bsi. ISO 9001 Gestão da Qualidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "bsi. ISO 9001 Gestão da Qualidade"

Transcrição

1 Acoplamentos de grades elásticas Acoplamentos de engrenagem Acoplamentos elásticos bsi. ISO 9001 Gestão da Qualidade INDÚSTRIA BRASILEIRA FS Acoplamentos

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

= = η ϕ = Fator de demanda A demanda varia durante um dia, de acordo com a atividade diária da indústria. = = Fator de simultaneidade

Leia mais

CORRENTES. A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais.

CORRENTES. A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais. CORRENTES Definição A transmissão por corrente de rolo é um meio altamente eficiente e versátil para transmitir potência mecânica em aplicações industriais. A corrente de rolo é tão flexível como as correias

Leia mais

SKF Power transmission products

SKF Power transmission products SK Power transmission products Conteúdo 5 47 Correias 6 Correias estreitas lisas ISO 10 Correias clássicas lisas Correias estreitas lisas ANSI 16 Correias estreitas dentadas ISO 18 Correias clássicas dentadas

Leia mais

Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para

Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para Atuando desde 1981 (mil novecentos e oitenta e um), a Henfel fabrica caixas para rolamentos, acoplamentos hidrodinâmicos e flexíveis, e hidrovariadores de velocidade, produtos destinados a atender os mais

Leia mais

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Linha de Saneamento. Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica.

MISSÃO POLÍTICA EQUIPE COMERCIAL. Linha de Saneamento. Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. LINHA DE SANEAMENTO 2015 MISSÃO Desenvolvimento de soluções na área de medição e distribuição de energia elétrica e hidráulica. VISÃO Ser referência de qualidade na área de medição e distribuição de energia

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AD, consiste em dois flanges simétricos inteiramente usinados, pinos de aço com superfícies retificadas e buchas amortecedoras de borracha nitrílica à prova

Leia mais

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes

4 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes 3 Resultados Gerais para Pontes Rolantes e seus Componentes Este capítulo apresenta os resultados gerais obtidos para duas pontes rolantes de áreas distintas da empresa, a ponte rolante 6 e a 2 (risco

Leia mais

w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR

w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR w w w. h e n f e l. c o m. b r HIDROVARIADOR CH-0509-BR Introdução Fundada em 1981, a HENFEL Indústria Metalúrgica Ltda. é uma tradicional empresa do setor mecânico / metalúrgico, fornecedora de Caixas

Leia mais

Rexnord Visão Geral & Mercado Brasileiro

Rexnord Visão Geral & Mercado Brasileiro Rexnord Visão Geral & Mercado Brasileiro 2014 Rexnord - Visão Geral e Mercado Brasileiro Rexnord num relance Vendas Líquidas FY 13: $2.0 billion Processo & Control de Movimento (PMC) FY 13 Vendas Líquidas:

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS O acoplamento ACRIFLEX AC é composto por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas fixadas aos cubos através de um flange aparafusado.

Leia mais

INDÚSTRIA DO PETRÓLEO E GÁS

INDÚSTRIA DO PETRÓLEO E GÁS APLICAÇÕES DE PERFIS PULTRUDADOS INDÚSTRIA DO PETRÓLEO E GÁS Palestrante : Carlos Viegas Apoio O QUE É UM COMPÓSITO ROVING CONTÍNUO RESINA POLIESTER VINIL ESTER FENOLICA EPOXI MANTA DE FIBRA DE VIDRO VÉU

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 PROVA DE PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO METAL-MECÂNICA

PROCESSO SELETIVO DO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2015 PROVA DE PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO METAL-MECÂNICA PROVA DE PROCESSOS DE TRANSFORMAÇÃO METAL-MECÂNICA Um metal deforma-se plasticamente segundo a curva Y = 400 + 700 e 0,4. Deseja-se trefilar um fio circular deste metal do diâmetro inicial 8 mm, promovendo

Leia mais

DISCIPLINA GESTÃO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Instrumentos de Gestão Ambiental Empresarial

DISCIPLINA GESTÃO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL. Instrumentos de Gestão Ambiental Empresarial FACULDADE NOVO MILÊNIO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL PROFESSORA CAMILA VIDAL DISCIPLINA GESTÃO AMBIENTAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL Instrumentos de Gestão Ambiental Empresarial Introdução As empresas são

Leia mais

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte

2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte 2.12- Criação/Implantação de Processo de Garantia da Qualidade para Empresas de Software de Pequeno Porte O MPS.BR tem como foco, ainda que não exclusivo, atender a micro, pequenas e médias empresas de

Leia mais

A Gestão da Qualidade dos Serviços Sociais A Norma IS0 9001 como referencial para a qualidade das instituições sociais

