Anexo 6 Testes de Fiabilidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Anexo 6 Testes de Fiabilidade"

Transcrição

1 Variável: Empenho da gestão Reliability Anexo 6 Testes de Fiabilidade Cases a. Case Processing Summary Valid Excluded Total Listwise deletion based on all variables in the procedure. a N % 49 96, 2 3,9 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Alpha Based on Standardized Items N of Items,842,85 6 Item Statistics A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à Mean Std. Deviation N 3,49, ,53, ,45, ,55, ,6, ,39, Inter-Item Matrix A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à,000,527,385,422,44,503,527,000,326,42,458,390,385,326,000,66,633,504,422,42,66,000,85,444,44,458,633,85,000,444,503,390,504,444,444,000

2 Item-Total Statistics A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 7,53 2,963,584,398,833 7,49 4,73,555,354,829 7,57 4,875,632,483,86 7,47 4,296,707,688,802 7,4 3,997,76,704,799 7,63 4,487,595,38,822 Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 2,02 9,854 4,456 6 Analysis KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,82 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 26,33 5,000 Communalities A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à Initial Extraction,398,269,354,27,483,505,688,78,704,805,38,302

3 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 3,457 57,608 57,608 2,933 48,884 48,884,893 4,885 72,494,649 0,88 83,32,434 7,235 90,548,385 6,45 96,963,82 3,037 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à a. factors extracted. 5 iterations required.,58,52,7,884,897,550 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 5,067 9,089 Coeficientes parciais de regressão Score Coefficient Matrix A segurança é vista como fazendo parte das prioridades da Gestão? Com que frequência se desloca ao local de trabalho? Faz aquilo que diz? Age rapidamente e de forma eficaz relativamente a aspectos de As sua acções relevam equilíbrio entre segurança e tarefas? Há confiança na gestão relativamente à,065,066,32,370,423,072 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,908

4 Variável: Comunicação Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 45 88,2 6,8 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,99,920 5 Item Statistics Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de Mean Std. Deviation N 3,20, ,20, ,42, ,8, ,36, Inter-Item Matrix Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subor dinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradore s? Os colaboradore s dão informação sobre os problemas de,000,70,446,63,68,70,000,833,837,800,446,833,000,66,655,63,837,66,000,770,68,800,655,770,000

5 Item-Total Statistics Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 3,6 2,34,662,579,926 3,6 0,953,936,893,87 2,93,79,725,740,94 3,8,377,832,733,892 3,00,500,82,677,896 Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 6,36 7,689 4,206 5 Analysis KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,80 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 82,276 0,000 Communalities a Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de Initial Extraction,579,504,893,999,740,694,733,702,677,64 a. One or more communalitiy estimates greater than were encountered during iterations. The resulting solution should be interpreted with caution.

6 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 3,804 76,083 76,083 3,54 70,82 70,82,563,258 87,342,325 6,507 93,849,23 4,60 98,459,077,54 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de a. factors extracted. 5 iterations required.,70,999,833,838,80 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig.,35 5,045 Coeficientes parciais de regressão Score Coefficient Matrix Existe uma comunicação bidireccional eficaz sobre São debatidos aspectos da segurança na instituição com chefes directos/subordinados? São debatidos aspectos da segurança na instituição com colegas de trabalho? O programa de segurança é dado a conhecer aos colaboradores? Os colaboradores dão informação sobre os problemas de,00,992,003,003,002 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,999 Scores Method: Regression.

7 Variável: Participação dos colaboradores Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 44 86,3 7 3,7 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,93,94 6 Item Statistics Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à Mean Std. Deviation N 3,4, ,32, ,00, ,6, ,86,2 44 3,05,0 44 Inter-Item Matrix Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à Os colaboradore s (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à,000,72,780,693,60,660,72,000,495,723,400,583,780,495,000,735,806,523,693,723,735,000,690,605,60,400,806,690,000,585,660,583,523,605,585,000

8 Item-Total Statistics Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 5,39 7,033,825,786,887 5,20 8,9,673,685,908 5,52 7,092,806,823,890 5,36 7,493,826,743,888 5,66 6,928,732,726,902 5,48 7,930,690,556,907 Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 8,52 24,860 4,986 6 Analysis KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,769 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 96,27 5,000 Communalities Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à Initial Extraction,786,745,685,509,823,757,743,733,726,624,556,50

9 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 4,20 70,62 70,62 3,868 64,47 64,47,723 2,053 82,25,469 7,809 90,024,338 5,634 95,659,66 2,760 98,49,095,58 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à a. factors extracted. 5 iterations required.,863,73,870,856,790,708 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 39,473 9,000 Coeficientes parciais de regressão Score Coefficient Matrix Os colaboradores (todos os níveis) participam na Dá o seu contributo para resolver problemas de Há um envolvimento activo do representante dos trabalhadores eleito para esse fim? Existe uma abordagem de melhoria contínua? O responsável pela segurança realiza auditorias de Existe uma cooperação genuína relativamente à,25,08,266,238,56,05 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,926 Scores Method: Regression.

10 Variável: Formação / Informações Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 47 92,2 4 7,8 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,932,933 5 Item Statistics Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre Mean Std. Deviation N 3,30, ,7, ,, ,09, ,3,03 47 Inter-Item Matrix Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaborador es sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidad es? Estão acessíveis as informações sobre,000,680,636,620,63,680,000,87,797,673,636,87,000,888,827,620,797,888,000,790,63,673,827,790,000

11 Item-Total Statistics Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 2,49 3,429,694,57,94 2,62 3,676,830,733,95 2,68 2,265,898,856,900 2,70 2,605,873,85,905 2,66 2,969,86,79,96 Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 5,79 9,954 4,467 5 Analysis KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,859 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 203,027 0,000 Communalities Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre Initial Extraction,57,475,733,727,856,98,85,859,79,727

12 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 3,956 79,7 79,7 3,707 74,35 74,35,466 9,32 88,429,32 6,420 94,849,55 3,0 97,949,03 2,05 00,000 Extraction Sums of Squared Loadings Matrix a Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre a. factors extracted. 4 iterations required.,690,853,958,927,853 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 6,98 5,222 Score Coefficient Matrix Está confiante por ter toda a formação que necessita? Considera a percepção dos colaboradores sobre riscos e perigos exactas? São identificadas as necessidades de formação em A formação em segurança consegue atender às necessidades? Estão acessíveis as informações sobre,054,27,477,268,27 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,959 Scores Method: Regression.

