Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA PODER EXECUTIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA PODER EXECUTIVO"

Transcrição

1 ANO DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. DECRETO Nº. 163/2014 Este Decreto trata da administração e da utilização dos imóveis públicos, situados na Praça Marechal Deodoro, área popularmente conhecida como Praça de Alimentação, no município de Conceição da Feira (BA) por terceiros. Conceição da Feira - Bahia Gestor: Raimundo da Cruz Bastos Aqui a Prefeitura Presta contas à População dos seus Atos Secretário (a) ADM: Edmundo dos Santos Silva Editor: Instituto Nacional de D. em Adm Publica - INDAP Leia o Diário Oficial do Município na Internet ACESSE

2 2 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA DECRETO Nº. 163/2014 De 14 de março de 2014 Dispõe sobre o uso do espaço público, funcionamento e administração do Mercado Público, boxes e quiosques, localizado na Praça Marechal Deodoro da Fonseca, município de Conceição da Feira BA. O PREFEITO MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DA FEIRA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, conferidas pela Lei Orgânica do Município e em cumprimento às normas constitucionais vigentes que lhe confere o cargo, CONSIDERANDO que a regulamentação atualmente existente no Município, concernente ao disciplinamento das atividades no Mercado Público, boxes e quiosques não mais atendem às necessidades do município de Conceição da Feira (BA); CONSIDERANDO o disposto no art. 6º, 1º, da Lei Federal nº 8.987/95, que dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos previstos no art. 175 da Constituição Federal, que estabelece: Serviço adequado é o que satisfaz as condições de regularidade, continuidade, eficiência, segurança, atualidade, generalidade, cortesia na sua prestação e modicidade das tarifas ; CONSIDERANDO o disposto no art. 7º, VI, da mesma Lei que estabelece dentre as obrigação dos usuários: Contribuir para a permanência das boas condições dos bens públicos através dos quais lhes são prestados os serviços ; CONSIDERANDO que a amplitude das atividades da Administração exige a adaptação das suas normas e diretrizes às novas exigências dos serviços municipais, reclamando, igualmente, uma regulamentação capaz de habilitá-la a atender ao desenvolvimento desse serviço. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Decreto trata da administração e da utilização dos imóveis públicos, situados na Praça Marechal Deodoro, área popularmente conhecida como Praça de Alimentação, no município de Conceição da Feira (BA) por terceiros. Parágrafo Único - Os critérios de ocupação do espaço público devem não provocar obstrução de perspectivas panorâmicas ou afetar a estética ou o ambiente dos lugares ou da paisagem, não prejudicar a beleza ou o enquadramento de monumentos, de edifícios de interesse público ou outros suscetíveis de ser classificados pelas entidades públicas, não causar prejuízos a terceiros, não afetar a segurança das pessoas ou das coisas, nomeadamente na circulação rodoviária, não apresentar disposições, formatos ou cores que possam confundir-se com os da sinalização de tráfego, não prejudicar a circulação dos transeuntes, designadamente dos cidadãos portadores de deficiência. Art. 2º - Os bens imóveis do Município destinados ao Mercado Público, centro comercial de pequeno porte, quiosques e equipamentos especiais são bens de usos especial do Município. CAPÍTULO II DA ADMINISTRAÇÃO Art. 3º - A Administração do Mercado Público, pontos comerciais e equipamentos especiais de comercialização, competem à Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano, que procederá a aplicação de sanções aos permissionários referentes a este Decreto, mediante instauração de regular processo administrativo, garantidos a ampla defesa e o

3 3 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA contraditório, sem prejuízo das sanções inerentes às atividades aplicadas por outros órgãos fiscalizadores do Município. Parágrafo Único - Compete à Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano proceder a gradual regularização, com vistas à racionalização do uso dos espaços, ao fluxo de mercadorias e pessoas, higiene sanitária e segurança alimentar, assegurado o interesse público. Art. 4º - O Administrador, responde pessoal e diretamente pela administração do equipamento cabendo-lhe: I - Velar pela disciplina e ordem no recinto, bem como cumprir rigorosamente com os horários de abertura e fechamento; II - Zelar pelas instalações internas de uso comum e externas, mantendo e exigindo perfeitas condições de higiene e limpeza; III - Impedir a instalação de barracas fixas ou removíveis nas áreas de entorno, ficando sujeitas, as já existentes, em caráter precário, à mesma disciplina dos feirantes regulares; IV - Proibir, terminantemente, a sublocação, bem como a transferência de ramo de atividades sem a expressa autorização da Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano; V - Vetar as modificações físicas, que implique em alteração nas estruturas internas e externas, sem antes ter sido submetido à apreciação expressa por escrito da Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano; VI - Aplicar as penalidades afetas à sua competência, denunciando por escrito, às autoridades hierarquicamente superiores, os casos que escapem da sua alçada; VII - Garantir a oferta de água potável, mantendo monitoramento da qualidade desta, inclusive quanto à limpeza e manutenção dos reservatórios; VIII - Promover o controle de pragas na área comum do Mercado e solicitar aos permissionários a adoção de medidas de prevenção e controle desta ação nos interiores dos boxes. CAPÍTULO III DOS PERMISSIONÁRIOS Art. 5º - Os boxes destinam-se ao pequeno empreendedor e prestador de serviços para o fomento da economia popular e solidária. 1º - Os permissionários que já se encontram no uso dos boxes, têm sua permissão de uso mantida, observadas as normas previstas neste Decreto. 2º - Os permissionários que já se encontram no uso dos boxes, anteriormente à publicação deste Decreto e que ainda não possuem a permissão de uso regularizada no seu nome, terão um prazo de 90 (noventa) dias para se regularizarem junto à Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano. 3º - A cada 12 (doze) meses, a Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano revisará a outorga, revogando as permissões que não estiverem cumprindo o objeto do termo de permissão celebrado. Art. 6º - Em estando vago ou disponível os boxes a Secretária Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano dará publicidade por meio do processo licitatório da escolha dos novos permissionários.

