SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 1"

Transcrição

1 ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR(A): Números inteiros: operações e problemas. Operações com números racionais na forma Operar com números racionais (fracionários fracionária e decimal; e/ou decimais) em situações de adição, Deslocamento da vírgula na multiplicação e subtração, multiplicação, divisão, divisão por 10, 100 e 1000; potenciação e radiciação, utilizando Conversão de dízimas periódicas em números estratégias pessoais e/ou técnicas operatórias convencionais. SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 1 DISCIPLINA MATEMÁTICA TURMA C4 C6 C8 Aplicação de números dos conjuntos inteiros e racionais na resolução de operações e problemas. Utilização de jogos, da reta numérica para localizar números e do quadro posicional para identificação de ordens inteiras e decimais. Atividades de sistematização. Converter dízimas periódicas em números Atividades investigativas. Conjunto dos números racionais: localização e representação na reta numérica, reconhecendo que Representar, comparar, ordenar e localizar entre dois números racionais existem infinitos números racionais na reta numérica. outros racionais; Leitura, comparação e ordenação de números Representações de um número racional nas formas, fracionária, decimal ou percentual. Reconhecer as diferentes representações de um número racional. C5 C10 C11 Construção e exploração da reta numerada com alunos. Utilização do quadro posicional e material dourado para sistematização de comparação e reconhecimento de números decimais. Exploração de situações propostas em livros didáticos ou elaboradas pelos alunos/professor. Explorar através de manipulação de objetos extramatemáticos e utilização de instrumentos de medida adequados a obtenção do valor aproximado de π. Estabelecer relações entre as diferentes representações de um número racional: fracionária, decimal ou percentual. Unidades didáticas. Atividades investigativas. C 6 Semana diagnóstica - acolhida, sondagem e aplicação de avaliação diagnóstica. Planejamento de intervenções. Monitoramento dos alunos em investigação matemática. individuais e coletivos dos alunos. Problemas envolvendo as operações aritméticas em diferentes contextos de uso dos números Resolver problema envolvendo números C9 C12 C18 Elaboração e resolução de problemas envolvendo as operações aritméticas em diferentes contextos de uso dos números Sequências e atividades do livro didático. Uso de recursos tecnológicos: calculadoras, aplicativos em computadores. Conjunto dos números reais Reta numérica. Leitura, comparação e ordenação de números reais. Reconhecer, classificar e representar, em diferentes contextos, cotidianos e históricos, os números reais. C15 Explorar os números reais como ampliação dos números naturais, inteiros, racionais e irracionais: Localização e representação de números reais na reta numérica, reconhecendo que entre dois números reais existem infinitos outros números reais; unidades didáticas, atividades investigativas. Integração com outras disciplinas Geografia, Ciências, História (construção de linhas do tempo), outras. I/A/C 5 Avaliação de conhecimento. Avaliação de atividades integradas entre as disciplinas. Operações em IR: adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação; Efetuar cálculos com números reais, utilizando as operações e respectivas propriedades, e ainda, as diferentes representações de um número real. C16 Exploração de atividades em livros didáticos, explorar situações cotidianas e pesquisa. Resolução de exercícios. Utilizar fórmulas de Física e Química. Explorar operações inversas e aplicações da Matemática. I/A 5 Testes de conhecimento. individuais e coletivos dos alunos.

2 Cálculo da raiz enésima de um número real; Expressões com números irracionais, resolvendo os radicais com aproximações. Efetuar cálculos com valores aproximados de radicais. C17 Utilização de calculadora para a exploração de exemplos variados, cálculos e comprovações de aproximações. Testes de conhecimento. I/A 4 individuais e coletivos dos alunos. Utilização de recursos tecnológicos, planilhas e calculadora, internet - EAD(moodle). Utilizar e explorar recursos das máquinas de calcular. C18 Utilização de calculadoras e aplicativos de computadores e celular para: a) produzir e comparar escritas numéricas; b) desenvolver estratégias de verificação e controle de cálculos; c) descobrir regularidades numéricas; d) concentrar-se mais na resolução do que nos cálculos associados aos problemas; e) testagem de resultados. Atividades sugeridas em livros, internet, etc. A 2 Correção de atividades e aplicação de testes de conhecimento. Classificar ângulos: ângulo raso, ângulo reto, ângulo agudo e ângulo obtuso; Medida de ângulo. Bissetriz de um ângulo. Polígonos regulares. Reconhecer ângulos internos em polígonos convexos (regulares ou não). Diagonais de um polígono convexo. Utilização de instrumentos geométricos para construções e Reconhecer ângulos como abertura ou medidas de ângulos, construção de bissetriz e de polígonos. mudança de direção, identificando ângulos A8 Atividades investigativas. Identificar, por experimentação, a C retos e não retos. medida de seus ângulos internos, bem como a relação matemática que expressa a soma desses ângulos. Identificar polígonos (regulares ou não) quanto ao número de lados; identificar e calcular o número de diagonais de um polígono convexo; identificar as regiões planas e seus respectivos Reconhecer e classificar os polígonos. A9 contornos; utilização de dobraduras de papel, do geoplano, do quebra-cabeças, tangram e de softwares educacionais (por A exemplo, o Geogebra). 8 Avaliação de trabalhos, registros individuais e coletivos e de produções dos alunos. Avaliar exposições e apresentações de trabalhos. Observação e intervenções na utilização dos instrumentos de medida. Propriedades dos triângulos equiláteros, isósceles ou retângulos; Identificar e conceituar elementos de um triângulo, como: alturas, bissetrizes, medianas e mediatrizes. Identificar propriedades de triângulos pela comparação de medidas de lados, ângulos e seus elementos. A10 Reconhecer elementos dos triângulos: identificar, por experimentação e por uso de instrumentos a construção de bissetriz, alturas e mediatriz. Propor atividades com utilização de instrumentos geométricos visando reconhecer e construir mediatriz de um segmento e bissetriz de um ângulo como lugares geométricos. C 7 Avaliação mensal. Observação e correção de exercípios propostos. Semelhanças e diferenças entre cubo e quadrado, paralelepípedo e retângulo, pirâmides e triângulos, esferas e círculos, e outros. Composição e decomposição de figuras geométricas. Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais e tridimensionais, relacionando-as com as suas planificações. A7 Exploração das propriedades a partir da composição e decomposição de figuras geométricas. Reconhecer semelhanças e diferenças entre cubo e quadrado, paralelepípedo e retângulo, pirâmides e triângulos, esferas e círculos: a sombra resultante da projeção ortogonal (perpendicular) da face de um cubo é um quadrado; a projeção da face de um prisma é um retângulo; a projeção da face de uma pirâmide é um triângulo; a secção (corte) de uma esfera, ao meio, é uma região plana de formato circular (ou círculo); a circunferência representa o contorno do círculo. Reconhecer e desenhar perspectivas de figuras espaciais, a partir de suas vistas ortogonais. Atividades integradas com a disciplina de Arte. C 2 Avaliação de apresentação e exposição de construções realizadas pelos alunos com exploração de conceitos, solídos e figuras estudadas

