ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE CUSTOMIZAÇÕES NO SISTEMA TOTVS PROTHEUS 10

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE CUSTOMIZAÇÕES NO SISTEMA TOTVS PROTHEUS 10"

Transcrição

1 BRUNNO DE MEDEIROS DA COSTA ESTÁGIO CURRICULAR I e II DESENVOLVIMENTO DE CUSTOMIZAÇÕES NO SISTEMA TOTVS PROTHEUS 10 EMPRESA: CASA DO FERRAMENTEIRO SETOR: DEPARTAMENTO DE TI SUPERVISOR: ALLAN DE MEDEIROS GUIMARÃES ORIENTADOR: MsC. CÉLIA REGINA BEIRO DA SILVEIRA CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS DA INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGIAS - CCT UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC JOINVILLE SANTA CATARINA - BRASIL OUTUBRO/2010

2 UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR FOLHA DE AVALIAÇÃO FINAL APROVADO EM.../.../... Professora Célia Regina Beiro da Silveira Professora Orientadora. Professor Jackson Mallmann Professor Edino Mariano Lopes Fernandes Allan de Medeiros Guimarães

3 UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR FOLHA DE AVALIAÇÃO FINAL Carimbo da Empresa UNIDADE CONCEDENTE Razão Social: Casa do Ferramenteiro Ltda. CGC/MF: / Endereço: R. São Paulo, 480 Bairro: Bucarein CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Atividade Principal: Comércio Supervisor: Allan de Medeiros Guimarães Cargo: Diretor ESTAGIÁRIO Nome: Brunno de Medeiros da Costa Matrícula: Endereço: R. Cel. Procópio Gomes, 1378 Bairro: Bucarein CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Curso de: Tecnologia em Análise de Sistemas Título do Estágio: Desenvolvimento de customizações no Sistema Totvs Protheus 10 Período: 25/08/2010 a 20/10/2010 Carga horária: 240 horas AVALIAÇÃO FINAL DO ESTÁGIO I e II PELO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS Representada pelo Professor Orientador: Cinara T. Menegazzo CONCEITO FINAL NOTA Rubrica do Professor Orientador Excelente (9,1 a 10) Muito Bom (8,1 a 9,0) Bom (7,1 a 8,0) Regular (5,0 a 7,0) Reprovado (0,0 a 4,9) Joinville, / /

4 UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR AVALIAÇÃO DO ESTAGIÁRIO PELA EMPRESA Nome do Estagiário: Brunno de Medeiros da Costa QUADRO I a) AVALIAÇÃO NOS ASPECTOS PROFISSIONAIS Pontos 1 - QUALIDADE DO TRABALHO - Considerando o possível 2 - ENGENHOSIDADE - Capacidade de sugerir, projetar, executar modificações ou inovações. 3 - CONHECIMENTO - Demonstrado no desenvolvimento das atividades programadas. 4 - CUMPRIMENTO DAS TAREFAS - Considerar o volume de atividades dentro do padrão razoável 5 - ESPÍRITO INQUISITIVO - Disposição demonstrada para aprender 6 - INICIATIVA - No desenvolvimento das atividades SOMA Pontuação para o Quadro I e II Sofrível - 1 ponto, Regular - 2 pontos, Bom - 3 pontos, Muito Bom - 4 pontos, Excelente - 5 pontos. QUADRO II b) AVALIAÇÃO DOS ASPECTOS HUMANOS Pontos 1 - ASSIDUIDADE - Cumprimento do horário e ausência de faltas 2 -.DISCIPLINA - Observância das normas internas da Empresa. 3 - SOCIABILIDADE - Facilidade de se integrar com os outros no ambiente de trabalho. 4 - COOPERAÇÃO - Disposição para cooperar com os demais para atender as atividades. 5 -SENSO DE RESPONSABILIDADE - Zelo pelo material, equipamentos e bens da empresa. SOMA c) AVALIAÇÃO FINAL Pontos LIMITES PARA CONCEITUAÇÃO SOMA do Quadro I multiplicada por 7 De 57 a SOFRÍVEL SOMA do Quadro II multiplicada por 3 De 102 a REGULAR SOMA TOTAL De 148 a BOM De 195 a MUITO BOM De 241 a EXCELENTE Nome da Empresa: Casa do Ferramenteiro LTDA. Representada pelo Supervisor: Allan de Medeiros Guimarães CONCEITO CONFORME SOMA TOTAL Rubrica do Supervisor da Empresa Local: Data : Carimbo da Empresa

5 UDESC UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT PLANO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO ESTAGIÁRIO Nome: Brunno de Medeiros da Costa Matrícula: Endereço (Em Jlle): R. Cel. Procópio Gomes, 1378 Bairro: Bucarein CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Endereço (Local estágio): R. São Paulo, 480 Bairro: Bucarein CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Regularmente matriculado no semestre: 2010/2 Curso: Tecnologia em Análise de Sistemas Formatura (prevista) Semestre/Ano: 2010/2 UNIDADE CONCEDENTE Razão Social: Casa do Ferramenteiro Ltda. CGC/MF: / Endereço: R. São Paulo, 480 Bairro: Bucarein CEP: Cidade: Joinville UF: SC Fone: Atividade Principal: Comércio Supervisor: Allan de Medeiros Guimarães Cargo: Diretor DADOS DO ESTÁGIO Área de atuação: Analista de Suporte Computacional Departamento de atuação: Tecnologia da Informação Fone: Horário do estágio: 08:00 às 12:00 e 13:00 às 15:00 Total de horas do Estágio: 240 horas Período: 25/08/ /10/2010 Total de horas semanais: 30 horas Nome do Professor Orientador: Célia Regina Beiro da Silveira Departamento: DCC - Departamento de Ciências da Computação Disciplina(s) simultânea(s) com o estágio Quantas: 3 Quais: TES-11 EMPREENDIMENTOS EM INFORMÁTICA SOR SOCIOLOGIA DAS ORGANIZAÇÕES TOIC-14 AUTOMAÇÃO E CONTROLE OBJETIVO GERAL Realizar o atendimento aos clientes internos da Casa do Ferramenteiro no que diz respeito a Sistema ERP Totvs Protheus 10 e demais necessidades do departamento de TI.

6 ATIVIDADES OBJETIVO ESPECÍFICO HORAS 1. Levantamento e análise das necessidades de TI da empresa. 2. Treinamento de usuários no Sistema ERP Totvs Protheus Desenvolvimento de customizações do Sistema ERP. 1.1 Identificar situação atual de softwares, topologia de rede e arquitetura de servidores. 1.2 Identificar possibilidades de melhorias 2.1 Capacitar os usuários à utilização dos módulos de Compras, Estoque e Custos, Call Center e Faturamento. 3.1 Automatizar os processos e tornar mais simples os procedimentos operacionais Suporte ao Sistema ERP 4.1 Identificar problemas. 4.2 Esclarecer dúvidas de usuários 4.3 Aplicar correções no sistema Manutenção do Sistema ERP 6. Manutenção de Hardware e Softwares 7. Manutenção de Rede 8. Desenvolvimento de Relatório de Estágio 5.1 Realizar atualizações 5.2 Realizar backups 6.1 Montar/configurar estações 6.2 Instalar SO e softwares padrões. 6.3 Manter softwares e SO atualizados. 7.1 Manter regras de firewall 7.2 Liberar internet/telefone em ponto de rede estruturado. 7.3 Manter domínio de rede 8.1 Desenvolver o relatório 8.2 Procurar referências bibliográficas sobre os assuntos abordados Rubrica do Professor Orientador Aprovação do Membro do Comitê de Estágio Rubrica do Coordenado r de Estágio Rubrica do Supervisor da Empresa Data: Data: Data: Prof César Malutta Data: Carimbo da Empresa

7 AGRADECIMENTOS Agradeço a todas as pessoas que estiveram do meu lado durante o período da faculdade, e durante o desenvolvimento deste relatório dando todo o apoio necessário. Agradeço em especial aos meus irmãos, minha namorada e todos os meus colegas de trabalho da Casa do Ferramenteiro Ltda.

8 SUMÁRIO Prof César Malutta... vi LISTA DE FIGURAS... X RESUMO... XII 1. INTRODUÇÃO OBJETIVOS Objetivos Específicos JUSTIFICATIVA ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO A EMPRESA HISTÓRICO PRINCIPAIS PRODUTOS PRINCIPAIS CLIENTES CONSIDERAÇÕES GERAIS DESENVOLVIMENTO TREINAMENTOS Treinamento Módulo Call Center Treinamento Módulo Faturamento Treinamento Módulo Compras Treinamento Módulo Estoque e Custos LEVANTAMENTO DE MELHORIAS DETALHAMENTO DAS NECESSIDADES Relatório de regime de caixa Informativo de recebimento de encomendas Formação de preços de venda com base em cotação de compra Informativo de bloqueio de crédito Envio de pedido de compra Impressão de orçamento em tela Envio de orçamento por automaticamente Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Etiquetas de expedição Informativo de dados para emissão de 2ª via de boleto Informativo de títulos em atraso Informativo de agrupamento de títulos Informativo de compensação realizada Notificação de inclusão de pedido de compra referente encomenda Informativo de inclusão de nota fiscal de devolução de compra Informativo de inclusão de nota fiscal de devolução de venda DESENVOLVIMENTO DE CUSTOMIZAÇÕES Totvs Development Studio Configurador Software Gaia Algoritmos de Programação Algoritmo 1: Informativo de recebimento de encomendas Algoritmo 2: Informativo de bloqueio de crédito Algoritmo 3: Envio de pedido de compra Algoritmo 4: Impressão de orçamento em tela... 35

