CASCAIS NA ROTA DOS GRANDES EVENTOS MUNDIAIS CARCAVELOS E PAREDE: UMA NOVA CENTRALIDADE E MAIS QUALIDADE DE VIDA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CASCAIS NA ROTA DOS GRANDES EVENTOS MUNDIAIS CARCAVELOS E PAREDE: UMA NOVA CENTRALIDADE E MAIS QUALIDADE DE VIDA"

Transcrição

1 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO Mensal. An 4. N.50 CÂMARA MUNICIPAL DE CASCAIS. INFOMAIL CARCAVELOS E PAREDE: UMA NOVA CENTRALIDADE E MAIS QUALIDADE DE VIDA Educaçã, Saúde e Turism sã algumas das apstas para um desenvlviment sustentável e cmpetitiv. P CASCAIS NA ROTA DOS GRANDES EVENTOS MUNDIAIS Lumina - Festival da Luz 2014 Ft: Júli Pimentel [O Cub] DESTAQUE ATUALIDADE ATUALIDADE ÚLTIMA Gala d Desprt hmenageu s melhres atletas Aeródrm Municipal de Cascais une país de nrte a sul IES: primeira escla de negócis sciais está em Cascais Carnaval: fliões saem à rua e prmetem muita animaçã Cerca de 400 desprtistas de várias mdalidades fram recnhecids pels títuls alcançads na épca 2013/2014. A gala fi um grande recnheciment a trabalh ds atletas que elevam nme d cncelh dentr e fra de prtas. Cascais vai fazer parte da ligaçã aérea intracntinental que une Bragança a Prtimã. Os vs devem cmeçar em junh deste an. A ntícia vem recnhecer a imprtância estratégica d aeródrm a nível nacinal e internacinal. A Scial Business Schl abriu em plen centr históric, cm aluns empenhads em cncretizar ideias na área d empreendedrism. O IES acaba de lançar uma campanha de angariaçã de funds para equipar salas e criar blsas de frmaçã. Cncurs de máscaras, bailes, desfiles e matinés garantem diversã e prgramas para tdas as idades. O pnt alt da festa está guardad para as tardes de dming e terça-feira. Malveira da Serra é uma das lcalidades em destaque nesta épca festiva. P. 6-7 P. 8 P. 11 P. 16

2 EDITORIAL Cascais: 2015 marcad pr events de grande prjeçã mundial Num ápice, eis-ns em mais um an nvinh em flha! Cm passas u sem elas, definims desígnis de vida e traçams bjetivs de futur. A mudança de paradigmas registada ns últims ans, prvcada pela crise ecnómica e que marcu qutidians e vidas, nã é indiferente a tud quant vivems. Mudança de paradigmas que ns brigu a delinear estratégias. Em 2011, quand assumims s destins d cncelh, definims uma estratégia para Cascais: um prject de desenvlviment slidári e sustentável que inclua tds s cascalenses. Desenvlviment que passa pr clcar Cascais n mapa d Mund. N mund ds negócis, d turism, ds grandes events, da cultura, ds grandes desafis desprtivs, das excepcinais cnferências de ideias. E cnseguims! Hje em dia Cascais é cnhecida, praticamente, ns quatr cants d Glb. Os grandes jrnais, prestigiadas revistas e cadeias de televisã internacinais fazem referência a Cascais. E sempre de frma elgisa. É diss exempl Paris-Match (ds maires jrnais franceses), que ns classifica Os Hamptns de Prtugal e ns dedica primeira página. Tud ist impele-ns a cntinuar a fazer mais e melhr. E iss passa pr acentuar a marca Cascais. Cm? Cntinuand a trazer s grande pensadres, desprtistas, artistas, empresáris, actres d Mund que, depis, divulgam a beleza de Cascais e as suas gentes pr esse mund fra. Obviamente, é também imprtante retrn ecnómic que ist representa. E muit! Em 2013, Cascais fi um ds destins nacinais cm indicadres de gestã mais elevads: preç médi pr quart vendid fi de 89 e a receita média pr quart dispnível de 52. Uma taxa média de cupaçã de 60%. Em suma: mais de 1 milhã e cem mil drmidas anuais, crrespndend a um retrn diret superir a 100 milhões e a um retrn indiret de cerca de 300 milhões mai CONFERÊNCIAS DO ESTORIL junh XCAT POWER BOAT Pr iss, a ideia é cntinuar a arregaçar as mangas e a apstar na afirmaçã da marca CASCAIS. Em 2015 espera-ns grandes cnferências: Apenas algumas: Wrld Ocean Summit (mais de 250 líderes mundiais cm s lhs n mar cm nv recurs d cresciment ecnómic e da criaçã de empreg), China Glbal Business Meeting u a Wrld Fd Travel Summit & Exp. E, clar, as Cnferências d Estril. EDITORIAL Os grandes events, a cultura, desprt, tud ist cnsta d calendári que lhe trazems aqui a lad e que nã pde rigrsamente fizerms perder. uma análise glbal à dinâmica da ecnmia de Se Cascais facilmente ns apercebems de cm estams em presença Tud ist de um só cncelh é pssível em prque cresciment tds nós acima sentims da média. amr Seja à na terra. vertente Muits turística, cascalenses na indústria, pdem ns nã serviçs de u gema n pequen (nascids cá), mas, sente-se a cntrári diariamente d que um diz Fernand cresciment pessa, sustentad. Cascais cmérci A nunca tud se ist estranha pdems e lg assciar se entranha! as trinta e seis nvas empresas criadas A tds, n um âmbit excelente da DNA Cascais, num mviment empreendedr que geru, ns últims ans, mais de 1300 empregs direts. Mas também na vertente d terceir sectr, particularmente ns investiments da ecnmia scial, aparecem prjets que cnjugam uma vertente ecnómica cm uma prfunda sensibilidade scial. Este é também clima aprpriad para encntr de mais de trezents empresáris de trinta países que n âmbit d Bimarine, visand trcar experiencias e realizar negócis na vertente da ecnmia azul, em que mar de Cascais serve de musa inspiradra. Clar que fact de Aeródrm de Cascais ser uma infraestrutura aerprtuária de referência em Prtugal, segund d pais à frente d Prt e itav da Península Ibérica, é também um fatr de atratividade para um segment de negócis de grande envergadura. A frma cm Bryan Adams se refere à sua paixã pr Cascais demnstra cm sms melhr lcal d mund para viver um dia, u uma vida inteira SETEMBRO LUMINA FESTIVAL DA LUZ 6-15 nvemb LISBON & ES

3 br STOR IL FIL M julh CSI LONGINES GLOBAL CHAMPIONS CASCAIS st AR 0 ag DO M TAS FES 29 e 30 agst CASCAIS CLASSIC MOTORSHOW utubr WTC SURF [MASCULINO E FEMININO] FESTI VAL Summit Exp e Lisbn h T Summit & ir l e e r v e a v r e T f 24 d Wrld F an Summit ce 8-11 abril Wrld O ípi 3-5 junh unic Dia d M rcup enge h n ju 7 lf Chall Ibe G lh te a ju r 5 p 30 junh julh Wrld Cr al de Criaçã -4 in 30 junh Festival Internac 3-12 julh a Artístic cais Vela d Mund TP 52 st Cas t g a ampena Mund RC 44 C r b m e set t. Campenat d u 4 t.28 set e Even br Prim ll Marathn u t u R Meeting Rck n Glbal Business r b u t u 18 hina tubr C l Perfeit u ítu rtn tre Cap Press Ca ld r W. 1º trimes.. s s Museu Bairr d

4 04 DESTAQUE CARCAVELOS E PAREDE: UMA NOVA CENTRALIDADE E MAIS QUALIDADE DE VIDA Universidades, parques verdes urbans, museus e centrs desprtivs de classe internacinal. Carcavels e Parede estã n craçã d desenvlviment d cncelh. Saiba prquê. Plan de Prmenr d Espaç de Reestruturaçã Urbanística de Carcavels-Sul Cascais tem uma estratégia: levar desenvlviment ecnómic e scial a tdas as pessas e a tds s pnts d cncelh. A ambiçã d Executiv é alcançar um cncelh un, prósper e slidári. Pr td cncelh, prblemas de ans, que blqueavam desenvlviment, vã send ultrapassads. A mesm temp, nvs prjets sã apresentads cm bjetiv de dar um nv hriznte de futur e de esperança as cidadãs. Carcavels-Parede estã n craçã desta nva plítica e desta nva ambiçã de planear territóris a mesm temp sustentáveis e cmpetitivs. Educaçã. Saúde. Turism. Espaçs Verdes. Cultura. Surf. De tud ist e muit mais se fará caminh de afirmaçã lcal e nacinal de Carcavels e Parede. Venha cnnsc numa viagem a futur próxim de Carcavels e Parede. Nva Schl f Business and Ecnmics cm arranque marcad para 2017 EDUCAÇÃO Em Carcavels nascerá a primeira escla prtuguesa de negócis glbal: a Nva Schl f Business and Ecnmics. Cm arranque marcad para 2017, a faculdade vai prprcinar a vinda para cncelh de 4000 aluns e prfessres, na sua mairia estrangeirs. Os estudantes e prfessres vã dinamizar a ecnmia, alugand casas, recrrend as serviçs, estimuland cmérci lcal. Vã ser criads psts de trabalh e prtunidades para s que estã e para s que vêm. COMÉRCIO A apsta da Câmara já é uma realidade e a requalificaçã d Mercad de Carcavels é um bm exempl. A recuperaçã desta imprtante infraestrutura representu um investiment de cerca de dis milhões de eurs. É aqui que encntrams uma âncra de relev, a fábrica ds famss gelads Santini. Depis de alguma incerteza, e muits avançs e recus, parece bem encaminhada a vntade de, a curt-médi praz, um grande grup empresarial espanhl investir em Carcavels e Parede. É aqui que deverá nascer nv El Crte Inglès, criand uma nva centralidade n territóri capaz de atrair mais empresas e criar mais psts de trabalh. QUALIDADE DE VIDA Imprta destacar s prjets de requalificaçã para a Bataria da Parede para nde, depis de décadas a abandnad e fechada a públic, e em parceria cm Estad Central, está prjetad um Museu Militar de Artilharia de Csta e um centr de invaçã e criatividade. Para além dist, é para a Bataria da Parede que está desenhad futur mair parque verde d cncelh. Investiment ttal: um milhã de eurs. Também a Bataria de Sã Gnçal, igualmente vtada a abandn, deverá cnhecer uma nva vida. A intençã da Câmara Municipal é que espaç venha a ser um parque de incubaçã de serviçs. E mais a nrte, na Quinta d Barã, a ideia é manter viva tda a tradiçã vitivinícla de Carcavels: um parque verde urban, um Museu da Vinha e d Vinh, e um centr de prduçã vitivinícla é que está pensad para a Quinta d Barã. Criaçã de um nv centr de surf de classe mundial SURF Berç d desprt que, a lng d an, cntribui para clcar cncelh na rta mundial da atualidade atraind s melhres d mund da mdalidade, Carcavels vai ter ainda mais prjeçã desprtiva. A Quiksilver, uma das maires marcas mundiais de Surf, prepara-se para investir mais de quatr milhões de eurs na criaçã de um centr de surf de classe mundial dtad de aljament, museu, lja bandeira e de uma nva infraestrutura de skate. URBANISMO Prque a regeneraçã urbana e a valrizaçã d patrimóni sã priritárias, Cascais está a avançar cm um prjet de requalificaçã da Praça Azeved Quinta ds Ingleses Investiment de dis milhões de eurs na requalificaçã d Mercad de Carcavels Hspital Ortpédic Sant Ana

5 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO DESTAQUE períd de falta de cndições n atendiment as utentes, que fram recebids durante ans num centr bslet. É este primeir pass de um bjetiv mair que visa recuperar ptencial d turism de saúde e bem-estar recnhecid há muit na área da saúde n eix Carcavels-Parede. Nã será pr acas que é nesta zna que encntrams algumas das melhres unidades na prestaçã de cuidads de saúde e bem-estar da Grande Lisba. Quinta ds Ingleses Apsta n Turism da Saúde e Bem- -Estar: nva unidade de saúde familiar de Carcavels, cluster de investigaçã em ciências médicas e ampliaçã d Hspital Ortpédic de Sant Ana Centr de Surf - QuikSilver Mercad de Carcavels Gmes, criand mais e melhres lugares de estacinament. Quant à degradada e abandnada Quinta ds Ingleses, dará lugar a um ds mais bem planeads, estruturads e sustentáveis prjets urbanístics que Carcavels cnheceu. Reslvend um prblema cm mais de 60 ans e rasgand plans urbanístics que plantavam edifícis de 14 andares junt a mar, Cascais desenvlveu um plan de prmenr que cria 20 hectares de espaçs verdes, um centr de negócis, serviçs, centrs cmunitáris e habitaçã. Um prjet envlvid pr uma arquitetura cnceituada, suave e inteligente que cnstituirá a primeira cidade inteligente d país, cm a água, eletricidade e cmunicações a serem geridas pr redes de última geraçã. Pr via d Orçament Participativ, há também intervenções planeadas para centr de Carcavels (recuperaçã d Ludance) e para Bairr das Caixas, na Parede. CIDADE DA SAÚDE Fevereir assinala arranque, ainda que a títul prvisóri, de uma nva lcalizaçã para a Unidade de Saúde Familiar de Carcavels. Termina assim um lng Transfrmand a antiga estrutura numa verdadeira incubadra de saúde, para antig Hspital Ortpédic Jsé de Almeida está pensad mais relevante cluster de investigaçã em ciências médicas d país. Ist enquant, ali a lad, n Hspital Ortpédic de Sant Ana prssegue a bra de ampliaçã d hspital. Um investiment de 11 milhões de eurs da Santa Casa da Misericórdia de Lisba e que se prevê inaugurar em Praça Mári Azeved Gmes Quinta ds Ingleses: 20 hectares de espaçs verdes, um centr de negócis, serviçs, centrs cmunitáris e habitaçã Bataria da Parede