3 Vistas de um objeto e/ou de figuras geométricas: de frente; de trás; de cima, de baixo; de lado. Identificar as vistas frontal, lateral e superior de figuras espaciais. A14 Manipulação de objetos e poliedros, para explorar as vistas em diferentes posições, registro das observações. Em particular, explorar as faces opostas de um cubo verificando que têm soma 7. Atividades em livros didáticos. A 2 Avaliação de participação individual e coletiva nas atividades realizadas. Ângulos congruentes, adjacentes, complementares, suplementares e opostos pelo vértice. Reconhecimento da posição relativa de retas no plano: paralelas e concorrentes (em especial, as perpendiculares). Resolver problemas utilizando as propriedades dos polígonos (soma de seus ângulos internos, número de diagonais, cálculo de cada ângulo interno nos polígonos regulares). Círculo e circunferência; Elementos da circunferência: raio, diâmetro e corda; Posições relativas de ponto e de reta em relação a uma circunferência; Posições relativas de duas circunferências; Arcos e ângulos na circunferência. Resolver problema envolvendo ângulos correspondentes, complementares e suplementares. Identificar e conceituar paralelismo e perpendicularismo entre retas. Resolver problemas utilizando as propriedades dos polígonos (soma de seus ângulos internos, número de diagonais, cálculo de cada ângulo interno nos polígonos regulares). Reconhecer círculo e circunferência, seus elementos e algumas de suas relações. Reconhecer e aplicar em problemas as propriedades de ângulos que sejam congruentes, adjacentes, A12 *A9 complementares, suplementares e opostos pelo vértice; utilização de tecnologias digitais e instrumentos C 2 geométricos(como régua, compasso, transferidor, esquadro, etc.) para construção de figuras, mediatriz de segmentos e A13 bissetriz de ângulos, retas paralelas e transversais, perpendiculares e ângulos notáveis (90, 60º, 45, 30 ) e polígonos regulares.unidades didáticas. Resolução de problemas envolvendo propriedades dos polígonos convexos para determinar: a medida de cada ângulo interno de A15 polígonos regulares, a soma das medidas dos ângulos C 2 internos e o número de diagonais. Atividades de investigação. A17 Diferenciar círculo e circunferência. Identificar e resolver problemas envolvendo a área de um círculo e o comprimento da circunferência. Construções geométricas que representam posições relativas de duas circunferências, entre ponto e reta em relação a circunferência. Exploração de unidades didáticas. Atividades investigativas. A 3 Testes de conhecimento. Avaliação de desenhos/figuras produzidas representando conceitos geométricos. Correção das atividades e observação da participação do aluno. Correção de atividades individuais e em duplas/grupos. Avaliação de conhecimento e planejamento de intervenções pontuais. ASSINATURA DO PROFESSOR Total aulas na etapa 48 DATA - / / ASSINATURA DO PEDAGOGO Sugestão de Distribuição dos pontos da Etapa: Ordem Propostas de instrumentos Valor DATA PREVISTA 1 Pesquisa 2 Trabalho em Grupo 3 Atividades em Dupla 4 Autoavaliação 5 Avaliação de caderno 6 Avaliação de atividades de casa 7 Avaliação mensal 1. 8 Avaliação mensal 2 9 Avaliação final da etapa VALOR TOTAL ETAPA 0 Obs. A soma dos valores deve resultar no total de pontos distribuídos na etapa. 10 Atividade(s) de recuperação paralela. 11 Avaliação da recuperação paralela VAlOR TOTAL RECUP. PARALELA 0

4 ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR(A): Expressão algébrica. SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUC AÇÃO PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 2 DISCIPLINA MATEMÁTICA TURMA Interpretar e utilizar a linguagem matemática (expressão algébrica) como forma de representação de regularidades, generalização de dados e informações apresentadas em diferentes contextos. C22 Reconhecer a regularidade ocorrida em uma sequência (de números ou de figuras) e representá-la por meio de uma expressão algébrica. Atividades investigativas. Exploração de sequências diversas. C 3 Observar as atividads realizadas, análise e registros de desempenho doa alunos. Valor numérico. Calcular o valor numérico de expressões algébricas simples. C23 Dada uma expressão algébrica, envolvendo as várias operações aritméticas, avalie a habilidade de o estudante substituir as variáveis da expressão por números e calcular seu valor numérico. Resolução de exercícios e aplicações de modelagem matemática. C 4 Avaliação mensal da etapa. Cálculo Algébrico: Monômios e polinômios Redução de termos semelhantes. Operações. Produtos notáveis Fatorações e simplificações algébricas; Operações com frações algébricas. Reconhecer, identificar e realizar operações que envolvam monômios e polinômios. C24 Uso de formas geométricas para manipulação e exploração de diferentes situações de cálculo numérico e álgebra. Reduzir termos semelhantes de um polinômio através da adição e subtração algébrica; realizar operações com monômios e polinômios; reconhecer os produtos notáveis como regularidades geométricas e desenvolvê-los; identificação e realização de fatorações algébricas; obtenção de expressões equivalentes a uma expressão algébrica por meio de fatorações e simplificações; realizar operações com frações algébricas.resolução de problemas cuja conversão seja uma inequação do 1º grau do tipo ax+b c ou ax+b c, representando o conjunto solução na reta numérica. Atividades manipulativas e jogos. I/A/C 20 Avaliação de atividades individuais e em dupla/grupo. Testes de aprendizagem. Plano cartesiano; Problemas envolvendo a posição de objetos e seus deslocamentos a partir da análise de suas representações em um sistema de coordenadas cartesianas. Identificar e explorar localização e movimento de objetos no espaço por meio de coordenadas cartesianas. A2 Utilização de malha quadriculada para construção de planos cartesianos. Atividades de livros didático. Construção de percursos de deslocamentos. Uso de mapas virtuais livros didáticos e atlas. integração de disciplinas. A 2 Avaliação de atividades propostas.

