pacotes que chegam à máquina destinatária mensagens são divididas em pequenas parcelas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "pacotes que chegam à máquina destinatária mensagens são divididas em pequenas parcelas"

Transcrição

1 Rede Internet Origem ARPA (U.S Defense Department's Advanced Research Projects Agency) nos anos 60 Projeto de interconexão dos comptadores das principais institições de pesqisa, ensino e governamentais Objetivo: em caso de ataqe nclear, encontrar m sistema de rede de informação qe seja capaz de se ato-configrar caso ma das malhas venha a não fncionar Sistema foi chamado de ARPAnet (isto é rede da ARPA). fornecia apenas serviços básicos de correio eletrônico e transferência de arqivos 9 2 Arqitetra Internet Arqitetra Internet Para transmissão mensagens são divididas em peqenas parcelas pacotes cada parcela é repetidamente acondicionada (empacotada) a medida qe segem o se caminho invólcros são bits adicionais colocados à frente e atrás da parcela Rede Na recepção pacotes qe chegam à máqina destinatária são pacotes acondicionados dentro de otros pacotes pacotes aninhados são desempacotados por cada nível até qe as parcelas sejam remontadas e enviadas ao módlo de software adeqado Rede Arqitetra Internet Arqitetra Internet oferece aos softwares do sário o acesso à Internet são softwares tilitários rotinas qe são sadas como ferramentas pelas aplicações tradicionais protocolos e serviços padronizados de comnicação para as tarefas mais comns na rede o correio eletrônico (SMTP), a conexão remota (TELNET) e a transferência de arqivo (FTP), entre otros Rede Para sar serviços da rede ela necessita especificar o endereço do destinatário sa o serviços de nome para tradzir os endereços mnemônicos para os endereços nméricos da rede Rede

2 Arqitetra Internet Arqitetra Internet Na recepção da mensagem e endereço divide a mensagem em segmentos de tamanho compatível com as especificações da camada de transporte acrescenta números de seqüência aos segmentos anexa o endereço destinatário despacha o pacote para o nível de rede Ofereces serviços de transferência de dados fim-a-fim entre aplicações Principais protocolos: TCP (Transport Control Protocol) UDP (User Datagram Protocol) Rede TCP (Transmission Control Protocol) Forma, jntamente com IP o par TCP/IP Realiza fnções de transporte: Decomposição das mensagens em pacotes Nmeração dos pacotes Controle de erros de transmissão UDP (User Datagram Protocol) modo sem conexão e possi fncionalidades bem mais simplificadas qe o TCP para o so em redes de alta qalidade Rede Arqitetra Internet Arqitetra Internet Rede Serviços e protocolos assegram o poder de conectividade da Internet Fnção: interconexão de diversas redes Adotado o protocolo IP implementa m serviço de comnicação sem conexão, baseado em comtação de mensagens implementa m mecanismo de roteamento das mensagens permite qe programas de aplicação troqem informações mesmo qe estejam exectando em estações conectadas a redes completamente diferentes Rede Rede Endereço IP: endereços compostos de 4 valores, menores qe 255 Sbrede Exemplo: Máqina (host) Rede Arqitetra Internet Arqitetra Internet Rede Responsável pelo despacho dos pacotes acrescentando m endereço destinatário intermediário a cada pacote Se o destinatário final do pacote estiver dentro da rede corrente endereço destinatário é ma dplicata do último endereço destinatário tilizado Se o destinatário final do pacote não estiver na rede corrente endereço anexado será o roteador da rede corrente Rede Não define m padrão próprio de protocolo objetivo é acomodar os diversos tipos de rede existentes é possível tilizar padrões de redes locais o protocolos proprietários Rede

3 Sistema de Nomes Endereços IP Serviços TCP/IP tilizam endereços IP para identificar hosts e roteadores na Internet p.e.: TCP/IP necessitam qe o sário o aplicação forneçam endereços IP Problema: Usários tinham dificldades para memorizar os endereços IP Solção: identificar os comptadores por nomes m serviço de nome para para associar nome a endereço IP 9 13 Sistema de Nomes Otro problema: Nomes de Hosts e Roteadores devem ser únicos na rede Solção Inicial: O NIC (Network Information Center) registrava todos os nomes e endereços nomes eram simples e escolhidos para serem únicos enviados reglarmente em m arqivo (hosts) para todos as as máqinas da rede no pedido do serviço, o comptador consltava o arqivo hosts para encontrar o endereço Com o crescimento da Internet: difícil e demorado para obter m nome único mito tempo era gasto para transmitir o arqivo hosts Era necessário m sistema on-line 9 14 DNS ( Domain Name System) Definição projeto Internet qe defini m serviço de nome baseado em m espaço de nomes hierárqicos Nome DNS é hierárqico similar ao sistema de números de telefone código do país, código da área, código do bairro e código da linha na Internet: m nome do comptador qe é parte de ma organização, qe faz parte de grpo de organizações relacionadas, qe está em m país DNS ( Domain Name System) Controle de nome é distribído Raiz baseado em ma árvore de nomes Cada nível no sistema de nomes é m Domínio otros países br org com ed gov ma organização controla ma sessão da árvore fsc é livre para alterar a árvore em sa sessão Nomes de comptadores www Domínios são separados por ponto: x.cso.ic.ed, Controle de nomes é local cada organização cria o nome sem pedir a ningém adiciona o novo nome para sa participação na base de dados mndial DNS: Conslta ao nome de Domínio A tradção do nome é atomática qando m nome é referenciado, o sistema faz a bsca e tradção do nome para endereço Lista de nomes de ma organização mantida disponível à Internet em servidores de nome DNS cada comptador deve conhecer o endereço IP do servidor DNS local (ponto de partida para pedidos de tradção) 9 17 DNS ( Domain Name System) Procedimento para transladar nome em endereço comptador pede resolção de endereço ao servidor DNS local (p.e. servidor local pode: conhecer o endereço está na parte do servidor local da base de dados mndial algém já pedi pelo mesmo endereço recentemente não conhecer o endereço envia pedido ao servidor contendo o espaço de nome.br retorna o endereço do servidor para o domínio fsc.br o pedido é enviado para o servidor de nome para fsc.br retorna o endereço IP de 9 18

