Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo"

Transcrição

1

2 Um Bom Começo: Conhecer a Questão do Autismo Conceito Incidência Causas do Autismo Manifestações mais comuns O espectro de manifestações autistas Como é feito o diagnóstico de autismo Instrumentos para diagnosticar o autismo Técnicas de comunicação com Crianças Autistas

3 Síndrome de Asperger Apresentação Critérios para diagnóstico Intervenções e tratamento A criança com Síndrome de Asperger Algumas orientações para professores, educadores e cuidadores

4 Aspectos Históricos do Autismo Descrito 1943 por Leo Kanner. Distúrbios Autísticos do Contato Afetivo KANNER Descrito em 1944 por Hans Asperger Psicopatologia Autística da Infância ASPERGER

5 CONCEITO Autismo é uma síndrome definida por alterações presentes desde idades muito precoces, tipicamente antes dos três anos de idade, e que se caracteriza sempre por desvios qualitativos na comunicação, na interação social e no uso da imaginação (Mello, 2004). TRÍADE DO AUTISMO (*) síndrome - s.f. (gr. Syndrome) Conjunto dos sintomas que caracterizam uma doença (**) (**) Doença - s.f. (lat. Dolentia, dor). Alteração da saúde que comporta um conjunto de caracteres definidos como causa, sinais, sintomas e evolução; mal, moléstia enfermidade. Fonte: Dicionário da Língua Portuguesa - Larousse Cultural.

6 INCIDÊNCIA Um estudo canadense afirma que 1 a cada 1000 nascimento teria autismo e duas vezes mais frequente no sexo masculino (Bryson e col., 1988). Segundo a Autism Society of America a incidência é de 1 a cada 500 crianças, ou 2 casos a cada 1000 nascimentos (ASA, 1999). Segundo o Centers for Disease Control and Prevention, o o autismo afetaria de 2 até 6 pessoas em cada 1000, isto é, poderia afetar até 1 pessoa em cada 166 e seria quatro vezes maior no sexo masculino (CDC, s/d).

7 O autismo não difere em etnias, classes sociais ou credos. Isaac Newton Albert Einstein

8 MOZART Carece de informações SÓCRATES Carece de informações

9 Charles Darwin Michelangelo

10 Stanley Kubrick Andy Warhol

11 Gary Numan Bobby Fischer

12 Bill Gates Mark Zuckerberg

13 CAUSAS DO AUTISMO Causas desconhecidas; Anormalidades cerebrais; Origem Genética Relação com gestação e parto; Frieza e rejeição materna correntes exclusivas;

14 MANIFESTAÇÕES MAIS COMUNS Normalidade anterior aos sintomas; Relação com eventos familiares causando regressão; Criança excessivamente calma e sonolenta; Choro sem consolo; Não gosta de contatos afetivos; Relaciona-se pouco com o ambiente;

15 MANIFESTAÇÕES MAIS COMUNS Não manifestam contato ocular ou em um período muito curto; Movimentos estereotipados; Gosto restrito a alimentos e dificuldades de sono; 30% dos casos ocorrem epilepsia;

16 O ESPECTRO DE MANIFESTAÇÕES AUTÍSTICAS Dificuldade de comunicação Caracterizada pela dificuldade em utilizar com sentido todos os aspectos da comunicação verbal e não verbal. Isto inclui gestos, expressões faciais, linguagem corporal, ritmo e modulação na linguagem verbal. Ecolalia Imediata ou Tardia

17

18 O ESPECTRO DE MANIFESTAÇÕES AUTÍSTICAS Dificuldade de socialização Este é o ponto crucial no autismo, e o mais fácil de gerar falsas interpretações. Significa a dificuldade em relacionar-se com os outros, a incapacidade de compartilhar sentimentos, gostos e emoções e a dificuldade na discriminação entre diferentes pessoas. Dificuldade de imitar e compreender fatos pela perspectiva do outro.

19 O ESPECTRO DE MANIFESTAÇÕES AUTÍSTICAS Dificuldade de socialização Se caracteriza por rigidez e inflexibilidade e se estende às várias áreas do pensamento, linguagem e comportamento da criança. Isto pode ser exemplificado por comportamentos obsessivos e ritualísticos, compreensão literal da linguagem, falta de aceitação das mudanças e dificuldades em processos criativos. Fixação em assuntos incomuns a idade. Ritualismo.

20

21

22 Como é feito o diagnóstico de autismo O autismo não apresenta um marcador biológico. X-frágil (FMR1); Fenilcetonúria hidroxilase); (Fenilananina Esclerose tuberosa (tumor cerebral);

23 Instrumentos para diagnosticar o autismo Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial de Saúde (CID-10); Manual de Diagnóstico e Estatística de Doenças Mentais da Academia Americana de Psiquiatria(DSM-IV) No Reino Unido, também é bastante utilizado o CHAT (Checklist de Autismo em Bebês, desenvolvido por Baron-Cohen, Allen e Gillberg, 1992)

24 SÍNDROME DE ASPERGER Características comuns Atraso na fala antes dos 5 anos; Dificuldades na linguagem, Linguagem pedante e rebuscada, Ecolalia ou repetição de palavras ou frases ouvidas de outros, Voz pouco emotiva e sem entonação. Interesses restritos;

25 Presença de habilidades incomuns Cálculos de calendário; Memorização de mapas; Cálculos matemáticos completos; Ouvido musical absoluto; Incapacidade de interpretar mentiras, metáforas, ironias e frases de duplo sentido; Dificuldades no uso do olhar, expressões faciais, gestos e movimentos corporais como comunicação não verbal.

