INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO I.S.E DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA RAMO EDUCACIONAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO I.S.E DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA RAMO EDUCACIONAL"

Transcrição

1 INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO I.S.E DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LICENCIATURA EM INFORMÁTICA RAMO EDUCACIONAL Autor: David Jorge Gonçalves Moreira Orientador: Eng. José Lino Teixeira Co-Orientador: Eng. Nuno Levy Palmarejo, 19 de Novembro de 2012

2 David Jorge Gonçalves Moreira Implementação e Utilização das NTICs na Escola Secundária de São Domingos Licenciatura em Informática Ramo Educacional ISE, Junho 2007

3 David Jorge Gonçalves Moreira Implementação e Utilização das NTICs na Escola Secundária de São Domingos Monografia apresentada ao ISE sob a orientação do Eng.º José Lino Teixeira e co-orientação do Eng.º Nuno Levy como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Licenciatura em Informática Ramo Educacional ISE, Junho 2007 ii

4 David Jorge Gonçalves Moreira Implementação e Utilização das NTICs na Escola Secundária de São Domingos Monografia apresentada, julgada e aprovada pelo Corpo Docente do Departamento de Ciência e Tecnologia do Instituto Superior de Educação, como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Licenciatura em Informática Ramo Educacional O Júri, Praia, aos de de 2007 iii

5 Agradecimentos Em primeiro lugar quero agradecer a todas as pessoas que colaboraram comigo, quer directa ou indirectamente, para que a realização desse trabalho seja uma realidade. Aos meus colegas (alunos do curso de Licenciatura em Informática Ramo educacional), o meu muito obrigado pelo apoio e a colaboração durante estes cinco longos anos de trabalho em condições nem sempre as melhores. Um agradecimento especial, aos Engenheiros José Lino Teixeira e Nuno Levy, professores, Orientador e Co-Orientador respectivamente deste trabalho, pela forma como me têm orientado nesse trabalho. A todos os professores do curso de Licenciatura em Informática Ramo Educacional, pela paciência e apoio que nos tem prestado durante estes cinco anos. Quero ainda, agradecer ao Dr. Moisés Pereira Semedo, pela sua paciência e a forma como colaborou comigo na elaboração deste trabalho. Aos meus familiares, um muito obrigado! Em especial aos meus pais João Vaz Mendes Moreira e Maria Fernandes Gonçalves pelo apoio que me concederam, que sem os quais não conseguiria chegar a esse ponto. David Moreira iv

6 RESUMO Este trabalho foi desenvolvido no âmbito do curso de licenciatura em Informática Ramo Educacional, como sendo um dos requisitos para a obtenção do grau de licenciado. Trata-se de uma investigação sobre a Implementação e Utilização das NTICs na Escola Secundária de São Domingos. O presente trabalho, para além fazer uma analise da implementação e da utilização das NTICs na Escola Secundária de São Domingos, bem como o seu impacto no dia-a-dia da escola, retrata também alguns temas relacionados com as NTICs, como é o caso da Internet e os seus serviços; redes de computadores, destacando os diferentes meios de transmissão, o modelo de referência OSI e o modelo TCP/IP; a topologia e tecnologias de redes e os equipamentos de redes. E por fim, faz uma proposta de implementação de uma rede local para a referida escola. Palavras Chave: NTIC; Internet; Redes de Computadores; Educação; v

7 Acrónimos ESSD Escola Secundária de São Domingos. FTP File Transfer Protocol protocolo de transferência de ficheiros. IEEE Institute of Electrical and Electronics Engineers IRC Internet Rrealy Protocol LAN Local Area Network rede de área local. MAC Media Access Control. NTI Novas Tecnologias de Informação. NTIC Novas Tecnologias de Informação e Comunicação. TCP/IP Transmission Control Protocol/Internet Protocol protocolo de controle de transmissão. TIC Tecnologias de Informação e Comunicação Wireless Redes de comunicação Sem Fio vi

8 Índice Página de Rosto.... ii Página de Júri... iii Agradecimentos... iv Resumo. v Acrónimos vi Capítulo I INTRODUÇÃO...1 Capítulo II NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Internet O que é a Internet? A Evolução da Internet O Surgimento da Web Serviços da Internet (Electronic mail) Telnet Web FTP (File Transfer Protocol) Transferência de ficheiro Mensagem instantânea Lista de correio e discussão Newsgroup Utilização Comunicação Pesquisas elearning ebanking ecommerce Videoconferência Jogos e lazeres on-line Redes Funcionamento de Internet Segurança...14 Capítulo III REDES DE COMPUTADORES Conceitos de redes...15 Comunicação...15 A. Par de fios entrançados (ou par entrelaçado)...16 B. Cabo coaxial...21 C. Fibra Óptica...22 D. Transmissão via Rádio...23 E. O Satélite Os Modelos protocolares O modelo OSI As camadas do modelo OSI...25 Camada Aplicação...25 Camada Apresentação...26 Camada Sessão...26 Camada Transporte...26 Camada Rede...26 Camada de Ligação de Dados...26 Camada Física O modelo TCP/IP...26 vii

9 Camada Aplicação...27 Camada Transporte (TCP/UDP)...27 Camada Internet (IP)...28 Camada de acesso à Rede (Hardware) Topologia Física/Lógica Barramento Estrela Anel Malha Wireless (Sem Fios) Tecnologias de redes Ethernet Token Ring ISDN (Integrated Services Digital Network) Frame Relay FDDI (Fiber Distributed Digital Interface) ATM (Asynchronous Transfer Mode) Equipamentos de redes Modems Placa de Rede Repetidor Hub Switch Bridge Router...40 Capítulo IV Escola Secundária de São Domingos Enquadramento Caracterização da Escola Secundaria de São Domingos A introdução da NTIC na ESSD Proposta de implementação de uma LAN Projecto físico de rede Projecto Lógico da rede Algumas Descrições do projecto físico/lógico Alguns serviços a serem disponibilizados Partilha de impressora e outros recursos Partilha de softwares e de acesso à Internet Partilha de directórios Serviço de informação interna...53 Conclusão...55 Sugestões...57 Referências Bibliográficas...58 GLOSSÁRIO...60 ANEXOS...64 Anexo viii

