Manual de Instalação. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual de Instalação. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S"

Transcrição

1 CT801-LB/S Manual de Instalação SAS au Capital de R.C.S. Bourges - APE : 2651B Headquarter : 9, rue Isaac Newton Bourges - France

2 Manual de Instalação CT801-LB/S 1ª Edição Publicada em fevereiro de 2013

3 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO DESCRIÇÃO Modulador pneumático Transdutor eletrônico DESEMBALANDO E INSPECIONANDO INSTALAÇÃO Instalação da porta de inserção Instalação da tubulação de borbulhamento dentro do tanque Continuação da linha de borbulhamento Instalação das válvulas de desligamento, se necessário, na linha de borbulhamento Válvula de isolamento Válvula de serviço opcional Instalação de uma linha para a pressão do gás sobre a superfície do líquido em tanques pressurizados instalação do transmissor CT CONEXÕES Fornecimento de ar Conexão elétrica Tensão da fonte Procedimento Conexão de indicador analógico ou digital sem fonte de energia integrada Conexão de indicador digital com fonte de energia integrada Conexão de um transmissor-indicador MICATRANS A/D Conexão do TA3840C Conexão do indicador de pressão (tipo CT080)... 16

4 6. CONTROLE DE INSTALAÇÃO - PREPARAÇÃO PARA ATIVAÇÃO Linhas de borbulhamento Transmissor CT Comissionamento Verificação da medição Verificando o estado dinâmico Verificando o estado estático INFORMAÇÕES Referências do Serviço de Atendimento ao Cliente Honeywell Marine ANOTAÇÕES PESSOAIS Anexo A Série CT801 - RELATÓRIO DE INSTALAÇÃO E INSPEÇÃO... 21

5 1. INTRODUÇÃO O Transmissor de Nível série CT801 foi planejado para medir o nível de todos os tipos de produtos líquidos em todos os tipos de tanques, como tanques de lastro, tanques de serviço e outros, a partir da pressão hidrostática das bolhas geradas pelo fluxo de ar que chega ao fundo do tanque por meio de uma tubulação. Essa pressão é enviada para um transdutor eletrônico que inclui um conversor de pressão, fornecendo um sinal elétrico analógico de saída. O CT801-LB/S oferece como saída um sinal de corrente elétrica de 4 a 20 ma no loop cuja alimentação é de 24 Vcc. São necessários dois fios para conectar o CT801-LB/S ao sistema de monitoramento. A série CT801 é equipada com um sensor diferencial de pressão. Assim, mesmo se instalado em um tanque pressurizado, o sinal de saída é uma função direta da altura do líquido. A série CT801 é equipada com a seguinte interface mecânica, a fim de oferecer a melhor adaptação para todas as condições de instalação: sufixo B: flange PN16 DN50 sufixo R: conector rosqueado fêmea 1" BSPP, com bracket opcional sufixo R1/4 : conector rosqueado fêmea 1/4" NPT, com bracket opcional O transmissor é descrito no Manual Técnico MT5005. A manutenção do transmissor é descrita no Manual de Manutenção MM5005. CT801-LB/S - Manual de Instalação 5

6 2. DESCRIÇÃO A série CT801 é composta por duas partes principais: o modulador pneumático do fluxo de borbulhamento e o transdutor de sinal eletrônico. 2.1 Modulador pneumático O modulador pneumático do fluxo de borbulhamento é o mesmo em ambos os modelos. Ele é composto por: Placa de identificação Compartimento para o transdutor eletrônico Conector NPT 1/8" para conexão de entrada, pressão de referência baixa (tanque pressurizado) ou bico de descarga (tanque não pressurizado) Válvula de proteção contra sobrepressão Conector NTP 1/8" de conexão de saída p/ o indicador de pressão (cópia da pressão) Filtro de ar Conector NTP 1/4" para conexão de entrada da fonte de ar Gerador de borbulhamento com ajuste do fluxo de ar Conector NTP 1/4" para controle de fluxo Válvula de proteção de retorno do ar de borbulhamento Interface do processo e conexão de saída da sonda de borbulhamento: - Flange PN 16-DN 50 com conector rosqueado 1/2" NPT - Encaixe cilíndrico 1 BSPP. - Encaixe cônico 1/4 NPT CT801-LB/S - Manual de Instalação 6

7 2.2 Transdutor eletrônico A placa do transdutor eletrônico, que inclui o sensor de pressão, fica localizada em um compartimento resistente no topo do modulador pneumático, garantindo o formato compacto do transmissor CT801. Terminais Ajuste zero (marca "Z") Ajuste de span (marca "S") Tipo Tipo DESEMBALANDO E INSPECIONANDO Desembale o produto com cuidado. Se algum dano for observado, envie imediatamente a notificação necessária à transportadora, de acordo com as condições legais da sua região. Faça a inspeção de acordo com os termos do pedido, recibo de entrega e arquivo do fabricante. 4. INSTALAÇÃO Consulte os diagramas de instalação fornecidos pela Honeywell Marine. O procedimento normal ocorre na seguinte ordem: 1. Instalação do suporte da tubulação de borbulhamento através da penetração no tanque; 2. Instalação da tubulação de borbulhamento dentro do tanque; 3. Continuação da linha de borbulhamento, da inserção no deck ao transmissor CT801; 4. Instalação das válvulas de isolamento, se for o caso, na linha de borbulhamento; 5. Instalação do transmissor CT801; 6. Conexões pneumáticas e elétricas no transmissor CT801, descritas no capítulo 5; 7. Controle de instalação, descrito no capítulo 6. Para um melhor desempenho da instalação, o procedimento acima deve ser executado passo a passo. CT801-LB/S - Manual de Instalação 7