26

27 Critérios para diagnóstico Observação do comportamento ASPERGER INTELIGÊNCIA PRESERVADA NÃO HÁ ATRASO NA FALA DSM-IV AUTISMO VARIAÇÃO SUPERDOTADO/RETARDO COMUMENTE COM FALA ATRASADA DSM-IV, CHAT, CID-10 AS OUTRAS CARACTERÍSTICAS SE ASSEMELHAM

28 TEACCH* - Tratamento e educação para crianças autistas e com distúrbios correlatos da comunicação Desenvolvido pela Universidade da Carolina do Norte. Método TEACCH utiliza uma avaliação chamada PEP-R (Perfil Psicoeducacional Revisado). O TEACCH se baseia na organização do ambiente físico através de rotinas - organizadas em quadros, painéis ou agendas - e sistemas de trabalho, de forma a adaptar o ambiente para tornar mais fácil para a criança compreendê-lo, assim como compreender o que se espera dela. Dr. Eric Schoppler

29

30 ABA* - Análise aplicada do comportamento Utiliza-se do método da recompensa. A repetição é um ponto importante neste tipo de abordagem, assim como o registro exaustivo de todas as tentativas e seus resultados. Desvantagem: Método robotizado e caro. * Applied Behavior Analysis

31

32 PECS* - Sistema de comunicação através da troca de figuras O PECS foi desenvolvido para ajudar crianças e adultos com autismo e com outros distúrbios de desenvolvimento a adquirir habilidades de comunicação. O PECS visa ajudar a criança a perceber que através da comunicação ela pode conseguir muito mais rapidamente as coisas que deseja, estimulandoa assim a comunicar-se, e muito provavelmente a diminuir drasticamente problemas de conduta. * Picture Exchange Communication System

33

De acordo com estudos recentes o autismo é mais freqüente em pessoas do sexo masculino.

De acordo com estudos recentes o autismo é mais freqüente em pessoas do sexo masculino. 1 AUTISMO Autismo é um distúrbio do desenvolvimento que se caracteriza por alterações presentes desde idade muito precoce, com impacto múltiplo e variável em áreas nobres do desenvolvimento humano como

Leia mais

O DIAGNÓSTICO DOS TRANSTORNOS DO ESPECTRO DO AUTISMO TEA

O DIAGNÓSTICO DOS TRANSTORNOS DO ESPECTRO DO AUTISMO TEA 1 MARIA ELISA GRANCHI FONSECA Psicóloga Mestre em Educação Especial UFSCAR TEACCH Practitioner pela University of North Carolina USA Coordenadora de Curso INFOCO FENAPAES UNIAPAE Coordenadora CEDAP APAE

Leia mais

COMUNICACÃO FALA E LINGUAGEM

COMUNICACÃO FALA E LINGUAGEM COMUNICACÃO FALA E LINGUAGEM AUTISMO De acordo com o DSM-V o Autismo é um transtorno de desenvolvimento que geralmente aparece nos três primeiros anos de vida e compromete as habilidades de comunicação

Leia mais

Inclusão Escolar do Aluno Autista. Módulo 1 - Introdução

Inclusão Escolar do Aluno Autista. Módulo 1 - Introdução Inclusão Escolar do Aluno Autista Módulo 1 - Introdução O Que é AUTISMO? Autismo é um conjunto de sintomas (síndrome) que p e r t e n c e à c a t e g o r i a d o s t r a n s t o r n o s d e neurodesenvolvimento.

Leia mais

Autismo e Aprendizagem

Autismo e Aprendizagem Autismo e Aprendizagem O termo autismo origina-se do grego autós, que significa de si mesmo. Foi empregado pela primeira vez pelo psiquiatra suíço Bleuler, em 1911, que buscava descrever a fuga da realidade

Leia mais

TEA Módulo 3 Aula 2. Processo diagnóstico do TEA

TEA Módulo 3 Aula 2. Processo diagnóstico do TEA TEA Módulo 3 Aula 2 Processo diagnóstico do TEA Nos processos diagnósticos dos Transtornos do Espectro Autista temos vários caminhos aos quais devemos trilhar em harmonia e concomitantemente para que o

Leia mais

Definição e Histórico. Avaliação, Diagnóstico e Intervenção no TEA Módulo 1

Definição e Histórico. Avaliação, Diagnóstico e Intervenção no TEA Módulo 1 + Definição e Histórico Avaliação, Diagnóstico e Intervenção no TEA Módulo 1 + Autismo Nome criado por Eugen Bleuler em 1911 Dementia Praecox ou Grupo da Esquizofrenias Termo extraído dos estudos sobre

Leia mais

SÍNDROME DE ASPERGER

SÍNDROME DE ASPERGER Philipe Machado Diniz de Souza Lima CRM 52.84340-7 Psiquiatra Clínico Psiquiatra da Infância e Adolescência Atuação: CAPSI Maurício de Sousa Matriciador em Saúde Mental AP3.3 SÍNDROME DE ASPERGER Síndrome

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO EDUCACIONAL TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO DEFINIÇÃO Os alunos da área dos Transtornos Globais do Desenvolvimento apresentam

Leia mais

AUTISMO MITOS, REFLEXÕES E ATUALIDADES KLIGIEL V. B. DA ROSA. NEUROPEDIATRA.

AUTISMO MITOS, REFLEXÕES E ATUALIDADES KLIGIEL V. B. DA ROSA. NEUROPEDIATRA. AUTISMO MITOS, REFLEXÕES E ATUALIDADES KLIGIEL V. B. DA ROSA. NEUROPEDIATRA. Conceito É uma patologia vasto quadro clínico com déficits neurocomportamentais e cognitivos e padrões repetitivos de comportamentos

Leia mais

Conhecendo o Aluno com TGD

Conhecendo o Aluno com TGD I - [FICHA DE AVALIAÇÃO SOBRE O ALUNO COM TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO] Usar letra de forma Os alunos com Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD) são aqueles que apresentam alterações qualitativas

Leia mais

Processo Diagnóstico: CID/DSM/Diagnóstico Diferencial. Módulo 3: Aspectos Diagnósticos

Processo Diagnóstico: CID/DSM/Diagnóstico Diferencial. Módulo 3: Aspectos Diagnósticos + Processo Diagnóstico: CID/DSM/Diagnóstico Diferencial Módulo 3: Aspectos Diagnósticos + Processo Diagnóstico do TEA Suspeita dos pais/cuidadores/professores Avaliação médica e não-médica (escalas de