A Gestão da Qualidade dos Serviços Sociais A Norma IS0 9001 como referencial para a qualidade das instituições sociais A Gestão da Qualidade dos Serviços Sociais A Norma IS0 9001 como referencial para a qualidade das instituições sociais Sandra Feliciano Seminário: Modelos da Qualidade aplicáveis às Respostas Sociais Centro

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Nem sempre as unidades geradoras

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA - INFRAERO Superintendência Regional de São Paulo - SRSP

EMPRESA BRASILEIRA DE INFRA ESTRUTURA AEROPORTUÁRIA - INFRAERO Superintendência Regional de São Paulo - SRSP Pneu Superelástico 6,50 X 10. Pneus superelástico com 03 (três tipos de terreno, permitir eficiente dissipação de calor.. Àrea 1 2610 0098461 seguindo as normas: iso 2883 / 2878, af t47-i32. Fabricante:

Leia mais

PORTFOLIO DE PRODUTOS

PORTFOLIO DE PRODUTOS PORTFOLIO DE PRODUTOS QUEM SOMOS A Power Transmission Industries do Brasil (PTI), é a empresa líder no mercado brasileiro de acionamentos mecânicos que representa as marcas PTI, WDS, Transmotécnica e PTI

Leia mais

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção

Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque. Limitadores de torque Autogard Guia de seleção Visão geral do Guia de seleção do limitador de torque Limitadores de torque Guia de seleção Limitadores de torque Há mais de 80 anos, a tem sido líder no setor de proteção contra sobrecargas em equipamentos,

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Gestão Aplicada a SST Segurança e Saúde do Trabalho COMPETÊNCIAS QUE TRABALHAREMOS NESTE MÓDULO Conhecer e saber aplicar os principais conceitos

Leia mais

Engrenagens III. A máquina de uma empresa se quebrou. O. Conceituação. Características e cálculos de engrenagem com dentes helicoidais

Engrenagens III. A máquina de uma empresa se quebrou. O. Conceituação. Características e cálculos de engrenagem com dentes helicoidais A U A UL LA Engrenagens III Introdução A máquina de uma empresa se quebrou. O mecânico de manutenção foi chamado. Depois de desmontá-la, identificou o defeito: a engrenagem helicoidal estava quebrada.

Leia mais

Nova Grade Curricular de Relações Internacionais. Primeiro Período. Introdução às Relações Internacionais História das Relações Internacionais I

Nova Grade Curricular de Relações Internacionais. Primeiro Período. Introdução às Relações Internacionais História das Relações Internacionais I Nova Grade Curricular de Primeiro Período Introdução às História das Política I Teoria Macroeconômica I Antropologia I Introdução à Filosofia Segundo Período História das I Economia Política História do

Leia mais

Redutores de Roda 7 HPA 11HPA CW12. Máquinas abrangentes: - BOXER HIDROSTÁTICO: Boxer Hidrostático, tanque de 2000 litros, Redutor 7 HPA.

Redutores de Roda 7 HPA 11HPA CW12. Máquinas abrangentes: - BOXER HIDROSTÁTICO: Boxer Hidrostático, tanque de 2000 litros, Redutor 7 HPA. 3 Redutores de Roda 7 HPA 11HPA CW12 Máquinas abrangentes: - BOXER HIDROSTÁTICO: Boxer Hidrostático, tanque de 2000 litros, Redutor 7 HPA. - PARRUDA MA 3027 HS : Parruda Hidrostática, tanque de 3000 litros

Leia mais

ÍNDICE BOMBAS HIDRÁULICAS...04 CILINDROS HIDRÁULICOS...05 TRANSMISSÕES EATON / CLARK...06. Série Leve - Série reforçada...06 Série multiplicada...

ÍNDICE BOMBAS HIDRÁULICAS...04 CILINDROS HIDRÁULICOS...05 TRANSMISSÕES EATON / CLARK...06. Série Leve - Série reforçada...06 Série multiplicada... ÍNDICE BOMBAS HIDRÁULICAS...04 CILINDROS HIDRÁULICOS...05 TRANSMISSÕES EATON / CLARK...06 Série Leve - Série reforçada...06 Série multiplicada...07 TRANSMISSÕES EATON FULLER RT...14 Série multiplicada...14

Leia mais

Linha Amanco Biax. Amanco Biax. Linha. Soluções Amanco. Tripla Certificação. Soluções Amanco LINHA AMANCO BIAX. Soluções Amanco

Linha Amanco Biax. Amanco Biax. Linha. Soluções Amanco. Tripla Certificação. Soluções Amanco LINHA AMANCO BIAX. Soluções Amanco úde ualidade gurança 2007 :2008 LINHA AMANCO BIAX S O L U Ç Õ E S Tripla Certificação A Amanco Brasil é comprometida com a qualidade, sendo a única empresa fabricante de tubos e conexões do Brasil a ter

