CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA"

Transcrição

1 CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente Windows 2012 Server) O software para o Call Center deverá se conectar a central telefônica através de conexão de rede TCP/IP e protocolo CSTA fase III O software para o Call Center deverá monitorar, via protocolo CSTA fase III, os seguintes dispositivos configurados na central telefônica: Ramais, Grupos, Troncos e Estacionamentos O software para o Call Center deverá ser capaz criar e gerenciar identificação de agentes para controle de acesso ao sistema. 1.5 O software para o Call Center deverá ser capaz de monitorar, via protocolo ICMP, a conexão de rede dos computadores dos agentes / posições de atendimento O software para o Call Center deverá possuir uma interface gráfica única para configuração, gerenciamento e supervisão O software para o Call Center deverá ser capaz de realizar sincronismo de dados com a central telefônica para que os dispositivos monitorados possam ser configurados automaticamente O software para o Call Center deverá ser capaz de criar diferentes perfis de acesso ao sistema para ser empregado em diferentes níveis de usuários como: supervisores, administradores, desenvolvedores, etc O software para o Call Center deverá ser capaz de se conectar simultaneamente a mais de uma central telefônica, permitindo a monitoração de dispositivos de diferentes centrais em uma mesma interface gráfica O software para o Call Center deverá permitir o cadastro de Motivos de Pausas (Produtivas e Improdutivas) para ser identificados junto as operações de 1

2 indisponibilidade dos agentes para o atendimento das chamadas encaminhadas para os grupos O software para o Call Center deverá permitir o roteamento inteligente de chamadas telefônicas, de modo flexível e configurável O software para o Call Center deverá permitir o cadastro do cliente no recebimento da chamada com no mínimo 3 opções de números telefônicos e endereço de O software para o Call Center deverá permitir o cadastro de lista negra e lista branca O software para o Call Center deverá permitir o monitoramento sigiloso durante as ligações das PAs O software para o Call Center deverá permitir comunicação via chat, entre operadoras e supervisão O software para o Call Center deverá fornecer número de protocolo de atendimento com opções de envios via SMS ou O software para o Call Center deverá permitir pesquisa de satisfação e avaliação das PAs O software para o Call Center deverá emitir relatório de relacionamento com cliente, cujo mesmo demonstre o histórico de chamadas receptivas e ativas O software para o Call Center deverá permitir a instalação de plug-in nos computadores das PAs O software para o Call Center deverá permitir o tempo de operação da supervisão O software para o Call Center deverá permitir tratar as chamadas automaticamente, fazendo com que as ligações abandonadas se tornem ligações ativas. 2

3 1.32. O software para o Call Center deverá permitir o desenho de fluxogramas, em modo totalmente gráfico, para a criação de variadas regras de roteamento inteligente de chamadas O software para o Call Center deverá permitir o acesso direto a variados bancos de dados, tanto para leitura quanto para a escrita, durante o processo de roteamento inteligente para as devidas tomadas de decisão Através do desenho do fluxo de roteamento inteligente deverá ser possível configurar o envio de mensagens de texto (SMS) e/ou o envio de s de acordo com a necessidade do cliente O software para o Call Center deverá permitir que seja adicionado em uma futura aquisição, variadas facilidades, em modo plug-in, como unidade de resposta audível (URA), gravador digital de chamadas, discador automático inteligente, entre outras soluções compatíveis com um ambiente de call center, e que estas soluções possam utilizar tecnologia VoIP (SIP) para conexão ao ambiente devendo as mesmas serem implementadas no mesmo servidor e gerenciadas através de uma única interface gráfica de usuário O software para o Call Center deverá permitir a supervisão em tempo real de todos os dispositivos e objetos monitorados do sistema, como: Ramais Grupos Agentes Circuitos (Troncos e Estacionamento) Posições de Atendimento Serviços Licenças de Uso O software de Call Center deve permitir visualizar através de um esquema de cores, o estado atual de cada dispositivo/objeto monitorado juntamente com as informações pertinentes ao dispositivo em seu estado atual. 3

4 1.38. O software de Call Center deverá apresentar diferentes relatórios, em modos resumido e detalhado, com base na análise de dados dos dispositivos e objetos monitorados Os relatórios do software para o Call Center deverão ser gerados para um ambiente de acesso via web browser, podendo ser acessados em tempo real, inclusive através de dispositivos como smartphones e/ou tablets, de qualquer lugar com acesso a internet O software para o Call Center deverá apresentar telas de visualização rápida de informações, através de web browser, contendo informações hora a hora sobre as chamadas recebidas, abandonadas, realizadas e filas de espera apresentando uma análise do nível de serviço em tempo real. Estas telas de visualização rápida de informações, assim como os relatórios, deverão poder ser acessadas através de diferentes dispositivos como smartphones e/ou tablets e de qualquer local com acesso à internet As telas de visualização rápida de informações deverão apresentar dados e estatísticas da distribuição das chamadas do dia, da semana, do mês e do ano, permitindo uma análise rápida para tomada de decisões O software para o Call Center deverá permitir a visualização em tempo real da tela dos agentes, sempre que desejado pelo usuário do software de gerenciamento. 2. CPCT 2.1. A CPCT deve possuir, no mínimo, a seguinte capacidade: E1 ISDN / R2; Tronco SIP; 08 troncos analógicos, 16 ramais analógicos; 08 ramais híbridos; CTI 4