6 06 DESTAQUE 15ª GALA DO DESPORTO DE CASCAIS HOMENAGEADOS OS MELHORES DESPORTISTAS DO ANO Em tarde de festa e cnvívi, a animaçã ficu a carg d grup de Tramplins e Acrbática d Grup Sprtiv de Carcavels e d grup de Patinagem Artística d Clube de Futebl de Sasseirs. O mment mais aguardad da nite ficu reservad para fim cm a eleiçã ds Melhres d An. Após períd de vtaçã, que decrreu n site d municípi, chegu a altura de se revelar s vencedres. Cm um empate na categria Esperança Feminina subiram a palc as vencedras Beatriz Dmingues [Taekwnd] e Madalena Guerra [Bdybard]. Na categria Esperança Masculin prémi fi atribuíd a Jã Dantas [Lngbard]. O surf ganhu destaque cm Teresa Bnvalt e Vasc Ribeir, que fram eleits s melhres atletas d an. A equipa masculina de Rugby d Grup Dramátic e Sprtiv de Cascais fi a vencedra na categria de Equipa e prémi de Treinadr fi atribuíd a Luís Duarte, da Federaçã de Patinagem de Prtugal. Este fi claramente um mment de alegria para s vencedres mas fi também um mment de hmenagem a desprt e as milhares de pessas que se superam a cada dia, mtivadas pr um bjetiv. Grup de Patinagem Artística d Clube de Futebl de Sasseirs ment pels títuls e bjetivs alcançads na épca desprtiva 2013/2014. Estiveram presentes cerca de 400 atletas e 65 treinadres em representaçã de 46 entidades desprtivas. Na cerimónia fram distinguids tds s atletas cm resultads alcançads em cmpetições ficiais d desprt federad, a nível nacinal, distrital e reginal, enquadradas pr federações A 15ª Gala d Desprt de Cascais, um ds acnteciments mais esperads d an, realizuse n passad dming, 25 janeir, n Salã Pret e Prata, d Casin Estril. Na sala repleta de atletas, treinadres e dirigentes desprtivs mment fi de hmenagem a tds aqueles cuja dedicaçã a desprt é exempl para muits. O mment fi, cm nã pdia deixar de ser, de recnhecicm utilidade pública desprtiva: Campeões Nacinais (de qualquer Divisã); 2º e 3º classificads em Campenats Nacinais (divisã única u principal); vencedres da Taça de Prtugal e Campeões Distritais I Divisã u Campeões Reginais Absluts. Fram também distinguids s atletas cm resultads btids em cmpetições internacinais de federações, recnhecidas pel Cmité Olímpic Internacinal, que representam a seleçã nacinal. Em cmpetições ficiais d desprt esclar e d desprt universitári, a nível nacinal e reginal, fram recnhecids s seguintes resultads: Campeã Nacinal DGIDC (desprt esclar)/ FADU (desprt universitári); 2º e 3º classificads em Campenats Nacinais DGIDC (desprt esclar)/ FADU (desprt -universitári) e Campeã Reginal DRELVT (desprt esclar)/ ADESL (desprt universitári). A palc fram também chamads para receber trféu s campeões nacinais, vencedres da Taça de Prtugal e s atletas u equipas que alcançaram resultads internacinais. Equipa de Rugby d Grup Dramátic e Sprtiv de Cascais Grup de Tramplins e Acrbática d Grup Sprtiv de Carcavels

7 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO DESTAQUE Jsé Maria Lacerda e Mel Equipa Vencedra [Rugby] Teresa Bnvalt Vencedra Atleta Feminina [Surf] É ótim receber este prémi. Ist é frut de um an inteir mas prémi nã é meu, nem d utr treinadr, é da equipa que lutu dentr de camp para ganhar este trféu. É um privilégi receber este prémi. Estu muit cntente. Vu cntinuar a trabalhar muit para dar meu melhr. Madalena Guerra Vencedra Esperança Feminina [Bdybard] Vasc Ribeir Vencedr Atleta Masculin [Surf] Beatriz Dmingues Vencedra Esperança Feminina [Taekwnd] Luís Duarte Vencedr Treinadr [Hóquei Patins] Jã Dantas Vencedr Esperança Masculin [Lngbard] Quand uvi que tinham sid duas vencedras pensei lg que tinham sid as atletas da vela. Fi uma emçã enrme quand disseram meu nme fi uma sensaçã incrível! Este an vai ser igualmente imprtante na minha vida e esper cntinuar a bter bns resultads nacinais e representar a seleçã. Na impssibilidade d Vasc nã pder estar presente, prque está a cmpetir fra de Prtugal, ele quer agradecer e dizer que é um rgulh fazer parte deste cncelh. Cascais é um exempl a seguir pr tdas as autarquias de Prtugal prque desprt é fundamental para a saúde mental e física, referiu David Raimund treinadr de Vasc Ribeir. Nã estava nada à espera de ganhar prémi até prque as atletas de ginástica de tramplim eram uma frte cncrrência. Dedic esta vitória as meus pais prque sempre me apiaram. Este an pretend ir a Eurpeu de Sub 21. Estu muit satisfeit e quer agradecer a tds s que vtaram em mim. Também quer agradecer as meus atletas, à minha família e à Câmara Municipal de Cascais pr me nmear pela 2ª vez. Esper vltar para an cm Campenat d Mund em Hóquei em Patins. Vai ser difícil mas vams trabalhar para iss! Receber este prémi fi muit especial prque fi meu 1º an a cmpetir em Lngbard e fi melhr an cmpetitiv na minha vida. Em 2015 quer vltar a atingir bns resultads prque a recmpensa final é excelente.

8 08 ATUALIDADE Cascais amiga d ambiente AERÓDROMO DE CASCAIS NA LIGAÇÃO ENTRE BRAGANÇA E PORTIMÃO tneladas RECOLHA DE INDIFERENCIADOS tneladas RECOLHA DE MONSTROS tneladas RECOLHA DE CORTES DE JARDINS tneladas RECOLHA DE PAPEL CARTÃO Vs devem cmeçar já em junh de 2015 Cascais vai fazer parte da rta intercntinental que vai unir Bragança e Prtimã. Os vs devem cmeçar já em junh deste an. É uma ba ntícia para país e naturalmente uma ba ntícia para Cascais. Este fi mais um sinal da vitalidade d Aeródrm Municipal de Cascais que é, aliás, uma das mais mvimentadas estruturas aerprtuárias d país, refere Carls Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais. Miguel Sanches, assessr d Cnselh de Administraçã da Cascais Dinâmica, a empresa que gere aeródrm de Cascais, refere que esta ligaçã é imprtante para a dinamizaçã d mesm prque imprime um caráter regular e diári à peraçã cm passageirs a frequentar a aergare, assim cm as serviçs de api às aernaves e que está prevista a criaçã de psts de trabalh, ainda nã haja dads sbre qualquer estimativa. Questinad sbre impact da medida para Cascais, Camil Lurenç, jrnalista especializad em assunts ecnómics, cnsidera que a ligaçã desta rta a Cascais pde vir a beneficiar a regiã em terms turístics e ecnómics. Se a ligaçã fsse direta, de Bragança a Prtimã, impact seria próxim de nul. Mas cm envlve duas paragens, é pssível que cnsiga reunir mais passageirs e dessa frma ajudar a viabilizar a peraçã, explica. Mas também deixa um alerta: antes de se avançar, seria bm que s respnsáveis pel prjet, divulgassem estuds. Tirand questões pntuais de segurança, Miguel Sanches diz que nã há alterações previstas a funcinament da infraestrutura que está preparada cm instalações e meis para perar este tip de ligaçã. Mais uma vez, e tal cm afirma QUALIDADE DE VIDA Prtugal (e Cascais) está entre s melhres 10 lugares d mund para a refrma SAÚDE: Carls Carreiras, a imprtância estratégica d aeródrm de Cascais é recnhecida, cm estrutura aerprtuária fundamental tant na prmçã da cesã territrial cm na prjeçã internacinal d país. Em 2014, Aeródrm Municipal de Cascais registu um mviment de mil vs de aernaves, send que mil referem-se a instruçã e trein. Obstetrícia d Hspital de Cascais é melhr da regiã de Lisba tneladas RECOLHA DE EMBALAGENS PLÁSTICO METAL ECAL tneladas RECOLHA DE VIDRO Prtugal (e Cascais) está entre s melhres 10 lugares d mund para a refrma Cm uma pntuaçã glbal de 84.8 pnts (em 100 pssíveis) Prtugal, em especial znas de praia cm Cascais, está n tp 10 ds Melhres Lcais d Mund para se Refrmar em Revelad n iníci de janeir, n âmbit d Internatinal Living s Annual Glbal Retirement Index 2015, este tp resulta da apreciaçã de crrespndentes d site Internatinal Living.cm (cm 30 ans de pesquisas) espalhads pel mund, tds eles expatriads que se trnaram perits ns países de adçã. Estes avaliam cust de vida e de uma habitaçã, descnts e benefícis atribuíds, bem cm sistema de saúde, as infraestruturas e adaptaçã à cmunidade. Antes de atribuírem a pntuaçã final, s crrespndentes avaliam ainda a animaçã e cmdidades ferecidas as estrangeirs tneladas RESÍDUOS DE LIMPEZA + de 130 mil tneladas de lix reclhidas em 2014 O Sistema Nacinal de Avaliaçã em Saúde (SINAS) da Entidade Reguladra da Saúde (ERS) cnsidera Serviç de Obstetrícia d Hspital de Cascais melhr da Regiã de Lisba e Vale d Tej. Em 2014, registaram-se em td um país um acréscim d númer de parts, num ttal de 724, e Cascais cntribuiu cm cerca de 7 pr cent desse númer, que crrespnde a um aument significativ de nasciments nesta unidade: mais 53 parts em relaçã a Pela segurança e qualidade de prestaçã de cuidads de saúde este hspital está acreditad pela Jint Cmmissin Internatinal. Registe-se ainda que também fi a primeira unidade a ser distinguida cm uma certificaçã ambiental.