Leia mais

Calculando RPM. O s conjuntos formados por polias e correias

Calculando RPM. O s conjuntos formados por polias e correias A U L A Calculando RPM O problema O s conjuntos formados por polias e correias e os formados por engrenagens são responsáveis pela transmissão da velocidade do motor para a máquina. Geralmente, os motores

Leia mais

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes

SISTEMA ELÉTRICO. Bateria 64 Ah. Giro da lança Esquerda: 50 / Direita: 80. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes CX80 MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado, intercooler Cilindros 4 Deslocamento 2,2 l (2.189 cm 3 ) Diâmetro x Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível eletrônica Filtro

Leia mais

EQUIPAMENTOS ROTATIVOS

EQUIPAMENTOS ROTATIVOS 1 INTRODUÇÃO EQUIPAMENTOS ROTATIVOS O objetivo da presente apostila é prestar informações mínimas, a nível técnico, sobre os principais equipamentos rotativos utilizados na indústria de petróleo e petroquímica.

Leia mais

Automatizadores Sistema DC

Automatizadores Sistema DC 2 A Atron é uma marca jovem do grupo Atriumdesign que atua á mais de duas décadas no segmento de construção, decoração e engenharia, da qual fabrica portas especiais e também importa ferragens de altíssima

Leia mais

Linha Industrial. Soluções Rexnord ÍNDICE. Soluções em Acoplamentos. Acoplamentos Omega Acoplamentos Omega HSU. Correntes de Engenharia

Linha Industrial. Soluções Rexnord ÍNDICE. Soluções em Acoplamentos. Acoplamentos Omega Acoplamentos Omega HSU. Correntes de Engenharia www.rexnord.com.br vendassl@rexnord.com.br Soluções Rexnord Linha Industrial ÍNDICE Soluções em Acoplamentos Acoplamentos Omega Acoplamentos Omega HSU Correntes de Engenharia Pronto atendimento Rexnord:

Leia mais

www.chavesgold.com.br

www.chavesgold.com.br CITROEN MANUAL DE INSTRUÇÕES www.chavesgold.com.br ES0028 Carga 013 PROCEDIMENTOS POCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO PARA POR FABRICANTE VERIFICAÇÃO LINHA CITROEN - BERLINGO PROCEDIMENTO PARA VERIFICAÇÃO -

Leia mais

PINOFLEX-NP 2009/01 ACOPLAMENTO HIDRODINÂMICO CONTRA-RECUOS DENFLEX - NVD DISCFLEX EMBREAGENS INDUSTRIAIS FLEXOMAX G FLEXOMAX GBN FLEXOMAX GSN

PINOFLEX-NP 2009/01 ACOPLAMENTO HIDRODINÂMICO CONTRA-RECUOS DENFLEX - NVD DISCFLEX EMBREAGENS INDUSTRIAIS FLEXOMAX G FLEXOMAX GBN FLEXOMAX GSN ACOPLAMENTO HIDRODINÂMICO CONTRARECUOS DENFLEX NVD DISCFLEX EMBREAGENS INDUSTRIAIS FLEXOMAX G FLEXOMAX GBN FLEXOMAX GSN PINOFLEXNP SPEFLEX N VULBRAFLEX VB VULKARDAN E VULMEX 2009/01 GENERALIDADES Os acoplamentos

Leia mais

CPIC BRASIL. CPIC/Fiberglass Presentation. Uma Nova Marca no Mercado do Brasil com 20 Anos de Experiência

CPIC BRASIL. CPIC/Fiberglass Presentation. Uma Nova Marca no Mercado do Brasil com 20 Anos de Experiência CPIC BRASIL CPIC/Fiberglass Presentation Uma Nova Marca no Mercado do Brasil com 20 Anos de Experiência Histórico CPIC Fiberglass 2011 Planta CPIC BRASIL 2010 Capacidade 520.000T 2009 Vidro TM Alto Módulo

Leia mais

Equipos Parenterais e Enterais para Bomba de Infusão Infusomat Compact. Catálogo

Equipos Parenterais e Enterais para Bomba de Infusão Infusomat Compact. Catálogo Equipos Parenterais e Enterais para Bomba de Infusão Infusomat Compact Catálogo Intrafix Compact AIR (441700P) Equipos não fotossensíveis para infusão de soluções parenterais em bombas de infusão 6 Conector

Leia mais

Bombas Combinadas de Engrenamento Externo Tipo AZPFF e AZPFFF

Bombas Combinadas de Engrenamento Externo Tipo AZPFF e AZPFFF RP 11440D/03.05 Substitui: 10.03 Bombas Combinadas de Engrenamento Externo Tipo AZPFF e AZPFFF Tamanhos Nominais 002 até 022 Pressão máxima até 250 bar (conforme TN) Bomba combinada Tipo AZPFFF Índice

