1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA-

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA-"

Transcrição

1 1001 PALAVRAS 1001 DEBATES - CLUBE DE LEITURA/CULTURA EM LÍNGUA PORTUGUESA- 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJECTIVOS 3. METODOLOGIA 4. PÚBLICO 5. LOCAL 6. CALENDÁRIO 1. Apresentação O Clube 1001 Palavras 1001 Debates é um projecto de António Cabrita e Pedro Tavares. Este projecto, desde logo inovador por ter 2 monitores (embora sem mais custos para a organização, visto que os monitores dividem os honorários) é destinado a promover a leitura, o debate e a troca de ideias a partir de textos escritos em Língua Portuguesa (já existe uma experiência bastante positiva realizada com professores e funcionários municipais na Biblioteca da Escola de Castro Marim, e facebook página: Biblioteca Escolar de Castro Marim). Outro aspecto inovador de 1001 Palavras é a utilização de novas ferramentas, como a criação de um blogue e de uma página de facebook, de modo a permitir a interacção entre os leitores para lá do espaço de leitura em conjunto. Um Clube de Leitura é uma comunidade de leitores, que se encontra periodicamente, que partilha a leitura do mesmo texto e expressa a sua opinião sobre essa mesma leitura. Implica a leitura partilhada de um texto escolhido, o que requer a participação nos encontros e descoberta de outras leituras através do debate de opiniões sobre os textos lidos. Mais à frente, no ponto 3, explicaremos como idealizamos fazer esta selecção de textos. 2. Objectivos Criar um espaço de exercício de leitura, procurando estabelecer uma relação de proximidade com os livros; Aprofundar a capacidade de interpretação individual e de funcionamento da língua (morfologia, sintaxe, fonética) de leituras em Língua Portuguesa; Trocar ideias e desenvolver o sentido crítico; Partilhar experiências e conhecimentos sobre a Cultura Portuguesa.

2 3. Metodologia As sessões começam com uma leitura partilhada em voz alta (iniciada por um dos dois monitores). A leitura do texto será feita por todos os elementos do clube. Além da interpretação, será dada muita atenção à pronúncia e à fonética. De seguida, o outro monitor faz uma breve contextualização textual (nas duas línguas, para que não existam qualquer tipo de dúvidas). Passa-se ao debate do texto explorado, apoiado na informação que cada elemento do clube de leitura achou relevante e que registou (numa ficha de leitura que vamos elaborar ou simplesmente numa folha ou na sua memória). A partir daqui passamos à contextualização cultural do texto e a intertextualidades que possam surgir. Os textos que pretendemos abordar são de autores ou jornalistas que escreveram desde o final do século XIX (Eça de Queirós, Cesário Verde,...), ao início do século XX e aos movimentos modernos (Fernando Pessoa, Sá-Carneiro,..), aos neo realistas, meados do século XX, (uma vez que em Portugal teremos o centenário de vários neo realistas, este ano, por exemplo, o de Manuel da Fonseca), ao pré e ao pós 25 de Abril de 1974 (Sophia, José Saramago), até aos contemporâneos e jovens e premiados escritores, pleno século XXI, (Lobo Antunes, Lídia Jorge, José L Peixoto, Gonçalo M Tavares, Álvaro Magalhães...). Estes textos (pequenos contos, excertos de livros, poemas, notícias, literatura para a infância e juvenil António Torrado, Álvaro Magalhães, Sophia-) serão sempre comparados com outros textos, numa intertextualidade com alguns clássicos (Camões, Gil Vicente,...) ou literatura lusófona do Brasil e África de expressão portuguesa (Jorge Amado, Mia Couto,...). Há temas transversais a vários séculos e locais da lusofonia: mar, saudade, amor,... por exemplo, a temática «mar» tem na literatura lusófono um sentido muito específico e muito diferente da mesma temática noutras literaturas. As sessões terminam com a audição de um poema ou música e distribuição com o texto escrito do que se ouviu. Este poema ou música poderá ser analisado pelos leitores do clube no blogue e no facebook de 1001 Palavras. Com o desenrolar do curso, poderão ser realizadas sessões em parceria com Poetas do Guadiana, colectivo do qual os 2 monitores fazem parte, ou com o Centro Cultural Lusófono de Sevilha e com a Drª Conceição, da Universidade de Sevilha, com quem os monitores têm colaborado em alguns eventos, nomeadamente na Sala El Cachorro e em outros espaços de leituras. Os monitores também poderão e deverão ser, de forma voluntária, colaboradores de acções da biblioteca, como, por exemplo, Encuentro Palabras de Contrabando. 4. Público Alvo O público alvo do projecto são os leitores dos clubes da biblioteca, divididos naqueles que sabem pouco ou nada de Português e naqueles que já sabem alguma coisa de Português (nível inicial e nível intermédio).

3 5. Local - Biblioteca Prov. de Huelva 6. Calendário - 60 sessões (entre Outubro e Junho) 10 de Setembro de 2011 António Cabrita Pedro Tavares