9 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO ATUALIDADE 4ª EDIÇÃO DO ALLIANZ CAPÍTULO PERFEITO POWERED BY BILLABONG É cm grande rgulh que ns juntams à trib! A trib d surf está de regress a Cascais. Até 15 de març, dia que reunir as melhres cndições atmsféricas para a prática de surf, especialmente para a frmaçã ds tubs perfeits, é a data em que se realiza mais um Capítul Perfeit. Cm um avis prévi de 72 hras, a rganizaçã da prva, que pretende tirar partid das cndições épicas para a prática de surf em Carcavels, vai chamar à praia 16 surfistas, 13 ds quais eleits pel públic e utrs três cnvidads da rganizaçã. A prémi final de 15 mil eurs candidatase um grup cmpst pr quatr estrangeirs - Aritz Aranburu, Pedr Vianna Scby, Brun Sants e Nathan Hedge, ex-membr d Wrld Tur da ASP (agra Wrld Surfing League), atual nº 32 d Wrld Qualifying Series que recebeu um wildcard, cnvite da rganizaçã; e 12 prtugueses, send sete de Cascais: Frederic Mrais, Vasc Ribeir, Miguel Blanc e Jsé Ferreira na categria de cmpetidres; Rúben Gnzalez (free surfers); Alexandre Ferreira (sul surfers) e ainda Rdrig Herédia que recebeu um wildcard. De fra d cncelh cncrrem Niclau vn Rupp (vencedr da ediçã anterir), Marln Lipke, Francisc Alves, Jã Guedes e Tiag Pires. Categria de surfistas estrangeirs é nvidade este an Esta é a 4ª ediçã d Allianz Capítul Perfeit pwered by Billabng que depis de dis ans em Peniche mudu-se de pranchas e bagagens para Cascais, nde estã reunidas tdas as cndições para a prática de surf. Uma decisã que cnta cm api da Câmara Municipal de Cascais: É cm grande rgulh que ns juntams à trib, destaca Carls Carreiras, Presidente da Câmara Municipal de Cascais, para quem ter váris spts pert uns ds utrs, nde se pdem encntrar excelentes cndições para a prática de surf, tdas elas diferentes, cnstitui um verdadeir patrimóni. Cnseguirms clcar Prtugal na rta d surf smand as cndições únicas que tems n nss país, quer a nível da diversidade ds própris spts, quer a nível da diversidade de ndas. Este an a nvidade é a categria de surfistas internacinais: mantems nss prpósit de prmver surf prtuguês através de uma platafrma cmpetitiva de prjeçã internacinal e cm ndas de altíssima qualidade, explica Rui Csta, respnsável pel event. A prva pde acntecer a qualquer mment. Tda a infrmaçã dispnível em 20KM DE CASCAIS E RAPIDINHA DE 5KM VOLTAM À BAÍA DE CASCAIS A prva mais antiga e emblemática d cncelh realiza-se já n dia 15 de fevereir cm partida marcada para as 10h00, na Baía de Cascais. Em dming de Carnaval, a rganizaçã da prva cnvida s participantes a viverem este mment de flia vestids a rigr e a participarem num cncurs de máscaras. Os 20km de Cascais estã dividids pr duas prvas, 20 km e a Rapidinha de 5 km, que cntam já cm 1600 inscrições. Os ingresss para as prvas pdem ser adquirids até a dia d event, mas têm um descnt se frem cmprads cm antecedência. O preç varia entre s 12 e 20 eurs para s 20 km de Cascais e entre s 8 e 15 eurs para a Rapidinha de 5 km. Pr mtivs de segurança, n dia 15 de fevereir, trânsit estará crtad nas ruas nde decrre a prva. A prva que desperta atençã de tdas as idades desafia s atletas a percrrer n melhr temp pssível s 20km de Cascais. Para s atletas cm menr preparaçã física a apsta crreta é a Rapidinha de 5 km que pde ser feita em pass de crrida u em caminhada. O pnt de partida e de chegada de ambas as prvas será na habitual Praça 5 de Outubr. Dad tir de partida, s atletas pdem dividir-se, cnsante a preparaçã e resistência física, a crrer u a caminhar. Ns 20 km de Cascais é prpst um percurs junt a mar, até a Guinch e regress. Na Rapidinha de 5 km s participantes sã cnvidads a descbrir s recants da vila, a seu ritm. Infrmações: pt e 23º TROFÉU DE ATLETISMO JÁ TEM MAIS DE 2500 INSCRIÇÕES Cm a entrada d nv an chegam a Cascais s grandes events de Desprt. O atletism é uma das mdalidades rainhas d cncelh cm sete prvas que cnstituem 23º Trfeu de Atletism. Estas prvas cntribuem para funcinament ds núcles de atletism d cncelh, trféu reúne a mair parte das prvas de crrida de estrada e crta-mat que se realizam n cncelh de Cascais e que sã prmvidas pels clubes e juntas de freguesia. CALENDÁRIO DAS PRÓXIMAS PROVAS:. 1 de fevereir Crta Mat d NAZA Organizad pr: Núcle de Atletism da Zna da Abóbda. 7 de fevereir Crta Mat d Linhó Organizad pr : CCD Funcináris d Estabeleciment Prisinal d Linhó. 1 de març Grande Prémi de Atletism d Mnte Real Organizad pr: Desprtiv Mnte Real, Tires. 28 de març Crta Mat da Atibá Organizad pr: Assciaçã de Mradres da Atibá. 19 de Abril Crrida da Juventude Organizad pr: Junta de Freguesia de S. Dmings de Rana. 3 de mai Légua de Janes Organizad pr: Sciedade de Instruçã Rec. de Janes e Malveira. 17 de mai Milha Urbana da Abóbda Organizad pr: Núcle de Atletism da Zna da Abóbda

10 10 ATUALIDADE Dez ans para enterrar linhas aéreas Cascais quer ser um cncelh sem infraestruturas aéreas. A partir de agra, cm a entrada em vigr das alterações a REGIS Regulament para a Intervençã de Infraestruturas de Sl e Subsl n cncelh de Cascais, as peradras que utilizam cabs aéres para distribuiçã de serviçs a cnsumidr têm dez ans para enterrar as linhas. O bjetiv é prprcinar uma paisagem mais harmnisa. As nvas regras entraram em vigr n dia 15 janeir após aprvaçã pr unanimidade em sede de reuniã de Câmara Municipal e de Assembleia Municipal. Regulament integral dispnível em Vai abrir discussã pública frmal da prpsta de revisã d PDM Fi deliberada em reuniã de câmara de 26 de janeir, a abertura d períd de discussã pública da prpsta de revisã d Plan Diretr Municipal (PDM). O nv PDM esteve em expsiçã pública e sujeit a escrutíni ds cidadãs durante 14 meses. Após a apresentaçã e análise das prpstas e críticas que fram frmuladas pels munícipes, entendeu agra a Câmara Municipal de Cascais estarem reunidas as cndições para abrir a discussã pública frmal que a lei exige. Mudu Regime Jurídic de Urbanizaçã e Edificaçã N dia 7 de janeir de 2015 entru em vigr decret-lei nº 136/2014, de 9 de setembr, que truxe diversas alterações a Regime Jurídic da Urbanizaçã e Edificaçã (RJUE, Decret-Lei n.º 555/1999, de 16 de dezembr). A alteraçã mais prfunda diz respeit as prcediments padrã assciads a cntrl prévi das perações urbanísticas estabelecids n regime anterir. A cmunicaçã prévia deixu de ser prcediment padrã, vltand licenciament a assumir esse estatut. Infrmaçã desenvlvida em 2.º EXECUTIVE MASTER EM INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO NO TURISMO Inscrições até 16 de fevereir É uma pós-graduçã única n país. As candidaturas estã abertas para Executive Master em Invaçã e Empreendedrism n Turism. Lançada em parceria cm a Escla Superir de Htelaria e Turism d Estril (ESHTE) e a Agência DNA Cascais esta frmaçã superir em Invaçã e Empreendedrism n Turism visa prprcinar a aquisiçã de cnheciments e cmpetências nas áreas de Gestã da Invaçã e d Empreendedrism vcacinad para a área d Turism, nde se incluem, entre utrs sectres, a htelaria, a restauraçã, as viagens, a animaçã turística e s events. O curs, que lança agra a segunda ediçã, está fcad n Turism e cnta cm prfessres referências n mund académic e empresarial, servind cm uma luva a um cncelh que se encntra entre s 100 destins turístics mais sustentáveis d mund. Criar uma empresa na área d turism é uma iniciativa muit específica, tal cm é estudar este mercad que tem indicadres e rácis que sã própris de cada atividade, esclarece prfessr Victr Alves Afns, Crdenadr Geral d curs, acrescentand: Além diss, a parceria cm a DNA Cascais permite as empreendedres aces- s a diversas ferramentas cm a incubaçã n ninh de empresas, a mitigaçã ds riscs inerentes as negócis e a ajuda na btençã de financiament. Criad para ajudar a frmar empreendedres na área d Turism, um cluster de negócis cm uma riqueza enrme, cm refere crdenadr d curs, Jsé Pardal, um ds mentres da Md Distint, empresa de gestã em utsurcing instalada na DNA Cascais, fi um ds pósgraduads na primeira ediçã d Executive Master em Invaçã e Empreendedrism n Turism. Em que é que este curs valrizu seu percurs e prjet prfissinais? Esta pós-graduaçã em si, nã alteru rum, mas s hrizntes d prjet fram de cert md alargads. Quais as mais-valias que a pósgraduaçã lhe truxe? O que retive cm mais acuidade fi a frma cm se estuda Turism n secul XXI, bem cm s nvs desafis que esta nva era acarreta. De fact huve três áreas que mereceram da minha parte um cuidad mais apurad e que fram a perceçã que hje Master Executive habilita s frmands a respnder eficazmente às nvas tendências d mercad, prmvend empreendedrism ns serviçs turístics, através d desenvlviment de uma ferta invadra. E, se n iníci das 190 hras de frmaçã, que inclui três semináris, é pedid as candidats que apresentem uma ideia de negóci, n final, através de shark tank académic, um júri cmpst pr persnalidades de recnhecid prestígi ajuda a limar arestas antes de cada empreendedr lançar a sua ideia - já cm plan de negócis e estud de viabilidade ecnómica e financeira - n mercad real. se tem d Sistema Turístic, a Criatividade e Invaçã n Turism e pr últim (até pel percurs prfissinal) a Gestã d Risc e Cntrl de Gestã Fi imprtante bter esta frmaçã? Prquê? Vei preencher alguns vazis a nível da frmaçã, trnandme mais sensível, mais critic, n fund mais preparad e atent às tendências deste setr. Jsé Pardal licenciu-se em Gestã de Empresas pel I.S.C.T.E. Dedicu-se à cnsultria e auditria em váris prjets da banca, segurs, indústria, htelaria e bteve uma pós-graduaçã em Análise Financeira e de Mercads. Fi diretr financeir na empresa Sany Prtugal Eletrónica S.A. Em 2007, cm Rsári Barra e Jrge Ferreira, trnu prjet Md Distint uma realidade.

11 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO ATUALIDADE PRIMEIRA ESCOLA DE NEGÓCIOS SOCIAIS NO PAÍS IES Scial Business Schl é em Cascais Prjet de tds para tds, IES-Scial Business Schl tem, desde dezembr, nvas instalações e nva imagem. Em janeir tmu psse a nva direcçã. Cntand cm api municipal desde a primeira hra, a Escla de Negócis Sciais está lcalizada em plen centr históric de Cascais, na antiga Escla Cnde Ferreira, equipament municipal que, desta frma regressa à vcaçã riginal: ensin, se bem que s aluns agra sejam adults empenhads em mudar mund e em cncretizar snhs transfrmads em prjects na área d empreendedrism e invaçã scial. Para trnar mais fácil essa tarefa IES Scial Business Schl acaba de lançar uma campanha de angariaçã de funds, intitulada Vams cnstruir a primeira Scial Business Schl d mund!. O bjectiv é reunir verbas para equipar salas de frmaçã, desenvlver a base de dads de partilha de cnheciment IES e criar blsas de frmaçã para que tds tenham acess a frmaçã de excelência à sua medida, referem s respnsáveis. Nesta nva fase, IES Scial Business Schl cnta também cm uma nva liderança. Filipe Sants até aqui Presidente d Cnselh Estratégic d IES, passu a pasta a Raúl Galamba, um ds glbal leaders da cnsultra Mckinsey, Presidente da Fundaçã Manuel Vilante e um ds maires perits prtugueses em Gestã e Estratégia. Filipe Sants tem agra em mãs a liderança da iniciativa Prtugal Invaçã Scial, um ds pilares d prgrama de funds cmunitáris Prtugal 2020, irá dedicar-se a prmver ecssistema de invaçã e empreendedrism scial em Prtugal, gerind a atribuiçã de 150 milhões de eurs a prjets a nível nacinal. CALENDÁRIO DE FORMAÇÃO 2015 EM CASCAIS 13 e 14 de fevereir MIB-Managing Impact Business [módul Invaçã e Cmpetitividade para Iniciativas de Empreendedrism Scial] 13, 14 e 15 de març Btcamp em Empreendedrism Scial 27, 28 e 29 de març S4I Scaling fr Impact Infrmações e inscrições em: BIBLIOTECA MUNICIPAL SOPRA 14 VELAS É um espaç de partilha de cnheciment para tdas as idades e a segunda casa para váris leitres, assim recnhece Antóni Ribeir Góis, 87 ans, que frequenta a Bibliteca Municipal de Cascais tds s dias, desde que ficu viúv. Vem aqui ler s jrnais e preencher as palavras cruzadas. Quand cheg já tenh as ftcópias das páginas das palavras cruzadas e d Sudku diz-ns a srrir e acrescenta: pessal daqui é cm uma segunda família. A Bibliteca Municipal de Cascais Casa da Hrta de Santa Clara abriu as prtas há 14 ans. Desde a abertura, a 25 de janeir de 2001, númer de leitres e utilizadres das instalações nã tem parad de crescer. Em 2014 registu 98 mil visitantes. E nã é para mens. É que edifíci, d sécul XVIII, tem a dispr d leitr sete salas temáticas: infantil, juvenil, adults, plivalente, multimédia, frmaçã, periódics e ainda uma esplanada para leitura a ar livre, uma Hrta Pedagógica e Jardim ds Odres. A Bibliteca Municipal de Cascais Casa da Hrta de Santa Clara é também um espaç abert às famílias cm atividades para tdas as faixas etárias e gsts. A Sala Infantil é um cas de sucess pr ser muit requisitada pr esclas, graças as váris ateliês, à Hra d Cnt e à Hrta Pedagógica. Ns últims 14 ans fram já registads 12 mil leitres na Bibliteca da Casa da Hrta. Em 2014 juntáms 575 nvas inscrições e 32 mil empréstims esclareceu Carla Silva, a crdenadra d equipament que fi primeir a integrar a Rede Nacinal de Biblitecas Públicas. A Bibliteca Municipal de Cascais é também uma casa cm uma imprtante missã scial, nde centenas de pessas encntram aqui muits mtivs para regressar uma e utra vez, gente cm senhr Antóni Ribeir, que vem nã só prque gst de ler cm tenh uma garantia de que aqui encntr cmpanhia. Mais em