Leia mais

ISO/IEC 17799-27001. Clauzio Cleber Hugo Azevedo Roger

ISO/IEC 17799-27001. Clauzio Cleber Hugo Azevedo Roger ISO/IEC 17799-27001 Clauzio Cleber Hugo Azevedo Roger ISO/IEC 17799-27001 ISO: Organização de Padronização Internacional: ISO 9001 e 14001; IEC: Comissão Eletrotécnica Internacional: IEC 60950-1 (ITE:

Leia mais

8 Informação Importante, Tabelas e Dimensionais

8 Informação Importante, Tabelas e Dimensionais Possíveis combinações.1 Possíveis combinações Estrutura das tabelas Estas tabelas mostram as possíveis combinações dos redutores e motores (freio) CA. Os dados a seguir são indicados para cada combinação,

Leia mais

EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO BRIQUETE EQUIPAMENTOS: EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE.

EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO BRIQUETE EQUIPAMENTOS: EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE. EQUIPAMENTOS FABRICAÇÃO DE BRIQUETE. 1 SUMARIO 1.1 Sistema de exaustão... 3 1.2 Moega de carvão... 6 1.3 Redler 1... 7 1.4 Moinho de martelos... 8 1.5 Rosca transportadora embaixo do moinho de martelos...

Leia mais

TUBOS DE PRFV. Conteúdo e Objetivos PARTE 1. Conceituação de Material Compósito. Processos de Fabricação. Produto e Aplicações

TUBOS DE PRFV. Conteúdo e Objetivos PARTE 1. Conceituação de Material Compósito. Processos de Fabricação. Produto e Aplicações TUBOS DE PRFV Conteúdo e Objetivos PARTE 1 Conceituação de Material Compósito Processos de Fabricação Produto e Aplicações Vantagens e Vocação dos Tubos de PRFV PARTE 2 Controle de qualidade Informações

Leia mais

TOLERÂNCIAS E AJUSTES (SISTEMA ISO) NBR 6158

TOLERÂNCIAS E AJUSTES (SISTEMA ISO) NBR 6158 TOLERÂNCIAS E AJUSTES (SISTEMA ISO) NBR 6158 GENERALIDADES O sistema ISO de tolerâncias e ajustes é relativo às tolerâncias para dimensões de peças uniformes e os ajustes correspondem a sua montagem. Para

Leia mais

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!!

Introdução. Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! D I S T R I B U I D O R Introdução Bem vindo, ao mundo dos automatizadores para portas de enrolar!!! A NEW AUTOMATIZADORES atua no mercado nacional há 1 ano, distribuindo para todo Brasil e America Latina.

Leia mais

Itens com * somente vendidos no KIT. Preço e prazo de entrega somente mediante solicitação.

Itens com * somente vendidos no KIT. Preço e prazo de entrega somente mediante solicitação. LISTA DE PEÇAS LISTA DE PEÇAS SEPARADOR S655 Nº Código Descrição Quantidade 1 Carcaça 1 2 * Porca sextavada normal DIN 934 / M8 12 3 * Arruela lisa DIN 125 / M8 12 4 * Parafuso DIN 939 / M8 x 25 12 5

Leia mais

Uma empresa admitiu três operários para o

Uma empresa admitiu três operários para o A UU L AL A Blocos-padrão Uma empresa admitiu três operários para o setor de ferramentaria. Os operários eram mecânicos com experiência. Mas, de Metrologia, só conheciam o paquímetro e o micrômetro. Por

Leia mais

O QUE FAZEMOS? Lubrificação na Quantidade Correta e com Confiabilidade!

O QUE FAZEMOS? Lubrificação na Quantidade Correta e com Confiabilidade! O QUE FAZEMOS? Lubrificação na Quantidade Correta e com Confiabilidade! PRODUZINDO Sistemas Automáticos de Lubrificação Sistemas de Circulação de Fluidos Falhas em Rolamentos Instalação 17,7% Manuseio

Leia mais

FIXAÇÃO EIXO-EIXO ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS PMR 2201 1. FUNÇÕES:

FIXAÇÃO EIXO-EIXO ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS ACOPLAMENTOS PMR 2201 1. FUNÇÕES: PMR 2201 FIXAÇÃO EIXO-EIXO 1. FUNÇÕES: Permitir a montagem, desmontagem e/ou manutenção de equipamentos Compensar e/ou absorver desalinhamentos entre eixos Absorver ou isolar vibrações e choques Permitir

