Carpathian Gold Inc.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Carpathian Gold Inc."

Transcrição

1 Carpathian Gold Inc. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA EM NEGÓCIOS I. PROPÓSITO DESTE CÓDIGO Este Código de Conduta e Ética em Negócios ("Código") da Carpathian Gold Inc. ("Carpathian") é um acréscimo ao Código de Ética estabelecido para o Presidente e Diretor Executivo, Diretor Executivo Financeiro e quaisquer outras pessoas que desempenham tais funções (os "Executivos de Relatórios Financeiros") e tem por objetivo documentar os princípios de conduta e ética a serem seguidos por todos os empregados, executivos e diretores da Empresa, e por quaisquer consultores e outras partes externas em função similar junto à Empresa. As referências aqui presentes à Carpathian Gold Inc. ou à Empresa incluem quaisquer subsidiárias e/ou afiliadas da Empresa. Seu propósito é: Promover conduta ética e legal, incluindo o tratamento ético de conflitos de interesse reais ou aparentes nas relações pessoais e profissionais; Evitar conflitos de interesse, incluindo a divulgação para uma pessoa adequada de qualquer transação material ou relação da qual se espera, com fundamentos, venha a dar ensejo a tal conflito; Promover divulgação completa, justa, acurada, oportuna e compreensível de relatórios e documentos que a Empresa ou suas subsidiárias arquivem ou submetam aos reguladores de valores mobiliários e em outras comunicações públicas feitas pela Empresa; Promover a obediência às leis, regras e regulamentos governamentais aplicáveis; Promover comunicação interna oportuna das violações deste Código a pessoa adequada; Promover responsabilidade na adesão a este Código; Fornecer orientação a empregados, executivos e diretores para ajudá-los a reconhecer e lidar com questões éticas; e Promover o desenvolvimento de uma cultura de honestidade e responsabilidade dentro da Empresa. Violações a este Código por um empregado, executivo ou diretor são motivos para medida disciplinar até e incluindo, mas sem limitação, o fim imediato do emprego ou requisição de exoneração de uma diretoria. 11. LOCAL DE TRABALHO a. Um Ambiente Sem Discriminação A Empresa promove um ambiente de trabalho no qual todos os indivíduos são tratados com respeito e dignidade. A Empresa é uma empregadora de oportunidades iguais e, como organização, não permite aos seus empregados ou diretores discriminar empregados, executivos, diretores ou empregados em potencial, em relação a raça, cor, religião, sexo, origem nacional, idade, orientação sexual ou deficiência ou qualquer outra categoria protegida pelas leis e regulamentos canadenses federais ou estaduais e, além disso, de