13 Variável: Motivação Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 48 94, 3 5,9 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,908,907 8 Item Statistics Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição? Mean Std. Deviation N 2,88, ,2, ,06, ,3, ,8, ,69, ,40, ,0,95 48 Inter-Item Matrix Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição? Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição?,000,768,585,497,808,776,405,536,768,000,549,684,502,540,445,47,585,549,000,603,538,580,426,438,497,684,603,000,59,482,539,446,808,502,538,59,000,886,370,626,776,540,580,482,886,000,375,575,405,445,426,539,370,375,000,433,536,47,438,446,626,575,433,000

14 Item-Total Statistics Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição? Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 2,58 29,60,822,869,884 2,25 3,936,75,800,895 2,40 33,393,674,507,898 2,5 33,574,68,693,898 2,65 30,446,793,879,887 2,77 3,500,790,8,888 2,06 34,698,524,354,90 2,35 33,893,627,445,902 Analysis Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 24,46 4,743 6,46 8 KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,754 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 272,92 28,000 Communalities Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição? Initial Extraction,869,780,800,465,507,43,693,375,879,839,8,88,354,224,445,427

15 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 4,882 6,025 6,025 4,359 54,49 54,49,944,798 72,823,690 8,623 8,446,496 6,200 87,646,44 5,5 93,57,352 4,395 97,552,40,746 99,298,056,702 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição? a. factors extracted. 6 iterations required.,883,682,656,63,96,904,473,654 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 68,780 20,000 Score Coefficient Matrix Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição?,229,073,066,056,326,283,035,065 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,943 Scores Method: Regression.

16 Variável: Observação de procedimentos de segurança Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 43 84,3 8 5,7 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,932,933 8 Item Statistics Identifica-se com os fins dos procedimentos escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procedimentos útil? Apercebe-se que existem demasiados procedimentos e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procedimentos são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimentos? Estão associados a riscos? Mean Std. Deviation N 2,93, ,74, ,9, ,77, ,05, ,95, ,00, ,2, Inter-Item Matrix Identifica-se com os fins dos procedimentos escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procedimentos útil? Apercebe-se que existem demasiados procedimentos e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procedimentos são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimentos? Estão associados a riscos? Identifica-se com os fins dos procediment os escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procediment os útil? Apercebe-se que existem demasiados procediment os e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procediment os são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimento s? Estão associados a riscos?,000,77,633,572,737,72,697,639,77,000,524,647,663,598,642,492,633,524,000,572,630,43,497,482,572,647,572,000,525,578,622,492,737,663,630,525,000,805,708,667,72,598,43,578,805,000,847,740,697,642,497,622,708,847,000,867,639,492,482,492,667,740,867,000

17 Item-Total Statistics Identifica-se com os fins dos procedimentos escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procedimentos útil? Apercebe-se que existem demasiados procedimentos e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procedimentos são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimentos? Estão associados a riscos? Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 20,8 3,726,829,758,99 2,00 3,429,745,77,925 20,56 33,348,635,625,933 20,98 32,8,683,583,930 20,70 30,930,82,794,99 20,79 3,455,86,853,920 20,74 30,862,852,876,97 20,63 32,00,752,785,925 Analysis Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 23,74 4,052 6,407 8 KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,790 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 287,24 28,000 Communalities Identifica-se com os fins dos procedimentos escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procedimentos útil? Apercebe-se que existem demasiados procedimentos e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procedimentos são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimentos? Estão associados a riscos? Initial Extraction,758,678,77,546,625,373,583,459,794,73,853,796,876,834,785,697

18 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 5,473 68,409 68,409 5,095 63,684 63,684,808 0,02 78,5,527 6,590 85,0,486 6,075 9,76,37 3,966 95,4,97 2,463 97,605,28,600 99,205,064,795 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings Identifica-se com os fins dos procedimentos escritos? Decide se uma tarefa em especial será captada num procedimento escrito? Considera a leitura dos procedimentos útil? Apercebe-se que existem demasiados procedimentos e regras? Sente que tem uma boa formação sobre os mesmos? Considera que os procedimentos são auditados com eficácia Identifica-se com a escrita utilizada nos procedimentos? Estão associados a riscos? a. factors extracted. 5 iterations required.,823,739,6,677,844,892,93,835 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 60,404 20,000 Score Coefficient Matrix Os chefes fornecem feedback sobre o desempenho de Apercebe-se de actos não seguros? Os responsáveis máximos actuam na prevenção dos actos inseguros? Sente-se confiante para reportar actos inseguros? Existem acções disciplinares relativas à As chefias apresentam objectivos para a Sente-se em segurança no seu local de trabalho? Têm orgulho da sua instituição?,229,073,066,056,326,283,035,065 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,943 Scores Method: Regression.

19 Variável: Organização de Aprendizagem Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 46 90,2 5 9,8 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,904,905 6 Item Statistics A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores? Mean Std. Deviation N 3,43, ,22,4 46 3,4, ,00, ,5, ,70,33 46 Inter-Item Matrix A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores? A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradore s?,000,722,893,547,568,443,722,000,784,585,575,52,893,784,000,527,593,346,547,585,527,000,75,74,568,575,593,75,000,658,443,52,346,74,658,000

20 Item-Total Statistics A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores? Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 5,48 9,055,770,82,882 5,70 8,705,77,685,882 5,50 9,44,760,869,883 5,9 9,770,753,668,885 5,76 9,742,758,659,884 6,22 9,88,622,624,905 Analysis Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 8,9 27,370 5,232 6 KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,777 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 209,384 5,000 Communalities A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores? Initial Extraction,82,850,685,680,869,878,668,408,659,453,624,25

21 Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 4,08 68,022 68,022 3,52 58,682 58,682,98 6,35 84,373,355 5,98 90,29,268 4,474 94,765,237 3,950 98,75,077,285 00,000 Matrix a Extraction Sums of Squared Loadings A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores? a. factors extracted. 9 iterations required.,922,825,937,639,673,50 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 53,506 9,000 Coeficientes parciais de regressão Score Coefficient Matrix A instituição aprende com o historial de acidentes, comunicação de incidentes, etc.? A instituição reporta os mesmos? São tomadas acções a respeito destes incidentes reportados? Obtêm feedback? Existe empenho relativamente à melhoria contínua? Foram tidas em conta as horas de trabalho e/ou sistema de turnos e o seu efeito nos colaboradores?,345,45,429,06,069,038 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,944 Scores Method: Regression.

