1 Publicado no XXVII Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, Natal, 1999 Anais em CD-ROM

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 Publicado no XXVII Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, Natal, 1999 Anais em CD-ROM"

Transcrição

1 DESENVOLVIMENTO DE HIPERTEXTOS DE APOIO AO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM ESTUDO DE CASO PARA OS CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE CONSTRUÇÃO CIVIL EM CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL 1 Carlos Luciano Sant Ana Vargas, M.Eng. Professor Assistente do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Praça Barão do Rio Branco, 233 ap.53, , Ponta Grossa Pr, Carlan Seiler Zulian, Esp. Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Rua Paranaguá, 32, , Ponta Grossa Pr, José Adelino Kruger, M.Eng. Professor Assistente do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Ponta Grossa, Rua Castro Alves, 592, , Ponta Grossa Pr, Resumo: Neste trabalho pretende-se verificar e escolher os conteúdos que serão objeto do desenvolvimento de hipertextos, tendo como fontes de informação: os conteúdos apresentados em sala de aula pelos professores, a bibliografia indicada pelos professores, a bibliografia revisada pelos autores, a experiência prática dos professores que atuam no ramo e recursos de hipermídia existentes na internet. Os hipertextos produzidos serão colocados à disposição dos alunos por meio de rede mundial de computadores e/ou por rede interna de computadores das universidades. Nesta fase, os alunos poderão intervir no processo colaborando com perguntas dirigidas a respeito dos conteúdos dos hipertextos, ou propondo a melhoria dos textos com a indicação de bibliografia complementar, apresentação de experiências em obras e/ou de resultados de pesquisas de iniciação científica. Experimentalmente, alguns serviços específicos de obras poderão ser transmitidos ao vivo (on line) para a sala de aula ou para uma sala com microcomputadores ligados em rede. Por exemplo, pretende-se utilizar câmeras de vídeo para captar imagens de uma concretagem e transmitir essas imagens para a sala de aula, de modo a permitir que os alunos acompanhem a execução dos trabalhos e formulem perguntas diretamente ao engenheiro ou ao mestre-de-obras. Na seqüência, os alunos serão avaliados por meio dos instrumentos usuais de verificação do rendimento escolar, tais como: testes e trabalhos acadêmicos, provas bimestrais e finais e pela avaliação do Ministério da Educação (Provão do MEC). Os resultados alcançados pelos alunos serão avaliados e, dependendo do caso, indicarão as revisões nos hipertextos. 1 INTRODUÇÃO A Internet é uma ampla rede de computadores que proporciona a mais pura democracia na difusão de informações eletrônicas. A base da comunicação dessas informações no meio eletrônico são protocolos que são responsáveis pela crescente integração de um número cada vez maior de diferentes computadores à rede mundial. Existem muitas dúvidas a respeito da Internet. As mais freqüentes são a curiosidade das pessoas em saber quem controla seu funcionamento, se ela é segura, até que é útil para a educação, se a rede não é segregadora ou que incentive o isolamento das pessoas. Essas 1 Publicado no XXVII Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia, Natal, 1999 Anais em CD-ROM

2 questões estão suscitando extensos debates junto às instituições governamentais, na imprensa, nos programas de pós-graduação, nas organizações não-governamentais e junto ao público interessado. Ainda que procure mostrar alguns dos princípios do funcionamento da Grande Rede Mundial, este artigo restringe o tema à utilização da Internet como instrumento de apoio ao processo de ensino e aprendizagem, procurando enumerar e apresentar algumas das ferramentas existentes na Internet mais úteis ao um modelo específico de ensino à distância. Basicamente, o modelo proposto pretende trabalhar os conteúdos das disciplinas de Construção Civil de cursos de graduação usando os recursos de hipermídia para incrementar o processo de ensino a fim proporcionar uma renovação da motivação para o aprendizado desses conteúdos. 2 O FUNCIONAMENTO DA INTERNET A Internet é uma organização livre de controle ou de mantenedores. Não existem donos da Internet. Entidades governamentais, universidades e organizações privadas sustentam e controlam partes da rede num trabalho cooperativo. Na Figura 1 é mostrada o funcionamento da Internet e a ligação entre seus parceiros. Em geral, os governos de cada país mantém os backbones (meios de transmissão de alta velocidade), que são responsáveis pelo tráfego de informações na Internet. O vbns (very high-speed Backbone Network Services) é uma infra-estrutura mantida pelo governo federal americano para sustentar as necessidades da comunidade científica e educacional daquele país. As redes locais e regionais fornecem e mantêm acesso gratuito dentro de uma área restrita, como por exemplo as universidades, as redes estaduais. Os provedores comerciais prestam serviço com a venda de acesso à Internet, seja de curta como de longa distância. As companhias telefônica também fornecem conexão de longa distância à Internet. Os Centros de Informações em Rede (NICs) ajudam as organizações a utilizar a Internet. O InterNIC é uma organização mantida pela National Science Fundation. O Internet Registry controla os endereços utilizados na Internet e a Internet Society constitui uma entidade privada sem fins lucrativos que elabora as recomendações tecnológicas e de arquitetura, como por exemplo o funcionamento dos protocolos TCP/IP e os demais protocolos da Internet. Provedores Internet Society Rede regional MCT - CNPq - RNP Centro de supercomputadores Backbone InterNIC Internet Registry NASA Network Information Centre Adaptado de Gralla, 1996