5 2.2. A CPCT deve permitir expansão para até 284 portas; Destas: Até 128 podem ser para troncos analógicos; Até 120 podem ser para troncos digitais; Até 156 podem ser para ramais analógicos; Até 256 podem ser para ramais digitais; Até 128 podem ser para ramais IP; 2.3. A CPCT deve possuir interface/placa CTI (Computer Telephone Integration) integrada ao sistema com protocolos TAPI e CSTA para a integração com softwares externos compatíveis com os protocolos descriminados acima. A interface/placa CTI deve ser computada no valor da proposta; 2.4. A CPCT deve possuir no mínimo 256 licenças do software de integração ao PC que possibilite ao ramal: Visualizar no computador as últimas 10 ligações Permitir ao ramal consultar sua caixa postal do correio de voz pelo PC Apresentar no computador uma lista de no mínimo 10 contatos Possibilitar ao ramal fazer a ligação através PC Possibilitar a comunicação dos ramais via chat na tela do computador Integração com o Outlook da Microsoft Integração com sistema de CFTV IP 2.5. A CPCT deve possuir no mínimo 02 canais para a função de correio de voz, integrado ao sistema. O número de caixas postais deverá ser a mesma ao número de ramais; 2.6. A CPCT deve possuir no mínimo 02 canais para a função de atendimento automático, integrado ao sistema. Deverá ser possível a gravação de no mínimo 64 mensagens de atendimento; 2.7. A CPCT deverá suportar dois modos de conferência: 5

6 1º A facilidade de conferência deve suportar 04 grupos com até 08 participantes por grupo. 2º A facilidade de conferência deve permitir a criação de até 8 salas de conferência com até 32 participantes. As salas de conferência deverão ter a opção de serem criadas com senha ou sem senha A CPCT deve possuir uma porta serial tipo RS232 para manutenção local do PABX 2.9. A Matriz de comutação da CPCT deve possuir 32 bits; A CPCT deve possuir música interna e interface para música externa; A CPCT deve possibilitar a utilização da tecnologia VOIP através de placas internas, que suportem os protocolos SIP e H.323, que devem ser integradas a central telefônica e suportar no mínimo as seguintes características: Suportar QOS (Quality of Service) Suportar VAD (Voice Activity Detection) - Suportar Cancelamento de Eco - Suportar o envio de fax através do padrão T.38 - Suportar os codecs de voz padrão G.711 e G Permitir o uso de sistema de criptografia do mesmo fabricante da CPCT A CPCT deve possibilitar a utilização de aparelhos IP e softphone IP com tecnologia proprietária e SIP; Os aparelhos proprietários, digital e IP, devem permitir a utilização de handset Bluetooth, visor de no mínimo 03 linhas com 24 caracteres e 24 teclas programáveis; 6

7 2.34. A CPCT deve permitir, através de recursos de hardware e software adequados, interligação a outras CPCT do mesmo ou de outros fabricantes por meio do protocolo QSIG com sinalização por canal comun (LC), PRI/BRI; A CPCT deve possuir Rota de Menor Custo (RCL) de no mínimo 48 rotas, permitindo a escolha de forma automática, ou seja, o usuário não precisa selecionar a operadora, desde que esta esteja cadastrada na CPCT. Este aplicativo, deve também possibilitar, através da CPCT, a geração de chamadas sem a necessidade de inclusão do código de operadora; Os processos de retirada, de expansão ou de substituição de dispositivos não deverão provocar interrupções na operação e funcionamento do Equipamento (hot swap) e a expansão/substituição se dará pelo simples acréscimo/retirada de módulos ou dispositivos adicionais, exceto pela placa CPU; CPCT deve permitir o uso da tecnologia móvel digital (DECT) ou similar, através de módulos próprios, sem que seja necessária a substituição da mesma.; A CPCT deverá prover possibilidade de instalação de aparelhos tipo Wireless que operem na freqüência de 1,9GHz ou 2,4GHz com registro do aparelho no sistema e não por antena, com a simples adição de cartão específico interno ao chassi da CPCT e suas respectivas ERBs; A CPCT deve possuir a facilidade PIN (Personal Identification Number) para no mínimo 1000 registros. Essa facilidade deverá permitir que um usuário habilite através do código PIN (Personal Identification Number), todas as características de seu ramal de origem, em qualquer ponto do sistema proposto, sendo sempre bilhetado pelo seu código de origem, e não ao ramal físico onde se fez a ligação.; 7

8 2.40. O entroncamento com a rede pública, será através de Juntores Digitais Bidirecionais (30 canais), com sinalização ISDN ou R2D, cujo fornecimento será da concessionária local; A CPCT deve possibilitar o armazenamento de bilhetes em BUFFER modem interno, de no mínimo 2000 bilhetes, para que os relatórios gerenciais de tarifação ser enviados e/ou capturados de forma local e remotamente a qualquer instante; A CPCT deve possibilitar a programação de no mínimo 64 classes de serviços; A manutenção do sistema, incluindo a alteração de dados básicos, deverá ser feita de forma local e remota através do protocolo SNMP e também via rede TCP/IP; A CPCT deve ter as seguintes facilidades: Bloqueio de chamadas a cobrar DDC e DLC por ramais. Deve ser possível programar ramal para aceitar ou não ligação a cobrar Siga-me externo. Bloqueio de chamadas DDD, DDI, 0900, 900, 0300 e celular por ramais. Captura de chamadas nos ramais individuais e em grupo. Consulta e transferência; Rechamada; Acesso às facilidades CPA pública; Desvio de ramal; Intercalação de chamadas programáveis; Cadeado eletrônico; Plano de numeração flexível de no mínimo 05 dígitos; Consecutivos de ramais; 8

