QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA"

Transcrição

1 QUALIDADE QUE PROTEGE SEU PRODUTO E PRESERVA A NATUREZA

2 EMPRESA 100% NACIONAL A ARTIVINCO A ARTIVINCO produz papel, chapas e embalagens de papelão. Como uma empresa que atua no mercado há mais de 40 anos e que nasceu e se desenvolveu a partir da inovação e da responsabilidade ambiental, a ARTIVINCO possui um posicionamento de sustentabilidade já reconhecido, com metas claras de evolução e com investimento estratégico associado às suas áreas de atuação. Acredita que sua maior contribuição para a sociedade é trabalhar para que ela seja cada vez mais sustentável. Comportamento esse que faz a diferença, já que sua estratégia de atuação envolve colaboradores e cidadãos comprometidos com a responsabilidade ambiental e social. A ARTIVINCO se orgulha, também, de ter o parque industrial mais moderno e tecnológico da América Latina. 2 A Unidade I é uma das fábricas mais modernas e tecnológicas do País.

3 Automação e tecnologia: carro transfer e esteira. UNIDADE I CHAPAS E CAIXAS DE PAPELÃO ONDULADO Construída estrategicamente entre as principais rodovias paulistas (sistema Anhanguera-Bandeirantes, D. Pedro I e Fernão Dias), a Unidade I possui um dos mais modernos e automatizados parques industriais do mundo, com equipamentos de última geração para a fabricação de chapas e caixas de papelão ondulado. As Onduladeiras instaladas nessa unidade têm estrutura para a produção de até cinco tipos de ondas: Alta, Baixa, Dupla, Micro-ondulado e Três Ondas. E tecnologia para a composição de ondas dos tipos Onda Baixa com Micro-Ondulado e Duas Ondas Baixas. Esses equipamentos possibilitam a aplicação de resinas nas capas externas e internas para caixas que necessitam de tratamento contra umidade. Essa fábrica dispõe de um sistema de automação de esteiras e roletes que proporciona agilidade no fluxo da produção. E modernas impressoras automáticas têm capacidade para imprimir em até quatro cores primárias e utilizam tintas atóxicas, compromisso da ARTIVINCO com a preservação ambiental e com a saúde do consumidor final. Essa unidade possui, ainda, equipamentos para acessórios e montagem de divisórias que permitem atender às necessidades de todo o mercado. Impressora quatro cores com capacidade para até 18 mil caixas por hora. Onduladeira com 2,80 mts de largura do papel e três empilhadores. 4

4 A fibra de cana-de-açúcar é utilizada na produção do papel. UNIDADE II PAPEL A ARTIVINCO fabrica na Unidade II, de forma sustentável, os papéis que se transformam em chapas para conversão em caixas de papelão. Faz parte de tecnologia pioneira, exclusiva e única no Brasil, a utilização de matérias- primas naturais e renováveis, como as fibras do bagaço de cana e biomassa vegetal, além de aparas e embalagens do tipo longa vida recicladas. O uso do bagaço da cana tem duas finalidades: São separadas as fibras para produção de papel e a sobra é aproveitada na caldeira de geração de energia que alimenta a própria máquina, criando, assim, um ciclo renovável e ecologicamente correto. A Unidade II fabrica Papel Miolo, Test Liner e Papel Branco. Aparas também fazem parte da composição. Máquina de Papel II: 2,90 mts de largura do papel. 6

5 UNIDADE III CHAPAS E CAIXAS DE PAPELÃO ONDULADO A Unidade III é uma das fábricas de chapas e caixas de papelão ondulado mais avançadas em tecnologia e com uma das maiores capacidades produtivas do País. A Artivinco conseguiu aliar, nessa unidade, os mais modernos padrões de tecnologia a uma política de crescimento sustentável. Onduladeiras de última geração têm capacidade para fabricar, além das chapas tradicionais, que são as Micro-Onduladas, Onda Baixa, Onda Alta e Onda Dupla, a DUAL ARCH, dois miolos colados que potencializam a resistência ao empilhamento. E possuem o sistema de aplicação de resina nas capas externas e internas para caixas que necessitam de tratamento contra umidade. Impressoras com alta tecnologia têm capacidade para impressão de até cinco cores primárias, possuem velocidade de produção de até 400 (quatrocentas) caixas por minuto e, como na Unidade I, utilizam tintas atóxicas. Essa fábrica também está equipada com um avançado sistema de automação composto por esteiras que permite agilidade em todo o processo produtivo e garante rapidez na entrega ao cliente. Sistema de automação para movimentar chapas e caixas. Onduladeira com 2,50 mts de largura. Localizada também no interior de São Paulo, a Unidade III atende às regiões Sudeste e Centro-Oeste. 8

6 PAPEL O papel produzido pela ARTIVINCO é o primeiro e único no Brasil destinado à fabricação de embalagens que é desenvolvido de forma sustentável. Em sua composição há fibras de cana-de-açúcar ou biomassa vegetal, aparas, caixas longa vida recicladas e um pequeno percentual de celulose de madeira. As embalagens produzidas com esse papel são ecologicamente corretas, tecnológicas e atendem às exigências e necessidades de todos os segmentos. As que são destinadas ao mercado frigorífico, por exemplo, resistem ao altíssimo teor de absorção de umidade. EMBALAGENS DE PAPELÃO ONDULADO Os investimentos para o aperfeiçoamento de processos e inovação resultam em produtos de altíssima qualidade, característica da ARTIVINCO já reconhecida pelo mercado. O destaque são as caixas produzidas para linhas de fechamento automático que requerem cortes, vincos e fechamentos perfeitos, sem abaulamentos. Para os segmentos especiais, como as câmaras frias, os produtos ARTIVINCO recebem a aplicação de resina nas capas internas e externas para aumentar o desempenho e resistência à umidade. Maleta Normal Embalagem que pode ser utilizada tanto em linha manual como automática, possui alta resistência, versatilidade e características de fácil processamento. CHAPAS DE PAPELÃO ONDULADO As chapas de papelão ondulado da ARTIVINCO são fabricadas dentro de exigentes padrões de qualidade e obedecem às mesmas regras de respeito ao meio ambiente. Confeccionadas em diversos formatos e gramaturas, elas são a principal matéria-prima para a composição das embalagens por cartonagens. Onda B papelão ondulado parede simples A Artivinco produz papel pardo e branco. Onda C papelão ondulado parede simples Onda E micro-ondulado Corte e Vinco Rotativa As caixas são fabricadas a partir de projetos padronizados e únicos, são versáteis e se adaptam às características exigidas tanto para a linha automática como para a manual. Possuem grande variedade de modelos com a finalidade de proteger e acondicionar produtos de maneira eficiente. Corte e Vinco Plana São embalagens que possuem muitos cortes e requerem precisão no dimensional. São ideais para as linhas com fechamento automático e de alta produtividade. No entanto, de acordo com a necessidade, podem ser utilizadas também para fechamento manual. Onda BC papelão ondulado parede dupla Onda BE papelão ondulado parede dupla Onda BBC papelão ondulado parede tripla Acessórios A ARTIVINCO disponibiliza uma grande variedade de acessórios para separar e acondicionar melhor os produtos nas embalagens. São tabuleiros, separadores, cintas, envoltórios, divisórias montadas, entre outros. Onda BB papelão ondulado parede dupla Displays e Mini Containers Os Mini Containers são elaborados para proporcionar desempenho logístico em transporte. Já os displays são feitos para propiciar aspecto visual nas gôndolas e têm a finalidade de expor a marca do cliente com maior destaque. 10

