TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA"

Transcrição

1 TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA CURSO DE FORMAÇÃO PRÉ-SIMPÓSIO 26 de NOVEMBRO de 2014 ENQUADRAMENTO OBJETIVOS PROGRAMA E PLANIFICAÇÃO DA FORMAÇÃO FICHA FORMANDO AVALIAÇÃO DO PROCESSO FORMATIVO 1

2 Programa do Curso TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA 26711/ H ABERTURA DO SECRETARIADO 10.00H- INICIO DO CURSO- Paulo Alves 10.20H- PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS DA TPN - CONCEITO DE TPN Anabela Moura - CRITÉRIOS DE INCLUSÃO/EXCLUSÃO DA TPN António Ferreira 10.45H- INTERVALO 11.00H- ESPECIFICIDADES DA TPN 11.00H- TPN NA ULCERA DE PERNA (Virgínia Pereira / Mário Vieira) 11.20H-TPN NA FERIDA CIRURGICA (Filipe Sala / André Gonçalves) 11.40H- TPN NA CATASTROFE ABDOMINAL (Eva Barbosa) 12.00H- TPN NA FISTULAS (Tod Brindle) 12.20H- TPN NA ULCERA DE PRESSÃO (Paulo Alves / Ruben Barreto) 12.40H- TPN NA FERIDA INFETADA (Bruno Pombo) 13.00H INTERVALO (ALMOÇO) 14.00H- APRESENTAÇÃO DOS VÁRIOS DISPOSITIVOS DA TPN 14.40H- PRATIQUE & APLIQUE (OFICINA PRÁTICA MÉDICOS E ENFERMEIROS) 16.45H- INTERVALO 17.00H- AVALIAÇÃO DO CURSO 18.00H- ENCERRAMENTO DO CURSO 2

3 Curso TERAPIA DE PRESSÃO NEGATIVA (TPN) Área Saúde Enquadramento A evolução do conhecimento científico sobre o processo de cicatrização, dos mecanismos de restauração tecidular e seus intervenientes, leva, consequentemente, ao desenvolvimento de novas técnicas capazes de acelerar esse processo. A Terapia de Pressão Negativa (TPN) é uma técnica não invasiva geradora de um gradiente de pressão capaz de acelerar a cicatrização, no entanto é fundamental o conhecimento prévio de outros fatores essenciais, tais como a preparação do leito da ferida e técnica de aplicação, para potencializar os seus benefícios. A Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas (APTFeridas), desde 1999, organiza e colabora em ações de formação destinadas a profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, farmacêuticos e podologistas), contribuindo para a formação e desenvolvimento de competências desses nesta área, no sentido de melhorar, não só, a qualidade dos cuidados prestados, mas também, a qualidade de vida dos doentes com ferida, assim: O Curso Pré-Simpósio sobre TPN reúne um painel de peritos de reconhecida competência na área da Investigação e Tratamento de Feridas que, por certo, irão contribuir e garantir o sucesso deste evento. Modalidade de Formação Formação de atualização e aquisição teórica e prática de conhecimentos sobre TPN Forma de Organização Local Formação presencial, em sala Centro de Congressos da EXPONOR Sala B4 Av. Dr. António Macedo Leça da Palmeira Matosinhos Formadores Anabela Moura, António Ferreira, André Gonçalves, Bruno Pombo, Filipe Sala, Virgínia Pereira, Mário Vieira, Eva Barbosa, Tod Brindle, Josefa Ferreira, Joaquina Rego, Marília Cardoso, Ruben Barreto e Paulo Alves Público-Alvo (destinatários) Profissionais da área da Saúde (Enfermagem, Medicina, Farmácia, Podologia ) Pré-Requisitos à frequência do Curso Habilitações superiores na área da Saúde (Enfermagem, Medicina, Farmácia, Podologia) Duração do Curso 8 Horas Início Término 26/11/ /11/2014 3

4 Horário h00 Objetivos Gerais Pretende-se promover a formação dos profissionais de saúde na área do Tratamento de Feridas, através da aquisição e atualização de conhecimentos sobre TPN: Mecanismo de ação Vantagens e Desvantagens Custo-Benefício Objetivos Específicos No final da ação de formação, permitir ao formando: Ter conhecimento teórico e prático sobre TPN; A Aquisição de práticas de execução adequada de aplicação em vários tipos de feridas, Boa prática na aplicação da TPN. Programa e Planificação da Formação (módulos; conteúdos programáticos; duração) Conteúdos Horas Tipologia T P Princípios fundamentais da TPN: Conceito da TPN 5 min X Critérios de inclusão/exclusão da TPN 20 min. X Especificidades da TPN: TPN na Úlcera de Perna 20min X TPN na Ferida Cirúrgica 20min X TPN na Catástrofe Abdominal 20min X TPN na Fístulas 20min X TPN na Úlcera de Pressão 20min X TPN na Ferida infetada 20min X Apresentação dos vários dispositivos para TPN 40min X Pratique & Aplique 3h25min X Avaliação do Curso 60min Total de Horas 8h Metodologias de Formação Método expositivo Método demonstrativo Método interrogativo Método prático Método interativo 4

