DIAMANTE V (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) (CAPTADOR TS do PLANSERV) Primeira instalação do DIAMANTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIAMANTE V (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) (CAPTADOR TS do PLANSERV) Primeira instalação do DIAMANTE"

Transcrição

1 SERVIDOR DIAMANTE V (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) (CAPTADOR TS do PLANSERV) Primeira instalação do DIAMANTE Opção A O Prodoctor foi instalado de forma padrão, no disco C do servidor. C:\Prodoctor9 ATENÇÃO Esta operação só poderá ser efetuada no servidor, e com todas as estações do PRODOCTOR DESLIGADAS. Caso alguma estação esteja conectada ao Banco de Dados do PRODOCTOR, a alteração do banco não será realizada. É necessário também atualizar a compilação de seu PRODOCTOR versão 9. Verifique no site a compilação mais atual disponível. Qualquer orientação sobre esta atualização, ligar para o SUPORTE PRODOCTOR ( ) No site em PROGRAMAS, clique sobre INSTALAÇÃO COMPLETA PACOTE DIAMANTE V Salve o arquivo na pasta C:\Prodoctor9\Modulos do servidor. Clique sobre o SETUPFULL.exe. Execute a instalação. 01.) Atualização da versão para a Clique sobre o SETUPFULL.exe. Execute a instalação. Responda não à pergunta se quer atualizar o PRODOCTOR.INI. Instalação concluída. 02.) Primeira instalação Clique sobre o SETUPFULL.exe. Execute a instalação. Responda sim à pergunta se quer atualizar o PRODOCTOR.INI. Entre na pasta C:\Prodoctor9\Modulos\Diamante-V7 e clique em REGISTRA. Faz o registro da DLL de acesso ao Banco de dados.

2 Coloque nesta pasta o arquivo de controle DIAMANTE.APD Na pasta C:\Prodoctor9\Modulos\Diamante-V7, execute o Configurador.exe Clique em CRIAR TABELAS. Aguarde enquanto as tabelas são criadas. Depois clique no botão COMPAT. V Se a operação foi feita corretamente, o DIAMANTE será aberto. Caso contrário, verificar os caminhos colocados no CONFIGURADOR. Anote o endereço IP do servidor e feche o Configurador.exe ESTAÇÃO Entre no WINDOWS EXPLORER da estação No campo destinado ao endereço, coloque o IP do servidor, precedido de duas barras invertidas > \\.xxx.xxx.xxx.xxx Vai aparecer o Prodoctor9 do SERVIDOR. Caso contrário, informe ao ADMINISTRADOR de sua rede. Entre na pasta Prodoctor9/Módulos do servidor Copie a pasta DIAMANTE-V7 para o Disco local C: da estação, colocando na pasta Prodoctor9/Módulos. Na pasta C:\Prodoctor9\Modulos\Diamante-V7 da estação, execute o Configurador.exe Desmarque o Box (Este computador é o servidor) No campo Endereço IP (Ou nome do servidor) coloque o IP do servidor (sem as barras invertidas). Altere apenas os campos abaixo: Caminho da Imagens > substitua o (C:) pelo \\.xxx.xxx.xxx.xxx (IP do servidor precedido de duas barras invertidas) O campo ficará : \\.xxx.xxx.xxx.xxx\prodoctor9\imagens Caminho para o Arquivo de Controle ADP Caminho para Atualização dos executáveis > idem acima > Idem acima Atenção Não altere os demais campos. Clique em GRAVAR. Para testar, clique em Diamante.exe Usuário MESTRE

3 Senha - M OBS > Esta estação está configurada. Para simplificar o trabalho na configuração das demais estações, copie esta pasta DIAMANTE-V7, para o servidor e coloque numa pasta (Estações) que você vai criar agora na pasta MODULOS do servidor. No servidor > C:\Prodoctor9\Modulos\Estações Sempre que for configurar uma estação, é só copiar a pasta DIAMANTE-V7 do servidor, na pasta ESTAÇÕES para a estação >> C:\Prodoctor9\Modulos\Estações\Diamante-v7 para o disco local C: da estação. CONFIGURAÇÃO NO PRODOCTOR DO ACESSO AO DIAMANTE Abra agora o PRODOCTOR. Vá em FERRAMENTAS / OPÇÕES LOCAIS Clique em 4-Relatórios Na primeira linha em branco, em Descrição coloque DIAMANTE No lado direito selecione o caminho > c:\prodoctor9\modulos\diamante-v7\diamante.exe Clique em GRAVA. Clique em 3-Módulos Na segunda linha (Modulo de Impressão em Pacientes Contas) Descrição Coloque PLANSERV No lado direito selecione o caminho > c:\prodoctor9\modulos\diamante-v7\ OSAbramge.exe Clique em GRAVA CONFIGURAÇÃO DO DIAMANTE Se você vai utilizar o envio eletrônico do PLANSERV, proceda conforme abaixo. Caso contrário não há necessidade. Entre no PRODOCTOR. Vá em Arquivo / Empresas (Consultório,...) Selecione a Empresa. Vá na aba 2-Códigos

4 Na linha do PLANSERV, coloque o código da Empresa no PLANSERV (CNPJ sem os dois dígitos finais) Vá em Arquivos/Faturamento/Convênios > Selecione o convenio PLANSERV e anote o Código (numero do lado direito do nome). Vai ser utilizado na Configuração abaixo. Vá em Relatórios / Relatórios Externos / Diamante Usuário MESTRE Senha M (maiúsculo) Clique em Configurar / Aba PLANSERV Clique na aba > GERAL Na linha Empresa, dê dois cliques e selecione a EMPRESA. No lado direito no campo Cod. PLANSERV PD, coloque o código anotado acima. No campo Nr. Ultima Remessa Colocar se for o primeiro lote a ser enviado eletronicamente. Caso contrario, coloque GRAVE - clique no (v) no lado direito do (+) e (-). Aba - Associação Tipos Atendimento Cada Tipo de Atendimento do PLANSERV, tem um correspondente no PRODOCTOR, que traz o padrão TISS. Verifique no PRODOCTOR os tipos de Atendimento (ARQUIVO / FATURAMENTO / TIPOS DE ATENDIMENTO que a Clínica utiliza para os outros convênios do padrão ANS. Anote os códigos de cada um, para fazer a associação com os códigos abaixo do PLANSERV. Consulte o PLANSERV para identificar os TIPOS de ATENDIMENTO que sua Clínica vai utilizar. Exemplo : Na ANS > CONSULTA = 93 No PLANSERV > CONSULTA = P Coloque então : 93 no Prodoctor e P no Adaptador Aba Códigos de Consulta À partir de Fevereiro de 2011, o PLANSERV implementou um código por Especialidade. Segue abaixo a tabela fornecida em seu site, em FEV/2011. Para cadastramento no PRODOCTOR, siga a seguinte seqüência :