4 (TRADUCION EN ESPAÑOL) 1. PRESENTACIÓN 2. OBJETIVOS 3. METODOLOGÍA 4. PÚBLICO 5. LOCAL 6. CALENDARIO 1. Presentación El Club 1001 palabras Debates 1001 es un proyecto de Pedro Tavares y António Cabrita. Este proyecto fue innovador desde el principio pues tiene dos monitores (aunque sin costos adicionales para la organización, ya que los monitores se dividen los gastos) y pretende fomentar la lectura, discusión y intercambio de ideas de los textos escritos en portugués (ya que es una experiencia muy positiva que con los maestros y los empleados municipales en la Biblioteca de la Escuela de Castro Marim/Portugal, ( y la página de facebook: Biblioteca de la Escuela de Castro Marim). Otro aspecto innovador de palabras es el uso de nuevas herramientas, como la creación de un blog y una página de facebook, con el fin de permitir la interacción con los lectores más allá del área de la lectura juntos. Un Club de Lectura es una comunidad de lectores, que periódicamente van a compartir la lectura del texto mismo y expresar su opinión sobre esta misma lectura. Se trata de la lectura compartida de un texto elegido, que requiere la participación en las reuniones y el descubrimiento de otras lecturas a través del debate de opiniones sobre los textos leídos. Más allante, en la sección 3, se explica cómo se ha procesado esta selección de textos. 2. Objetivos Crear un espacio para la tarea de lectura, tratando de establecer una estrecha relación con los libros; Fortalecer la capacidad de interpretación individual y el funcionamiento de la lengua (morfología, sintaxis, fonética) lecturas en portugués; Intercambiar ideas y desarrollar un sentido crítico; Compartir experiencias y conocimientos de la cultura portuguesa. 3. Metodología Las sesiones comienzan con una lectura compartida en voz alta (iniciado por uno de los dos monitores). La lectura del texto se hará por todos los elementos del club. Además de la interpretación se presta una gran atención a la pronunciación y la fonética. Entonces, el otro monitor con un texto breve de introducción (en los dos idiomas para que no haga ningún tipo de dudas), pasa al debate exploratorio del texto, basado en la información que para cada elemento del club de lectura resultó relevante y grabado (una forma de lectura que vamos a elaborar o simplemente una hoja o en la memoria). A partir de aquí nos movemos en el contexto cultural del texto y la intertextualidad que puedan surgir. Los textos que nos proponemos abordar son periodistas o autores que han escrito a finales del siglo XIX (Jane Austen, Cesario Verde,...), principios del siglo XX y los movimientos modernos (Fernando Pessoa, Sá-Carneiro,.. ), el neo realista mediados del siglo XX (una vez que en Portugal tenemos el centenario de varios neo realistas este año, por ejemplo, Manuel da Fonseca), el pre y post 25 de abril 1974 (Sophia Anderssen, José Saramago), a los escritores contemporáneos del siglo XXI, (Lobo Antunes, Lidia Jorge, José Peixoto, M Gonçalo Tavares, Alvaro Magalhaes...). Estos textos (cuentos, fragmentos de libros, poemas, cuentos, literatura para niños y jóvenes - Antonio Torres, Alvaro Magalhaes, Sophia-) siempre será

5 comparado con otros textos, una intertextualidad con los clásicos (Camões, Gil Vicente,...) o la literatura de habla portuguesa de Brasil y África de habla portuguesa (Jorge Amado, Mia Couto,...). Hay temas que atraviesan varios siglos, y los sitios de habla portuguesa: el mar, la nostalgia, el amor,... Por ejemplo, el tema de "mar" de la literatura de lengua portuguesa tiene un significado muy específico y muy diferente del mismo tema en otras publicaciones. Las sesiones terminaran con un poema o escuchando música junto con el texto escrito. Este poema o una canción pueden ser analizados por los lectores del club en el blog y facebook a 1001 palabras. Con el desarrollo del curso puede ser realizado sesiones en colaboración con los poetas del Guadiana, colectivo que los dos monitores son parte de, o en el Centro Cultural de habla portuguesa de Sevilla y la Dra. Concepción - Universidad de Sevilla, con quien los monitores tienen colaborado en varios eventos, incluyendo los espacios de la Sala El Cachorro y otras lecturas. Los monitores se proponen colaborar de forma voluntaria, en los eventos de la biblioteca, como sea los Encuentros de Palabras de Contrabando. 4. Publico Alvo El objetivo del proyecto son los lectores de la biblioteca de los clubes, divididos en aquellos que saben poco o nada del portugués y los que ya saben algo de portugués (nivel inicial e intermedio). 5. Local - Biblioteca Prov.. Huelva 6. Calendario - 60 sesiones (de octubre a junio) 10 de septiembre 2011 António Cabrita Pedro Tavares

Projetos compartilhados

Projetos compartilhados espaço ibero-americano espacio iberoamericano Projetos compartilhados OEI inicia o Programa Arte-educação, Cultura e Cidadania e o Projeto Ibero-americano de Teatro Infantojuvenil A aprendizagem da arte

Leia mais

ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE

ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE ESCUELAS INTERCULTURALES BILINGUES DE FRONTERA: UNA MIRADA HACIA LA FORMACIÓN DOCENTE Fabiana Perpétua Ferreira Fernandes Universidade Federal de Goiás brasucaya@yahoo.com.br A partir del primer semestre

Leia mais

IPBeja Clipping. Junho 2013

IPBeja Clipping. Junho 2013 IPBeja Clipping Junho 2013 Índice # Orgão Título Data 1 C P Social Salvador CPSS presente na Formação Técnica de desporto ESEB-IPBeja 03-06-2013 2 Diário Online I Fórum de Educação e Formação do Algarve

Leia mais

Planejamento estratégico

Planejamento estratégico espaço ibero-americano espacio iberoamericano Planejamento estratégico Quem somos, onde queremos ir e como chegaremos lá são indagações necessárias em todas as escolas Como qualquer empresa, instituições

Leia mais

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL

FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UN SELLO DE CALIDAD EN LAS RELACIONES BILATERALES FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL UM SELO DE QUALIDADE NAS RELAÇÕES BILATERAIS FUNDAÇÃO CONSELHO ESPANHA BRASIL diseño

Leia mais

BOLETÍN GENERAL DE LA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANPEPP RELATORÍA DE LA MESA DE HISTORIA DE LA PSICOLOGÍA

BOLETÍN GENERAL DE LA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANPEPP RELATORÍA DE LA MESA DE HISTORIA DE LA PSICOLOGÍA I ENCUENTRO BINACIONAL DE INVESTIGADORES BRASIL COLOMBIA: BOLETÍN GENERAL DE LA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS- GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA ANPEPP RELATORÍA DE LA MESA DE HISTORIA DE LA PSICOLOGÍA Participantes:

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 16/2015 Campus São João del-rei

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO PROFESSOR DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO Edital 16/2015 Campus São João del-rei Tema 01: GÊNERO E TIPOLOGIA TEXTUAL Para Luiz Antônio Marcuschi (2002), os gêneros textuais são artefatos culturais construídos historicamente pelo ser humano, textos materializados que usamos em nosso

Leia mais

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 ISSN 1852 8538 El Comité de Procesos Cooperativos y Asociativos - PROCOAS -, de la Asociación de Universidades

Leia mais

AS QUATROS HABILIDADES LINGUÍSTICAS DA LÍNGUA ESPANHOLA: FALAR, OUVIR, LER E ESCREVER E SUAS COMPETÊNCIAS.

