A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) NA GERÊNCIA DE INFORMAÇÕES DO CALL CENTER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) NA GERÊNCIA DE INFORMAÇÕES DO CALL CENTER"

Transcrição

1 Revista Eletrônica da Faculdade Metodista Granbery - ISSN Curso de Educação Física - N. 5, JUL/DEZ 2008 A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) NA GERÊNCIA DE INFORMAÇÕES DO CALL CENTER RESUMO Judson da Silva Maurício* Annik Passos Marôcco** Patrícia Lima Quintão*** O presente artigo tem como objetivo destacar a importância estratégica das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) para prover o gerenciamento de informações dos processos internos dos Call Centers e, conseqüentemente, dos serviços de atendimento ao consumidor. Palavras-Chave: Call Centers; Tecnologia da Informação. ABSTRACT The present article has as objective to detach the strategical importance of the Technologies of the Information and Communication (TICs) to provide the management with information of the internal processes of the Call Centers and, consequently, of the services of attendance to the consumer. Key-words: Call Centers; Technology of the Information. *Graduado em Administração (Ênfase em Sistemas de Informação) pela FESJF. **Mestre em Administração pela Universidade Federal de Viçosa (UFV); Especialista em Comércio Eletrônico pela COPPE/Faculdade Machado Sobrinho; Professora do Curso de Administração e Tecnologia em Redes de Computadores da FESJF. ***Mestre em Engenharia de Sistemas e Computação pela COPPE/UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro; Especialista em Gerência de Informática pela Faculdade Machado Sobrinho; Coordenadora Pedagógica e Professora do Curso de Pós-Graduação em Segurança da Informação da FMG.

2 INTRODUÇÃO Os avanços ocorridos nos últimos anos na área da computação, tais como o surgimento e expansão da Internet, o desenvolvimento dos microcomputadores, dos softwares, das aplicações, e também na área de telecomunicações, como, por exemplo, a integração entre computadores, a expansão da telefonia móvel, da tecnologia de telecomunicação sem fio, têm proporcionado aos Call Centers incorporar novas formas de comunicação, e também possibilitado a integração entre sistemas de informação mais complexos. Atualmente, os Call Centers possuem sistemas capazes de armazenar grandes quantidades de dados, porém isso não é tudo. É necessário que haja ferramentas que auxiliem a empresa (o Call Center) na administração, no gerenciamento dos dados, capazes de processar os dados e transformá-los em informação, com o objetivo de gerar conhecimento para a tomada de decisão. Este artigo revisa e comenta como a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) pode ser uma ferramenta capaz de prover o gerenciamento de informações dos processos internos dos Call Centers e, conseqüentemente, dos serviços de atendimento ao consumidor. E, em seguida, busca descrever o que é um Call Center, apresentar os serviços mais utilizados por um Call Center no mercado atual, descrever a importância da TIC, apresentar os recursos adequados para um melhor gerenciamento de informações num Call Center, além de analisar como a Gerência de Informações pode ser uma ferramenta de apoio à estratégia empresarial. Por fim, é apresentada uma breve conclusão sobre as diversas constatações que puderam ser efetuadas por meio da pesquisa desenvolvida e têm-se as referências bibliográficas utilizadas. CONCEITO. O QUE É UM CALL CENTER? Peppers, Rogers (2000) definem Call Center como um ambiente em uma empresa no qual se concentram as ligações telefônicas dos clientes. É uma central onde as chamadas são originadas ou recebidas, em alto volume, com objetivos ligados às funções de vendas, marketing, serviço de atendimento ao consumidor, suporte técnico ou qualquer outra atividade administrativa especializada. 2

3 O Call Center pode ser visto também como um local de gerar negócios por telefone, combinando recursos técnicos (por ex.: banco de dados, telefonia, Internet) com recursos humanos, com a capacitação de pessoas que visam uma melhor prestação de serviço aos clientes. Peppers, Rogers (2000) acrescentam que o principal objetivo de um Call Center é oferecer aos profissionais de marketing a capacidade de interação com os clientes, conhecendo melhor suas necessidades, sem ter que recorrer a pesquisas de mercado. Cada ligação deve ser vista como uma oportunidade de negócios, com o objetivo de alcançar a satisfação e fidelização do cliente e, conseqüentemente, lucro e crescimento para a organização. Não há um modelo único de Call Center. Após sua implantação, a empresa deve procurar identificar e adaptá-lo de acordo com as necessidades e costumes de seus clientes. INFRA-ESTRUTURA DE UM CALL CENTER A infra-estrutura de um Call Center, para Mancini (2001, p.94), normalmente é composta de ambientes projetados e equipados com tecnologia de última geração, com a possibilidade de obtenção de melhores resultados no que diz respeito à produtividade e qualidade no atendimento dos clientes. Entre os itens mais comuns e necessários na infra-estrutura, pode-se destacar: recursos de alta disponibilidade, como sistemas gerenciadores de aplicações, hardware, etc; servidores de banco de dados; a atualização em tempo real dos dados dos clientes; redes flexíveis que suportam a múltiplos sistemas (voz, dados, vídeo e multimídia); energia ininterrupta (no-breaks e geradores); climatização do ambiente; fones de ouvido e controle de audição (head set); e posições de atendimento com mobiliário ergonômico (ajustáveis automaticamente). RECURSOS TECNOLÓGICOS Entre os recursos tecnológicos, podem-se destacar os discadores preditivos, que Jamil, Silva (2005, p.196) definem como sistemas que determinam o ritmo em que as 3