3 Figura 1 O funcionamento da Internet No Brasil, é o Ministério da Ciência e Tecnologia responsável pela coordenação da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), nome que a Internet recebeu no país. O Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq) faz o repasse à Embratel do custo das conexões dedicadas existentes entre as capitais brasileiras. Os governos estaduais arcam com o custeio das conexões dentro do sua área geográfica. Por sua vez, o usuário paga apenas a ligação telefônica entre sua casa (computador) e o ponto da RNP (provedor) mais próximo, geralmente na mesma cidade. Isso eqüivale a dizer que a conexão com a Internet mundial custa, para o usuário, o mesmo que uma ligação telefônica local. Esta deve uma das razões do seu sucesso mundial e principal motivo para o crescente incentivo para o uso das ferramentas disponíveis na Internet no ensino. 3 MODELO DE ENSINO PROPOSTO 3.1 Desenvolvimento dos conteúdos Na primeira parte do projeto pretende-se verificar e escolher os conteúdos que serão objeto do desenvolvimento de hipertextos, tendo como fontes de informação: os conteúdos apresentados em sala de aula e a bibliografia indicada pelos professores, a bibliografia revisada pelo proponente, a experiência prática dos professores que atuam no ramo e os recursos (ferramentas) de hipermídia existentes na Internet. 3.2 Aplicação Os hipertextos produzidos a partir de um editor serão colocados à disposição dos alunos por meio da Internet (World Wide Web) em homepage específica. Para isso será usado o servidor de uma das universidades participantes. Os hipertextos serão colocados no servidor por meio da ferramenta de transferência de arquivos da Internet - FTP (File Transfer Protocol). Nesta fase, os alunos poderão intervir no processo usando as ferramentas da Internet correio eletrônico (E.mail) ou salas de bate-papos (Relay Chat) a fim de colaborar com perguntas dirigidas aos professores a respeito dos conteúdos dos hipertextos, ou propondo a melhoria deles com a indicação de bibliografia complementar, apresentação de experiências em obras e/ou de resultados de pesquisas de iniciação científica. Experimentalmente, caso a estrutura de transmissão permita, alguns serviços específicos poderão ser transmitidos ao vivo (on line) de uma obra em andamento diretamente para a sala de aula conectada na rede. Para isso, será necessário contar com um backbone de alta velocidade. Por exemplo, pretende-se utilizar câmeras de vídeo para captar imagens de uma concretagem e transmitir essas imagens para a sala de aula, de modo a permitir que os alunos acompanhem a execução dos trabalhos e formulem perguntas diretamente ao engenheiro ou ao mestre-de-obras. Na figura 2, é apresentado um esquema das etapas propostas para o desenvolvimento do modelo de ensino com hipermídia na Internet.

4 FONTES DE INFORMAÇÃO BIBLIOGRAFIA EXPERIÊNCIA DOS PROFESSORES WWW INTERNET CONTEÚDOS DA DISCIPLINA DE CONTRUÇÃO CIVIL HIPERTEXTOS DESENVOLVIMENTO PERGUNTAS MAIS FREQUENTES PESQUISAS E TRABALHOS ACADÊMICOS sim Testes e trabalhos Provas bimestrais Provão do MEC ALUNOS AVALIAÇÃO Melhorou o rendimento? não REVISÃO DOS HIPERTEXTOS APLICAÇÃO ARTIGOS ANÁLISE DOS RESULTADOS CD-ROM RESULTADOS Figura 2 - Esquema geral do modelo proposto Na figura 3, é mostrado um esboço da estrutura organizacional, das ferramentas da Internet e do fluxo das informações previstos.