5 1-) Verificar qual a tabela que está cadastrada para o Convenio PLANSERV. Vá em ARQUIVO / FATURAMENTO / CONVENIOS, selecione PLANSERV. Verifique no quadro Tabelas de Procedimentos e Deflatores, o campo Tabela. Com esta TABELA, vá para o item 2. 2-) Cadastrar itens na Tabela do PLANSERV Vá em ARQUIVO / FATURAMENTO / PROCEDIMENTOS MÉDICOS. No campo Tabela de Procedimentos selecione a tabela obtida no item 1 acima. No campo Descrição digite a descrição do procedimento que se quer incluir. No campo Código digite o código do procedimento. No campo Honorário coloque o valor do procedimento. Clique GRAVA OBS : Como o CH do PLANSERV é 0,14, o valor que deve ser colocado no campo Honorário tem que ser calculado conforme abaixo : Exemplo : Valor do Procedimento em reais R$ 30,00 Valor do Honorário calculado = 30 / 0,14 = 214, Utilizar somente 5 (cinco) decimais, aproximando a quinta decimal. No caso acima colocar >>> 214, CÓDIGO NOME DO PROCEDIMENTO Revisão e/ou Terapia Ambulatorial Associada a Utilização de Serviços e/ou Insumos (Sem Consulta) Clinica Geral - Consulta Ambulatorial Homeopatia - Consulta Ambulatorial Endocrinologia - Consulta Ambulatorial Gastroenterologia - Consulta Ambulatorial Geriatria - Consulta Ambulatorial Hepatologia - Consulta Ambulatorial Hematologia - Consulta Ambulatorial Infectologia - Consulta Ambulatorial Neurologia - Consulta Ambulatorial Pediatria - Consulta Ambulatorial Pneumologia - Consulta Ambulatorial Psiquiatria - Consulta Ambulatorial Reumatologia - Consulta Ambulatorial Nefrologia - Consulta Ambulatorial Anestesiologia - Consulta Ambulatorial Alergia - Imunologia - Consulta Ambulatorial Cardiologia - Consulta Ambulatorial Fisiatria - Consulta Ambulatorial Genetica Medica - Consulta Ambulatorial

6 Cancerologia - Consulta Ambulatorial Radioterapia - Consulta Ambulatorial Angiologia - Consulta Ambulatorial Cirurgia Vascular - Consulta Ambulatorial Cirurgia Cardiovascular - Consulta Ambulatorial Curativo Especial Assistido - Ambulatorial Cirurgia Cabeça e Pescoço - Consulta Ambulatorial Dermatologia - Consulta Ambulatorial Cirurgia do Aparelho Digestivo - Consulta Ambulatorial Cirurgia Geral - Consulta Ambulatorial Colo-Proctologia - Consulta Ambulatorial Obtetricia - Consulta Ambulatorial Ginecologia - Consulta Ambulatorial Mastologia - Consulta Ambulatorial Cirurgia Da Mao - Consulta Ambulatorial Neurocirurgia - Consulta Ambulatorial Oftalmologia - Consulta Ambulatorial Otorrinolaringologia - Consulta Ambulatorial Ortopedia / Traumatologia - Consulta Ambulatorial Cirurgia Pediatrica - Consulta Ambulatorial Cirurgia Plastica - Consulta Ambulatorial Cirurgia Toracica - Consulta Ambulatorial Urologia - Consulta Ambulatorial Consulta ou Sessão de Fonoaudiologia em Internação Hospitalar Consulta ou Sessão de Fonoaudiologia em Internação Domiciliar (Home Care) Clinica Geral - Visita Hospitalar Homeopatia - Visita Hospitalar Endocrinologia - Visita Hospitalar Gastroenterologia - Visita Hospitalar Geriatria - Visita Hospitalar Hepatologia - Visita Hospitalar Hematologia - Visita Hospitalar Infectologia - Visita Hospitalar Neurologia - Visita Hospitalar Pediatria - Visita Hospitalar Pneumologia - Visita Hospitalar Psiquiatria - Visita Hospitalar Reumatologia - Visita Hospitalar Nefrologia - Visita Hospitalar Anestesiologia - Visita Hospitalar Alergia - Imunologia - Visita Hospitalar Cardiologia - Visita Hospitalar Fisiatria - Visita Hospitalar Cancerologia - Visita Hospitalar Radioterapia - Visita Hospitalar Angiologia - Visita Hospitalar Cirurgia Vascular - Visita Hospitalar Cirurgia Cardiovascular - Visita Hospitalar Cirurgia Cabeça e Pescoço - Visita Hospitalar

7 Dermatologia - Visita Hospitalar Cirurgia do Aparelho Digestivo - Visita Hospitalar Cirurgia Geral - Visita Hospitalar Colo-Proctologia - Visita Hospitalar Obtetricia - Visita Hospitalar Ginecologia - Visita Hospitalar Mastologia - Visita Hospitalar Cirurgia Da Mao - Visita Hospitalar Neurocirurgia - Visita Hospitalar Oftalmologia - Visita Hospitalar Otorrinolaringologia - Visita Hospitalar Ortopedia / Traumatologia - Visita Hospitalar Cirurgia Pediatrica - Visita Hospitalar Cirurgia Plastica - Visita Hospitalar Cirurgia Toracica - Visita Hospitalar Urologia - Visita Hospitalar Aba Associação Acomodação Verifique no PRODOCTOR o código da ACOMODAÇÃO que você vai utilizar e grave a associação com o PLANSERV. Exemplo : Paciente não internado 5 Consultório, ambulatório, SADT associe com 0 (zero) Paciente internado 2 Enfermaria 2 leitos Associe com 3 Enfermaria 3 Enfermaria 3 ou mais Associe com 3 Enfermaria 6 - Apartamento Associe com 4 Apartamento Aba Associação Especialidades No Prodoctor, o código de especialidade possui 4 dígitos (padrão TISS), exemplo: Medico cardiologista 6117 O PLANSERV possui uma codificação própria, com 2 dígitos, exemplo: Cardiologia 20 Caso a Cardiologia seja uma especialidade utilizada em sua Clínica, grave a associação abaixo : Prodoctor Adaptador

