Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agência Nacional de Vigilância Sanitária"

Transcrição

1 Ministério da Saúde Gerência Geral de Cosméticos AVANÇOS NO CONTROLE SANITÁRIO DE COSMÉTICOS Brasília, 9 de dezembro embro de 2011 Josineire Melo Costa Sallum Gerente Geral de Cosméticos

2 REGULARIZAÇÃO DE PRODUTOS OS NA ANVISA NOTIFICAÇÃO (Grau 1) Notificação Totalmente On Line Rastreabilidade do produto - código de barra Maior responsabilidade d das empresas RDC 343/2005

3 REGULARIZAÇÃO DE PRODUTOS OS NA ANVISA REGISTRO (Grau 2) Análise prévia, antes da comercialização Publicação em D.O.U. (30 dias) Comprovação prévia de Segurança e Eficácia RDC 211/05

4 QUALIDADE DE COSMÉTICOS Monitoramento da Qualidade de Cosméticos Auditoria de Registro

5 OBJETIVO Avaliar a Qualidade d dos Cosméticos comercializados no Brasil Intervir nas Irregularidades Prevenir os agravos à saúde da população pp

6 PARTICIPANTES LACEN-MG -FUNED VISA MG e REGIONAIS(Municipais) e outras DF, GOIÁS, PARÁ, IAL, INCQs ANVISA- GGCOS

7 VANTAGENS DO MONITORAMENTO Avaliação sistemática da qualidade sanitária de produtos cosméticos ; Programação das atividades do laboratório e VISAs; Priorização i i ã das inspeções; Consolidação do sistema de informações; Capacitação i ã técnica do LACEN e VISA; Proteção da saúde da população;

8 CATEGORIA DE PRODUTOS ANALISADOS 1 Programa 2 Programa 3 Programa Grau de Risco 1 Grau de Risco 1 Grau de Risco 1 SABONETE (líquido) XAMPU CONDICIONADOR GEL FIXADOR LOÇÃO E / OU CREME PARA O CORPO MÁSCARA CAPILAR Grau de Risco 2 ALISANTES (KIT) - Hidróxido de Sódio SABONETE (líquido) XAMPU CONDICIONADOR GEL FIXADOR Grau de Risco 2 ALISANTES Tioglicolato de amônio PROTETOR SOLAR XAMPU INFANTIL CONDICIONADOR INFANTIL SABONETE (líquido) XAMPU CONDICIONADOR GEL FIXADOR MÁSCARA CAPILAR Grau de Risco 2 ALISANTES Hidróxido de Guanidina TINTURA PROTETOR SOLAR XAMPU INFANTIL CONDICIONADOR INFANTIL SABONETE INFANTIL (barra)

9 CATEGORIA DE PRODUTOS ANALISADOS 4º Programa Grau de Risco 1 MÁSCARA CAPILAR DE CHOCOLATE E FRUTAS TALCO Grau de Risco 2 TALCO SABONETE ÍNTIMO DESCOLORANTE TINTURA PROTETOR SOLAR XAMPU INFANTIL CONDICIONADOR INFANTIL ANTI-SÉPTICO BUCAL

10 QUANTIDADE DE AMOSTRAS ANALISADAS Produtos analisados 1 Programa 2 Programa 3 Programa 4 Programa Total Alisante Condicionador Adulto Condicionador infantil Gel Hidratante corporal Máscara Sabonete em barra infantil Sabonete Líquido Infantil 1 1 Sabonete Líquido Xampu adulto Xampu infantil Tintura Anti séptico Bucal Descolorante Sabonete Íntimo Talco Adulto 4 4 Talco Anti séptico Talco Infantil 7 7 Filtro Solar Total

11 PRODUTOS REPROVADOS EM MICROBIOLOGIA Produtos reprovados 1 Monitoramento 2 Monitoramento 3 Monitoramento 4 Monitoramento Condicionador Adulto Filtro Solar 1 Gel Sabonete Líquido Shampoo Adulto 1 1 Shampoo Infantil 2 2 Hidratante 3 Finalizador (KiT) 1 Total

12 RESULTADOS 1 Monitoramento

13 RESULTADOS DE PRODUTOS ANALISADOS POR CATEGORIA DO 1 MONITORAMENTO Produtos Quantidade de Amostras Analisadas Satisfatório Insatisfatório Alisante Condicionador Gel Hidratante para o corpo Máscara Sabonete líquido Xampu Total

14 PARÂMETROS INSATISFATÓRIOS 1º Monitoramento Rotulagem Microbiologia Aspecto ph Teor de ativos

15 REGULARIZAÇÃO JUNTO A ANVISA 1º Monitoramento Produtos Irregulares Produtos registrados Produtos notificados

16 RESULTADOS 2 Monitoramento

17 RESULTADOS DE PRODUTOS ANALISADOS POR CATEGORIA DO 2 MONITORAMENTO Produtos Quantidade de Amostras Analisadas Satisfatório Insatisfatório Alisante Condicionador Condicionador Infantil Filtro Solar Gel Sabonete líquido Xampu Infantil Xampu Total

18 PARÂMETROS INSATISFATÓRIOS 2º Monitoramento Rotulage m Microbiologia Aspecto ph Teor de ativos

19 REGULARIZAÇÃO JUNTO A ANVISA 2º Monitoramento Produtos sem registro 83 Produtos sem notificação Produtos registrados Produtos notificados

20 RESULTADOS 3 Monitoramento

21 RESULTADOS DE PRODUTOS ANALISADOS POR CATEGORIA DO 3 MONITORAMENTO Produtos Quantidade de Amostras Analisadas Satisfatório Insatisfatório Alisante Condicionador Adulto Condicionador Infantil Filtro Solar Gel Máscara Capilar Sabonete em barra Infantil Sabonete Líquido Sabonete Líquido Infantil Xampu Adulto Xampu Infantil Tintura TOTAL