AS QUATROS HABILIDADES LINGUÍSTICAS DA LÍNGUA ESPANHOLA: FALAR, OUVIR, LER E ESCREVER E SUAS COMPETÊNCIAS. AS QUATROS HABILIDADES LINGUÍSTICAS DA LÍNGUA ESPANHOLA: FALAR, OUVIR, LER E ESCREVER E SUAS COMPETÊNCIAS. Kássia Kiss Jacinto De Paula 1 Antonio Carlos Batista Da Silva Neto 2 Monique Ferreira Barbosa

Leia mais

A educação pela infância em Manoel de Barros

A educação pela infância em Manoel de Barros Giselly dos Santos Peregrino A educação pela infância em Manoel de Barros Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Letras da PUC-Rio como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Por la Comisión Organizadora Local: Lorenzo J. Blanco Nieto (Coordinador General) Ricardo Luengo González (Coordinador de Actas)

Por la Comisión Organizadora Local: Lorenzo J. Blanco Nieto (Coordinador General) Ricardo Luengo González (Coordinador de Actas) INTRODUCCIÓN En el XI Simposio de la Sociedad Española de Educación Matemática, celebrado en la Universidad de La Laguna en Septiembre de 2007, se acordó la celebración en Badajoz del XII SEIEM. Su ubicación

Leia mais

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ BIBLIOTECA MUNICIPAL DA FIGUEIRA DA FOZ AGENDA DE ANIMAÇÃO CULTURAL OUTUBRO 2012 1 de outubro COMEMORAÇÃO DO DIA INTERNACIONAL DA MÚSICA A Biblioteca assinala esta data com a realização de uma ação cultural

Leia mais

Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como?

Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como? Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como? Patrícia Moura Pinho 1 Resumo: O presente texto trata da questão da alfabetização e as discussões teóricas e didáticas acerca da mesma, principalmente

Leia mais

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos

Guião E. 1.º MOMENTO Intervenientes e tempos Proposta de Guião para uma Prova Disciplina: Espanhol, Nível de Iniciação, 11.º ano (A2) Domínio de Referência: Viajes y Transportes Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião E 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

A história em quadrinhos (HQ) é um gênero segundo, Mendonça (2002) narrado quadro a quadro. Esse gênero pode ser composto por outros gêneros, por

A história em quadrinhos (HQ) é um gênero segundo, Mendonça (2002) narrado quadro a quadro. Esse gênero pode ser composto por outros gêneros, por O GÊNERO HISTÓRIA EM QUADRINHOS NO ENSINO DE LEITURA E ESCRITA NAS AULAS DE ELE. Fyama da Silva Medeiros RESUMO: O gênero história em quadrinhos é composto por tiras, charges e/ou cartuns rico em humor,

Leia mais

Pontificia Universidad Católica del Ecuador

Pontificia Universidad Católica del Ecuador 1. DADOS INFORMATIVOS: MATÉRIA O MÓDULO: PORTUGUÉS - Curso Int CÓDIGO: 10870 NIVEL: DOS No. CRÉDITOS: 5 SEMESTRE / AÑO ACADÉMICO: I Semestre -2013 2. DESCRIPCIÓN DE LA MATERIA: Durante este curso el estudiante

Leia mais

Presentación del VI ENAPOL / Apresentação do VI ENAPOL Elisa Alvarenga

Presentación del VI ENAPOL / Apresentação do VI ENAPOL Elisa Alvarenga Presentación del VI ENAPOL / Apresentação do VI ENAPOL Un nuevo Encuentro Americano toma existencia entre nosotros: el VI ENAPOL. A continuación, les presentamos el boletín que será nuestro medio para

Leia mais

LIMITES. Sin. Sem. Revista Digital - Gratuita. idiomas Español - Português. Web. Mercobeauty Importadora e Exportadora de Produtos de Beleza Ltda.

LIMITES. Sin. Sem. Revista Digital - Gratuita. idiomas Español - Português. Web. Mercobeauty Importadora e Exportadora de Produtos de Beleza Ltda. Sin LIMITES Sem Revista Digital - Gratuita idiomas Español - Português Mercobeauty Importadora e Exportadora de Produtos de Beleza Ltda. - Desde 1997 online (+ de 18). - En idiomas español y portugués.

Leia mais

DISSERTATIVA. D06 Professor. Espanhol CADERNO DE PROVA. Instruções. Atenção!

DISSERTATIVA. D06 Professor. Espanhol CADERNO DE PROVA. Instruções. Atenção! CADERNO DE PROVA DISSERTATIVA Prefeitura de Florianópolis Secr. Mun. de Educação/Secr. Mun. da Administração Concurso Público Edital n o 009/05 http://educa05.fepese.org.br D06 Professor Espanhol Instruções

Leia mais

Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993

Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993 Projeto BABEL Buenos Aires, São Paulo, Belo Horizonte. 1995, 1994, 1993 Apresentação Projeto na Embajada Brasileira_ Buenos Aires Apresentação Projeto na Embajada Brasileira_ Buenos Aires Conceito_Participantes

Leia mais

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO

FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DO PORTO SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO EM MUSEOLOGIA DOS PAÍSES DE LÌNGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA SEMINARIO DE INVESTIGACIÓN EN MUSEOLOGÍA DE LOS PAÍSES DE HABLA PORTUGUESA