10 Índice de Figuras Figura 1 Esquema de comunicação Figura 2 Par entrançado Figura 3 Categoria do cabo UTP Figura 4 Cabo UTP com 8 pinos Figura 5 Fazendo a combinação de fios Figura 6 conector RJ Figura 7 Alicate de Crimpe Figura 8 Combinação para par entrançado Figura 9 Combinação para cabo Crossover Figura 10 Cabo Coaxial Figura 11 Fibra Óptica Figura 12 Comunicação entre dois computadores respeitando o modelo OSI Figura 13 Modelo TCP/IP Figura 14 Modelo TCP/IP e suas camadas.. 27 Figura 15 Topologia Bus Figura 16 Topologia em Estrela Figura 17 Topologia em Anel Figura 18 Topologia em Malha Figura 19 Rede Wirelesss Ad-Hoc Figura 20 Rede Wirelesss Multiponto Figura 21 modelo de uma Placa de rede (NIC) Figura 22 Tráfego numa rede com Hub Figura 23 Switch Figura 24 Dois redes ligadas através de uma Bridge Figura 25 Escola Secundária de São Domingos.. 43 Figura 26 projecto físico (3º piso) Figura 27 projecto físico (2º piso) Figura 28 projecto físico (1º piso) Figura 29 projecto lógico ix

11 Introdução Capítulo I INTRODUÇÃO O conceito de Tecnologias de Informação e Comunicação surge enquanto conjunto de conhecimentos, reflectidos quer em equipamentos e programas, quer na sua criação e utilização a nível pessoal, educacional e empresarial. Das várias ferramentas, métodos e técnicas que coexistem nas escolas no domínio das Tecnologias de Informação, o computador destaca-se na medida em que é o elemento em relação ao qual existe uma maior interacção com a componente humana. É comum se referir a estas tecnologias pela sigla NTIC Novas Tecnologias de Informação e Comunicação ou, simplesmente, TIC Tecnologias de Informação e Comunicação. Cada vez mais as Tecnologias da Informação exercem um papel relevante no domínio da educação. Neste sentido, parece ser pertinente tentar compreender a sua importância, uma vez que existem inúmeras razões pelas quais as Tecnologias de Informação são introduzidas no ensino. De uma maneira geral isto pode ser encarado como uma conveniência e incentivo para facilitar, melhorar e incentivar a aprendizagem dos discentes. No ensino superior, o aumento do número de estudantes tem provocado importantes mudanças na organização do processo ensino/aprendizagem e na própria avaliação, uma vez que não tem sido acompanhado com o respectivo aumento do staff de ensino. Como consequência, novos métodos são adoptados, cabendo às Tecnologias de Informação o papel de aliviar a pressão que recai sobre esse staff de ensino, agora obrigado a enfrentar turmas numerosas, menos tempo para lidar com o aluno individualmente e, pela reformulação dos cursos, com o aumento da carga horária. Uma segunda e importante razão da aplicação das Tecnologias de Informação na aprendizagem é a capacidade de aperfeiçoar a aprendizagem dos alunos. Isto pelo facto de proporcionar aos estudantes oportunidades de desenvolver as competências exigidas pelas chefias ou pelo facto de criar o ambiente necessário à aprendizagem. Os estudantes poderão participar num mundo onde existem poucas, ou nenhumas áreas, de trabalho, que não são 1

12 Introdução influenciadas pelas NTICs e onde existem variadas formas de comunicação, o que lhes dará hoje a oportunidade de trabalhar nalguma actividade ligada a essas tecnologias. Os novos empregos passarão a exigir currículos de formação ligados à informação electrónica, bem como peritos em comunicação no ciberespaço, competências que adquirem através da educação escolar. Existem muitas formas de Tecnologias de Informação a serem aplicadas na aprendizagem. Por exemplo, para melhorar o rendimento do aluno, usando módulos de software, como a folha de cálculo, bases de dados e processadores de texto que permitem actualizar dados e informações assim como a pesquisa individual nas bases de dados ou ainda comunicar com outros estudantes ou interessados que trabalham em projectos similares. A aplicação das Tecnologias de Informação na recolha e transmissão da informação, permite também a sua utilização como intermediária na aprendizagem, através do uso do computador, quer no ensino à distância, elearning, quer na participação directa em seminários através de redes, utilizando os diversos serviços disponíveis na rede (Internet) tais como: áudio e vídeoconferência, chat, , fórum de discussão, Newsgroup, transferência de ficheiros, entre outros. Com o interesse pelo computador como suporte da aprendizagem, o potencial das redes de trabalho (tal como a Internet) tem sido explorado a nível de contributos à aprendizagem. De qualquer maneira, a agitação que rodeia as duas, Tecnologias de Informação e Educação, e a Internet em particular, reflecte-se, muitas vezes, e sob o ponto de vista tecnológico, no seu custo de funcionamento como suporte educativo. É da responsabilidade dos educadores avaliar o potencial das Novas Tecnologias em termos da sua influência na qualidade de aprendizagem e garantir que a sua aplicação efectiva seja feita usando as tecnologias apropriadas. É, hoje, consensual a importância atribuída ao acesso e à utilização das Novas Tecnologias de Informação. De facto, a utilização dos meios informáticos, constitui uma das mais evidentes marcas das sociedades actuais. Tem-se assistido nos últimos anos a um crescendo da utilização dos computadores nas escolas, numa resposta destas à explosão das Tecnologias de Informação na sociedade e à inevitável apropriação que as crianças e jovens delas fazem. Aos professores, elementos fundamentais do sistema educativo, solicita-se que dêem resposta aos novos desafios tecnológico-didácticos sem, contudo, os dotar de conhecimentos apropriados para tal. Apesar 2