5 Ponto sobre coordenadas cartesianas. Representação de pares ordenados de números inteiros no plano (vértices de polígonos, outros). Problema envolvendo pontos em coordenadas cartesianas. Quadriláteros, aqueles que: a) não têm lados paralelos; b) têm apenas um par de lados paralelos (trapézios); c) têm dois pares de lados paralelos (paralelogramos: retângulos, losangos e quadrados); Paralelogramos: propriedades de seus ângulos internos e de suas diagonais. Interpretar informações apresentadas por meio de coordenadas cartesianas. Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas propriedades. A3 A11 Atividades investigativas. Atividades individuais e em grupos. Uso de recursos tecnológicos. Interpretar e desenhar em coordenadas cartesianas figuras eapaciais em perspectivas, identificando suas vistas ortogonais. Ampliar os conhecimentos sobre os quadriláteros que: a) não têm lados paralelos; b) têm apenas um par de lados paralelos (trapézios); c) têm dois pares de lados paralelos (paralelogramos: retângulos, losangos e quadrados); Construção e exploração de figuras geométricas. A 2 C individuais e coletivos das atividades. Congruência de triângulos casos especiais; Conceituar e utilizar congruência de figuras planas em situações-problemas, em especial os triângulos. A18 Reconhecimanto e aplicação em construções geométricas das condições necessárias para a existência de triângulos Congruentes. Atividades em livro didático. I/A 6 Atividades avaliativas. Ângulos formados por retas paralelas cortadas por uma reta transversal. Ângulos congruentes, adjacentes, complementares, suplementares e opostos pelo vértice. Reconhecer as relações entre os ângulos formados por retas paralelas com uma transversal. A19 Explorar em atividades: ângulos correspondentes, ângulos colaterais (internos e externos) e ângulos alternos (internos e externos). Reconhecer e aplicar na resolução de problemas as propriedades de ângulos que sejam congruentes, adjacentes, complementares, suplementares e opostos pelo vértice. Utilização de instrumentos geométricos para construções e medidas. Unidades didáticas. Atividades investigativas. I/A 6 Avaliação das intervenções realizadas. Avaliação final da etapa. ASSINATURA DO PROFESSOR Total aulas na etapa 48 DATA - / / ASSINATURA DO PEDAGOGO

6 SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO ESCOLA MUNICIPAL PROFESSOR(A): PROPOSTA DE PLANEJAMENTO DO REFERENCIAL CURRICULAR POR ETAPA - 8º ANO - ETAPA 3 DISCIPLINA Matemática TURMA dagem Aulas AVALIAÇÃO (SISTEMA E Equação do 1ºgrau. inequação do 1º grau Raiz de uma equação do 1º grau Raiz de um sistema de equações do 1º grau Problema envolvendo equações do 1º grau. Identificar uma equação do 1º grau e/ou uma inequação do 1º grau, que expressa um problema. Resolver situações-problema envolvendo equações do 1º grau. C25 C27 Converter em uma equação do 1º grau e/ou uma inequação do 1º grau, situações apresentadas em problemas contextualizados. Investigação matemática. Uso de balança, ou "Cabide" com exploração de objetos de "pesos" diferentes. Registros e discussões com alunos. Aplicações algébricas. Analisar e resolver problemas propostos que envolvam o significado da raiz de: a) uma equação do 1º grau; b) um sistema de equações do 1º grau; construindo diferentes procedimentos para resolvê-los, inclusive o da representação das equações no plano cartesiano. Investigação em atividades propostas e elaboração de atividades pelos próprios alunos. Unidades didáticas. Uso de malhas quadriculadas para construção de planos cartesianos. A/C A/C 3 Correção de atividades individuais e em grupo. Observação e monitoramento dos alunos em atividade. Sistema de equações do primeiro grau; Cálculo algébrico da solução de um sistema de equações do 1º grau e métodos de resolução. Identificar um sistema de equações do 1º grau que expressa um problema. Problemas envolvendo sistemas de equações do 1º grau. C31 Dados um problema, identificar e expressar equações do 1º grau com duas variáveis, construindo um sistema de equações; cálculo algébrico da solução de um sistema de equações do 1º grau: métodos da substituição e da adição; explorar a representação de um par ordenado como solução de um sistema de equações do 1º grau. Resolver problemas envolvendo sistemas de equações do 1º grau. Atividades investigativas, unidades didáticas. I/A 6 individuais e coletivos de alunos. Representações algébrica e geométrica de um sistema de equações do 1º grau. Identificar a relação entre as representações algébrica e geométrica de um sistema de equações do 1º grau. C30 Reconhecer um gráfico cartesiano que representa um sistema de equações do 1º grau ou, o sistema de equações do 1º grau que corresponde ao gráfico dado. Construção de planos cartesianos, exploração em malhas quadriculadas e atividades de livros didáticos. I/A 3 Avaliação de aprendizagem da etapa.

