MODERNIZANDO PARA ATENDER MELHOR. A conquista da certificação ISO. SEAC e SINDESP de Goiás: histórias de sucesso. Segurança e Asseio - Janeiro/2011 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MODERNIZANDO PARA ATENDER MELHOR. A conquista da certificação ISO. SEAC e SINDESP de Goiás: histórias de sucesso. Segurança e Asseio - Janeiro/2011 1"

Transcrição

1 ANO XIV - Nº 25 - Janeiro/2011 MODERNIZANDO PARA ATENDER MELHOR A conquista da certificação ISO SEAC e SINDESP de Goiás: histórias de sucesso Segurança e Asseio - Janeiro/2011 1

2 2 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

3 Segurança e Asseio - Janeiro/2011 3

4 EDITORIAL Construindo sucesso Foram muitas conquistas e realizações em Ano em que as nossas entidades inauguraram uma ampla e moderna sede administrativa, conquistaram a certificação ISO 9001:2008 e ampliaram a oferta de treinamento para a qualificação dos colabores e funcionários das empresas associadas. No âmbito nacional mantiveram suas representatividades nas entidades federativas, intensificaram o processo de emancipação dos Sindicatos SEAC e SINDESP do Tocantins e interferiram na realização das assembleias da Febrac e da Fenavist em Goiânia, acolhendo na Capital as principais lideranças nacionais dos segmentos de asseio e de segurança privada. Avanços estratégicos foram democraticamente debatidos e aprovados em assembleias e reuniões de empresários com visão propositiva, pautados no planejamento estabelecido entre as entidades e os associados. Foram assim os passos dessas entidades que nasceram em salas simplórias, passaram por endereços não menos humildes, até conquistarem a bela sede que hoje é a casa do empresário de asseio e segurança de Goiás. Mas não se constrói uma entidade de classe focada apenas numa visão material. Preparar uma equipe voltada para a qualidade do atendimento e satisfação do cliente, que é seu associado, sempre foi premissa básica, estruturada num conjunto de programas, ferramentas e métodos, objetivando atender às exigências e a satisfação dos empresários. Etapa inicial e base para a conquista da certificação pela NBR ISO 9001:2008 Sistema de Gestão da Qualidade, um grupo de normas técnicas que estabelece um modelo de gestão da qualidade. Uma conquista da equipe de colaboradores do SEAC/SINDESP-GO. Reflexo da união de uma categoria, que para ser forte precisa se respaldar numa entidade de classe não menos forte. Com essa visão nossos segmentos buscam o apoio sistemático de seus associados. Uma parceria estabelecida no relacionamento de partes que se completam, entre a atividade empresarial e sindical. A acirrada disputa do mercado não traz para o seio desses sindicatos a discórdia. Ela é travada lá fora. Dentro da necessária e salutar convivência que os empresários desfrutam nas suas entidades de classe, reina o interesse coletivo e todos buscam o objetivo comum que é o fortalecimento da atividade empresarial em que estão inseridos. E isso o SEAC e o SINDESP de Goiás lhes proporcionam como nenhum outro. Esse é o segredo do sucesso em atividades associativas, não só no meio empresarial, mas presente nas diferentes esferas sociais. As vitórias passam pela sintonia do grupo, quer seja na vida das empresas, como também na política, no esporte e em todos os empreendimentos coletivos. Esse conjunto de conquistas foi coroado pelos resultados positivos das atividades econômicas dos nossos empresários em 2010, com previsão de crescimento projetado em 15% em relação ao ano de Um privilégio de empresas e entidades, que iniciam 2011 alicerçadas em bases econômicas e administrativas consistentes, permitindo vislumbrar a implementação de projetos ainda mais arrojados. Não há empresa forte, sem uma representação forte! Edgar Segato Neto Presidente Lélio Vieira Carneiro Presidente 4 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

5 Noite de gala - Pg 12 Sumário Nova sede impressiona - Pg 06 Noite de gala... Pg 12 Homenagem aos empresários... Pg 16 Seac: 30 anos de história... Pg 20 Sindesp: 20 anos de segurança... Pg 24 Geasseg (Executivos na liderança das entidades)...pg 28 Seac/Sindesp-GO são ISO - Pg 30 Expediente Ageps nas conquistas sociais... Pg 38 Asseio e segurança na mídia...pg 42 Estudos dos preços referenciais... Pg 56 SEAC/SINDESP-GO homenageiam nova ministra do TST... Pg 61 Convenção Coletiva de Trabalho 2010/ Pg 64 Segurança e Asseio - Janeiro/2011 5

6 Nova sede impressiona lideranças sindicais de todo o Brasil Fachada da nova sede na abertura das inaugurações Inaugurada no dia 4 de novembro de 2010 a nova sede do Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Terceirização de Mão-de- Obra do Estado de Goiás (SEAC-GO) e do Sindicato das Empresas de Segurança Privada, de Transporte de Valores, de Cursos de Formação e de Segurança Eletrônica do Estado de Goiás (SINDESP-GO) receberam elogios de empresários, políticos e lideranças sindicais de todo o País. Recepcionados pelos presidentes das duas entidades, Edgar Segato Neto e Lélio Vieira Carneiro, os convidados conheceram as instalações do prédio, apresentadas pelos anfitriões. Presidentes e diretores da Febrac, Fenavist, Seac s e Sindesp s nacionais ficaram impressionados e não pouparam elogios ao empreendedorismo das lideranças sindicais e dos empresários goianos. Lélio Vieira, presidente do SINDESP-GO, e Edgar Segato, presidente do SEAC-GO Plenário da nova sede lotado de convidados Momento da inauguração oficial pelos presidentes Odair Conceição, da FENAVIST, e Ricardo Garcia, da FEBRAC Dr. Adelar Anderle, Dep. Fed. João Campos, Edgar Segato, Lélio Vieira, Odair Conceição e Ricardo Garcia 6 Segurança Segurança e Asseio Asseio - Janeiro/2011 Janeiro/2011

7 Uma obra fantástica, exemplo para todo o Brasil. A iniciativa é notável e demonstra a liderança que esses empresários goianos exercem no Brasil e no fortalecimento da categoria, pois não existe empresa forte se não tiver entidade de classe forte. Estão de parabéns. Odair Conceição, presidente da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist) Vera Lúcia Marques recebe homenagem das mãos do presidente da AGEPS, Leonardo Ottoni Dr. Salmen, Rossini, Odair e Ricardo Garcia Convidados chegam à sede do SEAC/SINDESP-GO Presidente do SEAC, Edgar Segato, e do SINDESP, Lélio Carneiro, comemoram o sucesso da parceria e da união das entidades Eu fico absolutamente orgulhoso de participar de uma categoria que adota iniciativas arrojadas e presenciar esta obra espetacular. O SINDESP e o SEAC de Goiás se destacam com este empreendimento, que desperta muito orgulho no empresário do nosso setor. Ricardo Costa Garcia, presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental(Febrac) Mesa diretora na abertura da solenidade de inauguração Presidentes dos SEAC s e SINDESP s prestigiam solenidade Segurança Segurança e Asseio Asseio - Janeiro/2011 Janeiro/2011 7