8 O mais importante para garantir uma instalação correta e um bom desempenho nas medições é certificar-se de que a linha de borbulhamento esteja perfeitamente vedada, desde a extremidade dentro do tanque até a porta de saída do CT801. O relatório de inspeção da instalação no ANEXO A deve ser preenchido após cada etapa da instalação e controle do sistema (veja o cap. 6). 4.1 Instalação da porta de inserção A porta de inserção do tanque deve ser colocada no topo ou ao lado do tanque, de acordo com as condições previstas de operação, e em relação ao local do nível de referência selecionado (consulte a seção de operação no manual técnico). 4.2 Instalação da tubulação de borbulhamento dentro do tanque O tubulação de borbulhamento é inserida no tanque pela porta de inserção até a posição do nível de referência. O diâmetro recomendado para a linha de borbulhamento é de ½". Em caso de líquidos viscosos, o diâmetro pode ser aumentado na saída do borbulhamento. Basta fazer um corte inclinado (em ângulo) na saída do tubo, a fim de obter um fluxo de ar regular e em uma direção constante. CUIDADO: A tubulação de borbulhamento não deve apresentar curvaturas com concavidade para baixo dentro do tanque, sob risco de retenção de líquidos ou condensação, causando erros nas medições. 4.3 Continuação da linha de borbulhamento Fora do tanque, a linha de borbulhamento irá da porta de inserção no tanque até o transmissor CT801, passando por quaisquer válvulas existentes (veja mais adiante). O diâmetro recomendado para a linha de borbulhamento é de ¼" e ela deve ser fabricada em material compatível com o ambiente. Toda tubulação a ser instalada no deck deve levar em conta a proteção adequada. CUIDADO: A linha de borbulhamento não deve apresentar curvaturas com concavidade para baixo, sob risco de retenção de líquidos ou condensação, o que pode causar erros de medição. Quando isso não for possível, é altamente recomendado instalar uma válvula de dreno no ponto mais baixo, a fim de eliminar o líquido acumulado em caso de suspeita de erros. CT801-LB/S - Manual de Instalação 8

9 4.4 Instalação das válvulas de desligamento, se necessário, na linha de borbulhamento Válvula de isolamento CUIDADO: Quando o CT801 for instalado em um local mais baixo do que a superfície mais alta do líquido, é essencial instalar uma válvula de isolamento na linha de borbulhamento a fim de permitir a instalação e remoção do transmissor sem risco de expansão do líquido. Essa válvula deve ser instalada perto do transmissor, garantindo que um volume morto de 0,5 litro seja preservado entre o CT801 e a válvula. RECOMENDAÇÃO: Em todos os outros casos, é altamente recomendado isolar a linha de borbulhamento, inserindo uma válvula para fins de verificação ou manutenção. Até a inicialização e antes de qualquer operação do transmissor CT801, a válvula de isolamento na linha de borbulhamento deve estar obrigatoriamente FECHADA Válvula de serviço opcional Em caso de fluidos turvos (como em tanques de lastro, por exemplo), ou quando a linha de borbulhamento dentro do tanque puder ser obstruída por partículas, uma válvula de três vias pode ser instalada na linha, no lado do transmissor, recebendo ar comprimido: quando o sinal de medição aumentar, possivelmente devido a uma obstrução parcial na linha de borbulhamento, essa válvula pode ser ativada para ajudar a eliminar a obstrução. Essa válvula também pode ser usada para reduzir o tempo de resposta necessário para alcançar o equilíbrio da pressão hidrostática ao iniciar o sistema. 4.5 Instalação de uma linha para a pressão do gás sobre a superfície do líquido em tanques pressurizados No caso de um tanque pressurizado, a pressão do gás sobre a superfície do líquido, ou seja, a parte superior do tanque, precisa ser ligada à conexão de entrada de pressão de baixa referência (veja 2.1). CUIDADO: Certifique-se de que a pressão do gás sobre a superfície do líquido não exceda o limite de sobrepressão, conforme a tabela a seguir: CT801-LB/S - Manual de Instalação 9

10 FAIXA DA ESCALA PRESSÃO MÁXIMA SOBRE A SUPERFÍCIE DO LÍQUIDO 0-50/70 mbar 2000 mbar 0-70/350 mbar 2000 mbar 0-350/1050 mbar 2000 mbar /2100 mbar 8000 mbar /4100 mbar 9000 mbar RECOMENDAÇÃO: É altamente recomendado isolar essa linha inserindo uma válvula para fins de verificação ou manutenção. RECOMENDAÇÃO: Quando a pressão do gás sobre a superfície do líquido for maior do que 300 mbar, é necessário instalar um conjunto de válvulas de proteção, da seguinte forma: Conector NPT 1/8 p/ conexão do gás sobre a superfície do líquido (ATM) R3 R4 R1 R2 Gás inerte - R1 e R2 isolam a linha - R3 equaliza as pressões para inicialização - R4 despressuriza o circuito em caso de emergência CT801-LB/S - Manual de Instalação 10

11 4.6 Instalação do transmissor CT801 A série CT801 pode ser equipada com uma das seguintes interfaces mecânicas, a fim de oferecer a melhor adaptação para todas as condições de instalação: sufixo B: flange PN16 DN50, para instalação em um contra-flange ou em um suporte horizontal plano; sufixo R: conector fêmea rosqueado 1" BSPP, com bracket de montagem opcional para instalação em paredes; sufixo R1/4 : conector fêmea rosqueado 1/4" NPT, com bracket de montagem opcional para instalação em paredes; Proceda da seguinte forma: 5. CONEXÕES Instale o transmissor CT801 em seu suporte ou bracket. Observe cuidadosamente a orientação das entradas pneumática e elétrica para garantir as melhores condições de conexão; Se houver válvulas de isolamento presentes, verifique se estão todas fechadas; Conecte a linha de borbulhamento na saída do transmissor CT801, conforme o modelo; Verifique a entrada de pressão de referência: - Quando o tanque não for pressurizado, essa entrada pode ser deixada aberta, ou equipada com um bico de descarga em caso de ambientes com poeira ou umidade; - quando o tanque for pressurizado, conecte essa entrada à parte superior do tanque usando um tubo, a fim de equilibrar a pressão sobre a superfície do líquido. 5.1 Fornecimento de ar CUIDADO: O transmissor CT801 deve receber apenas ar com qualidade de instrumento, a uma pressão de 4 a 10 bar. Não hesite em contatar a Honeywell Marine para obter um secador de ar e um extrator de óleo. RECOMENDAÇÃO: Incorpore uma válvula no circuito para melhorar as condições de instalação e manutenção. Conecte o fornecimento de ar ao conector NPT ¼ marcado com uma seta (veja 2.1). CT801-LB/S - Manual de Instalação 11

12 5.2 Conexão elétrica Tensão da fonte Fornecimento de tensão para o transmissor = 12 a 28 Vcc ou 16 a 28 Vcc, com o valor sendo determinado de acordo com a impedância, conforme o diagrama abaixo: CARGA em Ohms Tipo Tipo Vcc Fonte de energia Vcc Procedimento Dois tipos de prensa cabos podem ser fornecidos: um para cabos com diâmetro de 7 a 12 mm um para cabos com diâmetro de 8.5 a 14.5 mm CUIDADO: Lembre-se de que uma instalação adequada requer uma vedação perfeita das conexões elétricas contra a água: Certifique-se de usar o prensa cabo correto de acordo com a medida do diâmetro do cabo; Certifique-se de apertar o prensa cabo na capa do cabo (veja abaixo). CT801-LB/S - Manual de Instalação 12