9 Algoritmo 5: Envio de orçamento por automaticamente Algoritmo 6: Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Algoritmo 7: Etiquetas de expedição AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS Relatório de regime de caixa Informativo de recebimento de encomendas Formação de preços de venda com base em cotação de compra Informativo de bloqueio de crédito Envio de pedido de compra Impressão de orçamento em tela Envio de orçamento por automaticamente Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Etiquetas de expedição Informativo de dados para emissão de 2ª via de boleto Informativo de títulos em atraso Informativo de agrupamento de títulos ATIVIDADES DE SUPORTE ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS... LVIII

10 LISTA DE FIGURAS FIGURA 1 TELA PRINCIPAL DO MÓDULO CALL CENTER FIGURA 2 TELA DO PROGRAMA DE ATENDIMENTO DO CALL CENTER FIGURA 4 TELA DO PROGRAMA DE PEDIDOS DE COMPRA DO MÓDULO DE COMPRAS.. 20 FIGURA 5 TELA DO PROGRAMA DE INCLUSÃO DE INVENTÁRIO DO MÓDULO DE ESTOQUE E CUSTOS FIGURA 6 TELA INICIAL DO TOTVS DEVELOPMENT STUDIO FIGURA 7 TELA INICIAL DO MENU ATUALIZAÇÕES DO MÓDULO CONFIGURADOR FIGURA 8 TELA PRINCIPAL DO PROGRAMA GAIA FIGURA 9 ILUSTRAÇÃO DE IMPRESSÃO DOS PARÂMETROS DO PROGRAMA DE REGIME DE CAIXA FIGURA 10 ILUSTRAÇÃO DE IMPRESSÃO DA PRIMEIRA PÁGINA DO RELATÓRIO DE REGIME DE CAIXA FIGURA 11 ILUSTRAÇÃO DE IMPRESSÃO DA ÚLTIMA PÁGINA DO RELATÓRIO DE REGIME DE CAIXA FIGURA 12 ILUSTRAÇÃO DE INFORMATIVO DE RECEBIMENTO DE ENCOMENDAS FIGURA 13 ILUSTRAÇÃO DA TELA DE ATENDIMENTO COM OPÇÃO PARA FORMAR PV DE ITEM FIGURA 14 ILUSTRAÇÃO DA TELA QUE RELACIONA OS ITENS PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS DE VENDA FIGURA 15 ILUSTRAÇÃO DA TELA QUE RELACIONA OS ITENS PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS DE VENDA FIGURA 16 ILUSTRAÇÃO DA TELA DO PROGRAMA GERA COTAÇÕES SFPV FIGURA 17 ILUSTRAÇÃO DA TELA DE BROWSE ATUALIZA COTAÇÕES SFPV FIGURA 18 ILUSTRAÇÃO DA TELA DE ATUALIZAÇÃO DE COTAÇÕES SFPV FIGURA 19 ILUSTRAÇÃO DA TELA ANÁLISE DAS COTAÇÕES SFPV FIGURA 20 ILUSTRAÇÃO DO DE RESPOSTA A SFPV ENVIADO AO VENDEDOR FIGURA 21 ILUSTRAÇÃO DO DE RESPOSTA A SFPV ENVIADO A COMPRAS FIGURA 22 ILUSTRAÇÃO DO DE APROVAÇÃO DA SFPV ENVIADO A COMPRAS.. 45

11 FIGURA 23 ILUSTRAÇÃO DO INFORMATIVO DE BLOQUEIO DE CRÉDITO NO PEDIDO DE VENDA ENVIADO AO DEPARTAMENTO FINANCEIRO FIGURA 24 ILUSTRAÇÃO DA PERGUNTA PARA ENVIO DO PEDIDO DE COMPRAS POR E- MAIL FIGURA 25 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE DE PEDIDO DE COMPRAS POR 47 FIGURA 26 ILUSTRAÇÃO DA TELA DE PARÂMETROS DE PRÉ-SELEÇÃO PARA ENVIO DO PEDIDO DE COMPRAS POR FIGURA 27 ILUSTRAÇÃO DO BOTÃO PARA GERAÇÃO DE ORÇAMENTO EM HTML FIGURA 28 ILUSTRAÇÃO ORÇAMENTO EM HTML IMPRESSO EM TELA FIGURA 29 ILUSTRAÇÃO DE PERGUNTA UTILIZADA NAS TELAS DE ATENDIMENTO DO CALL CENTER PARA ENVIO DE AO CONTATO VINCULADO AO ATENDIMENTO FIGURA 30 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE DE ORÇAMENTO DE VENDA POR E- MAIL FIGURA 31 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE ETIQUETA DE ENDEREÇAMENTO DE PRODUTOS FIGURA 32 LAYOUT DE TELA DE PARÂMETROS DA IMPRESSÃO DE ETIQUETAS DE EXPEDIÇÃO FIGURA 33 ILUSTRAÇÃO DE IMPRESSÃO DE ETIQUETAS DE EXPEDIÇÃO FIGURA 34 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE DE 2ª VIA DE BOLETO POR FIGURA 35 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE DE TÍTULOS EM ATRASO POR 53 FIGURA 36 ILUSTRAÇÃO DO LAYOUT DE DE AGRUPAMENTO DE TÍTULOS POR E- MAIL FIGURA 37 ILUSTRAÇÃO DA TELA DE ATENDIMENTOS DE HELP-DESK FIGURA 38 ILUSTRAÇÃO DE DE ATENDIMENTOS DE HELP-DESK FIGURA 39 TELA DE PESQUISA DA CENTRAL DE DOWNLOADS DO PORTAL DE CLIENTE DA TOTVS... 56

12 RESUMO O estágio na empresa Casa do Ferramenteiro no departamento de Tecnologia da Informação iniciou com alguns treinamentos. Primeiramente o supervisor Allan Guimarães apresentou o sistema ERP Totvs Protheus 10 e seus módulos. Posteriormente foi realizado um levantamento e análise das necessidades de TI da empresa para desenvolvimento de melhorias, customizações no Sistema ERP Totvs Protheus 10, com o intuito de tornar o trabalho dos usuários mais produtivo e mais sinérgico entre todas as áreas. Em seguida, iniciaram-se os desenvolvimentos. Por fim, apresenta-se os resultados obtidos. Durante todo o período de estágio foi realizado um trabalho de manutenção e suporte do Sistema ERP, manutenção de hardware, softwares e rede.

13 1. INTRODUÇÃO O estágio que será descrito neste relatório trata de atividades exercidas e experiências adquiridas na empresa Casa do Ferramenteiro, no departamento de Tecnologia da Informação, desempenhando as atividades de desenvolvimento, suporte e manutenção. Foram desenvolvidas customizações no Sistema ERP Totvs Protheus 10 com o intuito de integrar os diversos departamentos da unidade concedente, utilizando da tecnologia para aumentar a produtividade da empresa. Serão registradas as informações autorizadas pela empresa. O estágio curricular obrigatório da UDESC Universidade do Estado de Santa Catarina possui o objetivo de ingressar o acadêmico na vida profissional, exigindo que este utilize em ambiente de trabalho, os conhecimentos adquiridos na Universidade e também que prepare o acadêmico para o mercado de trabalho, sempre voltado para sua área de atuação OBJETIVOS O objetivo geral do estágio é realizar o atendimento aos clientes internos da Casa do Ferramenteiro no que diz respeito a Sistema ERP Totvs Protheus 10 e demais necessidades do departamento de TI Objetivos Específicos Com intuito de atingir o objetivo geral do estágio, foram adotados os seguintes objetivos específicos: Identificar a situação atual de softwares, topologia de rede e arquitetura de servidores; Identificar possibilidades de melhorias; Capacitar os usuários à utilização dos módulos de Compras, Estoque e Custos, Call Center e Faturamento;

14 Automatizar os processos e tornar mais simples os procedimentos operacionais; Identificar e aplicar correções de problemas no Sistema ERP Totvs Protheus 10; Esclarecer dúvidas de usuários no Sistema ERP; Realizar manutenção, atualizações e backups, do Sistema ERP; Realizar manutenção de Hardware e Softwares; Realizar manutenção de Rede JUSTIFICATIVA A Casa do Ferramenteiro é uma empresa comercial importadora do ramo de ferramentaria e usinagem. A demora na comunicação entre os departamentos acaba tornando o trabalho pouco produtivo. Diversas atividades podem ser aprimoradas pelo uso da tecnologia para auxiliar a produtividade da empresa e maior satisfação dos clientes. Para mantê-la competitiva no mercado a realizarei melhorias no sistema Totvs Protheus da empresa ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO Este trabalho foi estruturado em três capítulos. O primeiro capítulo contempla os objetivos gerais e específicos, a justificativa e a organização do trabalho. O segundo capítulo apresenta informações sobre a empresa onde foi realizado o estágio, principais produtos e clientes e algumas informações relevantes. O terceiro capítulo aborda as atividades desenvolvidas durante o estágio, segmentando-se em: Levantamento de Necessidades, Detalhamento das Necessidades, Desenvolvimento das Customizações, Avaliação dos Resultados, Atividades de Suporte e Manutenção. Por fim apresentam-se as considerações finais sobre este relatório.

