FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ"

Transcrição

1 M I NI S T É RI O DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UF PR ASSUNTO: Credenciamento do corso de pós-graduação em Ciências Biológicas, com área de concentração em Biologia Celular, em nível de Mestrado. RELATOR, sr. CONS Margarida Maria R-B.P.Leal PARECER Nº 673/93 CÂMARA ou COMISSÃO APROVADO EM: 10/11/ RELATÓRIO PROCESSO Nº : 23, / Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Fundação Universidade Estadual de Maringá, com sede em Maringá, Estado do Paraná, solicita a este Conselho o credenciamento do curso de pos-graduação em Ciências Biológicas, com área de concentração em Biologia Celular, em nível de mestrado, o qual iniciou suas atividades em A Comissão Verificadora designada pela CAPES, constituída pelos professores João Lúcio de Azevedo da USP/ESALQ e Isaac Roitman, da UNB, visitaram a. Instituição nos dias 05 e 06 de maio de presente parecer foi elaborado com base nas informações contidas no Relatório da Comissão Verificadora e no Relatório Técnico da CAPES, que integram o processo. 1. ORGANIZAÇÃO ACADÊMICA E ADMINISTRATIVA A Comissão informa que o curso se desenvolve dentro de oito linhas de pesquisas, a saber:

2 - Biofísica do processo de estimulo-secreção em células beta. pancreáticas; - Histofisiologia, da nutrição animal; - Morfometria e Histoenzimologia do tecido muscular; - Diferenciação celular e histológica em vegetais; - Citogenºtica vegetal; - Biologia celular da secreção; - Fisiologia celular; - Fisiologia de microorganismos. A estrutura curricular exige 34 créditos, sendo oferecidas 10 disciplinas obrigatórias e 18 disciplinas eletivas, e elaboração e defesa de dissertação. Ao analisar o elenco das disciplinas, a Comissão considera que "as mesmas se enquadram dentro dos objetivos do curso e as ementas são adequadas". Destaca que a bibliografia é adequada, porém, deve ser atualizada periodicamente. Encontra-se registrado na ficha de avaliação da CAPES, que as atividades de ensino foram desenvolvidas com regularidade, sendo o elenco de disciplinas compatível com as áreas do curso. Quanto a parte administrativa, foi adequada. 0 Curso apresenta instalações físicas secretaria eficiente e toda a administração informatizada. considerada boas, uma encontra-se 2. CORPO DOCENTE O corpo docente conta com 22 professores, todos com Doutorado, sendo que 14 deles atuam como professores orientadores. Todos os professores trabalham em dedicação exclusiva ou em tempo integral. Não há dependência de Professores Visitantes. A comissão

3 considerou a qualificação do corpo docente, bem como as linhas de pesquisa adequadas com os objetivos do Curso. Destaca-se da Ficha de Avaliação da CAPES, que: - A dimensão do Corpo Docente Permanente é bastante adequada, considerando-se o número de alunos e disciplinas oferecidas; - A composição do corpo docente é adequada para atender as áreas de especialidade; A produção cientifica encontra-se baixa considerando-se o número de docentes do Curso, mas as informações complementares revelam que tal produção tende a aumentar. 3. CORPO DISCENTE Verificadora: Quanto a este item consta do Relatório da Comissão "A seleção de alunos é feita anualmente (mês de fevereiro), sendo atualmente, oferecidas 13 vagas. A seleção consta de: (a) prova escrita; (b) análise de Curriculum Vitae; (c) entrevista. Na última seleção inscreveram-se 19 candidatos, tendo sido selecionados 6. Além de candidatos de Maringá, o Curso tem sido procurado por pessoas de outras regiões do Paraná (Cascavel, Ponta Grossa), Campo Grande, São Paulo, Mossoró (RN)". "0 curso conta, atualmente, com 32 alunos, apresentando a seguinte distribuição: (1) 16 alunos fazendo somente dissertação; (2) 10 alunos fazendo a dissertação e cursando disciplinas: (3) 6 alunos cursando somente as disciplinas". "O tempo médio de titulação é de 3,3 anos. Dos 9 egressos do Curso, 6 trabalham na Universidade Estadual e 3 em Cascavel. Um dos egressos está fazendo Doutorado na Universidade Federal do Paraná".