7 Razão, proporção, porcentagem, regra de Identificar, compreender e utilizar os conceitos três simples e composta, juros simples e matemáticos de razão e proporção, porcentagem, regra compostos. de três simples e composta, juros simples e compostos, aplicações em problemas. Sistemas de medidas Múltiplos e submúltiplos. Uso de Instrumenos adequados de medida. Problemas envolvendo sistemas de medidas. Problemas que envolvem relações e conversões, entre unidades usuais de medidas de comprimento, massa, temperatura, superfície, capacidade, volume e sistema monetário. Utilizar os sistemas convencionais de medida, suas aplicações e seus respectivos instrumentos (formais e não-formais). Realizar as conversões necessárias em cada sistema convencional de medida e utilizá-lo em diferentes situações-problema. C19 B1 B2 Exploração de situações de comércio, jornais, folhetos, etc. Atividades em livros didáticos, outros. Atividades individuais e em dupla/grupo. dagem Aulas AVALIAÇÃO (SISTEMA E A 4 Aplicação de avaliações impressas e registros de atividades. Utilizar quadro posicional de múltiplos e submúltiplos de medidas. Manipular instrumentos adequados às medições específicas. Atividades investigativas, construção de A/C maquetes (escalas), integração com Arte, Geografia e Avaliar atividades dos outras disciplinas. alunos, registros de 3 medições e uso de instrumentos. Exposição de maquetes. Revisão de conceitos e estabelecer relações e fazer conversões, A/C em situações-problema, entre unidades usuais d Conceito de perímetro. Medida do perímetro de figuras planas e aplicações em situações problema. problemas envolvendo as unidades usuais de medida de comprimento. Problemas envolvendo a medida do perímetro de figuras planas. B3 Cálculo de perímetro sem/com o uso de fórmulas; desenhos em malha quadriculada; utilizando a decomposição/composição em figuras conhecidas; medições com uso de trena, metro e régua de espaços como sala de aula, quadra, espaços e objetos fisicos. Reconhecer e utilizar, em problema, as unidades usuais de medida de comprimento para o cálculo de perímetro em figuras planas e contextos extramatemáticos. A Observação da participação e interação dos alunos individualmente e em grupo. Testes de Aprendizagem. Conceito de área de figuras planas e aplicações; Problemas envolvendo as unidades usuais Problemas envolvendo a medida da área de figuras de medida de superfície. planas. Diferenciação dos conceitos de perímetro e área de figuras planas. B4 Resolver e elaborar problemas, envolvendo o cálculo da medida de área de figuras poligonais e do círculo. Calcular/estimar a medida de área de figuras planas: a) sem/com o uso de fórmulas; b) desenhadas em malha quadriculada; c) pela decomposição/composição em figuras conhecidas; Explorar as dimensões de diferentes espaços da escola para o cálculo da medida da área mediante uso de instrumentos como fita métrica, régua, trena. Atividades de sistematização. A 4 Avaliação de aprendizagem, e de registros de atividades individuais e em grupo.

8 Conceito de volume e a relação entre capacidade e volume; Problemas envolvendo o volume de um recipiente em forma de um bloco retangular. Resolver problemas envolvendo noções de volume. B5 Explorar, de forma intuitiva, o conceito de volume a partir de situações que oportunizem a contagem de cubos utilizados para preencher seu interior; e/ou utilização de fórmulas; reconhecer e utilizarna resolução de problemas, as unidades usuais de medida de volume. Calcular o volume de recipientes em forma de bloco retangular. Associar o litro ao decímetro cúbico, reconhecendo que 1000 litros correspondem ao metro cúbico. dagem Aulas AVALIAÇÃO (SISTEMA E I/A 4 Monitoramento das atividades/aprendizage m dos alunos. Conceito e aplicação na resolução de problemas: média aritmética simples e ponderada, moda e mediana. Conceituar e determinara solução de problemas que envolvam: média, moda e mediana. D5 A partir de situações problemas propor atividades que construam o conceito de média aritmética simples e ponderada, moda e mediana. Aplicações em situações concretas de notas dos alunos, idades, valores salariais, custo médio e outros. Unidades didáticas. Pesquisas, atividades individuais e em grupo. A 5 Avaliações de conteúdo e observação da participação dos alunos, Gráficos e tabelas - interpretação e a elaboração de análises e juízos com base em informações numéricas; Comunicar resultados de pesquisas e informações Conhecimento e utilização de recursos matemáticas usando impressos, painéis, recursos tecnológicos (aplicativos) para construção de tecnológicos como aplicativos e programas de listas, tabelas (simples e de dupla entrada) e computador e outros. gráficos (de barras, de linhas, de colunas e de setores). D6 Realizar mostras, atividades de livros didaticos, uso de recursos tecnológicos. Produzir registros escritos (desenhos, frases, textos etc.) a partir da interpretação de gráficos e tabelas; além de elaborar análises e juízos com base em informações numéricas. Uso de recursos tecnológicos (aplicativos) para construção de listas, tabelas (simples e de dupla entrada) e gráficos (de barras, de linhas, de colunas e de setores). A 3 escritos e testes de aprendizagem. * Problemas envolvendo informações veiculadas em tabelas, gráficos (de barras, de Resolver problema envolvendo informações segmentos e de setores), mapas, apresentadas em tabelas e/ou gráficos. histogramas e polígonos de frequência. Transposição de listas e/ou tabelas simples em gráficos e vice-versa. Associar informações apresentadas em listas e/ou tabelas simples aos gráficos que as representam e vice-versa. D7 D8 Elaborar e resolver problemas propostos a partir de dados e elementos sugeridos, ou pesquisados pelos alunos. Ler, interpretar e resolver situações-problema a partir de informações veiculadas em tabelas, gráficos de colunas, barras e setores, mapas, histogramas e polígonos de frequência. Atividades integradas com outras disciplinas. Construção de listas, tabelas e gráficos manuais e com uso de recursos tecnológicos. Interpretação de dados em diferentes suportes e livro didático. C 3 C 2 Avaliação em conjunto com outras disciplinas. Avaliações de registros em tabelas e gráficos construídos. Avaliações mensais e finais de etapa.