13 As conexões devem ser feitas com a energia desligada: abra o compartimento do módulo eletrônico desrosqueando a tampa para expor os terminais. a) Instalação do cabo através do prensa cabo Introduza o cabo no prensa cabo; Corte o cabo com um comprimento suficiente para posicioná-lo no compartimento e remova cerca de 3 cm da capa para expor os fios; Introduza o cabo no compartimento do módulo eletrônico: os fios devem chegar até a área dos terminais e o anel de vedação deve ficar sobre a capa do cabo; Rosqueie a porca do prensa cabo para comprimir o anel de vedação; Descasque os dois fios e conecte-os aos terminais, conforme o diagrama abaixo; Não conecte a blindagem de aterramento, ela deve ser conectada ao aterramento somente no lado da fonte. + CABO DA FONTE DE ENERGIA Tipo Tipo Rosqueie a tampa com cuidado. CT801-LB/S - Manual de Instalação 13

14 5.3 Conexão de indicador analógico ou digital sem fonte de energia integrada Fonte de energia Sinal 4-20 ma + Fusível 0.05 A + Indicador digital ou analógico 5.4 Conexão de indicador digital com fonte de energia integrada Sinal 4-20 ma Saída da fonte de energia + + Entrada 4-20 ma Indicador digital ou analógico CT801-LB/S - Manual de Instalação 14

15 5.5 Conexão de um transmissor-indicador MICATRANS A/D Sinal 4-20 ma Conexão com terminais 4-20 ma + Nº do canal MICATRANS A/D Para o sistema de monitoramento Fonte de energia 115/230 V - 50/60 Hz 5.6 Conexão do TA3840C Sinal 4-20 ma Conexão com terminais 4-20 ma + P/ o sistema de monitoramento Fonte de energia 24 Vcc CT801-LB/S - Manual de Instalação 15

16 5.7 Conexão do indicador de pressão (tipo CT080) Conecte o indicador de pressão ao conector NPT 1/8 com a marca R (veja 2.1), de acordo com o diagrama abaixo: Indicador de pressão com válvula de sobrepressão CT801 Conector fêmea NPT 1/8 «R» Válvula de isolamento CUIDADO: Antes de conectar o indicador de pressão, é obrigatório fechar a válvula de isolamento da sonda de borbulhamento quando o tanque não estiver vazio. 6. CONTROLE DE INSTALAÇÃO - PREPARAÇÃO PARA ATIVAÇÃO O relatório de inspeção da instalação no ANEXO A deve ser preenchido após cada etapa da instalação e controle do sistema. 6.1 Linhas de borbulhamento Verifique a integridade das linhas de borbulhamento: não devem existir choques, esmagamentos ou dobras que possam reduzir a seção interna. As linhas no deck devem ser instaladas com a proteção adequada. Verifique o perfil dos tubos: não devem existir curvaturas com concavidade para baixo na continuação de qualquer tubo entre o ponto de borbulhamento e a chegada na área do transmissor. Verifique a correspondência da identidade da linha entre cada tanque ou espaço e cada transmissor, de acordo com o manual do fabricante. Verifique a vedação absoluta de cada linha. O melhor método é pressurizar cada tubo usando ar comprimido a pelo menos 6 bar, da área do transmissor para o ponto de borbulhamento, após fechá-lo; após vários minutos, não devem ser observadas quedas de pressão. Feche temporariamente todas as válvulas de isolamento, se existirem. CT801-LB/S - Manual de Instalação 16

17 6.2 Transmissor CT801 Verifique a fiação do transmissor. Verifique se o prensa cabo está perfeitamente vedado contra água: o anel de borracha deve estar apertado sobre a capa do cabo. Verifique a qualidade do suprimento de ar: Ele deve ser limpo e seco, com qualidade de instrumento. Feche temporariamente a válvula de desligamento. CUIDADO: Em caso de instalação nova, a linha de fornecimento de ar deve ser purgada antes da conexão, a fim de evitar a entrada de umidade ou condensação no transmissor. 6.3 Comissionamento A operação do transmissor CT801 é descrita no Manual Técnico MT5005. A calibração foi feita na fábrica. Para outra calibração, consulte o manual de manutenção. Para iniciar o sistema, proceda da seguinte forma: a) Ligue a energia elétrica (posição ON) b) Abra a válvula do fornecimento de ar c) Ajuste a conexão pneumática com a sonda de borbulhamento: Em um tanque não pressurizado: abra a válvula de isolamento da sonda de borbulhamento Em um tanque com pressão baixa: abra a válvula de isolamento da pressão do gás sobre a superfície do líquido Em um tanque de alta pressão (veja 4.5), use a seguinte sequência: - Abra a válvula R3 - Abra a válvula R2 - Feche a válvula R3 - Abra a válvula R1 6.4 Verificação da medição Verificando o estado dinâmico Compare a altura do líquido no tanque com o valor exibido no transmissor Verificando o estado estático Nota: Essa verificação pode ser feita facilmente com o kit de testes da Honeywell Marine. Feche a válvula de isolamento da sonda de borbulhamento e a válvula da pressão do gás sobre a superfície do líquido. Feche a válvula de isolamento do suprimento de ar. Abra a válvula R4, se ela estiver presente (veja 4.5). Abra o compartimento do módulo eletrônico, desrosqueando a tampa. Faça as conexões pneumática e elétrica conforme exibido no diagrama a seguir. CT801-LB/S - Manual de Instalação 17

18 Consulte 2.2 Pressure copy outlet "R" Current 4-20 ma meter Power supply Air supply Bubbling line Calibrated pressure generator Ligue a fonte de energia (ON) Compare a pressão gerada com o sinal de medição 4-20 ma, de acordo com a faixa operacional explicada no capítulo "Operação" do manual técnico MT5005. Após o teste, monte novamente e isole as conexões removidas. AVISO IMPORTANTE: A Honeywell Marine garante a correspondência entre a pressão hidrostática e o sinal de saída 4-20 ma, conforme definido no pedido. Quaisquer erros devidos a instalação ou utilização impróprias, tratamento de sinal, desvios de densidade, curvas de medição e vazamentos nas linhas não serão de responsabilidade da Honeywell Marine. CT801-LB/S - Manual de Instalação 18