22 Variável: Mudança Organizativa e gestão de transição Reliability Cases Case Processing Summary Valid Excluded a Total a. Listwise deletion based on all variables in the procedure. N % 44 86,3 7 3,7 5 00,0 Reliability Statistics Alpha Based on Alpha Standardized Items N of Items,957,958 7 Item Statistics Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção? Mean Std. Deviation N 2,84, ,80, ,80, ,86, ,80, ,73, ,68,095 44

23 Inter-Item Matrix Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção? Existem procedimento s sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergência s? As avaliações são participativas e os conhecimento s / opiniões dos colaboradore s envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementa das? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção?,000,878,827,687,782,738,705,878,000,88,743,748,636,692,827,88,000,86,770,698,75,687,743,86,000,724,684,776,782,748,770,724,000,820,827,738,636,698,684,820,000,899,705,692,75,776,827,899,000

24 Item-Total Statistics Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção? Scale Mean if Scale Variance if Corrected Item-Total Squared Multiple Alpha if Item Deleted 6,66 29,95,859,858,949 6,70 30,446,838,83,95 6,70 3,004,877,856,948 6,64 30,330,828,89,952 6,70 3,050,872,783,949 6,77 3,07,83,860,952 6,82 29,780,858,876,950 Scale Statistics Mean Variance Std. Deviation N of Items 9,50 4,233 6,42 7

25 Analysis KMO and Bartlett's Test Kaiser-Meyer-Olkin Measure of Sampling Adequacy.,849 Bartlett's Test of Sphericity Approx. Chi-Square df Sig. 346,628 2,000 Communalities Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção? Initial Extraction,858,784,83,752,856,805,89,728,783,795,860,723,876, Initial Eigenvalues Total Variance Explained Total % of Variance Cumulative % Total % of Variance Cumulative % 5,58 79,733 79,733 5,347 76,382 76,382,565 8,068 87,80,37 5,300 93,00,78 2,549 95,649,65 2,356 98,006,076,089 99,094,063,906 00,000 Extraction Sums of Squared Loadings

26 Matrix a Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção? a. factors extracted. 5 iterations required.,886,867,897,853,892,850,872 Goodness-of-fit Test Chi-Square df Sig. 67,624 4,000 Score Coefficient Matrix Existem procedimentos sólidos, coerentes, estruturados para gerir a mudança organizativa? Existe processo de avaliação que identifique e planeie alterações de tarefas do pessoal? Considera que a metodologia de avaliação de riscos está orientada para ter em conta o alcance de fiabilidade humana? Existe avaliação realista de cenários de crise, incluindo perturbações, incidentes e emergências? As avaliações são participativas e os conhecimentos / opiniões dos colaboradores envolvidos são recolhidos? Existe mecanismo de análise de decisões, para garantir que todas as acções necessárias estão implementadas? Existem planos para supervisionar os indicadores de desempenho para além do final da transicção?,70,45,9,30,80,27,50 Scores Method: Regression. Score Covariance Matrix,959 Scores Method: Regression.

Resultados dos testes estatísticos

Resultados dos testes estatísticos Resultados dos testes estatísticos Estudo da fiabilidade do instrumento para avaliação dos comportamentos e atitudes Factor Analysis Communalities Initial Extraction Item47 1,000,759 Item48 1,000,801 Item49

Leia mais

O cidadão e o bem-estar financeiro. Gabriel Garber e Sérgio Mikio Koyama Departamento e Estudos e Pesquisas Banco Central do Brasil

O cidadão e o bem-estar financeiro. Gabriel Garber e Sérgio Mikio Koyama Departamento e Estudos e Pesquisas Banco Central do Brasil O cidadão e o bem-estar financeiro Gabriel Garber e Sérgio Mikio Koyama Departamento e Estudos e Pesquisas Banco Central do Brasil Contextualização 63 questões fechadas 8 perfil 13 conhecimento 22 de atitude

Leia mais

Analise discriminante rácios Económico - Financeiros - VI Page 1

Analise discriminante rácios Económico - Financeiros - VI Page 1 Frequencies ANALISE DOS RÁCIOS Notes Missing Value Handling Syntax Definition of Missing Cases Used Userdefined missing values are treated as missing. Statistics are based on all cases with valid data.

Leia mais

Discriminant Rácios de Altman Output Created Comments Missing Value Handling

Discriminant Rácios de Altman Output Created Comments Missing Value Handling Discriminant Rácios de Altman Output Created Comments Missing Value Handling Syntax Definition of Missing Cases Used User-defined missing values are treated as missing in the analysis phase. In the analysis

Leia mais

Planejamento e Programa de Ação: Análise da Classificação das Agências de Determinada Instituição Financeira

Planejamento e Programa de Ação: Análise da Classificação das Agências de Determinada Instituição Financeira Planejamento e Programa de Ação: Análise da Classificação das Agências de Determinada Instituição Financeira RESUMO José Lira de Oliveira Neto e Heber José de Moura Universidade de Fortaleza - UNIFOR Muitas

Leia mais

ESTATÍSTICA MULTIVARIADA 2º SEMESTRE 2010 / 11. EXERCÍCIOS PRÁTICOS - CADERNO 5 Análise Factorial de Componentes Principais

ESTATÍSTICA MULTIVARIADA 2º SEMESTRE 2010 / 11. EXERCÍCIOS PRÁTICOS - CADERNO 5 Análise Factorial de Componentes Principais ESTATÍSTICA MULTIVARIADA 2º SEMESTRE 21 / 11 EXERCÍCIOS PRÁTICOS - CADERNO 5 Análise Factorial de Componentes Principais 26-4-11 5.1 5. ANÁLISE FACTORIAL DE COMPONENTES PRINCIPAIS 5.1. Admita 3 variáveis

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE CONCORRENTES: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

INFORMAÇÕES SOBRE CONCORRENTES: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO INFORMAÇÕES SOBRE CONCORRENTES: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO Marco Antonio FIGUEIREDO MILANI FILHO Centro de Ciências Sociais Aplicadas Universidade Presbiteriana Mackenzie (Brasil) Welington ROCHA FEA/USP Universidade

Leia mais

Evidências Empíricas da Percepção Discente quanto a Cursar a Pós- Graduação: Um Estudo no Curso de Ciências Contábeis

Evidências Empíricas da Percepção Discente quanto a Cursar a Pós- Graduação: Um Estudo no Curso de Ciências Contábeis Qualit@s Revista Eletrônica ISSN 1677 4280 Vol.12. No 2 (2011) 1 Evidências Empíricas da Percepção Discente quanto a Cursar a Pós- Graduação: Um Estudo no Curso de Ciências Contábeis RESUMO José Ribamar

Leia mais

UMA ANÁLISE DOS FATORES DE DESEMPENHO FINANCEIRO: O CASO DAS LOJAS AMERICANAS S.A.