4 ligações serão distribuídas entre os atendentes. Outro recurso é o Distribuidor Automático de Chamadas (DAC), um sistema que recebe as chamadas efetuadas para o Call Center, coloca-as em fila e distribui aleatoriamente entre os atendentes. Normalmente, o DAC distribui as chamadas para os atendentes que estiverem ociosos (disponíveis) por mais tempo. Outro recurso a ser citado é a Integração Computador Telefonia, ou CTI (do inglês Computer & Telephony Integration). Trata-se da conexão existente entre uma central telefônica e o computador, na qual o computador usa os comandos da central para deslocar as chamadas. Com o CTI, várias funções podem ser programadas para o atendimento, como a identificação do cliente e o carregamento dos seus dados diretamente nas telas dos agentes, facilitando e gerando confiabilidade no atendimento. Um último recurso a ser comentado é a Unidade de Resposta Audível, ou URA, que é a interface entre o sistema telefônico e o banco de dados da empresa. A URA pode oferecer várias vantagens quando implantada adequadamente no Call Center, como o recurso de reconhecimento de voz, que pode evitar menus extremamente longos, o que pode acabar confundindo ou irritando o cliente. Atualmente, a forma de contato entre o Call Center e o cliente vai além da utilização de sua ferramenta inicial o telefone e pode ocorrer por , serviço de mensagens curtas (SMS) e outras mídias, dependendo da preferência dos clientes. O Call Center se ocupa, acima de tudo, com uma série de funções estratégicas que envolvem os negócios dos mais variados tipos de empresas e seus relacionamentos com o mercado. SERVIÇOS OFERTADOS PELOS CALL CENTERS AO MERCADO A seguir são destacados os principais serviços que são oferecidos por um Call Center no mercado atual: SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR (SAC) SAC é a sigla utilizada para serviço de atendimento ao consumidor. É o setor que normalmente é utilizado como ponte entre a empresa e o cliente. Este setor fica responsável por registrar as dúvidas, solicitações e reclamações dos clientes, 4

5 encaminhando as soluções. Considerado um dos principais instrumentos de marketing de relacionamento (conjunto de estratégias que visam o entendimento e a gestão do relacionamento entre uma empresa e seus clientes, atuais e potenciais), o SAC pode ajudar as empresas a alcançar as vantagens que dizem respeito a essa estratégia de marketing. VENDAS Quando se fala em vendas, deve-se pensar que o atendente busca fechar o negócio. A venda é uma etapa posterior à da propaganda (seja esta realizada por um Call Center ou não). Normalmente, o cliente efetua a compra quando já está suficientemente motivado para adquirir o produto ou serviço. Muitos Call Centers têm implementado aplicativos conhecidos como Sistemas de Automação de Vendas (SFA), que são softwares para automação de força de vendas que incluem: gestão de contatos, previsão de vendas, gestão de vendas e vendas em grupo. O objetivo do SFA, de acordo com Bretzke (2007), consiste em aumentar substancialmente a produtividade do vendedor, reduzir a duração dos ciclos dos processos relacionados com o cliente (tempo de atendimento) e permitir que a empresa, desde o processo de vendas, tenha a oportunidade de desenvolver uma melhor interação com o cliente (começar a identificar suas necessidades e costumes). PÓS-VENDA Para o SEBRAE (2004), oferecer serviços e vantagens depois da compra será fator de sobrevivência para as empresas no futuro. Não basta somente realizar a primeira venda, é preciso fidelizar o cliente, para buscar o segundo, o terceiro pedido, e assim por diante. Oferecer vantagens ao cliente, mesmo após a conclusão da compra de um produto, pode garantir a fidelidade do consumidor a uma determinada marca ou loja. O foco do pós-venda é a retenção de clientes, em que o grande desafio é reconhecê-los, mostrando-lhes o quanto a empresa os estima por terem conferido a preferência. 5