22 PARÂMETROS INSATISFATÓRIOS 3º Monitoramento Rotulagem Microbiologia Aspecto ph Teor de ativos Identificação

23 REGULARIZAÇÃO JUNTO A ANVISA 3º Monitoramento Produtos sem registro Produtos sem notificação Produtos registrados Produtos notificados

24 RESULTADOS 4 Monitoramento

25 QUANTIDADE DE AMOSTRAS ANALISADAS Produtos Quantidade Satisfatório Insatisfatório Anti séptico Bucal Condicionador infantil Descolorante Filtro Solar Máscara Sabonete Íntimo Xampu Infantil Talco adulto Talco antiséptico Talco infantil Tintura Total

26 Parâmetros reprovados Rotulagem Aspecto ph Teor de ativos Microbiologia

27 Aspecto Sabonete Líquido Descolorante Shampoo Infantil Total

28 ph Shampoo Infantil Talco infantil Condicionador infantil antiséptico Bucal Kit Tintura (água oxigenada) Máscara Kit Tintura (finalizador) Total

29 Doseamento Ácido Bórico (Talco Antiséptico) Amônia (tintura) Peróxido de Hidrogênio (Kit Tintura) Total

30 Microbiologia i Shampoo Infantil Coloração - Kit (Finalizador) Protetor solar Total

31 Produtos que já analisados Xampus Adulto Condicionador Adulto Hidratante Corporal Gel Sabonete Anti-séptico (hospitalar) Desodorante SPRAY Anti-séptico Bucal Defrisante Filtro Solar

32 GUIA DE CONTROLE DE QUALIDADE DE PRODUTOS COSMÉTICOS Instrumento de referência para o controle de qualidade de produtos cosméticos Contribuir para o desenvolvimento da indústria cosmética Produtos com qualidade e segurança

33 ERROS DE ROTULAGEM - Falta de Identificação ou identificação incompleta do fabricante/detentor do registro Na rotulagem deve constar: Nome Domicílio CNPJ

34 PRODUTOS GRAU 1 Anexar rótulo de outro produto O mesmo código EAN para mais de um produto Falta comprovação de atributos de segurança e eficácia Substituição, inclusão ou retirada de figuras Alteração na cor da cartonagem

35 PRODUTOS GRAU 1 LOTE E VALIDADE Não identifica na embalagem o campo destinado ao Lote e Validade Não informa como o Lote e Validade serão colocados na embalagem (sistema jato de tinta/ink jet)

36 AUDITORIA DE REGISTRO E NOTIFICAÇÃO 3 EMPRESAS LAUDOS INSATISFATÓRIOS PARCERIA COM AS VISAs PREVISÃO PARA 2012

37 Pela atenção, obrigada!! Tlf Telefone: Fax:

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS.

Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS. Desdobramentos do Programa de Monitoramento Estadual da Qualidade de Cosméticos 2006 Ações da GVMC/SVS/MG CATEC ANVISA/MS Outubro/2006 Teresinha de Fátima Póvoa Diretora da GVMC/SVS/MG Programação Pactuada

Leia mais

Tabela 1. Correlação do Sistema Novo com Sistema Antigo para Grupos de Produtos Notificados. COMUNICADO

Tabela 1. Correlação do Sistema Novo com Sistema Antigo para Grupos de Produtos Notificados. COMUNICADO COMUNICADO A Gerência Geral de Cosméticos GGCOS disponibiliza os grupos de produtos constantes no novo sistema e as respectivas correlações com os grupos de produtos anteriormente utilizados. Tabela 1.

Leia mais

Requisitos Técnicos para Regularização de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes

Requisitos Técnicos para Regularização de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes Gerência Geral de Cosméticos Requisitos Técnicos para Regularização de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes 1 DEFINIÇÃO DE COSMÉTICOS RDC 211/2005 Anexo 1 REFERÊNCIAS LEGAIS 6 Outras legislações

Leia mais

ROTULAGEM DE PRODUTOS COSMÉTICOS

ROTULAGEM DE PRODUTOS COSMÉTICOS Gerência Geral de Cosméticos ROTULAGEM DE PRODUTOS COSMÉTICOS NORMAS DE ROTULAGEM REFERÊNCIAS LEGAIS DECRETO 79.094/77 (Art. 4º e 93-111) DECRETO 83.239/79 (Altera os Art. 17, 93, 94 e 96 do Decreto 79.094/77)

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSONAL, COSMÉTICOS E PERFUMES

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSONAL, COSMÉTICOS E PERFUMES MERCOSUL/GMC/RES. Nº 07/05 REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL CLASSIFICAÇÃO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSONAL, COSMÉTICOS E PERFUMES TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções

Leia mais

Monitoramento de Produtos Saneantes

Monitoramento de Produtos Saneantes Monitoramento de Produtos Saneantes Paulo Roberto Rangearo Peres Gerência-Geral de Saneantes ANVISA - MS Curitiba, junho de 2013. ANVISA - MS Gerência-Geral de Saneantes Registro e Notificação de Saneantes

Leia mais

Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos

Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos Ministério da Saúde Gerência-Geral de Cosméticos Normas de Rotulagem Para Produtos Cosméticos Érica França Costa DE OLHO NA ROTULAGEM Registro e Notificação de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e

Leia mais

Regulamentação e Implantação da Cosmetovigilância no Brasil

Regulamentação e Implantação da Cosmetovigilância no Brasil Ministério da Saúde Gerência-Geral de Cosméticos Regulamentação e Implantação da Cosmetovigilância no Brasil Brasília, 27 de julho de 2006 Tassiana Fronza Gerência Geral de Cosméticos MISSÃO DA ANVISA

Leia mais

RDC Nº 4, de 30 de Janeiro de 2014. Dra Maria Inês Harris mariaines@harris.com.br

RDC Nº 4, de 30 de Janeiro de 2014. Dra Maria Inês Harris mariaines@harris.com.br RDC Nº 4, de 30 de Janeiro de 2014 Dra Maria Inês Harris mariaines@harris.com.br Disposições Gerais Dispõe sobre os REQUISITOS TÉCNICOS para a REGULARIZAÇÃO de produtos de HPPC. Objetivos da RDC 4/2014

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC Nº 07, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 DOU DE 11/02/2015

RESOLUÇÃO RDC Nº 07, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 DOU DE 11/02/2015 RESOLUÇÃO RDC Nº 07, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 DOU DE 11/02/2015 Dispõe sobre os requisitos técnicos para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes e dá outras providências.