UMA ANÁLISE DOS FATORES DE DESEMPENHO FINANCEIRO: O CASO DAS LOJAS AMERICANAS S.A. Qualit@s Revista Eletrônica ISSN 1677 4280 Vol.9. No 1 (2010) 1 UMA ANÁLISE DOS FATORES DE DESEMPENHO FINANCEIRO: O CASO DAS LOJAS AMERICANAS S.A. RESUMO José Ribamar Marques de Carvalho Walmark Clay dos

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO NAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO: UMA ANÁLISE FATORIAL

DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO NAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO: UMA ANÁLISE FATORIAL DISTRIBUIÇÃO DO VALOR ADICIONADO NAS EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO: UMA ANÁLISE FATORIAL Maria Elisabeth Moreira Carvalho Andrade Doutoranda em Controladoria e Contabilidade FEA/USP Mestre em Controladoria

Leia mais

Regressão Linear em SPSS

Regressão Linear em SPSS Regressão Linear em SPSS 1. No ficheiro Calor.sav encontram-se os valores do consumo mensal de energia, medido em milhões de unidades termais britânicas, acompanhados de valores de output, em milhões de

Leia mais

Elaborando um Questionário. Lorí Viali, Dr. DESTAT/FAMAT/PUCRS

Elaborando um Questionário. Lorí Viali, Dr. DESTAT/FAMAT/PUCRS Elaborando um Questionário Lorí Viali, Dr. DESTAT/FAMAT/PUCRS viali@pucrs.br http://www.pucrs.br/famat/viali PASSOS Estabelecer uma ligação com: O problema e os objetivos da pesquisa; As hipóteses da pesquisa

Leia mais

NP EN ISO 9001:2000 LISTA DE COMPROVAÇÃO

NP EN ISO 9001:2000 LISTA DE COMPROVAÇÃO NP EN ISO 9001:2000 LISTA DE COMPROVAÇÃO NIP: Nº DO RELATÓRIO: DENOMINAÇÃO DA EMPRESA: EQUIPA AUDITORA (EA): DATA DA VISITA PRÉVIA: DATA DA AUDITORIA: AUDITORIA DE: CONCESSÃO SEGUIMENTO ACOMPANHAMENTO

Leia mais

A Gestão da Qualidade foca o produto; Tem como objectivo a satisfação do cliente.

A Gestão da Qualidade foca o produto; Tem como objectivo a satisfação do cliente. OBJECTIVOS DE UM SISTEMA DE GESTÃO A Gestão da Qualidade foca o produto; Tem como objectivo a satisfação do cliente. A Gestão da Segurança foca o indivíduo, o colaborador; Tem como objectivo a sua protecção

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008

ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003. Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 ORIENTAÇÃO SOBRE PRINCÍPIOS DE AUDITORIA NP EN ISO 19011:2003 Celeste Bento João Carlos Dória Novembro de 2008 1 SISTEMÁTICA DE AUDITORIA - 1 1 - Início da 4 - Execução da 2 - Condução da revisão dos documentos

Leia mais

Avaliação de Indicadores Econômico-financeiro de Operadoras de Planos de Saúde Brasileiras: Uma aplicação da Análise Fatorial

Avaliação de Indicadores Econômico-financeiro de Operadoras de Planos de Saúde Brasileiras: Uma aplicação da Análise Fatorial Avaliação de Indicadores Econômico-financeiro de Operadoras de Planos de Saúde Brasileiras: Uma aplicação da Análise Fatorial Autoria: Maria Aparecida Soares, Carlos Renato Thóphilo, Luiz João Corrar RESUMO

Leia mais

Análise de conteúdo dos programas e planificações António Martins e Alexandre Ventura - 1

Análise de conteúdo dos programas e planificações António Martins e Alexandre Ventura - 1 1 Domínio perceptivo-cognitivo Visão global dos fenómenos Análise de uma situação Identificação de problemas Definição de estratégias para a resolução de problemas Pesquisa e selecção da informação Aplicação

Leia mais

Captação de recursos no terceiro setor: fatores estratégicos para divulgação de informações

Captação de recursos no terceiro setor: fatores estratégicos para divulgação de informações DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2012v9n18p83 Captação de recursos no terceiro setor: fatores estratégicos para divulgação de informações Fundraising in the third sector: strategic factors for

Leia mais

Estatística Aplicada à Administração II

Estatística Aplicada à Administração II Estatística Aplicada à Administração II Tópico: Análise Discriminante (No SPSS e no Minitab) Bibliografia: R.A. Johnson, Applied Multivariate Statistical Analysis, Prentice Hall, 1992 L.J. Corrar; E. Paulo;

Leia mais

Avaliação Ambiental Estratégica

Avaliação Ambiental Estratégica Mestrado em Engenharia do Ambiente Avaliação Ambiental Estratégica O que é a AAE? Evolução, âmbito, formas, benefícios 2 ª aula Prof. Doutora Maria do Rosário Partidário O que é a AAE? Instrumento (processo)

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO PORTO Ano lectivo 2009/20010 EXAME: DATA 24 / 02 / NOME DO ALUNO:

INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO PORTO Ano lectivo 2009/20010 EXAME: DATA 24 / 02 / NOME DO ALUNO: INSTITUTO SUPERIOR DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO PORTO Ano lectivo 2009/20010 Estudos de Mercado EXAME: DATA 24 / 02 / 20010 NOME DO ALUNO: Nº INFORMÁTICO: TURMA: PÁG. 1_ PROFESSOR: ÉPOCA: Grupo I (10

Leia mais

SHOW. [DataSet1] C:\Documents and Settings\Tito\Ambiente de trabalho\almas\dadostodoscomresiduos.sav

SHOW. [DataSet1] C:\Documents and Settings\Tito\Ambiente de trabalho\almas\dadostodoscomresiduos.sav GET FILE=' '. DATASET NAME Set1 WINDOW=FRONT. PRESERVE. SET RNG=MT MTINDEX=2000000. SHOW RNG. SHOW Output Created 21-DEC-2013 23:23:56 Active set Set1 SHOW RNG. Processor Time 00:00:00,00 Elapsed Time

Leia mais

PERFIL FINANCEIRO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

PERFIL FINANCEIRO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO ARTIGO PERFIL FINANCEIRO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS OPERADORAS DE PLANOS DE SAÚDE: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO Claudinéia Kudlawicz Mestra em Contabilidade UFPR claudineia09@yahoo.com.br Jose Luiz dos Santos

Leia mais

USE OF FACTOR ANALYSIS TO IDENTIFY THE MAIN FINANCIAL PERFORMANCE ASSESSMENT INDICATORS: AN APPLICATION IN INSURANCE COMPANIES