Leia mais

INDÚSTRIA MECÂNICA COM SOLUÇÕES EM FABRICAÇÃO DE PEÇAS E EQUIPAMENTOS

INDÚSTRIA MECÂNICA COM SOLUÇÕES EM FABRICAÇÃO DE PEÇAS E EQUIPAMENTOS INDÚSTRIA MECÂNICA COM SOLUÇÕES EM FABRICAÇÃO DE PEÇAS E EQUIPAMENTOS USINAGEM MÉDIA E PESADA CALDEIRARIA MÉDIA E PESADA NAVAL, HÉLICES, EIXOS E EQUIPAMENTOS DE CONVÉS FUNDIÇÃO E CENTRIFUGAÇÃO DE AÇO INOXIDÁVEIS

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS. Roçadeiras de Arrasto SP 1800 TF SP 3400 TF

CATÁLOGO DE PEÇAS. Roçadeiras de Arrasto SP 1800 TF SP 3400 TF CATÁLOGO DE PEÇAS Roçadeiras de Arrasto SP 00 TF SP 3400 TF ÍNDICE PÁGINA - - - - DO PRODUTO Roçadeira de Arrasto Inroda MOD - SP 00 TF Lista de peças Roçadeira de Arrasto Inroda MOD - SP 3400 TF Lista

Leia mais

4 pólos (n = 1800 rpm) 8 pólos (n = 900 rpm) 1,5 2,2 3,0 3,7 4,4 5,5 7,5 9,2 11,0 15,0 18,5 22,0 30,0 37,0 45,0 55,0 75,0 92,0 110,0

4 pólos (n = 1800 rpm) 8 pólos (n = 900 rpm) 1,5 2,2 3,0 3,7 4,4 5,5 7,5 9,2 11,0 15,0 18,5 22,0 30,0 37,0 45,0 55,0 75,0 92,0 110,0 VULBRAFLEX VB GENERALIDADES O VULBRAFLEX é um acoplamento flexível e torcionalmente elástico. Sua flexibilidade permite desalinhamentos radiais, axiais e angulares entre os eixos acoplados e ainda, sendo

Leia mais

ANEXO. carcaça externa da embreagem 8483.60.90. carcaça inferior do acelerador (para veículos de 8714.19.00

ANEXO. carcaça externa da embreagem 8483.60.90. carcaça inferior do acelerador (para veículos de 8714.19.00 ANEXO I- PARTES E PEÇAS FUNDIDAS NCM alavanca da embreagem do guidão, de alumínio 8714.19.00 alavanca do freio dianteiro do guidão, de alumínio 8714.19.00 alça lateral direita 8714.19.00 alça lateral esquerda

Leia mais

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C

Concreto e Agregados CATÁLOGO DE PRODUTOS. Pág. 1. Seção C I-3001 PRENSA HIDRÁULICA MANUAL 100T COM 1 MANÔMETRO NBR NM-ISO 7500-1; NBR 12767, 7680, 5739; DNER-ME091; MN 101 PALAVRA-CHAVE: Prensa, Corpos de Prova, compressão, tração, flexão, diametral Prensa manual

Leia mais

A primeira fase da normalização

A primeira fase da normalização U L A A primeira fase da normaização A partir do momento em que o homem entra na era industria e inicia a produção em massa, isto é, a fabricação de um mesmo produto em grande quantidade, surge uma grande

Leia mais

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container

Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo. Engate de Container Manual de Montagem, Operação, Manutenção e Reparo Engate de Container Março / 2005 O Engate de Container tem como função principal, promover o acoplamento de implementos rodoviários com containers para

Leia mais

MEDIDORES ROTATIVOS MEDIDOR 1450-40 E ACESSÓRIOS

MEDIDORES ROTATIVOS MEDIDOR 1450-40 E ACESSÓRIOS MEDIDORES ROTATIVOS MEDIDOR 1450-40 E ACESSÓRIOS IMPORTANTE FORNECER O NÚMERO DE SÉRIE E MODELO DO EQUIPAMENTO. AS PEÇAS DEVERÃO SER REQUISITADAS DE ACORDO COM ESTE MANUAL DE PARTES MONTAGEM DE CONJUNTO

Leia mais

Acoplamentos de grade Falk Steelflex

Acoplamentos de grade Falk Steelflex Catálogo de acoplamentos de grade Faça o download das versões mais atualizadas em www.rexnord.com Acoplamentos de grade Falk Steelflex (métrico) Índice Description Página Guia de aplicação de acoplamento

Leia mais

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva

GB ECO Solutions. especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL. Reuso e Aproveitamento de Água da Chuva GB ECO Solutions especialista em soluções ambientais para um PLANETA SUSTENTÁVEL GB ECO Solutions www.gb-ecosolutions.com.br info@gb-ecosolutions.com.br + 55 11 4702-4619 Cotia/SP Sistemas de Remediação

Leia mais

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO

CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO CATÁLOGO DE PEÇAS DE REPOSIÇÃO EMPILHADEIRA RETRÁTIL MAIO / 2008 (revisado em 11/2009) ÍNDICE INTRODUÇÃO... CHASSI E COMPONENTES 1... ESTEIRA PORTA MANGUEIRAS... SUPORTE DA BATERIA... LIGAÇÃO DO FREIO...

