SEGUE- ME Nome: RG: Data de Nascimento: Idade: Sexo: Nacionalidade: Cidade: UF: CEP Telf.:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SEGUE- ME 2016. Nome: RG: Data de Nascimento: Idade: Sexo: Nacionalidade: Cidade: UF: CEP Telf.: Email:"

Transcrição

1 SEGUE- ME 2016 FICHA de INSCRIÇAO Este documento tem como objetivo conhecê- lo melhor, por tanto, contamos com sua colaboração para responder as seguintes perguntas com sinceridade e clareza. Suas informações serão mantidas em caráter confidencial. Informações pessoais Nome: RG: Data de Nascimento: Idade: Sexo: Nacionalidade: Cidade: UF: CEP Telf.: Escolaridade; Grau de ecolaridade: Estuda atualmente? Que curso: Propósito O que espera do SEGUE-ME? Você conhece seu chamado especifico para a obra do Senhor? Qual? Como conheceu a Base de missões Bolívia? Vida Espiritual Data de conversão: Batismo: Cargo que exerce, exerceu na igreja, ou comente-nos de sua experiência ministerial: Qual sua experiência em evangelismo?

2 Cursos bíblicos concluídos ou em conclusão: Sua igreja Igreja a que pertence: Dados de seu pastor: Nome: Telefone: Endereço completo Saúde Tipo sanguíneo: Altura: Peso: Toma medicamentos? Quais? É alérgico algum tipo de medicamentos ou substancias? Quais? Sofre de algum mal crônico? Qual? Está fazendo algum tratamento? Qual? Já foi operado? Do que? Use este espaço para qualquer outra informação que considere importante ou use o verso desta folha, ou comunique diretamente a liderança deste projeto

3 TERMO DE COMPROMISSO VOLUNTÁRIO Certamente a viagem missionária para o Segue-me 2016, evento realizado na cidade de LA PAZ- Bolívia, projeto da SGM com parceria da igreja quadrangular da Bolívia, será muito abençoadora, tanto para o país como para aqueles que ouvirão do nosso Senhor Jesus Cristo, como também para você, que conhecerá mais profundamente a cultura Boliviana. É nosso desejo que esta seja uma experiência ricamente abençoada. Para isso, queremos ter certeza de que recebeu todas as instruções necessárias. Transcrevemos aqui o texto da Lei nº 9.608, de 18 de fevereiro de 1998, assinado pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso: Art 1º - Considera-se serviço voluntário, para fins desta lei, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física e entidade pública de qualquer natureza, ou instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade. Parágrafo Único O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afins. Art 2º - O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termos de adesão entre a entidade pública ou privada e a prestadora de serviço voluntário, dele devendo constar o objeto e as condições de seu exercício. Para tanto, pedimos que leia cuidadosamente todos os itens citados a seguir, e se concordar com as condições consideradas necessárias para a segurança e o bem-estar de todos numa viagem missionária, assine o documento, juntamente com o seu pastor. Com o um voluntário da Base de M issões Bolívia, eu concordo em : 1. Desobrigar as organizações e indivíduos que têm me ajudado na preparação dessa viagem, seus funcionários e dirigentes, de qualquer demanda, ação julgamento ou execução que tive, que tenho ou que terei, de acidente, ou perda de bagagem, objetos pessoais ou qualquer outra coisa, nessa viagem. 2. Seguir todos os requisitos necessários para tirar o passaporte e visto, finanças, vacinas, profilaxia quando necessário, seguro de saúde etc. 3. Assumir o compromisso financeiro da viagem, incluindo despesas de passaporte, vistos, passagens, estadia, saúde, e quaisquer outras emergências que porventura aconteçam no campo missionário. 4. Participar de todas as reuniões do grupo, antes, durante e depois da viagem. 5. Aceitar e submeter-me à liderança e acatar suas decisões concernentes ao impacto missionário SEGUE-ME Reconhecer que, participando desta viagem, estou submetido a certos riscos voluntariamente, incluindo, problemas com água, doenças, pestes e higiene sanitária deficiente, além de atendido médico precário. 7. Entender que nossa missão é uma pequena parte, da obra que será desenvolvida em outro país pelo missionário efetivo. 8. Conscientizar-me que irei para um lugar onde as pessoas, que não conhecem a Jesus, estarão olhando bem de perto para todas as minhas ações. Compreendo a tremenda responsabilidade de ser uma testemunha fiel. 9. Adotar uma atitude de trabalho em equipe, tentando entender a cultura hospedeira, e não procurar convencer ninguém de meu ponto de vista. Irei sabendo que há diferentes maneiras de se viver, conviver e também de compartilhar o evangelho e que, nem sempre, minha maneira é a melhor. 10. Como um servo de Jesus Cristo, prometo adotar uma atitude de humildade quando estiver falando com qualquer pessoa seja da outra cultura ou um membro de minha equipe, ou missionário.