7 SERVIÇOS POLÍTICA DE QUALIDADE A ARTIVINCO RECONHECE O SEU COMPROMISSO COM: A qualidade das embalagens e chapas de papelão ondulado; Confecção de Amostras A ARTIVINCO possui equipamentos especiais para a confecção de amostras que proporcionam agilidade no processo e a máxima precisão dimensional. Por meio de projetos, desenhos mecânicos, especificações técnicas ou de modificações em modelos existentes, são confeccionadas amostras para análise pelo cliente. Reengenharia de Embalagens Plotter Kongsberg XL Desenvolvimento de Novas Embalagens e Projetos Uma equipe especializada visita o cliente para uma avaliação de sua cadeia produtiva e logística com a finalidade de adequar a embalagem às suas reais necessidades. Desenvolvimento de Novos Produtos A busca permanente em conhecer e atender aos requisitos do mercado consumidor dos nossos produtos; Os avanços tecnológicos, visando aprimoramento de nosso parque industrial; O investimento nos recursos humanos, entendendo que nossos colaboradores são o nosso maior diferencial na excelência da qualidade; A nossa sociedade, promovendo o uso freqüente de material reciclado, visando à proteção dos recursos naturais do ambiente em que vivemos; O retorno financeiro do capital investido como energia fundamental para promover a melhoria contínua do S.G.Q. Para propiciar a melhor relação custo-benefício, a ARTIVINCO oferece o serviço de reengenharia de embalagens. Por meio dele, são realizados estudos detalhados dos produtos, do processo e da logística do cliente, com o objetivo de identificar potenciais reduções de custos e também de permitir a padronização, a redução de estoques e de facilitar a utilização da embalagem. Os investimentos em novas e modernas tecnologias, em pesquisa, e em desenvolvimento, permitem a atualização constante dos produtos ARTIVINCO. E, de forma diferenciada, a identificação individual de necessidades e apresentação de outras propostas de embalagens. Assistência Técnica Uma equipe especializada e treinada no atendimento ao cliente está preparada para identificar e antecipar problemas com o objetivo de executar ações de prevenção. Esses profissionais também acompanham lotes pilotos, promovem treinamentos e ministram orientações técnicas ao cliente. QUALIDADE A ARTIVINCO trabalha dentro de exigentes padrões de qualidade. Os profissionais são habilitados e treinados frequentemente para garantir a qualidade das chapas e das caixas de papelão ondulado. O mesmo padrão se aplica na impressão e nos testes físicos realizados de acordo com as necessidades do cliente. Atendimento Assistentes capacitados fazem o primeiro atendimento ao cliente e o direciona para um dos representantes localizados no território nacional. LOGÍSTICA TREINAMENTO Reciclar e capacitar equipes e profissionais fazem parte da filosofia de gestão da ARTIVINCO. Esse investimento significa melhorar a excelência de suas atividades. PROGRAMA 5S Preocupação com a qualidade e o bem estar O 5S é uma ferramenta administrativa que auxilia na implementação da qualidade, organização e otimização. Implantado com o objetivo de melhorar a produtividade, colaboradores foram treinados para organizar os setores e conscientizar os demais sobre a importância da qualidade no ambiente de trabalho. 12 ISO 9001:2008 A ARTIVINCO possui o Certificado ISO 9001, versão 2008, Certificação BSI. O cliente tem a segurança de que seu produto é produzido com a máxima garantia de qualidade.

8 RESPONSABILIDADE AMBIENTAL O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL A ARTIVINCO reconhece a necessária relação entre retorno econômico, iniciativas sociais e conservação da natureza. E trabalha para manter esse vínculo principalmente por meio de ações de responsabilidade ambiental que estão intrínsecas na estratégia de desenvolvimento de produtos e processos. Em suas unidades há a preocupação em causar o menor impacto possível ao meio ambiente durante o processo produtivo e também no posterior a ele. Estão incorporadas no cotidiano da empresa, ações para manter o princípio de negócio sustentável, seja pelo uso de matérias-primas com base em reciclados, fibras alternativas em substituição às de madeira, seja pela diminuição no consumo de água utilizada na fabricação dos seus produtos, ou pela cogeração de energia por meio do vapor gerado para secagem do papel, entre tantas outras. O USO DO BAGAÇO DA CANA-DE-AÇÚCAR Foram anos de pesquisa para garantir qualidade e sustentabilidade aos produtos que resultaram no pioneirismo da ARTIVINCO em criar embalagens ecologicamente corretas. Entre as matérias-primas para fabricação de papel, o bagaço da cana-de-açúcar é uma das que oferece mais vantagens, principalmente no ganho ambiental. RECICLAGEM DE CAIXAS LONGA VIDA E DE APARAS POLÍTICA AMBIENTAL A Artivinco reconhece seu compromisso com: A preservação do Meio Ambiente. Para isso utiliza equipamentos e processos que seguem padrões técnicos adequados, e que permitem a preservação dos recursos naturais para as presentes e futuras gerações. A busca de metas e objetivos ambientais a fim de promover e desenvolver ações para minimizar de forma significativa os riscos à saúde dos colaboradores, com a promoção e melhoria de métodos de reciclagem e prevenção à poluição. O atendimento dos requisitos legais aplicáveis e outros requisitos que estão relacionados aos seus aspectos e impactos ambientais. A comunicação sobre proteção do Meio Ambiente dentro da companhia, na sociedade e com autoridades, por intermédio de diálogo aberto e confiável que possa trazer benefícios para ambos. A ARTIVINCO recicla mais de oito mil toneladas por ano de caixas tipo longa vida. A fibra de celulose é destinada à produção de papel. O plástico e o alumínio são vendidos para empresas que produzem telhas, vassouras, entre outros produtos. Aparas também fazem parte da composição do papel. Milhares de toneladas são utilizadas anualmente pela empresa. Para isso, o produto passa pelo processo de reciclagem e seu descarte em aterros sanitários é evitado. PRINCIPAIS VANTAGENS Pioneirismo: O papel ecológico da Artivinco é feito principalmente com bagaço de cana. O bagaço da cana tem mais vantagens que as demais matérias-primas para produção do papel: O uso do bagaço na produção do papel requer a utilização de menor quantidade de produtos químicos; A pureza da fibra da cana permite que o papel possa ter contato com alimentos; No processo de fabricação são utilizadas menores quantidades de vapor e energia; A produção da cana-de-açúcar retira uma grande quantidade de CO2 (gás carbônico) da atmosfera; O bagaço permite a fabricação de uma grande variedade de papéis; Não há necessidade de esforços adicionais para sua coleta, pois é derivado da moagem do colmo da cana-de-açúcar; 7. O produto final possui melhores propriedades físicas, mais resistência e facilidade à sua conversão em caixas de papelão ondulado. 14