2 acordo com as leis e regulamentos aplicáveis na jurisdição onde tais empregados, executivos ou direção estão situados. A Empresa compromete-se com medidas e políticas para assegurar emprego justo, incluindo tratamento igual na contratação, promoção, treinamento, compensação, demissão, e medida corretiva e não tolerará discriminação por parte de seus empregados e agentes. Todos os atos discriminatórios por natureza devem ser relatados a um supervisor imediatamente. b. Local de Trabalho Livre de Assédio A Empresa não tolerará assédio de seus empregados, clientes ou fornecedores sob nenhuma forma. Todos os atos de assédio devem ser relatados a um supervisor imediatamente. c. Assédio Sexual o assédio sexual é ilegal e todos os empregados, executivos e diretores são proibidos de se engajar em qualquer forma de comportamento de assédio sexual. Assédio sexual significa conduta sexual que não é bem recebida, seja ela visual, verbal ou física, e pode incluir, mas não se limita a, investidas sexuais não desejadas, toques não desejados e toques sugestivos, linguagem de natureza sexual, piadas, insinuações e sugestões sexuais, olhares sugestivos e exibição de materiais visuais sexualmente sugestivos. Todos os atos de assédio sexual devem ser relatados a um supervisor imediatamente. d. Abuso de Substâncias A Empresa compromete-se a manter um ambiente de trabalho seguro, saudável e livre de abuso de substâncias. Espera-se que empregados, executivos e diretores desempenhem suas responsabilidades de modo profissional e, até onde o desempenho na função ou bom senso possam ser comprometidos, estejam livres de efeitos de drogas e/ou álcool. e. Violência no Local de Trabalho o local de trabalho deve estar livre de comportamentos violentos. Comportamento ameaçador, intimidador ou agressivo, assim como o ato de amedrontar, ou expor ao ridículo ou outro comportamento similar colegas ou outros no local de trabalho não será tolerado. Nenhuma arma de qualquer tipo será tolerada no local de trabalho a não ser que seja necessária para propósitos de segurança da propriedade e neste caso somente após autorização do Diretor Executivo ou Diretor Executivo de Operações. f. Emprego de Membros da Família O emprego de mais de um membro de uma família em qualquer mina ou escritório da Empresa é permissível mas a supervisão direta de um membro de uma família por outro não é permitida a não ser que seja autorizada pelo Diretor Executivo. Com exceção dos estudantes que trabalham no verão e estudantes em treinamento, a supervisão indireta de um membro de uma família por outro é também desencorajada e requer aprovação prévia do Diretor Executivo, e quaisquer ações pessoais que afetem este empregado também deve ser revistas e endossadas pelo Diretor Executivo. Em relação a este parágrafo, se o empregado em questão tem uma "relação de membro de família" com Diretor Executivo,

3 então a aprovação do Presidente do Comitê de Governança Corporativa e Nomeação substituirá qualquer aprovação do Diretor Executivo. IH. MEIO AMBIENTE, SAÚDE E SEGURANÇA a. Meio Ambiente A Empresa compromete-se com um gerenciamento ambiental saudável. É intenção da Empresa conduzir-se de modo a ter o devido respeito pelo ambiente e pela comunidade em geral como um cidadão corporativo responsável e cuidadoso. A empresa compromete-se a gerenciar todas as fases de seus negócios de modo a minimizar quaisquer efeitos adversos de suas operações sobre o meio ambiente. b. Saúde e Segurança A Empresa compromete-se a fornecer um local de trabalho saudável e seguro obedecendo às leis, regras e regulamentos aplicáveis. Empregados devem estar cientes de questões de segurança e das políticas que afetam seu emprego, outros empregados e a comunidade em geral. Empregados em função de supervisão, assim que tomam conhecimento de qualquer circunstância que afete a saúde e segurança do local de trabalho ou da comunidade, devem agir imediatamente para tratar a situação. Os empregados devem avisar imediatamente seu supervisor imediato de qualquer dano ao local de trabalho ou qualquer circunstância que apresente uma situação de perigo para eles, outros colegas ou a comunidade em geral, de modo que uma ação corretiva oportuna possa ser realizada. IV. RELAÇÕES COM TERCEIROS a. Conflito de interesses Exige-se que empregados, executivos e diretores ajam com honestidade e integridade e que evitem qualquer relacionamento ou atividade que possa criar, ou pareça criar, um conflito entre seus interesses pessoais e os interesses da Empresa. Empregados devem comunicar prontamente por escrito possíveis conflitos de interesses a seu supervisor imediato, ou se o supervisor está envolvido no conflito de interesse, ao supervisor imediato deste. Executivos e diretores devem comunicar, por escrito, quaisquer conflitos percebidos ao Presidente do Comitê de Auditoria. Conflitos de interesse surgem quando o cargo ou responsabilidades de um indivíduo junto à Empresa apresentam uma oportunidade de ganho pessoal fora dos ganhos normais do emprego, do cargo de executivo ou de diretor em detrimento da Empresa. Eles também surgem quando os interesses pessoais de um diretor, de executivos ou empregados vão de encontro aos interesses da Empresa e criam lealdades conflitantes. Tais lealdades conflitantes podem fazer com que um diretor, executivo ou empregado dê preferência aos interesses pessoais em situações em que as responsabilidades corporativas deveriam vir primeiro. Diretores, executivos e empregados desempenharão as responsabilidades de seus cargos baseados no que são os melhores interesses da Empresa e livres da influência de considerações e relações pessoais. Diretores, executivos e empregados não adquirirão qualquer propriedade, títulos ou qualquer interesse comercial se têm conhecimento de que Empresa está interessada em