9 A CPCT deve suportar que seja feita a Bilhetagem automática das chamadas através da porta Ethernet integrada, não sendo aceitos nenhum tipo adaptadores. Chefe secretária; A CPCT deve permitir o registro mínimo de 1000 números para a função de discagem abreviada do sistema; A CPCT deve permitir o registro mínimo de 100 números para a função de discagem abreviada pessoal; A CPCT deve permitir o registro mínimo de 4080 números para a função de discagem rápida; Retenção e estacionamento das chamadas; Ramais HOT-LINE; Completo gerenciamento do sistema sem comprometer o tráfego e o funcionamento normal diário do sistema; Siga-me por não atendimento ou por ocupado; - O módulo controlador da CPCT deve conter um microprocessador de, no mínimo, 32-bits; - O sistema de baterias da CPCT deve ser alimentado por 3 baterias, cada qual com 12 V DC, e máximo de 28 Ah por gabinete do sistema; - O sistema deve suportar uma previsão mínima de backup interno das configurações de 7(sete) anos; 3.0. Aparelhos digitais 3.1. O display do terminal deve suportar 6 linhas de texto, cada qual com, no mínimo, 24 caracteres; 3.2. Deve possuir luz de fundo; 3.3. Deve possuir LED de indicação de mensagem em espera; 3.4. Deve possuir, sem a necessidade de módulos de teclas de expansão, 24 teclas livremente programáveis; - Deve possibilitar, no mínimo, 10 opções de escolha de melodias; 9

10 3.5. Possuir entrada para fone-de-cabeça; 3.6. Possibilitar módulo de expansão com capacidade para, no mínimo, 60 teclas livremente programáveis; 4.0 Aparelhos IP S 4.1. O display do terminal deve suportar 6 linhas de texto, cada qual com, no mínimo, 24 caracteres; 4.2. Deve possuir luz de fundo; 4.3. Deve possuir LED de indicação de mensagem em espera; 4.4. Deve possuir, sem a necessidade de módulos de teclas de expansão, 24 teclas livremente programáveis; 4.5. Deve possibilitar, no mínimo, 10 opções de escolha de melodias; 4.6. Possuir entrada para fone-de-cabeça; 4.7. Possibilitar módulo de expansão com capacidade para, no mínimo, 60 teclas livremente programáveis; 10

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul

Estado de Santa Catarina Prefeitura de São Cristóvão do Sul 1 ANEXO VII QUADRO DE QUANTITATIVOS E ESPECIFICAÇÕES DOS ITENS Item Produto Quantidade 1 Aparelhos IP, com 2 canais Sip, visor e teclas avançadas, 2 70 portas LAN 10/100 2 Servidor com HD 500G 4 GB memória

Leia mais

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa.

Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. PABX Digital PABX Muito mais do que um simples PABX. Uma solução de economia para sua empresa. O ACTIVE IP é PABX inovador que possibilita a utilização da telefonia IP e convencional garantindo eficiência

Leia mais

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente

Sistema M75S. Sistema de comunicação convergente Sistema M75S Sistema de comunicação convergente O sistema M75S fabricado pela MONYTEL foi desenvolvido como uma solução convergente para sistemas de telecomunicações. Com ele, sua empresa tem controle

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PREGÃO PRESENCIAL Nº 27/15. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Constitui objeto da presente licitação o registro de preços para implantação de sistema de telefonia digital (PABX) baseado em servidor IP, com fornecimento

Leia mais

ANEXO DEFINIÇÕES BÁSICAS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS

ANEXO DEFINIÇÕES BÁSICAS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS ANEXO DEFINIÇÕES BÁSICAS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS 1 DAS DEFINIÇÕES BÁSICAS DOS PRODUTOS E SERVIÇOS 1.1 - Terminal Fixo Comutado de Telefonia, assim entendido como terminal convencional, linha telefônica

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS (TJAM) COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO (CPL)

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS (TJAM) COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO (CPL) REFERÊNCIA Pedido de Esclarecimento ao Edital do Pregão Eletrônico nº. 028/2015, Processo Administrativo nº 27831/2013, cujo objeto é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de

Leia mais

vdt IP PBX e CONTACT CENTER

vdt IP PBX e CONTACT CENTER vdt IP PBX e CONTACT CENTER CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS Configuração Híbrida : PAs via Softphones, Telefones analógicos, Telefones IP Fax em e-maill Aúdio e Vídeo conferência Mobilidade (ramais e agentes

Leia mais

CONFIDENCIAL. São Paulo, 05 de Fevereiro de 2013.

CONFIDENCIAL. São Paulo, 05 de Fevereiro de 2013. São Paulo, 05 de Fevereiro de 2013. À Teperman At.: Vinicius Rua: Leopoldo da Cunha Lima, 235 Tel: (11) 4657-7750 vinicius.cpd@terra.com.br PROPOPOSTA COMERCIAL: CENTRAL DE PABX INTELBRAS IMPACTA A Vivo

Leia mais

Soluções convergentes em telefonia para sua empresa. Vantagens competitivas na comunicação entre você e seus clientes.

Soluções convergentes em telefonia para sua empresa. Vantagens competitivas na comunicação entre você e seus clientes. Soluções convergentes em telefonia para sua empresa. Vantagens competitivas na comunicação entre você e seus clientes. A revolução na comunicação da sua empresa. mobilidade mobilidade Voz Voz vídeo vídeo

Leia mais

sentinela A plataforma completa para segurança corporativa LINHA Interceptação Monitoração Gravação Relatórios Gestão Tarifação

sentinela A plataforma completa para segurança corporativa LINHA Interceptação Monitoração Gravação Relatórios Gestão Tarifação LINHA sentinela Interceptação Monitoração Gravação Relatórios LINHA sentinela Gestão Tarifação A plataforma completa para segurança corporativa O Sentinela é uma plataforma de segurança voltada para telefonia

Leia mais

Governo do Estado do Acre Secretaria de Estado de Planejamento Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação DTIC

Governo do Estado do Acre Secretaria de Estado de Planejamento Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação DTIC Especificações de Referência Central Telefônica Código do Objeto TOIP00008 Descrição do Objeto Central Telefônica Data da Especificação de Referência Outubro de 2013 Validade da Especificação de Referência