Leia mais

5 to Congreso Latinoamericano de Investigación Turística

5 to Congreso Latinoamericano de Investigación Turística 5 to Congreso Latinoamericano de Investigación Turística Tema: Fortalecimiento e Integración de la Investigación en Turismo en América Latina Objetivo del evento: Contribuir a estrechar los lazos entre

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CURSO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL URBANO E RURAL ROBERTO CORRÊA DA SILVA

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CURSO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL URBANO E RURAL ROBERTO CORRÊA DA SILVA UNIVERSIDADE DO CONTESTADO UnC CURSO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL URBANO E RURAL ROBERTO CORRÊA DA SILVA Plano Diretor como Indicador de Políticas Públicas para o Desenvolvimento do Município de São Bento

Leia mais

Parceria Asociación. Escola Empresa Escuela Enpresa

Parceria Asociación. Escola Empresa Escuela Enpresa Parceria Asociación Escola Empresa Escuela Enpresa FIEC - Empresas A FIEC em parceria com empresas da cidade e região que participam da atualização do conteúdo programático, capacitação do corpo docente

Leia mais

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe Simpósio 38 HISTORIA, CULTURA E NATUREZA A história ambiental é um campo historiográfico relativamente novo. Apesar do debate entre história e natureza não ser algo distante dos estudos históricos, a história

Leia mais

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y

ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y ENTRE LA CASA DA AMÉRICA LATINA Y La CASA DA AMÉRICA LATINA, es una institución de derecho privado sin ánimo de lucro, con sede en la Avenida 24 de Julho, número 1188, en Lisboa, Portugal, representada

Leia mais

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público

A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público A Defesa dos Direitos das Pessoas com Transtorno Mental e o Ministério Público Bruno Alexander Vieira Soares Promotor de Justiça de Defesa da Saúde/BH Coordenador da Coordenadoria de Defesa das Pessoas

Leia mais

Secção Regional do Porto da Ordem dos Farmacêuticos. 1as Jornadas Atlânticas (Norte de Portugal-Galiza) de Cuidados Farmacêuticos

Secção Regional do Porto da Ordem dos Farmacêuticos. 1as Jornadas Atlânticas (Norte de Portugal-Galiza) de Cuidados Farmacêuticos SPCFar Secção Regional do Porto da Ordem dos Farmacêuticos 1as Jornadas Atlânticas (Norte de Portugal-Galiza) de Cuidados Farmacêuticos I Jornadas Atlânticas (Galicia-Norte de Portugal) de Atención Farmaceutica

Leia mais

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010

Montevidéu, 22 de abril de 2010. En Montevideo, a 22 de abril de 2010 MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE GOVERNOS E ASSOCIAÇÕES DE GOVERNOS REGIONAIS DA REDE DE GOVERNOS REGIONAIS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (nrg4sd) ONDE SE ESTABELECE UM PROGRAMA DE COOPERAÇÃO MULTILATERAL

Leia mais

Segui buscando en la Red de Bibliotecas Virtuales de CLACSO http://biblioteca.clacso.edu.ar

Segui buscando en la Red de Bibliotecas Virtuales de CLACSO http://biblioteca.clacso.edu.ar Educação do campo e democratização da educação superior no Brasil Titulo Barbosa, Lia Pinheiro - Autor/a; Autor(es) Buenos Aires Lugar CLACSO Editorial/Editor 2014 Fecha Colección Universidades; Educação

Leia mais

A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA Tassiana Quintanilha de Souza (G CLCA UENP/CJ) Denise da Silva de Oliveira (Orientadora CLCA UENP/CJ) RESUMO: Este artigo visa discorrer sobre a formatação

Leia mais

MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO

MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO Jucimara Canto Gomes, Zeina Rebouças Corrêa Thomé Universidade Federal do Amazonas jucimaracanto@hotmail.com

Leia mais

ELABORAÇÃO DE UM GUIÃO DE PESQUISA DE INFORMAÇÃO

ELABORAÇÃO DE UM GUIÃO DE PESQUISA DE INFORMAÇÃO ELABORAÇÃO DE UM GUIÃO DE PESQUISA DE INFORMAÇÃO Este guia pretende ajudar os professores e os alunos na criação de guiões de pesquisa de informação. Os guiões de pesquisa podem ser mais ou menos detalhados,

Leia mais

internacional MBA hispano-luso

internacional MBA hispano-luso internacional MBA hispano-luso MBA, sello de calidad Un MBA es el programa más cursado en todo el mundo, y goza del mayor r e c o n o c i m i e n t o y p r e s t i g i o internacional. Ofrece las mejores

Leia mais

Conteúdo: Aula: 11.1. Pretérito Indefinido x Pretérito Imperfeito LÍNGUA ESPANHOLA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Conteúdo: Aula: 11.1. Pretérito Indefinido x Pretérito Imperfeito LÍNGUA ESPANHOLA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula: 11.1 Conteúdo: Pretérito Indefinido x Pretérito Imperfeito 2 Habilidades: Combinar o pretérito indefinido com o pretérito imperfeito para fazer descrição. 3 Pretérito Imperfecto de Indicativo É um

Leia mais

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay

Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Prueba Piloto Conjunta sobre Discapacidad Argentina, Brasil y Paraguay Comitê do Censo Demográfico, IBGE Brasil Taller de Cierre y Conclusiones del Grupo de Trabajo Ronda Censos 2010 de la CEA-CEPAL CEPAL

Leia mais

Projecto. Normas de Participação

Projecto. Normas de Participação Projecto Normas de Participação PREÂMBULO Num momento em que o mundo global está cada vez mais presente na vida das crianças e jovens, consideraram os Municípios da Comunidade Intermunicipal da Lezíria

Leia mais

Um lugar de encontro...sempre!