4 adquiri-los. Além do mais, baseados em tal informação, diretores, executivos e empregados não adquirirão nenhuma propriedade, título ou interesse comercial para especulação ou investimento. b. Práticas Competitivas A Empresa acredita firmemente que a competição justa é fundamental para a continuação do sistema de livre empresa. A empresa obedece e apóia leis que proíbem restrições de comércio, práticas injustas, ou abuso de poder econômico. A política da Empresa também proíbe empregados, executivos e diretores de entrarem ou discutirem qualquer arranjo ou entendimento ilegal que possa resultar em práticas injustas de negócios ou comportamento anti-competitivo. c. Relações com Fornecedor e Contratante A Empresa seleciona seus fornecedores e contratantes de modo não discriminatório baseada na qualidade, preço, serviço, entrega e fornecimento de bens e serviços. Uma decisão de um diretor, executivo ou empregado nunca deve basear-se em interesses pessoais ou interesses de membros da família ou amigos. Empregados devem informar seus supervisores, e executivos e diretores devem informar o Presidente do Comitê de Auditoria de quaisquer relações que pareçam criar um conflito de interesses. d. Relações Públicas o Conselho de Diretores da Empresa determina as pessoas que são responsáveis por todas as relações públicas, incluindo todo contato com a mídia. A não ser que um diretor, executivo ou empregado esteja especificamente autorizado a representar a Empresa junto à mídia, um diretor, executivo ou empregado não deve responder a inquirições ou solicitações de informações. Isto inclui jornais, revistas, publicações comerciais, rádio e televisão assim como quaisquer outras fontes externas que solicitem informação sobre a Empresa. Se a mídia entrar em contato com um diretor, executivo ou empregado por informações sobre a Empresa, esta pessoa deve imediatamente encaminhar a chamada para uma pessoa autorizada. Empregados devem ter cuidado para não revelar informação confidencial, pessoal ou de negócios em discussões públicas ou casuais à mídia ou outros. e. Diretorias Empregados da Empresa não devem agir como diretores ou executivos de qualquer outra entidade corporativa ou organização, pública ou privada, sem a aprovação prévia por escrito do Diretor Executivo ou, no caso do Diretor Executivo, o Presidente da Governança Corporativa e meação. Diretorias e funções executivas com tais entidades não serão autorizadas se não foram consideradas do melhor interesse da Empresa. O Diretor Executivo ou o Presidente do Comitê de Governança Corporativa e Nomeação podem fornecer autorização para as diretorias que sejam necessárias para propósitos de negócios

