AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO"

Transcrição

1 AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO Área: COMUNICAÇÃO SOCIAL Categoria: EXTENSÃO Michele Goulart Massuchin Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa/PR, André Luis Salustiano Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa/PR, Maria Lúcia Becker Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa/PR, Resumo O Portal Comunitário é um projeto de extensão desenvolvido pelos alunos do terceiro ano de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa, desde agosto de O projeto envolve a produção de notícias e reportagens em parceria com as disciplinas de Comunicação Comunitária, Webjornalismo e Telejornalismo II. A produção envolve diretamente as comunidades, entidades e sindicatos de Ponta Grossa. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma avaliação do trabalho realizado durante um ano de atividades no portal, apontando os avanços, problemas, dificuldades, lacunas e novas estratégias para melhorar o trabalho. As atividades desenvolvidas no projeto representam uma alternativa para as práticas jornalísticas dos estudantes e principalmente um espaço alternativo de divulgação daqueles que não tem espaço na mídia convencional. Palavra - chave: Portal Comunitário; Comunidade; Movimentos Sociais.

2 AVANÇOS E DIFICULDADES: UMA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O PRIMEIRO ANO DE TRABALHO DO PORTAL COMUNITÁRIO Resumo expandido Área: COMUNICAÇÃO SOCIAL Categoria: EXTENSÃO O Portal Comunitário é um projeto de extensão desenvolvido pelos alunos do terceiro ano de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa, desde agosto de O projeto envolve a produção de notícias e reportagens em parceria com as disciplinas de Comunicação Comunitária, Webjornalismo e Telejornalismo II. A produção envolve diretamente as comunidades, entidades e sindicatos de Ponta Grossa. Este trabalho tem como objetivo apresentar uma avaliação do trabalho realizado durante um ano de atividades no portal, apontando os avanços, problemas, dificuldades, lacunas e novas estratégias para melhorar o trabalho. As atividades desenvolvidas no projeto representam uma alternativa para as práticas jornalísticas dos estudantes e principalmente um espaço alternativo de divulgação daqueles que não tem espaço na mídia convencional. Palavra - chave: Portal Comunitário; Comunidade; Movimentos Sociais. 1. INTRODUÇÃO O Portal Comunitário é um projeto de extensão desenvolvido pelo Departamento de Comunicação da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), desde julho de Os trabalhos são realizados pelos estudantes do terceiro ano do curso de Jornalismo coordenado por três professoras do curso e conta com a parceria de Associações de Moradores, Sindicatos de trabalhadores, Movimentos sociais, Organizações não-governamentais e outras entidades. O projeto é um serviço de informação e comunicação feito com o apoio dos grupos parceiros, ou seja, eles interferem no processo de produção por meio da sugestão das pautas, idéias de modificações no site, etc. Esse processo se dá por meio do contato dos alunos com os parceiros e dos mecanismos interativos apresentados no site, tais como espaço para comentário e envio de pautas. O objetivo é um serviço de informação e comunicação feito não para a comunidade, mas com a comunidade. O Portal é produzido em parceria com as camadas menos privilegiadas da população, onde se consegue apoio a proposta, efetivando e viabilizando o trabalho dos estudantes. Como o projeto envolve as disciplinas de Comunicação Comunitária, Webjornalismo e Telejornalismo II, baseia-se nos conceitos de comunicação comunitária, jornalismo popular e jornalismo alternativo, utilizando os dispositivos oferecidos na web como forma de melhor utilizar o espaço disponível na rede e as técnicas de produção e edição de vídeo. O público alvo é bastante diversificado no sentido de que nem todos têm alfabetização plena e hábito de leitura, por isso a produção das notícias busca uma linguagem simples, clara e direta, em busca da leiturabilidade.

