Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São"

Transcrição

1 INTERESSADO/MANTENEDORA PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SÃO CARLOS ASSUNTO. SP Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São RELATOR. SR. CONS. PARECER Nº 779/94 1-RELATÓRIO Margarida Maria do R.B.P.Leal CÂMARA ou COMISSÃO CESu-2º Grupo APROVADO EM: 17/09/ /90-55 Trata-se de processo de interesse da Pia Sociedade dos Missionários de São Carlos, referente à, autorização para o funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São Carlos, em São Bernardo do Campo, SP. Pelo Parecer CFE nº 319/94 foi aprovado o projeto do curso, para funcionar com 80 (oitenta) vagas totais anuais, no turno noturno. Portaria 237/94, Pela Portaria SESu/MEC nº 187/94, prorrogada pela foi designada Comissão Verificadora composta pelos Professores Anastácio Gomes Lamounier e Anísio Cândido Pereira, ambos da Universidade Federal de Uberlândia e pela Técnica em Assuntos Educacionais Tânia Samira Moreira da Silva da DEMEC/SP, para proceder a verificação "in loco" das condições para o funcionamento do curso. A Comissão visitou a Instituição nos dias 27, 28 e 29 de julho do corrente, apresentando relatório, contendo: identificação; dados gerais do curso; concepção e objetivos; currículo pleno proposto; corpo docente; recursos materiais (instalações físicas, biblioteca e laboratórios/equipamentos) e considerações finais.

2 Quanto a concepção e objetivos, consta do relatório que "com base no projeto apresentado e em entrevistas com os dirigentes da Instituição entendemos que o objetivo principal é a formação de Contadores generalistas, com condições de atuarem em todo mercado nacional. 0 curso de Ciências Contábeis buscará, pelo conjunto de seus objetivos transcender a contabilidade vista de forma isolada, uma vez que a sua finalidade deve ser a formação do Contador como "homem chave" das grandes e médias organizações, com responsabilidade de orientar e supervisionar, fugindo assim da limitada visão de mero executor de registros contábeis e de escrituração." A estrutura curricular foi examinada pela Comissão Verificadora, que considerou a necessidade de propor algumas alterações, com a finalidade de melhor atender aos objetivos do curso. Registra, que a nova grade curricular foi discutida e aceita pela direção da Instituição, apresentando uma carga horária de 3.600ha acrescida de 72ha de Educação Física, distribuidas de acordo com a Resolução 3/92 do CFE, nas seguintes categorias: Categoria I (16%); Categoria II (66%); Categoria III (18%). A estrutura curricular proposta consta do Anexo I do presente Parecer e o regime a ser adotado é o seriado anual. Manifesta a Comissão em seu relatório, que "ao analisar o ementário, verificou que para algumas disciplinas não existe a ementa correspondente, bem como que algumas não estão adequadas aos objetivos do curso ou estão incorretas. Constatou também que não foi apresentada bibliografia para nenhuma das disciplinas propostas." A Comissão informa que o corpo docente aprovado pelo Parecer CFE nº 319/94 foi reformulado com a indicação de novos professores. Após a análise dos curricula vitae dos docentes, a Comissão Verificadora é de opinião que os mesmos preenchem os requisitos necessários para implantação do curso proposto. Da mesma forma " considera que os professores dispõem de tempo suficiente para a carga horária reservada às aulas em classe e todos possuem a qualificação necessária para as disciplinas de sua responsabilidade." Ressalta, em seu relatório, que "a Instituição

3 apresenta no processo o Plano de Carreira do Magistério Superior a ser adotado, o qual permitirá a progressão vertical e horizontal do professor." 0 corpo docente consta do Anexo II deste Parecer. Quanto aos recursos materiais, consta do relatório: "A Faculdade São Carlos funcionará no prédio com área de 2.786,00m2, cedido em comodato até o ano de 2061, pela Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo, situado à Rua João Pessoa, 59, em São Bernardo do Campo, na região metropolitana da Grande São Paulo, conhecida como região da grande ABC, que integra o Distrito Geo-educacional - DGE 024." A Comissão Verificadora informa que a Instituição dispõe de 24 (vinte e quatro) salas de aula convencionais, 02 (dois) auditórios, 01 (hum) laboratório, 01 (uma) biblioteca, 01 (uma) sala para os professores, 03 (três) gabinetes de apoio, 10 (dez) salas destinadas à administração, coordenação de estágios e depósito e 06 (seis) instalações sanitárias. Registra que "toda edificação e salas de aula se encontram em bom estado de conservação, são arejadas e contam com boa iluminação artificial e natural. Quanto à Biblioteca, relata a Comissão que a mesma se encontra numa área de 97, 5m2, considerando que a mesma está organizada, oferecendo boas condições de consulta e pesquisa e que o acervo encontrado é suficiente para o início do curso. Sobre o Laboratório de Informática, a Comissão informa que o mesmo está instalado em área de 50m2, onde comporta de modo funcional os equipamentos que atendem à demanda inicial do curso, oferece ao usuário conforto e boas condições de uso e que a relação dos equipamentos encontra-se no Anexo 2 do relatório. A Comissão Verificadora conclui o relatório nos seguintes termos: "Após pormenorizada verificação "in loco" esta Comissão, S.M.J., é de parecer favorável que se conceda a autorização para o funcionamento do Curso de Ciências Contábeis a ser ministrado em São Bernardo do Campo - SP, pela Faculdade São Carlos, desde que a Instituição encaminhe ao órgão competente o