9 Tratamento de Efluentes da Unidade I. ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE EFLUENTES As unidades ARTIVINCO contam com Estações de Tratamento de Efluentes que mantém o equilíbrio ecológico e evitam a poluição dos rios adjacentes. Junto às Unidades II e III, que são Fábrica de Papel e de Caixas de Papelão respectivamente, está localizada uma das maiores estações de tratamento de efluentes industriais do País. Essa Estação possui os dois maiores reatores anaeróbicos da América Latina, com 22 metros de altura e 9,5m de diâmetro cada um, e tem capacidade para tratar 200 mil litros de água por hora. A eficiência no tratamento final de todo efluente líquido gerado nas fábricas é de cerca de 100%. Na Estação da Unidade I, por funcionar somente uma das fábricas de caixas de papelão, a capacidade de tratamento é de até sete mil litros de água por hora. Tratamento de Efluentes das Unidades II e III. 16

10 UMA HISTÓRIA DE SUCESSO SIDNEY ANGELO FRIGO (em memória) Por maior que fosse o meu sonho, não poderia imaginar que a Artivinco fosse chegar aonde chegou. Acho que foi por isso que a Artivinco é hoje a fábrica de embalagens de papelão mais moderna da América Latina. O trabalho e a dedicação não me deixaram muito tempo para ficar sonhando. Lembrome como se fosse ontem do ano 1967, quando criei a Artivinco, uma pequena cartonagem que produzia 20 toneladas de papelão por mês. Trabalhando sem parar, vimos a Artivinco crescer e conquistar 150 mil m2 de área em Itatiba. Depois veio a unidade de Santa Rosa de Viterbo, com mais de 100 mil m2, e a verticalização total da produção. As principais razões deste sucesso: muito trabalho, determinação, investimento em tecnologia, respeito pelo ser humano e pelo meio ambiente, e o compromisso com a qualidade. Sem estas bases, a Artivinco não passaria de um sonho, por menor que ele fosse. Hoje olho para trás e vejo que, de um sonho, eu fiz uma história. Uma história de sucesso e de exemplo, que deixarei para meus filhos e netos. Uma história chamada Artivinco. (Texto escrito pelo fundador da Artivinco em 2003) Primeiro caminhão utilizado pelo fundador da Artivinco. 18

11 Unidade I Fábrica: 55 (11) Fone Direto Vendas: 55 (11) Fax: 55 (11) / Unidades II e III Fábrica: 55(16) Fone Direto Vendas: 55 (16) Fone/Fax: 55 (16) /

Papelão Ondulado. Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo

Papelão Ondulado. Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo Papelão Ondulado Ronildo Peroti Outubro/2012 São Paulo Ronildo Peroti Experiência no setor nas áreas de Desenvolvimento de Produtos, Produção e Manutenção; Gerente de Desenvolvimento de Produtos da Cartonagem

Leia mais

Informações. Carga horária de cada curso: 16hs - 9:00 às 17:00hs. Incluso no Investimento:

Informações. Carga horária de cada curso: 16hs - 9:00 às 17:00hs. Incluso no Investimento: Informações Os cursos são ministrados com aulas expositivas, acompanhado por apostila e com exemplos do dia a dia da indústria e exercícios práticos para fixação dos conceitos. Carga horária de cada curso:

Leia mais

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS Fundada em 1970, a 3RHO Interruptores Automotivos tem como principal objetivo, atender o mercado de reposição (Aftermarket), oferecendo aos seus clientes produtos com

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL "PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, fundado em 1992, o CEMPRE se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado do lixo.

Leia mais

CURSO EMBALAGENS DE A a V. Recife/2013 Duarte Júnior

CURSO EMBALAGENS DE A a V. Recife/2013 Duarte Júnior CURSO EMBALAGENS DE A a V Recife/2013 Duarte Júnior É Gestor de Produção Industrial Atua há 13 anos no mercado de papelão ondulado na área de desenvolvimento (engenharia) de produtos. Especialista em embalagens

Leia mais

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas

Transformadores Secos. Motores Automação Energia Tintas Motores Automação Energia Tintas www.weg.net Em um Transformador Seco WEG, há mais de 40 anos de experiência na fabricação de motores elétricos, mais de 25 anos na fabricação de transformadores e toda

Leia mais

Meio Ambiente: uma questão de sobreviência

Meio Ambiente: uma questão de sobreviência Meio Ambiente: uma questão de sobreviência Sociedade e as empresas despertam para a necessidade de preservação Fernando Neves e Rodrigo Gomes - 2000 Desenvolvimento Ambiental Editorial Não é de hoje que

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL "PANORAMA DA COLETA SELETIVA E RECICLAGEM NO BRASIL" Quem somos: Associação sem fins lucrativos, fundado em 1992, o CEMPRE se dedica à promoção da reciclagem dentro do conceito de gerenciamento integrado

Leia mais

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015

Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa. Prof. Dr. Douglas Wittmann. São Paulo - 2015 Energia, Sustentabilidade e Produção Mais Limpa Prof. Dr. Douglas Wittmann São Paulo - 2015 Prof. Dr. Douglas Wittmann Doutor em Ciências (USP). Mestre em Engenharia de Produção (UNIP). Pós-graduado em

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER

LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER Conceito LOGÍSTICA REVERSA ACITSIGOL ASREVER É uma área da logística que atua de forma a gerenciar e operacionalizar o retorno de bens e materiais, após sua venda e consumo, às suas origens, agregando

Leia mais

5 maneiras de ganhar dinheiro com uma mesa de corte Kongsberg

5 maneiras de ganhar dinheiro com uma mesa de corte Kongsberg 5 maneiras de ganhar dinheiro com uma mesa de corte Kongsberg Saiba como você pode usar uma mesa de corte Kongsberg para ampliar a gama de opções oferecidas aos seus clientes e garantir sua margem de lucro.