4 11. Estar disponível para usar os meus dons e talentos na viagem, voluntariamente, em qualquer momento que for necessário. 12. Tratar com respeito, a maneira como as pessoas cultuam a Deus. Prometo que em tudo estarei testemunhando da minha fé, mas sem uma atitude superior e colonial. 13. Abster-me de fazer comentários deprimentes ou argumentos sobre as situações e pessoas do país, política, religião, raça ou tradição. 14. Evitar completamente o uso de expressões jocosas ou de duplo sentido. Entendo que os outros estarão olhando para mim como um exemplo de Cristo. 15. Evitar o fumo, a bebida alcoólica ou qualquer droga que possa ser oferecida como sendo natural na cultura. 16. Entender que viajar para outro país, pode ser difícil. Por isso, eu prometo adotar uma atitude flexível e compreensiva, quando os planos necessitarem de mudança. Entendo que devo ficar junto ao grupo, não importa o que aconteça, não devo sair sozinho. 17. Se uma pessoa da minha família estiver viajando comigo, prometo interagir com os outros membros do grupo. 18. Evitar um relacionamento de namoro na viagem. 19. Evitar dar dinheiro, joia ou objeto de valor, ou prometer qualquer coisa para uma pessoa diretamente. A intenção pode ser boa, mas os resultados podem ser desastrosos. Se sentir que alguém necessita de algo que eu tenha, falarei com a liderança para que ele me oriente em como devo agir. 20. Aceitar a orientação da Base De Missões Bolívia de retorno imediato, caso minha conduta esteja sendo considerada insatisfatória ou esteja prejudicando o trabalho missionário. 21. Comprometo-me a viajar para o campo missionário, respaldado pela bênção do meu pastor e igreja, e minha família está ciente disso. Por estar de acordo, firmo o presente documento, que entra em vigência, a partir de 08/01/2016, quando de minha saída do Brasil, e perde o seu efeito logo após o meu retorno ao Brasil. Local e data: Voluntário Nome: RG: Familiar próximo (pai, mãe, esposo/a) Nome: RG: Pastor ou representante: Nome: RG:

5 TERMO DE ADESÃO AO SERVIÇO VOLUNTÁRIO (Lei nº 9.608, de 18/02/1998) Nome: Identidade: CPF: Endereço: Cidade: UF: CEP: Tels: Instituição onde o voluntário vai prestar o serviço: * Declaro que estou ciente e aceito os termos da Lei do Serviço Voluntário, n 9.608, de 18 de fevereiro de 1998., de de. Assinatura

TERMO DE ADESÃO AO TRABALHO VOLUNTÁRIO 2014. RG e órgão emissor: CPF: Data de nascimento:

TERMO DE ADESÃO AO TRABALHO VOLUNTÁRIO 2014. RG e órgão emissor: CPF: Data de nascimento: TERMO DE ADESÃO AO TRABALHO VOLUNTÁRIO 2014 1 VIA Nome: RG e órgão emissor: CPF: Data de nascimento: Profissão/ ocupação: CEP: Município: Estado: Comunidade: Telefone: ( ) Email: Descrever as atividades

Leia mais

Centro de Assistência Social Semeador Marília Forjaz de Alvarenga

Centro de Assistência Social Semeador Marília Forjaz de Alvarenga Centro de Assistência Social Semeador Marília Forjaz de Alvarenga MANUAL DO VOLUNTÁRIO SUMÁRIO 1. Ser voluntário 3 2. Normas internas dos voluntários 4 3. Lei nº 9608, de fevereiro de 1998 5 4. Procedimento

Leia mais

Secretaria de Educação

Secretaria de Educação Secretaria de Educação VOLUNTARIADO NA EDUCAÇÃO JUNTOS COMBATENDO O ANALFABETISMO ESCOLAR NO MUNICIPIO DE JAGUARIBE Ano: 2014 INTRODUÇÃO As ações de voluntariado têm permitido, ao longo das experiências

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua.

POLÍTICA CORPORATIVA. Todos os profissionais do Grupo Camargo Corrêa, locados em todas as unidades e países onde o Grupo atua. 1 Objetivos Estimular a participação cidadã dos profissionais das empresas do Grupo Camargo Corrêa em ações de voluntariado empresarial por meio do do Instituto Camargo Corrêa; Contribuir com o desenvolvimento

Leia mais

Atividades e terapia assistida por. Aula para curso de psicobiologia PUC SP

Atividades e terapia assistida por. Aula para curso de psicobiologia PUC SP Atividades e terapia assistida por animais Aula para curso de psicobiologia PUC SP Atividade Assistida por Animais (AAA) Sem programa oficial, sem objetivo definido, sem avaliação. Voluntários. Visitas

Leia mais

PORTARIA Nº 418/GR/UFFS/2010

PORTARIA Nº 418/GR/UFFS/2010 Gabinete do Reitor PORTARIA Nº 418/GR/UFFS/2010 O REITOR PRO TEMPORE DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL, no uso de suas atribuições e tendo em vista a necessidade de regulamentar as atividades ligadas