4 ementário de todas as disciplinas integrantes da nova grade curricular, constante do item 2.3 deste Relatório, com as respectivas bibliografias." Atendendo a nosso Despacho Interlocutório, a Instituição encaminhou o ementário e bibliografia básica das disciplinas do currículo pleno do Curso ora proposta, bem como nova indicação de docente para a disciplina Matemática, em decorrência da titulação do indicado à Comissão Verificadora não ter sido aceita pela Relatora. II - VOTO DA RELATORA Diante do exposto, a Relatora vota favoravelmente à autorização do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de São Carlos, mantida pela Pia Sociedade dos Missionários de São Carlos, em São Bernardo do Campo, Estado de São Paulo, com 80 (oitenta) vagas totais anuais, no turno noturno. III - CONCLUSÃO DA CÂMARA A Câmara de Ensino Superior - 2º Grupo,acompanha o voto da Relatora. Sala das Sessões 13 de setembro de 1994.

5 ANEXO I CURRÍCULO PLENO 1º ANO E/A CATEGORIA - Matemática 144 II - Economia 144 II - Contabilidade I 144 II - Introdução ao Direito 72 I Lingua Portuguesa I - Sociologia 144 I TOTAL Educação Física 72 (não incluída na carga horária total do curso) 2 o ANO H/A. CATEGORIA - Administração Geral 144 II - Direito Aplicado I (Legislação Comercial e Societária) 144 II - Contabilidade II 144 II - Estatística 144 'II - Redação Técnica e Oficial 72 I - Metodologia Científica 72 I TOTAL 720 3º ANO H/A CATEGORIA - Contabilidade III 144 II - Direito Aplicado II (Legislação Trabalhista e Previdenciária) 144 II - Legislação Tributária 144 II - Contabilidade de Custes 144 II - Computação I 144 III TOTAL º ANO H/A CATEGORIA - Psicologia 72 I - Contabilidade Pública 72 II - Contabilidade Tributária 72 II - Auditoria I II - Perícia Contábil 72 II - Ética Gerai e Profissional I - Sistemas Contábeis 72 II - Administração Financeira e Orçamento Empresarial 72 II - Computação II 144 III TOTAL 720

6 5 ANO H/A CATEGORIA - Mercado de Capitais 144 III - Relatórios Contábeis Computadorizados III - Auditoria II II - Contabilidade Avançada 72 II - análise dos Demonstrativos Contábeis II - Estágio Profissional 144 III TOTAL 720

7 ANEXO II - CORPO DOCENTE - CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 01. AMAURY BALABEM Economia Bacharel em Ciências Econômicas pela Faculdade de Economia, Finanças e Administração de São Paulo (1985). Curso de Especialização em Economia Internacional (540ha-1988). Curso de Especialização em Administração e Organização de Comércio Exterior (540ha). Curso de Economia Brasileira (USP-1985). Experiência profissional junto a empresas de grande porte, nacionais, exportadoras e importadoras. Possui experiência docente no ensino superior. Aceito. 02. CRISTIANNE COLETTI ANDERAUS CASSIS Matemática Bacharel e Licenciada em Ciências, habilitação Matemática - Faculdades Oswaldo Cruz. Cursou as disciplinas Álgebra Linear, Geometria Diferencial, Teoria dos Números, análise do Rn e Teoria dos Grupos no programa de pós-graduação de Mestrado na PUC/SP. Possui experiência docente no ensino superior lecionando Álgebra, Cálculo Diferencial e Integral e Lógica Matemática nas Faculdades Oswaldo Cruz desde Aceita. 03. EDUARDO IAMUNDO Sociologia Doutorando em Filosofia, pela PUC/SP. Mestrado em Filosofia, pela PUC/SP (1987). Licenciatura Plena e Bacharelado em Ciências Politicas e Sociais, pela Fundação Escola de Sociologia e Politica de São Paulo (1978). Curso de Aperfeiçoamento em Teoria do Conhecimento (PUC/SP/1981). Especialista em Métodos e Técnicas de Pesquisa, conforme Resolução nº 12/83 - Universidade São Judas Tadeu (1989). Possui experiência docente no ensino superior. Aceito. 04. ESTER CABADO MODIA Psicologia Mestranda em Psicologia Social, pela PUC/SP. Bacharelado e Licenciatura Plena em Psicologia, pela Faculdade Farias Brito (1979). Possui experiência docente no ensino superior. Aceita.

