Programa de Aquisição de Alimentos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa de Aquisição de Alimentos"

Transcrição

1 Programa de Aquisição de Alimentos

2 Programa de Aquisição de Alimentos Produção Consumo Rede Socioassistencial Agricultura Familiar Inclui: Agricultores Familiares; Assentados; Povos e Comunidades Tradicionais; Indígenas; Extrativistas; Pescadores artesanais Alimentos Rede de Equipamentos Grupos Populacionais Específicos Famílias em situação de insegurança alimentar Estoques Estratégia Fome Zero 2

3 Finalidade Promover o direito humano à alimentação adequada, no contexto da política de Segurança Alimentar e Nutricional, mediante O suporte a rede pública de equipamentos de alimentação e nutrição e a rede de instituições socioassistenciais; A estruturação de circuitos locais de abastecimento alimentar; A formação de estoques de alimentos para assistência alimentar a populações específicas, populações atingidas por catástrofes e populações escolares em insegurança alimentar; Fortalecimento da agricultura familiar e de suas organizações econômicas: desenvolvimento local, preços mais justos garantindo renda, regulação de preços. 3

4 CONSEAS ESTADUAIS ESTADOS MEC MPOG MDS Gestão do Programa CONSEA NACIONAL CONAB MDS PAA MDA MDA Orçamento GRUPO GESTOR Coordenação do Programa Execução MAPA MF MUNICÍPIOS COMSEAS CMAS CMDRS CAE Controle Social

5 Programa de Aquisição de Alimentos Municípios envolvidos no Programa entre 2009 e 2010 Execução Municipal Execução Estadual Execução Estadual - Leite MDA CONAB MDS

6 Base Legal Lei de Criação: Lei n.º , de 2 de julho de 2003 (Art. 19); Regulamento: Decretos 6.447, de 07/05/2008 e de 16/09/2009; Resoluções do Grupo Gestor ( 44 resoluções); LOSAN: lei n.º , de 15 de setembro de 2006; Política Nacional de SAN:Decreto 7.272, de 25 de agosto de 2010; Definição Agricultura Familiar: Lei /2006, 24/07/2006- Portaria MDA nº 111, de 20/11/2003 e Resolução nº de ; 6

7 PARA QUEM? COM QUEM? ONDE? Aspectos estruturais da execução do PAA. Fornecedor: agricultores familiares, com prioridade para povos e comunidades tradicionais, indígenas, pescadores, acampados e assentados da Reforma Agrária, agricultores familiares pobres e suas organizações. Consumidor: população em situação de insegurança alimentar e em vulnerabilidade social; Rede de Equipamentos Públicos de Alimentação e Nutrição (Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias e Bancos de Alimentos) e pela Rede Socioassistencial especialmente a referenciada pelos Centro de Referência da Assistência Social - CRAS e Centro de Referência Especializados de Assistência Social - CREAS. Execução federalizada em parceria com a CONAB; Execução descentralizada através de parceria com Governos Estaduais, Distrital e Municipais. Em todo o território nacional com prioridade para as Regiões Metropolitanas, Semiárido, Territórios da Cidadania e CONSADs. PARA QUÊ? COMO? COM QUANTO? Instrumento da política de SAN para o fortalecimento do SISAN promovendo o abastecimento alimentar da população mediante: O suporte a rede pública de equipamentos de alimentação e nutrição e a rede de instituições socioassistenciais; A estruturação de circuitos locais de abastecimento alimentar; A formação de estoques de alimentos para assistência alimentar a populações específicas, populações atingidas por catástrofes e populações escolares em insegurança alimentar. Fortalecimento da agricultura familiar e de suas organizações econômicas e promoção do desenvolvimento local mediante a compra direta de alimentos a preços mais justos, garantindo renda para os agricultores familiares e contribuindo para a regulação, de forma indireta, dos preços de mercado. Operando Sistemas Públicos descentralizados de Soberania Alimentar (Produção Comercialização - Consumo), integrando fortemente as políticas de desenvolvimento agrícola e social; Atuação coordenada de todos os executores do PAA, fazendo uso das suas dimensões e funções. Recursos públicos (dos orçamentos do MDA e MDS), suficientes para desempenhar plenamente suas atribuições e cumprir as funções estabelecidas nos regulamentos e deliberadas pelo Grupo Gestor. 7

8 Modalidades Compra com Doação Simultânea Compra Direta da Agricultura Familiar Incentivo à Produção e ao Consumo de Leite Formação de Estoque pela Agricultura Familiar 8

9 Modalidade Compra com Doação Simultânea Propicia a compra de alimentos produzidos por agricultores familiares e sua pronta disponibilização para doação a entidades da rede de promoção e proteção social, assumindo importante papel na promoção da segurança alimentar do público por estas atendido. A modalidade permite o enriquecimento dos cardápios das entidades socioassistenciais, com a disponibilização de diversos tipos de produtos incluindo, hortaliças, frutas, carnes, ovos, pescados, leite e derivados, panificados, entre outros. Executada em parceria com Estados e Municípios e por intermédio da CONAB, a modalidade tem um limite de R$4.500,00 por agricultor familiar por ano.

10 Modalidade Incentivo à Produção e ao Consumo do Leite Contribui para o aumento do consumo de leite pelas famílias que se encontram em situação de insegurança alimentar e também incentiva a produção de agricultores familiares, na área de abrangência da SUDENE. O alimento adquirido (leite de cabra ou de vaca) é pasteurizado em laticínios cadastrados e, posteriormente, transportado para os pontos de distribuição às famílias. Executada em parceria com Governos Estaduais dos estados do Nordeste do Brasil e Minas gerais, a modalidade prevê a participação, por agricultor familiar, de R$4.000,00 por semestre

11 Modalidade Formação de Estoques pela Agricultura Familiar Propicia aos agricultores familiares instrumentos de apoio à comercialização de seus produtos, sustentação de preços e agregação de valor a produção; disponibilizando recursos para que a organização adquira a produção de agricultores familiares sócios/filiados, beneficie e forme estoque de produtos para serem posteriormente comercializados ou distribuídos para populações em situação de insegurança alimentar. Em princípio, qualquer alimento que possa ser armazenado pode ser atendido pela modalidade. Executada por intermédio da CONAB a modalidade tem limite de R$8.000,00 por agricultor por ano.

