LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC"

Transcrição

1 LICITAÇÃO SESC/ARRJ MODALIDADE: PREGÃO ELETRÔNICO PR 44/2014 GLC OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO ESCLARECIMENTO 09 O SESC/ARRJ vem através deste, em resposta ao(s) questionamento(s) enviado(s) pela empresa ADMINISTRADORA IPIRANGA, prestar esclarecimentos sobre o processo em questão como segue: Pergunta 01: 1 - Item Prova de Regularidade com a Fazenda Estadual - ICMS a) Certidão Negativa de Débitos ou certidão positiva, com efeitos de negativa, emitida pela Secretaria de Estado de Fazenda ou não contribuinte, se for o caso. Temos a certidão que encaminhamos em anexo. b) Certidão Negativa de Débitos ou certidão positiva, com efeitos de negativa, emitida pela Procuradoria Geral do Estado ou de não contribuinte, se for o caso. Com referencia a esta certidão, ela é a mesma certidão da letra "a"? Somos prestadores de serviços, portando isentos do recolhimento de ICMS. Com relação ao item 4.5.2, temos que apresentar duas certidões? Resposta 01: - Para o Estado de Minas Gerais somente é expedida uma certidão, que é exatamente o modelo que foi enviado para verificação. Pergunta 02: 2 - Para cadastramento da proposta no sistema: O valor é global anual ou global mensal? Resposta 02: - Global Mensal, em conformidade com o item 7 do edital e as planilhas de propostas de preços do Anexo II. 7.1 O julgamento desta licitação será feito pelo critério de menor preço por lote, considerando a Soma do Valor Total Mensal de Cada Unidade Operacional, para os lotes 1, 2 e 3 e 4 e o Valor Total Mensal, para os lotes 5, 6, 7, 8 e 9, conforme planilhas do Anexo II, observadas as demais condições deste edital e seus anexos, Página 9 de 59 inferindo-se, portanto, que é obrigatória a cotação de todos os itens dos lotes para os quais o licitante tenha apresentado proposta. Pergunta 03: - Minuta do Contrato CLÁUSULA QUARTA DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA Página 1 de 6

2 4.5 O inicio e o término da jornada de trabalho dos postos da CONTRATADA, será determinado pelo CONTRATANTE em cada uma de suas Unidades Operacionais, respeitando a jornada de 8 horas diárias de trabalho e 1 hora de almoço. 4.9 A distribuição das horas para prestação do serviço a ser executado pelos postos de trabalho da CONTRATADA ficará a critério do CONTRATANTE, inclusive, por ocasião de eventos, a distribuição de horas deverá ser flexível para atender as necessidades pontuais do CONTRATANTE. 1- De acordo com os itens acima, o horário será o determinado pelo Contratante. Nos dois itens, é passível gerar horas extras, adicionais noturnos, hora extra de intervalo, horas extras de feriado; tendo em vista que não temos dia nem horários definidos no edital. 3.a) Em se gerando estas horas extras, a CONTRATANTE irá repassar os custos das mesmas a CONTRATADA? Resposta 3.a: - Não. A Contratada será informada previamente sobre a necessidade e repassará os custos para o Contratante, com base nos valores comerciais firmados em contrato. 3.b) Quais os critérios serão utilizados para execução das mesmas? Solicitação por escrito do setor responsável? Resposta 3.b: - Solicitação escrita, via , pelo Contratante. 3.c) Para o pagamento, será faturado junto com o faturamento do mês? Resposta 3.c: -Não. O faturamento deverá ser separado. Pergunta 04: 4.17 É da responsabilidade da CONTRATADA o cumprimento da Norma Regulamentadora NR- 35, para trabalho em altura, emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego Quando se tratar de trabalho em altura, a empresa contratada deverá, ainda, com relação aos profissionais que compõem a equipe de limpeza, apresentar ao CONTRATANTE, no prazo de até 02(dois) dias úteis antes da realização do serviço, certificado válido do curso da NR 35 dos profissionais que forem executar os serviços A falta do curso da NR-35 implica, obrigatoriamente, na substituição do profissional por outro capacitado, ou seja, com o curso da NR O CONTRATANTE poderá solicitar a qualquer momento, durante a vigência do contrato, cópia do curso da NR-35 dos profissionais capacitados da Equipe de Limpeza, para trabalho em altura. 1) De acordo com os itens acima relacionados a CONTRATADA deverá cumprir a Norma Regulamentadora NR-35 para trabalhos em altura, Página 2 de 6

3 4.a) Quantos colaboradores executarão os serviços em altura? Em qual função? Observamos que não tem Limpadores de vidros no quadro funcional, qual serviço será executado em altura? Temos que é de suma importância as informações solicitadas, para que possamos cotar e definir os EPI's necessários. Resposta 4.a: - A visita técnica exigida no Edital serve, dentre outras, para identificação desses serviços. Cabe ressaltar que a limpeza de vidros deverá ser exercida sim, pela mão de obra especializada da Contratada, seguindo a Legislação Trabalhista. 4.b) Deverá ser pago a periculosidade de 40% aos colaboradores que prestarem serviços em altura? Resposta 4.b: - A legislação trabalhista deverá ser cumprida integralmente, conforme determina a CLT, entretanto tais obrigações legais deverão ser arcadas pela Contratada. Pergunta 05: CLÁUSULA SEXTA DO PREÇO 6.2. O valor da presente contratação é fixo e irreajustável O preço poderá sofrer reajuste, após decorridos 12 meses da assinatura desse contrato, por ocasião da alteração do piso salarial da categoria, no percentual estabelecido pelo dissídio ou acordo sindical, quando estabelecido pelos sindicatos das classes da cidade do Rio de Janeiro. No item 6.3 define que o reajuste só ocorrerá apos 12 meses. A data base do sindicato de conservação e limpeza do Rio de Janeiro é em março, ou seja março de a) As propostas estão sendo feitas com base na CCT/2014, como vai ser feito o reajuste do contrato quando a CCT/2015 for liberada em março 2015 tendo os valores de salários, bem como encargos alterados? Resposta 5.a: - Os preços em referência ao primeiro ano do contrato não serão corrigidos/reajustados. Somente após decorridos 12 (doze) meses, conforme disposto na resposta 5.b abaixo. 5.b) Será concedido o reajuste com base nos índices e benefícios da CONVENÇÃO/2015 a partir da data do dissidio, ou seja março 2015? Proposta salários CCT/2014 Reajuste salários conforme CCT/2015 em março Resposta 5.b: - O valor acordado poderá ser reajustado de comum acordo entre as partes, depois de decorrido o prazo de 12 (doze) meses de vigência do presente contrato, de acordo com a variação do INPC/IBGE no período, para os insumos (materiais e equipamentos), e de acordo com o dissídio coletivo da categoria, para a mão de obra (postos de trabalho). Página 3 de 6

4 Para a primeira renovação contratual, se houver, não será aceito, pelo Contratante, pagamento retroativo em referência ao reajuste de preço da mão de obra. Tal procedimento poderá ser acatado apenas a partir da segunda renovação contratual. Pergunta 06: Os efetivos, por unidade operacional do SESC/ARRJ, encontra-se dispostos no Anexo lv do edital. Esses efetivos deverão estar completos todos os dias da semana, cabendo a contratada a reposição dos mesmos nos casos de folga legais, licenças, ferias e etc. A contratada deverá apresentar a escala elaborada? O contratante irá acompanhar e fazer a conferencia desta escala? Resposta 06: - A escala é competência da Contratada e o acompanhamento da mesma é competência do Contratante. Pergunta 07: Com referência a sacos de lixo comuns, sacos de lixo de coleta seletiva, materiais de higiene pessoal, (papel higiênico, sabonete, sabonete líquido, papel toalha, etc) o fornecimento será de responsabilidade da CONTRATANTE? Resposta 07: - A Contratada se limitará a fornecer os materiais e equipamentos relacionados no Edital/Contrato. Pergunta 08: É solicitado o fornecimento de pasta, em vários setores. Solicitamos nos informar o nome da pasta que esta sendo solicitado. Não tem como fazermos cotação e até mesmo para o fornecimento fica impossível de definir qual pasta estão se referindo. Ex de pastas: Pasta de limpeza de sofá, pasta de limpeza de inox, pasta para limpeza de computador entre outras. Resposta 08: - Desconsiderar esse item pasta do Edital/Contrato. Pergunta 09: No SESC MADUREIRA e SESC TIJUCA é solicitado o fornecimento de soda caustica e acido muriático. Segue abaixo o parecer de nossa Engenheira de Segurança, com referencia a utilização desses materiais: 1 - Ácido muriático: Solução aquosa, ácida e queimante devendo ser manuseada apenas com as devidas precauções: Equipamentos de Proteção Individual: Máscara para produtos químicos, luvas específicas para produtos químicos. Treinamento específico Página 4 de 6

5 O empregado ao utilizar este produto, faz jus ao adicional de insalubridade de 40% (Quarenta por cento), conforme quadro 1 do Anexo 11 da Portaria 3214 de 08/06/ Soda cáustica : Pode produzir queimadura, cicatrizes e cegueira. Equipamentos de Proteção Individual: Máscara para produtos químicos, luvas específicas para produtos químicos. Treinamento específico. O empregado ao utilizar este produto, faz jus ao adicional de insalubridade de 40% (Quarenta por cento), conforme Anexo 13 da NR-15, aprovada pela Portaria 3214 de 08/06/1978. Pergunta-se : É para se cotar insalubridade grau máximo de acordo com a NR-15 para os colaboradores alocados nestes setores? Lembrando que sem os epi's apropriados e sem o pagamento da insalubridade, não poderemos permitir que os mesmos façam uso de tais materiais. Resposta 09: - Desconsiderar esses itens ácidos muriático e soda cáustica do Edital/Contrato. Pergunta 10: - Setores : SESC RIO BRANCO; SESC TIJUCA traz no fim da lista o seguinte dizer: "Outros que se fizerem necessários" Bem, outros que se fizerem necessários é infinito, nos deixa a mercê de solicitação de materiais sem limite, e não tem como se prever um custo dessa forma. Solicitamos retirar este item da lista de materiais destes setores. Resposta 10: - Desconsiderar o fornecimento de outros que se fizerem necessários do Edital/Contrato. Pergunta 11: - Solicitamos nos informar o que vem a ser SABÃO GELATINOSO Resposta 11: - Desconsiderar esse item sabão gelatinoso do Edital/Contrato. Pergunta 12: - Na letra V do item 1.2 da Especificação dos Serviços "V) Recolhimento dos sacos de lixo para as caçambas." De quem será a responsabilidade do fornecimento das caçambas? O CONTRATANTE? Caso seja a Contratada, quantas caçambas e qual a periodicidade de troca? Qual tamanho? Resposta 12: - A responsabilidade do fornecimento das caçambas é do Contratante. Pergunta 13: Página 5 de 6

6 - Na letra G do item 1.3 da Especificação dos Serviços "G Remoção de pó e limpeza dos vidros internos das janelas" Será necessário limpador de vidros? Será devido periculosidade? Resposta 13: - A limpeza de vidros deverá ser exercida sim, pela mão de obra especializada da Contratada, seguindo a Legislação Trabalhista vigente. Pergunta 14: - Para preenchimento do ANEXO II - PROPOSTA DE PREÇOS - PLANILHA DE CUSTO TOTAL DOS SERVIÇOS DE LIMPEZA E CONSERVAÇÃO deve-se considerar a somatória de todas as funções preenchidas separadamente no ANEXO I? Exemplo: ANEXO II - Unidade Operacional SEDE - Flamengo é igual a somatória das Planilhas de Custos (ANEXO I) encarregado + auxiliar de serviços gerais. Será considerado o total por Unidade Operacional ou por função? Resposta 14: - Será considerado o valor total por unidade operacional no Anexo I(soma de todos os valores atribuídos aos itens relacionados na planilha), valor este que deverá ser devidamente transportado para o campo próprio do Anexo II em seu devido lote. Rio de Janeiro, 11 de dezembro de Luis Carlos Sanchez Marcuartú Gerente de Logística e Contratos interino do SESC/ARRJ Página 6 de 6

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012

QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 QUESTIONAMENTOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 009/2012 1) Solicito esclarecimento referente ao Pregão Presencial nº 009/2012, cujo objeto é a prestação de serviço de limpeza e conservação predial, movimentação

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1) Qual é a função a ser cotada? Encarregado ou líder de turma? Tal pergunta se dá, uma vez que no termo de referência se fala em encarregado

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA DO TRABALHO 2014/2015.

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA DO TRABALHO 2014/2015. RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA DO TRABALHO 2014/2015. Cláusula primeira REAJUSTE SALARIAL As empresas concederão a todos os empregados integrantes da categoria profissional representada, que perceberem salário

Leia mais

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo:

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: A) RN COMERCIAL: QUESTIONAMENTOS: 1- Atualmente muitos

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO AUDITORIA INTERNA SECRETARIA DE ORIENTAÇÃO E AVALIAÇÃO PARECER SEORI/AUDIN MPU Nº 70/2015 Referência : Correio eletrônico, de 10/12/2014. Protocolo AUDIN-MPU nº 2308/2014. Assunto

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2015 PROCESSO Nº 03110.001068/2015-41 OBJETO: Contratação de empresa prestadora de

Leia mais

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições:

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013, de 30 de outubro de 1996 O MINISTRO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO, no uso de sua competência, e considerando o disposto no Decreto nº 2.031, de 11 de

Leia mais

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Ref.: Processo nº 08008.000216/2014-11 Interessado: DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços copeiragem. Brasília, 27 de junho de 2014. RESPOSTA

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG002058/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 15/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018377/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46211.004510/2012-13 DATA DO

Leia mais

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos

Contratualização de Serviços de Saúde. Gestão de Contratos Contratualização de Serviços de Saúde Gestão de Contratos C0NTROLE DA ADMISTRAÇÃO PÚBLICA O CONTROLE CONSTITUI PODER-DEVER DOS ÓRGÃOS A QUE A LEI ATRIBUI ESSA FUNÇÃO, PRECISAMENTE PELA SUA FINALIDADE CORRETIVA;

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: ENDEREÇO: TELEFONE: ( ) FAX: ( ) E-MAIL: REPRESENTANTE LEGAL: NACIONALIDADE:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DA CASA CIVIL PREGÃO ELETRÔNICO CASA CIVIL/RJ nº PE003//14 NOTA DE ESCLARECIMENTOS DE 25/04/2014 Questão de 25 de maio de 2014, 10h29 1- A empresa MC Engenharia e Treinamentos LTDA foi fundada neste ano e ganhando esta

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula:

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula: Este trabalho foi realizado a pedido da Pró-Reitoria de Administração e Planejamento e trata-se de um estudo com base no Manual de Orientação para Preenchimento da Planilha de Custo e Formação de Preços,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002030/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/09/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054079/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.033057/2010-51 DATA

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Planejamento e Administração PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA COMERCIAL DE EMPRESAS CANDIDATAS À PRESTADORAS DE SERVIÇOS DE SHUTTLE E TRANSPORTE LOCAL PARA O XXXI CBP CURITIBA, 2013 I CONDIÇÕES PARA A CONCORRÊNCIA: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da concorrência é a prestação de serviços de SHUTTLE como transportadora do XXXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria. 1.2. A ABP

Leia mais

3. Repasse de benefícios para a Associação Brasileira de Psiquiatria, Organizadora e Promotora do XXXI CBP:

3. Repasse de benefícios para a Associação Brasileira de Psiquiatria, Organizadora e Promotora do XXXI CBP: I MEMORIAL TÉCNICO DO XXXI CBP: 1. Objeto da Concorrência: EDITAL DE CONCORRÊNCIA PARA APRESENTAÇÃO DE 4 1.1. O objeto da presente concorrência é a contratação da empresa de Prestadora de Serviços de Locação

Leia mais

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes.

Dispõe sobre o contrato de prestação de serviços e as relações de trabalho dele decorrentes. COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROMOVER ESTUDOS E PROPOSIÇÕES VOLTADAS À REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO TERCEIRIZADO NO BRASIL SUGESTÃO DE SUBSTITUTIVO AO PROJETO DE LEI Nº 4.330, DE 2004 Dispõe sobre o contrato

Leia mais

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE ITU FILIADO A FESSPMESP

SINDICATO DOS TRABALHADORES NO SERVIÇO PÚBLICO MUNICIPAL DE ITU FILIADO A FESSPMESP 1 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 - ESTATUTÁRIO Pelo presente instrumento particular de Acordo Coletivo de Trabalho de um lado o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Itu, entidade

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009. Enfermeiros CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2007 / 2008 2008 / 2009 Enfermeiros O SINDICATO DOS ENFERMEIROS DO ESTADO DE MINAS GERAIS, CNPJ nº 21.854.005/0001-51, portador de Carta Sindical expedida pelo MTb (cópia

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001902/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019390/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46236.000751/2012-13 DATA DO

Leia mais

1.3. Poderá(rão) ser escolhida(s) uma ou mais empresas para a prestação do serviço(s).

1.3. Poderá(rão) ser escolhida(s) uma ou mais empresas para a prestação do serviço(s). I MEMORIAL TÉCNICO DO XXXII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. O objeto da presente concorrência é a contratação de empresa Prestadora de serviços para secretaria e pessoal de apoio para o XXXII Congresso

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO PROCESSO Nº 51402.000225/2011-35 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 009/2012 Trata o presente de Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço

Leia mais

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Fls. QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Em relação aos Questionamentos efetuados pela empresa Sul América Serviços LTDA, informo que foram analisados pelo Diretor da área solicitante, Sr. Charles, e com base

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1º CADERNO DE PERGUNSTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 007/07

VALEC: Desenvolvimento Sustentável para o Cerrado Brasileiro 1º CADERNO DE PERGUNSTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 007/07 1º CADERNO DE PERGUNSTAS E RESPOSTAS EDITAL PREGÃO N.º 007/07 1) O ITEM 10.2.5, DO EDITAL, EXIGE DECLARAÇÃO DE VISTORIA A SER FEITA PELA LICITANTE, INFORMANDO NO MESMO ITEM O ENDEREÇO. A VISTORIA SERÁ

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000075/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 17/01/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR076735/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46220.000023/2013-53 DATA DO

Leia mais

RELAÇÕES DE TRABALHO CONDIÇÕES DE TRABALHO, NORMAS DE

RELAÇÕES DE TRABALHO CONDIÇÕES DE TRABALHO, NORMAS DE Page 1 of 8 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR005308/2014 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR067852/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.015192/2014-78 DATA DO

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029334/2013 NÚMERO DO PROCESSO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: DATA DE REGISTRO DA CONVENÇÃO COLETIVA PRINCIPAL: 46261.003131/2012-11

Leia mais

Planilhas_Custo_final

Planilhas_Custo_final Planilhas_Custo_final Quadro demonstrativo - Valor Global da Proposta Valor Global da Proposta Descrição Qtde de Postos Valor Por Posto Valor Mensal Valor Global (12 meses) Auxiliar 7 R$ 2.070,36 R$ 14.492,53

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001254/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/04/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017099/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006142/2011-57 DATA DO

Leia mais

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES PERÍODO DE REALIZAÇÃO E CARGA HORÁRIA O curso será realizado no período de 02 a 05 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Comissão Permanente de Licitação

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS Comissão Permanente de Licitação Ofício nº 20/2003/CPL/SAA/SE/MEC Brasília, 07 de março de 2003. REFERÊNCIA: Edital de Pregão nº 03/2003. ASSUNTO: Resposta aos Questionamentos das Interessadas Prezados Senhores, Com relação aos questionamentos

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051. Retificação

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051. Retificação UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/051 Retificação O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida empresas

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 42/2012 - BNDES Prezada Senhora, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. EDITAL - Item 4.12.4 inciso I - Qual documento

Leia mais

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL Dados complementares para composição dos custos referentes

Leia mais

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS

I CLÁUSULAS ECONÔMICAS PAUTA PARA RENOVAÇÃO DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CLÁUSULAS ECONÔMICAS - ENTRE O SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS E O SINDICATO NACIONAL DA EMPRESAS AEROVIÁRIAS SNEA 2011-2012 01 ABRANGÊNCIA O SINDICATO

Leia mais

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 1 - DEFINIÇÃO Adicional salarial a que fazem jus os servidores que trabalham em contato permanente sob condições de risco acentuado em determinadas atividades ou operações classificadas como perigosas

Leia mais

ACORDO PARA FLEXIBILIZAÇÃO DE JORNADA DE TRABALHO E FÉRIAS COLETIVAS

ACORDO PARA FLEXIBILIZAÇÃO DE JORNADA DE TRABALHO E FÉRIAS COLETIVAS ACORDO PARA FLEXIBILIZAÇÃO DE JORNADA DE TRABALHO E FÉRIAS COLETIVAS Na melhor forma de direito, pelo presente instrumento de conciliação que entre si celebram, de um lado a pessoa jurídica de direito

Leia mais

SINDPD/SC- SINDICATO QOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA.

SINDPD/SC- SINDICATO QOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA. SINDPD/SC- SINDICATO QOS EMPREGADOS EM Oficio n 099/2013 Florian6polis, 29 de abril de 2013. A ITAKE TELECOM Balneario Camboriu Prezados Senhores(as), Nas ultimas assembleias gerais dos trabalhadores de

Leia mais

JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE, FALTAS

JORNADA DE TRABALHO DURAÇÃO, DISTRIBUIÇÃO, CONTROLE, FALTAS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: ES000441/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR049750/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46207.006587/2015 30 DATA DO

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL EMPREGADOS

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL EMPREGADOS CONTRIBUIÇÃO SINDICAL EMPREGADOS INTRODUÇÃO Dispõe o Art. 578 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que a contribuição devida aos sindicatos pelos que participam das categorias econômicas ou profissionais

Leia mais

Data-Base 1º de maio de 2015

Data-Base 1º de maio de 2015 PRÉ-PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2015 Data-Base 1º de maio de 2015 Pré-Pauta de Reivindicações 2015 Agroindústrias do setor de carnes e leite, Cooperativas Agropecuárias, Clinicas Veterinárias, Laboratórios

Leia mais

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. Selecionar a(s) Montadora(s) prestadora(s) de serviços de montagem para as diversas fases BLOCOS para a implantação do XXVII CBP no Transamérica

Leia mais

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS)

ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS. ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) 1689/2015 - Sexta-feira, 20 de Março de 2015 Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região 1 ANEXO I CHECKLIST PARA O INÍCIO DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS ITEM VERIFICADO SIM NÃO Anotações em Carteira de Trabalho

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002217/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR053080/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.035134/2010-15 DATA DO

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2011 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000220/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 02/06/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR027997/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.006330/2010-83 DATA

Leia mais

SEESS - SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE CONTAGEM, BETIM E REGIÃO. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015

SEESS - SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE CONTAGEM, BETIM E REGIÃO. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 SEESS - SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DE CONTAGEM, BETIM E REGIÃO. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 Entre o SEES - SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS

Leia mais

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL

PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL PAUTA DE REVINDICAÇÃO - 2014/2015 ELENCO DE REIVINDICAÇÃO DOS TRABALHADORES DO SERVICO SOCIAL DO DISTRITO FEDERAL O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MS000150/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 23/05/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR018764/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46312.002132/2011-14 DATA DO

Leia mais

ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 PREGÃO N. 014/2014

ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 PREGÃO N. 014/2014 ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 A DME Distribuição S/A - DMED PREGÃO N. 014/2014 A empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob o n....., estabelecida à Av./Rua..., n...,

Leia mais

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARA REGULARIZAÇÃO DO CONTROLE DE JORNADA DE TRABALHO ATRAVÉS DE REGISTRO ELETRÔNICO DE MARCAÇÃO DE PONTO POR MEIO DE CARTÃO MAGNÉTICO OU SISTEMA BIOMÉTRICO. Acordo Coletivo

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE JORNADA DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE JORNADA DE TRABALHO ACORDO COLETIVO DE JORNADA DE TRABALHO (2010/2012) QUE ENTRE SI FAZEM, DE UM LADO AS EMPRESAS Telemar Norte Leste S/A - Filial AM, TNL PCS S/A - Filial AM e Brasil Telecom S/A - Filial AM E, DO OUTRO LADO

Leia mais

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho

Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho SINPEFESP-(empregados)-SINDELIVRE-(patronal) Principais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho 2014/2015. VIGÊNCIA E DATA-BASE As cláusulas e condições da presente Convenção Coletiva de Trabalho que

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 Pergunta 1: Atualmente muitos trabalhadores que estão executando serviços dentro do Distrito Federal, moram no Entorno desse modo a cotação de

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ000797/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/05/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR024575/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.013979/2015-56 DATA

Leia mais

3.3. Aos interessados no credenciamento Pessoa Física:

3.3. Aos interessados no credenciamento Pessoa Física: EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº. 001/2014 CREDENCIAMENTO DE PROFISSIONAIS PESSOAS JURÍDICAS E FISICAS DA ÁREA MÉDICA, ODONTOLÓGICA E HOSPITALAR. CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE SAÚDE CENTRO OESTE DO PARANÁ

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO...4 OBJETIVO GERAL:... 4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:...4 1 RONDA GESTOR...5 2 REGRAS A SEREM OBSERVADAS...6

SUMÁRIO INTRODUÇÃO...4 OBJETIVO GERAL:... 4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:...4 1 RONDA GESTOR...5 2 REGRAS A SEREM OBSERVADAS...6 SUMÁRIO INTRODUÇÃO...4 OBJETIVO GERAL:... 4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:...4 1 RONDA GESTOR...5 2 REGRAS A SEREM OBSERVADAS...6 ESCALA DE PLANTÕES DE MÉDICOS E ODONTÓLOGOS:...6 ESCALA DE FOLGA EXCETO MÉDICOS

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2006 / 2007

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2006 / 2007 2006 / 2007 O SINDICATO NACIONAL DAS EMPRESAS DE AVIAÇÃO AGRÍCOLA SINDAG e o SINDICATO DOS TÉCNICOS AGRÍCOLAS DE NÍVEL MÉDIO NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SINTARGS, firmam a presente CONVENÇÃO COLETIVA

Leia mais

7- No que diz respeito ao valor do salário da secretária, devemos cotar o salário da secretária executiva ou secretária executiva bilíngue?

7- No que diz respeito ao valor do salário da secretária, devemos cotar o salário da secretária executiva ou secretária executiva bilíngue? Assunto: Pedido de Esclarecimentos Referência: 14/2013 PERGUNTAS 1 - No item 3.10 consta um valor estimado para a contratação de R$2.119.625,92, INFORMANDO QUE NÃO SERÁ ACEITO VALOR SUPERIOR A ESTE. Em

Leia mais

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015

RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 RESUMO DA CONVENÇÃO COLETIVA 2014 / 2015 Pelo presente instrumento particular, de um lado, o SINDICATO DOS PUBLICITÁRIOS, DOS AGENCIADORES DE PROPAGANDA E DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE PROPAGANDA DO

Leia mais

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARA REGULARIZAÇÃO DO CONTROLE DE JORNADA DE TRABALHO ATRAVÉS DE REGISTRO ELETRÔNICO DE MARCAÇÃO DE PONTO POR MEIO DE CARTÃO MAGNÉTICO OU SISTEMA BIOMÉTRICO. Acordo Coletivo

Leia mais

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação

Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Consulta Pública Contratação de Serviços de TI STI - Superintendência de Tecnologia da Informação Diretoria de Soluções Tecnológicas Superintendência de Tecnologia da Informação Objeto Objeto: Prestação

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO DESCONTOS SALARIAIS

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO DESCONTOS SALARIAIS 1 de 10 23/10/2015 09:35 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR004160/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/10/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054305/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.015886/2015-96

Leia mais

DISPOSIÇÕES GERAIS APLICAÇÃO DO INSTRUMENTO COLETIVO

DISPOSIÇÕES GERAIS APLICAÇÃO DO INSTRUMENTO COLETIVO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE001155/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 29/10/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061115/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.019465/2013-62 DATA

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2010

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2010 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2008/2010 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SRT00223/2009 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/12/2009 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR059975/2009 NÚMERO DO PROCESSO: 46000.033536/2009-59 DATA

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que entre si celebram, de um lado, o SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE CELULOSE, PAPEL E PAPELÃO NO ESTADO DE MINAS GERAIS - SINPAPEL, e, de outro

Leia mais

SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA.

SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA. SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM Oficio no 080/2013 Florian6polis, 10 de abril de 2013. A SUNTECH Florian6polis Prezados Senhores(as), Nas ultimas assembleias gerais dos trabalhadores de TI do estado

Leia mais

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO

SALÁRIOS, REAJUSTES E PAGAMENTO Página 1 de 5 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS000882/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 10/06/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR028482/2011 NÚMERO DO PROCESSO:

Leia mais

RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO

RESPOSTA AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTO Referência: PA Nº 4419AD/2015 CONCORRÊNCIA Nº 03/2015 Interessado: Procuradoria-Geral de Justiça do Maranhão Assunto: Parecer acerca de esclarecimentos ao Edital da Concorrência nº 03/2015 Objeto: A presente

Leia mais

SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA.

SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA. SINDPD/SC- SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA. Oficio n 093/2013 Florian6polis, 29 de abril de 2013. A BRA VI SOFTWARE Florian6polis Prezados Senhores( as),

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2012/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE000264/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 08/03/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR005909/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.003630/2013-64 DATA DO

Leia mais

Guia para Comprovação de Investimentos

Guia para Comprovação de Investimentos Guia para Comprovação de Investimentos 1 2 4 5 Introdução Acompanhamento na Fase de Análise ETAPA 1 Comprovação Financeira ETAPA 2 Comprovação Física ETAPA Comprovação Jurídica ETAPA 4 Liberação Penalidades

Leia mais

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1º DIA FASE INTERNA DA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS 1. Qual a legislação básica que regula a prestação de serviços terceirizados? R. Constituição Federal, artigo 37, Decreto Lei 200/67, Decreto

Leia mais

SINDMINÉRIOS SANTOS. Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios, Derivados de Petróleo e Combustíveis de Santos e Região.

SINDMINÉRIOS SANTOS. Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios, Derivados de Petróleo e Combustíveis de Santos e Região. FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NO COMÉRCIO DE MINÉRIOS E DERIVADOS DE PETRÓLEO NO ESTADO DE SÃO PAULO 01 - REAJUSTE SALARIAL PAUTA DE REIVINDICAÇÕES SIREGÁS 2012/2013 As Empresas concederão, a todos os empregados

Leia mais

Nestes termos, P.Deferimento,

Nestes termos, P.Deferimento, Ao Sindicato dos Oficiais Alfaiates, Costureiras e Trabalhadores nas Indústrias de Confecção de Roupas e de Chapéus de Senhoras de São Paulo e Osasco. Rua dos Bandeirantes, 388 Bom Retiro - São Paulo/SP

Leia mais

Contribuição Sindical Patronal

Contribuição Sindical Patronal Contribuição Sindical Patronal Aspectos Legais O recolhimento da contribuição sindical é obrigatório conforme se verifica nos artigos 578, 579 e 580 da Consolidação das Leis do Trabalho: TÍTULO V - DA

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RS001576/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 26/08/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR047852/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46218.013434/2015-10 DATA

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Calculo Adicionais e Médias para Férias e 13º Salário

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Calculo Adicionais e Médias para Férias e 13º Salário 21/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações Complementares... 5 6. Referências... 5 7.

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS

ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS ACORDO COLETIVO DE COMPENSAÇÃO DE HORÁRIO ATRAVÉS DE BANCO DE HORAS Pelo presente termo de Acordo Coletivo de Trabalho, e de acordo com a convenção Coletiva de Trabalho conforme cláusulas específicas celebraram

Leia mais

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2007 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações A Banrisul Armazéns Gerais S.A., atendendo ao disposto nos arts. 13 e 25 II da lei nº 8.666/93,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS Processo Administrativo nº 14/10/02.867 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 256/2014 Objeto: Contratação de empresa para a prestação de serviços através de

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012.

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. TÍTULO: Prestação de serviços de monitoramento eletrônico e vigilância patrimonial humana da Sede do SAMAE, localizada na Rua: Barão do Rio Branco, nº 500

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

SINDPD/SC - SIN DICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA.

SINDPD/SC - SIN DICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PROCESSAMENTO DE DADOS DE SANTA CATARINA. , SINDPD/SC - SIN DICATO DOS EMPREGADOS EM Oficio n 075/2013 Florian6polis, 09 de abril de 2013. A DOMINIO SISTEMAS Prezados Senhores(as), Nas ultimas assembleias gerais dos trabalhadores de TI do estado

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA DE LIXO HOSPITALAR E COMERCIAL.

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA DE LIXO HOSPITALAR E COMERCIAL. INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA DE LIXO HOSPITALAR E COMERCIAL. O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar/ISGH, Organização Social administradora das UAPS Unidades de

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000566/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/12/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR070788/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.014471/2010-70 DATA DO

Leia mais

DILIGÊNCIA. Pregão Presencial nº 0078/2014. Empresa: AAA Astral Controle de Pragas e Ambiental Ltda., inscrita no CNPJ sob o nº 07.664.483/0001-78.

DILIGÊNCIA. Pregão Presencial nº 0078/2014. Empresa: AAA Astral Controle de Pragas e Ambiental Ltda., inscrita no CNPJ sob o nº 07.664.483/0001-78. DILIGÊNCIA Pregão Presencial nº 0078/2014 Objeto: Contratação de empresa especializada em controle de pragas por meios físicos, químicos ou biológicos, de infestação nas unidades operacionais, hospedagem

Leia mais

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00 Q AU SECRETARIA A DE AVIAÇÃO CIVIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - ANAC Ref.: D PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2013 Processo R Nº 00055.002521/2013-99 Abertura: O 09/10/2013 às 09:00 h R PROPOSTA COMERCIAL E Prezados

Leia mais

ESCLARECIMENTO Nº 3 PAC 022/2011 PP 009/2011

ESCLARECIMENTO Nº 3 PAC 022/2011 PP 009/2011 ESCLARECIMENTO Nº 3 PAC 022/2011 PP 009/2011 Foi solicitado à esta Pregoeira os seguintes pedidos de esclarecimento: 1. Já existe alguma empresa prestando estes serviços? Se sim, qual o nome da empresa?

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2016 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR029594/2015 DATA E HORÁRIO DA TRANSMISSÃO: 21/05/2015 ÀS 15:50 SINDICATO DOS EMP NO COM DE CONSELHEIRO LAFAIETE, CNPJ n. 19.721.463/0001-70,

Leia mais

Parágrafo Único: Mesmo que a empresa empregadora tenha assistência médica

Parágrafo Único: Mesmo que a empresa empregadora tenha assistência médica ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PE001182/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 04/11/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR061263/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46213.020178/2013-03 DATA DO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DA BAHIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA

PODER JUDICIÁRIO DA BAHIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA FOLHA DE INFORMAÇÃO PA 30.065/2013 Pregão Eletrônico nº 059/2013 Objeto: Contratação de serviço especializado, continuado, de telefonia fixa, comutada STFC nas modalidades local (troncos digitais e linhas

Leia mais