Leia mais

NOME DA EMPRESA AUTORIZAÇÃO NOME DO PRODUTO E MARCA COR E/OU TONALIDADE NUMERO DE PROCESSO NUMERO DE REGISTRO LOCAL DE FABRICAÇÃO VENCIMENTO

NOME DA EMPRESA AUTORIZAÇÃO NOME DO PRODUTO E MARCA COR E/OU TONALIDADE NUMERO DE PROCESSO NUMERO DE REGISTRO LOCAL DE FABRICAÇÃO VENCIMENTO ANEXO NOME DA EMPRESA AUTORIZAÇÃO NOME DO PRODUTO E MARCA COR E/OU TONALIDADE NUMERO DE PROCESSO NUMERO DE REGISTRO LOCAL DE FABRICAÇÃO VENCIMENTO DESTINAÇÃO PRAZO DE VALIDADE DO PRODUTO GRUPO DO PRODUTO

Leia mais

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira

Introdução à cosmetologia. Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Introdução à cosmetologia Prof. Msc. Mayara Peron Pereira Cosmetologia Conceitos e definições Ciência que serve de suporte à fabricação de produtos voltados à arte do cuidado e melhoria das condições estéticas

Leia mais

Anvisa - Legislação - Resoluções

Anvisa - Legislação - Resoluções Page 1 of 7 Legislação Para verificar a atualização desta norma, como revogações ou alterações, acesse o Visalegis. Resolução nº 335, de 22 de julho de 1999 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 JANEIRO DE 2014

RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 JANEIRO DE 2014 RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 JANEIRO DE 2014 Dispõe sobre os requisitos técnicos para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes e dá outras providências. A Diretoria Colegiada

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre os requisitos técnicos para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes e dá outras providências. A Diretoria Colegiada

Leia mais

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 CONTEÚDO RDC 7/2015... 02 CAP. I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS... 02 CAP. II OUTRAS OBRIGATORIEDADES SOBRE ROTULAGEM... 05 CAP. III DOS PROCEDIMENTOS PARA REGULARIZAÇÃO... 05 CAP. IV DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

Leia mais

COMO REGULARIZAR PERFUMES, COSMÉTICOS E PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL NO BRASIL

COMO REGULARIZAR PERFUMES, COSMÉTICOS E PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL NO BRASIL 1 Associação dos Distribuidores e Importadores de Perfumes, Cosméticos e Similares Rua Tabapuã, 649 Cj 74 São Paulo SP - CEP 04533-012 - Brasil Tel/Fax: (0XX)11-3168-4518 adipec@adipec.com.br http://www.adipec.com.br

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA RDC Nº 04, DE 30 DE JANEIRO DE 2014

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA RDC Nº 04, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA RDC Nº 04, DE 30 DE JANEIRO DE

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Seção I Objetivo

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Seção I Objetivo RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 7, 10 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre os requisitos técnicos para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes e dá outras providências.

Leia mais

COSMETOVIGILÂNCIA NO BRASIL

COSMETOVIGILÂNCIA NO BRASIL Ministério da Saúde Gerência-Geral de Cosméticos COSMETOVIGILÂNCIA NO BRASIL Juliana Araujo Costa Curitiba, junho de 2013 COSMETOVIGILÂNCIA É a atividade que consiste em observar e analisar os eventuais

Leia mais

adota, "ad referendum", a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e determina a sua publicação:

adota, ad referendum, a seguinte Resolução de Diretoria Colegiada e determina a sua publicação: RESOLUÇÃO - RDC Nº 211, DE 14 DE JULHO DE 2005. Estabelece a Definição e a Classificação de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes, conforme Anexo I e II desta Resolução e dá outras definições.

Leia mais

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 211, DE 14 DE JULHO DE 2005.

RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 211, DE 14 DE JULHO DE 2005. RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 211, DE 14 DE JULHO DE 2005. O Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa, no uso da atribuição que lhe confere o inciso IV do artigo

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DA DIRETORIA COLEGIADA - RDC Nº 07, DE 10 DE FEVEREIRO

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE 15 DE JUNHO DE 2004

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE 15 DE JUNHO DE 2004 Diário Oficial Imprensa Nacional N.º 115n Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.185, DE

Leia mais

O FOCO DA QUALIDADE NOS PROCESSOS DE TERCEIRIZAÇÃO

O FOCO DA QUALIDADE NOS PROCESSOS DE TERCEIRIZAÇÃO O FOCO DA QUALIDADE NOS PROCESSOS DE TERCEIRIZAÇÃO Grande parte das indústrias farmacêuticas, cosméticos e de veterinários, utilizam processos de terceirização, para otimizar suas produções, para casos

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Boas Práticas de Fabricação de Cosméticos, Produtos de Higiene e Saneantes COORDENAÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS, SANEANTES E COSMÉTICOS GERÊNCIA GERAL DE INSPEÇÃO

Leia mais

SIMPLIFICAÇÃO NA REGULARIZAÇÃO DE PRODUTOS HPPC

SIMPLIFICAÇÃO NA REGULARIZAÇÃO DE PRODUTOS HPPC FONTE: ABIHPEC SIMPLIFICAÇÃO NA REGULARIZAÇÃO DE PRODUTOS HPPC FOI PUBLICADO NESTA QUARTA-FEIRA (11 DE FEVEREIRO) EM DOU A RESOLUÇÃO RDC N 7 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 (ANEXA) QUE DISPÕE SOBRE OS REQUISITOS