4 Obtenção de arqivos na Internet Diferentes aplicações textos oficiais, artigos, receitas software (navegadores, anti-virs, compactadores, etc.) etc... A máqina deve sportar o protocolo FTP arqivos FTP 9 19 Das formas de se conectar a m servidor FTP forma atenticada (nome do sário e password) direitos de acesso do sário forma anônima Na forma anônima Nome de login: anonymos Password: Têm-se acesso a repositórios públicos de arqivos qalqer pessoa pode acessar não é preciso cadastrar-se Direitos atorais: repositórios públicos contém apenas arqivos em domínio público 9 20 Programa FTP Implementa o protocolo FTP Existem várias implementações fornecendo interfaces gráficas o não Forma não gráfica (Unix, DOS) Conectando a ma máqina: ftp nome -damáqina-remota Transferindo arqivos: comandos get e pt ftp> get arqivo-fonte [arqivo-destino] ftp> pt arqivo-fonte [arqivo-destino] Exemplo de transferência de arqivo: ftp> get comentario 200 PORTcommand sccessfl. 150 ASCII data connectionfor comentario ( ,3516) (1588 bytes) 226 ASCII Transfer complete bytes receivedin 0.052seconds (30 Kbytes/s) ftp> qit 221Goodbye Conhecendo o conteúdo das máqinas via ftp ftp> dir [nome-do-diretório] [nome-do-arqivo] ftp> ls [nome-do-diretório] [nome-do-arqivo] Trabalhando com diretórios ftp> lcd [nome-do-diretório] ftp> cd [nome-do diretório] ftp> pwd /home/vens/willrich (Local) (Remoto) (Diretório remoto atal) Transferência de arqivos de texto (ASCII) e binários ftp> binary 200 Type set to I. ftp> ascii 200 Type set to A. Exemplos de arqivos e modos de transferência Binários bases de dados, processadores de texto, compactados, imagens e gráficos, etc... ASCII texto, mensagens de correio eletrônico, PostScript, etc

5 FTP Anonymos Modo para acesso a qaisqer sários a arqivos disponíveis na rede Fazendo FTP no ambiente gráfico WS_FTP Pro % ftp ftp.inf.fsc.br Connectedto ftp.inf.fsc.br. 220 hipolita FTP server ready. Name (willrich.inf.fsc.br:willrich): anonymos 331Gest login ok, send address as password. Password: inf.fsc.br 230Gest login ok, access restrictions apply. Mesmos comandos qe o ftp comm Possibilidade de inscesso na conexão devido ao excesso de sários Fazendo FTP no ambiente gráfico WS_FTP Explorer Fazendo FTP com o Netscape Navigator FTP S Com o SSH Secrite Shell FTP não anônimo é m serviço insegro sa senha estará circlando sem criptografia na rede!!!

6 Telnet Telnet Permite a m sário em m comptador conectar-se (logar-se) a otros comptadores na Internet mesmo laboratório; mesmo camps; otra cidade; otro país. Conectado, a sa máqina emla m terminal da máqina remota Comando: telnet nome-da da-máqina -remota Exemplo: telnet vens.inf inf.fsc.br 9 31 Fncionamento do Telnet Das aplicações envolvidas: cliente e servidor Papel do cliente: cria conexão TCP com o servidor recebe dados de entrada do sário adapta os dados de entrada nm formato padrão para transmissão recebe dados de saída do servidor nm formato padrão formata dados de saída para exibição no terminal cliente Formato do sistema cliente Terminal Virtal de Rede servidor Formato do sistema servidor 9 32 Telnet Fncionamento do Telnet Telnet Exemplo: Telnet do Windows 95 Papel do servidor: informa os softwares da rede a disponibilidade para aceitar conexões agarda ocorrência de ma solicitação de serviço se possível, atende a solicitação envia resltado para o cliente nm formato padrão entra em processo de espera Servidor deve estar apto a aceitar a conexão de inúmeros clientes exectando nma mesma máqina o em máqinas diferentes TELNET SSH TELNET é m serviço insegro secre shell client (remote login program) torna a comnicação segra sa senha estará circlando sem criptografia na rede!!!