8 Essa sede representa a força dos empresários goianos e não tenho dúvida que, no setor de atuação de nossas entidades, é a melhor do País. Jerfferson Simões, expresidente da Fenavist e homenageado com seu nome no auditório da nova sede Momento da execução do Hino Nacional tocado pelo Grupo Quarteto de Cordas Jerfferson Simões, Edgar Segato e Valdivino Reis Edgar Segato, Antônio Flávio, Lélio Vieira, José Marcos e Lourival Gomes Hoje, a edificação no Brasil que melhor define a grandeza do setor está em Goiânia. Defino com uma palavra o que sinto neste momento: orgulho. Orgulho por fazer parte de uma classe que alcançou este patamar. Laércio Oliveira Sousa, deputado federal eleito por Sergipe, presidente do Seac-SE e ex-presidente da Febrac Convidados no Auditório Presidente Jerfferson Simões, durante a solenidade de inauguração Deputado Federal-SE Laércio Oliveira e Lélio Jr., presidente do Grupo Coral 8 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

9 É gratificante ver a capacidade das pessoas em crescer, de realizar, como esse grupo de empresários de Goiás. Eu quero parabenizá-los pelo empreendedorismo e dinâmica inerentes a quem tem o poder de realização. Celita Oliveira Sousa, advogada e consultora jurídica da Fenavist e da Febrac Ricardo Oliveira e esposa (Grupo Brilho), Odailton José (Grupo A Nacional) e Roney Almeida (Raddar) Advogadas Dras. Celita Sousa, Maria Madalena, Neuza Vaz e Odessa Arruda brindam em comemoração Convidados prestigiam o evento com entusiasmo Nilson Moreira Barbosa, presidente do SEAC/MT, Edgar Segato, Valdivino Reis e Jerfferson Simões Diretores executivos Uzel Duplat, do SINDESP/BA e Milton Pimentel, do SINDESP/CE) Presidentes dos SEAC s e SINDESP s Presidentes dos SEAC s e SINDESP s no momento do descerramento da placa de inauguração Segurança e Asseio - Janeiro/2011 9

10 Foi a oportunidade de mostrarmos para o Brasil a capacidade dos empresários goianos na gestão de seus negócios e de suas entidades de classe. É gratificante, após a concretização de um sonho, ouvir só elogios, de coirmãos de todo o Brasil, que aqui estiveram nos prestigiando. É uma obra de todos os empresários da limpeza, conservação, terceirização e segurança de Goiás. Edgar Segato Neto, presidente do SEAC-GO Odair, Lélio e Edgar Odílio França (Grupo Fortesul) Esse é apenas mais um passo. Nossos sonhos ainda não se concretizaram. Continuaremos lutando pelo crescimento e fortalecimento de nossas entidades e dos setores que representamos. O planejamento feito pelas administrações do SINDESP e do SEAC de Goiás busca a autonomia financeira das entidades, através da arrecadação de outras fontes que não sejam apenas as contribuições sindicais. Portanto, ainda temos muitos ideais. Lélio Vieira Carneiro, presidente do SINDESP-GO Edson Wanderley (5 Estrelas Service), SerIsmar LIbanio (SINDESP/MG, Nelma Reis (SEAC/AM) e Milton Pimentel (SEAC/SINDESP-CE) Alex Wallace (Everest) e Antônio Ailton (A Brasil Service) Lélio Vieira com Lélio Júnior, CEO do Grupo Coral 10 Segurança e Asseio -- Janeiro/2011

11 O nome do auditório Presidente Jerfferson Simões foi uma homenagem ao ex-presidente da FENAVIST. Emocionado ele disse que se sentia muito honrado em ter seu nome gravado na história dos sindicatos de Goiás. Receber esta homenagem foi uma emoção indescritível, declarou. Pr. Benjamin Dias, Pra. Irene Calvão, Fabrício (Alternativa) e Djalma Henrique Hack (SC) Apresentação musical pelo Grupo Quarteto de Cordas Momento da execução do Hino Nacional Diretor do SIESE/GO Roney Almeida; Renato Gonçalves, presidente do SIESE e Lélio Júnior, presidente do Grupo Coral Descerramento da placa de inauguração por Lélio e Edgar Adelar Anderle (Coordenador Geral de Segurança Privada do DPF), Odessa Arruda (Superintendente do Trabalho da Secretaria de Cidadania e Trabalho) e Lélio Vieira (presidente do SINDESP) Segurança e Asseio -- Janeiro/

12 Mas a noite estava apenas começando Foram momentos inesquecíveis para os empresários goianos dos setores de asseio, conservação e de segurança privada. Em particular para os presidentes do SEAC-GO, Edgar Segato Neto, e do SINDESP-GO, Lélio Vieira Carneiro. Em um só dia eles reuniram em Goiânia as principais lideranças nacionais dos dois setores, que além de realizarem na Capital suas Assembleias Gerais Extraordinárias prestigiaram a solenidade de inauguração da nova sede das entidades. Uma noite de alegria e confraternização, que elevou ao mais alto grau o orgulho dos goianos pelas conquistas apresentadas para setores econômicos tão importantes da sociedade brasileira. Uma sede digna da grandeza dos segmentos em Goiás. Participação Os presidentes do SINDESP-GO, Lélio Vieira Carneiro, e do SEAC-GO, Edgar Segato Neto, destacam a contribuição de todos os empresários dos dois segmentos para o desenvolvimento das entidades e a realização desse antigo sonho. Ter um imóvel moderno, capaz de proporcionar comodidade e conforto para os associados, os diretores e os visitantes, era um sonho e hoje uma realidade, comentaram. Presidente Lélio Carneiro do SINDESP-GO e ver. Anselmo Pereira Presidente Edgar Segato (SEAC/GO) e Leonardo Ottoni (AGEPS) e respectivas esposas, Raquel e Cristina Conselheiro de Notáveis do SEAC Antônio Flávio com filhos, diretores da Embrasg, nora, genro e netos Presidente da AGEPS Leonardo Ottoni e esposa, Lúcio Ottoni e esposa e Marcos Rochael e esposa (Grupo Total) 12 Segurança e Asseio -- Janeiro/2011

13 Presidente do SINDESP-TO, Renê Rodrigues Filho, em animada conversa com o vice-presidente do SINDESP-GO, Ivan Hermano, observados pelo diretor do Grupo Tecnoguarda, Ivan Filho e esposa Empresários da Conservar e da Ipanema Goiás Joseph Ribamar (Grupo Jorima/Fênix-Palmas), Lucivânia (esposa) e amigos Wilson Batista (Max-Limp), família e colaboradores Sulamita, Cristina e Maria Aparecida Lélio Vieira, Astriel (Becker) e jornalista Arthur Rezende Urubatan (pres. SINDESP-CE), Edmilson Assis (pres. SINDEPREST- RN) e Paulo César Viana (pres. SEAC-CE) Presidente Lélio Vieira e assessores da FENAVIST Segurança e Asseio -- Janeiro/