8 Aba Código de Procedimento com Senha Você pode cadastrar códigos de procedimento que exijam o fornecimento de senha de autorização. O DIAMANTE informará na crítica, caso a senha não tenha sido informada para estes procedimentos. À partir de , com a versão do CAPTADOR TS, observar as regras abaixo: 1-) Campo "Senha/Autorização" 1.1-) Existem procedimentos em que o PLANSERV exige a AP (autorização previa). Na AP emitida pelo site, além do codigo da autorização, vem informado o Tipo de Tratamento (Tipo de Atendimento). No PRODOCTOR, a conta tem que ser lançada com o mesmo Tipo de Atendimento da AP. Caso contrario, o CAPTADOR TS indica duas mensagens de erro (Procedimento incompatível com o Tipo de Tratamento) e (Tipo Tratamento incompatível com o cadastrado na AP). 1.2-) Quando não é exigida a Autorização Previa, deixar o campo em branco. 1.3-) Para os procedimentos ambulatoriais, o PLANSERV informa que se utilize o TIPO DE ATENDIMENTO - AMBULATORIAL, codigo E. 1.4-) Como cadastrar no PRODOCTOR o Tipo de Atendimento AMBULATORIAL. Abra o PRODOCTOR e clique em ARQUIVO / EMPRESAS (Consultorio, Clinica ou Hospital). Selecione a Empresa. Clique em 3 Configuração. Marque o box Permitir que o usuario informe o campo código Clique em GRAVA. Feche o PRODOCTOR e abra novamente. Clique agora em ARQUIVO / FATURAMENTO / TIPOS DE ATENDIMENTO. Clique NOVO. No campo NOME coloque AMBULATORIAL. No campo CODIGO coloque 20. No campo TIPO DE ATENDIMENTO TISS EQUIVALENTE coloque Exames. Clique em GRAVA. Vá agora no DIAMANTE. Clique em CONFIGURAR / PLANSERV / ASSOCIAÇÃO TIPOS DE ATENDIMENTO. Clique no +, e coloque 20 em Prodoctor e E em Adaptador. Para gravar clique no (v) localizado à esquerda do (x). Clique em GRAVA. 2-) Apresentar em conta separada da consulta eletiva, os procedimentos ambulatoriais. Não será mais aceito portanto, numa mesma conta, uma CONSULTA junto com PROCEDIMENTOS. É necessário cadastrar no DIAMANTE os codigos de CONSULTA ELETIVA. Vá em CONFIGURAR / PLANSERV / Codigos de Consulta. Clique + coloque o codigo de consulta da mesma forma como foi cadastrado no PRODOCTOR. Para gravar clique no (v) localizado à esquerda do (x). Clique em GRAVA. Repita o processo para cada codigo de consulta que a clinica utiliza. A falta desta informação ocasiona a mensagem PROCEDIMENTO EM CONTA DE CONSULTA na crítica do DIAMANTE.

9 3-) NA VERSÃO do DIAMANTE foi incluído um teste adicional para o Numero CRM do médico. Entre no DIAMANTE, clique em CONFIGURAR / GERAL. No campo Valor limite CRM-BA, coloque o numero e clique em GRAVAR. A falta desta informação ocasiona a mensagem MEDICO RESPONSAVEL INVALIDO e MEDICO SOLICITANTE INVALIDO na crítica do DIAMANTE. 4-) O novo CAPTADOR, bem como o programa de recebimento de arquivos no site do PLANSERV, passa a fazer uma critica adicional nos dados enviados. 4.1-) Informação do médico solicitante mesmo para as CONSULTAS No cadastramento do Médico, seja em ARQUIVO / USUARIO para o medico responsável, seja em ARQUIVO / FATURAMENTO / SOLICITANTE (PRESTADOR) para o medico solicitante, atenção para os campos a seguir: CREMEB, Crefito ou CRF (Numero - Número válido nos respectivos conselhos acima). UF - sempre com BA. 5-) Criação do Campo RAT (número do RELATORIO DE AUDITORIA TECNICA) Para contas não auditadas, este campo permanecerá em branco. Para contas auditadas, informar o codigo da Empresa de Auditoria e o numero da RAT. A nova versão do DIAMANTE (7.2.3) permitirá o lançamento da AUDITORIA TECNICA. Para orientações, FAQ / DICAS. Clique em Configurar OS ABRAMGE Impressora JATO DE TINTA Quebra de Página - Não faz quebra... Fonte 10 Localização do Logotipo escolher a opção (Para que sua OS tenha logotipo, há necessidade de uma solicitação específica para este fim). Geração OS - Tela (Caso escolhido Impressora, o relatório vai direto para a Impressora, sem mostrar na tela.) Imprime Data? - Sim Imprime Assinatura? sim Imprime Especialidade? Não (nesta opção, imprime apenas o código Planserv da especialidade. Convênios (OS Abrange) Clique na primeira linha disponível e selecione o convenio PLANSERV. No lado direito cadastre o Título do Relatório COMPROVANTE DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

10 Mais a Direita - Padrão = 0. Clique no (v) para GRAVAR. OBS: No PRODOCTOR, coloque em ARQUIVO / EMPRESA, o endereço completo. A CIDADE aí informada é impressa na GUIA, junto com a data do dia de impressão da GUIA.

DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE

DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE SERVIDOR DIAMANTE V7.2.2 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 9 do PRODOCTOR) Primeira instalação do DIAMANTE Opção A O Prodoctor foi instalado de forma padrão, no disco C do servidor. C:\Prodoctor9

Leia mais

Associação Médica de Assistência I ntegrada

Associação Médica de Assistência I ntegrada Circular aos Associados (Convênio BACEN) 39/10 Comunicamos aos associados que a partir de 15 de abril de 2010 as guias de atendimento, relativas às consultas e visitas hospitalares deverão ser preenchidas

Leia mais

DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR)

DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR) DIAMANTE V11.00.03 www.pacotediamante.com.br (Compatível com a versão 11 do PRODOCTOR) SERVIDOR ATENÇÃO Esta operação só poderá ser efetuada no servidor, e com todas as estações do PRODOCTOR DESLIGADAS.

Leia mais

DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP)

DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP) DIAMANTE PLUS-CORP Versão 1.00.01 (Compatível com o PRODOCTOR PLUS e PRODOCTOR CORP) Esta orientação é para clientes que vão iniciar a utilização do DIAMANTE PLUS CORP. SERVIDOR Acesse o site www.pacotediamante.com.br.