USE OF FACTOR ANALYSIS TO IDENTIFY THE MAIN FINANCIAL PERFORMANCE ASSESSMENT INDICATORS: AN APPLICATION IN INSURANCE COMPANIES 50 UTILIZAÇÃO DA ANÁLISE FATORIAL NA IDENTIFICAÇÃO DOS PRINCIPAIS INDICADORES PARA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO FINANCEIRO: UMA APLICAÇÃO NAS EMPRESAS DE SEGUROS * USE OF FACTOR ANALYSIS TO IDENTIFY THE MAIN

Leia mais

CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES

CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES Processos de Gestão ADC/DEI/FCTUC/2000/01 CAP. 2 Introdução à Gestão das Organizações 1 CAPÍTULO 2 INTRODUÇÃO À GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES 2.1. Conceito de Gestão Vivemos numa sociedade de organizações (dos

Leia mais

[DataSet11] D:\Fmh\Doutoramento\Tese\Dados\Quantitativos\Questionário Prof essores.sav

[DataSet11] D:\Fmh\Doutoramento\Tese\Dados\Quantitativos\Questionário Prof essores.sav USE ALL. FILTER BY filter_$. EXECUTE. CLUSTER CondRelativa ImpRelativa IntegRelativa /METHOD SINGLE /MEASURE=SEUCLID /ID=Id.Prof /PRINT SCHEDULE /PRINT DISTANCE /PLOT DENDROGRAM. [DataSet] D:\Fmh\Doutoramento\Tese\Dados\Quantitativos\Questionário

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Como a Organização do Trabalho Afeta a Avaliação de Desempenho 360 graus por Competência Individual?

Como a Organização do Trabalho Afeta a Avaliação de Desempenho 360 graus por Competência Individual? Como a Organização do Trabalho Afeta a Avaliação de Desempenho 360 graus por Competência Individual? Autoria: Vitor Hugo Bernstorff Resumo Este estudo teve como objetivo correlacionar dados secundários

Leia mais

Política da Nestlé sobre Saúde e Segurança no Trabalho

Política da Nestlé sobre Saúde e Segurança no Trabalho Política da Nestlé sobre Saúde e Segurança no Trabalho A Segurança não é negociável Na Nestlé, acreditamos que o sucesso sustentável apenas poderá ser alcançado através dos seus Colaboradores. Nenhum

Leia mais

LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO

LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO LISTA DE COMPETÊNCIAS TÉCNICO SUPERIOR E TÉCNICO N.º ORIENTAÇÃO PARA RESULTADOS: Capacidade para concretizar eficiência os objectivos do serviço e as tarefas e que lhe são solicitadas. com eficácia e 1

Leia mais

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade:

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade: Evolução do conceito 2 Controlo da Qualidade Aula 05 Gestão da :. evolução do conceito. gestão pela total (tqm). introdução às normas iso 9000. norma iso 9000:2000 gestão pela total garantia da controlo

Leia mais

Resultados. Estudo Piloto de Avaliação da Cultura de Segurança do Doente em Hospitais Portugueses. 21. Novembro. 2011

Resultados. Estudo Piloto de Avaliação da Cultura de Segurança do Doente em Hospitais Portugueses. 21. Novembro. 2011 Resultados Estudo Piloto de Avaliação da Cultura de Segurança do Doente em Hospitais Portugueses 21. Novembro. 2011 Características do questionário Hospital Survey on Patient Safety Culture (HSPSC) Agency

Leia mais

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com

CCSQ. Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente. Nome Sample Candidate. Data 23 Setembro 2013. www.ceb.shl.com CCSQ Relatório para o Gestor Funções de Contacto com o Cliente Nome Sample Candidate Data 23 Setembro 2013 www.ceb.shl.com INTRODUÇÃO Este Relatório para o Gestor ajuda a compreender a adequação potencial

Leia mais

AUTO-DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS

AUTO-DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS D O S S I E R D O E M P R E E N D E D O R AUTO-DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS PROJECTO PROMOÇÃO DO EMPREENDEDORISMO IMIGRANTE P E I AUTO-DIAGNÓSTICO DE COMPETÊNCIAS EMPREENDEDORAS Competências

Leia mais

Bureau Veritas Certification. Responsabilidade Social, a Internacionalização e a Gestão do Risco

Bureau Veritas Certification. Responsabilidade Social, a Internacionalização e a Gestão do Risco Bureau Veritas Certification Responsabilidade Social, a Internacionalização e a Gestão do Risco Responsabilidade Social, a Internacionalização e a Gestão do Risco A introdução da gestão do risco na ISO

Leia mais

Utilização da Análise Fatorial na determinação de fatores importantes para a criação de sites de comércio eletrônico

Utilização da Análise Fatorial na determinação de fatores importantes para a criação de sites de comércio eletrônico Área Temática: Marketing e comunicação Utilização da Análise Fatorial na determinação de fatores importantes para a criação de sites de comércio eletrônico AUTORES FERNANDO SCANDIUZZI Universidade de São

Leia mais

Vital para a Competitividade da sua Organização

Vital para a Competitividade da sua Organização ISO 27001 Segurança da Informação Vital para a Competitividade da sua Organização Quem Somos? Apresentação do Grupo DECSIS Perfil da Empresa Com origem na DECSIS, Sistemas de Informação, Lda., fundada

Leia mais

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000

ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário. As Normas da família ISO 9000. As Normas da família ISO 9000 ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário Gestão da Qualidade 2005 1 As Normas da família ISO 9000 ISO 9000 descreve os fundamentos de sistemas de gestão da qualidade e especifica

Leia mais

NFPA-APSEI Prevenção e Segurança Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho no Grupo EDP. Outubro 2014

NFPA-APSEI Prevenção e Segurança Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho no Grupo EDP. Outubro 2014 NFPA-APSEI Prevenção e Segurança Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho no Grupo EDP Outubro 2014 EDP Valor Direção de Segurança e Saúde Outubro de 2014 Agenda 1. O Grupo EDP 2. O Sistema de Gestão da

Leia mais

Controlo da Qualidade Aula 05

Controlo da Qualidade Aula 05 Controlo da Qualidade Aula 05 Gestão da qualidade:. evolução do conceito. gestão pela qualidade total (tqm). introdução às normas iso 9000. norma iso 9001:2000 Evolução do conceito 2 gestão pela qualidade

Leia mais

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos

Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais. Procedimentos Certificação da Qualidade dos Serviços Sociais EQUASS Assurance Procedimentos 2008 - European Quality in Social Services (EQUASS) Reservados todos os direitos. É proibida a reprodução total ou parcial