Leia mais

BIO EXTRATUS TRANSFORMAÇÃO TRATAMENTO DISCIPLINADOR

BIO EXTRATUS TRANSFORMAÇÃO TRATAMENTO DISCIPLINADOR BIO EXTRATUS TRANSFORMAÇÃO TRATAMENTO DISCIPLINADOR Limpeza profunda, redução de volume e proteção térmica. INDICAÇÃO Todos os tipos de cabelo. FUNÇÃO Diminuir o volume, eliminar o frizz, realinhar e alisar

Leia mais

LANÇAMENTOS E NOVIDADES. Catálogo de produtos

LANÇAMENTOS E NOVIDADES. Catálogo de produtos LANÇAMENTOS E NOVIDADES Catálogo de produtos Tioglicolato de Amônia CONTÉM: Alisante 80g + Neutralizante 40ml ALISANTES HAIR FLY 80g - Chocolate Alisamento Uniforme - Mel Alisamento Suave - Ervas Alisamento

Leia mais

Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária Cosméticos Infantis O Brasil é um dos maiores mercados mundiais de cosméticos infantis. A utilização de produtos de higiene pessoal, como xampus, condicionadores

Leia mais

REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS

REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS Gerência-Geral de Cosméticos REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS Juliana Araujo Costa Curitiba, junho de 2013 1 PRODUTOS COSMÉTICOS Maquiagens Esmaltes Dentifrícios e enxaguatórios Produtos para barba Cremes

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Gerência-Geral de Fiscalização de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Gerência-Geral de Fiscalização de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária Cosméticos 25 1 2 3 9190400 - ACTINE LIQUIDO 60 ML 9190418 - ACTINE PROTETOR SOLAR 9197753 - SOAPELLE BARRA 80 G 4 ACTINE ESFOLIANTE FACIAL 5 6 ACTINE PROTETOR SOLAR HIDRATANTE FPS30 ACTINE PROTETOR SOLAR

Leia mais

A. F. Isenmann Princípios Químicos em Produtos Cosméticos e Sanitários Conteúdo

A. F. Isenmann Princípios Químicos em Produtos Cosméticos e Sanitários Conteúdo A. F. Isenmann Princípios Químicos em Produtos Cosméticos e Sanitários Conteúdo 1 Objetivos deste livro no âmbito dos cursos técnicos de química, farmácia e áreas afins... 4 2 Aspecto econômico da indústria

Leia mais

METODOLOGIA ANALITICA Objetivo, Requisitos, Padrões. Dra. Maria Inês Harris INSTITUTO HARRIS

METODOLOGIA ANALITICA Objetivo, Requisitos, Padrões. Dra. Maria Inês Harris INSTITUTO HARRIS METODOLOGIA ANALITICA Objetivo, Requisitos, Padrões Dra. Maria Inês Harris INSTITUTO HARRIS Dra. Maria Inês Harris Bacharel em Química (Unicamp,1987) e Doutora em Química (Unicamp, 1994) Pós-Doutorado

Leia mais

Sabonete Nivea 90g. Desodorante Axe Aerossol 90g 8,97 1,17. cada. cada. Periódico Julho/Agosto Nº 5 2015 Validade: 23/08/2015.

Sabonete Nivea 90g. Desodorante Axe Aerossol 90g 8,97 1,17. cada. cada. Periódico Julho/Agosto Nº 5 2015 Validade: 23/08/2015. Sabonete Nivea 90g R$ 1,17 Desodorante Axe Aerossol 90g R$ 8,97 Periódico Julho/Agosto Nº 5 2015 Validade: 23/08/2015. Gel Pós-barba Revitart For Men 65g R$,97 9 Espuma de Barbear Revitart For Men 120g

Leia mais

Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta

Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta Rastreabilidade de medicamentos - dentro e fora do hospital - Nilson Gonçalves Malta Hospital Israelita Albert Einstein Abril 2015 Requisitos para rastreabilidade Códigos de barras em todos os produtos

Leia mais

Novas Regras para Rotulagem Medicamentos

Novas Regras para Rotulagem Medicamentos XV ENCONTRO TÉCNICO E XI ENCONTRO EMPRESARIAL - ABRASP Novas Regras para Rotulagem Medicamentos RESOLUÇÃO-RDC Nº 71/2009 Carolina K. Rodrigues 21/09/2010 RESOLUÇÃO-RDC Nº 71/2009 DOU de 23/12/2009 Estabelece

Leia mais

Absorvente (diversos tamanhos, quantidades e características) 0 0 0 1 0 0 0 0 Cosméticos e Higiene

Absorvente (diversos tamanhos, quantidades e características) 0 0 0 1 0 0 0 0 Cosméticos e Higiene Greenwashing 2014 Market Analysis Observação: o registro de vários produtos iguais listados corresponde ao mesmo produto de diferentes marcas. Categoria Produto Irrelevância Mentira FalsosRótulos Incerteza

Leia mais

O Papel da ANVISA na Regulamentação da Inovação Farmacêutica

O Papel da ANVISA na Regulamentação da Inovação Farmacêutica O Papel da ANVISA na Regulamentação da Inovação Farmacêutica Renato Alencar Porto Diretor 22 de junho de 2015 Bases legais para o estabelecimento do sistema de regulação Competências na Legislação Federal

Leia mais

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 DE JANEIRO DE 2014

Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 Ministério da Saúde Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO - RDC Nº 4, DE 30 DE JANEIRO DE 2014 Dispõe sobre os requisitos técnicos para a regularização de produtos de higiene pessoal, cosméticos

Leia mais

Você, sua melhor amiga. A marca da sua beleza. R$,90. Sabonete Líquido. Revitart Sensações. 200ml. Hidratante. Revitart Sensações.

