Mídias Tradicionais e Digitais ESTUDO COMPARATIVO MÍDI S TRADICIONAIS E DIGITAIS: UMA ABORDAGEM TEÓRICA REVISTA DA ESPM JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mídias Tradicionais e Digitais ESTUDO COMPARATIVO MÍDI S TRADICIONAIS E DIGITAIS: UMA ABORDAGEM TEÓRICA REVISTA DA ESPM JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004"

Transcrição

1 ESTUDO ENTRE MÍDI S TRADICIONAIS E DIGITAIS: UMA ABORDAGEM TEÓRICA 16

2 Amyris Fernandez INTRODUÇÃO A Internet, como mídia, permite a troca eficiente de informações e incentiva à ligação de um site com outro. É extremamente versátil, pois em uma única interface pode assumir a postura de jornal, revista, rádio ou televisão, na dependência dos softwares por trás dessas exibições, da capacidade de envio e recepção da propaganda, do computador do usuário e da configuração do browser para a visualização das páginas de Internet. Como no ambiente de negócios tradicional, os sites destinados a veicular notícias, sons e imagens on-line obtêm suas receitas da venda de espaços publicitários. No entanto, devido à flexibilidade que a interface tem de incluir novas ferramentas, essas empresas podem ainda encontrar outras fontes de receita, vendendo produtos, provendo acesso à Internet e facilitando leilões e, por essas razões, são obrigadas a adquirir novas competências ligadas ao comércio eletrônico ou à atividade de consultoria. Outro aspecto desafiador da Internet é como esse meio modifica a forma como vemos os meios de comunicação e interagimos com eles. Percebemos os meios tradicionais como um veículo que comunica em uma única direção, tendo como objetivo levar uma mensagem para muitas pessoas. O hipertexto e as tecnologias que possibilitam a existência da Internet, por outro lado, dão condições para que uma maior personalização e interatividade ocorram. Dessa forma, a comunicação deixa de ser centrada na empresa emissora e passa a ter como foco o consumidor. TAMANHO DO MERCADO E INVESTIMENTOS O mercado publicitário no Brasil movimentou R$ ,00 de janeiro a abril de 2003, o que representou um decréscimo de 1,5% em relação ao mesmo período de Nesse mesmo período, a Internet, o mobiliário urbano e as revistas apresentaram um acréscimo em suas participações, enquanto as mídiasdemassatradicionaissofriamuma retração bastante acentuada (Meio & Mensagem, 2003). O alto valor da veiculação e da produção da publicidade em meios massivos como televisão, por exemplo, pode ser o causador desse comportamento. Por outro lado, a dificuldade em medir rapidamente os resultados, assim como a dificuldade em segmentar adequadamente, podem ter contribuído para a instalação deste quadro (PENTEADO, 2003). Corbis/IStockPhotos JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004 REVISTA DA ESPM 17

3 Rayport e Jaworski (1999) ressaltam que as mídias de massa tradicionais estão sofrendo retração de investimentos em virtude da miríade opções de mídia que os usuáriostêm,taiscomorádio,tv,internet fixa e móvel, jornais e revistas, do número e tipos diferentes de aparelhos receptores e da dificuldade de atingir o público certo a um preço justo de veiculação. Ao mesmo tempo, esse é o principal elemento motivador para que as empresas de mídia vão à procura de fusões e aquisições de outras empresas, a fim de apoderar-se de meios físicos de distribuição e de uma nova base de clientes. Segundo a Nielsen-NetRatings, as empresas tradicionais aumentaram sua participaçãono bolopublicitáriodainternet em 30% em 2002, demonstrando que seu reconhecimento sobre o poder desta mídia aumentou e que sua capacidade interna de lidar com a integração desta mídia às demais também melhorou. Esses resultados, obtidos no mercado americano, podem ser um indicativo da razão pela qual as empresas nacionais ainda relutam no uso desta mídia de forma mais proeminente. Um outro elemento importante ao analisarmos a escolha de mídias é a relação custo-benefício. O quadro abaixo demonstra que o custo da veiculação na Internet é extremamente competitivo, porém,assimcomoorádioexigeumgrande número de inserções para dar resultado, o click sobre a peça interativa não garante a conversão do cliente, nem garante que isto ocorrerá a um preço justo. CARACTERÍSTICAS DO PÚBLICO-ALVO A Internet é uma mídia excludente por definição (MELO, 2002; NERI, 2003). O acesso à Internet requer um grupo de elementos que, para os padrões brasileiros, é caro, pois é preciso ter um computador ligado à Internet e ainda pagar pelo acesso. Logo, é preciso que as pessoas tenham uma atitude positiva em relação à tecnologia, para que decidam investir seu tempo e dinheiro no acesso a este meio. Em relação ao conteúdo, as características gráficas e de texto de um site colaboram na qualificação do público-alvo, o que facilita a segmentação e venda de espaços publicitários (STERNE, 1998) (MODAHL, 1999). COMPARAÇÃO ENTRE MÍDIAS BRASIL MEDIUM VEHICLE COST REACH CPM TV Magazine Rádio Web Site 30 SP Horário Nobre (novela das 8 hs/ Rede Globo/SP Revista Veja (página inteira) 60 spot estação local (7 às 8 hs da manhã/fm notícias) Banner on UOL R$ US$ ,55 R$ US$ ,769 R$ 1.300,00 US$ 696,305 R$ /mês US$ domicílios assistindo a TV/16 Milhões pessoas assistindo leitores potencial de ouvintes 1 milhão de page views/mês RS US$ 15, R$ US$ R$ 0, US$ 0, R$ 10 US$ 5,356 ÍNDICE DÓLAR + R$ Copyright by Amyris Fernandez Quadro 1 - As pesquisas nacionais, realizadas em 2003, mostram as características demográficas dos brasileiros usuários de Internet. A maior parte do público ainda é do sexo masculino (58%), a idade concentrase em dois grandes grupos, 51% dos usuários têm entre 21 e 30 anos e 30% estão na faixa de 31 a 40 anos, sendo que 36% possuem superior incompleto e 28% possuem superior completo. (QUALIBEST, 2003) O último censo do Ibope indicou que 86% da população de classe A possui acesso à Internet, enquanto somente 50% da classe B possuem acesso doméstico. Essa mesma pesquisa indica que somente 16% dos internautas foram motivados à compra pela publicidade online. Por outro lado, pesquisa realizada pelo Qualibest indicou que 78% dos usuários de Internet 18