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Matemática Aplicada às Ciências Sociais Ensino Regular Curso Geral de Ciências Sociais e Humanas 10º Ano Planificação 2014/2015 Índice Finalidades... 2 Objectivos e competências

Leia mais

Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios

Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios Qualidade e Sustentabilidade das Organizações Sociais Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios Instituto da Segurança Social, I.P. Gabinete de Qualidade e Auditoria 17 de

Leia mais

Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI

Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI Gestão da inovação A avaliação e a medição das actividades de IDI Projecto GAPI 2.0 Universidade de Aveiro, 19 de Fevereiro de 2010 João M. Alves da Cunha Introdução Modelo de Interacções em cadeia Innovation

Leia mais

Material para os Discentes da Universidade da Madeira. NP EN ISO 9000, 9001 e 9004. Elaborado em 2005 por. Herlander Mata-Lima

Material para os Discentes da Universidade da Madeira. NP EN ISO 9000, 9001 e 9004. Elaborado em 2005 por. Herlander Mata-Lima Material para os Discentes da Universidade da Madeira NP EN ISO 9000, 9001 e 9004 Elaborado em 2005 por Herlander Mata-Lima 1 NORMAS ISO 9000 As normas ISO 9000 servem de base para as organizações, independentemente

Leia mais

NUM LABORATÓRIO DE CITOMETRIA DE FLUXO. Maria João Acosta 2009

NUM LABORATÓRIO DE CITOMETRIA DE FLUXO. Maria João Acosta 2009 NUM LABORATÓRIO DE CITOMETRIA DE FLUXO Maria João Acosta 2009 O que é um SGQ? É uma estrutura organizacional, com políticas, recursos, processos e procedimentos definidos que visam alcançar um determinado

Leia mais

EXPLORANDO A UTILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE MARKETING NO CASO DE INDÚSTRIAS PARANAENSES EXPORTADORAS Mario Nei Pacagnan Wesley Vieira da Silva

EXPLORANDO A UTILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE MARKETING NO CASO DE INDÚSTRIAS PARANAENSES EXPORTADORAS Mario Nei Pacagnan Wesley Vieira da Silva FACESI EM REVISTA Ano 4 Volume 4, N.2 2012 - - ISSN 2177-6636 RESUMO EXPLORANDO A UTILIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE MARKETING NO CASO DE INDÚSTRIAS PARANAENSES EXPORTADORAS Mario Nei Pacagnan Wesley Vieira

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010 Certificação de Sistemas de Gestão ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010 Sumário 1. Certificação de Sistemas de Gestão Qualidade (ISO 9001:2008); 2. Certificação

Leia mais

Considerações Finais. Resultados do estudo

Considerações Finais. Resultados do estudo Considerações Finais Tendo em conta os objetivos definidos, as questões de pesquisa que nos orientaram, e realizada a apresentação e análise interpretativa dos dados, bem como a sua síntese final, passamos

Leia mais

User-defined missing values are treated as missing. Statistics are based on all cases with valid data. VARIABLES=Ano /ORDER= ANALYSIS.

User-defined missing values are treated as missing. Statistics are based on all cases with valid data. VARIABLES=Ano /ORDER= ANALYSIS. Frequencies Notes Missing Value Handling Syntax Definition of Missing Cases Used User-defined missing values are treated as missing. Statistics are based on all cases with valid data. FREQUENCIES VARIABLES=Ano

Leia mais

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS

questionários de avaliação da satisfação CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS questionários de avaliação da satisfação creche CLIENTES, COLABORADORES, PARCEIROS 2ª edição (revista) UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Governo da República Portuguesa SEGURANÇA SOCIAL INSTITUTO DA

Leia mais

Fazer o que é correcto

Fazer o que é correcto www.pwc.com/pt Fazer o que é correcto Código de conduta A PwC é, e quer continuar a ser, reconhecida como a organização honrada e fiável de que todos nos orgulhamos, tendo por base a nossa reputação e

Leia mais

Group Statistics. residência N Mean Std. Deviation Std. Error Mean. Avaliação Breve do Estado Mental. meio rural 11 27,73 1,849,557

Group Statistics. residência N Mean Std. Deviation Std. Error Mean. Avaliação Breve do Estado Mental. meio rural 11 27,73 1,849,557 ANEXO M: Output 1 Teste t de Student para amostras independentes, para comparação entre médias obtidas nos quatro instrumentos de avaliação pelas duas amostras: meio rural e meio urbano. Group Statistics

Leia mais

WePeopleValueYourPeople

WePeopleValueYourPeople WePeopleValueYourPeople e info@peoplevalue.com.pt w www.peoplevalue.com.pt Actualizado em 2010Jan14 quem somos? Somos a consultora sua parceira focada nas Pessoas e na sua valorização. Através da especialização

Leia mais

Autoria: Francisco Antonio Bezerra, Luiz João Corrar. Resumo

Autoria: Francisco Antonio Bezerra, Luiz João Corrar. Resumo Metodologia de Identificação dos Principais Indicadores Financeiros para Acompanhamento e Análise de Empresas : Uma Aplicação em Companhias Seguradoras Autoria: Francisco Antonio Bezerra, Luiz João Corrar

Leia mais

As organizações com colaboradores mais felizes têm mais performance e são mais sustentáveis

As organizações com colaboradores mais felizes têm mais performance e são mais sustentáveis As organizações com colaboradores mais felizes têm mais performance e são mais sustentáveis No momento actual é fundamental saber quais as razões, pelas quais, os colaboradores são felizes Artigos académicos

Leia mais

Dário Afonso Fernanda Piçarra Luisa Ferreira Rosa Felisberto Módulo: 3786, Controlo de Riscos

Dário Afonso Fernanda Piçarra Luisa Ferreira Rosa Felisberto Módulo: 3786, Controlo de Riscos Medidas de Prevenção e Protecção Dário Afonso Fernanda Piçarra Luisa Ferreira Rosa Felisberto Módulo: 3786, Controlo de Riscos 30 - Novembro, 2010 ÍNDICE Introdução - Medidas de Prevenção e Protecção pág.