Leia mais

CoIPe. Telefonia com Tecnologia

CoIPe. Telefonia com Tecnologia CoIPe Telefonia com Tecnologia Qualidade de voz e mais 1.Economia 2.Integração 3.Autonomia 4.Ferramentas de Produção 5.Bilhetagem completa Recursos Fundamentais 1.Dados de Cadastro Campo com informações

Leia mais

MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA

MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA Flexibilidade e ECONOMIA A configuração da plataforma Active IP é bastante versátil. Por ser modular, o Active IP permite o uso de diferentes

Leia mais

Comunicação interligando vidas

Comunicação interligando vidas Comunicação interligando vidas APRESENTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL 1. INTRODUÇÃO O presente documento contém o projeto técnico comercial para prestação dos serviços de locação, suporte, consultorias da área

Leia mais

MODELOS XDS TRDS RDS

MODELOS XDS TRDS RDS MODELOS XDS RDS TRDS FLEXIBILIDADE Modelo Slots Troncos IP Ramais IP XDS 14 160 300 Portas TDM Portas IP Portas Total 160TIP + 300RIP 0 460 460 1 E1 + 312RA 342 0 342 2 E1 + 288RA 348 0 348 3 E1 + 264RA

Leia mais

1ª RETIFICAÇÃO PREGAO PRESENCIAL N 231 2008 CPL 05 SECGOV AQUISICAO DE CENTRAL TELEFONICA DOGITAL NOVO TERMO DE REFERÊNCIA

1ª RETIFICAÇÃO PREGAO PRESENCIAL N 231 2008 CPL 05 SECGOV AQUISICAO DE CENTRAL TELEFONICA DOGITAL NOVO TERMO DE REFERÊNCIA 1ª RETIFICAÇÃO PREGAO PRESENCIAL N 231 2008 CPL 05 SECGOV AQUISICAO DE CENTRAL TELEFONICA DOGITAL A PREGOEIRA DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CPL 05 comunica aos interessados que o Pregão acima mencionado,

Leia mais

MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA

MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA MODERNIDADE E TECNOLOGIA DE PONTA PARA A REALIDADE BRASILEIRA Pioneirismo tecnológico e FLEXIBILIDADE na migração O é uma plataforma de comunicação convergente, aderente às principais necessidades das

Leia mais

Descubra um mundo de benefícios em uma solução de comunicação corporativa.

Descubra um mundo de benefícios em uma solução de comunicação corporativa. Business Communications Server KX-NS1000 Business Communications Server O Grupo Panasonic não mede esforços para ser uma empresa inovadora ecologicamente correta com perspectiva global. Esforços ambientais

Leia mais

Plataforma Sentinela

Plataforma Sentinela Plataforma Sentinela A plataforma completa para segurança corporativa A plataforma Sentinela é a mais completa plataforma para monitoramento e interceptação em tempo real, gravação e bilhetagem de chamadas

Leia mais

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage

Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Como explorar os recursos do Asterisk Epaminondas Lage Apresentação Epaminondas de Souza Lage Epaminondas de Souza Lage popo@planetarium.com.br Formado em Engenharia Elétrica com ênfase em Sistemas Industriais

Leia mais

HiPath 1100 A melhor solução em comunicação para pequenas e médias empresas.

HiPath 1100 A melhor solução em comunicação para pequenas e médias empresas. HiPath 1100 A melhor solução em comunicação para pequenas e médias empresas. www.siemens.com.br A linha de equipamentos que proporciona à sua empresa uma solução em comunicação com qualidade e garantia

Leia mais

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR

OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR OKTOR APRESENTAÇÃO DOS PRODUTOS OKTOR fevereiro/2011 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 2 QUEM SOMOS?... 4 3 PRODUTOS... 5 3.1 SMS... 6 3.2 VOZ... 8 3.3 INFRAESTRUTURA... 12 3.4 CONSULTORIA... 14 4 SUPORTE... 14

Leia mais

HiPath 1100. Communication for the open minded. Produto Beneficiado pela Legislação de Informática

HiPath 1100. Communication for the open minded. Produto Beneficiado pela Legislação de Informática HiPath 1100 A linha de equipamentos que proporciona à sua empresa uma solução em comunicação com qualidade e garantia de economia, eficiência e agilidade no atendimento. Produto Beneficiado pela Legislação

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO LOCAÇÃO DE PABX E PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO LOCAÇÃO DE PABX E PRESTAÇÃO DE SERVIÇO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATO LOCAÇÃO DE PABX E PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 1- Introdução Este documento estabelece os requisitos técnicos, dimensionamento, características e facilidades mínimas para fornecimento

Leia mais

Apresentação Comercial

Apresentação Comercial Apresentação Comercial quem somos? Portfolio Gateways Gravador A. Telefone IP Unified Sentinela Fidelizador MGS-1E MAT-41E Linha MGA 01 porta E1 30 canais digitais R2 ou ISDN Sinalização SIP G.711 e G.729

Leia mais

Proposta para Prestação de Serviços

Proposta para Prestação de Serviços Proposta para Prestação de Serviços Implantação de uma Central Telefônica PABX ou IPBX Implantação de Link Digital E1 com 30 canais + 40 números DDR Implantação de Link de Internet Implantação de um software

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace

TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace. Guia de Funcionalidades. Versão 5.0 TACTIUM IP Guia de Funcionalidades com n-iplace Tactium Tactium IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma n-iplace Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de

Leia mais

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP

TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall. Guia de Funcionalidades. Tactium IP IP IP TACTIUM IP com Integração à plataforma Dígitro EasyCall Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

Pedido de Esclarecimento 01 PE 12/2011

Pedido de Esclarecimento 01 PE 12/2011 Pedido de Esclarecimento 01 PE 12/2011 Questionamento 1 : 20.1.1.2 - Sistema de telefonia IP ITEM 04 - Deve ser capaz de se integrar e gerenciar os gateways para localidade remota tipo 1, 2 e 3 e a central