4 Amyris Fernandez A maior parte do público brasileiro ainda é do sexo masculino (58%), a idade concentra-se em dois grandes grupos, 51% dos usuários têm entre 21 e 30 anos e 30% estão na faixa de 31 a 40 anos, sendo que 36% possuem superior incompleto e 28% possuem superior completo. Corbis/IStockPhotos conhecem novos sites através de indicação de amigos e somente 50% conhecem novos sites através de banners (14 o INTERNET POP, 2003). Sabendo que uma das funções da publicidade é informar a chegada de um novo produto ao mercado e, em seguida, levar essa pessoa a experimentar o produto, esses resultados mostram que a Internet e a publicidade dentro dela são relativamente eficientes na veiculação da mensagem, mas não são decisivas na hora da decisão de compra. Pesquisas realizadas nos Estados Unidos indicam que a motivação à compra vem de fatores como a percepção de segurança nas transações realizadas no site e da força da marca nos meios tradicionais. A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO INTEGRADA O objetivo mais importante da comunicação dentro do mix de marketing é levar a mensagem certa, para a pessoa certa no lugar certo (KOTLER, 1997). Para que isso ocorra e os erros de execução sejam minimizados, deve haver uma sinergia entre as mensagens enviadas ao consumidor através do diversos canais. Esse conceito é conhecido como Comunicação Integrada de Marketing e requer um esforço de coordenação entre as diversas áreas de comunicação da empresa, para que todas as mensagens comuniquem a mesma coisa, independentemente do canal utilizado. Dessa forma, a campanha eficiente seria aquela que integrasse os meios tradicionais aos novos canais digitais, e usasse adequadamente seus formatos, sua capacidade de obter informações dos usuários e permitisse a entrega de mensagens relevantes de forma personalizada. Logo, a pessoa responsável por essa coordenação precisaria conhecer as diversas mídias e suas características, os formatos publicitários e como usar cada uma delas, dentro do ciclo de comunicação do produto ao mercado. Orquestrar esse cenário complexo requer desse profissional o entendimento de como cada ambiente, on-line e off-line, pode contribuir em cada momento da campanha, quais os formatos mais adequados e como medir resultados (MOHAMMED et AL. 2001). Em ambientes digitais, assim como nas mídias tradicionais, existem táticas para atingir a massa. Parte dessas táticas e JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004 REVISTA DA ESPM 19

5 formatos tem a intenção de criar o conhecimento do produto ou da marca, e em seguida devem gerar experimentação Se a experimentação corresponder à expectativa do cliente, certamente haverá um comprometimento do usuário com o produto. A Figura 1 abaixo indica as mídias de apelo à massa em meios tradicionais e, em paralelo, mostra os formatos utilizados nos meios digitais. É importante ressaltar que, no caso da Internet, a mídia pode ser observada de diversas formas. A própria rede mundial é uma mídia, assim como, dentro dela, cada empresa adota ao mesmo tempo uma postura de veículo da publicidade de terceiros e de emissor de mensagens, veiculando estas mensagens nos diferentes formatos possíveis pela tecnologia. Logo, cada empresa é tanto emissora como veículo, dependendo de como queremos analisá-la. Offline Online RECURSOS DE COMUNICAÇÃO OFF-LINE E RECURSOS DIGITAIS QUE PODEM SER USADOS Massa Outdoor Páginas amarelas Brochuras Jornais Patrocínios Revistas Banners/Botões Marketing seriado Instrumentos de busca Rádio Televisão Newsletter Parcerias/Programas de afiliação Intersticiais Salas de bate-papo Fonte: Introduction to e-commerce, Raypport e Jaworski, Mailing com co-branding Displays de ponto-de-venda Marketing viral Telemarketing Mala direta Marketing Websites pessoais Direto Programas de lealdade Displays de ponto-de-venda Figura 1 Um outro fato importante a ser considerado na escolha desses formatos é que o grau de interatividade entre a empresa e os usuários tende a tornar-se mais intenso ao longo do relacionamento (Figura 2). Sendo assim, o uso de meios de comunicação de massa tradicionais e o uso de formatos como banners, palavraschave ou táticas de marketing viral são úteis na fase em que a empresa deseja apenas comunicar sua presença ou a presença de um novo produto ao mercado. A seguir, é importante provocar a experimentação, seja através de promoções de preço, seja através de amostras grátis. Um exemplo disso seria a presença de um banner na página principal do UOL, informando aos usuários sobre a chegada de um novo software. Ao clicar, a pessoa iria direto para uma página onde uma versão de experimentação estaria disponível para uso gratuito. 20

6 Amyris Fernandez A EVOLUÇÃO DOS 2IS AO LONGO DOS ESTÁGIOS UMA EXPERIÊNCIA CASADA INSTRUMENTO DE BUSCA BANNER MKT VIRAL (para promover conhecimento) CONHECIMENTO Usuário clica no banner para saber mais Fonte: Adaptado de Introduction to e-commerce, Raypport e Jaworski, Uma vez estabelecido o contato com o público certo, é imprescindível que as empresas empenhem seus esforços de comunicação no sentido de estabelecer um relacionamento e reforçar os laços entre a empresa e o cliente ao longo do tempo. ASPECTOS DAS MÍDIAS DIGITAIS INTERATIVIDADE E INDIVIDUALIZAÇÃO 2 is 2 is WEBSITE EXPLORAÇÃO A Internet permite que os consumidores assumam o controle de o que e quando desejam ver. Esses mesmos consumidores podem ainda escolher a forma como querem que essas informações se apresentem a eles, seja na escolha entre sons ou imagem, seja na escolha do grau de personalização da mensagem. Logo, essas duas variáveis são utilizadas em intensidades diferentes a cada fase do ciclo de consumo, WEBSITE PERSONALIZADO Programa de lealdade com permissão Ofertas individualizadas Usuário pode modificar a página da web de acordo com suas preferências pessoais, registrar-se por s, dar feedback, fazer uma compra COMPROMETIMENTO Figura 2 desde a tomada de consciência do produto, passando por seu conhecimento, a formação de atitudes diante da categoria e da marca, na busca de informações, no processo de compra e no suporte após a compra. Neste texto, definimos interatividade como a habilidade do usuário de conduzir uma troca de comunicação de duas vias com a empresa dona do site. A individualização está relacionada com o grau de personalização permitida pelas ferramentas, podendo ocorrer por iniciativa do usuário ou da empresa. No caso da comunicação feita através de peças interativas, os usuários têm a possibilidade incluir voluntariamente informações pessoais no banco de dados e a empresa, o que pode gerar mensagens publicitárias individualizadas, mais de acordo com as características destas pessoas, tornando-as mais relevantes. Por outro lado, o sucesso de uma peça publicitária em ambientes interativos depende muito de sua capacidade de atrair o olhar do usuário e levá-lo a agir, já que é ele quem tem o controle sobre a interação. Em pesquisa realizada pela Engage em 2001, percebeu-se que os usuários de Internet que vêem a propaganda on-line e visitam o site no intervalo entre 30 minutos e um dia estão mais propensos a repetir a compra que aqueles que clicam direto no banner (ENGAGE, 2001). FORMATOS PUBLICITÁRIOS EM MEIOS DIGITAIS Os formatos publicitários que estão disponíveis na Internet são viabilizados por softwares como editores, que auxiliam na sua criação e por servidores de mídia, que distribuem o material nas páginas de acordo com o planejamento de mídia acordado entre anunciante e veículo. Para que o leitor possa familiarizar-se com estes formatos publicitários digitais, procuraremos compará-los aos seus equivalentes off-line. INSTRUMENTOS DE BUSCA A tradição da Internet mostra que os instrumentos de busca foram o primeiro desafio que as empresas on-line tiveram que enfrentar, pois eram eles que apresentavam o resultado de uma busca para os clientes, que em 1994 eram militares ou professores (GVU, 1994). JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004 REVISTA DA ESPM 21