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

PMI Espírito Santo. Política de Voluntariado. Diretoria de Filiação e Voluntariado

PMI Espírito Santo. Política de Voluntariado. Diretoria de Filiação e Voluntariado PMI Espírito Santo Política de Voluntariado Diretoria de Filiação e Voluntariado Índice 1. Introdução...3 2. O Trabalho Voluntário...4 3. O PMI-ES e o Trabalho Voluntário...4 4. Expectativas do PMI-ES

Leia mais

TERMO DE ORIENTAÇÃO DE TCC

TERMO DE ORIENTAÇÃO DE TCC TERMO DE ORIENTAÇÃO DE TCC Eu, professor orientador do Departamento de Ciências Jurídicas da Fundação Universidade Federal de Rondônia, declaro que aceito orientar o(a) candidato(a) abaixo, desde que já

Leia mais

Cadastro Nacional de Pastores

Cadastro Nacional de Pastores Cadastro Nacional de Pastores NOME: CPF: EMAIL: MSN: DATA DE NASCIMENTO: / / ESTADO CIVIL: CÔNJUGE: FOTO 3X4 EMAIL CÔNJUGE: DATA DE NASCIMENTO CÔNJUGE: / / INSTITUIÇÃO DE ENSINO TEOLÓGICO: TURMA: DATA

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A PATERNIDADE GERALMENTE FEITAS POR PAIS P. O QUE É A PATERNIDADE? R. Paternidade significa ser um pai. A determinação da paternidade significa que uma pessoa foi determinada

Leia mais

COMPROMISSO DE FAMÍLIAS

COMPROMISSO DE FAMÍLIAS COMPROMISSO DE FAMÍLIAS AO ROTARY INTERNACIONAL DISTRITO 4410 Nós, abaixo identificados e assinados, na condição de Pais e/ou Responsáveis por portador(a) da cédula de identidade nº. (RG) nosso(a) filho(a),

Leia mais

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE POLÍTICA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Programa de Voluntariado FLL

Programa de Voluntariado FLL Programa de Voluntariado FLL Temporada 2013/2014 Para ser um voluntário do Torneio FLL, é preciso ter acima de 18 anos e disponibilidade de horário para atender as atividades oferecidas pela instituição.

Leia mais

PORTARIA-R N.O 541/2011, de 22 de julho de 2011

PORTARIA-R N.O 541/2011, de 22 de julho de 2011 'N~TlIUIQ r[otmal Dl tduca(ao.cltne," e 1t;C:;NOLOG," PAIS RICO E PAIS SEM POanEZA PORTARIA-R N.O 541/2011, de 22 de julho de 2011 o Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste

Leia mais

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014.

LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. LEI Nº 467 DE 26 DE MARÇO DE 2014. DISPÕE SOBRE O SERVIÇO VOLUNTÁRIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE IRAMAIA, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara

Leia mais

Voluntariado Internacional em Schoenstatt

Voluntariado Internacional em Schoenstatt Convocação Voluntariado Internacional em Schoenstatt O Movimento Internacional de Schoenstatt celebra, em outubro de 2014, os cem anos de sua fundação. Centenas de milhares de pessoas renovarão a Aliança

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 031/2009 CONSUNI (Alterado pela Resolução 006/2014 CONSUNI)

RESOLUÇÃO Nº 031/2009 CONSUNI (Alterado pela Resolução 006/2014 CONSUNI) RESOLUÇÃO Nº 031/2009 CONSUNI (Alterado pela Resolução 006/2014 CONSUNI) Cria o Programa Institucional de Serviços Voluntários da Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC, e dá outras providências.

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE

CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE 1. Todos os documentos enviados ao Consulado Geral do Canadá em São Paulo não são devolvidos com exceção do passaporte. Caso envie algum documento original,

Leia mais

TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO DO NAE - NÚCLEO DE ACOMPANHAMENTO AO EGRESSO DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS TÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. O presente Regulamento dispõe sobre a estrutura e modo

Leia mais

Adote um Orelhudo! Manual do Voluntário

Adote um Orelhudo! Manual do Voluntário Manual do Voluntário Adote um Orelhudo - Manual do Voluntário Bem-vindo Obrigada pelo seu interesse em voluntariar no Adote um Orelhudo! Se você chegou até aqui, é por que deseja fazer parte de um grupo

Leia mais

Programa de Voluntariado da LABCMI / HMG

Programa de Voluntariado da LABCMI / HMG Programa de Voluntariado da LABCMI / HMG CONCEITO As Nações Unidas entendem que o voluntário é o jovem ou adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo,

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CCSA - Centro de Ciências Sociais e Aplicadas