Você, sua melhor amiga. A marca da sua beleza. R$,90. Sabonete Líquido. Revitart Sensações. 200ml. Hidratante. Revitart Sensações. Periódico Março/Abril - Nº 2-2015 Validade: 05/04/2015 A marca da sua beleza. Sabonete Líquido Revitart Sensações 200ml,90 10 Hidratante Revitart Sensações 200g 11,90 Você, sua melhor amiga. Você é linda,

Leia mais

Entendendo o que é o Dossiê de Produtos

Entendendo o que é o Dossiê de Produtos Entendendo o que é o Dossiê de Produtos Alberto Keidi Kurebayashi Protocolo Consultoria Personal e Health Care Todas as empresas e profissionais que atuam no setor cosmético, sejam indústrias fabricantes

Leia mais

REQUISITOS TECNICOS PARA REGISTRAR PRODUTOS DE HPPC NA ANVISA

REQUISITOS TECNICOS PARA REGISTRAR PRODUTOS DE HPPC NA ANVISA REQUISITOS TECNICOS PARA REGISTRAR PRODUTOS DE HPPC NA ANVISA FIPASE / ABC / INGTEC RIBEIRÃO PRETO 14 DE JUNHO 2012 Angel Lizárraga Diretor Executivo Aumentar a Auto-Estima Sin Maquillaje x Con Maquillaje

Leia mais

CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014

CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014 Ministério da Saúde CONGRESSO ENQUALAB-RESAG/2014 A QUALIDADE DA ÁGUA NO ÂMBITO DA SAÚDE São Paulo,SP 31 de outubro de 2014 Por Mariângela Torchia do Nascimento Gerência de Laboratórios de Saúde Pública/GELAS/ANVISA

Leia mais

APOSTILA TÈCNICA 18 K

APOSTILA TÈCNICA 18 K 1 APOSTILA TÈCNICA 18 K Colori preziosi A ESTRUTURA DO CABELO O cabelo é composto de três partes: Cutícula, Córtex e Medula. Os principais componentes da fibra capilar são proteínas (Queratina), lipídios,

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos Agência Nacional de Vigilância Sanitária Orientações para Elaboração de Dossiê de Produto Cosmético Gerência Geral de Cosméticos Brasília, abril de 2008 Agência Nacional de Vigilância Sanitária Diretor-Presidente

Leia mais

Cosmetovigilância. Impacto na Inspeção. Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes. Maria do Carmo Lopes Severo - UINSC

Cosmetovigilância. Impacto na Inspeção. Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes. Maria do Carmo Lopes Severo - UINSC Cosmetovigilância Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes Roberto Wagner Barbirato Gerência Geral de Inspeção e Controle de Insumos, Medicamentos e Produtos - GGIMP Maria do Carmo Lopes Severo

Leia mais

SISTEMA DA QUALIDADE. Garantia da Qualidade Controle de Qualidade Rastreabilidade Não conformidade

SISTEMA DA QUALIDADE. Garantia da Qualidade Controle de Qualidade Rastreabilidade Não conformidade SISTEMA DA QUALIDADE Garantia da Qualidade Controle de Qualidade Rastreabilidade Não conformidade GARANTIA DA QUALIDADE Definição: Portaria 348/1997 RDC 48/2013 Todas as ações sistemáticas necessárias

Leia mais

CONTROLE DA QUALIDADE NA. Marcelo de Souza Pinto 1

CONTROLE DA QUALIDADE NA. Marcelo de Souza Pinto 1 CONTROLE DA QUALIDADE NA INDÚSTRIA COSMÉTICA Marcelo de Souza Pinto 1 PARABÉNS!!!!!! Marcelo de Souza Pinto 2 Marcelo de Souza Pinto Químico Faculdades Oswaldo Cruz Pós Graduações : Gestão da Qualidade

Leia mais

moda luxo grandes tendências

moda luxo grandes tendências moda luxo grandes tendências *Fontes: Projeção Brasil de leitores Estudos Marplan consolidado 2012, IVC média MAR/12 a FEV/13. ELLE APROVA *As fotos dos produtos em still deverão ser fornecidas pelo cliente.

Leia mais

Exigência da Vigilância Sanitária para SALÃO DE BELEZA BELEZA COM SEGURANÇA. Sandra Regina Bruno Fiorentini Consultora Jurídica SEBRAE-SP

Exigência da Vigilância Sanitária para SALÃO DE BELEZA BELEZA COM SEGURANÇA. Sandra Regina Bruno Fiorentini Consultora Jurídica SEBRAE-SP Exigência da Vigilância Sanitária para SALÃO DE BELEZA BELEZA COM SEGURANÇA Sandra Regina Bruno Fiorentini Consultora Jurídica SEBRAE-SP Lei No. 8.080/90 Instituiu o Sistema Único de Saúde - SUS; Lei No.

Leia mais

Linha Kids. Banho Kids Aloe Vera 250ml. Banho Kids Neutro 250ml. Banho Kids Camomila 250ml DESCRIÇÃO CÓDIGO CÓDIGO DE BARRAS

Linha Kids. Banho Kids Aloe Vera 250ml. Banho Kids Neutro 250ml. Banho Kids Camomila 250ml DESCRIÇÃO CÓDIGO CÓDIGO DE BARRAS Linha Kids Banho Kids Aloe Vera 250ml Shampoo 082 7897799809401 Condicionador 080 7897799809432 Banho Kids Neutro 250ml Shampoo 496 7897799809418 Condicionador 497 7897799809449 Banho Kids Camomila 250ml

Leia mais

Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação

Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação Alimentos Minimamente Processados : controle sanitário e legislação REGINALICE MARIA DA GRAÇA A BUENO Gerência de Inspeção e Controle de Riscos de Alimentos - ANVISA Controle sanitário dos alimentos Ações

Leia mais

Ecologie agora é Bril Cosméticos

Ecologie agora é Bril Cosméticos Ecologie agora é Bril Cosméticos Diversidade de produtos será reforçada na Beauty Fair Nasce uma nova empresa de cosméticos no mercado brasileiro. A Bril Cosméticos surgiu a partir da aquisição da Ecologie,

Leia mais

Ponto de venda. Os segredos das categorias e subcategorias - Edição 23 - DEC News