Leia mais

Autismo Rede Biomédica de Informações

Autismo Rede Biomédica de Informações Autismo Rede Biomédica de Informações DSM-IV Critérios, Transtornos Invasivos do Desenvolvimento 299.00 Transtornos Autisticos A. Um total de seis ( ou mais) itens de (1), (2) e (3), com pelo menos dois

Leia mais

Transtornos Mentais diagnosticados na infância ou na adolescência

Transtornos Mentais diagnosticados na infância ou na adolescência Pediatria do Desenvolvimento e do Comportamento Transtornos Mentais diagnosticados na infância ou na adolescência Faculdade de Ciências Médicas Prof. Orlando A. Pereira Unifenas Transtorno de Deficiência

Leia mais

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PEDAGOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE

CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PEDAGOGIA INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE TÍTULO: UM ESTUDO DA INCLUSÃO DE ALUNOS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE VOLTA REDONDA MEDIANTE A UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. CATEGORIA: EM ANDAMENTO

Leia mais

Guia Prático. Ana Maria S Ros de Mello. 4ª Edição

Guia Prático. Ana Maria S Ros de Mello. 4ª Edição É motivo de muito orgulho e satisfação chegar à 4a edição deste Guia Prático, que também está disponível para download gratuito na internet, já com dezenas de milhares de cópias baixadas do nosso site

Leia mais

Da anomia à heteronomia na. Rossano Cabral Lima Psiquiatra infanto-juvenil; mestre e doutorando em Saúde Coletiva (IMS/UERJ)

Da anomia à heteronomia na. Rossano Cabral Lima Psiquiatra infanto-juvenil; mestre e doutorando em Saúde Coletiva (IMS/UERJ) Da anomia à heteronomia na infância Rossano Cabral Lima Psiquiatra infanto-juvenil; mestre e doutorando em Saúde Coletiva (IMS/UERJ) Hipótese mais difundida: indiferenciação primordial entre mãe e bebê

Leia mais

Clinicamente o autismo é considerado uma perturbação global do desenvolvimento.

Clinicamente o autismo é considerado uma perturbação global do desenvolvimento. Autismo: Definição Causas Conceitos centrais Diagnóstico O QUE É O AUTISMO? O autismo é uma disfunção no desenvolvimento cerebral que tem origem na infância e persiste ao longo de toda a vida. Pode dar

Leia mais

Guia prático 7ª Edição. Ana Maria S. Ros de Mello

Guia prático 7ª Edição. Ana Maria S. Ros de Mello Guia prático 7ª Edição Ana Maria S. Ros de Mello AMA - ASSOCIAÇÃO DE AMIGOS DO AUTISTA Rua do Lavapés, 1123 - Cambuci 01519-000 - São Paulo - SP Fones/Fax: (11) 3376-4400 / 3376-4403 www.ama.org.br falecomaama@ama.org.br

Leia mais

Pediatria do Desenvolvimento e do Comportamento. Faculdade de Ciências Médicas Prof. Orlando A. Pereira Unifenas

Pediatria do Desenvolvimento e do Comportamento. Faculdade de Ciências Médicas Prof. Orlando A. Pereira Unifenas Pediatria do Desenvolvimento e do Comportamento Faculdade de Ciências Médicas Prof. Orlando A. Pereira Unifenas Genética e Ambiente A combinação de fatores ambientais e genéticos é que determina o produto

Leia mais

Guia Prático. 2ª edição. Ana Maria S. Ros de Mello

Guia Prático. 2ª edição. Ana Maria S. Ros de Mello Guia Prático 2ª edição Ana Maria S. Ros de Mello COORDENADORIA NACIONAL PARA INTEGRAÇÃO DA PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA CORDE Esplanada dos Ministérios Bloco T anexo II 2º andar sala 206 70064-900 Brasília

Leia mais

IN B R A P E - Instituto G lobal de E studos A vanç ados. A uxilium. Curso de E specialização em E ducação E special Inclusiva.

IN B R A P E - Instituto G lobal de E studos A vanç ados. A uxilium. Curso de E specialização em E ducação E special Inclusiva. IN B R A P E - Instituto G lobal de E studos A vanç ados U N ISA L E SIA N O - Centro U niversitá rio Cató lico Salesiano A uxilium Curso de E specialização em E ducação E special Inclusiva Autismo Fgª

Leia mais

Transtornos Globais do Desenvolvimento e Dificuldades de. Curso de Formação Pedagógica Andréa Poletto Sonza Março/2010

Transtornos Globais do Desenvolvimento e Dificuldades de. Curso de Formação Pedagógica Andréa Poletto Sonza Março/2010 Transtornos Globais do Desenvolvimento e Dificuldades de Aprendizagem Curso de Formação Pedagógica Andréa Poletto Sonza Março/2010 Transtornos Globais do Desenvolvimento São consideradas pessoas com TGD

Leia mais

Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda

Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda Evelise Saia Rodolpho Aluna do 10º Termo de Psicologia Prof. Mestre. Luis Santo Schicotti Ana Lígia Pini Guerreiro Psicóloga Escolar Janaína Fernanda Allmeida Marques Profª da Sala de Recursos Os Transtornos

Leia mais

Transtornos do espectro do autismo Palestra do Dr. Christopher Gillberg, no dia 10 de outubro de 2005, no Auditório do InCor, em São Paulo.

