Eliane M. S. Jovanovich 1, Angela Maria Dalla Torre 1. Resumo. Palavras-Chave: Abstract

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eliane M. S. Jovanovich 1, Angela Maria Dalla Torre 1. Resumo. Palavras-Chave: Abstract"

Transcrição

1 O MARKETING E AS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO (TICS) :UMA UNIÃO ESTÁVEL DE SUCESSO NA BIBLIOTECA SETORIAL DO ESCRITÓRIO DE APLICAÇÃO DE ASSUNTOS JURÍDICOS (BSEAAJ) DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (UEL) Eliane M. S. Jovanovich 1, Angela Maria Dalla Torre 1 1 Especialista, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná Resumo A cada dia as tecnologias se modernizam e passam a fazer parte do cotidiano das pessoas. Várias ferramentas surgiram com o advento da internet para que as pessoas se comuniquem com as outras. Os profissionais bibliotecários estão sempre envolvidos com atividades técnicas da área. A biblioteca especializada requer uma atenção diferenciada, pois atua num nicho específico e necessita de serviços voltados para esse público. As redes sociais abrangem o mundo, facebook, orkut, blogs, entre outras. Pessoas trocam informações por , MSN, Skype e vários outros meios de comunicação. Hoje temos acesso a sites, portais e tantas formas de nos informar, que uma informação gerada neste exato momento, daqui a segundos é obsoleta. O presente artigo apresenta a forma com que as novas tecnologias de comunicação (TICS), foram inseridas e estão sendo utilizadas como canais de marketing em uma biblioteca jurídica do setor público, visando atender de uma maneira personalizada seus usuários e qual a opinião deles a respeito diante da forma de oferecer e disponibilizar serviços e produtos. Palavras-Chave: Marketing e biblioteca; Tecnologias de informação; Tecnologias de comunicação; Marketing informacional; Biblioteca universitária; Biblioteca especializada; Marketing digital; Biblioteca Jurídica. Abstract Every day technologies to modernize and become part of everyday life. Several tools have emerged with the advent of the internet for people to communicate with each other. The librarians are always involved in technical activities in the area. The specialized library requires special attention because it acts in a specific niche and need services for the public. Social networks span the globe, facebook, orkut, blogs, among others. People exchange information by , MSN, Skype and many other media. Today we have access to websites, portals and many ways to inform us, that information generated at this very moment, here is obsolete 1

2 seconds. This article presents the way that new communication technologies (ICTs) have been inserted and are being used as marketing channels in a law library in the public sector, to meet in a personalized way your users and what their opinion about the way forward to offer and provide services and products. Keywords: Marketing and library; Information technologies; Technology communication; Marketing of information; University libraries; Specialized library; Digital Marketing; Law library. 1 Introdução As novas gerações apresentam comportamentos totalmente diferentes das gerações anteriores, estão constantemente mudando e com isso a forma como se consome também sofre modificações significativas, para Telles (2009, p. 9) [...] passamos de consumidores a influenciadores e multiplicadores. Com a expansão da internet e o surgimento de novas tecnologias de comunicação, muitas bibliotecas estão compartilhando suas in formações através de dessas tecnologias, adequando e fazendo um bom uso dessas ferramentas de comunicação no cotidiano de trabalho. Para o compartilhamento de informações, as bibliotecas estão fazendo uso de s, redes sociais entre outras ferramentas que auxiliem na divulgação de informações e disseminem seus produtos e serviços. O uso desses mecanismos está sendo cada dia mais comum no cotidiano das bibliotecas. A Biblioteca Setorial do Escritório de Aplicação de Assuntos Jurídicos (BSEAAJ) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) no intuito de acompanhar essa modernização e atender a essa nova demanda de usuários que possuem uma facilidade de adaptação às mudanças tecnológicas, principalmente na questão da comunicação, passou a utilizar efetivamente essas ferramentas, tais como: o , messenger, redes sociais entre outros. A informação e o conhecimento são considerados valiosos e se tratando de uma biblioteca jurídica esses recursos são como diamantes, pois lapidamos muita informação para disponibilizarmos como uma jóia raríssima. A BSEAAJ atua em duas vertentes, ela é a junção de uma biblioteca universitária com uma biblioteca especializada de Direito, como as existentes nos escritórios de advocacia, tornando-a uma biblioteca mista. MATTOS (2006), nos passa a idéia do que é uma biblioteca mista, ou seja, uma biblioteca que atende a duas categorias e emerge com necessidades específicas. Os usuários efetivos da BSEAAJ são os alunos de 4º e 5º anos do curso de Direito que cumprem as disciplinas práticas de Estágio Curricular Obrigatório atendendo a população carente. Desta forma, a biblioteca, além de disponibilizar bibliografias que supram suas necessidades acadêmicas, precisa subsidiar os futuros advogados na obtenção de informações para respaldar em seus processos jurídicos. 2

3 Diante do aparato tecnológico e acessível na internet na área de tecnologia da comunicação e da falta de tempo dos alunos-advogados, optou-se por incorporar algumas ferramentas tecnológicas para suprir as necessidades dos usuários e compartilhar com mais rapidez às informações atualizadas. Considerando que os processos jurídicos possuem prazos e muitas vezes é curto o caminho entre uma audiência e a busca por informações que subsidiem tais processos, e que a legislação sofre alterações com muita freqüência, adotou-se as novas tecnologias. Como uma forma de transferir as informações com maior agilidade, a BSEAAJ, no intuito de cumprir seu papel de biblioteca mista especializada por se tratar da área de Direito, foi aos poucos mudando a forma de divulgar e compartilhar seus produtos e serviços. Diante disso, houve a necessidade de avaliar como estava sendo recebido todo esse aparato por parte dos usuários, pois estamos vivendo um momento propício para a inserção das tecnologias que estão disponíveis, ferramentas que irão favorecer e auxiliar no desenvolvimento e promoção de novos serviços e produtos propostos nas bibliotecas. 2 Revisão de literatura A tecnologia transformou o mundo e a forma de nos comunicarmos. O uso dos recursos eletrônicos tem se tornado cada vez mais freqüentes e necessários para a promoção e divulgação de produtos e serviços. Esse forte crescimento das tecnologias de informática e comunicação vem conseqüentemente afetar o comportamento dos usuários de informação. As bibliotecas, independente de serem públicas, escolares ou universitárias, também estão engajadas nesse processo tecnológico. A importância do marketing nas bibliotecas é indiscutível, porém na prática são poucas as experiências relatadas, até porque os bibliotecários trabalham muito com a parte prática dos produtos e serviços e acabam por esquecer da parte de divulgação, ou nos deparam com divulgação voltada para os serviços de atendimento ao público ou ligadas às práticas de qualidade. Silva (p. 15) afirma que: As bibliotecas universitárias, principalmente do setor público devem atualizar-se e comprometer-se com o marketing dos serviços oferecidos. Somente assim, as áreas de Biblioteconomia e Ciência da Informação terão o reconhecimento de sua importância no apoio ao desenvolvimento do conhecimento científico. Mesmo sendo instituições sem fins lucrativos, as bibliotecas precisam fazer seu marketing. Entenda-se por marketing uma proposta de divulgação que busque alcançar o mercado que se busca. No caso das bibliotecas, seus usuários. Neste contexto, Amaral (2012, p. 2) diz que o marketing implica em perceber as expectativas, necessidades e desejos do mercado que pretendemos atender. Por isso, envolve a criação de planos e programas num processo gerencial e Mcdonald (2004, p. 2) enfatiza que é um processo de compatibilidade entre as capacidades de uma empresa e os desejos de cliente. 3

4 As bibliotecas estão aderindo cada vez mais os recursos informacionais da Internet para interagir com seus usuários. Elas não estão mais presas àquele paradigma de uma estrutura física. Elas agora estão on-line e mais acessíveis do que antes. Kotler (2009, p. 34) observa que o marketing deve identificar, avaliar e selecionar as oportunidades de mercado, formulando estratégias para alcançar eminência, se não o domínio dos mercados-alvo e as bibliotecas precisam seguir esse caminho. Fazer uma divulgação dos serviços da biblioteca é uma forma de transmitir aos seus usuários informações pertinentes de forma prática e objetiva, e que faz com que elas sejam umas diferentes das outras. Partindo do conceito de Mattos (2005 apud BLATTMANN, 2005, p.6 ), que bibliotecas que prestam serviços e produtos tanto para a comunidade da educação básica e do ensino superior são denominadas de mistas (bibliotecas escolaresuniversitárias) [...] e têm como funções priorizar atividades para o desenvolvimento do ser humano. Podemos considerar que a BSEAAJ por atuar em duas vertentes, por ser uma biblioteca que está inserida num Escritório-Escola, acaba sendo a junção de uma biblioteca universitária com uma biblioteca especializada de Direito, como as existentes nos escritórios de advocacia, tornando-a uma biblioteca mista. A biblioteca mista é uma junção de dois tipos de biblioteca. É papel de cada administração identificar as reais necessidades de seu público para que possa criar ou melhorar sua estrutura e seus produtos e ou serviços prestados. Não adianta encher a biblioteca de belos cartazes, banners para promover eventos, ou ainda, os tão bem conhecidos, aqueles marcadores de página com informações sobre os serviços prestados isso não é suficiente! Marketing vai além, é mais que isso! Marketing é um processo gerencial e a AMA (American Marketing Association) faz a seguinte definição citada por Kotler (2006, p. 4): uma função social e um conjunto de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e o seu público interessado. Fazer uma divulgação dos serviços da biblioteca é uma forma de transmitir aos seus usuários as informações pertinentes de forma prática e objetiva, o que faz com que as bibliotecas sejam umas diferentes das outras, agregando valor, mantendo uma boa relação com seu público. McGarry (1999, p. 122) argumenta que as empresas que queiram ter êxito num mercado sujeito a mudanças rápidas devem manter-se um passo à frente da concorrência, monitorando e reagindo a qualquer transformação. As redes sociais podem oferecer aos profissionais bibliotecários uma nova forma de visualidade na comunicação com os usuários e também nos serviços oferecidos. No entendimento de Cendón (2000, p. 278) a Internet é um meio atraente para divulgação de uma variedade de informação. Já Bertholino e Oliveira (1999, p. 194) dizem que ela representa um vasto universo de informações e recursos para exploração e atuação. Partindo dessa premissa, podemos ainda citar Kotler (2006 apud TELLES, 4

5 2009, p. 17) quando lista as ações principais que devem ser tomadas para trabalhar com marketing nos dias atuais: acrescentar novas mídias a seu mix de comunicação [...] use novas técnicas de pesquisa de mercado [...] e aproveitar as novas tecnologias de mercado. Pontes e Santos (2011, p. 3) afirmam que Os ambientes em rede e o uso dos recursos tecnológicos tornam-se imprescindíveis para o melhor desenvolvimento dos serviços nas bibliotecas. Entender como se dá essa prática e como as mesmas podem interagir e se comunicar, com os diversos segmentos, tornase necessário para que esse ambiente permaneça ativo e participativo frente ao público que atende. Assim, é necessário compreender que as Bibliotecas Universitárias devem utilizar as potencialidades das TICs e ultrapassar seus limites físicos. O papel do bibliotecário agregou novas formas de atuação frente às novas tecnologias e recursos informacionais disponíveis, visto que ele é a ligação do usuário com a informação que ele precisa no mundo virtual. Na concepção de Primo (1997, p.5): A Internet está revolucionando a comunicação humana. Com ela abrem-se novas formas de intercâmbio de informações, de forma interativa, assíncrona ou síncrona, com significante intimidade mesmo que sem proximidade física. Sendo assim, além do correio eletrônico, a Internet abre canais de diálogo que permitem a conversa simultânea de dezenas de pessoas e essa é a nova tendência para dinamizar o uso da informação, promover acesso e, divulgar produtos e serviços além deixar a mostra a imagem da Biblioteca. Muitos bibliotecários que atuam em bibliotecas na área jurídica, não possuem especialização na área do Direito, e na sua grande maioria são bibliotecários com formação generalista, e precisam buscar ferramentas que os capacitem de forma a atender as exigências de seu público. O bibliotecário que atua em universidade tem à sua disposição várias ferramentas tecnológicas que propiciam o marketing a favor da sua unidade de informação, dentre os diversos recursos disponíveis poderíamos citar: a) web site: que geralmente trazem Informações sobre serviços que a biblioteca oferece, horário, regulamento, etc.; b) blog: publicação de artigos, notícias sobre a área de biblioteconomia; c) redes sociais: facebook, twitter e outras- divulgar novas aquisições, acontecimentos importantes da biblioteca; d) flickr: expõe fotos de exposições da biblioteca, do acervo, de cursos, etc.; e) comunicação direta com os docentes e os discentes, informando sobre os acontecimentos da biblioteca, reservas de livros, multas, etc. 5

6 f) chat: para tirar dúvidas, dar sugestões, etc.; g) msn: utilizado como suporte de trabalho, entre muitos outros. Todo esse processo e avanço tecnológico abrangem, de uma forma geral, todas as categorias profissionais e da sociedade. As bibliotecas, de certa forma, estão se engajando nesse novo estilo virtual das redes sociais. O marketing vem impactar, e essa é a nova tendência para dinamizar o uso da informação, promover acesso e divulgar produtos e serviços, além de deixar a mostra a imagem da Biblioteca. Para Abdalla et al (2008, p. 2) o marketing de biblioteca assume um caráter profissional com uma estrutura administrativa no organograma institucional, recursos humanos e materiais próprios. Em 2011 a BSEAAJ, em conjunto com o Sistema de Bibliotecas da UEL adotou um antigo e conhecido canal de comunicação com os usuários, propiciando sugestões e ou comentários através da caixa de sugestões, um instrumento simples que trouxe e continua trazendo bons resultados. Afinal o bibliotecário deve saber administrar as manifestações dos usuários. Buscando promover os serviços e alcançar as metas traçadas para 2012, além de buscar uma boa repercussão e avaliação de seus serviços e produtos oferecidos, a biblioteca foi aos poucos inserindo as novas ferramentas de divulgação, com o objetivo de promover e divulgar a BSEAAJ para a comunidade interna e externa. Os autores Campomar e Ikeda (2006, p. 3) afirmam que o objetivo do marketing é criar, facilitar e estimular a troca. Para isso, é necessário conjugar procedimentos técnicos com uma grande dose de arte e habilidade profissional e para Stevens et al (2002, p. 126) os objetivos são usados no plano de marketing como sistema métrico par avaliar o desempenho. Uma colocação que talvez seja mais direcionada para o marketing de bibliotecas é: Promoção é uma atividade de marketing referente à comunicação com o propósito de fazer conhecer e efetivar o uso ou adoção de um produto, idéia, comportamento ou serviço. Os objetivos da promoção são: (a) tornar e seus produtos e serviços conhecidos pelos usuários potenciais; (b) tornar o ambiente da organização e seus produtos e serviços atraentes para os usuários potenciais; (c) mostrar aos usuários reais como usar os produtos e os serviços; (d) evidenciar os benefícios dos produtos e serviço oferecidos; (e) manter os usuários reais, constantemente, bem informados sobre a atuação da organização, seus produtos e serviços. (AMARAL, 2008, p. 4). O marketing vem impactar no que se refere a bibliotecas, principalmente com a questão da internet, levando em consideração a geração que faz uso dos produtos e serviços e têm uma aceitabilidade e habilidade para utilizar as tecnologias de comunicação existentes. 3 Materiais e métodos A pesquisa aqui apresentada trata-se de uma pesquisa transversal, descritiva 6

7 com uma abordagem quali-quantitativa, por se tratar de uma pesquisa ocorrida num determinado tempo, com base em uma amostra selecionada para descrever uma população neste determinado momento (RICHARDSON, 1999, p. 148), é descritiva porque sua característica é descrever a população envolvida. Richardson (1999, p. 7) serviu como base pois também examina criticamente o papel das variáveis que, de certo modo, influenciam ou causam o aparecimento dos fenômenos A pesquisa foi desenvolvida com os alunos de 4º e 5º ano que estão fazendo estágio no Escritório de Aplicação de Assuntos Jurídicos e os professores que atendem naquele local, totalizando aproximadamente 470 pessoas. A amostra correspondeu aos usuários que entre janeiro e março de 2012 efetuaram 01 empréstimo na biblioteca ou mantiveram 01 contato com a biblioteca através de ou telefone, no total 226 pessoas se enquadraram. A coleta dos dados deu-se através de um questionário, previamente testado on-line feito no google docs, e enviado um link diretamente por para os alunos que fizeram uso da BSEAAJ naquele período pré-determinado. Foram respondidos 112 questionários. 4 Resultados finais Os resultados obtidos foram satisfatórios, pois esses dados contribuirão para implementar e melhorar a comunicação e, por conseguinte o marketing da BSEAAJ. Identificamos que dos participantes da pesquisa, 6 são docentes, o que representa 5% da população pesquisada e 106 são alunos, representando 95% da população. Quanto ao gênero, 53 são do sexo masculino e 69 do sexo feminino. Diante das questões estabelecidas, quando foi abordado sobre com qual freqüência os usuários utilizam alguma ferramentas de comunicação via web, sem especificar nenhuma das ferramentas disponíveis, evitando assim ser tendenciosa, tivemos as seguintes respostas 76 usuários disseram utilizar diariamente, 22 utilizam semanalmente, 4 fazem uso mensalmente e 10 nunca utilizam, conforme apresenta o gráfico 1: 7

8 4 10 Diariamente 22 Semanalmente 76 Mensalmente Não utilizam Fonte: próprio autor Gráfico 1 Freqüência de utilização das ferramentas de comunicação É sabido que nos dias de hoje a maioria das pessoas possuem uma ou mais contas de , o que possibilita a troca de informações diárias. Na pergunta que objetivou buscar qual ferramenta os usuários utilizavam para se atualizarem e se comunicarem com a BSEAAJ, considerando que o Sistema de Bibliotecas utiliza de algumas ferramentas, tais como , chat, blog, flickr, twitter, msn. Um número expressivo de usuários, ou seja 93 disseram utilizar o , seguido de 12 que se comunicam através do twitter, 5 se atualizam pelo site, 1 pelo MSN e 1 disse preferir ir pessoalmente até a biblioteca, conforme representado no gráfico 22 abaixo: TWITTER SITE MSN PESSOALMENTE Fonte: próprio autor Gráfico 2 Ferramentas de comunicação mais utilizadas. As ferramentas blog, chat e flicker não tiveram nenhuma menção, talvez porque essas ferramentas compartilhem informações de todo o Sistema e como a BSEAAJ é uma biblioteca especializada na área de Direito imagina-se que seja por 8

9 isso que os pesquisados não se interessam. Ao perguntarmos se os s enviados pela BSEAAJ facilitaram e ajudaram a mantê-los informados, divulgando as novidades sobre os produtos e serviços da biblioteca, as respostas foram variadas. sim, pois a biblioteca é muito específica e desta forma recebemos informações específicas. Nos mantém informados sobre eventos na área, materiais novos na biblioteca. Demonstra-se um dos meios de comunicação de maior eficácia. A minha caixa de é verificada diariamente, sendo mais fácil me manter atualizado das informações da BSEAAJ através desse meio. Facilidade e rapidez com que a biblioteca divulga seus serviços e suas novidades. Os s que recebo da BSEAAJ são sempre importantes, com informações específicas de meu interesse. Por que recebo várias informações atualizadas e ainda posso verificar em casa em qualquer horário confortavelmente. Acesso diariamente. Com certeza vejo mais do que qualquer outro meio Com as respostas obtidas, ficou muito claro que os usuários da BSEAAJ estão satisfeitos com a forma que a biblioteca divulga seus produtos/serviços. Precisávamos saber se os assuntos tratados nos s eram satisfatórios e diante disso, 103 pessoas disseram que sim, que os assuntos eram satisfatórios, 4 disseram que não eram satisfatórios e 5 disseram que satisfaziam parcialmente, como podemos observar no gráfico 3 logo abaixo: SATISFATÓRIO NÃO SATISFATÓRIO PARCIALMENTE SATISFATÓRIO Gráfico 3 Grau de satisfação sobre os assuntos enviados por . Fonte: próprio autor Analisando as respostas, vimos que a maioria dos pesquisados estão satisfeitos com as informações que são veiculadas através do . Na intenção de saber se os usuários da BSEAAJ acessam o site, blog, twitter ou o flickr para saber das novidades do Sistema de Bibliotecas, visto que essas 9

10 ferramentas arrolam informações de todo o Sistema, 72 pessoas disseram que utilizam o site, 23 disseram utilizar o twitter. O flickr e o blog nem foram citados, e 17 usuários relataram que não utilizam nenhum dos recursos disponíveis. O que causa uma estranheza. Dos 72 pesquisados que responderam que fazem uso do site, as respostas foram: Acho prático. Acho o site excelente. Achei o site funcional. Acho complicado. Acho o site útil, mas só utilizo quando realmente preciso. O twitter é interessante, porém tem muitas informações genéricas. twitter, mas não tem muita coisa da área. Em uma das perguntas formuladas, solicitamos a opinião dos pesquisados a respeito da BSEAAJ ter um site, um blog ou um twitter específico que abordasse as questões jurídicas específicas para a comunidade a qual está inserida, as respostas foram: 56 acham que sim, que a biblioteca dever ter um site, um twitter e um blog específico, 25 disseram que talvez fosse interessante e 41 disseram que não tem necessidade. Dentre as justificativas recebidas, algumas que se destacaram : Sim, pois é uma biblioteca especializada. Um site sim, blog ou twitter não. Um site atualizado em conjunto com os e- mails que vocês enviam são suficientes. Seria interessante já que a BSEAAJ é voltada para um grupo menor e específico de alunos. Não acredito ter necessidade, os s que recebo são suficientes. Sim, seria uma forma fácil e direta de contato e informação ao aluno. Creio que não seja necessário. Um site próprio da biblioteca seria ótimo, pois seria possível o interessado visitar virtualmente, consultar acervo/disponibilidade de obras à exemplo do que fazem outras universidades, lançamento de obras novas, etc.. Sim, um site, pois se concentraria nos assuntos de interesse específicos dos usuários. Não, pois acho que o é o meio mais prático para receber informações, já que nem sempre temos tempo para ficar abrindo outros sites. Acho que todos os meios de comunicação são válidos. Não, pois a BSEAAJ atende alunos e docentes, assim sendo os interessados principais já estarão sabendo das novidades através dos s que biblioteca envia. Na minha opinião, um twitter é uma maneira muito eficaz de atingir um público específico, como é o caso em questão. Quem quiser obter as informações segue o perfil delas, não precisaríamos entrar no blog todos os dias para isso. 10

11 Acredito que para muitos alunos seria interessante visto que eles ficam muitos tempos conectados à internet. Não acho necessário. Sim, acho esses mecanismos importantes e de fácil acesso. Sim. Por que em casos em que se busca uma informação específica estaria disponível a qualquer hora independente de uma resposta por . Sim, uma base de dados específica sempre é ferramenta fácil e rápido o acesso. 5 Considerações finais Não podemos negar que a geração atual não é apenas aquela que recebe os sinais transmitidos no processo de comunicação, ela assumiu o papel de receptora, processadora e retransmissora das informações. Estamos lidando com a Geração Y, uma geração habituada a lidar com as tecnologias. Tapscott (2010) declara com firmeza que para esse segmento, a tecnologia é como o ar, pois essa é a primeira geração global, conectada através da internet a pessoas e realidade de todo o mundo. Os resultados das análises efetuadas demonstraram que o meio de comunicação mais utilizado pelos usuários é o , o que nos deixa mais confortáveis, pois todo o fluxo de disseminação das informações referentes a BSEAAJ é enviado por , o que nos dá a certeza de estarmos no caminho correto. A disseminação do como forma de marketing foi uma necessidade da BSEAAJ e uma maneira de tentar levar o máximo de informações relevantes para seus usuários, principalmente a partir do momento que passou a conhecer o seu usuário. Podemos definir marketing da seguinte forma:...é a utilização do como canal privilegiado de comunicação, em que você pode fazer isto tudo e muito mais, mas em que deve ter sempre presente o seu verdadeiro poder disponibilizar valor real para os seus destinatários e criar relações - para mais tarde, poder. (O QUE é marketing) Os assuntos enviados por s facilitam e ajudam muito os usuários, mantendo-os informados sobre assuntos deste mudanças nas legislações, serviços, produtos que a BSEAAJ oferece, informações sobre concursos e eventos na área, inclusive as notícias diárias sobre os últimos acontecimentos na área jurídica. A maioria dos pesquisados acessam o site do Sistema de Bibliotecas mas com o objetivo de utilizar dos serviços de reserva e renovação de documentos, alguns utilizam o twitter para se atualizarem, porém 17 pessoas relataram não utilizar nenhum dos recursos disponíveis para se atualizarem. Quanto a BSEAAJ ter um site, ou um blog, ou um twitter específico que abordasse questões jurídicas, específico para essa comunidade, mais da metade dos pesquisados disseram que é importante que a BSEAAJ tenha um site próprio, que disponibilizem informações específicas. 11

12 Se a biblioteca seleciona e encaminha essas informações direto para os e- mails de seus usuários, de uma certa forma ela passa a ser uma fonte confiável, passa a ser um ponto referencial para seus usuários. O fato da BSEAAJ possuir uma demanda que necessita de informações acadêmicas e também informações jurídicas para atender os advogados a torna BSEAAJ uma biblioteca mista ou seja, a união da biblioteca universitária com a biblioteca especializada de em Direito. O bibliotecário sempre foi capaz de utilizar os instrumentos da área para melhorar o desempenho de suas funções e será ainda capaz de continuar fazendo isso, pois a multidisciplinaridade de atividades de marketing foram determinantes na implementação de mudanças, principalmente do ponto de vista digital, por exemplo: site, intranet e publicações eletrônicas e na adequação ao novo modelo de gestão, assessorando no planejamento em conjunto com o sistema de gestão da biblioteca. A biblioteca deve conhecer o ambiente em que está inserida e adquirir uma nova linha de pensamento ainda desconhecida por muitos administradores de bibliotecas. Se os profissionais que atuam nessas organizações agirem dessa maneira, poderão com maior facilidade selecionar as oportunidades para agir e antecipar-se com as informações do interesse de seus usuários. Conseqüentemente, alcançarão resultados positivos, satisfazendo [...] as necessidades de informação desses usuários e fazendo melhor uso dos recursos disponíveis, esteja a unidade de informação localizada em qualquer região do mundo. (AMARAL, 1996, p. 6). As redes sociais e as novas tecnologias abrem caminho para ações proativas, permitindo um aprimoramento e novas formas de trabalhar. Incrementar a forma de disponibilizar produtos e serviços e tornar o marketing uma ferramenta utilizada no dia-a-dia das bibliotecas. Temos que considerar que o marketing digital não é independente, e diante disso, é interessante e recomendável que seja praticado, integrado com as novas mídias, pois é nítido que a comunicação tradicional está sofrendo muitas mudanças e possui grande probabilidade de passar a não existir se não for incorporada às novas tecnologias. Precisamos criar mecanismos que aproximem os usuários da biblioteca, ferramentas específicas para a área jurídica e que faça com que os usuários que não utilizam as ferramentas atuais passem a se interessar pela BSEAAJ, passe a interagir de forma que tenham suas necessidades supridas. A capacitação e a experiência permitirão ao bibliotecário reinventar-se, se for necessário, para exercer outros tipos de atividades específicas da área. Os bibliotecários devem estar sempre buscando atualizações e preparados para as mudanças que as tecnologias estão proporcionando, considerando que o nosso público mudou e está mudando a cada dia e a maneira de se comunicar também, e nós como mediadores, compartilhadores, multiplicadores e disseminadores que somos, não podemos ficar alheios a tantas mudanças. Referências 12

13 ABDALLA, Eidi Raquel Franco et al. Marketing em biblioteca universitária pública: uma década de atividades. Disponível em: < Acesso em: 20 abr AMARAL, Sueli Angélica do. Marketing da informação: entre a promoção e a comunicação integrada de marketing. Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v.18, n.1, p.31-44, jan./abr Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/1636/1637>. Acesso em: 20. abr Marketing e desafio profissional em unidades de informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/452/411>. Acesso em: 20 abr Marketing e gerência em bibliotecas. Disponível em: <http://pt.scribd.com/isma3l2215/d/ marketing-e-gerencia-de-biblioteca>. Acesso em: 02 abr BERTHOLINO, Maria Luiza Fernandes; OLIVEIRA, Nirlei Maria. Infra-estrutura de informação: o uso da Internet por bibliotecários de instituições brasileiras de ensino superior. IN: RAMOS, Maria Etelvina Madalozzo (Org.). Tecnologia e novas formas de gestão em bibliotecas universitárias. Ponta Grossa: Ed. UEPG, CAMPOMAR, Marcos Cortez; IKEDA, Ana Akemi. O planejamento de marketing e a confecção de planos: dos conceitos a um novo modelo. São Paulo: Saraiva, CENDÓN, Beatriz Valadres. A Internet. In: CAMPELLO, Bernadete Santos; CENDÓN, Beatriz Valadres; KREMER, Jeannette Marguerite (Orgs.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, KOTLER, Philip. Administração de Marketing. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, Marketing para o século XXI: como criar, conquistar e dominar mercados. São Paulo: Ediouro, Disponível em: <http://books.google.com.br/books?id=tuwda3pnonwc&printsec=frontcover&hl=pt- BR&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v=onepage&q&f=false>. Acesso em: 20 abr MATTOS, Ana Luiza de Oliveira. Biblioteca do Sistema Barddal de Ensino. Florianópolis, 6 maio IN: BLATTMANN, Ursula; CIPRIANO, Aline de Souza. Os diferentes públicos e espaços da biblioteca escolar: da pré-escola a universidade. In: Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação, 21., Anais , Curitiba, CD-ROM. Disponível em: MCDONALD, Malcom. Planos de marketing: planejamento e gestão estratégica. 13

14 Rio de Janeiro: Elsevier, MCGARRY, Kevin. O contexto dinâmico da informação. Brasília: Briquet de Lemos, RICHARDSON, Robert Jarry. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, PONTES, Euzébia Maria; SANTOS, Mônica Karina. O Uso das redes socais no âmbito das bibliotecas universitárias federais brasileiras. Disponível em: <http://febab.org.br/congressos/index.php/cbbd/xxiv/paper/view/370/403> Acesso em: 02 abr PRIMO, A. F. T. Interação mediada por computador. 2. Ed. Porto Alegre: Sulina, O QUE É MARKETING: o verdadeiro conceito. Disponível em: Acesso em: 20 maio 2012 SILVA, Milena Celere de Sousa e. Marketing em bibliotecas universitárias. Disponível em: < Acesso em: 20 abr STEVENS, Robert et al. Planejamento de marketing: guia de processos e aplicações práticas. São Paulo: Pearson Education, TAPSCOTT, Don. A hora da geração digital. Rio de Janeiro: Editora Agir, TELLES, André. Geração digital: como planejar o seu marketing para a geração que pesquisa Google, se relaciona no Orkut, manda mensagem pelo celular, opina em blogs, se comunica pelo MSN e assiste a vídeos no YouTube. São Paulo: Landscape,

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS.

TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: MARKETING DIGITAL, ESTRATÉGIA FUNDAMENTAL PARA O CRESCIMENTO DAS EMPRESAS. CATEGORIA: CONCLUÍDO

Leia mais

UERJ REDE SIRIUS - BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS SOCIAIS B / CCSB

UERJ REDE SIRIUS - BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS SOCIAIS B / CCSB UERJ REDE SIRIUS - BIBLIOTECA DE CIÊNCIAS SOCIAIS B / CCSB PESQUISA CIENTÍFICA ON-LINE NA Autores: Manoel Silva Barata; Sandra Pimenta; Regina Patrocínio RESUMO: Este trabalho técnico-científico representa

Leia mais

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO

MARKETING EM REDES SOCIAIS RESUMO MARKETING EM REDES SOCIAIS Bruna Karine Ribeiro Simão Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus Nova Andradina bruna_simao@hotmail.com Rodrigo Silva Duran Instituto Federal de Mato Grosso do Sul Campus

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015

Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 Coordenação-Geral de Comunicação e Editoração (CGCE) Diretoria de Comunicação e Pesquisa (DCP) Maio/2015 A proposta de plano de comunicação elaborada pela Coordenação- Geral de Comunicação e Editoração

Leia mais

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1

Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Análise de Estratégias e Plano de Comunicação Digital para a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte 1 Aline Silveira SANTOS 2 Lorena PADRINI 3 Maria Claudia COSTA 4 João de CASTRO 5 Centro Universitário

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C

Mídias sociais como apoio aos negócios B2C Mídias sociais como apoio aos negócios B2C A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015.

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. 1 OBJETIVO O objetivo deste documento é estipular um plano de ação para criar e gerenciar perfis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

social media para bares, restaurantes e afins

social media para bares, restaurantes e afins BARTIPS social media para bares, restaurantes e afins O que buscamos? Divulgar seu estabelecimento para milhares de potenciais consumidores. Fazer você ser parte do dia-a-dia de seu cliente Ter suas novidades,

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Através do presente documento, a agência ACNBRASIL tem como objetivo apresentar uma proposta de criação e desenvolvimento de Website para COOPERATIVA DE

Leia mais

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet

Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Pesquisa de Avaliação do Portal da ANEEL na Internet Período de pesquisa: 03/11/2004 a 30/12/2004 Abril 2005 1/13 Índice Página 1.0 INTRODUÇÃO...03 2.0 Análise das respostas de múltipla escolha...04 3.0

Leia mais

BIBLIOTECA 2.0 uso das ferramentas Web 2.0 na biblioteca INATEL

BIBLIOTECA 2.0 uso das ferramentas Web 2.0 na biblioteca INATEL Temática 2: Direito à Informação, Acesso à Informação e Inclusão Social BIBLIOTECA 2.0 uso das ferramentas Web 2.0 na biblioteca INATEL Alexander Willian Azevedo aw.azevedo@yahoo.com.br Universidade Federal

Leia mais

GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO

GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO GUIA BÁSICO DE COMUNICAÇÃO CONVERSA DE ELEVADOR Sendo um empreendedor social, você sabe como é importante ser capaz de descrever sua organização, definindo o que diferencia seu trabalho e detalhando o

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1

Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Alto Taquari em Pauta: uma experiência interdisciplinar em jornalismo digital 1 Aparecido Marden Reis 2 Marli Barboza da Silva 3 Universidade do Estado de Mato Grosso, Unemat - MT RESUMO O projeto experimental

Leia mais

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL

7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL DICAS PARA DIVULGAR SUA EMPRESA E AUMENTAR AS VENDAS NO FIM DE ANO 7 dicas rápidas de marketing digital para você sair na frente! MARKETING DIGITAL Sumário Apresentação Capítulo 1 - Crie conteúdo de alta

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital

www.intermidiabrasil.com.br Apresentação Presença Digital Apresentação Presença Digital 2012 ÍNDICE 1. GESTÃO MÍDIAS SOCIAIS... 03 2. ESTRATÉGIAS COMPLEMENTARES... 04 3. PERSONALIZAÇÃO... 05 4. CASES... 06 5. SOBRE A INTERMIDIA BRASIL... 13 6. CLIENTES... 14

Leia mais

A compra de TI e as redes sociais

A compra de TI e as redes sociais Solicitada por A compra de TI e as redes sociais Como as redes sociais transformaram o processo de compras B2B e as melhores práticas para adaptar as suas estratégias de marketing à nova realidade BRASIL

Leia mais

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA

PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA PlusPixel Marketing Digital SOMOS MAIS SOCIAIS DO QUE NUNCA Proposta de Marketing Digital Design inox Marketing de Resultados A PlusPixel vem oferecendo seus serviços desde o início da internet, isso nos

Leia mais

Redes Sociais como ferramenta fundamental para a comunicação institucional atual 1

Redes Sociais como ferramenta fundamental para a comunicação institucional atual 1 Redes Sociais como ferramenta fundamental para a comunicação institucional atual 1 Jaqueline ECLISSI 2 Jesse James dos SANTOS 3 Sergio RODRIGUES 4 Daniele DOMINGOS 5 Drielle Ferreira de LIMA 6 Adriana

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B

Mídias sociais como apoio aos negócios B2B Mídias sociais como apoio aos negócios B2B A tecnologia e a informação caminham paralelas à globalização. No mercado atual é simples interagir, aproximar pessoas, expandir e aperfeiçoar os negócios dentro

Leia mais

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão

Portal de Periódicos da CAPES: evolução do acesso pela UEPG 2005 a 2013 : experiência da capacitação de usuários com cursos de extensão 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

Projeto 2.47 QUALIDADE DE SOFTWARE WEB

Projeto 2.47 QUALIDADE DE SOFTWARE WEB OBJETIVO GERAL Projeto 2.47 QUALIDADE DE SOFTWARE WEB Marisol de Andrade Maués Como objetivo geral, buscou-se avaliar a qualidade de produtos Web, tendo como base o processo de avaliação de qualidade descrito

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto

Cases. Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto Cases Estratégias de Marketing de Conteúdo por quem entende do assunto ContaAzul O ContaAzul é um sistema de gestão empresarial para micro e pequenas empresas. O objetivo é ajudá-las a crescer de forma

Leia mais

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL

Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL Inteligência para ESTRATÉGIA DIGITAL INTRODUÇÃO Já imaginou ter acesso a dados e estatísticas do website do concorrente? Com alguns aplicativos e ferramentas, isso já é possível. Com ajuda deles, você

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 1: resumo expandido de comunicação científica A FORMAÇÃO DO BIBLIOTECÁRIO E A COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA: UMA ANALISE

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano

Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano Como navegar no mar de informações para atender as demandas de um escritório jurídico e seus clientes case Escritório Veirano Cristina Lerina Patrícia Rocha Eusebia Diniz Simone Bispo edoc 2015 Rio de

Leia mais

Uma Publicação Grupo IPub. Guia. redes sociais para clínica de estética. Guia de redes sociais para clínica de estética

Uma Publicação Grupo IPub. Guia. redes sociais para clínica de estética. Guia de redes sociais para clínica de estética Uma Publicação Grupo IPub Guia redes sociais para clínica de estética Guia de redes sociais para clínica de estética Conteúdo 1. Introdução 2. A força das redes sociais para clínica de estética 3. As redes

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br

WWW.OUTSIDE.COM.BR Outside On-Line LTDA Telefone: +55 (19) 3869-1484 (19) 9 9441-3292 (claro) Email: carlos@outside.com.br MARKETING DIGITAL Ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos

Leia mais

2 - Sabemos que a educação à distância vem ocupando um importante espaço no mundo educacional. Como podemos identificar o Brasil nesse contexto?

2 - Sabemos que a educação à distância vem ocupando um importante espaço no mundo educacional. Como podemos identificar o Brasil nesse contexto? A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA E O FUTURO Arnaldo Niskier 1 - Qual a relação existente entre as transformações do mundo educacional e profissional e a educação à distância? A educação à distância pressupõe uma

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS

ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Ana Beatriz Mesquita (CPTEC/INPE) ESTUDO DA MELHOR METODOLOGIA PARA A DIFUSÃO DE VÍDEOS EXPLICATIVOS DE FENÔMENOS METEOROLÓGICOS Metodologia do trabalho realizado referente a gravação e expansão dos vídeos

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO 1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL Gestão do ciclo completo de relacionamento com o aluno SRM da Universidade Feevale 1.1 Histórico da Prática Eficaz Por meio do Departamento

Leia mais

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno

Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Título do Case: Departamento Comercial com foco nas expectativas do cliente Categoria: Projeto Interno Resumo O presente case mostra como ocorreu o processo de implantação do Departamento Comercial em

Leia mais

1. Áudio. Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site.

1. Áudio. Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site. 1. Áudio Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site. 2. Atendimento online Seção destinada para que os visitantes do

Leia mais

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação

Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Powered by TCPDF (www.tcpdf.org) Mídias sociais: novo modelo de marketing e comunicação Maria Fazanelli Crestana (USP) - crestana@usp.br Eidi Raquel Franco Abdalla (FMUSP) - eidi@biblioteca.fm.usp.br Fabiola

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis

IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1. Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis IMPLANTAÇÃO DA BIBLIOTECA VIRTUAL DO INSTITUTO CEPA: RELATO DA EXPERIÊNCIA 1 Ilmar Borchardt Amélia Silva de Oliveira Danilo Pereira Édina Nami Regis Resumo Descreve a implantação da Biblioteca Virtual

Leia mais

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal?

Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL. O que é Marketing Multicanal? Curso Marketing Político Digital Por Leandro Rehem Módulo III MULTICANAL O que é Marketing Multicanal? Uma campanha MultiCanal integra email, SMS, torpedo de voz, sms, fax, chat online, formulários, por

Leia mais

COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS

COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS PROJETO INSÍGNIA DA MADEIRA COMUNICAÇÃO SOCIAL PARA GRUPOS ESCOTEIROS COMO ORGANIZAR SEU GRUPO ESCOTEIRO PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO COM A COMUNIDADE, MEMBROS JUVENIS E ADULTOS UTILIZANDO A INTERNET. LUÍS

Leia mais

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário

Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário Trabalho interdisciplinar e atividade extensionista na UEPG: o projeto Portal Comunitário SOUZA, Kauana Mendes 1 ; XAVIER, Cintia 2 Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná, PR RESUMO O projeto Portal

Leia mais

A importância do marketing de relacionamento na gestão de bibliotecas universitárias

A importância do marketing de relacionamento na gestão de bibliotecas universitárias Autorização concedida ao Repositório da Universidade de Brasília (RIUnB) pelo organizador do evento, em 31 de janeiro de 2014, com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que

Leia mais

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra:

MBA IBMEC 30 anos. No Ibmec, proporcionamos a nossos alunos uma experiência singular de aprendizado. Aqui você encontra: MBA Pós - Graduação QUEM SOMOS Para pessoas que têm como objetivo de vida atuar local e globalmente, ser empreendedoras, conectadas e bem posicionadas no mercado, proporcionamos uma formação de excelência,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DAS MÍDIAS SOCIAIS CLUBE TURISMO INTRODUÇÃO: As mídias sociais estão cada vez mais presentes no dia-a-dia das pessoas, oferecendo soluções e transformando as relações pessoais e comerciais.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL

A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL 1 A IMPORTÂNCIA DO E - COMMERCE UM ESTUDO DE CASO NA LOJASMEL Jaqueline Kelly Stipp 1 Jéssica Galindo de Souza 2 Luana Alves dos Santos Lemos 3 Edson Leite Lopes Gimenez 4 RESUMO Esse artigo tem como objetivo

Leia mais

POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP

POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP 1. POLÍTICA DE EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO DA BIBLIOTECA DA FAIP 1.1. Objetivos Nas últimas décadas as bibliotecas passaram por mudanças

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing

PROJETO PEDAGÓGICO. Curso de Graduação Tecnológica em Marketing PROJETO PEDAGÓGICO Curso de Graduação Tecnológica em Marketing Porto alegre, 2011 1 1. Objetivos do Curso O projeto do curso, através de sua estrutura curricular, está organizado em módulos, com certificações

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Redes Sociais e Econômicas Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Até agora: redes onde unidades eram pessoas ou entidades sociais, como empresas e organizações Agora (Cap 13, 14 e

Leia mais

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente.

A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. .a agência A LB Comunica desenvolve estratégias e ações de marketing e comunicação, feitas sob medida para a realidade e as necessidades de cada cliente. Nosso compromisso é auxiliar empresas e organizações

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

GUIA DE SOCIAIS EM REDES BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS.

GUIA DE SOCIAIS EM REDES BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS. GUIA DE BOAS PRÁTICAS EM GESTÃO DO ATENDIMENTO E RELACIONAMENTO EM REDES SOCIAIS MELHORES PRÁTICAS. MELHORES RESULTADOS. APRESENTAÇÃO OBJETIVO A ABA - Associação Brasileira de Anunciantes, por meio de

Leia mais

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa?

Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Redes Sociais, SEO, Blog ou Adwords: O que devo usar para minha empresa? Você já pensou em posicionar sua marca na internet? Construir um relacionamento com seu cliente é uma das formas mais eficazes de

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO: um relato de experiência da Biblioteca Central Julieta Carteado

AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO: um relato de experiência da Biblioteca Central Julieta Carteado PÔSTER IMPACTO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO NA GESTÃO DA BIBLIOTECA UNIVERSITÁRIA Uso estratégico das tecnologias em informação documentária AS BASES DE DADOS EM SAÚDE COMO FERRAMENTAS DE BUSCA DA INFORMAÇÃO:

Leia mais

Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento: possíveis aplicações em uma rede. Caroline Brito de Oliveira

Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento: possíveis aplicações em uma rede. Caroline Brito de Oliveira Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento: possíveis aplicações em uma rede Caroline Brito de Oliveira Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2012 Gestão da Informação e Gestão do Conhecimento Gestão da

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção.

Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. estratégias online Quando se trata do universo on-line, nada é estático. Tudo pode se transformar de uma hora pra outra, basta o vento mudar de direção. serviços consultoria Benchmark Planejamento

Leia mais

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover

Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover SATIS 2011 Proposta Concessionária Terra Nova Land Rover 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5

Leia mais

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21

AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 AMERICAN ASSOCIATION OF SCHOOL LIBRARIANS PARÂMETROS PARA O APRENDIZ DO SÉCULO 21 CONVICÇÕES COMPARTILHADAS A leitura é uma janela para o mundo. A leitura é uma competência fundamental para a aprendizagem,

Leia mais

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito!

Esperamos que sua empresa faça bom aproveito! À medida que mais e mais empresas aderem ao marketing de conteúdo, notamos que as expectativas são por vezes incompatíveis com a realidade quando se trata de um Blog Corporativo B2B. A maioria dos profissionais

Leia mais

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY

Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY Marketing de Conteúdo para iniciantes CONTENT STRATEGY A Rock Content ajuda você a montar uma estratégia matadora de marketing de conteúdo para sua empresa. Nós possuimos uma rede de escritores altamente

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS

O QUE FAZEMOS MISSÃO VISÃO QUEM SOMOS O QUE FAZEMOS Provemos consultoria nas áreas de comunicação online, especializados em sites focados na gestão de conteúdo, sincronização de documentos, planilhas e contatos online, sempre integrados com

Leia mais

Núcleo de Coordenação de Bibliotecas - NCB. Relatório Biblioteca Penha Shopping

Núcleo de Coordenação de Bibliotecas - NCB. Relatório Biblioteca Penha Shopping Núcleo de Coordenação de Bibliotecas - NCB Relatório Biblioteca Penha Shopping 2015 SUMÁRIO 1 SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS - SIBi... 02 2 NÚCLEO DE COORDENAÇÃO DE BIBLIOTECAS - NCB... 02 3 UNIDADE

Leia mais

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços

Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Curso ISO 9001:2008 Qualidade em Serviços Guia Fundamental para Gestão de Qualidade em Serviços Objetivo Capacitar os participantes a interpretarem os requisitos da Norma ISO 9001:2008, relacionados aos

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Pós-Graduação em Educação: Novos Paradigmas GUIA DO ALUNO

Pós-Graduação em Educação: Novos Paradigmas GUIA DO ALUNO GUIA DO ALUNO Prezado(a) Aluno(a), O Guia do Aluno é um instrumento normativo que descreve os padrões de qualidade dos processos acadêmicos e administrativos necessários ao desenvolvimento dos cursos de

Leia mais

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS

INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS INTRODUÇÃO A PORTAIS CORPORATIVOS Conectt i3 Portais Corporativos Há cinco anos, as empresas vêm apostando em Intranet. Hoje estão na terceira geração, a mais interativa de todas. Souvenir Zalla Revista

Leia mais

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com

www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com 7 DICAS IMPERDÍVEIS QUE TODO COACH DEVE SABER PARA CONQUISTAR MAIS CLIENTES www.startercomunicacao.com startercomunic@gmail.com As 7 dicas imperdíveis 1 2 3 Identificando seu público Abordagem adequada

Leia mais

TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP)

TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) TÍTULO: AS MÍDIAS SOCIAIS E O SEU ALCANCE PARA A IMAGEM E O AUMENTO DAS VENDAS NO VAREJO DAS PEQUENAS EMPRESAS DE SANTA FÉ DO SUL (SP) CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA:

Leia mais

1. Biblioteca. 2. Infra-Estrutura. 2.1 Espaço físico

1. Biblioteca. 2. Infra-Estrutura. 2.1 Espaço físico Biblioteca UPIS 1 SUMÁRIO 1. Biblioteca... 3 2. Infra-Estrutura... 3 2.1 Espaço físico... 3 Campus I... 3 Instalações para estudos individuais... 3 Instalações para estudos em grupo... 3 3. Acervo Bibliográfico...

Leia mais

COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO

COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO COMPOSTO DE MARKETING NA ABORDAGEM DAS UNIDADES DE INFORMAÇÃO CALDAS, Rosângela Formentini Departamento de Ciência da Informação UNESP/Marília A definição de marketing ainda permanece enquanto uma discussão

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

Qual o valor que tenho que pagar para ter um perfil na rede acheifacil?

Qual o valor que tenho que pagar para ter um perfil na rede acheifacil? Perguntas frequentes: Como funciona a Rede Achei Fácil? O Achei Fácil é uma rede de negócios em ambiente virtual, criada para facilitar o contato entre clientes e fornecedores de produtos e serviços, através

Leia mais

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS Paula Soares Matias 1 Janaine Farrane Cardoso 2 RESUMO O artigo tem como objetivo evidenciar a comunicação como ferramenta

Leia mais

7º PASSO CAMPANHA ELETRÔNICA

7º PASSO CAMPANHA ELETRÔNICA 7º PASSO CAMPANHA ELETRÔNICA O que é uma campanha eletrônica? EM MARKETING POLÍTICO... CAMPANHA ELETRÔNICA Refere-se ao uso das ferramentas de e-marketing e das possibilidades disponíveis na web 2.0 para

Leia mais

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012

A Comunicação da Rede Social de Cidades. Maio de 2012 A Comunicação da Rede Social de Cidades Maio de 2012 Sistematização da pesquisa virtual realizada entre os integrantes da Rede no período de abril a maio de 2012 A pesquisa de satisfação da Comunicação

Leia mais

INCORPORANDO AS NOVAS TECNOLOGIAS DE ENSINO/ APRENDIZAGEM: CRIAÇÃO DE ATLAS ONLINE DE PATOLOGIA GERAL *

INCORPORANDO AS NOVAS TECNOLOGIAS DE ENSINO/ APRENDIZAGEM: CRIAÇÃO DE ATLAS ONLINE DE PATOLOGIA GERAL * INCORPORANDO AS NOVAS TECNOLOGIAS DE ENSINO/ APRENDIZAGEM: CRIAÇÃO DE ATLAS ONLINE DE PATOLOGIA GERAL * DUARTE, Yara de Paula 1 ; VALADÃO, Danilo Ferreira 2 ; LINO-JÚNIOR, Ruy de Souza 3. Palavras-chave:

Leia mais

RESULTADO DE ENQUETE APLICADA PELO PORTAL

RESULTADO DE ENQUETE APLICADA PELO PORTAL 01/11/2012 10:31:12 1 Código Nome da Enquete D. Inicio D. Fim 597 Outras Dimensões - 4º ano A 08/10/12 31/10/12 1-1. 1ª Dimensão Planejamento Institucional: Você acessa as normas institucionais (Regimento,

Leia mais

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas.

Transformação do call center. Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Transformação do call center Crie interações com o cliente mais lucrativas e agregue valor adicionando insights e eficiência em todas as chamadas. Lucre com a atenção exclusiva de seus clientes. Agora,

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1. Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3

Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1. Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3 Ouvidorias virtuais em Instituições de Educação Superior: novos resultados 1 Laís Marcolin Lucca (bolsista) 2 Larissa Lofrano Souza (bolsista) 3 Profª. Dr. Cleusa Maria Andrade Scroferneker (coordenadora)

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIREÇÃO ACADÊMICA CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS - PAE SÃO LUIS MA 2009 DIRETORIA ACADÊMICA Diretor

Leia mais

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA

PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA PERFIL DOS USUÁRIOS DE E-COMMERCE EM GUAÍBA João Antonio Jardim Silveira 1 Amilto Muller ¹ Luciano Fagundes da Silva ¹ Luis Rodrigo Freitas ¹ Marines Costa ¹ RESUMO O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

Indicadores de qualidade em Bibliotecas Universitárias como torná-las bem sucedidas

Indicadores de qualidade em Bibliotecas Universitárias como torná-las bem sucedidas Indicadores de qualidade em Bibliotecas Universitárias como torná-las bem sucedidas Ligia Scrivano Paixão Diretora do Sistema de Bibliotecas e coordenadora do curso de Biblioteconomia da Universidade Santa

Leia mais

Palavras-chaves: Museus e Centros de Ciência; Avaliação; Sistema Digital

Palavras-chaves: Museus e Centros de Ciência; Avaliação; Sistema Digital Um Sistema Digital para Avaliação e Registro de Visitas a Museus e Centros de Ciência Denise C. Studart, Sonia Mano e Marcelle Pereira Museu da Vida / Casa de Oswaldo Cruz, Fiocruz www.museudavida.fiocruz.br

Leia mais