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul CLASSIFICADOS PARA SEGUNDA FASE POR NÚMERO DE INSCRIÇÃO 1- ACESSO DIRETO Anestesiologia 107432 107463 107594 107643 107756 107927 107935 108135 108404 108533 108550 108571 108582 Cirurgia Geral 107377

Leia mais

MÉDICO - CANCEROLOGIA CLÍNICA C A D B E C E A D A B C D A E B C D C D A D E B B MÉDICO - CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA E D D E A C D C C E E D B C E A C C E

MÉDICO - CANCEROLOGIA CLÍNICA C A D B E C E A D A B C D A E B C D C D A D E B B MÉDICO - CANCEROLOGIA PEDIÁTRICA E D D E A C D C C E E D B C E A C C E Gabarito Definitivo MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - MEAC-UFC E HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - HUWC-UFC CONCURSO PÚBLICO

Leia mais

ANEXO I CARTA DE APRESENTAÇÃO E CONCORDÂNCIA (MODELO)

ANEXO I CARTA DE APRESENTAÇÃO E CONCORDÂNCIA (MODELO) ANEXO I CARTA DE APRESENTAÇÃO E CONCORDÂNCIA (MODELO) [Local e Data] A Connectmed CRC, Consultoria, administração e Tecnologia em Saúde Ltda A/C Credenciamento SERPRO Ref.: Encaminhamento de documentos

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO E CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE N. 001/2013 ANEXO III RELAÇÃO DAS CIDADES E ESPECIALIDADES

EDITAL DE CHAMAMENTO E CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE N. 001/2013 ANEXO III RELAÇÃO DAS CIDADES E ESPECIALIDADES EDITAL DE CHAMAMENTO E CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE N. 001/2013 ANEXO III RELAÇÃO DAS CIDADES E ESPECIALIDADES CIDADE / CATEGORIA / ESPECIALIDADE VAGAS ADELÂNDIA ÁGUAS LINDAS DE GOIÁS

Leia mais

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS

Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS Casa de Portugal e Beneficência Portuguesa de São Paulo: PARCEIROS HÁ MAIS DE 80 ANOS A Beneficência Portuguesa de São Paulo e a Casa de Portugal tem a mesma origem e cooperam entre si há mais de 80 anos.

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE VAGAS - Atualizado em 23/11/ Em Vagas Oferecidas/Ano estão incluídas, também, as Vagas Reservadas às Forças Armadas

ANEXO I. QUADRO DE VAGAS - Atualizado em 23/11/ Em Vagas Oferecidas/Ano estão incluídas, também, as Vagas Reservadas às Forças Armadas ANEXO I QUADRO DE - Atualizado em 23/11/2015 1- Em Vagas Oferecidas/Ano estão incluídas, também, as Vagas Reservadas às Forças Armadas 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE

MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE CENTRO DE TELESSAÚDE DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFMG REDE DE TELEASSISTÊNCIA DE MINAS GERAIS ABRIL DE 2016 Apresentação A (RTMG) é uma rede de

Leia mais

ANEXO I. 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas vagas em Programas já existentes, pendentes de autorização da CNRM.

ANEXO I. 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas vagas em Programas já existentes, pendentes de autorização da CNRM. ANEXO I QUADRO DE 1- Em Vagas Oferecidas/Ano estão incluídas, também, as Vagas Reservadas às Forças Armadas 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas vagas em Programas já existentes,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 01/2016-EBSERH/CH-UFPA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 27 DE JUNHO DE 2016 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76)

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76) RESOLUÇÃO CFM Nº 2.068/2013 (Publicada no D.O.U. de 03 de janeiro de 2014, Seção I, p. 76) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.005/12, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE V.2013

MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE V.2013 MANUAL DO SISTEMA DE TELECONSULTORIA MANUAL DO SOLICITANTE V.2013 CENTRO DE TELESSAÚDE DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFMG REDE DE TELEASSISTÊNCIA DE MINAS GERAIS MARÇO DE 2016 1. Apresentação A (RTMG) é

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 (Publicada no D.O.U. de 25 de junho de 2003, seção I, p. 97-99) (Nova redação do Anexo II, adotada pela Resolução CFM 1763/2005) (REVOGADA PELA RESOLUÇÃO CFM N. 2149/2016) Dispõe

Leia mais

Manual do Making GW. Digitação

Manual do Making GW. Digitação 1 Manual do Making GW Importante: O sistema GW é um sistema via navegador de internet, que irá substituir o sistema UNIFAT (OFFLINE), o sistema não é mais instalado no computador, não dependendo mais da

Leia mais

Resolução CFM Nº 1785/2006*

Resolução CFM Nº 1785/2006* Resolução CFM Nº 1785/2006* (Publicada no D.O.U. 26 maio 2006, Seção I, pg. 135ss) (Retificação publicada no D.O.U. de 22 jun 2006, Seção I, pg. 127) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução

Leia mais

Concurso para Emprego Público Nível Superior

Concurso para Emprego Público Nível Superior PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERLÂNDIA FUNDAÇÃO SAÚDE DO MUNICÍPIO DE UBERLÂNDIA ESTADO DE MINAS GERAIS Concurso para Emprego Público Nível Superior REF. EDITAL N 01/2015 GABARITO PÓS-RECURSOS MANHÃ NÍVEL

Leia mais

No Edital GDG 003/2015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação,

No Edital GDG 003/2015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação, RETIFICAÇÃO No Edital GDG 003/015, do Processo Seletivo para Estágio de Formação, Onde se lê: 5. DAS 5.1 ESPECIALIDADES CLÍNICAS - Comprovação de pré-requisito de dois anos em Clínica Médica em programa

Leia mais

CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º

CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º CODIGO DISCIPLINA PERÍODO BA027 Acupuntura 6º PERÍODO BA031 Anatomia Médica I 1º PERÍODO BA033 Neuroanatomia 2º PERÍODO BA034 Esplancnologia 2º PERÍODO BA045 Anatomia Humana Prática com Dissecação 4º PERÍODO

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/2005

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/2005 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/2005 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) (Nova redação do anexo II, aprovada pela Resolução CFM n. 1785/2006) (REVOGADA PELA RESOLUÇÃO CFM N. 2149/2016) Dispõe

Leia mais

C L A S S I F I C A D O S P A R A A 2ª F A S E (Ref: 2016)

C L A S S I F I C A D O S P A R A A 2ª F A S E (Ref: 2016) Concurso: 800 ANGIORRADIOLOGIA E CIRURGIA Inscrição ENDOVASCULAR Adicional PROVAB Nota Media - Desvio Padrao = 2,9149 1113 1453 1578 1786 2024 Concurso: 74 CANCEROLOGIA CLINICA Inscrição Adicional PROVAB

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE MÉDICO EDITAL Nº 73 MS MÉDICO, DE 2 DE MARÇO DE 2010

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE MÉDICO EDITAL Nº 73 MS MÉDICO, DE 2 DE MARÇO DE 2010 MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO CARGO DE MÉDICO EDITAL Nº 73 MS MÉDICO, DE 2 DE MARÇO DE 2010 A SECRETÁRIA-EXECUTIVA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE (MS) torna pública a retificação