Transtornos do espectro do autismo Palestra do Dr. Christopher Gillberg, no dia 10 de outubro de 2005, no Auditório do InCor, em São Paulo. Transtornos do espectro do autismo Palestra do Dr. Christopher Gillberg, no dia 10 de outubro de 2005, no Auditório do InCor, em São Paulo. 1. O Professor Christopher Gillberg é médico, PhD, Professor

Leia mais

ASPERGER, OU O AUTISMO LEVE

ASPERGER, OU O AUTISMO LEVE Texto de apoio ao curso de especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira ASPERGER, OU O AUTISMO LEVE Especialistas estimam que uma em cada cem crianças possa ter a síndrome,

Leia mais

ROTINAS E TÉCNICAS INTERVENTIVAS NO ESPECTRO AUTISTA

ROTINAS E TÉCNICAS INTERVENTIVAS NO ESPECTRO AUTISTA ROTINAS E TÉCNICAS INTERVENTIVAS NO ESPECTRO AUTISTA Dr. Márcio Borges Moreira Instituto de Educação Superior de Brasília Instituto Walden4 Conceitos Básicos Reforço Comportamento Consequência Punição

Leia mais

ANEXO XI (Retificado no DOU de 18/07/2013, Seção 1, pág 25)

ANEXO XI (Retificado no DOU de 18/07/2013, Seção 1, pág 25) ANEXO XI (Retificado no DOU de 18/07/2013, Seção 1, pág 25) MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL LAUDO DE AVALIAÇÃO AUTISMO (Transtorno Autista e Autismo Atípico) Serviço Médico/Unidade

Leia mais

Pense Autismo. A importância do diagnóstico precoce no TEA Transtorno do espectro Autista. Autor: Dr. Marcone Oliveira Médico Neuropediatra

Pense Autismo. A importância do diagnóstico precoce no TEA Transtorno do espectro Autista. Autor: Dr. Marcone Oliveira Médico Neuropediatra Pense Autismo A importância do diagnóstico precoce no TEA Transtorno do espectro Autista Autor: Dr. Marcone Oliveira Médico Neuropediatra Declaração de Responsabilidade e Conflito de Interesse O autor

Leia mais

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem

AUTISMO. 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação. Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem AUTISMO 3º Encontro Formativo para Profissionais da Educação Atendimento aos Estudantes com Deficiência na Rede Municipal de Contagem Quem somos? Professoras das SRMF / AAE - Contagem Raquel Shirley Stella

Leia mais

Transtornos Invasivos do Desenvolvimento

Transtornos Invasivos do Desenvolvimento UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ UNOCHAPECÓ Área de Ciências Humanas e Jurídicas Curso de Psicologia, 4º Período Componente Curricular: Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem III Professora:

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DAS FORMAS DE TRATAMENTOS PARA O TRANSTORNO DE ESPECTRO AUTISTA (TEA)

TÍTULO: ANÁLISE DAS FORMAS DE TRATAMENTOS PARA O TRANSTORNO DE ESPECTRO AUTISTA (TEA) TÍTULO: ANÁLISE DAS FORMAS DE TRATAMENTOS PARA O TRANSTORNO DE ESPECTRO AUTISTA (TEA) CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PEDAGOGIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ANHANGUERA DE

Leia mais

O AUTISMO- NA CRIANÇA

O AUTISMO- NA CRIANÇA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MÉRTOLA Escola E,B 2,3 ES\Escola S. Sebastião de Mértola Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial- 3ºano Disciplina de Psicopatologia Geral Ano letivo 2013\14 Docente:

Leia mais

Requerimento (Do Sr. Hugo Leal)

Requerimento (Do Sr. Hugo Leal) Requerimento (Do Sr. Hugo Leal) Sugere ao Poder Executivo sejam tomadas providências no sentido de ser exigido a feitura de diagnóstico precoce de autismo em todas as unidades de saúde pública do país,

Leia mais

Eugênio Cunha eugenio@eugeniocunha.com www.eugeniocunha.com

Eugênio Cunha eugenio@eugeniocunha.com www.eugeniocunha.com Autismo: um olhar pedagógico Eugênio Cunha eugenio@eugeniocunha.com www.eugeniocunha.com Algumas reflexões iniciais: Primeiramente, é importante dizer que não há respostas prontas para todas as questões

Leia mais

Um pouco mais sobre desenvolvimento social e os Transtornos do Espectro Autista

Um pouco mais sobre desenvolvimento social e os Transtornos do Espectro Autista Um pouco mais sobre desenvolvimento social e os Transtornos do Espectro Autista www.infanciaeadole scencia.com.br O desenvolvimento social ocorre ao longo de todas as etapas do ciclo vital. Entretanto,

Leia mais

AUTISMO/SÍNDROME DE ASPERGER 2 Abril, Dia Mundial do Autismo DEFINIÇÃO

AUTISMO/SÍNDROME DE ASPERGER 2 Abril, Dia Mundial do Autismo DEFINIÇÃO AUTISMO/SÍNDROME DE ASPERGER 2 Abril, Dia Mundial do Autismo DEFINIÇÃO O que é? Autismo: O autismo é uma deficiência e não uma doença mental. "É hoje geralmente aceite que as perturbações incluídas no

Leia mais

Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente. 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger

Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente. 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.14 A criança com Autismo e Síndrome de Asperger Introdução A maioria das crianças, desde os primeiros tempos de vida, é sociável e procura ativamente

Leia mais

PERTURBAÇÃO DO ESPECTRO DO AUTISMO (PEA)

PERTURBAÇÃO DO ESPECTRO DO AUTISMO (PEA) Sub-departamento de Educação Especial PERTURBAÇÃO DO ESPECTRO DO AUTISMO (PEA) O autismo é uma das mais graves perturbações de desenvolvimento da criança, que resulta numa incapacidade que se prolonga

Leia mais

CONHECENDO O AUTISMO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO SOCIAL: NA FLEXIBILIDADE CURRICULAR E MÉTODOS PEDAGÓGICOS.