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CCSA - Centro de Ciências Sociais e Aplicadas São Paulo, 20 de maio de 2009. ASSUNTO: NORMA ADMINISTRATIVA PARA A REALIZAÇÃO DE MONITORIA NO CCSA Prezado(a) Aluno(a), Considerando: I. a importância da monitoria como um dos meios para a operacionalização

Leia mais

Anexos para desenvolvimento de projeto Disciplina TCC

Anexos para desenvolvimento de projeto Disciplina TCC Anexos para desenvolvimento de projeto Disciplina TCC TERMO DE ORIENTAÇÃO DE TCC Eu, professor orientador do Departamento de Ciências Sociais e Ambientais da Fundação Universidade Federal de Rondônia,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE

CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE CONDIÇÕES GERAIS PARA EMISSÃO DE VISTO CANADENSE 1. Todos os documentos enviados ao Consulado Geral do Canadá em São Paulo não são devolvidos com exceção do passaporte. Caso envie algum documento original,

Leia mais

TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra)

TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra) TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra) 1. Nome: _ CPF: RG: Cole aqui uma foto 3x4 Data de Nasc: / / Sexo: Nacionalidade:

Leia mais

Ministério da Saúde. Caderneta de. Saúde. Pessoa Idosa

Ministério da Saúde. Caderneta de. Saúde. Pessoa Idosa Ministério da Saúde Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa CADERNETA DE SAÚDE DA PESSOA IDOSA 1. APRESENTAÇÃO O Estatuto do Idoso representou uma grande conquista social e um marco na garantia de direitos.

Leia mais

GOSTARIAMOS DE APRESENTAR A VOCÊ:

GOSTARIAMOS DE APRESENTAR A VOCÊ: GOSTARIAMOS DE APRESENTAR A VOCÊ: O PROJETO MISSIONÁRIO EU AMO MISSÕES E VOCÊ? O projeto Missionário Eu Amo Missões e Você? Nasceu no ano de 2014 quando decidimos realizar a primeira viagem ao Sertão Nordestino,

Leia mais

Roberto Serpa Ser CRENTE

Roberto Serpa Ser CRENTE Ser CRENTE Roberto Serpa Ser CRENTE romance www.booksprintedizioni.it Copyright 2012 Roberto Serpa Tutti i diritti riservati Sobre o autor Roberto Serpa, brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, onde viveu

Leia mais

CASA DE APOIO AMOR FRATERNO

CASA DE APOIO AMOR FRATERNO O QUE É SER VOLUNTÁRIO CARTILHA DO VOLUNTÁRIO CASA DE APOIO AMOR FRATERNO Ser voluntário é estar disposto a doar parte do seu tempo para o próximo, seja através da sua formação profissional ou de alguma

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

Como Estudar a Bíblia

Como Estudar a Bíblia Como Estudar a Bíblia Caderno de Estudos Por David Batty Estudos em Grupo Para Novos Cristãos 2 Direitos Reservados 2003 Comitê Acadêmico do Teen Challenge Internacional, EUA. Todos os direitos, incluindo

Leia mais

PASSO A PASSO PARA CREDENCIAMENTO DE DOCENTES PARA INGRESSO E ATUAÇÃO NOS PROGRAMAS DA COPPE 1 PROFESSOR PLENO

PASSO A PASSO PARA CREDENCIAMENTO DE DOCENTES PARA INGRESSO E ATUAÇÃO NOS PROGRAMAS DA COPPE 1 PROFESSOR PLENO PASSO A PASSO PARA CREDENCIAMENTO DE DOCENTES PARA INGRESSO E ATUAÇÃO NOS PROGRAMAS DA COPPE 1 O candidato deve: PROFESSOR PLENO A Preparar Plano de Ensino e Pesquisa; B - Curriculum Vitae do docente anexando

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA

PROCESSO SELETIVO PARA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL - AUXILIO TRANSPORTE APROVADO PELA RESOLUÇÃO N.º 022/2011 DO CONSELHO SUPERIOR/IFMA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO CAMPUS ALCÂNTARA NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO PROCESSO SELETIVO PARA

Leia mais

Ficha Inscrição Unitau

Ficha Inscrição Unitau Ficha Inscrição Unitau Nome: Curso: Per / Sem: Data de Nascimento / / sexo: ( ) feminino ( )masculino Tipo Sanguíneo: RH: Pai: Mãe: RG: CPF: Endereço: n Complemento: Bairro: Cidade: UF: Tel residencial:

Leia mais

UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES JOVENS COM UMA MISSÃO - PANTANAL ETED - ESCOLA DE TREINAMENTO E DISCIPULADO

UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES JOVENS COM UMA MISSÃO - PANTANAL ETED - ESCOLA DE TREINAMENTO E DISCIPULADO UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES JOVENS COM UMA MISSÃO - PANTANAL ETED - ESCOLA DE TREINAMENTO E DISCIPULADO Aqui seguem as informações sobre a ETED Escola de Treinamento e Discipulado, um ministério de JOCUM Jovens

