Qualificação Social e Profissional: o papel das políticas públicas de inclusão produtiva

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Qualificação Social e Profissional: o papel das políticas públicas de inclusão produtiva"

Transcrição

1 Qualificação Social e Profissional: o papel das políticas públicas de inclusão produtiva MISSÃO Educar para o trabalho em atividade do comércio de bens, serviços e turismo

2 Nossa Gestão Estratégica Escola de Educação Profissional Educar para o trabalho em atividades do comércio de bens, serviços e turismo.

3 Nossa Gestão Estratégica O Senac consolidará, até 2015, sua posição como referência brasileira em educação para o trabalho, conciliando ações de promoção social e mercadológicas. Aluno (Cliente) Inovação e Qualidade Transparência Ética

4 Nossa Gestão Estratégica + de 30 mil alunos em ofertas de gratuidade Promoção Social + de 7 milhões de horas-aula Orientação para o Mercado + de 700 títulos de cursos Inovação e Gestão do Conhecimento + de 300 docentes efetivos e especializados Gestão Institucional + de 1 milhão de público atingido com divulgação Imagem Institucional

5 Interessados Missão e Visão do SENAC-CE Missão: Educar para o trabalho em atividades do comércio de bens, serviços e turismo Visão: O Senac consolidará, até 2015, sua posição como referência brasileira em educação para o trabalho, conciliando ações de promoção social e mercadológicas.. Trabalhador Juventude 3ª. idade Segmento corporativo / empresários Organizações / Governos / 3º. Setor Mercado Foco de Atuação Sustentação Atender expectativas sociais Garantir resultado sustentável Ampliar valor percebido pelo cliente Crescer em vendas Ampliar visibilidade no mercado Fatores críticos Identidade Relações Processos Recursos Desenvolver cultura estratégica em vendas Reposicionar a política de Inclusão Social do Senac Inovar e ampliar o portfólio Redefinir Políticas referentes à Gestão de Pessoas Promover o desenvolvimento das competências das pessoas Investir na comunicação e valorização das pessoas Elevar qualidade e eficácia no atendimento ao cliente Utilizar Sistema de Informações Gerenciais Consolidar o Sistema de Gerenciamento da Rotina Alcançar metas físicas e financeiras Inovar e ampliar o parque tecnológico Ampliar a capacidade física por meio de parcerias Objetivos Estratégicos

6 Nossa Gestão Estratégica Gestão e Negócios Ambiente e Saúde Infraestrutura Produção Cultural e Design Informação e Comunicação Turismo, Hospitalidade e Lazer Desenvolvimento Educacional e Social Produção Alimentícia Recursos Naturais Segurança

7 Nossa Gestão Estratégica Ambiente e Saúde Beleza e Meio Ambiente Turismo, Hospitalidade e Lazer Turismo e Hospitalidade (Gastronomia e Segurança Alimentar) Desenvolvimento Educacional e Social Idiomas

8 Promoção Social

9 Programa Senac de Gratuidade - PSG Tem como objetivo oferecer condições diferenciadas de atendimento na perspectiva de democratizar o acesso à educação profissional no âmbito da Formação Inicial e Continuada do Trabalhador, contribuindo assim para aumentar as chances de inserção no Mercado de Trabalho pela via da Capacitação Profissional. *Protocolo firmado em 22 de julho de 2008 entre Senac e Governo Federal *Decreto Lei 6.633/08 *Resoluções Senac 876/2008 e 897/2009 *http://www.ce.senac.br/

10

11 Execução PSG Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / % Área Das matrículas efetivadas destacamos as principais áreas em termos de percentuais de matrícula. Fonte: SEI Área Matrículas % Artes 299 4% Beleza % Comércio % Comunicaçäo 69 1% Conservaçäo e Zeladoria 626 8% Design 68 1% Educacional 176 2% Gestäo % Hospitalidade % Informática 570 7% Lazer 97 1% Meio Ambiente 38 0% Moda 441 5% Saúde % Turismo 640 8% %

12 Execução PSG Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas Distribuição quantitativa das matrículas efetivadas por CEP/Unidade.