5 ou para diretorias de organizações caritativas ou outras entidades que irão beneficiar o perfil da Empresa na comunidade. v. CONFORMIDADE LEGAL a. Conformidade com as Leis, Regras e Regulamentos (incluindo Leis de Insider Trading e Divulgação Oportuna) Espera-se que empregados, executivos e diretores obedeçam de boa fé, durante todo o tempo, às leis, regras e regulamentos aplicáveis. Espera-se que empregados, executivos e diretores obedeçam às regras de insider trading e a todas as outras políticas e procedimentos aplicáveis a eles e que são adotadas pela Empresa de tempos em tempos. Empregados, executivos e diretores devem cooperar totalmente com as pessoas responsáveis pela preparação de relatórios arquivados junto às autoridades reguladores de valores mobiliários e todos os outros materiais disponíveis ao publico investidor para assegurar que aquelas pessoas estão cientes de modo oportuno de todas as informações a serem divulgadas. Empregados, executivos e diretores devem também cooperar integralmente com os auditores independentes em suas auditorias e no auxílio à preparação de divulgação financeira. Executivos seniores da empresa devem seguir os procedimentos da Empresa em relação a divulgação oportuna de informação material e fornecer divulgação completa, justa, acurada, compreensível e oportuna em relatórios e documentos arquivados ou submetidos a autoridades reguladoras de valores mobiliários e outros materiais que serão disponibilizados para o público investidor. VI. INFORMAÇÕES E REGISTROS a. Informações Confidenciais e Proprietárias e Segredos Comerciais Empregados, executivos e diretores podem ser expostos a certas informações que são consideradas confidenciais pela Empresa, ou podem ser envolvidos no projeto ou desenvolvimento de novos procedimentos ou tecnologias relacionadas aos negócios da empresa. Todas estas informações, procedimentos e tecnologias, sendo ou não sujeitas a direitos autorais ou patente, são propriedade exclusiva da Empresa. Empregados não revelarão informações confidenciais a pessoas de fora da Empresa, incluindo membros da família, e só devem compartilhá-las com outros empregados que têm necessidade de saber. Empregados, executivos e diretores são responsáveis e respondem pela guarda dos documentos e informações da Empresa às quais têm acesso direto ou indireto como resultado de sua função, diretoria ou cargo de executivo na Empresa. b. Relatórios e Registros Financeiros A Empresa mantém um alto padrão de precisa0 e completude em seus registros financeiros. Estes registros servem como base para gerenciamento de seus negócios e são cruciais para atender as obrigações com empregados, clientes, investidores e outros, assim

6 como para a conformidade com relatórios reguladores, de impostos e financeiros e outras exigências legais. Empregados, executivos e diretores que fazem entradas em registros de negócios ou emitem relatórios reguladores ou financeiros, têm a responsabilidade de apresentar todas as informações de modo fiel, acurado e oportuno. Nenhum empregado, executivo ou diretor exercerá qualquer influência, coerção, desvio, ou de modo algum manipulará ou tentará manipular os auditores independentes da Empresa. c. Retenção de Registro A Empresa mantém todos os registros de acordo com as leis e regulamentações concernentes à retenção de registros de negócios. O termo "registro de negócios" cobre um grande leque de arquivos, relatórios, planos de negócios, recibos, políticas e comunicações, que inclui mas não se limita a arquivos de cópias em papel, eletrônicas, gravação em áudio, microfichas e microfilmes guardados no trabalho ou em casa. A Empresa proíbe a destruição não autorizada ou adulteração de quaisquer registros, escritos ou em formato eletrônico, quando a Empresa seja solicitada por lei ou regulamentação do governo a manter tais registros ou quando ela tenha conhecimento de uma investigação ou litígio pendente ou prestes a ocorrer relacionado a estes registros. VII. OS ATIVOS DA EMPRESA a. Uso da Propriedade da Empresa o uso de propriedade da Empresa para lucro individual ou qualquer propósito pessoal não autorizado e ilegal ou anti-ético é proibido. As informações, tecnologia, propriedade intelectual, direitos minerais, edifícios, terra, equipamento, máquinas, software e dinheiro da Empresa devem ser usados apenas para propósitos de negócios exceto quando fornecido pela política da Empresa ou aprovado pelo supervisor específico de um empregado. b. Destruição de Propriedade e Roubo Empregados, executivos e diretores não causarão danos intencionalmente ou destruirão a propriedade da Empresa ou cometerão roubo. c. Propriedade Intelectual de Outros Empregados, executivos e diretores não podem reproduzir, distribuir ou alterar materiais com direitos autorais sem permissão do proprietário do direito autoral ou de seus agentes autorizados. Software usado em conexão com os negócios da Empresa deve ser apropriadamente licenciado e usado apenas de acordo com esta licença. d. Tecnologia de Informação Os sistemas de tecnologia de informação da Empresa, incluindo computadores, , acesso a intranet e internet, telefones e voic são propriedade da Empresa e devem ser usados basicamente para propósitos de negócios. Os sistemas de tecnologia de informação da Empresa podem ser usados para mensagens pessoais menores ou incidentais desde que tal uso seja mantido em um mínimo e esteja em conformidade com a política da Empresa.