4 4 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA Parágrafo Único - A permissão de uso de boxe por novos permissionários, de que trata o caput, deverá ser realizada por meio de licitação na modalidade concorrência, que se realizará por sorteio público, havendo ainda de ser especificados os requisitos de habilitação dos concorrentes. Art. 7º - O uso dos boxes será deferido mediante permissão de uso, outorgada a título precário, oneroso, intransferível e por prazo de 01 (um) ano no qual deverá estar definido o ramo de atividade. Art. 8º - Os permissionários, adstritos ao cumprimento das obrigações tratadas neste Decreto e no regulamento, poderão ser convocados, a qualquer tempo, para fins de recadastramento e fiscalização. Art. 9º - A Permissão de Uso de que trata este Decreto não se transfere a herdeiros. Parágrafo único - O cônjuge sobrevivente e os filhos cadastrados que se dediquem à atividade empresarial do permissionário poderão permanecer com a permissão se atendidas as demais condições previstas neste Decreto. Art. 10º - Os termos de Permissão deverão prever as seguintes determinações quanto aos permissionários: I - respeitar as disposições estruturais e de higiene dos compartimentos sob sua responsabilidade, mantendo-o em absoluto estado de conservação e asseio, cooperando com a administração na limpeza das áreas adjacentes; II - assegurar livre circulação ao público, expondo ou depositando suas mercadorias apenas na área que lhe é assegurado através de seu direito de permissão; III - providenciar o recolhimento dos resíduos resultantes da limpeza e asseio do compartimento sob sua responsabilidade, em recipientes apropriados, fabricados em material liso, lavável e impermeável, revestidos de sacos plásticos, promovendo a sua remoção no encerramento do expediente normal para local indicado pela administração; IV - permanecer no compartimento apenas no horário estipulado pela, permitindo-se apenas uma hora de antecipação e prorrogação, para abertura ou fechamento dos compartimentos e nos horários de carga e descarga para abastecimento; V - cumprir toda a legislação pertinente aos Mercados, notadamente a concernente ao seu ramo de atividade, a segurança alimentar e ambiental; VI - cumprir as determinações dos órgãos governamentais municipais, estaduais e federais, no âmbito de suas competências; VII - solicitar prévia autorização para reformas no boxe e transferência de ramo; VIII - solicitar prévia autorização para utilização de aparelhos de som e TV que afetem as áreas de uso comum; IX - não ceder, a título algum, transferir ou emprestar o imóvel a terceiros, no todo ou em parte, o objeto da permissão, nem transferir, alugar ou sublocar a terceiros. Art Nos boxes e quiosques são proibidas as seguintes atividades: I - jogos ou apostas de qualquer natureza; II - serralheria e oficina de grande porte; III - abatedores de galinha ou de qualquer outra espécie de animal; IV - exposição ou venda de aves e animais pertencentes à fauna; V - venda de gaiolas ou qualquer outro tipo de instrumento destinado ao confinamento de animais silvestres; VI - atividades de prestação de serviços médicos, odontológicos e veterinários; VII - industrialização e beneficiamento de produtos de origem animal. 1º - Os permissionários atingidos pela medida de que trata o caput terão um prazo de 90 (noventa) dias para optarem por outro ramo de atividade ou se enquadrarem nas exigências dos órgãos competentes.

5 5 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA 2º - Após o vencimento do prazo mencionado no parágrafo anterior as permissões estarão automaticamente revogadas. CAPÍTULO IV DAS PENALIDADES Art O descumprimento do contido neste Decreto e do disposto nos respectivos termos de permissão acarretará a aplicação das seguintes penalidades: I - advertência por escrito; II - multa no valor equivalente ao dobro da tarifa mensal do uso; III - suspensão da permissão, com o fechamento do boxe pela Administração; IV - extinção da permissão de uso. Parágrafo único - As penalidades previstas neste artigo apenas serão aplicadas após instauração de regular processo administrativo, assegurados a ampla defesa e o contraditório. CAPÍTULO V DISPOSIÇÕES FINAIS Art Fica determinada a imediata reabertura do sanitário público localizado na Praça de Alimentação, não podendo ser utilizado de qualquer outra forma senão a que se destina. Parágrafo Único - A cada Permissionário será confiada uma cópia da chave do banheiro público, sendo sua responsabilidade a conservação da higiene do referido local durante o uso. Art Outras disposições necessárias e casos omissos serão disciplinados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano. Art O presente Decreto deverá ser publicado na forma prevista na Legislação Municipal em vigor, e deverá ser afixado em local próprio na sede da Prefeitura Municipal. Art Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. REGISTRE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL, CONCEIÇÃO DA FEIRA, BAHIA, aos catorze dias do mês de março de RAIMUNDO DA CRUZ BASTOS Prefeito de Conceição da Feira (BA) IMPRENSA OFICIAL Prefeitura Municipal de Conceição da Feira - Bahia Gestão Transparente e Dever Cumprido A Lei Exige Que Todo Gestor Publique Seus Atos em Um Diário Oficial Próprio Para que a População Tenha acesso de forma fácil e Rápida!