13 Execução PSG Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / Cursos Cursos com o maior número de matrículas efetivadas. Fonte: SEI Curso Matrícula Costureiro 421 Aprendizagem em Serviços de Comércio 390 Aprendizagem em Serviços Administrativos 388 Manicure e Pedicure 321 Recepcionista em Serviços de Saúde 283 Auxiliar de Eletricista 272 Salgadeiro 263 Auxiliar Administrativo 255 Operador de Computador: Microsoft Office 225 Padeiro Confeiteiro 223 Cozinheiro Básico 212 Técnico em Enfermagem 212 Maquiador 184 Depilador 180 Aprendizagem em Atendimento em Postos de Combustíveis 174 Operador de Caixa 170

14 Execução PSG Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / Evasão Das matrículas efetivadas tivemos um percentual médio de 10,41% de evasão para as turmas realizadas e 6,28% para as turmas em andamento.

15 Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC Tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica - EPT para a população brasileira. *Lei Nº , de 26 de Outubro de 2011 *Resolução CD/FNDE Nº 3 de 16 de março de 2012 *http://pronatec.mec.gov.br/

16 Públicos Pronatec Bolsa-formação estudante Ministério de Educação Bolsa-formação trabalhador Ministério do Desenvolvimento Social (Inclusão Produtiva) Ministério do Trabalho e Emprego (Seguro desemprego) Ministério da Defesa (Soldado Cidadão) Ministério do Turismo ( Pronatec Copa) Jovens em Conflito com a Lei Para o exercício de 2013, o Senac prevê a realização de matrículas realizadas, contemplando uma carga horária efetiva de horas-aula.

17

18 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Meta 2012 O Senac/Ce inicialmente pactuou vagas que foram definidas como meta física do PRONATEC Até outubro obtivemos o percentual de 98% de realização considerando-se as matrículas efetivadas em turmas realizadas e em andamento. Contamos ainda com aproximadamente 750 matrículas em turmas previstas. CEP/Unidade Meta Física Realizado % Realizado Senac Aquiraz % Senac Crato % Senac Iguatu % Senac Iracema % Senac Juazeiro % Senac Sobral % Senac Tristão % Senac Turismo % %

19 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Metas Estratégicas No segundo semestre ampliamos a pactuação atendendo à solicitação dos demandantes, chegando ao número de vagas. CEP/Unidade Inclusão Produtiva MDS Secretaria Estadual de Educação VAGAS PACTUADAS POR DEMANDANTE PRONATEC na Copa - MTUR Soldado Cidadão Seguro Desemprego MTE Aquiraz Crato Fortaleza Iguatu Iracema Juazeiro Sobral Turismo Fonte: SISTEC Total

20 Execução PRONATEC Senac/CE 2012

21 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas Turmas realizadas e em andamento até out/ vagas ofertadas; matrículas realizadas matrículas em turmas realizadas matrículas em turmas em andamento Taxa de ocupação média de 90%. (Fonte: SEI)

22 Matrículas efetivadas Execução PRONATEC Senac/CE 2012

23 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas Em termos percentuais temos a seguinte distribuição por CEP/Unidade. Os percentuais correspondem ao que cada CEP/Unidade representa no total de matrículas em andamento e realizadas pelo Senac/Ce.

24 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / Evasão Das matrículas efetivadas tivemos um percentual médio de 9,66% de evasão para as turmas realizadas e 4,13% para as turmas em andamento.

25 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / Tx. Ocupação e Tx. Conclusão Considerando-se as turmas realizadas, temos as seguintes taxas de ocupação e conclusão, por CEP/Unidade: CEP/Unidade Tx. Ocupação Tx. Conclusão Senac Aquiraz 99% 89% Senac Crato 97% 90% Senac Iguatu 84% 94% Senac Iracema 81% 73% Senac Juazeiro 86% 90% Senac Sobral 96% 87% Senac Tristão 94% 88% Senac Turismo 93% 73% 92% 88% Fonte: SEI

26 Execução PRONATEC Senac/CE 2012 Matrículas efetivadas / % Aprovação Do total de alunos concluintes nas turmas realizadas tivemos um percentual de 88% de aprovação. CEP/Unidade Aprovados Reprovados Senac Aquiraz 94% 6% Senac Crato 87% 13% Senac Iguatu 79% 21% Senac Iracema 60% 40% Senac Juazeiro 92% 8% Senac Sobral 97% 3% Senac Tristão 85% 15% Senac Turismo 99% 1% Total geral 88% 12% Fonte: SEI