Leia mais

PROCESSO CONSULTA Nº 01/2015 PARECER CONSULTA Nº 03/2015

PROCESSO CONSULTA Nº 01/2015 PARECER CONSULTA Nº 03/2015 PROCESSO CONSULTA Nº 01/2015 PARECER CONSULTA Nº 03/2015 Solicitante: SR. F. G. D. S. VIGILANCIA SANITARIA MUNICIPAL - CATALÃO Conselheiro Parecerista: DR. RODRIGO SANTOS BEZE Assunto: RESPONSABILIDADE

Leia mais

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS Anexo I Quadro de vagas por Hospital / Especialidades COD.101 - CLÍNICA MÉDICA AREAS BÁSICAS 1 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 3 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui

Leia mais

Especialidades Médicas e Áreas de Atuação

Especialidades Médicas e Áreas de Atuação Especialidades Médicas e Áreas de Atuação CFM Conselho Federal de Medicina Palavras-chave - especialidades recomendadas, área de atuação, convênio AMB, CFM, CNRM, normas Medical Specialties and Areas Of

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA 1 de 32 16/8/2011 14:03 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.973/2011 (Publicada no D.O.U. de 1º de agosto de 2011, Seção I, p. 144-147) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução

Leia mais

DADOS E INDICADORES HOSPITALAR

DADOS E INDICADORES HOSPITALAR DADOS E INDICADORES HOSPITALAR - 2015 INDICADORES JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET OUT NOV DEZ TOTAL DIÁRIA INTERNAÇÕES 2.209 2.005 2.380 2.214 2.095 2.164 2.126 2.240 17.433 2.179 73 ALTAS 2.184 2.002

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Token SafeNet Authentication. Cliente 8.3 (x32 e x64)

MANUAL DO USUÁRIO. Token SafeNet Authentication. Cliente 8.3 (x32 e x64) MANUAL DO USUÁRIO Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Índice O que é Token? 03 Instalação do Token 05 Verificação do Certificado 08 Troca de Senhas 12 Canais de comunicação DOCCLOUD Telefone:

Leia mais

Sidicom S4. Tutorial: instalação do sistema em servidor

Sidicom S4. Tutorial: instalação do sistema em servidor Sidicom S4 Tutorial: instalação do sistema em servidor Instalando o Sidicom S4 em um servidor O objetivo deste tutorial é para aqueles clientes que desejam instalar o Sidicom S4 em servidor. Ou seja, não

Leia mais

Objetivo. Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0.

Objetivo. Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0. Parametrização Objetivo Orientar a SEDE quanto ao processo de parametrização das tabelas do Sistema Operacional CASSI SOC quando da entrada da versão TISS 3.0. Carência Nas carências já cadastradas, o

Leia mais

EXTRATOS DE TERMOS ADITIVOS DE CONTRATO - DEZEMBRO DE 2012

EXTRATOS DE TERMOS ADITIVOS DE CONTRATO - DEZEMBRO DE 2012 EXTRATOS DE TERMOS ADITIVOS DE CONTRATO - DEZEMBRO DE 2012 CONTRATO: Primeiro Termo Aditivo ao Contrato 041/CISMNORTE/2012. OBJETO: Prestação de Serviços Médicos na Especialidade de Cardiologia. CONTRATADA:

Leia mais

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS AREAS BÁSICAS 1 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 12 2 Complexo Hospitalar Ouro Verde 12 3 Faculdade de Medicina de Catanduva 10 4

Leia mais

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL. A3 em token

BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL. A3 em token BAIXA E INSTALAÇÃO DO CERTIFICADO DIGITAL A3 em token Sumário Orientações Iniciais... 3 1. Instalação do driver do Token... 4 2. Mozilla Firefox... 9 3. Acessando o sistema... 12 4. Baixando e Instalando

Leia mais

SulAmérica Saúde. Rede Referenciada 557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / CLASSICO SC - FLORIANOPOLIS. Saúde. sulamerica.com.br

SulAmérica Saúde. Rede Referenciada 557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTADO / CLASSICO SC - FLORIANOPOLIS. Saúde. sulamerica.com.br SulAmérica Saúde Rede Referenciada 557 / PME AMB HOSP C OBST ADAPTA / CLASSICO SC - FLORIANOPOLIS Saúde Este documento foi gerado eletronicamente através do site sulamerica.com.br/saudeonline na data 26/04/2015

Leia mais

Utilização do Sistema Foundation Saúde

Utilização do Sistema Foundation Saúde Utilização do Sistema Foundation Saúde Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Trocar a senha...4 3. Menu Foundation...5 4.Envio de arquivos...6 5. Impressão do Protocolo...8 6. Erros...9 7. Consultar

Leia mais

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( )

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( ) MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 (3.00.0001) SERVIÇOS PRESTADOS - GIF PJ - DES CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA SUMÁRIO 2 Importação dos arquivos BGR 3 Cadastro de Talonários 5 Configuração

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS

MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS 6.2.1. Matriz Atual MATRIZ CURRICULAR- CURSO DE MEDICINA DA PUC-GOIÁS TOTAL DE CRÉDITOS: 544 CRÉDITOS TOTAL DE HORAS: 8.160 HORAS (67% pratica e 33% teoria) MÓDULO = PERÍODO 1 o CICLO MÓDULO I Bioquímica/Biofísica

Leia mais

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc.

Avisos legais KYOCERA Document Solutions Inc. Avisos legais É proibida a reprodução total ou parcial deste guia sem a devida autorização. As informações deste guia estão sujeitas a modificações sem aviso prévio. Não nos responsabilizamos por quaisquer

Leia mais

1. Página Inicial. 2. Validação de Beneficiário. 3. Planos atendidos. 4. Autorizações. 5. Faturamento Digitação do Faturamento

1. Página Inicial. 2. Validação de Beneficiário. 3. Planos atendidos. 4. Autorizações. 5. Faturamento Digitação do Faturamento manual manual sumário 1. Página Inicial 2. Validação de Beneficiário 3. Planos atendidos 4. Autorizações 5. Faturamento 5.1. Digitação do Faturamento 5.2. Envio de Arquivo XML 5.3. Informe de Rendimento

Leia mais

CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS EMPREGADOS DA SANEAGO CAESAN

CAIXA DE ASSISTÊNCIA DOS EMPREGADOS DA SANEAGO CAESAN Goiânia, 29 de novembro de 2010 Senhor(a) Beneficiário(a), A CAESAN vem informar a relação dos prestadores de serviços em saúde, contratados no Distrito Federal, conforme lista a seguir. Para ser atendido,

Leia mais

Informação Importante!

Informação Importante! Informação Importante! Antes de instalar os PBM s, abra o Digifarma no servidor e vá em: Utilitários/Configurar. Digite a sua senha. Clique na aba Convênios Especiais e verifique se as opções: Vida Link/PrevSaúde/e-Pharma

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento de Cadastro...4 4. Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5.