7 Corbis/IStockPhotos O banner é visto por muitos como um outdoor digital. Essencialmente, a forma como estão dispostas as imagens, o texto e assinatura é a mesma do outdoor e, graficamente, busca-se o posicionado no topo da página. Os instrumentos de busca funcionam de maneira semelhante às páginas amarelas, ou seja, muitas vezes, as empresas aparecem na lista de resultados sem que tenham feito esforço financeiro para isto. Isso significa que as empresas podem ou não investir para fazerem parte desse banco de dados e podem ou não investir para estar entre os primeiros resultados. Na primeira situação, a empresa ficaria esperando até que os robôs do instrumento de busca achassem o site na Internet ou poderiam pagar para submetêlos ao mesmo, ou que a empresa faria a programação de suas páginas sem considerar as características do software por trás do instrumento de busca. Ao investir em programação de páginas, aumentaria suas chances de estar entre os vinte primeiros resultados, o que, segundo Danny Sullivan, consultor em search engine web promotion, é imprescindível, pois poucos usuários comuns têm paciência para ir além dos vinte primeiros resultados. (SEARCHENGINEWATCH, 2003). Uma outra forma de obter visibilidade nesses veículos é a compra de palavras-chave. Com a compra de um grupo de palavras que supostamente o usuário irá utilizar para encontrar uma determinada empresa, ao chegar o resultado, imediatamente aparece o banner de quem comprou as mesmas, induzindo o olhar desse internauta para o banner que pode levá-lo ao site da empresa anunciante. Um último formato publicitário dentro dos instrumentos de busca seria a compra de links patrocinados. Nesse exemplo, a empresa anunciante compra o direito de estar entre os cinco ou dez primeiros resultados que aparecem na tela do usuário, acima e em destaque, dos resultados da busca do software no banco de dados. BANNERS O banner é visto por muitos como um outdoor digital. Essencialmente, a forma como estão dispostas as imagens, o texto e assinatura é a mesma do outdoor e, graficamente, busca-se que esteja posicionado em lugares de alta visibilidade, tais como o topo da página. Os banners diferem dos outdoors na sua capacidade de gerar interatividade e levar o usuário a agir, obtendo deles um click, o que termina por levar o usuário ao site do anunciante. Um fato importante a ressaltar é que os bannerspossuemformatospadrãonaeuropa e Estados Unidos, mas nem todos os veículos nacionais respeitam essas convenções. O resultado prático para todos aqueles que compram espaços na mídia é que as agências são forçadas a refazer a criação em função desses formatos, o que encarece o processo (AMI, 2003). Os tamanhos de banner variam entre 468 X 60, 234 X 60, 120 X 240, 120 X 90, 125 X 125, 88 X 31 e são medidos em pixels do topo da página à direita e do topo para baixo. 22

8 Amyris Fernandez Os banners tornam-se arquivos maiores ou menores, dependendo do tipo de tecnologia que os criou; assim, podem ser feitos em Flash ou DHTML, que pesam mais que aqueles feitos em gif. O peso, nesse caso, é o tamanho do arquivo final da peça publicitária e é um dos fatores limitantes para sua veiculação. Quanto maior for o arquivo, mais ele vai exigir dos servidores de propaganda interativa e maior espaço de transmissão será necessário (banda). Em função desta relação peso-uso de banda de transmissão, muitos veículos (UOL, Terra, por exemplo) impõem limites no tamanho dos banners e outras peças. Pesquisas recentes mostram que os banners perderam muito de sua importância. A NetImperative verificou que no período entre 2001 e % das empresas não usaram banners como mídia on-line. INTERSTITIALS E SUPERTITIALS Interstitials são propagandas que aparecem na transição de duas páginas. Exatamente como os comerciais de televisão, estas peças publicitárias interrompem a ação do usuário, tomando toda a tela e deixando-os sem controle por alguns instantes. É uma peça que agrega inúmeros recursos multimídia, mas que obtém resultados ruins devido a esta característica de invasão. O Superstitial, por outro lado, coloca o controle nas mãos do internauta, não interrompe suas ações e utiliza com maior eficiência os recursos multimídia, uma vez que só aparece na tela do usuário quando todas as informações referentes à peça estão carregadas na máquina. Segundo a Jupiter Research, apesar de seu alto custo de produção e veiculação, este tipo de publicidade on-line correspondeu a 6% do total dos gastos em publicidade digital em 2002 e deverá receber 22% dos investimentos em 2007 nos Estados Unidos. A razão estaria no seu alto grau de interatividade e capacidade multimídia, o que atrai o usuário e o compele a agir com uma freqüência maior (JUPITER, 2002). Segundo a Jupiter Research, apesar de seu alto custo de produção e veiculação, este tipo de publicidade on-line correspondeu a 6% do total dos gastos em publicidade digital em POP-UPS & SKYCRAPERS Esses dois formatos são conhecidos entre nós como janelas flutuantes. Estudos recentes têm demonstrado que, apesar de serem considerados incômodos, pois surgem sem serem solicitados e ocupam o campo visual, geram bons resultados para o anunciante. Em pesquisa realizada no final de 2002, 78% dos respondentes acham as janelas flutuantes muito desagradáveis, enquanto 49% acham o banner irritante. No entanto, os resultados em clicks sobre as janelas flutuantes são duas vezes maiores, quando comparados aos resultados dos banners (POP-Ups are annoying, but effective, 2003). Corbis/IStockPhotos Os skycrapers diferem das janelas por terem formato retangular e vertical, podendo ser colocados sobre os menus laterais ou sobre grandes áreas de conteúdo. JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004 REVISTA DA ESPM 23

9 Corbis/IStockPhotos lúdico muito particular. Os jogos interativos têm dado aos anunciantes a possibilidadedeexporousuáriopormais tempo à marca, aumentando sua fixação e levando-o a conhecer mais, informar-se mais sobre os atributos dos produtos. Uma outra vantagem é que, em ambientes lúdicos e com a promessa de recompensas de qualquer natureza, os usuários sentem-se à vontade para fornecer informações quando solicitados. Assim, essetipoderecursocumpreafunção de obter cadastros dos clientes, de expô-los à marca e de informá-los, sem deixar de satisfazê-los (STERNE,1999). As promoções em ambientes digitais têm a possibilidade de adquirir um caráter lúdico muito particular. Promoções baseadas no acúmulo de pontos, semelhantes ao acúmulo de milhagens aéreas são de alto risco, pois a Internet é um campo aberto às descobertas e pode distrair o usuário. Sabemos que a maioria dos pontos acumulados nas promoções tem data para expirar, e quando isso não ocorre, há sempre o risco do esquecimento 2000). MARKETING VIRAL O Marketing Viral é um exemplo de como usar de maneira inteligente a tecnologia e o conhecimento do comportamento do consumidor a favor da comunicação com o mercado. Esse formato pode ser comparado ao boca a boca, em que a notícia se espalha sem que espaços publicitários sejam negociados, e ocorre entre pessoas de um grupo, o que por si só seleciona o público da mensagem. Assim, o marketing viral é uma mensagem publicitária que se espalha no meio do grupo de relacionamento de um usuário de serviços on-line, como gratuito ou informações de marcado, utilizando os servidores desses mesmos serviços como veículo. Em empresas que oferecem a seus usuários s, cartões virtuais ou informações de mercado gratuitamente, quando enviamos uma mensagem, o dono do serviço coloca sua mensagem no rodapé da mesma e não paga pela veiculação de sua mensagem publicitária. O exemplo mais contundente seria o hotmail, que veiculava suas mensagens nos s de seus clientes e usava para isso seus próprios servidores. O grande desafio de realizar esse tipo de ação é ser capaz de criar uma mensagem clara, objetiva e forte o bastante para que o receptor a perceba, sem perturbar o processo natural de envio da mesma pelo emissor. PROMOÇÕES Aspromoçõesemambientesdigitaistêm a possibilidade de adquirir um caráter Outros tipos de promoções, como preço ou cupons, são mais eficientes quando dirigidas a um grupo de clientes conhecidos, pois representa o bom uso da informação pessoal a serviço do cliente, com o envio de mensagens personalizadas. Devem ser o resultado de um trabalho de relacionamento com o cliente, em que a empresa diminui o custo de comunicação ao dirigi-la à pessoa certa, com a oferta de produtos adequada, através da mídia de escolha. PATROCÍNIOS Ospatrocíniospodemsernegociadosde tal forma que todo o conteúdo de uma partedositesejadeorigemdoanunciante ou que tenha uma linha editorial ditada por ele. Assim, o usuário ficaria exposto a 24