Leia mais

VOLUNTARIADO e TRANSFORMAÇÃO SOCIAL

VOLUNTARIADO e TRANSFORMAÇÃO SOCIAL VOLUNTARIADO e TRANSFORMAÇÃO SOCIAL SITE: www.voluntariado.org.br Missão Incentivar e consolidar a cultura e o trabalho voluntário na cidade de São Paulo e promover a educação para o exercício consciente

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL EDUCACIONAL CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO EDUCAÇÃO BÁSICA FICHA SÓCIO-ECONÔMICA DECLARAÇÃO DE AUXÍLIO FINANCEIRO Eu, brasileiro (a), portador da Cédula de Identidade RG nº,

Leia mais

REVIVAL EXPLOSION MINISTRIES APLICAÇÃO PARA ESCOLA DE MINISTÉRIO REVIVAL EXPLOSION 2013

REVIVAL EXPLOSION MINISTRIES APLICAÇÃO PARA ESCOLA DE MINISTÉRIO REVIVAL EXPLOSION 2013 REVIVAL EXPLOSION MINISTRIES WWW.REVIVALEXPLOSION.COM APLICAÇÃO PARA ESCOLA DE MINISTÉRIO REVIVAL EXPLOSION 2013 ESTOU APLICANDO PARA ACEITAÇÃO COMO ALUNO NA ESCOLA DE MINISTÉRIO: CIRCULE SUA SESSÃO DE

Leia mais

Lição Dois. Mordomia Cristã. Conceito Básico: O alicerce da mordomia cristã é o conceito de que tudo que existe pertence a

Lição Dois. Mordomia Cristã. Conceito Básico: O alicerce da mordomia cristã é o conceito de que tudo que existe pertence a Livrinho 2 Pàgina 12 Lição Dois Mordomia Cristã Conceito Básico: O alicerce da mordomia cristã é o conceito de que tudo que existe pertence a Deus. Ele é o Criador e Sustentador de tudo. Isto incluí a

Leia mais

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani

Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Guia sobre Voluntariado Instituto Lina Galvani Sumário Conceito de voluntário... 3 O que é e o que não é voluntariado... 3 Lei do voluntariado... 4 Voluntariado no Brasil... 4 Benefício do Voluntariado...

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE

MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DA CEMIG SAÚDE Av. Barbacena, 472 8º andar Barro Preto CEP: 30190-130 Belo Horizonte/MG Tel.: 3253.4917 E-mail: renata.gontijo@cemigsaude.org.br Portal Corporativo: www.cemigsaude.org.br MANUAL DE ASPECTOS JURÍDICOS

Leia mais

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa

Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Processo Seletivo 1.º Semestre 2012 004. Prova Dissertativa Técnico Concomitante ou Subsequente ao Ensino Médio Instruções Confira seu nome e número de inscrição impressos na capa deste caderno. Assine

Leia mais

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE MISSÕES- SGM FORMULÁRIO PARA CANDIDATOS

IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE MISSÕES- SGM FORMULÁRIO PARA CANDIDATOS IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR SECRETARIA GERAL DE MISSÕES- SGM FORMULÁRIO PARA CANDIDATOS Data: / / Favor preencher todas as informações à máquina ou letra de forma. Se for casado, o cônjuge deverá

Leia mais

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos.

Obs.: Estes são apenas modelos sugestivos. 1 Segue abaixo os modelos sugestivos das seguintes declarações: 1. Declaração de desempregado; 2. Declaração que não exerce atividade remunerada, ou do lar; 3. Declaração sobre recebimento de pensão alimentícia

Leia mais

ANEXO I FICHA DE IDENTIFICAÇÃO DE INTERESSADOS NA ATIVIDADE DE CONDUÇÃO DE VISITANTE NO PARQUE NACIONAL DE SÃO JOAQUIM

ANEXO I FICHA DE IDENTIFICAÇÃO DE INTERESSADOS NA ATIVIDADE DE CONDUÇÃO DE VISITANTE NO PARQUE NACIONAL DE SÃO JOAQUIM ANEXO I FICHA DE IDENTIFICAÇÃO DE INTERESSADOS NA ATIVIDADE DE CONDUÇÃO DE VISITANTE NO PARQUE NACIONAL DE SÃO JOAQUIM FICHA DE IDENTIFICAÇÃO Informações Gerais Nome: Data de nascimento: / / Sexo: ( )

Leia mais

Online Visa Aplication - Canadá

Online Visa Aplication - Canadá Online Visa Aplication - Canadá Este formulário é uma versão em português das principais informações necessárias para a Solicitação Online de Visto para o Canadá. Essas informações são as disponíveis,

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DO PMI-BA Manual do Voluntário

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DO PMI-BA Manual do Voluntário PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DO PMI-BA Manual do Voluntário Versão 1.0. - Setembro de 2008 Texto adaptado do Manual do Voluntariado do PMI-SP. 1 1. APRESENTAÇÃO Seja bem vindo ao Programa de Voluntariado do