27 Organização Geoestratégica do SENAC Ceará

28 Um Olhar no Futuro COPA 2014 Estratégias de Marketing e Portfólio de Oferta FACULDADE SENAC EXPANSÃO TERRITORIAL conceito dos Pólos, novos Municípios com parcerias locais, novos Centros na Capital Fortaleza, ampliação e consolidação do Pronatec. Nossa VISÃO O Senac consolidará, até 2015, sua posição como referência brasileira em educação para o trabalho, conciliando ações de promoção social e mercadológicas. 28

29 Metas Físicas CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PSG PRONATEC P.A. TOTAL Centro Idiomas (Aldeota) Iracema Turismo EAD Crato Iguatu Juazeiro do Norte Sobral Sertão Central Litoral Leste Litoral Oeste Inhamuns Vale do Jaguaribe TOTAL GERAL

30 Metas Físicas SEGMENTO PROFISSIONAL META 2013 % Hospitalidade ,05% Gestão ,00% Idiomas ,54% Comércio ,67% Beleza ,63% Saúde ,11% Informática e Telecomunicações ,86% Conservação e Zeladoria ,86% Moda ,62% Turismo ,54% Artes ,30% Educacional ,70% Comunicação 397 0,88% Lazer 325 0,72% Meio Ambiente 324 0,72% Design 257 0,57% Social 100 0,22% TOTAL GERAL DE E.P %

31 Obrigado! Rodrigo Leite Diretor de Educação Profissional senacceara senacce

Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural. Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa?

Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural. Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa? Seminário Nordestino de Pecuária Turismo no Espaço Rural e Natural Porque capacitar meus funcionários é fundamental para o sucesso da minha empresa? O atual mundo do trabalho ANTIGO Qualifica para o trabalho;

Leia mais

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC Panorama da EPT 1/3 dos empregadores brasileiros tem dificuldades de contratar; (64%) (Média mundial - 31%) EUA 2006: 44% - 2010: 14% Irlanda 2006: 32% - 2010: 4% Grã-Bretanha 2006: 42% - 2010: 9% Espanha

Leia mais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais SENAI Missão: Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da Indústria Brasileira. Linhas de atuação

Leia mais

Pronatec EJA: o Proeja no Pronatec

Pronatec EJA: o Proeja no Pronatec Pronatec EJA: o Proeja no Pronatec MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Anna Catharina da Costa Dantas dpept.setec@mec.gov.br Brasília/DF, 02 de julho de 2013. PNE 2011-2020:

Leia mais

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012

Pronatec Resultados e Perspectivas. Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Pronatec Resultados e Perspectivas Marco Antonio de Oliveira Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília, 04 de dezembro de 2012 Resultados 2011-2012 Iniciativas CURSOS TÉCNICOS Vagas Previstas

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Ministério da Educação OS CAMINHOS DA QUALIFICAÇÃO TÉCNICA E PROFISSIONAL NO BRASIL

Ministério da Educação OS CAMINHOS DA QUALIFICAÇÃO TÉCNICA E PROFISSIONAL NO BRASIL Ministério da Educação OS CAMINHOS DA QUALIFICAÇÃO TÉCNICA E PROFISSIONAL NO BRASIL Agosto de 2011 Situação anterior Desvinculação entre as ofertas do ensino médio e da educação profissional de nível técnico.

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO

MINISTÉRIO DO TURISMO Informativo para Pactuação de Cursos FIC do Eixo Hospitalidade e Lazer e Eixo Desenvolvimento Educacional e Social Idiomas: inglês e espanhol Tendo em vista a preparação do Programa Nacional de Qualificação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Pronatec. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Pronatec. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Pronatec Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego 2011 Definição O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec) é um conjunto de ações

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO

MINISTÉRIO DO TURISMO Informativo para Pactuação de Cursos FIC do Eixo Hospitalidade e Lazer e Eixo Desenvolvimento Educacional e Social Idiomas: inglês e espanhol Tendo em vista a preparação do Programa Nacional de Qualificação

Leia mais

PRONATEC Oferta de Cursos Técnicos Subsequentes

PRONATEC Oferta de Cursos Técnicos Subsequentes PRONATEC Oferta de Cursos Técnicos Subsequentes Por Instituições Privadas de Ensino Superior e Escolas Técnicas de Nível Médio Ministério da Educação, 2013 Público-alvo para Cursos Técnicos Subsequentes

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional

PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional PRONATEC: múltiplos arranjos e ações para ampliar o acesso à educação profissional Martha Cassiolato e Ronaldo Coutinho Garcia Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, Instituições e Democracia - Diest/

Leia mais

EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS

EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS Ministério da Educação Secretaria de Educação Superior Diretoria de Políticas e Programas para a Graduação EDUCAÇÃO SUPERIOR: AVANÇOS E PERSPECTIVAS Brasil : ciclo virtuoso na educação Banco Mundial: Última

Leia mais

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado.