12 Modalidade Compra Direta da Agricultura Familiar Permite a aquisição de pauta específica de produtos (arroz, castanha de caju, castanha do Brasil, farinha de mandioca, feijão, milho, sorgo, trigo, leite em pó integral e farinha de trigo), para distribuição ou para formação de estoques públicos. Executada por intermédio da CONAB a modalidade tem limite de R$8.000,00 por agricultor por ano.

13 Execução Global do PAA MDS e MDA 2003 a 2010 Período Recursos Aplicados - R$ (Em Milhões) Nº. de Agr. Fam. Participantes Atendimentos Realizados Alimentos Adquiridos (t) Geral 2003 R$ 144, Geral 2004 R$ 180, Geral 2005 R$ 333, Geral 2006 R$ 492, Geral 2007 R$ 461, Geral 2008 R$ 509, Geral 2009 R$ 591, Geral 2010 R$ 680, Total Geral R$ 3.392, ,53 Média dos 4 últimos anos Fonte: Leite, CONAB, Estados e Municípios conveniados. Dados sujeitos a atualização. 13

14 Resultados do PAA Aumento da renda de agricultores familiares, povos indígenas e povos e comunidades tradicionais Melhoria da diversidade e qualidade dos alimentos fornecidos por entidades da Rede Socioassistencial e por Equipamentos Públicos de Alimentação e Nutrição.

15 Outros resultados associados do PAA Dinamização de economias locais Reconhecimento e valorização da produção familiar e dos agricultores pela sociedade Aumento da variedade de alimentos produzidos nas unidades familiares Valorização da cultura alimentar local Valorização da produção orgânica de alimentos e de produtos da sociobiodiversidade

16 Em milhões de reais Programa de Aquisição de Alimentos Evolução da Execução Financeira do Programa, por modalidade no período ,000 35, ,000 47, , ,000 49, , , , , ,000 68, , , ,000 26, , , , , , , ,000 11, , , , , , , , , , , , , , , , , Incentivo a Produção e Consumo de Leite Compra com Doação Simultânea - Todos os Executores Formação de Estoques - MDS e MDA Compra Antecipada Compra Direta - MDS e MDA

17 Execução 2010, por modalidade 218, % 379, % 47, % 35, % Em 680,75 milhões Compra direta Formação de Estoques Compra com doação simultanea Leite

18 Distribuição dos recursos de 2003 a 2010, por Região Geográfica SUDESTE 21% NORDESTE 50% SUL 21% CENTRO-OESTE 3% NORTE 5% 18

19 Agricultores participantes do PAA por grupo do PRONAF, em ,0 68% 558,0 0% 10306,0 8% 31845,0 24% A e A/C B AF EM PROCESSAMENTO 19

20 Participação dos agricultores no PAA por Região Geográfica, em ,0 Participação dos agricultores no PAA por grupo do Pronaf e Região Geográfica, em , , , , ,0 - NORDESTE SUL SUDESTE NORTE CENTRO-OESTE 5 4,5 4 3,5 3 2,5 2 1,5 1 0,5 0 2, ,90555 A e A/C B AF Em processamento % do número de agricultores envolvidos no PAA em 2009, com relação ao número total de Agricultores na região 4, , , ,28723 NORDESTE SUL SUDESTE NORTE CENTRO-OESTE BRASIL 20

21 Participação por grupos específicos de agricultores, em 2009 Pescador Artesanal 001% Assentado 008% Agricultor familiar 090% Agroextrativista 001% Quilombola 000% Indígena 000% Trab. sem terra 000% *Inclui somente informações da execução por intermédio da CONAB e de Governos Estadudais na modalidade de Doação 21

22 Grãos e Cereais Programa de Aquisição de Alimentos Compra com Doação Simultânea Recursos alocados por produto, em 2009 Produto Valor (milhões R$) % Hortaliças, raízes e tuberculos 45,19 25,6 Frutas 37,62 21,3 Carnes e Ovos 17,85 10,1 Leite e Derivados 17,33 9,8 Grãos e Cereais 12,40 7,0 Panificados 10,89 6,2 Mel 8,74 5,0 Pescado 6,05 3,4 Doces 4,46 2,5 Condimentos 3,91 2,2 Farináceos 3,56 2,0 Açúcar 3,39 1,9 Outros 3,04 1,7 Oleaginosas 1,77 1,0 Mel Hortaliças, raízes e tuberculos Frutas Condimentos

23 Formação de Estoques pela Agricultura Familiar Recursos alocados por produto, em 2009 Produto Valor (milhões R$) % Suco 8,69 18,8 Feijão 7,25 15,7 Milho 4,97 10,7 Arroz 4,54 9,8 Trigo 4,18 9,0 Castanhas 3,74 8,1 outros 3,56 7,7 Leite e Derivados 2,70 5,8 Mel 2,19 4,7 Farináceos 1,62 3,5 Açúcar 1,61 3,5 Polpa de Frutas 0,56 1,2 Doces 0,33 0,7 Carnes e Pescado 0,33 0,7 outros Castanhas

24 Compra Direta Recursos alocados por produto, em 2009 Produtos Valores (milhões R$) Feijão 64,23 Leite em pó 51,30 Trigo 32,29 Farinha de mandioca 12,49 Outros 4,05 Milho 1,92 % 38,6 30,9 19,4 7,5 2,4 1,2 Leite em pó Feijão Trigo Outros