Um lugar de encontro...sempre! Um lugar de encontro...sempre! Caro leitor e amigo, Em Novembro continuamos com um programa bastante diversificado, abrangendo várias faixas etárias e áreas temáticas. Destacamos as actividades para pais

Leia mais

Vectores. Sentido de un vector. (origen) al punto B (extremo). Dirección de un vector

Vectores. Sentido de un vector. (origen) al punto B (extremo). Dirección de un vector Vectores Un vector fijo es un segmento orientado que va del punto A (origen) al punto B (extremo). Elementos de un vector Dirección de un vector La dirección del vector es la dirección de la recta que

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social Protocolo entre o, Ciência e Tecnologia da República Argentina e o de Educação da República Federativa do Brasil para a promoção do ensino do Espanhol e do Português como segundas línguas O, Ciência e

Leia mais

Vigilância Tecnológica

Vigilância Tecnológica Vigilância Tecnológica Filipe Duarte, 2010 1 Objectivo Conhecer as bases para implementar um sistema de vigilância tecnológica (SVT) 2 O que É? Um sistema de vigilância tecnológica (SVT) é uma ferramenta

Leia mais

Prova Escrita de Espanhol

Prova Escrita de Espanhol EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/04, de 26 de Março Prova Escrita de Espanhol 12.º ano de Escolaridade Iniciação trienal Prova 747/2.ª Fase 5 Páginas Duração da Prova: 1 minutos.

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2010/2011. Área Disciplinar: Português Ida ao teatro: Um eléctrico chamado desejo, de Tenessee Williams - Contribuir para o desenvolvimento, nos alunos, de estratégias de escuta global e selectiva; - Proporcionar aos alunos a oportunidade de

Leia mais

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López

Academia Diplomática y Consular Carlos Antonio López FUNDAMENTACIÓN: IDIOMA: PORTUGUÊS CONTENIDO TEMÁTICO Llevando en consideración las directrices del Marco Europeo Común de Referencia, el examen será encuadrado en un nivel Intermedio Superior. En este

Leia mais

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el

32 explican como un enfrentamiento de raíces étnicas entre árabes y africanos, la realidad 33 es más compleja. 34 Hay que tener en cuenta el Cambio climático 1 En el año 2007 el cambio climático logró por fin situarse en la agenda política global 2 como uno de los grandes problemas que afronta la humanidad. Así lo reflejaron las 3 conclusiones

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Fórum Social Mundial 2006: Desafios e possibilidades de um fórum mundial policêntrico I. Justificativa

Leia mais

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DA LINGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA

Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DA LINGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA Curso de Especialização em METODOLOGIA DO ENSINO DA LINGUA PORTUGUESA E ESPANHOLA ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação e Espanhol. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Ensino de

Leia mais

Master em Jornalismo. Gestão estratégica de empresas de mídia

Master em Jornalismo. Gestão estratégica de empresas de mídia Master em Jornalismo Gestão estratégica de empresas de mídia 2016 El periodismo vive un momento de cambios profundos relacionados a las tecnologías disruptivas y transformaciones culturales. La forma tradicional

Leia mais

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO CONSIDERANDO QUE: PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO A simplificação administrativa e a administração electrónica são hoje reconhecidas como instrumentos fundamentais para a melhoria da competitividade e da

Leia mais

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

língua espanhola neste nível de ensino (geralmente por assumir um caráter instrumental)

língua espanhola neste nível de ensino (geralmente por assumir um caráter instrumental) 1 O USO DE NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO DE ELE (ESPANHOL/ LÍNGUA ESTRANGEIRA) NO ENSINO TÉCNICO 1 RESUMO: Eliane Santos Leite da Silva 2 IFBAIANO- Campus Governador Mangabeira Propõe-se, com o presente

Leia mais

Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo. Idiomas

Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo. Idiomas Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo Idiomas Ficha Técnica Categoría Idiomas Referencia 6185-1501 Precio 31.16 Euros Sinopsis El portugués, con más de 240 millones de hablantes

Leia mais

Palabras clave: salud contar historias literatura y salud.

Palabras clave: salud contar historias literatura y salud. CONTADORES DE HISTORIAS EN EL HOSPITAL: LA FOMACIÓN DEL PROFESIONAL DE LA SALUD Eje temático: 3 - Extensión, docencia e investigación PINHEIRO, Luciana Boose.- UFCSPA/Brasil lucianabp@ufcspa.edu.br COSTA,

Leia mais

250 COMPTES RENDUS. Antonio Fábregas, La morfología, Madrid, Editorial Síntesis 2013, 318 p.

250 COMPTES RENDUS. Antonio Fábregas, La morfología, Madrid, Editorial Síntesis 2013, 318 p. 250 COMPTES RENDUS Antonio Fábregas, La morfología, Madrid, Editorial Síntesis 2013, 318 p. Puesto que en los últimos años no se han publicado en español muchos libros didácticos dedicados exclusivamente

Leia mais

Cuestionario sobre los servicios de salud de los inmigrantes en Saitama

Cuestionario sobre los servicios de salud de los inmigrantes en Saitama Cuestionario sobre los servicios de salud de los inmigrantes en Saitama Este cuestionario es parte de un proyecto de investigación del Instituto de Antropología Médica de la Universidad de Waseda. Este

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE ESPANHOL

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE ESPANHOL ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE ESPANHOL Nome: Nº 7º ano Data: / /2015 Professor: Nota: (valor: 2,0) 1º semestre Neste semestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos necessários.

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

DISEÑO SIN LÍMITES I DESIGN ILIMITADO

DISEÑO SIN LÍMITES I DESIGN ILIMITADO DISEÑO SIN LÍMITES I DESIGN ILIMITADO Superficies individualizadas para una arquitectura excepcional. Superfícies de decoração individuais para uma arquitectura única. FACHADAS CON UN DISEÑO ÚNICO COMPOSIÇÃO

Leia mais

Homem tropeça anda, corre voará...