9 dagem Aulas AVALIAÇÃO (SISTEMA E Situações determinísticas (todas as possibilidades) e probabilísticas (o que é mais provável de ocorrer); Conceito de população e amostra; Identificar situações de sorte, sucessos possíveis e impossíveis em problemas simples envolvendo a ideia de probabilidade. D3 Relacionar situações concretas de possibilidades de um evento ocorrer a uma razão. Explorar e diferenciar situações determinísticas (todas as possibilidades) e probabilísticas (o que é mais provável de ocorrer); além de explorar o conceito de população e amostra; Jogos e atividades usando moedas, dados, roletas e outros. A 4 e de questões que envolva o conhecimento do tema. Possibilidades de ocorência de eventos. Conceito de probabilidade como medida Resolver problemas simples que envolvam o cálculo de da chance de um fato ocorrer e a probabilidade. representação dessa medida por uma fração ou pela porcentagem correspondente. D4 Identificar a maior ou a menor chance de um evento ocorrer; Realizar experiências com grupos de alunos. Explorar atividades de livros didáticos. Representar a probabilidade como medida da chance de um fato ocorrer. Essa medida pode ser indicada por uma fração ou pela porcentagem correspondente. A 4 Avaliação de participação ns jogos e atividades de sala. ASSINATURA DO PROFESSOR Total aulas na etapa 48 ASSINATURA DO PEDAGOGO DATA - / /

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 6ºANO CONTEÚDOS-1º TRIMESTRE Números naturais; Diferença entre número e algarismos; Posição relativa do algarismo dentro do número; Leitura do número; Sucessor e antecessor;

Leia mais

Matriz Curricular de Matemática 6º ao 9º ano 6º ano 6º Ano Conteúdo Sistemas de Numeração Sistema de numeração Egípcio Sistema de numeração Romano Sistema de numeração Indo-arábico 1º Trimestre Conjunto

Leia mais

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição;

1. Localizar pessoas ou objetos no espaço, com base em diferentes pontos de referência algumas indicações de posição; PREFEITURA MUNICIPAL DE BETIM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SEMED DIVISÃO PEDAGÓGICA DE ENSINO 2010 MATRIZ BÁSICA DO REFERENCIAL CURRICULAR DE BETIM 1 CICLO MATEMÁTICA 06 ANOS 07 ANOS 08 ANOS COMPETÊNCIAS

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PREFEITO WILLIAMS DE SOUZA ARRUDA PROFESSOR: PEDRO ROMÃO BATISTA COMPONENTE CURRICULAR: MATEMÁTICA PLANOS DE CURSO PARA 6º E 7º ANOS Campina Grande, 2011 -

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS

PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO CAIEIRAS PLANO DE ENSINO DE MATEMÁTICA 5ª. SÉRIE, 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 1º BIMESTRE 1-Estrutura do ensino de numeração decimal; agrupamento e contagens; valor posicional; operações básicas; operações inversas;

Leia mais

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso

Disciplina: Matemática. Período: I. Professor (a): Liliane Cristina de Oliveira Vieira e Maria Aparecida Holanda Veloso COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Matemática Período:

Leia mais

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP MATRIZ CURRICULAR - MATEMÁTICA CICLO COMPLEMENTAR 4º E 5º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - PIP MATRIZ CURRICULAR - MATEMÁTICA CICLO COMPLEMENTAR 4º E 5º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL SEEAA DE ESADO DE EDUAÇÃO DE MNAS GEAS SUBSEEAA DE DESENVOLVMENO DA EDUAÇÃO BÁSA SUPENENDÊNA DE EDUAÇÃO NFANL E FUNDAMENAL DEOA DE ENSNO FUNDAMENAL POGAMA DE NEVENÇÃO PEDAGÓGA - PP MAZ UULA - MAEMÁA LO

Leia mais

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD)

Currículo da Disciplina de Matemática - 7º ano. Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínios de conteúdos: Números e Operações (NO) Geometria e Medida (GM) Funções, Sequências e Sucessões (FSS) Álgebra (ALG) Organização e Tratamento de Dados (OTD) Domínio NO7 9 GM7 33 Números racionais

Leia mais

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens

Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental. Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Matriz de Referência de Matemática da 8ª série do Ensino Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA Comentários sobre os Temas e seus Descritores Exemplos de Itens Os conceitos geométricos constituem parte importante

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano)

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) DOMÍNIOS Subdomínios / Conteúdos programáticos Metas / Descritores de desempenho Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Compreender

Leia mais

QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES

QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÕES PARA O 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA 2º BIMESTE SUGESTÕES DE RESOLUÇÕES QUESTÃO 01 1 Identificar a localização/movimentação de objeto, em mapas, croquis e outras representações gráficas.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS. Abril de 2011

MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS. Abril de 2011 MATRIZ CURRICULAR DE MATEMÁTICA SÉRIES INICIAIS 2011 Abril de 2011 1 1º ANO 1º trimestre 2º trimestre Contagem. Notação e escrita numéricas. Organização do esquema corporal. Percepção do tempo. Sequência

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 7º ano PROFESSORAS: SANDRA MARA

Leia mais

Planificação de Matemática -6ºAno

Planificação de Matemática -6ºAno DGEstE - Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Alentejo Agrupamento de Escolas de Moura código n.º 135471 Escola Básica nº 1 de Moura (EB23) código n.º 342294 Planificação

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO

ROTEIRO DE ESTUDO - 2013 VP4 MATEMÁTICA 3 a ETAPA 6 o ao 9º Ano INTEGRAL ENSINO FUNDAMENTAL 1º E 2º ANOS INTEGRAIS ENSINO MÉDIO 6 o ANO MATEMÁTICA I Adição e subtração de frações: Frações com denominadores iguais. Frações com denominadores diferentes. Multiplicação de um número natural por uma fração. Divisão entre um número natural

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo

Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo Plano Curricular de Matemática 9º ano - 2014 /2015-3º Ciclo Tema/Subtema Conteúdos Metas Nº de Aulas Previstas Org.Trat.Dados / Planeamento Estatístico Especificação do problema Recolha de dados População

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS MATEMÁTICA 5.º ANO PLANIFICAÇÃO GLOBAL ANO LETIVO 2012/2013 Planificação Global 5º Ano 2012-2013 1/7 NÚMEROS

Leia mais

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA

EDITAL 2015 Testes de Português e Matemática - Material: com foto PORTUGUÊS Indicação bibliográfica: Na ponta da língua MATEMÁTICA EDITAL 2015 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Testes de Português e Matemática - Material: o candidato deverá trazer: lápis apontados, apontador, borracha e o Compreensão e interpretação de textos; exploração

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 D. AFONSO III. Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015

ESCOLA E.B. 2,3 D. AFONSO III. Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS Planificação da disciplina de Matemática - CEF - 2º Ano Ano letivo de 2014/2015 COMPETÊNCIAS OBJECTIVOS CONCEITOS METEDOLOGIAS /SITUAÇÕES DE APREDIZAGEM AULAS PREVISTAS Módulo 11

Leia mais

EIXO/TEMA IV - TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Descritor 27 Ler informações e dados apresentados em tabelas.