3 Partindo do princípio de que o portal passa por um processo de desenvolvimento permanente, baseando-se nas reuniões de discussão do grupo do projeto e na relação entre os acadêmicos e os parceiros, este trabalho tem como objetivo apresentar o projeto, demonstrar os mecanismos de trabalho e os pilares que sustentam a produção, e assim propor uma discussão sobre os avanços, problemas, dificuldades e alternativas para melhorar a produção. Este texto, além de apresentar o projeto, tem como ponto de partida propor uma avaliação a partir da evolução ocorrida no decorrer de um ano de trabalho. 2. DESCRIÇÃO DO OBJETO DE ANÁLISE O Portal Comunitário se concretizou por meio da utilização dos conceitos aprendidos nas disciplinas envolvidas pelo projeto. O projeto visa aprimorar os conceitos de webjornalismo (utilizando-se dos mecanismos que o suporte oferece) e aliar a essa tecnologia os conceitos da Comunicação Comunitária, que dificilmente ganha espaço em outras mídias. A internet é o mais novo suporte para as produções jornalísticas, o qual apresenta uma série de características distintas dos outros meios, tais como a não-linearidade, instantaneidade, dirigibilidade, baixo custo de produção e de veiculação, interatividade, acessibilidade 24 horas, entre outras (PINHO, 2003, p. 49). Por meio do Portal Comunitário é possível verificar grande parte dessas características. Um portal é diferente de um site, tendo a presença de alguns elementos que o caracterizam como tal. Segundo Javier Díaz Noci (200-, p.52), é necessário pelo menos três dos seguintes elementos: Informação de atualidade (notícias), informação de serviços, buscador, fóruns e outros serviços on-line. No caso do Portal Comunitário, há notícias, informações de serviços (Emprego, Agenda Cultural etc.), fóruns e outros serviços (previsão do tempo). Atribuindo ao Portal a possibilidade de atender às demandas que não possuem espaço na mídia tradicional, adicionamos os conceitos da comunicação comunitária, alternativa e popular, que foram trazidos pelo portal e caracterizam-no como um meio de comunicação produzido em parceria com a comunidade e para a comunidade. Por meio das produções jornalísticas, é possível verificar a permanência desses três conceitos nas produções do Portal. Segundo Dornelles (2007, p.05), citando Gomes, o alternativo consiste numa contraposição à comunicação massiva (o projeto não visa tomar o espaço das mídias de massa, mas sim ser uma alternativa para a população das comunidades). Essa característica está presente em pautas que trabalham temas não abordados pela mídia convencional, que discutem temas que saem do convencional. O projeto caracteriza-se como um tipo de imprensa não alinhada à linha da mídia tradicional (PERUZZO, 1998). As poucas vezes que a mídia convencional retrata a realidade das comunidades, sindicatos e organizações não governamentais, ela não se propõe a valorizar a população. No caso do portal, um dos objetivos é essa valorização do povo, por meio da divulgação das atividades realizadas no bairro. Essa visibilidade dada aos movimentos sociais se baseia no conceito de Popular-alternativo. Traz do alternativo ainda a proposta de tratar de assuntos esquecidos ou propositalmente omitidos pela grande imprensa. Segundo Peruzzo (2006, p.10), para ser considerada mídia comunitária, são necessárias algumas características: a divulgação de assuntos específicos da comunidade, que não estão presentes na mídia convencional; a participação dos grupos; a contribuição dos cidadãos na produção das mensagens; o veículo não deve possuir fins lucrativos; o conteúdo deve ser direcionado às problemáticas do local; o trabalho deve estar a serviço da comunidade e ser dirigido a segmentos específicos da população e ter alcance limitado, tanto em cobertura

4 como audiência. Características essas encontradas no processo de produção do Portal Comunitário. 3. PRODUÇÃO JORNALÍSTICA, ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DO PORTAL O Portal Comunitário teve início em julho de 2008 e foi desenvolvido inicialmente por oito alunos do terceiro ano de Jornalismo, que além de participar da produção das matérias, tarefa de todos os alunos desta mesma turma, faziam parte da equipe projeto de extensão responsável pela atualização, manutenção e produção do design das páginas. Os alunos são orientados pelas disciplinas de Comunicação comunitária, Webjornalismo e Telejornalismo II, que trabalham em conjunto para o desenvolvimento do projeto, assim como pelas professoras responsáveis, que orientam e auxiliam o processo de produção. A partir da discussão teórica realizada em sala, os alunos entram em contato com os grupos atendidos pelo projeto, desenvolvem as pautas juntos com a comunidade e produzem as matérias. O contato com o público-alvo é importante, pois pode sugerir pautas e acompanhar o processo de apuração, auxiliando no processo. A turma de alunos é dividida em grupos, os quais ficam responsáveis em fazer contato com um sindicato, uma entidade ou movimento social e um bairros para dar início ao trabalho. Em 2008, por exemplo, os alunos escreveram duas notícias por semana e uma reportagem por mês para manter a atualização diária do portal, além de editoriais, crônicas e artigos para serem postados. A produção é supervisionada pelos professores, que revisam e fazem possíveis apontamentos para melhorar o texto. Nos primeiros meses, a produção é postada pelos membros do projeto. Depois de passado algum tempo e os demais estudantes se familiarizam com o programa de postagem, esta é realizada por todos os alunos, que possuem um cronograma de trabalho e juntamente com um membro do projeto, que auxilia no processo, postam as matérias diariamente. No final do ano, com o objetivo de estimular o aprendizado, mais voltado para a disciplina de webjornalismo, a postagem diária de notícias é realizada por todos os estudantes, agora sem a presença dos membros da equipe do projeto. As avaliações são trimestrais com os grupos parceiros do projeto e semanais com a equipe do projeto de extensão. Nesses espaços são discutidas as mudanças, melhorias, problemas, falhas entre outras coisas que envolvem a produção e manutenção do projeto e que vão sendo aperfeiçoadas com o passar do tempo. 4.OBJETIVO Este trabalho tem como objetivo apresentar o projeto de extensão produzido na Universidade Estadual de Ponta Grossa, desde agosto de 2008, colocando as evoluções, perspectivas, dificuldades e problemas que envolveram o projeto durante quase um ano de produção. O trabalho tenta mostrar ainda o percurso pelo qual o Portal Comunitário passou, apontando as modificações, reestruturações, acréscimos de novos serviços, entre outras mudanças. Essa análise parte do princípio de apresentar uma avaliação do projeto, a partir das discussões realizadas pelo grupo de extensão e das modificações ocorridas na produção, layout, estrutura do site, etc. Além disso, o trabalho poderá propor ao final da análise, soluções e perspectivas para melhorar a produção e minimizar os problemas encontrados. 5. DESENVOLVIMENTO DO PORTAL COMUNITÁRIO