8 05. ESTER EVANGELISTA COSTA Introdução ao Direito Doutoranda em Direito Constitucional. Mestrado em Direito das Relações Sociais. Curso de Pós-Graduação "lato sensu" em Ciências Administrativas. Bacharel em Ciências Contábeis. Bacharel em Ciências Administrativas. Possui experiência docente no ensino superior. Aceita. 06. GEORGIOS S. HATZIDARIS Educação Física Mestrando em Administração de Empresas, pela UNICASTELO. Curso de Pós-Graduação "lato sensu" em Ciências do Esporte, pela UNIFEC. Licenciatura Plena em Educação Física, pela UNIFEC. Possui experiência docente no ensino superior. Aceito. 07. MERCEDES FÁTIMA C.CRESCITELLI Língua Portuguesa Mestre em Língua Portuguesa - PUC/SP (1991). Curso de Língua Portuguesa (150ha-1986). Licenciada em Letras, habilitação Tradutor/Intérprete Inglês - Faculdade Ibero-Americana de Letras e Ciências Humanas (1984). Pesquisadora auxiliar no Grupo Nacional da "Gramática do Português Falado" UNICAMP/SP. Experiência docente no magistério do ensino superior, lecionando Morfologia no curso de pós-graduação em Língua Portuguesa - Fundação Dom Aguirre (desde 1992), na UNIFEC desde Aceita. 08. ORLANDO CORREGIO Contabi1idade Bacharel em Ciências Contábeis (1978). Bacharel em Administração de Empresas (1977) pela Universidade Mackenzie/SP. Curso de Especialização "lato sensu" em Administração e Organização de Comércio Exterior - Universidade São Judas Tadeu/SP (1993). Possui experiência docente no magistério do ensino superior lecionando a disciplina Comércio Exterior na Universidade São Judas Tadeu (1992/1993). Experiência profissional na área Administrativa-Financeira, atualmente como Coordenador de Importação/Exportação junto ao Grupo Pirelli. Aceito.

9 IV - DECISÃO DO PLENÁRIO O Plenário do Conselho Federal de Educação aprovou, por unanimidade, a Conclusão da Câmara. Sala Barretto Filho, em 14 de setembro de 1994.

10

PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS. Margarida Maria do R.B.P.Leal

PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS. Margarida Maria do R.B.P.Leal MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA PIA SOCIEDADE DOS MISSIONÁRIOS DE SAO CARLOS UF SP ASSUNTO Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração,

Leia mais

Margarida Maria do R.B.P.Leal

Margarida Maria do R.B.P.Leal INTERESSADO/MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE EDUCAÇÃO ASSUNTO. UF SP Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Comunicação Social, habilitação em Publicidade e Propaganda, a ser

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o

Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o Sociedade Educacional Santa Marta S/C Autorização (Execução do Projeto) do c urso de Administraç ã o Lêda M aria Chaves I - RELATÓRIO A Sociedade Educacional Santa Marta S/C, pelos P a r e c e res 882/88

Leia mais

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br

CIÊNCIAS CONTÁBEIS. COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br CIÊNCIAS CONTÁBEIS COORDENADORA Nálbia de Araújo Santos nalbia@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 277 Bacharelado ATUAÇÃO O Contador, dotado de uma visão sistêmica, holística e interdisciplinar da atividade

Leia mais

Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado

Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado INSTITUTO RADIAL DE ENSINO E PESQUISA - IREP Autorização (Projeto) do curso de Tecnologia em Processamento de Dados. Jucundino da Silva Furtado 1 - RELATÓRIO O pedido do Instituto Radial de Ensino e Pesquisa,

Leia mais

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO - FCAP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DO CURSO SUPERIOR SEQUENCIAL DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

Implantação do curso de Especialização em Supervisão Escolar com base no Parecer nº 604/82 e das Leis 5. 5 4 0 / 6 8 e 5.692/71

Implantação do curso de Especialização em Supervisão Escolar com base no Parecer nº 604/82 e das Leis 5. 5 4 0 / 6 8 e 5.692/71 ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR PAULISTANA Implantação do curso de Especialização em Supervisão Escolar com base no Parecer nº 604/82 e das Leis 5. 5 4 0 / 6 8 e 5.692/71 ZILMA S. Paulete Gomes de Barros

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA

ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA ASSOCIAÇÃO BAURUENSE DE ENSINO SUPERIOR E CULTURA Autorização do curso de Ciências - habilitação em Ma temática - Licenciatura Plena para funcionar na Faculdade de Ci ências, novo estabelecimento de ensino

Leia mais

Sociedade Brasileira de Instrução.

Sociedade Brasileira de Instrução. Sociedade Brasileira de Instrução. Autorização para funcionamento do curso de Ciências Contábeis, a ser ministrado pela Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas do Rio de Janeiro, unidade das Faculdades

Leia mais

Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo

Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo SOCIEDADE CIVIL ATENEU BRASIL Reconhecimento do curso de Matemática Aplicada à Informática, ministrado pela Faculdade de Informática de São Paulo ARNALDO NISTEIER I - RELATÓRIO O Diretor-Presidente da

Leia mais

Autorização (Exame do Projeto) para funcionamento do curso de Letras, habilitação em Português/Inglês. CESu, 2 Grupo

Autorização (Exame do Projeto) para funcionamento do curso de Letras, habilitação em Português/Inglês. CESu, 2 Grupo ASSOCIAÇÃO DE ENSINO DE VERSALHES Autorização (Exame do Projeto) para funcionamento do curso de Letras, habilitação em Português/Inglês. Arnaldo Niskier CESu, 2 Grupo 1 - RELATÓRIO A Associação de Ensino