4 "A relação orientador/orientando é adequada. Dezesseis alunos estão em trabalho de dissertação, sendo 14 o número de orientadores. A relação está próxima de 1". Consta da Ficha de Avaliação da CAPES que: - Há boa colaboração dos alunos em projetos de pesquisa, apresentação de trabalhos científicos em congressos e 07 dissertações foram defendidas no periodo ; - 0 fluxo de alunos está razoável e o tempo de titulação está alto. 4. PESQUISA E PRODUÇÃO CIENTIFICA A produção cientifica do corpo docente foi considerada rasoáve1. Informa a Comissão, que em 1990, foram publicados 10 trabalhos em periódicos nacionais e 5 em periódicos estrangeiros, bem como. foram apresentados 45 trabalhos em congressos nacionais e 1 em congresso internacional. No ano de 1991, foram publicados 7 trabalhos em periódicos nacionais e 5 em periódicos do exterior; 60 trabalhos foram apresentados nesse ano em congressos nacionais e 05 em congressos internacionais. Informa ainda que até a data da verificação, 9 dissertações foram defendidas, destacando que várias deias foram objeto de publicações em revistas de bom padrão, tais como: Experimental Mycology, Brazilian Journal of Medicai anda Biological Sciences, Memórias do Instituto Oswaldo Crua e Revista da American Soceity for Horticulture Science. Salienta-se na ficha de avaliação, que as linhas de pesquisa e projetos desenvolvidos estão perfeitamente coerentes com as áreas abrangidas pelo Curso.

5 5. INFRA-ESTRUTURA FÍSICA E FINANCEIRA A Comissão declara que o espaço físico disponível para o curso é muito bom e que as atividades são desenvolvidas em laboratórios adequados e cora boa infra-estrutura, levando-se em consideração, as atuais dificuldades de verbas das Universidades e de verbas provenientes de agências de fomento. Considera que há dificuldades no acervo bibliográfico, pelo isolamento geográfico da Universidade Estadual de Maringá. No que se refere aos recursos financeiros, informa que vários professores recebem auxilio do CNPQ e da FINEP. 0 Curso, atualmente, conta com 17 bolsas de estudos (13 da CAPES e 4 do RHAE/CNPq). 6. INTERCÂMBIO COM OUTRAS INSTITUIÇÕES E CURSOS 0 toso recebe a colaboração de 6 Professores Visitantes, no entanto, comentando a Comissão que ainda há pouco intercâmbio com outros Cursos. A Comissão destaca alguns problemas que devem merecer a atenção e serem corrigidos a curto e médio prazo, tais como: a) as deficiências no acervo bibliográfico, problema que pode ser resolvido através de investimento na biblioteca e mecanismos eficientes de consultas por meios eletrônicos; b) aquisição de um microscópio eletrônico de transmissão, necessário para o desenvolvimento de certas linhas de pesquisa. A Comissão conclui seu relatório nos seguintes termos: "Pela análise de documentos e, através do contacto com o corpo docente e discente (nos quais se notou um grande entusiasmo) e, pelo desempenho dos últimos anos (o curso, na ultima avaliação, recebeu o conceito "B"), somos a favor do credenciamento do Curso junto ao Conselho Federal de Educação".

6 A CAPES em seu Relatório Técnico atribui ao curso o conceito "B" e comenta: 1) Corno aspectos fortes do Curso; - Corpo docente bem qualificado; - Melhoria do fluxo de alunos; - Elenco de disciplinas ministrado com regularidade. 2) Aspectos que precisam ser fortalecidos: - Produção científica em revistas especializadas; - Diminuição do tempo de titulação. 3) O Conceito "B" para o Curso resulta da manutenção do seu bom nível, da apresentação da ligeira melhora relação ao biênio anterior e da produção cientifica em em revistas especializadas ainda pequena. Finalmente, recomenda a inclusão do Curso para receber novos bolsistas pelo PICD e apoio institucional, justificando que o Corso está praticamente consolidado e está tendo papel importante para a região, como se verifica pelo destino dos egressos e pela participação de alunos de outras localidades do país. II - VOTO DA RELATORA Diante do exposto, a Relatora vota favoravelmente ao credenciamento do curso de Pos-graduação em Ciências Biológicas, com área de concentração em Biologia Celular, em nivel de Mestrado, ministrado pela Fundação Universidade Estadual de Maringá, em Maringá, Estado do Paraná, pelo prazo de 5 (cinco) anos, com efeito retroativo à data do início do curso. recomendações da CAPES. Outrossim, deve a Instituição atender as