15 2. A EMPRESA 2.1. HISTÓRICO A empresa Casa do Ferramenteiro LTDA. foi fundada em 1998, é uma empresa comercial importadora. Segundo sua loja virtual, casafer.com.br, é uma empresa especializada no atendimento de ferramentarias, usinagens, usuários de moldes de injeção e ferramentas de estampo. Sua primeira sede foi na Rua Cel. Procópio Gomes, 1348, onde em 1998 a Casa do Ferramenteiro foi fundada e sobrevivia praticamente com a venda de barras de aço e pinos extratores, passando a vender Molas para Extração em 1999, parafusos e punções em 2000, ferramentas de aço rápido em 2001, conexões em 2002, ferramentas de metal duro em 2003, acessórios para máquinas em 2004, instrumentos de medição em 2005, ferramentas para usinagem em 2006, componentes padronizados para moldes em Desde 2009 está sediada na Rua São Paulo, 480, em Joinville, e trabalha com a venda de Máquinas, tais como Fresadoras, Tornos, Retíficas, CNC s e outras PRINCIPAIS PRODUTOS Os produtos mais vendidos pela Casa do Ferramenteiro podem ser classificados em linhas, tais: Assessórios para Máquinas, Componentes Ferramentais, Ferramentas para Usinagem, Instrumentos de Medição e Máquinas. Dentre os principais produtos, podem ser destacados os Instrumentos de Medição Pantec, Mitutoyo e Tesa, Componentes Padronizados Wmould, Ferramentas para Usinagem Premium Tools, Acessórios para Máquinas Vertex e Molas de Matriz ISO Raymond.

16 2.3. PRINCIPAIS CLIENTES Destacam-se como os principais clientes da Casa do Ferramenteiro Ltda. as empresas do ramo da indústria, usinagens e ferramentarias de todo o Brasil. A unidade concedente possui como principais clientes: indústrias de injeção de plásticos, fabricação de moldes, estamparia e indústrias em geral CONSIDERAÇÕES GERAIS A Casa do Ferramenteiro Ltda. possui 16 funcionários, efetivos e estagiários. Dispõe aos funcionários efetivos benefícios de vale alimentação, plano de saúde, vale transporte entre outros.

17 3. DESENVOLVIMENTO Neste capítulo abordam-se todas as etapas do estágio realizadas na Casa do Ferramenteiro. Apresenta-se o conteúdo programático de cada treinamento participado. Após, um levantamento de ideias para o desenvolvimento de melhorias que proporcionem maior produtividade dos funcionários, assim como o detalhamento das necessidades, desenvolvimento das customizações e atividades de suporte a manutenção TREINAMENTOS Os tópicos abordados nos treinamentos que participei no período inicial do estágio, por sugestão do supervisor Allan Guimarães foram: Totvs Protheus 10 Módulo Call Center; Totvs Protheus 10 Módulo Faturamento; Totvs Protheus 10 Módulo Compras; Totvs Protheus 10 Módulo Estoque e Custos Treinamento Módulo Call Center O Módulo Call Center é o módulo utilizado pela Casa do Ferramenteiro para realização de todos os atendimentos de televendas, vendas de balcão e orçamentos por ou MSN. Nele o usuário, ou operador, pode consultar o cadastro de clientes e produtos, incluir atendimentos para cada contato com o cliente, conforme classificação: 1. Faturamento: Emissão do pedido de venda dos produtos cotados. 2. Orçamento: Envio por da cotação ao cliente. 3. Atendimento: Esta operação é utilizada em todos os outros casos de atendimento, onde não é realizado um orçamento ou pedido de venda, apenas para armazenamento do contato.

18 18 A interface do Totvs Protheus 10 permite ao usuário navegar através de três ambientes, o menu lateral à esquerda, o menu superior ou o central, conforme demonstrado na Figura 1. Figura 1 Tela principal do Módulo Call Center O programa, ou recurso, mais utilizado do módulo pelos usuários é a rotina de Atendimento de Call Center, representada pela Figura 2. Nela são apresentadas informações do cliente e produtos que serão cotados, condição de pagamento, transporte, entre outros. Figura 2 Tela do programa de atendimento do Call Center

19 19 Assim como em todos os módulos do sistema, este módulo dispõe de programas padrão de Cadastros, Consultas, Relatórios e Miscelânias, onde pode ser encontrado: Cadastros: todo e qualquer cadastro, permite alteração de conteúdo, referente ao módulo. Ex.: clientes, produtos... Consultas: consultas genéricas as tabelas do banco de dados utilizado pelo módulo ou outras telas do sistema que não permitem alteração de conteúdo. Relatórios: todos os relatórios disponíveis pelo módulo. Ex.: produtos, clientes... Miscelânea: programas específicos do sistema que realizam processamento de informações automatizadas, seja para processamentos ou outra atividades específicas Treinamento Módulo Faturamento O módulo faturamento é utilizado pela Casa do Ferramenteiro para cadastramento de tabelas de preços, vendedores, comissionamento, produtos, clientes, bancos e diversas outras funcionalidades ligadas ao faturamento de pedidos. Quando um pedido não pode ser faturado diretamente pelo módulo Call Center, são utilizados recursos do módulo Faturamento para tratamento dos bloqueios de estoque, crédito do cliente ou de regra da operação de venda. A seguir, na Figura 3, segue um exemplo de tela do módulo na utilidade do programa de Nota Fiscal Eletrônica SEFAZ. Figura 3 Tela do programa de notas fiscais eletrônicas do módulo Faturamento

20 Treinamento Módulo Compras O módulo de Compras é utilizado pela Casa do Ferramenteiro para cadastramento de solicitações de compras, cotações, pedidos de compra - Figura 4, tabelas de preços de compra e todo o processo para realização de reposição de estoque da empresa. Este módulo é de vital importância para as atividades da empresa, por se tratar de uma empresa de Comércio, a Casa do Ferramenteiro repõe estoque diariamente em comércio nacional e mensalmente no internacional, conforme demanda. Figura 4 Tela do programa de pedidos de compra do módulo de Compras Treinamento Módulo Estoque e Custos O módulo Estoque e Custos é utilizado pela Casa do Ferramenteiro para o controle de saldos físicos e financeiros em estoque, endereçamento, separação e demais atividades de logística relacionadas a estoque. A realização de atendimentos ao cliente e consulta de estoque do setor de vendas da empresa são realizados de forma online no sistema. O módulo Estoque e Custos possui extrema importância nos trabalhos de controle de saldos físicos e financeiros, através de procedimentos de inventário rotativo. A Casa do Ferramenteiro mantém o

21 21 saldo de peças de seus produtos corretos, garantindo um atendimento rápido e confiável. A seguir apresenta-se a Figura 5 imagem da tela de inclusão de item de inventário. Figura 5 Tela do programa de inclusão de inventário do módulo de Estoque e Custos 3.2. LEVANTAMENTO DE MELHORIAS Segundo o site TI Master, Os pensamentos que criaram os processos eficientes por divisão de trabalho no século XX devem ser questionados na era da automação. A maneira e os processos de trabalho devem ser redesenhados. As tarefas repetitivas devem ser automatizadas, ficando a cargo de máquinas e sistemas de computação. A partir deste contexto, foram realizadas reuniões com os responsáveis por cada departamento da empresa para identificação e levantamento das possíveis melhorias que proporcionassem maior produtividade entre as áreas da Casa do Ferramenteiro, visando automatizar os processos. Ficaram aprovados os desenvolvimentos a seguir. Departamento de Estoque: o Etiquetas para endereçamento de produtos recebidos; o Etiquetas de Expedição; o Etiquetas de separação.

22 22 Departamento de Vendas: o Envio de Orçamento por automaticamente; o Impressão de Orçamento em Tela. Departamento Financeiro: o Relatório de Regime de Caixa; o Informativo de dados para emissão de 2a via de boleto; o Informativo de Títulos em Atraso; o Informativo de Agrupamento de Títulos; o Informativo de Compensação realizada. Integração Compras / Vendas: o Envio de Pedido de Compra; o Formação de Preços de Venda com base em cotação de compra; o Notificação de Inclusão de Pedido de Compra. Integração Estoque / Vendas o Informativo de recebimento de Encomendas. Integração de Financeiro / Vendas o Informativo de Bloqueio de Crédito; o Informativo de crédito de cliente liberado para pedido de venda específico; o Integração Estoque / Financeiro; o Informativo de inclusão de Nota Fiscal de Devolução de Compra; o Informativo de inclusão de Nota Fiscal de Devolução de Venda. A partir dos tópicos levantados, nos próximos capítulos apresenta-se a realização do detalhamento das necessidades e o desenvolvimento seguindo a ordem de prioridades na Tabela 1, a seguir.