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR CARGA HORÁRIA DAS DISCIPLINAS POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CARGA HORÁRIA SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª

FACULDADE MORAES JÚNIOR CARGA HORÁRIA DAS DISCIPLINAS POR CURSO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CARGA HORÁRIA SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª FACULDADE MORAES JÚNIOR DAS DISCIPLINAS POR CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Duração do Curso: 4 anos. Total de 3.200 horas-aula CIÊNCIAS CONTÁBEIS SÉRIE DISCIPLINA SEMANAL ANUAL 2ª Contabilidade e Análise

Leia mais

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ROLL DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINAS CARGA HORÁRIA Linguagem e Interpretação de Texto 80 Contabilidade I 80 Economia 80 Matemática 80 Teoria Geral da Administração

Leia mais

Autorização dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração (fase de Projeto).

Autorização dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração (fase de Projeto). MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CONSELHO FEDERAL DE EDUCACÃO INTERESSADO/MANTENEDORA Associação de Ensino de Urubupunga UF SP ASSUNTO Autorização dos cursos de Ciências Contábeis e de Administração

Leia mais

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. Layrton Borges de Miranda Vieira

Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. Layrton Borges de Miranda Vieira INTERESSADO / MANTENEDORA INSTITUTO EDUCACIONAL TERESA MARTIN UF SP ASSUNTO : Autorização (Execução de Projeto) para funcionamento do curso de Administração, das Faculdades Teresa Martin, SP. RELATOR.

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO / MANTENEDORA FEBASP SOCIEDADE CIVIL ASSUNTO SP UF Autorização (Projeto) para funcionamento do curso de Tecnologia da Embalagem,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. Portaria n 816, publicada no D.O.U. de 24/8/2009, Seção 1, Pág. 16. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Autorização(projeto) para funcionamento do curso de Serviço Social

Autorização(projeto) para funcionamento do curso de Serviço Social INTERESSADO/MANTENEDORA Sociedade Presbiteriana de Educação e Pesquisa ASSUNTO: Autorização(projeto) para funcionamento do curso de Serviço Social RELATOR: SR. CONS. Virgínio Cândido Tosta de Souza 1-RELATÓRIO

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Portaria nº 808, de 8 de junho de 00. Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. O MINISTRO DE

Leia mais

HORARIOS DE TUTORIAS: É necessário agendamento para tutoria.

HORARIOS DE TUTORIAS: É necessário agendamento para tutoria. HORARIOS DE TUTORIAS: É necessário agendamento para tutoria. Matemática: Luiz Paulo Tavares Disciplinas em que atua: Administração Financeira Contabilidade Estatística Estatística Aplicada Formação de

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu

Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. CESu ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL PRESIDENTE KENNEDY Autorização (Execução do Projeto) do curso de Fisioterapia da Faculdade de Fisioterapia de Guarulhos. SR. CONS. Yugo Okida CESu 1 - RELATÓRIO A Associação Educacional

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 176 Optativos: 24. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ADMINISTRAÇÃO. CRÉDITOS Obrigatórios: 176 Optativos: 24. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:12:25 Curso : ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Aprovação de Projeto de Curso de Especializaçao(Pós-graduacão "Lato Sen su") em Biologia Geral nos termos da Res 12/83

Aprovação de Projeto de Curso de Especializaçao(Pós-graduacão Lato Sen su) em Biologia Geral nos termos da Res 12/83 INTERESSADO/MANTENEDORA FACULDADES DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO ABC UF SP ASSUNTO - Aprovação de Projeto de Curso de Especializaçao(Pós-graduacão "Lato Sen su") em Biologia Geral nos termos da Res 12/83 RELATOR:

Leia mais

Reconhecimento do curso de Serviço Social, ministrado pela. Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Botucatu.

Reconhecimento do curso de Serviço Social, ministrado pela. Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Botucatu. ASSOCIAÇÃO DE ENSINO DE BOTUCATU - UNIFAC Reconhecimento do curso de Serviço Social, ministrado pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Botucatu. YUGO OKIDA 1 - RELATÓRIO Trata o presente parecer

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ECONOMIA DOMÉSTICA ROTEIRO DE AVALIAÇÃO PARA AUTORIZAÇÃO

Leia mais

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010

MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 MINI STÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINI STRO P ORTARIA Nº 808, DE 18 DE JUNHO DE 2010 Aprova o instrumento de avaliação para reconhecimento de Cursos Pedagogia, no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/06/2005 PARECER CEE/PE Nº 36/2005-CES

APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/06/2005 PARECER CEE/PE Nº 36/2005-CES INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO/UPE FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE PETROLINA ASSUNTO : RECONHECIMENTO DO CURSO DE LICENCIATURA EM LÍNGUA INGLESA E SUAS LITERATURAS RELATORA : CONSELHEIRA

Leia mais

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing

CONSELHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL. - Área de Comunicação: Técnico em Propaganda e Marketing CONLHO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL Homologado em 24/7/2001, publicado no DODF de 27/7/2001, p. 40. Portaria nº 353, de 14/8/2001, publicada no DODF de 16/8/2001, p. 16. Parecer nº 136/2001-CEDF Processo