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

Relatório Questionário on-line

Relatório Questionário on-line Associação Portuguesa dos Gestores e Técnicos dos Recursos Humanos Seminário: Novos Caminhos, Novos Desafios da Formação Certificada Relatório Questionário on-line Relatório 1. Introdução e Objectivos

Leia mais

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva PROCESSO DE AVALIAÇÃO EM CONTEXTOS INCLUSIVOS PT Preâmbulo Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva A avaliação inclusiva é uma abordagem à avaliação em ambientes inclusivos em que as políticas e

Leia mais

Responsabilidade Social Corporativa

Responsabilidade Social Corporativa Responsabilidade Social Corporativa e Sistemas de Informação António Sousa Mendes Javier Fernández 12 de Fevereiro de 2007. Slide 1 Global Reporting Initiative Organizações Portuguesas no GRI GRI - Global

Leia mais

Sistemas de gestão da segurança em estabelecimentos industriais uma abordagem pragmática. Luís Santos (Auditor de Segurança)

Sistemas de gestão da segurança em estabelecimentos industriais uma abordagem pragmática. Luís Santos (Auditor de Segurança) Sistemas de gestão da segurança em estabelecimentos industriais uma abordagem pragmática Luís Santos (Auditor de Segurança) Abordagem 1. Pilares de sustentabilidade de um SGS 2. Ameaças à integridade 3.

Leia mais

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XX Indicadores de Segurança. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene do Trabalho. Volume XX Indicadores de Segurança. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene do Trabalho Volume XX Indicadores de Segurança um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído sem

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Segurança e Higiene no Trabalho Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO

Leia mais

A Distribuição Moderna no Sec. XXI 28 Março 2011. Certificação da Qualidade Aplicada ao Sistema de Gestão da Marca Própria

A Distribuição Moderna no Sec. XXI 28 Março 2011. Certificação da Qualidade Aplicada ao Sistema de Gestão da Marca Própria Certificação da Qualidade Aplicada ao Sistema de Gestão da Marca Própria PROGRAMA Qualidade Produto Marca Própria - Distribuição Princípios da Qualidade/ ISO 9001 Certificação/Processo de Certificação

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo

UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo UNIVERSIDADE DO ALGARVE Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo APLICAÇÕES NO SPSS Disciplina de Estatística Gestão Disciplina de Estatística Gestão Hoteleira Disciplina de Estatística Descritiva

Leia mais

Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO INTERNO COMISSÃO DE GOVERNO SOCIETÁRIO E SUSTENTABILIDADE

Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO INTERNO COMISSÃO DE GOVERNO SOCIETÁRIO E SUSTENTABILIDADE Conselho Geral e de Supervisão REGULAMENTO INTERNO COMISSÃO DE GOVERNO SOCIETÁRIO E SUSTENTABILIDADE Aprovado em 18 de Junho de 2015 REGULAMENTO INTERNO DA COMISSÃO DE GOVERNO SOCIETÁRIO E SUSTENTABILIDADE

Leia mais

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 127 (Março/Abril de 2000) KÉRAMICA N.º 251 (Janeiro/Fevereiro 2002)

PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 127 (Março/Abril de 2000) KÉRAMICA N.º 251 (Janeiro/Fevereiro 2002) TÍTULO: Formação e Informação em Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 127 (Março/Abril de 2000) KÉRAMICA N.º 251 (Janeiro/Fevereiro 2002) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

(2006/C 297/02) considerando o seguinte: constatando que:

(2006/C 297/02) considerando o seguinte: constatando que: C 297/6 Resolução do Conselho e dos Representantes Governos dos Estados-Membros, reunidos no Conselho, relativa à realização dos objectivos comuns em matéria de participação e informação dos jovens para

Leia mais

XVI SEMEAD Seminários em Administração

XVI SEMEAD Seminários em Administração XVI SEMEAD Seminários em Administração outubro de 2013 ISSN 2177-3866 UM ESTUDO SOBRE A RELAÇÃO ENTRE COOPERAÇÃO ORGANIZACIONAL E ESTRATÉGIA PARA SUSTENTABILIDADE MARTA FABIANO SAMBIASE Universidade Presbiteriana

Leia mais

Preparação de um Plano de Trabalho

Preparação de um Plano de Trabalho Preparação de um Plano de Trabalho Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de

A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de A Importância dos Recursos Humanos (Gestão de Pessoas) na Gestão Empresarial Marketing Interno Licenciatura de Comunicação Empresarial 3º Ano Docente: Dr. Jorge Remondes / Discente: Ana Teresa Cardoso

Leia mais

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A.

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. Empresa especializada na concepção, instalação e manutenção de equipamentos para a indústria hoteleira, restauração e similares. Primeira empresa do sector a nível

Leia mais

Pontos críticos das auditorias de segurança do trabalho. Patrícia Serra

Pontos críticos das auditorias de segurança do trabalho. Patrícia Serra Pontos críticos das auditorias de segurança do trabalho Patrícia Serra 1 Objetivos das Auditorias ao SGSST Verificar se o SG cumpre eficazmente a política, os objetivos e metas definidos pela organização

Leia mais

Liderança Estratégica

Liderança Estratégica Liderança Estratégica A título de preparação individual e antecipada para a palestra sobre o tema de Liderança Estratégica, sugere-se a leitura dos textos indicados a seguir. O PAPEL DE COACHING NA AUTO-RENOVAÇÃO

Leia mais

PUBLICAÇÕES:TECNOMETAL n.º 139 (Março/Abril de 2002) KÉRAMICA n.º 249 (Julho/Agosto de 2002)

PUBLICAÇÕES:TECNOMETAL n.º 139 (Março/Abril de 2002) KÉRAMICA n.º 249 (Julho/Agosto de 2002) TÍTULO: Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde do Trabalho AUTORIA: Paula Mendes PUBLICAÇÕES:TECNOMETAL n.º 139 (Março/Abril de 2002) KÉRAMICA n.º 249 (Julho/Agosto de 2002) FUNDAMENTOS A nível dos países

Leia mais

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/26436 Relatório final da CAE (Univ) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade

Leia mais

Banco de Portugal EUROSISTEMA REGULAMENTO DO CONSELHO DE AUDITORIA DO BANCO DE PORTUGAL

Banco de Portugal EUROSISTEMA REGULAMENTO DO CONSELHO DE AUDITORIA DO BANCO DE PORTUGAL REGULAMENTO DO CONSELHO DE AUDITORIA DO BANCO DE PORTUGAL Tendo em conta: A lei orgânica do Banco de Portugal; As recomendações constantes do relatório do Fundo Monetário internacional relativo ao exercício

Leia mais

ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE

ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE ACEF/1112/20852 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Fundação Minerva - Cultura - Ensino E Investigação

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves Sistema Integrado de Gestão Evento IDC PME 24.set.2008 Carlos Neves Agradecimentos Carlos Neves - 24.Set.08 2 Sumário 1. Oportunidades e desafios para as PME 2. Os projectos SI/TI e a Mudança 3. Perspectivas