13 Introdução da crescente valorização da utilização das Tecnologias da Informação e da Comunicação na escola, assiste-se, ainda, a algumas carências de formação nesta área. A par do papel lúdico e exploratório, as Novas Tecnologias assumem uma função educativa e formativa, proporcionando aos alunos, professores e escolas novas e variadas formas de ensino/aprendizagem que apostam na utilização de metodologias participativas e activas. Tendo em conta a importância das Tecnologias de Informação e Comunicação a nível global e servindo-me da minha experiência como professor da disciplina de Utilização de Computador na Escola Secundária de São Domingos, optei por desenvolver o tema Implementação e Utilização das NTIC na Escola Secundária de São Domingos com o intuito de mostrar as vantagens da utilização das NTIC (Novas Tecnologias de Informação e Comunicação) no processo de ensino e aprendizagem. Do trabalho constará ainda a componente teórica sobre o tema em questão (redes de computadores, Internet e protocolos de comunicação entre outros afins). A componente prática será a criação de uma rede local na Escola Secundária de São Domingos. Para melhor esclarecer este processo, torna-se necessário, à partida, esclarecer um conjunto de termos-chave, que são usualmente utilizados quando se fala de comunicações de dados e redes de computadores. 3

14 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação Capítulo II NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO 2.1. Internet O que é a Internet? A Internet é uma rede de redes, formada por computadores de diferentes tipos conectados entre si e utilizadores distribuídos por todo o mundo que compartilham recursos e informações. Sendo definida, de uma forma genérica, como um conjunto de computadores interligados que utilizam uma forma padrão de comunicar entre si, baseada numa pilha protocolar denominada por TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol). Actualmente, a Internet entrou definitivamente no nosso dia-a-dia e a forma rápida como nos permite comunicar com o mundo torna-a, a cada dia que passa, mais necessária A Evolução da Internet No final da década de 60, surgiu a necessidade de se interligarem alguns laboratórios norteamericanos, que colaboravam com o Departamento de Defesa, de forma a partilhar recursos e garantir que, caso algum desses laboratórios fosse destruído (vivia-se em plena época de Guerra Fria), os restantes continuariam a funcionar e a comunicar. Surgiu assim uma rede denominada por ARPANET e que possuía três pontos de ligação. A partir daí, o número de pontos de ligação com áreas científicas e académicas aumentou exponencialmente. Contudo, foi apenas nos finais dos anos 80 que a rede foi alargada a grandes empresas devido, principalmente, a interesses comerciais. Nos anos 90 essa rede passou a ser designado por Internet, ou Net, como é designada vulgarmente. Através dela tem-se acesso a tudo o que se possa imaginar, da informação à cultura, do lazer ao consumo, sempre de forma expedita, rápida, directa e objectiva. 4

15 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação O Surgimento da Web No Laboratório Europeu para Física de Partículas, localizado em Genebra na Suíça, com uma equipa liderada por Tim Berners-Lee, desenvolveu-se o ambiente que, hoje, conhecemos por World Wide Web ou WWW (Teia de Alcance Global). A ideia original era conceber uma forma de possibilitar a troca de documentos entre os físicos da instituição. Mas, essa ideia era boa demais para ficar restrita a poucas pessoas e logo foi compartilhada com a crescente comunidade internauta. Desta forma, poucos meses depois, uma equipa de estudantes universitários liderada por Marc Andreesen cria o programa de navegação web (popularmente conhecido como Browser), Mosaic e o acesso comercial à rede, literalmente, explode Serviços da Internet Estando munido dos equipamentos e das condições necessárias para o acesso à Internet, estabelece-se uma conexão com a Internet, na qual se pode usufruir dos vários serviços disponibilizado pela rede (Internet): (Electronic mail) É um serviço utilizado para envio e organização de mensagens entre utilizadores, sendo possível enviar conjuntamente com a mensagem ficheiros/documentos a ela associados, que poderão ser desde um relatório de Word, um gráfico de Excel ou até um conjunto de ficheiros eventualmente comprimidos. Para usufruir deste serviço, os utilizadores têm de ter um endereço de , que deverá ser adquirido junto de um servidor de qualquer: Hotmail, yahoo, CVTelecom, sapo, gmail, etc. Um endereço de é da seguinte forma: Sendo assim um endereço de no servidor Hotmail será da seguinte forma por exemplo: Telnet Este é um protocolo que permite a criação de sessões remotas de um servidor. Apesar de muito pouco utilizado (e conhecido) pelos habituais navegadores da WWW, é um serviço 5