14 Damaris Angélica (Fortesul) e Dra. Maria das Graças (Juíza do Trabalho de Aparecida de Goiânia) Sérgio Almeida, diretor executivo do SINDASSEIO-RS prestigia o evento Casal Eduardo e Dâmaris Adelar Anderle (Coordenador Geral de Segurança Privada do DPF) entre Cel. Francisco e Vagner Jorge (SP) Presidente Edgar Segato em animada conversa com vários presidentes de sindicatos coirmãos Vice-presidente do SINDESP, Ivan Hermano, e o vereador Paulo Borges Presidentes dos SEAC s e SINDESP s em animada conversa 14 Segurança e Asseio -- Janeiro/2011

15 Momento de descontração no salão de festas: Sebastião Divino e Jerfferson com Leonardo Ottoni Desembargador do TRT-GO, Dr. Júlio César Cardoso de Brito, vereador Anselmo Pereira e Lélio Vieira Leonardo Fonseca e Donizeti Lemes (Grupo Proguarda) Gerentes executivos Nelma Reis (SEAC/AM) e Rousilene Correa (SEAC/SINDESP-Goiás) Alex e Wallace (Everest e Disktem) Edson Ricardo (Federal) e Dr. Jorge Tibiriçá (Asjur SEAC/SINDESP) Gisele Melo, Vera (CEF), Margareth (Atan), Vera Marques e Lucilene (CEF) Edson Torres (pres. SINDESP-RJ), Lélio Vieira, deputado João Campos e Jerfferson Simões Segurança e Asseio -- Janeiro/

16 Comenda A inauguração da nova sede do SEAC-GO e do SINDESP-GO não foi motivo apenas de comemoração, mas também de reconhecimento do trabalho dos empresários brasileiros, que contribuíram e contribuem para o fortalecimento das entidades e dos segmentos de asseio e segurança privada em todo o país. No recém inaugurado auditório Presidente Jerfferson Simões, as lideranças da Fenavist, Febrac, Sindesps e Seacs nacionais foram homenageadas pelos presidentes do SEAC-GO, Edgar Segato Neto, e do SINDESP-GO, Lélio Vieira Carneiro, com a comenda Amigo da Classe. Uma iniciativa goiana em reconhecimento à união dos empresários brasileiros, que dedicam boa parte de seus tempos em prol do coletivo. José Carlos Roberto da Costa Presidente do SEAC-AL Lélio Vieira (presidente do SINDESP-GO), Luiz Cláudio La Rocca de Freitas (presidente do SEAC-DF) e Edgar Segato Neto (presidente do SEAC-GO) Gildásio de Assis Presidente do SEAC-SE Alcir Campelo Presidente do SEAC-PA Jerri Bertoni Macedo Presidente do SEAC-RS Sebastião Divino de Souza Presidente do SEAC-TO Paulo César Baltazar Viana Presidente do SEAC-CE Daniel Amado Felicio Presidente do SEAC-MS Edmilson Pereira de Assis Presidente do SINDEPREST-RN 16 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

17 Renato Fortuna Campos Presidente do SEAC-MG Nilson Moreira Barbosa Presidente do SEAC-MT Ricardo Costa Garcia Presidente do SEAC/RJ e da FEBRAC Nacib Haddad Neto Presidente do SEAC-ES Luiz Rodrigues Coelho Filho Presidente do SEAC-AM Comendas entregues aos presidentes dos Sindesp s Edson da Silva Torres Presidente do SINDESP-RJ José Rossini Araújo Braulino Presidente do SINDESP-RN Marco Aurélio P. Tarquinio Presidente do SINDESP-SE Odair Conceição Presidente da FENAVIST Renê Rodrigues de Mendonça Filho Presidente do SINDESP-TO Sandro Maurício Smaniotto Presidente do SINDESP-PR Urubatan Estevam Romero Presidente do SINDESP-CE Segurança e Asseio - Janeiro/

18 Uma sede a altura da grandeza do SEAC e do SINDESP de Goiás A nova sede do SEAC/SINDESP-GO dispõe de moderna estrutura, disponibilizando as ferramentas necessárias para o atendimento aos associados, com três amplas recepções, salas de reuniões, auditório com 120 lugares e estacionamento para aproximadamente 50 veículos. O segundo e terceiro pavimentos foram destinados à administração das entidades, acolhendo as Diretorias Executiva e Jurídica, a Assessoria de Comunicação, a TI (Tecnologia da Informação), e as presidências dos dois sindicatos, sala de diretoria em trânsito, sala de reuniões e salão de festas. Conforto na recepção principal. Prioridade no atendimento aos associados e ao público A estrutura perfeita para o desempenho das funções dos colaboradores Sala da Diretoria Executiva 18 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

19 Distribuição equilibrada entre as salas do edifício SEAC/SINDESP-GO Sala de reuniões: local de decisões e tomada de posições Os visitantes dispõem de um local moderno e adequado para serem atendidos Salas das presidências do SEAC e SINDESP Auditório com telão, onde acontecem as principais assembléias e eventos dos empresários dos segmentos de asseio, conservação e de segurança privada de Goiás. Segurança e Asseio - Janeiro/

20 SEAC: 30 anos de história Diretoria do SEAC assina 1ª Convenção Coletiva de Trabalho, na antiga sede do Palácio do Comércio Apesar de jovem tem uma longa história de luta e sucesso. Tudo começou na década de 70, mas ele só atingiu sua maioridade no dia 23 de julho de 1980, ao receber a sua identidade, o documento que o tornou legalmente constituído: a Carta Sindical. O Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Terceirização de Mão de Obra do Estado de Goiás (SEAC-GO) completa 30 anos, crescendo com a evolução do segmento como atividade econômica vigorosa e dinâmica, ocupando os espaços reservados para a dinamicidade que o mundo moderno exige. O embrião que gerou esse segmento forte e coeso surgiu na visão futurista de um grupo de empresários goianos liderados por Lélio Vieira Carneiro e Reinaldo Garcia dos Santos, na criação da Associação Profissional das Empresas de Asseio e Conservação do Estado de Goiás (APEAC), oficializada no dia 20 de janeiro de Nascia ali um dos segmentos empresariais que viria se transformar num dos mais organizados e prósperos de Goiás e do Brasil, numa evolução rápida e sustentável. Com o assessoramento jurídico da Dra. Celita Sousa, transformar a Associação em Sindicato foi mais um passo do setor rumo ao crescimento como atividade econômica de influente importância social e política. A diretoria provisória do Sindicato era a mesma da Associação, já com visão e planejamento em busca de organização associativa, sindical, federativa e confederativa. No dia 13 de fevereiro de 1981 realizou-se a primeira eleição efetiva do SEAC, com a eleição do empresário Lélio Vieira Carneiro presidente; Ricardo José Ribeiro Álvares secretário; Reinaldo Garcia dos Santos tesoureiro e Adão Eugênio Ribeiro diretor-social, além de suplentes, conselheiros fiscais e delegados representantes. A busca pelo crescimento e fortalecimento da entidade não se limitava à organização institucional da entidade, mas também com a ampliação da abrangência Audiência com o governador Henrique Santillo, em 1987, marca a posição dos empresários sobre temas políticos e do segmento territorial e com a filiação às entidades da pirâmide do sistema confederativo brasileiro, bem como nas participações nos eventos nacionais promovidos pelas entidades representativas do setor. Nestas instâncias os empresários goianos conquistaram espaços, com ideias sustentadas na defesa incondicional dos interesses do segmento. Ideais que continuam pautando a participação dos goianos nas decisões classistas nacionais e na adoção de medidas modernizadoras das entidades goianas. Na vanguarda sindical de propostas e atitudes, iniciou em 2008, em parceria com o SINDESP, um processo pioneiro em Goiás de participação no Sistema de Excelência em Gestão Sindical (SEGS), proposto pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) a todos os sindicatos do Brasil, com o objetivo de orientar as entidades na melhoria de suas gestões. Em 2010 foi coroado com a conquista da Certificação NBR ISO 9001:2008, após auditoria da ABNT. Um prêmio ao esforço desenvolvido pelas entidades na busca pela qualidade nos serviços prestados aos associados dos sindicatos, com processos padronizados, controlados e gerenciados por meio de indicadores, visando garantir uma resposta rápida às suas necessidades. 20 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