Leia mais

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX

Guia do Usuário. Embratel IP VPBX Índice Guia do Usuário EMBRATEL IP VPBX 3 Tipos de Ramais 4 Analógicos 4 IP 4 FACILIDADES DO SERVIÇO 5 Chamadas 5 Mensagens 5 Bloqueio de chamadas 5 Correio de Voz 5 Transferência 6 Consulta e Pêndulo

Leia mais

Centrais de Comunicação Flex 1. Manual do Usuário

Centrais de Comunicação Flex 1. Manual do Usuário Centrais de Comunicação Flex 1 Manual do Usuário Utilização deste Manual Configurações de Fábrica Instalação Roteiro das Funções Básicas Funções Programações Especiais 99 Programações Especiais 98 Dados

Leia mais

HiPath 1100. Siemens Enterprise Communications

HiPath 1100. Siemens Enterprise Communications HiPath 1100 A linha de equipamentos que proporciona à sua empresa uma solução em comunicação com qualidade e garantia de economia, eficiência e agilidade no atendimento. Siemens Enterprise Communications

Leia mais

Sugestões para este manual

Sugestões para este manual CENTRAL CONECTA TABELA DE PROGRAMAÇÕES edição 01 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone: 0

Leia mais

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens

SOBRE A CALLIX. Por Que Vantagens Callix PABX Virtual SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens SOBRE A CALLIX Por Que Vantagens Por Que Callix Foco no seu negócio, enquanto cuidamos da tecnologia do seu Call Center Pioneirismo no mercado de Cloud

Leia mais

CoIPe Telefonia com Tecnologia

CoIPe Telefonia com Tecnologia CoIPe Telefonia com Tecnologia A proposta Oferecer sistema de telefonia digital com tecnologia que possibilita inúmeras maneiras de comunicação por voz e dados, integrações, recursos e abertura para customizações.

Leia mais

Serviços Prestados Infovia Brasília

Serviços Prestados Infovia Brasília Serviços Prestados Infovia Brasília Vanildo Pereira de Figueiredo Brasília, outubro de 2009 Agenda I. INFOVIA Serviços de Voz Softphone e Asterisk INFOVIA MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO INFOVIA MINISTÉRIO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA NÚMERO / DATA 03/2010 ORIGEM ER05

TERMO DE REFERÊNCIA NÚMERO / DATA 03/2010 ORIGEM ER05 1.OBJETO...2 2.JUSTIFICATIVA DA NECESSIDADE DA CONTRATAÇÃO...2 3.REQUISITOS DO OBJETO...2 4.FASES DE IMPLEMENTAÇÃO E PRAZOS... 8 1 1. OBJETO 1.1.Aquisição de 01 (uma) Central Privada de Comutação Telefônica,

Leia mais

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center.

Tactium IP. Tactium IP. Produtividade para seu Contact Center. TACTIUM IP com Integração à plataforma Asterisk Vocalix Guia de Funcionalidades 1 Independência de localização e redução de custos: o TACTIUM IP transforma em realidade a possibilidade de uso dos recursos

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A ANEXO IV

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A ANEXO IV 1 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS PARA AS POSIÇÕES DE TELEATENDIMENTOS E POSIÇÕES DE SUPERVISÃO. 1.1. As especificações técnicas descrias neste ANEXO, são destinadas aos teleatendimento telefônico e outros meios

Leia mais

A Simples IP agradece a oportunidade de apresentação desta proposta de prestação de serviços.

A Simples IP agradece a oportunidade de apresentação desta proposta de prestação de serviços. Ao INSTITUTO MATOGROSSENSE DE ALGODÃO A/C: Sr. Claudio Fone: (65) 3321-6455 claudiopozzebom@imamt.com.br PROPOSTA COMERCIAL INSTITUTO MATOGROSSENSE DO ALGODÃO Cuiabá, 18 de Setembro de 2013. 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

CGW-PX1 Gateway SIP GSM

CGW-PX1 Gateway SIP GSM Interface de conexão SIP entre PABX e rede Celular Interconecte seu PABX ou Switch SIP com a rede celular GSM O gateway CGW-PX1 é um dispositivo que interconecta seu PABX ou switch de voz com as redes

Leia mais

COMUNICAÇÃO UNIFICADA

COMUNICAÇÃO UNIFICADA COMUNICAÇÃO UNIFICADA Representante Oficial no Brasil Central Telefônica Híbrida com Tecnologia IP de ul tima geraçao. Ideal para pequenas e médias empresas que desejam interligar seus escritórios ou trabalhar

Leia mais

ANEXO I REQUISITOS TÉCNICOS OBRIGATÓRIOS

ANEXO I REQUISITOS TÉCNICOS OBRIGATÓRIOS ANEXO I REQUISITOS TÉCNICOS OBRIGATÓRIOS 1. Infra-Estrutura A CONTRATADA será responsável por todas as instalações físicas, incluindo nesta relação os serviços de manutenção e toda a estrutura necessária

Leia mais

Placa Acessório Modem Impacta

Placa Acessório Modem Impacta manual do usuário Placa Acessório Modem Impacta Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa Modem é um acessório que poderá ser utilizado em todas as centrais

Leia mais

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex.