25 Volume de recursos alocados por tipo de produto, no ano de 2009 Produtos Valores (milhões R$) % N.º Itens Leite e Derivados 246,69 43,7% 9 Grãos e Cereais 131,80 23,4% 11 Frutas (inclui polpas e sucos) 46,86 8,3% 74 Hortaliças, Raizes e Tubérculos 45,19 8,0% 60 Carnes e Ovos 17,71 3,1% 12 Farináceos 17,67 3,1% 12 Mel 10,93 1,9% 2 Panificados e massas 10,89 1,9% 24 Doces 9,69 1,7% 25 Pescado 6,52 1,2% 32 Oleaginosas - castanhas 5,59 1,0% 11 Açúcares 5,00 0,9% 6 Condimentos e Temperos 3,81 0,7% 16 Semente 1,85 0,3% 4 Outros 3,91 0,7% 32 Doces Pescado Grãos Leite e Derivados Oleaginosas Açúcares Informações dos produtos adquiridos em todas as modalidades/executores, exceto "Compra com Doação Simultânea - Estados" 25

26 Participação e distribuição geográfica de produtos orgânicos e agroecológicos* Norte 000% Nordeste 000% Centro-Oeste 000% Sudeste 000% Produtos convencionais 099% Orgânicos e Agroecológicos 1,18% Sul 001% * Execução por meio da CONAB em 2009

27 Volume de recursos aplicados na aquisição de produtos orgânicos e agroecológicos* PRODUTOS VALOR (R$) hortaliças, raízes e tubérculos ,91 mel ,65 frutas ,10 açúcares ,75 grãos e cereais ,04 outros ,50 doce ,00 farináceos ,52 panificados ,00 condimentos ,78 carnes e ovos 9.090,17 Total geral ,42 mel frutas hortaliças, raízes e tuberculos outros doce farináceos panificados condimentos carnes e ovos * Execução por meio da CONAB em 2009

28 Tipologia de entidades atendidas na Modalidade Doação Simultânea, em 2009 Abrigos, Casa Albergue 02% Outra 07% Amparo Deficiente 02% Escolas 31% Equipamento de SAN 01% Instituições Mulheres 01% *Em entidades 13 milhões de pessoas Houve mais 3164 entidades atendidas que, em princípio, não se enquadram nas tipologias apresentadas 28

29 Obrigado! Departamento de Apoio à Agricultura Familiar e ao Acesso à Alimentação Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

30 Modalidades MODALIDADE FINALIDADE LIMITES Compra Direta da Agricultura Familiar Permite a aquisição de pauta específica de produtos (arroz, castanha de caju, castanha do Brasil, farinha de mandioca, feijão, milho, sorgo, trigo, leite em pó integral e farinha de trigo), para distribuição ou para formação de estoques públicos. R$ 8.000,00/ ano Formação de Estoque pela Agricultura Familiar Propicia aos agricultores familiares instrumentos de apoio à comercialização de seus produtos, sustentação de preços e agregação de valor a produção; disponibilizando recursos para que a organização adquira a produção de agricultores familiares sócios/filiados, beneficie e forme estoque de produtos para serem posteriormente comercializados ou distribuídos para populações em situação de insegurança alimentar. Em princípio, qualquer alimento que possa ser armazenado pode ser atendido pela modalidade. R$ 8.000,00/ ano Compra com Doação Simultânea Propicia a compra de alimentos produzidos por agricultores familiares e sua pronta disponibilização para doação a entidades da rede de promoção e proteção social, assumindo importante papel na promoção da segurança alimentar do público por estas atendido. A modalidade permite o enriquecimento dos cardápios das entidades socioassistenciais, com a disponibilização de diversos tipos de produtos incluindo, hortaliças, frutas, carnes, ovos, pescados, leite e derivados, panificados, entre outros. R$ 4.500,00/ ano Incentivo à Produção e ao Consumo de Leite Contribui para o aumento do consumo de leite pelas famílias que se encontram em situação de insegurança alimentar e também incentiva a produção de agricultores familiares, na área de abrangência da SUDENE. O alimento adquirido (leite de cabra ou de vaca) é pasteurizado em laticínios cadastrados e, posteriormente, transportado para os pontos de distribuição às famílias. R$ 4.000,00/ semestre 30

31 Rede Socioassistencial O PAA contribui com o fornecimento de alimentos para entidades da Rede Socioassistencial, como abrigos asilos e APAEs Consumo Rede de Equipamentos Grupos Populacionais Específicos Famílias em situação de insegurança alimentar Estoques 31

32 Rede de Equipamentos Os alimentos do PAA atendem a rede de equipamentos públicos de alimentação entre eles Restaurantes Populares, Cozinhas Comunitárias e Bancos de Alimentos. Consumo Rede Socioassistencial Grupos Populacionais Específicos Famílias em situação de insegurança alimentar Estoques 32

33 Grupos Populacionais Específicos Por meio do Programa é adquirida parcela significativa dos alimentos distribuídos a grupos específicos, tais como indígenas, quilombolas, comunidades de terreiro, atingidos por barragens, acampadas e pescadores artesanais. Consumo Rede Socioassistencial Rede de Equipamentos Famílias em situação de insegurança alimentar Estoques 33

34 Famílias em situação de insegurança alimentar O programa também distribui leite a famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional que vivem no Nordeste Brasileiro e no Norte de Minas. Consumo Rede Socioassistencial Rede de Equipamentos Grupos Populacionais Específicos Estoques 34

35 Estoques O Programa contribui para a Soberania Alimentar ajudando a formar Estoques Públicos Estratégicos e fomentando que as organizações de Agricultores Familiares formem seus próprios estoques. Consumo Rede Socioassistencial Rede de Equipamentos Grupos Populacionais Específicos Famílias em situação de insegurança alimentar 35

36 Execução por modalidade 279, % 1312, % 92, % 443, % 1264, % Em milhões de reais Compra com Doação Simultânea - Todos os Executores Incentivo a Produção e Consumo de Leite Compra Antecipada Compra Direta - MDS e MDA Formação de Estoques - MDS e MDA

37 Execução Municipal

38 Execução CONAB (MDA e MDS)

39 Execução Estadual

40 Execução Estadual - LEITE

41 MDA

42 Programa de Aquisição de Alimentos MDS

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê.