10 Amyris Fernandez JANEIRO/ FEVEREIRO DE 2004 REVISTA DA ESPM 25

11 las, evitando desperdícios. Infelizmente, a venda de bases de dados de clientes e o envio abusivo de mensagens solicitadas, criaram uma situação bastante desagradável entre as empresas e seus clientes, chegando ao ponto de haver interferência de órgãos públicos a favor dos usuários de correio eletrônico em diversos países. CONCLUSÃO Apublicidade em meios digitais deve ser integrada aos planos de comunicação com o mercado, pois atinge o segmento brasileiro com maior renda e escolaridade, que também possui o maior poder aquisitivo. O meio também proporciona grandeflexibilidadequantoaousodeformatos e de mídias, podendo usar combinações simples de imagem com som, ou mais complexas, como imagem em movimento, som e interatividade. No entanto, para que o meio seja utilizado com eficácia, é preciso que os profissionais conheçam as tecnologias por trás deste meio. Não basta criar peças interativas belas ou de acordo com o briefing. É preciso ir além. Também não basta dominar a tecnologia e esquecer quais são os objetivos de comunicação da peça publicitária. Asoluçãoestánoequilíbrioentreambas,sem perder de vista o fim mercadológico e o comprometimentocomosresultados. ESPM AUTORES AMYRIS FERNANDEZ E-Business Consultant Mestre em Comércio Eletrônico pelo Rochester Institute of Technology, NY. Ministra aulas sobre Marketing na Internet, Tecnologia da Informação e E-Business. BIBLIOGRAFIA AMI (2003) AMI prepara pacote online padrão para web. Disponível em: noticia.asp?cod=289 Acesso em: 24 de nov., BUSINESS WIRE.(2002) On-line media users stick to same brand off-line Disponível em: <http:// Acesso em: 20 de nov., DIRECT MARKETING NEWS.COM (2002) marketing contributes to increased sales. Disponível em: <http://www.nua.com/surveys/> Acesso em: 19 de nov., EMARKETER. (2001) Permission irritates few Net users. Disponível em: < surveys/> Acesso em: 19 de nov.,2003. ENGAGE (2001). Branding more important than clicks. Disponível em: <http://www.nua.com/surveys/ >Acesso em 20 nov., GVU. (1994) GVU s First WWW User Survey Results. Disponível em : <http://www.gvu.gatech.edu/user_surveys/survey /> Acesso em: 22 de nov IAB. (2002) Internet ad revenue at $1.47 billion according to IAB/PwC estimate for Q Disponível em: <http://www.iab.net/news/pr_2002_12_19.asp> Acesso em: 20 nov., IAB. (2001) On-line advertising is effective for branding. Disponível em: <http://www.nua.com/ surveys/> Acesso em 19 de nov., IBOPE, 14 a Internet Pop. A maioria dos novos usuários pertencem às classes de menor renda Disponível em: <http://www.ibope.com.br/midia/ marketing/mercado/internetpop internetpop _14_2f.htm > Acesso em: 20 de nov., IBOPE, eratings.com. Audiência da web. Disponível em: <www.ibope.com.br/eratings>. Acesso em: 26 de fevereiro de JUPITER RESEARCH. (2002) Rich media ads to gain market share. Disponível em: <http://www.nua.com/ surveysindex.cgi?f=vs&art_id= &rel=true> Acesso em: 20 nov., KOTLER, Philip. (1997) Marketing management: analysis, planning, implementation, and control. New Jersey: Simon & Schuster Company, 9 th edition, 800 pgs. (2000) Creating Value Through E-Commerce Business Models. Dsiponível em: <http: knowledge.wharton. upenn.edu/index.cfm?fa=viewarticle&id=254> Acesso em: 20 de nov., MELO, J. M. A Muralha Digital: Desafios brasileiros para construir uma sociedade do conhecimento. In Sociedade da Informação e Novas Mídias: participação ou exclusão?; (org.), C.P., Eds.; Intercom -Sociedade Brasileira de estudos Interdisciplinares da Comunicação: São Paulo, 2002; Vol. 14, pp MOHAMMED, Rafi A. et al. (2002) Internet marketing: building advantage in a networked economy. New York: McGraw-Hill, 727 pgs. MODAHL, Mary. (2000) Agora ou Nunca: Como ganhar a Guerra pelos consumidores na Internet. São Paulo: Editora Campus, 238 pgs. NERI, M. Mapa da Exclusão Digital; Fundação Getúlio Vargas Centro de Políticas Sociais: NETIMPERATIVE. (2002) Banners fade in importance Disponível em: < NIELSEN -NETRATINGS. (2002) Net users flock to online sales and promotions. Disponível em: < Acesso em: 19 de nov., NEWELL, Frederick, Rogers, Martha. loyalty.com : Customer Relationship Management in the New Era of Internet Marketing New York:McGraw-Hill Trade, 2000, 325 pages. QUALIBEST Publicidade em meios digitais. Disponível em <http://www.qualibest.com.br/> Acesso em 24 de nov., RAYPORT, J. F.; JAWORSKI, B.J. Introduction to E- Commerce. New York: McGraw-Hill, p. STERNE, Jim. (1997) What makes People Click: Advertising on the Web. Hollis: Que Corporation. 433pgs. SULLIVAN, Danny.(2002) Intro to Search Engine Optimization. Disponível em:<http://www.searchenginewatch.com /webmasters/article. php/ > Acesso em: 24 de nov., VISA. Canadians Warming To On-line Shopping, But On-line Security Remains A Significant Concern. Disponível em <http://www.visa.ca/en/about/ mc_article.cfm?pid=9> Acesso em 20 de nov., PENTEADO, José Roberto W. O fim das agências? Revista Marketing, fev,

PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral. João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007

PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral. João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007 PUBLICIDADE ONLINE uma visão geral João Luiz Serpa Seraine Webdesigner 11/05/2007 Nova Economia A nova economia está diretamente ligada à velocidade de informações, comunicação, conhecimento, tecnologia.