7 III - CONCLUSÃO DA CÂMARA Relatora. A Câmara de Ensino Superior acompanha o voto da

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - UNESP. Margarida Maria R.B.P.Leal

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - UNESP. Margarida Maria R.B.P.Leal M I N I S T É R I O DA EDUCAÇÃO CONSELHO F E D E R A L DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA - UNESP INTERESSADO/MANTENEDORA UF SP ASSUNTO; Recredenciamento do curso de pós-graduação em Ciências Biológicas,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA M I N I S T É R I O DA EDUCAÇÃO CONSELHO F E D E R A L DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA UF CE ASSUNTO: Credenciamento do curso de pos-graduação em Engenharia Civil, com

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA INSTITUTO METODISTA DE ENSINO SUPERIOR UF SP ASSUNTO: Recredenciamento do curso de pós-graduação em Comunicação Social, com área

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3

CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 CAPES - ÁREA DE ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA ÁREA 46 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO PARA PROGRAMAS ACADÊMICOS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU CARACTERÍSTICAS DE UM PROGRAMA (MESTRADO) NOTA 3 Para obter nota

Leia mais

Renovação do credenciamento do curso de pos-graduação em Histologia,a nível de mestrado. Virgínio Cindido Tosta de Souza

Renovação do credenciamento do curso de pos-graduação em Histologia,a nível de mestrado. Virgínio Cindido Tosta de Souza Escola Paulista de Medicina Renovação do credenciamento do curso de pos-graduação em Histologia,a nível de mestrado. Virgínio Cindido Tosta de Souza 0 curso de pos-graduação em Histologia a nível de mes

Leia mais

Universidade Estadual d Campinas/UNICAMP SP

Universidade Estadual d Campinas/UNICAMP SP Universidade Estadual d Campinas/UNICAMP SP Renovação de Credenciamento do Curso de Pos-Graduação em Engenharia Elétrica, em níveis de Mestrado e Doutorado Nilson Paulo I - RELATORIO 0 curso de pós-graduação

Leia mais

Recredenciamento do curso de pós-graduação em Sociologia, em nível de mestrado.

Recredenciamento do curso de pós-graduação em Sociologia, em nível de mestrado. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Recredenciamento do curso de pós-graduação em Sociologia, em nível de mestrado. ARNALDO NISKIER I - RELATÓRIO 0 Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro solicita

Leia mais

Colegiado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Veterinárias

Colegiado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Veterinárias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM CIÊNCIAS VETERINÁRIAS Colegiado do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

PARECER NP 677/93 CÂMARA ou COMISSÃO APROVADO EM: 10/11/93

PARECER NP 677/93 CÂMARA ou COMISSÃO APROVADO EM: 10/11/93 M I N I S TÉ R I O DA EDUCAÇÃO CONSELHO F E D E R A L DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARA UF CE ASSUNTO: Recredenciamento do corso de pós-graduação em Química, com área de

Leia mais

Credenciamento do curso de Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana, a nível de mestrado e Doutorado. Zilma Gomes Parente de Barros

Credenciamento do curso de Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana, a nível de mestrado e Doutorado. Zilma Gomes Parente de Barros UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Credenciamento do curso de Língua Espanhola e Literatura Espanhola e Hispano-Americana, a nível de mestrado e Doutorado. Zilma Gomes Parente de Barros CESu,19 Grupo O Reitor da

Leia mais

Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado.

Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado. Credenciamento do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção nível de Doutorado Concentraçao em Pesquisa Operacional,a nível de doutorado. 0 Sub-Reitor de Ensino para Graduados e Pesquisa da Universidade

Leia mais

AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CRITÉRIOS PARA ACOMPANHAMENTO DE AVALIAÇÃO DE 2004

AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS CRITÉRIOS PARA ACOMPANHAMENTO DE AVALIAÇÃO DE 2004 Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes Documento de Área: Ciências e Tecnologia de Alimentos AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA PÓS-GRADUAÇÃO AREA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO - SELEÇÃO 2010

INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO - SELEÇÃO 2010 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA- FMB 201 ANOS Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde Largo do Terreiro de Jesus Pelourinho Tel.: (71) 3283-5561 FAX: (71) 3283-5566/5567