5 O Portal Comunitário está a todo o momento passando por avaliações, seja do público, do próprio grupo do projeto ou das professoras coordenadoras. O trabalho passa constantemente por diferentes formas de avaliação, na tentativa de melhorar a produção. As reuniões do projeto de extensão e os encontros com as entidades parceiras são espaços em que surgem novas idéias, críticas e discussão a respeito do processo de produção, layout, utilização de mecanismos da rede, etc. São a partir dessas avaliações feitas durante os encontros que serão construídas as discussões ao longo deste texto. Um primeiro ponto a ser ressaltado é a necessidade de trabalhar com mecanismos que facilitem a vida do usuário. Em diversas reuniões discutia-se como tornar o portal de fácil acesso, seja por meio da utilização de links nos textos, botões específicos para atender cada bairro, entidade ou sindicato e até mesmo apresentar os passos de como fazer o cadastramento no site. Ao longo do tempo, os links passaram a serem usados não apenas nas reportagens semanais, mas também nas notícias diárias, apresentando as matérias já feitas sobre assuntos relacionados. Foi montado também um manual de como fazer o registro no site pra facilitar o processo do leitor comum que não está acostumado com a internet e com essas novas ferramentas. Ainda na tentativa de facilitar a navegação, o portal possui os links que direcionam para cada bairro, onde o leitor pode encontrar todas as notícias realizadas até o momento separado das demais. Essa possibilidade representa uma forma de personalizar a informação para os usuários de cada localidade. Ainda em 2008, surgiu a necessidade de trabalharmos sob a orientação da crítica construtiva de um ombudsman. Era uma nova forma de avaliação pela qual o projeto iria passar. Esse processo também deu origem a algumas discussões nas reuniões do grupo, além de ser responsável pela implantação de ações positivas para melhorar o projeto. A produção do ombudsman é feita num blog e o site apresenta um link para facilitar o acesso. Além da produção de notícias e reportagens, o Portal apresenta aos usuários serviços de utilidade pública, como a Agenda Cultural da cidade, Previsão do tempo, Pauta da Câmara e Lista de Vagas de Emprego, entre outras que foram sendo acrescentadas com o passar do tempo, a partir de sugestões de parceiros e dos alunos do projeto como é o caso do acréscimo dos horários de ônibus, das informações sobre postos de saúde, Secretarias Municipais e Vereadores. A prestação de serviços que no início era baseada apenas na sessão Emprego, Pauta da Câmara, Previsão do Tempo e Agenda Cultural foi recebendo novas propostas. Outro espaço disponível para tender as comunidades, entidades e sindicatos é os Eventos da Comunidade e Eventos Regulares que tem como objetivo manter uma agenda daquilo que acontece nas comunidades atendidas pelo projeto. O espaço serve para divulgar os eventos realizados, como é o caso de reuniões, festas, manifestações, etc. Os eventos regulares são aqueles que têm certa periodicidade como é o caso de reuniões de associações, Clubes da terceira idade, Feiras, etc. Os alunos são responsáveis em pegar as informações e passar para um membro do grupo do projeto de extensão responsável pela postagem dessa sessão. Esse espaço também surgiu depois do início do projeto, quando se percebeu que as matérias não seriam suficientes para ajudar na divulgação dos acontecimentos, pois elas saiam da página inicial e o leitor não via a não ser que fosse procurar nos arquivos. Outras produções foram adicionadas ao portal, como é ocaso das Notícias da Câmara, produzidas pelos alunos do 2º ano do curso de Jornalismo, a partir da disciplina de Redação Jornalística II. Essa pareceria surgiu no início de 2009, como forma de apresentar ao leitor a cobertura das CPIs e reuniões da câmara. As matérias são produzidas para a disciplina e adaptadas para o veículo on-line por dois membros do projeto. As notícias da câmara têm