5 Grupo de alunos laboratório de informáica Gopher Video.jpeg arquivo.zip Obra em andamento IRC chat Aluno em casa UDP imagem.gif imagem.jpg htpp://www.uepg.br/cc Servidor WAIS TCP/IP Telnet FTP index.html Figura 3 Ferramentas e fluxo de informações Sala de aula WWW Computador Scaner câmera modem Professor Espera-se com este trabalho comprovar que os recursos didáticos desenvolvidos (hipertextos e hipermídias) têm potencial para motivar os estudantes para o aprendizado por meio da complementação de estudos fora da sala e do horário da aula. Na seqüência, os alunos serão avaliados por meio dos instrumentos usuais de verificação do rendimento escolar, tais como: testes e trabalhos acadêmicos, provas bimestrais e finais e pela avaliação do Ministério da Educação (Provão do MEC). Os resultados alcançados pelos alunos serão avaliados e, dependendo do caso, indicarão as revisões nos hipertextos. 3.3 Análise dos resultados Na fase final do projeto será desenvolvida a análise dos resultados, nos quais se pretende verificar o potencial dos recursos de hipermídia para o processo de ensinoaprendizagem para o caso dos conteúdos das disciplinas de Construção Civil As ferramentas da Internet utilizadas no modelo O modelo proposto pretende utilizar as principais tecnologias que fundamentam a Internet os protocolos TCP/IP, UDP/IP, Telnet, correio eletrônico ( ), a grande teia mundial (www), IRC chat (bate-papo on line), transferência de arquivos (FTP) etc. Essas e outras ferramentas da Internet possibilitam a criação de salas de aula virtuais e fontes de informação (bibliotecas) sem precedentes na área educacional e que possibilitam o compartilhamento de conhecimento entre alunos e professores sem as dificuldades enfrentadas pela distância e outras diferenças (idioma e cultura, por exemplo) O protocolo TCP/IP O protocolo TCP/IP é o principal componente da Internet pois ele possibilita seu funcionamento a partir de uma idéia bem simples: dividir na origem cada parte da informação (mensagem) em pedaços chamados pacotes, entregar esses pacotes no destino e remontá-los na sua forma original. O protocolo TCP divide a mensagem em pacotes e os repassa para que o protocolo IP coloque o endereço em cada um dos pacotes. Esses pacotes são enviados por meio de outros protocolos, programas e meios físicos (linha telefônica,

6 por exemplo) e são remontados pelo próprio TCP. Na figura 4, é mostrado o funcionamento do protocolo TCP/IP TCP particiona os dados em pacotes; cria o checksum 2 4 Ipenvelopa os pacotes e coloca o endereço TCP checksum 23,578 12,333 14, IP TCP calcula checksum; descarta dados corrompidos; solicita envio do pacote descartado remonta os dados originais IP p/ TCP IP Adaptado de Gralla, 1996 Figura 4 O funcionamento do TCP/IP na Internet 3 Os roteadores escolhem o melhor caminho (caminho possível) A transferência de arquivos com o FTP Um dos recursos mais relevantes da Internet é a possibilidade de transferir arquivos existentes em outros computadores para a máquina do usuário. Uma infinidade de arquivos de textos, imagens, filmes, músicas são carregados diariamente na Internet. Em geral, é utilizado o protocolo FTP (File Transfer Protocol) para operar essas transferências, pois é o modo mais rápido e mais seguro de faze-lo. O FTP permite o carregamento em mão dupla, ou seja, tanto pode-se trazer arquivos de outros computadores como também enviar arquivos para um diretório específico de outro computador. Na Internet, pode-se carregar e enviar arquivos usando outros recursos, como por exemplo: , Telnet, e www. O FTP é indicado para os usuário que deseja criar e manter uma página na Internet (homepage). A figura 5 mostra o esquema do funcionamento do FTP. Diretório do cliente Diretório do servidor Software FTP Cliente Servidor executa programa FTP (Ws_ftp32) conecta com servidor 1ª conexão - Enlace de Comandos 2ª conexão - Enlace de dados modo ASCII modo binário desconecta Procedimentos executa programa FTP daemon solicita número da conta e senha mostra lista de diretórios e arquivos permite (deletar, copiar, renomear) arquivos de textos arquivos intactos Figura 5 A transferência de arquivos na Internet com o FTP