Leia mais

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 002/2012 ÁREA DE LETRAS E LINGUÍSTICA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: Letras e Linguística PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, Publicado no Diário Oficial da União de 21/12/2006 (*) Portaria/MEC nº 2012, publicada no Diário Oficial da União de 21/12/2006 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

EDITAL PROPPG 14/2014 PDSE CAPES (Bolsas de doutorado sanduíche no exterior)

EDITAL PROPPG 14/2014 PDSE CAPES (Bolsas de doutorado sanduíche no exterior) EDITAL PROPPG 14/2014 PDSE CAPES (Bolsas de doutorado sanduíche no exterior) A Pró-reitora de Pesquisa e Pós Graduação PROPPG, em conjunto com a Coordenação do Programa de Pós-graduação em Fitotecnia PPGF,

Leia mais

EDITAL 11/2015 PPG-BCS

EDITAL 11/2015 PPG-BCS Campus de Cascavel - PR Rua Universitária, 2069 CEP 8819-110 - FONE 4 3220-3132 EDITAL 11/201 PPG-BCS ABERTURA DE INSCRIÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE BOLSA- TÉCNICO (ACORDO CAPES/FA) PARA ATENDER O

Leia mais

Capes Critérios de Implantação Mestrado e Doutorado Acadêmico. Avaliação de Proposta de Cursos Novos APCN Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Dezembro / 2005

Capes Critérios de Implantação Mestrado e Doutorado Acadêmico. Avaliação de Proposta de Cursos Novos APCN Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Dezembro / 2005 CAPES PARÂMETROS DE AVALIAÇÃO DE CURSOS NOVOS DOUTORADO ÁREA DE EDUCAÇÃO Os projetos de cursos novos de doutorado serão julgados pela Comissão de Avaliação da área de Educação com base nos dados obtidos

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA 2012 COLEGIADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA ❶ Coordenador Prof. Márcio Machado Ladeira ❷ Coordenador Adjunto

Leia mais

Credenciamento do Curso de Pós-Graduação em Medicina, com área de concentração em Pediatria, em nível de mestrado.

Credenciamento do Curso de Pós-Graduação em Medicina, com área de concentração em Pediatria, em nível de mestrado. UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Credenciamento do Curso de Pós-Graduação em Medicina, com área de concentração em Pediatria, em nível de mestrado. Yugo Okida O curso de pós-graduação em Medicina, com área

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 01/PPGN/2012, DE 11 DE JULHO DE 2012.

RESOLUÇÃO N. 01/PPGN/2012, DE 11 DE JULHO DE 2012. RESOLUÇÃO N. 01/PPGN/2012, DE 11 DE JULHO DE 2012. Dispõe sobre credenciamento e recredenciamento de professores no Programa de Pós-Graduação Nutrição. A coordenação do Programa de Pós-Graduação em Nutrição,

Leia mais

Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional

Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional Regimento do Mestrado Profissional em Matemeatica em Rede Nacional Capítulo I Objetivos Artigo 1º - O Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) tem como objetivo proporcionar formação

Leia mais

2 DA ETAPA DE SELEÇÃO DOS ORIENTADORES

2 DA ETAPA DE SELEÇÃO DOS ORIENTADORES EDITAL 2014 Estabelece inscrições para o Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI. O Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI, Prof. Clauder Ciarlini

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU AGRONOMIA/ENTOMOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO

Leia mais

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012

COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 COMUNICADO n o 001/2012 ÁREA DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 22 de Maio de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO

Leia mais

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL

REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 22.scol@capes.gov.br REQUISITOS PARA A CRIAÇÃO DE CURSOS NOVOS MESTRADO PROFISSIONAL IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO DA REGULAÇÃO REGULAMENTO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FGV DIREITO RIO RIO DE JANEIRO 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS...

Leia mais

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História

A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História A. Critérios para Avaliação e Aprovação de Cursos Novos de História 1. Apoio institucional. Clara manifestação de apoio por parte da IES proponente, expressa tanto no provimento da infraestrutura necessária,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA SAÚDE Edital PPGPS Nº 01/2015 para Seleção de Candidatos ao PNPD 2015 PROCESSO

Leia mais

Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF)

Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF) Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF) 1. Sobre o Programa O Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF) é um programa nacional de pós-graduação

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica PPEE/UFJF EDITAL 001/2015