LEI Nº 1.817 DE 23 DE SETEMBRO DE 2010

LEI Nº 1.817 DE 23 DE SETEMBRO DE 2010 LEI Nº 1.817 DE 23 DE SETEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a Administração e Concessão de Uso dos Espaços Públicos Municipais e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE RIO BRANCO, usando das atribuições

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...)

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...) LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N.... Ano...) DISPÕE SOBRE O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS ATRAVÉS DE TÁXI. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANAUS no uso das atribuições que lhe

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, de 2010. (Do Sr. Dr. Marcelo Itagiba)

PROJETO DE LEI Nº, de 2010. (Do Sr. Dr. Marcelo Itagiba) PROJETO DE LEI Nº, de 2010. (Do Sr. Dr. Marcelo Itagiba) Regulamenta a profissão de taxista transformando os motoristas auxiliares de veículos de aluguel a taxímetro em empregados ou em permissionários

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências.

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências. ANTEPROJETO DE LEI ORDINÁRIA MUNICIPAL PARA ESTABELECIMENTO DE NORMAS ESPECIAIS PARA FUNCIONAMENTO DE BARES E SIMILARES NA REGIÃO DO ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007

Leia mais

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009.

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. Regulamenta o Capítulo VII da Lei nº 4.257, de 02 de dezembro de 2008 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que

Leia mais

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA

Prefeitura Municipal de Conceição da Feira-BA ANO. 2014 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. 1 LEI Nº 625/2014 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO

Leia mais

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013.

DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. DECRETO Nº 18.403, DE 12 DE SETEMBRO DE 2013. Estabelece normas para utilização de Parques e Praças Municipais para Feiras de Adoção de Animais e de Eventos Relacionados à causa animal. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA DE COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A POLÍTICA DE COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 1.223/2013 DE 16 DE ABRIL DE 2013. DISPÕE SOBRE A POLÍTICA DE COLETA SELETIVA NO MUNICÍPIO DE CACHOEIRA ALTA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A CÂMARA MUNICIPAL DE CACHOEIRA ALTA, Estado de Goiás, por

Leia mais

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17 Page 1 of 7 Número: 339 Ano: 2006 Ementa: Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos de Fonoaudiologia e dá outras providências. Cidade: - UF: Conteúdo: Brasilia-DF, 25 de Fevereiro de

Leia mais

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza Lei n.º 091-B/2002. Súmula: REGULAMENTA, DISCIPLINA O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS EM MOTOCICLETAS DE ALUGUEL MOTO-TÁXI E DETERMINA A LOCALIZAÇÃO DOS PONTOS, BEM COMO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS Eu,

Leia mais

LEI Nº 3.790 O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE,

LEI Nº 3.790 O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, LEI Nº 3.790 Estabelece normas para a exploração de serviços de táxis e dá outras Providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, seguinte Lei: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 5.236, DE 2013 (Do Sr. Jovair Arantes)

PROJETO DE LEI N.º 5.236, DE 2013 (Do Sr. Jovair Arantes) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 5.236, DE 2013 (Do Sr. Jovair Arantes) Acrescenta artigos à Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, para a implantação de medidas que assegurem ampla informação aos

Leia mais

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 ALTERA dispositivos da Lei Municipal nº 3.194, de 03 de janeiro de 2006, que dispõe sobre a política habitacional de interesse social do Município, voltada para a população

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ EDIFÍCIO ODOVAL DOS SANTOS - CNPJ. 76.290.691/0001-77 www.santaceciliadopavao.pr.gov.br LEI Nº. 720/2013

ESTADO DO PARANÁ EDIFÍCIO ODOVAL DOS SANTOS - CNPJ. 76.290.691/0001-77 www.santaceciliadopavao.pr.gov.br LEI Nº. 720/2013 LEI Nº. 720/2013 SÚMULA: ALTERA A LEI Nº. 593/2010 QUE INSTITUIU O FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE (FMS) E INCLUI O CAPÍTULO IX COM OS ARTIGOS 12º E 13º E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 111/2001, de 29 de Novembro de 2001.