23 23 Tabela 1 Prioridades dos desenvolvimentos. Descrição Prioridade Relatório de Regime de Caixa 1 Informativo de recebimento de Encomendas 2 Formação de Preços de Venda com base em cotação de compra 3 Informativo de Bloqueio de Crédito 4 Envio de Pedido de Compra 5 Impressão de Orçamento em Tela 6 Envio de Orçamento por automaticamente 7 Etiquetas para endereçamento de produtos recebidos 8 Etiquetas de Expedição 10 Informativo de dados para emissão de 2a via de boleto 11 Informativo de Títulos em Atraso 12 Informativo de Agrupamento de Títulos 13 Informativo de Compensação realizada 14 Notificação de Inclusão de Pedido de Compra 15 Informativo de inclusão de Nota Fiscal de Devolução de Compra 16 Informativo de inclusão de Nota Fiscal de Devolução de Venda DETALHAMENTO DAS NECESSIDADES A seguir será apresentado detalhamento das necessidades apresentadas anteriormente pelos responsáveis de cada departamento. Este capítulo evidencia os requisitos do software propostos pelos usuários, mas afinal: o que são requisitos de software? Segundo [Dean,1994], é qualquer coisa que restringe o sistema, ou Os requisitos definem o problema. Eles lhe dizem o que o software deverá fazer. Os demais passos do processo tradicional de desenvolvimento de software criam a solução [SPCI,1996] Relatório de regime de caixa O colaborador Márcio Lima da Costa Jr, responsável pelo departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro destacou a necessidade de um relatório que apresentasse a relação de baixas ocorridas no módulo financeiro para determinado período e a partir de

24 24 determinada data de emissão. Ele apresenta a necessidade da visualização das seguintes informações no relatório: Prefixo do título; Número do Título; Parcela do título; Data de emissão; Data da baixa; Valor do título; Valor da baixa; Valor do IPI, referente a baixa; Cliente Informativo de recebimento de encomendas Durante reuniões realizadas com os departamentos de venda e estoque, foi levantado que os usuários tinham dificuldade em saber os produtos que chegavam referente a encomendas realizadas para faturamento a clientes. Sendo que muitas vezes eles acabavam ligando para o departamento de estoque para identificar se os produtos haviam chegado e possivelmente não foram lançado. Foi identificada a possibilidade de desenvolvimento de um informativo que fosse disparado a partir de todo e qualquer lançamento de nota fiscal de entrada de produto, que deverá avaliar todos os pedidos em aberto com bloqueio de estoque, sendo que se um dos produtos que chegaram estivesse nestes casos, será disparado um ao departamento de vendas informando que o produto chegou e está pronto para faturamento. Por padrão, o sistema Protheus não realiza a liberação de pedidos de venda com bloqueios de estoque automaticamente após o recebimento dos produtos, então levantou-se também a necessidade de uma customização que já realizasse a liberação de estoque, seguindo a regra: Serão liberados todos os pedidos mais antigos, que possuírem saldo em estoque e não exista bloqueio de crédito ou regra.

25 Formação de preços de venda com base em cotação de compra Avaliando os procedimentos da Casa do Ferramenteiro de cotação e formação de preços de venda, identificou-se que a empresa utiliza um processo manual no Excel, onde cada interação ou formação de preço deveria ser enviada por manualmente do comprador ao vendedor. Destacada então a necessidade do desenvolvimento de uma customização que permita maior integração entre os departamentos de Vendas e Compras, onde maior parte do processo será automatizada, deixando aos usuários se preocuparem com o principal de seu trabalho Informativo de bloqueio de crédito Avaliando os procedimentos da Casa do Ferramenteiro de vendas, foi identificado que inúmeras vezes durante o processo de faturamento antigo da empresa, o vendedor necessitava parar suas operações de faturamento para ligar ao departamento Financeiro solicitando liberação de determinado pedido de venda. Analisada a possibilidade de automatizar o comunicado de bloqueio de crédito e solicitação de liberação por . O responsável apresentou que o recurso será muito útil para agilizar os processos de venda e liberação de crédito, sem que suas atividades sejam interrompidas por ligações internas. Porém, exigiu que algumas informações constem na notificação enviada a ele: Classificação do risco do cadastro do cliente; Saldo financeiro em atraso; Limite de crédito do cliente; Limite de crédito disponível do cliente; Saldo de pedidos liberados. Será desenvolvido também um similar ao enviado ao financeiro informando o vendedor do bloqueio, para que ele não esqueça de avaliar esta situação.

26 Envio de pedido de compra Durante reuniões com os responsáveis do departamento de Compras da Casa do Ferramenteiro detectou-se que o método de envio de pedidos de compra atual é demorado e pouco prático, sendo que o usuário necessita realizar a impressão em tela do relatório de pedidos de compras filtrados pelo número do pedido e enviar para o do fornecedor, digitando-o na rotina de relatórios do sistema. Para este caso, foi proposto o desenvolvimento de um de pedido de compra que seja enviado automaticamente após a liberação do pedido correspondente, sendo que o usuário deverá apenas responder se deseja enviar o pedido de compra para o fornecedor ou não, e o sistema automaticamente enviará para o registrado no cadastro do fornecedor. Será desenvolvido também um acesso para envio do pedido de compra por através do menu lateral do sistema e um recurso para geração do pedido de compra em HTML - HyperText Markup Language Impressão de orçamento em tela Avaliando o processo para impressão de orçamentos da Casa do Ferramenteiro percebeu-se que para impressão de orçamentos em tela ou em papel, o usuário necessitava realizar a impressão de um relatório de orçamentos do Call Center filtrando o código do orçamento que ele desejava. Para este caso, foi proposto o desenvolvimento de um programa que será acionado por um botão na própria tela do atendimento. Após o usuário clicar neste botão, o sistema irá gerar um arquivo HTML, salvar na rede e executar em tela. Após a abertura deste, o usuário facilmente poderá enviar para impressão em papel Envio de orçamento por automaticamente Similar ao processo anterior, para envio do orçamento do Call Center aos clientes por , o usuário necessitava imprimir o relatório em tela, através de filtro de parâmetros para posteriormente informar o do cliente e realizar o envio do orçamento.

27 27 Para este caso, será desenvolvido um que pode ser ou não enviado automaticamente, de acordo com resposta do operador, ao término da inclusão de um atendimento do Call Center. Este programa permitirá ao usuário aproveitar melhor o seu tempo e garantir que o seja enviado para o registrado no cadastro do cliente. Deverão ser apresentados no todas as informações relativas a venda, tais como: Dados cadastrais da Casa do Ferramenteiro; Dados cadastrais do cliente; Número do orçamento; Número da cotação do cliente; Descrições e códigos dos produtos; Quantidades, valores unitários e totais; Valor de IPI; Valor e tipo do frete; Outros Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Durante as reuniões com os responsáveis pelo departamento de estoque da Casa do Ferramenteiro, percebeu-se grande dificuldade dos usuários em identificar as posições de estoque para cada produto recebido. Sendo que o usuário acessa o cadastro do produto e procura a informação do endereço no campo correspondente. Para este caso, foi proposto o desenvolvimento da impressão de etiquetas dos produtos recebidos, com seu código, descrição, quantidade recebida e endereço de estoque, também garantindo uma boa conferência das quantidades recebidas. Desta forma o usuário não precisará pesquisar o endereço de produto por produto, somente responderá sim a uma pergunta no final do processo de entrada e todas as etiquetas serão enviadas para impressão em uma impressora instalada no departamento.

28 Etiquetas de expedição Durante reuniões realizadas com os responsáveis pelo departamento de estoque da Casa do Ferramenteiro, identifiquei grande dificuldade para impressão de etiquetas de endereço dos clientes para expedição de mercadorias. Os usuários utilizavam um modelo em Microsoft Word para impressão dos dados cadastrais de cada cliente, sendo que as informações são repassadas para Microsoft Word manualmente, podendo os dados ficarem desatualizados ou incorretos por interferência do usuário. Para este caso, propus o desenvolvimento de um recurso que permita ao usuário informar o número e a série da nota fiscal e saída e o sistema automaticamente gerará o modelo para impressão com os dados atuais cadastrados no cadastro do cliente ou fornecedor relacionado a nota fiscal. Aumentará a produtividade do usuário e garantirá que os dados do cadastro sejam idênticos aos utilizados na etiqueta Informativo de dados para emissão de 2ª via de boleto Durante reuniões realizadas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro, ocorreu a informação de que inúmeras vezes os clientes ligavam para a empresa solicitando que fosse emitida uma 2ª via do boleto e que poderia ser disponibilizado por dados aos clientes para emissão desta. Realiza-se então, o desenvolvimento de um enviado diariamente com os dados dos títulos em aberto no sistema, através do retorno recebido do Banco do Brasil referente ao processamento do lote de boletos com as informações necessárias para o envio. Para garantir que nenhum título fique de fora e como os procedimentos de envio e retorno de título a banco são realizados manualmente pelos usuários, os s deverão ser enviados durante o período da noite Informativo de títulos em atraso Durante reuniões realizadas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro, levantou-se que os colaboradores do departamento possuíam muita dificuldade em cobrar a grande demanda de títulos em atraso do sistema.

29 29 Objetivando auxiliar no trabalho de cobrança, foi proposto o desenvolvimento de um e-lembrete enviado de três em três dias a partir do primeiro dia de cada título em atraso para os clientes, sendo que será enviado por dia apenas um , com todos os títulos em atraso Informativo de agrupamento de títulos Durante reuniões realizadas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro, detectou-se que diversas vezes os clientes ligavam para saber quais notas fiscais faziam parte de determinadas faturas que eram geradas pela empresa. A Casa do Ferramenteiro realiza agrupamento de títulos em faturas para que sejam enviados apenas títulos com valor considerável ao banco. Objetivando auxiliar no trabalho do departamento, foi proposto o desenvolvimento de uma notificação por de agrupamentos de títulos gerados a cada dia, sendo que os s serão disparados a noite para enviar apenas uma notificação para cada cliente com todos os agrupamentos realizados no dia Informativo de compensação realizada Durante reuniões realizadas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro, foi solicitado ao estagiário que desenvolvesse uma notificação para os clientes informando a compensação de títulos de débito e crédito da empresa. Explicando um pouco melhor, existem casos em que clientes devolvem mercadorias quando já realizaram o pagamento, com a nova notificação o cliente será comunicado automaticamente na realização da compensação do débito com o crédito, não necessitando realizar o pagamento de determinados títulos e a Casa do Ferramenteiro não precisará realizar a devolução do valor Notificação de inclusão de pedido de compra referente encomenda Durante reuniões com os responsáveis do departamento de compras da Casa do Ferramenteiro, foi solicitado o desenvolvimento de uma notificação para os vendedores