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica PPEE/UFJF EDITAL 001/2015 EDITAL 001/2015 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD) DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA (PPEE-UFJF) EDITAL Nº 001/2015 O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Pró - Reitor ia de Planejamento, Gestão e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas (62) 3328-1123 - radoc@ueg.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Pró - Reitor ia de Planejamento, Gestão e Finanças Gerência de Gestão de Pessoas (62) 3328-1123 - radoc@ueg. EDITAL INTERNO - PrPGF 001/2014 - A Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças (PrPGF) da Universidade Estadual de Goiás (UEG), tendo em vista o disposto na Resolução CsU nº 051/2013, torna público

Leia mais

- 1 - EDITAL 04/2015 DAS VAGAS

- 1 - EDITAL 04/2015 DAS VAGAS EDITAL 04/2015 Ementa: Edital para seleção de docentes em regime de Tempo Integral 40 horas, para atuar no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O Diretor da Faculdade de Engenharia, Arquitetura

Leia mais

Bem estar animal em cursos de pós-graduação: uma proposta. Marcos Macari Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal Unesp Campus de Jaboticabal

Bem estar animal em cursos de pós-graduação: uma proposta. Marcos Macari Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal Unesp Campus de Jaboticabal Bem estar animal em cursos de pós-graduação: uma proposta Marcos Macari Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal Unesp Campus de Jaboticabal Crescimento populacional - Estimativa de uma população

Leia mais

Renovação de Credenciamento do curso de pós-graduação em Economia (Mestrado e Doutorado).

Renovação de Credenciamento do curso de pós-graduação em Economia (Mestrado e Doutorado). UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Renovação de Credenciamento do curso de pós-graduação em Economia (Mestrado e Doutorado). Arnaldo Niskier 1 - RELATÓRIO O curso de pós-graduação em Economia nas áreas de Teoria

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Faculdade de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC),

Leia mais

Ficha de Recomendação - APCN

Ficha de Recomendação - APCN Área de Avaliação: EDUCAÇÃO Agenda: 05/12/2011 a 05/12/2011 Período: 2011/01 Proposta APCN: 7635 EDUCAÇÃO IES: 40015017 - UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ Cidade: CASCAVEL Programa em IES cadastrada

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 11/04/2008 (*) Portaria/MEC nº 459, publicada no Diário Oficial da União de 11/04/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília Relatoria Grupo de Trabalho (GT1) Realização Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) da Universidade de Brasília Brasília DF, 6 a

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO I. Objetivos II. Modalidades Pós Graduação Stricto Sensu: Pós Graduação Lato Sensu: Especialização

PÓS-GRADUAÇÃO I. Objetivos II. Modalidades Pós Graduação Stricto Sensu: Pós Graduação Lato Sensu: Especialização PÓS-GRADUAÇÃO O Programa de Pós Graduação Lato Sensu da FAEC foi aprovado pela Resolução do CAS, ATA 001/08, de 12 de março de 2008 e será implantado a partir do primeiro semestre de 2010, após aprovação

Leia mais

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 1.- Objetivos do Curso de Mestrado: a. Formação de professores para o magistério superior; b. Formação de pesquisadores; c. Capacitação para o exercício

Leia mais

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I RESOLUÇÃO N. 001/2007 ANEXO NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I 1. Conceituação As normas relativas à concessão de Bolsas de Formação, de Pesquisa

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas Área de concentração Biologia Celular e Molecular. Edital de seleção - 2013

Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas Área de concentração Biologia Celular e Molecular. Edital de seleção - 2013 Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas Área de concentração Biologia Celular e Molecular Edital de seleção - 2013 Mestrado Doutorado (primeira etapa para não egressos do programa) A Professora

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Faculdade de Engenharia Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOTECNIA DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOTECNIA DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP 1 NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOTECNIA DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO

UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO UNIARA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO: PROCESSOS DE ENSINO, GESTÃO E INOVAÇÃO REGULAMENTO SUMÁRIO TÍTULO I - APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA... 1 TÍTULO II - DOS OBJETIVOS...