O QUE É O IDT. É a instituição executora da política pública do trabalho do governo do estado. O QUE É O IDT O Instituto de Desenvolvimento do Trabalho IDT, é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, qualificada pelo Governo do Estado do Ceará como Organização Social apta a executar políticas públicas

Leia mais

Políticas e Programas de Desenvolvimento Regional

Políticas e Programas de Desenvolvimento Regional Políticas e Programas de Desenvolvimento Regional Silvana Parente Secretária do Planejamento e Gestão Desequilíbrio Intra- Estadual População Total - 8.185.286 PIB - R$ 46,3 bilhão PIB per capita - R$

Leia mais

Ensino público, gratuito e de qualidade

Ensino público, gratuito e de qualidade CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA público, gratuito e de qualidade 1 Rua Américo Davim Filho, s/ nº Vila São Paulo São João Del Rei MG Fone: (3) 337-5367 / Ramal 03 pronatec.sjdr@ifsudestemg.edu.br

Leia mais

O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira

O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira PRONATEC Programa MINISTÉRIO Nacional de Acesso DA EDUCAÇÃO ao Ensino Técnico e Emprego O PRONATEC como política estruturante da Educação Profissional Brasileira Maio de 2012 FINALIDADE ampliar a oferta

Leia mais

PNQ PROGRAMA NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

PNQ PROGRAMA NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL PNQ PROGRAMA NACIONAL DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL Qualificação Profissional? Preparação do SER HUMANO, aprimorando suas habilidades através da Formação Profissional com a finalidade de executar funções

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA Disciplina: D 4.5 Sistema de Planejamento Federal (32h) (Caso 1: Plano de Monitoramento Global - Programa - Educação Profissional e Tecnológica) 12

Leia mais

PRONATEC 2011-2013 SETEC/MEC

PRONATEC 2011-2013 SETEC/MEC PRONATEC 2011-2013 SETEC/MEC Brasília, 25 de Novembro de 2013 Objetivos O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego foi criado pelo Governo Federal, em 2011, com objetivos de: Fomentar e

Leia mais

SESC-SENAC SENAC e o Turismo

SESC-SENAC SENAC e o Turismo 1 O Sistema CNC-SESC SESC-SENAC SENAC e o Turismo Carlos Thadeu de Freitas Gomes Audiência Pública, Brasília-DF 12 de Agosto de 2009 2 A CNC e o setor de turismo Parceiro das Políticas Públicas Nacionais;

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA

Autores: ANNARA MARIANE PERBOIRE DA SILVA, MARIA HELENA CAVALCANTI DA SILVA RELAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA E O SETOR DE HOSPITALIDADE: um estudo de caso aplicável ao curso Técnico de Hospedagem Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente de Pernambuco Autores: ANNARA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Pronatec Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego Julho de 2011 I. Definição O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) é um conjunto de

Leia mais

MATRIZ DE INFORMAÇÕES SOBRE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E SOCIAL PARA O PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE (PSG) EXERCÍCIO DE 2009

MATRIZ DE INFORMAÇÕES SOBRE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E SOCIAL PARA O PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE (PSG) EXERCÍCIO DE 2009 Anexo 15 TRIZ DE INFORÇÕ SOBRE QUIFICAÇÃO OFISSION E SOCI RA O OGRA N DE GRATUIDADE (PSG) EXERCÍCIO DE 2009 A apresentação dos dados sobre o Programa Senac de Gratuidade (PSG) baseia-se na Matriz de Informações

Leia mais

Luiz Roberto Liza Curi. Sociólogo / Doutor em Economia. Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com

Luiz Roberto Liza Curi. Sociólogo / Doutor em Economia. Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com Luiz Roberto Liza Curi Sociólogo / Doutor em Economia Conselheiro Conselho Nacional de Educação - CNE incolarum@hotmail.com 1 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 9394/96 Art. 8 A União, os Estados

Leia mais

DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016

DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016 1 DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016 1 INTRODUÇÃO O Programa de Projetos de Extensão tem o objetivo de contribuir para a formação acadêmica, profissional e cidadã, fruto

Leia mais

A transparência como base da gestão

A transparência como base da gestão A transparência como base da gestão Um Sistema em sintonia com o Brasil. Esta é a síntese da avaliação dos usuários dos serviços da CNC, do SESC e do SENAC. Afinal, desde que foram criados, há mais de

Leia mais

RESOLUÇÃO MEC/FNDE/CD Nº 23, DE 28 de JUNHO DE 2012.