16 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação muito importante, já que, ao permitir o acesso remoto, possibilita ao utilizador, por exemplo, da sua própria casa, aceder ao serviço da biblioteca da sua Universidade ou até a informações na sua empresa, uma vez que a Telnet cria uma conexão em modo terminal, o que na prática significa que é semelhante ao utilizador estar na sua empresa, no terminal do seu gabinete, a aceder ao servidor Web É actualmente o serviço mais popular da Internet devido à sua facilidade de utilização, resultante dos seguintes factores: a) Acesso à informação, através de programas denominados browsers, é feito em ambiente gráfico cuja lógica de funcionamento segue os sistemas operativos e aplicações actuais (utilização do rato, barras de botões, menus, etc.). b) A informação está organizada sobre a forma de páginas em hipertexto (HTML Hypetext Markup Language), que interage com o utilizador. Este desloca-se rapidamente entre páginas diferentes de diferentes servidores, através de conjuntos de texto ou imagens que representam ligações para outros conjuntos de informações (hypetext links). c) Utilização de capacidade multimédia. d) Biliões de páginas WWW na Internet em constante crescimento. Na WWW, a localização física dos documentos num determinado servidor é designado por URL (Uniform Resource Locator), que é um conjunto de caracteres alfanuméricos que o utilizador indica através do browser para aceder a essa informação. Exemplos: etc FTP (File Transfer Protocol) Transferência de ficheiro FTP é um protocolo de transferência de ficheiros entre dois computadores ligados directamente à Internet, por exemplo, entre um servidor e o computador pessoal de um utilizador. É muito útil para obter ficheiros (download) relacionados com suporte técnico (utilitários, drivers, ficheiros de ajuda, ), isto é, permite o download/upload de programas, documentos em arquivos, acesso remoto aos documentos, entre outras funcionalidades. 6

17 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação Mensagem instantânea Este é um outro serviço disponibilizado na Internet, que permite a troca de mensagens instantâneas; a identificação dos diferentes interlocutores; permite ainda os serviços de troca de mensagens Abertos/Fechados e a autenticação. Existem três tipos de serviços de mensagens instantâneas: o IRC, o MSN e o CHAT Lista de correio e discussão Permite organizar os contactos por listas; Exemplo: Alunos do Curso de Informática; Clientes de uma loja, etc. Ou então em grupos para troca de mensagens por ; Exemplo: Newsgroup São grupos de discussão das News, sistema de conferências aberto a todos os utilizadores, a nível mundial, organizadas na Usenet (sub-rede da Internet). Existem actualmente milhares de grupos de discussão sobre todos os temas possíveis de imaginar. É um serviço similar ao , mas com a diferença que o artigo escrito por uma pessoa não é enviado para todos os destinatários; armazenado somente no servidor à disposição de quem estiver interessado em lê-lo; estão categorizados em grupos, em que cada grupo é dedicado à discussão de um tópico particular, por exemplo, Sistema Operacional Windows (comp.windows), Celtic Culture (soc.culture.celtic), entre outros. A maioria dos grupos são "não-moderados", isto é, não existe um moderador que recebe os artigos a serem enviados para a sua aprovação antes deste ser enviado para todo o grupo. Os grupos não-moderados caracterizam se pelo grande volume de material irrelevante e hostilidade das pessoas. Aproximadamente, 5% dos grupos é que são moderados Utilização Comunicação Não há dúvidas que a Internet se tornou num dos meios de comunicação muito utilizado hoje em dia. No entanto, a Comunicação Mediada por Computador, proporcionou a extensão de 7

18 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação várias capacidades naturais. Não podemos ver somente as coisas que os nossos olhos naturalmente não vêem, como podemos interagir com elas, tocá-las em sua realidade virtual, construir o nosso próprio raciocínio não linear em cima da informação, ouvir aquilo que desejamos, conversar com quem não conhecemos. Fundamentalmente, podemos interagir com o que quisermos. Além disso, a Internet apresenta uma convergência de mídias. Através docomputador já é possível assistir televisão, ouvir rádio ou ler jornal... Enfim, todas as mídias tradicionais com o plus da interactividade. Logo, enquanto utilizadores da Rede, cada indivíduo é um emissor massivo em potencial. Pode difundir mensagens e ideias através de , chats ou mesmo em listas de discussão e websites; divulgar a sua música através da gravação da mesma num formato que seja manipulado através da Internet, ou gravar um vídeo numa câmara digital e divulgá-lo. Enfim, as possibilidades são inúmeras. Cada indivíduo é um emissor e um receptor simultaneamente na Rede Pesquisas A Internet, para além de ser utilizada como um meio de comunicação, é ainda utilizada como uma ferramenta de muita utilidade no dia-a-dia das pessoas, sobretudo dos estudantes, pesquisadores, entre outras figuras da nossa sociedade, para a realização das suas actividades diárias. É utilizada como um meio para a pesquisa, uma vez que, nessa rede existe uma infinidade de conteúdos abordados de diferente formas por diferentes personalidades, dando ao utilizador a possibilidade de escolher de entre as várias opções aí disponíveis (ou disponibilizadas). Para verificar as diferentes abordagens de um mesmo tema disponível na Internet, é só aceder a um dos motores de busca existente na Web (Ex: sapo, yahoo, google, altavista, etc.) e verificar o conjunto de resultado que lhe será apresentado como resultado dessa procura. Apesar da grande quantidade de informações aí disponíveis, o utilizador tem de ser capaz de saber diferenciar e seleccionar qual é a melhor informação ou o que lhe interessa mais de entre as várias opções, já que nem todas as informações disponibilizadas na Internet são as melhores elearning É um sistema vantajoso, visto que permite que as pessoas possam usufruir de um vasto leque de conhecimentos sem ter que estar a deslocar-se de um sítio para outro. As pessoas não só adquirem conhecimentos como também podem transmitir os seus conhecimentos a outras 8