Leia mais

O USO DO MODELO 3D DURANTE A PROJEÇÃO DO CONCEITO CUSSION FOLDER GLUER

O USO DO MODELO 3D DURANTE A PROJEÇÃO DO CONCEITO CUSSION FOLDER GLUER UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TECNOLOGIA ESPECIALIZAÇÃO EM EMBALAGEM PROJETO E PRODUÇÃO MARCELO TABORDA PANCINI O USO DO MODELO 3D DURANTE A PROJEÇÃO DO CONCEITO

Leia mais

Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. Biomassa

Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica. Biomassa Universidade Federal do Ceará Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Geração, Transmissão e Distribuição de Energia Elétrica Universidade Federal do Ceará Biomassa Professora: Ruth Pastôra Saraiva

Leia mais

"PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL"

PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL Reciclagem e Valorizaçã ção o de Resíduos Sólidos S - Meio Ambiente UNIVERSIDADE DE SÃO S O PAULO "PANORAMA DA COLETA SELETIVA DE LIXO NO BRASIL" Associação sem fins lucrativos, o CEMPRE se dedica à promoção

Leia mais

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2008/2010. Vonpar - Divisão Bebidas

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 2008/2010. Vonpar - Divisão Bebidas RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE 200/200 Neste documento você terá o extrato em números dos dados contidos no Relatório de Sustentabilidade 200/200 da Vonpar. Conforme a versão digital animada (disponível

Leia mais

COMPLEXO AMBIENTAL DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA

COMPLEXO AMBIENTAL DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA COMPLEXO AMBIENTAL FIAT DIRETORIA INDUSTRIAL AMÉRICA LATINA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENERGIA VALORES EQUIPE DA GESTÃO AMBIENTAL ALTA ADMINISTRAÇÃO ENGENHARIA AMBIENTAL e ENERGIA U. OP. PRENSAS U. OP. FUNILARIA

Leia mais

SISTEMA DE FÔRMAS PARA CONCRETO

SISTEMA DE FÔRMAS PARA CONCRETO SISTEMA DE FÔRMAS PARA CONCRETO SOLIDEZ E ÉTICA, DESDE 1977 NO MERCADO DA CONSTRUÇÃO CIVIL. AGILIDADE NO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO Desde 1977, a SF Sistema de Fôrmas para Concreto atua com visão empresarial

Leia mais

Serviços e Soluções para Estamparias

Serviços e Soluções para Estamparias Serviços e Soluções para Estamparias 1 BEM VINDO À PRENSAS SCHULER - BRASIL Inovação e Tecnologia Área total: 103,220 m² Área construída: 32,727 m² A Prensas Schuler instalou-se no Brasil em 1965, época

Leia mais

A SA Gôndolas apresenta suas novas linhas de gôndolas com produtos cada vez melhores para valorizar o seu espaço e expor os seus produtos.

A SA Gôndolas apresenta suas novas linhas de gôndolas com produtos cada vez melhores para valorizar o seu espaço e expor os seus produtos. A SA Gôndolas apresenta suas novas linhas de gôndolas com produtos cada vez melhores para valorizar o seu espaço e expor os seus produtos. Representações Técnicas Gôndola Centro Gôndola Parede A busca

Leia mais

Mensagens ambientais da HP

Mensagens ambientais da HP Mensagens ambientais da HP Definição da promessa Projeto para o meio ambiente Por ser líder ambiental há décadas no setor tecnológico, a HP faz a diferença com um projeto abrangente de estratégia ambiental,

Leia mais

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática

Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática Posição da indústria química brasileira em relação ao tema de mudança climática A Abiquim e suas ações de mitigação das mudanças climáticas As empresas químicas associadas à Abiquim, que representam cerca

Leia mais

USO DE SUBPRODUTOS PARA GERAÇÃO DE CALOR E ENERGIA. Lisandra C. Kaminski

USO DE SUBPRODUTOS PARA GERAÇÃO DE CALOR E ENERGIA. Lisandra C. Kaminski USO DE SUBPRODUTOS PARA GERAÇÃO DE CALOR E ENERGIA Lisandra C. Kaminski Casca de café Estudo realizado em 2008, pelo agrônomo Luiz Vicente Gentil, da UnB. Pode ser uma excelente opção como substituição

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O COMÉRCIO DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA

ORIENTAÇÕES PARA O COMÉRCIO DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE A LEI 15.374/2011 LEI DA SACOLINHA Muito prazer. Somos a Associação Comercial de São Paulo. A ACSP faz parte da vida de empreendedores de diversos tamanhos. Nós existimos para

Leia mais

O tema não é novo no setor, ele é a base de sua existência e desenvolvimento, guiando seu avanço tecnológico em busca de

O tema não é novo no setor, ele é a base de sua existência e desenvolvimento, guiando seu avanço tecnológico em busca de A EMBALAGEM CONSTRUINDO SUSTENTABILIDADE Proteção, aumento de vida útil, saúde, segurança, economia, redução do desperdício e bem estar são os principais pilares da embalagem. E em consonância a esses,

Leia mais

LINHA PRESTO FERRAGENS

LINHA PRESTO FERRAGENS LINHA PRESTO FERRAGENS V o c ê t r a b a l h a n d o m e l h o r. QUALIDADE GARANTIDA Com um dos parques fabris mais modernos da América Latina, na Presto todos os processos produtivos são monitorados

Leia mais

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? 2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento?

Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida?  2. O alumínio da embalagem entra em contato com o alimento? Perguntas Frequentes 1. O que é uma embalagem da Tetra Pak ou Longa Vida? R: A embalagem da Tetra Pak é composta por várias camadas de materiais. Estas criam uma barreira que impede a entrada de luz, ar,

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental. Seis Sigma. Eco Six Sigma

Sistema de Gestão Ambiental. Seis Sigma. Eco Six Sigma Eco Six Sigma Nos dias de hoje, em que os requisitos de compra dos consumidores vão além do preço do produto, conquistar os consumidores torna-se um grande desafio. Características como a qualidade da

Leia mais

Plásticos Biodegradáveis e Compostáveis. Foto: Augusto Bartolomei

Plásticos Biodegradáveis e Compostáveis. Foto: Augusto Bartolomei Plásticos Biodegradáveis e Compostáveis 1 Foto: Augusto Bartolomei Conteúdo O que são plásticos biodegradáveis e compostáveis Certificação Aplicações Descarte aterro, reciclagem, compostagem Alinhamento

Leia mais

www.keelautomacao.com.br Linha KSDX Solução em processamento CNC

www.keelautomacao.com.br Linha KSDX Solução em processamento CNC Linha KSDX Solução em processamento CNC Automatize a produção de sua empresa Instalada em Tubarão, SC, a KEEL atua na fabricação de equipamentos para Corte, Solda e Sistemas (CNC). Fundada em 2002, a empresa

Leia mais

A evolução nas empresas

A evolução nas empresas A evolução nas empresas A Revista da SBCC consultou as empresas associadas fabricantes de produtos para arquitetura de áreas limpas e ambientes controlados sobre inovações e expectativas para o mercado

Leia mais

22/06/2015. Cronograma finalização da disciplina GA I. Instrumentos de Gestão Ambiental. ambiental. Auditoria Ambiental

22/06/2015. Cronograma finalização da disciplina GA I. Instrumentos de Gestão Ambiental. ambiental. Auditoria Ambiental Cronograma finalização da disciplina GA I Instrumentos de Gestão Ambiental São ferramentas que auxiliam o gestor no seu plano de gestão ambiental Política e Legislação Ambiental Licenciamento Ambiental

Leia mais

Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br

Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br Rua Luar do Sertão, 575 Chácara Santa Maria CEP 05879-450 São Paulo, SP +55 (11) 5872-7070 comercial@aluxx.com.br Somos a Aluxx Esquadrias Processo de qualidade Oferecer produtos de confiança, com linhas

Leia mais

ENTENDENDO A ISO 14000

ENTENDENDO A ISO 14000 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS ENTENDENDO A ISO 14000 Danilo José P. da Silva Série Sistema de Gestão Ambiental Viçosa-MG/Janeiro/2011

Leia mais

Caixa d água Brasilit

Caixa d água Brasilit Caixa d água Brasilit Catálogo Técnico TECNOLOGIA CRFS: CIMENTO REFORÇADO COM FIO SINTÉTICO. A ALTERNATIVA SEGURA DA BRASILIT PARA A SUBSTITUIÇÃO DEFINITIVA DO AMIANTO. Seguindo uma tendência mundial,

Leia mais

Papel. Etapa 6- Esta etapa trata-se do papel sendo utilizado por seus consumidores em diversas formas, como em livros, cartas, jornais, etc.

Papel. Etapa 6- Esta etapa trata-se do papel sendo utilizado por seus consumidores em diversas formas, como em livros, cartas, jornais, etc. Ciclo de Vida Papel Há divergência quanto ao período de surgimento do papel, pois foi um processo que foi sendo desenvolvido ao longo dos anos, porém há registros deste sendo utilizado primeiramente pelos

Leia mais

Workshop Embalagem & Sustentabilidade

Workshop Embalagem & Sustentabilidade Workshop Embalagem & Sustentabilidade São Paulo/2013 Eduardo Lima Agenda Alumínio e Sustentabilidade - Conceito Embalagens de alumínio Diferenciais das embalagens de alumínio PNRS Reciclagem de alumínio

Leia mais

Visão Sustentável sobre o Desenvolvimento de Embalagens

Visão Sustentável sobre o Desenvolvimento de Embalagens Fórum Varejo Sustentável Alternativas de Embalagens no Varejo Visão Sustentável sobre o Desenvolvimento de Embalagens Eloísa E. C. Garcia CETEA / ITAL VISÃO DE SUSTENTABILIDADE Consumo Sustentável é saber

Leia mais

Soluções em Equipamentos Industriais

Soluções em Equipamentos Industriais Soluções em Equipamentos Industriais QUEM SOMOS Com atuação a nível nacional e internacional, a Jemp Equipamentos é a maior empresa brasileira na área de equipamentos industriais, acumulando uma experiência

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção

PAPEL E CELULOSE. Qualificação profissional básica Operador de Processos de Produção PAPEL E CELULOSE SENAI - AMPÉRE SENAI - APUCARANA Planejamento, Programação e Controle de Produção - PPCP SENAI - ARAPONGAS Administração de Materiais Atendimento ao Público para Vigias e Porteiros Desenvolvendo

Leia mais

"Fornecer produtos de alta qualidade, buscando sempre a satisfação de seus clientes".

Fornecer produtos de alta qualidade, buscando sempre a satisfação de seus clientes. História da Empresa: Fundada em 06 de março de 1989, a Soller Indústria Gráfica atua no mercado de impressos gráficos comerciais e rotativos. Com sua sede localizada no município de Morro da Fumaça, Santa

Leia mais

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA MADEIREIRA Desdobro Primário da Madeira

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA MADEIREIRA Desdobro Primário da Madeira PROJETO DE IMPLANTAÇÃO INDÚSTRIA MADEIREIRA Desdobro Primário da Madeira 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. Tipo e Características do solo: 1.2. Topografia: 1.3. Cobertura Vegetal: 1.4. Descrição do acesso: 1.5.

Leia mais

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011

VII Recicle CEMPRE. Ricardo Rolim. Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 VII Recicle CEMPRE Ricardo Rolim Diretor de Relações Sociambientais 08/Nov/2011 Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná

Leia mais

4-8 TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO MAIO 2015. d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP. www.feiplastic.com.br. facebook.