RESOLUÇÃO MEC/FNDE/CD Nº 23, DE 28 de JUNHO DE 2012. RESOLUÇÃO MEC/FNDE/CD Nº 23, DE 28 de JUNHO DE 2012. Diário Oficial da União nº 125, de 29 de Junho de 2012 (sexta-feira) Seção 1 Págs.19_25 Ministério da Educação FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais

PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais PROJETO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Gestão e Relações Internacionais IDENTIFICAÇÃO DO CURSO Curso de Especialização em Gestão e Relações Internacionais Área de Conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas

Leia mais

Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal de São Carlos Universidade Federal de São Carlos CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA Apresentação O Curso de Especialização em Saúde da Família deverá contribuir para o desenvolvimento de capacidades (cognitivas,

Leia mais

Organograma do Pronatec/CEDAF 2014

Organograma do Pronatec/CEDAF 2014 Organograma do Pronatec/CEDAF 2014 Supervisor Financeiro Coordenação Geral Apoio Administrativo Supervisor de TI Apoio Financeiro Orientador Pedagógico Apoio Administrativo Avaliação dos Cursos Coordenação

Leia mais

Reunião do Comitê de Marketing 13 e 14 de janeiro de 2011

Reunião do Comitê de Marketing 13 e 14 de janeiro de 2011 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Reunião do Comitê de Marketing 13 e 14 de janeiro de 2011 Memória Presentes: membros do

Leia mais

Cenários da Educação Superior a Distância

Cenários da Educação Superior a Distância Cenários da Educação Superior a Distância Marta Abramo Secretária de Regulação e Supervisão da Educação Superior SERES/MEC Setembro 2015 Antes de decidir, pense no estudante. Plano Nacional de Educação

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

Educação a Distância na UFPR

Educação a Distância na UFPR 1ª JORNADA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, NA EDUCAÇÃO BÁSICA Educação a Distância na UFPR Profa Dra Glaucia da Silva Brito glaucia@ufpr.br - Núcleo de Educação a Distância da Universidade Federal

Leia mais

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) na UFMT Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Hoje, no Brasil, são inúmeras as Instituições de Ensino credenciadas para oferecer cursos na modalidade de

Leia mais

Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay

Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay Seminario internacional: 2025: juventudes con una mirada estratégica Claves para un sistema de formación en perspectiva comparada - Uruguay Experiência Brasil Eliane Ribeiro UNIRIO/UERJ/ Secretaria Nacional

Leia mais

Projeto 10 Milhões de Alunos no Ensino Superior. Ações/Objetivos Estratégicos

Projeto 10 Milhões de Alunos no Ensino Superior. Ações/Objetivos Estratégicos Projeto 10 Milhões de Alunos no Ensino Superior Ações/Objetivos Estratégicos Projeção do Crescimento das Matrículas Graduação + CST + EAD 10.500.000 10.547.911 10.356.984 10.556.460 10.183.395 9.500.000

Leia mais

Projeto Futuro em Nossas Mãos. 6º Congresso GIFE sobre Investimento Social Privado Instituto Votorantim

Projeto Futuro em Nossas Mãos. 6º Congresso GIFE sobre Investimento Social Privado Instituto Votorantim Projeto Futuro em Nossas Mãos 6º Congresso GIFE sobre Investimento Social Privado Instituto Votorantim Instituto Votorantim Disseminar conceitos de Sustentabilidade e estimular a sua prática nas estratégias

Leia mais

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Linha Direta INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. GESTÃO EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Desmistificado, ensino técnico brasileiro passa a ser a possibilidade mais rápida de inserção no mercado de trabalho TECNOLOGIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA PROGRAMA DE EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CARTA CONSULTA SEGMENTO COMUNITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA PROGRAMA DE EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CARTA CONSULTA SEGMENTO COMUNITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA PROGRAMA DE EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CARTA CONSULTA SEGMENTO COMUNITÁRIO Título do Projeto: (nome do centro de Educação profissional