Leia mais

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO

EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA PROFHISTÓRIA CHAMADA A PROPOSTAS DE ADESÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA EDITAL N o EXPANSÃO DA REDE DO MESTRADO PROFISSIONAL EM HISTÓRIA

Leia mais

PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011

PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011 PORTARIA CAPES Nº 193, DE 4 DE OUTUBRO DE 2011 Fixa normas e procedimentos para a apresentação e avaliação de propostas de cursos novos de mestrado e doutorado. O Presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento

Leia mais

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE GEOGRAFIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012

COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE GEOGRAFIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 COMUNICADO n o 003/2012 ÁREA DE GEOGRAFIA ORIENTAÇÕES PARA NOVOS APCNS 2012 Brasília, 03 de Abril de 2012 IDENTIFICAÇÃO ÁREA DE AVALIAÇÃO: GEOGRAFIA PERÍODO DE AVALIAÇÃO: 2012 ANO DE PUBLICAÇÃO DESTE DOCUMENTO:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE EDITAL PROPEG Nº 010/2011 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA A A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Acre em associação

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014.

EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014. EDITAL Nº 003, de 05 de dezembro de 2014. A Faculdade de Ciências Humanas (FCH), da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, torna público o presente Edital para abertura de inscrições visando

Leia mais

NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC

NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC O curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia/Química da Universidade Federal do ABC (UFABC) está

Leia mais

Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação

Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior. Diretoria de Avaliação Ministério da Educação Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior Diretoria de Avaliação 50.nutr@capes.gov.br DOCUMENTOS DA PRIMEIRA REUNIÃO DA COMISSAO PRO-TEMPORE DE ESTRUTURAÇÃO DA

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: CENECT Centro Integrado de Educação, Ciência e UF: PR Tecnologia S/C Ltda. ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade

Leia mais

Chamada Simplificada PIBTI - DF nº 04/2011

Chamada Simplificada PIBTI - DF nº 04/2011 Chamada Simplificada PIBTI - DF nº 04/2011 Chamada Simplificada PIBTI - DF nº 04/2011 02 Dezembro 2011 O Instituto Euvaldo Lodi IEL/DF e a Fundação de Apoio a Pesquisa FAP/DF, CONVIDAM os interessados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL PPGEdu/FAED/UFGD Nº 03 DE 30 DE ABRIL DE 2015. A COORDENADORA DO da da, no uso de suas atribuições, torna público o presente edital, para a abertura de inscrições visando a seleção de candidato

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 181/2011-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 12/12/2011 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 181/2011-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM 12/12/2011 I RELATÓRIO: INTERESSADA: AUTARQUIA BELEMITA DE CULTURA, DESPORTOS E EDUCAÇÃO - ABCDE /CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO VALE DO SÃO FRANCISCO-CESVASF ASSUNTO: RECONHECIMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Leia mais

PARTE A. O CS-CFC elaborará um relatório anual detalhado de suas atividades acadêmicas.

PARTE A. O CS-CFC elaborará um relatório anual detalhado de suas atividades acadêmicas. NORMAS DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DO CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS-CBPF/MCT ELABORADAS PELO COMITÊ SUPERVISOR DA COORDENAÇÃO DE FORMAÇÃO CIENTÍFICA E APROVADA NA REUNIÃO DO CONSELHO TÉCNICO

Leia mais

PROFLETRAS R E G I M E N T O

PROFLETRAS R E G I M E N T O PROFLETRAS R E G I M E N T O CAPÍTULO I - CAPITULO II - CAPÍTULO III - CAPÍTULO IV - CAPÍTULO V - CAPÍTULO VI - CAPÍTULO VII - CAPÍTULO VIII - Das Finalidades Das Instituições Associadas Da Organização

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015/2016 INGRESSO 1º SEMESTRE 2016 DOUTORADO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL EDITAL PPGAS 3/2015

PROCESSO SELETIVO 2015/2016 INGRESSO 1º SEMESTRE 2016 DOUTORADO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL EDITAL PPGAS 3/2015 PROCESSO SELETIVO 2015/2016 INGRESSO 1º SEMESTRE 2016 DOUTORADO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL EDITAL PPGAS 3/2015 I. Para informações detalhadas sobre o PPGAS (Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social)

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRESIDÊNCIA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRESIDÊNCIA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO PLENO RESOLUÇÃO Nº 007/2010 Define a constituição do Corpo Docente dos Programas de Pós-graduação strictu sensu da UNICAP, fixa os correspondentes critérios de credenciamento,

Leia mais

Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP

Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP Normas do Programa Engenharia Química - EEL/USP I - COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DE PROGRAMA (CCP) A Comissão Coordenadora de Programa (CCP) em Engenharia Química (PPG-EQ) será constituída por 4