7 Serviço tilizado pela maior parte dos sários da Internet (iniciação de sários) Utilidade do correio eletrônico: meio de comnicação intermediário ao telefone e correio tradicional velocidade moderada assíncrono formalidade moderada (informal) segrança baixa mensagens Composição das mensagens de correio eletrônico (netiqette( netiqette) escrever apenas informações qe possam ser de conhecimento público mensagens eletrônicas não são segras evitar mensagens absivas o arrogantes podem casar desligamentos da rede tomar cidado com a interpretação do qe você fala na otra extremidade informalismos demasiados podem levar a más interpretações textos não possibilitam a transmissão de emoções so de smily faces p.e. :-) :-(( ;-) :-( Composição das mensagens de correio eletrônico (regras úteis) limitar o tamanho das linhas (< 60 caracteres) para qe possa ser lida em qalqer tipo de terminal fazer so de letras maiúsclas e minúsclas estética mais agradável evitar formatação (negrito, itálico, etc...) nem acentação podem gerar caracteres de controles qe podem deixar terminais fora de controle ler a mensagem antes de enviá-la conferir sempre o endereço do destinatário Fncionamento do correio eletrônico do tipo comnicação pessoa a pessoa operando no modo assíncrono remetente e destinatário não precisam estar ativos em ma sessão de comnicação Pode operar no modo armazenar e repassar ( store and forward ) correspondência é passada de ma máqina à otra até chegar ao destino similar ao modo de operação dos correios tradicionais Formato das mensagens (RFC 822) header From: Fred Flintstone To: Barney Rbble Cc: Pedrita Flintstone Sbject: Dino Date: Te, 03 Set 96 10:00:00-07:00:00 Barney, Posso sar o se carro pra bscar o Dino no veterinario? A qe horas? Fred. Sintaxe dos endereços From :: polonorte.com (Santa Klas) From : Santa Klas < polonorte.com> From :: polonorte.com mailbox Endereço local From: willrich sbdomínio1 sbdomínio top-level sbdomínio

8 Lendo e escrevendo mensagens Programa mail (UNIX) % mail [endereço] Leitra de mensagens % mail No mail for willrich Lendo mensagens (UNIX) % mail "/var/spool/mail/gest": 3 messages, 1 new 1 Fri Nov 8 16:02 128/6172 "File: "FILELI" 2 Fri Nov 8 16:08 164/9832 "Oi" U Sat Nov 9 09:26 72/2817 "Aviso & Estado da mensagem N : mensagem nova P : mensagem lida, mas mantida na fila U : mensagem não lida : mensagem já lida e preservada em ma sessão anterior Lendo mensagens (UNIX) % mail "/var/spool/mail/gest": 3 messages, 1 new 1 Fri Nov 8 16:02 128/6172 Dino" 2 Fri Nov 8 16:08 164/9832 "Oi" U Sat Nov 9 09:26 72/2817 "Aviso &p 1 Message 1 From : Fred Flintstone bedrock.rock..rock.rc> To: Barney Rbble < bedrock.rock..rock.rc> Cc:: Pedrita Flintstone < bedrock.rock..rock.rc> Sbject: : Dino Date: Fri,, 08 Nov 96 16:02:00-07:00:00 Barney,, Apagando e preservando mensagens (UNIX) % mail "/var/spool/mail/gest": 3 messages, 1 new 1 Fri Nov 8 16:02 128/6172 "File: "FILELI" 2 Fri Nov 8 16:08 164/9832 "Oi" U Sat Nov 9 09:26 72/2817 "Aviso &d 1 &? Enviando mensagens (Unix) % mail lista-de-endereços & mail lista-de de-endereçosendereços Sbject: Teste Isto eh m teste, ignore!. Indica fim da mensagem sjeito Enviando mensagens (Unix) Pode-se gerar a mensagem sando m editor de texto ~v ativa por defalt o editor vi ~e ativa m editor alternativo, definido pelo comando: setenv EDITOR me-editor editor-favorito É mais prático criar m arqivo texto e após inserir este arqivo na mensagem & mail lista-de de-endereçosendereços Sbject: Teste ~rnome- arqivo