Leia mais

Apoio às políticas públicas já existentes;

Apoio às políticas públicas já existentes; Uma voz complementa a outra, um sorriso cativa o próximo e é nesse pensamento que o Instituto Mundo Melhor, organização sem fins lucrativos liderada pelo Grupo MM Mercadomóveis, trabalha com projetos sociais

Leia mais

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA

AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA AÇÕES GOVERNAMENTAIS DE FOMENTO PARA O SETOR DE TI NA BAHIA PARQUE TECNOLÓGICO DA BAHIA ÁREAS DE ATUAÇÃO BIOTECNOLOGIA E SAÚDE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ENERGIAS E ENGENHARIAS TECNOCENTRO

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação.

Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação. Coordenação Sistêmica de Formação e Qualificação Profissional A qualificação abre as portas da inovação. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - Secretaria de Inovação Secretaria

Leia mais

Novos negócios no Ceará

Novos negócios no Ceará ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Novos negócios no Ceará No DR Ceará, as oficinas de Estratégia de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA - CAMPUS ARARANGUÁ AUXILIAR DE COZINHA Curso de Formação Inicial e Continuada Eixo: Turismo,

Leia mais

O Programa Bolsa Família

O Programa Bolsa Família Painel sobre Programas de Garantia de Renda O Programa Bolsa Família Patrus Ananias de Sousa Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome República Federativa do Brasil Comissão de Emprego e Política

Leia mais

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910

2009 2010 2011 total 58.888 158.947 124.881 344.910 Formação inicial 80000 Plano Nacional de Formação de Professores 70000 60000 50000 40000 Formação Pedagógica 30000 2ªLicenciatura 1ªLicenciatura especial 20000 1ªLicenciatura existente 10000 0 Presencial

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

TURISMO. o futuro, uma viagem...

TURISMO. o futuro, uma viagem... TURISMO o futuro, uma viagem... PLANO NACIONAL DO TURISMO 2007-2010 OBJETIVOS Desenvolver o produto turístico brasileiro com qualidade, contemplando nossas diversidades regionais, culturais e naturais.

Leia mais

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Audiência Pública As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância Dados globais

Leia mais

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013

Contexto. Educação para o mundo do trabalho. Por Mozart Neves Ramos - Todos Pela Educação em 01/03/2013 META NACIONAL 11 - Educação Profissional- Triplicar as matrículas da Educação Profissional Técnica de nível médio, assegurando a qualidade da oferta e pelo menos 50% da expansão no segmento público. Contexto

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS INTRODUÇÃO Com base no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais - REHUF, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ELEMENTOS PARA O NOVO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO BÁSICA: EDUCAÇÃO BÁSICA: 1. Definir os padrões mínimos de qualidade estabelecidos pela LDB, considerando as especificidades

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

A Experiência da Educação Corporativa no Estado de Pernambuco

A Experiência da Educação Corporativa no Estado de Pernambuco O Desafio das Universidades Corporativas no desenvolvimento de pessoas: Utopia ou requer criatividade? A Experiência da Educação Corporativa no Estado de Pernambuco 12 de Setembro/ 2007 N o 1976 Ano 30

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO CURSO: TURISMO ( bacharelado) Missão Formar profissionais humanistas, críticos, reflexivos, capacitados para planejar, empreender e gerir empresas turísticas, adaptando-se ao

Leia mais

PALAVRAS DO GOVERNADOR TASSO JEREISSATI POR OCASIÃO DA ABERTURA DO SEMINÁRIO "LIDERANÇA JOVEM NO SECULO XXI", AOS 07/03/2002 ~j 2902 03-0~/02

PALAVRAS DO GOVERNADOR TASSO JEREISSATI POR OCASIÃO DA ABERTURA DO SEMINÁRIO LIDERANÇA JOVEM NO SECULO XXI, AOS 07/03/2002 ~j 2902 03-0~/02 PALAVRAS DO GOVERNADOR TASSO JEREISSATI POR OCASIÃO DA ABERTURA DO SEMINÁRIO "LIDERANÇA JOVEM NO SECULO XXI", AOS 07/03/2002 ~j 2902 03-0~/02 Excelentíssimo Senhor Enrique Ig lesias, Presidente do Banco

Leia mais

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010).