CONHECENDO O AUTISMO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO SOCIAL: NA FLEXIBILIDADE CURRICULAR E MÉTODOS PEDAGÓGICOS. CONHECENDO O AUTISMO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO SOCIAL: NA FLEXIBILIDADE CURRICULAR E MÉTODOS PEDAGÓGICOS. 1 SANTOS, C. L. S. C.; 1 GOMES, C. M. L.; 1 BARROS, V. P. H.; 2 CELINO, M. L. S.. 1 Mestrandas do

Leia mais

AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO. Prof. Dr. Carlo Schmidt. Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial

AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO. Prof. Dr. Carlo Schmidt. Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial AUTISMO E TDAH: O DESAFIO DA INCLUSÃO Prof. Dr. Carlo Schmidt Prof. Adjunto da CE/UFSM Depto. Educação Especial INTRODUÇÃO Caracterização: Do que estamos falando? TDAH Autismo O que essas condições têm

Leia mais

TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO. Dra. Mônica Scattolin monica_scattolin@yahoo.com.br

TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO. Dra. Mônica Scattolin monica_scattolin@yahoo.com.br TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO Dra. Mônica Scattolin monica_scattolin@yahoo.com.br TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO Questões frequentes 1-O que é o transtorno do espectro do autismo? 2-O que causa

Leia mais

AUTISMO NA ESCOLA. Letícia Soares da Silva. Tati Ana Soares Costa. Profª Orientadora: Mara Nieckel da Costa RESUMO

AUTISMO NA ESCOLA. Letícia Soares da Silva. Tati Ana Soares Costa. Profª Orientadora: Mara Nieckel da Costa RESUMO AUTISMO NA ESCOLA Letícia Soares da Silva Tati Ana Soares Costa Profª Orientadora: Mara Nieckel da Costa RESUMO Este trabalho apresenta as principais dificuldades de aprendizagem em crianças portadoras

Leia mais

O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo

O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo O Capitão Avape contra o Fantasma Autismo Esta é a segunda edição do manual sobre o autismo, elaborado pelo Grupo de Saúde Mental da Avape (Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência), em parceria

Leia mais

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO

Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO Apêndice IV ao Anexo A do Edital de Credenciamento nº 05/2015, do COM8DN DEFINIÇÃO DA TERMINOLOGIA UTILIZADA NO PROJETO BÁSICO - Abordagem multiprofissional e interdisciplinar - assistência prestada por

Leia mais

A MEMÓRIA VISUAL COMO FOCO DA ADAPTAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO COM BASE NO MÉTODO TEACCH

A MEMÓRIA VISUAL COMO FOCO DA ADAPTAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO COM BASE NO MÉTODO TEACCH A MEMÓRIA VISUAL COMO FOCO DA ADAPTAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO COM BASE NO MÉTODO TEACCH Resumo Cínthia Janaína da Silva Prociv 1 - BAGOZZI Jessica Maria Torres 2 BAGOZZI Grupo de Trabalho Diversidade e

Leia mais

As Atividades Lúdicas no Desenvolvimento de uma Criança com Autismo

As Atividades Lúdicas no Desenvolvimento de uma Criança com Autismo As Atividades Lúdicas no Desenvolvimento de uma Criança com Autismo Setembro 2014 A Associação Onda de Palavras é um projeto jovem e pioneiro. Princípios: simplicidade, eficácia, rigor e excelência. Principal

Leia mais

Índice. O Que é AUTISMO? Quais São os Sintomas Típicos do AUTISMO? Causas do AUTISMO. Problemas Comportamentais e as Dificuldades dos Pais

Índice. O Que é AUTISMO? Quais São os Sintomas Típicos do AUTISMO? Causas do AUTISMO. Problemas Comportamentais e as Dificuldades dos Pais Índice O Que é AUTISMO? 03 04 Quais São os Sintomas Típicos do AUTISMO? Causas do AUTISMO 06 07 Problemas Comportamentais e as Dificuldades dos Pais Projeto de Integração Pró-Autista (Pipa) e a Terapia

Leia mais

AUTISMO, TRANSTORNO DE ASPERGER E ESCOLARIZAÇÃO: PESQUISA E INTERVENÇÃO EDUCATIVA

AUTISMO, TRANSTORNO DE ASPERGER E ESCOLARIZAÇÃO: PESQUISA E INTERVENÇÃO EDUCATIVA AUTISMO, TRANSTORNO DE ASPERGER E ESCOLARIZAÇÃO: PESQUISA E INTERVENÇÃO EDUCATIVA Nerli Nonato Ribeiro Mori - UEM No presente texto são discutidos os temas Autismo, Transtorno de Asperger e o trabalho

Leia mais

INTERSETORIALIDADE E AUTISMO

INTERSETORIALIDADE E AUTISMO INTERSETORIALIDADE E AUTISMO Daniel de Sousa Filho Psiquiatra da Infância e Adolescência Mestre em Distúrbios do Desenvolvimento UPM Introdução Kanner, 1943 Asperger, 1944 Bleuler, 1906 Transtornos do

Leia mais

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira

A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira A Psiquiatria e seu olhar Marcus André Vieira Material preparado com auxílio de Cristiana Maranhão e Luisa Ferreira Transtornos do Desenvolvimento Psicológico Transtornos do Desenvolvimento Psicológico

Leia mais

CENTRO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CEPEC-TO ANO 2013

CENTRO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CEPEC-TO ANO 2013 CENTRO PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO CONTINUADA CEPEC-TO ANO 2013 TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO-TGD ANO 2013/2 O QUE SÃO TGD S? Na CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas

Leia mais

AUTISMO NA SALA DE AULA

AUTISMO NA SALA DE AULA 13. CONEX Pôster Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA AUTISMO

Leia mais

TÍTULO: MÉTODO DE ANALISE DO COMPORTAMENTO APLICADA (ABA) E PORTADORES DO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA)

TÍTULO: MÉTODO DE ANALISE DO COMPORTAMENTO APLICADA (ABA) E PORTADORES DO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA) TÍTULO: MÉTODO DE ANALISE DO COMPORTAMENTO APLICADA (ABA) E PORTADORES DO TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PEDAGOGIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE

Leia mais

Autismo. Álisson V. Fernandes, João V. A. Neves e Rafael A. Scaraficci

Autismo. Álisson V. Fernandes, João V. A. Neves e Rafael A. Scaraficci Autismo Álisson V. Fernandes, João V. A. Neves e Rafael A. Scaraficci Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas {alisson.fernandes, joao.neves, rafael.scaraficci}@ic.unicamp.br Resumo O

Leia mais

Luísa Cabral 17 de Junho de 2008

Luísa Cabral 17 de Junho de 2008 SECRETARIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL E REABILITAÇÃO DIRECÇÃO de SERVIÇOS de EDUCAÇÃO e APOIO PSICOPEDAGÓGICO SERVIÇO TÉCNICO de APOIO PSICOPEDAGÓGICO CENTRO

