FISCALIZAÇÃO CAU/ES MOSTRA DE ARQUITETURA DE INTERIOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FISCALIZAÇÃO CAU/ES MOSTRA DE ARQUITETURA DE INTERIOR"

Transcrição

1 Maio/ FISCALIZAÇÃO CAU/ES MOSTRA DE ARQUITETURA DE INTERIOR Arq. e Urb. Ana Lucia Reis Coordenadora de Fiscalização e Relacionamento Institucional do CAU/ES

2 OBJETIVOS DA FISCALIZAÇÃO Art 2º, 5º e 6º da Resolução nº 22. Garantir à sociedade serviços de Arquitetura e Urbanismo de qualidade com segurança e bem estar, realizados por profissionais habilitados; Coibir o exercício ilegal ou irregular da Arquitetura e Urbanismo; Verificar a existência do Registro de Responsabilidade Técnica - RRT.

3 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Lei nº /2010 Art. 24 1º - São funções do CAU/UF orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de Arquitetura e Urbanismo em todo o território nacional. Art. 5º Para uso do título de arquiteto e urbanista e para o exercício das atividades profissionais privativas correspondentes, é obrigatório o registro do profissional no CAU do Estado ou do Distrito Federal.

4 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Lei nº /2010 Art. 45. Toda realização de trabalho de competência privativa ou de atuação compartilhada com outras profissões regulamentadas será objeto de Registro de Responsabilidade Técnica - RRT. Art. 50. A falta do RRT sujeitará o profissional à multa de 300% (trezentos por cento) sobre o valor da Taxa de RRT não paga corrigida....

5 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução CAU/BR nº 22 A fiscalização do exercício profissional deverá guiar-se prioritariamente a orientar a atuação dos profissionais e prevenir a ocorrência de ilícitos ao invés da atuação simplesmente punitiva. O Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) relativo ao exercício profissional da Arquitetura e Urbanismo, em todas as suas atividades, atribuições e campos de atuação, é considerado não apenas como um dever, mas, sobretudo um direito dos arquitetos e urbanistas e uma proteção à sociedade

6 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução CAU/BR nº 51 Art. 2 No âmbito dos campos de atuação relacionados nos incisos deste artigo, em conformidade com o que dispõe o art. 3 da Lei n , de 2010, ficam especificadas como privativas dos arquitetos e urbanistas as seguintes áreas de atuação:...

7 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL DA ARQUITETURA DE INTERIORES (Resolução nº 51) Campo de atuação profissional da Arquitetura e Urbanismo que consiste na intervenção em ambientes internos ou externos de edificação, definindo a forma de uso do espaço em função de acabamentos, mobiliário e equipamentos, além das interfaces com o espaço construído mantendo ou não a concepção arquitetônica original, para adequação às novas necessidades de utilização. Esta intervenção se dá no âmbito espacial; estrutural; das instalações; do condicionamento térmico, acústico e lumínico; da comunicação visual; dos materiais, texturas e cores; e do mobiliário.

8 FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Resolução CAU/BR nº 91 Art. 1 A elaboração de projetos, a execução de obras e a realização de quaisquer outros serviços técnicos no âmbito da Arquitetura e Urbanismo, que envolvam competência privativa de arquitetos e urbanistas ou atuação compartilhada destes com outras profissões regulamentadas, ficam sujeitas ao Registro de Responsabilidade Técnica (RRT).

9 RECURSOS/ESTRUTURA SICCAU IGEO GIS COLETOR CEP CORFI/SEFIS

10 RECURSOS/ESTRUTURA SICCAU CORPORATIVO AMBIENTE CORPORATIVO ONDE SÃO REALIZADAS AS CONSULTAS QUE SUBSIDIAM AS AÇÕES DA FISCALIZAÇÃO IGEO PERMITE CRUZAMENTO DE DADOS CADASTRAIS GEORREFERENCIADOS. AUXILIA A TOMADA DE DECISÃO. DISPONÍVEL AOS CAU/UF E À SOCIEDADE.

11 RECURSOS/ESTRUTURA GIS COLETOR PERMITE A COLETA DIGITAL DOS DADOS EM CAMPO. CEP COMISSÃO DE EXERCÍCIO PROFISSIONAL ENTRE OUTRAS ATIVIDADES ORIENTA E ACOMPANHA AS AÇÕES DA FISCALIZAÇÃO.

12 CORFI RECURSOS/ESTRUTURA COORDENAÇÃO DE FISCALIZAÇÃO PLANEJA, ACOMPANHA E EXERCE AÇÕES DE FISCALIZAÇÃO SEFIS SETOR DE FISCALIZAÇÃO RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO DAS AÇÕES DE FISCALIZAÇÃO.

13 UTILIZAÇÃO DO IGEO ATUALIZAÇÃO CADASTRAL ARQUITETOS E URBANISTAS DE VITÓRIA.

14 PREMISSAS NOVOS: PROCESSOS, PROCEDIMENTO E LEGISLAÇÃO; ALINHAMENTO NACIONAL DE PROCESSOS E TECNOLOGIA; e FOCO NA INTELIGÊNCIA.