Leia mais

Cultura de Segurança

Cultura de Segurança Cultura de Segurança Importância do Ensino das Temáticas de SHST em Engenharia João Carlos Matias (UBI) Ana Pinto (ISEL) Sessão de Encerramento Comemorações do Dia Nacional de Prevenção e Segurança no

Leia mais

O LADO POSITIVO DA IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO INTERNO DO ÁLCOOL NOS LOCAIS DE TRABALHO A experiência na Cascais Ambiente

O LADO POSITIVO DA IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO INTERNO DO ÁLCOOL NOS LOCAIS DE TRABALHO A experiência na Cascais Ambiente O LADO POSITIVO DA IMPLEMENTAÇÃO DO REGULAMENTO INTERNO DO ÁLCOOL NOS LOCAIS DE TRABALHO A experiência na Cascais Ambiente Ana Canas Câmara Municipal de Cascais Filme Campanha publicitária na prevenção

Leia mais

As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os

As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os Formação Interempresas 2016 11 Formação Interempresas 2016 As ferramentas e metodologias seleccionadas têm como objectivo apoiar as organizações a adquirir conhecimentos que lhes permitam eliminar os desperdícios,

Leia mais

Receitas para a Escola e Família na. ou provocação? Orlanda Cruz

Receitas para a Escola e Família na. ou provocação? Orlanda Cruz Receitas para a Escola e Família na melhoria do processo educativo: verdade ou provocação? Orlanda Cruz Promovendo a Parentalidade Positiva Cruz Orlanda Parentalidade (positiva) Criar as condições (necessárias,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO MASLACH BURNOUT INVENTORY-MBI QUANDO SUBMETIDO À ANÁLISE FATORIAL

CARACTERÍSTICAS DO MASLACH BURNOUT INVENTORY-MBI QUANDO SUBMETIDO À ANÁLISE FATORIAL CARACTERÍSTICAS DO MASLACH BURNOUT INVENTORY-MBI QUANDO SUBMETIDO À ANÁLISE FATORIAL Alexandre L. Gonzaga 1 Gilberto Alves Barbosa 2 O ponto de partida de toda a discussão apresentada neste trabalho tem

Leia mais

ANEXO III 15-03-2013 RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL

ANEXO III 15-03-2013 RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL ANEXO III RECOLHA DE PERCEPÇÕES INOVAÇÃO E RESPONSABILIDADE SOCIAL -- ÍNDICE ÍNDICE. OBJECTIVOS E ÂMBITO DO ESTUDO. METODOLOGIA. RESUMO. INOVAÇÃO ORGANIZACIONAL. INOVAÇÃO NOS ÚLTIMOS 6 ANOS 6. APRENDIZAGEM

Leia mais

EDIÇÃO ESPECIAL 2009

EDIÇÃO ESPECIAL 2009 EDIÇÃO ESPECIAL 2009 BUSINESS COACHING Curso Profissional de Formação de Coach Certificação Internacional em Coaching MORE E ECA (Para Reconhecimento pela ICI contactar-nos.) Entidade: MORE Institut, Ltd

Leia mais

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013

Auditorias 25-01-2013. ISO 19011 âmbito. Termos e definições. Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 Auditorias Gestão da Qualidade João Noronha ESAC 2012/2013 ISO 19011 âmbito Linhas de orientação para auditoria a sistemas de gestão Princípios de auditoria Gestão de programas de auditoria Condução de

Leia mais

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão da Segurança da Informação

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço. Segurança da informação nas organizações Gestão da Segurança da Informação Escola Naval Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Segurança da informação nas organizações Gestão da Segurança da Informação Fernando Correia Capitão-de-fragata EN-AEL 30 de Novembro

Leia mais

ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR ISO 22000 SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR INTRODUÇÃO Os sistemas de segurança alimentar devem ser desenhados de forma a controlar o processo de produção e basearem-se em princípios e conceitos

Leia mais

4 Análise dos resultados 4.1. Perfil do respondente

4 Análise dos resultados 4.1. Perfil do respondente 4 Análise dos resultados 4.. Perfil do respondente Através da análise dos questionários aplicados, verificou-se que o perfil típico do respondente foi: mulher, entre 3 e 40 anos, remunerações de até oito

Leia mais

1. Introdução. 2. Metodologia e Taxa de Adesão. Resultados Nacionais Agregados de 2011

1. Introdução. 2. Metodologia e Taxa de Adesão. Resultados Nacionais Agregados de 2011 1 Resultados Nacionais Agregados de 11 Observatório Nacional de Recursos Humanos Resultados Nacionais Agregados de 11 1. Introdução Desde a sua criação em 02 que o Observatório Nacional de Recursos Humanos

Leia mais

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004 Ed. de Serviços da Exponor, 2º Av. Dr. António Macedo 4450 617 Leça da Palmeira t: 22 999 36 00 f: 22 999 36 01 e-mail: info@apcer.pt www.apcer.pt Formação Empresa 4450-617 Leça da Palmeira t: 22 998 1753

Leia mais

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA, PRESTAÇÃO DE CONTAS E RESPONSABILIDADE

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA, PRESTAÇÃO DE CONTAS E RESPONSABILIDADE V EUROSAI/OLACEFS CONFERENCE SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA, PRESTAÇÃO DE CONTAS E RESPONSABILIDADE CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES A V Conferência EUROSAI/OLACEFS reuniu, em Lisboa, nos dias 10 e 11 de Maio de

Leia mais

QUESTIONÁRIO Percepção de Risco

QUESTIONÁRIO Percepção de Risco O documento em PDF está pronto a ser utilizado. Por favor, lembre-se de guardar as alterações após responder à totalidade do questionário, enviando em seguida para o seguinte endereço eletrónico maria.carmona@hzg.de

Leia mais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais

sistema de gestão do desempenho e potencial Directório de Competências e de Perfis Profissionais SGDP sistema de gestão do desempenho e potencial :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais :: Directório de Competências e de Perfis Profissionais ÍNDICE Competências Inovação e Criatividade

Leia mais

V Fórum de SHST. Tema central desta apresentação. acidentes de trabalho: tema velho, mas sempre presente na agenda.

V Fórum de SHST. Tema central desta apresentação. acidentes de trabalho: tema velho, mas sempre presente na agenda. O contributo dos acidentes para o processo de aprendizagem Celeste Jacinto, C. Guedes Soares, Tiago Fialho, Sílvia A. Silva V Fórum de SHST Município de Vila Nova de Gaia, 18 Novembro 2009 Apresentado

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A satisfação e o desempenho dos recursos humanos em qualquer organização estão directamente relacionados entre

Leia mais