30 30 sempre que fosse colocado um pedido de compra referente aos produtos que ele havia solicitado em um pedido de venda e que estavam com bloqueio de estoque. Ou seja, sempre que é emitido um pedido de venda no sistema e este não possui saldo em estoque para todos os produtos orçados, ele é considerado um pedido de venda com bloqueio de estoque. Assim que o departamento de compras realizar a inclusão de um pedido de compras para satisfazer as necessidades do pedido de venda bloqueado, o vendedor será informado. Desta forma o vendedor não precisará ligar para o comprador cobrando a solicitação de compra e nem o comprador informando que já incluiu o pedido para satisfazer a necessidade da venda. Aumentando o rendimento do trabalho de ambos Informativo de inclusão de nota fiscal de devolução de compra Durante conversas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro detectou-se a necessidade de desenvolver uma notificação por enviada para o departamento financeiro informando sempre que emitida uma nota fiscal de devolução de compra. Desta forma, imediatamente após receber o informando a realização da devolução de compra, o responsável pela operação de compensação financeira poderá realizá-la, contribuindo para evitar que o usuário do departamento realize pagamentos a títulos de fornecedores que poderiam ser compensados ao crédito da devolução Informativo de inclusão de nota fiscal de devolução de venda Durante conversas com os responsáveis do departamento financeiro da Casa do Ferramenteiro detectou-se a necessidade de desenvolver uma notificação por enviada para o departamento financeiro informando sempre que emitida uma nota fiscal de devolução de venda. Desta forma, imediatamente após receber o informando a realização da devolução de venda, o responsável pela operação de compensação financeira poderá realizá-la, contribuindo para evitar que o usuário do departamento realize a cobrança indevida de títulos de clientes que poderiam ser compensados ao débito da devolução.

31 DESENVOLVIMENTO DE CUSTOMIZAÇÕES O que é customização? Segundo o site Hi-Tec (2010), processo que exige a modificação do ERP, acrescentando nova função para uma determinada situação requisitada pela empresa. Esse é um processo mais demorado, mas que pode ser previsto dentro do cronograma de implantação. Todas as customizações propostas no capítulo anterior foram desenvolvidas utilizando à linguagem ADVPL Advanced Protheus Language e algumas específicas à linguagem HTML, para criação dos modelos de e arquivos HTML geradas. Para o desenvolvimento dos envios programados, noturnos, foi utilizado a rotina de Schedule do módulo Configurador do sistema. A Casa do Ferramenteiro Ltda. não permitiu que eu apresentasse os fontes dos desenvolvimentos neste relatório, porém irei apresentar aqui um pouco da linguagem ADVPL e as ferramentas utilizadas no desenvolvimento, tais como o Totvs Development Studio, Configurador e Gaia Totvs Development Studio O Totvs Development Studio, apresentado na Figura 6, é a ferramenta da Totvs que permite a criação, desenvolvimento, compilação de programas na linguagem ADVPL ao RPO, repositório de objetos do sistema. Figura 6 Tela inicial do Totvs Development Studio

32 Configurador O Totvs Configurador, apresentado na Figura 7, é a ferramenta da Totvs que permite a manipulação de cadastros de usuários, schedules, empresas, parâmetros, dicionários de dados e outras funcionalidades de administração do sistema ERP Totvs Protheus. Figura 7 Tela inicial do menu atualizações do módulo Configurador Software Gaia O Gaia 2.0, apresentado na Figura 8, é a ferramenta que permite criar telas ADVPL criado por Ricardo Mansano¹, dentre as suas principais características apresentam-se: Criação no modelo de clicar/arrastar; Seleção de componentes com arrasto do mouse; Seleção de componentes com Shift; Arrasto e redimensionamento de múltiplos componentes; Paleta de alinhamento; Cópia e cola de componentes; Desfaz/Refaz; ¹Ricardo Mansano: desenvolvedor do site

33 33 Alinhamento e ajustes automáticos; Visualizando propriedades e métodos dos componentes; Usando o AutoComplete e o Intellisense; Multilingual; Teclas de atalho importantes na tela Designer; Opções de editor ADVPL; Duplo click nos componentes e Temas. Figura 8 Tela principal do programa Gaia Algoritmos de Programação Este capítulo evidencia a lógica utilizada em alguns dos desenvolvimentos através de algoritmos de programação: 1. Informativo de recebimento de encomendas; 2. Informativo de bloqueio de crédito; 3. Envio de pedido de compra; 4. Impressão de orçamento em tela; 5. Envio de orçamento por automaticamente; 6. Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos;

34 34 7. Etiquetas de expedição Algoritmo 1: Informativo de recebimento de encomendas Nota: este algoritmo é iniciado sempre após uma entrada de mercadorias. 1. Declara variável destinatário 2. Declara variável itens 3. Escreve cabeçalho do arquivo HTML 4. Enquanto existirem itens na nota fiscal de entrada a. Se entrada atua estoque i. Se existe pedido de venda para o produto 1. Se quantidade disponível é maior ou igual à quantidade a liberar a. Libera o item do pedido de venda 2. Fim-Se 3. Incrementa a variável itens ii. Fim-Se iii. Escreve dados do pedido de venda no HTML iv. Escreve dados do vendedor no HTML v. Escreve status da reserva do item do pedido no HTML vi. Adiciona do vendedor na variável destinatário. b. Fim-Se 5. Fim-enquanto 6. Se itens for maior do que zero a. Escreve o resto do HTML b. Envia o para o destinatário com o conteúdo do arquivo HTML 7. Fim-Se Algoritmo 2: Informativo de bloqueio de crédito Nota: este algoritmo é iniciado sempre após a aprovação de um pedido de venda onde há bloqueio de crédito. 1. Declara variável destinatário 2. Declara variável atraso 3. Escreve cabeçalho do arquivo HTML 4. Adiciona do vendedor vinculado ao pedido de venda a variável destinatário 5. Enquanto existirem títulos em aberto com atraso do cliente a. Acrescenta o valor em atraso na variável atraso 6. Fim-Enquanto 7. Escreve variável atraso no HTML 8. Escreve os demais dados do HTML

35 35 9. Envia o para o destinatário com o conteúdo do arquivo HTML Algoritmo 3: Envio de pedido de compra Nota: este algoritmo é iniciado sempre após a liberação de um pedido de compra. 1. Declara variável destinatário 2. Adiciona do vendedor vinculado ao pedido de compra a variável destinatário 3. Escreve o cabeçalho do arquivo HTML 4. Escreve os dados do cabeçalho do pedido de compra no arquivo HTML 5. Enquanto existirem itens no pedido de compra a. Escreve dados dos itens no arquivo HTML 6. Fim-Enquanto 7. Escreve rodapé do arquivo HTML 8. Envia o para o destinatário com o conteúdo do arquivo HTML Algoritmo 4: Impressão de orçamento em tela Nota: este algoritmo é iniciado sempre após o usuário clicar no botão para impressão em tela do orçamento de venda. 1. Escreve o cabeçalho do arquivo HTML 2. Escreve os dados do cabeçalho do orçamento no arquivo HTML 3. Enquanto existirem itens no orçamento a. Escreve dados dos itens no arquivo HTML 4. Fim-Enquanto 5. Escreve rodapé do arquivo HTML 6. Abre arquivo HTML no browse de internet padrão do computador Algoritmo 5: Envio de orçamento por automaticamente Nota: este algoritmo é iniciado sempre após o término de inclusão de um orçamento. 1. Declara variável destinatário 2. Adiciona do comprador vinculado ao orçamento a variável destinatário 3. Apresenta pergunta ao usuário: Deseja enviar orçamento por para o destinatário? 4. Se usuário deseja enviar o orçamento para o do contato vinculado a. Escreve o cabeçalho do arquivo HTML b. Escreve os dados do cabeçalho do orçamento no arquivo HTML c. Enquanto existirem itens no orçamento i. Escreve dados dos itens no arquivo HTML d. Fim-Enquanto

36 36 e. Escreve rodapé do arquivo HTML f. Envia o para o destinatário com o conteúdo do arquivo HTML 5. Fim-Se Algoritmo 6: Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Nota: este algoritmo é iniciado sempre após o término de inclusão de nota fiscal de entrada. 1. Apresenta pergunta ao usuário: Deseja imprimir etiquetas de endereçamento dos produtos recebidos? 2. Se usuário desejar imprimir a. Enquanto existirem itens no documento de entrada i. Escreve dados dos itens b. Fim-Enquanto c. Envia dados para impressora matricial 3. Fim-Se Algoritmo 7: Etiquetas de expedição Nota: este algoritmo é iniciado sempre após o usuário clicar no acesso da rotina do menu do Totvs Protheus Monta tela de parâmetros 2. Se usuário clica em Gera Word, referente a utiliza Nota Fiscal a. Se Numero NF está em branco i. Executa um alerta de aviso que o campo deve estar preenchido ii. Reinicia o programa b. Fim-Se c. Abre Microsoft Word d. Cria Link entre o Totvs Protheus 10 e Microsoft Word Aberto e. Cria novo documento do Word baseado em modelo f. Se Tipo de NF = Saída i. Escreve dados do destinatário da nota fiscal de saída ii. Se Cod.Transp estiver preenchido 1. Escreve dados da transportadora selecionada iii. Senão 1. Escreve dados da transportadora vinculada a nota fiscal de saída iv. Fim-Se g. Senão i. Escreve dados do destinatário da nota fiscal de entrada ii. Se Cod.Transp estiver preenchido 1. Escreve dados da transportadora selecionada

37 37 iii. Senão 1. Escreve dados da transportadora vinculada a nota fiscal de entrada iv. Fim-Se h. Fim-Se 3. Se usuário clica em Gera Word, referente a utiliza Cliente a. Se Código ou Loja estão em branco i. Executa um alerta de aviso que o campo deve estar preenchido ii. Reinicia o programa b. Fim-Se c. Abre Microsoft Word d. Cria Link entre o Totvs Protheus 10 e Microsoft Word Aberto e. Cria novo documento do Word baseado em modelo f. Escreve dados do cliente g. Se Cod.Transp estiver preenchido i. Escreve dados da transportadora selecionada h. Fim-Se 4. Fim-Se 5. Se usuário clica em Gera Word, referente a utiliza Fornecedor a. Se Código ou Loja estão em branco i. Executa um alerta de aviso que o campo deve estar preenchido ii. Reinicia o programa b. Fim-Se c. Abre Microsoft Word d. Cria Link entre o Totvs Protheus 10 e Microsoft Word Aberto e. Cria novo documento do Word baseado em modelo f. Escreve dados do fornecedor g. Se Cod.Transp estiver preenchido i. Escreve dados da transportadora selecionada h. Fim-Se 6. Fim-Se 3.5. AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS propostos. Este capítulo tem o objetivo de apresentar como ficaram os resultados dos projetos Relatório de regime de caixa Conforme solicitado pelo responsável do departamento financeiro, foi desenvolvido um relatório que apresenta as informações destacadas no detalhamento das necessidades.