7 3.4.3 O correio eletrônico ( ) O é o mais popular recurso da Internet e permite que o usuário conectado à rede envie e receba mensagens, participe de listas de discussão de assuntos de seu interesse, anexe arquivos em suas mensagens e reencaminhe mensagens recebidas de outras pessoas. Na figua 6, é mostrado o esquema previsto para a utilização do correio eletrônico no modelo de ensino proposto. professor Software de Refletor postal Listserv alunos Software TCP/IP Servidor Figura 6 O funcionamento do correio eletrônico ( ) A conversação na Internet com o Relay Chat (IRC) O IRC permite a conversção via teclado entre usuários conectados à rede. São necessários alguns softwares tanto por parte do usuário (cliente) quanto do servidor que proverá os meios para o funcionamento do bate-papo. No modelo de ensino proposto, cujo esquema está mostrado na Figura 7, o IRC será usado para discussões em tempo real de assuntos relacionados com eventos ocorridos nas obras, como por exemplo: a baixa produtividade ou acidentes do trabalho. Aluno 1 professor IRC Software IRC Aluno 2 Servidor de IRC Aluno 3 Conexão tipo Árvore em expansão Figura 7 O esquema do IRC chat (bate-papo on line)

8 3.4.5 A transferência em tempo real de imagens de vídeo na Internet Além da possibilidade de se obter imagens e filmes dos inúmeros sites da Internet é possível procede a transferência em tempo real de imagens, não sendo necessário esperar que o arquivo seja totalmente transmitido para então ser aberto. Um exemplo de streaming vídeo é o VDOlive, cujo esquema aparece na Figura 8 adaptado ao modelo de ensino pretendido. A diferença em relação aos outros tipos de transferência de arquivos na Internet está no protocolo utilizado. O streaming usa o UDP (User Datagram Protocol) que ao contrário do TCP, não procede a verificação constante para confirmar se os dados foram enviados, o que resulta em uma transferência de arquivos menos interrompida e, ortanto mais rápida. Computador na obra arquivo Codificador/ decodificador Aluno UDP/IP Servidor Grupo de alunos laboratório de informáica Figura 8 Vídeos on line na Internet 4 BIBLIOGRAFIA GRALLA, Preston. Como funciona a Internet. São Paulo: Quark Editora, STARLIN, Gorki; NOVO, Rafael. Segurança na Internet. Rio de Janeiro: Book Express, TANEMBAUM, Andrew S. Redes de Computadores. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

Era da Informação exige troca de informações entre pessoas para aperfeiçoar conhecimentos dos mais variados

Era da Informação exige troca de informações entre pessoas para aperfeiçoar conhecimentos dos mais variados O Uso da Internet e seus Recursos Ana Paula Terra Bacelo anapaula@cglobal.pucrs.br Faculdade de Informática /PUCRS Sumário Introdução Internet: conceitos básicos Serviços da Internet Trabalhos Cooperativos

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor Rede de Computadores Arquitetura ClienteServidor Coleção de dispositivos de computação interconectados que permitem a um grupo de pessoas compartilhar informações e recursos É a conexão de dois ou mais

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET DEFINIÇÕES BÁSICAS A Internet é um conjunto de redes de computadores interligados pelo mundo inteiro, ue têm em comum um conjunto de protocolos e serviços. O ue permite a

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Internet - A rede Mundial

Internet - A rede Mundial Internet - A rede Mundial Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br O que é? Qual a sua história? Como funciona? Como está organizada? Quais os serviços? Como acessar? Quais os cuidados? Qual

Leia mais

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Mercados em potencial de serviços Serviços da Web ftp,http,email,news,icq! Mercados em potencial de serviços FTP IRC Telnet E-mail WWW Videoconferência

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

milenaresende@fimes.edu.br

milenaresende@fimes.edu.br Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior Sistemas de Informação A Internet, Intranets e Extranets milenaresende@fimes.edu.br Uso e funcionamento da Internet Os dados da pesquisa de TIC reforçam

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier

Principais protocolos da Internet. Alexandre Gonçalves Xavier Principais protocolos da Internet Servidor x Serviço O que é um serviço em uma rede? Servidores Cliente x Servidor Rede Serviços Visualização de Páginas É um serviço baseado em hipertextos que permite