Leia mais

INTERVENÇÃO ABA COM ESTUDANTES COM AUTISMO: ENVOLVIMENTO DE PAIS E PROFESSORES

INTERVENÇÃO ABA COM ESTUDANTES COM AUTISMO: ENVOLVIMENTO DE PAIS E PROFESSORES INTERVENÇÃO ABA COM ESTUDANTES COM AUTISMO: ENVOLVIMENTO DE PAIS E PROFESSORES Priscila Benitez Isis de Albuquerque Ricardo M. Bondioli Nathalia Vasconcelos Manoni Alice Resende Bianca Melger Universidade

Leia mais

TÍTULO: A Comunicação de Crianças com Perturbação do Espectro do

TÍTULO: A Comunicação de Crianças com Perturbação do Espectro do Autismo TÍTULO: A Comunicação de Crianças com Perturbação do Espectro do Autoria: Lisa João Viana Teixeira Palavras-chave: Autismo, Comunicação, Linguagem, Estratégias. Resumo As perturbações do espectro

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Julho de 2010 Deficiência intelectual De acordo com o Decreto nº 5.296, a deficiência mental, atualmente denominada deficiência intelectual, refere-se ao

Leia mais

Perturbações do Neurodesenvolvimento e do Comportamento PERTURBAÇÃO DO ESPETRO DO AUTISMO (PEA)

Perturbações do Neurodesenvolvimento e do Comportamento PERTURBAÇÃO DO ESPETRO DO AUTISMO (PEA) Perturbações do Neurodesenvolvimento e do Comportamento PERTURBAÇÃO DO ESPETRO DO AUTISMO (PEA) Caraterização Conclusões Não olha nos olhos, balança o corpo num movimento repetitivo, comunica pouco ou

Leia mais

Aspectos neurobiológicos do TEA. Mudanças estruturais no TEA

Aspectos neurobiológicos do TEA. Mudanças estruturais no TEA Aspectos neurobiológicos do TEA Mudanças estruturais no TEA RM T1 - Dificuldades no prunning do putamen e giro angular Levitt, 2011 Aspectos neurobiológicos do TEA RNT 1 ano 3 anos 5 anos 7 anos 10 anos

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE PSICOLOGIA A PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES FRENTE AO TRANSTORNO INVASIVO DO DESENVOLVIMENTO: AUTISMO MÁRCIA REGINA CAMBRAIA DE

Leia mais

A RESPONSIVIDADE DE UMA CRIANÇA COM TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO EM INTERAÇÃO COM O PAI

A RESPONSIVIDADE DE UMA CRIANÇA COM TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO EM INTERAÇÃO COM O PAI A RESPONSIVIDADE DE UMA CRIANÇA COM TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO EM INTERAÇÃO COM O PAI PRISCILA CAMARA DE CASTRO ABREU PINTO psicastro@hotmail.com UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MARCIA

Leia mais

Educar em Revista ISSN: 0104-4060 educar@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil

Educar em Revista ISSN: 0104-4060 educar@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil Educar em Revista ISSN: 0104-4060 educar@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil Löhr, Thaise ROGERS, S. J.; DAWSON, G. Intervenção precoce em crianças com autismo: modelo Denver para a promoção

Leia mais

BREVE ANÁLISE DAS QUESTÕES QUE PODEM FAVORER O PROCESSO EDUCACIONAL DAS PESSOAS COM AUTISMO.

BREVE ANÁLISE DAS QUESTÕES QUE PODEM FAVORER O PROCESSO EDUCACIONAL DAS PESSOAS COM AUTISMO. BREVE ANÁLISE DAS QUESTÕES QUE PODEM FAVORER O PROCESSO EDUCACIONAL DAS PESSOAS COM AUTISMO. Introdução OLIVEIRA, Tereza Cristina Carvalho Iwamoto de 1. - UNESP Agência Financiadora: CAPES Ao falar sobre

Leia mais

AUTISMO E EDUCAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE A ABORDAGEM DO TRANSTORNO AUTÍSTICO NOS PERIÓDICOS BRASILEIROS AVALIADOS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

AUTISMO E EDUCAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE A ABORDAGEM DO TRANSTORNO AUTÍSTICO NOS PERIÓDICOS BRASILEIROS AVALIADOS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO AUTISMO E EDUCAÇÃO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA SOBRE A ABORDAGEM DO TRANSTORNO AUTÍSTICO NOS PERIÓDICOS BRASILEIROS AVALIADOS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO Introdução PIEL, Jéssica Piccioni. je_piccioni@hotmail.com

Leia mais

SÍNDROME DE ASPERGER Pontos importantes para compreender eintervir

SÍNDROME DE ASPERGER Pontos importantes para compreender eintervir SÍNDROME DE ASPERGER Pontos importantes para compreender eintervir Texto organizado pela psicóloga Ingrid Ausec (Núcleo de Acessibilidade da UEL) para subsidiar o acompanhamento de estudantes com Síndrome

Leia mais

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010

Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE. Julho de 2010 Projeto de Acessibilidade Virtual RENAPI/NAPNE Julho de 2010 Deficiência Múltipla A Deficiência Múltipla refere-se à associação de duas ou mais deficiências, conforme o Decreto nº 5.296, art. 5º (BRASIL,

Leia mais

Autismo: papel do Fonoaudiólogo e a Inclusão na escola

Autismo: papel do Fonoaudiólogo e a Inclusão na escola Autismo: papel do Fonoaudiólogo e a Inclusão na escola Palestrantes: Francielle Martins e Julia Tognozzi Orientadoras: Profª Drª Dionísia Ap. Cusin Lamonica e Fga. Ms. Camila da Costa Ribeiro O que é autismo?