EIXO/TEMA IV - TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO Descritor 27 Ler informações e dados apresentados em tabelas. SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA O TRABALHO COM AS HABILIDADES E OS CONTEÚDOS DOS DESCRITORES DA MATRIZ SAEB E DAS EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DA MATRIZ CURRICULAR DO ESTADO DE GOIÁS CADERNO 5 Matemática

Leia mais

Matemática - Séries Iniciais. Currículo Matemática. Currículos Instututo Alfa e Beto 69

Matemática - Séries Iniciais. Currículo Matemática. Currículos Instututo Alfa e Beto 69 Matemática - Séries Iniciais Currículo Matemática Currículos Instututo Alfa e Beto 69 Matemática - Séries Iniciais 1º ANO 2º ANO 3º ANO 4º ANO 5º ANO DOMÍNIO: NÚMEROS E OPERAÇÕES 1: SISTEMA DE NUMERAÇÃO

Leia mais

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS

CONTEÚDOS METAS / DESCRITORES RECURSOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Planificação Anual de Matemática 6º Ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA HABILIDADES CONTEÚDO METODOLOGIA/ESTRATÉGIA HORA/ AULA ANÁLISE GRÁFICA DE FUNÇÕES CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIA DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: MATEMÁTICA I SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:.

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO

COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA PLANO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO EQUIPE TÉCNICO-PEDAGÓGICA 1 - IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO CURSO: Técnico Subsequente em Agricultura DISCIPLINA/ COMPONENTE CURRICULAR: Matemática Aplicada a Agricultura ANO/ CARGA

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-7 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 7º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 7 o ano das

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA PLANIFICAÇÃO ANUAL DO NOVO PROGRAMA DE MATEMÁTICA 5º ano 2012/2013 UNIDADE: Números e Operações 1 - NÚMEROS NATURAIS OBJECTIVOS GERAIS: - Compreender e ser capaz de usar propriedades dos números inteiros

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE 1. NÚMEROS NATURAIS ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA CLARA DE RESENDE CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO ESPECÍFICOS (Aprovados em Conselho Pedagógico a 21 de Outubro de 2014) No caso específico da disciplina de Matemática,

Leia mais

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo.

Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. 1. Círculos e cilindros 1.1. Planificação da superfície de um cilindro Num cilindro as bases são círculos. O perímetro do círculo é igual ao comprimento da circunferência que limita o círculo. A planificação

Leia mais

Registo de Disciplinas

Registo de Disciplinas 16-09-2009 1 1 Apresentação. Preenchimento das fichas individuais dos alunos. 12:27 16-09-2009 2 2 Informação sobre o material necesario para o decorrer das aulas. Normas e regras. Ficha de criptografia.

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA

CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA CONTRIBUIÇÃO DAS ESCOLAS ESTADUAIS PARA O TEXTO DAS DIRETRIZES CURRICULARES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESTADO DO AMAPÁ MATEMÁTICA 1. IDENTIDADE DO COMPONENTE CURRICULAR O domínio básico do significado simbólico

Leia mais

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO CURRÍCULO DE MATEMÁTICA PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Eduardo Campos VICE-GOVERNADOR João Lyra Neto SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO Ricardo

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo F- TIPO D-6 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avali ar o desempenho dos alunos do 6 o ano

Leia mais

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013

3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013 3ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 01, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2013 A Prefeitura Municipal de João Pessoa - PB, no uso de suas atribuições legais, nos termos estabelecidos no subitem 13.36, torna pública a seguinte

Leia mais

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS

M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS M A T E M Á T I C A DIRETRIZES GERAIS O conteúdo programático de Matemática dos processos seletivos da UFU tem como objetivo identificar a habilidade do estudante em resolver problemas, fazer conexões

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS

CONHECIMENTOS GERAIS CANDIDATO (S) AO 6º ANO - EF CANDIDATO (S) AO 7º ANO - EF CANDIDATO (S) AO 8º ANO - EF CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS CONJUNTO DOS NÚMEROS RACIONAIS EQUAÇÃO DO 1º GRAU SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 1º GRAU PROBLEMAS

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está recebendo o programa das provas. BOLSÃO 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Números e Operações Utilizar corretamente os numerais ordinais até vigésimo. Ler e representar

Leia mais

Sumário. Apresentação da Coleção... 23

Sumário. Apresentação da Coleção... 23 Sumário Apresentação da Coleção... 23 INTRODUÇÃO... 25 O que é lógica?... 25 Divisão da Filosofia... 29 Lógica de Aristóteles... 30 Lógica Moderna... 30 Raciocínio lógico matemático... 32 Objeto da lógica...