5 Avaliação das Aprendizagens e Certificação da Formação Avaliação contínua Não se aplica Avaliação Final Teste Escrito de Avaliação Final Classificação Final Classificação numa escala qualitativa: 5 - Muito Bom, 4 - Bom, 3 - Suficiente, 2 - Medíocre e 1 Mau. Definição de Recursos Humanos (existentes) Humanos (a contratar) Formadores (Médicos e Enfermeiros) Materiais (existentes) Materiais (a adquirir) Computador; Projetor; Tela de Projeção Material para TPN Cadeiras; Secretária; Mesas de Apoio Espaço e Requisitos Logísticos Espaço e material adequado ao decorrer de toda a Formação. Suportes de Apoio à Aprendizagem Apresentação de PowerPoint das Sessões; Suportes informatizados, para que os formandos possam ter elementos de consulta referidos nas exposições teóricas e práticas e, ainda, a bibliografia para consulta permanente; Fornecimento de acesso, através do site da APTFeridas, de informações sobre a evolução recente dos conhecimentos na área do tratamento e Prevenção das feridas. 5

6 Organização da oficina prática (cada mesa 40 minutos) MESA 1 - FERIDA INFETADA Marília Cardoso Joaquina Rego Bruno Pombo Josefa Ferreira MESA 2 - FERIDA AGUDA Filipe Sala André Gonçalves Paula Pena António Ferreira TPN-PRATIQUE & APLIQUE MESA 3- FERIDA CRÓNICA Anabela Moura Ruben Barreto Mário Vieira Virginia Pereira Dinâmica de funcionamento da oficina prática: Cada mesa prática tem duração de 40 minutos Constituída por 12 formandos Todos os formandos terão oportunidade prática em todas as mesas e mobilizar-se-ão em sistema relógio 6

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO DESIGNAÇÃO DO CURSO E-Tutor: especialização pedagógica em e-learning DURAÇÃO DO CURSO 60 HORAS LOCAL E DATAS DE REALIZAÇÃO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO 1. VIRTUAL LEARNING CENTER

Leia mais

Operadores de Grupos Eletrogéneo com Facilidades de

Operadores de Grupos Eletrogéneo com Facilidades de 1 CARATERIZAÇÃO RESUMIDA 1.1 Objetivo No final da ação os formandos deverão ser capazes de: Dominar os procedimentos operacionais para a realização do socorro de Quadro de BT dos diferentes PTs a partir

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE EDUCAÇÃO AMBIENTAL, ENSINO EXPERIMENTAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: UMA PERSPETIVA INTEGRADA DE TRABALHAR NO AMBIENTE 1. Descrição Educação Ambiental, Ensino Experimental e Educação Especial: Uma perspetiva integrada

Leia mais

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS

FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES 96 HORAS MÓDULOS HORAS FORMADOR 1 - FORMADOR: SISTEMA, CONTEXTOS E PERFIL 10H FRANCISCO SIMÕES 2 SIMULAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL 13H FILIPE FERNANDES 3 COMUNICAÇÃO

Leia mais

Coordenador Dr. Pedro Pires

Coordenador Dr. Pedro Pires Curso de Especialização de Logística -Supply Chain Coordenador Dr. Pedro Pires Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos... 3 Estrutura

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012

FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012 FICHA TÉCNICA DO CURSO FOTOGRAFIA DIGITAL E PÓS-PRODUÇÃO DE IMAGEM EDIÇÃO Nº 01/2012 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Fotografia Digital e Pós-produção de imagem. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER O "Curso de Fotografia

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO A FOTOGRAFIA (INTRODUÇÃO) E TÉCNICA FOTOGRÁFICA EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO A FOTOGRAFIA (INTRODUÇÃO) E TÉCNICA FOTOGRÁFICA EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO A FOTOGRAFIA (INTRODUÇÃO) E TÉCNICA FOTOGRÁFICA EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO A fotografia (introdução) e Técnica Fotográfica. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER - Reflectir

Leia mais

811 Hotelaria e Restauração

811 Hotelaria e Restauração 811 Hotelaria e Restauração Empregado/a de Restaurante/Bar Destinatários Pessoas que pretendam adquirir conhecimentos na área de empregados de Restaurante e/ou Bar. Não existentes. Formação Continua. Requisitos

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos

MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos MINI-MBA de Especialização em Relações Públicas, Protocolo Empresarial e Eventos Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 2 Objetivo Geral... 2 Objetivos Específicos...