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 INTRODUÇÃO Parte 1 O que é a Internet? A Internet é uma rede mundial de computadores, englobando redes menores distribuídas por vários países, estados e cidades. Ao contrário do que muitos pensam,

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos

Arquiteturas de Rede. Prof. Leonardo Barreto Campos Arquiteturas de Rede 1 Sumário Introdução; Modelo de Referência OSI; Modelo de Referência TCP/IP; Bibliografia. 2/30 Introdução Já percebemos que as Redes de Computadores são bastante complexas. Elas possuem

Leia mais

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação Universidade do Sul de Santa Catarina Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação 1 Camada de Transporte Os serviços de transporte incluem os seguintes serviços básicos: Segmentação de dados de aplicações

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 FTP... 3 FTP e HTTP... 4 Exercícios... 6 2 Aula 1 FTP FTP significa File Transfer Protocol, traduzindo Protocolo

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

Informática Aplicada

Informática Aplicada Informática Aplicada Internet Aula 4 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 APRESENTAÇÃO A Internet é um grande conjunto de redes de computadores interligadas

Leia mais

P L A N O D E D I S C I P L I N A

P L A N O D E D I S C I P L I N A INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ SC CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES / REDES DE COMPUTADORES P L A N O D E D I S C I P L I N A DISCIPLINA: Redes de Computadores Carga Horária: 95 HA

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) CONCURSO: TRE AMAZONAS DATA: 31/01/2010 QUESTÃO 01 - O transporte de páginas Web entre um servidor e um cliente da Internet é realizado pelo protocolo (A) TCP.

Leia mais

Aula 3. Objetivos. A internet.

Aula 3. Objetivos. A internet. Aula 3 Objetivos A internet. Uma rede é... usando Um ambiente onde pessoas se comunicam e trocam idéias que requerem Um conjunto de aplicações e serviços distribuídos criando realizada através de Uma disciplina

Leia mais

INTERNET, INTRANET E EXTRANET

INTERNET, INTRANET E EXTRANET INTERNET, INTRANET E EXTRANET 1 Internet Rede de computadores que interliga milhões de usuários em todo o mundo. Não é uma rede única, mas um grupo de redes hierarquizadas. Pessoas e computadores trocando

Leia mais

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar Primeiro Técnico Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Prof. Cesar 1 TCP - Transmission Control Protocol Esse protocolo tem como principal objetivo realizar a comunicação entre aplicações de dois

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 03 MODELO OSI/ISO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 PROTOCOLOS Protocolo é a regra de comunicação usada pelos dispositivos de uma

Leia mais

Valor Comercial das Telecomunicações. Telecomunicações nas Empresas. Superar barreiras geográficas. Superar barreiras do tempo

Valor Comercial das Telecomunicações. Telecomunicações nas Empresas. Superar barreiras geográficas. Superar barreiras do tempo Valor Comercial das Telecomunicações Superar barreiras geográficas Atendimento ao cliente/preenchimento de pedidos Superar barreiras do tempo Consultas de crédito (POS) Superar barreiras de custo Videoconferência

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Adaptado de: Universidade Fernando Pessoa (adaptado da da RNP, Brazil) Apresentação. Exemplos de redes de comunicação de dados. Utilização da INTERNET

Adaptado de: Universidade Fernando Pessoa (adaptado da da RNP, Brazil) Apresentação. Exemplos de redes de comunicação de dados. Utilização da INTERNET Universidade Fernando Pessoa (adaptado da da RNP, Brazil) Introdução às Redes de Computadores adaptado por Luís Gouveia lmbg@ufp.pt Apresentação Redes de Computadores Tipos de Redes Exemplos de redes de

Leia mais

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet

*Conceitos básicos *Formas de conexão *Correio Eletrônico *WWW *Principais navegadores para Internet Conceitos básicos Formas de conexão Correio Eletrônico WWW Principais navegadores para Internet Para compreender a Internet faz-se necessário o conhecimento de conceitos simples e que muitas vezes causam

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

INTERNET. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 INTERNET Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 Internet Origem: Guerra Fria DARPA (Departamento de Defesa de Pesquisas Avançadas)

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI SISTEMAS DE INFORMAÇÃO - SI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres Sistemas Colaborativos Empresariais (ECS) Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar

Leia mais

Informática Internet Internet

Informática Internet Internet Informática Internet Internet A Internet é uma rede mundial de computadores de acesso de público ilimitado. Na prática, pode-se dizer que ela é composta por um conjunto de muitas redes interconectadas.

