

Analista de Negócio Pleno Analista de Negócio Pleno Formação: Nível Superior na área de informática ou áreas afins. Desejável Pós Graduação em Gestão de Projetos, Tecnologia de Informação ou Negócios. Atividades: Realizar atividades

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 ARQUITETURA DE COMPUTADORES... 4 02 FILOSOFIA... 4 03 FUNDAMENTOS MATEMÁTICOS... 4 04 TEORIA

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CST SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: Algoritmo e Programação I A disciplina aborda o estudo de algoritmos, envolvendo os conceitos fundamentais: variáveis, tipos de dados, constantes,

Leia mais

FACULDADE LOURENÇO FILHO ENADE 2011 Prof. Jackson Santiago Engenharia de Software DATA: 29/10/2011

FACULDADE LOURENÇO FILHO ENADE 2011 Prof. Jackson Santiago Engenharia de Software DATA: 29/10/2011 Assunto : Ciclo de vida de software 1. O modelo de ciclo de vida em cascata: a) enfatiza a realização sequencial das atividades do desenvolvimento de um produto de software. b) enfatiza a comunicação estreita

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO Departamento: Disciplina: Pré-Requisitos: I D E N T I F I C A Ç Ã O Sistemas de Informação Engenharia de Software Aplicada (ESA) Engenharia de Software (ES) CH: 7 Curso: Bacharelado em Sistemas de Informação

Leia mais

Parceiro Oficial de Treinamentos Zabbix no Brasil

Parceiro Oficial de Treinamentos Zabbix no Brasil Apresentação Parceiro Oficial de Treinamentos Zabbix no Brasil A VANTAGE Educacional é uma referência no Brasil em Treinamento e Capacitação das principais soluções corporativas Open Source. Além de possuir

Leia mais

WebApps em Java com uso de Frameworks

WebApps em Java com uso de Frameworks WebApps em Java com uso de Frameworks Fred Lopes Índice O que são frameworks? Arquitetura em camadas Arquitetura de sistemas WEB (WebApps) Listagem resumida de frameworks Java Hibernate O que são frameworks?

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB Alan Francisco de Souza¹, Claudete Werner¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alanfsouza.afs@gmail.com,

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS

SISTEMA GERENCIADOR DE BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br SISTEMA GERENCIADOR

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL - FATESG PROJETO INTEGRADOR 3º PERÍODO GOIÂNIA 2012. INFORMAÇÕES GERAIS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL Coordenação

Leia mais

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Material de Apoio de Informática - Prof(a) Ana Lucia 53. Uma rede de microcomputadores acessa os recursos da Internet e utiliza o endereço IP 138.159.0.0/16,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr.

Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Engenharia de Software na Prática Hélio Engholm Jr. Novatec Sumário Agradecimentos... 17 Sobre o autor... 18 Prefácio... 19 Capítulo 1 Desenvolvimento de software para o valor de negócios... 20 1.1 Qualidade

Leia mais

Fica a critério da Instituição fazer qualquer alteração, caso seja necessário.

Fica a critério da Instituição fazer qualquer alteração, caso seja necessário. 01 Daniel dos Santos Costa HORÁRIO: 08h30 às 10h00 TÍTULO: Sistema de Ordem de Serviço: análise de um sistema para o controle dos serviços de manutenção de computadores da empresa Impeças na cidade de

Leia mais

BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO

BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO BPM E SOA MODELO PARA O DESENVOLVIMENTO CORPORATIVO João Felipe D Assenção Faria Arquiteto JEE Especialista SOA/BPM JOÃO FELIPE D ASSENÇÃO FARIA Arquiteto JEE (12 anos) Especialista SOA/BPM (aprox. 4 anos)

Leia mais

GeCA: Uma Ferramenta de Engenharia Reversa e Geração Automática de Código

GeCA: Uma Ferramenta de Engenharia Reversa e Geração Automática de Código GeCA: Uma Ferramenta de Engenharia Reversa e Geração Automática de Código Igor Steinmacher 1, Éderson Fernando Amorim 1, Flávio Luiz Schiavoni 1, Elisa Hatsue Moriya Huzita 1 1 Departamento de Informática