15 EIXOS DE AÇÃO... ARQUITETURA DE INTERIORES

16 FOCO AÇÕES ARQUITETURA DE INTERIORES MOSTRAS E EVENTOS REUNIÃO DE ORIENTAÇÃO COM ORGANIZADORES DE MOSTRA CONSTRUÇÃO E ENVIO DE INFORMATIVOS RELATÓRIOS PRÉVIOS EMISSÃO DE PROTOCOLOS ADMINISTRADO- RES DE SHOPPING CENTER OFÍCIO DE ORIENTAÇÃO AOS ADMINISTRADORES DOS SHOPPINGS DA GRANDE VITÓRIA, MUNICÍPIOS DE COLATINA e ARACRUZ CONDOMÍNIOS ENVIO DE INFORMATIVOS ENCARTADOS EM MÍDIA IMPRESA VOLTADA PARA SÍNDICOS 16

17 RESULTADOS ARQUITETURA DE INTERIORES Comparativo Mostra Casa Cor 2013 x

18 ARQUITETURA DE INTERIORES 1º Síndico Alerta Dez/

19 CONTATOS Equipe: Ana Lucia N. Reis Coordenação de fiscalização Jennifer M. N. de Aragão Analista de fiscalização 19

20 OBRIGADA!!!! O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Espírito Santo - CAU/ES agradece a presença e a participação de todos. 20

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER

CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER CARTILHA CAU/RS 2014 INSTRUÇÕES PARA ARQUITETURA DE INTERIORES SHOPPING CENTER APRESENTAÇÃO O CAU/RS Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul, na qualidade de Autarquia Federal deve na

Leia mais

SIG VOLTADO PARA A FISCALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PROFISSIONAL DE ARQUITETO E URBANISTA

SIG VOLTADO PARA A FISCALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PROFISSIONAL DE ARQUITETO E URBANISTA www.caubr.gov.br SIG VOLTADO PARA A FISCALIZAÇÃO DA ATIVIDADE PROFISSIONAL DE ARQUITETO E URBANISTA Máximo Miqueles Coordenador de Geotecnologia CAU/BR São Paulo, SP 07 de maio de 2014 SISTEMA IGEO OBJETIVO

Leia mais

Fiscalização CAU/SC. LEI nº 12.378/2010

Fiscalização CAU/SC. LEI nº 12.378/2010 Fiscalização CAU/SC LEI nº 12.378/2010 1º O CAU/BR e os CAUs têm como função orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de arquitetura e urbanismo, zelar pela fiel observância dos princípios

Leia mais

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria:

270 mil. Edificações no Rio de Janeiro. Total de edificações na cidade 875 mil. Edificações sujeitas à autovistoria: Edificações no Rio de Janeiro Total de edificações na cidade 875 mil * Edificações sujeitas à autovistoria: 270 mil ** * Fonte: IBGE ** Estimativa com base nas informações do IBGE Riscos das Edificações

Leia mais

RESOLUÇÃO N 22, DE 4 DE MAIO DE 2012

RESOLUÇÃO N 22, DE 4 DE MAIO DE 2012 RESOLUÇÃO N 22, DE 4 DE MAIO DE 2012 Dispõe sobre a fiscalização do exercício profissional da Arquitetura e Urbanismo, os procedimentos para formalização, instrução e julgamento de processos por infração

Leia mais

RESOLUÇÃO N 28, DE 6 DE JULHO DE 2012

RESOLUÇÃO N 28, DE 6 DE JULHO DE 2012 RESOLUÇÃO N 28, DE 6 DE JULHO DE 2012 Dispõe sobre o registro e sobre a alteração e a baixa de registro de pessoa jurídica de Arquitetura e Urbanismo nos Conselhos de Arquitetura e Urbanismo dos Estados

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 17, DE 2 DE MARÇO DE 2012 Dispões sobre o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) na prestação de serviços de arquitetura e urbanismo e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura

Leia mais

DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e

DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e DECRETO Nº 37426 DE 11 DE JULHO DE 2013 Regulamenta a aplicação da Lei Complementar nº 126/13 e da Lei nº 6400/13, que instituem, por AUTOVISTORIA, a obrigatoriedade de realização de vistorias técnicas

Leia mais

Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria

Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria Rio de Janeiro: Decreto Regulamentador de Autovistoria Regulamenta a aplicação da Lei Complementar 126 de 26 de março de 2013 e da Lei 6400 de 05 de março de 2013, que instituem a obrigatoriedade de realização

Leia mais

- Manual de Fiscalização do Exercício da Arquitetura e Urbanismo - - 1 -

- Manual de Fiscalização do Exercício da Arquitetura e Urbanismo - - 1 - - 1 - CONSELHO DIRETOR - 2 - PLENÁRIO CAU/BR - 3 - SUMÁRIO - 4 - - 5 - 1. Apresentação O presente Manual de Fiscalização vem somar-se à Resolução CAU/BR nº 22, de 4 de maio de 2012, e à Lei nº 12.378,