LEI MUNICIPAL Nº 111/2001, de 29 de Novembro de 2001. LEI MUNICIPAL Nº 111/2001, de 29 de Novembro de 2001. Revoga a Lei Municipal n.º 084/2001, dá novas disposições sobre a criação do Conselho de Alimentação Escolar do Município e dá outras providências.

Leia mais

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015

DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 DECRETO Nº 254 DE 16 DE MARÇO DE 2015 Institui e regulamenta o Sistema de Estacionamento Rotativo Pago, nas vias e logradouros públicos do Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO

Leia mais

Decreto 6762 de 31 de Janeiro de 1991

Decreto 6762 de 31 de Janeiro de 1991 Decreto 6762 de 31 de Janeiro de 1991 DISPÕE SOBRE AS FEIRAS DE ARTE, ARTESANATO, COMIDAS E BEBIDAS TÍPICAS, ANTIGÜIDADES, FLORES E PLANTAS NATURAIS DA REGIÃO CENTRO-SUL. O Prefeito de Belo Horizonte,

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014 RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 001/2014 Dispõe sobre o Registro de Entidades não Governamentais e Inscrição de Programas, Projetos e Serviços de Atendimento, governamentais e não governamentais, que tenham por

Leia mais

Parágrafo único. A instalação dos equipamentos e mobiliários referidos no art. 2º desta Lei deverá respeitar o direito à paisagem.

Parágrafo único. A instalação dos equipamentos e mobiliários referidos no art. 2º desta Lei deverá respeitar o direito à paisagem. LEI Nº 13.516, de 04 de outubro de 2005 Dispõe sobre a exploração da utilização e da comercialização, a título oneroso, das faixas de domínio e das áreas adjacentes às rodovias estaduais e federais delegadas

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012.

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012. -Disciplina o exercício das atividades dos profissionais de moto-táxi, dispondo sobre regras de segurança na prestação de serviços de transporte remunerado em motocicletas, no município de Tatuí e dá outras

Leia mais

Prefeitura Municipal de Andorinha ESTADO DA BAHIA CNPJ N CNPJ: 16.448.870/0001 68

Prefeitura Municipal de Andorinha ESTADO DA BAHIA CNPJ N CNPJ: 16.448.870/0001 68 DECRETO N º 398/2015, DE 30 DE JULHO DE 2015. Regulamenta a utilização de veículos de transporte escolar adquiridos através do Programa Caminho da Escola e dá outras providências, com fulcro nas disposições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU P.32818/99 LEI Nº 4553, DE 08 DE JUNHO DE 2000 Dispõe sobre Perfuração de Poços para Captação de Águas Subterrâneas no Município de Bauru e dá outras providências. NILSON COSTA, Prefeito Municipal de Bauru,

Leia mais

Art. 15º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Art. 15º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Veja, na íntegra, os artigos da lei que estabelece normas para obtenção de alvará de licença e funcionamento de feiras, bazares ou eventos similares itinerantes, de venda a varejo ou no atacado e dá outras

Leia mais

O Prefeito Constitucional de Nova Palmeira, Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições legais,

O Prefeito Constitucional de Nova Palmeira, Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 009/2015, de 10 de julho de 2015 O Prefeito Constitucional de Nova Palmeira, Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Decreto

Leia mais

MUNICÍPIO DE PANAMBI RS

MUNICÍPIO DE PANAMBI RS DECRETO MUNICIPAL Nº 064/2014, DE 02 DE JULHO DE 2014. REGULAMENTA A LEI MUNICIPAL 3.681/2013, INSTITUIDORA DO FUNDO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA IDOSA E DA OUTRAS PROVIDENCIAS. Miguel Schmitt Prym,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA LEI Nº 2.342, de 28 de dezembro de 2015 EMENTA: Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder à iniciativa privada o serviço público de tratamento e destinação final de resíduos sólidos urbanos do Município

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º - Por resíduos perigosos entende-se todo o lixo produzido por:

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º - Por resíduos perigosos entende-se todo o lixo produzido por: 1 LEI Nº 897, DE 10 DE OUTUBRO DE 2013. DISPÕE SOBRE "PROCEDIMENTOS RELATIVOS AOS RESÍDUOS PERIGOSOS" E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Mangaratiba faz saber que a Câmara Municipal de Mangaratiba,

Leia mais

O Prefeito Municipal de Teresina, Estado do Piauí

O Prefeito Municipal de Teresina, Estado do Piauí Lei Nº 4632 de 26/09/2014 Dispõe sobre a adoção de Áreas Verdes Públicas, no Município de Teresina, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Teresina, Estado do Piauí Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009.

LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. LEI Nº 1.048, de 12 de novembro de 2009. Institui a Lei Geral Municipal da Microempresa, Empresa de Pequeno Porte e Microempreendedor Individual, e dá outras providências. CIRILDE MARIA BRACIAK, Prefeita

Leia mais

MINUTA DE PROJETO DE LEI

MINUTA DE PROJETO DE LEI MINUTA DE PROJETO DE LEI DISPÕE SOBRE A POLÍTICA MUNICIPAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL E O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO AMBIENTAL DE PENÁPOLIS O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PENÁPOLIS, no uso de suas atribuições

Leia mais

CONSIDERANDO a implantação do Sistema Digital de Consignações e a crescente demanda de averbações de consignações em folha de pagamento;

CONSIDERANDO a implantação do Sistema Digital de Consignações e a crescente demanda de averbações de consignações em folha de pagamento; DECRETO Nº 1843-R, DE 25 DE ABRIL DE 2007. Altera as disposições sobre consignação em folha de pagamento, nos termos do Art. 74 da Lei Complementar nº. 46 de 31 de Janeiro de 1994, e nos termos das Alíneas

Leia mais

LEI Nº 1.265 DE 25 DE JUNHO DE 2014

LEI Nº 1.265 DE 25 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre a campanha de fiscalização e melhoria da arrecadação de tributos, mediante o sorteio de prêmios e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE JACOBINA-BA, no uso de suas atribuições

Leia mais

LEI Nº. 842, DE 09 DE SETEMBRO DE 2010.

LEI Nº. 842, DE 09 DE SETEMBRO DE 2010. LEI Nº. 842, DE 09 DE SETEMBRO DE 2010. Institui a lei geral municipal da microempresa, empresa de pequeno porte e microempreendedor individual, e dá outras providências. ORCELEI DALLA BARBA, Prefeito

Leia mais

CAPÍTULO I Do Objeto. CAPÍTULO II Das Situações Habituais

CAPÍTULO I Do Objeto. CAPÍTULO II Das Situações Habituais DECRETO Nº 48.151, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2007 Regulamenta a Lei nº 13.763, de 19 de janeiro de 2004, que estabelece normas para o exercício da prestação de serviços de manobra e guarda de veículos, também

Leia mais

Prefeitura Municipal de Coaraci publica:

Prefeitura Municipal de Coaraci publica: Prefeitura Municipal de Coaraci 1 Terça-feira Ano III Nº 398 Prefeitura Municipal de Coaraci publica: Decreto Nº. 6048/2011, de 19 de dezembro de 2011 - Dispõe sobre a re-ratificação do Decreto n 6025/2011,

Leia mais

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015.

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece os procedimentos e as normas a serem adotados pelos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, para o encerramento anual

Leia mais

DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009

DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009 DECRETO Nº 50.446 DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009 REGULAMENTA O TRANSPORTE DE PRODUTOS PERIGOSOS por veículos de carga nas vias públicas do Município de São Paulo, nos termos da legislação específica. GILBERTO

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE LENÇÓIS Rua Nossa Senhora da Vitória, s/n Centro 46.960-000 CNPJ: 14.694.400/0001-59 Tel.

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE LENÇÓIS Rua Nossa Senhora da Vitória, s/n Centro 46.960-000 CNPJ: 14.694.400/0001-59 Tel. DECRETO Nº 103/2015 Regulamenta a ocupação do solo, organiza o comércio, a vigilância sanitária, o tráfego, a segurança em geral e a proteção dos menores, o receptivo turístico e a programação cultural

Leia mais

Prefeitura Municipal de Valente-BA PODER EXECUTIVO

Prefeitura Municipal de Valente-BA PODER EXECUTIVO ANO. 2013 DO MUNICÍPIO DE VALENTE - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Valente, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. LEI N.º 606/13, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2013 Regulamenta

Leia mais

Presidência da República

Presidência da República Presidência da República Casa Subchefia para Assuntos Jurídicos Civil DECRETO Nº 6.170, DE 25 DE JULHO DE 2007. Dispõe sobre as normas relativas às transferências de recursos da União mediante convênios

Leia mais

CAPÍTULO I - DOS PRINCÍPIOS

CAPÍTULO I - DOS PRINCÍPIOS 10.108 - REGULAMENTO SIMPLIFICADO DE COMPRA E VENDA DE PRODUTOS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE APOIO À COMERCIALIZAÇÃO DATA DE APROVAÇÃO: 12/08/1993 - DATA DE ALTERAÇÃO: 20/09/1995 ÍNDICE PÁGINAS CAPÍTULO

Leia mais

2 - Definem-se como obras de arte especiais referidas no "caput" deste artigo, pontes, viadutos, passarelas, elevados, túneis e similares.

2 - Definem-se como obras de arte especiais referidas no caput deste artigo, pontes, viadutos, passarelas, elevados, túneis e similares. Diário Oficial do Município ATOS DO PODER LEGISLATIVO Decreto Nº 12.893/00 Dispõe sobre a permissão de uso dos logradouros públicos e obras de arte especiais do Município, para as finalidades que especifica,

Leia mais

LEI Nº 4.695. Art. 1º - Fica instituído o serviço de transporte individual de passageiros denominado Moto Táxi. CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO DO SERVIÇO

LEI Nº 4.695. Art. 1º - Fica instituído o serviço de transporte individual de passageiros denominado Moto Táxi. CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO DO SERVIÇO LEI Nº 4.695 Institui o Serviço de Moto Táxi e dá outras providências Lei; O PREFEITO MUNICIPAL DE PELOTAS, Estado do Rio Grande do Sul. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo

Leia mais

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS)

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS) GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DO PARÁ AJUDÂNCIA GERAL ADITAMENTO AO BG Nº 064 03 ABR 2012 Para conhecimento dos Órgãos subordinados