38 38 As figuras 9, 10 e 11 demonstram respectivamente a tela de parâmetros, primeira tela e última tela da emissão do relatório da Casa do Ferramenteiro para o mês de setembro de Figura 9 Ilustração de impressão dos parâmetros do programa de regime de caixa Figura 10 Ilustração de impressão da primeira página do relatório de regime de caixa Figura 11 Ilustração de impressão da última página do relatório de regime de caixa Informativo de recebimento de encomendas Conforme solicitado pelo responsável do departamento de estoque e venda, foi desenvolvido um enviado automaticamente após a emissão de uma nota fiscal de entrada.

39 39 Figura 12 Ilustração de informativo de recebimento de encomendas Conforme exemplo apresentado na Figura 12, o possui as informações propostas e é enviado uma única vez para todos os vendedores que possuem pedidos de venda com reserva, referente a esta entrada Formação de preços de venda com base em cotação de compra Diante da necessidade de desenvolvimento desta solução, foram utilizadas como referência as rotinas e procedimentos de cotação de compras padrão do sistema ERP Totvs Protheus 10, tais como Solicitações de Compras, Gera Cotações, Atualiza Cotações e Analisa Cotações. Foram desenvolvidas no sistema algumas adaptações e customizações que permitem ao usuário do departamento de compras realizar o processo de cotação de compra e formação de preços de venda (PV) a partir de itens do atendimento do Call Center marcados para Formar PF = Formar, conforme Figura 13.

40 40 Figura 13 Ilustração da tela de atendimento com opção para Formar PV de item Após a marcação do usuário vendedor para Formar preço de venda, o sistema automaticamente inclui registros em uma tabela que lista todos os itens de Solicitação de Formação de Preços de Venda (SFPV), ilustrada na Figura 14. Figura 14 Ilustração da tela que relaciona os itens para formação de preços de venda A Figura 15 ilustra o enviado ao departamento de compras informando a inclusão de SFPV.

41 41 Figura 15 Ilustração da tela que relaciona os itens para formação de preços de venda A partir dos diversos itens de SFPV, o usuário comprador pode gerar cotações com fornecedores a partir de um programa específico para geração de cotações, baseado no fonte padrão do Totvs, porém com customizações específicas para o caso de SFPV através da rotina Gera Cotações SFPV. A seguir apresenta-se uma ilustração da tela de geração de cotações, na Figura 16. Figura 16 Ilustração da tela do programa Gera Cotações SFPV O programa permite a seleção de um ou mais itens da rotina de SFPV para geração das cotações de compra, que serão visualizadas no programa Atualiza Cotação SFPV, conforme podemos visualizar nas figuras 17 e 18. A rotina é baseada no padrão

42 42 do Totvs porém personalizado para geração de PV. Permite inclusão de uma ou mais propostas e realização de cotação para diversos fornecedores cadastrados no sistema. Figura 17 Ilustração da tela de browse Atualiza Cotações SFPV Figura 18 Ilustração da tela de atualização de cotações SFPV As cotações atualizadas, por sua vez, podem ser analisadas no programa Analisa Cotações SFPV. O sistema realiza o levantamento do custo de aquisição das mercadorias, representado pela Figura 19, e por padrão seleciona a proposta que obtiver menor custo, porém permite ao usuário selecionar outra se quiser. Este programa possui duas utilidades principais: Analisar a cotação para inclusão do pedido de compra; Analisar a cotação para formação do preço de venda.

43 43 Figura 19 Ilustração da tela análise das cotações SFPV Quanto utilizada para o segundo caso, ao término, o sistema envia automaticamente um para o vendedor, informando o preço de venda e o prazo para aquisição e outro para o comprador para arquivo dos dados da formação de preços, conforme pode ser visualizado nas figuras 20 e 21. Figura 20 Ilustração do de resposta a SFPV enviado ao vendedor

44 44 Figura 21 Ilustração do de resposta a SFPV enviado a compras Após receber o com a formação de preços de venda o vendedor marca o item do Call Center como aprovado e em seguida o sistema automaticamente envia um informando o departamento de compras sobre a aprovação da cotação, conforme Figura 22.

45 45 Figura 22 Ilustração do de aprovação da SFPV enviado a compras Informativo de bloqueio de crédito A solução desta necessidade foi desenvolvida com a utilização do ponto de entrada¹ TMKVFIM², que é executado sempre que o sistema realiza uma gravação de pedido de venda. Nele foi implementada a execução do programa desenvolvido somente nos casos em que há bloqueio de crédito do pedido de venda. A Figura 23 ilustra o enviado ao departamento financeiro. ¹ Ponto de entrada: é uma função do código fonte do Protheus que pode ser criada por usuário. ² TMKVFIM: ponto de entrada executado após a gravação do pedido de vendas no fechamento de um atendimento de Televendas.

46 46 Figura 23 Ilustração do informativo de bloqueio de crédito no pedido de venda enviado ao departamento financeiro Envio de pedido de compra Para este caso foi realizado o desenvolvimento de um de pedido de compra que é enviado automaticamente após a liberação do pedido de compra, sendo que o usuário deverá apenas responder se deseja enviar o pedido de compra para o fornecedor ou não, conforme Figura 24, e o sistema abre uma tela de parâmetros, conforme Figura 26, o parâmetro Pedido num.? vem preenchido conforme seleção do comprador no browse. Após automaticamente enviará para o cadastrado no cadastro do fornecedor, se a pergunta referente estiver com resposta sim. A Figura 25 apresenta uma ilustração do enviado ao fornecedor. O pode ser enviado também por um acesso no menu do módulo de compras do sistema. A Figura 26 ilustra a tela de parâmetros para envio do pedido.

47 47 Figura 24 Ilustração da pergunta para envio do pedido de compras por Figura 25 Ilustração do layout de de pedido de compras por

48 48 Figura 26 Ilustração da tela de parâmetros de pré-seleção para envio do pedido de compras por Impressão de orçamento em tela Para esta necessidade foi realizado o desenvolvimento de um programa que será acionado por um botão na própria tela do atendimento, demonstrado na Figura 27. Figura 27 Ilustração do botão para geração de orçamento em HTML

49 49 Após o usuário clicar nele, o sistema gera um arquivo HTML, salvar na rede e executar em tela, conforme apresentado na Figura 28. Figura 28 Ilustração orçamento em HTML impresso em tela Envio de orçamento por automaticamente Para esta necessidade realizei o desenvolvimento de um , Figura 30, que é enviado automaticamente ao vendedor e pode ser enviado para o contato selecionado no atendimento do Call Center, de acordo com resposta do operador a pergunta Enviar cópia do para o contato vinculado? ( do contato), conforme Figura 29. Figura 29 Ilustração de pergunta utilizada nas telas de atendimento do Call Center para envio de ao contato vinculado ao atendimento

50 50 Figura 30 Ilustração do layout de de orçamento de venda por Etiquetas de endereçamento de produtos recebidos Para esta necessidade realizei o desenvolvimento da impressão de etiquetas dos produtos recebidos, com seu código, descrição, quantidade recebida e endereço de estoque. A Figura 31 apresenta uma ilustração do layout utilizado. Figura 31 Ilustração do layout de etiqueta de endereçamento de produtos Etiquetas de expedição Para esta necessidade realizei o desenvolvimento de um programa que permite a impressão de etiquetas de expedição por alguns parâmetros de filtro, conforme apresentado na Figura 32 tópicos de filtro listados a seguir. Após a seleção dos dados e

51 51 confirmação o sistema gera um arquivo.doc em tela para impressão, conforme Figura 33. Utiliza Nota Fiscal o Permite seleção de NF saída; o Permite seleção de transportadora diferente da apresentada na NF. Utiliza cadastro do cliente o Permite seleção de cadastro do cliente/loja; o Permite seleção de transportadora. Utiliza cadastro do fornecedor o Permite seleção de cadastro do fornecedor/loja; o Permite seleção de transportadora. Figura 32 Layout de tela de parâmetros da impressão de etiquetas de expedição

52 52 Figura 33 Ilustração de impressão de etiquetas de expedição Informativo de dados para emissão de 2ª via de boleto Para este caso, realizei o desenvolvimento de um enviado diariamente por schedule do configurador com os dados dos títulos em aberto no sistema, conforme exemplo apresentado na Figura 34. Figura 34 Ilustração do layout de de 2ª via de boleto por

53 Informativo de títulos em atraso Para este caso, realizei o desenvolvimento de um enviado diariamente por schedule do configurador com os dados dos títulos em aberto no sistema, conforme exemplo apresentado na Figura 35. Figura 35 Ilustração do layout de de títulos em atraso por Informativo de agrupamento de títulos Para este caso, realizei o desenvolvimento de um enviado diariamente por schedule do configurador com os dados dos títulos em aberto no sistema, conforme exemplo apresentado na Figura 36.