Leia mais

EIXO EXERCÍCIO PROFISSIONAL

EIXO EXERCÍCIO PROFISSIONAL SEMINÁRIO CONFEA / CAU APRESENTADAS NOS GTs, ALINHADAS COM AS SOLUÇÕES BUSCADAS PELO SEMINÁRIO Brasília, 24 e 25 de julho de 2014 Eixo 1: Exercício Profissional Eixo 2: Fiscalização Eixo 3: Formação Profissional

Leia mais

Modelo de contrato de prestação de serviços em Arquitetura e Urbanismo

Modelo de contrato de prestação de serviços em Arquitetura e Urbanismo Modelo de contrato de prestação de serviços em Arquitetura e Urbanismo O CONTRATO DE PRESTAÇÃO é o único documento que o profissional possui, capaz de fazer prova conclusiva sobre os trabalhos contratados,

Leia mais

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO

PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO DE TRABALHO UNIÃO DE ENSINO E CULTURA DE GUARAPUAVA - UNIGUA FACULDADE GUARAPUAVA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO PERFIL DO CURSO INFORMAÇÕES SOBRE AS ATRIBUIÇÕES DOS ARQUITETOS E URBANISTAS INFORMAÇÕES SOBRE O MERCADO

Leia mais

Volta Redonda 25/06/2013

Volta Redonda 25/06/2013 Click to edit Master text styles Volta Redonda 25/06/2013 HISTÓRICO Click to edit Master text styles O Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU Foi criado Third pela Lei level Federal nº 12.378, de 31

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre os registros definitivos e temporários de profissionais no Conselho de Arquitetura e Urbanismo e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura e

Leia mais

Manual Brasileiro NR: MA 1 Pág: 1/1 de Acreditação - ONA Data de Emissão: 10/01/2000. LIDERANÇA E ADMINISTRAÇÃO Data desta Revisão: 06/03/2006

Manual Brasileiro NR: MA 1 Pág: 1/1 de Acreditação - ONA Data de Emissão: 10/01/2000. LIDERANÇA E ADMINISTRAÇÃO Data desta Revisão: 06/03/2006 Manual Brasileiro NR: MA 1 Pág: 1/1 de Acreditação - ONA Data de Emissão: 10/01/2000 LIDERANÇA E ADMINISTRAÇÃO Esta seção agrupa os componentes relacionados ao sistema de governo da Organização, aos aspectos

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO CAU - SICCAU

SISTEMA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO CAU - SICCAU SISTEMA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO CAU - SICCAU Suas principais dúvidas poderão ser respondidas no FAQ (perguntas mais frequentes) desta página da web. O sitio www.cau.org.br não é mais o sitio oficial

Leia mais

Click to edit Master text styles

Click to edit Master text styles Click to edit Master text styles HISTÓRICO Click to edit Master text styles O Conselho de Arquitetura e Urbanismo CAU foi criado pela Lei Federal nº 12.378, de 31 de dezembro de 2010, para regulamentar

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2006

PROJETO DE LEI Nº, DE 2006 PROJETO DE LEI Nº, DE 2006 (Do Sr. Átila Lira) Altera dispositivos da Lei n 4.769, de 9 de setembro de 1965, que dispõe sobre o exercício da profissão de Administrador. O Congresso Nacional decreta: Art.

Leia mais

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia CONFEA CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CREA CONSELHO REGIONAL

Leia mais

RESOLUÇÃO N 51, DE 12 DE JULHO DE 2013 PREÂMBULO

RESOLUÇÃO N 51, DE 12 DE JULHO DE 2013 PREÂMBULO RESOLUÇÃO N 51, DE 12 DE JULHO DE 2013 PREÂMBULO Com a presente Resolução o CAU/BR atende à responsabilidade que lhe foi atribuída pela Lei nº 12.378, de 31 de dezembro de 2010, de especificar as atividades,

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS -------------------------------------- -------------------------------------- DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU EXERCÍCIO 2015 33ª Reunião

Leia mais

FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU

FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU Sistema de Comunicação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo Elaboração: Julho/2012 Revisão 5: Maio/2014 Composição do CAU/BA: Presidente: Arq. e Urb. Guivaldo D Alexandria

Leia mais

Modelo de Fiscalização - CAU/RS Estudo de Caso: Carlos Barbosa Município Piloto. GRAMADO/RS - Agosto 2013

Modelo de Fiscalização - CAU/RS Estudo de Caso: Carlos Barbosa Município Piloto. GRAMADO/RS - Agosto 2013 Modelo de Fiscalização - CAU/RS Estudo de Caso: Carlos Barbosa Município Piloto GRAMADO/RS - Agosto 2013 Comissão de Exercício Profissional (CEP) Carlos Eduardo Mesquita Pedone Clarissa Berny Maria Bernadete

Leia mais

( ), de de 2014. (Assinatura) Responsável pela Chapa Candidato à vaga de Conselheiro Titular

( ), de de 2014. (Assinatura) Responsável pela Chapa Candidato à vaga de Conselheiro Titular REQUERIMENTO DE REGISTRO DE CHAPA DE CANDIDATO A CONSELHEIRO FEDERAL TITULAR E SUPLENTE REPRESENTANTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DE ARQUITETURA E URBANISMO Sr. Coordenador da Comissão Eleitoral para escolha