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: CEDEP Centro de Ensino e Desenvolvimento Profissional Ltda. UF: MG ASSUNTO: Credenciamento do Instituto de Pós-Graduação

Leia mais

31956 Monografia II 31926

31956 Monografia II 31926 Currículo Novo 2006/01 Duração: 182 créditos 2.730h, acrescidas de 270h de atividades complementares, totalizando 3.000h 31544 Teoria das Organizações I - 31554 Matemática I - 31564 Teoria das Organizações

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE ENSINO MÉDIO E EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer nº 137/2006 Processo UERGS nº 1.388/19.50/05.1 RELATÓRIO Reconhece o Curso de Administração

Leia mais

ASSUNTO Implantação das Habilitações Bacharelado em Matemática e Biologia

ASSUNTO Implantação das Habilitações Bacharelado em Matemática e Biologia INTERESSADO/MANTENEDORA FACULDADES DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO ABC UF S ASSUNTO Implantação das Habilitações Bacharelado em Matemática e Biologia RELATOR: SR.CONS. RAULINO TRAMONTIN I - RELATÓRIO O Diretor

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO(Pós-Graduação Lato Sensu) EM FISIOTERAPIA nos termos da Res.12/83. Raulino Tramontin

PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO(Pós-Graduação Lato Sensu) EM FISIOTERAPIA nos termos da Res.12/83. Raulino Tramontin FACULDADES DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO ABC - SP PROJETO DE CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO(Pós-Graduação Lato Sensu) EM FISIOTERAPIA nos termos da Res.12/83. Raulino Tramontin I - RELATÓRIO O Diretor Geral das Faculdades

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº09/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Administração do Centro de

Leia mais

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira.

A instituição pretende oferecer quatro turmas de vinte alunos cada, que funcionarão de segunda à sexta-feira. INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Administração Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, do Centro de Estudos

Leia mais

4. informações sobre os equipamentos indicados pela Co-

4. informações sobre os equipamentos indicados pela Co- ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR SÃO JUDAS TADEU Aprovação de Plano de Curso Execução do Projeto da habilitação Tecnologia Educacional do Curso de Pedagogia. ARNALDO NISKIER I - RELATÓRIO Pelo Parecer nº

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

INTERESSADA/MANTENEDORA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA

INTERESSADA/MANTENEDORA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA INTERESSADA/MANTENEDORA UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA UF SP ASSUNTO Autorização do Curso de Pós-Graduação/lato Sensu em nível de Especialização em Metodologia e Didática do Ensino Superior, fora de sede,

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS. Plenificação do Curso de Letras. Zilma Gomes Parente de Barros 10005/87 12/11/87.

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS. Plenificação do Curso de Letras. Zilma Gomes Parente de Barros 10005/87 12/11/87. FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONSENHOR MESSIAS MG Plenificação do Curso de Letras Zilma Gomes Parente de Barros 10005/87 CESu 1º Grupo 12/11/87 23018.001977/86-12 O Presidente da Fundação Educacional Monsenhor

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1

CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1 UNIVERSIDADE CEUMA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD CALENDÁRIO ACADÊMICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS A DISTÂNCIA - POLO SÃO LUÍS 2015.1 MATRIZ CURRICULAR 2011.0 Período

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*)

PARECER HOMOLOGADO(*) PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 18/07/2006. Portaria MEC nº 1.319, publicada no Diário Oficial da União de 18/07/2006. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE

BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE BOLETIM DE SERVIÇO - FIPAR ON LINE ANO II Nº 003 Editado pela Secretaria Geral das FIPAR Faculdades Integradas de Paranaíba FIPAR Paranaíba, 08 de agosto de 2008. AVISO DE PUBLICAÇÃO E ADEQUAÇÃO DE MATRIZ

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. (Resumido)

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. (Resumido) FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ADMINISTRATIVAS DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM ES Curso de Administração reconhecido pelo Decreto Federal nº 78.951, publicado no D.O.U. de 16-12-1976 Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Instituto Doctum de Educação e Tecnologia Ltda. UF: MG ASSUNTO: Credenciamento da Faculdade de Ciências Gerenciais

Leia mais

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA FACULDADE ESTÁCIO DA AMAZÔNIA

EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA FACULDADE ESTÁCIO DA AMAZÔNIA EDITAL PARA PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE DOCENTES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA DA FACULDADE ESTÁCIO DA AMAZÔNIA A Faculdade Estácio da Amazônia/Atual FEA divulga processo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 16/05/2005 (*) Portaria/MEC nº 1.625, publicada no Diário Oficial da União de 16/05/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecido pela Portaria nº 706 de 18/12/2013 D.O.U. 19/12/13 Base Curricular do Curso de Ciências Contábeis

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR. Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia.

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR. Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia. FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO ALTO VALE DO RIO PEIXE - CAÇADOR Reconhecimento da Habilitação Supervisão Escolar do Curso de Pedagogia. EURIDES BRITO DA SILVA O Diretor de Ensino da Fundação Educacional do Al

Leia mais

ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR. Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá.

ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR. Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá. INTERESSADO/MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO JACAREPAGUÁ DE ENSINO SUPERIOR UF RJ ASSUNTO: Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis das Faculdades Integradas de Jacarepaguá. RELATOR: SR. CONS. IB GATTO FALCÃO

Leia mais

FUNDAÇÃO ALTO URUGUAI PARA A PESQUISA E O ENSINO SUPERIOR. Autorização para o curso em Regime Intensivo de Férias, por um novo período de 5 anos.

FUNDAÇÃO ALTO URUGUAI PARA A PESQUISA E O ENSINO SUPERIOR. Autorização para o curso em Regime Intensivo de Férias, por um novo período de 5 anos. FUNDAÇÃO ALTO URUGUAI PARA A PESQUISA E O ENSINO SUPERIOR Autorização para o curso em Regime Intensivo de Férias, por um novo período de 5 anos. ANNA BERNARDES DA SILVEIRA ROCHA O Presidente da Fundação

Leia mais

A análise que ora é feita refere-se à fase denomi nada projeto e baseia-se, também, na resposta ao DC 157/89.

A análise que ora é feita refere-se à fase denomi nada projeto e baseia-se, também, na resposta ao DC 157/89. Associação Campineira de E ducaç ã o e C ultura Autorização(Projeto) do curso de A dministração Lêda Maria Chaves I - RELATÓRIO A Associação Campineira de Educação e Cultura, pelo Parecer 86/89, teve aprovado

Leia mais

I. DO PROCESSO SELETIVO 1.1. O processo seletivo docente será composto de três etapas: homologação da inscrição, prova didática e entrevista.

I. DO PROCESSO SELETIVO 1.1. O processo seletivo docente será composto de três etapas: homologação da inscrição, prova didática e entrevista. Rua do Salete, 50, Barris - Salvador - Bahia. Tel: (71) 2108-8562 / 2108-8503 home page: www.cairu.br - E-mail: presidencia@fvc.br E D I T A L A FVC - Fundação Visconde de Cairu, informa a abertura das

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA CARGA HORÁRIA POR PERÍODO LETIVO (A CARGA HORÁRIA APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS)

MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA CARGA HORÁRIA POR PERÍODO LETIVO (A CARGA HORÁRIA APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS) MATRIZ CURRICULAR E DIMENSIONAMENTO DA POR PERÍODO LETIVO (A APRESENTADA NAS TABELAS REFEREM-SE À HORA AULA DE 50 MINUTOS) PRIMEIRO SEMESTRE / 1 O ANO Leitura e Interpretação de Textos 2-40 Matemática

Leia mais

; SR. CONS. João Paulo do Valle Mendes. CESu-1 grupo

; SR. CONS. João Paulo do Valle Mendes. CESu-1 grupo UNIÃO PIONEIRA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL-UPIS Reconhecimento do curso de Ciências Contábeis ; SR. CONS. João Paulo do Valle Mendes CESu-1 grupo 1 - RELATÓRIO 0 Presidente da União Pioneira de Integração Social-UPIS

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 229/2002

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 229/2002 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 229/2002 Aprova a estrutura do currículo pleno do Curso de Administração (ênfase em Gerenciamento Empresarial). O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº ECA-784/02,

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Semestre 1 Semestre 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ingressantes 2008 Cálculo I 40 Cálculo II 40 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos I 80 Princípios Desenvolvimento de Algoritmos II 80 Matemática 40 Lógica Matemática 40 Probabilidade

Leia mais

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL

DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO BÁSICA GERAL CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Turno: MATUTINO/NOTURNO Matutino Currículo nº 8 Noturno Currículo nº 8 Reconhecido pelo Decreto n 83.799, de 30.07.79, D.O.U. de 31.07.79 Renovação de Reconhecimento Decreto

Leia mais

ser ministrado pela Faculdade de Ciências Administrativas de Valinhos.

ser ministrado pela Faculdade de Ciências Administrativas de Valinhos. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO VALINHENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA - AVEC UF SP ASSUNTO: Autorização (Carta-Consulta) para criação do Curso

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA

CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO DIREÇÃO DE ENSINO DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR 1. Perfil do Curso CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

INTERESSADO/MANTENEDORA. Aprovação do Curso de Especialização em Metodologia do Ensino da Lingua Portuguesa, fora da sede. CÂMARA OU COMISSÃO CESu

INTERESSADO/MANTENEDORA. Aprovação do Curso de Especialização em Metodologia do Ensino da Lingua Portuguesa, fora da sede. CÂMARA OU COMISSÃO CESu INTERESSADO/MANTENEDORA MISSÃO SALESIANA DE MATO GROSSO DO SUL ASSUNTO Aprovação do Curso de Especialização em Metodologia do Ensino da Lingua Portuguesa, fora da sede. UF MS RELATOR: SR. CONS. Yugo Okida

Leia mais

PARECER CEE/PE Nº 95/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 29/07/2011 I RELATÓRIO:

PARECER CEE/PE Nº 95/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 29/07/2011 I RELATÓRIO: INTERESSADO: CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL MAURÍCIO DE NASSAU CARUARU/PE ASSUNTO: AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS TÉCNICOS EM ADMINISTRAÇÃO E EM SECRETARIADO - EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS RELATORA: CONSELHEIRA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 06/04/2005 (*) Portaria/MEC nº 1.112, publicada no Diário Oficial da União de 06/04/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA SOCIEDADE PARANAENSE DE ENSINO E INFORMÁTICA ASSUNTO UF PR Autorização para funcionamento do curso de Ciências Contábeis a ser