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê. 10 ANOS O Programa de Aquisição de Alimentos completou dez anos. Instituído pela Lei nº 10.696, de 2 de julho de 2003, o PAA tem se consolidado como um instrumento de estímulo à organização produtiva e

Leia mais

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar O Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar A IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA - DIAGNÓSTICO Prevalência de situação de segurança alimentar em domicílios particulares, por situação do domicílio

Leia mais

Compra Institucional SESAN/MDS

Compra Institucional SESAN/MDS PAA Compra Institucional SESAN/MDS Apoio à agricultura familiar: produção Garantia Safra Assistência técnica (ATER/ATES) PRONAF Seguro Agrícola PGPAF PGPM 1ª e 2ª Água Melhoria da renda dos agricultores

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA Marco Legal Art 19. da Lei nº10.696/2003 Fica instituído o Programa de Aquisição de Alimentos com a finalidade de incentivar a agricultura familiar, compreendendo

Leia mais

Compartilhando a experiência brasileira na área de Segurança Alimentar e Nutricional. Sílvio Porto

Compartilhando a experiência brasileira na área de Segurança Alimentar e Nutricional. Sílvio Porto Compartilhando a experiência brasileira na área de Segurança Alimentar e Nutricional Sílvio Porto Programa de Aquisição de Alimentos - PAA Política de Garantia de Preço Mínimo - PGPM (extrativismo) Apoio

Leia mais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aumento da produção para segurança alimentar e ampliação de canais de comercialização Programa de Aquisição de

Leia mais

Apoio à comercialização da agricultura familiar

Apoio à comercialização da agricultura familiar Apoio à comercialização da agricultura familiar Programa de Aquisição de Alimentos 1. Contexto Liberalização dos mercados de produtos agrícolas (anos 90) Intenso processo de concentração de capitais no

Leia mais

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade.

Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são um conjunto de ações e decisões do governo, voltadas para facilitar a solução de problemas da sociedade. Políticas Públicas são a totalidade de ações, metas e planos que os governos

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)

Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) FICHA DE PROGRAMA Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Áreas temáticas: Segurança alimentar e nutricional; inclusão produtiva rural. 1. SUMÁRIO EXECUTIVO ATUALIZADO EM: 16/06/2015 O Programa de Aquisição

Leia mais

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN. Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Departamento de Estruturação e Integração de Sistemas Públicos Agroalimentares DEISP

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos - Conab

Programa de Aquisição de Alimentos - Conab Programa de Aquisição de Alimentos - Conab Exercício 2004 Sumário Executivo O presente documento procura sintetizar as ações desenvolvidas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) através do Programa

Leia mais

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos Compras Institucionais Programa de Aquisição de Alimentos Brasil Sem Miseria: Rota de Inclusao Produtiva Termo de compromisso ABRAS Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Compras Privadas Promoção Comercial

Leia mais

BALANÇO DE AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA 2003 a 2010

BALANÇO DE AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA 2003 a 2010 BALANÇO DE AVALIAÇÃO DA EXECUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA 2003 a 2010 GRUPO GESTOR RELATÓRIO DESCRITIVO DEZEMBRO DE 2010 1 1. APRESENTAÇÃO SUMÁRIO 2. CONCEITO, CONCEPÇÃO E PAPEL DO PAA

Leia mais

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014.

Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares. CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. Seminário: As Compras Institucionais a Serviço dos Agricultores Familiares CSA, Bruxelas 23 de Abril de 2014. ESTRATÉGIA: SEGURANÇA E SOBERANIA ALIMENTAR X FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Fortalecimento

Leia mais

Agricultura Familiar PAA

Agricultura Familiar PAA CÂMARA DOS DEPUTADOS BIODIESEL: COMBUSTÍVEL PARA A CIDADANIA Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar PAA Brasília, 05.04.2006 Programa de Aquisição de Alimentos PAA Institucionalização

Leia mais

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa Seminário Agrícola Internacional Bruxelas, 4 e 5 de maio de 2009 Bélgica A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Fórum de debates sobre a pobreza e a segurança alimentar Campinas, 13 de outubro

Leia mais

PAA Compras Públicas + Desenvolvimento Local - PAA

PAA Compras Públicas + Desenvolvimento Local - PAA PAA Compras Públicas + Desenvolvimento Local - PAA FORPLAD SP Maio 2014 Apoio à Agricultura Familiar - Comercialização COMPRAS PÚBLICAS Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Julho/2003 2003-2012: R$

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR. Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa! PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR. Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa! PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa! PAA Programa de Aquisição de Alimentos - PAA Renda para quem produz e comida na mesa

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA AÇÕES DA CONAB EM 2003 1. BREVE HISTÓRICO O Programa de Aquisição de Alimentos foi instituído pelo Art. 19 da Lei nº 10.696 e regulamentado pelo Decreto 4.772,

Leia mais

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões

PGPM A. EGF B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO SOV COV. Aquisições via Preços Mínimos. Via Leilões PGPM A. EGF SOV COV B. AGF C. CONTRATO DE OPÇÃO Aquisições via Preços Mínimos Via Leilões Estados e Municípios Leite Compra Local Compra Direta Compra Especial Formação de Estoque Doação Simultânea EMPODER