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 3 REFLEXÃO 3 Módulos 0771, 0773, 0774 e 0775 1/5 18-02-2013 Esta reflexão tem como objectivo partilhar e dar a conhecer o que aprendi nos módulos 0771 - Conexões de rede, 0773 - Rede local - instalação,

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 Acessando endereços simultaneamente Parte 2 Um recurso interessante e extremamente útil é o de abrir várias janelas ao mesmo tempo. Em cada janela você poderá acessar um endereço diferente na

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Prof. José Alexandre da Costa Alves (MSc) O que é uma rede de Computadores Conjunto de unidades de processamento com capacidade de trocar informações

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento Capítulo 10 - TCP/IP Intermediário 1 Objetivos do Capítulo Descrever o TCP e sua função; Descrever a sincronização e o controle de fluxo do TCP; Descrever

Leia mais

1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; )

1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; ) 1 - Q82232 ( FCC - 2010 - MPE-RS - Agente Administrativo / Noções de Informática / Internet e intranet; ) Para responder às questões de números 6 a 10, considere as funções originais dos produtos, versões

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

Pequena história da Internet

Pequena história da Internet Pequena história da Internet A Internet nasceu em 1969, nos Estados Unidos. Interligava originalmente laboratórios de pesquisa e se chamava ARPAnet (ARPA: Advanced Research Projects Agency). Era uma rede

Leia mais

RNP2: Política de Uso Comitê Gestor RNP

RNP2: Política de Uso Comitê Gestor RNP ANEXO 1 À RESOLUÇÃO Nº 04/2001, DO COMITÊ GESTOR RNP RNP2: Política de Uso Comitê Gestor RNP Novembro de 2000 Este documento apresenta as condições e políticas de uso aceitável do backbone RNP2, incluindo

Leia mais

Internet. Professor: Francisco Silva

Internet. Professor: Francisco Silva Internet e Serviços Internet A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS INTRODUÇÃO À INTERNET

PROCESSAMENTO DE DADOS INTRODUÇÃO À INTERNET PROCESSAMENTO DE DADOS Profa. Dra. Amanda Liz P. M. Perticarrari INTERNET uma rede de redes interligadas (governamentais, de empresas, de instituições educacionais, etc.) https://www.youtube.com/watch?v=w6eb6loxtne

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Ferramentas para Desenvolvimento Web

Ferramentas para Desenvolvimento Web Ferramentas para Desenvolvimento Web Profa. Dra. Joyce Martins Mendes Battaglia Mini Currículo Bel. em Ciência da Computação - Unib Mestre e doutora em Eng. Elétrica USP Professora /Coordenadora Pesquisadora

Leia mais

Informática Básica. Internet Intranet Extranet

Informática Básica. Internet Intranet Extranet Informática Básica Internet Intranet Extranet Para começar... O que é Internet? Como a Internet nasceu? Como funciona a Internet? Serviços da Internet Considerações finais O que é Internet? Ah, essa eu

Leia mais

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite

Introdução. Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Introdução Disciplina: Suporte Remoto Prof. Etelvira Leite Os Benefícios do Trabalho Remoto O mundo assiste hoje à integração e à implementação de novos meios que permitem uma maior rapidez e eficácia

Leia mais

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação.

GLOSSÁRIO. ActiveX Controls. É essencialmente uma interface usada para entrada e saída de dados para uma aplicação. GLOSSÁRIO Este glossário contém termos e siglas utilizados para Internet. Este material foi compilado de trabalhos publicados por Plewe (1998), Enzer (2000) e outros manuais e referências localizadas na

Leia mais

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; )

11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) 11 - Q34826 ( FCC - 2010 - DPE - SP - Oficial de Defensoria Pública / Noções de Informática / Internet e intranet; ) Algumas Regras Gerais de Uso do Computador I. Sempre feche todas as aplicações abertas

Leia mais

AULA Redes de Computadores e a Internet

AULA Redes de Computadores e a Internet UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Faculdade de Computação Curso de Bacharelado em Ciência da Computação Disciplina: INF64 (Introdução à Ciência da Computação) Prof: Anilton Joaquim da Silva / Ezequiel