Leia mais

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa

Velocidade da oscilação. Comprimento do chassi Bitola da esteira Número de roletes. Esteira Lubrificada com graxa CX75SR MIDIESCAVADEIRA MOTOR Modelo Tipo Cilindros Isuzu AU-4LE2X 4 tempos, turboalimentado Intercooler 4 cilindros em linha Deslocamento 2,2 L (2.189 m 3 ) Diâmetro/Curso 85 x 96 mm Injeção de combustível

Leia mais

Controle de vibração significa a eliminação ou a redução da vibração.

Controle de vibração significa a eliminação ou a redução da vibração. Quais são os métodos mais utilizados para controle de vibrações? Defina um absorvedor de vibração? Qual é função de um isolador de vibração? Por que um eixo rotativo sempre vibra? Qual é a fonte da força

Leia mais

SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES

SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES SISTEMAS AUXILIARES DOS MOTORES 1. SISTEMA DE VÁLVULAS 2. SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO 3. SISTEMA DE ARREFECIMENTO 4. SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 5. SISTEMA ELÉTRICO SISTEMA DE VÁLVULAS Responsável pelo fechamento

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX MN CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência a abrasão.

Leia mais

Spandeck. Pasarelas y sistemas de plataformas QUALITY & STRENGTH YOU CAN TRUST

Spandeck. Pasarelas y sistemas de plataformas QUALITY & STRENGTH YOU CAN TRUST Pasarelas y sistemas de plataformas QUALITY & STRENGTH YOU CAN TRUST SPANDECK é uma ponte de passadiço em alumínio de peso reduzido, plataforma de trabalho e sistema de andaimes numa unidade versátil.

Leia mais

Procedimentos para seleção de Redutores... 4

Procedimentos para seleção de Redutores... 4 CATÁLOGO Especificações Gerais Redutores e Motoredutores a Coroa e Rosca Sem Fim... 3 Procedimentos para seleção de Redutores... Tabela para escolha de classi ficação das cargas e fator de serviço... Linha

Leia mais

Acoplamentos flexíveis Acoplamentos de engrenagens

Acoplamentos flexíveis Acoplamentos de engrenagens Acoplamentos flexíveis Acoplamentos de engrenagens A Antares é o único fabricante nacional de acoplamentos flexíveis* certificado com ISO9001:2000. Com sede em Caxias do Sul (RS), a Antares elegeu como

Leia mais

Tecnologia Eletromecânica. Atuadores eletromecânicos

Tecnologia Eletromecânica. Atuadores eletromecânicos Tecnologia Eletromecânica Atuadores eletromecânicos 3 de junho de 2014 Parker Eletromecânica Entendendo as necessidades do cliente Gerenciamento do Projeto Analise do Sistema Aceite dos Parametros de teste

Leia mais

LISTAS DE MATERIAIS 4

LISTAS DE MATERIAIS 4 C:\DOCUMENTS AND SETTINGS\MAISA.SENHA\DESKTOP\SAA\04 LISTA DE MATERIAIS.DOC 4 CONTROLE INTERNO Data JAN/08 Nº Folhas 51 Folhas Rev. Responsável Daniela Verificação Aprovação Histórico Revisão 0 1 2 3 4

Leia mais

(1) CARCAÇA / CILINDRO (1) CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL Ref Descrição T50F T70F T100F Qtd 1 BUJÃO DO CARTER K170F0101 2 2 ARRUELA DO BUJÃO

(1) CARCAÇA / CILINDRO (1) CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL Ref Descrição T50F T70F T100F Qtd 1 BUJÃO DO CARTER K170F0101 2 2 ARRUELA DO BUJÃO () CARCAÇA / CILINDRO () CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL Ref Descrição T50F T70F T00F Qtd BUJÃO DO CARTER K70F00 2 2 ARRUELA DO BUJÃO K70F002 2 3 RETENTOR K70F003 K86F003 4 BLOCO DO CILINDRO K70F004

Leia mais

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE.