Leia mais

Modalidades do PAA executadas pela Conab

Modalidades do PAA executadas pela Conab Modalidades do PAA executadas pela Conab Compra da Agricultura Familiar com Doação Simultanêa CPR Doação Apoio à Formação de Estoques CPR Estoque Compra Direta da Agricultura Familiar CDAF PROGRAMA DE

Leia mais

PAA Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

PAA Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA DA AGRICULTURA FAMILIAR COORDENAÇÃO DE COMERCIALIZAÇÃO PAA Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar Modalidades do PAA MODALIDADES PROGRAMA

Leia mais

Programa de Aquisição de Alimentos PAA

Programa de Aquisição de Alimentos PAA Programa de Aquisição de Alimentos PAA PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA O PAA, instituído pela Lei federal 10.696 em 2003, consiste na compra de alimentos da agricultura familiar com dispensa de

Leia mais

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL AGRICULTURA FAMILIAR

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL AGRICULTURA FAMILIAR SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL E AGRICULTURA FAMILIAR Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) é a realização do direito de todos ao acesso regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade

Leia mais

SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade

SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade SUAS e Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SISAN: Desafios e Perspectivas para a Intersetorialiade XIV ENCONTRO NACIONAL DO CONGEMAS Fortaleza, 22 e 23 de março de 2012 História recente

Leia mais

Ações de Educação Alimentar e Nutricional

Ações de Educação Alimentar e Nutricional Ações de Educação Alimentar e Nutricional Marco Aurélio Loureiro Brasília, 17 de outubro de 2006. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Fome Zero: Eixos Articuladores Acesso ao alimento

Leia mais

MANUAL OPERATIVO SIMPLIFICADO

MANUAL OPERATIVO SIMPLIFICADO MANUAL OPERATIVO SIMPLIFICADO MODALIDADE COMPRA COM DOAÇÃO SIMULTÂNEA TIVO GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS Marcelo de Carvalho Miranda SECRETÁRIO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA Clemente Barros Neto PRESIDENTE

Leia mais

Políticas Sociais Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional

Políticas Sociais Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional Curso de Aperfeiçoamento em Avaliação de Programas Sociais MÓDULO I - Políticas Públicas de Desenvolvimento Social Políticas Sociais Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional José Giacomo Baccarin

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem vive no Brasil Rural.

Leia mais

O papel da agricultura familiar no desenvolvimento rural sustentável nos próximos 10 anos. Carlos Mielitz PGDR-UFRGS

O papel da agricultura familiar no desenvolvimento rural sustentável nos próximos 10 anos. Carlos Mielitz PGDR-UFRGS O papel da agricultura familiar no desenvolvimento rural sustentável nos próximos 10 anos Carlos Mielitz PGDR-UFRGS ANTECEDENTES E TRAJETÓRIA RECENTE DA AGRICULTURA FAMILIAR - PÓS 1964, Projeto Nacional,

Leia mais

Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007

Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007 Governo Federal investe R$ 13,3 bilhões no combate à pobreza em 2007 O Governo Federal está investindo R$ 13,3 bilhões, em 2007, no combate à pobreza, integrando mais de 30 programas e ações que visam

Leia mais

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário DILMA ROUSSEFF Presidenta da República PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário MARIA FERNANDA RAMOS COELHO Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário MARIA LÚCIA DE OLIVEIRA

Leia mais

A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS

A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS Encontro Nacional da ABRACEN Rio de Janeiro, agosto de 2012 A CEASA DOS GAÚCHOS BANCO DE ALIMENTOS QUEM SOMOS ÁREA TOTAL: 420.000m² ÁREA CONSTRUÍDA: 86.500m² FUNCIONÁRIOS: CEASA/RS 38 (efetivos) Terceirizados

Leia mais

Desenvolvimento Rural: uma década da política pública de desenvolvimento territorial

Desenvolvimento Rural: uma década da política pública de desenvolvimento territorial Desenvolvimento Rural: uma década da política pública de desenvolvimento territorial A modalidade Compra com Doação Simultânea do Programa de Aquisição de Alimentos e sua articulação interinstitucional

Leia mais

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011

PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011 PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR 2010/2011 Mais crédito, mais segurança e juros menores. Do Plano Safra 2002/2003 ao Plano Safra 2010/2011, o volume de recursos oferecidos por meio do Pronaf para custeio

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS. PAA Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa!

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS. PAA Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa! PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA Renda para quem produz e comida na mesa de quem precisa! O que se planta, se colhe. PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA A agricultura sempre foi tema de sabedoria

Leia mais

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013

Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2013 Programa 2069 - Segurança Alimentar e Nutricional 11V1 - Acesso à Água para o Consumo Humano na Zona Rural Tipo: Projeto Número de Ações 14 Esfera: 20 - Orçamento da Seguridade Social Função: 08 - Assistência

Leia mais

MECANISMOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA CONAB MAPA. - PROP - Contrato de Opção - VEP - PEP - AGF

MECANISMOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA CONAB MAPA. - PROP - Contrato de Opção - VEP - PEP - AGF MECANISMOS DE COMERCIALIZAÇÃO DA CONAB MAPA - PROP - Contrato de Opção - VEP - PEP - AGF PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS - PAA Comercialização e Abastecimento Grupo de Trabalho CONSEA MDS IPEA MDA MAPA

Leia mais

Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar. Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA

Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar. Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA Inserção da Agricultura Familiar na Alimentação Escolar Estratégia e Políticas Públicas de Apoio da SAF/MDA Objetivo da Apresentação Possibilitar a compreensão das políticas públicas relacionadas e/ou

Leia mais

PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais

PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais Políticas Públicas PNPCT Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais A PNPCT reafirma a importância do conhecimento, da valorização e do respeito à diversidade