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Crescimento dos meios 2007 x 2008* 18% 18% 13% 12% 10% 10% A Internet é a mídia que mais cresceu no Brasil em 2008

Crescimento dos meios 2007 x 2008* 18% 18% 13% 12% 10% 10% A Internet é a mídia que mais cresceu no Brasil em 2008 Mídia Kit Internet Crescimento dos meios 2007 x 2008* Internet TV por assinatura Rádio Cinema Revista Televisão Mídia Exterior Jornal 18% 18% 13% 12% 10% 10% 26% 44% A Internet é a mídia que mais cresceu

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes

Objetivos. Capítulo 16. Cenário para discussão. Comunicações de marketing. Desenvolvimento de comunicações de marketing eficazes Capítulo 16 e administração de comunicações integradas de marketing Objetivos Aprender quais são as principais etapas no desenvolvimento de um programa eficaz de comunicações integradas de marketing. Entender

Leia mais

Mídia Kit. Setembro 2009

Mídia Kit. Setembro 2009 Mídia Kit Setembro 2009 Em Minas Gerais, os Diários Associados consolidaram-se como o maior e mais importante grupo de comunicação multimídia do estado, presente na vida e no cotidiano de 19 milhões de

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

MÍDIA KIT INTERNET. outubro/14 a março/15

MÍDIA KIT INTERNET. outubro/14 a março/15 MÍDIA KIT INTERNET outubro/4 a março/5 INTERNET NO BRASIL 6 % dos brasileiros acessam internet 54 % dos internautas brasileiros estão na região sudeste DIARIAMENTE internautas acessam a internet 60 % tv

Leia mais

Email marketing: os 10 erros mais comuns

Email marketing: os 10 erros mais comuns Email marketing: os 10 erros mais comuns Publicado em: 18/02/2008 Não ter permissão dos contatos para enviar mensagens Um dos princípios fundamentais do email marketing é trabalhar apenas com contatos

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas. Copyright 2006 by Pearson Education Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Propaganda Qualquer forma paga de apresentação não pessoal e promocional

Leia mais

Venda de Publicidade em Meios Digitais. Curso InCompany Estadão

Venda de Publicidade em Meios Digitais. Curso InCompany Estadão em Meios Digitais Curso InCompany Estadão Conceitos Iniciais Exemplos de Relatórios O que o gestor de mídia está olhando Fontes de Informação Exemplos de Relatórios O que o gestor de mídia está olhando

Leia mais

Introdução ao Google Adwords. Tiago Flores Dias

Introdução ao Google Adwords. Tiago Flores Dias Introdução ao Google Adwords Tiago Flores Dias Introdução Neste aula seguiremos os seguintes tópicos O que é Publicidade Online Conheça o Perfil dos E-consumidores O que são Objetivos de Marketing O que

Leia mais

Curso de Ecommerce. Aula: Marketing Digital. Fernando Laudino. Curso de Ecommerce ESPM Marketing Digital

Curso de Ecommerce. Aula: Marketing Digital. Fernando Laudino. Curso de Ecommerce ESPM Marketing Digital Curso de Ecommerce Aula: Marketing Digital Fernando Laudino @espm ci@espm.br Quem sou? Fernando Laudino Bacharel em Direito, com MBA em Identidade Empresarial pela AMF-RS e Gestão Escolar na Anhembi Morumbi.

Leia mais

TECNOFAGIA MEDIA KIT. www.tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com

TECNOFAGIA MEDIA KIT. www.tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com TECNOFAGIA MEDIA KIT www.tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com O Tecnofagia.com oferece artigos imprescindíveis, sempre voltados para a eficiência da micro e pequena empresa ou usuário de tecnologia,

Leia mais

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br

PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br PROPOSTA DE VEICULAÇÃO ONLINE NO PORTAL DO TRÂNSITO www.portaldotransito.com.br Cenário de Trânsito no Brasil e o Portal do Trânsito O cenário do trânsito atual não é nada animador. Segundo especialistas

Leia mais

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas

Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Capítulo 18 Gerenciamento da comunicação de massa: propaganda, promoção de vendas, eventos e relações públicas Copyright 2006 by Pearson Education Questões abordadas no capítulo Quais são as etapas envolvidas

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

1. JORNAL DO COMÉRCIO

1. JORNAL DO COMÉRCIO M í d i a k i t o n l i n e //Mídia kit online 1. JORNAL DO COMÉRCIO Jornal de economia e negócios do RS O Jornal do Comércio é um veículo diferenciado, que atinge mais de 214 mil leitores diários em todo

Leia mais

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia:

INTRODUÇÃO. Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: INTRODUÇÃO Desde que a imprensa surgiu, a comunicação se baseia na tecnologia: 1450 Imprensa de Gutemberg 1940 Primeiras transmissões na TV 1960 Internet começa a ser desenvolvida 1973 Primeira ligação

Leia mais

Objetivos. Universo. Transformação. Administração 10/10/2012. Entender as definições de e-business e e- commerce;

Objetivos. Universo. Transformação. Administração 10/10/2012. Entender as definições de e-business e e- commerce; Objetivos Administração Profª Natacha Pouget Módulo: Gestão de Inovação e Ativos Intangíveis Tema da Aula: E-Business e Tecnologia da Informação I Entender as definições de e-business e e- commerce; Conhecer

Leia mais

Minuto Enfermagem. Idealizado em 2013 pelo Núcleo IPÊ Soluções Interativas. No ar há 2 anos conhecendo novos amigos e espalhando conhecimento.

Minuto Enfermagem. Idealizado em 2013 pelo Núcleo IPÊ Soluções Interativas. No ar há 2 anos conhecendo novos amigos e espalhando conhecimento. 2015-1º semestre Minuto Enfermagem O Minuto Enfermagem é um portal que dispõe de notícias, artigos, reportagens, entrevistas, fotos, vídeos, divulgação de eventos entre outros, que prima pela qualidade

Leia mais

MÍDIA KIT INTERNET. abril a setembro/14

MÍDIA KIT INTERNET. abril a setembro/14 MÍDIA KIT INTERNET abril a setembro/4 INTERNET NO BRASIL 6 % dos brasileiros acessam internet 54 % dos internautas brasileiros estão na região sudeste DIARIAMENTE internautas acessam a internet 60 % tv

Leia mais

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo.

MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES. MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com. URL: http://esganarel.home.sapo. MÓDULO MULTIMÉDIA PROFESSOR: RICARDO RODRIGUES MAIL: rprodrigues@escs.ipl.pt esganarel@gmail.com URL: http://esganarel.home.sapo.pt GABINETE: 1G1 - A HORA DE ATENDIMENTO: SEG. E QUA. DAS 11H / 12H30 (MARCAÇÃO

Leia mais

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP

Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Endereço: Av. Paulista, 2.200 15º andar CEP 01310-300 São Paulo SP Empresa Nome fantasia: Rádio Kiss FM Razão Social: Kiss Telecomunicações LTDA. Frequências: São Paulo 102,1 MHz; Litoral Paulista MHz 90,1; Campinas 107,9 MHz; Brasília 94,1 MHz CNPJ: 59.477.240/0001-24.

Leia mais

TECNOFAGIAMediaKit. tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com

TECNOFAGIAMediaKit. tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com TECNOFAGIAMediaKit 2011 tecnofagia.com/anuncie anuncie@tecnofagia.com CONTEÚDO: O Tecnofagia.com oferece artigos imprescindíveis, sempre voltados aos interesses do usuário final de tecnologia, com temas

Leia mais

MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO

MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO MÍDIA DIGITAL MÍDIA DIGITAL PLANEJAMENTO MÍDIA DIGITAL Quais são os Objetivos e Metas do seu cliente? Público Alvo Hábitos de navegação + DADOS DE PESQUISA; Comportamentos; Linguagem; Segmentação demográfica;

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA

FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA FACULDADE ANHANGUERA DE ITAPECERICA DA SERRA Profº Paulo Barreto Paulo.santosi9@aedu.com www.paulobarretoi9consultoria.com.br 1 DO MARKETING À COMUNICAÇÃO Conceitualmente, Marketing é definido por Kotler

Leia mais

Marketing digital NARCISO SANTAELLA

Marketing digital NARCISO SANTAELLA Marketing digital 1 Introdução As agências de publicidade recorrem ao marketing digital para conquistar o público que hoje tem na web uma das principais fontes de informação. Utilizar todos os recursos

Leia mais

PORTAL CENTRO DE TREINAMENTO ONLINE CDS INTERATIVOS REVISTA MULTIMÍDIA

PORTAL CENTRO DE TREINAMENTO ONLINE CDS INTERATIVOS REVISTA MULTIMÍDIA PORTAL CENTRO DE TREINAMENTO ONLINE CDS INTERATIVOS REVISTA MULTIMÍDIA Portal Mecânica Online Principal referência sobre mecânica na internet e primeira opção quando se pesquisa no Google sobre mecânica,

Leia mais

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br

ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL. (11) 3522-5338 - www.cvsweb.com.br comercial@cvsweb.com.br ALGUNS DADOS DA INTERNET NO BRASIL 2 + 67.500.000 + 67,5 MILHÕES DE INTERNAUTAS NO BRASIL FONTE: IBOPE/NIELSEN 58.290.000 58,2 MILHOES DE INTERNAUTAS NO BRASIL ACESSAM A INTERNET SEMANALMENTE -87% FONTE:

Leia mais

milenaresende@fimes.edu.br

milenaresende@fimes.edu.br Fundação Integrada Municipal de Ensino Superior Sistemas de Informação A Internet, Intranets e Extranets milenaresende@fimes.edu.br Uso e funcionamento da Internet Os dados da pesquisa de TIC reforçam

Leia mais

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento.