4-8 TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO MAIO 2015. d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP. www.feiplastic.com.br. facebook. 4-8 MAIO 2015 d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO www.feiplastic.com.br Apoio Institucional: facebook.com/feiplastic Organização e Promoção: O EVENTO Com a ampliação

Leia mais

Anexo III da Resolução n 1 da CIMGC

Anexo III da Resolução n 1 da CIMGC Anexo III da Resolução n 1 da CIMGC Projeto Nobrecel de Troca de Combustível na Caldeira de Licor Negro (Nobrecel fuel switch in black liquor boiler Project) Introdução: O objetivo deste relatório é o

Leia mais

Apresentação Geral W2E Bioenergia. Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente. www.w2ebioenergia.com.br

Apresentação Geral W2E Bioenergia. Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente. www.w2ebioenergia.com.br Apresentação Geral W2E Bioenergia Empresa Produtos Soluções Tecnologia Diferenciais Meio Ambiente 1 www.w2ebioenergia.com.br 1 - A Empresa A W2E Bioenergia foi criada em 2010 tendo como base um desafio

Leia mais

Tecnologia e Sustentabilidade

Tecnologia e Sustentabilidade Painel 2 Tecnologia e Sustentabilidade Robério Fernandes Alves de Oliveira 1 Painel 2 Tecnologia e Sustentabilidade As dimensões da sustentabilidade Econômica Social AMBIENTAL 2 Painel 2 Tecnologia e Sustentabilidade

Leia mais

Soluções Industriais do Projeto a Execução

Soluções Industriais do Projeto a Execução A Teoria Engenharia Acústica Ltda. é uma empresa que atua há mais de dez anos no mercado brasileiro disponibilizando a seus clientes soluções concebidas com a utilização de bases teóricas e sólidas e moderna

Leia mais

Manual Técnico de Coberturas Metálicas

Manual Técnico de Coberturas Metálicas Manual Técnico de Coberturas Metálicas Coberturas Metálicas Nas últimas décadas, as telhas produzidas a partir de bobinas de aço zincado, revolucionaram de maneira fundamental, a construção civil no Brasil,

Leia mais

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes

Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular. Ivanise Gomes Sustentabilidade: Segregar Resíduos Sólidos na Intervenção Cardiovascular Ivanise Gomes O que é Sustentabilidade? Prática de atividades economicamente viáveis, socialmente justas e ecologicamente corretas

Leia mais

SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 ME EPP 80,00 CURSO

SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 ME EPP 80,00 CURSO FORMATO EVENTO SINOPSE PÚBLICO CARGA- HORÁRIA PREÇO SENAI - ALIMENTOS E BEBIDAS - BOAS PRÁTICAS PARA SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO - RDC 216 80,00 SENAI - AUTOMOTIVO - MECÂNICO DE TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA 120

Leia mais

Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br

Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br Brasília,Ceilândia - DF QNM 28 Módulo B Fone: 3373-1810/7816-0019 www.recicleavida.com.br O QUE É A ASSOCIAÇÃO RECICLE A VIDA A Recicle a Vida, é uma Associação de Catadores sem fins lucrativos, de direito

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Objetivos da Aula Sistema de Gestão Ambiental 1. Sistemas de gestão ambiental em pequenas empresas Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

Relatório de Estágio Curricular III

Relatório de Estágio Curricular III 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Departamento de Engenharia Mecânica Curso de Graduação de Engenharia de Materiais Acadêmico: Henrique Schmitz Concordo com o conteúdo deste: Relatório de Estágio

Leia mais

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Sustentabilidade significa permanecer vivo. Somos mais de 7 bilhões de habitantes e chegaremos a 9 bilhões em 2050, segundo a ONU. O ambiente tem limites e é preciso fazer

Leia mais

Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais

Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais Núcleo Bradesco de Inovação Resultados da Pesquisa Inovações Ambientais Encontro CRI- MG 4 de Outubro de 2012 Apoio: Objetivo da Pesquisa Compreender como ocorrem as inovações ambientais nas empresas brasileiras;

Leia mais

RECICLAGEM MECÂNICA: CONCEITOS E TÉCNICAS

RECICLAGEM MECÂNICA: CONCEITOS E TÉCNICAS RECICLAGEM MECÂNICA: CONCEITOS E TÉCNICAS 2.1 - Algumas Definições A idéia de se aproveitar resíduos não é nova; ela tem, contudo, se estabelecido de forma expressiva, não só por razões econômicas, mas

Leia mais

CNT Brasil Gestão Ambiental

CNT Brasil Gestão Ambiental CNT Brasil Gestão Ambiental Estamos nos integrando ao sistema de gestão ambiental de nosso cliente IBM, logo, estamos realizando atividades de propagação e difusão deste programa para todos nossos parceiros

Leia mais

Apresentação Corporativa

Apresentação Corporativa O Seu Provedor de Soluções Personalizadas Apresentação Corporativa A visão corporativa Sacchelli, busca oferecer soluções completas em atendimento as mais rigorosas especificações internacionais e aos

Leia mais

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Sumário A Empresa - Petrobras A Exploração e Produção de Óleo e Gás Gestão Ambiental

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO AMBIENTAL Curtume Rusan Ltda. Edição 2015-06- 29

RELATÓRIO DE DESEMPENHO AMBIENTAL Curtume Rusan Ltda. Edição 2015-06- 29 RELATÓRIO DE DESEMPENHO AMBIENTAL Curtume Rusan Ltda Edição 2015-06- 29 MISSÃO: Conquistar e fidelizar clientes satisfazendo-os com a técnica, experiência e dinamismo da direção e dos colaboradores, produzindo

Leia mais

Energia Primária da Biomassa e Reconversão do CO₂ em Energia. Autor: Eng. Raymond Guyomarc h Palestrante: Eng. Hely de Andrade SEE BRASIL

Energia Primária da Biomassa e Reconversão do CO₂ em Energia. Autor: Eng. Raymond Guyomarc h Palestrante: Eng. Hely de Andrade SEE BRASIL Energia Primária da Biomassa e Reconversão do CO₂ em Energia Autor: Eng. Raymond Guyomarc h Palestrante: Eng. Hely de Andrade 1 Índice : 1. Matérias combustíveis utilizáveis 2. A secagem com CO₂ - SEE

Leia mais

INFLUÊNCIA DO TEOR DE FIBRAS RECICLADAS NAS PROPRIEDADES FÍSICO- MECÂNICAS DO PAPEL

INFLUÊNCIA DO TEOR DE FIBRAS RECICLADAS NAS PROPRIEDADES FÍSICO- MECÂNICAS DO PAPEL INFLUÊNCIA DO TEOR DE FIBRAS RECICLADAS NAS PROPRIEDADES FÍSICO- MECÂNICAS DO PAPEL Ana Carolina Nascimento, Jean Vinícius Moreira, Rubiane Ganascim Marques, Kelly C. Iarosz Discente do curso de Engenharia

Leia mais

EMBALAGENS DE ALIMENTOS COM FIBRA DE COCO VERDE Gilberto Alves Rodrigues

EMBALAGENS DE ALIMENTOS COM FIBRA DE COCO VERDE Gilberto Alves Rodrigues EMBALAGENS DE ALIMENTOS COM FIBRA DE COCO VERDE Gilberto Alves Rodrigues Orientadora: Prof.ª MSc. Maria Luiza de Moraes L. Padilha Co-orientadora: Esp. Susi Uhren Meira Santos Coordenador: Prof. MSc. Fernando