Leia mais

Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário

Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário Ambiente de Gerenciamento do PRONAF e Programas de Crédito Fundiário Janeiro - 2011 Banco do Nordeste Apoio à Agricultura Familiar Programa Nacional de Fortalecimento Da Agricultura Familiar OBJETIVO Fortalecer

Leia mais

PNAE Programa Nacional de Alimentação Escolar. As ações para a Agricultura Familiar e o Controle Social

PNAE Programa Nacional de Alimentação Escolar. As ações para a Agricultura Familiar e o Controle Social PNAE Programa Nacional de Alimentação Escolar As ações para a Agricultura Familiar e o Controle Social Missão: Contribuir para a melhoria da educação por meio de ações educativas de alimentação e nutrição

Leia mais

Maria Luiza da Silva/FNDE e Ana Muller/MDA

Maria Luiza da Silva/FNDE e Ana Muller/MDA !"" Maria Luiza da Silva/FNDE e Ana Muller/MDA ESTRATÉGIA FOME ZERO Políticas Públicas 1) Estruturais: Geração de emprego e renda; Promoção da agricultura familiar; Intensificação da Reforma Agrária; Qualidade

Leia mais

Departamento de Geração de Renda e

Departamento de Geração de Renda e Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor - DGRAV ESTRUTURA DO MDA Gabinete do Ministro Secretaria Executiva Secretaria da Agricultura Familiar SAF Secretaria de Reordenamento Agrário - SRA

Leia mais

O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local. Novembro de 2015

O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local. Novembro de 2015 O papel do nutricionista no fortalecimento das Políticas Públicas e Desenvolvimento Local Novembro de 2015 1990 Há 1 ano o Brasil comemora a saída do Mapa da Fome UMA GRANDE CONQUISTA TRAZ UM NOVO DESAFIO

Leia mais

agricultura familiar

agricultura familiar saúde A importância da agricultura familiar na merenda escolar Iniciativas em Santa Rosa do Viterbo são exemplos de sucesso Por Danielle Lautenschlaeger Inúmeras famílias brasileiras ainda obtêm sua renda

Leia mais

Compra Direta Local da Agricultura Familiar do Recife

Compra Direta Local da Agricultura Familiar do Recife Prefeitura da Cidade do Recife Secretaria de Desenvolvimento Econômico PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS Compra Direta Local da Agricultura Familiar do Recife Recife, 2004 Preâmbulo O presente projeto

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME XI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios A visão dos municípios sobre o Pacto Federativo ROSILENE CRISTINA ROCHA SECRETÁRIA EXECUTIVA ADJUNTA

Leia mais

Projeto. Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar

Projeto. Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Projeto Das Roças e Florestas dos Povos e Comunidades Tradicionais e da Agricultura Familiar para a Alimentação Escolar Nutritivo para alimentação escolar Nutrição como Sustento e Sustentabilidade Nutrimento

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2009 Estabelece instruções sobre Benefício de Prestação Continuada-BPC referentes a dispositivos

Leia mais

PARA AGRICULTORES FAMILIARES

PARA AGRICULTORES FAMILIARES UM BOM NEGÓCIO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL PARA AGRICULTORES FAMILIARES 1 2014 - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Minas Gerais - Sebrae. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Leia mais

A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA

A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA A INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA A alta incidência de pobreza no meio rural 1 exige do Plano Brasil sem Miséria estratégias específicas, capazes de reconhecer e incorporar em suas

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. O Brasil unido para superar a fome, reduzir a pobreza e as desigualdades sociais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. O Brasil unido para superar a fome, reduzir a pobreza e as desigualdades sociais MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME O Brasil unido para superar a fome, reduzir a pobreza e as desigualdades sociais Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Governo e sociedade

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

FORTALECIMENTO DA AGENDA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA EDUCAÇÃO O Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE

FORTALECIMENTO DA AGENDA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NA EDUCAÇÃO O Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO FNDE DIRETORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS DIRAE COORDENAÇÃO- GERAL DE PROGRAMAS DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR CGPAE SBS Q.2 Bloco F Edifício FNDE

Leia mais

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA) Relatório com as principais notícias divulgadas pela mídia

Leia mais

Boletim DATALUTA Artigo do mês II: setembro de 2015. ISSN 2177-4463

Boletim DATALUTA Artigo do mês II: setembro de 2015. ISSN 2177-4463 MERCADOS INSTITUCIONAIS COMO ALTERNATIVA PARA O FORTALECIMENTO DOS MERCADOS LOCAIS DE ALIMENTOS: O CASO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS (PAA) NO MUNICÍPIO DE TUPI PAULISTA/SP Valmir José de Oliveira

Leia mais

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Contribuições ao debate na XI Plenária do Consea Agosto de 2013 Aprimoramento da estratégia de identificação e caracterização das famílias pertencentes a povos

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Ministério do Desenvolvimento Agrário MISSÃO Promover a política de desenvolvimento do Brasil rural, a democratização do acesso à terra, a gestão territorial da estrutura fundiária, a inclusão produtiva

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE Painel 8: O papel de Instituições Públicas para Desenvolvimento da Cacauicultura Brasileira O Cacau e a Agricultura Familiar Adriana

Leia mais

Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Programa Cisternas MDS Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Coordenação Geral de Acesso à Água Carolina Bernardes Água e Segurança

Leia mais

Produção orgânica e o programa de aquisição de alimentos: análise das compras com doação simultânea no período 2013/2014

Produção orgânica e o programa de aquisição de alimentos: análise das compras com doação simultânea no período 2013/2014 Produção orgânica e o programa de aquisição de alimentos: análise das compras com doação simultânea no período 2013/2014 Karine Daniele Byhain de Souza (UNIOESTE) karine.dbs@gmail.com Edison Luiz Leismann