Homem tropeça anda, corre voará... Professora: Isabel Maria Ribeiro Madureira de Sousa Fonseca Escola Secundária com 3º Ciclo Padrão da Légua C445 - Projecto de Formação para o Novo Programa de Português do Ensino Básico Turma - D Maio

Leia mais

PLAN DE INNOVACIÓN COMPLEXO LAGUNAR MEDITERRANEO EPAGRI 0055-48-36260577-88010490

PLAN DE INNOVACIÓN COMPLEXO LAGUNAR MEDITERRANEO EPAGRI 0055-48-36260577-88010490 PLAN DE INNOVACIÓN Título Plan de Innovación LAGUNA- PROJETO DE RECUPERAÇAO E CONSERVAÇAO DO COMPLEXO LAGUNAR Nombre Rutero/Rutera ROTA INTERCOTINENTAL DE APRENDIZAGEM- TRAMO Organización o institución

Leia mais

Ensinar com TIC: Aprendizagem disruptiva, realidade aumentada e tecnologia wearable no ensino superior

Ensinar com TIC: Aprendizagem disruptiva, realidade aumentada e tecnologia wearable no ensino superior Ensinar com TIC: Aprendizagem disruptiva, realidade aumentada e tecnologia wearable no ensino superior Curso de Março a Abril de 2015 INSCRIÇÕES aceites por ORDEM DE CHEGADA workshops presenciais: até

Leia mais

MEMÓRIA VISUAL DO VELHO OESTE PAULISTA: REGISTRO HISTÓRICO E PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DA VANGUARDA CAFEEIRA

MEMÓRIA VISUAL DO VELHO OESTE PAULISTA: REGISTRO HISTÓRICO E PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DA VANGUARDA CAFEEIRA MEMÓRIA VISUAL DO VELHO OESTE PAULISTA: REGISTRO HISTÓRICO E PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO DA VANGUARDA CAFEEIRA MEMORIA VISUAL DEL VIEJO OESTE PAULISTA: HISTÓRICO Y PRESERVACIÓN DE ACCIONISTAS DE VANGUARDIA

Leia mais

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público?

Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Em quanto tempo o investimento em geoprocessamento retorna para uma empresa ou órgão público? Cual es período de retorno de una inversión en geoprocesamento por parte de una administración pública? Xavier

Leia mais

Directivas AMN, Parte 1. Diretivas AMN, Parte 1. Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR. Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL

Directivas AMN, Parte 1. Diretivas AMN, Parte 1. Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR. Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL ASOCIACIÓN MERCOSUR DE NORMALIZACIÓN Directivas AMN, Parte 1 Diretivas AMN, Parte 1 Procedimiento para elaboración de Normas MERCOSUR Procedimento para elaboração de Normas MERCOSUL Primera edición, 2007/

Leia mais

Teste de diagnóstico de Espanhol 8º ano nível A2 MATRIZ

Teste de diagnóstico de Espanhol 8º ano nível A2 MATRIZ AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS PROFESSOR JOSÉ BUÍSEL Teste de diagnóstico de Espanhol 8º ano nível A MATRIZ COMPETÊNCIAS TIPOLOGIA DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA COTAÇÃO OUVIR/ LER / ESCREVER Audição de texto.

Leia mais

18ª CUMBRE DE MECOCIUDADES Acta de Reunión de la Unidad Temática de Educación

18ª CUMBRE DE MECOCIUDADES Acta de Reunión de la Unidad Temática de Educación 18ª CUMBRE DE MECOCIUDADES Acta de Reunión de la Unidad Temática de Educación El día veintisiete de noviembre de dos mil trece, a las 14h, tuvo inicio la Reunión de la Unidad Temática de Educación, en

Leia mais

Estudo de Unidades fraseológicas e seus sentidos metafóricos em dois Dicionários Bilíngües Español-Português, Português- Espanhol.

Estudo de Unidades fraseológicas e seus sentidos metafóricos em dois Dicionários Bilíngües Español-Português, Português- Espanhol. Estudo de Unidades fraseológicas e seus sentidos metafóricos em dois Dicionários Bilíngües Español-Português, Português- Espanhol. Ana María Barrera Conrad Sackl Universidad Federal de Santa Catarina (UFSC)

Leia mais

EL PROGRAMA FORAL Y LA FORMACIÓN PROFESIONAL EN LA ADMINISTRACIÓN LOCAL, EN PORTUGAL

EL PROGRAMA FORAL Y LA FORMACIÓN PROFESIONAL EN LA ADMINISTRACIÓN LOCAL, EN PORTUGAL EL PROGRAMA FORAL Y LA FORMACIÓN PROFESIONAL EN LA ADMINISTRACIÓN LOCAL, EN PORTUGAL O PROGRAMA FORAL E A FORMAÇÃO PROFISSIONAL NA ADMINISTRAÇÃO LOCAL, EM PORTUGAL BELMIRO GIL CABRITO Universidade de Lisboa

Leia mais

ANEXO V MERCOSUR/RECYT/COMISIÒN DE APOYO AL DESARROLLO CIENTÍFICO Y TECNOLÓGICO/ACTA Nº 1/03

ANEXO V MERCOSUR/RECYT/COMISIÒN DE APOYO AL DESARROLLO CIENTÍFICO Y TECNOLÓGICO/ACTA Nº 1/03 ANEXO V MERCOSUR/RECYT/COMISIÒN DE APOYO AL DESARROLLO CIENTÍFICO Y TECNOLÓGICO/ACTA Nº 1/03 RECyT Propuesta Argentina Encuentro MERCOSUR de incubadoras de Empresas Objetivo: Identificar mecanismos de

Leia mais

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8

* Tempo = 45minutos Grupo 300 Página 1 de 8 Conteúdos Objectivos/Competências a desenvolver Tempo* Estratégias Recursos Avaliação Apresentação: Turma e professor Programa Critérios de avaliação Normas de funcionamento Conhecer os elementos que constituem

Leia mais

Cumbre Judicial Iberoamericana XVII Edición: Un Justicia de Futuro

Cumbre Judicial Iberoamericana XVII Edición: Un Justicia de Futuro Cumbre Judicial Iberoamericana Documento de presentación de proyectos Información del proyecto Nombre del Proyecto: País: Curso à Distância de Direito Ambiental para Juízes Ibero-americanos: Discutindo