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex. Caro Cliente, Algumas facilidades deste PABX não estarão disponíveis para alteração de sua programação, ou seja, devem ser utilizadas da forma que sai de fábrica. São elas: - Tabela de Prefixos - nesta

Leia mais

CONTROLADOR CENTRAL P25 FASE 1 CAPACIDADE MÍNIMA PARA CONTROLAR 5 SITES

CONTROLADOR CENTRAL P25 FASE 1 CAPACIDADE MÍNIMA PARA CONTROLAR 5 SITES CONTROLADOR CENTRAL P25 FASE 1 CAPACIDADE MÍNIMA PARA CONTROLAR 5 SITES O sistema digital de radiocomunicação será constituído pelo Sítio Central, Centro de Despacho (COPOM) e Sítios de Repetição interligados

Leia mais

Qando falamos em VOIP

Qando falamos em VOIP Disc-OS, o SoftPABX tropicalizado Asterisk à moda brasileira CAPA Voltada para o mercado brasileiro, a distribuição Disc-OS veio para diminuir a linha de aprendizagem e facilitar a instalação do Asterisk

Leia mais

Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93 alterada

Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93 alterada IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO DE COMPRAS - 8º ANDAR. TOMADA

Leia mais

MICRO PABX 10040/16064

MICRO PABX 10040/16064 MICRO PABX 10040/16064 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO edição 04 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone:

Leia mais

MICRO PABX 4015/6020

MICRO PABX 4015/6020 MICRO PABX 4015/6020 MANUAL DE OPERAÇÃO edição 06 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone: 0

Leia mais

EVOLUÇÃO CONSTANTE. XIP-220 Lite. www.digistar.com.br

EVOLUÇÃO CONSTANTE. XIP-220 Lite. www.digistar.com.br EVOLUÇÃO CONSTANTE XIP-220 Lite www.digistar.com.br LINHA PME ESCOLHA A MELHOR OPÇÃO ENTRE FUNCIONALIDADES, PORTE E FLEXIBILIDADE. XIP-220 Lite (E) (62 portas) A Linha PME é a melhor opção para empresas

Leia mais

Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral

Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral Gravador Digital SUPER MONITOR Descrição Geral Documento confidencial Reprodução proibida 1 Introdução Em um mundo onde as informações fluem cada vez mais rápido e a comunicação se torna cada vez mais

Leia mais

Arquitetura da Plataforma All-in-one da GenNex

Arquitetura da Plataforma All-in-one da GenNex Arquitetura da Plataforma All-in-one da GenNex 1. Descrição Geral A plataforma all-in-one desenvolvida pela GenNex Telecom não é baseada em Asterisk, mas sim, fruto de um projeto próprio onde todos os

Leia mais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais

Série SV8000 UNIVERGE 360. UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Série SV8000 UNIVERGE 360 UNIVERGE 360 - Unificando as Comunicações Empresariais Tudo a ver com mudança E estar preparado para ela Com UNIVERGE360 você estabelece a direção. O ambiente de trabalho está

Leia mais

Necessidade de otimizar o atendimento no edifício sede.

Necessidade de otimizar o atendimento no edifício sede. Código de Classificação: 13.02.01.15 TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO: Constitui objeto do presente termo a aquisição de Central Telefônica com previsão de expansão, fornecimento de aparelhos digitais,

Leia mais

PRÁTICOS E EFICIENTES, OS MICRO PABX GERAM ECONOMIA, FAZENDO SEU NEGÓCIO EVOLUIR.

PRÁTICOS E EFICIENTES, OS MICRO PABX GERAM ECONOMIA, FAZENDO SEU NEGÓCIO EVOLUIR. PRÁTICOS E EFICIENTES, OS MICRO PABX GERAM ECONOMIA, FAZENDO SEU NEGÓCIO EVOLUIR. Telefonia com qualidade, economia,baixa manutenção e simplicidade de que você precisa. Nunca foi tão SIMPLES aliar economia,

Leia mais

APÊNDICE VIII. Especificação de Soluções de Gestão e Apoio à Operação

APÊNDICE VIII. Especificação de Soluções de Gestão e Apoio à Operação APÊNDICE VIII Especificação de Soluções de Gestão e Apoio à Operação MARÇO DE 2016 1 21 Índice 1 Especificação de Soluções de Gestão e Apoio à Operação...3 1.1 Sistema Telefônico PABX... 3 1.2 Software

Leia mais

Tarifação on-line Documentação básica

Tarifação on-line Documentação básica » Produtos / Tarifação on-line Software tarifador de chamadas telefônicas para Centrais Privadas de Comutação Telefônica (CPCT/PABX) com interface WEB. Com o crescente impacto dos custos de telefonia nos

Leia mais

CENTRAL PABX 141 Digital

CENTRAL PABX 141 Digital CENTRAL PABX 141 Digital Guia do Usuário Versão para internet 0.1/04 intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, Km 210 - Área Industrial São José - Santa Catarina - Brasil - CEP:

Leia mais

MICRO PABX 4015/6020

MICRO PABX 4015/6020 MICRO PABX 4015/6020 MANUAL DE PROGRAMAÇÃO edição 06 para internet intelbras Indústria de Telecomunicação Eletrônica Brasileira BR 101, km 210 Área Industrial São José (SC) Brasil - CEP: 88104-800 Fone:

Leia mais

1.5 Em caso do conflito entre estes documentos e a presente especificação, prevalecem as especificações dos documentos.

1.5 Em caso do conflito entre estes documentos e a presente especificação, prevalecem as especificações dos documentos. ANEXO I ANEXO I - TERMO DE REFERÊNCIA 1- ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GERAIS 1.1 O presente Termo de Referência trata de contratação de empresa especializada para o fornecimento de solução completa de telefonia

Leia mais

QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 013/2015

QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 013/2015 QUESTIONAMENTOS NO ÂMBITO DO PE 013/2015 Questionamento 01 Do TR - O sistema de Contact Center deverá ser composto de solução de telefonia comutada, do tipo PABX digital, temporal, controlada por programa

Leia mais

Serviço Corporativo de Telefonia IP

Serviço Corporativo de Telefonia IP Universidade Federal de Santa Catarina Pró-Reitoria de Planejamento Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação Departamento de Tecnologia da Informação e Redes Serviço