Leia mais

O Autismo E O Lúdico

O Autismo E O Lúdico O Autismo E O Lúdico Autora: Lucinéia Cristina da Silva (FEF) * Coautora: Alexandra Magalhães Frighetto (UFMT) * Coautor: Juliano Ciebre dos Santos (FSA) * Resumo: A apresentação desse artigo tem como

Leia mais

Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas. Carmen Lúcia de A. santos

Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas. Carmen Lúcia de A. santos Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas Carmen Lúcia de A. santos 2011 Nosologia e Psicopatologia "Psico-pato-logia" "psychê" = "psíquico", "alma" "pathos" = "sofrimento, "patológico" "logos" "lógica",

Leia mais

Movimento Pró Autista

Movimento Pró Autista CONHECENDO O AUTISMO História Definição Etiologia Diagnóstico Descrição Clínica Comportamento Tratamento Página 1 História do autismo O termo autismo vem do grego autós que significa de si mesmo. Em 1906,

Leia mais

UM OLHAR SOBRE O AUTISMO E SUA ESPECIFICAÇÃO

UM OLHAR SOBRE O AUTISMO E SUA ESPECIFICAÇÃO UM OLHAR SOBRE O AUTISMO E SUA ESPECIFICAÇÃO Resumo Marinho, Eliane A. R. - ICEET araujomarinho@uol.com.br Merkle, Vânia Lucia B. ICEET vaniamerkle@hotmail.com Área Temática: Diversidade e Inclusão Agencia

Leia mais

Neurociência e Saúde Mental

Neurociência e Saúde Mental 1 O QUE É DEFICIÊNCIA MENTAL OU INTELECTUAL http://www.apaesp.org.br/sobreadeficienciaintelectual A Deficiência Intelectual, segundo a Associação Americana sobre Deficiência Intelectual do Desenvolvimento

Leia mais

AUTISMO INFANTIL NA PERSPECTIVA ANALÍTICO COMPORTAMENTAL

AUTISMO INFANTIL NA PERSPECTIVA ANALÍTICO COMPORTAMENTAL ELIZÂNGELA XAVIER MARTINS AUTISMO INFANTIL NA PERSPECTIVA ANALÍTICO COMPORTAMENTAL Monografia apresentada como requisito para conclusão do curso de Psicologia do UniCEUB - Centro Universitário de Brasília.

Leia mais

Desenvolvimento Infantil Típico e Atípico 2. Módulo 3: Aspectos Diagnósticos

Desenvolvimento Infantil Típico e Atípico 2. Módulo 3: Aspectos Diagnósticos + Desenvolvimento Infantil Típico e Atípico 2 Módulo 3: Aspectos Diagnósticos + Desenvolvimento Atípico Presença de atrasos de desenvolvimento ou anormalidades no comportamento da criança quando comparado

Leia mais

TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO DO ESPECTRO AUTISTA: A INCLUSÃO DE CRIANÇAS AUTISTAS NA REDE REGULAR DE ENSINO E A ATUAÇÃO DO PROFESSOR DE APOIO

TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO DO ESPECTRO AUTISTA: A INCLUSÃO DE CRIANÇAS AUTISTAS NA REDE REGULAR DE ENSINO E A ATUAÇÃO DO PROFESSOR DE APOIO TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO DO ESPECTRO AUTISTA: A INCLUSÃO DE CRIANÇAS AUTISTAS NA REDE REGULAR DE ENSINO E A ATUAÇÃO DO PROFESSOR DE APOIO Resumo Alice de Araújo Silva Mota 1 Clério Cezar Batista

Leia mais

A CHILDHOOD AUTISM RATING SCALE (CARS)

A CHILDHOOD AUTISM RATING SCALE (CARS) A CHILDHOOD AUTISM RATING SCALE (CARS) I. Relações pessoais: 1.- Nenhuma evidencia de dificuldade ou anormalidade nas relações pessoais: O comportamento da criança é adequado a sua idade. Alguma timidez,

Leia mais

Modelos de Intervenção em PEA

Modelos de Intervenção em PEA Braga 2008 1 de Março o de 2008 Modelos de Intervenção em PEA João Teixeira Centro de Estudos e Apoio à Criança a e Família APPDA-Norte Modelos de Intervençao em PEA 1943 Kanner e Asperger identificam

Leia mais

A INTEGRAÇÃO SENSORIAL COMO ABORDAGEM DE TRATAMENTO DE UM ADOLESCENTE NO ESPECTRO AUTISTA

A INTEGRAÇÃO SENSORIAL COMO ABORDAGEM DE TRATAMENTO DE UM ADOLESCENTE NO ESPECTRO AUTISTA A INTEGRAÇÃO SENSORIAL COMO ABORDAGEM DE TRATAMENTO DE UM ADOLESCENTE NO ESPECTRO AUTISTA MATIAS, Rayane CLASSE, Jéssica P. D. CAVALCANTI, Flavia R. R. SILVA, Angela C. D. RESUMO O presente trabalho se

Leia mais

APLICAÇÕES DO ENSINO ESTRUTURADO COMO MÉTODO DE INCLUSÃO ESCOLAR PARA CRIANÇAS AUTISTAS EM UMA ASSOCIAÇÃO DE JOÃO PESSOA-PB

APLICAÇÕES DO ENSINO ESTRUTURADO COMO MÉTODO DE INCLUSÃO ESCOLAR PARA CRIANÇAS AUTISTAS EM UMA ASSOCIAÇÃO DE JOÃO PESSOA-PB APLICAÇÕES DO ENSINO ESTRUTURADO COMO MÉTODO DE INCLUSÃO ESCOLAR PARA CRIANÇAS AUTISTAS EM UMA ASSOCIAÇÃO DE JOÃO PESSOA-PB Cyelle Carmem Vasconcelos Pereira 1 Ceylla Fernanda Vasconcelos Pereira 2 RESUMO

Leia mais

Autismo: a luta contra discriminação 1

Autismo: a luta contra discriminação 1 XXI Prêmio Expocom 2014 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação 1 Autismo: a luta contra discriminação 1 Marcela MORAES2 Iara de Nazaré Santos RODRIGUES³ Jonária FRANÇA4 Faculdade Boas Novas

Leia mais

Intervenção Precoce na Perturbação Autística Perspetiva dos Educadores-de-Infância