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

Trabalho voluntário: o cidadão em ações sociais

Trabalho voluntário: o cidadão em ações sociais Trabalho voluntário: o cidadão em ações sociais O trabalho voluntário vem assumindo um papel expressivo na sociedade. Adeptos da prática vêm de todas as classes sociais. Por Mayara Kelly Há seis anos,

Leia mais

ESTÁGIO INTERNACIONAL CONTRATO MESTRE Brigham Young University

ESTÁGIO INTERNACIONAL CONTRATO MESTRE Brigham Young University ESTÁGIO INTERNACIONAL CONTRATO MESTRE Brigham Young University Contrato celebrado dia de, 201 ( Data da vigência ) entre a Brigham Young University, empresa sem fins lucrativos e instituição educacional

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PMI - Project Management Institute Capítulo Goiânia Goiás Brasil PROGRAMA DE VOLUNTARIADO GOIÂNIA GOIÁS 1 Índice 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Justificativa... 3 4. O Trabalho Voluntário... 4

Leia mais

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA 1 40 dias vivendo para Jesus 12/05/2013 At 1 4 Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai

Leia mais

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana

HINOS DE DESPACHO. www.hinarios.org 01 O DAIME É O DAIME. O Daime é o Daime Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana HINOS DE DESPACHO Tema 2012: Flora Brasileira Estrela D Alva www.hinarios.org 1 2 01 O DAIME É O DAIME O é o Eu estou afirmando É o divino pai eterno E a rainha soberana O é o O professor dos professores

Leia mais

Coleção Caminhos para o desenvolvimento de Organizações da Sociedade Civil

Coleção Caminhos para o desenvolvimento de Organizações da Sociedade Civil Coleção Caminhos para o desenvolvimento de Organizações da Sociedade Civil Minicartilha jurídica: Lei do Voluntariado.1 Aprofundar a compreensão da dinâmica de uma OSC 1. Aprofundar a compreensão da dinâmica

Leia mais

Serão destinadas 32 vagas para acadêmicos para o PROEXTENSINO, distribuídas para os Cursos de Graduação, conforme descrito abaixo:

Serão destinadas 32 vagas para acadêmicos para o PROEXTENSINO, distribuídas para os Cursos de Graduação, conforme descrito abaixo: FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE EXTENSÃO PROEXTENSINO e RESPONSABILIDADE SOCIAL - 2013/2014 A Coordenação de Extensão da Faculdade Católica

Leia mais

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO

ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - CAMPUS ARAGUAÍNA/IFTO ANEXO II SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS TÉCNICOS INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO 2016 - /IFTO *É obrigatório o preenchimento de todos os itens deste questionário

Leia mais

Voluntário em Pesquisa: informe-se para decidir! Qual documento garante que os meus direitos serão respeitados?

Voluntário em Pesquisa: informe-se para decidir! Qual documento garante que os meus direitos serão respeitados? Ministério da Saúde Conselho Nacional de Saúde Voluntário em Pesquisa: O que é uma pesquisa, afinal de contas? Eu, um sujeito de pesquisa? Qual documento garante que os meus direitos serão respeitados?

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA ICF. Parte Um: Definição de Coaching. Seção 1: Definições. Parte Dois: Os Padrões ICF de Conduta Ética

CÓDIGO DE ÉTICA DA ICF. Parte Um: Definição de Coaching. Seção 1: Definições. Parte Dois: Os Padrões ICF de Conduta Ética CÓDIGO DE ÉTICA DA ICF Parte Um: Definição de Coaching Seção 1: Definições Coaching: Coaching é fazer uma parceria com os clientes em um processo estimulante e criativo que os inspira a maximizar o seu

Leia mais

Dentre os poucos textos bíblicos que se pode aplicar em uma ocasião como esta este é o mais apropriado, penso eu.

Dentre os poucos textos bíblicos que se pode aplicar em uma ocasião como esta este é o mais apropriado, penso eu. As qualificações essenciais da esposa do líder cristão 1 Timóteo 3.11 Pr. Fernando Fernandes PIB Penápolis, 01/03/2009 (Por ocasião do Dia Batista da Esposa de Pastor) Dentre os poucos textos bíblicos

Leia mais

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / /

FICHA DE CADASTRO EMPRETEC. Município Data: / / FICHA DE CADASTRO EMPRETEC Município Data: / / Caro Empreendedor, Obrigado por seu interesse pelo Empretec, um dos principais programas de desenvolvimento de empreendedores no Brasil e no Mundo! As questões

Leia mais

Escola de Treinamento e Discipulado

Escola de Treinamento e Discipulado Escola de Treinamento e Discipulado INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DOS FORMULÃRIOS PARA A ESCOLA DE TREINAMENTO E DISCIPULADO - ETED Obrigado por se inscrever em uma de nossas escolas de treinamento. Para

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 0654. Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ.