Leia mais

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS

FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: FUNDO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - FMAS FUNDO SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL

ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL D E C R E T O Nº 9.782/2014 Regulamenta o Programa Incubadora do Empreendedor e dá outras providências. atribuições; e O PREFEITO MUNICIPAL DE JARAGUÁ DO SUL, no uso de suas CONSIDERANDO os termos da Lei

Leia mais

SEÇÃO II DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS

SEÇÃO II DA TAXA DE LICENÇA PARA LOCALIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS CAPÍTULO II DAS TAXAS DECORRENTES DO EXERCÍCIO DO PODER DE POLÍCIA ADMINISTRATIVA SEÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 82 - As taxas de licença têm como fato gerador o exercício regular do poder de polícia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA DECRETO Nº 649

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA DECRETO Nº 649 DECRETO Nº 649 Dispõe sobre a cobrança eletrônica de tarifa e o cartão transporte na rede integrada de transporte de Curitiba e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE CURITIBA, CAPITAL DO ESTADO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA D E C R E T O N. 10.944, de 13 de agosto de 2014 EMENTA: Regulamenta dispositivos da Lei Municipal n 1.198, de 14 de setembro de 1979 Código de Obras do Município de Itabuna na parte que indica e, dá outras

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 25/2015 CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES

PROJETO DE LEI Nº 25/2015 CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES PROJETO DE LEI Nº 25/2015 ESTABELECE NORMAS GERAIS PARA O SERVIÇO DE INTERESSE PÚBLICO DE TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS EM VEÍCULO DE ALUGUEL- TÁXI NO MUNICÍPIO DE RESTINGA SÊCA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Dispõe sobre a organização do Sistema Municipal dos Serviços Públicos de Transportes Urbanos e Coletivos de Passageiros de Natal, autoriza o Poder Executivo a delegar sua execução

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO

MANUAL DE ORIENTAÇÃO Manual de orientação e instrução para regularização e/ou Ocupação na faixa de domínio das Rodovias do Sistema Rodoviário do Distrito Federal. O Gerente de Faixa de Domínio, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 17 DE 24 DE ABRIL DE 2013.

LEI COMPLEMENTAR Nº 17 DE 24 DE ABRIL DE 2013. LEI COMPLEMENTAR Nº 17 DE 24 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a criação e extinção de cargos no quadro de pessoal do Município de Turvolândia e dá outras providências. O Povo do Município de Turvolândia,

Leia mais

LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas.

LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas. LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas. O Povo de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, sanciono a seguinte

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 2795 ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

LEI MUNICIPAL Nº 2795 ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LEI MUNICIPAL Nº 2795 Consolida a legislação sobre veículos de aluguel, licenciamento, lotação trânsito e dá outras providências. ERNESTO GUILHERME KELLER FILHO, PREFEITO MUNICIPAL DE CARAZINHO, ESTADO

Leia mais

Lei n.º 11.039, de 23 de agosto de 1991

Lei n.º 11.039, de 23 de agosto de 1991 Lei n.º 11.039, de 23 de agosto de 1991 Disciplina o exercício do comércio ou prestação de serviços ambulantes nas vias e logradouros públicos do Município de São Paulo Arnaldo de Abreu Madeira, Presidente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA DE C R E T O Nº 11.347, de 25 de setembro de 2015 EMENTA:Cria o PROGRAMA MUNICIPAL DOS AGENTES AMBIENTAIS, no âmbito Administração Pública Municipal de Itabuna, e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09.

LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09. LEI MUNICIPAL Nº 846/2009, de 28-10-09. INSTITUI A LEI GERAL MUNICIPAL DA MICROEMPRESA, EMPRESA DE PEQUENO PORTE E MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LUÍS CARLOS MACHADO PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

RESOLUÇÃO CRP16 Nº 005/2014

RESOLUÇÃO CRP16 Nº 005/2014 RESOLUÇÃO CRP16 Nº 005/2014 Dispõe sobre registro, cadastro, cancelamento e responsabilidade técnica das Pessoas Jurídicas da jurisdição do CRP16 e revoga a Resolução CRP 16 nº 004/2007, de 10 de novembro

Leia mais

RECGASTRÔ - FOOD TRUCK NO PARQUE

RECGASTRÔ - FOOD TRUCK NO PARQUE ATO CONVOCATÓRIO Nº 05/2015 INSCRIÇÃO FOODTRUCKS E FOODBIKES Participação no Festival RECGASTRÔ Food Truck no Parque O Instituto de Desenvolvimento e Gestão - IDG, associação civil sem fins lucrativos,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009.