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 07/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES. No. 07/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROFESSORES No. 07/2015 das atribuições, A Diretora Acadêmica da Faculdade Maria Milza no uso Faz saber que estão abertas as inscrições para o processo seletivo de professores, que

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS. EDITAL N o 003/2007

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS. EDITAL N o 003/2007 1 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS EDITAL N o 003/2007 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES E/OU PESQUISADORES COM TITULAÇÃO ACADÊMICA DE MESTRES OU DOUTORES A Fundação Universidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 11/04/2008 (*) Portaria/MEC nº 459, publicada no Diário Oficial da União de 11/04/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

A formação do licenciado em matemática

A formação do licenciado em matemática A formação do licenciado em matemática VIANA,P.A. Sobral Matemática Universidade Estadual Vale do Acaraú 6 de agosto de 2011 paty.alvi@hotmail.com pré-prints da Sobral Matemática no.2011-02 Editor Tarcisio

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 012/07 CONSUNI APROVA A ALTERAÇÃO DA MATRIZ CURRICULAR DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR E ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM MARKETING E O REGULAMENTO

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE OLINDA. Reconhecimento dos cursos de Pedagogia, Ciências, Le trás, Geografia e História. Zilma Gomes Parente de Barros

FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE OLINDA. Reconhecimento dos cursos de Pedagogia, Ciências, Le trás, Geografia e História. Zilma Gomes Parente de Barros FUNDAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DE OLINDA Reconhecimento dos cursos de Pedagogia, Ciências, Le trás, Geografia e História Zilma Gomes Parente de Barros O Presidente da Fundação de Ensino Superior de Olinda

Leia mais

Processo CEE nº 498./91 Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Autorização para funcionamento do Curso de

Processo CEE nº 498./91 Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo. Autorização para funcionamento do Curso de CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Processo CEE nº 498./91 Interessada: Assunto: Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo Autorização para funcionamento do Curso de RELATOR: Especialização em Direito Civil

Leia mais

RELATOR: SR. CONS. JOSÉ LUITGARD DE MOURA FIGUEIREDO... CÂMARA OU COMISSÃO CESu 1ºGrupo

RELATOR: SR. CONS. JOSÉ LUITGARD DE MOURA FIGUEIREDO... CÂMARA OU COMISSÃO CESu 1ºGrupo INTERESSADO/MANTENEDORA Sociedade Assistencial de Educação e Cultura. UF SP ASSUNTO Autorização execução de projeto para funcionamento do curso de Administração - habilitações Geral e Comércio Exterior,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 15/6/2009, Seção 1, Pág. 16. Portaria n 541, publicada no D.O.U. de 15/6/2009, Seção 1, Pág. 14. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União de 12/05/2008 (*) Portaria/MEC nº 561, publicada no Diário Oficial da União de 12/05/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais

E-mail: Currículo lattes:

E-mail: Currículo lattes: CORPO DOCENTE DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO COM LINHAS ESPECÍFICAS EM AGRONEGÓCIOS E GESTÃO AMBIENTAL Adalberto Wolmer do Nascimento Silva (Especialista) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento:

Leia mais

SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE

SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA SOCIEDADE CIVIL DE ENSINO SUPERIOR DE SÃO ROQUE UF SP ASSUNTO: Autorização Projeto) para funcionamento do curso de Administração

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009)

RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 07/2004-A (Alterada pela Resolução Nº 22/2007 e Resolução Nº 16/2009) Regulamenta

Leia mais

Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto.

Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto. SOCIEDADE RIOPRETENSE BE ENSINO SUPERIOR SP Reconhecimento do Curso de Engenharia, com habilitação em Engenharia Civil, da Faculdade de Engenharia de São José do Rio Preto. Jucundino da Silva Furtado.

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Centro de Ensino Grau Técnico EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Logística Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios, ofertado pelo Centro de Ensino Grau Técnico - Unidade Bezerra de Menezes,

Leia mais

Autorização (Projeto) para funcionamento do curso de Administração. a ser ministrado pela Fac. de Ciências Contábeis e Administrativas de Tangará.

Autorização (Projeto) para funcionamento do curso de Administração. a ser ministrado pela Fac. de Ciências Contábeis e Administrativas de Tangará. CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE TANGARÀ a ser ministrado pela Fac. de Ciências Contábeis e Administrativas de Tangará. Autorização (Projeto) para funcionamento do curso de Administração SR.CONS. IB GATTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO/MANTENEDORA ASSUNTO UNIVERSIDADE STA. CECÍLIA DOS BANDEIRANTES Reconhecimento do Curso de Ciências Econômicas, ministrado pela Faculdade

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR

INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR INSTITUTO EDUCACIONAL LUZWELL DE ENSINO SUPERIOR Reconhecimento do Curso de Ciências Contábeis, ministrado pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis Luzwell. JESSÉ GUIMARÃES 1-RELATÓRIO O Diretor