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010). O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência PLANO VIVER SEM LIMITE 2011-2014 foi instituído por meio do Decreto da Presidência da República nº 7.612, de 17/11/2011 e tem como finalidade promover,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015

PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015 PROJETO PEDAGÓGICO DE POS GRADUAÇÃO LATO SENSU 2014/2015 1- JUSTIFICATIVA O setor de eventos vem passando por uma grande reformulação. Dos eventos corporativos, hoje mais bem estruturados e com foco específico,

Leia mais

Puerta Joven. Juventud, Cultura y Desarrollo A.C.

Puerta Joven. Juventud, Cultura y Desarrollo A.C. Puerta Joven. Juventud, Cultura y Desarrollo A.C. Declaração de Princípios Quem Somos Somos uma organização não-governamental dedicada à promoção da liderança juvenil e da participação da cultura da juventude

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Superior Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

SECRETARIA DA ECONOMIA CRIATIVA

SECRETARIA DA ECONOMIA CRIATIVA SECRETARIA DA ECONOMIA CRIATIVA ECONOMIA CRIATIVA Definição A Economia Criativa contempla as dinâmicas culturais, sociais e econômicas construídas a partir do ciclo de criação, produção, distribuição/circulação/difusão

Leia mais

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730 Informe Técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial APRESENTAÇÃO DESEMPENHO & OFERTA v.2, n.1, março de 25 Criado com o propósito de divulgar o comportamento do desempenho institucional no curto

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO

EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SOCIAL FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA CAPACITAÇÃO Cursos destinados a pessoas com escolaridade variável, que objetivam desenvolver competências necessárias

Leia mais

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros.

3.1 Ampliar o número de escolas de Ensino Médio de forma a atender a demanda dos bairros. Meta 1 - Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de quatro e cinco anos, e ampliar, até 2025, a oferta de Educação Infantil de forma a atender a 50% da população de até 3 anos. Estratégias:

Leia mais

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015

PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios. Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 PLANO DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DE SÃO PAULO: processo, participação e desafios Seminário dos/as Trabalhadores/as da Educação Sindsep 24/09/2015 Ação Educativa Organização não governamental fundada por um

Leia mais

AVALIAÇÃO ECONÔMICA DO PROGRAMA ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL RIO DE JANEIRO Junho de 2015

AVALIAÇÃO ECONÔMICA DO PROGRAMA ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL RIO DE JANEIRO Junho de 2015 AVALIAÇÃO ECONÔMICA DO PROGRAMA ESCOLAS EM TEMPO INTEGRAL RIO DE JANEIRO Junho de 2015 Ampliação da carga horária diária para 7 horas Três eixos de organização: excelência acadêmica, autonomia e educação

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO

1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO 1º. ENCONTRO DE SECRETÁRIOS DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO DO ESTADO DE MATO GROSSO FEV/2009 MISSÃO INSTITUCIONAL Educar para o trabalho em atividades de comércio de bens, serviços e turismo VISÃO DE FUTURO O

Leia mais

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM Fevereiro DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM 2 ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO... 3 Apresentação... 3 Missão... 4 Visão de Futuro... 4 Valores... 4 PERSPECTIVAS...

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.007, DE 9 DE OUTUBRO DE 2013. Altera a Portaria MEC nº 168, de 07 de março de 2013, que dispõe sobre a oferta da Bolsa-Formação no âmbito do Programa Nacional de Acesso

Leia mais

IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA

IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA ORIENTAÇÕES GERAIS IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA A trajetória de formação da IES iniciou-se no ano de 1996, com a criação do Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão IBPEX, oferecendo cursos de pós-graduação

Leia mais

PROPOSTA DE ELEMENTOS NORTEADORES PARA A

PROPOSTA DE ELEMENTOS NORTEADORES PARA A PROPOSTA DE ELEMENTOS NORTEADORES PARA A ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO 2011 DO IFRS Elementos norteadores para o Campus, baseados no Termo de Acordo de Metas e Compromissos 1. Índice de eficiência da Instituição

Leia mais

NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013

NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013 E-Mail: pronatec@mec.gov.br http://pronatec.mec.gov.br Brasília, 26 de Fevereiro de 2013 NOTA INFORMATIVA BOLSA-FORMAÇÃO 01/2013 No dia 18 de fevereiro de 2013, aconteceu uma reunião com representações