19 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação pessoas. Para tal, só têm de ter tecnologias à disposição tais como: o acesso à Internet e as plataformas do elearning. Esse sistema permite uma maior rapidez na entrega dos documentos entre os intervenientes e evita a sua deslocação constante, uma vez que um aluno pode fazer o seu curso sem sair de casa, podendo também trocar informações com os seus professores e colegas, participar em debates e dar o seu contributo sobre um determinado tema ebanking A banca on-line (ebanking) é um dos sectores que maior impacto está a ter na Internet. O fervilhar neste sector é tão grande que se sente até alguma agressividade na tentativa de cada instituição bancária tradicional captar novos clientes ou, pelo menos, numa tentativa de não perder os antigos. Uma das estratégias para captar novos clientes são os portais financeiros. Estes portais permitem que pequenas instituições bancárias, com poucas delegações, compitam com os grandes, desde que ofereçam um bom leque de serviços on-line. De mais a mais, o custo das transacções on-line é mais baixo, pois há menos pessoal e papel envolvido, além de ser mais rápido. A maioria dos bancos vê na rede uma nova maneira de relacionar-se com os clientes, no entanto têm um difícil desafio a vencer: é a insegurança e o medo. O receio de enviar dados pessoais electronicamente é o maior entrave ao crescimento da banca on-line. A banca on-line (ebanking) permite que transacções simples como pagamentos, consultas de saldo e transferências sejam feitas sem ser necessário o cliente se deslocar fisicamente ao banco. Este serviço não traz somente vantagens para o cliente. As próprias companhias bancárias retiram benefícios, libertando a companhia para outras tarefas. Além disso, como todas as operações se efectuam em self-service (é o cliente que preenche os impressos e efectua as transacções), há menos custos na prestação dos serviços. Outro trunfo do ebanking, advém do processo de self-service e é a redução das probabilidades de erros (nome mal escrito, troca de algarismos, erro na morada), o que é vantajoso para ambas as partes ecommerce A globalização dos mercados obrigam as empresas a repensar e modificar os seus processos empresariais de forma a adaptá-los à nova realidade envolvente. Neste contexto, o comércio electrónico surge como uma ferramenta estratégica para esta redefinição dos processos de negócio, catalisando muitas vezes, essa globalização. As empresas que aderem a este conceito 9

20 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação pretendem tornar mais flexíveis e eficientes as suas actividades associadas à comercialização, alargar a sua base de clientes e melhorar a resposta às expectativas dos seus parceiros comerciais. O comércio electrónico nada mais é do que a prática de negócios pela Internet, utilizando apenas a informação para satisfazer todas as necessidades de qualquer cliente na hora que ele desejar e onde quer que ele esteja. O ebusiness é toda aplicação on-line que oferece suporte a negócios, mas que não precisa necessariamente concluir numa venda, enquanto que, o ecommerce refere-se à vendas, ou seja, é uma transacção comercial pela Internet. O comércio electrónico pode ser B2B (Business to Business), B2C (Business to Costumer) e C2C (Costumer to Costumer). Se, se vende os produtos ou serviços via Internet para um consumidor final ou seja pessoa física então trata se de um B2C; se faz vendas para uma empresa como pessoa jurídica, então está-se a falar de B2B (Business to Business) e se a transacção se efectivar entre dois consumidores, está-se na presença de um C2C (Costumer to Costumer) Videoconferência A Videoconferência é o recurso que permite que os utilizadores em locais distantes possam comunicar entre eles trocando mídias de áudio, vídeo e dados em tempo real. Este recurso vem trazer aos formandos, formadores e não só uma maior integração com outros grupos científicos distribuídos pelo mundo, facilitando e agilizando a troca de informações. Um exemplo da utilização de Videoconferência é o caso da apresentação de uma aula em que o professor e os alunos se encontram em espaços físicos diferentes, mas estando munidos dos equipamentos necessários para o acesso a esse serviço, podem trocar ideias sobre o mesmo assunto Jogos e lazeres on-line Para além das utilizações acima referidas, a Internet pode ainda ser utilizada como espaço de lazer e diversão. On-line as pessoas poderão aceder a jogos, músicas, curiosidades, horóscopos, etc. Existe uma variedade enorme de jogos na Internet, desde jogos de acção, aventuras, desportivos, casinos, jogos para maiores de idade, jogos infantis e até mesmo jogos pedagógicos. 10

21 Novas Tecnologias de Informação e Comunicação Os jogos pedagógicos são feitos com o intuito de animar o processo de ensino/aprendizagem, fornecendo uma variedade de ferramentas interactivas com animações, desenhos, cores etc. Grande parte dos pedagogos defendem que se deve apostar principalmente nos jogos de inteligência, como puzzles, cálculos matemáticos, quebra-cabeças entre outros jogos que levem o indivíduo a explorar o seu potencial intelectual. No que tange à música, existem sites que disponibilizam músicas para download, onde os utilizadores podem baixar as suas músicas preferidas. Estes mesmos sites podem ainda permitir o Upload das músicas para a disponibilização para outros utilizadores. Nas páginas de curiosidades os utilizadores irão encontrar informações curiosas que de certa forma lhes despertem algum interesse Redes Um número cada vez maior de indivíduos usam o computador para a comunicação de dados à distância. Entre dois computadores situados num mesmo departamento, entre os vários computadores de uma mesma instituição ou até em comunicações a nível internacional, a transferência de dados à distância representa uma das vertentes mais importantes da utilização de computadores e das Tecnologias de Informação e Comunicação. A comunicação de dados e as redes de computadores permitem a transferência de informação e a partilha de dados entre vários utilizadores, no interior de uma mesma escola (ou qualquer outra instituição), ou até entre distantes pontos no globo. Uma rede de computador não é nem mais nem menos do que um grupo de computadores interligados, através de um conjunto de componentes de hardware e software, que permitem a partilha de recursos e informações. Normalmente, uma rede de computadores é implantada para permitir: a partilha de programas; a partilha de periféricos (discos magnéticos, impressoras, etc.); a partilha de ficheiros de trabalho; a comunicação directa entre os utilizadores, por exemplo, através do correio electrónico. Neste contexto, as redes de computadores têm também inúmeras vantagens a nível da redução de custos e da maximização da segurança. 11