12 12 PESSOAS DE CASCAIS COLABORADOR Mariana Sabóias Patrcíni Assistente Técnica na Unidade de Iluminaçã e Espaçs Públics MUNÍCIPE Eduard ds Sants Empresári PELO MUNDO Catarina Custódi Alves Enfermeira Espírit empreendedr Desde a juventude que Mariana Sabóias Patrcíni participa n desenvlviment da aldeia de Atrzela. As 17 ans, lg a seguir à Revluçã d 25 de abril, integru a cmissã de mradres, que cnseguiu reivindicar a cnstruçã da estrada e d sistema de saneament básic da aldeia. Fi nas brincadeiras e vivências de menina cm s amigs que sltu espírit empreendedr, que as 56 ans ainda tem cm md de vida. Sempre tive tendência para ajudar quem mais precisa. Na adlescência acmpanhava vizinhs idss, que nã sabiam ler, à estaçã ds crreis u a entidades bancárias para s ajudar a tratar de assunts que nã se sentiam capazes de fazer szinhs. Viveu na Atrzela até as 40 ans, mas ainda hje lá vlta tds s dias pr afinidade à terra. Os mradres antigs sentem na Mariana um api, uma filha da terra que nunca s abandnu e que, apesar de já ali nã mrar prque a casa da família fi atribuída pr herança a um irmã, cntinua presente e empenhada em levar mais desenvlviment àquele lugar. A Atrzela é, e será para sempre, a minha terra, meu cantinh de cnfrt. É presidente da Assciaçã de Mradres da Atrzela. Empenhads em retirar d annimat esta aldeia, ainda descnhecida de muits cascalenses, Mariana e um grup de mradres criaram, em 2014, uma assciaçã de mradres e reslveram submeter um prjet para um centr cmunitári a Orçament Participativ (OP). Os membrs da cmissã andaram pr td cncelh a explicar às pessas que era OP e prque era imprtante cnseguir api de muits para a cnstruçã d Centr Cmunitári para apiar idss e jvens. Apesar de ali viverem puc mais de 300 munícipes, cnseguiram bter 2323 vts, vencend assim cm esfrç e persistência financiament para a cnstruçã d centr cmunitári. N futur centr cmunitári, jvens e idss vã passar a ter um espaç de cnvívi na Atrzela, lugar nde durante muits ans nã existia sequer um banc de jardim para se sentarem a cnversar cm s amigs e a cntemplar a paisagem. Mariana garante que esta é e será sempre a minha terra, meu cantinh de cnfrt. 50 Ans d Eduard das Cnquilhas Nasceu há 84 ans numa aldeia de Pampilhsa da Serra. Naquele temp quem cnhecesse a vida de Eduard ds Sants nunca diria que futur lhe iria srrir. A família, cmpsta pr seis irmãs, só pdia cntar cm a mãe. Perdeu pai as nve ans. Passei fme e andei descalç. As 11 ans para ajudar a sustentar a família trnase pastr na Serra da Lusã. E assim cmeça a história da vida prfissinal de Eduard. Mais tarde, as 13 ans, vem para Carcavels trabalhar numa carvaria, através de um hmem que tinha negócis n cncelh de Cascais. Drmia n chã d armazém e chrava muit, desabafa. Passei fme e andei descalç. É na trpa que aprende a ler e frequenta a instruçã primária. Cumprid serviç militar vlta a trabalhar cm carveir. O us d gás ganha frça, que prejudica negóci das carvarias. Eduard arranja trabalh na Carris cm agulheir, mas nunca cnseguiu pst de cbradr prque nã tinha 1, 64 m de altura. Segue-se uma experiência numa taberna em Oeiras, nde adquire cnheciments n ram. Um dia repara que a lja, nde hje tem restaurante, na Parede, estava para alugar. Mas apesar d esfrç financeir, nã ganhava para pagar as dívidas. Fi brigad a cmunicar à empregada, Isabel, que nã tinha dinheir para lhe pagar rdenad cmplet, cm respsta ela disse-lhe. O senhr vai ganhar dinheir se vender marisc. E prpôs-lhe criar uma nvidade na ementa: Cnquilhas. A empregada ensinu-lhe a receita pedind-lhe apenas que nã a passasse a ninguém. Assim nasceram as Cnquilhas à Eduard. O restaurante ficu cnhecid cm Eduard das Cnquilhas. O maestr Miguel Lpes-Graça e também atr Eugéni Salvadr fram ds primeirs clientes da casa, fazend n espaç tertúlias cm s clegas da televisã e d teatr. N dia 10 de janeir, restaurante Eduard das Cnquilhas cmemru 50 ans de atividade. Angla é uma terra mágica e mística A vntade de crescer, nã só em terms prfissinais, mas também enquant pessa, levu Catarina Custódi Alves, enfermeira de 33 ans, a trcar Prtugal pr Angla. Nascida e criada em Cascais, ganhu experiência ns serviçs de Urgência d Hspital de S. Francisc Xavier, n Hspital da Cruz Vermelha Prtuguesa e n blc peratóri da Nephrcare, clínica de hemdiálise n Lumiar. Trabalhu também na área de Saúde Ocupacinal da Tabaqueira e deu aulas teóricas e práticas na Escla Superir de Saúde da Cruz Vermelha. Uma bagagem que lhe permitiu, em julh de 2012, abraçar uma prtunidade de empreg em Luanda e mudar de vida. Hje é em Luanda, capital de Angla, uma terra mágica e mística, que pdems encntrar esta cascalense. Feliz pr pder cntribuir para desenvlviment de um país chei de ptencial e em franc desenvlviment, Catarina recnhece que em Angla nã existe mei-term: u se ama u nã se cnsegue lá ficar! Adaptand-se facilmente, a enfermeira de Cascais realça que as pessas sã simpáticas, clima e a gastrnmia sã maravilhss e ainda fat de ns supermercads ser muit fácil encntrar prduts de Prtugal. Acrescem as bas cndições ferecidas pela empresa (Eurpe Assistance) que lhe tem prprcinad uma frmaçã difícil de bter em terras lusas: Dad grau de exigência pr parte das petrlíferas fazems tds s curss slicitads, de frma a manter cnheciment e a experiência exigidas na área de respsta à emergência, explica. A cada 28 dias, temp crrid em que presta serviçs para uma petrlífera cm enfermeira nshre e de respsta à emergência, Catarina gza 28 dias de descans. Aprveita muitas vezes para vir a Cascais. Desta frma, quase cnsegue vencer as saudades da terra, mas, se fsse pssível, além da família e amigs levaria cnsig a baía de Cascais e juntava-a à baía de Luanda. Acnselha tdas as pessas a saírem da sua zna de cnfrt, a cnhecerem realidades diversas, gente diferente e cm histórias de vida extrardinariamente fascinantes. Catarina, nã pensa, para já, em regressar a casa: futur a Deus pertence. E assume: atualmente su feliz a fazer que gst num país que me recebeu de braçs aberts. Amanhã lg se verá. Su feliz a fazer que gst num país que me recebeu de braçs aberts.

13 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO ACONTECE Cnsulte a agenda cmpleta em EXPOSIÇÕES ATÉ 1 DE FEVEREIRO EXPOSED - Ftgrafia Bryan Adams CENTRO CULTURAL DE CASCAIS 3ª a dming das 10h00 às 18h00 Infrmações: /60 ATÉ 7 DE FEVEREIRO Lusfnia - a Língua Prtuguesa na Diversidade Cultural Expsiçã Cletiva de Artes Plásticas BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DE RANA 2ª a sábad das 10h00 às 18h00 Infrmações: /4 ATÉ 8 DE FEVEREIRO Frenéticas n pós-guerra PALÁCIO DA CIDADELA DE CASCAIS 4ª a dming das14h00 às 20h00 Infrmações: museu.presidencia.pt CURSOS 30 DE JANEIRO Capacitar para empreender CENTRO DE INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL DA PEDRA DO SAL (CIAPS) Das 14h00 às 18h00 Inscrições e infrmações: cm-cascais.pt DE FEVEREIRO A 1 DE ABRIL Curs Livre Panrâmica da Azulejaria Mundial, pr Jsé Mec CASA DE SANTA MARIA 4ª das 10h00 às 12h00 Inscrições: www-cm-cascais.pt LIVROS E LEITURAS ATÉ 30 DE JANEIRO Lids e Relids BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASCAIS - CASA DA HORTA DA QUINTA DE SANTA CLARA Das 10h00 às 17h40 Infrmações: DE JANEIRO Cm Olhs de Ler - Cmunidade de Leitres BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SÃO DOMINGOS DE RANA 6ª às 21h00 Infrmações: /4 19 DE FEVEREIRO Cmunidade de Leitres cm Helena Vascncels O Rmance cm Reflex da Transfrmaçã Interir Livr em análise: A Nave ds Lucs, Katherine Anne Prter BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASCAIS - CASA DA HORTA DA QUINTA DE SANTA CLARA 5ª às 18h30 Infrmações: MÚSICA 8 DE FEVEREIRO 25 Ans - 25 Jias Temprada 2015 d Mscw Pian Quartet em Cascais CENTRO CULTURAL DE CAS- CAIS Dming às 17h00 Infrmações: /37 8 DE FEVEREIRO Rmantism Alemã - Cncert da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras AUDITÓRIO DA SENHORA DA BOA NOVA Dming às 18h00 Infrmações: Reserva de bilhetes: www. blueticket.pt 15 DE FEVEREIRO Simbisis - Cncert da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras AUDITÓRIO DO CENTRO CULTURAL DE CASCAIS Infrmações: DE FEVEREIRO Recital de Obé E Pian - Recital OCCO MUSEU DA MÚSICA PORTU- GUESA - CASA VERDADES DE FARIA Sábad às 18h00 Infrmações: www. mmp.cm-cascais.pt CINEMA 31 DE JANEIRO «Alentej, Alentej», de Sérgi Tréfaut - Exibiçã d filme MUSEU DA MÚSICA PORTU- GUESA - CASA VERDADES DE FARIA Sábad às 17h00 Organizaçã: CMC FAUX DESPORTO 1, 8, 15, 22 DE FEVEREIRO Arbrism PARQUE PALMELA [Cascais] Dmings, das 10h30 às 16h30 [duraçã d circuit é de cerca de 1 hra] Organizaçã: CMC Pedaçs de aventura 29 DE JANEIRO 5, 12, 19, 26 DE FEVEREIRO Equitaçã CENTRO HÍPICO DA COSTA DO ESTORIL 5ª das 18h00 às 19h00 Inscrições: 1 DE FEVEREIRO Bdybard PRAIA DE CARCAVELOS Dmings, das 14h45 16h45 Cust: 7,50 Organizaçã: CMC Aquacarca Assciaçã Nvs Desprts Aquátics cm DE FEVEREIRO Passei Pedestre PARQUE NATURAL SINTRA- CASCAIS Dming, às 10h00 Organizaçã: CMC SAL Sistemas de ar livre DE FEVEREIRO 20 KM de Cascais BAÍA DE CASCAIS Infrmações: CRIANÇAS, FAMÍLIAS E ESCOLAS 31 DE JANEIRO 8 E 22 DE FEVEREIRO Oficinas teóric/prática: Cascais da Terra a Mar ; Cientista ; Mistura s Elements ; Pesca Peixe Cert ; Sustentabilidade Marinha CENTRO DE INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL DA PEDRA DO SAL Sábad u dming das 10h00 às 12h00 u das 14h30 às 16h00 Inscrições: DE JANEIRO Cadern de Camp Oficina de Desenh Científic para Crianças MUSEU DO MAR REI D. CARLOS Das 14h30 às 16h30 Infrmações: , 14 E 15 DE FEVEREIRO Disfarces Marinhs MUSEU DO MAR REI D.CARLOS 12 de fevereir às 10h00 14 e 15 de fevereir às 15h00 Inscrições: DE FEVEREIRO Desenhs de Pernas para Ar Oficina de Desenh Científic para Crianças MUSEU DO MAR REI D. CARLOS Das 14h30 às 16h30 Infrmações: VISITAS GUIADAS 7 E 12 DE FEVEREIRO Visitas rientadas à expsiçã O Fascíni da Arte Russa. Encntr da Terra cm Céu - Legad Pedr Vieira da Fnseca MUSEU CONDES DE CASTRO GUIMARÃES Às 15h30 Gratuit Inscrições: de 2ª a 6ª das 9h00 às 17h DE FEVEREIRO Vams Preparar Carnaval n Minh de Armaçã - Máscaras de Carnaval em Massa de Pã MOINHO DE ARMAÇÃO TIPO AMERICANO 6ª das 14h30 às 17h00 Inscrições até à semana anterir à atividade: DE FEVEREIRO Faróis de Cascais FAROL MUSEU DE SANTA MARTA, FARÓIS DA GUIA E DO CABO RASO 6ª das 9h30 às 12h00, Faróis de Santa Marta, Guia e Cab Ras Gratuit Infrmações e Inscrições: DE FEVEREIRO Rteir d Patrimóni Assciações Históricas d Cncelh de Cascais Pnt de encntr: Edifíci ds Paçs de Cncelh Das 10h00 às 13h00 Inscrições a partir de 16 de Fevereir (10h00): OUTROS EVENTOS 7 E 21 DE FEVEREIRO Oxigéni - Plantaçã de espécies autóctnes ESTRADA DA SERRA, MALVEI- RA DA SERRA (PNSC) Sábad das 10h00 às 12h30 Inscrições: cascaisambiente.pt cascaisambiente.pt Infrmações: DE FEVEREIRO Açã de Vluntariad n Banc Genétic Vegetal Autóctne VIVEIRO MUNICIPAL DA QUIN- TA DE VALE DE CAVALOS Sábad das 10h30 às 12h30 Inscrições: cascaisambiente.pt Infrmações:

14 14 EDITORIAL TELEMARKETING CALLS ARE A NUISANCE! Patricia Westheimer 10,000 Steps I didn t have t make a reslutin this year. A gift frm a friend made it fr me. The present, a small pedmeter, measures the number f steps I take in a 24-hur perid. Exercise has always cme naturally t me, except that I nticed in the past year I was getting lazy, driving when I culd have walked, sitting instead f standing, reducing my Paredã walk in half. The pedmeter changed all that. On January 1, I set ut fr the beach with my tw dgs t meet sme friends fr ur annual Gratitude Circle. This time I walked there instead f driving and als managed a full rund trip n the beach walk. I wanted t lk at the number f steps I had taken, but delayed until I finished fr the day. Miraculusly, it said I had walked 16,000 steps! What s average?, I asked the friend wh gave the pedmeter t me. 10,000 he said. That s the ideal number fr a healthy walking day. Frm that day until recently I have managed the 10,000, walking mre cnsciusly and deliberately. Until last week when my belved pedmeter must have slipped ff my sweatshirt. I came hme, and it was gne. I even traced my steps, but I never fund it. They say it takes 21 days t make a habit, but I must have managed in fewer because even in the 7 days when I had n pedmeter, I was walking mre than befre. Finally, at a lcal sprts shp, I purchased anther. (My daughter tells me that smart phnes als have this app available.) Here are advantages I have nticed already: walking instead f driving cancels the frustratin f trying t find parking spaces, nt even t mentin saving the cst f parking meters and parking lts as well as reducing my gas expenditures. Als, my walks have renewed my appreciatin fr the beauty f ur Cascais and have enabled me t meet a recent merchant n the next street t urs, talk t sme neighbrs I have nt seen fr a mnth and, best f all, invigrate me with a cmmitment t stay healthy and active, walking all ver Cascais in Happy New Year t yu all! If yu have suggestins fr articles r cmments n urs, please us: What can we d when peple call t sell smething at all hurs; lunchtime, evenings, weekdays - even weekends? It is ften frustrating nt knwing what, if anything, can be dne t stp these nuisance calls. D we have n right t privacy? There is a Prtuguese equivalent f the Mail Preference Service called a Rbinsn list. It is an Opt-ut System based n a list f cnsumers wh d nt want t receive advertisements and have asked t be included n the Rbinsn list. It cvers marketing via , pst, telephne, r fax. Only arund 40 large Direct Marketing cmpanies cmply with the Rbinsn list but they d manage campaigns utsurced by thers. The Direct Marketing Assciatin (www.amd.pt ) cntrls the list under the supervisin f the CPND - Cmissã Nacinal de Prtecçã de Dads (www.cnpd.pt/english). There is als an Opt-in System fr unslicited direct marketing by autmated calling machines, fax r electrnic mail. These cmmunicatins are allwed nly if subscribers r users have given prir cnsent. The legal psitin is that Prtugal adpted an EU Directive n.º 2009/58/CE f 12th June, cncerning the handling f private data and the rights t prtectin f privacy in the cmmunicatins sectr, namely internet and telephne. It did this by changes t lcal legislatin in Law nº 46/2012 f 29th August. The changes mean cmpanies wh prmte direct marketing, including SMS r MMS, must keep an up t date list f cnsumers wh have given their permissin t be cntacted. N cnsumer shuld receive this type f marketing cmmunicatin unless they have given their express cnsent. The CNPD is respnsible fr the implementatin f the laws and will apply penalties when needed. (surce: Prtal d Cnsumidr). 3 THINGS TO DO: 1. Optin. Register n the Rbinsn list here: Click n the buttn marked Publicidade Nã desejada Dwnlad and fill in the frm, then send it t: 2. Opt ut. Whenever yu receive ne f these calls make sure yu tell them yu wish t be remved frm their marketing list and ask hw t g abut it. 3. Check with yur phne cmpany if they have the functinality available t blck certain types f calls. SOCIAL & COMMUNITY EVENTS FRIDAY 30 JAN 2015 Ryal British Club Happy Hur HOTEL BAÍA Starting at: 18:00-20:00 Meet fr drinks and chat. All welcme. Cme alng t meet members, guests and visitrs. Cntact: SATURDAY 31 JAN 2015 St Andrews Sciety Burns Night Supper QUINTA DE SANTO ANTÓNIO, MALVEIRA DA SERRA Starting at: 19:30 Traditinal Scttish Burns Night Supper t celebrate the life and wrk f pet Rbert Burns. Cntact: THURSDAY 12 FEB 2015 Ryal British Club Lunch EMCDDA, PRACA DA EUROPA 1, CAIS DO SODRÉ Starting at: 11:00 Presentatin by the Eurpean Mnitring Centre fr Drugs & Drug Addictin entitled Drug Situatin in Eurpe and lunch at La Dlce Vita Gurmet. Cntact: EVENTS & FESTIVALS SATURDAY 14 FEB 2015 Americans in Prtugal Valentines Dinner Dance CASCAIS CULTURAL CENTRE Starting at: 19:30 Enjy dinner, dancing, live music, Dj and dance instructin. Open t All.. Cntact: gmail.cm SUNDAY 22 FEB 2015 Internatinal Wmen in Prtugal - Theatre Trip CENTRO CULTURAL DE BELEM Starting at: 16:00 Irish Celtic Dance and music based n Riverdance and Lrd f the Dance. Cntact: r SATURDAY 28TH FEBRUARY Wmen s Ryal Vluntary Service - Quiz Night LARES DA BOA VONTADE [CHESHIRE HOME], CASCAIS Starting at: 19:30 Annual Charity Quiz Night rganized by the WRVS. Bk yur places! Cntact: TUESDAY 24 FEBRUARY The Lisbn Summit HOTEL CASCAIS MIRAGEM Cnference rganised by The Ecnmist t discuss the future f Prtugal in the lngterm. Cntact: ART & EXHIBITIONS TUESDAYS - SUNDAYS UNTIL 12 TH APRIL Pardies - Paula Reg/Rafael Brdal Pinheir CASA DAS HISTÓRIAS PAULA REGO, CASCAIS

15 QUINTA-FEIRA, 29 JANEIRO ANGLOINFO THE [BITTER] TRUTH ABOUT SUGAR By Maria Travasss, Nutritinist [www.facebk.cm/mariatravasss.nutricinista] These days we face a wrld cated with sugar frsting. The American Heart Assciatin (AHA) reached a very serius cnclusin at their 2013 annual meeting: Sugar is killing us. Even suthern Eurpean cuntries, knwn fr their Mediterranean Diet, ne f the healthiest in the wrld, are knwn t cnsume large quantities f sugar. Weight gain is nt the nly harmful effect frm a diet rich in sugar. In fact, Harvard University investigatrs state that mst deaths are related t type 2 diabetes, cardivascular disease, hypertensin and cancer, all f which can be influenced by high intakes f sugar in the diet. The prblem with sugar is that it cmes t us disguised in many frms. Syrup, fructse, sucrse, dextrse, hney, and mre, are different ways t say sugar. S when we lk at fd labels, an essential task in taking care f yur health, we must be aware f these sugars in disguise and limit them all - withut exceptin. What abut artificial sweeteners? Even thugh the studies are cntrversial and nging, many f these sweeteners might have questinable and dangerus side effects. After all, that is why they are called artificial. They are made frm chemicals, which culd have shrt and lng term cnsequences n ur health. In additin, there is als evidence that they might stimulate sugar cravings, because f their excessive sweetness. SO, WHAT SHOULD WE DO? 1. Learn t enjy the real taste f fd instead f adding sugar. 2. Keep sugary fds away frm yur hme 3. Read the fd labels every time yu buy a new prduct: a lw fat ygurt can have as much sugar as a piece f cake 4. Start yur day with a nutritius breakfast and eat smething every 3 hurs t blck cravings 5. There are sme alternatives t sweeten fds, like stevia, a plantbased sweetener, nt as sweet as artificial sweeteners and with n knwn adverse effects. The bttm line: get used t eating as little sugar as yu can. This habit will help yu stay healthier, leaner and yu ll end up craving fewer sweets. But beware: if yu start eating sweet fd again, yu will quickly get back in the cycle! Gd luck and stay healthy in this new year! A QUESTION FOR THE CÂMARA We are pleased t present a new feature fr ur pages in English in latest editin f C called A Questin fr the Câmara. In the crrespndence we receive ur readers ften ask questins r make suggestins which we pass n t the Câmara. The Mayr has agreed t arrange fr answers frm the apprpriate departments - r he will answer himself. We will publish here the questins whenever they raise tpics interest t many. Recycled Nightmare Frm Shelagh Ferreira Dear Sirs I nticed at the end f yur editrial clumn that yu are welcming input s I must take the pprtunity t cmment n smething that has been causing me distress fr several years. I live in Csta da Guia. Apprximately 3 years ag recycling bins were placed at the back f my blck. These seem t be emptied every 4 hurs r s day and night thugh I have checked they are never mre than a third full, ften less. It is bviusly an essential service but at 2am and 6am sleep is disturbed - smetimes never t return! My apartment windws all verlk the bins and I have had them all replaced. This has helped a little, as have earplugs, but the lud nise f the truck with the whle peratin has made a nrmal night s sleep impssible. It wuld make sense t suspend this service between 10pm and 8am as the bins will have scant use during the night. Nbdy wuld wake up t the nise f almst empty bins being histed n and ff a large truck and ur excellent quality f life wuld be returned t us. Where can we make the suggestin? With many thanks. AGROBIO, THE BIO MARKET CASCAIS Every Saturday mrning, rain r shine, in the Parque Marechal Carmna in Cascais, the Bi Market Cascais (www.agrbi.pt) pens at 10 am until 2 pm, selling fresh, rganic prduce and prducts. The merchants displaying their wares are lcal grwers and sellers wh rely n the supply f lcallygrwn prducts at reasnable prices. The market has been running fr the past 5 years attracting large, and increasing, numbers f custmers, bth Prtuguese and freigners. Items n sale include vegetables f the seasn, lcally grwn fruits, as well as rganically prduced bread and cakes. Discunt cards are available fr rder n the agrbi website and entitle cnsumers t 10% discunt n all purchases. Dear Shelagh Cascais Ambiente is run by the Câmara Municipal de Cascais and is respnsible fr all peratinal matters relating t the cllectin f rubbish. We have already passed n yur suggestin t them t study. Yu can cntact them n this address r telephne between 9am and 5pm n weekdays. Yu can als use FixCascais t send us nline all kinds f suggestins and reprt anything that needs fixing by the Câmara. Starting at: 10:00-18:00 A dialgue between the wrk f Rafael Brdal Pinheir and cntemprary artist Paula Reg. Cntact: TUE 11 NOV - SUN 7 JUNE Mstra d Fral de Cascais EDIFÍCIO PAÇOS DO CONCELHO CASCAIS Starting at: 10:00 Exhibitin f Medieval dcuments used t create fficial twn cuncils and structure. Cntact: WEDNESDAYS TO SUNDAYS Paláci da Cidadela de Cascais - Guided Turs PALÁCIO DA CIDADELA DE CASCAIS Starting at: 14:30-20:00 Used as the summer residence by the Ryal Huse frm 1870 yu can visit the state rms, Chapel, The King Luis Rm and the Arabic Rm. Cntact: SPORTS& SAILING WEDNESDAY 4 FEB 2015 Ryal British Club Glfing Sciety ESTORIL GOLF CLUB Starting at: Tee ff frm 07:30 First mnthly glf turnament f the year. Cntact: pt/en-gb/glf/ SUNDAY 15 FEB 2015 Cascais 20 km r Rapidinha 5 km HOTEL BAÍA, CASCAIS Starting at: 10:00 Race starts in frnt f Htel Baia. Thse running the 20 km will run by the sea t Guinch and return. The Quickie 5 km participants will discver the village crners, at a walking pace r running step. Cntact: EVERY WEDNESDAY Lisbn Casuals Badmintn Club COMPLEXO DESPORTIVO DE S. DOMINGOS RANA, TIRES Starting at: 20:30 All welcme every Wednesday t play badmintn with the Lisbn Casuals. Cntact: MARKETS SATURDAYS Agrbi Market, Cascais PARQUE MARECHAL CARMONA, CASCAIS Starting at: 09:00-14:00 Fresh, rganic prduce, lcally grwn prducts at reasnable prices. Cntact: 2 nd SUNDAY MONTHLY Mercad da Vila Cascais MERCADO DA VILA CASCAIS Starting at: 09:00-19:00 Jewellery, art, antiques, children s area, activities and gastrnmy. Cntact: TUESDAYS TO SUNDAYS Carcavels Market PASSEIO PADRE ALEIXA CORDEIRO Starting at: 08:00-13:00 Market selling fresh meats, fruits, vegetables, fish and mre. Cntact:

16 ÚLTIMA Api scial extrardinári a cnsumidr de Energia Fram publicadas duas prtarias que regulamentam a Tarifa Scial de Energia Elétrica e Api Scial extrardinári a Cnsumidr de Energia. É esperad que 500 mil famílias pssam slicitar a Tarifa Scial e Api Extrardinári. Infrmações: PROPRIEDADE: Câmara Municipal de Cascais. COORDENA- ÇÃO EDIÇÃO: Departament de Cmunicaçã. REDAÇÃO: Elisabete Pat, Fátima Henriques, Isabel Alexandra Martins Mári Duarte, Patrícia Susa, Paula Lamares, Paula Tavares. FOTOGRAFIA: Ana Antunes, Diana Laires, Luís Bent. MULTIMÉDIA: Ana Laura Alcântara, Antóni Maria Crreia, Inês Ambrósi, Miguel Caramel, Rdrig Saraiva. GRAFISMO E PAGINAÇÃO: Ana Rita Garcia. TIRAGEM: exemplares PERIODICIDADE: Mensal. DEPÓSITO LEGAL: /11 Repsts s cmbis diáris em Cascais Depis de a CP ter anunciad a eliminaçã de cmbis diáris na Linha de Cascais, a Câmara Municipal de Cascais nã se cnfrmu cm as alterações de hráris que suprimiam s cmbis rápids diáris entre as 10h00 e as 17h00. Após reuniões entre Presidente da Câmara de Cascais, Carls Carreiras, Vice- Presidente da autarquia, Miguel Pint Luz, cm Manuel Queiró, Presidente da CP, garantiu-se a repsiçã a partir de 1 de fevereir ds quatr cmbis em Cascais que tinham sid retirads n dia 18 de janeir. Uma infraestrutura scialmente relevante e uma centralidade para a atividade ecnómica d cncelh, incluind a vertente turística, fram s arguments apresentads para a repsiçã da situaçã em Cascais e, ainda, cm um acréscim de 20 minuts na hra de pnta, u seja, das 20h00 para as 20h20. Send a única ferrvia d país que ainda é alimentada pr 1500 vlts em crrente cntínua, acresce a prveta idade de 48 ans ds cmbis que circulam na Linha de Cascais, que justifica uma urgente definiçã de uma estratégia de investiment que garanta a sustentabilidade desta linha estruturante para cncelh. CARNAVAL: FOLIA SAI ÀS RUAS Malveira da Serra é uma das lcalidades em destaque n cncelh Está quase tud a psts para crtej sair às ruas da Malveira da Serra, na freguesia de Alcabideche. A saudável rivalidade entre as sciedades da Malveira da Serra e de Janes vlta a reunir centenas de fliões, que vã estar atents as desfiles que juntam cerca de 400 participantes em 10 carrs alegórics. O tema Marcas e Publicidade é a apsta da Sciedade de Instruçã Recreativa Janes e Malveira (SIRJM). D utr lad, grup Tarrabuças, da Sciedade Familiar e Recreativa da Malveira da Serra (SFRMS) prmete muita sátira cm a Épca Medieval. A SFRMS rganiza n sábad, dia 14 de fevereir, às 22 hras, Baile d Baú e n dming crs sai à rua seguid de uma matiné cm cncurs de danças ds grups e baile às 22 hras. Dia 16, aprveite Baile d Terrr, às 22hras, e na terça de Carnaval, depis d crs sair à rua, segue-se uma matiné cm cncurs de danças ds grups e baile. A épca carnavalesca encerra na quarta-feira, dia 18, cm jantar d Enterr d Bacalhau, às 20h30. A animaçã está a carg d grup PK 7. A SIRJM cmeça pr rganizar na sexta-feira, 13 de fevereir, um crs nturn. Dia 14, divirta-se cm baile e cncurs Samba n Cancel, às 22 hras. Na segunda de Carnaval, à nite, slta-se a gargalhada n Baile das Misses, nde hmens se mascaram de mulheres. Na típica terça-feira após desfile, a SIRJM garante uma matiné seguida pr um baile e a final d cncurs Samba n Cancel. Dia 18, às 20 hras esta épca fesiva encerra-se cm jantar d Enterr d bacalhau. A festa n cncelh nã fica pr aqui. A Sciedade Recreativa e Musical de Carcavels prepara um baile de Carnaval n dia 14, a partir das 21 hras, e n dia seguinte, à tarde, está garantida a animaçã cm cncurs de máscaras infantil. Na Amreira, Grup de Instruçã Ppular assegura a diversã cm um baile n sábad, a partir das 22 hras, e n dia seguinte uma matiné cm cncurs máscara infantil. Na segunda, dia 16, a diversã é para s adults cm um baile e cncurs de máscaras. Em Talaíde, Grup de Slidariedade Musical e Desprtiva rganiza, dia 14, baile de Carnaval, às 22 hras, e n dia 15 prmetem um bnit desfile. Também na Abóbda é temp de festa cm Grup de Instruçã Musical e Desprtiva da Abóbda a rganizar um baile ns dias 15 e 17 de fevereir. A Trupe Uniã 1º Dezembr Caparidense rganiza um cncurs de máscara infantil n dming, a partir das 15 hras e na terça-feira um baile de máscaras de adults. Em Manique, sábad à nite é para amr cm Baile ds Namrads. Dia 15, a partir das 16 hras, baile infantil cm entrega de prémis fará a delícia ds mais nvs. O Grup Musical e Desprtiv 31 Janeir prmete animaçã, na segundafeira dia, cm a eleiçã da Miss Manique, nde s hmens se vestem de mulheres. Aprveite também as atividades que a Assciaçã de Mradres da Quinta da Carreira, em S.J. d Estril, está a preparar. Dia 14, habitual Estril Market, que decrre durante dia, terá ediçã especial de Carnaval e n dia 17 de fevereir a praça estará reservada a crtej infantil, que reúne aluns das esclas primárias. Uma infraestrutura scialmente relevante e uma centralidade para a atividade ecnómica d cncelh fram arguments para a repsiçã ds cmbis. Trnar a requalificaçã da Linha de Cascais uma priridade d gvern tinha já sid garantid pel Presidente da Câmara Municipal a fazer incluir este investiment, n mntante de 160 milhões de eurs, n Plan Estratégic ds Transprtes e Infraestruturas, verba canalizada d quadr cmunitári de api Serã, ainda, dispnibilizads 40 milhões de eurs para a aquisiçã de cmbis, garantiu gvern à Câmara Municipal de Cascais. CRIA: MARATONA CRIATIVA EM CASCAIS Design Thinking é uma nva metdlgia para encntrar sluções Em nve dias de events, Cria Cascais, event de criatividade e invaçã prmvid pela Câmara Municipal em parceria cm a d.think, truxe a cncelh uma verdadeira maratna criativa sb lema d design thinking. Trata-se de um prcess criativ que já ganhu lugar n mund e que cnsiste na ccriaçã clabrativa de agentes interessads na resluçã de um prblema, explicam Rique Nitzsche e André Bell da rganizaçã. Oradres recnhecids a nível internacinal apresentaram, numa cnferência, cass de estud cuj sucess está assciad a design thinking. Mas grande desafi fi vivid n Centr Cultural de Cascais, na primeira pes- sa, pr 70 pessas residentes n cncelh, e nã só, de diversas áreas de frmaçã. Em dis dias e mei, s maratnistas, que integraram a Creathn Maratna Criativa dirigida a públic extern, criaram prtótips e apresentaram ideias cncretas. Uma ciclvia inteligente, platafrmas capazes de unir pnts de cultura, cmérci u empregabilidade, passeis segurs que cntribuam para ruas mais animadas, lg mais vividas, fram apenas algumas das ideias cncretas que emergiram n final da maratna criativa. Esta semana, event Cria Cascais termina cm a participaçã de 70 clabradres da autarquia.

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO

REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO REP REGISTO DOS PROFISSIONAIS DO EXERCICIO Um prject eurpeu em clabraçã cm a EHFA Eurpean Health and Fitness Assciatin, cm sede em Bruxelas Regist ds Prfissinais Intrduçã Estams numa fase em que a Tutela

Leia mais

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca

Turismo Sénior. Outono / Inverno 2011-12. Benalmadena Benidorm Maiorca Turism Sénir Outn / Invern 2011-12 Benalmadena Benidrm Mairca Entidades envlvidas Oriznia é descbrir e desfrutar. É fazer cm a cnfiança que smente uma rganizaçã líder n sectr turístic ibéric pde ferecer.

Leia mais

O projeto Key for Schools PORTUGAL

O projeto Key for Schools PORTUGAL O prjet Key fr Schls PORTUGAL O teste Key fr Schls O teste Key fr Schls é cncebid para aplicaçã em cntext esclar e está de acrd cm Quadr Eurpeu Cmum de Referência para as Línguas O teste Key fr Schls permite

Leia mais

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos Estági II Semestral 6 Invaçã e Desenvlviment de Prduts Turístics Desenvlviment e Operacinalizaçã de Prjects Turístics Inglês Técnic IV Legislaçã e Ética d Turism Opçã Semestral 4 6/6 Sistemas de Infrmaçã

Leia mais

Resultado do Inquérito On-line aos Participantes dos Workshops Realizados pela Direção-Geral das Artes. Avaliação da Utilidade dos Workshops

Resultado do Inquérito On-line aos Participantes dos Workshops Realizados pela Direção-Geral das Artes. Avaliação da Utilidade dos Workshops Resultad d Inquérit On-line as Participantes ds Wrkshps Realizads pela Direçã-Geral das Artes Avaliaçã da Utilidade ds Wrkshps Títul: Resultad d Inquérit On-line as Participantes ds Wrkshps realizads pela

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA

REGULAMENTO CONCURSO DE IDEIAS OESTECIM A MINHA EMPRESA 1. Intrduçã e Objetivs a) O Cncurs de Ideias OESTECIM a minha empresa pretende ptenciar apareciment de prjets invadres na regiã d Oeste sempre numa perspetiva de desenvlviment ecnómic e scial. b) O Cncurs

Leia mais

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR

POR UMA GEOGRAFIA MELHOR LISTA CANDIDATA ÀS ELEIÇÕES PARA OS CORPOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE GEÓGRAFOS BIÉNIO 2006-2008 POR UMA GEOGRAFIA MELHOR Assembleia Geral Presidente Jsé Albert Ri Fernandes (FL, Universidade

Leia mais

Plano de Formação 2012

Plano de Formação 2012 1 INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALGARVE Plan de Frmaçã 2012 Centr de Empreg e Frmaçã Prfissinal de Prtimã 2 APRENDIZAGEM nível IV SAÍDA PROFISSIONAL INICIO FINAL

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016

PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 PROGRAMA DE AÇÃO PARA O ANO 2016 Tend presente a Missã da Federaçã Prtuguesa de Autism: Defesa incndicinal ds direits das pessas cm Perturbações d Espectr d Autism e suas famílias u representantes. Representaçã

Leia mais

Gabinete de Serviço Social

Gabinete de Serviço Social Gabinete de Serviç Scial Plan de Actividades 2009/10 Frmar hmens e mulheres para s utrs Despertar interesse pel vluntariad Experimentar a slidariedade Educaçã acessível a tds Precupaçã particular pels

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011.