9 Réplica de Mensagens (Reply( Reply) % mail "/var/spool/mail/gest": 3 messages, 1 new 1 Fri Nov 8 16:02 128/6172 "File: "FILELI" 2 Fri Nov 8 16:08 164/9832 "Oi" U 3 Sat Nov 9 09:26 72/2817 "Aviso & r 1 To: br Sbject: : Re: Oi Ok, Vitório Vo garda-las aqi comigo. Ateh lah. Roberto.. Cópias carbono vens [~] mail inf.fsc.br Sbject:: Crso II Alo, Mrilo, Isto eh apenas ma demonstracao de envio de mensagem para o pessoal de SI. Um abraco.. Roberto. ~c.. Cc:: inf.fsc.br vens [~] Cópias carbono From inf.fsc.br Wed Dec 18 11:46: Date: Wed,, 18 Dec 96 12:03:10 EDT From : inf.fsc.br (Roberto Willrich) To: inf.fsc.br Sbject: : Crso II Cc: : inf.fsc.br Alo, Mrilo, Isto eh apenas ma demonstracao de envio de mensagem para o pessoal de SI. Um abraco.. Roberto. Repasse de mensagens (Forward) N209 inf.fsc. br Wed Dec 18 11:46 19/606 "Crso II" N210 inf.fsc. br Wed Dec 18 11:52 13/376 "teste" & mail Sbject: : Mensagem para o Mrilo Alo, Rst, Aih estah a copia da mensagem qe e havia enviado para o Mrilo... Um abraco... Roberto ~f 209 Interpolating : 209 (contine) Repasse de Mensagens (Forward) Date: Wed,, 18 Dec :46: From : Roberto Willrich inf.fsc.br> To: xxx.frj.br Sbject : Mensagem para o Mrilo Alo, Rst, Aih estah a copia da mensagem qe e havia enviado para o Mrilo... Um abraco... Roberto > From inf.fsc. br Wed Dec 18 11:46: Date: Wed,, 18 Dec 96 12:03:10 EDT From : inf.fsc. br (Roberto Willrich) To: inf.fsc. br Sbject : Crso II Cc : inf.fsc. br Alo, Mrilo, Isto eh apenas ma demonstracao de envio de mensagem para o pessoal de SI. Um abraco.. Roberto. Aliases Arqivo.mailrc no UNIX alias joao alias maria alias pedro alias tiago alias fhc xxx.fsc.br bol.com. br ig.com. br xgc.fsc.br br

10 E- mail E- mail Pine Pine E- mail News Listas Listas de de discssão: discssão: Criando Criando ee Recebendo Recebendo mensagens mensagens compostas compostas E- mail E- mail Ferramenta Ferramenta gráfica: gráfica: Netscape Netscape Commnicator Commnicator Ferramenta Ferramenta gráfica: gráfica: Edora Edora mensagem pode ser enviada para ma lista pode-se entrar em ma lista conhecendo o servidor da lista e enviando m comando para se inscrever na lista para enviar ma mensagem a lista é necessário apenas enviar a m endereço listas no INE: inf.fsc. br/mailman/ listinfo / Características Características Serviço de difsão e intercâmbio de informações (sem redistribição) Centenas de grpos de discssão sobre assntos dos mais diversos Necessário criar hierarqias comp, c o m p.os.nix, comp.lang.c, c o m p.os.os2. bgs,... alt.activism, alt.cobol, alt.sex. x-rated, soc.cltre. brazil,... servidor mensagem mensagem News Lista de Discssão

11 News Usando o Netscape Commnicator WWW World Wide Web Sistema de Informações distribídas na Internet Criado dentro de m projeto cooperativo do CERN - Síça Baseado em hipermídia Permite acesso a informações de texto, imagens, sons, vídeo, etc... Conslta Informação Web WWW Definição de Hipermídia Sistema Mltimídia Integração de diferentes mídias estáticas e dinâmicas na forma digital Sistemas Hipermídia Sistema Mltimídia na qal as informações monomídia e mltimídia são acessadas e apresentadas com a ajda de mecanismos de navegação baseadas em ligações (Links) Docmento hipermídia define a estrtra das informações hipermídia existem em várias áreas e níveis: edcação, treinamento, qiosqes de informações públicas, mercado varejista 9 63 Docmento Hipertexto Hipermídia combina diferentes tipos de mídias de apresentação oferecido pela mltimídia com a estrtra de informação oferecida pelo hipertexto Docmentos Hipertextos Estrtra de informação organizada de maneira não linear dados são armazenados em ma rede de nós conectadas por ligações Nós contém nidades de informação compostas por textos e otras informações gráficas representa m conceito o ma idéia expressa de ma maneira textal o gráfica Links definem relações lógicas (o semânticas) entre os nós 9 64 Docmento Hipertexto Docmento Hipermídia Âncoras permite a especificação de ma parte da informação qe será fonte o destino de m link (ma seqüência de caractere, ma imagem, etc.). qando o sário clica sobre a âncora, a ligação é segida casando a apresentação da âncora destino o ator navega no docmento Telas Nesta temos: - apresentação do crso - local do crso Apresentação do Crso - otros - Palestrante: Roberto Willrich - Objetivo: Este crso... Local Crso Otros Base de dados Apres. RW Combinação de docmentos hipertextos e objetos mltimídia Evolção natral do hipertexto a noção o conceitos dos nós podem ser expressos por diferentes tipos de mídias amento do poder de expressão da informação contida no docmento rende a apresentação da informação mais atrativa e realista