Leia mais

MANUAL DE INDICADORES DE DESEMPENHO AMBIENTAL (indústria gráfica)

MANUAL DE INDICADORES DE DESEMPENHO AMBIENTAL (indústria gráfica) MANUAL DE INDICADORES DE DESEMPENHO AMBIENTAL (indústria gráfica) Apresentação: Este manual foi elaborado por um grupo de especialistas, membros da Comissão de Estudo de Questões Ambientais e Segurança

Leia mais

Guia Prático Em Papelão Ondulado

Guia Prático Em Papelão Ondulado Guia Prático Em Papelão Ondulado Página 1 ÌNDICE 1 Embalagem...01 Introdução Tipos de Embalagens Embalagens de Papelão Ondulado 2 O Papelão Ondulado...02 Matéria-Prima Tipos de ondas Chapa de papelão 3

Leia mais

Guia de sustentabilidade para plásticos

Guia de sustentabilidade para plásticos Guia de sustentabilidade para plásticos Maio 2014 1 2 3 4 5 6 7 8 Introdução... 4 Contextualização dos plásticos... 6 Composição dos móveis e utensílios de plásticos...7 Requerimentos para materiais que

Leia mais

Qual é a mesa de corte Kongsberg

Qual é a mesa de corte Kongsberg Qual é a mesa de corte Kongsberg perfeita para você? Há uma mesa de corte Kongsberg adequada para cada aplicação. Um guia sobre a variedade de mesas de corte Kongsberg Introdução Há uma mesa Kongsberg

Leia mais

No mundo dos negócios, todo mundo quer causar uma boa impressão. Estratégia para os melhores resultados

No mundo dos negócios, todo mundo quer causar uma boa impressão. Estratégia para os melhores resultados No mundo dos negócios, todo mundo quer causar uma boa impressão. Estratégia para os melhores resultados Nós também queremos. A Laborprint faz de tudo para causar uma boa impressão. E não é só no papel!

Leia mais

TIPOS DE PALLETS. Imaginemos uma situação onde se precise comprar pallets para exportar em cada um, 1000 kg de papel.

TIPOS DE PALLETS. Imaginemos uma situação onde se precise comprar pallets para exportar em cada um, 1000 kg de papel. Pallets descartaveis (one way) TIPOS DE PALLETS Pallets descartáveis como a prória palavra sugere, são pallets não retornáveis ou seja, acomodam uma determinada mercadoria onde o custo do pallet está incluso

Leia mais

Soluções Inteligentes para o dia a dia

Soluções Inteligentes para o dia a dia Soluções Inteligentes para o dia a dia TELHAS TRANSLÚCIDAS 70 % transmissão de luz =$ Alta durabilidade; Não solta fibras; Melhor custo/benefício; Leveza e flexibilidade; Proteção contra raios UV (economia

Leia mais

CHAPA DE FIBRA. não é tudo igual. PROCURE O RINO.

CHAPA DE FIBRA. não é tudo igual. PROCURE O RINO. CHAPA DE FIBRA não é tudo igual. PROCURE O RINO. Madeira Ecológica Duratex O manejo ambiental é um diferencial para a Duratex, que adota as melhores práticas para alcançar alta produtividade com o mínimo

Leia mais

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues

Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar. Gizelma de A. Simões Rodrigues Gestão Ambiental Resíduo Hospitalar Gizelma de A. Simões Rodrigues SBS Hospital Sírio Libanês Instituição Filantrópica de saúde, ensino e pesquisa. Hospital de alta complexidade Matriz 172.000 m² 5.900

Leia mais

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental

Programa de Gestão. Ambiental. Cartilha. Ambiental Programa de Gestão Ambiental Cartilha Ambiental Índice Responsabilidade Ambiental 1. Responsabilidade Ambiental 2. Organograma 4. Política Ambiental 6. Coleta Seletiva Interna 12. Dicas Importantes A preocupação

Leia mais

CARTILHA DA LEI DO ENTULHO FERNANDÓPOLIS, SP ORIENTAÇÃO EM BUSCA DA CIDADANIA

CARTILHA DA LEI DO ENTULHO FERNANDÓPOLIS, SP ORIENTAÇÃO EM BUSCA DA CIDADANIA CARTILHA DA LEI DO ENTULHO FERNANDÓPOLIS, SP ORIENTAÇÃO EM BUSCA DA CIDADANIA - (17) 3463-9014 TEL. (17) 3463-1495 O CER também comercializa materiais reciclados para obra de ótima qualidade como areia,

Leia mais

DISPLAYS EMBALAGENS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV MERCADO ATUAL. são PESADAS e pouco práticas. Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO

DISPLAYS EMBALAGENS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV MERCADO ATUAL. são PESADAS e pouco práticas. Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO MERCADO ATUAL O mercado consome DISPLAYS ARAMADOS E INJETADOS PARA SUAS CAMPANHAS DE PDV Espaço RESTRITO para COMUNICAÇÃO EMBALAGENS são PESADAS e pouco práticas MERCADO ATUAL Exige mais TEMPO DE PLANEJAMENTO

Leia mais

O SISTEMA SF DE FÔRMAS

O SISTEMA SF DE FÔRMAS O SISTEMA SF DE FÔRMAS O SISTEMA SF Fôrmas: A SF Fôrmas utiliza o sistema construtivo de paredes de concreto desde a década de 1970, quando trouxe para o Brasil as primeiras fôrmas de alumínio. O SISTEMA

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes

Elevador para Cabinas Elevador para Cabinas / Montacarga Elevador para Paletes Elevador Contínuo / Elevador para Pequenos Volumes Forma Construtiva dos Transelevadores Modo de Funcionamento dos Transelevadores Sistemas de Transferência Transelevadores para Armazém Autoportante Transelevadores para Armazém Autoportante Climatizado

Leia mais

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS

CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS CAPÍTULO 10 ENERGIAS RENOVÁVEIS FONTES ALTERNATIVAS. O Sol, o vento, os mares...fontes naturais de energia que não agridem o meio ambiente. Será viável utilizá-las? A Energia renovável é aquela que é obtida

Leia mais

Invente, crie. Nós imprimimos. Ponto de venda, sinalização e personalização de frota.