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

ISSN 1948-5456 SAERJ. revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio

ISSN 1948-5456 SAERJ. revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio ISSN 1948-5456 SAERJ revista pedagógica Matemática 3ª série do Ensino Médio 2011 ISSN 1948-5456 saerj2011 Sistema de Avaliação da Educação do estado do RIO DE JANEIRO revista pedagógica Matemática 3ª

Leia mais

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano

Conteúdos Programáticos Bolsão 2016. Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I. Conteúdo para ingresso no 2 o ano Conteúdos Programáticos Bolsão 2016 Centro Educacional Apogeu ENSINO FUNDAMENTAL I Conteúdo para ingresso no 2 o ano LÍNGUA PORTUGUESA: Alfabeto (maiúsculo e minúsculo); vogal e consoante; separação silábica;

Leia mais

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80

PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 PLANO ANUAL DE TRABALHO DOCENTE CURSO DISCIPLINA ANO ENSINO MÉDIO MATEMÁTICA 2015 DOCENTE CARGA HORÁRIA AULAS PREVISTAS JULIANA SARTOR ÁVILA 160 80 EMENTA DA DISCIPLINA O Estudo das funções e suas aplicações

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P- tipo D-8 Matemática (P-) Ensino Fundamental 8º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 8 o

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular: 1º ciclo Ano de escolaridade: 3º ano Área Curricular: MATEMÁTICA Ano letivo:2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala de aula, da escola e da comunidade

Leia mais

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014)

CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS DIRETORIA DE ENSINO Colégio Tiradentes - CPM CONTEÚDOS DO TESTE DE SELEÇÃO - 2013 (Ingresso 2014) 4º ano Texto e interpretação; As quatro operações: Adição, subtração, Substantivo:

Leia mais

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana PROVA BOLSA MÉRITO ENSINO FUNDAMENTAL II (6º, 7º, 8º e 9º ano) Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana 1. Ingresso de novos alunos. O ingresso de alunos, no Ensino Fundamental II do Colégio

Leia mais

LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD

LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA EM DVD Tânia Michel Pereira Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul tmichel@unijui.edu.br Angéli Cervi Gabbi Universidade Regional do Noroeste

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2011 ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CARGO: AGENTE DE APOIO BÁSICO Leitura, compreensão e interpretação de texto; conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua; estrutura

Leia mais

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta:

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Desenho geométrico Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Linha que estabelece a menor distância entre 2 pontos. Por 1 ponto podem passar infinitas retas. Por 2

Leia mais

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA

Conteúdo Programático Anual MATEMÁTICA MATEMÁTICA 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) CALCULANDO COM NÚMEROS NATURAIS 1. Idéias associadas à adição 2. Idéias associadas à subtração 3. Idéias associadas à multiplicação 4. Idéias associadas à divisão

Leia mais

MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini. Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor.

MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini. Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor. Material de divulgação da Editora Moderna PNLD 2011 Um supertalento para fazer livros mais um consagrado time de autores. Resultado: ensino com muito mais valor. MATEMÁTICA Edwaldo Bianchini MATEMÁTICA

Leia mais

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces Prismas A reunião dos infinitos segmentos, paralelos a s, que têm um de seus extremos no polígono ABCDEF contido em e outro extremo pertencente ao plano, constitui um sólido geométrico chamado prisma.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA Série: 9º ano do Ensino Fundamental

Leia mais

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL

MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL MINISTERIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 6º ano / Ensino Fundamental Área: Ciências da Natureza,

Leia mais

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS.

ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS. ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA COLETÂNEA DE PROVAS DE MATEMÁTICA DO EXAME DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SARGENTOS ÁLGEBRA I: 003 a 013 Funções: definição de função; funções definidas por

Leia mais

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série)

Universidade Federal do Pará Processo Seletivo Seriado Conteúdo de Matemática - (1ª série) Relacionar e resolver problemas que envolvem conjuntos; Reconhecer, operar e resolver problemas com conjuntos numéricos; Compreender os conceitos e propriedades aritméticas; Resolver problemas de porcentagem,

Leia mais

PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO

PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO PROVA BRASIL: DESCRITORES DE MATEMÁTICA 8ª SÉRIE/9º ANO CÉSAR CLEMENTE Professor Especialista em Matemática Aplicada, Diretor de Escola e Mestrando em Educação Temas e seus descritores: 8 ª série ou 9º

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-2 tipo D-5 Matemática (P-2) Ensino Fundamental 5º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos do 5

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

1.0. Conceitos Utilizar os critérios de divisibilidade por 2, 3, 5 e Utilizar o algoritmo da divisão de Euclides.

1.0. Conceitos Utilizar os critérios de divisibilidade por 2, 3, 5 e Utilizar o algoritmo da divisão de Euclides. Conteúdo Básico Comum (CBC) Matemática - do Ensino Fundamental do 6º ao 9º ano Os tópicos obrigatórios são numerados em algarismos arábicos Os tópicos complementares são numerados em algarismos romanos

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 SUPERFÍCIE E ÁREA Medir uma superfície é compará-la com outra, tomada como unidade. O resultado da comparação é um número positivo, ao

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA - Projeto Pré-Requisitos 7º ano

COLÉGIO MILITAR DE CURITIBA - Projeto Pré-Requisitos 7º ano Caro aluno Este Caderno de Apoio à Aprendizagem em Matemática foi produzido com o objetivo de colaborar em sua aprendizagem. Ele apresenta uma série de atividades a serem resolvidas por você. Estas atividades

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 8.º ANO DE MATEMÁTICA 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de relacionar números racionais e dízimas, completar a reta numérica e ordenar números

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

RELATÓRIOS PEDAGÓGICOS DO SARESP: DESEMPENHO DOS ALUNOS DE 9º ANO EM MATEMÁTICA

RELATÓRIOS PEDAGÓGICOS DO SARESP: DESEMPENHO DOS ALUNOS DE 9º ANO EM MATEMÁTICA RELATÓRIOS PEDAGÓGICOS DO SARESP: DESEMPENHO DOS ALUNOS DE 9º ANO EM MATEMÁTICA Giselle Barreto Santos¹, Amanda Cristina Teagno Lopes Marques², Graziela Marchi Tiago³ ¹ Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS

UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS UM MÓDULO DE ATIVIDADES PARA O ENSINO-APRENDIZAGEM DAS FÓRMULAS DE ÁREA DOS PRINCIPAIS POLÍGONOS CONVEXOS Cristiane Fernandes de Souza, Ms. UFRN cristianesouza.fernandes@bol.com.br Introdução O estudo

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO OBSERVAÇÕES: 1) AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA A PARTE COM

Leia mais

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/PIP/EF

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/PIP/EF SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL

Leia mais

Mariângela Assumpção de Castro Chang Kuo Rodrigues

Mariângela Assumpção de Castro Chang Kuo Rodrigues Mariângela Assumpção de Castro Chang Kuo Rodrigues 1 APRESENTAÇÃO A ideia deste caderno de atividades surgiu de um trabalho de pesquisa realizado para dissertação do Mestrado Profissional em Educação Matemática,