Leia mais

Grade FTC Salvador MEDICINA. 1º semestre CH. Disciplina 1 NEOC I - Sessão Tutoral 100. Disciplina 2 NEOC I - Morfofisiologia Anatomia 40

Grade FTC Salvador MEDICINA. 1º semestre CH. Disciplina 1 NEOC I - Sessão Tutoral 100. Disciplina 2 NEOC I - Morfofisiologia Anatomia 40 Grade 2016.1 1º semestre CH Disciplina 1 NEOC I - Sessão Tutoral 100 Disciplina 2 NEOC I - Morfofisiologia Anatomia 40 Disciplina 3 NEOC I - Morfofisiologia Fisiologia 60 Disciplina 4 NEOC I - Morfofisiologia

Leia mais

LINX DMS Apollo/BRAVOS Distribuição de Documentos Fiscais Eletrônicos 1 / 18

LINX DMS Apollo/BRAVOS Distribuição de Documentos Fiscais Eletrônicos 1 / 18 LINX DMS Apollo/BRAVOS Distribuição de Documentos Fiscais Eletrônicos 1 / 18 Assunto... 3 Abrangência... 3 Aplicação... 3 Finalidade... 5 Configuração... 5 Utilização manual... 7 Utilização automática...

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA A N E X O I - D O S R E Q U I S I T O S E A T R I B U I Ç Õ E S D O S C A R G O S E D I T A L D E C O N C U R S O P Ú B L I C O N º 0 1 / 2 0 1 6 R E T I F I C A D O CARGO 101:

Leia mais

Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2

Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2 Manual de emissão e impressão guias Padrão TISS 3.0.2 Pré requisito: O sistema WebPlan está homologado para os seguintes navegadores de internet: - Microsoft Internet Explorer Versão 9 ou superior. - Google

Leia mais

CLÍNICAS, POLICLÍNICAS E LABORATÓRIOS.

CLÍNICAS, POLICLÍNICAS E LABORATÓRIOS. REDE CREDENCIADA PRESTADORES CREDENCIADOS PARA ATENDIMENTO AOS CLIENTES DA CENTRAL NACIONAL UNIMED FILIAL SÃO LUIS DO MARANHÃO CLÍNICAS, POLICLÍNICAS E LABORATÓRIOS. REDE CREDENCIADA PRESTADORES CREDENCIADOS

Leia mais

Tutoriais Able Business JUNIOR

Tutoriais Able Business JUNIOR Tutoriais Able Business JUNIOR Como enviar XML/DANFE por email? Parâmetros para Transmissão NF-e... 2 Cadastrando uma conta de email no Able Business JUNIOR... 3 Instalação do software PDFCreator... 3

Leia mais

TIPO DE PRESTADOR: PROFISSIONAIS DE TERAPIAS

TIPO DE PRESTADOR: PROFISSIONAIS DE TERAPIAS TIPO DE PRESTADOR: PROFISSIONAIS DE TERAPIAS APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE AUTORIZAÇÃO CONSULTA E SESSÕES DE TERAPIAS NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Setembro de 2016 PORTAL DO PRESTADOR APRESENTAÇÃO

Leia mais

Especialidades médicas no Estado de São Paulo

Especialidades médicas no Estado de São Paulo Especialidades médicas no Estado de São Paulo Quase a metade dos médicos inscritos no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) não tem título de especialista, conforme revela o levantamento

Leia mais

ANEXO 1. Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência

ANEXO 1. Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência ANEXO 1 Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência Local de Exercício ARARANGUÁ BLUMENAU BRAÇO DO NORTE BRUSQUE CAÇADOR CAMPOS NOVOS CANOINHAS CHAPECÓ Competência Total de Vagas Vagas Deficientes

Leia mais

Manual do Portal do Prestador. Autorização e Faturamento Online

Manual do Portal do Prestador. Autorização e Faturamento Online Manual do Portal do Prestador Autorização e Faturamento Online 1 ÍNDICE Cap. Assunto Pág. Informações preliminares 3 1 Autorização de Consultas 4 2 Autorização de Procedimentos Ambulatoriais e Sessões

Leia mais

Preencher com a data limite de validade da senha concedida pela Petrobras para a internação. 7 Data de emissão da guia

Preencher com a data limite de validade da senha concedida pela Petrobras para a internação. 7 Data de emissão da guia GUIA DE RESUMO DE INTERNAÇÃO Número do Nome do campo Observação campo 1 Registro ANS Nas guias em papel impressas pela Petrobras ou Petrobras Distribuidora e nas guias disponibilizadas no site da Petrobras,

Leia mais

Santamália Saúde DIADEMA ALERGOLOGIA ANALISES CLINICAS (LABORATORIO) ANGIOLOGIA / CIRURGIA VASCULAR CIRURGIA GERAL CLINICA MEDICA

Santamália Saúde DIADEMA ALERGOLOGIA ANALISES CLINICAS (LABORATORIO) ANGIOLOGIA / CIRURGIA VASCULAR CIRURGIA GERAL CLINICA MEDICA ALERGOLOGIA DIADEMA ANALISES CLINICAS (LABORATORIO) ANGIOLOGIA / CIRURGIA VASCULAR CIRURGIA GERAL CLINICA MEDICA CONSULTA P/ COLPOSCOPIA ECOCARDIOGRAMA ECODOPPLERCARDIOGRAMA INFANTIL ELETROCARDIOGRAMA

Leia mais

COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO

COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO COBRANÇA REGISTRADA CONDOMÍNIO SAMI ERP IMOBILIÁRIO 1. Cadastro de Bancos Acesse o módulo DIVERSOS/ CADASTROS/ DE BANCOS. Este programa cadastra e altera o cadastro dos bancos. O cadastro de banco é utilizado

Leia mais

REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS

REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS REDE CREDENCIADA PARA ATENDIMENTO MÉDICO E SERVIÇOS Seja Bem a CLINIBEL PLUS LIFE. A CLINIBEL há 19 anos, vem trabalhando na qualidade dos seus serviços prestados na área de odontologia, médicos e farmácia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2016 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2016 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2016 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA A Comissão Estadual de Residência Médica - CEREM/BAHIA, no uso de suas

Leia mais

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO

Superintendência de Gestão, Planejamento e Finanças Gerência de Contratos e Convênios ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO ANEXO II METAS DE PRODUÇÃO 1. ATIVIDADES MÍNIMAS A REALIZAR 1.1. ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Produção. 1.1.1. Realizar, no mínimo, 90% da meta estabelecida no Plano de Metas de 1.1.2. O indicador de aferição

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Office Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I Manual de instalação... 2 1.2 Instalação do ProJuris 8... 3 1.3 Conexão com o banco de dados...