Vamos, juntos. Equipe de Atendimento. Vamos, juntos Somos agência de publicidade e consultoria em marketing digital com a missão de atender as necessidades de comunicação da sua empresa, com serviços que abrangem desde campanhas integradas

Leia mais

apresentação iagente shop

apresentação iagente shop apresentação iagente shop Rua Sport Clube São José, 54 506. Porto Alegre Rio Grande do Sul CEP: 91030-510 Fone: (51) 3398.7638 e-mail: www.iagenteshop.com.br www.iagente.com.br Data: 01 de Abril de 2009

Leia mais

Principais Estratégias de Web Marketing

Principais Estratégias de Web Marketing Comércio Eletrônico Faculdade de Tecnologia SENAC Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Unidade Curricular: Comércio Eletrônico Edécio Fernando Iepsen (edecio@terra.com.br)

Leia mais

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online

www.valoronline.com.br Apresentação institucional Valor Online Apresentação institucional Valor Online Outubro/2010 Valor Online: o melhor da economia e dos negócios a apenas um clique Valor Online é a mais completa cobertura de economia, negócios e finanças da internet.

Leia mais

Publicidade com Mavenflip

Publicidade com Mavenflip Publicidade com Mavenflip O sistema MavenFlip foi lançado em 2010, oferecendo uma proposta qualificada a pesquisadores, editoras e órgãos públicos que desejam criar versões digitais de suas publicações

Leia mais

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa.

Planejamento de Campanha de Propaganda. Aula 5. Contextualização. Instrumentalização. Meios e Veículos. Mídia Conceito. Profa. Planejamento de Campanha de Propaganda Aula 5 Contextualização Profa. Karin Villatore Esta aula tem como objetivo mostrar quais são as principais mídias que podem ser usadas em campanhas de publicidade

Leia mais

multi media soluções em comunicação

multi media soluções em comunicação multi media soluções em comunicação PARANÁ multi media multi media 1 MI DE HABITANTES NA REGIÃO R$18 BI POTENCIAL DE CONSUMO R$ 12 BI EM INVESTIMENTOS NA REGIÃO 1º NO RANKING INDUSTRIAS R$ 18 BI PIB DA

Leia mais

Apresentação da Disciplina

Apresentação da Disciplina Mídia - 2015.1 Nilmar Figueiredo 1 2 3 4 Calendário Acadêmico Comentários Apresentação da Disciplina Sistema de Avaliação 1 - Apresentação da Disciplina O que é Mídia? Departamento de Mídia - Organização

Leia mais

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida

Unidade IV MERCADOLOGIA. Profº. Roberto Almeida Unidade IV MERCADOLOGIA Profº. Roberto Almeida Conteúdo Aula 4: Marketing de Relacionamento A Evolução do Marketing E-marketing A Internet como ferramenta As novas regras de Mercado A Nova Era da Economia

Leia mais

VOLKSWAGEN - VAREJO JORNAL DA BAND

VOLKSWAGEN - VAREJO JORNAL DA BAND VOLKSWAGEN - VAREJO JORNAL DA BAND BAND.COM.BR O BAND.com.br é o endereço da melhor informação na web, com acesso direto ao conteúdo de 4 canais de televisão, 14 emissoras de rádio e 2 jornais impressos.

Leia mais

O que é o Google Adwords?

O que é o Google Adwords? O que é o Google Adwords? É o sistema de publicidade do Google, que é a ferramenta de busca mais usada no Brasil e no mundo. Existem 4 tipos diferentes de campanhas no Google Adwords. 1 Rede de Pesquisa

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

GLOSSÁRIO TV TEM INTERNET ATUALIZADO EM 02/2013

GLOSSÁRIO TV TEM INTERNET ATUALIZADO EM 02/2013 GLOSSÁRIO TV TEM INTERNET ATUALIZADO EM 02/2013 Tel: (15) 3224.8770 marketing.internet@tvtem.com 1 CPC Custo por clique É o valor pago para cada vez que um de seus anúncios é clicado. CPM Custo por mil

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

www.noticiasenegocios.com.br Tabela de preços 2014 Notícias para quem decide!

www.noticiasenegocios.com.br Tabela de preços 2014 Notícias para quem decide! Tabela de preços 2014 Notícias para quem decide! ou é um site de notícias, com sede em Brasília/DF, lançado pela agência Profissionais do Texto em fevereiro de 2011. Espaço para notícias corporativas e

Leia mais

Em 2009, a Fundação Padre Anchieta mais uma vez estará presente na Campus Party.

Em 2009, a Fundação Padre Anchieta mais uma vez estará presente na Campus Party. Mais uma vez, a cidade de São Paulo se prepara para receber a Campus Party entre os dias 19 e 25 de janeiro de 2009. Milhares de internautas vêm a cidade participar do evento, que é o maior encontro mundial

Leia mais

MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR

MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR MARKETING DIGITAL PARA PME: APRENDA A DEFINIR QUANDO, COMO E EM QUAIS ESTRATÉGIAS INVESTIR Introdução 02 A importância de calcular o ROI dos investimentos Capítulo 1 04 Aprendendo a definir os investimentos

Leia mais

MÍDIA KIT. Oportunidades G1, GE e TV Rio Sul

MÍDIA KIT. Oportunidades G1, GE e TV Rio Sul MÍDIA KIT Oportunidades G1, GE e TV Rio Sul Com foco regional e líder em audiência na categoria de notícias e esportes os portais G1, GE e TV Rio Sul são sinônimos de informação. A credibilidade e a agilidade

Leia mais

Comércio e Marketing Eletrônico UMC E-Commerce, M-Commerce e Marketing DigitaI - Uni Sant Anna. Elaborado por: Prof. Daniel Chu

Comércio e Marketing Eletrônico UMC E-Commerce, M-Commerce e Marketing DigitaI - Uni Sant Anna. Elaborado por: Prof. Daniel Chu Comércio e Marketing Eletrônico UMC E-Commerce, M-Commerce e Marketing DigitaI - Uni Sant Anna Elaborado por: Prof. Daniel Chu Bibliografia Recomendada para a Aula 2 Torres, Claudio - A Bíblia do Marketing

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO

ARKETING INTERNET SEO CRIATIVIDADE AGÊNCIA CRIAÇÃO DESIGN CRIAÇÃO AGÊNCIA USABILIDA ARKETING INTERNET SEO DIGIT CRIATIVIDADE DESDE 1999 NO MERCADO, A M2BRNET É UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. SI ARQ Desde 1999