6 HELP DESK O Help Desk é um setor em um Call Center especializado em suporte técnico a equipamentos de informática e de telecomunicações, por telefone ou via acesso remoto, com o objetivo de resolver os incidentes e problemas que os clientes possam ter. Uma equipe de profissionais recebe treinamento para atender problemas de hardware (microcomputadores, impressoras, etc), software básico (Microsoft Windows), aplicativos de computadores residenciais (Microsoft Office), e também aplicativos corporativos. Segundo Mancini (2001), sempre que ocorre algum problema com o computador ou qualquer outro produto ou aparelho e disca-se para o suporte técnico, recebem-se informações pelo próprio telefone para superar o problema, aciona-se o que se convencionou chamar de Help Desk. Mesmo sem o envio de um técnico, as informações recebidas permitem ao usuário, de forma remota, solucionar a questão. Um Help Desk deve contar com um banco de dados para resolver problemas de maneira rápida e fácil, aproveitando conhecimentos acumulados anteriormente: são as respostas para as perguntas mais freqüentes (as FAQs, do inglês Frequently Asked Question(s)). COBRANÇA (OU TELECOBRANÇA) De acordo com Chiara (2006), o segmento de recuperação de inadimplentes é o que mais cresce nos Call Centers. Com isso, as empresas passaram a considerar a recuperação de créditos em atraso como uma etapa de relacionamento com clientes. Antes, quem devia era visto como um marginal. Agora, os comerciantes entendem que, muitas vezes, o atraso é ocasionado por vários fatores, alheios à vontade ou ao planejamento de quem contraiu a dívida. 6

7 A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) COMO SUPORTE À GERÊNCIA DE INFORMAÇÕES Para Martineli (2001), a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) é o termo utilizado para englobar a rápida expansão de equipamentos (como computadores e dispositivos de armazenagem de dados) e também aplicações e serviços (tais como desenvolvimento de aplicações e atendimento ao usuário) utilizados pelas organizações para fornecer dados, informações e conhecimento. A TIC permite a conectividade (capacidade de comunicação dos dispositivos de hardware ou do software com outros hardwares ou softwares) e assim, possibilita que as pessoas possam trabalhar juntas, mesmo estando distantes fisicamente (como através de teleconferência e tele reunião, o que evita despesas com deslocamento ou viagens). Entre os objetivos da TIC, podemos destacar a melhora na organização do trabalho na empresa e a ajuda na redução de custos de suas transações rotineiras. De acordo com Moraes et al (2004), a TIC alterou o mundo dos negócios de forma irreversível, pois, desde que foi introduzida sistematicamente, em meados da década de 50, houve uma mudança radical no modo de operar das organizações, uma vez que a TIC começou a ser buscada como uma ferramenta de diferenciação competitiva, tais como a criação de barreiras de entrada ou elevação dos custos de substituição através dos então chamados sistemas estratégicos. A TIC adquire importância estratégica para uma empresa a partir do momento em que esta possibilita mudanças na maneira de realizar cada uma das atividades da cadeia de valor, com o objetivo de aumentar a eficiência individual e, principalmente, por possibilitar a alteração da natureza das ligações entre as atividades. É necessário utilizar a tecnologia da informação sob o enfoque da eficácia de seu emprego, comparando e analisando os resultados de sua aplicação no negócio das organizações, os impactos de seu uso na operação e estrutura das empresas. A TIC tem sido vital para garantir a melhoria no atendimento dos Call Centers. Ao se incorporar mecanismos eficientes para agilizar o serviço e prover informações aos atendentes, os mesmos podem tornar o atendimento mais eficaz, direcionado e produtivo com o cliente. Por exemplo, quando o atendente tem a oportunidade de receber a ligação já com as informações do cliente na tela, terá a oportunidade de tratá- 7

8 lo de forma diferenciada, inclusive, oferecendo produtos ou serviços de acordo com suas características. Utilizando sistemas de gravação, é possível detectar falhas no atendimento, como erros de linguagem, utilização indevida de fraseologia, desgaste emocional, etc. Assim, pode-se entender que a TIC, se bem aplicada, pode oferecer o melhor serviço e alcançar o equilíbrio entre três fatores críticos para o sucesso das operações: produtividade, baixos custos operacionais e elevados níveis de serviço. Há uma variedade de recursos que podem auxiliar o gerenciamento de informações nos Call Centers. Entre os recursos, destacam-se o banco de dados, o CRM e o ERP. BANCO DE DADOS Bancos de dados são aplicativos de software cujo objetivo é compilar, organizar e armazenar informações em meio eletrônico. De acordo com MARTINS (2006), o banco de dados em um Call Center pode ser considerado o coração da área de atendimento, pois uma vez atualizado e com profissionais bem treinados, reduz gastos e agiliza processos (por exemplo, atualização em tempo real das informações). Os Call Centers, atualmente, utilizam conjuntos de programas conhecidos como Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD), que são sistemas com o objetivo principal de gerenciar o acesso e a correta manutenção dos dados armazenados em um banco de dados. Com o SGBD, é possível organizar o banco de dados para ser usado por vários aplicativos diferentes (banco de dados central). Entre os benefícios do SGBD, pode-se destacar o controle de redundância (garantir que os dados não tenham duplicidade), restrições de acesso multi-usuário (permitir que usuários tenham acesso a determinadas áreas ou funções da base de dados). Em sua arquitetura, os bancos de dados podem conter repositórios conhecidos como Data Warehouse, que é uma central de dados que foram classificados, editados, padronizados e integrados para que os gerentes e atendentes possam utilizá-los para análise empresarial, pesquisa de mercado e apoio à decisão (gerentes). Entre os benefícios do Data Warehouse, pode-se destacar a apresentação de informações 8