Leia mais

MA018 MA010. Responsável. Responsável. Revisão E de 28/04/2015. Cantú & Stange Software. Página

MA018 MA010. Responsável. Responsável. Revisão E de 28/04/2015. Cantú & Stange Software. Página MA018 Responsável Página Manual de instalação NFS-e MA010 Responsável Revisão E de 28/04/2015 Página 1 de 14 MA018 Revisão F de 29/06/2016 Responsável: FL Manual de instalação NFS-e 1ª Fase: Instalação

Leia mais

01. Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí - HU-UFPI Vagas (Ampla Concorrência)

01. Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí - HU-UFPI Vagas (Ampla Concorrência) CONCURSO PÚBLICO 09/2015 EBSERH/CONCURSO NACIONAL ANEXO I DO EDITAL Nº 02 EBSERH ÁREA MÉDICA, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2015 QUADRO DE VAGAS, SALÁRIO E CARGA HORÁRIA SEMANAL RETIFICADO 01. Hospital Universitário

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro MG Alteração de Regimento RELATOR: SR. CONS... Layrton Borges de Miranda CÂMARA OU COMISSÃO PARECER

Leia mais

PRÉ-REQUISITOS MEDICINA MATRIZ CURRICULAR 2017

PRÉ-REQUISITOS MEDICINA MATRIZ CURRICULAR 2017 PRÉ-REQUISITOS MEDICINA MATRIZ CURRICULAR 2017 1º PERÍODO CÓDIGO DISCIPLINAS C/H CÓDIGO DISCIPLINAS C/H MD17101 Biologia Celular MD17102 Anatomia Humana I 108 MD17103 Embriologia e Histologia Humana I

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização CATÁLOGO ELETRÔNICO PELLEGRINO

Manual de Instalação e Utilização CATÁLOGO ELETRÔNICO PELLEGRINO Manual de Instalação e Utilização CATÁLOGO ELETRÔNICO PELLEGRINO Versão 3.0 FEV/2010 1 ÍNDICE INSTALAÇÃO Perguntas e respostas da versão 3.0 do catálogo Pág. 3 Quais os requisitos mínimos para instalação

Leia mais

FATURA ELETRÔNICA DO PRESTADOR Layout do Arquivo Texto Versão 1.1.1

FATURA ELETRÔNICA DO PRESTADOR Layout do Arquivo Texto Versão 1.1.1 Orientações gerais: 1. Este layout é destinado a todos os prestadores de serviços de saúde do Ipasgo. Os prestadores pessoas físicas e pessoas jurídicas nas categorias laboratório e clínicas que apresentam

Leia mais

Na seqüência, será aberta uma página de login de acesso ao ambiente de gerenciamento do portal, conforme ilustrado na figura 01, abaixo: Figura 01

Na seqüência, será aberta uma página de login de acesso ao ambiente de gerenciamento do portal, conforme ilustrado na figura 01, abaixo: Figura 01 Tutorial Versão1.0 O Manual Tutorial do Apae em Rede pretende orientá-los no gerenciamento de conteúdos do portal. Para darmos início a essa orientação, é preciso acessá-lo. Para tanto, basta digitar intranet.apaebrasil.org.br

Leia mais

Regulação do Acesso às Consultas Especializadas de Porto Alegre IMPLANTAÇÃO DO GERCON

Regulação do Acesso às Consultas Especializadas de Porto Alegre IMPLANTAÇÃO DO GERCON Regulação do Acesso às Consultas Especializadas de Porto Alegre Oferta para Não Residentes IMPLANTAÇÃO DO GERCON SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE/RS DEPARTAMENTO DE REGULAÇÃO ESTADUAL DRE/RS Histórico do Acesso

Leia mais

ANEXO I. 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas vagas em Programas já existentes, pendentes de autorização da CNRM.

ANEXO I. 2- O Quadro de Vagas poderá sofrer alterações com a inclusão de novas vagas em Programas já existentes, pendentes de autorização da CNRM. PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA / BAHIA 2016 Comissão Estadual de Residência Médica CEREM/BA CNRM ANEXO I QUADRO DE 1- Em Vagas Oferecidas/Ano estão incluídas, também, as Vagas Reservadas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR APRESENTAÇÃO DO PROCESSO DE FATURAMENTO PARA A IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO XML NO PORTAL DA FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Setembro de 2016 PORTAL DO PRESTADOR APRESENTAÇÃO O Portal do Prestador é um sistema

Leia mais

MANUAL Pedidos On-Line

MANUAL Pedidos On-Line MANUAL Pedidos On-Line ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 O QUE É PEDIDOS ON-LINE... 3 QUEM PODE UTILIZAR... 3 COMO OBTER AUTORIZAÇÃO PARA ACESSO... 4 ACESSANDO O PEDIDOS ON-LINE... 5 COMO REGISTRAR UM PEDIDO... 7

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO DO SISMOURA PARA MICROTERMINAIS SHELLBY 915

MANUAL DE FUNCIONAMENTO DO SISMOURA PARA MICROTERMINAIS SHELLBY 915 MANUAL DE FUNCIONAMENTO DO SISMOURA PARA MICROTERMINAIS SHELLBY 915 1. Base do Microterminal O Microterminal Shellby faz sua comunicação através de rádio frequência, ou seja, uma base é conectada no servidor

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet

Emissão de Recibos. Copyright ControleNaNet Este manual é parte integrante do Software On-line Recibos Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br Todos os direitos reservados. Copyright 2016 - ControleNaNet Conteúdo

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

Ajuda para operar o sistema Pesesp

Ajuda para operar o sistema Pesesp Ajuda para operar o sistema Pesesp Índice 1.) Preparando a execução do sistema após a instalação 2.) Entrada no sistema 2.a) Tela inicial 2.b) Menu principal 3.) Conceitos gerais das telas do sistema 4.)

Leia mais

Manual de configuração do DFeMonitor

Manual de configuração do DFeMonitor Manual de configuração do DFeMonitor Anderson Silva 18/01/2016 Este manual tem por intuito auxiliar a configurar e utilizar o DFeMonitor. Manual implementado na versão 5.0.61 (21). Realizar o download

Leia mais

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça 2016 Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DOS AUXILIARES DA JUSTIÇA PÚBLICO EXTERNO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO STI

Leia mais

Importação de dados. Importando Cupons Fiscais

Importação de dados. Importando Cupons Fiscais Conteúdo 1Introdução 2 Super Fiscal 2.1 Importação de dados 2.1.1 Importando Cupons Fiscais 2.1.1.1 eecfc 2.1.1.1.1Configuração do eecfc 2.1.1.1.2Gerar Arquivo Binário 2.1.1.1.3Gerar Arquivo Texto 2.1.1.2Importador

Leia mais

Movimento do Caixa

Movimento do Caixa Movimento do Caixa http://www.controlenanet.com.br Este manual é parte integrante do Software On-line Movimento do Caixa Concebido pela equipe técnica de ControleNaNet. http://www.controlenanet.com.br

Leia mais

Entre na aba serviços e escolha a aba Gestores sublink Situação atual dos municípios.