Intervenção Precoce na Perturbação Autística Perspetiva dos Educadores-de-Infância ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO JOÃO DE DEUS MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO NA ESPECIALIDADE DO DOMÍNIO COGNITIVO E MOTOR Intervenção Precoce na Perturbação Autística Perspetiva dos Educadores-de-Infância

Leia mais

Faculdade de Alta Floresta - FAF

Faculdade de Alta Floresta - FAF O RECONHECIMENTO DO ALUNO DISLÉXICO PELO EDUCADOR Eliete Maria dos Santos 1 Roselene Nardi 2 A dislexia, como dificuldade de aprendizagem, verificada na educação escolar, é um distúrbio de leitura e de

Leia mais

LAHMIEI - UFSCar. + DSM-IV - Critérios Diagnósticos TEA. + Por que linguagem é importante? + Como ensinar linguagem? Tipos de linguagem

LAHMIEI - UFSCar. + DSM-IV - Critérios Diagnósticos TEA. + Por que linguagem é importante? + Como ensinar linguagem? Tipos de linguagem DSM-IV - Critérios Diagnósticos TEA Prejuízo qualitativo na interação social Prejuízos qualitativos na comunicação www.ijobasd.org Padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses e atividades

Leia mais

Cadernos de. Informação. Científica. Ano 8 nº 12 2013. Síndrome do X Frágil

Cadernos de. Informação. Científica. Ano 8 nº 12 2013. Síndrome do X Frágil Cadernos de Informação Científica Ano 8 nº 12 2013 Síndrome do X Frágil C a d e r n o s d e I n f o r m a ç ã o C i e n t í f i c a definição e causas A síndrome do X frágil (SXF), também conhecida como

Leia mais

Métodos de Intevenção Estruturada (TEACCH e ABA) Módulo 5: Processos de Intervenção

Métodos de Intevenção Estruturada (TEACCH e ABA) Módulo 5: Processos de Intervenção + Métodos de Intevenção Estruturada (TEACCH e ABA) Módulo 5: Processos de Intervenção + Análise Aplicada do Comportamento (ABA) Modelo de intervenção embasado no Behaviorismo Radical, de Skinner (O comportamento

Leia mais

AUTISMO: O QUE DIZEM AS PESQUISAS PUBLICADAS NA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL?

AUTISMO: O QUE DIZEM AS PESQUISAS PUBLICADAS NA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL? AUTISMO: O QUE DIZEM AS PESQUISAS PUBLICADAS NA REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL? Getsemane de Freitas Batista IM/UFRRJ Márcia Denise Pletsch PPGEDUC/UFRRJ Eixo Temático: Política Educacional Inclusiva

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA

DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA OBJETIVO DO SERVIÇO: Conceder isenção de ICMS para portadores de deficiência física, visual,

Leia mais

Workshops e Produtos

Workshops e Produtos Workshops e Produtos Serviços e produtos concebidos para melhorar a qualidade de vida das pessoas com Autismo e outras perturbações do desenvolvimento. A P yramid já treinou mais de 215.000 pais e profissionais

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação. Grazielle do Nascimento Sant Ana TRANSTORNOS INVASIVOS DE DESENVOLVIMENTO:

Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação. Grazielle do Nascimento Sant Ana TRANSTORNOS INVASIVOS DE DESENVOLVIMENTO: Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Educação Grazielle do Nascimento Sant Ana TRANSTORNOS INVASIVOS DE DESENVOLVIMENTO: UMA PERSPECTIVA PEDAGÓGICA Campinas 2013 Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA Autismo. Autor: Duanne Antunes Bomfim

CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA Autismo. Autor: Duanne Antunes Bomfim CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA Autismo Autor: Duanne Antunes Bomfim CURSO DE AUTISMO Fundamentos, Princípios e Marcos Legais da Educação Especial/Inclusiva O Atendimento Educacional Especializado em uma

Leia mais

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NA ESCOLA: UM NOVO OLHAR SOBRE A ESCOLARIZAÇÃO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO.

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NA ESCOLA: UM NOVO OLHAR SOBRE A ESCOLARIZAÇÃO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO. COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NA ESCOLA: UM NOVO OLHAR SOBRE A ESCOLARIZAÇÃO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO. Patrícia Blasquez Olmedo 1 Prefeitura Municipal de Angra dos Reis INTRODUÇÃO

Leia mais

Diagnóstico das Mulheres & Raparigas no Espetro do Autismo e Implicações na Vida Futura

Diagnóstico das Mulheres & Raparigas no Espetro do Autismo e Implicações na Vida Futura Diagnóstico das Mulheres & Raparigas no Espetro do Autismo e Implicações na Vida Futura Dr Judith Gould Director The NAS Lorna Wing Centre for Autism Porquê o interesse O número crescente de raparigas

Leia mais

Deficiência Mental. Na base da definição de Deficiência Mental estão três correntes fundamentais:

Deficiência Mental. Na base da definição de Deficiência Mental estão três correntes fundamentais: Deficiência Mental Formadora: Elisa de Castro Carvalho 1 Deficiência Mental - definição Na base da definição de Deficiência Mental estão três correntes fundamentais: - A corrente psicológica ou psicométrica:

Leia mais

TEORIAS SÓCIO-HISTÓRICAS MODELO HISTÓRICO CULTURAL DE LEV VYGOTSKY

TEORIAS SÓCIO-HISTÓRICAS MODELO HISTÓRICO CULTURAL DE LEV VYGOTSKY TEORIAS SÓCIO-HISTÓRICAS MODELO HISTÓRICO CULTURAL DE LEV VYGOTSKY PLANOS GENÉTICOS FILOGÊNESE ONTOGÊNESE SOCIOGÊNESE MICROGÊNESE PLANOS GENÉTICOS história da espécie humana FILOGÊNESE ONTOGÊNESE SOCIOGÊNESE

Leia mais

Público alvo para o AEE Atendimento Educacional Especializado

Público alvo para o AEE Atendimento Educacional Especializado Público alvo para o AEE Atendimento Educacional Especializado I Alunos com deficiência: aqueles que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual, mental ou sensorial; II Alunos com transtornos

Leia mais