9 consistentes e confiáveis que, mesmo tendo sido originadas de diversas fontes de dados, tenham passado por um processo de limpeza e verificação de qualidade, sendo disponibilizada para os usuários somente quando estiverem apropriadas para o consumo. Um recurso importante no Data Warehouse é o Data Mining ou Mineração de Dados, que é um processo de análise para explorar grandes quantidades de dados. A idéia deste recurso é tentar aproveitar ao máximo possível o volume de informação presente nos repositórios de dados, para tentar descobrir se há algum conhecimento escondido neles. Um banco de dados de transações comerciais pode, por exemplo, conter diversos registros indicando produtos que são comprados em conjunto. Quando se descobre isso, pode-se estabelecer estratégias para otimizar os resultados financeiros da empresa. Em resumo, os dados presentes no SGBD passam por um processo de limpeza no Data Warehouse (informação) e, logo após, um processo de seleção no Data Mining (conhecimento), que fica disponível para visualização. IMPLANTANDO SISTEMAS DE CRM Para Mancini (2001), o CRM (Customer Relationship Management, ou Gerência do Relacionamento com Clientes), é uma combinação integrada de ferramentas de software que prevê a integração de todas as áreas de uma empresa (neste caso, o Call Center), para administrar os contatos com o público-alvo de modo a mantê-lo fiel, tornando as operações mais lucrativas. A idéia do CRM é estabelecer relacionamento com os clientes de forma individual e depois usar informações coletadas para tratar clientes diferentes de maneira diferente e também interagir com o cliente através de qualquer ponto de contato da empresa. É importante ressaltar que o CRM não é um produto e sim uma estratégia de negócios, uma mudança de atitude corporativa, que objetiva ajudar as companhias a criar e manter um bom relacionamento com seus clientes, armazenando e interrelacionando de forma inteligente informações sobre suas interações com a empresa. Com isso, é possível atender a cada cliente conforme suas características e necessidades individuais, visando maximizar sua satisfação e fidelidade. 9

10 A aplicação do CRM, normalmente, está ligada à implementação dos hábitos de compra pelo histórico de cada cliente. Assim, a empresa projeta o futuro potencial de cada usuário, até mesmo para a aquisição de outros produtos oferecidos pela organização e seus eventuais parceiros. CONSIDERAÇOES FINAIS De acordo com o levantamento bibliográfico realizado, pôde-se constatar que é possível um Call Center implementar a gerência de informações com o uso da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) a partir dos seguintes aspectos: combinação de recursos técnicos, tais como banco de dados, sistemas de informática automáticos e inteligentes, telefonia, Internet, como também recursos humanos, com a capacitação de pessoas, visando, com isso, uma melhor prestação de serviço aos clientes. Sendo o Call Center uma central de processamento de chamadas em alto volume e, ao mesmo tempo, uma complexa estrutura construída com o objetivo de gerar negócios por telefone, é importante, a cada interação com o cliente, buscar uma oportunidade de se fazer um novo negócio que seja capaz de trazer satisfação ao cliente e, consequentemente, o lucro e o crescimento para a organização. A TIC, através de seu conjunto de recursos tecnológicos e computacionais, tais como computadores, dispositivos de armazenagem de dados, redes e dispositivos de comunicação, pode prover ao Call Center os recursos necessários para implantar transformações em seu processo de trabalho, como por exemplo, o modo de operação das centrais de atendimento. Atualmente, no mercado, o diferencial está cada vez mais centrado no modo de fazer e não naquilo que se faz. A velocidade aliada à qualidade das informações e eficiência tenta ser um meio de produzir satisfação aos clientes. Ferramentas como o CRM e ERP buscam alcançar estes objetivos, através da integração de todas as áreas de uma empresa, o que possibilita a automação de processos e armazenamento de todas as informações de negócios, além de possibilitar a obtenção de informações consolidadas e a eliminação de dados redundantes armazenados em mais de um sistema. É importante destacar que a integração entre aplicações viabiliza o compartilhamento de informações 10

11 dentro da organização ou mesmo com parceiros externos, gerando assim vantagem competitiva. A informação é fundamental no apoio às estratégias e aos processos de tomada de decisões gerenciais, pois possibilita um maior controle das operações empresariais. Porém, além da grande quantidade de informação, é necessário que a informação em questão seja tratada, analisada e armazenada de uma forma que todas as pessoas envolvidas tenham acesso sem restrição de tempo e localização geográfica e que essa informação agregue valor às tomadas de decisão. É importante ressaltar que, para um Call Center, muito mais importante do que todo o investimento em TIC e preparação profissional deve existir uma preocupação inicial com o atendimento às necessidades, dúvidas, soluções de problemas, satisfação e fidelidade do cliente, para que, conseqüentemente, a empresa venha obter os resultados desejados (lucro e crescimento). Muitos clientes insatisfeitos com uma prestação de serviços que, muitas vezes, não está de acordo com as suas exigências e necessidades, têm tomado como posicionamento efetuar reclamações junto a órgãos como a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) e até Juizados Especiais Cíveis (JECs), o que resulta, na maioria das vezes, na desistência ou cancelamento do produto e/ou serviço. A longo prazo, pode levar a empresa a uma perda no seu segmento de mercado. O aumento do nível de exigência, conseqüência do Código de Defesa do Consumidor, a necessidade de maior acesso à informação e o avanço do ambiente competitivo em todos os setores da economia exigem atenção por parte das empresas com os clientes. Assim, o Call Center, como parte integrante da economia, deve estar atento não só ao aprimoramento dos recursos de Tecnologia da Informação e Comunicação, mas, principalmente, capacitar os atendentes para que os mesmos sejam capazes de saber ouvir o cliente. A gestão da informação tem um papel muito importante na definição e na implementação da estratégia das organizações. Assim, a empresa, ao reconhecer o papel positivo que a informação pode representar, deve refletir sobre questões primordiais relativas à criação de processos de gestão da informação, pois a informação é um recurso estratégico que tem custo, preço e valor. Como tal deve ser gerenciado da 11