Leia mais

Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises

Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises Políticas Públicas de Soberania e Segurança Alimentar: aportes a partir da experiência brasileira Mariana Santarelli Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econônicas IBASE BREVE HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO

Leia mais

Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada

Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à Alimentação Adequada I Seminário Estadual da Rede-SANS Desafios e estratégias para a promoção da alimentação saudável adequada e solidária no Estado de São Paulo Estratégias e programas para a garantia do Direito Humano à

Leia mais

Construção de Cisternas para Armazenamento de Água. Educação Alimentar e Nutricional. Distribuição de Alimentos a Grupos Populacionais Específicos

Construção de Cisternas para Armazenamento de Água. Educação Alimentar e Nutricional. Distribuição de Alimentos a Grupos Populacionais Específicos Programa 1049 Acesso à Alimentação Ações Orçamentárias Número de Ações 13 11V10000 Construção de Cisternas para Armazenamento de Água Produto: Cisterna construída Unidade de Medida: unidade UO: 55101 M.do

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

O ACESSO DA AGRICULTURA FAMILIAR BRASILEIRA ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS: A EVOLUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS gustavo.viegas@conab.gov.

O ACESSO DA AGRICULTURA FAMILIAR BRASILEIRA ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS: A EVOLUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS gustavo.viegas@conab.gov. O ACESSO DA AGRICULTURA FAMILIAR BRASILEIRA ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS: A EVOLUÇÃO DO PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS gustavo.viegas@conab.gov.br POSTER-Agricultura Familiar e Ruralidade CARLA AZEVEDO DOS

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-RJ Nº 001/2013.

CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-RJ Nº 001/2013. CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-RJ Nº 001/2013. Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, no âmbito do PAA, para suplementação alimentar de grupos populacionais específicos,

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO DA AGROINDÚSTRIA DE BASE FAMILIAR NOS MERCADOS INSTITUCIONAIS

A PARTICIPAÇÃO DA AGROINDÚSTRIA DE BASE FAMILIAR NOS MERCADOS INSTITUCIONAIS A PARTICIPAÇÃO DA AGROINDÚSTRIA DE BASE FAMILIAR NOS MERCADOS INSTITUCIONAIS Departamento de Geração de Renda Agregação de Valor Setembro de 2014 LEI Nº 11.326, DE 24 DE JULHO DE 2006 Art. 3º considera-se

Leia mais

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA MODALIDADE ESTADUAL COMPRA DIRETA LOCAL DA AGRICULTURA FAMILIAR - CDLAF MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO ANO 2008

PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA MODALIDADE ESTADUAL COMPRA DIRETA LOCAL DA AGRICULTURA FAMILIAR - CDLAF MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO ANO 2008 PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS PAA MODALIDADE ESTADUAL COMPRA DIRETA LOCAL DA AGRICULTURA FAMILIAR - CDLAF MANUAL DE OPERACIONALIZAÇÃO ANO 2008 ÍNDICE 1. Introdução...4 1.1. O Fome Zero e o Programa

Leia mais

A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012

A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012 A LEI GERAL DE ATER, CHAMADAS PÚBLICAS E CONTRATOS DE ATER SEMINÁRIO DE BALANÇO ATER FEIRA DE SANTANA, 18/01/2012 Contexto Retomada dos Serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural no país em 2003;

Leia mais

I Seminário de Agroecologia Brasil França

I Seminário de Agroecologia Brasil França I Seminário de Agroecologia Brasil França Movimentos Sociais e Políticas Públicas Londrina, 06.12.2013 A Constituição Federal do Brasil, ao assegurar, dentre os seus princípios e diretrizes, a participação

Leia mais

PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA

PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA PLANO NACIONAL DE AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA PLANAPO 2013-2015 Câmara Interministerial de Agroecologia e Produção Orgânica (Ciapo) Ministério do Desenvolvimento Agrário Secretaria-Geral da Presidência

Leia mais

Secretaria Nacional de Renda de Cidadania CADASTRAMENTO DE GRUPOS TRADICIONAIS E ESPECÍFICOS

Secretaria Nacional de Renda de Cidadania CADASTRAMENTO DE GRUPOS TRADICIONAIS E ESPECÍFICOS CADASTRAMENTO DE GRUPOS TRADICIONAIS E ESPECÍFICOS Cadastramento diferenciado Atualmente, o Cadastro Único identifica 16 grupos populacionais com características socioculturais ou em situações específicas

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Fome Zero: Eixos Articuladores Acesso ao alimento Bolsa Família Alimentação escolar (PNAE) Cisternas Restaurantes Populares Agricultura Urbana / Hortas

Leia mais

CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS

CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS PRONATEC CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS PRONATEC CAMPO O PRONATEC O Programa Nacional

Leia mais

Proposta de Pacto Federativo pela Alimentação Adequada e Saudável: uma agenda para os próximos anos

Proposta de Pacto Federativo pela Alimentação Adequada e Saudável: uma agenda para os próximos anos Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional - CAISAN Secretaria-Executiva Proposta

Leia mais

PRONAF. Financiamento do Desenvolvimento Rural pelo Fortalecimento da Agricultura Familiar a experiência brasileira do Pronaf.