54 54 Figura 36 Ilustração do layout de de agrupamento de títulos por ATIVIDADES DE SUPORTE Durante o período de estágio, foi realizado o suporte a dúvidas de usuários ou problemas com o sistema ERP Totvs Protheus 10. As atividades de suporte foram registradas pelas rotinas de Help-Desk do módulo Field Services do sistema. A Figura 37 apresenta um exemplo da tela de atendimento do Help-Desk utilizado e a Figura 38 um exemplo do encaminhado aos contatos do chamado.

55 55 Figura 37 Ilustração da tela de atendimentos de Help-Desk Figura 38 Ilustração de de atendimentos de Help-Desk 3.7. ATIVIDADES DE MANUTENÇÃO Durante o período de estágio, foi realizada manutenção semanal de atualizações do sistema ERP Totvs Protheus 10. Todas as sextas-feiras foi realizado o acesso ao portal do cliente da Totvs, Figura 39, realizados os downloads das atualizações e aplicado em ambiente de produção.

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE

ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE FERNANDO RODRIGO NASCIMENTO GUSE i ESTÁGIO CURRICULAR I e II SISTEMA DE MONITORAMENTO DE TI EM SOFTWARE LIVRE EMPRESA: Globalmind Serviços em Tecnologia da Informação LTDA. SETOR: Infra Estrutura SUPERVISOR:

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Manual do Módulo. MerchNotas

Manual do Módulo. MerchNotas Manual do Módulo MerchNotas Bento Gonçalves (RS), Agosto de 2010 Índice 1. Introdução... 4 2. Menu Entrada de Notas... 5 2.1. Entrada de Notas (F11)... 5 2.2. Entrada de Notas NFe (F12)... 8 2.3. Apuração

Leia mais

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização

WebEDI - Tumelero Manual de Utilização WebEDI - Tumelero Manual de Utilização Pedidos de Compra Notas Fiscais Relação de Produtos 1. INTRODUÇÃO Esse documento descreve o novo processo de comunicação e troca de arquivos entre a TUMELERO e seus

Leia mais

Configuração Empresa/Filial

Configuração Empresa/Filial Configuração Empresa/Filial Para definir as configurações (Parâmetros) de cada empresa ou filial cadastrada no sistema, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Cadastros

Leia mais

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa Gerencie facilmente seu negócio com o NeXT ERP O que é o NeXT Software? - Um avançado software integrado capaz de automatizar e integrar os processos de negócio de sua empresa - Possibilita que as informações

Leia mais

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076 Gestor Empresarial - Financeiro Release Versão 1.076 Maio/2013 Produto : AeroSoft Gestor Empresarial - Financeiro Versão : v1.076 Data Liberação : 21/04/2013 A seguir são apresentadas as novas funções

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO MNT FROTA

ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO MNT FROTA RAFAEL REINERT ESTÁGIO CURRICULAR I e II CUSTOMIZAÇÃO DO MNT FROTA EMPRESA: NG Informática SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: Rafael Diogo Richter ORIENTADOR: Carlos Norberto Vetorazzi Júnior CURSO DE

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

TELA PRINCIPAL: Mudamos a aparência do sistema para uma imagem mais moderna e atual.

TELA PRINCIPAL: Mudamos a aparência do sistema para uma imagem mais moderna e atual. WorkGroup Prezados Clientes: Abaixo, estão os Novos Recursos da versão 2.0.6 BUILD: 5.8.7.2 em relação ao Build 5.8.7.1. Dividimos as alterações por Menus, sendo que em cada alteração constará o nome da

Leia mais

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5

EMPRESA DE SANEAMENTO DE MATO GROSSO DO SUL S.A. SUMÁRIO. Acessar o sistema MICROSIGA... 3. Elaborar Solicitação de Compra... 5 Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul S.A. SANESUL MANUAL OPERACIONAL COMPRAS Gerência de Suprimentos SUP/GESU SUMÁRIO Acessar o sistema MICROSIGA... 3 Elaborar Solicitação de Compra... 5 Gerar Relatório

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009

Mobility Gestão Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 Mobility Gestão Guia de Vendas 07/01/2009 O Mobility Gestão é um software de retaguarda para o segmento de Varejo, visando o controle total do estoque e movimentações de venda. Desenvolvido para trabalhar

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY A DEAK Sistemas define como Treinamentos Básicos In Company a apresentação dos diversos módulos que compõem o ERP aos usuários. O Objetivo é apresentar cada módulo do ERP através de suas telas, campos

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Manual. Sistema Venus. (Introdução)

Manual. Sistema Venus. (Introdução) Manual Do Sistema Venus (Introdução) 1 Este Manual tem com o objetivo demonstrar os padrões utilizados no sistema, e o início para usar o Vênus com sucesso. Ícone para acesso ao Vênus, para entrar, basta

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA. O programa Frente De Loja tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos seguintes serviços:

MANUAL DO PROGRAMA. O programa Frente De Loja tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos seguintes serviços: MANUAL DO PROGRAMA O programa Frente De Loja tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos seguintes serviços: Controle de estoques Contas a receber Contas a pagar Emissão de códigos de barra Fechamento

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Caixa Visão Geral Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões... 4 3.2 Incluir Ponto de Venda (PDV)... 5 3.3 Vincular Conta e Empresa...

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Relacionamento Clientes

Relacionamento Clientes FENÍCIA CRM & SRM O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para angariar e

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva.

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva. Funções do Rackine. Será abordado aqui de forma simples e abreviada, as principais funções de cada tela do Rackine. Focando apenas em descrever o que cada parte do software faz. Para informações relativas

Leia mais

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17 1 ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 NOVO PRODUTO 07 NOVA VENDA VENDA IDENTIFICADA 07 NOVA ORDEM DE SERVIÇO 08 NOVO ORÇAMENTO 09 BALANÇO DIÁRIO DE

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4.

Este manual foi desenvolvido usando a versão 3.4.81 do Ponto Secullum 3 e a versão 1.0.51 do Ponto Secullum 4. Migrando do Ponto Secullum 3 para o Ponto Secullum 4 A Secullum Sistemas de Ponto e Acesso vem através desse manual esclarecer as duvidas em relação a migração do sistema de Ponto Secullum 3 para o Ponto

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO

ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO THALLES GRESCHECHEN ESTÁGIO CURRICULAR II SUPORTE E MONITORAMENTO EMPRESA: NEOGRID INFORMÁTICA S/A SETOR: SUPORTE E MONITORAMENTO SUPERVISOR: FÁBIO ROBERTO MENDES ORIENTADOR: PROF. GERSON VOLNEY LAGEMANN

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Novidades Versão 11.08a

Novidades Versão 11.08a 1. VISÃO GERAL 1.1 MODIFICAÇÕES E ATUALIZAÇÕES: Foram adicionadas diversas funcionalidades nos Módulos Doc-e, Produção, CRM, no Sistema de Gestão Administrativa e no Módulo de Vendas que permitem melhorias

Leia mais

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce

Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Manual do usuário (v 1.2.0) E-commerce Sumário Acessando o sistema gerencial... 1 Enviando logomarca, banners e destaques... 1 Logomarca... 1 Destaques... 2 Banners... 3 Cadastrando produtos... 4 Embalagem...

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Renato de Cezare Criado em 01/07/2015 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.95a 2 CONTEÚDO CADASTRO DE PRODUTO...5

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial

Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial Tela de Cadastro de Usuários Automação Comercial Senha para Cancelamento de Itens no Check-Out: É a senha obrigatória quando o Check-Out comandar um cancelamento de item (Botão F9). Pedido Automático Balcão

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk 1 Conteúdo Introdução:... 3 CAMINHO:... 4 Inclusão e inicio do PEDIDO DE VENDAS... 5 DETALHES

Leia mais

Comex Exportação. Comercial. A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação,

Comex Exportação. Comercial. A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação, Comex Exportação A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação, facilita a impressão dos principais documentos da exportação como fatura comercial, packing list,

Leia mais

1. Informações sobre Inventário 2

1. Informações sobre Inventário 2 INVENTÁRIO 1. Informações sobre Inventário 2 2. Etapas do Inventário 3 2.1 Etapa 1: Premisas para o Inventário 3 2.1.1 Criando um Novo Inventário 7 2.2 Etapa 2: Contagem 20 2.2.1 Inserindo Contagem/Contagens

Leia mais

Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New

Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New INDICE 1 1. CADASTRO DE USUÁRIOS...1 2. MODULO EMPRESA...4 2.1. Cadastro da Empresa...4 2.2. Parâmetros da Empresa...4 3. MÓDULO

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

Módulo Faturamento. Sistema Gestor New. Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento

Módulo Faturamento. Sistema Gestor New. Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento Roteiro passo a passo Módulo Faturamento Sistema Gestor New Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New 1 INDICE

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Versão 1.0 18/01/2013 Sempre consulte por atualizações deste manual em nossa página. O Cotação Web está em constante desenvolvimento, podendo ter novas funcionalidades adicionadas

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Cadastro Empresas no SIGLA Digital O cadastro de Empresas permite cadastrar quais empresas estarão configuradas para utilizar o SIGLA Digital. Caso necessário cadastrar uma

Leia mais

Manual do Usuário SUMÁRIO

Manual do Usuário SUMÁRIO SUMÁRIO VISUAL LIVRO CAIXA 1. Noções Gerais 1.1. Objetivo... 03 1.2. Sistema com Fundamento Legal Atualizado...03 1.3. Assistência Técnica... 03 1.3.1. Suporte Técnico... 03 1.3.2. Office Service... 03

Leia mais

Já Pensou em um Sistema de Gestão? Então Pense no GESTOR!