7 Empregados, executivos e diretores não podem usar os sistemas de tecnologia de informação da Empresa para: permitir que outros ganhem acesso aos sistemas de tecnologia de informação através do uso de uma senha ou outros códigos de segurança de um empregado; enviar mensagens de assédio, ameaça ou obscenas; enviar cartas correntes; acessar a internet para uso impróprio; enviar documentos com direitos autorais que não foram autorizados para reprodução; fazer solicitações pessoais ou de grupo a não ser que seja autorizado por um executivo sênior; ou conduzir negócios comerciais pessoais A Empresa pode monitorar o uso de seus sistemas de tecnologia de informação. Esta Política foi aprovada pelo Conselho de Diretores da Empresa e seu Comitê de Auditoria em 11 de abril de 2008 e está em vigor desde então.

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters

Código de Conduta do Fornecedor. Em vigor a partir de 2 de julho de 2012. Ethics. Matters Código de Conduta do Fornecedor Em vigor a partir de 2 de julho de 2012 Ethics Matters Mensagem do CPO [Chief Procurement Officer - Diretor de Compras] A Duke Energy está comprometida com a segurança,

Leia mais

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta Página 1 de 7 A LDR é uma empresa de equipamentos médicos comprometida com o desenvolvimento, marketing, distribuição e venda de implantes vertebrais para implantação em seres humanos no tratamento de

Leia mais

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1

Código de Conduta. Código de Conduta Schindler 1 Código de Conduta Código de Conduta Schindler 1 2 Código de Conduta Schindler Código de Conduta da Schindler Os colaboradores do Grupo Schindler no mundo inteiro devem manter o mais alto padrão de conduta

Leia mais

Código de Conduta e Ética

Código de Conduta e Ética Página 1 de 5 Código de Conduta e Ética 2012 Resumo A SAVEWAY acredita que seu sucesso está pautado na prática diária de elevados valores éticos e morais, bem como respeito às pessoas, em toda sua cadeia

Leia mais

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda.

Código de Ética. SPL Consultoria e Informática Ltda. Código de Ética SPL Consultoria e Informática Ltda. Introdução Segundo o dicionário Aurélio ética é o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana suscetível de qualificação do ponto

Leia mais

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio

Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Padrões Nidera para Parceiros de Negócio Caro Parceiro de Negócio, A história da nossa empresa inclui um compromisso de longa data em estar de acordo com as leis onde quer que atuemos e realizar nossos

Leia mais

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os

Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os Esta é a tradução de um texto em inglês, cuja finalidade é apenas facilitar a sua compreensão. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros

Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros Conduta nos Negócios Política de Transparência nas Relações com Terceiros* Objetivo Estabelecer as diretrizes básicas de conduta

Leia mais

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA

Engenharia e Consultoria CÓDIGO DE ÉTICA CÓDIGO DE ÉTICA SUMÁRIO APRESENTAÇÃO COLABORADORES Princípios éticos funcionais Emprego e Ambiente de trabalho Conflito de interesses Segredos e informações comerciais SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS POLÍTICAS CORPORATIVAS 8 - Política de segurança da informação 8.1 Introdução A informação é um ativo que possui grande valor para a COOPERFEMSA, devendo ser adequadamente utilizada e protegida contra ameaças e riscos. A adoção

Leia mais

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA A Eldorado Gold Corporation e suas subsidiárias e afiliadas estão comprometidas com os mais elevados padrões de conduta