Leia mais

REUNIÃO COM A PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO SEC. DA CASA CIVIL - DEPUTADO PEDRO PAULO CARVALHO TEIXEIRA SEC. DE URBANISMO SEC. MARIA MADALENA SAINT

REUNIÃO COM A PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO SEC. DA CASA CIVIL - DEPUTADO PEDRO PAULO CARVALHO TEIXEIRA SEC. DE URBANISMO SEC. MARIA MADALENA SAINT REUNIÃO COM A PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO SEC. DA CASA CIVIL - DEPUTADO PEDRO PAULO CARVALHO TEIXEIRA SEC. DE URBANISMO SEC. MARIA MADALENA SAINT MARTIN DE ASTÁCIO 09/05/2013 Colaboração do Conselho de

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU/RO ATÉ 2023

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU/RO ATÉ 2023 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU/RO ATÉ 2023 Etapa de Desdobramento da Estratégia do CAU para o CAU/RO Porto Velho, 4 de fevereiro de 2014 Missão: Visão: Promover a Arquitetura e para Todos Ser reconhecido

Leia mais

Semana de Arquitetura Riscando o Futuro Universidade Estácio de Sá Campus Akxe 13/05/2013

Semana de Arquitetura Riscando o Futuro Universidade Estácio de Sá Campus Akxe 13/05/2013 Click to edit Master text styles» Fifth level Semana de Arquitetura Riscando o Futuro Universidade Estácio de Sá Campus Akxe 13/05/2013 HISTÓRICO Click to edit Master text styles O Conselho de Arquitetura

Leia mais

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 22, DE 6 DE SETEMBRO DE 2013

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 22, DE 6 DE SETEMBRO DE 2013 DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 22, DE 6 DE SETEMBRO DE 2013 Aprova o Quadro de Pessoal do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

PASSO A PASSO DAS FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU

PASSO A PASSO DAS FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU PASSO A PASSO DAS FUNCIONALIDADES BÁSICAS DO SICCAU Sistema de Comunicação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo Elaboração: Julho/2012 Revisão 2: Dezembro/2012 Composição do CAU/BA: Presidente: Jandira

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR

PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROGRAMAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU/BR EXERCÍCIO

Leia mais

Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO DOU de 05/10/2015 (nº 190, Seção 1, pág. 669) Institui o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

SICCAU Sistema de Informação e Comunicação do CAU

SICCAU Sistema de Informação e Comunicação do CAU SICCAU Sistema de Informação e Comunicação do CAU O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil - CAU/BR e os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo dos Estados e do Distrito Federal CAU/UF, criados pela

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA CAU/SP Nº 003/2015 INSCRIÇÃO E REVALIDAÇÃO DE INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA CAU/SP Nº 003/2015 INSCRIÇÃO E REVALIDAÇÃO DE INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA CAU/SP Nº 003/2015 INSCRIÇÃO E REVALIDAÇÃO DE INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO CAU/SP

Leia mais

Esclarecimento de dúvidas sobre Regularidade Fiscal

Esclarecimento de dúvidas sobre Regularidade Fiscal Esclarecimento de dúvidas sobre Regularidade Fiscal Inteligência coletiva o conhecimento é construído de forma colaborativa, com a participação de todos Manter a regularidade Fiscal Atualização cadastral

Leia mais

DECRETO Nº 7.643 de 10 de junho de 2005.

DECRETO Nº 7.643 de 10 de junho de 2005. DECRETO Nº 7.643 de 10 de junho de 2005. Dispõe sobre as competências, a estrutura básica e o Quadro de Lotação de Cargos Comissionados da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo - SEMURB, e

Leia mais

SICAP Sistema Integrado de Controle e Auditoria Pública. Najla Mansur Braga

SICAP Sistema Integrado de Controle e Auditoria Pública. Najla Mansur Braga SICAP Sistema Integrado de Controle Najla Mansur Braga É uma ferramenta de auditoria e comunicação desenvolvida pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins e tem como missão o recebimento de dados que

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética de Edifícios (SCE) Paulo Santos / ADENE PORTUGAL

Sistema Nacional de Certificação Energética de Edifícios (SCE) Paulo Santos / ADENE PORTUGAL Sistema Nacional de Certificação Energética de Edifícios (SCE) Paulo Santos / ADENE PORTUGAL Inmetro, Brasil, 14 e 15 de Maio 2012 ÍNDICE ADENE - Apresentação Enquadramento e introdução ao SCE Formação

Leia mais

Diretor Administra.vo Gerson Mendes Setembro/2013

Diretor Administra.vo Gerson Mendes Setembro/2013 Estudo para implantação administrativa das Regionais do CAU/SP, conforme Art. 34 Compete aos CAUs: (...) III criar representações e escritórios descentralizados no território de sua jurisdição, na forma

Leia mais

CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1. ARQUITETURA DE INTERIORES 2. ARQUITETURA E CENOGRAFIA ARQUITETURA DE INTERIORES

CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1. ARQUITETURA DE INTERIORES 2. ARQUITETURA E CENOGRAFIA ARQUITETURA DE INTERIORES CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1. ARQUITETURA DE INTERIORES 2. ARQUITETURA E CENOGRAFIA ARQUITETURA DE INTERIORES APRESENTAÇÃO O curso oferece, a arquitetos e a profissionais de áreas afins, um perfil

Leia mais

RESOLUÇÃO N 92, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014.