PRONAF. Financiamento do Desenvolvimento Rural pelo Fortalecimento da Agricultura Familiar a experiência brasileira do Pronaf. PRONAF Financiamento do Desenvolvimento Rural pelo Fortalecimento da Agricultura Familiar a experiência brasileira do Pronaf. A diversidade da Agricultura familiar B: 0.4 C: 0.7 D: 0.4 E: 0.1 Cobertura

Leia mais

Programa Nacional de Alimentação. Marcel Francisco Alvim de Oliveira Abril 2013. Escolar PNAE

Programa Nacional de Alimentação. Marcel Francisco Alvim de Oliveira Abril 2013. Escolar PNAE Programa Nacional de Alimentação Marcel Francisco Alvim de Oliveira Abril 2013 Escolar PNAE ATENDIMENTO DO PNAE Recursos FNDE: Per capitas R$ 1,00 (creches) R$ 0,50 (pré escola) R$ 0,30 (EF, EM, EJA) R$

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Por meio da Lei nº 11.947/2009, a Agricultura Familiar passa a fornecer gêneros alimentícios a serem servidos nas escolas da Rede Pública de Ensino. Conheça a Lei: Lei nº 11.947/2009 Dispõe sobre o atendimento

Leia mais

2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-PR Nº 002/2013

2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-PR Nº 002/2013 2ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG-PR Nº 002/2013 2ª Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, no âmbito do PAA, para suplementação alimentar de grupos populacionais específicos,

Leia mais

AGRICULTURA FAMILIAR UM BOM NEGÓCIO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL

AGRICULTURA FAMILIAR UM BOM NEGÓCIO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL AGRICULTURA FAMILIAR UM BOM NEGÓCIO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL Copyright 2014. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. A reprodução não autorizada

Leia mais

Gerência de Acompanhamento e Controle das Ações da Agricultura Familiar Gecaf - Telefone: (061) 3312-6232; E-mail: gustavo.viegas@conab.gov.

Gerência de Acompanhamento e Controle das Ações da Agricultura Familiar Gecaf - Telefone: (061) 3312-6232; E-mail: gustavo.viegas@conab.gov. BRASÍLIA 2014 Presidente da Companhia Nacional de Abastecimento Conab Rubens Rodrigues dos Santos Diretor de Política Agrícola e Informações Dipai João Marcelo Intini Superintendente da Agricultura Familiar

Leia mais

Geração de Oportunidades. para a Inclusão. O que é. Importância. Objetivo. Como funciona

Geração de Oportunidades. para a Inclusão. O que é. Importância. Objetivo. Como funciona 4 112 O que é A articulação para a inclusão busca organizar a intervenção direta dos governos e a apoiar projetos desenvolvidos por estados, Distrito Federal e municípios que gerem oportunidades de inclusão

Leia mais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais

Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais Estratégias de ação vinculadas ao manejo da agrobiodiversidade com enfoque agroecológico visando a sustentabilidade de comunidades rurais O desenvolvimento das ações em diferentes projetos poderão identificar

Leia mais

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mapa Companhia Nacional de Abastecimento Conab 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mapa Companhia Nacional de Abastecimento Conab 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014. 1ª CHAMADA PÚBLICA CONAB/SUREG BAHIA Nº 001/2014. 1ª Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar, no âmbito do PAA, para suplementação alimentar de grupos populacionais

Leia mais

Passo a passo. para venda e aquisição dos produtos da agricultura familiar para atendimento da alimentação escolar.

Passo a passo. para venda e aquisição dos produtos da agricultura familiar para atendimento da alimentação escolar. Passo a passo para venda e aquisição dos produtos da agricultura familiar para atendimento da alimentação escolar 16 Revista CoopAlimento PNAE O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é o maior

Leia mais

Modalidade Aquisição de Sementes. Título 86 do MOC CONAB

Modalidade Aquisição de Sementes. Título 86 do MOC CONAB Modalidade Aquisição de Sementes Título 86 do MOC CONAB Brasília, janeiro de 2015 - Decreto nº 8.293, de 12 de agosto de 2014: Cria a Modalidade Aquisição de Sementes - Resolução Grupo Gestor do PAA nº

Leia mais

Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CADÚNICO

Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CADÚNICO Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CADÚNICO O QUE É O CADASTRO ÚNICO? Disciplinado pelo Decreto nº 6.135 de 2007 e regulamentado pela Portaria GM/MDS nº 177 de 16/06/2011, o Cadastro

Leia mais

A companhia Nacional de Abastecimento é uma empresa pública de direito privado, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

A companhia Nacional de Abastecimento é uma empresa pública de direito privado, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A companhia Nacional de Abastecimento é uma empresa pública de direito privado, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Missã o da Conab Contribuir para a regularidade

Leia mais

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO

Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica PNAPO BRASIL AGROECOLÓGICO Sumário Contexto Processo de construção Estrutura do Decreto Objetivos e Interfaces Diretrizes Eixos e objetivos Medidas

Leia mais

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia

Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Programas e Políticas Públicas de SAN na Bahia Gestão Equipamentos de SAN Acesso a água Apoio a Agricultura Familiar Inclusão Produtiva Jainei Cardoso Coordenação Rede de San e Cidadania Conselheira CONSEA-BA

Leia mais

O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS E O ESTÍMULO À PRODUÇÃO ORGÂNICA

O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS E O ESTÍMULO À PRODUÇÃO ORGÂNICA O PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS E O ESTÍMULO À PRODUÇÃO ORGÂNICA Carlos Alberto da Rosa Maciel 1 Eduardo Miotto Flech 2 RESUMO O artigo faz uma análise do ponto de vista do desenvolvimento social

Leia mais

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe.

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe. O Brasil Melhorou 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos 42 milhões de brasileiros ascenderam de classe Fonte: SAE/PR O Brasil Melhorou O salário mínimo teve um aumento real de 70% Em 2003,

Leia mais

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA.

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. FICHA TÉCNICA Coordenação de População e Indicadores Sociais: Bárbara Cobo Soares Gerente de Pesquisas e Estudos Federativos: Antônio

Leia mais

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014

NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL. PARCERIA MDA / CNPq. Brasília, 13 de maio de 2014 NÚCLEOS DE EXTENSÃO EM DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL PARCERIA MDA / CNPq Brasília, 13 de maio de 2014 A política de desenvolvimento territorial Desde 2004 a SDT implementa a estratégia de desenvolvimento

Leia mais