12 WWW World Wide Web WWW World Wide Web Web ma rede mndial de informações informações de todos os tipos: técnicas, comerciais, cltrais, etc. mantidas em servidores WWW Acesso às informações através de ferramentas denominadas browser NCSA Mosaic Precrsor dos browsers Netscape Navigator Mais tilizado no mndo Internet Explorer (Microsoft) Concorrente donetscape Idéias básicas do WWW Idéias básicas do WWW Decentralização da informação informações são espalhadas por servidores WWW pelo mndo não existe atoridade central para registrar docmentos qalqer pessoa pode criar e inserir ma na Web Método niforme para endereçar docmentos: URL - Uniform Resorce Locator indica como e onde encontrar m docmento Exemplos: ctc.fsc.br html ftp://ftp.inf.fsc.br Modo de transferência da informação Endereço do arqivo Idéias básicas do WWW Um formato de docmento único Links são definidos via o URL Páginas são escritas tilizando HTML (HyperText Markp Langage) define a estrtra do docmento e os links Programas clientes (navegadores) interpreta a lingagem HTML e gera a apresentação do docmento Idéias básicas do WWW <!DOCTYPE HTML PUBLIC "-//IETF//DTD HTML 3.2//EN"> <HTML> <HEAD> <TITLE></TITLE> <META NAME="Athor" CONTENT=""> <META NAME="GENERATOR" CONTENT="Mozilla/3.0b5Gold (Win95; I) [Netscape]"> </HEAD> <BODY TEXT="#000000" BGCOLOR="#FFFFFF" LINK="#0000EE" VLINK="#551A8B" ALINK="#FF0000"> <H1 ALIGN=CENTER><IMG SRC="c:\Programas\Netscape\fscor.gif" ></H1> <CENTER><DD> <HR SIZE=4 WIDTH="80%"><B><FONT SIZE=+1>Prof. Vit&oacte;rio Brno Mazzola</FONT></B></DD></CENTER> <CENTER><DD><B><FONT SIZE=+1>CPGCC - INE - UFSC</FONT></B></DD></CENTER> <CENTER><DD><B><FONT SIZE=+1> Florian&oacte;polis - SC</FONT></B></DD></CENTER> <CENTER><DD><B><FONT SIZE=+1>Tel.: (048) Fax: (048) </FONT></B></DD></CENTER> <CENTER><DD><B><FONT SIZE=+1>: </FONT></B></DD></CENTER> <CENTER><DD><B><FONT SIZE=+1>http://www.inf.fsc.br/~mazzola</FONT></B></DD></CENTER> </BODY> </HTML>

13 Idéias básicas do WWW WWW World Wide Web Protocolo Protocolo HTTP HTTP (HyperText (HyperText Transfer Transfer Protocol) Protocol) protocolo para a transferência de docmentos associados a links WWW opera no modo de telecarga Interface Interface dos dos Browsers Browsers (Netscape (Netscape )) anterior anterior seginte seginte home home segrança segrança interrompe interrompe carregamento carregamento docmento é transferido e em segida apresentado HTTP Cliente (Navegador) Servidor WWW Lista Lista de de links links preferidos preferidos WWW - World Wide Web Link Link para para de de bsca bsca endereço endereço imprime imprime WWW - World Wide Web Bsca Bsca de de Informações Informações na na Web Web recarrega recarrega Informações Informações qe qe pode pode--se se encontrar encontrar 76 76

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PROTOCOLOS DA INTERNET FAMÍLIA TCP/IP INTRODUÇÃO É muito comum confundir o TCP/IP como um único protocolo, uma vez que, TCP e IP são dois protocolos distintos, ao mesmo tempo que, também os mais importantes

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES O QUE É PROTOCOLO? Na comunicação de dados e na interligação em rede, protocolo é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas. Sem protocolos, uma rede

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Redes de Computadores LFG TI

Redes de Computadores LFG TI Redes de Computadores LFG TI Prof. Bruno Guilhen Camada de Aplicação Fundamentos Fundamentos Trata os detalhes específicos de cada tipo de aplicação. Mensagens trocadas por cada tipo de aplicação definem

Leia mais

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP

USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP USO GERAL DOS PROTOCOLOS SMTP, FTP, TCP, UDP E IP SMTP "Protocolo de transferência de correio simples (ou em inglês Simple Mail Transfer Protocol ) é o protocolo padrão para envio de e- mails através da

Leia mais

Aula 1 Cleverton Hentz

Aula 1 Cleverton Hentz Aula 1 Cleverton Hentz Sumário da Aula Introdução História da Internet Protocolos Hypertext Transfer Protocol 2 A Internet é um conjunto de redes de alcance mundial: Comunicação é transparente para o usuário;

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 INTRODUÇÃO Parte 1 O que é a Internet? A Internet é uma rede mundial de computadores, englobando redes menores distribuídas por vários países, estados e cidades. Ao contrário do que muitos pensam,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 09/2013 Cap.3 Protocolo TCP e a Camada de Transporte 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica. Os professores

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE SERVIÇOS INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE SERVIÇOS INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE SERVIÇOS INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA A Internet é uma amálgama de hardware Como funciona (máquinas clientes e servidores, além de infraestrutura

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Internet - A rede Mundial

Internet - A rede Mundial Internet - A rede Mundial Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br O que é? Qual a sua história? Como funciona? Como está organizada? Quais os serviços? Como acessar? Quais os cuidados? Qual

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System

Redes - Internet. Sumário 26-09-2008. Aula 3,4 e 5 9º C 2008 09 24. } Estrutura baseada em camadas. } Endereços IP. } DNS -Domain Name System Redes - Internet 9º C 2008 09 24 Sumário } Estrutura baseada em camadas } Endereços IP } DNS -Domain Name System } Serviços, os Servidores e os Clientes } Informação Distribuída } Principais Serviços da

Leia mais

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET DEFINIÇÕES BÁSICAS A Internet é um conjunto de redes de computadores interligados pelo mundo inteiro, ue têm em comum um conjunto de protocolos e serviços. O ue permite a

Leia mais

Internet. O que é a Internet?