Cabo de par Trançado Micro - HUB

Cabo de par Trançado Micro - HUB Cabo de par Trançado Micro - HUB Além dos cabos sem blindagem conhecidos como UTP (Unshielded Twisted Pair), existem os cabos blindados conhecidos como STP (Shielded Twisted Pair). A única diferença entre

Leia mais

Redes de computadores e Internet

Redes de computadores e Internet Polo de Viseu Redes de computadores e Internet Aspectos genéricos sobre redes de computadores Redes de computadores O que são redes de computadores? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação

Leia mais

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores:

Vejamos, então, os vários tipos de cabos utilizados em redes de computadores: Classificação quanto ao meio de transmissão Os meios físicos de transmissão são os cabos e as ondas (luz, infravermelhos, microondas) que transportam os sinais que, por sua vez, transportam a informação

Leia mais

Guia de Estudo. Redes e Internet

Guia de Estudo. Redes e Internet Tecnologias da Informação e Comunicação Guia de Estudo Redes e Internet Aspectos Genéricos Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído através da interligação de computadores

Leia mais

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana

Placa de Rede. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. MAN (Metropolitan Area Network) Rede Metropolitana Rede de Computadores Parte 01 Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações

Leia mais

Componentes Físicos. Jun.08. Luis Garcia

Componentes Físicos. Jun.08. Luis Garcia Componentes Físicos Jun.08 Luis Garcia 1 INTRODUÇÃO 1(2) Para montar uma rede informática são necessários vários dispositivos, que ligados entre si permitem tirar partido de todas as potencialidades das

Leia mais

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br

TI Aplicada. Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br TI Aplicada Aula 05 Redes de Computadores (parte 2) Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http://www.edilms.eti.br Conceitos Básicos Equipamentos, Modelos OSI e TCP/IP O que são redes? Conjunto de

Leia mais

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede

Placa de Rede. Rede de Computadores. Tipos de Redes LAN (Local Area Network) Rede local. Placa de Rede Rede de Computadores Prof. André Cardia Email: andre@andrecardia.pro.br MSN: andre.cardia@gmail.com Placa de Rede Uma placa de rede (NIC), ou adaptador de rede, oferece capacidades de comunicações nos

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

A utilização das redes na disseminação das informações

A utilização das redes na disseminação das informações Internet, Internet2, Intranet e Extranet 17/03/15 PSI - Profº Wilker Bueno 1 Internet: A destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi assim também com nossa internet

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Conceito de Redes Redes de computadores são estruturas físicas (equipamentos) e lógicas (programas, protocolos) que permitem que dois ou mais computadores

Leia mais

Módulo 1 Introdução às Redes

Módulo 1 Introdução às Redes CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 1 Introdução às Redes Ligação à Internet Ligação à Internet Uma ligação à Internet pode ser dividida em: ligação física; ligação lógica; aplicação. Ligação física

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede :. Introdução A utilização de redes de computadores faz hoje parte da cultura geral. A explosão da utilização da "internet" tem aqui um papel fundamental, visto que actualmente quando

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores São dois ou mais computadores ligados entre si através de um meio.a ligação pode ser feita recorrendo a tecnologias com fios ou sem fios. Os computadores devem ter um qualquer dispositivo

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Já estudado... Motivação Breve História Conceitos Básicos Tipos de Redes Componentes

Leia mais

4. Rede de Computador

4. Rede de Computador Definição Uma rede de computadores é formada por um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos, interligados por um sub-sistema de comunicação, ou seja, é quando

Leia mais

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Desenvolvimento em Ambiente Web. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Desenvolvimento em Ambiente Web Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Internet A Internet é um conjunto de redes de computadores de domínio público interligadas pelo mundo inteiro, que tem

Leia mais

Noções de redes de computadores e Internet

Noções de redes de computadores e Internet Noções de redes de computadores e Internet Evolução Redes de Comunicações de Dados Sistemas Centralizados Características: Grandes Centros de Processamentos de Dados (CPD); Tarefas Científicas; Grandes

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Índice NETWORK ESSENTIALS

Índice NETWORK ESSENTIALS NETWORK ESSENTIALS Índice Estruturas Físicas... 3 Adaptador de Rede... 4 Tipos de par trançado... 5 Coaxial... 6 Tipos de cabos coaxial... 6 Fibra Óptica... 7 Tecnologias comunicação sem fios... 8 Topologias

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com 2/16 Nível Físico Tem a função de transmitir uma seqüência de bits através de um canal e comunicação. Este nível trabalha basicamente

Leia mais

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback

Meios de transmissão. Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Professor Leonardo Larback Meios de transmissão Na comunicação de dados são usados muitos tipos diferentes de meios de transmissão. A escolha correta dos meios de transmissão no projeto

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE COMUNICAÇÃO DE DADOS E REDES DE COMPUTADORES CADEIRA: INFORMÁTICA I- 1º A NO ANO LECTIVO: 2001/2002 DOCENTES: LUÍS BAPTISTA JOEL

Leia mais

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor Rede de Computadores Arquitetura ClienteServidor Coleção de dispositivos de computação interconectados que permitem a um grupo de pessoas compartilhar informações e recursos É a conexão de dois ou mais

Leia mais

Internet. O que é a Internet?