12 mesma maneira como são gerenciados os recursos financeiros, materiais e humanos dentro de uma organização. Para estudos futuros, pode-se sugerir um estudo mais aprofundado sobre os processos de aproximação dos Call Centers junto aos clientes que demandam por soluções efetivas de seus problemas. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BRETZKE, Miriam. Informatização da Força de Vendas: O Segredo do Sucesso. Disponível em <http://www.bretzke-marketing.com.br/textos/artigos07.htm> Acesso em: 16 ago CHIARA, Márcia de. Cobrança de Inadimplentes é Novo Filão das Empresas de Call Center. Disponível em <http://www.sebraesc.com.br/novos_destaques/ oportunidade/mostrar_materia. asp?cd_noticia=11067> Acesso em: ago FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Eficiência ou Relacionamento? Um estudo Exploratório de Serviços de Atendimento ao Cliente no Setor de Telefonia Móvel. Disponível em <http://www.fgvsp.br/iberoamerican/papers/0273_iberoamerican%20sac.pdf> Acesso em: 20 ago ITAUTEC S/A. Home > Serviços > Help Desk. Disponível em <http://www.itautec.com.br/iportal/pt-br/97aacba6-0e ee5- bf859d6f5796.htm> Acesso em: 20 ago JAMIL, George Leal; SILVA, Fabiana Bigão. Call Center & Telemarketing. Rio de Janeiro: Axcel, MANCINI, Lucas. Call Center: Estratégia Para Vencer. Florianópolis: Apec, 2001 MARTINELI, Rosa Maria Feltrim. Tecnologia da Informação na Construção do Conhecimento: Uma Abordagem a Partir do Modelo de Nonaka & Takeuchi. Dissertação (Mestrado), Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, MARTINS, Débora. Planejamento e Estratégia para Gerir um Call Center Disponível em: <http://artigosb.com/artigos/administracao/marketing/planejamento-eestrategia-para-gerir-um-call-center-343/artigo/> Acesso em: 22 ago MORAES, Giseli Diniz de Almeida; TERENCE, Ana Cláudia Fernandes; FILHO, Edmundo Escrivão. A Tecnologia da Informação como Suporte à Gestão Estratégica da Informação na Pequena Empresa. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação. Vol. 1, No. 1, 2004, p

13 PEPPERS, Don; ROGERS, Martha. CRM Series - Marketing 1 to 1. São Paulo: Peppers & Rogers Group do Brasil, CRM Series - Marketing 1 to 1. 3ª Edição. São Paulo: Peppers & Rogers Group do Brasil, SEBRAE-SC. Pós-venda é Decisivo para Atrair Cliente Disponível em <http://www.sebrae-sc.com.br/newart/mostrar_materia.asp?cd_noticia=8385> Acesso em: 04 set

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM http://www.t2ti.com Projeto T2Ti ERP 2.0. Bloco Comercial. CRM e AFV Bloco Comercial CRM e AFV Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos CRM e AFV, que fazem parte do Bloco Comercial. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes As redes de computadores atuais são compostas por uma grande variedade de dispositivos que devem se comunicar e compartilhar recursos. Na maioria dos casos, a eficiência dos serviços

Leia mais

CRM. Customer Relationship Management

CRM. Customer Relationship Management CRM Customer Relationship Management CRM Uma estratégia de negócio para gerenciar e otimizar o relacionamento com o cliente a longo prazo Mercado CRM Uma ferramenta de CRM é um conjunto de processos e

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com.

CRManager. CRManager. TACTIUM CRManager. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades. www.softium.com. Tactium Tactium CRManager CRManager TACTIUM CRManager Guia de Funcionalidades 1 O TACTIUM CRManager é a base para implementar a estratégia de CRM de sua empresa. Oferece todo o suporte para personalização

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace Tactium Tactium IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Gestão de Armazenamento

Gestão de Armazenamento Gestão de Armazenamento 1. Introdução As organizações estão se deparando com o desafio de gerenciar com eficiência uma quantidade extraordinária de dados comerciais gerados por aplicativos e transações

Leia mais

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center.