Leia mais

Informática I. Aula 4. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-05/09/2007 1

Informática I. Aula 4. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-05/09/2007 1 Informática I Aula 4 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-05/09/2007 1 Ementa Noções Básicas de Computação (Hardware, Software e Internet) HTML e Páginas Web Internet e a Web Javascript e

Leia mais

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Internet A Grande Rede Mundial Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha O que é a Internet? InterNet International Network A Internet é uma rede mundial de

Leia mais

Noções de redes de computadores e Internet

Noções de redes de computadores e Internet Noções de redes de computadores e Internet Evolução Redes de Comunicações de Dados Sistemas Centralizados Características: Grandes Centros de Processamentos de Dados (CPD); Tarefas Científicas; Grandes

Leia mais

Silvana Lopes Profª de Informática ETEC São Paulo

Silvana Lopes Profª de Informática ETEC São Paulo Profª de Informática ETEC São Paulo Navegador = Browser Navegador Mozilla Firefox Navegador = Browser Navegador Internet Explorer Navegador = Browser Navegador Chrome Rede local LAN Definição de Rede Local

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP

GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP INFORMÁTICA mai/11 Pág. I.1 ACESSO VIA FTP GUIA DE PROCEDIMENTOS PARA ACESSO VIA FTP INFORMÁTICA mai/11 Pág. I.2 ÍNDICE I INTRODUÇÃO... I.3 II III ACESSO PELO WINDOWS EXPLORER... II.1 ACESSO PELO NAVEGADOR

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware

LISTA DE EXERCÍCIOS. Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos. Operam em diferentes plataformas de hardware 1. A nova infra-estrutura de tecnologia de informação Conectividade Mede a capacidade de comunicação de computadores e dispositivos Sistemas abertos Sistemas de software Operam em diferentes plataformas

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi

Redes de Computadores. Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Prof. Késsia Marchi Redes de Computadores Redes de Computadores Possibilita a conexão entre vários computadores Troca de informação Acesso de múltiplos usuários Comunicação de dados

Leia mais

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE APLICAÇÃO Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Redes de Computadores e Telecomunicações. A camada da aplicação serve como a janela na qual os utilizadores e processos da aplicação podem

Leia mais

09/05/2012. O Professor Plano de Disciplina (Competências, Conteúdo, Ferramentas Didáticas, Avaliação e Bibliografia) Frequência Nota Avaliativa Site:

09/05/2012. O Professor Plano de Disciplina (Competências, Conteúdo, Ferramentas Didáticas, Avaliação e Bibliografia) Frequência Nota Avaliativa Site: O Professor Plano de Disciplina (Competências, Conteúdo, Ferramentas Didáticas, Avaliação e Bibliografia) Frequência Nota Avaliativa Site: https://sites.google.com/site/professorcristianovieira Esta frase

Leia mais

Professor(es): Fernando Pirkel. Descrição da(s) atividade(s):

Professor(es): Fernando Pirkel. Descrição da(s) atividade(s): Professor(es): Fernando Pirkel Descrição da(s) atividade(s): Definir as tecnologias de redes necessárias e adequadas para conexão e compartilhamento dos dados que fazem parte da automatização dos procedimentos

Leia mais

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET INTERNET Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br Surgimento da Internet Projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced

Leia mais

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO A INTERNET E A NOVA INFRA-ESTRUTURA DA TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. O que é a nova infra-estrutura informação (TI) para empresas? Por que a conectividade é tão importante nessa infra-estrutura

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

CRIAÇÃO DE SITES (AULA 1)

CRIAÇÃO DE SITES (AULA 1) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br CRIAÇÃO DE SITES (AULA 1) Internet É um conglomerado deredesem escala mundial de milhões de computadores

Leia mais

Unidade 1. Conceitos Básicos

Unidade 1. Conceitos Básicos Unidade 1 Conceitos Básicos 11 U1 - Conceitos Básicos Comunicação Protocolo Definição de rede Rede Internet 12 Comunicação de dados Comunicação de dados comunicação de informação em estado binário entre

Leia mais

3 Qualidade de serviço na Internet

3 Qualidade de serviço na Internet 3 Qualidade de serviço na Internet 25 3 Qualidade de serviço na Internet Além do aumento do tráfego gerado nos ambientes corporativos e na Internet, está havendo uma mudança nas características das aplicações

Leia mais