Leia mais

Câmara Temática de Qualificação, Voluntariado e Protocolo

Câmara Temática de Qualificação, Voluntariado e Protocolo Câmara Temática de Qualificação, Voluntariado e Protocolo Ser considerada a melhor cidade-sede da Copa 2014 quanto a participação popular e promoção de ações de desenvolvimento econômico, social e ambiental,

Leia mais

Estrutura do PDI 2014-2018

Estrutura do PDI 2014-2018 APRESENTAÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) além de constituir um requisito legal, tal como previsto no Artigo

Leia mais

INFORMAÇÃO Nº 0086/2015-GTE 1

INFORMAÇÃO Nº 0086/2015-GTE 1 PROCESSO : CF-2297/2014 INTERESSADO : Confea ASSUNTO : Estudos sobre o PRONATEC ORIGEM : Comissão de Educação e Atribuição Profissional CEAP (Deliberação n 766/2014-CEAP) INFORMAÇÃO Nº 0086/2015-GTE 1

Leia mais

O QUE VOU SER QUANDO CRESCER?

O QUE VOU SER QUANDO CRESCER? O QUE VOU SER QUANDO CRESCER? O QUE VOU SER QUANDO CRESCER? Cartilha Educativa Elaborada no Projeto de Extensão: Cartilha e Artigos Coordenação: Profª Emiliana Debetir Centro de Ciências da Administração

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Plano de Curso. Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal Plano de Curso Dados da Instituição Razão Social Esfera Administrativa Site de Instituição Universidade Federal de Viçosa - Campus UFV Florestal Central de Ensino e Desenvolvimento Agrário de Florestal

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014

Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014 Tema 2 CONAE 2014 Diretrizes gerais para intervenção do PROIFES-Federação na CONAE 2014 Eixo I O plano Nacional de Educação e o Sistema Nacional de Educação: organização e regulação. Instituir, em cooperação

Leia mais

CONSELHO UNIVERSITÁRIO

CONSELHO UNIVERSITÁRIO P R O P O S T A D E P A R E C E R CONSELHO UNIVERSITÁRIO PROCESS0 Nº: 007/2014 ASSUNTO: Proposta de texto Construção de Políticas e Práticas de Educação a Distância a ser incluído no Plano de Desenvolvimento

Leia mais

Ensino Superior e novas tecnologias: caminhos e desafios

Ensino Superior e novas tecnologias: caminhos e desafios Ensino Superior e novas tecnologias: caminhos e desafios Henrique Paim Ministro de Estado da Educação Maceió, abril de 2014 Plano Nacional de Educação PNE balizador de todas as ações do MEC. Desafios:

Leia mais

O Plano Nacional de Educação 2011 2020 e a política educacional Mineira. 22 Fórum Estadual da UNDIME MG

O Plano Nacional de Educação 2011 2020 e a política educacional Mineira. 22 Fórum Estadual da UNDIME MG O Plano Nacional de Educação 2011 2020 e a política educacional Mineira 22 Fórum Estadual da UNDIME MG 26 à 28/04 2011 Secretaria de Estado de Educação Subsecretaria de Desenvolvimento da Educação Básica

Leia mais

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Administração: Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça Secretária do Bem Estar Social: Darlene Martin Tendolo Diretora de Departamento: Silmaire

Leia mais

Português 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 A B B A B D E D B C

Português 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 A B B A B D E D B C 100-Gestão e Negócios Técnico em Secretariado. 101-Gestão e Negócios Técnico em RH. 102-Gestão e Negócios Técnico em RH. 103-Gestão e Negócios Técnico em Logística. 104-Gestão e Negócios Vendas e Logística.

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC

PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MACAÍBA ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO - PRONATEC MEC/FNDE/SETEC João Inácio da Silva Filho Coordenador

Leia mais

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos

Graduação Executiva. Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Executiva Feita para o seu momento Venha para a única graduação exclusiva para adultos a partir dos 24 anos Graduação Administração Duração: 4 anos Carga Horária Total: 3.040 horas/aula Este

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

(Anexo II) DESCRIÇÃO ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO

(Anexo II) DESCRIÇÃO ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO (Anexo II) DESCRIÇÃO ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO... 3 2 ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO Missão: Atuar nas diferentes áreas (administração, planejamento e orientação educacional) com o intuito

Leia mais

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 Apoios à Internacionalização e à Inovação António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 ALENTEJO PRIORIDADES PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 1. Alimentar e Floresta 2. Recursos Naturais,

Leia mais