CARROS DE MÃO. Compre Produtos Certificados. Na Equipleva todos os equipamentos cumprem com as diretivas da CE. Carros de Mão Carros Ligeiros com Plataforma Carros para Cargas Médias/Elevadas Carros Armário com e sem Prateleiras Carros com Banca de Trabalho Carros de Apoio à Industria Carros de Reboque Carros para

Leia mais

Introdução. elementos elásticos

Introdução. elementos elásticos A U A UL LA Introdução aos elementos elásticos Introdução Os motoristas de uma empresa de transportes discutiram com o gerente um problema que vinham enfrentando. De tanto transportarem carga em excesso,

Leia mais

(1) CARCAÇA / CILINDRO (1) CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL

(1) CARCAÇA / CILINDRO (1) CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL () CARCAÇA / CILINDRO () CARCAÇA / CILINDRO MOTORES DIESEL T00F/TD5500SGE/TD600C(E)/CS/CX(E)/TD7000CX(E)/S BUJÃO DO CARTER K70F00 ARRUELA DO BUJÃO K70F00 3 RETENTOR K70F003 K86F003 4 BLOCO DO CILINDRO

Leia mais

I- Sumário Executivo (Laboratório de Ensaios Mecânicos)

I- Sumário Executivo (Laboratório de Ensaios Mecânicos) Escopo de Serviços I- Sumário Executivo (Laboratório de Ensaios Mecânicos) A SCiTec aparece como uma empresa de base tecnológica apta para prestar serviços de forma integrada com o setor empresarial. Constituída

Leia mais

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor

Pesquisa ISO 9001 Percepção dos compradores em relação aos seus fornecedores. - 2012 - Dplad/Dgcor Percepção dos compradores em relação - 2012 - Dplad/Dgcor OBJETIVO Conhecer a percepção das pessoas que atuam na área de compra de uma empresa quanto ao desempenho de seus fornecedores. TIPO DE PESQUISA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. EDITAL DE PREGÃO ELETRONICO Nº. 008/2010-svp RETIFICAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. EDITAL DE PREGÃO ELETRONICO Nº. 008/2010-svp RETIFICAÇÃO EDITAL DE PREGÃO ELETRONICO Nº. 008/2010-svp RETIFICAÇÃO A Prefeitura Municipal de Santa Vitória do Palmar, leva ao conhecimento dos interessados que o Edital de PREGÃO ELETRONICO PARA REGISTRO DE PREÇOS

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE E A NORMALIZAÇÃO Enga. Inês Laranjeira da Silva Battagin Superintendente do ABNT/CB-18

A SUSTENTABILIDADE E A NORMALIZAÇÃO Enga. Inês Laranjeira da Silva Battagin Superintendente do ABNT/CB-18 Pré-Fabricação: O Contexto Habitacional e a Sustentabilidade A SUSTENTABILIDADE E A NORMALIZAÇÃO Enga. Inês Laranjeira da Silva Battagin Superintendente do ABNT/CB-18 27 de agosto de 2009 ISO = International

Leia mais

Didática Bosch Rexroth

Didática Bosch Rexroth Didática Bosch Rexroth 2 Introdução A Divisão Service da Bosch Rexroth oferece ao mercado a sua linha didática. Sempre preocupada com a qualificação técnica do profissional brasileiro, oferece à indústria

Leia mais

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos ACRIFLEX AG são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre eles, de borracha sintética de elevada resistência

Leia mais

Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul

Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul Normas Técnicas SWP Safe Working Periods General overhaul 21 21 Demag Cranes & Components 2012 NR18 Desde de dezembro de 2011 a norma NR18 foi revisada no item 18.14.1 e aplica-se também a equipamentos

Leia mais

Soluções de conexão em aço inoxidável

Soluções de conexão em aço inoxidável Soluções de conexão em aço inoxidável www.legris.com A egris onnectic oferece diversas soluções em aço inoxidável, desenvolvidas para uma resistência excelente aos ambientes e fluidos agressivos/corrosivos.

Leia mais

Dureza de materiais metálicos

Dureza de materiais metálicos Dureza de materiais metálicos Podemos considerar a dureza de um material de engenharia como sendo a propriedade mecânica de resistir à penetração ou riscamento na sua superfície. No caso dos materiais

Leia mais

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA)

ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA) ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CR (COM CRUZETA) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX CR são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre

Leia mais

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS)

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS) ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX GR (COM GARRAS) CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX GR são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido cinzento, e um elemento elástico alojado entre

Leia mais

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN

ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN ACOPLAMENTOS ELÁSTICOS MADEFLEX MSN CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX MSN são compostos por dois cubos simétricos de ferro fundido nodular, e um elemento poliuretano alojado entre eles

Leia mais

Mineração de cobre Visão Geral. Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre

Mineração de cobre Visão Geral. Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre Mineração de cobre Visão Geral Produtos e soluções de transmissão de potência para minas de cobre Escolha a Rexnord para ajudá-lo a fornecer hoje o cobre de amanhã Da compra e instalação ao monitoramento

Leia mais

Características Básicas de Sistemas Distribuídos

Características Básicas de Sistemas Distribuídos Motivação Crescente dependência dos usuários aos sistemas: necessidade de partilhar dados e recursos entre utilizadores; porque os recursos estão naturalmente em máquinas diferentes. Demanda computacional