Leia mais

As propostas do. Dimensão Histórica Cívica Artística Social Pedagógica

As propostas do. Dimensão Histórica Cívica Artística Social Pedagógica As propostas do LIVRO Livre Dimensão Histórica Cívica Artística Social Pedagógica Dimensão Histórica: Conhecimento do passado histórico: 25 de Abril, Estado Novo, Guerra Colonial, Descolonização e Democracia;

Leia mais

SISTEMA DE INDICADORES OTALEX (SIO)

SISTEMA DE INDICADORES OTALEX (SIO) SEMINARIO FINAL DEL PROYECTO SEMINÁRIO FINAL DO PROJETO 4 de junio de 2013 / 4 de junho de 2013 Palacio de Congresos y Exposiciones de Mérida Dirección General de Transportes, Ordenación del Territorio

Leia mais

Educomunicação: por que precisamos de um novo conceito.

Educomunicação: por que precisamos de um novo conceito. Educomunicação: por que precisamos de um novo conceito. LOURENÇO, S. 1 Educomunicação: por que precisamos de um novo conceito LOURENÇO, Silene de A. G. silene.lourenco@gmail.com Núcleo de Comunicação e

Leia mais

Educación Estocástica La enseñanza y aprendizaje de la probabilidad y la estadística

Educación Estocástica La enseñanza y aprendizaje de la probabilidad y la estadística PROYECTOS DE APRENDIZAJE EN LA ENSEÑANZA DE LA ESTADÍSTICA Mauren Porciúncula y Suzi Pinto Universidade Federal do Rio Grande (Brasil) mauren@furg.br, suzisama@furg.br Para que el aprendizaje ocurra, es

Leia mais

turma 2015 MASTER EM JORNALISMO DIGITAL Máster en Periodismo Digital

turma 2015 MASTER EM JORNALISMO DIGITAL Máster en Periodismo Digital turma 2015 MASTER EM JORNALISMO DIGITAL Máster en Periodismo Digital Bem-vindo ao Master em Jornalismo Digital Um programa para jornalistas que buscam a compreensão da gestão de produtos digitais, dos

Leia mais

Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça

Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça Oficina 1.1. Direito à memória, à verdade e à justiça 1.Que os Estados partes fortaleçam o Instituto de Políticas Públicas de Direitos Humanos do Mercosul - IPPDDHHM por meio da destinação de recursos

Leia mais

Plan de Estudios 2002

Plan de Estudios 2002 CONSTRUCCIÓN I Plan de Estudios 2002 hormigones y morteros hormigón / introducción el hormigón a. introducción: el diseño de arquitectura con hormigón b. el hormigón en estado endurecido c. el hormigón:

Leia mais

EL ARTE DE LEER ESPAÑOL, PERO DÓNDE ESTÁ LA LITERATURA?

EL ARTE DE LEER ESPAÑOL, PERO DÓNDE ESTÁ LA LITERATURA? EL ARTE DE LEER ESPAÑOL, PERO DÓNDE ESTÁ LA LITERATURA? Yamicela Torres Santana 1 RESUMO: Os novos enfoques de ensino de idiomas na escola brasileira atual baseiam-se no uso da leitura e a compreensão

Leia mais

Nuestras historias: el trabajo de autoconfianza para el desarrollo de las competencias lectora y de escritura

Nuestras historias: el trabajo de autoconfianza para el desarrollo de las competencias lectora y de escritura Nuestras historias: el trabajo de autoconfianza para el desarrollo de las competencias lectora y de escritura AUTORES: Dagmar Gonçalves Pereira Ferreira (oradora) e-mail: dgoncalvespferreira@gmail.com

Leia mais

Cidadãos do Amanhã Empreendedorismo Jovem. Seminário EUROACE «Cooperação e desenvolvimento rural. Experiências e perspectivas para 2014-2020»

Cidadãos do Amanhã Empreendedorismo Jovem. Seminário EUROACE «Cooperação e desenvolvimento rural. Experiências e perspectivas para 2014-2020» Seminário EUROACE «Cooperação e desenvolvimento rural. Experiências e perspectivas para 2014-2020» 29.Abril.2014 Idanha-a-Nova DUECEIRA GAL/ELOZ. Entre serra da LOusã e Zêzere Histórico > projecto cooperação

Leia mais

2ª REUNIÓN DEL CAPITULO EMERGENTE DEL PRME IBÉRICO (ESPAÑA Y PORTUGAL) 2ª REUNIÃO DO CAPÍTULO EMERGENTE DO PRME IBÉRICO (ESPANHA E PORTUGAL)

2ª REUNIÓN DEL CAPITULO EMERGENTE DEL PRME IBÉRICO (ESPAÑA Y PORTUGAL) 2ª REUNIÃO DO CAPÍTULO EMERGENTE DO PRME IBÉRICO (ESPANHA E PORTUGAL) 2ª REUNIÓN DEL CAPITULO EMERGENTE DEL PRME IBÉRICO (ESPAÑA Y PORTUGAL) 2ª REUNIÃO DO CAPÍTULO EMERGENTE DO PRME IBÉRICO (ESPANHA E PORTUGAL) Fecha / Data: 10 de febrero de 2015 Lugar / Lugar: Universidad

Leia mais

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe Simpósio 9 Movimentos sociais e criminalização: Estado, sociedade, mídia e a desconstrução do outro na América Latina. O presente simpósio busca analisar o processo de criminalização dos movimentos sociais

Leia mais

LETRAS - ESPANHOL (LICENCIATURA) NOTURNO

LETRAS - ESPANHOL (LICENCIATURA) NOTURNO assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 LETRAS - ESPANHOL (LICENCIATURA) NOTURNO Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES

Leia mais

PLANO DE MARKETING: UMA PROPOSTA PARA A AGÊNCIA DE VIAGENS COM FOCO NO PÚBLICO SÊNIOR DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR (RS)

PLANO DE MARKETING: UMA PROPOSTA PARA A AGÊNCIA DE VIAGENS COM FOCO NO PÚBLICO SÊNIOR DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR (RS) PLANO DE MARKETING: UMA PROPOSTA PARA A AGÊNCIA DE VIAGENS COM FOCO NO PÚBLICO SÊNIOR DE SANTA VITÓRIA DO PALMAR (RS) RESUMO: O objetivo deste trabalho é apresentar um Plano de Marketing para uma agência

Leia mais

ESCOLAS EMPREENDEDORAS DA CIM VISEU DÃO LAFÕES

ESCOLAS EMPREENDEDORAS DA CIM VISEU DÃO LAFÕES ESCOLAS EMPREENDEDORAS DA 2013/2014 Tondela, 23 de Outubro de 2013 Objetivos do projeto Criar uma cultura empreendedora; Promover o espírito de iniciativa, de cooperação e criatividade; Partilhar experiências

Leia mais

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2

SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 SUMÁRIO GESTÃO DEMOCRÁTICA DA EDUCAÇÃO: UM OLHAR A PARTIR DA ADMINISTRAÇÃO... 2 A IMPORTÂNCIA DO CONTEXTO GEOECONÔMICO DE FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE POBREZA PARA A GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA-FAMÍLIA... 3 QUÉ

Leia mais

A tarefa do aluno é resolver a prova da Universidade Estadual de Londrina-PR do ano de 2013 (UEL-2013).

A tarefa do aluno é resolver a prova da Universidade Estadual de Londrina-PR do ano de 2013 (UEL-2013). TAREFA DO ALUNO PROVA UEL TAREFA DO ALUNO: RESOLUÇÃO DE PROVA UEL-2013 A tarefa do aluno é resolver a prova da Universidade Estadual de Londrina-PR do ano de 2013 (UEL-2013). Em primeiro lugar, vocês devem

Leia mais

Vocabulário e frases chave

Vocabulário e frases chave Vocabulário e frases chave la tradición La sociedad moderna tiende a desvincularse de las tradiciones. a tradição A sociedade moderna tende a se afastar das tradições. la cultura Las distintas culturas

Leia mais

Dourados (Mato Grosso do Sul, Brasil), 11 a 13 de Novembro de 2014 Faculdade de Ciências Humanas (FCH)- UFGD

Dourados (Mato Grosso do Sul, Brasil), 11 a 13 de Novembro de 2014 Faculdade de Ciências Humanas (FCH)- UFGD V SEMINÁRIO INTERNACIONAL AMÉRICA PLATINA América Platina: fronteiras de diversidade, resistências e rupturas América Platina: fronteras de diversidad, resistencias y rupturas Dourados (Mato Grosso do

Leia mais

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe

III Encuentro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración de la América Latina y el Caribe Simpósio 28 Tecnologias da Informação e Comunicação, Linguagens Audiovisuais e Práticas Educativas na América Latina: experiências envolvendo a formação docente Este simpósio temático carrega o objetivo

Leia mais

Material de divulgação

Material de divulgação Material de divulgação de Edições SM língua estrangeira moderna espanhol Comparativos Curriculares SM ensino médio A coleção Cercanía Joven Língua Estrangeira Moderna Espanhol e o currículo do Estado do

Leia mais

O SABER ESCUTAR COMO ELEMENTO NA CONSTRUÇÃO DO PLANEJAMENTO DE AULAS NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

O SABER ESCUTAR COMO ELEMENTO NA CONSTRUÇÃO DO PLANEJAMENTO DE AULAS NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O SABER ESCUTAR COMO ELEMENTO NA CONSTRUÇÃO DO PLANEJAMENTO DE AULAS NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Lourdes Helena Rodrigues dos Santos, Claudete da Silva Lima Martins, Daniela Pedra de Mattos, Rozane Silveira

Leia mais

Avaliação do Projecto Curricular

Avaliação do Projecto Curricular Documento de Reflexão Avaliação do Projecto Curricular 2º Trimestre Ano Lectivo 2006/2007 Actividade Docente desenvolvida Actividade não lectiva Com base na proposta pedagógica apresentada no Projecto

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Do Jornalismo aos Media

Do Jornalismo aos Media Do Jornalismo aos Media Estudos sobre a realidade portuguesa Rogério Santos Universidade Católica Editora Índice Introdução 7 Parte I Elementos para a história dos media em Portugal Jornalismo português

Leia mais

Guía del Curso Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo

Guía del Curso Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo Guía del Curso Curso Intensivo Portugués A1-A2. Nivel Oficial Consejo Europeo Modalidad de realización del curso: Número de Horas: Titulación: Online 100 Horas Diploma acreditativo con las horas del curso

Leia mais

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes;

La República Argentina y la República Federativa del Brasil, en adelante, las Partes; Protocolo Adicional al Acuerdo de Cooperación para el Desarrollo y la Aplicación de los Usos Pacíficos de la Energía Nuclear en Materia de Reactores, Combustibles Nucleares, Suministro de Radioisótopos

Leia mais

LECCION 1 DE PORTUGUES. eu e tu / eu e vocé

LECCION 1 DE PORTUGUES. eu e tu / eu e vocé Yo LECCION 1 DE PORTUGUES Personas Eu Pessoas yo y tú nosotros / nosotras dos él ellos / ellas dos el hombre la mujer el niño una familia mi familia Mi familia está aquí. Yo estoy aquí. Tú estás aquí.

Leia mais

idav RENAULT VERSÃO PORTUGUÊS

idav RENAULT VERSÃO PORTUGUÊS Manual de atualização do rádio Media NAV ULC Duster, 26/04/203 Page of 0 VERSÃO PORTUGUÊS O software do rádio está em constante evolução. E, como é de se esperar, as versões mais recentes corrigem alguns

Leia mais