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de março de 2011. Gabinete d Deputad FERNANDO JORDÃO - PMDB/RJ Brasília, 21 de març de 2011. Quand ingressei cm Requeriment slicitand a presença de Vssas Senhrias na Cmissã, estava assustad, cm, aliás, tda a ppulaçã, cm

Leia mais

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014

FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2014 Març 2015 FUNDAÇÃO CHAMPAGNAT MORADA Estrada de Benfica, nº 372 - Lisba Tel./Fax. 217780073 Email funda_champagnat@maristascmpstela.rg Índice I. Intrduçã.1

Leia mais

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa

Passo 1 - Conheça as vantagens do employeeship para a empresa Manual Cm intrduzir emplyeeship na empresa Índice Intrduçã Pass 1 - Cnheça as vantagens d emplyeeship para a empresa Pass 2 - Saiba que é a cultura emplyeeship Pass 3 - Aprenda a ter "bns" empregads Pass

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira

A atuação do Síndico Profissional é a busca do pleno funcionamento do condomínio. Manuel Pereira A atuaçã d Síndic Prfissinal é a busca d plen funcinament d cndmíni Manuel Pereira Missã e Atividades Habilidade - Cnhecems prfundamente a rtina ds cndmínis e seus prblemas administrativs. A atuaçã é feita

Leia mais

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play

Programa Agora Nós Voluntariado Jovem. Namorar com Fair Play Prgrama Agra Nós Vluntariad Jvem Namrar cm Fair Play INTRODUÇÃO A vilência na intimidade nã se circunscreve às relações cnjugais, estand presente quer nas relações de namr, quer nas relações juvenis casinais.

Leia mais

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal INDICE DE PREÇOS TURISTICO Desenvlvid n quadr d Prgrama Cmum de Estatística CPLP cm api técnic d INE de Prtugal Estrutura da Apresentaçã INTRODUÇÃO. METODOLOGIA. FORMA DE CÁLCULO. PROCESSO DE TRATAMENTO.

Leia mais

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização

CIRCULAR. Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007. Gestão do Currículo na Educação Pré-Escolar. Contributos para a sua Operacionalização CIRCULAR Data: 2007/10/10 Númer d Prcess: DSDC/DEPEB/2007 Assunt: GESTÃO DO CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Circular nº 17/DSDC/DEPEB/2007 Para: Inspecçã-Geral de Educaçã Direcções Reginais de Educaçã

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA

DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA DESENVOLVIMENTO DE UM WEB SITE PARA A BASE DE CONHECIMENTOS DO PROGRAMA DE APOIO AOS ACTORES NÃO ESTATAIS ANGOLA REQUISITOS TECNICOS O Prgrama de Api as Actres Nã Estatais publica uma slicitaçã para prestaçã

Leia mais

Programa de Rádio. Ritmo Económico. Angola!Open!Policy!Initiative

Programa de Rádio. Ritmo Económico. Angola!Open!Policy!Initiative Prgrama de Rádi Ritm Ecnómic AnglaOpenPlicyInitiative 1 Rádi: Kairós da Igreja Metdista de Angla Nme d Prgrama: Ritm Ecnómic Géner: Talk shw Educativ Data da primeira ediçã: (pr definir) Apresentadres:

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO Encntr de Alt Dirigentes - Viseu 2/3 Dez 2013 Cm Invar para Ser Mais Cmpetitiv ENCONTRO de ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), 2-3 DEZEMBRO 2013 Apresentaçã Crprativa Cnfidencial Cnclusões finais Página

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

Emenda às Regras Gerais 2012

Emenda às Regras Gerais 2012 Emenda às Regras Gerais 2012 Intrduçã Tds s dcuments estatutáris requerem revisã e atualizaçã casinal. A última emenda às Regras Gerais das Olimpíadas Especiais ( Special Olympics ) fi feita em 2004, cm

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GEOGRAFIA Nme: Nº 8ºAn Data: / / 2015 Prfessres: Fabiana, Mayra e Olga. Nta: (valr: 2.0) A - Intrduçã Neste an, sua nta fi inferir a 60 pnts e vcê nã assimilu s cnteúds

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização Data de elabraçã da ficha: Jun 2007 Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Vx Mercad Pesquisa e Prjets Ltda. Dads da rganizaçã Nme: Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Endereç: Av. Afns Pena, 1212 - Cep.

Leia mais

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P

Gestor de Inovação e Empreendedorismo (m/f) GIE /15 P A Pessas e Sistemas, empresa de Cnsultria na área da Gestã e ds Recurss Humans e cm atividade nas áreas de Recrutament e Seleçã, Frmaçã e Cnsultria, prcura para a Câmara Municipal de Amarante - Agência

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

- COMO PROCURAR EMPREGO -

- COMO PROCURAR EMPREGO - GUIA PRÁTICO - COMO PROCURAR EMPREGO - e 1 de 7 Técnicas de Prcura de Empreg...3 1. Aut Avaliaçã...3 2. Meis de Divulgaçã de Ofertas de Empreg...3 3. Carta de Apresentaçã...4 4. Curriculum Vitae...4 4.1.1.

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da Comissão de Acompanhamento, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da Comissão de Acompanhamento, sendo composto por duas partes: DOC. CA/N/15/08 PROGRAMA OPERACIONAL ALENTEJO EIXO 2 DESENVOLVIMENTO URBANO E EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL INSTRUMENTO: MOBILIDADE TERRITORIAL O presente dcument suprta a apreciaçã d

Leia mais

Situação Atual da EFTP no Afeganistão

Situação Atual da EFTP no Afeganistão Data: 8 de mai de 2015 Situaçã Atual da EFTP n Afeganistã Dr. Enayatullah Mayel Diretr Executiv d Prgrama Prgrama Nacinal de Desenvlviment de Cmpetências Ministéri d Trabalh, Assunts Sciais, Mártires e

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

Informações Importantes 2015

Informações Importantes 2015 Infrmações Imprtantes 2015 CURSOS EXTRACURRICULARES N intuit de prprcinar uma frmaçã cmpleta para alun, Clégi Vértice ferece curss extracurriculares, que acntecem lg após as aulas regulares, tant n períd

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

CENTROS DE ALTO RENDIMENTO DESPORTIVO ABORDAGEM ESTRATÉGICA DE PROMOÇÃO 29 Maio 2012

CENTROS DE ALTO RENDIMENTO DESPORTIVO ABORDAGEM ESTRATÉGICA DE PROMOÇÃO 29 Maio 2012 CENTROS DE ALTO RENDIMENTO DESPORTIVO ABORDAGEM ESTRATÉGICA DE PROMOÇÃO 29 Mai 2012 CENTRO DE ALTO RENDIMENTO (CAR) DESPORTIVO Unidade perativa que cnjuga um cnjunt específic e diversificad de instalações

Leia mais

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU

Consulta Serviços de conceção e desenvolvimento criativo, produção e montagem do Fórum PORTUGAL SOU EU Cnsulta Serviçs de cnceçã e desenvlviment criativ, prduçã e mntagem d Fórum PORTUGAL SOU EU Julh 2014 Cnteúd 1. Intrduçã... 2 2. Enquadrament... 2 3. Públic-Alv... 2 4. Objetivs da Cnsulta... 3 5. Cndições

Leia mais

Artigo 12 Como montar um Lava Jato

Artigo 12 Como montar um Lava Jato Artig 12 Cm mntar um Lava Jat Antigamente era cmum bservar as pessas, n final de semana, cm seus carrs, bucha e sabã nas mãs. Apesar de ainda haver pessas que preferem fazer serviç suj szinhas, s lava

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores

INFORMAÇÃO GAI. Apoios às empresas pela contratação de trabalhadores INFORMAÇÃO GAI Apis às empresas pela cntrataçã de trabalhadres N âmbit das plíticas de empreg, Gvern tem vind a criar algumas medidas de api às empresas pela cntrataçã de trabalhadres, n entant tem-se

Leia mais

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS PROJETO DE REFORÇO DAS CAPACIDADES E COMPETÊNCIAS RELATIVAS A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS ILHAS Crdenadr: Parceirs: SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS Intercâmbi

Leia mais

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO

PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO PRÊMIO DE INCENTIVO À EDUCAÇÃO 1. OBJETIVO O Prêmi de Incentiv à Educaçã é uma iniciativa das empresas d Pl Industrial, através d Cmitê de Fment Industrial de Camaçari - COFIC. Tem pr bjetiv estimular,

Leia mais

Cm Criar Seu Própri Empreg em Apenas 5 Passs 1 1º Pass: A IDEIA 2º Pass: O CONTACTO COM VÁRIAS INSTITUIÇÕES E ENTIDADES 3º Pass: PLANO DE NEGÓCIOS 4º Pass: CRIAÇÃO DA EMPRESA E INÍCIO DE ACTIVIDADE 5º

Leia mais

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Intrduçã A Faculdade Santa Marcelina é recnhecida nacinalmente pel seu pineirism pr lançar a primeira graduaçã de mda

Leia mais

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões:

Pessoal, vislumbro recursos na prova de conhecimentos específicos de Gestão Social para as seguintes questões: Pessal, vislumbr recurss na prva de cnheciments específics de Gestã Scial para as seguintes questões: Questã 01 Questã 11 Questã 45 Questã 51 Questã 56 Vejams as questões e arguments: LEGISLAÇÃO - GESTÃO

Leia mais

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação

Pesquisa Oficial de Demanda Imobiliária SINDUSCON Grande Florianópolis. NÃO ASSOCIADOS Apresentação Pesquisa Oficial de Demanda Imbiliária SINDUSCON Grande Flrianóplis. NÃO ASSOCIADOS Apresentaçã O presente trabalh tem cm principais bjetivs identificar perfil d frequentadr d Salã d Imóvel, suas demandas

Leia mais

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016

Sua hora chegou. Faça a sua jogada. REGULAMENTO. Prêmio de Empreendedorismo James McGuire 2016 Sua hra chegu. Faça a sua jgada. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 Salvadr, nvembr de 2015. REGULAMENTO Prêmi de Empreendedrism James McGuire 2016 é uma cmpetiçã interna da Laureate

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1

REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 REGULAMENTO DA CAMPANHA DO DIA MUNDIAL DE COMBATE A PÓLIO 2015 1 DISPOSIÇÕES GERAIS A campanha d Dia Mundial de Cmbate à Plimielite (também cnhecida cm paralisia infantil), celebrad n dia 24 de utubr,

Leia mais

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28/10/2013

PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020. DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versão: 1 Data: 28/10/2013 PROGRAMA DESENVOLVIMENTO RURAL CONTINENTE 2014-2020 DESCRIÇÃO DA AÇÃO Versã: 1 Data: 28/10/2013 M5. ORGANIZAÇÃO DA PRODUÇÃO AÇÃO 5.1. CRIAÇÃO DE AGRUPAMENTOS E ORGANIZAÇÃO DE PRODUTORES NOTA INTRODUTÓRIA

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008

PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 PROJECTO EDUCATIVO ANO LECTIVO 2007-2008 INTRODUÇÃO Prject educativ dcument que cnsagra a rientaçã educativa da escla, elabrad e aprvad pels órgãs de administraçã e gestã, n qual se explicitam s princípis,

Leia mais

Manual de Procedimentos

Manual de Procedimentos Manual de Prcediments Prcediments para Submissã de Prjets de MDL à Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Secretaria Executiva Cmissã Interministerial de Mudança Glbal d Clima Prcediments para

Leia mais

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l

Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i o R e g i o n a l p a r a o B r a s i l e o C o n e S u l Fund de Desenvlviment das Nações Unidas para a Mulher E s c r i t ó r i R e g i n a l p a r a B r a s i l e C n e S u l Fnd de Desarrll de las Nacines Unidas para la Mujer O f i c i n a R e g i n a l p

Leia mais

Semana 3: Distribuição em Serviços

Semana 3: Distribuição em Serviços 1 Semana 3: Distribuiçã em Serviçs 1. Distribuiçã O prcess de distribuiçã da ferta da empresa insere-se n cntext d cmpst de marketing cm a funçã respnsável pr trnar prdut acessível a cnsumidr. Em serviçs

Leia mais

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de

ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA. O ENCONTROCAS é um evento semestral realizado pelo Instituto Superior de Faculdade de Ciências Sciais Aplicadas de Bel Hriznte Institut Superir de Educaçã Curs de Pedaggia ENCONTROCAS 2º SEMESTRE 2012 - ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O CURSO DE PEDAGOGIA O ENCONTROCAS é um event semestral

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

Programa de coaching e inteligência relacional para mulheres Por Thirza Reis, Master Coach

Programa de coaching e inteligência relacional para mulheres Por Thirza Reis, Master Coach Vem Ser Mulher Prgrama de caching e inteligência relacinal para mulheres Pr Thirza Reis, Master Cach Sbre Thirza Reis Thirza Reis é master cach, especialista em Inteligência Relacinal; Cm mestrad em desenvlviment

Leia mais

WWW.CLICK-MENTAL.COM

WWW.CLICK-MENTAL.COM Fidelity Uma estratégia de fidelizaçã de clientes WWW.CLICK-MENTAL.COM Criad pr: Click Mental - Sistemas de Infrmaçã, Lda. Fidelity Uma estratégia de fidelizaçã de clientes O que é? O Fidelity é um sftware

Leia mais

FÓRUM ECONÓMICO PORTUGAL - CHINA

FÓRUM ECONÓMICO PORTUGAL - CHINA PORTUGAL - CHINA 一 届 中 国 葡 萄 牙 商 务 论 坛 UMA PARCERIA PARA O FUTURO 锻 造 未 来 合 作 CONFERÊNCIAS DE NEGÓCIOS FEIRA DE COMÉRCIO E INVESTIMENTO III GALA : PRÉMIOS DE MÉRITO EMPRESARIAL 商 务 会 议 投 资 与 贸 易 会 务 三

Leia mais

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br.