Invente, crie. Nós imprimimos. Ponto de venda, sinalização e personalização de frota. Invente, crie. Nós imprimimos. Ponto de venda, sinalização e personalização de frota. A F9 é um dos mais experientes e equipados birôs de impressão digital do país. Desde os anos 90, quando a F9 foi fundada,

Leia mais

dicas sustentáveis Como crescer com práticas responsáveis

dicas sustentáveis Como crescer com práticas responsáveis dicas sustentáveis Como crescer com práticas responsáveis Um desafio que envolve você! Compartilhamos os mesmos espaços e problemas, mas também as soluções. É fundamental ter atitudes responsáveis, suprindo

Leia mais

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores Indutivos, capacitivos e ultrassônicos Sistemas de medição laser e visão industrial Cabos e conectores de campo AUTOMATION. Soluções em sensoriamento

Leia mais

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas

Avaliação de Ciclo de Vida. Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Avaliação de Ciclo de Vida Buscando as alternativas mais sustentáveis para o mercado de tintas Todo produto tem uma história Cada produto que chega às nossas mãos passa por diversos processos diferentes

Leia mais

Perfil das empresas. Porte da Empresa. Tipo de indústria. (NA) (%) Média 84 55 De 100 a 499 funcionários Grande 69 45 500 ou mais funcionários

Perfil das empresas. Porte da Empresa. Tipo de indústria. (NA) (%) Média 84 55 De 100 a 499 funcionários Grande 69 45 500 ou mais funcionários Perfil das empresas Porte da Empresa (NA) Média 84 De 00 a 499 funcionários Grande 69 4 00 ou mais funcionários 3 00 Tipo de indústria (NA) Indústria/agência de embalagens 33 Usuária de embalagens 02 67

Leia mais

Aproveitamento da Biomassa para a Geração de Energia Elétrica

Aproveitamento da Biomassa para a Geração de Energia Elétrica Geração de Energia Elétrica 1º Seminário sobre a Utilização de Energias Renováveis veis para Eletrificação Rural do Norte e Nordeste do Brasil Dr. Osvaldo Stella Martins Centro Nacional de Referência em

Leia mais

CRESCIMENTO DE VOLUME

CRESCIMENTO DE VOLUME CRESCIMENTO DE VOLUME 12% EM 2009 42 A Oxiteno iniciou 2009 com uma escala significativamente maior, como resultado do programa de investimentos em ampliação de sua capacidade produtiva conduzido nos últimos

Leia mais

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS

Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS Índice 1 INTRODUÇÂO 2 A INDÚSTRIA DO CIMENTO NO CENÁRIO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS 3 REFERÊNCIAS INTERNACIONAIS 4 2º INVENTÁRIO BRASILEIRO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA 5 PERSPECTIVAS E DESAFIOS 6

Leia mais

Engenharia Florestal. Desenvolvimento Rural

Engenharia Florestal. Desenvolvimento Rural Engenharia Florestal Desenvolvimento Rural 2/05/2010 Trabalho realizado por : Ruben Araújo Samuel Reis José Rocha Diogo Silva 1 Índice Introdução 3 Biomassa 4 Neutralidade do carbono da biomassa 8 Biomassa

Leia mais

Inovação e Tecnologia

Inovação e Tecnologia 1 Inovação e Tecnologia A Prensas Schuler instalou-se no Brasil em 1965, época de grande desenvolvimento da indústria, em particular a automotiva, assumindo imediatamente a posição ocupada até hoje: líder

Leia mais

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento

Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Seminário Sustentabilidade Os Desafios do Desenvolvimento Quem somos Ambev 4ª maior cervejaria no mundo 3ª marca mais consumida no mundo (Skol) Líder absoluto no segmento guaraná (Guaraná Antarctica) Maior

Leia mais

Atuando no mercado brasileiro, fabricando equipamentos nas áreas de caldeiraria e serralheria industrial.

Atuando no mercado brasileiro, fabricando equipamentos nas áreas de caldeiraria e serralheria industrial. Atuando no mercado brasileiro, fabricando equipamentos nas áreas de caldeiraria e serralheria industrial. A trabalha dentro de normas. Como: NBR, ASME, DIN, API e etc. Nosso galpão industrial comporta

Leia mais

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios.

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Só assim é possível identificar oportunidades de melhorias

Leia mais

Sumário. BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção para contêiner. BERMS OXIGEN Bacia de contenção para ações rápidas

Sumário. BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção para contêiner. BERMS OXIGEN Bacia de contenção para ações rápidas Sumário BCP OXIGEN Bacia de contenção de papelão 03 ECOTÊINER DE INTERIOR OXIGEN Dispositivo de prevenção de vazamentos para transporte em contêineres marítimos BAG TÊINER OXIGEN Dispositivo de prevenção

Leia mais

Ferramentas de Análise: abordagens iniciais. Gestão Ambiental

Ferramentas de Análise: abordagens iniciais. Gestão Ambiental Ferramentas de Análise: abordagens iniciais Gestão Ambiental Gestão Ambiental: por onde começar? NORTH (1992) recomenda as seguintes abordagens: Verificar o Posicionamento da empresa em relação ao desafio

Leia mais

Aspectos Tecnológicos das Fontes de Energia Renováveis (Biomassa)

Aspectos Tecnológicos das Fontes de Energia Renováveis (Biomassa) Aspectos Tecnológicos das Fontes de Energia Renováveis (Biomassa) Aymoré de Castro Alvim Filho Eng. Eletricista, Dr. Especialista em Regulação, SRG/ANEEL 10/02/2009 Cartagena de Indias, Colombia Caracterização

Leia mais

Consumo Consciente Energia Elétrica

Consumo Consciente Energia Elétrica Consumo Consciente Energia Elétrica Agosto 2010 Planeta SUSTENTABILIDADE NO CONSUMO Incentivo ao consumo responsável e consciente IMPORTÂNCIA DA ENERGIA PARA O GRUPO Compra energia elétrica de 23 concessionárias

Leia mais

Gerenciamento de Cores e Provas na Indústria de Embalagens

Gerenciamento de Cores e Provas na Indústria de Embalagens Gerenciamento de Cores e Provas na Indústria de Embalagens Desafios da Indústria de Embalagens Grande pressão de tempo e custos Exigências de Produção { O ciclo de vida dos produtos de bens de consumo

Leia mais

Projeto de Incentivo à Reciclagem

Projeto de Incentivo à Reciclagem Projeto de Incentivo à Reciclagem Boas Práticas em Meio Ambiente Apresentação: O objetivo do seguinte projeto tem a finalidade de auxiliar a implementação da Coleta Seletiva e posteriormente envio para

Leia mais