Já Pensou em um Sistema de Gestão? Então Pense no GESTOR! Já Pensou em um Sistema de Gestão? Então Pense no GESTOR! Conheça as vantagens de ter o sistema Gestor, como sua melhor ferramenta de trabalho! Clique sobre a imagem para mais detalhes Para mais detalhes

Leia mais

Manual de Operação do Mercanet HelpDesk

Manual de Operação do Mercanet HelpDesk Manual de Operação do Mercanet HelpDesk Preparada por: Jaime Fenner Revisada por: Kelen Turmina Versão Documento: 02 Data: 12 de Maio de 2009 Sumário Executivo Este documento visa divulgar todas as funcionalidades

Leia mais

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital

Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Página 1 de 7 Passo a Passo do Checkout no SIGLA Digital Este é um dos principais módulos do Sigla Digital. Utilizado para vendas no balcão por ser uma venda rápida, mais simples, onde não é necessário

Leia mais

WMSL Warehouse Management System Lite

WMSL Warehouse Management System Lite WMSL Warehouse Management System Lite Tela Inicial Esta é a tela inicial do sistema WMSL (Warehouse Management System - Lite) da Logistock. Cadastro Administrativo Pesquisa Movimentação Encerrar Cadastro

Leia mais

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2

Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 Conteúdo PARAMETRIZAÇÃO STOREMANAGER... 2 CONFIGURAÇÕES DA GUIA GERAIS DO STOREMANAGER... 2 Seção Geral... 2 BOTÕES DE CONFIRMAÇÃO... 3 Seção Código de Barras... 4 Seção Abertura / Fechamento de Caixa...

Leia mais

SicLoja Polyvan. Polyvan Informática e computação Gráfica Ltda. Email: polyvan@polyvanet.com.br

SicLoja Polyvan. Polyvan Informática e computação Gráfica Ltda. Email: polyvan@polyvanet.com.br Polyvan Informática e computação Gráfica Ltda. Email: polyvan@polyvanet.com.br SicLoja Polyvan Objetivo: Controla serviços, comissões dos funcionários, débitos dos clientes, contas apagar controle de estoque

Leia mais

Manual do Usuário. Vixen PDV

Manual do Usuário. Vixen PDV 1 Manual do Usuário Vixen PDV 2 Índice 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENTRANDO NO SISTEMA 4 2.1 TELA LOGIN 4 2.2 CARGA DE TABELAS LOCAIS 4 3. MENU INICIAL 5 4. BARRA DE STATUS 6 5. ABRINDO O CAIXA 6 6. VENDA 7 6.1

Leia mais

Release Notes. [Dezembro/2013]

Release Notes. [Dezembro/2013] [Dezembro/2013] Sumário 1. Sumário Sumário... 2 Prefácio... 3 1. Implementações... 4 1.1. Parâmetros... 4 1.2. Relatórios... 4 1.3. Compras... 4 1.4. Estoque... 5 1.5. Faturamento... 5 1.6. Financeiro...

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Administração do Sistema

Administração do Sistema Administração do Sistema 1. Eventos...2 1.1 Venda Varejo...4 1.2 Venda Atacado...11 1.3 Devolução Venda...19 2. Configurações Gerais...26 3. Visualização de Atividades de usuário...34 4. Visualizador de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA NOÇÕES GERAIS MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA Para melhor compreender o ambiente de trabalho do sistema GONDOLA, é necessário que sejam apresentadas algumas noções gerais, antes de se aprofundar em cada módulo

Leia mais

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS

FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL ENTRADAS FECHAMENTO FISCAL - ENTRADAS LOGIX 10.02/11 Versão 1.0 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Principais Mudanças... 3 1.2 Fluxo dos relacionamentos... 3 1.3 Relação dos programas do

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

1223o TUTORIAL PEDIDO DE VENDA. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO

1223o TUTORIAL PEDIDO DE VENDA. Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO 1223o TUTORIAL PEDIDO DE VENDA Realização: DEPARTAMENTO DE IMPLANTAÇÃO EQUIPE DE DOCUMENTAÇÃO TUTORIAL PEDIDO DE VENDA Casa Magalhães Comércio e Representações Ltda O objetivo deste tutorial é apresentar

Leia mais

Manual de Integração E-Commerce CiaShop x SIGALOJA

Manual de Integração E-Commerce CiaShop x SIGALOJA Manual de Integração E-Commerce CiaShop x SIGALOJA Janeiro/2015 Sumário Título do documento 1. Contexto de negócio (Introdução)... 3 2. Sistemas Envolvidos... 3 3. Integração... 3 4. Escopo... 4 5. Pré-requisitos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2

2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 2013 GVDASA Sistemas Configuração dos Portais 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

LOGÍSTICA E FATURAMENTO

LOGÍSTICA E FATURAMENTO LOGÍSTICA E FATURAMENTO 1. Geração lote de separação 1 2. Impressão Picking list 3 2.1. Por pedidos 3 2.2 Por lote 5 2.3 Controle do Picking List por Lote 7 3. Registro de operação por Caixa 10 3.1 Separação

Leia mais

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DE ETIQUETAS: ENTRADAS E NO MRP UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE RASTREABILIDADE

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DE ETIQUETAS: ENTRADAS E NO MRP UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE RASTREABILIDADE MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DE ETIQUETAS: ENTRADAS E NO MRP UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE RASTREABILIDADE Emissão: 01/03/2010 Revisão: 22/05/2015 Revisado por: Juliana Este manual tem como objetivo explicar as

Leia mais

Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office

Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office Gestão e-commerce São 3 cenários possíveis: 1º SIGNUS ERP Back-office integrado a sua loja virtual 2º SIGNUS B2B e-commerce on-line 3º SIGNUS B2C e-commerce on-line Cenário 1 - SIGNUS ERP Back-office Integração

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA

MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA MANUAL DO USUÁRIO MÓDULOS DE LOJAS (RETAGUARDA) + CAIXA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Processo: Produção. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Geração de numeração de chassi

Processo: Produção. Acesso. Motivação. Parâmetros. Nome do Processo: Geração de numeração de chassi Pendências 21026/23314/23604/23809 Versão 2009 Release 2 Autor Jaciara Processo: Produção Nome do Processo: Geração de numeração de chassi Acesso PRODUÇÃO Andamento de produção Motivação Manter um histórico

Leia mais

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES

Requisição de Compra DESENVOLVENDO SOLUÇÕES DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autor: REPTEC TECNOLOGIA - Márcio Bertelli Doc. Vrs. 02 Revisão: TEOREMA SISTEMAS - Laila Maria Aprovado em: Abril de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática,

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou MÓDULO COMERCIAL OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou consultar. Em Devolução de Compras, usado para realizar uma devolução

Leia mais

Síntese de fluxo de máquinas e implementos

Síntese de fluxo de máquinas e implementos Síntese de fluxo de máquinas e implementos Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Objetivo... 3 Parâmetros para utilização do processo... 3 Cadastro

Leia mais

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE CADASTROS 2 CADASTROS Tabela de Conteúdo Cadastro de Clientes 4 Cadastro de Produtos 5 1 Cadastro... de Produtos Básico 5 2 Cadastro... de Produtos Básico + Grade de Produtos 7 3 Cadastro... de Produtos

Leia mais

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email]

MANUAL COTAÇAO WEB MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA. [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL COTAÇAO WEB [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] MANUAL MANUAL AVANÇO INFORMÁTICA AVANÇO INFORMÁTICA Material Desenvolvido para a Célula Materiais Autor: Equipe

Leia mais

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor

e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor e-fornecedores Nova Versão Cartilha do Fornecedor Destinada aos Fornecedores das empresas: Outubro/2010 Nova Estrutura de Telas O portal e-fornecedores conta com nova interface, que facilita a forma de

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0

SSPlus (8.0) REA Relatório Explicativo de Alterações. REA SSPlus 8.0 1 REA Relatório Explicativo de Alterações SSPlus (8.0) Autor : Renato de Cezare Criado em 10/08/2015 Impresso Arquivo REA Relatório Explicativo de Alterações Versão 8.0.106a 2 CONTEÚDO CADASTRO DE PRODUTO...4

Leia mais

1 Organização de estoque no Gera 1

1 Organização de estoque no Gera 1 ESTOQUE 1 Organização de estoque no Gera 1 1.1 Endereçamento de estoque no GeraSGI 1 1.2 Configuração das Estações (Ruas) 2 1.3 Configuração das Racks (Prateleiras) 4 1.4 Cadastro dos Produtos no Endereçamento

Leia mais

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos:

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos: A sua Solução de Gestão Empresarial O Precision é a solução de Gestão Empresarial de baixo custo que a Maggiore Sistemas disponibiliza para pequenas e médias empresas. Desenvolvido e comercializado em

Leia mais

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0

TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais. 11.8x. março de 2015. Versão: 2.0 TOTVS Gestão Hospitalar Manual Ilustrado Estoque Processos Gerais 11.8x março de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivos... 3 2 Introdução... 3 3 Etiquetas de Estoque... 4 3.1 Configurando Parâmetros de

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Motivo de Movimentação... 3 3.3 Natureza de Operação... 4 4 FUNCIONALIDADES... 5 4.1

Leia mais