Leia mais

UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação

UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação Áreas Temáticas para Trabalho de Conclusão de Curso ( o estudante poderá optar por uma das áreas temáticas sugeridas ou ainda optar por área não contemplada

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Business Intelligence (BI) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Business Intelligence Inteligência Competitiva tem por fornecer conhecimento

Leia mais

INFORMAÇÕES DA PROVA. Matéria N Questões Pontos por Questão Duração Conhecimentos Gerais 20 1 Conhecimentos Específicos 40 3

INFORMAÇÕES DA PROVA. Matéria N Questões Pontos por Questão Duração Conhecimentos Gerais 20 1 Conhecimentos Específicos 40 3 EDITAL COMPILADO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 5 REGIÃO Banca Organizadora: FCC Cargo: Analista Judiciário Área Apoio Especializado Especialidade Tecnologia da Informação Remuneração Inicial: R$ 7.566,42

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2. Perfi s Profissionais... 2

Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2. Perfi s Profissionais... 2 ANEXO 5 - DO PROJETO BÁSICO Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais disponibilizadas para a execução dos serviços Sumário Especificações de experiência e conhecimento

Leia mais

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)*

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Buscamos candidatos com interesse e experiência na área de desenvolvimento,

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software

Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 4.1 2007 by Prentice Hall Infra-Estrutura de TI: Hardware Componentes da Infra-Estrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EMENTAS DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 60 h 1º Evolução histórica dos computadores. Aspectos de hardware: conceitos básicos de CPU, memórias,

Leia mais

Ferramentas de Acesso Remoto

Ferramentas de Acesso Remoto Ferramentas de Acesso Remoto Minicurso sobre Ferramentas de Acesso remoto Instrutor Marcelino Gonçalves de Macedo Tópicos Abordados O que é acesso remoto? Por que utilizar acesso remoto? Características

Leia mais

.Desenvolvimento de Sistemas

.Desenvolvimento de Sistemas .Quem Somos A BS é uma empresa brasileira e referência em soluções inovadoras, flexíveis e customizadas em tecnologia da informação, consultoria e outsourcing. A BS oferece soluções inteligentes proporcionando

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA)

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO 1.ª SÉRIE 2.ª SÉRIE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: INFORMÁTICA) MATRIZ CURRICULAR CURSO: GRADUAÇÃO: REGIME: DURAÇÃO: INTEGRALIZAÇÃO: CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE (ÁREA: ) TECNÓLOGO SERIADO ANUAL - NOTURNO 03 (TRÊS) ANOS LETIVOS MÍNIMO:

Leia mais

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software

Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software Especialização em Arquitetura e Engenharia de Software O curso vai propiciar que você seja um especialista para atua atuar na área de Arquitetura de Software em diferentes organizações, estando apto a:

Leia mais

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr

Engenharia de Software. Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Engenharia de Software Apostila I >>> Introdução à ES - HEngholmJr Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 12/08/2014 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr Agenda Introdução à Engenharia

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Design de Software e Projeto Arquitetural de Software Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Agenda 1. Contexto da Arquitetura e Projeto de Software 2. Definição de Arquitetura

Leia mais

Agenda. Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI

Agenda. Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI Governança de TI Agenda Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI Modelo de Governança de TI Uso do modelo

Leia mais

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Versão 1 MDS Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas 1 Presidente INCRA Rolf Hackbart Diretor de Gestão Estratégica DE - INCRA Roberto Kiel Coordenador Geral

Leia mais

Simplificando a TECNOLOGIA

Simplificando a TECNOLOGIA 3 Simplificando a TECNOLOGIA SEGURANÇA DESENVOLVIMENTO BANCO DE DADOS S O L U Ç Õ ES E M T E C N O L O G I A MISSÃO VISÃO Contribuir com o sucesso dos Clientes através da Ser a melhor provedora de Soluções

Leia mais

Fábrica de Software 29/04/2015

Fábrica de Software 29/04/2015 Fábrica de Software 29/04/2015 Crise do Software Fábrica de Software Analogias costumam ser usadas para tentar entender melhor algo ou alguma coisa. A idéia é simples: compara-se o conceito que não se

Leia mais

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento.