Ponto de venda. Os segredos das categorias e subcategorias - Edição 23 - DEC News Entender e organizar todos os produtos de HPC nas gôndolas, com suas diferenças de marcas e funcionalidades, não são tarefas fáceis. Veja as dicas dos especialistas Os itens de higiene pessoal, perfumaria

Leia mais

REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS

REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS Gerência-Geral de Cosméticos REGISTRO DE PRODUTOS COSMÉTICOS Christiane da Silva Coelho São Paulo, junho de 2013 1 PRODUTOS COSMÉTICOS Maquiagens Esmaltes Dentifrícios e enxaguatórios Produtos para barba

Leia mais

Anvisa proíbe 20 lotes de Suplementos Proteicos para Atletas. 28 de fevereiro de 2014

Anvisa proíbe 20 lotes de Suplementos Proteicos para Atletas. 28 de fevereiro de 2014 Anvisa proíbe 20 lotes de s Proteicos para Atletas 28 de fevereiro de 2014 A Anvisa, junto com o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), avaliou 25 marcas de s Proteicos para Atletas, diante de

Leia mais

Apresentação InsAtucional

Apresentação InsAtucional Informação Confidencial Apresentação InsAtucional 2010 Montesano Indústria e Comércio de Produtos Químicos Ltda.. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. O presente documento é de propriedade da Montesano Indústria.

Leia mais

Acnezil Loção adstringente. Acnezil LINHAHPC. Gel de limpeza. Acnezil. Acnezil Catálogo Aquarela 1º Semestre 2014. Loção. Loção. Cx.

Acnezil Loção adstringente. Acnezil LINHAHPC. Gel de limpeza. Acnezil. Acnezil Catálogo Aquarela 1º Semestre 2014. Loção. Loção. Cx. Loção adstringente LINHA Eficiente no combate à oleosidade Evita o acúmulo de resíduos nos poros Sua fórmula foi especialmente desenvolvida para complementar a limpeza diária, removendo impurezas e maquiagem.

Leia mais

Mulheres confiantes são lindas. 15, Creme Dental Colgate Total 12 c/3 unid. Grátis Sabonete Líquido Protex 250ml. Sabonete Francis Suave 90g

Mulheres confiantes são lindas. 15, Creme Dental Colgate Total 12 c/3 unid. Grátis Sabonete Líquido Protex 250ml. Sabonete Francis Suave 90g Março - Nº 2 2016 Validade: 31/03/2016 Mulheres confiantes são lindas. Sabonete Francis Suave 90g Creme Dental Colgate Total 12 c/3 unid. Grátis Sabonete Líquido Protex 250ml 15, Shampoo Seda 325ml 99

Leia mais

COLETA DE AMOSTRA 01 de 06

COLETA DE AMOSTRA 01 de 06 01 de 06 1. PRINCÍPIO Para que os resultados dos métodos de análise expressem valores representativos da quantidade total de substância disponível, é imprescindível recorrer a técnica de coleta definida

Leia mais

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS

SELO ABRAIDI Programa de BPADPS SELO ABRAIDI Programa de BPADPS Reuniões: Julho a Agosto de 2010 Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Implantes PAUTA * OBJETIVOS * ASPECTOS FUNDAMENTAIS * HISTÓRICO * SITUAÇÃO ATUAL

Leia mais

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s):

Os 1 Item(ns) da lista de documentos que não foram cumprido(s): Agência Nacional de Vigilância Sanitária Unidade de Atendimento e Protocolo - UNIAP Listagem de Encaminhamento de Documentação em Caráter Precário Data: 14.11.05 EMPRESA: ANCHIETA INDÚSTRIA E COMÉRCIO

Leia mais

Artigo RESUMO ABSTRACT. Priscila da Nobrega Rito. Rosaura de Farias Presgrave Eloisa Nunes Alves Maria Helena Simões Villas Bôas

Artigo RESUMO ABSTRACT. Priscila da Nobrega Rito. Rosaura de Farias Presgrave Eloisa Nunes Alves Maria Helena Simões Villas Bôas DOI:10.3395/vd.v2i3.199 Artigo Perfil dos desvios de rotulagem de produtos cosméticos analisados no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde entre 2005 e 2009 Profile of deviations labeling

Leia mais

Gerência de Produtos Diagnósticos de Uso in vitro

Gerência de Produtos Diagnósticos de Uso in vitro Gerência de Produtos Diagnósticos de Uso in vitro Brasília, 23 de maio de 2012 Augusto Bencke Geyer Valter Pereira de Oliveira Mônica Cristina A. F. Duarte* Coordenação e Redação Marcella Melo Vergne de

Leia mais

Importação de Produtos para Saúde

Importação de Produtos para Saúde Importação de Produtos para Saúde Gerência de Inspeção de Produtos e Autorização de Empresas em Portos, Aeroportos Fronteiras e Recintos Alfandegados GIPAF Mônica Cristina A. F. Duarte Organograma - ANVISA

Leia mais

COMO RECONHECER O SUNDOWN FALSIFICADO

COMO RECONHECER O SUNDOWN FALSIFICADO COMO RECONHECER O SUNDOWN FALSIFICADO A Johnson & Johnson inaugurou a categoria de protetores solares no Brasil em 1984, com a marca SUNDOWN. Desde seu lançamento, a empresa vem investindo em pesquisa

Leia mais

Desodorantes antitranspirantes

Desodorantes antitranspirantes HOME CARE Higiene intima 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Leia mais

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO N 24, DE 08 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre recolhimento de alimentos e sua comunicação à Anvisa e aos consumidores. A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

Programa de Rotulagem da CEAGESP

Programa de Rotulagem da CEAGESP Programa de Rotulagem da CEAGESP O RÓTULO É A IDENTIDADE DO ALIMENTO O rótulo identifica o produto, a sua quantidade, a sua origem e o seu responsável. A colocação do rótulo é uma exigência da lei que