Leia mais

E-Mail Marketing: Primeiros Passos

E-Mail Marketing: Primeiros Passos E-Mail Marketing: Primeiros Passos E-Mail Marketing: Primeiros Passos Aprenda a utilizar o email marketing para alavancar o seu negócio O Marketing Digital vem ganhando cada vez mais força entre as empresas

Leia mais

MediaKit www.midiatismo.com.br

MediaKit www.midiatismo.com.br MediaKit www.midiatismo.com.br Sobre o blog Criado em Março de 2010, o blog tem o objetivo de compartilhar conhecimento e notícias sobre marketing digital e comunicação digital. Mas o blog não fala apenas

Leia mais

Vídeo In-Stream É isso que os consumidores querem

Vídeo In-Stream É isso que os consumidores querem 1 Introdução Um vídeo qualquer tela. A MediaMind está trabalhando para transformar essa ideia em realidade. Uma plataforma e um único fluxo de trabalho que gerencia, serve e rastreia os recursos de vídeo

Leia mais

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE

MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE MARKETING DIGITAL MOSTRANDO SUA IDENTIDADE Por que mostrar sua identidade Atualmente, são 52,5 milhões* de usuários de internet ativos no Brasil. A previsão de investimentos em anúncios online no Brasil

Leia mais

MÍDIA KIT DIGITAL SEMPRE AO SEU LADO.

MÍDIA KIT DIGITAL SEMPRE AO SEU LADO. MÍDIA KIT DIGITAL ESTRATÉGIA E POSICIONAMENTO Nosso objetivo é gerar valor aos nossos patrocinadores a partir do desenvolvimento de projetos de mídia, patrocínio e customizados - trabalhados a 04 mãos

Leia mais

M í dia Kit 2013 2014

M í dia Kit 2013 2014 2013 2014 Mídia Kit Quem Somos QUEM SOMOS 1 A International Foreign Trade é um portal de notícias especializado em Comércio Exterior e Logística Internacional, com conteúdo distribuído em mais de trinta

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

Plano de Comunicação / 2008. O melhor portal de eventos. www.nabaladabh.com.br

Plano de Comunicação / 2008. O melhor portal de eventos. www.nabaladabh.com.br O Melhor Portal de Eventos Em Janeiro de 2004 observamos em Belo Horizonte a carência de um portal que divulgasse os principais eventos da cidade, abrangendo lazer, cultura e entretenimento, nascia o NaBaladaBH.

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

Ações. Internet Banner interativo em FLASH (tamanho: 468x60, formato: horizontal)

Ações. Internet Banner interativo em FLASH (tamanho: 468x60, formato: horizontal) Ações Material Gráfico - Volantes - Folders - Convites (envio de folders e convites pelo Correio) Publicidade - Anúncios de Jornal - Meia-página - Rouba-página - Rodapé - Spots de Rádio - VTs * Enviados

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

MÍDIA KIT INTERNET. outubro/15 a março/16

MÍDIA KIT INTERNET. outubro/15 a março/16 MÍDIA KIT INTERNET outubro/15 a março/16 INTERNET NO BRASIL 9,5 120 67 % 3º bilhões de reais/ano é o investimento publicitário no Brasil milhões de usuários únicos dos internautas acessam a Internet para

Leia mais

Mídia Kit Blog do Caminhoneiro - 2015

Mídia Kit Blog do Caminhoneiro - 2015 - Sobre O Blog do Caminhoneiro foi criado em 2011, para publicação de notícias e informações sobre caminhões, legislação e outros temas pertinentes a vida do caminhoneiro. Com trabalho sério e sempre focado

Leia mais

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014

CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 CONVITE COMERCIAL Rio de Janeiro, 2014 O Rio ao Vivo é a primeira plataforma de transmissão online, em tempo real,com imagens de alta qualidade dos locais mais movimentados do Rio de Janeiro para o mundo.

Leia mais

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR

&DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR &DPSDQKDV 3ODQHMDPHQWR Toda comunicação publicitária visa atender a alguma necessidade de marketing da empresa. Para isso, as empresas traçam estratégias de comunicação publicitária, normalmente traduzidas

Leia mais

MISSÃO. O portal Convergência Digital fala para quem decide, para quem consome. convergenciadigital.com.br

MISSÃO. O portal Convergência Digital fala para quem decide, para quem consome. convergenciadigital.com.br MISSÃO Ser a maior rede de informações 100% on-line das áreas de Tecnologia da Informação e Telecomunicações do País, com conteúdo diferenciado e de primeira qualidade O portal Convergência Digital fala

Leia mais

Marketing Academy Talent Development for Business Growth

Marketing Academy Talent Development for Business Growth Marketing Academy Talent Development for Business Growth 1 Marketing Classes Digital Marketing Juliana Lauer Digital Marketing Leader 3M Confidential 28 September 3M 2015. All Rights Reserved. 2 Regras

Leia mais

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br

MIDIA KIT 2015 www.naporteiracast.com.br MIDIA KIT 15 www.naporteiracast.com.br O QUE É PODCAST? O termo podcast é a junção das palavras ipod (dispositivo de reprodução de arquivos digitais fabricado pela Apple) e broadcast (transmissão, em inglês).

Leia mais

.escopo para criação do plano de ação

.escopo para criação do plano de ação .escopo para criação do plano de ação interface do site logotipo(s) catalogos mala-direta fotográfia mini-estúdio pós-produção descrição do produto banner off-line design rádio tv semântica usabilidade

Leia mais

Webvertising: A Publicidade Online 1. Samira ANDRADE 2 Riverson RIOS 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará

Webvertising: A Publicidade Online 1. Samira ANDRADE 2 Riverson RIOS 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará Webvertising: A Publicidade Online 1 Samira ANDRADE 2 Riverson RIOS 3 Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará RESUMO Este trabalho apresenta um quadro explicativo sobre a Internet como mídia contemporânea;

Leia mais

Estratégias de Comunicação

Estratégias de Comunicação Prof. Edmundo W. Lobassi A propaganda é parte do marketing e uma das ferramentas da comunicação. Uma boa estratégia de marketing não garante que a campanha de propaganda será boa, mas é condição essencial

Leia mais

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão

. Indice. 1 Introdução. 2 Quem Somos. 3 O que Fazemos. 4 Planejamento. 5 Serviços. 6 Cases. 9 Conclusão . Indice 1 Introdução 2 Quem Somos 3 O que Fazemos 4 Planejamento 5 Serviços 6 Cases 9 Conclusão . Introdução 11 Segundo dados de uma pesquisa Ibope de 2013, o Brasil ocupa a terceira posição em quantidade

Leia mais

WWW.GUIAINVEST.COM.BR MÍDIA KIT GUIAINVEST 2013 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

WWW.GUIAINVEST.COM.BR MÍDIA KIT GUIAINVEST 2013 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Acreditamos que a análise de dados e indicadores confiáveis aliada à troca de experiência entre os investidores é a base para a tomada de boas decisões de investimento. Através de um site com uma interface

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO. Integrado Ações de Merchandising

THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO. Integrado Ações de Merchandising THE VOICE ESTUDO EXPLORATÓRIO Integrado Ações de Merchandising Imagem ilustrativa. GLOBO.COM THE VOICE A Globo.com propõe a extensão das ações de merchandising na TV, criando envolvimento e interação da

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura!