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS

NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 1 de 9 UL NORMAS DE CONDUTA PARA FORNECEDORES GLOBAIS Página 2 de 9 ÍNDICE 1.0 OBJETIVO... 4 2.0 ESCOPO... 4 3.0 DEFINIÇÕES... 4 4.0 PRÁTICAS DE CONTRATAÇÃO... 5 4.1 TRABALHO FORÇADO... 5 4.2 TRABALHO

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA Por estar inserida em uma sociedade, a Interact Solutions preza por padrões de conduta ética em suas atividades, quando se relaciona com clientes, fornecedores, canais de distribuição,

Leia mais

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS

ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS ICTSI CÓDIGO DE CONDUTA NOS NEGÓCIOS MENSAGEM DO PRESIDENTE A ICTSI tem crescido de forma sólida ao longo dos anos, tornando-se uma empresa líder na gestão de portos, com um alcance global que se estende

Leia mais

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE

XEROX GLOBAL ETHICS HELPLINE ALCANCE: Xerox Corporation e suas subsidiárias. OBJETIVO: Este documento descreve a conduta ética que deve ser adotada durante as negociações pelos empregagos da Xerox Corporation. Todos os empregados

Leia mais

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc.

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. Estes princípios de conduta aplicam-se a todos os funcionários, diretores, empresas e subsidiárias da ITW ao redor do mundo. Espera-se que

Leia mais

2015 Guia do Código de Conduta

2015 Guia do Código de Conduta 2015 Guia do Código de Conduta Comitê de Conformidade Corporativa Joe Puishys Jim Porter Pat Beithon Warren Planitzer Nós, da Apogee, conduzimos nossos negócios com o mais alto padrão de honestidade e

Leia mais

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se

As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se Código de conduta As melhores empresas e os seus funcionários sabem comportar-se A nossa visão consiste em ser a melhor empresa de embalagens global para o consumidor. Neste sentido, é importante que actuemos,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014

CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 CÓDIGO DE CONDUTA DO FORNECEDOR SODEXO APRIL 2014 Índice INTRODUÇÃO INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS DIREITOS HUMANOS E DIREITOS FUNDAMENTAIS NO TRABALHO Eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório

Leia mais

ITURAN SISTEMAS DE MONITORAMENTO LTDA.

ITURAN SISTEMAS DE MONITORAMENTO LTDA. ITURAN SISTEMAS DE MONITORAMENTO LTDA. CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Introdução Este Código de Conduta e Ética tem como objetivo o comprometimento da Ituran Sistemas de Monitoramento Ltda. (a Empresa ) para

Leia mais

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Revisado em agosto de 2010 FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE USO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Revisado em agosto de 2010 A. Propósito O propósito desta Política de Uso da Tecnologia da Informação ("Política") é oferecer diretrizes

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta O Código de Ética e Conduta do ESA - Externato Santo Antônio estabelece o comportamento esperado de todos aqueles que trabalham na, para e com a instituição, e tem por objetivo

Leia mais

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo

Índice. Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo Código de Conduta Índice Missão, Visão, Valores e Princípios Objetivo Aplicabilidade Organização Interna Relacionamento Externo 3 4 5 6 9 Missão, Visão, Valores e Princípios Missão Visão Princípios Valores

Leia mais

Código de Conduta de Fornecedor

Código de Conduta de Fornecedor Código de Conduta de Fornecedor www.odfjelldrilling.com A Odfjell Drilling e suas entidades afiliadas mundialmente estão comprometidas em manter os mais altos padrões éticos ao conduzir negócios. Como

Leia mais

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética

Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética Aliança do Brasil. É assim que a gente faz. Código de Conduta Ética SUMÁRIO CONCEITO OBJETIVO ABRANGÊNCIA PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTOS CONFLITOS DE INTERESSE CONFIDENCIALIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESERVAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS 1 Política de segurança da informação 1.1 Introdução A informação é um ativo que possui grande valor para a COGEM, devendo ser adequadamente utilizada e protegida contra ameaças e riscos. A adoção de políticas

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

Introdução: Código de Conduta Corporativa

Introdução: Código de Conduta Corporativa Transporte Excelsior Ltda Código de Conduta Corporativa Introdução: A Transporte Excelsior através desse Código Corporativo de Conduta busca alinhar e apoiar o cumprimento de nossa Missão, Visão e Valores,

Leia mais

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias

Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Ecology and Environment, Inc. e Subsidiárias Código de Conduta de Negócios e Ética ECOLOGY BRASIL 1. Princípios Gerais O propósito deste Código é descrever os nossos padrões de ética de conduta de negócios.