6 um espaço específico na página do portal, bem como um arquivo das matérias anteriores, que servem para contextualizar o leitor. E importante ressaltar que a maior parte das mudanças ocorreu no início do ano letivo de 2009 em que o portal mudou o layout e o posicionamento das informações na página, além também do acréscimo de algumas produções. Um exemplo dessas mudanças é um espaço para a reportagem da semana, a qual agora tem um espaço fixo. Antes a matéria ficava no mesmo local das notícias diárias e ia perdendo visibilidade na página com o passar dos dias. Com visibilidade durante toda a semana, um maior número de pessoas pode ter acesso, na medida em que ela fica mais visível, sempre na parte superior da página. O portal apresenta ainda espaço para a produção de crônicas e artigos sobre temas abordados pelo portal, assim como a produção do editorial também feita pelos alunos que produzem a reportagem da semana. Neste mesmo espaço, há os links que direcionam para explicações sobre o que é o projeto Portal Comunitário, assim como a Linha Editorial e o Expediente. Este último, surgido recentemente. 6. CONCLUSÃO Antes de dar inicio a conclusão deste trabalho, é importante ressaltar que todas as críticas e sugestões que o portal recebe, seja por meio de ou da própria relação entre o publico e os estudantes que fazem a produção das matérias, são analisadas, estudadas e discutidas por todo o grupo de trabalho, na tentativa de fazer uma melhor produção para o público alvo do projeto. E todas as mudanças ao longo deste ano de trabalho surgiram desse modo. O projeto apesar de ainda ser uma produção bastante recente, já possibilita ao leitor grande quantidade de materiais no arquivo, devido a utilização do banco de dados de todo o material produzido. Essas matérias arquivadas foram mais bem utilizadas com a colocação de mais links dentro dos textos, fazendo linkagem com as matérias novas do mesmo tema. Isso possibilita uma maior contextualização do fato, assim como perceber a dimensão do problema, como é o caso de matérias sobre falta de rede de esgoto, que fica evidente não ser um problema pontual, mas sim encontrado em quase todos os bairros da cidade. Essa observação é possível por meio dos links que levam o leitor as outras matérias sobre o mesmo assunto. O que tem se intensificado neste momento é a melhor divulgação do portal. Como trabalhamos com a internet, um novo meio de comunicação quando relacionado aos demais. O que preocupa e a dificuldade de acesso, o que é um desafio para o público e também para o projeto. Nesse momento a equipe trabalha com formas de divulgar a produção do portal nos bairros e entidades atendidos. Esse processo se dá por meio da colagem de matérias do portal em locais estratégicos nas comunidades, como pontos de ônibus, postos de saúde, escolas, sindicatos, sedes de associações, etc. É uma forma de disponibilizar parte do material e convidar o leitor a cessar o site, seja nos tele centros, centros de inclusão digital, escolas, no trabalho ou nas residências. Atualmente tem-se trabalhado bastante com o incentivo ao acesso do site, assim como a divulgação também por parte das entidades parceiras, pois esse é um grande desafio para o projeto que trabalha com um novo meio de comunicação e com parcelas da população muitas vezes excluídas dessas novas tecnologias. Mas, justamente na tentativa de aproximar a população desse novo espaço de produção jornalística é que se incentiva o acesso ao portal. Também com o intuito de divulgar o projeto de extensão e aumentar o público que acessa o Portal, serão feitas distribuições de folders nas comunidades. O folder explica o que