Leia mais

AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SOBRE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS WILLIAM CESAR LATORRE Diretor de Alimentos Centro de Vigilância Sanitária SES / SP Decreto Lei 986, de 21/10/1969 Institui normas

Leia mais

WebSite da Vigilância Sanitária

WebSite da Vigilância Sanitária Página 1 de 5 SERVIÇOS MAIS ACESSADOS: Selecione um Serviço Página Principal Quem somos Regularize sua Empresa Roteiros Denúncias e Reclamações Vigilância e Fiscalização Sanitária em Indústrias de Alimentos

Leia mais

2. Quais os objetivos do Programa Nacional de Segurança do Paciente?

2. Quais os objetivos do Programa Nacional de Segurança do Paciente? O tema Segurança do Paciente vem sendo desenvolvido sistematicamente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desde sua criação, cooperando com a missão da Vigilância Sanitária de proteger

Leia mais

MEDICAMENTOS SIMILARES

MEDICAMENTOS SIMILARES MEDICAMENTOS SIMILARES Fica assegurado o direito de registro de medicamentos similares a outros já registrados, desde que satisfaçam as exigências estabelecidas nesta Lei. (Art. 21 da Lei 6360/76) MEDICAMENTOS

Leia mais

Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos

Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos Agência Nacional de Vigilância Sanitária Projeto de Ação Conjunta de Inspeções em Distribuidoras de Medicamentos Gerência-Geral de Inspeção e Controle de Medicamentos e Produtos Gerência de Investigação

Leia mais

CAPACITAÇÃO SNVS RDC 11 E 12/2012

CAPACITAÇÃO SNVS RDC 11 E 12/2012 CAPACITAÇÃO SNVS RDC 11 E 12/2012 GERÊNCIA GERAL DE LABORATÓRIOS DE SAÚDE PÚBLICA Abril/2013 - Curitiba/PR Por Lais Santana Dantas Gerente Geral/ AGENDA: Regulação de Laboratórios Analíticos Laboratórios

Leia mais

PROBLEMAS SANITÁRIOS NA PRÁTICA

PROBLEMAS SANITÁRIOS NA PRÁTICA PROBLEMAS SANITÁRIOS NA PRÁTICA Dr. Alessandro Vieira De Martino Farmacêutico Bioquímico CRF 33754 Formado no curso de Farmácia e Bioquímica pela Universidade Bandeirante de São Paulo UNIBAN Pós-Graduado

Leia mais

Sistema de Notificação de Vigilância Sanitária - NOTIVISA

Sistema de Notificação de Vigilância Sanitária - NOTIVISA Sistema de Notificação de Vigilância Sanitária - NOTIVISA V Seminário de Atualização em Indústria Cosmética Márcia Marques de Azevedo dos Santos Curitiba, 21 de junho de 2013 Ferramenta do VIGIPÓS Sistema

Leia mais

RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015

RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 PREMIUM BEAUTY MEDIA 1 boulevard Beaumarchais, 75004 Paris, France contact@premiumbeautynews.com contact@brazilbeautynews.com RESOLUÇÃO RDC Nº 7, DE 10 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre os requisitos técnicos

Leia mais

Desodorante Rexona Aerossol 150ml. Sabonete Dove 90g. Repelente Repelex Aerossol 146g. Janeiro/Fevereiro - Nº 1 2016 Validade: 29/02/2016

Desodorante Rexona Aerossol 150ml. Sabonete Dove 90g. Repelente Repelex Aerossol 146g. Janeiro/Fevereiro - Nº 1 2016 Validade: 29/02/2016 Janeiro/Fevereiro - Nº 1 2016 Validade: 29/02/2016 Sabonete Dove 90g R$ 1, 79 cada Desodorante Rexona Aerossol 150ml R$ 11, 99 cada Repelente Repelex Aerossol 146g R$ 14, 99 cada Quem não gosta de pegar

Leia mais

RESUMO DE REGISTRO DE PREÇOS

RESUMO DE REGISTRO DE PREÇOS RESUMO DE REGISTRO DE PREÇOS Às 18:00 horas do dia 31 de outubro de 2012, a Prefeitura Municipal de Gravataí, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Gravataí e respectivos membros da

Leia mais

MEDICAMENTOS. CAPACITAÇÃO EM FARMACOLOGIA PARA AS EQUIPES DE SAÚDE BUCAL Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal 2015

MEDICAMENTOS. CAPACITAÇÃO EM FARMACOLOGIA PARA AS EQUIPES DE SAÚDE BUCAL Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal 2015 MEDICAMENTOS CAPACITAÇÃO EM FARMACOLOGIA PARA AS EQUIPES DE SAÚDE BUCAL Auxiliares e Técnicos em Saúde Bucal 2015 Parceria: Farmácia Escola da UFRGS - Programa Farmácia Popular Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Álvaro Henriques & Filhos Lda. Rua Do Casal Novo Lote 10 Casal Novo Caneças

Álvaro Henriques & Filhos Lda. Rua Do Casal Novo Lote 10 Casal Novo Caneças Álvaro Henriques & Filhos Lda. Rua Do Casal Novo Lote 10 Casal Novo Caneças Telefone: 219802759 Fax:219811303 E-mail:ahflda@gmail.com Sabonetes Sabonetes Várias Marcas Palmolive Lux Dave Outras marcas

Leia mais

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS)

DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO. Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) 1 DOCUMENTOS EXIGIDOS PARA EMISSÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO Área de Medicamentos e Produtos de Interesse à Saúde (AMPIS) DROGARIAS (CONFORME LEI FEDERAL 5991/73, RESOLUÇÃO RDC ANVISA 44/09 E OUTRAS PERTINENTES)