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento. SOA Arquitetura Orientada a Serviços Conceitos e Aplicações Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com/ http://edilms.eti.br Gestão de TI Conceitode SOA SOA - Service OrientedArchitecture (Arquitetura

Leia mais

Cada vitória é importante pois são de vitórias que se constroem conquistas. São de conquistas que se constrói o sucesso.

Cada vitória é importante pois são de vitórias que se constroem conquistas. São de conquistas que se constrói o sucesso. Cada vitória é importante pois são de vitórias que se constroem conquistas. São de conquistas que se constrói o sucesso. Somos a FIDELITY IT, seu novo parceiro nas próximas vitórias e conquistas. Mais

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de

Leia mais

Priscila Santos. educações. experiências. Analista de Sistemas Pleno. Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP

Priscila Santos. educações. experiências. Analista de Sistemas Pleno. Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP Priscila Santos Analista de Sistemas Pleno Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP Atuante na área de TI há 8 anos, como analista de Sistemas, em projetos de Implantação e integração de sistemas, desde

Leia mais

PROVA DISCURSIVA (P )

PROVA DISCURSIVA (P ) PROVA DISCURSIVA (P ) 2 Nesta prova que vale dez pontos, faça o que se pede, usando os espaços indicados no presente caderno para rascunho. Em seguida, transcreva os textos para as folhas de TEXTOS DEFINITIVOS

Leia mais

Infra estrutura da Tecnologia da Informação

Infra estrutura da Tecnologia da Informação Infra estrutura da Tecnologia da Informação Capítulo 3 Adaptado do material de apoio ao Livro Sistemas de Informação Gerenciais, 7ª ed., de K. Laudon e J. Laudon, Prentice Hall, 2005 CEA460 Gestão da Informação

Leia mais

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE

Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes dos sistemas computadorizados Aula 04 FTC FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO IV SEMESTRE Componentes da infraestrutura Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia

Leia mais

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva Alinhamento Estratégico entre TI e Negócio Alinhamento entre Ações Estratégicas, Processos e iniciativas de Tecnologia de Informação Novembro, 2013 Ângela F. Brodbeck Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa. Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions

Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa. Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions Qualidade de Software no Contexto Organizacional: Arquitetura Corporativa Atila Belloquim Gnosis IT Knowledge Solutions TI e Negócio 10 entre 10 CIOs hoje estão preocupados com: Alinhar TI ao Negócio;

Leia mais

Material 5 Administração de Recursos de HW e SW. Prof. Edson Ceroni

Material 5 Administração de Recursos de HW e SW. Prof. Edson Ceroni Material 5 Administração de Recursos de HW e SW Prof. Edson Ceroni Desafios para a Administração Centralização X Descentralização Operação interna x Outsourcing Hardware Hardware de um Computador Armazenamento

Leia mais

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006.

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. DEFINE a Política de Informática do Estado do Amazonas. O PRESIDENTE DO COMITÊ ESTADUAL DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA

APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA APLICATIVO WEB PARA O SETOR DE EXTENSÃO IFC VIDEIRA Autores: Claudiléia Gaio BANDT; Tiago HEINECK; Patrick KOCHAN; Leila Lisiane ROSSI; Angela Maria Crotti da ROSA Identificação autores: Aluna do Curso

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate

Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Uma Abordagem sobre Mapeamento Objeto Relacional com Hibernate Luis Gustavo Zandarim Soares 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paraná PR Brasil luisgustavo@live.co.uk,

Leia mais

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert:

BRAlarmExpert. Software para Gerenciamento de Alarmes. BENEFÍCIOS obtidos com a utilização do BRAlarmExpert: BRAlarmExpert Software para Gerenciamento de Alarmes A TriSolutions conta com um produto diferenciado para gerenciamento de alarmes que é totalmente flexível e amigável. O software BRAlarmExpert é uma

Leia mais

Hoje é inegável que a sobrevivência das organizações depende de dados precisos e atualizados.