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center. TACTIUM IP com Integração à plataforma Asterisk Vocalix Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

Conceitos. Qual é a infra-estrutura de um Call Center? Uma central de atendimento é composta por:

Conceitos. Qual é a infra-estrutura de um Call Center? Uma central de atendimento é composta por: 1 Conceitos Call Center - O que é? Denominamos Call Center ou Central de Atendimento ao conjunto de soluções e facilidades (Equipamentos, Sistemas e Pessoal) que tem como objetivo fazer o interface entre

Leia mais

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex...

Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... Atendimento pós-venda: gestão estratégica da ex... (/artigos /carreira/comopermanecercalmosob-pressao /89522/) Carreira Como permanecer calmo sob pressão (/artigos/carreira/como-permanecer-calmosob-pressao/89522/)

Leia mais

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras

A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras A Importância do CRM nas Grandes Organizações Brasileiras Por Marcelo Bandeira Leite Santos 13/07/2009 Resumo: Este artigo tem como tema o Customer Relationship Management (CRM) e sua importância como

Leia mais

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia

Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Especial ANATEL Como se adequar à nova legislação para empresas de telefonia Introdução A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou em 20 de fevereiro de 2014 novas regras para provedores de

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado.

Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. TECNICAS E TECNOLOGIAS DE APOIO CRM Situação mercadológica hoje: Era de concorrência e competição dentro de ambiente globalizado. Empresas já não podem confiar em mercados já conquistados. Fusões e aquisições

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto CURRÍCULO DO PROFESSOR Administradora com mestrado e doutorado em engenharia de produção

Leia mais

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA

COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA COLETA DE INFORMAÇÕES E PREVISÃO DE DEMANDA 1) Quais são os componentes de um moderno sistema de informações de marketing? 2) Como as empresas podem coletar informações de marketing? 3) O que constitui

Leia mais

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades

TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades TACTIUM ecrm Guia de Funcionalidades 1 Interagir com seus clientes por variados meios de contato, criando uma visão unificada do relacionamento e reduzindo custos. Essa é a missão do TACTIUM ecrm. As soluções

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES

ADMINISTRAÇÃO DE REDES E DATA CENTER 1º PERÍODO DE TECNOLOGIA DE REDES DESENHO DE SERVIÇO Este estágio do ciclo de vida tem como foco o desenho e a criação de serviços de TI cujo propósito será realizar a estratégia concebida anteriormente. Através do uso das práticas, processos

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial

Sistemas de Informação Empresarial. Gerencial Sistemas de Informação Empresarial SIG Sistemas de Informação Gerencial Visão Integrada do Papel dos SI s na Empresa [ Problema Organizacional ] [ Nível Organizacional ] Estratégico SAD Gerência sênior

Leia mais

CRM CRM. Marketing. Marketing. Vendas. Vendas. CRM Customer Relationship Management Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente

CRM CRM. Marketing. Marketing. Vendas. Vendas. CRM Customer Relationship Management Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente Customer Relationship Management Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente O mundo passou por profundas e importantes transformações, sobretudo nos últimos cinco anos, impulsionadas pelo crescimento

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 05 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE

GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE GESTÃO DE RELACIONAMENTO COM O CLIENTE Professor Wagner Luiz Aula - Como obter sucesso em uma implementação de CRM e o Processo da Comunicação. Março de 2014 São Paulo -SP Call Center & CRM 2007 CRM: do

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

O CRM e a TI como diferencial competitivo

O CRM e a TI como diferencial competitivo O CRM e a TI como diferencial competitivo Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr.br Profº Dr. Luciano Scandelari (UTFPR) luciano@cefetpr.br

Leia mais

TREINAMENTO CONTACTCENTER

TREINAMENTO CONTACTCENTER TREINAMENTO CONTACTCENTER CENTER CONTACT Os Contact Centers atuais têm um grande impacto nas empresas em diversos aspectos referentes a lucro, custos, inteligência de mercado e fidelização do cliente. Para

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM)

Sistemas de Gerenciamento do Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management CRM) CRM Definição De um modo muito resumido, pode definir-se CRM como sendo uma estratégia de negócio que visa identificar, fazer crescer, e manter um relacionamento lucrativo e de longo prazo com os clientes.

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social

práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social práticas recomendadas Cinco maneiras de manter os recrutadores à frente da curva social Não há dúvidas de que as tecnologias sociais têm um impacto substancial no modo como as empresas funcionam atualmente.

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL 2015 Sabemos que as empresas atualmente utilizam uma variedade muito grande de sistemas de informação. Se você analisar qualquer empresa que conheça, constatará que existem

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado

Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Tema: Apresentador: Plano Diretor de Tecnologia da Informação Ricardo Scheurer Sonda Supermercado Objetivo desta palestra será resolver as seguintes questões: Porque fazer um PDTI? Quais os benefícios

Leia mais

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.

Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica. Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com. 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Sistema Corporativo de Tele-Medição de Energia Elétrica Eng. Eduardo Caldas Cardoso ELO Sistemas e Tecnologia eduardo@elotek.com.br RESUMO A tele-medição de

Leia mais

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM

Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Universidade Federal do Vale do São Francisco Tecnologia e Sistemas de Informações ERP e CRM Prof. Ricardo Argenton Ramos Aula 6 ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Empresarial

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gerenciamento de Marketing e Vendas

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gerenciamento de Marketing e Vendas Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Gerenciamento de Marketing e Vendas 2010 0 Unidade: Gerenciamento de Marketing e Vendas É necessário o entendimento de como os produtos chegam

Leia mais

Administração de CPD Chief Information Office

Administração de CPD Chief Information Office Administração de CPD Chief Information Office Cássio D. B. Pinheiro pinheiro.cassio@ig.com.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar os principais conceitos e elementos relacionados ao profissional de

Leia mais

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Administração Tecnologia e Sistemas de Informação - 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula III - 25/08/2011

Disciplina: Administração de Departamento de TI. Professor: Aldo Rocha. Aula III - 25/08/2011 Disciplina: Administração de Departamento de TI Professor: Aldo Rocha Aula III - 25/08/2011 ITIL 1.A Central de Serviços; 1.1 Necessidade da Central de Serviços; 1.2 Dilema do Suporte; 1.3 Evolução do

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Softwares de Sistemas e de Aplicação

Softwares de Sistemas e de Aplicação Fundamentos dos Sistemas de Informação Softwares de Sistemas e de Aplicação Profª. Esp. Milena Resende - milenaresende@fimes.edu.br Visão Geral de Software O que é um software? Qual a função do software?

Leia mais

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública

Desenvolvimento da Iluminação Pública no Brasil. Sistemas de gestão da iluminação pública 14 Capítulo IX Sistemas de gestão da iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* Conforme apresentado no capítulo anterior, uma das oportunidades de melhoria na iluminação pública justamente refere-se

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI Noções de sistemas de informação Turma: 01º semestre Prof. Esp. Marcos Morais

Leia mais

CRM - Customer Relationship Management

CRM - Customer Relationship Management Profª Carla Mota UCB 2014 Unid 2 aula1 CRM - Customer Relationship Management Estratégia de negócio voltada ao entendimento e a antecipação das necessidades dos clientes atuais e potenciais de uma empresa.

Leia mais

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas.

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas. Introdução Sistemas de Informação é a expressão utilizada para descrever um Sistema seja ele automatizado (que pode ser denominado como Sistema Informacional Computadorizado), ou seja manual, que abrange

Leia mais

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior

Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Disciplina: Gestão Estratégica de TI Profº: João Carlos da Silva Junior Conceitos Por que eu preciso deste curso? Não sou de TI Sou de TI conteúdo utilizado exclusivamente para fins didáticos 2 Não sou

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL

Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com base na ITIL Information Technology Infrastructure Library ou Biblioteca de Infraestrutura da Tecnologia da Informação A TI de antes (ou simplesmente informática ),

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2

CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2 CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT - CRM: SUA EFICÁCIA NOS PROCESSOS DE TOMADA DE DECISÕES EMPRESARIAIS Érika de Souza CAMALIONTE 1 Marcelo LAMPKOWSKI 2 RESUMO: O Customer Relashionship Management CRM ou

Leia mais

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos

Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Arquitetura dos Sistemas de Informação Distribuídos Quando se projeta um sistema cuja utilização é destinada a ser feita em ambientes do mundo real, projeções devem ser feitas para que o sistema possa

Leia mais

NCR CONNECTIONS. CxBanking

NCR CONNECTIONS. CxBanking CxBanking NCR CONNECTIONS Nossa soluc a o multicanal permite aos bancos implementar rapidamente servic os empresariais personalizados em canais fi sicos e digitais. Um guia de soluções da NCR Visão geral

Leia mais

FÁBRICA DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS FÍSICOS

FÁBRICA DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS FÍSICOS FÁBRICA DE SOFTWARE Quem somos A Fábrica de Software da Compugraf existe desde 1993 e atua em todas as etapas de um projeto: especificação, construção, testes, migração de dados, treinamento e implantação.

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Sistema de Informação Sistemas de Informação em Negócios e SIG Francisco Rodrigues Sistemas de Informação em Negócios Ajudam os funcionários na execução das tarefas, principalmente

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

Conceitos Básicos e Implementação. Entrega de Serviços. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com)

Conceitos Básicos e Implementação. Entrega de Serviços. Professor Gledson Pompeu (gledson.pompeu@gmail.com) Conceitos Básicos e Implementação Pref. Mun. Vitória 2007 Analista de Suporte 120 A ITIL (information technology infrastructure library) visa documentar as melhores práticas na gerência, no suporte e na

Leia mais

Tipos de Sistemas de Informação

Tipos de Sistemas de Informação Tipos de Sistemas de Informação Parte 2 Aula 5 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr Classificação dos sistemas de informação? Cada sistema de informação é específico para desempenhar uma