Internet. O que é a Internet? O que é a Internet? É uma rede de redes de computadores, em escala mundial, que permite aos seus utilizadores partilharem e trocarem informação. A Internet surgiu em 1969 como uma rede de computadores

Leia mais

T ecnologias de I informação de C omunicação

T ecnologias de I informação de C omunicação T ecnologias de I informação de C omunicação 9º ANO Prof. Sandrina Correia TIC Prof. Sandrina Correia 1 Objectivos Aferir sobre a finalidade da Internet Identificar os componentes necessários para aceder

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal:

Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Emissor: Receptor: Meio de transmissão Sinal: Redes - Comunicação Comunicação é o ato de transmissão de informações de uma pessoa à outra. Comunicação sempre foi, desde o início dos tempos, uma necessidade humana buscando aproximar comunidades distantes.

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 06 Prof. Fábio Diniz Na aula anterior ERP Enterprise Resource Planning Objetivos e Benefícios ERP Histórico e Integração dos Sistemas

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Rede É um conjunto de computadores chamados de estações de trabalho que compartilham recursos de hardware (HD,

Leia mais

Tecnologia da Informação Apostila 02

Tecnologia da Informação Apostila 02 Parte 6 - Telecomunicações e Redes 1. Visão Geral dos Sistemas de Comunicações Comunicação => é a transmissão de um sinal, por um caminho, de um remetente para um destinatário. A mensagem (dados e informação)

Leia mais

Comunicações por Computador

Comunicações por Computador Comunicações por Computador António Nabais Grupo de Sistemas e Tecnologias de Informação Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico do Cávado e do Ave anabais@ipca.pt 2006/2007 Componentes de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Redes de Computadores 3º Ano / 1º Semestre Eng. Electrotécnica Ano lectivo 2005/2006 Sumário Sumário Perspectiva evolutiva das redes telemáticas Tipos de redes Internet, Intranet

Leia mais

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos

Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Capítulo VI Telecomunicações: Redes e Aplicativos Uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Se interligarmos

Leia mais

INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing

INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing Docente (Teóricas): Eng.º Vitor M. N. Fernandes E-mail: vmnf@yahoo.com Web: http://www.vmnf.net/ipam Aula 13 Sumário Comunicação de Dados,

Leia mais

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão

O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento. Padrões. Padrões. Meios físicos de transmissão O que é uma rede industrial? Redes Industriais: Princípios de Funcionamento Romeu Reginato Julho de 2007 Rede. Estrutura de comunicação digital que permite a troca de informações entre diferentes componentes/equipamentos

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts

Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts Na Classe A Temos um numero menor de redes e um numero maior de hosts Multicast: Ex; Precisamos enviar mensagem para grupo de computadores. Atualizar antivirus Para 70 maquinas, criamos um grupo multicast

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Comunicação entre computadores o Modelo OSI

Comunicação entre computadores o Modelo OSI Comunicação entre computadores o Modelo OSI Antes de avançar, vamos ver o significado de alguns conceitos. A nível das tecnologias de informação, há um conjunto de normas, padrões e protocolos que são

Leia mais

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES

1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES 1. AULA 1 - INTRODUÇÃO À REDES DE COMPUTADORES Objetivos da Aula Aprender os conceitos básicos para compreensão das próximas aulas. Na maioria dos casos, os conceitos apresentados serão revistos com maior

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET

ICORLI INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO E OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS E INTERNET 2010/2011 1 Introdução às redes e telecomunicações O que é uma rede? Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática Aula 06 Redes de Computadores francielsamorim@yahoo.com.br 1- Introdução As redes de computadores atualmente constituem uma infraestrutura de comunicação indispensável. Estão

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

É uma rede mundial de computadores ligados entre si. INTERNET

É uma rede mundial de computadores ligados entre si. INTERNET INTERNET O QUE É A INTERNET? O QUE É NECESSÁRIO PARA ACEDER À INTERNET? QUAL A DIFERENÇA ENTRE WEB E INTERNET? HISTÓRIA DA INTERNET SERVIÇOS BÁSICOS DA INTERNET 2 1 INTERCONNECTED NETWORK INTERNET A Internet

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora

Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora Exercícios do livro: Tecnologias Informáticas Porto Editora 1. Em que consiste uma rede de computadores? Refira se à vantagem da sua implementação. Uma rede de computadores é constituída por dois ou mais

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial

Sistemas de Informação Gerencial Sistemas de Informação Gerencial Aula 06 Prof.ª Bruna Patrícia da Silva Braga Infraestrutura de TI: Redes de Computadores Redes de Computadores Conjunto de computadores e periféricos ligados entre si através

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Por que redes de computadores? Tipos de redes Componentes de uma rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 Quando o assunto é informática, é impossível não pensar em

Leia mais

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01

UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 UNICE Ensino Superior Introdução a Redes de Computadores Aula 01 PROFESSOR: Hiarly Alves Rodrigues Paiva Introdução a Redes de Computadores FACULDADE UNICE Fortaleza CE Ementa Introdução. Topologias de

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 04. Meios Físicos de Transmissão Prof. Ronaldo Introdução n

Leia mais

Redes de Comunicação Modelo OSI

Redes de Comunicação Modelo OSI Redes de Comunicação Modelo OSI Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia, Electrónica, Telecomunicações e Computadores Redes de Computadores Processos que comunicam em ambiente

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

CABE DE REDE. Abaixo segue uma descrição de todas as categorias de cabos de par trançado existentes:

CABE DE REDE. Abaixo segue uma descrição de todas as categorias de cabos de par trançado existentes: CABE DE REDE Existem basicamente 3 tipos diferentes de cabos de rede: os cabos de par trançado (que são, de longe, os mais comuns), os cabos de fibra óptica (usados principalmente em links de longa distância)

Leia mais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais

Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais Rede de Computadores Modulo I Conceitos Iniciais http://www.waltercunha.com Bibliografia* Redes de Computadores - Andrew S. Tanenbaum Editora: Campus. Ano: 2003 Edição: 4 ou 5 http://www.submarino.com.br/produto/1/56122?franq=271796