RESOLUÇÃO N 92, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014. RESOLUÇÃO N 92, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014. Regulamenta o compartilhamento, entre o CAU/BR e os CAU/UF, da gestão, manutenção, evolução e despesas relativas ao Centro de Serviços Compartilhados do Conselho

Leia mais

Manual Brasileiro NR: MA 7 Pág: 1/1 de Acreditação - ONA Data de Emissão: 01/12/2003. INFRA-ESTRUTURA Data desta Revisão: 06/03/2006

Manual Brasileiro NR: MA 7 Pág: 1/1 de Acreditação - ONA Data de Emissão: 01/12/2003. INFRA-ESTRUTURA Data desta Revisão: 06/03/2006 Manual Brasileiro NR: MA 7 Pág: 1/1 INFRA-ESTRUTURA Esta seção agrupa todos os componentes que se relacionam à gestão e à manutenção da infra-estrutura da organização. Subseções atuais: Gestão de Projetos

Leia mais

PRÁTICA ASSISTIDA UM RELATO DO CAU/RS SOBRE A PRÁTICA PROFISSONAL ASSISTIDA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DE ARQUITETURA E URBANISMO NO RIO GRANDE DO SUL

PRÁTICA ASSISTIDA UM RELATO DO CAU/RS SOBRE A PRÁTICA PROFISSONAL ASSISTIDA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DE ARQUITETURA E URBANISMO NO RIO GRANDE DO SUL PRÁTICA ASSISTIDA UM RELATO DO CAU/RS SOBRE A PRÁTICA PROFISSONAL ASSISTIDA NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO DE ARQUITETURA E URBANISMO NO RIO GRANDE DO SUL INTRODUÇÃO Inicialmente as duas Comissões Permanentes

Leia mais

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO PARANÁ CÂMARA TÉCNICA DE ARQUITETURA DE INTERIORES

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO PARANÁ CÂMARA TÉCNICA DE ARQUITETURA DE INTERIORES CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO PARANÁ CÂMARA TÉCNICA DE ARQUITETURA DE INTERIORES A Câmara Técnica de Arquitetura de Interiores do CAU/PR Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná, terá como

Leia mais

Curso Operacional SICCAU

Curso Operacional SICCAU Apresentação O Sistema de Informação e Comunicação do CAU - SICCAU, disponível para acesso dos profissionais e empresas de arquitetura e urbanismo por meio de página específica na internet, deve ser utilizado

Leia mais

O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA ÁREA TECNOLÓGICA NO SISTEMA CONFEA/CREA

O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA ÁREA TECNOLÓGICA NO SISTEMA CONFEA/CREA O EXERCÍCIO PROFISSIONAL DA ÁREA TECNOLÓGICA NO SISTEMA CONFEA/CREA O PAPEL DOS CONSELHOS PROFISSIONAIS Parecer CNE/CES n 20/2002 Não cabe ao órgão profissional definir condições de funcionamento de cursos

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, BACHARELADO CURRÍCULO 1620 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= LEI Nº 2.689, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- Autoriza a doação de lote

Leia mais

NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO. Módulo 3

NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO. Módulo 3 NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO Módulo 3 Sistema Metropolitano de Informações Georreferenciadas MetroGeo Curso Noções de Geoprocessamento Módulo 3 Oscar Ricardo M. Schmeiske Programação Curso Noções de Geoprocessamento

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU Exercício 2013

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU Exercício 2013 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO CAU Exercício 2013 Aprovado na 11ª Reunião Plenária. Brasília/DF, 04 de outubro de 2012. CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CAU/BR SCN Quadra 01, BL. E, Ed. Central

Leia mais

RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012.

RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012. RESOLUÇÃO N 24, DE 6 DE JUNHO DE 2012. Dispõe sobre o acervo técnico do arquiteto e urbanista e a emissão de Certidão de Acervo Técnico (CAT), sobre o registro de atestado emitido por pessoa jurídica de

Leia mais

RESOLUÇÃO N 26, DE 6 DE JUNHO DE 2012

RESOLUÇÃO N 26, DE 6 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÃO N 26, DE 6 DE JUNHO DE 2012 Dispõe sobre o registro de arquitetos e urbanistas, brasileiros ou estrangeiros portadores de visto permanente, diplomados por instituições de ensino estrangeiras,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 106, DE 26 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 106, DE 26 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 106, DE 26 DE JUNHO DE 2015 Regulamenta os ressarcimentos a serem concedidos aos profissionais arquitetos e urbanistas e às pessoas jurídicas de valores pagos indevidamente aos CAU/UF, e ainda