Hoje é inegável que a sobrevivência das organizações depende de dados precisos e atualizados. BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br INTRODUÇÃO Hoje é

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO.

TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. TERCEIRIZAÇÃO, OUTSOURCING, INFRAESTRUTURA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS E SITES, AUDITORIAS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. OneIT A gente trabalha para o seu crescimento. Rua Bento Barbosa, n 155, Chácara Santo

Leia mais

Serviços Web: Introdução

Serviços Web: Introdução Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

FERRAMENTA WEB DE SUPORTE A AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM A METODOLOGIA CERTICS

FERRAMENTA WEB DE SUPORTE A AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM A METODOLOGIA CERTICS FERRAMENTA WEB DE SUPORTE A AVALIAÇÃO DE SOFTWARE COM A METODOLOGIA CERTICS Acadêmico: Vinícius Ferneda de Lima vinicius.ferneda@gmail.com Orientador: Prof. Everaldo Artur Grahl everaldo.grahl@gmail.com

Leia mais

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA Autores: Francisco de Oliveira Dantas; FILHO, PINTO, Giovanni Ferreira; MARIA, Hevanderson da Silva; Orientador:

Leia mais

2.0. Uma Nova Geração de Ferramentas para Gestão de Processos de Software. Coordenação Carla Alessandra Lima Reis Rodrigo Quites Reis

2.0. Uma Nova Geração de Ferramentas para Gestão de Processos de Software. Coordenação Carla Alessandra Lima Reis Rodrigo Quites Reis 2.0 Uma Nova Geração de Ferramentas para Gestão de Processos de Software Coordenação Carla Alessandra Lima Reis Rodrigo Quites Reis U n iv e r s id a d e F e d e r a l d o P a r á Q R C o n s u lto r ia

Leia mais

Desenvolvimento e Administração de Sistemas de Informação Paulo Motta

Desenvolvimento e Administração de Sistemas de Informação Paulo Motta Desenvolvimento e Administração de Sistemas de Informação Paulo Motta prmottajr@acm.org Administração da Informação Quem pode acessar, alterar, inserir e apagar? Qual a consistência dos dados? Quão críticos

Leia mais

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Objetivos e Ementas das disciplinas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Código Disciplina Sigla Objetivos Ementa 1001 ADMINISTRAÇÃO GERAL ADM GERAL Ao final da disciplina o aluno será capaz de: ter

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS

CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS CURSO: Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas SÉRIE: 3º Semestre TURNO: Noturno DISCIPLINA: ANÁLISE DE SISTEMAS ORIENTADA A OBJETOS CARGA HORÁRIA: 60 horas I - Ementa Modelagem de Processos

Leia mais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Série SV8000 UNIVERGE 360 UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Tudo a ver com mudança E estar preparado para ela Com UNIVERGE360 você estabelece a direção. O ambiente de trabalho está

Leia mais

UMA ABORDAGEM DE GERENCIAMENTO REMOTO DO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA USANDO WEB SERVICES SOBRE TECNOLOGIA GPRS

UMA ABORDAGEM DE GERENCIAMENTO REMOTO DO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA USANDO WEB SERVICES SOBRE TECNOLOGIA GPRS UMA ABORDAGEM DE GERENCIAMENTO REMOTO DO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA USANDO WEB SERVICES SOBRE TECNOLOGIA GPRS Prof. Roberto A. Dias, Dr. Eng CEFET-SC Igor Thiago Marques Mendonça Reginaldo

Leia mais

Arquitetura de Monitoração de Chamadas Telefônicas IP

Arquitetura de Monitoração de Chamadas Telefônicas IP Arquitetura de Monitoração de Chamadas Telefônicas IP NCE - UFRJ Leandro C. G. Lustosa Paulo Henrique de A. Rodrigues Fabio David Douglas G. Quinellato Importância de Estatísticas de Qualidade Monitoramento