Leia mais

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação

Acoplamento. Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, Conceito. Classificação A U A UL LA Acoplamento Introdução Uma pessoa, ao girar o volante de seu automóvel, percebeu um estranho ruído na roda. Preocupada, procurou um mecânico. Ao analisar o problema, o mecânico concluiu que

Leia mais

CANAIS DE DRENAGEM D.I.Y. MARKET. 3 Metros de linha de drenagen. feita por si mesmo GARAGEM WATER CONVEYING SISTEMS

CANAIS DE DRENAGEM D.I.Y. MARKET. 3 Metros de linha de drenagen. feita por si mesmo GARAGEM WATER CONVEYING SISTEMS CANAIS DE DRENAGEM D.I.Y. MARKET 3 Metros de linha de drenagen feita por si mesmo GARAGEM WATER CONVEYING SISTEMS O 4all è equipado com: Pack Garagem CODIGO 613001: 3 4all canais 100/70 + 3 4 all A15 grelhas

Leia mais

Qualidade na Confecção dos Uniformes Andréia Garcia MISSÃO Criar moda para o mercado corporativo através de uniformes adequados e modernos para identificar, padronizar e promover a marca da empresa cliente.

Leia mais

Bipartida Axialmente

Bipartida Axialmente Linha BP BI-PARTIDA ROTOR DE DUPLA SUCÇÃO Bipartida Axialmente Soluções em Bombeamento INTRODUÇÃO Neste catálogo estão descritos todos os modelos de bombas da linha BP de nossa fabricação. Nele constam

Leia mais

Elementos de Máquinas

Elementos de Máquinas Professor: Leonardo Leódido Sumário Correias e Polias Correntes Definição Polia: São peças cilíndricas, movimentadas pela rotação do eixo do motor e pelas correias. Correias: É o elemento da máquina que,

Leia mais

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102

ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira ELEMENTOS ORGÂNICOS DE MÁQUINAS II AT-102 Dr. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br INTRODUÇÃO: Estes elementos estão presentes

Leia mais

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06

REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 m a n u a l REBITADEIRA HIDROPNEUMÁTICA RF06 1 2 ÍNDICE Rebitadeira Hidropneumática RF06... 04 Características da ferramenta... 04 Recomendações... 05 Especificações de regulagem... 06 Manutenção... 12

Leia mais

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54

INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Junho/2015 INFORMATIVO DE APLICAÇÃO 410.97.54 Reparo do Gancho do Regulador 7139 754G AGORA DISPONÍVEL PARA VENDA AVULSA PRODUTO: 410.97.54 PRODUTO: 410.97.54 Alteração: Além da venda no reparo 410.59.19,

Leia mais

Introdução. Mudanças na forma de utilizar

Introdução. Mudanças na forma de utilizar Introdução Para você que já possuía e já conhecia os produtos Modelix, existe uma novidade na área de mecânica. Agora as polias Modelix evoluíram e, ao invés de serem de metal e com furo redondo, elas

Leia mais

NOSSA IDENTIDADE. Certificados de Qualidade ISO 9001 ISO TS 149 69 ISO 14001 2013 GRUPO ARNTZ OPTIBELT

NOSSA IDENTIDADE. Certificados de Qualidade ISO 9001 ISO TS 149 69 ISO 14001 2013 GRUPO ARNTZ OPTIBELT OPTIBELT NOSSA IDENTIDADE Fundada em 1872 Sede principal em Höxter Gmbh Representada a nivel mundial con 7 fábricas Mais de 3.000 trabalhadores 20 centros logísticos 27 delegações próprias Certificados

Leia mais

CD18R00 GAMA SANICOL CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS

CD18R00 GAMA SANICOL CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS GAMA SANICOL CATÁLOGO TÉCNICO TUBOS ÍNDICE 1. Generalidades... 3 2. Características Gerais da Tubagem... 3 3. Características Hidráulicas... 4 4. Características Geométricas... 4 5. Transporte e Armazenamento...

Leia mais

Flexsteel Correias Transportadoras com Cabos de Aço

Flexsteel Correias Transportadoras com Cabos de Aço Flexsteel Correias Transportadoras com Cabos de Aço Correias Transportadora Flexsteel Catálogo Brasil 2015 2 Flexsteel Correias Transportadoras com Cabos de Aço Mercados > Mineração > Cimenteiras > Carboníferas

Leia mais

NCP ULTRANORMA BOMBA CENTRÍFUGA HORIZONTAL. Características construtivas: Principais aplicações

NCP ULTRANORMA BOMBA CENTRÍFUGA HORIZONTAL. Características construtivas: Principais aplicações BOMBA CETRÍFUGA ORIZOTAL CP ULTRAORMA Características construtivas: - Construída conforme as normas DI e ISO * - Altura de recalque de a mca - Rotação e trabalho - / rpm - Sistema de desmontagem "back-pull-out"

Leia mais

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 2 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação

Leia mais