Leia mais

RESOLUÇÃO N 58, de 5 DE OUTUBRO DE 2013

RESOLUÇÃO N 58, de 5 DE OUTUBRO DE 2013 RESOLUÇÃO N 58, de 5 DE OUTUBRO DE 2013 Dispõe sobre o procedimento para a aplicação das sanções ético-disciplinares relacionadas às infrações ético-disciplinares por descumprimento à Lei n 12.378, de

Leia mais

1 - Gerencial: Siscont, Patrimônio, Passagens e Diárias e Almoxarifado;

1 - Gerencial: Siscont, Patrimônio, Passagens e Diárias e Almoxarifado; RESOLUÇÃO N 71, DE 24 DE JANEIRO DE 2014 (1) Regulamenta o compartilhamento, entre o CAU/BR e os CAU/UF, da gestão, manutenção, evolução e despesas relativas ao Centro de Serviços Compartilhados dos Conselhos

Leia mais

ESCOPO TÉCNICO PARA ELABORAÇÃO DE LAUDO TÉCNICO DE VISTORIA

ESCOPO TÉCNICO PARA ELABORAÇÃO DE LAUDO TÉCNICO DE VISTORIA Condomínio do Conjunto Residencial Estoril Sagres e Setúbal Estrada do Galeão 2840, 2800 e 2760 Blocos 1 e 2 - CNPJ: 29.384.609/0001-93 TP 1310-003 ESCOPO TÉCNICO PARA ELABORAÇÃO DE LAUDO TÉCNICO DE VISTORIA

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE ARQUITETOS E URBANISTAS PARA PRESTAÇÃO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA -CONVÊNIO DEFENSORIA PÚBLICA - CAU/SP O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo CAU/SP, nos termos do Convênio

Leia mais

quem somos ...otimiza o ambiente de trabalho, adapta as diversas possibilidades do empreendimento... Solução completa para espaços corporativos.

quem somos ...otimiza o ambiente de trabalho, adapta as diversas possibilidades do empreendimento... Solução completa para espaços corporativos. 2006/2009 quem somos Solução completa para espaços corporativos. A Std Office traz toda expertise do Grupo Stadia, com novas tecnologias, aplicada a arquitetura e engenharia otimiza o ambiente de trabalho,

Leia mais

Comissão Eleitoral Nacional (CEN)

Comissão Eleitoral Nacional (CEN) ORIENTAÇÕES ACERCA DO REGISTRO DE CANDIDATURA DE CHAPA MÓDULO ELEITORAL DO CAU/BR ATÉ A DATA DA ELEIÇÃO 5 DE NOVEMBRO DE 2014. Neste ano o CAU promove eleições para escolher os conselheiros federais e

Leia mais

Curso Operacional SICCAU

Curso Operacional SICCAU Apresentação O Sistema de Informação e Comunicação do CAU, disponível para acesso aos Profissionais de Arquitetura e Urbanismo via rede de computadores internet, por meio de página específica, deve ser

Leia mais

Código Disciplina/Pré-Requisito Caráter Créditos. ARQ01046 LINGUAGENS GRÁFICAS I Obrigatória 3 45 ARQ01045 MAQUETES Obrigatória 3 45

Código Disciplina/Pré-Requisito Caráter Créditos. ARQ01046 LINGUAGENS GRÁFICAS I Obrigatória 3 45 ARQ01045 MAQUETES Obrigatória 3 45 Período Letivo: 2012/1 Curso: ARQUITETURA E URBANISMO Habilitação: ARQUITETURA E URBANISMO Currículo: ARQUITETURA E URBANISMO Créditos Obrigatórios: 260 Créditos Eletivos: 10 Créditos Complementares: 6

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ASSESSORIA DA FISCALIZAÇÃO IT. 42 01 1 / 5 1. OBJETIVO Assessorar o Departamento de nas ações fiscalizatórias de verificação do exercício das profissões pertencentes ao sistema Confea/Crea, junto às empresas,

Leia mais

Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul

Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul ESTRUTURA CFC Criados pelo DL 9295 de 27 de maio de 1946 CRCs DELEGACIAS REGIONAIS As Delegacias Regionais foram criadas a partir de 1958. O CRCRS

Leia mais

TUTORIAL DE PREENCHIMENTO DE RRT SIMPLES

TUTORIAL DE PREENCHIMENTO DE RRT SIMPLES TUTORIAL DE PREENCHIMENTO DE RRT SIMPLES Após acessar sua área do profissional, clique na aba de RRT e vá em Preencher Registro de Responsabilidade Técnica. Selecione o modelo COD002 SIMPLES. Este modelo

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Antonio Carlos Mendes Thame) Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Informata - que engloba todos os profissionais de Informática. O Congresso Nacional

Leia mais

ASSUNTO: Autorização de obras, benfeitorias, acessos, mudanças, uso de elevadores e áreas comuns

ASSUNTO: Autorização de obras, benfeitorias, acessos, mudanças, uso de elevadores e áreas comuns CIRCULAR 001/2014 DATA: 02 de Agosto de 2014 ASSUNTO: Autorização de obras, benfeitorias, acessos, mudanças, uso de elevadores e áreas comuns Senhores Condôminos, Como Síndica do Condomínio Le Jardin,