Leia mais

RDC 60. Perguntas e Respostas. RDC nº 60, RDC 60 - PERGUNTAS E RESPOSTAS

RDC 60. Perguntas e Respostas. RDC nº 60, RDC 60 - PERGUNTAS E RESPOSTAS Regulamentação SOBRE AMOSTRAS GRÁTIS DE MEDICAMENTOS RDC 60 Perguntas e Respostas RDC nº 60, de 26 de NOVEmbro de 2009 1 Regulamentação SOBRE AMOSTRAS GRÁTIS RDC 60 Perguntas e Respostas RDC nº 60, de

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA REUNIÃO COM ASSOCIAÇÕES DE PRODUTOS PARA SAÚDE Gerência-Geral de Inspeção Sanitária GGINP Brasília, 27 de maio de 2015 TÓPICOS A SEREM ABORDADOS POP-SNVS-017 sobre

Leia mais

Falando sobre o 10/6/2010

Falando sobre o 10/6/2010 Falando sobre o C 1 Cosméticos: Tudo que muda a aparência 2 Skin Care Conhecimentos básicosb 3 O que é Skin Care? É uma categoria formada por produtos, de alta tecnologia, destinados ao tratamento da pele;

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO PARA PRODUTOS SANEANTES A BASE DE HIPOCLORITOS ADITIVADOS (REVOGACAO DA RES. GMC Nº 57/98)

REGULAMENTO TÉCNICO PARA PRODUTOS SANEANTES A BASE DE HIPOCLORITOS ADITIVADOS (REVOGACAO DA RES. GMC Nº 57/98) MERCOSUL/XLIII SGT N 11/P. RES. N /15 REGULAMENTO TÉCNICO PARA PRODUTOS SANEANTES A BASE DE HIPOCLORITOS ADITIVADOS (REVOGACAO DA RES. GMC Nº 57/98) TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 025/2015 HUAPA

PROCESSO SELETIVO Nº 025/2015 HUAPA PROCESSO SELETIVO Nº 025/2015 HUAPA O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando o credenciamento de empresa

Leia mais

Cacau + Açaí + Mel Cabelos étnicos Nutre e protege os fios capilares oferecendo hidratação intensiva, brilho, maciez e redução de volume.

Cacau + Açaí + Mel Cabelos étnicos Nutre e protege os fios capilares oferecendo hidratação intensiva, brilho, maciez e redução de volume. Proteínas do Leite Revitalizante Restauração e hidratação profunda da fibra capilar, formando um filme protetor que garante maior luminosidade aos fios. Shampoo e Condicionador 300ml e 1L, Máscara 250g,

Leia mais

3/15. Npublicou nova resolução de sua diretoria colegiada, a. cosméticos é publicada pela ANVISA, Resolução RDC 7/2015

3/15. Npublicou nova resolução de sua diretoria colegiada, a. cosméticos é publicada pela ANVISA, Resolução RDC 7/2015 Nova norma envolvendo o registro de cosméticos é publicada pela ANVISA, Resolução RDC 7/2015 Por Livia Honorio de Figueiredo livia.figueredo@kasznarleonardos.com 3/15 nº 6 o Diário Oficial da União de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA COLETA DE PREÇOS Nº IAP-HSL 013/2014

TERMO DE REFERÊNCIA COLETA DE PREÇOS Nº IAP-HSL 013/2014 TERMO DE REFERÊNCIA COLETA DE PREÇOS Nº IAP-HSL 013/2014 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE LIMPEZA E HIGIENE PARA ATENDER TODA DEMANDA DO HOSPITAL SÃO LUCAS 1 Unidade Requisitante Instituto

Leia mais

Revitalização Proteínas do Leite

Revitalização Proteínas do Leite Revitalização Proteínas do Leite Restauração e hidratação profunda da fibra capilar, formando um filme protetor que garante maior luminosidade aos fios. Shampoo e Condicionador 300ml e 1L, Máscara 250g,

Leia mais

Especialidades Ano XII N 402 Ofertas válidas de 04/09/2015 a 27/09/2015 SETEMBRO 2015

Especialidades Ano XII N 402 Ofertas válidas de 04/09/2015 a 27/09/2015 SETEMBRO 2015 Especialidades Ano XII N 402 Ofertas válidas de 04/09/2015 a 27/09/2015 SETEMBRO 2015 02 03 Sentir-se bem sempre! Para manter a sua autoestima elevada você precisa muito mais do que ter boa aparência.

Leia mais

Programa de Rotulagem

Programa de Rotulagem Programa de Rotulagem O rótulo é a identidade do alimento O rótulo identifica o produto, a sua quantidade, a sua origem e o seu responsável. A colocação do rótulo é uma exigência da lei que deve ser cumprida

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA Boas Práticas de Fabricação de Saneantes e Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes Coordenação de Insumos Farmacêuticos, Saneantes e Cosméticos Gerência

Leia mais

DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE

DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE DROGARIAS REGULARIZAÇÃO DE ESTABELECIMENTO DE INTERESSE À SAÚDE Lei 8080/90 Art. 6º, 1º: Entende-se por vigilância sanitária um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde

Leia mais

Substituição Tributária. São Paulo

Substituição Tributária. São Paulo Substituição Tributária São Paulo São Paulo Visão Geral O Estado de São Paulo vem costurando com diversos Estados celebração de protocolos de ST, onde: MVA s: os mesmos que SP MVA ajustado Conceito de

Leia mais

Tratamento periódico no salão. Para manter os fios bonitos e saudáveis, realize periódicamente um tratamento profissional

Tratamento periódico no salão. Para manter os fios bonitos e saudáveis, realize periódicamente um tratamento profissional Tratamento periódico no salão. Para manter os fios bonitos e saudáveis, realize periódicamente um tratamento profissional Lelif Reconstrução A linha de reconstrução capilar Lelif é composta por vários

Leia mais

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE FORNECEDORES

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO DE FORNECEDORES VERIFICAÇÃO APROVAÇÃO ARQUIVO SQ SIGLA DA UO SULOG RUBRICA SIGLA DA UO G-SCQ RUBRICA 1 OBJETIVO Definir os requisitos e procedimentos mínimos para avaliação e seleção de fornecedores, assegurando fontes

Leia mais