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Instrução normativa Nº 003/2015 Define critérios para credenciamento e recredenciamento de Docentes como Docentes do Progrma no Programa de Pós- Graduação em Zootecnia. O Colegiado de Pós-graduação em

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação UF: DF Superior. ASSUNTO: Diretrizes para a elaboração, pelo INEP,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC MESTRADO EM ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIO DE DOCÊNCIA I. Prof. João Henrique Kleinschmidt.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC MESTRADO EM ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIO DE DOCÊNCIA I. Prof. João Henrique Kleinschmidt. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC MESTRADO EM ENGENHARIA DA INFORMAÇÃO ORIENTAÇÕES PARA ESTÁGIO DE DOCÊNCIA I Prof. João Henrique Kleinschmidt Coordenador da disciplina Estágio em Docência I Quadrimestre 2/2012

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU ENGENHARIA FLORESTAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL PRPG 004-2015

EDITAL PRPG 004-2015 Ministério da Educação Universidade Federal de Campina Grande Pró-Reitoria de Pós-Graduação EDITAL PRPG 004-2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE HUMANIDADES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SOLO RESOLUÇÃO 01/2014 PPGCS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SOLO RESOLUÇÃO 01/2014 PPGCS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SOLO RESOLUÇÃO 01/2014 PPGCS PG- Ciência do Solo CAV/UDESC Regulamenta os critérios de credenciamento, recredenciamento e descredenciamento de docentes no âmbito

Leia mais

AVISO PÚBLICO Nº 12/UNOESC-R/2013

AVISO PÚBLICO Nº 12/UNOESC-R/2013 AVISO PÚBLICO Nº 12/UNOESC-R/2013 Abre inscrições para recebimento de requerimento para credenciamento de docente permanente no Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Direito. A UNIVERSIDADE DO

Leia mais

A primeira delas tem como objetivos uma formação básica em Antropologia Social e orientar a elaboração do projeto de pesquisa que conduzira à

A primeira delas tem como objetivos uma formação básica em Antropologia Social e orientar a elaboração do projeto de pesquisa que conduzira à INTERESSADO/MANTENEDORA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS UF SP ASSUNTO RENOVAÇÃO DE CREDENCIAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANTROPOLOGIA SOCIAL Nível de Mestrado. RELATOR: SR.CONS. Layrton Borges

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA E TECNOLOGIA ESPACIAIS ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM ENGENHARIA E GERENCIAMENTO DE SISTEMAS ESPACIAIS TÍTULO I DOS OBJETIVOS DO CURSO Art. 1º A Área de Concentração

Leia mais

EDITAL 002/2015. Observação: A descrição das linhas de pesquisa pode ser acessada em: http://portal.unincor.br/index.php/linhas-de-pesquisa

EDITAL 002/2015. Observação: A descrição das linhas de pesquisa pode ser acessada em: http://portal.unincor.br/index.php/linhas-de-pesquisa EDITAL 002/2015 O Programa de Mestrado em Letras Linguagem, Cultura e Discurso, da Universidade Vale do Rio Verde (UNINCOR), torna público o edital de seleção de bolsista de pósdoutorado no âmbito do Programa

Leia mais

1º O PIPG compreende as seguintes ações:

1º O PIPG compreende as seguintes ações: RESOLUÇÃO N o 005, de 25 de fevereiro de 2013. Regulamenta o Programa de Incentivo à Pós-Graduação Stricto Sensu (PIPG) da UFSJ. A PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação EDITAL OPPG 08/2014 PEC-UTF EDITAL DO OCESSO SELETIVO PARA CANDIDATOS ESTRANGEIROS NOS OGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UTF DEMANDA DE BOLSAS DE AGÊNCIAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS DE FOMENTO A Pró-Reitoria

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO I DOS OBJETIVOS E DA ESTRUTURAÇÃO GERAL DO MESTRADO Art.