Leia mais

MATEMÁTICA Abril 2015

MATEMÁTICA Abril 2015 152547 - Agrupamento de Escolas D. António Ferreira Gomes 342592 - Escola E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA Abril 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA

GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA ISSN 2238-3077 GOVERNADOR JAQUES WAGNER SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO OSVALDO BARRETO FILHO SUBSECRETÁRIO ADERBAL CASTRO MEIRA FILHO CHEFE DE GABINETE PAULO PONTES DA SILVA SUPERINTENDÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml

Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Fonte: http://revistaescola.abril.com.br/gestao-escolar/coordenador-pedagogico/projeto-formacao-professoresmatematica-623627.shtml Projeto de formação de professores em Matemática Um projeto exclusivo

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500. Planificação Anual /Critérios de avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS - Grupo 500 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Matemática A 10º ano 2014/2015 Início Fim

Leia mais

A Turma da Tabuada 3

A Turma da Tabuada 3 A Turma da Tabuada 3 Resumo Aprender brincando e brincando para aprender melhor. É dessa forma que a turma da tabuada nos levará a mais uma grande aventura pelo mundo do espaço e das formas. Na primeira

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO 1º Ciclo Planificação Anual de Matemática 1º ano Ano Letivo 2015/2016 1º Trimestre Domínios Números e Operações Números naturais Contar até cinco Correspondências

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA

DISCIPLINA DE MATEMÁTICA DISCIPLINA DE MATEMÁTICA OBJETIVOS: 6 ano Levar os estudantes a reconhecerem, em situações cotidianas, as diferentes funções, os diferentes significados e as representações dos números, operações, medidas

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2014/2015-3ºCICLO. AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA 2º/3º ciclos AVALIAÇÃO

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2014/2015-3ºCICLO. AVALIAÇÃO DO ALUNO MATEMÁTICA 2º/3º ciclos AVALIAÇÃO Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 201/2015-3ºCICLO OBJETO A AVALIAR

Leia mais

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016

Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Conselho de Docentes do 1.º Ano PLANIFICAÇÃO Anual de Matemática Ano letivo de 2015/2016 Domínios/Subdomínios Objetivos gerais Descritores de desempenho Avaliação Números e Operações Números naturais Contar

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidades 1, 2, 3 e 4) Gêneros Poema Crônica História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso História de

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR DE MATEMÁTICA

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR DE MATEMÁTICA PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR DE MATEMÁTICA 1- APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA A disciplina de matemática é uma área que abrange inúmeros saberes, onde o objeto de estudo ainda está em construção e centrado

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL

DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FRONTEIRA PLANIFICAÇÃO ANUAL Professor: Pedro Miguel Bezerra Disciplina: Matemática Ano: 6 Turma: A Ano lectivo: 2011/2012 Objectivos

Leia mais

Modelo para Projeto Interdisciplinar

Modelo para Projeto Interdisciplinar Modelo para Projeto Interdisciplinar Identificação da Unidade Escolar : (fictício) Nome do professor: (nome do aluno) Ano: 6º ao 9º ano para Ensino Fundamental ou 1º ao 3º ano para Ensino Médio (explicite

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA

ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA ANÁLISE COMPARATIVA DOS PROCESSOS DE AVALIAÇÃO EDUCACIONAL EM LARGA ESCALA Mauro Luiz Rabelo 1 1 Departamento de Matemática, Universidade de Brasília, Brasil, e-mail: rabelo@unb.br Índice Introdução 1

Leia mais

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I 6º Olímpico Matemática I Sistema de numeração romano. Situações problema com as seis operações com números naturais (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). Expressões numéricas

Leia mais

Metas Curriculares Ensino Básico Matemática António Bivar, Carlos Grosso, Filipe Oliveira, Maria Clementina Timóteo

Metas Curriculares Ensino Básico Matemática António Bivar, Carlos Grosso, Filipe Oliveira, Maria Clementina Timóteo Metas Curriculares Ensino Básico Matemática António Bivar, Carlos Grosso, Filipe Oliveira, Maria Clementina Timóteo Autores António Bivar Universidade Lusíada de Lisboa Carlos Grosso Escola Secundária

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Métrica Plana p. 0 Na figura a seguir tem-se r // s // t e y. diferença y é igual a: a) c) 6 e) b) d) 0 8 ( I) y 6 y (II) plicando a propriedade

Leia mais

Polígonos e Quadriláteros. Caderno de Atividades

Polígonos e Quadriláteros. Caderno de Atividades Polígonos e Quadriláteros Caderno de Atividades Organização: Roselene Alves Amâncio Orientação: Dra. Eliane Scheid Gazire 2013 Sumário 1. Introdução...3 2. O desenvolvimento do pensamento geométrico...3

Leia mais

CURSO DE GEOMETRIA LISTA

CURSO DE GEOMETRIA LISTA GEOMETRI Ângulos Obs.: Dois ângulos são congruentes quando têm a mesma abertura. Exemplos: Ângulos complementares Soma (medida) 90º Ângulos suplementares Soma (medida) 180º issetriz bissetriz de um ângulo

Leia mais

Preparação para a Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Olá, Matemática! 6.º Ano

Preparação para a Prova Final de Matemática 2.º Ciclo do Ensino Básico Olá, Matemática! 6.º Ano Geometria Sólidos geométricos e volumes Prisma, pirâmide, cilindro, cone e esfera Planificação e construção de modelos de sólidos geométricos Volume do cubo, do paralelepípedo e do cilindro Unidades de

Leia mais

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas

Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Escola Básica e Secundária da Graciosa Planificação Anual de Matemática de 1º ano Ano letivo 2014/2015 Períodos Domínio Subdomínio Conteúdos Metas Situar-se e situar objetos no espaço - Relações de posição

Leia mais

PROGRAMA DE MATEMÁTICA

PROGRAMA DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE MATEMÁTICA 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica Título Programa de Matemática - 7ª, 8ª e 9ª classes Editora Editora Moderna, S.A. Pré-impressão, Impressão e Acabamento

Leia mais