Leia mais

SIMULADORES VIRTUAIS NO ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS

SIMULADORES VIRTUAIS NO ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS SIMULADORES VIRTUAIS NO ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIÊNCIAS 1. Descrição Simuladores Virtuais no Ensino Experimental das Ciências 2. Razões justificativas da ação: Problema/Necessidade de formação identificado

Leia mais

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores Homologado pelo IEFP com o código de curso C1840003 Presencial 90 horas (Conforme Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) DPJ.FOR.FPIF.01

Leia mais

GESTÃO DE RESÍDUOS PREOCUPAÇÕES EM OBRA

GESTÃO DE RESÍDUOS PREOCUPAÇÕES EM OBRA GESTÃO DE RESÍDUOS PREOCUPAÇÕES EM OBRA Os resíduos de construção e demolição, quer devido à sua perigosidade, quer devido às quantidades produzidas, é considerado um fluxo de resíduos prioritário a nível

Leia mais

Curso Combate a Incêndios

Curso Combate a Incêndios Curso Combate a Incêndios Referencial do Curso Objectivos Objectivos Gerais Dotar os participantes de conhecimentos básicos sobre o combate a incêndios e colocar em prática os conteúdos teóricos abordados.

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO. Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo ACC 2

Leia mais

Reconhecimento da formação de farmacêuticos. Administração de vacinas e medicamentos injectáveis em farmácia comunitária

Reconhecimento da formação de farmacêuticos. Administração de vacinas e medicamentos injectáveis em farmácia comunitária Reconhecimento da formação de farmacêuticos Administração de vacinas e medicamentos injectáveis em farmácia comunitária 1 Reconhecimento da formação de farmacêuticos Administração de vacinas e medicamentos

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS

CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS 1 CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS INTRODUÇÃO Os Cuidados de Saúde Primários (CSP), em Portugal, atravessam um momento de grande crescimento científico e afirmação como pilar essencial

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO ADOBE MUSE: CRIE E PUBLIQUE O SEU SITE EDIÇÃO Nº 01/2012

FICHA TÉCNICA DO CURSO ADOBE MUSE: CRIE E PUBLIQUE O SEU SITE EDIÇÃO Nº 01/2012 FICHA TÉCNICA DO CURSO ADOBE MUSE: CRIE E PUBLIQUE O SEU SITE EDIÇÃO Nº 01/2012 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Adobe Muse: crie e publique o seu site 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER Acesso a novas oportunidades:

Leia mais

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria

Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Curso de Especialização em Nutrição Clínica em Pediatria Descrição do curso Período do curso De 18/02/2013 a 29/01/2014 Carga horária Total de horas = 476 horas 292 h de aulas teóricas, 120 h de prática

Leia mais

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo

1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Oficina de Formação de Professores em Empreendedorismo 2. RAZÕES JUSTIFICATIVAS DA ACÇÃO: PROBLEMA/NECESSIDADE DE FORMAÇÃO IDENTIFICADO Esta formação de professores visa

Leia mais

FORMAÇÃO NP EN ISO 9001:2008 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA AS RESPOSTAS SOCIAIS

FORMAÇÃO NP EN ISO 9001:2008 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARA AS RESPOSTAS SOCIAIS FORMAÇÃO N EN ISO 9001:2008 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE ARA AS RESOSTAS SOCIAIS A IZONE Knowledge Systems promove o curso de Formação N EN ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da para as Respostas Sociais,

Leia mais

EMPRESAS. FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas

EMPRESAS. FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas EMPRESAS FORMAÇÃO 16h para PME S das áreas criativas ENQUADRAMENTO 1.1. DESIGNAÇÃO DA AÇÃO Adobe MUSE CC 2014 páginação WEB para esktop e dispositivos móveis. 1.2. PÚBLICO-ALVO - PME s das áreas criativas

Leia mais

Acção de Formação Logística (Vendas) - Primavera v8

Acção de Formação Logística (Vendas) - Primavera v8 Acção de Formação Logística (Vendas) - Primavera v8 MoreData, Sistemas de Informação Campo Grande 28, 10º E 1700-093 Lisboa 213520171 info@moredata.pt Índice de Conteúdos Introdução...3 Sobre o Curso...4

Leia mais

ISPA Instituto Universitário

ISPA Instituto Universitário ISPA Instituto Universitário Marketing na Saúde Uma ferramenta para todos os profissionais de saúde. "Está na altura de dominar melhor o mercado" 18 e 25 de Outubro 2014, ISPA (12 horas intensivas) Destinatários

Leia mais

Programa do Curso. Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Programa do Curso. Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores Programa do Curso Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores Duração: 90 horas Área de formação: 146 Formação de professores e formadores Objetivos gerais: i) Avaliar o perfil do formador

Leia mais

Modelos Avançados de Avaliação Imobiliária

Modelos Avançados de Avaliação Imobiliária Modelos Avançados de Avaliação Imobiliária Introdução A utilização de modelos de análise matemática complexos é uma prática corrente no sistema financeiro, que se tem vindo a estender à Avaliação Imobiliária.