Entre na aba serviços e escolha a aba Gestores sublink Situação atual dos municípios. 1 Passo a Passo Módulo Transmissor Simultâneo SIAB/Cadastro DATASUS Onde verificar a situação do seu município? Primeiro passo Acesse a página do CNES http://cnes.datasus.gov.br/ Segundo passo Entre na

Leia mais

GUIA RÁPIDO PARA PETICIONAMENTO ON LINE

GUIA RÁPIDO PARA PETICIONAMENTO ON LINE 1. Antes de acessar o Sistema: 1.1 Verificar navegador instalado usar Mozilla Firefox Se não estiver, faça o download aqui: http://br.mozdev.org/ Após o download, instale o programa. 1.2 Verificar se Java

Leia mais

Guia de Uso - Mobile ID

Guia de Uso - Mobile ID Guia de Uso - Mobile ID Sumário 1. Introdução 3 2. Objetivo 3 3. Requisitos 3 4. Instalação e Configuração do Aplicativo MobileID no ios 3 4.1. Instalação do Aplicativo MobileID 3 4.2. Configurando o Aplicativo

Leia mais

Apresentação Procedimentos iniciais Atualizar o Servidor de Faturamento... 2

Apresentação Procedimentos iniciais Atualizar o Servidor de Faturamento... 2 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Atualizar o Servidor de Faturamento... 2 3. Realizar o Download do Pacote DLL da Rotina 2075... 8 4. Atualizar a Rotina 2075... 9 Apresentação

Leia mais

Como configurar o Multiseg (celular e computador)

Como configurar o Multiseg (celular e computador) Para quais modelos de produto a informação serve? SE104, SE108, SE116, SE204, SE208, SE216, SE404, SE408, SE416, SE604, SE608, SE616, SE708, SE724 Qual o objetivo do material? Neste tutorial serve para

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA DOWNLOAD, INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DA IMPRESSORA FREEPDF XP. A impressora FreePDF XP é um sistema com licença de uso GLP (Software Livre) e que está disponível para Download no site

Leia mais

SUMARIO. - Página 1 / 11

SUMARIO.  - Página 1 / 11 SUMARIO 1 Introdução... 2 2- Benefícios e Vantagens... 2 3 Como utilizar o Banco de Resultados... 2 3.1 Requisitos... 2 3.2 Recursos do Banco de Resultados... 3 3. 2.1 Superior... 3 3.2.1.1 - Opções...

Leia mais

Portal dos Prestadores

Portal dos Prestadores Sistema Integrado de Gestão de Assistência Médica Manual de Operação SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 4 2. ACESSO AO SISTEMA...5 3. CRIAÇÃO DE SENHA DE ACESSO (1º ACESSO)...9 3.1. CONSULTAR MATRÍCULA...10 3.2.

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

MINISTÉRIO DA SAÚDE CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Jornalismo 332 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área: Comunicação Social Relações Públicas 56 0 Cadastro de Reserva Analista em C&T Júnior Área:

Leia mais

Cadastro de Clientes

Cadastro de Clientes Cadastro de Clientes Uma boa gestão começa na importância dada ao cadastro de clientes. O cadastro de clientes é uma ferramenta fundamental para melhorar as vendas da sua empresa e fidelizar seu cliente.

Leia mais

Resultado da Pesquisa

Resultado da Pesquisa Santa Catarina Cidade Ramo Atividade Especialidade Especialização Produtos/Serviços Pesquisar Resultado da Pesquisa CLIK CLÍNICA MATERNO INFANTIL KOBRASOL PEDIATRIA GINECOLOGIA / OBSTETRICIA ODONTOLOGIA

Leia mais

Realizado no segundo semestre de 2012

Realizado no segundo semestre de 2012 1 2 3 Realizado no segundo semestre de 2012 Apresentação Identidade corporativa Trajetória Por que escolher o Hospital Metropolitano Estrutura Especialidades médicas UTI Unidade Coronariana UTI Neonatal

Leia mais

Portal Educacional Professor On line

Portal Educacional Professor On line 1. ACESSO AO SISTEMA O acesso ao sistema pode ser realizado pelos seguintes sites: http://www.iplc.g12.br/ http://www.franciscanasalcantarinas.org.br/ INFORME NOME DO USUÁRIO. INFORME A SUA SENHA DE ACESSO.

Leia mais

Gerenciamento de impressão

Gerenciamento de impressão Gerenciamento de impressão Versão 1.1 Guia do usuário Julho de 2016 www.lexmark.com Conteúdo 2 Conteúdo Histórico de alterações... 3 Visão geral... 4 Utilização do aplicativo...5 Acesso ao aplicativo...

Leia mais

Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE CAC

Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE CAC 1 Canais de Comunicação Departamento de Credenciamento (DECRE - Cadastro) Tel.: (21) 2126-7186 / 2126-7187 Email: decre@cac.org.br Entrega de Processo/ Cronograma de Entrega Tel.: (21) 2126-7176 Email:

Leia mais

Guias TISS As condições de preenchimento dos campos são: 1.Obrigatório: a situação na qual o termo deve ser preenchido, incondicionalmente;

Guias TISS As condições de preenchimento dos campos são: 1.Obrigatório: a situação na qual o termo deve ser preenchido, incondicionalmente; Guia Guias TISS 3.02.01 No TISS 3.02.00 a ANS definiu novo layout para troca de informações entre operadoras e prestadores de serviços, na autorização, cobrança, demonstrativos de pagamento e recurso de

Leia mais

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar

Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Manual TISS Troca de Informações em Saúde Suplementar Instruções para preenchimento Grupo 5 - Clínicas e Laboratórios Unimed Sorocaba Cooperativa de Trabalho Médico Av. Pres. Juscelino Kubitscheck de Oliveira,

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2.

1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2. 1. INTRODUÇÃO 2. OBTENÇÃO DE GUIAS E ENVELOPES PARA ATENDIMENTO 3. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DOS ENVELOPES 3.1. ATENDIMENTOS AMBULATORIAIS 3.2. INTERNAÇÃO 4. UTILIZAÇÃO E PREENCHIMENTO DAS GUIAS 4.1.

Leia mais