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri

Redes de Computadores. Prof. Dr. Rogério Galante Negri Redes de Computadores Prof. Dr. Rogério Galante Negri Rede É uma combinação de hardware e software Envia dados de um local para outro Hardware: transporta sinais Software: instruções que regem os serviços

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais

Administração de Sistemas de Informação Gerenciais Administração de Sistemas de Informação Gerenciais UNIDADE V: Telecomunicações, Internet e Tecnologia Sem Fio. Tendências em Redes e Comunicações No passado, haviam dois tipos de redes: telefônicas e redes

Leia mais

Glossário de Redes de Computadores

Glossário de Redes de Computadores Glossário de Redes de Computadores 10Base-2 Ethernet - uma implementação da tecnologia Ethernet, com velocidades até 10Mbps e transmissão através de cabo coaxial com comprimento máximo de 185 metros por

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos

REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Administração de Empresas 2º Período Informática Aplicada REDES DE COMPUTADORES LAN e WAN: Topologias e Equipamentos Prof. Sérgio Rodrigues 1 INTRODUÇÃO Introdução Este trabalho tem como objetivos: definir

Leia mais

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores

ATIVIDADE 1. Definição de redes de computadores ATIVIDADE 1 Definição de redes de computadores As redes de computadores são criadas para permitir a troca de dados entre diversos dispositivos estações de trabalho, impressoras, redes externas etc. dentro

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO

Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Apresentação de REDES DE COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos MÓDULO VI Programação de Sistemas de Comunicação Duração: 30 tempos Conteúdos 2 Construção

Leia mais

Redes de Comunicações. Redes de Comunicações

Redes de Comunicações. Redes de Comunicações Capítulo 0 Introdução 1 Um pouco de história Século XVIII foi a época dos grandes sistemas mecânicos Revolução Industrial Século XIX foi a era das máquinas a vapor Século XX principais conquistas foram

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Elementos da Comunicação Origem da mensagem ou remetente; O canal meio físico; Destino da mensagem ou receptor; Rede de dados ou redes de informação são capazes de trafegar diferentes

Leia mais

Meios de transmissão. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006

Meios de transmissão. Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Redes de Computadores Meios de transmissão Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Meios de transmissão Redes de Computadores 1 Meios de transmissão Asseguram

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF LISTA DE EXERCÍCIOS

CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF LISTA DE EXERCÍCIOS CENTRO EDUCACIONAL FUCAPI LYNALDO CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE CEEF ALUNO(A): MATRÍCULA: COMPONENTE CURRICULAR: SISTEMA DE REDE WIRELESS PROFESSOR(A): Marcelo Mendes DATA: 04 07 2011 TURMA: LISTA DE EXERCÍCIOS

Leia mais

REDES INTRODUÇÃO À REDES

REDES INTRODUÇÃO À REDES REDES INTRODUÇÃO À REDES Simplificando ao extremo, uma rede nada mais é do que máquinas que se comunicam. Estas máquinas podem ser computadores, impressoras, telefones, aparelhos de fax, etc. Ex: Se interligarmos

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET

ICORLI. INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET INSTALAÇÃO, CONFIGURAÇÃO e OPERAÇÃO EM REDES LOCAIS e INTERNET 2010/2011 1 Tipos de Cabos Cabos eléctricos São cabos, normalmente fabricados em cobre (ou de outro material condutor), que transmitem os

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES LAN MAN WAN - Prof. Airton / airton.ribeiros@gmail.com - Prof. Altenir / altenir.francisco@gmail.com 1 REDE LOCAL LAN - Local Area Network

Leia mais

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica Meios físicos de transmissão Objetivos: 1 - Definir os termos referentes a cabeamento. 2 - Identificar os principais tipos de cabos de rede. 3 - Determinar o tipo de cabeamento apropriado para cada tipo

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES

REDE DE COMPUTADORES SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL REDE DE COMPUTADORES Tecnologias de Rede Arquitetura Prof. Airton Ribeiro de Sousa E-mail: airton.ribeiros@gmail.com 1 A arquitetura de redes tem como função

Leia mais

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para

Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Prof. Edson Maia Graduado em Web Design e Programação Bacharel e Licenciado em Geografia Especialista em Gestão Ambiental Complementação para Magistério Superior Especialista em Docência para Educação

Leia mais

Tecnologia da Informação e Comunicação. Euber Chaia Cotta e Silva

Tecnologia da Informação e Comunicação. Euber Chaia Cotta e Silva Tecnologia da Informação e Comunicação Euber Chaia Cotta e Silva Redes e a Internet Conceitos Básicos 01 Para que você possa entender o que é e como funciona a Internet é necessário primeiro compreender...

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

Topologias e abrangência das redes de computadores. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com

Topologias e abrangência das redes de computadores. Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Topologias e abrangência das redes de computadores Nataniel Vieira nataniel.vieira@gmail.com Objetivos Tornar os alunos capazes de reconhecer os tipos de topologias de redes de computadores assim como

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Uma rede de computadores é um sistema de comunicação de dados constituído através da interligação de computadores e outros dispositivos, com a finalidade de trocar informação e partilhar

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme

09/06/2011. Profª: Luciana Balieiro Cosme Profª: Luciana Balieiro Cosme Revisão dos conceitos gerais Classificação de redes de computadores Visão geral sobre topologias Topologias Barramento Anel Estrela Hibridas Árvore Introdução aos protocolos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Introdução Redes de Computadores é um conjunto de equipamentos que são capazes de trocar informações e compartilhar recursos entre si, utilizando protocolos para se comunicarem e

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais