UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO COORDENAÇÃO DE SUPRIMENTOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO COORDENAÇÃO DE SUPRIMENTOS"

Transcrição

1 1 CONCORRÊNCIA Nº 005/15-COSUP. A UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA, informa que por intermédio da Comissão de Licitação para tal fim designada, dará início, no dia 14 de setembro de 2015, às 15:30 (quinze horas e trinta minutos Horário de Brasília-DF), na Sala de Licitações da Coordenadoria de Suprimentos, no prédio da Pró-Reitoria de Infra-Estrutura, localizada no Campus Universitário da UFJF, nesta cidade de Juiz de Fora, ao procedimento licitatório relativo à CONCORRÊNCIA nº 005/15, tipo maior oferta, obedecidas as disposições da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, demais normas legislativas aplicáveis e as condições seguintes a que os licitantes devem submeter-se, sem qualquer restrição: 01. DO OBJETO E DAS NORMAS PARA EXPLORAÇÃO Constitui objeto do presente Edital a outorga de PERMISSAO DE USO PARA EXPLORAÇAO COMERCIAL DA LANCHONETE E RESTAURANTE FA- CULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS/UFJF, localizada no Campus U- niversitário, na cidade de Juiz de Fora-MG A permissão de uso destinar-se-á à exploração comercial, única e exclusivamente, de Lanchonete e restaurante, com serviço de almoço e jantar O permissionário será obrigado a manter a Lanchonete aberta de segunda a sexta feira, da 07h às 22h e aos sábados de 08h às 14h, durante o período letivo. Será obrigado ainda a manter a Lanchonete aberta no período de férias, de segunda a sexta feira, no horário de 08h às 18h Nenhum vínculo de natureza empregatícia terá o permissionário e seus servidores, prepostos ou empregados com a Universidade, ficando, ainda, por conta do permissionário as despesas com taxas, tributos, e demais despesas decorrentes da utilização do espaço ou da atividade. A Universidade fornecerá água e luz para o funcionamento da cantina/lanchonete, mediante pagamento de taxa de utilização, a valor fixo, corrigida anualmente. 1.5 O espaço da permissão é ideal para lanches rápidos (salgados, sanduíches, cafés e sucos, biscoitos, chocolates, refrigerantes, etc), bem como para o serviço de refeições (almoço e jantar), nas suas diversas modalidades: executivo, auto-serviço, etc Obrigatoriamente a Permissionária fornecerá refeição a preço fixo (almoço e jantar) não podendo o valor ser superior a R$10,00 (dez reais). Esse serviço poderá ser por auto-serviço ou por fornecimento de prato feito. 1.6 O permissionário poderá instalar, em espaços determinados pela Pró- Reitoria de Infra-Estrutura, com o aceite do Gestor do Contrato, até 03 (três) máquinas do tipo auto-atendimento (refrigerante, café expresso, biscoitos, etc) A cozinha da lanchonete deverá ser equipada com sistema de exaustão que permita a adaptação de coifa, de forma a possibilitar o preparo de sanduí-

2 2 ches, salgados e refeições. A adaptação dos espaços e instalação dos equipamentos, em conformidade com as normas sanitárias em vigor, é de responsabilidade do permissionário O permissionário deverá observar rigorosamente as normas da UFJF, no que se refere às instalações, conservação e limpeza, segundo o Termo de Referência para instalação de Lanchonetes e Restaurantes nas dependências da Universidade Federal de Juiz de Fora Anexo I É vedada a utilização da Lanchonete para qualquer outro fim que não o previsto neste Edital, sendo vedado, ainda, ao permissionário, transferir a permissão, locar, sublocar, ceder ou emprestar o imóvel, ainda que parcialmente Só poderão ser efetuadas benfeitorias no imóvel, a partir de prévia e escrita autorização da Universidade, e de acordo com as normas e orientações da Pró-Reitoria de Infra-Estrutura da UFJF O permissionário responderá, civil e criminalmente, pelos prejuízos causados ao imóvel, ou aos servidores da UFJF, a que der causa, ou pelos danos causados por seus subordinados, empregados, prepostos ou contratados O permissionário compromete-se ainda a: a) providenciar as licenças junto aos órgãos públicos competentes, a- presentando as mesmas à UFJF, em até 30 (trinta) dias úteis após a assinatura do Contrato; b) apresentar comprovante de que houve contratação de seguros, notadamente apólice que cubra prejuízos decorrentes de incêndio, furto e acidentes, além daqueles que sejam obrigatórios por lei, no ato da assinatura do Contrato; b) assegurar o acesso ao espaço objeto desta permissão aos servidores da UFJF, no exercício da fiscalização do contrato, bem como aos servidores das entidades de fiscalização, notadamente os da Vigilância Sanitária; c) não deixar expostos no local, caixas, embalagens ou quaisquer outros objetos que comprometam a boa aparência do local, a higiene ou a saúde das pessoas; d) não afixar, e não permitir que qualquer pessoa afixe, cartazes, folders, ou qualquer tipo de propaganda nas paredes externas da Lanchonete. Será permitido ao Permissionário a instalação de um mural de dimensões não superiores a 4m² (quatro metros quadrados) para afixação de avisos e cartazes. 2. DA HABILITAÇÃO 2.1 Poderão participar do certame empresas nacionais que atenderem às exigências contidas neste Edital e seus Anexos, vedada à participação de pessoas físicas. As empresas deverão demonstrar experiência em atividades alimentícias por no mínimo 1(um) ano, através de Atestado, Declaração ou Contrato Social; as Empresas deverão apresentar Registro no Conselho Regional de Nutrição competente, nos termos da lei. As Empresas deverão comprovar que seguem as normas de vigilância sanitária, apresentando, no ato de habilitação, os competentes alvarás cor-

3 3 respondentes ao Cadastro nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) participante da licitação, nos locais onde funcionam. 2.2 A empresa Licitante deverá obrigatoriamente realizar visita técnica prévia ao local da Lanchonete e Restaurante, onde os serviços serão realizados e examinar as especificidades do espaço físico para instalação, tomando conhecimento de todos os detalhes e particularidades que julgar conveniente, não podendo alegar, posteriormente, desconhecimento e/ou eventuais dificuldades de execução de qualquer parte dos serviços objeto desta contratação A visita técnica será efetuada pelo Responsável da empresa licitante no dia 09 de setembro de O horário da visita será às 14:00 devendo os interessados comparecer a Coordenação de Suprimentos, prédio da Pró-Reitoria de Infra Estrutura, Campus da UFJF, na cidade de Juiz de Fora-MG Os licitantes deverão formalmente anunciar suas presenças nas referidas visitas mediante ofício entregue em mãos na Coordenação de Suprimentos Prédio da Pró-Reitoria de Infra Estrutura Campus da UFJF, na cidade de Juiz de Fora-MG ou encaminhado via desde que sejam entregues ou enviados mediante comprovante de protocolo / fax até as 17:00 do dia anterior à data da realização da visita. Tal documento deverá apontar o responsável da empresa que estará presente à visita As empresas deverão estar inscritas no SICAF (Sistema de Cadastro de Fornecedores), este Cadastro poderá ser feito no Prédio da Pró-Reitoria de Infra- Estrutura Coordenadoria de Suprimentos Setor de Cadastro, das 14:00 às 17:00 horas A regularidade do cadastramento do licitante inscrito no SICAF será confirmada por meio de consulta on line, no ato de abertura da licitação Anexar as seguintes declarações: Declaração formal de que o licitante se obriga expressa e i- mediatamente a acusar a superveniência de quaisquer fatos que sejam ou possam vir a ser impeditivos da habilitação, conforme Anexo II Declaração formal de que o licitante conhece e aceita todas as condições previstas no presente edital, submetendo-se às sanções que possam sobrevir da sua eventual infringência, conforme Anexo III Declaração formal que não utiliza mão-de-obra direta ou indireta de menores de 18 (dezoito) anos para a realização de trabalhos noturnos, perigosos ou insalubres, bem como não utiliza, para qualquer trabalho, mão-de-obra direta ou indireta de menores de 16 (dezesseis) anos, exceto na condição de aprendiz, a partir de 14 (catorze) anos (conforme Lei nº 9.854/99). Anexo IV 2.6- Apresentação da Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas (CNDT)

4 A não inscrição da firma no SICAF e a não apresentação das declarações solicitadas implicará na inabilitação da licitante A documentação deverá ser apresentada em envelope lacrado com o título: UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA RAZÃO SOCIAL E CNPJ DA LICITANTE CONCORRÊNCIA Nº 005/15 ABERTURA DIA 14/09/2015 as 15:30 horas ENVELOPE N.º 01 - HABILITAÇÃO 03. DA PROPOSTA A proposta será apresentada em 01 (uma) via, assinada pelo licitante, conforme ANEXO VI do Edital, com o correto preenchimento A proposta será entregue em 01 (um) envelope lacrado e rubricado pelo licitante Nos meses de fevereiro e julho de cada ano incidirá desconto de 25% (vinte e cinco por cento) sobre o valor ofertado, excluído do desconto a taxa constante do item desse Edital No mês de janeiro de cada ano incidirá desconto de 50% (cinqüenta por cento) sobre o valor ofertado, excluído do desconto a taxa constante do item desse Edital Se por qualquer motivo houver aulas regulares em virtude de alterações no Calendário Acadêmico da Graduação durante os meses mencionados, excluídos os Cursos de Verão e de Inverno, os descontos previstos incidirão sobre período correspondente ao novo Calendário Na parte externa do envelope constarão os seguintes dizeres: A proposta conterá: UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA RAZÃO SOCIAL E CNPJ DA LICITANTE CONCORRÊNCIA Nº 005/2015 ABERTURA DIA 14/09/2015 as 15:30 horas ENVELOPE Nº 02 - PROPOSTA COMERCIAL Declaração expressa de que conste o preço público mensal a ser pago pelo licitante, e que não poderá ser inferior (valor mínimo): R$ 1.200,00 (hum mil e duzentos reais). Valor este que será observado, para fins de julgamento, com base na data da apresentação da proposta; A taxa pelo fornecimento de água e luz será fixada em R$ 600,00 (seiscentos reais) e não constará da proposta, sendo paga independentemente do valor apresentado pela empresa.

5 5 MÊS VALOR MÍNIMO DESCONTO VALOR REAL TAXA VALOR TO- TAL JANEIRO R$1.200,00 50% R$1.200,00 FEVEREIRO R$1.200,00 25% R$900,00 R$1.500,00 MARÇO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 ABRIL R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 MAIO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 JUNHO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 JULHO R$1.200,00 25% R$900,00 R$1.500,00 AGOSTO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 SETEMBRO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 OUTUBRO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 NOVEMBRO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800,00 DEZEMBRO R$1.200,00 R$1.200,00 R$1.800, Declaração de que o licitante se obriga a manter a proposta pelo prazo mínimo de 60 (sessenta) dias, a contar da data de abertura da mesma, para fins de julgamento e da contratação; O licitante não poderá apresentar mais de uma proposta para a mesma permissão, vedação essa que se estende às filiais; O licitante deverá constar na proposta que está de acordo com todas as clausulas do edital e da minuta de contrato. 04. DO RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES "01" E "02" As firmas interessadas far-se-ão presentes por um representante legal, com poderes para intervir nas fases do procedimento licitatório, desde que exiba, quando da abertura da Licitação, documento que o identifique e o credencie como participante nesta licitação, devidamente reconhecido pela Comissão de Licitação Os envelopes lacrados com a DOCUMENTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL deverão ser entregues simultaneamente no SETOR DE PROTOCOLO na Pró-Reitoria de Infra-Estrutura no Campus da UFJF - Juiz de Fora - MG, até às 15:30 (quinze horas e trinta minutos Horário de Brasília-DF) do dia 14 de setembro de 2015, ou, pessoalmente, no momento de abertura da Sessão Os envelopes contendo a documentação das firmas licitantes serão abertos na data e hora estabelecidas neste Edital. Todos os documentos apresentados serão rubricados pelos Membros da Comissão de Licitação e pelos representantes presentes.

6 Concluída a fase de habilitação, desde que não haja qualquer impugnação ou recurso, a Comissão dará início à abertura dos envelopes PROPOSTA COMERCIAL das licitantes classificadas na fase anterior Serão habilitadas as licitantes que atenderem a todas as exigências EDI- TALICIAS Caso haja interposição de recurso, a comissão informará a data de abertura dos envelopes PROPOSTA COMERCIAL Somente serão abertos os envelopes PROPOSTA COMERCIAL das licitantes habilitadas na fase de HABILITAÇÃO. Após, decorrido o prazo de recurso, os envelopes serão devolvidos, devidamente fechados, às licitantes inabilitadas Caso a comissão julgue necessário, poderá suspender os trabalhos, estabelecendo nova data e horário para prosseguimento Serão registrados em atas próprias todos os atos, decisões ou ocorrências relativas à presente licitação Dentro do prazo máximo de 10 dias, a Comissão: Desclassificará, fundamentadamente, as propostas que não a- tenderem às exigências deste Edital Classificará as propostas em ordem numérica decrescente a partir da de MAIOR PREÇO; Se forem dois ou mais licitantes vencedores, decidirá a sorte; Lavrará relatório dos trabalhos, apontando os fundamentos das desclassificações e da seleção efetuadas, concluindo pela classificação ordinal dos licitantes No local, data e hora designadas, a Comissão divulgará a ordem de classificação Divulgada a ordem de classificação, a Comissão dará vista, das propostas, aos representantes dos licitantes Dos atos praticados pela Comissão de Licitação, caberá recurso, na forma prevista na Lei nº 8.666, de 21 de junho de Decorrido o prazo de recurso, sem que nenhum tenha sido interpostos ou decididos os porventura interpostos, a Comissão de Licitação remeterá o processo ao dirigente da unidade requisitante, para adjudicação e homologação do objeto. 05. DA EFETIVAÇÃO DO AJUSTE

7 O prazo para a assinatura do Termo de Permissão Onerosa de Uso será de 03 (três) dias, a contar da data em que o licitante vencedor for convocado pela UFJF O Permissionário se obriga a colocar a Lanchonete em funcionamento em um prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis após assinatura do Termo Decorrido o prazo e não comparecendo à UFJF o licitante vencedor para a assinatura do termo, será ele havido como desistente; Ocorrendo à hipótese do item anterior, no prazo referido no item 5.1, o licitante ficará sujeito às seguintes sanções aplicáveis isolada ou conjuntamente: Multa de 3% (três por cento) sobre o valor anual de sua proposta; Impedimento de contratar com a Administração pelo prazo de 05 (cinco) anos; A multa de que trata o item deverá ser recolhida no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da intimação da decisão administrativa que a tenha aplicado, garantida a defesa prévia do interessado, no prazo de 05 (cinco) dias; Ocorrendo à hipótese contemplada no item anterior (5.2), serão sucessivamente convocados para o ajuste os demais classificados, o qual será efetuado em igual prazo e nas mesmas condições propostas pelo primeiro classificado A permissão regular-se-á pelas disposições da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, observadas suas alterações posteriores, pelas disposições deste Edital e demais normas aplicáveis à hipótese A permissão vigorará pelo prazo de 60 (sessenta) meses, a partir da data de assinatura do respectivo termo, vedada a prorrogação, nos termos da lei; Findo o prazo estabelecido, a permissão estará finda, independentemente de aviso ou notificação judicial ou extrajudicial, cabendo ao permissionário desocupar e entregar o imóvel no prazo de 30(trinta) dias. 06. DA FISCALIZAÇÃO A fiscalização das condições estabelecidas para a outorga de permissão de uso será exercida pela Pró-Reitoria de Infra-Estrutura, bem como pela Direção da Faculdade/instituto, cumprindo ao permissionário acatar as determinações que lhe forem dirigidas expressamente, desde que as mesmas não vulnerem as cláusulas e condições da Permissão. 07. DOS PAGAMENTOS A permissionária deverá recolher em Conta da União através de GRU - Guia de Recolhimento da União, até o 5 (quinto) dia útil do mês subseqüente, a contrapartida apurada na forma do item 5.1. A guia de recolhimento deverá ser solicitada na Coordenadoria de Execução e Suporte Financeiro da UFJF localizada

8 8 no Prédio da Reitoria Campus Universitário telefone: (32) com a devida antecedência. Nessa GRU constará a soma do valor do contrato com a taxa de fornecimento de água e luz no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais). Uma cópia do comprovante de pagamento deverá ser entregue à Direção da unidade/instituto, bem como outra cópia à Coordenadoria de Execução e Suporte Financeiro. 08. DAS PENALIDADES O atraso injustificado na execução do objeto da permissão sujeitará o permissionário à multa de mora de 0.5% (cinco décimos por cento) sobre o valor global da permissão, para cada dia de atraso, observado o prazo máximo de 05 (cinco) dias úteis; A multa de que trata este item não impedirá a cassação da permissão pela Universidade e a aplicação de outras sanções Pela inexecução, total ou parcial do objeto da permissão, ultrapassado o prazo estabelecido no item 8.1, a Universidade poderá aplicar ao permissionário as seguintes sanções, isolada ou cumulativamente: advertência; multa, meramente moratória, como previsto no item 8.1, retro, ou multa penalidade de 15% (quinze por cento) sobre o valor global da permissão suspensão temporária de participação e impedimento de contratar com a Administração por prazo não superior a 05 (cinco) anos; declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Universidade enquanto perdurarem os motivos da punição; As sanções previstas nos itens e poderão ser aplicadas juntamente com o item 8.2.2, facultada a defesa do interessado, no prazo de 05 (cinco) dias úteis; A sanção estabelecida no item é de competência exclusiva da Autoridade Competente, podendo ser aplicada juntamente com o item 8.2.2, facultada a defesa do interessado no respectivo processo no prazo de 10 (dez) dias da abertura de vista; As multas serão recolhidas no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da intimação da decisão administrativa que as tenham aplicado, ou ainda, quando for o caso, cobradas judicialmente Os valores das multas serão fixados em reais na data de sua aplicação e será corrigida pelo IGPM na data da liquidação As penalidades previstas neste Edital poderão deixar de ser aplicadas, total ou parcialmente, a critério da Autoridade Competente, se entender as justificativas apresentadas pela Permissionária como relevantes.

9 9 9. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Não se permitirá a participação de consórcios ou sociedades de propósito Específico na licitação objeto deste Edital Fica ressalvado à Universidade, antes da assinatura do termo de permissão, por despacho da Autoridade Competente, do qual se dará ciência aos licitantes, revogar ou anular a presente CONCORRÊNCIA, sem que caiba direito à reclamação ou pedido de indenização Os elementos que compõem o presente Edital são informativos, e, em conseqüência, não significam qualquer obrigação por parte da Universidade, a qual fica reservada o direito de modificá-los e de excluí-los, parcial ou totalmente Embora vedada à complementação dos documentos exigidos por este E- dital, após a data prevista para a entrega das propostas, a Comissão poderá solicitar aos licitantes os esclarecimentos necessários para a completa elucidação dos objetivos que informam a presente CONCORRÊNCIA Qualquer outro esclarecimento julgado necessário será prestado pela Pró- Reitoria de Planejamento e Gestão/Coordenação de Suprimentos ou pela Comissão de Licitação de segunda a sexta-feira, no horário normal de expediente, ou pelo telefone (32) Os documentos abaixo fazem parte do presente Edital: Anexo I: Termo de Referência para instalação de Lanchonetes e Restaurantes no Campus Universitário da U.F.J.F. Anexo II: Declaração formal de que o licitante se obriga expressa e imediatamente a acusar a superveniência de quaisquer fatos que sejam ou possam vir a ser impeditivos da habilitação; Anexo III - Declaração formal de que o licitante conhece e aceita todas as condições previstas no presente edital, submetendo-se às sanções que possam sobrevir da sua eventual infringência; Anexo IV - Declaração formal que não utiliza mão-de-obra direta ou indireta de menores de 18 (dezoito) anos para a realização de trabalhos noturnos, perigosos ou insalubres, bem como não utiliza, para qualquer trabalho, mão-de-obra direta ou indireta de menores de 16 (dezesseis) anos, exceto na condição de aprendiz, a partir de 14 (catorze) anos (conforme Lei nº 9.854/99). Anexo V Minuta de Contrato Juiz de Fora, 06 de abril de Anna Cecília Assis Mendonça Presidente da Comissão Especial de Licitação.

10 10 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA Termo de Referência para instalação de Lanchonetes e Restaurantes nas dependências da UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA, Campus Universitário, na cidade de Juiz de Fora-MG, da Universidade Federal de Juiz de Fora 1. Normas para instalação de equipamentos Os permissionários das Lanchonetes e Restaurantes deverão apresentar o projeto arquitetônico, hidráulico e elétrico constando localização e especificação dos equipamentos a serem utilizados; Todos os equipamentos para produção de alimentos, como: fornos, fritadeiras, fogões e similares serão a gás; ficando expressamente vedada a utilização de equipamentos elétricos para preparo e cocção de alimentos. Será permitido o uso de 01 (um) forno microondas. O projeto de instalação dos equipamentos será submetido à Pró- Reitoria de Infra-Estrutura para aprovação EM ATÉ 05 (cinco) dias úteis após a assinatura do ajuste. Aprovado o Projeto, uma cópia do mesmo, devidamente aprovado, será entregue na Direção da unidade. 2. Normas de Funcionamento: Deverão existir aparelhos de refrigeração e/ou resfriamento quando são armazenados e vendidos produtos alimentícios perecíveis ou alteráveis; Todos os recipientes para coleta de resíduos, que deverão existir na área interna e externa da Lanchonete, em número razoável, deverão ser adequados, de fácil limpeza e providos de tampo, bem como ter acondicionados sacos de lixo apropriados, ou recipientes descartáveis; Todas pessoas que trabalham na Lanchonete, deverão apresentar caderneta de vacinação em dia, devendo as mesmas serem apresentadas anualmente à repartição sanitária para necessária revisão; Todas as pessoas que trabalham na Lanchonete deverão utilizar vestuário adequado à natureza do serviço; sendo expressamente vedado a todos os que trabalham na Lanchonete o uso de chinelos, sandálias, bermudas, camisas sem manga, entre outras proibições das normas sanitárias; Todas as pessoas que manipulam os alimentos, do preparo ao serviço, deverão se utilizar de toucas para o cabelo e luvas; Deverá ser mantido rigoroso asseio, nas pessoas, nos utensílios, nas instalações e no local das Lanchonetes e Restaurantes; Deverá estar fixado, em local visível para os consumidores, em um quadro o endereço e o telefone do Centro de Saúde responsável pela fiscalização sanitária das Lanchonetes e Restaurantes, bem como o telefone e o endereço do PROCON, assim como os devidos alvarás e licenças de funcionamento. qualquer substância alimentícia não poderá ser exposta à venda a não ser que esteja devidamente protegida contra poeira, insetos e outras formas de deterioração.

11 11 no acondicionamento ou embalagem não poderá haver contato direto de alimentos com jornais, papéis coloridos ou filmes plásticos u- sados ou qualquer invólucro que possa transferir ao alimento substâncias contaminantes. os alimentos industrializados servidos só poderão ser aqueles registrados nos órgãos públicos competentes. CUMPRIR, E FIELMENTE, A RESOLUÇÃO RDC N. 216, DE 15 DE SETEMBRO DE 2004, DA ANVISA, bem como suas alterações posteriores, além das normas expedidas pela Vigilâncias Sanitárias estadual e Municipal, quando for o caso. proibições no interior das Lanchonetes e Restaurantes : fumar; varrer a seco; permitir a entrada ou a permanência de quaisquer animais; ter em depósito, substâncias nocivas à saúde ou que possam servir para alterar, adulterar, fraudar ou falsificar alimentos (saneantes, desinfetantes e produtos similares). É vedado o fornecimento dos seguintes produtos nas Lanchonetes e Restaurantes: todo e qualquer tipo de bebida alcoólica; todo e qualquer tipo de tabaco; todo e qualquer tipo de medicamento ou produto químicofarmacêutico. OBS: Os estabelecimentos interessados no fornecimento de refeições deverão a- presentar requisitos mínimos necessários para a realização da prestação de serviços, a saber: 1) Apresentar instalações físicas adequadas de forma a possibilitar um fluxo ordenado e a facilitar as operações de manutenção, limpeza e desinfecção; 2) O projeto de instalação dos equipamentos deverá estar de acordo com o manual da Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas (ABERC); 3) Os equipamentos deverão ser mantidos organizados e em adequado estado de conservação; 4) Os utensílios usados deverão ser apropriados para a finalidade; 5) Os trabalhadores responsáveis pela atividade de higienização dos alimentos, bem como pela cocção e serviço, deverão utilizar uniformes compatíveis à atividade (conservados e limpos), protetores de cabelo, luvas e ter práticas adequadas na manipulação dos alimentos; 6) Presença de responsável técnico; 7) Atender às normas de legislação vigente, conforme resolução RDC nº 216 ANVISA; 8) Atenção permanente quanto à higiene pessoal; 9) Capacitação periódica em técnicas de manipulação higiênica dos alimentos;

12 12 10) Realizar ações eficazes e contínuas de controle integrado de vetores e pragas urbanas, com o objetivo de impedir a atração, abrigo, acesso e ou proliferação dos mesmos; 11) O lixo deverá ser disposto adequadamente em recipientes de fácil limpeza, em sacos plásticos (devem ser providos com tampas acionadas por pedal). Horários de Funcionamento O permissionário será obrigado a manter a Lanchonete e Restaurante aberta de acordo com os horários descritos no Contrato e no Edital.

13 13 ANEXO II Modelo da Declaração solicitada no item do edital, que deverá ser confeccionada em papel timbrado da firma. D E C L A R A Ç Ã O Declaramos que a (empresa), sediada (endereço), inscrita no CGC n.º ( O N.º DO CNPJ INFORMADO SERÁ UTILIZADO PARA REALIZA- ÇÃO DA CONSULTA NO SICAF ) se obriga expressa e imediatamente a acusar a superveniência de quaisquer fatos que sejam ou possam vir a ser impeditivos da habilitação na CONCORRÊNCIA n.º 005/15-COSUP. (local) (data), de de (assinatura do representante legal da empresa)

14 14 ANEXO III Modelo da declaração solicitada no item do edital, que deverá ser confeccionada em papel timbrado da firma. D E C L A R A Ç Ã O Declaramos que a (empresa), sediada (endereço), inscrita no CGC n.º ( O N.º DO CNPJ INFORMADO SERÁ UTILIZADO PARA REALIZAÇÃO DA CONSULTA NO SICAF ) tem conhecimento do edital da CONCORRÊNCIA N 005/15-COSUP e está de acordo com todas as condições previstas no presente edital, submetendo-se às sanções que acaso possam sobrevir na sua eventual infringência. (local) (data), de de (assinatura do representante legal da empresa)

15 15 ANEXO IV Modelo da declaração solicitada no item do edital, que deverá ser confeccionada em papel timbrado da firma. D E C L A R A Ç Ã O (Nome da empresa)..., CNPJ nº..., sediada (endereço completo)..., declara, sob as penas da Lei, que não utiliza mão-de-obra direta ou indireta de menores de 18 (dezoito) anos para a realização de trabalhos noturnos, perigosos ou insalubres, bem como não utiliza, para qualquer trabalho, mão-de-obra direta ou indireta de menores de 16 (dezesseis) anos, exceto na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos (conforme Lei nº 9.854/99). Juiz de Fora, de de (nome e número da identidade do declarante)

16 16 ANEXO V MINUTA DE CONTRATO Permissão onerosa de uso de bem público que entre si celebram a Universidade Federal de Juiz de Fora e , visando a instalação de Lanchonete localizada no Prédio da Faculdade de Educação Física e Desportos/UFJF. A UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA, CNPJ / , sediada no Campus Universitário Bairro Martelos, Juiz de Fora MG, doravante denominada CONCEDENTE, neste ato representada pelo seu Reitor Professor Henrique Duque de Miranda Chaves Filho, portador da Carteira de Identidade nº e do CPF e , CNPJ , sediada à Rua , doravante denominada permissionária, neste ato representada por , portador (a) da Carteira de Identidade e do CPF ; considerando o resultado da Concorrência nº. 005/2015-COSUP, firmam o presente Termo de Permissão Onerosa de Uso, mediante as seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO O presente Termo tem por objeto a outorga de permissão onerosa de uso de espaço físico com aérea total de 44,95m², localizada no Prédio da Faculdade de Educação Física e Desportos/FAEFID, localizada no Campus da Universidade Federal de Juiz de Fora, na cidade de Juiz de Fora MG. CLÁUSULA SEGUNDA - DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO A permissão de uso destinar-se-á à exploração comercial, única e exclusivamente, de Lanchonete; O permissionário será obrigado a manter a Lanchonete aberta de segunda a sexta feira, da 07h às 22h e aos sábados de 08h às 14h, durante o período letivo. Será obrigado ainda a manter a Lanchonete aberta no período de férias, de segunda a sexta feira, no período ente 08h e 18h. Nos domingos e feriados o Permissionário será obrigado a manter a Lanchonete aberta desde que comunicado com antecedência de 03 (três) dias úteis pelo Diretor do Instituto de Ciências E- xatas, que estabelecerá o horário de funcionamento Nenhum vínculo de natureza empregatícia terá a permissionária e seus empregados com a Universidade Federal de Juiz de Fora, ficando, ainda, por conta da permissionária as despesas com taxas, tributos e demais despesas decorrentes da utilização do espaço ou da atividade. A Concedente fornecerá água e luz para o funcionamento da cantina/lanchonete. 2.4 O espaço da permissão é ideal para lanches rápidos (salgados, sanduíches, cafés e sucos, biscoitos, chocolates, refrigerantes, etc.), obrigando-se o permissionário ao fornecimento de refeições (almoço e jantar no período letivo; almoço aos sábados e no período de férias) Obrigatoriamente a Permissionária fornecerá refeição a preço fixo (almoço e jantar) não podendo o valor ser superior a R$10,00 (dez reais). Esse serviço poderá ser por auto-serviço ou por fornecimento de prato feito. O Permissionário deverá ter á disposição para venda, necessariamente, as seguintes opções:

17 17 1) Média de café com leite e pão com manteiga, frio ou aquecido em chapa; 2) Suco natural, com pelo menos três opções; 3) Sanduíches rápidos, a preços acessíveis; 4) Bolos em porções individuais ou em pedaços; 5) Almoço e jantar, com pelo menos uma opção vegetariana. 6) Chás em sachês ou qualquer forma que permita o preparo rápido. 2.5 O permissionário poderá instalar, nos espaços determinados pela Pró- Reitoria de Infra-Estrutura, até 03 (três) máquinas do tipo auto-atendimento (refrigerante, café expresso, etc.); A cozinha da lanchonete deverá ser equipada com sistema de exaustão que permita a adaptação de coifa, de forma a possibilitar o preparo dos alimentos. A adaptação do espaço deverá ser feita pela permissionária; A permissionária deverá observar rigorosamente as normas da concedente no que se refere às instalações, conservação e limpeza, segundo o Termo de Referência para instalação de Lanchonetes e Restaurantes nas dependências da U- niversidade Federal de Juiz de Fora conforme especificado no presente termo; É vedada a utilização da Lanchonete para qualquer outro fim que não o previsto neste termo, sendo vedado, ainda, ao permissionário, transferir a permissão, locar, sublocar, ceder ou emprestar o imóvel, ainda que parcialmente; Só poderão ser efetuadas benfeitorias no imóvel mediante prévia e escrita autorização da concedente e de acordo com as normas e orientações da Pró- Reitoria de Infra-Estrutura da UFJF; 2.10 A permissionária responderá civil e criminalmente pelos prejuízos causados ao imóvel ou a freqüentadores das instalações a que der causa ou seus empregados; A permissionária compromete-se ainda a: a) providenciar as licenças e seguros obrigatórios por lei; b) assegurar o acesso à cantina aos servidores da UFJF encarregados da verificação do cumprimento das cláusulas do presente termo e dos fiscais, devidamente identificados, dos órgãos responsáveis pela fiscalização das atividades desenvolvidas; c) não deixar no local caixas ou embalagens de modo ostensivo que comprometam a boa aparência do local Ao iniciar suas atividades a permissionária deverá apresentar uma relação com todos os aparelhos, equipamentos e móveis de sua propriedade que serão utilizados na CANTINA. Deverá ser apresentada também uma relação de empregados que trabalharão na CANTINA. Estas informações deverão ser atualizadas trimestralmente pela permissionária. Somente os bens relacionados poderão ser retirados. As benfeitorias realizadas pela permissionária, tais como bancadas, mesas de alvenaria e outros, reverterão automaticamente ao patrimônio da concedente, sem que caiba à permissionária qualquer indenização A permissão onerosa de uso será concedida em caráter precário, ficando a permissionária obrigada a desocupar o espaço e restituí-lo à concedente assim que lhe for exigido, sem necessidade de qualquer interpelação, notificação judicial ou extrajudicial, A permissionária terá um prazo de 30 (trinta) dias corridos para desocupação. Não caberá também nenhum tipo de indenização A permissionária deverá manter a qualidade dos gêneros comercializados, de acordo com as normas nutricionais e condições sadias de fornecimento A permissionária deverá fornecer amostras dos gêneros comercializados, para controle de qualidade, sempre que solicitado pela UFJF.

18 A permissionária, OBRIGATORIAMENTE, deverá apresentar, no ato de assinatura desse ajuste, a apólice de seguro contra danos, incêndio e outros sinistros, pelo prazo contratual A permissionária, OBRIGATORIAMENTE, em até 30 (trinta) dias após a assinatura do contrato, apresentará ao Gestor TODOS os alvarás necessários ao funcionamento do empreendimento, junto aos Órgãos competentes; 2.18 A permissionária, OBRIGATORIAMENTE, deverá aceitar o pagamento por meio de cartão eletrônico de débito e/ou crédito, de ao menos uma bandeira, em até dez dias após o início do funcionamento do local. CLÁUSULA TERCEIRA - TERMO DE REFERÊNCIA. 3.1 Normas para instalação de equipamentos Os permissionários das Lanchonetes e Restaurantes deverão apresentar o projeto arquitetônico, hidráulico e elétrico constando localização e especificação dos equipamentos a serem utilizados; Todos os equipamentos para produção de alimentos, como: fornos, fritadeiras, fogões, sanduicheiras e similares serão a gás; ficando expressamente vedada a utilização de equipamentos elétricos para preparo e cocção de alimentos. Será permitido o uso de 01 (um) forno microondas. O projeto de instalação dos equipamentos será submetido à Pró- Reitoria de Infra-Estrutura para aprovação 3.2 Normas de Funcionamento: Deverão existir aparelhos de refrigeração e/ou resfriamento quando são armazenados e vendidos produtos alimentícios perecíveis ou alteráveis; Todos os recipientes para coleta de resíduos, que deverão existir na área interna e externa da Lanchonete, em número razoável, deverão ser adequados, de fácil limpeza e providos de tampo, bem como ter acondicionados sacos de lixo apropriados, ou recipientes descartáveis; Todas pessoas que trabalham na Lanchonete, deverão apresentar caderneta de vacinação em dia, devendo as mesmas serem apresentadas anualmente à repartição sanitária para necessária revisão; Todas as pessoas que trabalham na Lanchonete deverão utilizar vestuário adequado à natureza do serviço; sendo expressamente vedado a todos os que trabalham na Lanchonete o uso de chinelos, sandálias, bermudas, camisas sem manga, entre outras proibições das normas sanitárias; Todas as pessoas que manipulam os alimentos, do preparo ao serviço, deverão utilizar de toucas para o cabelo e luvas; Deverá ser mantido rigoroso asseio, nas pessoas, nos utensílios, nas instalações e no local das Lanchonetes e Restaurantes; Deverá estar fixado, em local visível para os consumidores, em um quadro o endereço e o telefone do Centro de Saúde responsável pela fiscalização sanitária das Lanchonetes e Restaurantes, bem como o

19 19 telefone e o endereço do PROCON, bem como os devidos alvarás e licenças de funcionamento qualquer substância alimentícia não poderá ser exposta à venda a não ser que esteja devidamente protegida contra poeira, insetos e outras formas de deterioração no acondicionamento ou embalagem não poderá haver contato direto de alimentos com jornais, papéis coloridos ou filmes plásticos u- sados ou qualquer invólucro que possa transferir ao alimento substâncias contaminantes s alimentos industrializados servidos só poderão ser aqueles registrados nos órgãos públicos competentes proibições no interior das Lanchonetes e Restaurantes : fumar; varrer a seco; permitir a entrada ou a permanência de quaisquer animais; ter em depósito, substâncias nocivas à saúde ou que possam servir para alterar, adulterar, fraudar ou falsificar alimentos (saneantes, desinfetantes e produtos similares) vedado o fornecimento dos seguintes produtos nas Lanchonetes e Restaurantes: todo e qualquer tipo de bebida alcoólica; todo e qualquer tipo de tabaco; todo e qualquer tipo de medicamento ou produto químicofarmacêutico Em razão do fornecimento de refeições o permissionário deverá cumprir as seguintes exigências: Apresentar instalações físicas adequadas de forma a possibilitar um fluxo ordenado e a facilitar as operações de manutenção, limpeza e desinfecção; O projeto de instalação dos equipamentos deverá estar de acordo com o manual da Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas (ABERC); Os equipamentos deverão ser mantidos organizados e em adequado estado de conservação; Os utensílios usados deverão ser apropriados para a finalidade; Os trabalhadores responsáveis pela atividade de higienização dos alimentos, bem como pela cocção e serviço, deverão utilizar uniformes compatíveis à atividade (conservados e limpos), protetores de cabelo, luvas e ter práticas adequadas na manipulação dos alimentos; Presença de responsável técnico; Atender às normas de legislação vigente, conforme resolução RDC nº 216 ANVISA; Atenção permanente quanto à higiene pessoal; Capacitação periódica em técnicas de manipulação higiênica dos alimentos, com apresentação dos comprovantes de treinamento a cada ano;

20 Realizar ações eficazes e contínuas de controle integrado de vetores e pragas urbanas, com o objetivo de impedir a atração, abrigo, acesso e ou proliferação dos mesmos; O lixo deverá ser disposto adequadamente em recipientes de fácil limpeza, em sacos plásticos (devem ser providos com tampas acionadas por pedal) CLÁUSULA QUARTA DA FISCALIZAÇÃO A permissionária deverá permitir o livre acesso de funcionários da concedente e de órgãos ou entidades federais, estaduais e municipais, devidamente identificados, independentemente de comunicação prévia das visitas, objetivando a fiscalização do cumprimento das cláusulas deste Contrato e das normas legais relacionadas com as atividades desenvolvidas. A permissionária deverá corrigir rigorosamente dentro do prazo estabelecido pela fiscalização da concedente ou pelos órgãos federais, estaduais e municipais as imperfeições encontradas. CLÁUSULA QUINTA - DO PREÇO E DO PAGAMENTO Como contrapartida à permissão de uso e ocupação do espaço, a permissionária pagará à concedente mensalmente R$ ( ), acrescidos da Taxa de Uso de Energia Elétrica e Água, no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais), além do somatório dos demais encargos apurados pela concedente, quando for o caso, mediante apresentação dos comprovantes à permissionária, aplicados os seguintes descontos apenas sobre o valor da permissão: 50% (cinqüenta por cento) para o mês de janeiro e 25% (vinte e cinco por cento) para os meses de fevereiro e julho, excluído do desconto a taxa fixa e invariável: MÊS VALOR OFERTADO DESCONTO VALOR REAL TAXA VALOR TO- TAL JANEIRO 50% FEVEREIRO 25% MARÇO ABRIL MAIO JUNHO JULHO 25% AGOSTO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO COORDENAÇÃO DE SUPRIMENTOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO COORDENAÇÃO DE SUPRIMENTOS 1 CONCORRÊNCIA Nº 004/15-COSUP. A UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA, informa que por intermédio da Comissão de Licitação para tal fim designada, dará início, no dia 14 de setembro de 2015, às 14:00(quatorze

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 010/2015-COSUP.

CONCORRÊNCIA Nº 010/2015-COSUP. 1 CONCORRÊNCIA Nº 010/2015-COSUP. A UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA, informa que por intermédio da Comissão de Licitação para tal fim designada, dará início, no dia 16 de setembro de 2015, às 09:00

Leia mais

CONVITE N.º 003-001/2013-CV

CONVITE N.º 003-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 003-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de fornecimento de alimentação no município de Santarém/Pará. A TERRA DE DIREITOS, entidade

Leia mais

CONVITE N.º 004-001/2013-CV

CONVITE N.º 004-001/2013-CV 1 CONVITE N.º 004-001/2013-CV REFERÊNCIA: Contratação de organização, associação ou empresa que preste serviço de hospedagem com local para realização de evento, destinado aos contratados e convidados

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

I Sala comercial nº 806, do oitavo pavimento do Centro Comercial Fuad Chequer, situado nesta cidade de Viçosa MG à rua Benjamin Araújo, nº 56,

I Sala comercial nº 806, do oitavo pavimento do Centro Comercial Fuad Chequer, situado nesta cidade de Viçosa MG à rua Benjamin Araújo, nº 56, EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA PROCESSO Nº 65/2015 CONCORRÊNCIA Nº 01/2015 OBJETO: Consiste na Concessão de Uso de Imóveis Públicos, mediante contrato, pelo período de 24 meses, dos espaços físicos localizados

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº

EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº EDITAL TOMADA DE PREÇOS SETOR DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº 45/2013. TOMADA DE PREÇO Nº 07/2013. A Prefeitura Municipal de General Salgado, sito à Av: Antonino José de Carvalho, 940, centro, fará realizar

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas

CONVITE Nº 14/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas CONVITE Nº 14/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 01 / 06 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 01/2014 SOCIEDADE EDUCACIONAL SANTA RITA LTDA.

EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 01/2014 SOCIEDADE EDUCACIONAL SANTA RITA LTDA. EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 01/2014 SOCIEDADE EDUCACIONAL SANTA RITA LTDA. SOCIEDADE EDUCACIONAL SANTA RITA LTDA., inscrita no CNPJ sob o nº. 91.109.660/0006-75, situada na Rua Os Dezoito do Forte, nº. 2366,

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N.º 5030005-01/2011 1 CONVITE N.º 5030005-01/2011 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA -, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, realizará licitação por CONVITE, do tipo menor preço global, para a AQUISIÇÃO DE CERCA/MANGUEIRA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /2011 Fls. 1

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria Municipal de Finanças Divisão de Compras e Licitações Contrato nº /2011 Fls. 1 Contrato nº /2011 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 085/2011 Processo n.º 29.199/2011 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO SERVIÇOS DE DESINSETIZAÇÃO E DESRATIZAÇÃO NAS UNIDADES

Leia mais

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES:

I - LOCAL DE ENTREGA DOS ENVELOPES: EDITAL de LICITAÇÃO MODALIDADE: CARTA CONVITE N.º 17/2013 Data da abertura dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas Data limite para entrega dos envelopes: Dia: 25/10/2013 Horário: 13:00 horas

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014

EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA 01/2014 O PRESIDENTE DA COMPANHIA ÁGUAS TERMAIS MARCELINO RAMOS no uso de suas atribuições legais e estatutárias e de conformidade com a Lei 8666/93 de 21 de junho de 1993

Leia mais

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto

PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014. Do Objeto PROCESSO Nº 574/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº7/2014 O Município de Mariano Moro, RS, torna público, em conformidade com a Lei Federal n.º 8.666/93 e suas alterações, que no dia 30 de setembro as 14

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 05/2010

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 05/2010 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 05/2010 a) Prestar assistência técnica aos softwares instalados: Sistema Windows; Sistema de disponibilização de guias de cobrança através da internet;

Leia mais

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações

BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações BANRISUL ARMAZÉNS GERAIS S.A. EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 001/2014 Regida pela Lei nº 8.666/93 e suas alterações A Banrisul Armazéns Gerais S.A., atendendo ao disposto nos arts. 13 e 25 II da lei nº 8.666/93,

Leia mais

CONVITE n.º 6010004-01/2012

CONVITE n.º 6010004-01/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE n.º 6010004-01/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO ESTADO DE SANTA CATARINA CARTA CONVITE N 005/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SANTA CATARINA - SENAR-AR/SC Edital de Convite nº. 005/2015 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DOS RESÍDUOS RECICLÁVEIS UNIDADE DE CACHOEIRA PAULISTA - SP EDITAL DE HABILITAÇÃO Nº 02/2011

COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DOS RESÍDUOS RECICLÁVEIS UNIDADE DE CACHOEIRA PAULISTA - SP EDITAL DE HABILITAÇÃO Nº 02/2011 COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DOS RESÍDUOS RECICLÁVEIS UNIDADE DE CACHOEIRA PAULISTA - SP EDITAL DE HABILITAÇÃO Nº 02/2011 O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais INPE realizará, das 07:30 horas do dia

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2014

CONVITE Nº. 001/2014 CONVITE Nº. 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO RIO GRANDE DO SUL, autarquia federal criada pela Lei 1.411/51, através de sua Comissão de Licitações, designada pela Ata nº 1412/2014, da

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL ALCIDES CARNEIRO

SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL ALCIDES CARNEIRO PEQUENO PORTE Nº 008/2014 CARTA CONSULTA - REPETIÇÃO Processo nº 038/2014 Folha nº 38 _ De conformidade com o Regulamento de Licitações e Contratações do Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro

Leia mais

CONTRATO N 02 / 2014

CONTRATO N 02 / 2014 CONTRATO N 02 / 2014 CONTRATANTE: CONTRATADA: RICARDO GABRIEL DE PAULA Pelo presente instrumento de Contrato, de um lado, a, Estado do Paraná, inscrita no CNPJ sob o nº. 77.780.245/0001-03, com sede à

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 001/2014 PROCESSO Nº 001/2014 Encerramento: às 17:00 horas do dia 30 de setembro de 2014 Abertura dos Envelopes: às 8:00 horas do dia 01 de outubro de 2014 A SANTA CASA DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CABEDELO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Chamada Pública n.º 002/2014 para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para alimentação escolar com dispensa de licitação, Lei n.º 11.947, de 16/07/2009, Resolução n.º 38 do FNDE,

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO N 0136/2014 PMF

PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO N 0136/2014 PMF EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 0002/2014 PMF PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO N 0136/2014 PMF O, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ sob o nº 82.947.979/0001-74, representado

Leia mais

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais).

DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 41.20.02 MOBILIÁRIO EM GERAL - R$ 16.000,00 (Dezesseis mil reais). PROCESSO N.º 003/2013 LICITAÇÃO Nº 003/2013-CONVITE TIPO: MENOR PREÇO POR LOTE À EMPRESA: ENDEREÇO: O Conselho Regional de Administração-CRA, através de sua Comissão Permanente de Licitação, nos termos

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2011

CARTA CONVITE Nº 003/2011 CARTA CONVITE Nº 003/2011 O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 10ª Região CREFITO-10, com jurisdição no Estado de Santa Catarina, através de sua Comissão Permanente de Licitações,

Leia mais

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

ANEXO 7 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ANEXO 7 MINUTA DE CONTRATO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE AUTOMÓVEL, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES E A EMPRESA, NA FORMA ABAIXO:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO FINANCEIRO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE CONTRATO N.º /2013 CHAMADA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO N. 2900-09.00/14-0 PREGÃO ELETRÔNICO N. 95/14 CONTRATO AJDG N. 178/14 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013

CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 CHAMADA PÚBLICA Nº 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS E AFINS CNPJ 01.787.506/0001-55 Página 1 de 15 CHAMADA PÚBLICA N.º 004/2013 ADESÃO/CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

CONVITE N.º 97032-05/2010

CONVITE N.º 97032-05/2010 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97.015-970 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS CONVITE N.º 97032-05/2010 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59,

Leia mais

REEDIÇÃO DE CARTA CONVITE

REEDIÇÃO DE CARTA CONVITE REEDIÇÃO DE CARTA CONVITE O INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO CULTURAL, no uso de suas atribuições e devidamente autorizado através do Termo de Permissão de Uso n 001/FTMSP/2014 (Processo n 2013-0.125.492-0),

Leia mais

MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MINUTA DO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DO MÉDIO VALE DO ITAJAÍ - CIMVI, associação pública, inscrita no CNPJ nº 03.111.139/0001-09, com sede na Avenida Getúlio Vargas, n 700,

Leia mais

EDITAL DE CONVITE Nº 004/2012

EDITAL DE CONVITE Nº 004/2012 EDITAL DE CONVITE Nº 004/2012 1. DA LICITAÇÃO O Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de Santa Catarina CORE/SC, Órgão Fiscalizador do Exercício Profissional, criado pela Lei nº 4886,

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS

EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS EXECUÇÃO DE SERVIÇO DE FORNECIMENTO DE SINAL DE INTERNET COM VELOCIDADE MÍNIMA DE 05 MB DESTINADO ÀS ATIVIDADES DA EEEP FRANCISCA MAURA MARTINS POR UM PERÍODO DE 12 (DOZE) MESES CONVITE Nº 20150001 OBJETO:

Leia mais

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014

ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 ABERTURA DE CARTA CONVITE Nº 001/2014 O CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESTADO DE SANTA CATARINA CRECI - 11ª REGIÃO/SC, através da Comissão de Julgamento de Licitação, comunica que, de acordo

Leia mais

CONTRATO Nº 003/2013

CONTRATO Nº 003/2013 CONTRATO Nº 003/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE COLETA, ELABORAÇÃO E REMESSA DE RELATÓRIOS CONTENDO INFORMAÇÕES SOBRE AS PUBLICAÇÕES LEGAIS CONTIDAS NO DIÁRIO DA JUSTIÇA DE SANTA CATARINA E DIÁRIO

Leia mais

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO ANEXO III PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG MINUTA DO CONTRATO Instrumento Particular de Contrato referente ao PREGÃO PRESENCIAL SESC/MA Nº 15/0019-PG, que entre si fazem o Serviço Social do Comércio

Leia mais

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE;

2.01.1 Atenderem as condições e exigências estabelecidas neste CONVITE; CONVITE Nº 009/2007 LICITAÇÃO PARA AQUISIÇÃO DE 63 (SESSENTA E TRÊS) LICENÇAS DO SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL-FULL VERSÃO EM PORTUGUÊS PARA ESTAÇÕES DE TRABALHO E 01(UMA) LICENÇA DE WINDOWS

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N. º 95933-02/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência CONVITE N. º 95933-02/2010 CONVITE N. º 95933-02/2010 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC, CNPJ n.º 89.252.431/0001-59, realizará licitação por CONVITE, do tipo menor preço global, para a CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA

Leia mais

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA.

CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. CONTRATO Nº 095/2013 CONTRATO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ E A EMPRESA FORTIMIX COMÉRCIO DE CONCRETO LTDA. Aos 03 dias do mês de julho de 2013, de um lado, o MUNICÍPIO DE PIRAJUÍ, pessoa

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 03/2010

ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 03/2010 ANEXO I ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO TOMADA DE PREÇOS Nº 03/2010 a) Prestação de Assessoria Jurídica em processos administrativos de registro, cadastro, sindicâncias e oriundos da fiscalização; b) Acompanhamento

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO - MODALIDADE CONVITE PROCESSO nº 001/2014 CARTA CONVITE nº 001/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM A Presidenta da ASSOCIAÇÃO CASA DA MULHER CATARINA - CMC, mantenedora do Projeto: JORNALISTAS

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA R E I T O R I A

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA R E I T O R I A MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA R E I T O R I A MINUTA DE CONTRATO Contrato de Concessão Remunerada de Uso de Bem Público que entre si celebram, a UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E Senhor, Visando eventual necessidade de comunicação direta entre o IFRO e os interessados

Leia mais

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO

EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO EDITAL DE DISPENSA DE LICITAÇÃO N 004/2014 TIPO: MENOR PREÇO (PROCESSO N 2014/11/267) O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Paranaguá, por sua Comissão Permanente de Licitação, designada

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO

PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO AÇÃO COMUNITÁRIA DO BRASIL ACB/RJ Plano Nacional de Qualificação - PlanSeQ CONVÊNIO MTE/SPPE/CODEFAT N 00010/08 PROCESSO LICITATÓRIO CONVITE N 01/2009 RESUMO A Comissão de Licitação da AÇÃO COMUNITÁRIA

Leia mais

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro

EMATER-RIO Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro ANEXO VIII MODELO MINUTA DE CONTRATO CONTRATO Nº 005/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPOD QUE ENTRE SI FAZEM O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, POR INTERMÉDIO DA EMPRESA DE ASSISTÊNCIA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014

CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014 CARTA CONVITE Nº 002/2014 PROCESSO N.º 002/2014 Regime Jurídico: Lei n.º 8.666/93, Alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: CARTA CONVITE SESSÃO DE ABERTURA: Local:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 59/13 PROCESSO N. 2575-09.00/13-5 Ata AJDG Nº 027/13 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

CONVITE Nº. 001/2015 FAFIA/ES

CONVITE Nº. 001/2015 FAFIA/ES CONVITE Nº. 001/2015 FAFIA/ES A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DE ALEGRE, situada na Rua Belo Amorim, nº 100, Centro, Alegre/ES, nomeada pela Portaria nº

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA

CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O MUNICÍPIO DE GUAPORÉ E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA 1 CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 277/2015 CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O E A EMPRESA CORES ARTE GRÁFICA LTDA O, Pessoa Jurídica de Direito Público Interno, sita a Av. Silvio Sanson, 1135, Guaporé-RS, CNPJ nº

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA (DO OBJETO)

CLÁUSULA PRIMEIRA (DO OBJETO) CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 55/2015 CARTA CONVITE Nº 14/2015 TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO, QUE FAZEM ENTRE SI A PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE PARANAPANEMA E A EMPRESA RELÓGIOS DE PONTO

Leia mais

01 Suco de uva concentrado 60 lts R$ 9,32 R$ 559,20

01 Suco de uva concentrado 60 lts R$ 9,32 R$ 559,20 Chamada Pública n.º 004/2015 para aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para alimentação escolar com dispensa de licitação, Lei n.º 11.947, de 16/07/2009, Resolução n.º 38 do FNDE,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Contrato nº 081/2007 Fls. Contrato nº 081/2007 Fls. 1 MINUTA TERMO DE CONTRATO Convite de Preços n.º 081/07 Processo n.º 11784/05 Objeto: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESCUPINIZAÇÃO DO PREDIO E ACERVO DO

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO

ESTADO DE SANTA CATARINA CÂMARA MUNICIPAL DE PALHOÇA SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÃO Tomada de Preços nº 001/2013 CONTRATO n 17/2013 CONTRATAÇÃO DE AGÊNCIA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PUBLICIDADE, REALIZADOS INTEGRADAMENTE, COM ABRANGÊNCIA ESTADUAL, PARA A, CONFORME ESPECIFICAÇÕES

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DA ADMINISTRAÇÃO CONVITE Nº 05/2015 Objeto: Contratação de Empresa para Serviços de Acesso à internet. O MUNICÍPIO DE SÃO VALENTIM DO SUL, através de seu Prefeito Municipal, torna público e para o conhecimento dos interessados,

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014.

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA, celebrado entre o MUNICÍPIO DE MAUÉS, por intermédio da PREFEITURA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 06/12 PROCESSO N. 340-09.00/12-7 AJDG Nº 29/12 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 77/2013 PROCESSO N 3418-09.00/13-1 AJDG Nº 135/13 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do

Leia mais

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas CONVITE 25/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

E D I T A L Nº 2362/2014

E D I T A L Nº 2362/2014 E D I T A L Nº 2362/2014 MODALIDADE: Tomada de Preços TIPO: Menor preço global por item ABERTURA: Dia 22 de Dezembro de 2014, às 10 horas LOCAL DE ABERTURA: Sala do Setor de Licitações, localizada na Rua

Leia mais

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas

EDITAL. TOMADA DE PREÇO Nº 16/2015 PROCESSO n 33.000.000301.2015. DATA DA REALIZAÇÃO: 23 de novembro de 2015. HORÁRIO: 09:00 horas EDITAL EDITAL DE TOMADA DE PREÇO PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO PROFISSIONAL DE ASSESSORIA E CONSULTORIA DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS, CONFORME DESCRITO NO TERMO DE REFERÊNCIA E PROJETO

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC CARTA CONVITE N 008/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - ADMINISTRAÇAO REGIONAL DE SANTA CATARINA SENAR-AR/SC 1 - Preâmbulo 1.1 - O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Administração Regional

Leia mais

EDITAL DE HABILITAÇÃO nº 71/2014, de 29/07/2014

EDITAL DE HABILITAÇÃO nº 71/2014, de 29/07/2014 EDITAL DE HABILITAÇÃO nº 71/2014, de 29/07/2014 Prezados Senhores: 1. O presente Edital poderá ser obtido por meio do site www.bcb.gov.br/?licitacao ou adquirido na Gerência Administrativa do Banco Central

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP)

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE CONCORRÊNCIA N 5030008-01/2013 (SRP) A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia -, por meio de sua Comissão de Licitações, torna público para conhecimento

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012

TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012 1 FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA - FATEC Cep: 97105-900 Avenida Roraima, n 1000 Prédio 66 - Campus/UFSM Santa Maria RS TOMADA DE PREÇOS N.º 3020014-05/2012 A FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 SERVIÇO DE GESTÃO DE DOCUMENTOS O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II.

Parágrafo Segundo: A proposta poderá ser preenchida nos anexos I e II. CONVITE Nº 023/2012 LICITAÇÃO, MODALIDADE CONVITE, VISANDO A CONTRATAÇÃO DE PESSOA JURÍDICA PARA EFETUAR SEGURO DOS PRÉDIOS E VEÍCULOS PERTENCENTES AO MUNICÍPIO. DIOGO SEGABINAZZI SIQUEIRA, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina CONTRATO N. 087/2009 Contrato para locação de imóvel para abrigar o Cartório Eleitoral da 79ª Zona Eleitoral Içara/SC, autorizado pelo Senhor Eduardo Cardoso,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

ADEVAL BIKE PAPELARIA E BAZAR LTDA ME

ADEVAL BIKE PAPELARIA E BAZAR LTDA ME AQUISIÇÃO DE PRODUTOS DE ARTESANATO, PRODUTOS DE LIMPEZA, MATERIAL DIDATICO, MATERIAL PERMANENTE E GENEROS ALIMENTICIOS PARA ATENDIMENTO AOS PROGRAMAS DO DEPARTAMENTO DE ASSISTENCIA SOCIAL Contrato nº:

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

CONVITE Nº 004/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO FUNDAMENTO LEGAL

CONVITE Nº 004/2014 CLÁUSULA PRIMEIRA DO FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº 14/2015 CONVITE Nº 004/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS DE ENGENHARIA E PROJETO, CELEBRADO ENTRE A FUNDAÇÃO UNIRG E VIA URBANA CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA-EPP.

Leia mais

LICITAÇÃO N.º 128/2015 CARTA CONVITE N. 37/2015 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL

LICITAÇÃO N.º 128/2015 CARTA CONVITE N. 37/2015 TIPO: MENOR PREÇO GLOBAL O PREFEITO MUNICIPAL DE TRÊS PASSOS, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com as leis N.º 8.666/93 e 8.883/94 e alterações torna público para conhecimento dos interessados que realizará

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE

EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE EDITAL DE LICITAÇÃO CONVITE CONVITE Nº 006 / 2007 - DFEPAF ENCERRAMENTO E ABERTURA DAS PROPOSTAS: Dia 27 de novembro de 2007 às 10:00 horas. TIPO: Menor preço global 1. OBJETO DO CONVITE Constitui objeto

Leia mais

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO

ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO ANEXO III MINUTA DO CONTRATO MINUTA DO CONTRATO TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI O INSTITUTO FELIX GUATTARI, organização não governamental (ONG), declarada de utilidade pública estadual, devidamente inscrita

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO/UNIRG N. 015/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular, de um lado a, fundação pública com personalidade jurídica de direito público, com sede na av. Pará, 2432,

Leia mais

PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010

PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010 PROCESSO Nº 600230/2010 FAMS CONTRATO Nº 028/2010 Contrato que celebram entre si a Fundação Arquivo e Memória de Santos e M. Felipe de Paiva - ME para serviços para montagem de infra-estrutura elétrica

Leia mais

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO

ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO ANEXO VI TOMADA DE PREÇOS Nº 002/2015 MINUTA DO CONTRATO CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE SANTA CATARINA, autarquia federal de fiscalização profissional regida pela Lei n 12.378, de 31 de dezembro

Leia mais

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PEDIDO DE COTAÇÃO Nº 044/2010 PROCESSO Nº 1085/2010. Razão Social: C.N.P.J. Nº: Endereço: E-mail:

RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PEDIDO DE COTAÇÃO Nº 044/2010 PROCESSO Nº 1085/2010. Razão Social: C.N.P.J. Nº: Endereço: E-mail: 1 RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL PEDIDO DE COTAÇÃO Nº 044/2010 PROCESSO Nº 1085/2010 Razão Social: C.N.P.J. Nº: Endereço: E-mail: Cidade: Estado: Fone: Fax: Pessoa para contato: RECEBEMOS ATRAVÉS DO: ACESSO

Leia mais

COMISSÃO DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA UNIVASF EDITAL DE SELEÇÃO N 01/2009

COMISSÃO DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA UNIVASF EDITAL DE SELEÇÃO N 01/2009 COMISSÃO DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA DA UNIVASF EDITAL DE SELEÇÃO N 01/2009 A Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF realizará, das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas nos dias

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitação e Compras MINUTA Fls. 1 PROCESSO - nº 502/07 Aos dias do mês de do ano de dois mil e sete, na sede da Prefeitura Municipal de Franca, localizada na Rua Frederico Moura nº 1517, neste município de Franca, compareceram

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO QUE ENTRE SI FORMALIZAM, DE UM LADO O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 4ª REGIÃO - RS E, DE OUTRO, A EMPRESA XXXXXXXXXXX PARA O FIM QUE NELE SE DECLARA. O Conselho

Leia mais

CONVITE Nº 25/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 552/2012

CONVITE Nº 25/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 552/2012 CONVITE Nº 25/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 552/2012 A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO SERVIÇO AUTÔNOMO HOSPITALAR convida V.S.ª para participar da licitação que realizará às 10:00 HORAS DO DIA

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONTRATO N.../... PROCESSO Nº TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE SI FAZEM O INSTITUTO FEDERAL DE, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO, E... PARA DEPÓSITO, GUARDA, CONSERVAÇÃO, ADMINISTRAÇÃO E LEILÃO DE BENS E VEÍCULOS DE

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 05/2014 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2014

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 05/2014 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2014 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 05/2014 CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 03/2014 A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO DO SUL, doravante denominada CMRS ou CONTRATANTE, inscrita no CNPJ sob o nº 83.622.985/0001-14, com sede na Praça

Leia mais

ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO : LOCAL: Rua Paraíba, nº. 777, Funcionários Belo Horizonte (MG) DATA: 28/08/2009 HORÁRIO: 16h.

ABERTURA DOS ENVELOPES DOCUMENTAÇÃO : LOCAL: Rua Paraíba, nº. 777, Funcionários Belo Horizonte (MG) DATA: 28/08/2009 HORÁRIO: 16h. EDITAL DE LICITAÇÃO PARA A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CLIPPING DO SITE DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA DA 10ª REGIÃO - MINAS GERAIS. CONVITE Nº. 003/2009 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO

Leia mais

FICHA DE CADASTRO DE FORNECEDOR

FICHA DE CADASTRO DE FORNECEDOR FICHA DE CADASTRO DE FORNECEDOR Pelo presente, vimos requerer no registro no Cadastro de Fornecedores e Licitantes da Prefeitura Municipal de Iraí RS, para fins e efeitos dos artigos 34 e seguintes da

Leia mais