Internet. O que é a Internet? O que é a Internet? É uma rede de redes de computadores, em escala mundial, que permite aos seus utilizadores partilharem e trocarem informação. A Internet surgiu em 1969 como uma rede de computadores

Leia mais

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Prnet/2013 Linguagem de Programação Web» Programas navegadores» Tipos de URL» Protocolos: HTTP, TCP/IP» Hipertextos (páginas WEB)» HTML, XHTML»

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br

FACULDADE PITÁGORAS. Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA FUNDAMENTOS DE REDES REDES DE COMPUTADORES Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos cpgcarlos@yahoo.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Material elaborado com base nas apresentações

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade II REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade II Estudar, em detalhes, as camadas: Aplicação Apresentação Sessão Redes

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1

Informática I. Aula 22. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Informática I Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 22-03/07/06 1 Critério de Correção do Trabalho 1 Organização: 2,0 O trabalho está bem organizado e tem uma coerência lógica. Termos

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP

Redes de Computadores. Protocolos de comunicação: TCP, UDP Redes de Computadores Protocolos de comunicação: TCP, UDP Introdução ao TCP/IP Transmission Control Protocol/ Internet Protocol (TCP/IP) é um conjunto de protocolos de comunicação utilizados para a troca

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 Acessando endereços simultaneamente Parte 2 Um recurso interessante e extremamente útil é o de abrir várias janelas ao mesmo tempo. Em cada janela você poderá acessar um endereço diferente na

Leia mais

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar

Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Primeiro Técnico. Prof. Cesar Primeiro Técnico Protocolos de Internet (família TCP/IP e WWW) Prof. Cesar 1 TCP - Transmission Control Protocol Esse protocolo tem como principal objetivo realizar a comunicação entre aplicações de dois

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 23 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 23-07/12/2007 1 Histórico da Internet Início dos anos 60 Um professor do MIT (J.C.R. Licklider) propõe a idéia de uma Rede

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Aula 1 Evolução da Internet Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Surgimento da internet Expansão x Popularização da internet A World Wide Web e a Internet Funcionamento e personagens da

Leia mais

Internet. Professor: Francisco Silva

Internet. Professor: Francisco Silva Internet e Serviços Internet A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços

Leia mais

Redes de Computadores 1

Redes de Computadores 1 Universidade Federal do Piauí UESPI Centro de Tecnologia e Urbanismo CTU Ciências da Computação Redes de Computadores 1 Prof. José BRINGEL Filho bringeluespi@gmail.com h?p://bringel.webnode.com/ Capitulo

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL 1 HTTP Uma página WWW é composta de objetos e endereçado por uma

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet

André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet André Aziz (andreaziz.ufrpe@gmail.com) Francielle Santos (francielle.ufrpe@gmail.com) Noções de Internet Noções de Internet: O que é Internet; História da Internet; Recursos da Internet; Serviços não-web.

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur

1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur 1 Redes de Computadores - TCP/IP Luiz Arthur TCP/IP O protocolo TCP/IP atualmente é o protocolo mais usado no mundo. Isso se deve a popularização da Internet, a rede mundial de computadores, já que esse

Leia mais

Access Professional Edition 3.0

Access Professional Edition 3.0 Engineered Soltions Access Professional Edition 3.0 Access Professional Edition 3.0 www.boschsecrity.com/pt Software para controle de acesso e gerenciamento de segrança qe tiliza a inovadora linha de Controladores

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO

10/07/2013. Camadas. Principais Aplicações da Internet. Camada de Aplicação. World Wide Web. World Wide Web NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO 2 Camadas NOÇÕES DE REDE: CAMADA DE APLICAÇÃO Introdução à Microinformática Prof. João Paulo Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco Departamento de Estatística e Informática Aplicação Transporte

Leia mais

Access Professional Edition 2.1

Access Professional Edition 2.1 Engineered Soltions Access Professional Edition 2.1 Access Professional Edition 2.1 www.boschsecrity.com/pt Controle de acesso compacto baseado na inovadora família de controladores AMC da Bosch Verificação

Leia mais

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 11 - Camada de Transporte TCP/IP e de Aplicação 1 Introdução à Camada de Transporte Camada de Transporte: transporta e regula o fluxo de informações da origem até o destino, de forma confiável.