2. A programação completa e mais informações estarão disponíveis no site www.gar.esp.br. REGULAMENTO 1. Sbre Event 1. A Gramad Adventure Running é uma prva de revezament junt à natureza que será realizada n dia 09/05/2015 (Sábad) em Gramad, n Estad d Ri Grande d Sul, cm participaçã de ambs

Leia mais

Programa provisório -

Programa provisório - Prgrama prvisóri - 1 INTRODUÇÃO O trnei Águeda Basket - Pásca decrrerá ns dias 3 (sexta-feira santa) e 4 (sábad) de abril de 2015 n Pavilhã Multiuss d Ginási Clube de Águeda. É direcinad as escalões Sub-14

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990.

LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990. LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990. O IASAe a Escla Municipal de SantAndré realizaram uma série de ações vltadas para a disseminaçã e efetivaçã ds Direits das Crianças e Adlescentes estabelecids pel

Leia mais

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi Benefícis ds serviçs de transprte de táxis cmpartilhads Shared-transprt / Shared-taxi Reuniã de Especialistas sbre Transprte Urban Sustentável: Mdernizand e Trnand Eclógicas as Frtas de Táxis nas Cidades

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SHOTOKAI DE PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO SHOTOKAI DE PORTUGAL FICHA-RESUMO: ASSUNTO: VIAGEM DE GRUPO AO JAPÃO MAIS DETALHES FICHA DE INSCRIÇÃO ORIGEM: ÂMBITO: DIRECÇÃO NACIONAL E CORPO TÉCNICO PEDAGÓGICO NACIONAL Cars Instrutres, Praticantes e Antigs Aluns de Mestre

Leia mais

MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA

MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA MAIO 2009 2 RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA, EPE Prject encmendad pela Títul: Autres: Ediçã: Mnitrizaçã da satisfaçã

Leia mais

AEPSA. Audição sobre as PPL 123/XII (GOV) e 125/XII (GOV) COMISSÃO DE AMBIENTE, ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E PODER LOCAL

AEPSA. Audição sobre as PPL 123/XII (GOV) e 125/XII (GOV) COMISSÃO DE AMBIENTE, ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E PODER LOCAL AEPSA Audiçã sbre as PPL 123/XII (GOV) e 125/XII (GOV) COMISSÃO DE AMBIENTE, ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E PODER LOCAL 13 de Març de 2013 AGENDA 1. Apresentaçã da AEPSA a) A AEPSA em Prtugal b) Estratégia

Leia mais

III Seminário do Agronegócio. Financiamento e Marketing 24 e 25 de novembro de 2005 Auditório da Biblioteca Central Universidade Federal de Viçosa

III Seminário do Agronegócio. Financiamento e Marketing 24 e 25 de novembro de 2005 Auditório da Biblioteca Central Universidade Federal de Viçosa III Seminári d Agrnegóci Financiament e Marketing 24 e 25 de nvembr de 2005 Auditóri da Bibliteca Central Universidade Federal de Viçsa RELATÓRIO FINAL O EVENTO O III Seminári d Agrnegóci fi realizad dias

Leia mais

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS

OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril São Paulo, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS OPEN CAIXA LOTERIAS DE ATLETISMO 2015 21 a 25 de Abril Sã Paul, SP - Brasil INFORMAÇÕES GERAIS 1. Cmitê Organizadr Lcal Cmitê Paralímpic Brasileir (CPB) 1.1. Cntats Nme: Ricard Mel Fernand Partelli Email:

Leia mais

Poder e escola: Uma analise acerca das relações entre professor e aluno.

Poder e escola: Uma analise acerca das relações entre professor e aluno. Pder e escla: Uma analise acerca das relações entre prfessr e alun. Marcs Paul A. Rdrigues 1 Andersn Silva Nunes 2 Intrduçã: O presente trabalh expõe s tips de pder exercid pels prfessres sbre s aluns,

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

Plano de Assessoria de Comunicação do Projeto de Estágio e Empregabilidade - PROJEM

Plano de Assessoria de Comunicação do Projeto de Estágio e Empregabilidade - PROJEM XX Prêmi Expcm 2013 Expsiçã da Pesquisa Experimental em Cmunicaçã Plan de Assessria de Cmunicaçã d Prjet de Estági e Empregabilidade - PROJEM August Sares de Mel e SOUZA 1 Felipe de Oliveira TODESCHINI

Leia mais

Anexo II. Formulário do Programa de Apoio a Projetos- 2012/2

Anexo II. Formulário do Programa de Apoio a Projetos- 2012/2 Anex II Frmulári d Prgrama de Api a Prjets- 2012/2 Nme da Organizaçã: Assciaçã de Surf da Praia Brava Endereç: Av. Luis Biteux Piazza Bairr: Pnta das Canas Telefne: (48) 3284-3089/3284-5504 Nme d Representante

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES SOBRE ESTÁGIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Missã d Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia

Leia mais

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento Aliança Estratégica cm a Delta Dezembr, 2011 Uma Cnsistente História de Investiment 1 Agenda Resum da Operaçã 1 Benefícis da Operaçã 2 2 Disclaimer O material a seguir é uma apresentaçã cnfidencial cntend

Leia mais

PROGRAMAS/PROJECTOS. Indicador de Avaliaçã o. Programa /Projecto Objectivo Resultado

PROGRAMAS/PROJECTOS. Indicador de Avaliaçã o. Programa /Projecto Objectivo Resultado PROGRAMAS/PROJECTOS Prgrama /Prject Objectiv Resultad Indicadr de 1. Prgrama - Inserçã de Jvens na Vida Activa em particular s Candidats a Primeir Empreg Prmçã da inserçã de jvens n mercad de trabalh e

Leia mais

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING)

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui FUNCHAL CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) ÂMBITO A atividade de venda autmática deve bedecer à legislaçã aplicável à venda

Leia mais

3. DESTINATÁRIOS DA ACÇÃO 4. EFEITOS A PRODUZIR: MUDANÇA DE PRÁTICAS, PROCEDIMENTOS OU MATERIAIS DIDÁCTICOS

3. DESTINATÁRIOS DA ACÇÃO 4. EFEITOS A PRODUZIR: MUDANÇA DE PRÁTICAS, PROCEDIMENTOS OU MATERIAIS DIDÁCTICOS CONSELHO CIENTÍFICO PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS An 2-B Frmulári de preenchiment brigatóri,

Leia mais

CURSO DE TRIPULANTE DE AMBULÂNCIA DE SOCORRO

CURSO DE TRIPULANTE DE AMBULÂNCIA DE SOCORRO EA.TAS.6.1.13 HELPCARE CURSO DE TRIPULANTE DE AMBULÂNCIA DE SOCORRO Prpsta Curs de Tripulante de Ambulância de Scrr Fundamentaçã O scrr e transprte de vítimas de dença súbita e/u trauma é executad pr váris

Leia mais

www.highskills.pt geral@highskills.pt

www.highskills.pt geral@highskills.pt www.highskills.pt geral@highskills.pt Índice Designaçã d Curs... 2 Duraçã Ttal d Curs de Frmaçã... 2 Destinatáris... 2 Objetiv Geral... 2 Objetivs Específics... 2 Estrutura mdular e respectiva carga hrária...

Leia mais

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária

Uma nova proposta para a Agenda Ambiental Portuária Uma nva prpsta para a Agenda Ambiental Prtuária Marcs Maia Prt Gerente de Mei Ambiente O grande desafi a tratar cm as questões ambientais prtuárias é bter um resultad equilibrad que harmnize s cnflits

Leia mais

Nome do programa, pesquisa ou produto: Projeto Censo GIFE 2005/2006

Nome do programa, pesquisa ou produto: Projeto Censo GIFE 2005/2006 1 GIFE Grup de Instituts, Fundações e Empresas Dads da rganizaçã Data de elabraçã da ficha: Fev 2008 Nme: GIFE Grup de Instituts, Fundações e Empresas Endereç: Av. Brigadeir Faria Lima, 2.413 1º andar

Leia mais

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º).

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º). VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteraçã n crngrama (Art. 6º e Art. 12º). APRESENTAÇÃO Idealizad e instituíd pela Assciaçã Nacinal de Entidades Prmtras de Empreendiments Invadres (Anprtec), em parceria

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

Férias SER CAPAZ. 8h00 9h30 Recepção. 10h00 12h00 Pavilhão do União de Coimbra Manhã Indoor : Judo Futebol Dança. 14h30 16h00

Férias SER CAPAZ. 8h00 9h30 Recepção. 10h00 12h00 Pavilhão do União de Coimbra Manhã Indoor : Judo Futebol Dança. 14h30 16h00 Març Dia da Água Dia 29 de Març 2ª feira 8h00 8h30 Recepçã 9h15 10h00 Nataçã 10h30 11h30 Espaç Ciência Visinarium DV: A água 14h00 Regress a Ser Capaz 14h30 16h00 Cadern Diári Ciências da Natureza Realizaçã

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2014

PLANO DE ACTIVIDADES 2014 PLANO DE ACTIVIDADES 2014 Índice 1. Missã, Visã e Valres 2. Enquadrament 3. Prjects e Actividades 4. Cnslidaçā Interna 4.1. Aspects Gerais da Organizaçā e Funcinament da AJU 4.2. Recurss Humans 4.3. Frmaçā

Leia mais

Ambas as provas terminam na Reitoria da Universidade de Aveiro.

Ambas as provas terminam na Reitoria da Universidade de Aveiro. REGULAMENTO CORRIDA SOLIDÁRIA BOSCH 2015 1. DENOMINAÇÃO A Bsch em Prtugal, representada pela Bsch Termtecnlgia, S.A, em Aveir, em parceria cm as Câmaras Municipais de Aveir e Ílhav, a Assciaçã Industrial

Leia mais

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2

EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 EIXO 3 CONECTIVIDADE E ARTICULAÇÃO TERRITORIAL REGULAMENTO ESPECÍFICO: EQUIPAMENTOS PARA A COESÃO LOCAL AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO N.º 2 Ns terms d regulament específic Equipaments para a Cesã Lcal,

Leia mais

Newsletter Codificação #3-5/06/2006

Newsletter Codificação #3-5/06/2006 Newsletter Cdificaçã #3-5/06/2006 Car clega: Este é n.º 3 da nssa newsletter. A sua intençã é ser um mei de partilha de infrmaçã entre s médics cdificadres prtugueses preparand caminh para a criaçã duma

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014

DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014 DOSSIER DE IMPRENSA FEVEREIRO 2014 1. NOVARTIS NO MUNDO A Nvartis é uma cmpanhia farmacêutica, líder mundial na investigaçã e desenvlviment de sluções de saúde invadras destinadas a dar respsta às necessidades

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativ Centr de Saúde 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.. Tds s direits reservads. A ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.

Leia mais

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL ÍNDICE I. Apresentaçã e bjectivs d wrkshp II. III. Resultads ds inquérits Ambiente cmpetitiv Negóci Suprte Prcesss

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL

1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL REGULAMENTO OFICIAL 1 CORRIDA NOTURNA UNIMED CASCAVEL A 1 Crrida Nturna Unimed Cascavel é uma nva prpsta de lazer, diversã, prmçã da saúde e da qualidade de vida ds mradres de Cascavel e Regiã. O event é cmpst pr crrida,

Leia mais

QUEDAS EM CRIANÇAS E JOVENS: UM ESTUDO RETROSPETIVO (2000-2013) Reedição, revista e adaptada

QUEDAS EM CRIANÇAS E JOVENS: UM ESTUDO RETROSPETIVO (2000-2013) Reedição, revista e adaptada Reediçã, revista e adaptada RELATÓRIO FINAL Nvembr de 04 I Enquadrament e bjetivs Na Eurpa tds s ans mrrem 500 crianças e jvens entre s 0 e s 9 ans na sequência de uma queda. Apesar de nã ser a mair causa

Leia mais

PROGRAMA REGIONAL DE PROVAS PARA BENJAMINS B 2011/2012

PROGRAMA REGIONAL DE PROVAS PARA BENJAMINS B 2011/2012 COMPETIÇÕES PARA O ESCALÃO DE BENJAMINS B (10-11 ANOS) A respnsabilidade de rganizaçã das actividades para este escalã etári pderá caber as clubes, esclas u à AARAM. As prvas aqui designadas devem ser

Leia mais