7 é o Portal e apresenta o endereço para que as pessoas possam acessar. Esse mecanismo também é para melhorar a divulgação e o acesso nas comunidades, principalmente daquelas que entraram no projeto este ano. Um ponto que ainda é um desafio para o projeto e a grande demanda de grupos a serem atendidos e a equipe pequena que trabalha na produção. Apesar da união de três disciplinas, os alunos têm outras atividades e não possuem todo o tempo para fazer a cobertura para o portal. Outro ponto que precisa se desenvolver melhor dentro do portal é a utilização doas mecanismos multimídias (foto, áudio, vídeo e slides). As dificuldades técnicas são o grande problema para se trabalhar com esses mecanismos, porém na medida em que os acadêmicos foram se acostumando a trabalhar com o software, já foi possível utilizar maior número de fotos, assim como utilização de links internos e externos ao site. Apesar das dificuldades encontradas no decorrer da produção, houve diversas mudanças que contribuíram para melhorar o projeto e melhor atender o público. Apesar das poucas matérias que trabalham o jornalismo alternativo, externo aos bairros atendidos, é possível dizer que o Portal consegue permear as três áreas que originaram o projeto editorial: comunicação alternativa, comunitária e popular. É possível ressaltar também a possibilidade de pautar os outros veículos que é que o portal vem fazendo. Mesmo com as diferenças da linha editorial, os grandes veículos se utilizam de pautas abordadas pelo portal na tentativa de fazer uma produção heterogênea que atenda também o público das periferias e movimentos sociais da cidade. Sobre o atendimento ao público, é importante colocar que o portal tenta atender os grupos da melhor forma possível, mas pelo tamanho da equipe e as dificuldade técnicas e a falta de tempo, não consegue atender a todos os espaços, tendo que optarem em fazer algumas escolhas na produção das pautas e na própria escolha dos bairros e entidades a serem atendidas. Para finalizar, é importante também situar o papel do portal na produção acadêmica dos estudantes na medida em que o projeto exige uma produção semanal. Essa exigência possibilita a adequação dos acadêmicos à produção baseada no deadline das redações, além do incentivo por terem a produção publicada e disponibilizada para um público especifico, sem ficar engavetada. Pode-se dizer que o Portal Comunitário incentiva a produção acadêmica por publicizar o trabalho produzido pelos alunos. 7. REFERÊNCIAS DORNELLES, Beatriz. Divergências conceituais em torno da comunicação popular e comunitária na América Latina. Disponível em: Acesso em: 08 de junho de DÍAZ NOCI, Javier. Hemerografia Digital. Disponível em: Acesso em: 21 de setembro de PERUZZO, Cicilia Maria Krohling. Comunicação nos Movimentos Populares: A participação na construção da cidadania. Petrópolis, RJ, Vozes, Mídia Local e Suas Interfaces com a Mídia Comunitária. Disponível em: Acesso em: 10 de junho de Revisitando os Conceitos de Comunicação Popular, Alternativa e Comunitária. Disponível em: reposcom.portcom.intercom.org.br. Acesso em: 08 de junho de PINHO, J.B. Jornalismo na Internet: planejamento e produção da informação on-line. São Paulo: Summus, 2003.

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

ROTINAS DE PRODUÇÃO JORNALÍSTICA NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

ROTINAS DE PRODUÇÃO JORNALÍSTICA NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) (X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO (

Leia mais

PORTAL COMUNITÁRIO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DAS COMUNIDADES E MOVIMENTOS SOCIAIS DE PONTA GROSSA

PORTAL COMUNITÁRIO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DAS COMUNIDADES E MOVIMENTOS SOCIAIS DE PONTA GROSSA PORTAL COMUNITÁRIO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DAS COMUNIDADES E MOVIMENTOS SOCIAIS DE PONTA GROSSA Área Temática - Comunicação Autoras: Cintia Xavier 1 Maria Lúcia Becker 2, Hebe Maria Gonçalves de Oliveira

Leia mais

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB

O PAPEL DA AGÊNCIA DE JORNALISMO DA UEPG NO FOMENTO À PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS INSTITUCIONAIS NA WEB 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA O PAPEL DA

Leia mais

PROGRAMA DE RÁDIO NA WEB ANTENA COMUNITÁRIA : ANÁLISE E PROPOSTA DE FORMATO JORNALÍSTICO NO PORTAL COMUNITÁRIO

PROGRAMA DE RÁDIO NA WEB ANTENA COMUNITÁRIA : ANÁLISE E PROPOSTA DE FORMATO JORNALÍSTICO NO PORTAL COMUNITÁRIO 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA PROGRAMA DE RÁDIO NA WEB ANTENA

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

ANÁLISE DAS MUDANÇAS NA PÁGINA DO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DAS

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Extensão universitária. Direitos sociais. Cidadania.

PALAVRAS-CHAVE Extensão universitária. Direitos sociais. Cidadania. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE E APOIO AOS PROJETOS E AÇÕES DO CURSO DE JORNALISMO UEPG

A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE E APOIO AOS PROJETOS E AÇÕES DO CURSO DE JORNALISMO UEPG ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A AGÊNCIA DE JORNALISMO COMO SUPORTE

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO

NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS NO SITE PORTAL COMUNITÁRIO 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NEWSLETTER COMO PROPULSORA DE ACESSOS

Leia mais

O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social. Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2

O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social. Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2 O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2 RESUMO O Voz do Nicéia é um projeto de extensão da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1

A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 A experiência da Assessoria de Comunicação dos grupos de Educação Tutorial na UFJF 1 Isabela LOURENÇO 2 Caio Cardoso de QUEIROZ 3 Francisco José Paoliello PIMENTA 4 Universidade Federal de Juiz de Fora,

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹

Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Site institucional da Secretaria de Saúde de Goiânia como comunicação estratégica¹ Serena Veloso GOMES² Thamara Rocha Ribeiro FAGURY³ Kalyne Menezes SOUZA4 Silvana Coleta Santos PEREIRA5 Universidade Federal

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO

A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO 8 CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: COMUNICAÇÃO A IMPORTÂNCIA DO TRABALHO DE DIVULGAÇÃO DO PORTAL COMUNITÁRIO MATSUKI, Edgard 1 BECKER, Maria Lúcia 2 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS

A DIVULGAÇÃO DO CURSO DE JORNALISMO ATRAVÉS DO SITE E DAS REDES SOCIAIS 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Comunicação Social - ASCOM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Assessoria de Comunicação Social - ASCOM UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO Assessoria de Comunicação Social - ASCOM Petrolina Junho de 2013 APRESENTAÇÃO A Assessoria de Comunicação Social (Ascom) da Univasf tem como missão planejar

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org REFORMULAÇÃO DO SITE FSM (www.forumsocialmundial.org.br) O processo FSM passa por uma nova fase

Leia mais

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1

Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Segunda Chamada: Jornalismo Digital e Educação 1 Marília DALENOGARE 2 Aline MARTINS 3 Camila Pilla de Azevedo e SOUZA 4 Dieison MARCONI 5 Josafá Lucas ROHDE 6 Luciano MIRANDA 7 Universidade Federal de

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE LiteraRádio. Rádio. Literatura. Introdução

PALAVRAS-CHAVE LiteraRádio. Rádio. Literatura. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

Relato da Iniciativa

Relato da Iniciativa 1 Relato da Iniciativa 5.1 Nome da iniciativa ou projeto Novo portal institucional da Prefeitura de Vitória (www.vitoria.es.gov.br) 5.2 Caracterização da situação anterior A Prefeitura de Vitória está

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Ana Beatriz Mesquita (CPTEC/INPE) ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Metodologia do trabalho realizado referente a gravação e expansão dos vídeos

Leia mais

Relatório de Visibilidade

Relatório de Visibilidade Relatório de Visibilidade Projeto URB-AL R10-A17-04 Políticas e Ações Municipais de Segurança Alimentar: realidade, limites e possibilidades da intersetorialidade Todo material elaborado para garantir

Leia mais

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!!

TUTORIAL DO ALUNO. Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! TUTORIAL DO ALUNO Olá, bem vindo à plataforma de cursos a distância da Uniapae!!! O Moodle é a plataforma de ensino a distância utilizada pela Uniapae sendo a unidade de ensino para rápida capacitação

Leia mais

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo

WEBJORNALISMO. Aula 04: Características do Webjornalismo. Características do webjornalismo WEBJORNALISMO Aula 04: Características do Webjornalismo Prof. Breno Brito Características do webjornalismo O webjornalismo apresenta algumas características específicas em relação a aspectos que quase

Leia mais

O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL

O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL PACOTE DE NOTÍCIAS no dreamweaver O TEXTO DA MÍDIA DIGITAL União das principais características das mídias "anteriores : - Agilidade (rádio) - rapidez na atualização de conteúdo e na formatação do layout

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS PARCEIROS INSTITUCIONAIS

AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS PARCEIROS INSTITUCIONAIS AVALIAÇÃO REALIZADA PELOS PARCEIROS INSTITUCIONAIS Durante o primeiro semestre de 2003, 17 Centros Regionais de Ensino da Secretaria de Educação Básica do Estado e 5 Secretarias Municipais de Educação,

Leia mais

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1

Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Apresentação do Website Diário Manezinho: Notícias sobre a Ilha e a região 1 Ana Carolina Fernandes MAXIMIANO 2 Bruno da SILVA 3 Rita de Cássia Romeiro PAULINO 4 Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial

1. DOTPROJECT. 1.2. Tela Inicial 1 1. DOTPROJECT O dotproject é um software livre de gerenciamento de projetos, que com um conjunto simples de funcionalidades e características, o tornam um software indicado para implementação da Gestão

Leia mais

Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA. Secretaria de Comunicação Social. Unile-se

Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA. Secretaria de Comunicação Social. Unile-se Universidade Federal da Integração Latino-Americana SECOM UNILA Secretaria de Comunicação Social Unile-se Unile-se A Secretaria de Comunicação Social (Secom, para os chegados ) apresenta uma breve cartilha

Leia mais

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR Título do Case: Impulsionando a Captação de Projetos Através do Marketing Digital Categoria: Projeto Interno Temática: Mercado Resumo: Sabe-se que grande parte dos projetos realizados pelas empresas juniores

Leia mais

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL

PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL PRÊMIO OAB-GO DE JORNALISMO EDITAL 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O Prêmio OAB-GO de Jornalismo é um concurso jornalístico instituído pela Seção de Goiás da Ordem dos Advogados do Brasil para premiar matérias

Leia mais

Comunicação Comunitária: Uma Análise de Conteúdo do Jornal-Laboratório Portal Comunitário¹

Comunicação Comunitária: Uma Análise de Conteúdo do Jornal-Laboratório Portal Comunitário¹ Comunicação Comunitária: Uma Análise de Conteúdo do Jornal-Laboratório Portal Comunitário¹ RESUMO Vinícius SABINO¹ José TOLEDO² Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, PR Universidade Estadual

Leia mais

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO

ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO ANEXO 1 - QUESTIONÁRIO 1. DIMENSÃO PEDAGÓGICA 1.a) ACESSIBILIDADE SEMPRE ÀS VEZES NUNCA Computadores, laptops e/ou tablets são recursos que estão inseridos na rotina de aprendizagem dos alunos, sendo possível

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

3 Acrescentar Recursos

3 Acrescentar Recursos 2010 1 publicar o nome, sua descrição, a data de publicação, a duração e sua repetição. Funcionará como a agenda do professor, a qual os estudantes não terão acesso. Para finalizar, selecione o Tipo de

Leia mais

cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015

cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015 cris Relatório de gerenciamento de mídias sociais Maio e Junho/2015 Facebook A página do Facebook foi atualizada com um post por dia, no começo dos trabalhos, depois dois posts por dia, e próximo ao dia

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação.

Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação. Somos uma agência de notícias gratuita, que produz e difunde conteúdo jornalístico sobre inovações em educação. Nosso objetivo é colaborar com a mídia para disseminar informações originais, interessantes

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Manual com normas para solicitação de produção e publicação de material informativo jornalístico no site, lista de

Leia mais

Portal de conteúdos Linha Direta

Portal de conteúdos Linha Direta Portal de conteúdos Linha Direta Tecnologias Educacionais PROMOVEM SÃO Ferramentas Recursos USADAS EM SALA DE AULA PARA APRENDIZADO SÃO: Facilitadoras Incentivadoras SERVEM Necessárias Pesquisa Facilitar

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012

Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Relatório de comunicação digital da Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis Janeiro a Julho/2012 Índice Apresentação...2 Público-alvo...2 Plataformas utilizadas: Ning...3 Twitter...4 Facebook...5

Leia mais

Divisão de Divulgação

Divisão de Divulgação PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P. TJAM 52 Divisão de Divulgação Elaborado por: Mário Adolfo Aryce

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1

CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 CentralSul de Notícias: A Rotina Produtiva de uma Agência Experimental Online 1 COSTA 2 Daiane dos Santos; FONSECA 3 Aurea Evelise dos Santos; ZUCOLO 4 Rosana Cabral 1 Trabalho submetido ao SEPE 2011 Simpósio

Leia mais

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES Nome dos autores: Gislaine Biddio Rangel¹; Ana Beatriz Araujo Velasques². 1 Aluna do Curso

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II. Primeiro Trabalho UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE II Primeiro Trabalho Descrição do trabalho: Escrever um Documento de Visão. Projeto: Automatização do sistema que

Leia mais

Transporte compartilhado (a carona solidária)

Transporte compartilhado (a carona solidária) Quer participar da Semana de Economia Colaborativa, mas você não sabe qual atividade organizar? Este guia fornece algumas sugestões de atividades e informações gerais sobre como participar neste espaço

Leia mais

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2

11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. SANTOS, Volney Campos dos 1 WOITOWICZ, Karina Janz 2 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 3ÁREA TEMÁTICA: ( X ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA DIREITOS

Leia mais

Manual do Ambiente Moodle para Alunos

Manual do Ambiente Moodle para Alunos UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Manual do Ambiente Moodle para Alunos Versão 1.0b Setembro/2011 Direitos Autorais: Essa apostila está licenciada sob uma Licença Creative Commons 3.0 Atribuição de

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil...

Sumário INTRODUÇÃO... 3. 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4. 2. Ferramentas e Configurações... 5. 2.1 Ver Perfil... 5. 2.2 Modificar Perfil... Sumário INTRODUÇÃO... 3 1. Acesso ao Ambiente do Aluno... 4 2. Ferramentas e Configurações... 5 2.1 Ver Perfil... 5 2.2 Modificar Perfil... 6 2.3 Alterar Senha... 11 2.4 Mensagens... 11 2.4.1 Mandando

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Estrutura de Relacionamento:

Estrutura de Relacionamento: 1 Índice Por que ter Guia de Relacionamento e Suporte?... 3 Qual a Estrutura de Relacionamento com o Cliente?... 3 Agente de Atendimento (CAT):... 3 Gerente de Contas (GC):... 3 Gerente de Serviço (GS):...

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições,

O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições, PORTARIA Nº101/UNOESC-R/2014. Disciplina e organiza as ações do Marketing Institucional da Unoesc. O reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina Unoesc, professor Aristides Cimadon, no uso de suas

Leia mais

FAQ Escrita de Cases

FAQ Escrita de Cases FAQ Escrita de Cases 1. Sobre o que escrever um case e com qual foco? Sua EJ poderá escrever cases de sucesso ou insucesso que tenha trazido muito aprendizado e superação, ou seja, cases distintos da realidade

Leia mais

Projeto Escola com Celular

Projeto Escola com Celular Projeto Escola com Celular Rede Social de Sustentabilidade Autores: Beatriz Scavazza, Fernando Silva, Ghisleine Trigo, Luis Marcio Barbosa e Renata Simões 1 Resumo: O projeto ESCOLA COM CELULAR propõe

Leia mais

Moodle - Tutorial para Professores

Moodle - Tutorial para Professores Moodle - Tutorial para Professores por Prof. Maurício Lima 1 agosto de 2010 Objetivo Este documento apresenta aos professores da Faculdade Novos Horizontes os primeiros passos na utilização do pacote Moodle.