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 004/2007. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 14:00 horas do dia 28 de novembro de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 004/2007. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 14:00 horas do dia 28 de novembro de 2. 1 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL COM 24 HS DE ANTECEDENCIA SOB PROTOCOLO NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001 - DEPTO

Leia mais

Manual do Radioserver

Manual do Radioserver Manual do Radioserver Versão 1.0.0 Alex Farias (Supervisão) Luiz Galano (Comercial) Vinícius Cosomano (Suporte) Tel: (011) 9393-4536 (011) 2729-0120 (011) 2729-0120 Email: alex@smartptt.com.br suporte@smartptt.com.br

Leia mais

Suporte Técnico de Vendas

Suporte Técnico de Vendas Suporte Técnico de Vendas Telefonia básica Hoje vivemos a sociedade da informação. A rede de telecomunicações desempenha papel fundamental na vida moderna. História das Telecomunicações Em 1876, o escocês

Leia mais

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS

REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS REDE IP WAVENET INFRA-ESTRUTURA MULTISERVIÇOS IP WIRELESS TÓPICOS - INTRODUÇÃO - HISTÓRICO - INTERNET PONTO A PONTO - INTERNET PONTO MULTIPONTO - TECNOLOGIA WI-MESH - REDE MULTISERVIÇOS IP - CASOS PRÁTICOS

Leia mais

Contact@Net 300. Contact@Net 300 é uma poderosa Solução para Centrais de Atendimento (Call Center) totalmente integrada ao SOPHO is3000.

Contact@Net 300. Contact@Net 300 é uma poderosa Solução para Centrais de Atendimento (Call Center) totalmente integrada ao SOPHO is3000. Contact@Net 300 Com o objetivo de maximizar a interação com o cliente, otimizar o serviço prestado e gerar novas receitas, várias empresas estão investindo cada vez mais em centrais de atendimento, dedicando

Leia mais

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas

Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas Telefonia IP na UFSC Experiências e Perspectivas BoF VoIP Experiências de Perspectivas RNP, Rio de Janeiro, 22 Agosto 2011 Edison Melo SeTIC/UFSC PoP-SC/RNP edison.melo@ufsc.br 1 Histórico Serviço VoIP4All

Leia mais

ESCLARECIMENTO IV EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 883/2014

ESCLARECIMENTO IV EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 883/2014 ESCLARECIMENTO IV EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº. 883/2014 O SESI/SENAI-PR, através de sua Comissão de Licitação, torna público o ESCLARECIMENTO IV referente ao edital de licitação acima relacionado,

Leia mais

Soluções de comunicação integrada para telefonia TDM e IP

Soluções de comunicação integrada para telefonia TDM e IP SOPHO is3000 Soluções de comunicação integrada para telefonia TDM e IP Benefícios Soluções de comunicação híbrida para telefonia TDM e IP Convergência de voz e dados em uma plataforma de alto desempenho

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO I - UTILIZAÇÃO DESTE MANUAL...17

ÍNDICE CAPÍTULO I - UTILIZAÇÃO DESTE MANUAL...17 2-08 1 2-08 Manual do Usuário Utilização deste Manual Configurações de Fábrica Instalação Funções Básicas Funções Programações Especiais 99 Programações Especiais 98 Dados Técnicos 2-08 3 ÍNDICE CAPÍTULO

Leia mais

NGP 822. FXS, FXO e GSM. Visão frontal. 4 ou 8 ramais. 0, 1 ou 2 interfaces celulares. 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas. Automação e segurança

NGP 822. FXS, FXO e GSM. Visão frontal. 4 ou 8 ramais. 0, 1 ou 2 interfaces celulares. 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas. Automação e segurança NGP 822 FXS, FXO e GSM Visão frontal 4 ou 8 ramais 0, 1 ou 2 interfaces celulares 0, 1 ou 2 interfaces de linhas alógicas Automação e segurança Interface Web LEDs de status do equipamento e das interfaces

Leia mais

MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS.

MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS. MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. PROTEJA MELHOR OS PABXS DA SUA EMPRESA CONTRA FRAUDES E EVITE PREJUÍZOS. MANUAL DE PREVENÇÃO E SEGURANÇA DO USUÁRIO DO PABX. Caro cliente, Para reduzir

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Você conectado ao mundo com liberdade APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL > ÍNDICE Sobre a TESA 3 Telefonia IP com a TESA 5 Portfólio de produtos/serviços 6 Outsourcing 6 Telefonia 7 Web

Leia mais

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link:

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link: YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

SISTEMA DE CAPTURA, ARMAZENAMENTO E ANÁLISE DE VOZ

SISTEMA DE CAPTURA, ARMAZENAMENTO E ANÁLISE DE VOZ SISTEMA DE CAPTURA, ARMAZENAMENTO E ANÁLISE DE VOZ 1. ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO Entende-se por SISTEMA DE CAPTURA, ARMAZENAMENTO E ANÁLISE DE VOZ o conjunto de componentes físicos e lógicos (hardware e software)

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Call Rec (Hardware) 6.0 Instalando o Software Call Rec 7.0 Configuração do Software Call

Leia mais

Guia do usuário Placa VoIP

Guia do usuário Placa VoIP Guia do usuário Placa VoIP Versão 02/07 Caro usuário, Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. A Placa VoIP é um acessório que poderá ser utilizado em todas as

Leia mais

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows

Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Software de Tarifação para centrais PABX e ambiente Windows Um tarifador fácil de usar e poderoso. Com o tarifador STI Windows Atenas você poderá controlar os gastos com telefone, reduzir custos e otimizar

Leia mais

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1

Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 Manual de Operação e Instalação do Sistema de Gravação Telefônica Rec All E1 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface do gravador Rec