Leia mais

c) a planejar, implementar e avaliar tarefas de sua prática edu_ cativa. 2.2. Objetivos Específicos

c) a planejar, implementar e avaliar tarefas de sua prática edu_ cativa. 2.2. Objetivos Específicos UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE RS Autorização para o curso de pós-graduação em Educação, com habilitações em Orientação Educacional e Supervisão Escolar. ZILMA GOMES PARENTE DE BARROS l - RELATÓRIO 0 Reitor

Leia mais

Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação. Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa

Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação. Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS RJ Reconhecimento do Curso de Ciência da Computação Pe. Antônio Geraldo Amaral Rosa 1 - RELATÓRIO 01. 0 PEDIDO: A Reitora da Universidade Católica de Petrópolis encaminha

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA DA CIDADE DE GOIÁS. Reconhecimento do curso de Letras, Português/Inglês. Afrânio dos Santos Coutinho

FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA DA CIDADE DE GOIÁS. Reconhecimento do curso de Letras, Português/Inglês. Afrânio dos Santos Coutinho FUNDAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA DA CIDADE DE GOIÁS Reconhecimento do curso de Letras, Português/Inglês Afrânio dos Santos Coutinho I - RELATÓRIO A Faculdade de Filosofia da Cidade de Goiás, mantida pela

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA EMENTA: Renova o reconhecimento do Curso de Graduação Tecnológica em Marketing, ofertado pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, com vigência até

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCH UFV ADMINISTRAÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCH UFV ADMINISTRAÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br 212 ADMINISTRAÇÃO COORDENADOR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Djair Cesário de Araújo dejair@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 213 Bacharelado ATUAÇÃO O Administrador é habilitado a gerir recursos de toda

Leia mais

PEDAGOGIA. COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br

PEDAGOGIA. COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br PEDAGOGIA COORDENADOR José Henrique de Oliveira jenrique@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 369 Licenciatura ATUAÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), aprovadas em 2006 pelo

Leia mais

SÚMULA DA 53ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 09.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs.

SÚMULA DA 53ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 09.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs. SÚMULA DA 53ª REUNIÃO DA CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 09.11.2006 INÍCIO: 08:30 hs. - ENCERRAMENTO: 12:00 hs. CÂMARA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO: 01 - Processo nº 25/2006 Unidade Universitária:

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES E PESQUISA DO PARANÁ

CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES E PESQUISA DO PARANÁ CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES E PESQUISA DO PARANÁ Autorização (projeto) para funcionamento do Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados. A ser ministrado pela Faculdade de Informática do Paraná.

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara de Educação Superior e Profissional INTERESSADO: Centro de Estudos e Pesquisas em Eletrônica Profissional e Informática Ltda CEPEP EMENTA: Reconhece o Curso Técnico em Redes de Computadores Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação, ofertado

Leia mais

PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2. Noturno

PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2. Noturno PROPOSTA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2012.2 DENOMINAÇÃO: PORTARIA DE AUTORIZAÇÃO: PORTARIA DE RECONHECIMENTO: REGIME ESCOLAR: NÚMERO DE VAGAS ANUAIS: TURNOS DE FUNCIONAMENTO: NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA:

Leia mais

I RELATÓRIO: 8021/2011, de 15/12/2011 PARECER CEE/PE Nº 162/2011-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/11/2011

I RELATÓRIO: 8021/2011, de 15/12/2011 PARECER CEE/PE Nº 162/2011-CEB APROVADO PELO PLENÁRIO EM 07/11/2011 INTERESSADA: EFORTE ESCOLA DE FORMAÇÃO TÉCNICA E EMPRESARIAL RECIFE/PE ASSUNTO: CREDENCIAMENTO DA INSTITUIÇÃO PARA A OFERTA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E AUTORIZAÇÃO DOS CURSOS: TÉCNICO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon

Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL CÂNDIDO RONDON Autorização (Execução do Projeto) de curso de Ciências Econômicas, a funcionar na Faculdade de Ciências Económicas e Contábeis Cândido Rondon João Paulo do Valle Mendes

Leia mais

CENTRO PASTORIAL EDUCACIONAL E ASSISTENCIAL DOM CARLOS

CENTRO PASTORIAL EDUCACIONAL E ASSISTENCIAL DOM CARLOS CENTRO PASTORIAL EDUCACIONAL E ASSISTENCIAL DOM CARLOS Transferência de vagas do Curso de Letras - Português - Inglês e respectivas Literaturas para outro município. MARGARIDA Mª R. BARROS P. LEAL 1-RELATÓRIO

Leia mais

Reconhecimento do Curso de Letras, habilitação de Tradução em Francês, Inglês e Alemão. Zilma Gomes Parente de Barros

Reconhecimento do Curso de Letras, habilitação de Tradução em Francês, Inglês e Alemão. Zilma Gomes Parente de Barros Universidade de Brasília Reconhecimento do Curso de Letras, habilitação de Tradução em Francês, Inglês e Alemão. Zilma Gomes Parente de Barros 0 Reitor da Universidade de Brasília encaminhe a este Conselho

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Despacho do Ministro, Publicado no Diário Oficial da União de 21/12/2006 (*) Portaria/MEC nº 2012, publicada no Diário Oficial da União de 21/12/2006 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO

Leia mais