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. EMENTA: INSTITUI O PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA, NA EMANCIPAÇÃO SUSTENTADA DAS FAMÍLIAS QUE VIVEM EM SITUAÇÃO DE EXTREMA POBREZA, CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 4.723, DE 22 DE DEZE M B R O DE 2010. outras providência s. CAPÍTULO I. Das disposições Gerais

LEI MUNICIPAL Nº 4.723, DE 22 DE DEZE M B R O DE 2010. outras providência s. CAPÍTULO I. Das disposições Gerais LEI MUNICIPAL Nº 4.723, DE 22 DE DEZE M B R O DE 2010. Dispõe sobre a Política de Assistência Social No Município, cria o Conselho Municipal de Assistência Social e o Fundo Municipal de Assistência Social

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE LONDRINA, ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas atribuições legais, conforme Lei Orgânica Municipal, e;

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE LONDRINA, ESTADO DO PARANÁ, no uso das suas atribuições legais, conforme Lei Orgânica Municipal, e; DECRETO Nº 769 DE 23 DE SETEMBRO DE 2009 SÚMULA: Regulamenta a gestão dos resíduos orgânicos e rejeitos de responsabilidade pública e privada no Município de Londrina e dá outras providências. O PREFEITO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 1.332, DE 19 DE MAIO 2009 (D.O.M. 19.05.2009 N. 2207 Ano X)

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 1.332, DE 19 DE MAIO 2009 (D.O.M. 19.05.2009 N. 2207 Ano X) LEI Nº 1.332, DE 19 DE MAIO 2009 (D.O.M. 19.05.2009 N. 2207 Ano X) ALTERA os dispositivos da Lei Municipal nº 199, de 24 de junho de 1993, que criou o Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa

Leia mais

Dispõe sobre a gestão dos resíduos sólidos, nos termos do artigo 247, parágrafo 3º da Constituição do Estado e dá outras providências.

Dispõe sobre a gestão dos resíduos sólidos, nos termos do artigo 247, parágrafo 3º da Constituição do Estado e dá outras providências. LEI Nº 9.921, DE 27 DE JULHO DE 1993. Dispõe sobre a gestão dos resíduos sólidos, nos termos do artigo 247, parágrafo 3º da Constituição do Estado e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO

Leia mais

ORESTES QUÉRCIA, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta:

ORESTES QUÉRCIA, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta: Decreto Nº 30.374, de 12 de setembro de 1989 12/09/1989. Aprova o regulamento de autorização de acesso pelas rodovias estaduais aos terrenos lindeiros às suas faixas de domínio, onde se instalem estabelecimentos

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 02/13 DE 25/03/13

LEI COMPLEMENTAR Nº 02/13 DE 25/03/13 LEI COMPLEMENTAR Nº 02/13 DE 25/03/13 CRIA ORGÃOS E AMPLIA CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO NA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO PODER EXECUTIVO MUNICIPAL DE CAMPOS NOVOS, ACRESCENTA DISPOSITIVOS NA LEI COMPLEMENTAR

Leia mais

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO N.º 23915, DE 13 DE JANEIRO DE 2004 DISPÕE SOBRE O LICENCIAMENTO SANITÁRIO A QUE ESTÃO SUJEITOS OS SALÕES DE CABELEIREIROS, OS INSTITUTOS DE BELEZA, ESTÉTICA, PODOLOGIA E ESTABELECIMENTOS CONGÊNERES;

Leia mais

LEI Nº 9.921, DE 27 DE JULHO DE 1993. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL.

LEI Nº 9.921, DE 27 DE JULHO DE 1993. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LEI Nº 9.921, DE 27 DE JULHO DE 1993. Dispõe sobre a gestão dos resíduos sólidos, nos termos do artigo 247, parágrafo 3º da Constituição do Estado e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO

Leia mais

MINUTA DE PROPOSTA DE RESOLUÇÃO ABILUX 05/03/2010

MINUTA DE PROPOSTA DE RESOLUÇÃO ABILUX 05/03/2010 MINUTA DE PROPOSTA DE RESOLUÇÃO ABILUX 05/03/2010 Dispõe sobre a destinação de Lâmpadas inservíveis, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências O CONSELHO NACIONAL DO MEIO

Leia mais

Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos

Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos Os documentos obrigatórios que devem estar presentes numa licitação para aquisição de correlatos Aldem Johnston Barbosa Araújo Advogado da UEN de Direito Administrativo do Escritório Lima & Falcão e assessor

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 313 DE 02 DE DEZEMBRO DE 2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO E IMPLANTAÇÃO DO CONTROLE INTERNO DO PODER LEGISLATIVO DE POCONÉ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O Presidente da Câmara Municipal de Poconé,

Leia mais

Considerando que incumbe ao Ministério Público a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses socias (art.

Considerando que incumbe ao Ministério Público a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses socias (art. TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Na data de na data de 12 de maio de 2011, no gabinete da Promotoria de Justiça de Crixás, o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS, por intermédio do Promotor de Justiça

Leia mais

PROJETO DE LEI No, DE 2013 (Do Deputado Leopoldo Meyer)

PROJETO DE LEI No, DE 2013 (Do Deputado Leopoldo Meyer) PROJETO DE LEI No, DE 2013 (Do Deputado Leopoldo Meyer) Dispõe sobre normas gerais acerca da prestação de serviços funerários, administração de cemitérios e dá outras providências. O Congresso Nacional