Leia mais

Especificação de Referência Central Telefônica Híbrida

Especificação de Referência Central Telefônica Híbrida Especificação de Referência Central Telefônica Híbrida Código do Material Descrição do Material Aplicação do Material Data da Especificação de Referência Validade da Especificação de Referência Central

Leia mais

Comparativo de soluções para comunicação unificada

Comparativo de soluções para comunicação unificada Comparativo de soluções para comunicação unificada Bruno Mathies Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 Resumo Este artigo tem com objetivo

Leia mais

HiPath 3000. Uma solução em comunicação que traz agilidade e proteção ao seu investimento. www.hipath.com

HiPath 3000. Uma solução em comunicação que traz agilidade e proteção ao seu investimento. www.hipath.com HiPath 3000 Uma solução em comunicação que traz agilidade e proteção ao seu investimento. www.hipath.com HiPath 3000 O fator chave de sucesso é a qualidade de atendimento aos seus clientes. Você precisa

Leia mais

Corp 16000. Versão deste manual: 0.1/06

Corp 16000. Versão deste manual: 0.1/06 Corp 16000 Versão deste manual: 0.1/06 Caro Usuário A Central Corp 16000 foi desenvolvida, para atender a dezesseis linhas e sessenta e quatro ramais, configurando assim a sua capacidade máxima. Esta central

Leia mais

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail;

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

SIEMENS. euroset line 16. Manual de Instruções

SIEMENS. euroset line 16. Manual de Instruções SIEMENS euroset line 16 Manual de Instruções Apresentação: A partir de agora você tem a seu serviço o sistema "euroset line 16", que permitirá tornar ainda mais eficiente a sua comunicação telefônica.

Leia mais

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011

LGW4000 Labcom Media Gateway. Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway Labcom Media Gateway Apresentação Geral 10/11/2011 LGW4000 Labcom Media Gateway LGW4000 é um Media Gateway desenvolvido pela Labcom Sistemas que permite a integração entre

Leia mais

Introdução à voz sobre IP e Asterisk

Introdução à voz sobre IP e Asterisk Introdução à voz sobre IP e Asterisk José Alexandre Ferreira jaf@saude.al.gov.br Coordenador Setorial de Gestão da Informática CSGI Secretaria do Estado da Saúde SES/AL (82) 3315.1101 / 1128 / 4122 Sumário

Leia mais

Pense soluções. Lembre Leucotron

Pense soluções. Lembre Leucotron Pense soluções. Lembre Leucotron Resultados da Lei de Informática Lúcia Paixão e Dilson Frota Orientação para o desenvolvimento A Leucotron sempre foi orientada para o desenvolvimento. A Lei de Informática

Leia mais

All rights reserved 2005, Alcatel

All rights reserved 2005, Alcatel ALCATEL OmniPCX Office All rights reserved 2005, Alcatel Preparado para o futuro Um verdadeiro servidor de comunicações Uma solução de convergência inovadora, destinada às PMEs, que oferece em um único

Leia mais

A EMPRESA SOLUÇÕES CORPORATIVAS SOLUÇÕES PARA OPERADORAS. Wholesale. Servidores SIP. Flat Fixo Brasil em CLI. IPBX Segurança e economia

A EMPRESA SOLUÇÕES CORPORATIVAS SOLUÇÕES PARA OPERADORAS. Wholesale. Servidores SIP. Flat Fixo Brasil em CLI. IPBX Segurança e economia A EMPRESA A ROTA BRASIL atua no mercado de Tecnologia nos setores de TI e Telecom, buscando sempre proporcionar às melhores e mais adequadas soluções aos seus Clientes. A nossa missão é ser a melhor aliada

Leia mais

Terminal IP NPT11. Powered by

Terminal IP NPT11. Powered by Terminal IP NPT11 Powered by Mesa de Operações Financeiras O NEOPATH é uma plataforma de comunicação integrada desenvolvida para atender as necessidades de comunicação das Mesas de Operações Financeiras

Leia mais

IP Phone Series IPS 300. 3 linhas. Conexão Gigabit Ethernet. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice. Suporte a PoE (Power Over Ethernet)

IP Phone Series IPS 300. 3 linhas. Conexão Gigabit Ethernet. LCD de 128 x 64 pixels. HD Voice. Suporte a PoE (Power Over Ethernet) IPS 300 IP Phone Series IPS 300 3 linhas Conexão Gigabit Ethernet LCD de 128 x 64 pixels HD Voice Suporte a PoE (Power Over Ethernet) A nova geração de Telefones IP inteligentes da Khomp, foi desenvolvida

Leia mais

Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020. Manual de Operação

Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020. Manual de Operação Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020 Manual de Operação Micro PABX Intelbras 2010 4015 6020 Manual de Operação Versão 1.0 Maio/1998 Linha Direta Com Você 0800482767 Endereço: BR 101 - Km 212 - Área Industrial

Leia mais

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex.

Caro Cliente, IMPORTANTE. - Este PABX não poderá ser instalado como subsistema de outro PABX ou Centrex. Caro Cliente, Algumas facilidades deste PABX não estarão disponíveis para alteração de sua programação, ou seja, devem ser utilizadas da forma que sai de fábrica. São elas: - Tabela de Prefixos - nesta

Leia mais

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware)

1.0 Apresentação. 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 1.0 Apresentação 2.0 O que é o produto? 3.0 Do que é composto? 4.0 Como funciona? 5.0 Instalando a interface da Rec-All mono (Hardware) 6.0 Instalando o Software Rec-All mono 7.0 Configuração do Software

Leia mais

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2

Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 Manual de usuário MaxDialer Versão 1.0.2 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. LOGIN... 3 3. Cadastro... 3 3.1. Máquinas... 4 3.2. Tipo Telefone... 5 3.3. Feriados... 6 3.4. Campanhas... 7 3.5. Usuários... 16

Leia mais