19 7. INFORMAÇÕES 7.1 Referências do Serviço de Atendimento ao Cliente Honeywell Marine Endereço: Honeywell Marine 9, rue Isaac Newton Z.A. Port Sec Nord BOURGES Telefone: Fax: CT801-LB/S - Manual de Instalação 19

20 8. ANOTAÇÕES PESSOAIS CT801-LB/S - Manual de Instalação 20

21 9. Anexo A Série CT801 - RELATÓRIO DE INSTALAÇÃO E INSPEÇÃO Navio:... Local:... Proprietário ou Estaleiro:... CT801 P/N:... S/N: Integridade das linhas no deck... : Sem choques, sem esmagamentos, sem dobraduras excessivas, proteção adequada. 2. Perfil das linhas de borbulhamento... : Sem pontos baixos 3. Identificação das linhas de borbulhamento... : Verifique o arquivo do fabricante. 4. Teste de vedação das linhas de borbulhamento... : Vedação absoluta das linhas de borbulhamento. 5. Fechamento das válvulas de isolamento das linhas de borbulhamento até a inicialização : 6. Fiação do transmissor... : 7. Conector perfeitamente vedado contra água... : 8. Qualidade do suprimento de ar... : Ar seco e limpo, qualidade de instrumento, água removida. Feche a válvula de desligamento até a inicialização. NOME: DATA: QUALIDADE: ASSINATURA: CT801-LB/S - Manual de Instalação 21

22

23 Honeywell Marine SAS 9, Rue Isaac Newton Bourges France Tel + 33 (0) Fax + 33 (0) MI5005E-rev03-BR Fevereiro de Honeywell International Inc.

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S CT801-LB/S Manual Técnico SAS au Capital de 2.158.244-444 871 933 R.C.S. Bourges - APE : 2651B Headquarter : 9, rue Isaac Newton - 18000 Bourges - France Manual Técnico CT801-LB/S 1ª Edição Publicada em

Leia mais

Manual de Instalação. Sistema eletropneumático de medição de nível TN3801

Manual de Instalação. Sistema eletropneumático de medição de nível TN3801 Sistema eletropneumático de medição de nível TN3801 Manual de Instalação SAS au Capital de 2.158.244-444 871 933 R.C.S. Bourges - APE : 2651B Headquarter : 9, rue Isaac Newton - 18000 Bourges - France

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Manual de Instalação, Operação e Manutenção INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem

Leia mais

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-SI, CT801-TA

Manual Técnico. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-SI, CT801-TA CT801-SI, CT801-TA Manual Técnico INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE Manual

Leia mais

Purgador de Bóia FTA - 550 Manual de Instalação e Manutenção

Purgador de Bóia FTA - 550 Manual de Instalação e Manutenção Purgador de Bóia FTA - 550 Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax Sarco

Leia mais

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos

Manual de Instruções. Poços de Proteção. Exemplos Manual de Instruções oços de roteção Exemplos Manual de Instruções de oços de roteção ágina 3-11 2 Índice Índice 1. Instruções de segurança 4 2. Descrição 4 3. Condições de instalação e instalação 5 4.

Leia mais

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção

Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção Purgador Termostático Bimetálico Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax

Leia mais

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX)

Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) Manual de instruções Manômetros, modelo 7 conforme a diretiva 94/9/CE (ATEX) II 2 GD c TX Modelo 732.51.100 conforme ATEX Modelo 732.14.100 conforme ATEX Manual de instruções, modelo 7 conforme ATEX ágina

Leia mais

Informação do Produto Filtros da Linha RCS

Informação do Produto Filtros da Linha RCS Rev-00 Plug: ½ NPT Os filtros da Linha RCS são projetados para separação de água e sólidos de hidrocarbonetos em aplicação no abastecimento industrial, aeronaves e postos de gasolina. Objetivamente, os

Leia mais

Protocolo de Comunicação TA3840C

Protocolo de Comunicação TA3840C Protocolo de Comunicação TA3840C INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE Protocolo

Leia mais

MANUAL DO PROPRIETÁRIO DO SolarPRO XF

MANUAL DO PROPRIETÁRIO DO SolarPRO XF MANUAL DO PROPRIETÁRIO DO SolarPRO XF MODELO SB 001 NORMAS DE SEGURANÇA IMPORTANTES Leia todas as instruções ANTES de montar e utilizar este produto. GUARDE ESTE MANUAL Seu Aquecedor de Piscina foi projetado

Leia mais

MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO

MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO MÓDULO 4 4.8.2 - PROCEDIMENTOS DE TESTES DE ESTANQUEIDADE PARA LINHAS DE POLIETILENO PARAGASES E AR COMPRIMIDO Normas Aplicáveis - NBR 14.462 Sistemas para Distribuição de Gás Combustível para Redes Enterradas

Leia mais

BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS. VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES

BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS. VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES BOMBA DE VÁCUO MANUAL DE OPERAÇÃO MODELOS VP-50D (1,8cfm) VP-140D ( 5cfm) VP-200D (7cfm) VP-340D (12cfm) I COMPONENTES II -MANUAL DE OPERAÇÃO 1 Leia atentamente antes de utilizar a bomba de Vácuo Todos

Leia mais

Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental

Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental Manual Title Manual Additional do Information Produto be certain. 100-238-337 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada 2011

Leia mais

MANUAL DA ESTAÇÃO DE TESTE DE VAZÃO

MANUAL DA ESTAÇÃO DE TESTE DE VAZÃO MANUAL DA ESTAÇÃO DE TESTE DE VAZÃO São Carlos Novembro de 2008 1 ÍNDICE 1) Introdução... 3 2) Inspeção... 3 3) Aplicação... 3 4) Dados técnicos... 3 5) Componentes principais e funções... 4 6) Advertências...

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação Transmissor de nível Cod: 073AA-005-122M Rev. A Série LT-200 Fevereiro / 2004 S/A. Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C

Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C Válvulas de Segurança 3/2 vias DM² C Isolamento da Energia Pneumática Categoria 4 Líder na Tecnologia de Válvulas de Segurança Desde 1950 2005 Tecnologia e experiência 1995 2000 1980 1976 1967 1962 1954

Leia mais

SMART Control Manual de Instruções

SMART Control Manual de Instruções SMART Control Manual de Instruções Para utilizar corretamente esse dispositivo, leia este manual de instruções cuidadosamente antes de usar. precauções de segurança Este símbolo, juntamente com uma das

Leia mais

Manual de Manutenção. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S

Manual de Manutenção. Transmissor de Nível Hidrostático CT801-LB/S CT801-LB/S Manual de Manutenção SAS au Capital de 2.158.244-444 871 933 R.C.S. Bourges - APE : 2651B Headquarter : 9, rue Isaac Newton - 18000 Bourges - France Manual de Manutenção CT801-LB/S 1ª Edição

Leia mais

MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS. G:Manuais/Manuais atualizados/ta

MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS. G:Manuais/Manuais atualizados/ta MANUAL DE FUNCIONAMENTO FILTROS INDUSTRIAIS TA G:Manuais/Manuais atualizados/ta Rev.01 ESQUEMA HIDRÁULICO 1 - INTRODUÇÃO 1.1. - FINALIDADE DESTE MANUAL Este manual proporciona informações teóricas e de

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

CargoBoss 2.0 Guia de Configuração

CargoBoss 2.0 Guia de Configuração CargoBoss 2.0 Guia de Configuração INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE. CargoBoss

Leia mais

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda.

Eberhardt Comércio e Assist. Técnica. Ltda. Rua das Cerejeiras, 80 Ressacada CEP 88307-330 Itajaí SC Fone/Fax: (47) 3349 6850 Email: vendas@ecr-sc.com.br Guia de instalação, operação e manutenção do sistema de monitoramento de poços ECR. Cuidados

Leia mais

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição

Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição Manual de Instruções de Operação e Manutenção Monitor de Posição 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 4. INSTALAÇÃO... 5 4.1 MONTAGEM EM ATUADOR ROTATIVO...

Leia mais

CÉLULA / SENSOR ION-SELETIVO CLORO LIVRE INORGÂNICO

CÉLULA / SENSOR ION-SELETIVO CLORO LIVRE INORGÂNICO Head office: Via Catania 4, 00040 Pavona di Albano Laziale (Roma) Italy, Tel. +39 06 9349891 (8 lines) Fax +39 06 9343924 CÉLULA / SENSOR ION-SELETIVO CLORO LIVRE INORGÂNICO GUIA DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer

Create PDF with GO2PDF for free, if you wish to remove this line, click here to buy Virtual PDF Printer MANUAL DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA Finalidade deste Manual Este manual proporciona as informações necessárias para uma correta manutenção dos filtros Metalsinter, contendo também importantes informações

Leia mais

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA

2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA MANUAL DE INSTRUÇÕES COMPRESSOR DE AR ÍNDICE 1. PREPARAÇÃO 2. ORIENTAÇÕES DE SEGURANÇA 3. PRECAUÇÕES 4. DESCRIÇÃO BREVE 5. VISÃO GERAL E COMPONENTES PRINCIPAIS 6. PRINCIPAIS PARÂMETROS TÉCNICOS 7. VISÃO

Leia mais

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz

Tubos e Conexões com Qualidade Schulz Linha ConectAR Tubos e Conexões com Qualidade Schulz O constante crescimento da indústria, dos processos tecnológicos e o forte impulso da automação industrial, exigem instalações de ar comprimido, eficientes,

Leia mais

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido

Power Pipe Line. Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line Redes de Ar Comprimido Power Pipe Line - PPL - é um novo sistema de tubulação de encaixe rápido projetado para todo tipo de planta de ar comprimido, bem como para outros fluidos, gases

Leia mais

InTrac 787 Manual de Instruções

InTrac 787 Manual de Instruções 1 Manual de Instruções 2 Índice: 1. Introdução... 5 2. Observações importantes... 6 2.1 Verificando a entrega... 6 2.2 Instruções operacionais... 6 2.3 Uso normal... 7 2.4 Instruções de segurança... 7

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES

SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES AUMENTE O DESEMPENHO DE SEU SISTEMA FIREDETEC COM UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES Confirma que seu sistema estará pronto e carregado adequadamente Monitora continuamente

Leia mais

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50

Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 Catálogo técnico Válvulas solenoides de 2/2 vias servo operadas tipo EV220B 15 50 EV220B 15 50 é um programa universal de válvula solenoide de 2/2 vias indiretamente servo-operada. O corpo da válvula em

Leia mais

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R

MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R Manual de Instruções MANIFOLD DIGITAL PARA SISTEMAS HVAC/R RECURSOS ESPECIAIS Indicador de nível baixo de bateria Exibe 61 gases de refrigeração Exibe temperatura correspondente do ponto de saturação,

Leia mais

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420

CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 CATÁLOGO DO TRANSMISSOR GRAVIMÉTRICO DE DENSIDADE UNIPROIV DG-420 Catálogo do Transmissor Gravimétrico de Densidade DG-420 Pág. 1 TRANSMISSOR UNIPRO IV ESPECIFICAÇÕES Alimentação: Alimentação universal

Leia mais

V Á L V U L A S. MANIFOLD Série 2700 LAMINADO

V Á L V U L A S. MANIFOLD Série 2700 LAMINADO V Á L V U L A S MANIFOLD Série 2700 LAMINADO Índice Informações gerais... 02 Manifold de 2 vias... 04 Manifold de 3 vias... 09 Manifold de 5 vias... 12 Suporte... 15 1 As modernas válvulas Manifold Série

Leia mais

DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES

DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES DESOBSTRUIDOR MIDES MODELO 4TES MANUAL DE INSTALAÇÃO OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO 1 INDICE 01- INTRODUÇÃO 02- DADOS TÉCNICOS 03- INSTALAÇÃO 04- COMANDOS ELETRICOS E PNEUMÁTICOS 05- OPERAÇÃO 06- MANUTENÇÃO NOTA:

Leia mais

Manual de Manutenção. Transmissor Hidrostático de Nível e Pressão. Tipo PL3700

Manual de Manutenção. Transmissor Hidrostático de Nível e Pressão. Tipo PL3700 Tipo PL3700 Manual de Manutenção INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem a autorização prévia da HONEYWELL MARINE Manual

Leia mais

VÁLVULAS MANIFOLD MANIFOLD 3 VIAS MANIFOLD 5 VIAS

VÁLVULAS MANIFOLD MANIFOLD 3 VIAS MANIFOLD 5 VIAS MANIFOLD As válvulas Manifold, produzidas pela Detroit, foram desenvolvidas e dimensionadas para tornar uma tubulação de instrumentos de diferencial de pressão mais simples, mais segura e mais confiável.

Leia mais

MODELO RD UL/FM. Válvula de Governo e Alarme. Descrição do Produto. Operação

MODELO RD UL/FM. Válvula de Governo e Alarme. Descrição do Produto. Operação Válvula de Governo e Alarme MODELO RD UL/FM Descrição do Produto A válvula de alarme modelo RD possui design simples e funcional com alto padrão de qualidade atestado pelas aprovações UL e FM. Utilizada

Leia mais

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3

M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rev.03-06/23 M A N U A L DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Compressores de ar D 1 / D 2 / D 3 Rua Major Carlos Del Prete, 19 - Bairro Cerâmica CEP 09530-0 - São Caetano do Sul - SP - Brasil Fone/Fax: (11) 4224-3080

Leia mais

ST90 / ST90A PT10. Transmissor e Sensor de Temperatura

ST90 / ST90A PT10. Transmissor e Sensor de Temperatura ST90 / ST90A PT0 Transmissor e Sensor de Temperatura ST90A PT0 Características Descrição Transmisssor de Temperatura - Ideal para diversos ambientes Industriais e aplicações sanitárias. - Cabeçote em Nylon

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções NM 250 TURBO +55 (16) 3383 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com.

bambozzi Manual de Instruções NM 250 TURBO +55 (16) 3383 S.A.B. (Serviço de Atendimento Bambozzi) 0800 773.3818 sab@bambozzi.com. bambozzi A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 3383 3818 Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

Manual de Instruções TORVEL. Unidade de Potência Hidráulica S10014L3-45. Manual Técnico. Unidade de Potência Hidráulica S10014L3-45

Manual de Instruções TORVEL. Unidade de Potência Hidráulica S10014L3-45. Manual Técnico. Unidade de Potência Hidráulica S10014L3-45 Manual Técnico 1 Índice 1. Precauções de segurança...3 2. Diagrama hidropneumático...4 3. Principais componentes e suas funções...5 4. Características técnicas...6 e 7 5. Instalação...8 e 9 6. Componentes

Leia mais

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART

Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART IP2030-PT-BR/QS, Rev AA Série Mobrey MCU900 Controlador compatível com 4 20 ma + HART Guia de início rápido de instalação ADVERTÊNCIA Podem ocorrer mortes ou ferimentos graves se estas instruções de instalação

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br BEBEDOUROS TROPICAL LEIA E SIGA TODAS AS REGRAS DE SEGURANÇA E INSTRUÇÕES OPERACIONAIS ANTES DE USAR. sac@bebedourostropical.com.br

Leia mais

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.

PRESSURIZADOR PL - 9 MANUAL DE INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO, FUNCIONAMENTO E GARANTIA. ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com. PRESSURIZADOR ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 0 17 28 44 www.lorenzetti.com.br Lorenzetti S.A. Indústrias Brasileiras Eletrometalúrgicas Av. Presidente Wilson, 1230 - CEP 03107-901 Mooca - São Paulo - SP

Leia mais

Procedimentos de montagem e instalação

Procedimentos de montagem e instalação Procedimentos de montagem e instalação das cápsulas filtrantes Pall Supracap 100 1. Introdução Os procedimentos abaixo devem ser seguidos para a instalação das cápsulas Pall Supracap 100. As instruções

Leia mais

Sensor de temperatura sem rosca

Sensor de temperatura sem rosca SENSORS FOR FOOD AND BIOPHARMA. Informação sobre o produto TFP-49, -69, -169, -189, -06 FOOD Sensor de temperatura sem rosca Aplicação / Uso destinado Instalação em tubos e recipientes de paredes finas

Leia mais

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID

CM 60. Manual de Instruções. CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 TECNOFLUID Português CM 60 CHAVE DE FLUXO Conexões de Rosca DN 1/2, 3/4, 1, 1.1/4, 1.1/2 e 2 Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas.

Leia mais

MEDIÇÃO, INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE SENSORES DE TEMPERATURA TERMOPARES - TERMORRESSISTÊNCIA PT 100 - TRANSMISSORES

MEDIÇÃO, INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE SENSORES DE TEMPERATURA TERMOPARES - TERMORRESSISTÊNCIA PT 100 - TRANSMISSORES MEDIÇÃO, INSTRUMENTAÇÃO E CONTROLE Eficiência e Tecnologia no fornecimento de Medição, Instrumentação e Controle. SENSORES DE TEMPERATURA TERMOPARES - TERMORRESSISTÊNCIA PT 100 - TRANSMISSORES GRÁFICO

Leia mais

Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção

Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax Sarco

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção Válvulas Gaveta, Globo e Retenção Informações Gerais Precauções e Recomendações Manuseio e Armazenamento

Manual de Instalação, Operação e Manutenção Válvulas Gaveta, Globo e Retenção Informações Gerais Precauções e Recomendações Manuseio e Armazenamento Informações Gerais Para garantir a qualidade e a vida útil de uma válvula é necessário verificar a instalação, aplicação, bem como o seu material de acordo com o fluido que será utilizado e uma manutenção

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide Explicação dos Tipos Válvula Solenói Todas as válvulas da Danfoss possuem agora uma signação que talha sua estrutura e operação.vários números e letras finem se a válvula é operada diretamente ou servocontrolada,

Leia mais

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial Tomada de Preço nº. 003/2013 Processo Finep nº 01.09.0563.

FIPAI Fundação para o Incremento da Pesquisa e do Aperfeiçoamento Industrial Tomada de Preço nº. 003/2013 Processo Finep nº 01.09.0563. ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS LOTE 01 Especificar Sistema de Geração de Ar Comprimido, incluindo compressor, secador por adsorção e filtros coalescentes Diagrama Pneumático. Confirmar detalhes com equipe

Leia mais

CCL. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva TECNOFLUID

CCL. Manual de Instruções. CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva TECNOFLUID Português CCL CHAVE DE NÍVEL Tipo Condutiva Manual de Instruções Leia este manual atentamente antes de iniciar a operação do seu aparelho. Guarde-o para futuras consultas. Anote o modelo e número de série

Leia mais

Manual de Instruções de Operação e Manutenção. THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall

Manual de Instruções de Operação e Manutenção. THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall Manual de Instruções de Operação e Manutenção THP Transmissor de Posição Por Efeito Hall 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 3 2. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 3. DESENHO DIMENSIONAL... 4 3.1 DIMENSÕES THP ROTATIVO...

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Manual de Operação e Instalação Chave de nível capacitiva Cod: 073AA-004-122M Rev. B Série LC-200 Março / 2010 S/A Rua João Serrano, 250 Bairro do Limão São Paulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

SEPREMIUM 5. Separador água oleo 08/12

SEPREMIUM 5. Separador água oleo 08/12 Instruções de montagem e manutenção SEPREMIUM 5 Separador água oleo 08/12 OPERACÃO GERAL A gama de separadores água/oleo SEPREMIUM, separa o óleo dos condensados gerados pelos sistemas de ar comprimido.

Leia mais

Springer - Carrier. Índice

Springer - Carrier. Índice Índice Página 1 - Diagnóstico de Defeitos em um Sistema de Refrigeração... 8 1.1 - Falha: Compressor faz ruído, tenta partir, porém não parte... 8 1.2 - Falha: Compressor funciona, porém não comprime...

Leia mais

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos OPTIPROBE Ficha de dados técnicos O indicador de caudal de baixo custo Instalação fácil Medidas exatas e estáveis Qualidade KROHNE KROHNE ÍNDICE DE OPTIPROBE 1 Características do Produto 3 1.1 O indicador

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO UMIDIFICADOR DE POLIPROPILENO MORIYA

INSTRUÇÕES DE USO UMIDIFICADOR DE POLIPROPILENO MORIYA INSTRUÇÕES DE USO UMIDIFICADOR DE POLIPROPILENO MORIYA APRESENTAÇÃO Os Umidificadores - Moriya foram concebidos e fabricados sob conceitos internacionais de qualidade e tecnologia. E estão disponíveis

Leia mais

Purgador Termostático de Pressão Balanceada Manual de Instalação e Manutenção

Purgador Termostático de Pressão Balanceada Manual de Instalação e Manutenção Purgador Termostático de Pressão Balanceada Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA

Leia mais

Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES. Desenvolvido por:

Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES. Desenvolvido por: Manual de instruções RECICLADOR AUTOMOTIVO RECIGASES Desenvolvido por: Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. FUNÇÕES BÁSICAS... 4 3. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 5 4. CONDIÇÕES DE SEGURANÇA... 7 5. COMPONENTES

Leia mais

Manual Operacional do Medidor de Vazão Modelo 30.000 l/h

Manual Operacional do Medidor de Vazão Modelo 30.000 l/h Manual Operacional do Medidor de Vazão Modelo 30.000 l/h RUA CARLOS ESSENFELDER, 3087, BOQUEIRÃO - TEL: 41 3286-1401 - FAX: 41 3287-8974 - CEP 81730-060 - CURITIBA - PARANÁ E-MAIL: martim@fabobombas.com.br

Leia mais

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor 1. Junta de expansão de fole com purga de vapor d água Em juntas de expansão com purga da camisa interna, para

Leia mais

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos

Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos Bancada de Testes Hidrostáticos e Pneumáticos 1 Concepção O que é a bancada de testes da Valeq? Esta bancada foi desenvolvia com a intenção de agilizar os testes de campo e de bancada que envolvem pressão.

Leia mais

ProdutoDescontinuado

ProdutoDescontinuado Guia de Instalação Rápida Transmissor de Pressão de Gás Seco ProdutoDescontinuado Início Calibração de Bancada Sim Não Configure/Verifique Passo 1: Monte o Transmissor Passo 2: Faça a Ligação dos Fios

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

Gerenciamento Contínuo de Vácuo Função Peça Presente Função Expulsar Peça. Construção leve e compacta. Ajuste digital para leitura de vácuo

Gerenciamento Contínuo de Vácuo Função Peça Presente Função Expulsar Peça. Construção leve e compacta. Ajuste digital para leitura de vácuo SaveAir Gerador e Gerenciador de Vácuo Gerenciamento Contínuo de Vácuo Função Peça Presente Função Expulsar Peça Construção leve e compacta Ajuste digital para leitura de vácuo Função Peça Presente garante

Leia mais

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig

CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR - MSA 8.1/25 - WTA 8.1/25-1 ESTÁGIO - 116 psig CSA 8.5/25-1 ESTÁGIO - 120 psig CT MSA./2 WTA./2 CSA./2 CATÁLOGO TÉCNICO COMPRESSOR MSA./2 WTA./2 ESTÁGIO psig CSA./2 ESTÁGIO psig TÉRMINO DE COMERCIALIZAÇÃO ABRIL/ (PRODUTO 0% IMPORTADO) MSA./2 TÉRMINO DE FABRICAÇÃO NOVEMBRO/ WAYNE

Leia mais

EVAPORADOR ELIMINADOR DE GOTEJAMENTO

EVAPORADOR ELIMINADOR DE GOTEJAMENTO EVAPORADOR ELIMINADOR DE GOTEJAMENTO Aparelho Bivolt 110v 220v ATENÇÃO: INSTALAR EXTERNAMENTE * Capacidade total em 220v. Em 110v, redução de 50% a 60% na capacidade de evaporação. *Não testar com água

Leia mais

AC 3.1/0308. Adega Climatizada Manual de Instruções

AC 3.1/0308. Adega Climatizada Manual de Instruções AC 3.1/0308 Adega Climatizada Manual de Instruções ISO9001: 2000 GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS A Tocave assegura ao comprador/usuário deste aparelho garantia contra defeitos de fabricação, pelo prazo de

Leia mais

Guia de Soluções EcoWin Soluções Ecológicas

Guia de Soluções EcoWin Soluções Ecológicas Guia de Soluções Problemas & Soluções Este manual técnico traz exemplos de situações que surgiram durante a instalação e operação dos sistemas URIMAT no país ou no exterior nos últimos anos. A seguir,

Leia mais

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS

MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS 1 MEMORIAL DE INSTALAÇÕES HIDROSANITÁRIAS A presente especificação destina-se a estabelecer as diretrizes básicas e definir características técnicas a serem observadas para execução das instalações da

Leia mais

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado Medição eletrônica de pressão Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado WIKA folha de dados PE 81.45 Aplicações

Leia mais

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE

DISTRIBUIDOR - REPRESENTANTE PRODUTO: SEL-SV-U0-O21- K4 FOLHA TÉCNICA 1/5 1. CERTIFICAÇÕES DA SELCON 2. APLICAÇÃO Sensor utilizado para indicar a presença de chama em queimadores de gás, óleos leves ou qualquer outro combustível que

Leia mais

DRENO ECOLÓGICO. Dreno Ecológico de Condensado

DRENO ECOLÓGICO. Dreno Ecológico de Condensado DRENO ECOLÓGICO Dreno Ecológico de Condensado O problema O ar comprimido é uma fonte de energia essencial, amplamente utilizada em toda a indústria. Por ser uma ferramenta que oferece segurança, potência

Leia mais

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão

Pulverizadores costais manuais. Prof.: Brandão Pulverizadores costais manuais Prof.: Brandão PULVERIZADORES COSTAIS Operação Manutenção Regulagem da pulverização PJH O QUE É UM PULVERIZADOR COSTAL MANUAL? - Os pulverizadores Costais Manuais são equipamentos

Leia mais

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR

BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR ESPECIALISTA EM INSUFLÁVEIS BOMBA-FILTRO MANUAL DO UTILIZADOR Para os modelos: 110 220v Leia atentamente e guarde para referência futura! 1 INSTRUÇÕES Agradecemos-lhe a compra da nossa bomba-filtro. Pensamos

Leia mais

COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO

COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO COMPRESSORES DE AR ELÉTRICO COM VASO DE PRESSÃO I. CUIDADOS NA INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO Antes de operar o compressor de ar elétrico com vaso de pressão, assegure-se de que sua instalação tenha sido executada

Leia mais

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 3383

bambozzi Manual de Instruções Fonte de Energia para Soldagem MAC 155ED +55 (16) 3383 bambozzi A SSISTÊNCIAS T ÊCNICAS AUTORIZADAS acesse: www.bambozzi.com.br/assistencias.html ou ligue: +55 (16) 3383 3818 Manual de Instruções BAMBOZZI SOLDAS LTDA. Rua Bambozzi, 522 Centro CEP 15990-668

Leia mais

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria

CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria CINEMA SB100 alto-falante de barra de som com energia própria Manual de consulta rápida Obrigado por escolher este produto da JBL O alto-falante de barra de som energizado JBL Cinema SB100 é um sistema

Leia mais

Inclinômetro DMG2I. Guia de configuração e aplicação. Metrolog Controles de Medição Ltda. Metrolog Inclinômetro DMG2I

Inclinômetro DMG2I. Guia de configuração e aplicação. Metrolog Controles de Medição Ltda. Metrolog Inclinômetro DMG2I Metrolog Controles de Medição Ltda Instrumentos de medição para controle dimensional Rua Sete de Setembro, 2671 - Centro - 13560-181 - São Carlos - SP Fone: (16) 3371-0112 - Fax: (16) 3372-7800 - www.metrolog.net

Leia mais

Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a granel.

Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a granel. Folha 1 de 20 1. Objetiv o Esta orientação de inspeção se refere à inspeção em Silos de Cimento, destinados ao transporte de cimento a 2. Campo de aplicação Esta orientação deverá ser utilizada por todos

Leia mais

Pasve Válvula Retrátil Rotativa

Pasve Válvula Retrátil Rotativa Folha de Dados Pasve Ph Pasve Válvula Retrátil Rotativa PATENTEADA, única válvula desenhada para limpeza e calibração de sensores de PH sem removê-los do processo ou desligamento de bombas. Para uso de

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

Luminárias LED Lumination (Série BT Versão UL - Opção EL Luz de Emergência)

Luminárias LED Lumination (Série BT Versão UL - Opção EL Luz de Emergência) GE Lighting Guia de Instalação Luminárias LED Lumination (Série BT Versão UL - Opção EL Luz de Emergência) DICAS DE SEGURANÇA IMPORTANTES AO UTILIZAR EQUIPAMENTO ELÉTRICO, DEVEM SEMPRE SER SEGUIDAS AS

Leia mais

MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO

MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO Normas Aplicáveis MÓDULO 4 4.5 - PROCEDIMENTOS DE REPARO - NBR 15.979 Sistemas para Distribuição de Água e Esgoto sob pressão Tubos de polietileno PE 80 e PE 100 Procedimentos de Reparo - NBR 14.461 Sistemas

Leia mais

Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral.

Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral. Função: Conduzir água à temperatura ambiente nas instalações prediais de água fria; Aplicações: Instalações prediais em geral. SETEMBRO/2011 Bitolas: 20, 25, 32, 40,50,60, 75, 85, 110 milímetros; Pressão

Leia mais

Informação de produto. Transmissor de pressão do processo VEGABAR 14, 17

Informação de produto. Transmissor de pressão do processo VEGABAR 14, 17 Informação de produto Transmissor de pressão do processo VEGABAR 4, 7 Índice Índice Princípio de medição...................................................................................... Vista sinóptica

Leia mais

Filtro fino Vortex da WISY (WFF 300) Para coletar a água de chuva em edifícios industriais e comerciais

Filtro fino Vortex da WISY (WFF 300) Para coletar a água de chuva em edifícios industriais e comerciais Filtro fino Vortex da WISY (WFF 300) Para coletar a água de chuva em edifícios industriais e comerciais Instruções para a instalação e o uso O filtro fino do Vortex da WISY (WFF), é projetado para a instalação

Leia mais

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter

Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Seção 9 Cilindros e protetores/reservatórios do cárter Página CILINDROS... 150 Inspeção e medição... 150 Retificação de cilindros... 150 Acabamento... 151 Limpeza... 151 MANCAIS DE MOTOR... 152 Mancal

Leia mais

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases

Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases Sistemas de Condicionamento da Amostra para Análise de Gases V1 O queéum Sistemade Condicionamento? O Que é um Sistema de Condicionamento? Amostra do Processo? Analisador Sistema de Condicionamento O sistema

Leia mais

Controlador de Segurança para chamas de Gás

Controlador de Segurança para chamas de Gás Controlador de Segurança para chamas de Gás Para queimadores de gás atmosféricos de 2 estágios: Detecção de chamas: - Sonda de Ionização - Detector de Infra-vermelho IRD 1020 - Sensor de chamas Ultravioleta

Leia mais

14 - Controle de nível de fluido (água)

14 - Controle de nível de fluido (água) 14 - Controle de nível de fluido (água) Objetivo; - Analisar o funcionamento de um sensor de nível de fluídos (água). Material utilizado; - Conjunto didático de sensores (Bit9); - Kit didático de controle

Leia mais

1 Sistema Pneumático. Instrução Técnica Instrucción Técnica Technical Instruction

1 Sistema Pneumático. Instrução Técnica Instrucción Técnica Technical Instruction 1 Sistema Pneumático 1 1.1 SISTEMA PNEUMÁTICO O sistema pneumático da Irizar está baseado no conceito de bloco de distribuição. Isto significa que todos os componentes pneumáticos estão concentrados em

Leia mais