Leia mais

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS Superior completo em Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou áreas afins; CONHECIMENTOS: OO (Orientação Objeto) UML ASP.Net (Framework 2.0 e/ou superior)

Leia mais

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Fundação Universidade Estadual de Maringá

Fundação Universidade Estadual de Maringá Fundação Universidade Estadual de Maringá PAD/DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL 485/2007 CONCORRÊNCIA PÚBLICA - PROC.: N 15344/2007 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE UMA EMPRESA ESPECIALIZADA

Leia mais

Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial

Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial Sindo V. Dias Antônio C. Mosca Rogério A. Rondini Agenda Cenário do Setor de

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO: ENGENHARIA DE SOFTWARE E INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL CADERNO DO ALUNO. Ano Letivo de 2016

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO: ENGENHARIA DE SOFTWARE E INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL CADERNO DO ALUNO. Ano Letivo de 2016 COORDENADORIA DE ENSINO TECNOLÓGICO - CET MESTRADO PROFISSIONAL EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO: ENGENHARIA DE SOFTWARE E INFRAESTRUTURA COMPUTACIONAL CADERNO DO ALUNO Ano Letivo de 2016 COORDENADORIA DE ENSINO

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Segurança da Informação

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Segurança da Informação Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Segurança da Informação Apresentação Não há dúvida que a tecnologia da informação, nos tempos atuais, é fundamental para a realização das operações

Leia mais

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl

Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR. Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Processo de garantia da qualidade baseado no modelo MPS.BR Acadêmico: Anildo Loos Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro introdução objetivos do trabalho fundamentação teórica desenvolvimento da ferramenta

Leia mais

Roteiro 2 Conceitos Gerais

Roteiro 2 Conceitos Gerais Roteiro 2 Conceitos Gerais Objetivos: UC Projeto de Banco de Dados Explorar conceitos gerais de bancos de dados; o Arquitetura de bancos de dados: esquemas, categorias de modelos de dados, linguagens e

Leia mais

Diretoria de Informática

Diretoria de Informática Diretoria de Informática Estratégia Geral de Tecnologias de Informação para 2013-2015 EGTI 2013-2015 Introdução: Este documento indica quais são os objetivos estratégicos da área de TI do IBGE que subsidiam

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

Descrição da Vaga: Desenvolver aplicações Java web; Gerar consultas e manutenção de tabelas e atributos via SQL.

Descrição da Vaga: Desenvolver aplicações Java web; Gerar consultas e manutenção de tabelas e atributos via SQL. Título da Vaga: Desenvolvedor Java Web Descrição da Vaga: Desenvolver aplicações Java web; Gerar consultas e manutenção de tabelas e atributos via SQL. Requisitos: Sólida experiência em desenvolvimento

Leia mais

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação

ü Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Curso - Bacharelado em Sistemas de Informação Nome e titulação do Coordenador: Coordenador: Prof. Wender A. Silva - Mestrado em Engenharia Elétrica (Ênfase em Processamento da Informação). Universidade

Leia mais

Proposta de Projeto PPJ PPJSETIN2011094 Licenças para Estações de Trabalho e Servidores de Rede. Versão 1.0

Proposta de Projeto PPJ PPJSETIN2011094 Licenças para Estações de Trabalho e Servidores de Rede. Versão 1.0 Servidores de Rede Versão 1.0 Estado do Ceará Poder Judiciário Tribunal de Justiça Histórico de Revisões Data Versão Descrição Responsável 30/05/2012 0.1 Criação do documento Alexys Ribeiro 30/05/2012

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

MODELAGEM DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Unidade III MODELAGEM DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Daniel Arthur Gennari Junior Sobre esta aula Ciclo de Vida de Sistemas Engenharia de Software Aplicações de Software Diagramação de Software Ciclo

Leia mais