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE A ESPECIFICAÇÃO E FUNDAMENTOS DAS ATIVIDADES PRIVATIVAS DE ARQUITETOS E URBANISTAS ASPECTOS LEGAIS E NORMATIVOS

NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE A ESPECIFICAÇÃO E FUNDAMENTOS DAS ATIVIDADES PRIVATIVAS DE ARQUITETOS E URBANISTAS ASPECTOS LEGAIS E NORMATIVOS NOTAS EXPLICATIVAS SOBRE A ESPECIFICAÇÃO E FUNDAMENTOS DAS ATIVIDADES PRIVATIVAS DE ARQUITETOS E URBANISTAS ASPECTOS LEGAIS E NORMATIVOS CRIAÇÃO DOS CONSELHOS DE ARQUITETURA E URBANISMO O Conselho de Arquitetura

Leia mais

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como emissor de NF-e Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Versão: 24/05/2010 Passos e Orientações para solicitação de credenciamento como

Leia mais

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 21, DE 9 DE AGOSTO DE 2013

DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 21, DE 9 DE AGOSTO DE 2013 DELIBERAÇÃO PLENÁRIA N 21, DE 9 DE AGOSTO DE 2013 Aprova as diretrizes para elaboração do Plano de Ação e Orçamento do CAU referente ao Exercício de 2014, e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura

Leia mais

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA TÓPICOS INSTRUMENTOS LEGAIS APLICÁVEIS LEGISLAÇÃO: CONSTITUIÇÃO FEDERAL, LEIS, DECRETOS e RESOLUÇÕES FORMAÇÃO E ATRIBUIÇÃO PROFISSIONAL DELIBERAÇÕES NORMATIVAS

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS -------------------------------------- -------------------------------------- DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO E ORÇAMENTO DO CAU EXERCÍCIO 2016 44ª Reunião

Leia mais

O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C A Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O P R E S I D E N T E D A R E P Ú B L I C A Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI No 12.378, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o exercício da Arquitetura e Urbanismo; cria o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil - CAU/BR e os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo dos

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.819.026,06 1.569.128,55 DESPESA CORRENTE 1.082.835,00 832.937,49

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto

Comparativo da Despesa Paga. Gratificação de Natal - 13º Salário. Material de Limpeza e Produtos de Higiene. Material de Áudio, Vídeo e Foto Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Rio Grande do Norte CNPJ: 14.829.126/0001-88 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 1.819.026,06 102.069,64 491.340,38 1.327.685,68 DESPESA CORRENTE

Leia mais

Objetivos dos Seminários

Objetivos dos Seminários Segundo Semestre Objetivos dos Seminários Contribuir para a melhoria da gestão empresarial nas construtoras e incorporadoras; Garantir atualização tecnológica e gerencial aos profissionais da construção

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

INSTRUTIVO DE ORIENTAÇÃO PARA LIBERAÇÃO DE INCENTIVO FINANCEIRO

INSTRUTIVO DE ORIENTAÇÃO PARA LIBERAÇÃO DE INCENTIVO FINANCEIRO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA INSTRUTIVO DE ORIENTAÇÃO PARA LIBERAÇÃO DE INCENTIVO FINANCEIRO PROGRAMA DE REQUALIFICAÇÃO DE UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br Infraestrutura Física dos Serviços de Saúde no Conceito Hospitais Seguros INICIATIVAS DA ANVISA e OPAS/OMS PARA IMPLANTAÇÃO DA ESTRATÉGIA SEGURANÇA DO PACIENTE NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO PAÍS Coordenação

Leia mais

Atividades e atribuições profissionais do arquiteto e urbanista

Atividades e atribuições profissionais do arquiteto e urbanista Atividades e atribuições profissionais do arquiteto e urbanista PALAVRA DO PRESIDENTE Acreditamos que, de alguma maneira, todos nós passamos a vida inteira em busca de harmonia. E harmonia é, simplesmente,

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR ISAAC TAYAH

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS GABINETE DO VEREADOR ISAAC TAYAH PROJETO DE LEI Nº. 138/2015 CRIA LAUDO TÉCNICO DE VISTORIA PREDIAL (LTVP) NO MUNICIPIO DE MANAUS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Art. 1º Fica instituída, no Município de Manaus, a obrigatoriedade de autovistoria,

Leia mais

PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010

PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010 PORTARIA Nº 98 DE 11/06/2010 (Estadual - Minas Gerais) Data D.O.: 12/06/2010 Dispõe sobre a autorização para recebimento e homologação de laudos técnico-ambientais e plantas georreferenciadas, elaborados

Leia mais

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Âmbito de abrangência Art. 1o O exercício da profissão de arquiteto e urbanista passa a ser regulado

Leia mais

LEI Nº 7.498, DE 25 DE JUNHO DE 1986

LEI Nº 7.498, DE 25 DE JUNHO DE 1986 LEI Nº 7.498, DE 25 DE JUNHO DE 1986 Dispõe sobre a regulamentação do exercício da enfermagem e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