21 Em 1988 Goiânia promove o maior encontro da Febrac até então já realizado no Brasil, recebendo na Capital as principais lideranças do segmento Nesse caminho surgia a necessidade de buscar um espaço compatível com a grandeza do setor. Da primeira e acanhada sede instalada no 1º andar do Ed. Palácio do Comércio, no Centro de Goiânia, até a ampla e moderna sede inaugurada no dia 4 de novembro de 2010, o Sindicato passou por outros três endereços. As atuais instalações, apresentadas ao Brasil na solenidade de inauguração, refletem a importância alcançada pela entidade em nível nacional e regional. Em uma noite de gala os presidentes e diretores da Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (Febrac), da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist), dos Seac s e Sindesp s nacionais, empresários, políticos e a utoridades não pouparam elogios à força da entidade e dos empresários goianos. Hoje, presidido pelo empresário Edgar Segato Neto, e tendo como vice Lélio Vieira Carneiro, o SEAC-GO se destaca como uma das principais entidades sindical do Estado e uma das mais conceituada do País. Representatividade que se reflete nas negociações salariais coletivas, conduzidas com equilíbrio e percepção, não só da realidade empresarial que representa, mas também com a preocupação e olhos voltados para a situação dos trabalhadores, parceiros da atividade de asseio, conservação, limpeza urbana e terceirização de mão de obra. Representantes do SEAC-GO na posse da 1ª diretoria da Febrac (1983) no I Congresso Latino-Americano das Empresas de Asseio e Conservação, no Rio de Janeiro PLANO ESTRATÉGICO O SEAC-GO tem como principal propósito, legalmente estabelecido, defender os interesses do segmento nas diferentes instâncias e poderes, de modo a contribuir para a proteção e a longevidade das empresas representadas e, como papel complementar, oferecer produtos e serviços que permitam melhorar sua sustentabilidade. O Plano Estratégico é uma ferramenta de gestão na qual são definidos e divulgados os anseios do SEAC-GO, desde sua razão de existir e seus princípios éticos até os sonhos de longo prazo, passando por objetivos, metas e ações que devem ser realizadas para que a entidade alcance seus propósitos. No SEAC-GO essa ferramenta foi construída com base no Plano Estratégico da CNC, mantendo alinhamento com as diretrizes fundamentadas nos VI e VII Congressos do Sicomércio, ocorridos em 2002 e 2004, e consolidadas no evento 2020: Um futuro de excelência, que formatou o Mapa Estratégico do Sistema, com a presença das principais lideranças sindicais do setor no Rio de Janeiro, em novembro de As discussões em colegiado é uma marca do Sindicato desde a década de 80 Segurança e Asseio - Janeiro/

22 PLANO ESTRATÉGICO (SEAC-GO) O SEAC-GO integra o Sistema CNC, que atua em todo o País representando as empresas do comércio de bens, serviços e turismo, promovendo educação profissional e qualidade de vida para os trabalhado- res do setor terciário e para a sociedade, por meio de centenas de entidades, como confederações, federações, sindicatos e das unidades do Sesc e Senac espalhadas pelo País. Missão Assegurar às empresas de asseio, conservação, limpeza urbana e terceirização de mão-de-obra do Estado de Goiás as melhores condições para gerarem resultados positivos e contribuir para o desenvolvimento da categoria representada. Visão Liderar a comunidade empresarial do setor de asseio, conservação, limpeza urbana e terceirização de mão-de-obra do Estado de Goiás, atuando com reconhecida influência no desenvolvimento do Estado. Ser líder é estar presente no cotidiano do empresário representado, defendendo seus interesses e os da sociedade civil, superando suas expectativas. A intenção do SEAC-GO é ampliar cada vez mais suas ações com qualidade e abrangência, contribuindo para o desenvolvimento do Estado. A luta constante por causas justas que se somam em prol do interesse coletivo das empresas representadas é uma marca do SEAC-GO. É expectativa de nossos empresários-acionistas que estejamos sempre à frente nas batalhas necessárias ao alcance da nossa missão, atuando sob valores éticos inquestionáveis, com próatividade, independência política e de forma convergente. A busca pela excelência é condição de sustentabilidade no mercado. O SEAC-GO tem o compromisso de contribuir para que as empresas estejam preparadas para a competitividade por meio do desenvolvimento dos empresários executivos e corpo gerencial. 22 Segurança e Asseio - Janeiro/2011

23 Conselho de Notáveis O primeiro Conselho de Notáveis do SEAC-GO: Aliomar Castro (Estal), Antônio Flávio (Embrasg), Lélio Vieira (Coral), Luciano Hércules (Dalu) e Edson Wanderley (5 Estrelas Service) O Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Terceirização de mão-de-obra do Estado de Goiás (SEAC-GO) criou em 2004 o Conselho de Notáveis, com o objetivo de proporcionar maior segurança nos debates envolvendo as decisões da entidade. Inicialmente composto por cinco membros, sendo três com mandatos vitalícios e dois com mandatos temporários, hoje é constituído por sete membros, sendo cinco vitalícios e dois temporários. São empresários com ampla experiência no segmento, eleitos entre os 10 (dez) associados com maior tempo de filiação por empresa que mantem o mesmo CNPJ desde sua filiação. Com direito a votos nas decisões tomadas pela categoria em assembleias e reuniões de diretorias, os membros do Conselho têm como funções prioritárias fiscalizar a aplicação do Código de Ética, convocar reuniões da diretoria do Sindicato, julgar em última instância recursos administrativos, ratificar a filiação e desfiliação de empresas, entre outras responsabilidades. É presidido pelo notável Luciano Hercules Freire, criador da Empresa de Conservação e Limpeza DALU, fundada em 1967 e que está no SEAC desde a primeira reunião de sua criação, mantendo nesses 44 anos o mesmo CNPJ. Integrado por empresários que pavimentaram o longo caminho da atividade no Estado, colocando suas experiências bem sucedidas à disposição daqueles que estão há menos tempo no mercado ou estão iniciando, o Conselho de Notáveis do SEAC é um espelho, uma referência empresarial, de persistência e de cidadania. Eu tenho orgulho de fazer parte do Conselho e poder contribuir com opiniões para a valorização e defesa do segmento. Enquanto tiver forças estarei participando, declara um dos membros fundadores do SEAC e vitalício desde a criação do Conselho, o empresário Antônio Flávio de Souza Filho, dono da EMBRASG - Empresa Brasileira de Serviços Gerais. SEAC Membros vitalícios Presidente: Luciano Hércules Freire Empresa Dalu - 44 anos com o mesmo CNPJ Antônio Flávio de Souza Brito Empresa Embrasg - 39 anos com o mesmo CNPJ Lélio Vieira Carneiro Empresa Coral - 39 anos com o mesmo CNPJ Sebastião Divino de Souza Empresa A Solução - 24 anos com o mesmo CNPJ Carmo Camargo Empresa Contal - 30 anos com o mesmo CNPJ Membros temporários Odailton José de Souza Empresa A Nacional Benedito Sinédrio de Siqueira Empresa Estal SINDESP O Conselho de Notáveis do SINDESP-GO, criado no dia 20 de novembro de 2009, também é constituído por cinco membros natos e (com mandato vitalício) e dois membros temporários, com estatuto semelhante ao do SEAC-GO, tanto na indicação de seus integrantes como nas obrigações e deveres. Membros vitalícios Presidente: Sebastião Divino de Souza Empresa Solução - 24 anos com o mesmo CNPJ Lélio Vieira Carneiro Empresa Coral - 39 anos com o mesmo CNPJ Carmo Camargo Empresa Contal - 30 anos com o mesmo CNPJ Odailton José de Souza Empresa A Nacional - 15 anos com o mesmo CNPJ Pedro Cruz de Souza Empresa Guardiã - 17 anos com o mesmo CNPJ Membros temporários André Luiz Costa Machado Empresa Escudo Ivan Hermano Empresa Tecnoguarda Segurança e Asseio - Janeiro/

24 Primeiros passos do Sevitego, no dia da sua fundação SINDESP: 20 anos em defesa da segurança Uma entidade que congrega e representa um dos principais setores da economia goiana, o Sindicato das Empresas de Segurança Privada, de Transporte de Valores, de Cursos de Formação do Estado de Goiás (SINDESP- GO) tem sua história ligada ao segmento de asseio e conservação, representado pelo Sindicato das Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana e Terceirização de Mão-de-Obra do Estado de Goiás (SEAC-GO), criado há mais de 30 anos e pioneiro no surgimento das entidades goianas. Mas o expressivo crescimento das atividades do setor levou um grupo de empresários a pensar em um sindicato que viesse representar e dar respaldo às empresas do segmento em Goiás. Dessa necessidade surgiu o SEVITEGO, criado em 1989, transformado posteriormente no Sindicato das Empresas de Segurança Privada no Estado de Goiás (SINDESP-GO). Ao lado do SEAC-GO ocupou, de 1989 a agosto de 2010, um imóvel na Rua 94-A, no Setor Sul, em Goiânia. Hoje encontra-se instalado confortavelmente em um moderno e amplo edifício, na Rua dos Bombeiros, no Parque Amazônia, oferecendo conforto e comodidade à numerosa família da segurança privada goiana. A inauguração da nova sede, no dia 4 de novembro de 2010, numa bela festa promovida pelas diretorias das entidades goianas, foi prestigiada por lideranças nacionais dos segmentos de segurança privada e asseio e conservação, empresários, políticos e autoridades. A noite foi ilustrada com a presença dos presidentes e diretores da Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist), da Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (Febrac), e dos sindicatos estaduais representativos de cada unidade da federação (SINDESPs e SEACs). Além da responsabilidade de assessorar as empresas do setor o Sindicato, ao longo desses anos, tem se pautado por uma visão ampla de atuação integrada com o poder público, no sentido de colaborar com a sociedade, estendendo sua atuação para além de suas atividades fins e objetivos econômicos das empresas que representa. Parceria graças à visão estratégica e futurista de suas li- 24 Segurança e Asseio - Janeiro/2011 deranças, incansáveis na luta pelo fortalecimento e modernização das empresas que representam. Atitudes fortes e decisivas do Sindicato mudaram o rumo do segmento nesses 20 anos de atividade. Ideias e projetos que alcançaram sucesso, respaldados por empresários e empresas modernas, que acreditam na atualização dos processos de administração e gestão. E, coerentemente com esta postura, orienta e estimula as empresas parceiras a investirem em tecnologia e qualificação dos recursos humanos, mola mestre da excelência do serviço prestado a um mercado cada dia mais exigente. Os consumidores dos serviços prestados pela segurança privada são empresas com alto nível de excelência de qualidade e pessoas físicas dos mais diversos segmentos econômicos e sociais, exigentes por um serviço seguro e qualificado, capaz de resguardar a integridade física de empresários, profissionais liberais e políticos, vulneráveis à violência urbana e rural. Solenidade de inauguração das novas instalações da sede própria do SEAC/SINDESP, na Rua 94-A, Setor Sul, em Goiânia, em 1992 Dezenas de empresários e convidados prestigiaram o evento

Plano Estratégico 2008-2020

Plano Estratégico 2008-2020 Plano Estratégico 2008-2020 SUMÁRIO Plano Estratégico-02 APRESENTAÇÃO 3 VISÃO SISTÊMICA 6 COMPOSIÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO 8 BASE ESTRATÉGICA 9 Missão 9 Visão 9 Princípios 8 Bandeiras 9 MAPA ESTRATÉGICO

Leia mais

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada.

Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. Unidos convergindo para um só ideal. O crescimento e a produtividade dos segmentos de asseio e conservação e segurança privada. ASSIM É O A IMPORTANTE CONTRIBUIÇÃO DOS EXECUTIVOS DOS SEAC S E SINDESP S

Leia mais

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional

Associativismo a modernização do sindicalismo nacional A união faz a força O dito popular encaixa-se como uma luva quando o assunto é associativismo o assunto em pauta no meio sindical. As principais confederações patronais do País estão investindo nessa bandeira

Leia mais

Relatório de Atividades 2006

Relatório de Atividades 2006 Relatório de Atividades 2006 AGE FEBRAC Participação do Srs. Dilmo e Ricardo na reunião do dia 09/02 em Brasília; Participação do Sr. Ricardo na reunião do dia 29/03 em Brasília; Participação do Sr. Ricardo

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2008 SUMÁRIO 5º ENPRESC -------------------------------------------------------------- 03 Troféu Destaque Social 2008-------------------------------------------06 Fotos do Evento----------------------------------------------------------

Leia mais

Relatório de Atividade Técnica

Relatório de Atividade Técnica GOIÁS (SEAC-GO) Rua dos Bombeiros, Qd. 248, Lt. 12, 14 e 15 Parque Amazônia-Goiânia-GO CEP: 74835-210 CNPJ: 02.552.768/0001-01 Telefone: (62) 3218-5946 / 3218-5330 Pessoa de Contato: Rousilene Correa de

Leia mais

4º ENPRESC 03. Participações em Eventos 34 Outros Serviços 35 Resumo das Atividades 36 Anexos 37

4º ENPRESC 03. Participações em Eventos 34 Outros Serviços 35 Resumo das Atividades 36 Anexos 37 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2007 SUMÁRIO 4º ENPRESC 03 Troféu Destaque Social 2007 06 Fotos do Evento 11 Lançamento Depto. Licitações 24 Cursos e Treinamentos 26 Ações e Participações 30 AGE FEBRAC 30 Reuniões

Leia mais

A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas. 15 ago 13

A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas. 15 ago 13 A função da associação de classe na construção e defesa de suas agendas 15 ago 13 Associação Iniciativa formal ou informal que reúne pessoas físicas ou jurídicas com objetivos comuns, visando superar

Leia mais

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Confere nova regulamentação ao Conselho Municipal de Segurança

Leia mais

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO É NOTÍCIA - Nº 18 2011 EDIÇÃO ESPECIAL X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO FEBRAEDA - CAMP SÃO BERNARDO DO CAMPO 08 DE ABRIL

Leia mais

Fundação Libertas. Nova denominação da entidade. Manual de Governança Corporativa

Fundação Libertas. Nova denominação da entidade. Manual de Governança Corporativa Manual de Governança Corporativa Sumário 1. Definição.... Objetivo... 3. Da Contextualização da PREVIMINAS... 3.1. Arcabouço Legal e Regulatório... 3.. A Identidade da PREVIMINAS... A Filosofia Empresarial

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa busca a modernização e a ampliação das ações e dos instrumentos de Comunicação para atender às necessidades de divulgação e alinhamento de informações

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio

Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013. Isabella Assunção Cerqueira Procópio Proposta de Candidatura Diretoria da Presidência Agrobio Consultoria Júnior Gestão 2013 Isabella Assunção Cerqueira Procópio Janeiro de 2013 1 Sumário 1. Dados Básicos de Identificação...3 2. Histórico

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA Sindilojas, 24 de julho de 2014 Legislação da CIPA Decreto-lei nº 7.036 de 10/11/1944 (Lei de Acidentes do Trabalho): Art. 82. Os empregadores, cujo número

Leia mais

PROPONENTE. Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ. ANTONIO REIS GRAIM NETO (Presidente da Comissão de Jovens Advogados)

PROPONENTE. Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ. ANTONIO REIS GRAIM NETO (Presidente da Comissão de Jovens Advogados) PROPONENTE Razão Social: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO PARÁ Nome de Fantasia - OAB-PA CNPJ 05.070.008/0001-48 Endereço: Praça Barão do Rio Branco, 93 CEP 66015-060 Fone: (91) 40068600 Email: gabinetediretoria@oabpa.com.br

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

Processo nº 7.675-9/2013

Processo nº 7.675-9/2013 Processo nº 7.675-9/2013 Interessado TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO Assunto Institui e regulamenta o Comitê Gestor Interno do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização - Gespública

Leia mais

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA

PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA PARCERIA BRASILEIRA PELA ÁGUA Considerando a importância de efetivar a gestão integrada de recursos hídricos conforme as diretrizes gerais de ação estabelecidas na Lei 9.433, de 8.01.1997, a qual institui

Leia mais

Informativo www.unicred.com.br

Informativo www.unicred.com.br Informativo www.unicred.com.br ano 5 nº 40 2011 Editorial Unicred do Brasil Definido o tema da IX Convenção Nacional Unicred A Comissão Organizadora da Convenção Nacional Unicred, que se realizará na cidade

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

CRA-GO não pode filiar empresas de Asseio e Segurança

CRA-GO não pode filiar empresas de Asseio e Segurança CRA-GO não pode filiar empresas de Asseio e Segurança o mesmo tempo em que SEAC e SINDESP de Goiás intensificam ações na Justiça contra a exigência do CRA-GO para que as empresas associadas se registrem,

Leia mais

DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U do dia 09.10.2012

DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U do dia 09.10.2012 TÂNIA REGINA SILVA RECKZIEGEL DESEMBARGADORA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO DATA DE POSSE: 15 de outubro de 2012, com nomeação pela Presidenta Dilma Rousseff, publicada no D.O.U

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO

APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO APRESENTAÇÃO COMERCIAL PALESTRANTE MARCOS SOUSA ESPECIALISTA EM VENDAS, MOTIVAÇÃO, COMPORTAMENTO E COMUNICAÇÃO Quem é Marcos Sousa Graduado em Engenharia Eletrônica e MBA em Administração de Marketing

Leia mais

Fecomércio-RJ realiza festa de confraternização no hotel Sheraton

Fecomércio-RJ realiza festa de confraternização no hotel Sheraton dezembro 2007, nº 014 Fecomércio-RJ realiza festa de confraternização no hotel Sheraton DESTAQUES: Secovi Rio recebe Medalha Tiradentes da Alerj Fecomércio-RJ discute a nova metodologia dos PIBs estaduais

Leia mais

Celesc-CA-Ata 10 05 12

Celesc-CA-Ata 10 05 12 CENTRAIS ELÉTRICAS DE SANTA CATARINA S/A - CELESC NIRE Nº 42300011274 - CNPJ/MF Nº 83.878.892/0001-55 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO Data, hora e local: Aos dez dias do mês de maio

Leia mais

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL)

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) Com as alterações introduzidas pelas seguintes leis: Lei n.º 80/98, de 24 de Novembro; Lei n.º 128/99, de 20 de Agosto; Lei n.º 12/2003,

Leia mais

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013.

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. Dispõe sobre a criação, composição, competência e funcionamento do Conselho Municipal de Esporte e Lazer CMEL. O Povo do Município de Turvolândia Estado de Minas Gerais,

Leia mais

O NOVO INCRA 1. POR QUE MUDAR O INCRA

O NOVO INCRA 1. POR QUE MUDAR O INCRA O NOVO INCRA Apresentação Estamos chegando ao final do processo de reestruturação do Incra. Foram alguns meses de árduo trabalho, construindo nosso futuro. Chegamos agora ao termo de uma mudança que foi

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL 2015 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ENGENHEIROS AMBIENTAIS - ANEAM Marco Regulatório da Engenharia Ambiental e Engenharia

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA

SECRETARIA DE SAÚDE SECRETARIA EXECUTIVA DE COORDENAÇÃO GERAL DIRETORIA GERAL DE PLANEJAMENTO - GERÊNCIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NOTA TÉCNICA 07/13 RELATÓRIO ANUAL DE GESTÃO - RAG ORIENTAÇÕES GERAIS Introdução O Planejamento é um instrumento de gestão, que busca gerar e articular mudanças e aprimorar o desempenho dos sistemas de

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA 5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES

REGIMENTO INTERNO DA 5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES REGIMENTO INTERNO DA 5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art. 1º São objetivos da 5ª Conferência Estadual das Cidades: I - propor a interlocução entre autoridades

Leia mais

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA

POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA POLÍTICA DE GOVERNANÇA COOPERATIVA 1 1. APRESENTAÇÃO Esta política estabelece os princípios e práticas de Governança Cooperativa adotadas pelas cooperativas do Sistema Cecred, abordando os aspectos de

Leia mais

Manual de. Governança Corporativa

Manual de. Governança Corporativa Manual de Governança Corporativa Manual de Governança Corporativa Sumário 1. Definição... 2. Objetivo... 3. Da Contextualização da PREVIMINAS... 3.1. Arcabouço Legal e Regulatório... 3.2. A Identidade

Leia mais

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015.

EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. EDITAL Nº001, DE 13 DE JANEIRO DE 2015. A Presidente do no uso de suas atribuições legais e regulamentadas pela Lei Nº 2.750 de 31 de Dezembro publica as normas para o processo eleitoral das entidades

Leia mais

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados

Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados E77p Espírito Santo. Tribunal de Contas do Estado. Plano de Ação 2015: Objetivos estratégicos, Indicadores, Metas e Projetos priorizados / Tribunal de Contas do Estado. Vitória/ES: TCEES, 2015. 13p. 1.Tribunal

Leia mais

LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / /

LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / LEI Nº 2.422, DE 08 DE ABRIL DE 2008 CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= Dispõe sobre a composição,

Leia mais

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E ADQUIRENTES DO CONDOMÍNIO ALTO DA BOA VISTA CAPÍTULO I - FINALIDADES

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E ADQUIRENTES DO CONDOMÍNIO ALTO DA BOA VISTA CAPÍTULO I - FINALIDADES ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E ADQUIRENTES DO CONDOMÍNIO ALTO DA BOA VISTA CAPÍTULO I - FINALIDADES Art. 1º A Associação dos Moradores e Adquirentes do Condomínio Alto da Boa Vista é uma sociedade

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB João Batista de Oliveira Silva. Superintendente Executivo Valdeci Ramos dos Santos

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB João Batista de Oliveira Silva. Superintendente Executivo Valdeci Ramos dos Santos ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB Presidente da FUNETEC-PB João Batista de Oliveira Silva Superintendente Executivo Valdeci Ramos dos Santos Diretora Escolar e Gerente de Ensino Helena Mercedes Monteiro Supervisora

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva.

Palavra chave: Capital Humano, Gestão de Pessoas, Recursos Humanos, Vantagem Competitiva. COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS Karina Fernandes de Miranda Helenir Celme Fernandes de Miranda RESUMO: Este artigo apresenta as principais diferenças e semelhanças entre gestão de pessoas e recursos

Leia mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST -

AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST - AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE TERCEIRIZAÇÃO - TST - (4 e 5 de outubro de 2011) PROF. LÍVIO GIOSA PROF. LÍVIO GIOSA Administrador de Empresas com Pós Graduação em Business Administration pela New York University

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, SOFTWARE E INTERNET ASSESPRO REGIONAL PARANÁ LUÍS MÁRIO LUCHETTA DIRETOR PRESIDENTE GESTÃO 2005/2008 HISTÓRICO

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS

SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROGRAMAS E PROJETOS GERÊNCIA DE PROGRAMAS E PROJETOS - GPP COMISSÃO DE ORGANIZAÇÃO, NORMAS E PROCEDIMENTOS TERMO DE ABERTURA PROJETO: Centro de Treinamento e Capacitação

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

PROJETO DE CIDADANIA

PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA A Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho Anamatra congrega cerca de 3.500 magistrados do trabalho de todo o país em torno de interesses

Leia mais

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética

Relatório de Atividades 2014. Comissão de Ética Comissão de Ética Introdução As ações desenvolvidas pela Comissão de Ética em 2014 foram pautadas nos parâmetros do Questionário de Avaliação da Ética elaborado pela Comissão de Ética Pública (CEP) que

Leia mais

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PESQUISA EM PROJETO DE ARQUITETURA CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E FINALIDADE

REGIMENTO DO NÚCLEO DE PESQUISA EM PROJETO DE ARQUITETURA CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO E FINALIDADE Preâmbulo Os representantes do CONFAUeD, reunidos em assembléia, no dia 30 de junho de 2011, para instituição dos regimentos dos seus laboratórios e núcleos, após deliberação aprovou o REGIMENTO INTERNO

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971

ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ELEKEIROZ S.A. CNPJ 13.788.120/0001-47 Companhia Aberta NIRE 35300323971 ATA SUMÁRIA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO DE 2014 DATA, HORA E LOCAL: Em 7 de fevereiro de

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA EM ENFERMAGEM CAPÍTULO I Natureza, Finalidade, Sede e Foro Art. 1º - A Comissão Nacional de Residência em Enfermagem - CONARENF, criada pela Portaria

Leia mais

Brasil em Ação (Investimentos Básicos para o Desenvolvimento)

Brasil em Ação (Investimentos Básicos para o Desenvolvimento) Brasil em Ação (Investimentos Básicos para o Desenvolvimento) Nos dois últimos anos, vimos construindo as bases de um crescimento sustentável e socialmente benéfico para a grande maioria dos brasileiros.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE LEGISLAÇÃO E NORMAS E COMISSÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Parecer nº 217/2005 Processo SE nº 64.436/19.00/04.0 Constata a oferta

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Aprovado pela Resolução nº 01/2013/CONSUP/IFTO, de 7 de março de 2013.

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Aprovado pela Resolução nº 01/2013/CONSUP/IFTO, de 7 de março de 2013. REGULAMENTO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Aprovado pela Resolução nº 01/2013/CONSUP/IFTO, de 7 de março de 2013. PALMAS-TO MARÇO 2013 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 DA CATEGORIA... 2 FINALIDADE E OBJETIVOS...

Leia mais

GRUPO DE TRABALHO PARCELAMENTO DE SOLO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES

GRUPO DE TRABALHO PARCELAMENTO DE SOLO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES GRUPO DE TRABALHO PARCELAMENTO DE SOLO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES O presente relatório tem o objetivo de apresentar e detalhar as atividades desenvolvidas pelo Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI),

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO)

EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA OPERACIONAL (PTO) EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 CONCESSÃO PARA AMPLIAÇÃO, MANUTENÇÃO E EXPLORAÇÃO DOS AEROPORTOS INTERNACIONAIS BRASÍLIA CAMPINAS GUARULHOS EDITAL DO LEILÃO Nº 2/2011 ANEXO 9 DO CONTRATO PLANO DE TRANSFERÊNCIA

Leia mais

Projeto de Lei nº. 4.330/14 Terceirização

Projeto de Lei nº. 4.330/14 Terceirização São Paulo, 28 de Abril de 2015 Projeto de Lei nº. 4.330/14 Terceirização Objetivos da Terceirização Aumentar a produtividade e reduzir custos. Aumento de qualidade em razão da especialização das empresas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1 ORIENTAÇÕES PARA A SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA, TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE (D.O 01 revisão 05, de 22 de março de 2011) 2 SUMÁRIO PARTE I INTRODUÇÃO

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás LEI Nº 2.566, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2009. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= Altera a Lei nº 2.313

Leia mais

O Papel do Sistema CFA/CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração

O Papel do Sistema CFA/CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração Conselho Federal de Administração Câmara de Formação Profissional O Papel do Sistema /CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração Prof. Lúcio Mariano Albuquerque Melo adm.luciomelo@gmail.com

Leia mais

PORTARIA Nº 071 REITOR/2007

PORTARIA Nº 071 REITOR/2007 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS GABINETE DO REITOR PORTARIA Nº 071 REITOR/2007 CONSTITUI E NOMEIA GRUPO DE TRABALHO DE HUMANIZAÇÃO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTE DE FARIA - HUCF, E DÁ OUTRAS

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014

DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MINAS GERAIS DELIBERAÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA N 01/2014 A Diretoria Executiva do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

Caros colegas presentes, amigos que formam a família IRIB, senhoras e senhores, boa noite!

Caros colegas presentes, amigos que formam a família IRIB, senhoras e senhores, boa noite! 1 DISCURSO TRANSMISSÃO DE CARGO 1º de dezembro de 2014, São Paulo Caros colegas presentes, amigos que formam a família IRIB, senhoras e senhores, boa noite! Cumprimento a todos os presentes na pessoa do

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO No- 1, DE 9 DE JUNHO DE 2015 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional dos Direitos Humanos - CNDH. O PLENÁRIO DO CONSELHO

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar Publicada no Diário Oficial do dia 07 de julho de 2011 Estabelece a Estrutura Administrativa do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e do Ministério Público Especial; cria, modifica e extingue órgãos

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL

REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL Capítulo I Da Instituição Art. 1º - A Escola Nacional da Magistratura (ENM), órgão da Associação dos Magistrados

Leia mais

ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. CNPJ. 61.849.352/0001-00

ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. CNPJ. 61.849.352/0001-00 ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS CNPJ. 61.849.352/0001-00 Artigo 1º - A Sociedade Brasileira de Biologia celular (S.B.B.C.) é uma Sociedade Juridica

Leia mais

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage.

Preâmbulo. resultado econômico, ao mesmo tempo em que protege o meio ambiente e melhora a qualidade de vida das pessoas com as quais interage. Preâmbulo Para a elaboração da Política de Sustentabilidade do Sicredi, foi utilizado o conceito de Sustentabilidade proposto pela abordagem triple bottom line (TBL), expressão que reúne simultaneamente

Leia mais

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PROJETO DE LEI N o 266, DE 2007 (Apensos: PLs n os 453/2007, 701/2007, 6.519/2009 e 3.729/2012) Altera a Lei nº 9.985, de 2000, que regulamenta o

Leia mais

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian Planos Municipais de Mobilidade Urbana e Acessibilidade e o papel do TCE-RS na sua implementação Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian SUPORTE

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Site Revista Making Of Data: 20/08/2009 Seção: Marketing Pág.: www.revistamakingof.com.br Assunto:

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão 00-fevereiro de 2014 1/11 SUMÁRIO 1. POLÍTICA DO SISTEMA DE GESTÃO... 3 2. OBJETIVOS DO SISTEMA DE GESTÃO... 3 3. ORGANIZAÇÃO... 4 4. HISTÓRICO... 6 5.

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM.

Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM. Quadro Comparativo das Alterações Propostas ao Estatuto da CAIXA DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA FÁBIO DE ARAUJO MOTTA - CASFAM 1 Estatuto CASFAM CAPITULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, DURAÇÃO E OBJETO CAPITULO I

Leia mais

Índice. Do Objetivo... pág. 04. Dos Princípios e Valores... pág. 04. Do Conflito de Interesses... pág. 09. Das Disposições Finais... pág.

Índice. Do Objetivo... pág. 04. Dos Princípios e Valores... pág. 04. Do Conflito de Interesses... pág. 09. Das Disposições Finais... pág. Código de Ética O Código de Ética da FACEB foi idealizado com o intuito de orientar a conduta profissional de todos os colaboradores da Fundação, bem como conselheiros, dirigentes, estagiários e prestadores

Leia mais

"Caso de Sucesso" Palace Hotel Vencedor MPE Brasil Categoria Turismo

Caso de Sucesso Palace Hotel Vencedor MPE Brasil Categoria Turismo "Caso de Sucesso" Palace Hotel Vencedor MPE Brasil Categoria Turismo Nossas Boas Práticas de Gestão Vantagens na Adoção Ganhos Obtidos com o Prêmio Histórico Final do século XIX: Palacete Comendador Cardoso

Leia mais

AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO

AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Colocar foto de autor AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Autoras: Queiroz, Helena Maria Gomes Coelho, Michelle Queiroz Introdução Objetivo Geral:

Leia mais

Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela

Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela Estatuto Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional Estrela Capítulo I Da denominação, da sede, fins e duração ART. 1º - O Grêmio Estudantil da Escola Estadual de Educação Profissional

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL CONJACI CONSELHO DISTRITAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE JACI-PARANÁ Distrito de Jaci-Paraná Município de Porto Velho - RO MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL Dezembro de 2012. MINUTA DE DECRETO MUNICIPAL

Leia mais

ANER - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE REVISTAS ESTATUTO SOCIAL ÍNDICE

ANER - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE REVISTAS ESTATUTO SOCIAL ÍNDICE ANER - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE REVISTAS ESTATUTO SOCIAL ÍNDICE CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINALIDADE CAPÍTULO II DOS ASSOCIADOS, DIREITOS E DEVERES CAPÍTULO III DA CATEGORIA DE ASSOCIADOS

Leia mais

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 100 - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS O Programa Escola do Legislativo tem como objetivo principal oferecer suporte conceitual de natureza técnico-científica

Leia mais

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES

NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES 1 NÚCLEO DE JOVENS EMPREENDEDORES DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE SUZANO CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1 o O Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Comercial e Empresarial de Suzano

Leia mais

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação Cartilha para Conselhos Municipais de Educação Sistemas de ensino são o conjunto de campos de competências e atribuições voltadas para o desenvolvimento da educação escolar que se materializam em instituições,

Leia mais

Visão estratégica e projetos futuros

Visão estratégica e projetos futuros Visão estratégica e projetos futuros 4 Encontro de Secretários Executivos de Sindicatos - FIESC 15 de setembro de 2010 PDA Visão Estratégica Panorama SC Projetos 2011 Objetivos Visão Estratégica 1/9 Mapa

Leia mais

CHAPA 1: VANGUARDA SINDICAL NORTE MINEIRA

CHAPA 1: VANGUARDA SINDICAL NORTE MINEIRA CHAPA 1: VANGUARDA SINDICAL NORTE MINEIRA 09ª SEÇÃO REGIONAL SINDICAL DE MONTES CLAROS ENMERSON MOTA ROCHA Investigador Nível II - 20 anos de Polícia Sociólogo, Pós-graduado em Educação, Pós-graduado em

Leia mais

ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL

ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL CAPÍTULO I Do Nome, Sede, Fins e Duração. Art. 1º - O Grêmio Estudantil Bom Conselho abreviadamente, Grêmio, é uma instituição sem fins lucrativos constituída pelos alunos

Leia mais

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES

PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES Organizador Patrocínio Apoio PANORAMA EMPRESARIAL DO TURISMO RURAL BRASILEIRO 2010 O Turismo é uma das maiores fontes de

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS

REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1 o. O Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia - NITTEC é um Órgão Executivo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios

Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios Seminário gratuito do PROFUTURO aborda estratégias para o crescimento dos negócios O Programa de Estudos do Futuro da FIA (Fundação Instituto de Administração) realizará no dia 24 de agosto, a partir das

Leia mais