Leia mais

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS

Sistemas de Apoio. Prof.: Luiz Mandelli Neto. Sistemas de Apoio. ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Sistemas de Apoio Prof.: Luiz Mandelli Neto Sistemas de Apoio ERP (Enterprise Resource Planning) PLANEJAMENTO DE RECURSOS EMPRESARIAIS Mapa de TI da cadeia de suprimentos Estratégia Planejamento Operação

Leia mais

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI)

CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) CRM (CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT) E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Nelson Malta Callegari (UTFPR) nelson.estudo@gmail.com Profº Dr. João Luiz Kovaleski (UTFPR) kovaleski@pg.cefetpr,br Profº Dr. Luciano

Leia mais

Sistemas de Informação I

Sistemas de Informação I + Sistemas de Informação I Dimensões de análise dos SI Ricardo de Sousa Britto rbritto@ufpi.edu.br + Introdução n Os sistemas de informação são combinações das formas de trabalho, informações, pessoas

Leia mais

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001 INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, Eng. MBA Maio de 2001 Apresentação Existe um consenso entre especialistas das mais diversas áreas de que as organizações bem-sucedidas no século XXI serão

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (AULA 04) 1 CRM Sistema de Relacionamento com clientes, também

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTITUTO DE PÓS GRADUAÇÃO ICPG GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Msc. Saulo Popov Zambiasi (saulopz@gmail.com) 11/07/08 10:25 Informação - ICPG - Criciuma - SC 1 Informação - ICPG - Criciuma -

Leia mais

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03 Prof. Fernando Paixão UCB 2012 Unidade 02 e 03 Marketing de Relacionamento C.R.M. Custumer Relationship Management Marketing de Assiduidade Programa de milhagens Benefício financeiro Brinde por utilização

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios-

BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS, HUMANAS E SOCIAIS BUSINESS INTELLIGENCE -Inteligência nos Negócios- Curso: Administração Hab. Sistemas de Informações Disciplina: Gestão de Tecnologia

Leia mais

Visão Geral dos Sistemas de Informação

Visão Geral dos Sistemas de Informação Visão Geral dos Sistemas de Informação Existem muitos tipos de sistemas de informação no mundo real. Todos eles utilizam recursos de hardware, software, rede e pessoas para transformar os recursos de dados

Leia mais

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.

Conceitos. - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação. - Dados x Informações. Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com. Conceitos - Sistema de Informação, Estruturas e Classificação - Dados x Informações Edson Almeida Junior www.edsonalmeidajunior.com.br Definição de Sistema Uma coleção de objetos unidos por alguma forma

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves Plano de Negócios Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves 1 Instituto de Informática Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec

SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM. Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec SISTEMAS E GESTÃO DE RECURSOS ERP E CRM Prof. André Aparecido da Silva Disponível em: http://www.oxnar.com.br/2015/unitec Teoria geral do Sistemas O Sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Sistemas ERP - 01. Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz

Sistemas ERP - 01. Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz Sistemas ERP - 01 Sistemas de Informações Gerenciais Rafael Diniz Tipos de Sistemas de Informação Empresariais Sistemas que abrangem toda a empresa Aplicativos Integrados Sistemas que abrangem todas as

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA À CONTABILIDADE

INFORMÁTICA APLICADA À CONTABILIDADE PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS Curso de Contabilidade INFORMÁTICA APLICADA À CONTABILIDADE Prof. Francisco José Lopes Rodovalho Gerência do Relacionamento com o Cliente CRM CUSTOMER RELATIONSHIP

Leia mais

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções.

Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento. Coletar informação; e Identificar as direções. Revisão 1 Coletividade; Diferenciais; Informação; Dado; Informação; Conhecimento Coletar informação; e Identificar as direções. Precisa; Clara; Econômica; Flexível; Confiável; Dirigida; Simples; Rápida;

Leia mais

Sistemas de Canais Sistemas de Informação

Sistemas de Canais Sistemas de Informação É necessário o entendimento de como os produtos chegam aos clientes, o que ocorre por meio de uma série de entidades de Marketing conhecidas como canais. Os Sistemas de Canais são todos os sistemas envolvidos

Leia mais

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao»

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Proposta Comercial Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Data 14 de setembro de 2012 Preparado para: «Nome» «Sobrenome» 1. Objetivo

Leia mais

Sistema Binário. Aula - 10 CRM (Customer Relationship Management Gerenciamento das relações com os clientes ) Faculdades Integradas Campos Salles

Sistema Binário. Aula - 10 CRM (Customer Relationship Management Gerenciamento das relações com os clientes ) Faculdades Integradas Campos Salles Sistema Binário Faculdades Integradas Campos Salles Aula - 10 CRM (Customer Relationship Management Gerenciamento das relações com os clientes ) Carlos Antonio José Oliviero São Paulo - 2012 Sistema Binário

Leia mais

Data Warehouse - DW ADM. MARTÍN GLASS CRA/MT 4742

Data Warehouse - DW ADM. MARTÍN GLASS CRA/MT 4742 Data Warehouse - DW Data Warehouse (Armazém de Dados) é um depósito integrado de informações, disponíveis para análise e para a construção de filtros de busca; Centraliza informações localizadas em diferentes

Leia mais