Leia mais

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes

Servidor de E-mails e Protocolo SMTP. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Servidor de E-mails e Protocolo SMTP Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Definições Servidor de Mensagens Um servidor de

Leia mais

Access Professional Edition

Access Professional Edition Engineered Soltions Access Professional Edition Access Professional Edition www.la.boschsecrity.com Software para controle de acesso e gerenciamento de segrança qe tiliza a inovadora linha de Controladores

Leia mais

Introdução. Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com

Introdução. Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB Introdução Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com INTERNET Criada a ARPANET em 1970 com a finalidade de conectar departamentos

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Open Systems Interconnection Modelo OSI No início da utilização das redes de computadores, as tecnologias utilizadas para a comunicação

Leia mais

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Um analista de sistemas deseja enviar para seu cliente um arquivo de 300 Mb referente a uma atualização do software. Para transferir esse

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE INTERNET Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA conceito inicial Amplo sistema de comunicação Conecta muitas redes de computadores Apresenta-se de várias formas Provê

Leia mais

UNIDADE 3: Internet. Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico

UNIDADE 3: Internet. Navegação na Web utilizando um browser. Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico Navegação na Web utilizando um browser Utilização de uma aplicação para Correio Electrónico A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados entre si através de linhas telefónicas

Leia mais

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins

Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Curso: Sistemas de Informação Disciplina: Redes de Computadores Prof. Sergio Estrela Martins Material de apoio 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura

Leia mais

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome

O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome DNS Sistema de Nomes de Domínio O espaço de nomes DNS Registros de recursos de domínio Servidores de nome Camada de Aplicação DNS Telnet e SSH SNMP SMTP, POP e IMAP WWW FTP O espaço de nomes DNS Parte

Leia mais

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns.

Internet ou Net. É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Internet Internet ou Net É uma rede mundial de computadores ligados entre si através s de linhas telefónicas comuns. Como Comunicam os computadores Os computadores comunicam entre si utilizando uma linguagem

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP

Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Módulo 9 Conjunto de Protocolos TCP/IP e endereçamento IP Introdução ao TCP/IP 2 Modelo TCP/IP O Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD) desenvolveu o modelo de

Leia mais

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores)

INTERNET. TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) TCP/IP protocolo de comunicação sobre o qual se baseia a Internet. (conjunto de regras para a comunicação entre computadores) A cada computador integrado na rede é atribuído um número IP que o identifica

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web

Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Camada de Aplicação, sistemas de nomes de domínio, correio eletrônico e world wide web Apresentação dos protocolos da camada de aplicação do modelo OSI. DNS É mais fácil de lembrar de um nome de host do

Leia mais

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor

Rede de Computadores. Arquitetura Cliente-Servidor Rede de Computadores Arquitetura ClienteServidor Coleção de dispositivos de computação interconectados que permitem a um grupo de pessoas compartilhar informações e recursos É a conexão de dois ou mais

Leia mais

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP

Programação TCP/IP. Protocolos TCP e UDP Programação TCP/IP Protocolos TCP e UDP Tecnologia em Redes de Computadores Unicesp Campus I Prof. Roberto Leal Visão Geral da Camada de Transporte 2 1 Protocolo TCP Transmission Control Protocol Protocolo

Leia mais

GFM015 Introdução à Computação. Uso de Aplicativos. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM

GFM015 Introdução à Computação. Uso de Aplicativos. Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM GFM015 Introdução à Computação Uso de Aplicativos Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM Programa 1. Noções básicas sobre os componentes de micro computadores

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Introdução ao protocolo TCP/IP Camada de aplicação Camada de transporte Camada de rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É o protocolo mais usado da atualidade 1 :

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br Protocolos TCP/IP - Tópicos Introdução IP Endereçamento Roteamento UDP, TCP Telnet, FTP Correio DNS Web Firewalls Protocolos TCP/IP

Leia mais

Permite o acesso remoto a um computador;

Permite o acesso remoto a um computador; Telnet Permite o acesso remoto a um computador; Modelo: Cliente/Servidor; O cliente faz um login em um servidor que esteja conectado à rede (ou à Internet); O usuário manipula o servidor como se ele estivesse

Leia mais

Camadas da Arquitetura TCP/IP

Camadas da Arquitetura TCP/IP Camadas da Arquitetura TCP/IP A arquitetura TCP/IP divide o processo de comunicação em quatro camadas. Em cada camada atuam determinados protocolos que interagem com os protocolos das outas camadas desta

Leia mais

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Redes de Computadores. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Redes de Computadores Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Nível de Aplicação Responsável por interafir com os níveis inferiores de uma arquitetura de protocolos de forma a disponibilizar

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação

Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação Universidade do Sul de Santa Catarina Camada de Transporte TCP/IP e Aplicação 1 Camada de Transporte Os serviços de transporte incluem os seguintes serviços básicos: Segmentação de dados de aplicações

Leia mais

Guia de Consulta Rápida HTTP. Décio Jr. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br

Guia de Consulta Rápida HTTP. Décio Jr. Novatec Editora. www.novateceditora.com.br Guia de Consulta Rápida HTTP Décio Jr. Novatec Editora www.novateceditora.com.br Guia de Consulta Rápida HTTP de Décio Jr. Copyright 2001 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados. É proibida

Leia mais

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET

INTERNET. Surgimento da Internet. Cenário antes do Projeto Arpanet. Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br. Surgimento da ARPANET INTERNET Aula 04 Prof. André Cardia andre@andrecardia.pro.br Surgimento da Internet Projeto militar dos Estados Unidos, em 1969 o departamento de defesa norte americano (DoD), por meio da ARPA (Advanced