Leia mais

Oncologia Normas Específicas

Oncologia Normas Específicas Oncologia Normas Específicas I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO COORDENADORA DO PROGRAMA (CCP) A CCP do Programa de Pós-graduação em ONCOLOGIA será constituída pelo Coordenador do Programa e seu Suplente; mais 1

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Informática

Programa de Pós-graduação em Informática Resolução Nº 001/2007 Regula as atividades acadêmicas no Programa de Pós-graduação em Informática ART. 1º - Sobre o curso de nivelamento: 1º - O curso de nivelamento para os novos alunos selecionados no

Leia mais

EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL PIBID-FUNEC SELEÇÃO DE PROFESSORES SUPERVISORES PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID A FUNEC Fundação Municipal de Educação e Cultura de Santa Fé do Sul, através

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015. II. ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de trabalhos científicos;

EDITAL Nº 01/2015. II. ter currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de trabalhos científicos; EDITAL Nº 01/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE BENEFICIÁRIO DE BOLSA PNPD/CAPES DE PÓS- DOUTORADO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faço saber aos

Leia mais

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq CAPÍTULO I DA SEDE E FORO Artigo 1º - O CENTRO DE ENSINO E PESQUISA CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO com sede e foro na cidade de São Paulo, à Avenida João Dias, 2046

Leia mais

INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015

INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015 INSTRUÇÕES NORMATIVAS Aprovada pelo Conselho do Programa em 16/06/2015 Aprovado pelo Conselho Deliberativo do CAUNESP em 03/07/2015 O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Aquicultura aprova as Instruções

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP Normas do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (Estruturas) - EESC/USP 1 NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP I - COMPOSIÇÃO

Leia mais

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Apresentação: O presente plano de trabalho incorpora, na totalidade, o debate e indicativo do coletivo docente e discente do Centro de Educação e

Leia mais

CHAMADA DINTER ITA/IFG

CHAMADA DINTER ITA/IFG CHAMADA DINTER ITA/IFG A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (ProPG) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) torna público o processo para seleção de docentes, de seu

Leia mais

REGULAMENTO CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS REGULAMENTO CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias na Educação (PPGCITED) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul)

Leia mais

BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA

BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA Cláudia Oliveira de Moura Bueno 1, Odete Jacomini da Silva 1 Liliane Juvência Azevedo Ferreira 1 Bibliotecárias,

Leia mais

Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES

Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES Chamada Pública para PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO PNPD/CAPES 1. A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Psicologia, da Universidade de Fortaleza PPG-PSI / UNIFOR, informa a abertura

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2004 Ano Base 2001_2002_2003 SOCIOLOGIA CAPES Período de Avaliação: 2001-2002-2003 Área de Avaliação: SOCIOLOGIA

Leia mais

I - Proposta do Programa

I - Proposta do Programa Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior SERVIÇO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE 04 Ano Base 01_02_03 SERVIÇO SOCIAL / ECONOMIA DOMÉSTICA CAPES Período de Avaliação: 01-02-03 Área

Leia mais

Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional. Identificação das Associações Universitárias

Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional. Identificação das Associações Universitárias Roteiro para apresentação de projetos de cooperação internacional, inclusive seu Plano Operacional O objetivo deste roteiro é facilitar a apresentação e a análise das propostas de projetos encaminhadas,

Leia mais

AVISO PÚBLICO Nº 05/UNOESC-R/2015

AVISO PÚBLICO Nº 05/UNOESC-R/2015 AVISO PÚBLICO Nº 05/UNOESC-R/2015 Abre inscrições para requerimento de credenciamento de docente permanente no Programa de Pós- Graduação Mestrado Profissional em Administração. A UNIVERSIDADE DO OESTE

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS

CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS INTERESSADO/MANTENEDORA CENTRO BRASILEIRO DE PESQUISAS FÍSICAS UF RJ ASSUNTO Renovação do Credenciamento do Curso de Pós-Graduação em Física, com área de concentração em Física Nuclear, Cosmologia e Gravitação,

Leia mais

Art. 1º Aprovar alteração no Regulamento de Pós-doutorado da UMESP, conforme consta em anexo.

Art. 1º Aprovar alteração no Regulamento de Pós-doutorado da UMESP, conforme consta em anexo. RESOLUÇÃO CONSUN Nº 25/2013 Reedita, com alterações, o Regulamento de Pósdoutorado da UMESP O Conselho Universitário - CONSUN, em reunião extraordinária realizada em 19 de setembro de 2013 deliberando

Leia mais

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NORMAS ESPECÍFICAS DA CPG DA EPUSP

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NORMAS ESPECÍFICAS DA CPG DA EPUSP NORMAS ESPECÍFICAS DA CPG DA EPUSP I COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO (CPG) A CPG da EPUSP é composta pelos coordenadores dos Programas de (PG) da EPUSP, além da representação discente, e respectivos

Leia mais