O Sistema Confea/ Crea

O Sistema Confea/ Crea O Sistema Confea/Crea é regido pela Lei nº 5.194, de 24/dez/1966. O Sistema Confea/ Crea O Conselho Federal e os Conselhos Regionais são autarquias* dotadas de personalidade jurídica de direito público,

Leia mais

O Sr. Prefeito Municipal de Volta Redonda, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei;

O Sr. Prefeito Municipal de Volta Redonda, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei; DECRETO N.º 9185 EMENTA: Institui o DCU SIMPLES, um conjunto de Programas de Ação do Departamento de Controle Urbanístico da Secretaria Municipal de Planejamento, para aprovação de projetos e licenciamento

Leia mais

RESOLUÇÃO N 67, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO N 67, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO N 67, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013. Dispõe sobre os Direitos Autorais na Arquitetura e Urbanismo, estabelece normas e condições para o registro de obras intelectuais no Conselho de Arquitetura e

Leia mais

Relatório de Viagens realizadas pelos Conselheiros até Outubro de 2014. Nome Assunto Destino Período

Relatório de Viagens realizadas pelos Conselheiros até Outubro de 2014. Nome Assunto Destino Período Relatório de Viagens realizadas pelos Conselheiros até Outubro de 2014 OSVALDO ABRÃO DE SOUZA Reunião com o Presidente Haroldo Pinheiro no CAU/BR. Brasília/DF 05.02.14 Assinatura do termo de cooperação

Leia mais

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO Nº 1/2013 EXTRATO DO EDITAL

CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO Nº 1/2013 EXTRATO DO EDITAL Extrato do edital normativo publicado no Diário Oficial da União n o 183, 20 setembro 2013, Seção 3, páginas 203 a 205. CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL NORMATIVO

Leia mais

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio.

Perfil do Franqueado. Procuramos empreendedores com o seguinte perfil: Experiência em varejo ou rede de negócio. F R A N Q U I A Benefícios do Modelo Uma das marcas mais fortes e reconhecidas do país. A marca faz parte de um conglomerado que se consolida como um dos maiores do país (Alpargatas - Grupo Camargo Corrêa).

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO EDITAL Nº 1 DO CONCURSO PÚBLICO 1/2013 CAU/BR - NORMATIVO ANEXO II RELAÇÃO DE EMPREGOS,

Leia mais

I seja aprovado o projeto arquitetônico;

I seja aprovado o projeto arquitetônico; PROJETO DE LEI Nº 106/2015. INSTITUI A LICENÇA PRÉVIA PARA FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS QUE ESPECIFICA, EM IMÓVEIS E EDIFICAÇÕES QUE NÃO CUMPRAM OS REQUISITOS EXIGIDOS PELA LEGISLAÇÃO EM VIGOR PARA

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO COMISSÃO DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS ------------------------------------------------------------------------------------------------------ ------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PLANO DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL

PLANO DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL PLANO DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL Inicialmente, cumpre destacar que o referido Plano de Divulgação está em consonância com o Plano de Divulgação do Processo Eleitoral da CEN Comissão Eleitoral

Leia mais

CAU/MS EXERCÍCIO PROFISSIONAL FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO DA ARQUITETURA DISCIPLINA INFORMAÇÃO

CAU/MS EXERCÍCIO PROFISSIONAL FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO DA ARQUITETURA DISCIPLINA INFORMAÇÃO W W W. C A U M S. G O V. B R CAU/MS CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE MATO GROSSO DO SUL EXERCÍCIO PROFISSIONAL DISCIPLINA INFORMAÇÃO FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIANA ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 286/2014 DECRETO Nº 286/2014 Dispõe sobre o recadastramento imobiliário do município de Viana. O PREFEITO MUNICIPAL, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais que lhe conferem a Lei Orgânica do

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO-RESERVA EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E NÍVEL MÉDIO EDITAL Nº 1 DO CONCURSO PÚBLICO 1/2013 CAU/BR - NORMATIVO ANEXO I QUADRO DE VAGAS, SALÁRIOS

Leia mais

Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios. Marcos Velletri

Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios. Marcos Velletri Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios Marcos Velletri Reforma e Manutenção de Edificações ou Condomínios É de extrema importância a conscientização de proprietários e síndicos quanto à responsabilidade

Leia mais

Comparativo da Despesa Paga. Material de Áudio, Vídeo e Foto. Materiais Elétricos e de Telefonia. Materiais para Manutenção de Bens Imóveis

Comparativo da Despesa Paga. Material de Áudio, Vídeo e Foto. Materiais Elétricos e de Telefonia. Materiais para Manutenção de Bens Imóveis Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Pernambuco CNPJ: 14.944.213/0001-86 Comparativo da Paga CRÉDITO DISPONÍVEL DA DESPESA 2.158.493,01 800.039,38 DESPESA CORRENTE 1.423.578,00 1.260.146,99

Leia mais

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE

PROCEDIMENTO DA QUALIDADE Pág.: 1 de 6 1. OBJETIVO Realizar o gerenciamento dos projetos desde o seu planejamento, desenvolvimento, recebimento, análise crítica, controle e distribuição nas obras. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Manual

Leia mais