Leia mais

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET

Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET Capítulo 1 PROTOCOLOS FUNDAMENTAIS DA INTERNET protocolos TCP/IP são um conjunto de standards que permitem que computadores de todas marcas e feitios comuniquem entre si Algumas datas históricas: 1968

Leia mais

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação

A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação A Internet, ou apenas Net, é uma rede mundial de computadores ligados, entre si, através de linhas telefónicas comuns, linhas de comunicação privadas, satélites e outros serviços de telecomunicação. Hardware

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 3 Internet, Browser e E-mail. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 3 Internet, Browser e E-mail Professora: Cintia Caetano SURGIMENTO DA INTERNET A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu em plena Guerra Fria, no final da década de

Leia mais

LW1. Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO

LW1. Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO LW1 Como a internet funciona? PROF. ANDREZA S. AREÃO O que é a Internet? Rede de Computadores: Consiste de dois ou mais computadores ligados entre si e compartilhando dados, impressoras, trocando mensagens

Leia mais

UUCP é o acrónimo de Unix to Unix Copy Protocol. É simultaneamente um programa e um protocolo.

UUCP é o acrónimo de Unix to Unix Copy Protocol. É simultaneamente um programa e um protocolo. TELNET O bom e velho Telnet permite acesso remoto à qualquer máquina que esteja rodando o módulo servidor (assim como no SSH) mas é mais inseguro, pois os dados não são criptografados. Manter o servidor

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. Alan Nakai

INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES. Alan Nakai INTRODUÇÃO A REDES DE COMPUTADORES Alan Nakai ROTEIRO Introdução Tipos de Redes de Computadores Protocolos Modelo em Camadas Internet Introdução O que é uma rede de computadores? Coleção de computadores

Leia mais

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações

Sistemas Multimédia. Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP. Francisco Maia famaia@gmail.com. Redes e Comunicações Sistemas Multimédia Arquitectura Protocolar Simples Modelo OSI TCP/IP Redes e Comunicações Francisco Maia famaia@gmail.com Já estudado... Motivação Breve História Conceitos Básicos Tipos de Redes Componentes

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Capítulo 1 Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br - O que é a Internet? - Milhões de elementos de computação interligados: hospedeiros = sistemas finais - Executando aplicações

Leia mais

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc. Implementar servidores de Web/FTP e DFS Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Conteúdo programático Introdução ao protocolo HTTP Serviço web

Leia mais

Era da Informação exige troca de informações entre pessoas para aperfeiçoar conhecimentos dos mais variados

Era da Informação exige troca de informações entre pessoas para aperfeiçoar conhecimentos dos mais variados O Uso da Internet e seus Recursos Ana Paula Terra Bacelo anapaula@cglobal.pucrs.br Faculdade de Informática /PUCRS Sumário Introdução Internet: conceitos básicos Serviços da Internet Trabalhos Cooperativos

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula)

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2013.09 v2 2013.09.10 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo

Camada de Aplicação. Prof. Eduardo Camada de Aplicação RC Prof. Eduardo Introdução Você sabe que existem vários tipos de programas na Internet? - Talvez você já tenha notado que existem vários programas diferentes para cada um desses tipos.

Leia mais

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza

Redes de Computadores Camada de Aplicação. Prof. MSc. Hugo Souza Redes de Computadores Camada de Aplicação Prof. MSc. Hugo Souza É a camada que dispõe a programação para as aplicações de rede através dos protocolos de aplicação; Provém a implantação da arquitetura de

Leia mais

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Internet. A Grande Rede Mundial. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Internet A Grande Rede Mundial Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha O que é a Internet? InterNet International Network A Internet é uma rede mundial de

Leia mais

WWW - World Wide Web

WWW - World Wide Web WWW World Wide Web WWW Cap. 9.1 WWW - World Wide Web Idéia básica do WWW: Estratégia de acesso a uma teia (WEB) de documentos referenciados (linked) em computadores na Internet (ou Rede TCP/IP privada)

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 2 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet. Compreender os conceitos básicos de protocolo. Conhecer mais a respeito

Leia mais

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Mercados em potencial de serviços Serviços da Web ftp,http,email,news,icq! Mercados em potencial de serviços FTP IRC Telnet E-mail WWW Videoconferência

Leia mais

SUMÁRIO A INTERNET E SUAS ORIGENS 1. O que é a Internet? 1 OUTRAS REDES 2. Conectividade de Redes externas com a Internet 2

SUMÁRIO A INTERNET E SUAS ORIGENS 1. O que é a Internet? 1 OUTRAS REDES 2. Conectividade de Redes externas com a Internet 2 SUMÁRIO A INTERNET E SUAS ORIGENS 1 O que é a Internet? 1 OUTRAS REDES 2 Conectividade de Redes externas com a Internet 2 ENDEREÇOS NA INTERNET 3 IDENTIFICAÇÃO DE USUÁRIOS NA INTERNET 4 SERVIÇOS DISPONÍVEIS

Leia mais