Leia mais

Apreenda como os Auditores Externos das diferentes Normas analisam e auditam processos Coordenador Eng.º Pedro Marques

Apreenda como os Auditores Externos das diferentes Normas analisam e auditam processos Coordenador Eng.º Pedro Marques Apreenda como os Auditores Externos das diferentes Normas analisam e auditam processos Coordenador Eng.º Pedro Marques Índice Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos...

Leia mais

XX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 23.03.2015 a 23.03.2016

XX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 23.03.2015 a 23.03.2016 XX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 23.03.2015 a 23.03.2016 PÚBLICO ALVO: Enfermeiros com, no mínimo, 2 anos de formados e experiência clínica

Leia mais

APEL Associação Promotora do Ensino Livre REGRAS DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA ANEXO AO REGULAMENTO INTERNO

APEL Associação Promotora do Ensino Livre REGRAS DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA ANEXO AO REGULAMENTO INTERNO APEL Associação Promotora do Ensino Livre REGRAS DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA ANEXO AO REGULAMENTO INTERNO ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO 2. REQUISITOS DE ACESSO E FORMAS DE INSCRIÇÃO 3. CRITÉRIOS

Leia mais

FICHA DE CURSO DESIGNAÇÃO. DURAÇÃO 128 Horas + 3 horas de exame. ÁREA TEMÁTICA DA FORMAÇÃO 862 Segurança e Higiene no Trabalho

FICHA DE CURSO DESIGNAÇÃO. DURAÇÃO 128 Horas + 3 horas de exame. ÁREA TEMÁTICA DA FORMAÇÃO 862 Segurança e Higiene no Trabalho FICHA DE CURSO Neste documento poderá encontrar as principais informações sobre o curso pretendido, nomeadamente a duração, área temática, destinatários, objetivo geral e objetivos específicos, estrutura

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014 AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA O seu conhecimento em primeiro lugar! AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA INTRODUÇÃO No primeiro trimestre a Agência para a Modernização Administrativa

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO O presente Regulamento pretende enquadrar as principais regras e linhas de orientação pelas quais se rege a atividade formativa da LEXSEGUR, de forma a garantir

Leia mais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais

Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Competências de Gestão para Dirigentes e Técnicos de Associações Empresariais Curso de Formação 2011 Índice PROPOSTA FORMATIVA... 3 Introdução... 3 Objectivo geral... 3 Estrutura... 3 Metodologias... 3

Leia mais

FORMAÇÃO NP EN ISO 19011:2003 QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE TERCEIRO SECTOR

FORMAÇÃO NP EN ISO 19011:2003 QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE TERCEIRO SECTOR FORMAÇÃO N EN ISO 19011:2003 QUALIFIAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE TEREIRO SETOR A IZONE Knowledge Systems promove o curso de Formação QUALIFIAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE, para as organizações

Leia mais

Curso Requisitos da ISO 14001 - Introdução à Implementação da Norma

Curso Requisitos da ISO 14001 - Introdução à Implementação da Norma Curso Requisitos da ISO 14001 - Introdução à Implementação da Norma Referencial do Curso Objectivos Objectivos Gerais Dar a conhecer os requisitos da ISO 14001 e metodologias de resposta aos mesmos. Objectivos

Leia mais

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development

luanda 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development luanda www.letstalkgroup.com 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE - GESTÃO DA FORMAÇÃO LOCAL EPIC SANA LUANDA HOTEL DATAS 14 A 23 JULHO 2014 Mastering People Development 4ª EDIÇÃO MASTER COURSE Gestão da Formação 14

Leia mais

PROGRAMA/REFERENCIAL DO CURSO

PROGRAMA/REFERENCIAL DO CURSO Nome do curso Auditores Florestais PEFC e FSC Horário Designação e código UFCD Não aplicável Duração 09.00 às 19.00 horas 10.00 às 18.00 horas 87 horas Formador/a,, Luís Janicas, Paula Salazar, e Modalidade

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS

APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE AÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJETO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

344 Contabilidade e Fiscalidade

344 Contabilidade e Fiscalidade 344 Contabilidade e Fiscalidade A Inspeção Tributária nas Empresas Empresários, Diretores, Técnicos Oficiais de Contas. Não existentes. Formação Continua. Destinatários Requisitos de acesso Modalidade

Leia mais

Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8

Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8 Acção de Formação Contabilidade de Gestão - Primavera v8 MoreData, Sistemas de Informação Campo Grande 28, 10º E 1700-093 Lisboa 213520171 info@moredata.pt Índice de Conteúdos Introdução...3 Sobre o Curso...4

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO ARCHICAD 15 EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Archicad 15. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER No final da formação o formando deverá ser capaz de criar a simulação de um edifício

Leia mais

Ação de Formação. Aquisição da escrita e da leitura: a consciência fonológica. Turma A: Maio: 4, 11 e 25 Junho: 8

Ação de Formação. Aquisição da escrita e da leitura: a consciência fonológica. Turma A: Maio: 4, 11 e 25 Junho: 8 Ação de Formação Aquisição da escrita e da leitura: a consciência fonológica Turma A: Maio: 4, 11 e 25 Junho: 8 Turma B: Setembro: 7 Setembro: 13 Setembro: 14 Setembro: 21 Formador: Dr. António Manuel

Leia mais

Curriculum do Voluntário Universitário PROGRAMA

Curriculum do Voluntário Universitário PROGRAMA Curriculum do Voluntário Universitário PROGRAMA A frequência do ensino superior coincide, na maioria das situações, com uma fase de desenvolvimento psicológico e social muito significativa, especialmente,

Leia mais

8. Número de vagas Número mínimo de formandos para a viabilização do curso: 12 Número máximo de formandos para a viabilização do curso: 30

8. Número de vagas Número mínimo de formandos para a viabilização do curso: 12 Número máximo de formandos para a viabilização do curso: 30 EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher 3ª Edição 2016 A Escola Superior de Tecnologia da Saúde

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA. Março de 2015 4ª Edição

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA. Março de 2015 4ª Edição REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA Março de 2015 4ª Edição Índice 1 O DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO... 3 1.1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA... 3 1.2. ESTRUTURA... 3 2 CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA

Leia mais

Referencial do Curso De Introdução ao Coaching

Referencial do Curso De Introdução ao Coaching Referencial do Curso De Introdução ao Coaching [2010] 1. DATA DE INICIO: De acordo com o Plano de Formação. 2. DATA DE FIM: De acordo com o Plano de Formação. 3. MÓDULOS: Módulo 1 - O que é o Coaching;

Leia mais

Apresentação Wintek.Center... 4. Programa das Ações de Formação... 3. Básico de Refrigeração e Climatização... 6

Apresentação Wintek.Center... 4. Programa das Ações de Formação... 3. Básico de Refrigeração e Climatização... 6 ÍNDICE Apresentação Wintek.Center... 4 Programa das Ações de Formação... 3 Básico de Refrigeração e Climatização... 6 Automação, Controlo e Instrumentação... 7 Electricidade de Sistemas de Refrigeração

Leia mais

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Pág. 1 Índice Índice... 2 Dados Gerais da formação... 3 Objetivos da formação... 3 Estrutura e desenvolvimento da formação...

Leia mais

Técnico Auxiliar de Farmácia - Empower Up

Técnico Auxiliar de Farmácia - Empower Up Início Empower Up Equipa Consultoria Documentação» Contactos Empower Up» Formação» Técnico Auxiliar de Farmácia Técnico Auxiliar de Farmácia 240 horas AULAS TEÓRICAS E TEÓRICO-PRÁTICAS 160 ou 320 horas

Leia mais

ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II 4.º ANO - ANO LECTIVO 2008/2009

ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II 4.º ANO - ANO LECTIVO 2008/2009 1 INSTITUTO PIAGET Campus Universitário de Viseu ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE JEAN PIAGET/VISEU (Decreto n.º 33/2002, de 3 de Outubro) ESTÁGIO DE INTEGRAÇÃO À VIDA PROFISSIONAL II (SERVIÇOS HOSPITALARES) 4.º

Leia mais

Coordenador da área - Engº Pedro Marques

Coordenador da área - Engº Pedro Marques Requisitos e implementação da ISO 9001 gestão da qualidade, ISO 14001 gestão ambiental e OHSAS 18001 gestão de segurança e saúde no trabalho Coordenador da área - Engº Pedro Marques Índice Duração Total...

Leia mais

Programa de formaça o de Power Point Nível 2 (482)

Programa de formaça o de Power Point Nível 2 (482) Programa de formaça o de Power Point Nível 2 (482) Conteúdo Denominação do curso de formação:... 1 Objetivo Geral... 1 Destinatários... 1 Requisitos... 1 Critérios de seleção dos formandos... 2 Modalidade

Leia mais

CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE

CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Em Portugal estão a abrir um conjunto muito vasto de equipamentos de saúde, nomeadamente unidades de cuidados continuados. Para este tipo de estabelecimento são necessários

Leia mais

Terapias Complementares e Não Medicamentosas

Terapias Complementares e Não Medicamentosas Curso de Pós-graduação Terapias Complementares e Não Medicamentosas Organização Colaboração ESCOLA NACIONAL DE EQUITAÇÃO INDICE INDICE 2 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO E ENTIDADES QUE O PROMOVEM 3 2. ENQUADRAMENTO

Leia mais

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Iluminação Profissional com flash portátil FORMADOR: LUÍS SIMÕES ÑO Formador Carlos Marcela Designação do Curso Iluminação profissional com flash portátil INTRODUÇÃO

Leia mais

FORMAÇÃO AVANÇADA: GESTÃO, DIRECÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS

FORMAÇÃO AVANÇADA: GESTÃO, DIRECÇÃO E FISCALIZAÇÃO DE OBRAS 1 FUNDAMENTAÇÃO Numa altura em que as empresas de construção se debatem com uma elevada concorrência de mercado que leva à apresentação em fase de concurso com preços anormalmente baixos, necessitam de

Leia mais

MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo

MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo MINI-MBA de Especialização em Hospitalidade e Gestão de Turismo www.highskills.pt geral@highskills.pt Lisboa- Telefone: 00351 217 931 365 Luanda Telefone: 00244 94 112 60 90 Índice Duração Total... 2 Destinatários...

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO EM SAÚDE Coordenação científica Prof. Inês Pereira Prof. Alexandrina Lobo Prof. Vítor Machado Coordenação

Leia mais

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação

KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Regulamento de Funcionamento da Formação KEY Centro de Formação, Lda. Regulamento de Funcionamento da Formação Página 2 de 12 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 3 2. REQUISITOS DE ACESSO E FORMAS DE INSCRIÇÃO...

Leia mais

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Sede R. da Escola Politécnica, 147 1269-001 Lisboa Campus do Taguspark Av. J. Delors, Edifício Inovação I 2740-122 Porto Salvo, Oeiras Coordenadora: Guia de Curso Lídia Grave-Resendes

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA

CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição.

No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 1. OBJETIVOS GERAIS No final do curso os formandos deverão realizar a gestão de uma IPSS, promovendo a sustentabilidade da instituição. 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Descrever a orgânica das Instituições Sociais;

Leia mais

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO

PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO PROGRAMAÇÃO METODOLÓGICA DO DO CURSO DESIGNAÇÃO DO CURSO FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES DURAÇÃO DO CURSO 90 HORAS LOCAL E DATAS DE REALIZAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO INSTALAÇÕES B-TRAINING, CONSULTING

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR ESTÁGIO COMPLEMENTAR DE ACUPUNTURA PROGRAMA CURRICULAR CURSO: ACUPUNTURA. DOCENTES: Vários

PROGRAMA CURRICULAR ESTÁGIO COMPLEMENTAR DE ACUPUNTURA PROGRAMA CURRICULAR CURSO: ACUPUNTURA. DOCENTES: Vários PROGRAMA CURRICULAR CURSO: 2015 ACUPUNTURA DOCENTES: Vários EQUADRAMENTO DA FORMAÇÃO Este curso destina-se a todos os diplomados em Acupuntura que pretendam acrescentar ou reforçar os elementos/requisitos

Leia mais

ECOGRAFIA MÚSCULO-ESQUELÉTICA

ECOGRAFIA MÚSCULO-ESQUELÉTICA ECOGRAFIA MÚSCULO-ESQUELÉTICA 13, 14 e 15 de Dezembro de 2013 Inscrições Limitadas até 31 de Outubro Resumo A Ecografia é uma das técnicas mais importantes em diagnóstico e avaliação músculo-esquelética,

Leia mais

MEDICINA CHINESA APLICADA À FISIOTERAPIA

MEDICINA CHINESA APLICADA À FISIOTERAPIA MEDICINA CHINESA APLICADA À FISIOTERAPIA 27 e 28 de Setembro e 25 e 26 de Outubro de 2014 - PORTO Resumo A Medicina Chinesa (MC) tem por base o conhecimento das leis fundamentais que regem o funcionamento

Leia mais

PROGRAMA (FORMAÇÃO) Área de educação e formação Código 720. Curso - Emergência e Primeiros Socorros no Local de Trabalho

PROGRAMA (FORMAÇÃO) Área de educação e formação Código 720. Curso - Emergência e Primeiros Socorros no Local de Trabalho 1 - Objetivos: Dotar os trabalhadores de conhecimentos e competências, adequados e específicos à realidade de trabalho da empresa, estabelecimento ou serviço, que permitam aplicar as medidas de primeiros

Leia mais

O Projecto. A Clinica do Futuro será constituída pelos seguintes gabinetes: - Rosto. - Corpo. - Wellness / SPA. - Pêlo e Laser.

O Projecto. A Clinica do Futuro será constituída pelos seguintes gabinetes: - Rosto. - Corpo. - Wellness / SPA. - Pêlo e Laser. O Projecto Criação de um espaço denominado Clinica do Futuro e, como a designação permite adivinhar, é um exercício simulado do que poderá ser uma unidade clinica virada para o futuro, mas que o presente

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

Catálogo de Formação Inter-Empresas

Catálogo de Formação Inter-Empresas Catálogo de Formação Inter-Empresas QTEL 2015 Índice Quem Somos...Pág. 3 6 Razões para Escolher a QTEL...Pág. 5 Formação em Ambiente.Pág. 6 Formação em Inovação..Pág. 9 Formação em Qualidade Pág. 13 Formação

Leia mais

Projeto INQUIRE - Formação em Biodiversidade e Sustentabilidade OBJETIVOS

Projeto INQUIRE - Formação em Biodiversidade e Sustentabilidade OBJETIVOS Projeto INQUIRE - Formação em Biodiversidade e Sustentabilidade OBJETIVOS Projeto INQUIRE: Formação em biodiversidade e sustentabilidade Objectivos do projeto Inquire O programa pan-europeu INQUIRE é uma

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO

CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE CURSO, MÓDULO E SEMINÁRIO An 2-A Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar à ficha modelo

Leia mais

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO

REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO REFERENCIAL DO CURSO DE COORDENAÇÃO DE Área de Formação 862 Segurança e Higiene no Trabalho Formação Profissional Contínua/de Especialização ÍNDICE 1- ENQUADRAMENTO... 3 2- OBJECTIVO GERAL... 4 3- OBJECTIVOS

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA ABERTURA A People & Skills foi criada para responder às necessidades de um mercado cada vez mais apostado em desenvolver e consolidar competências que

Leia mais

2º Curso COMUNICAÇÃO E LITERACIA EM SAÚDE Potenciar o empowerment do cidadão, contribuir para melhor educação para a saúde

2º Curso COMUNICAÇÃO E LITERACIA EM SAÚDE Potenciar o empowerment do cidadão, contribuir para melhor educação para a saúde Inscrições abertas* ISPA LANÇA 2º «CURSO DE COMUNICAÇÃO E LITERACIA EM SAÚDE». 2 e 9 junho 12 horas INSCRIÇÕES ABERTAS (ficha inscrição em anexo) http://www.psicologia.pt/profissional/formacao/ver_formacao.php?id=3019&grupo=1

Leia mais

EDITAL. 1. Enquadramento

EDITAL. 1. Enquadramento EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Fisioterapia na Saúde da Mulher 2ª Edição 2014/2015 A Escola Superior de Tecnologia

Leia mais

Técnicas de Animação em Geriatria Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda. Rigor nos compromissos. Excelência nos processos.

Técnicas de Animação em Geriatria Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda. Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Técnicas de Animação em Geriatria Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Técnicas de Animação em Geriatria Envelhecer é melhor se feito com mais

Leia mais

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança

Regulamento de Frequência Conselheiros de Segurança Academia do Profissional L. Teixeira & Melo, Lda. Regulamento de Frequência Conselheiros de Rua Sousa Aroso, 556-4º Esq. / 4º Esq. Tr. 4450-287 Matosinhos Tel. 229 396 700 Fax: 229 396 709 Avenida D. João

Leia mais

Docentes e Tutores EaD

Docentes e Tutores EaD Formação de Docentes e Tutores EaD ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Índice Porquê esta Formação 3 Objetivos 4 Como vamos trabalhar 5 Conteúdo programático 6 Destinatários

Leia mais

3º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIA TORÁCICA ONCOLÓGIA (CACTO)

3º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIA TORÁCICA ONCOLÓGIA (CACTO) 3º CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM CIRURGIA TORÁCICA ONCOLÓGIA (CACTO) 1 Apresentação do curso 2 O site 3 O Curso 3.1 Fórum 3.2 Aulas expositivas 3.3 - Avaliações 4 Cronograma 5 - Considerações finais 6 Corpo

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO

FICHA TÉCNICA DO CURSO FICHA TÉCNICA DO CURSO PROJECTAR COM REVIT ARCHITECTURE 2014 EDIÇÃO Nº03/2014 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Projectar com Revit Architecture 2014 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER O Revit Architecture é uma plataforma

Leia mais

uma vez que estamos a falar de uma instituição com altos standards formativos, reconhecida e operante em todo o mundo.

uma vez que estamos a falar de uma instituição com altos standards formativos, reconhecida e operante em todo o mundo. Pilates MW1 CERTIFICAÇÃO MATWORK APPI 15 ª Edição 16 e 17 de Março de 2013 Resumo O módulo Matwork 1 (The Foundation) da Certificação Matwork da APPI é a base de todos os cursos de Pilates Modificado,

Leia mais

Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação

Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação Curso de Especialização em Análise do Credito - Gestão e Recuperação Índice Curso de Especialização em Análise do Credito Gestão e Recuperação... 2 Descrição do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários...

Leia mais

3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização do Sifarma2000

3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização do Sifarma2000 1. Nome do Curso/actividade Pós-Graduação Sifarma 2000 2. Destinatários Todos os colaboradores da Farmácia. 3. Critérios de Selecção dos Participantes (conhecimentos prévios) 1 ano de experiência na utilização

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO. Arte-Terapia. Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015. Porto

PÓS GRADUAÇÃO. Arte-Terapia. Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015. Porto PÓS GRADUAÇÃO Arte-Terapia Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte Terapia EDIÇÃO 2015 Porto Arte-Terapia Aplicações Pedagógicas e Institucionais da Arte-Terapia PÓS-GRADUAÇÃO Arte Terapia: Aplicações

Leia mais

Workshop Certificação de Entidades pela DGERT

Workshop Certificação de Entidades pela DGERT www.b-training.pt Workshop Certificação de Entidades pela DGERT 27 de Maio de 2011 ORDEM DE TRABALHOS 10h00 11h15 11h30 12h30 13h Início dos Trabalhos Coffee-Break Reinício dos Trabalhos Perguntas & Respotas

Leia mais

REFLEXOLOGIA INTEGRADA

REFLEXOLOGIA INTEGRADA A ANUAL CURSO 2015 / 2016 REFLEXOLOGIA INTEGRADA DATAS: Outubro 2015 a Julho 2016 DURAÇÃO: 240h AULAS: Sábado e Domingo APRESENTAÇÃO A Reflexologia é uma terapia que se baseia no princípio da existência

Leia mais

Docentes e Tutores EaD

Docentes e Tutores EaD Formação de Docentes e Tutores EaD ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Índice Porquê esta Formação 3 Objetivos 4 Como vamos trabalhar 5 Conteúdo programático 6 Destinatários

Leia mais

REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011. MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: FORMANDOS: FORMADOR:

REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011. MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: FORMANDOS: FORMADOR: REGULAMENTO FORMAÇÃO INTERNA DE INFORMÁTICA 2011 MICROSOFT EXCEL (2 níveis) E POWERPOINT (1 nível) OBJETIVO: Os cursos destinam se a todos os colaboradores que tenham necessidade de utilizar o Excel e

Leia mais

ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS

ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS ATUALIZAÇÃO EM FERIDAS CUTÂNEAS E CURATIVOS Taís Lopes Saranholi Universidade do Sagrado Coração, Bauru/SP E-mail: tais_saranholi@hotmail.com Cássia Marques da Rocha Hoelz E-mail: cassiarocha@bauru.sp.gov.br

Leia mais

XIX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 2013.

XIX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 2013. XIX Curso de Especialização em Enfermagem em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinências 2013. Público alvo: Enfermeiros com, no mínimo, 2 anos de formados e experiência clínica geral ou específica

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO

FICHA TÉCNICA DO CURSO FICHA TÉCNICA DO CURSO AVALIAÇÃO DE BENS IMOBILIÁRIOS EDIÇÃO Nº01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Avaliação de Bens Imobiliários. 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER No final da formação, os participantes deverão

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA - Formação Interempresa (formação externa) -

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA - Formação Interempresa (formação externa) - REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA ATIVIDADE FORMATIVA - Formação Interempresa (formação externa) - CAPÍTULO I ENQUADRAMENTO 1. O presente Regulamento é aplicável às Acções de Formação promovidas pela SIPRP

Leia mais

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Formação Pedagógica Inicial de Formadores Formação Pedagógica Inicial de Formadores MÓDULOS CARGA HORÁRIA Acolhimento 1 O formador face aos sistemas e contextos de formação 8 Factores e processos de aprendizagem 6 Comunicação e Animação de Grupos

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento

CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO. Regulamento CURSO DE FORMAÇÃO ESPECÍFICO ÍNDICE PREÂMBULO... 3 Procedimentos Técnico-Pedagógicos... 4 1.1. Destinatários e condições de acesso... 4 1.2. Organização dos cursos de formação... 4 1.3. Componentes de

Leia mais

Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos.

Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Marketing e Comunicação para Bibliotecas Valor I Pessoas, Consultoria Empresarial, Lda Rigor nos compromissos. Excelência nos processos. Marketing e Comunicação para Bibliotecas Atendendo ao crescente

Leia mais