APRESENTAÇÃO. Aprecie as apresentações a seguir. Boa leitura! APRESENTAÇÃO A Informatiza Soluções Empresariais está no mercado desde 2006 com atuação e especialização na criação de sites e lojas virtuais. A empresa conta com um sistema completo de administração de

Leia mais

IGOR PUGA. Internet como Mídia. Você ainda tem dúvidas de que o meio Internet deve fazer parte do seu mix de mídia?

IGOR PUGA. Internet como Mídia. Você ainda tem dúvidas de que o meio Internet deve fazer parte do seu mix de mídia? IGOR PUGA Internet como Mídia Você ainda tem dúvidas de que o meio Internet deve fazer parte do seu mix de mídia? Penetração dos Meios Qual a penetração da Internet comparada aos demais meios? 97% 77%

Leia mais

Guia para Produção Comercial clicrbs ESPECIFICAÇÕES DE CRIAÇÃO POR FORMATO

Guia para Produção Comercial clicrbs ESPECIFICAÇÕES DE CRIAÇÃO POR FORMATO Guia para Produção Comercial clicrbs ESPECIFICAÇÕES DE CRIAÇÃO POR FORMATO O Guia de Criação clicrbs apresenta as Etapas de Configuração a serem seguidas e as especificações de cada formato comercial,

Leia mais

MÍDIA KIT www.ne1o.com.br

MÍDIA KIT www.ne1o.com.br MÍDIA KIT www.ne1o.com.br Abrangência e audiência PÚBLICO Feminino Masculino 6O% 4O% 25-34 anos 35-44 anos 18-24 anos 55-64 anos 45-54 anos Mais de 65 anos 29,3% 19,8% 18,7% 14,9% 12,6% 4,3% Fonte: Google

Leia mais

RELEASE. Garota Pin-up www.garotapinup.com.br. O projeto Garota Pin-up é uma referência no universo Pin-up do Brasil. contato@garotapinup.com.

RELEASE. Garota Pin-up www.garotapinup.com.br. O projeto Garota Pin-up é uma referência no universo Pin-up do Brasil. contato@garotapinup.com. RELEASE Garota Pin-up www.garotapinup.com.br O projeto Garota Pin-up é uma referência no universo Pin-up do Brasil. contato@garotapinup.com.br Garota Pin-up www.garotapinup.com.br O projeto Garota Pin-up

Leia mais

RELEASE F-STORE v. 3.0.0.0

RELEASE F-STORE v. 3.0.0.0 Curitiba (2015) ÍNDICE Aumento de performance no carregamento de imagens Assinatura de produtos Barra de busca flutuante Boleto como imagem Cadastro de cliente com Double opt-in Cadastro de SEO Carrinho

Leia mais

Capítulo 1 Por que Google Marketing?

Capítulo 1 Por que Google Marketing? Capítulo 1 Por que Google Marketing? O Google modificou substancialmente a maneira como o mercado lida com a informação e informação, na nossa sociedade pós terceira onda, é tudo. Do dinheiro ao eletrodoméstico,

Leia mais

PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB

PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB PROGRAMA DE TREINAMENTOS IAB PLANEJAMENTO E GESTÃO DE MÍDIA ONLINE Módulos 5 e 6: Dinâmica de planejamento, negociação e compra de Mídia Online Data / Horário: 20 de julho 2013 - das 08:30h as 12:30h PROGRAMA

Leia mais

Por que o display importa. A Rede de Display do Google. A Rede de Display do Google.Por que o display importa.

Por que o display importa. A Rede de Display do Google. A Rede de Display do Google.Por que o display importa. A Rede de Display do Google.Por que o display importa. Roteiro. Por que anunciar online? O que é a Rede de Display do Google? Ciclo de compra do cliente Por quê a Rede de Display do Google? Selecionando

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos para campanhas publicitárias (Advergames) e jogos para treinamento/educação.

Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos para campanhas publicitárias (Advergames) e jogos para treinamento/educação. A VIRTUALIZE A Virtualize Interatividade Digital é uma Agência Digital, especializada na produção de conteúdos multimídia com rico grau de interatividade. Principais Serviços Desenvolvimento de Jogos Eletrônicos

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

AQUI VOCÊ ENCONTRA! (67) 9674-5519 Salas comerciais, veículos, imóveis, serviços, produtos, ofertas, eventos e muito mais...

AQUI VOCÊ ENCONTRA! (67) 9674-5519 Salas comerciais, veículos, imóveis, serviços, produtos, ofertas, eventos e muito mais... Quem somos: O site msfacil.com.br, foi criado posteriormente do site ivifacil.com.br, que atendia somente a cidade de Ivinhema. Desde a criação do Ivifácil, já ocorria à expectativa para expansão do site,

Leia mais

MediaKit www.midiatismo.com.br 2013/2

MediaKit www.midiatismo.com.br 2013/2 MediaKit www.midiatismo.com.br 2013/2 Sobre o blog Criado em Março de 2010, o blog tem o objetivo de compartilhar conhecimento e notícias sobre marketing digital e comunicação digital. Mas o blog não fala

Leia mais

Curso Gestão em Marketing Digital. Rua Helena, 170, Cj. 64 Vila Olímpia CEP 04552-050 São Paulo/SP Tel: (11) 3031-1131

Curso Gestão em Marketing Digital. Rua Helena, 170, Cj. 64 Vila Olímpia CEP 04552-050 São Paulo/SP Tel: (11) 3031-1131 Curso Gestão em Marketing Digital 04552050 30311131 Sobre a Escola Somos a primeira escola especializada em cursos para Comércio Eletrônico e Marketing Digital. Estamos há mais de seis anos no mercado

Leia mais

Estratégias de Marketing Digital

Estratégias de Marketing Digital Estratégias de Marketing Digital @SandraTurchi www.sandraturchi.com.br Palestrante SANDRA TURCHI Sócia-diretora Executiva de Marketing por mais de 20 anos em diversos setores. Empresas: Dresser-Jeffrey,

Leia mais

Pós-Graduação em Marketing Digital MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso março 2011. ESPM Unidade Porto Alegre

Pós-Graduação em Marketing Digital MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso março 2011. ESPM Unidade Porto Alegre Pós-Graduação em Marketing Digital MANUAL DO CANDIDATO Ingresso março 2011 ESPM Unidade Porto Alegre Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51) 3218-1400

Leia mais

Você está prestes a aumentar suas vendas e fortalecer a sua marca através da comunicação com Fabricantes, Importadores, Distribuidores, Lojistas,

Você está prestes a aumentar suas vendas e fortalecer a sua marca através da comunicação com Fabricantes, Importadores, Distribuidores, Lojistas, Você está prestes a aumentar suas vendas e fortalecer a sua marca através da comunicação com Fabricantes, Importadores, Distribuidores, Lojistas, Concessionárias e representantes comerciais de todo país.

Leia mais

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013

7 Passos para um e-commerce de Sucesso. André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 7 Passos para um e-commerce de Sucesso André Lucena Diretor de Negócios e Operaçoes 18.Out.2013 MERCADO DE E- COMMERCE PORQUE INVESTIR... Crescimento 20,3% Crescimento 24,4% 354% R$ 770 Milhões 117%

Leia mais

A FOLHA.com possui sites alternativos buscando assim trazer maior variedade de conteúdo:

A FOLHA.com possui sites alternativos buscando assim trazer maior variedade de conteúdo: O primeiro jornal em tempo real em língua portuguesa. Traz a credibilidade e princípios editoriais do Grupo Folha; O site também possui versão exclusiva para plataformas mobile, ipad e versão digital,

Leia mais