Leia mais

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PRODUTO FINAL ASSOCIADA A DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Universidade Federal de Itajubá Título da dissertação: OS MANUAIS DOS PROFESSORES DOS LIVROS DIDÁTICOS

Leia mais

Intranets e Capital Intelectual

Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual Intranets e Capital Intelectual As mídias sociais ultrapassaram os limites da vida privada. Os profissionais são 2.0 antes, durante e depois do expediente. É possível estabelecer

Leia mais

a marca A SEGUIR, VOCÊ DESCOBRE COMO FAZER PARTE DE TUDO ISSO.

a marca A SEGUIR, VOCÊ DESCOBRE COMO FAZER PARTE DE TUDO ISSO. a marca A Cabelos&cia é referência em conteúdo sobre beleza profissional há 19 anos. E agora toda sua excelência está atualizada, repaginada e muito mais acessível com o portal Cabelos&cia. Direcionado

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 1 CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 04/2007 Mílada Tonarelli Gonçalves CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo

TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo TV VILA EMBRATEL Uma experiência de Web TV Comunitária a partir de uma solução de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo Anissa Ayala CAVALCANTE 1 - UFMA Jessica WERNZ 2 - UFMA Márcio CARNEIRO 3 - UFMA

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD

Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 1 Manual de acesso ao UNICURITIBA Virtual (Moodle) para alunos EAD 2015 2 Sumário Acessando o UNICURITIBA Virtual... 4 Conhecendo o UNICURITIBA Virtual... 5 1. Foto do Perfil... 5 2. Campo de Busca...

Leia mais

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo

Cronograma Encontro I aula 2: Webjornalismo Cronograma Encontro I aula 1: Agência de No6cias Imprensa Jovem ü Encontro I aula 2: Webjornalismo Encontro II Fotojornalismo Encontro III - Radiojornalismo I Encontro IV - Radiojornalismo II Encontro

Leia mais

Capítulo 1 - Introdução 14

Capítulo 1 - Introdução 14 1 Introdução Em seu livro Pressman [22] define processo de software como um arcabouço para as tarefas que são necessárias para construir software de alta qualidade. Assim, é-se levado a inferir que o sucesso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo REGIMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM JORNALISMO Capítulo I Da concepção de estágio O Estágio visa oportunizar

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES SIRLEI RODRIGUES CARDOSO DO PRADO VITORINO PIXTON PARA ESCOLAS: DIVERSÃO E CRIATIVIDADE

ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES SIRLEI RODRIGUES CARDOSO DO PRADO VITORINO PIXTON PARA ESCOLAS: DIVERSÃO E CRIATIVIDADE ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES SIRLEI RODRIGUES CARDOSO DO PRADO VITORINO PIXTON PARA ESCOLAS: DIVERSÃO E CRIATIVIDADE TAQUARUSS/MS MARÇO DE 2011 ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES SIRLEI RODRIGUES

Leia mais

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê

Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário do Portal Ypadê Balaio Digital Tecnologia em Gestão Ltda ME. Manual do Usuário Portal Ypadê Centro de Agricultura Alternativa CAA Manual do Usuário Portal Ypadê Montes Claros, 16 de Julho de 2011 Revisão 3 Sumário 1. Apresentação do portal e escopo deste documento... 2 2. Acessando o Portal Ypadê...

Leia mais

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos.

Proposta Comercial. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. Proposta Comercial de prestação de serviços de Desenvolvimento de web site para o Vereador Marcelo Ramos. 1 1. APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA Brasília, 14 de maio de 2010. A LTDA. vem, por meio deste documento,

Leia mais

Moodle - Guia de Utilização para Estudos Complementares

Moodle - Guia de Utilização para Estudos Complementares Moodle - Guia de Utilização para Estudos Complementares por Prof. Maurício Lima 1 março de 2010 Objetivo Este documento apresenta aos professores da Faculdade Novos Horizontes os primeiros passos na utilização

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul Moderação: Graciane Regina Pereira e Katiuscia Wilhelm Kankerski 13h Apresentação dos objetivos e da metodologia de trabalho.

Leia mais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais

Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Anexo V - Planilha de Apuração Aquisição de Solução de Redes Sociais Será utilizado o seguinte critério: Atende / Não atende (Atende em parte será considerado Não atende) Item Itens a serem avaliados conforme

Leia mais