RESOLUÇÃO Nº 0654. Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. RESOLUÇÃO Nº 0654 Institui e regulamenta o serviço de voluntários no âmbito do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições legais conferidas

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 003/2011-CONSUNIV

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 003/2011-CONSUNIV UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 003/2011-CONSUNIV Dispõe sobre a regulamentação do Programa de Serviço Voluntário na UEA. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS

Leia mais

Formulário de Inscrição LEIA CUIDADOSAMENTE. 1.1 Nome: Email: Twitter: @ Facebook.com/ Blog: Outra página pessoal na web:

Formulário de Inscrição LEIA CUIDADOSAMENTE. 1.1 Nome: Email: Twitter: @ Facebook.com/ Blog: Outra página pessoal na web: Formulário de Inscrição LEIA CUIDADOSAMENTE Este formulário deverá ser totalmente preenchido pelo candidato, não sofrendo influência ou opinião de nenhuma outra pessoa. Não se esqueça de assinar. Responda

Leia mais

FORMULÁRIO DO ALUNO UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES ETED - Escola de Treinamento e Discipulado

FORMULÁRIO DO ALUNO UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES ETED - Escola de Treinamento e Discipulado FORMULÁRIO DO ALUNO UNIVERSIDADE DAS NAÇÕES ETED - Escola de Treinamento e Discipulado Central Mídia - Ministério de Comunicação Av. Wadislau Bugalski - 3826 - Jd. Buenos Aires - CEP 83507-270 (41) 3698-9529

Leia mais

OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016

OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016 FICHA DE INSCRIÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA - UNILUS OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016 SANTOS - SÃO PAULO Ficha de Inscrição Projeto Rondon 2015 Centro Universitário Lusíada Unilus 2 NOME: INFORMAÇÕES GERAIS

Leia mais

Universidade Católica de Brasília UCB Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PRPGP

Universidade Católica de Brasília UCB Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PRPGP RESOLUÇÃO CONSEPE N.º 02/2008 DE 26/03/2008 Dispõe sobre o serviço voluntário no âmbito da Universidade Católica de Brasília - UCB e determina outras providências. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Manual do Voluntário

Manual do Voluntário Manual do Voluntário Em grupo você faz o que sozinho seria incapaz ASSUMME ASSOCIAÇÃO PARA UM MUNDO MELHOR CNPJ: 20.499.475/0001-81 Insc. Mun.: 5.001.988-0 Av. Moaci, 313 Moema São Paulo/SP CEP:04083-000

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

APOIO E FOMENTO ÁS INICIATIVAS DE FINANÇAS SOLIDÁRIAS COM BASE EM BANCOS COMUNITÁRIOS DE DESENVOLVIMENTO

APOIO E FOMENTO ÁS INICIATIVAS DE FINANÇAS SOLIDÁRIAS COM BASE EM BANCOS COMUNITÁRIOS DE DESENVOLVIMENTO INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIA SOLIDÁRIA Av. Val Paraíso, 698, Conjunto Palmeira Fortaleza-CE CEP 60870-440 bancopalmas@bancopalmas.org.br / 55 85 3459-4848 CNPJ 05705438/0001-99 APOIO

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa RESOLUÇÃO DE MESA Nº 837/2008 (republicada no DOAL nº 9267, de 03 de junho de 2008) (vide publicação original abaixo)

Leia mais

3. Número de vagas: Cursos de extensão Docentes envolvidos Nº de vagas LICITAÇÕES E CONTRATOS SILVIO LEÔNIDAS 05

3. Número de vagas: Cursos de extensão Docentes envolvidos Nº de vagas LICITAÇÕES E CONTRATOS SILVIO LEÔNIDAS 05 COORDENAÇÃO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL PARA SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA ATIVIDADE DE EXTENSÃO 2014.2 PROJETO NOVAS PERSPECTIVAS NA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A Coordenação de Curso de Ciências Contábeis, no

Leia mais

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda.

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda. Código de Ética SPL Consultoria e Informática Ltda. Introdução Segundo o dicionário Aurélio ética é o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana suscetível de qualificação do ponto

Leia mais

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer.

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. 1) Introdução. Pouco antes da sua morte Jesus declarou aos seus discípulos: Deixo com vocês a paz. É a minha

Leia mais

AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO

AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO AGENDAMENTO DE VISTO AMERICANO Esse Formulário é uma versão em português, contendo as principais informações do Formulário Eletrônico DS-160, necessário para a solicitação de Visto Americano, e disponível

Leia mais

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO PERMANÊNCIA AO EDUCANDO PROEJA Autorizado pela Resolução n 05/2010,

Leia mais

I - DO PÚBLICO DO DNS E DA CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA

I - DO PÚBLICO DO DNS E DA CARACTERIZAÇÃO DO PROGRAMA REGIMENTO DO PROGRAMA DE TREINAMENTO PARA APRIMORAMENTO PROFISSIONAL NÍVEL SUPERIOR DO DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE PTAP-NS/DNS (ATIVIDADE DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DO DEPARTAMENTO DE NUTRIÇÃO E SAÚDE)

Leia mais

Manual do Voluntário da ABRH-PR

Manual do Voluntário da ABRH-PR Manual do Voluntário da ABRH-PR Elaborado por: Arlete Zagonel Galperin Laísa Weber Prust Curitiba, abril de 2014. 1 O que é ser voluntário na ABRH O voluntário ABRH é um profissional que acredita que o

Leia mais

Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011.

Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011. Resolução nº 264/CONSEA, de 29 de agosto de 2011. Estabelece critérios e normas para credenciamento de professores para prestação de serviço voluntário nos cursos da UNIR. O Presidente do Conselho Superior

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE A ATUAÇÃO DOS VOLUNTÁRIOS NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

INFORMAÇÕES SOBRE A ATUAÇÃO DOS VOLUNTÁRIOS NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INFORMAÇÕES SOBRE A ATUAÇÃO DOS VOLUNTÁRIOS NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DEPARTAMENTO DE PROMOÇÃO DA SUSTENTABILIDADE CARTILHA DO VOLUNTÁRIO

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES

CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES PEDIDO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS TÉCNICOS SUBSEQUENTES DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS - CAMPUS PALMAS

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014

Aprovado pela Resolução nº. 022/2011 do Conselho Superior/IFMA EDITAL N 89 / 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO AO ENSINO NÚCLEO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO SELEÇÃO PARA O PROJETO AUXÍLIO TRANPORTE/2014.2

Leia mais

TERMO DE ADESÃO. Nome Data de Nasc. / / RG nº Órgão expedidor Data de Emissão / /

TERMO DE ADESÃO. Nome Data de Nasc. / / RG nº Órgão expedidor Data de Emissão / / ( )Plano GEAPSaúde II ( )Plano GEAP-Referência ( )Plano GEAPEssencial ( )Plano GEAPClássico Registro ANS n 458.004/08-4 Registro ANS n 455.830/07-8 Registro ANS n 455.835/07-9 Registro ANS n 456.093/07-1

Leia mais

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA Processo Seletivo Simplificado Processo Administrativo nº: 00/05, de 5/0/05 Processo Seletivo Simplificado nº: 00/05, de

Leia mais

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL

G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL G.C.P - GUIA DE CREDENCIAMENTO PROFISSIONAL I - Adquira o Kit de Trabalho e Tenha sua Franquia Individual em sua Cidade. II Conheça nosso Marketing de Rede. Fácil de fazer, fácil de divulgar. III Na última

Leia mais

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil

MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS. Junho, 2006 Anglo American Brasil MANUAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS Junho, 2006 Anglo American Brasil 1. Responsabilidade Social na Anglo American Brasil e objetivos deste Manual Já em 1917, o Sr. Ernest Oppenheimer, fundador

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO FORMULÁRIO SOCIOECONÔMICO 1.IDENTIFICAÇÃO DO ESTUDANTE Nome: Filiação: e Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino Data de Nascimento / / Tem Filhos? ( ) Sim ( ) Não.

Leia mais

Endereço para correspondência: Rua Von Martius, 325, apartamento 505, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ, CEP: 22.460-040 BRASIL

Endereço para correspondência: Rua Von Martius, 325, apartamento 505, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ, CEP: 22.460-040 BRASIL ATENÇÃO: O ENVIO DESTE FORMULÁRIO DE CANDIDATURA NÃO GARANTE AO EMITENTE A PARTICIPAÇÃO NO UB515 BRASIL ULTRA TRIATHLON, EDIÇÃO 2016 Cole aqui sua fotografia 3X4 Endereço para correspondência: Rua Von

Leia mais

PRESENCIAL DIAS DE AULAS TURNO HORÁRIO

PRESENCIAL DIAS DE AULAS TURNO HORÁRIO PRESENCIAL DIAS DE AULAS TURNO HORÁRIO SEGUNDA, QUARTA E SEXTA-FEIRA MANHÃ NOITE 08:15h as 11:30h 19:15h as 22:30h SÁBADO MANHÃ e TARDE 08:15h as 18:15h ENSINO A DISTÂNCIA EAD SEMIPRESENCIAL : TERÇA-FEIRA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 674, DE 19 DE MAIO DE 2009

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 674, DE 19 DE MAIO DE 2009 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO N. 674, DE 19 DE MAIO DE 2009 REVOGADA pela Resolução n. 679, de 17 de novembro de 2009 Institui o Programa de Prestação

Leia mais

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto.

Jo 15.2 = Toda vara em mim que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. A Responsabilidade dos Filhos de Deus Texto Base: 1º João 2.6 = Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou. Introdução: O nosso dever é andar como Ele (Jesus) andou.. Todos que O aceitam

Leia mais