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

LEI Nº 1.916 DE 27 DE JUNHO DE 2012

LEI Nº 1.916 DE 27 DE JUNHO DE 2012 LEI Nº 1.916 DE 27 DE JUNHO DE 2012 Institui a Política Municipal do Cooperativismo no Município de Rio Branco, e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO-ACRE, usando das atribuições

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM - CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. DELIBERAÇÃO NORMATIVA N o 19/98

SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM - CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE. DELIBERAÇÃO NORMATIVA N o 19/98 DELIBERAÇÃO NORMATIVA N o 19/98 O Conselho Municipal de Meio Ambiente, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei n. o 4.253 de 04.12.85, regulamenta os procedimentos administrativos para

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00101/2013 do Vereador Eduardo Tuma (PSDB)

PROJETO DE LEI 01-00101/2013 do Vereador Eduardo Tuma (PSDB) PROJETO DE LEI 01-00101/2013 do Vereador Eduardo Tuma (PSDB) Institui o Alvará de Funcionamento Condicionado para Igrejas, Templos e Locais de Cultos Religiosos, e dá outras providências. CAPÍTULO I DAS

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: Diário Oficial do Município de Sebastião Laranjeiras - Bahia Poder Executivo Ano Nº IX Nº 637 26 de Agosto de 2015 RESUMO DO DIÁRIO PUBLICAMOS NESTA EDIÇÃO OS SEGUINTES DOCUMENTOS: LEIS LEI Nº 347 DE 12

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014.

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE IRAMAIA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara

Leia mais

Dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações Sociais OS no âmbito municipal, e dá outras providências.

Dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações Sociais OS no âmbito municipal, e dá outras providências. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAPIVARI DO SUL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL LEI MUNICIPAL Nº 884, DE 19 DE AGOSTO DE 2014. Dispõe sobre a qualificação de entidades como Organizações Sociais OS no âmbito municipal,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA - TCU Nº 63, DE 1º DE SETEMBRO DE 2010 Estabelece normas de organização e de apresentação dos relatórios de gestão e das peças complementares que constituirão os processos de contas

Leia mais

LEI Nº 1.726 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008

LEI Nº 1.726 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008 LEI Nº 1.726 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008 Dispõe sobre a acessibilidade no transporte público coletivo no Município de Rio Branco e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO - ACRE, usando

Leia mais

LEI Nº 1694, DE 10 DE ABRIL DE 2006.

LEI Nº 1694, DE 10 DE ABRIL DE 2006. LEI Nº 1694, DE 10 DE ABRIL DE 2006. Dispõe sobre incentivo fiscal para a realização de projetos culturais no âmbito do Município, institui o Fundo Municipal de Cultura e dá outras providências. O Povo

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 1.870 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2005.

PROJETO DE LEI Nº 1.870 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2005. PROJETO DE LEI Nº 1.870 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2005. Dispõe sobre a organização do Sistema Municipal de Defesa do Consumidor, institui o Departamento de Defesa do Consumidor e o Fundo Municipal de Defesa

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot)

REGULAMENTO INTERNO. Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS. (IE-CBiot) Página 1 de 13 Regulamento Interno Incubadora Empresarial do Centro de Biotecnologia da UFRGS (IE-CBiot) CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Artigo 1º O presente Regulamento disciplina a organização

Leia mais

REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS EMPRESARIAIS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL

REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS EMPRESARIAIS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO A INICIATIVAS EMPRESARIAIS ECONÓMICAS DE INTERESSE MUNICIPAL Nota Justificativa O Município de Mirandela tem entendido como de interesse municipal as iniciativas empresariais de natureza

Leia mais

Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001

Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001 Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina - Resolução: 1626 de 23/10/2001 Ementa: Dispõe sobre as instruções para Registro de Empresas nos Conselhos de Medicina. Fonte: CFM O Conselho Federal de Medicina,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Itanhangá Gestão 2005/2008

Prefeitura Municipal de Itanhangá Gestão 2005/2008 LEI Nº 019/2005 DATA: 10 DE MARÇO DE 2005. SÚMULA: CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTENCIA SOCIAL DA OUTRAS PROVIDÊNCIS. O Sr. VALDIR CAMPAGNOLO, Prefeito Municipal de Itanhangá, Estado de Mato Grosso,

Leia mais

DECRETO Nº 19.152, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015.

DECRETO Nº 19.152, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015. DECRETO Nº 19.152, DE 29 DE SETEMBRO DE 2015. Regulamenta o Fundo Especial Pró-Mobilidade (FUNPROMOB), de natureza contábil, e a alienação dos Índices Especiais Pró-Mobilidade, criados pela Lei Complementar

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 11.127, DE 09 DE FEVEREIRO DE 1998. (atualizada até a Lei nº 12.239, de 19 de janeiro de 2005) Institui o Sistema

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO MATEUS ESTADO DO ESPÍRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO 1 LEI Nº. 949/2010 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS E DISPÕE SOBRE A DECLARAÇÃO MENSAL DO IMPOSTO SOBRE A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA - ISSQN. O Prefeito Municipal de São Mateus,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2005. Vide Lei n o 9.394, de 1996 Regulamenta o art. 80 da Lei n o 9.394, de 20 de dezembro

Leia mais