Leia mais

FLEXPAG - Política de Privacidade

FLEXPAG - Política de Privacidade FLEXPAG - Política de Privacidade A infocusweb/flexpag tem um compromisso com o respeito à sua privacidade. Política de Privacidade Nós reconhecemos que ao optar por nos informar alguns de seus dados pessoais,

Leia mais

Termos de Uso. Acesso ao site

Termos de Uso. Acesso ao site Termos de Uso Estes termos de serviço regulam o uso deste site. Ao acessá-lo você concorda com estes termos. Por favor, consulte regularmente os nossos termos de serviço. Acesso ao site Para acessar o

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

Código de Ética e Conduta Profissional da MRC Consultoria e Sistema de Informática Ltda. - ME

Código de Ética e Conduta Profissional da MRC Consultoria e Sistema de Informática Ltda. - ME 1 - Considerações Éticas Fundamentais Como um colaborador da. - ME eu devo: 1.1- Contribuir para a sociedade e bem-estar do ser humano. O maior valor da computação é o seu potencial de melhorar o bem-estar

Leia mais

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig

de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética ca Código de Ética Código de Ética Código de Ética Código de Ética Códig de Ética Código CÓDIGO de Ética Código de Ética Código DE de Ética Código de Ética de Ética Código de Ética Código ÉTICA de Ética Código de Ética Código de Ética Fazendo Negócios com Integridade Realizamos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS

CÓDIGO DE ÉTICA DA SOMMA INVESTIMENTOS 1. O CÓDIGO Este Código de Ética (Código) determina as práticas e padrões éticos a serem seguidos por todos os colaboradores da SOMMA INVESTIMENTOS. 2. APLICABILIDADE Esta política é aplicável: 2.1. A

Leia mais

Jaguar Mining Inc. Código de Ética e Conduta. Responsável: Diretor Presidente. Versão: 2.0

Jaguar Mining Inc. Código de Ética e Conduta. Responsável: Diretor Presidente. Versão: 2.0 Jaguar Mining Inc. Código de Ética e Conduta Responsável: Diretor Presidente Versão: 2.0 Entrada em Vigor: Setembro, 2014 Sumário Histórico de Aprovação e Revisão 2 1. Propósito... 3 2. Aplicabilidade

Leia mais

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza)

Código de Conduta Empresarial da Nestlé. 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Código de Conduta Empresarial da Nestlé 2008, Nestec Ltd. Conceito e Design: Nestec Ltd., Identidade Corporativa e Design, Vevey (Suiza) Introdução Desde a sua fundação, as práticas comerciais da Nestlé

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A.

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. O presente Código de Conduta da Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (a Companhia ), visa cumprir com as disposições do Regulamento

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO

CÓDIGO DE ÉTICA G UPO CÓDIGO DE ÉTICA G UPO 1 Sumário APRESENTAÇÃO... 2 1. APLICABILIDADE... 3 ESCLARECIMENTOS... 3 O COMITÊ DE ÉTICA... 3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ... 3,4 2. ASSUNTOS INTERNOS... 4 OUVIDORIA... 4 PRECONCEITO...

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SUMÁRIO

POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SUMÁRIO POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SUMÁRIO I - Aspectos Gerais... 2 II - Proteção da Informação... 2 III - Responsabilidades... 3 IV - Informações Confidenciais... 3 V - Informações Privilegiadas... 4

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR

CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR CÓDIGO DE CONDUTA DE FORNECEDOR É fundamental que os funcionários da Jones Lang LaSalle Incorporated (incluindo a LaSalle Investment Management e suas demais subsidiárias, Jones Lang LaSalle, doravante

Leia mais

[CÓDIGO DE ÉTICA] Interinvest

[CÓDIGO DE ÉTICA] Interinvest [CÓDIGO DE ÉTICA] Este documento determina as práticas, padrões éticos e regras a serem seguidos pelos colaboradores, fornecedores e a todos aqueles que, direta ou indiretamente, se relacionem com a Interinvest.

Leia mais

A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os

A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os A presente é uma tradução de um documento em língua inglesa, exclusivamente para sua comodidade. O texto do original em inglês regerá, em todos os aspectos, os seus direitos e as suas obrigações. O original

Leia mais

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial

Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial Minerals Technologies Inc. Resumo das políticas de conduta comercial É sempre exigido um comportamento legal e ético Este Resumo das políticas de conduta comercial (este "Resumo") fornece uma descrição

Leia mais

KINROSS GOLD CORPORATION CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DE NEGÓCIOS. Aprovado por:

KINROSS GOLD CORPORATION CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DE NEGÓCIOS. Aprovado por: CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DE NEGÓCIOS Aprovado por: Conselho Diretor 13 de fevereiro de 2013 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DE NEGÓCIOS I. OBJETIVO DO CÓDIGO Este Código de Ética e Conduta de Negócios ("Código")

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

MOBICONDO TERMOS DO SERVIÇO

MOBICONDO TERMOS DO SERVIÇO MOBICONDO TERMOS DO SERVIÇO FBT Tecnologia LTDA - ME., inscrita no CNPJ sob no 20.167.162/0001-26, com sede na Av Ipiranga 7464, 9º Andar Sala 914, Porto Alegre - RS, única e exclusiva proprietária do

Leia mais

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN

POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO EVEN 1 Introdução A EVEN conduz seus negócios de acordo com os altos padrões éticos e morais estabelecidos em seu Código de Conduta, não tolerando qualquer forma de corrupção e suborno.

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES DE CADASTRAMENTO NO BANCO DE CONSULTORES DA ACOI EXPERT NETWORK 1

TERMOS E CONDIÇÕES DE CADASTRAMENTO NO BANCO DE CONSULTORES DA ACOI EXPERT NETWORK 1 TERMOS E CONDIÇÕES DE CADASTRAMENTO NO BANCO DE CONSULTORES DA ACOI EXPERT NETWORK 1 Os Termos e Condições abaixo dizem respeito aos requisitos exigidos dos profissionais especializados para seu cadastramento

Leia mais

Código de Conduta da Dachser

Código de Conduta da Dachser Código de Conduta da Dachser 1. Introdução A fundação de todas as atividades na Dachser é a nossa adesão a regulamentos juridicamente vinculativos em nível nacional e internacional, assim como a quaisquer

Leia mais

ADENDO DE TREINAMENTO DE CLOUD SERVICES DA ORACLE ao CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK

ADENDO DE TREINAMENTO DE CLOUD SERVICES DA ORACLE ao CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK ADENDO DE TREINAMENTO DE CLOUD SERVICES DA ORACLE ao CONTRATO DA ORACLE PARTNERNETWORK Este Adendo de Treinamento de Cloud Services da Oracle (o "adendo") é firmado entre você e a entidade da Oracle com

Leia mais

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00

POLÍTICA CORPORATIVA Código PC.00.001. PRESIDÊNCIA Revisão 00 Páginas 1/8 1. OBJETIVO O Código de Ética é um conjunto de diretrizes e regras de atuação, que define como os empregados e contratados da AQCES devem agir em diferentes situações no que diz respeito à

Leia mais

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4

POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 POLÍTICA EMRPESARIAL DA INT.4 INTRODUÇÃO Desde que foi fundada em 2001, a ética, a transparência nos processos, a honestidade a imparcialidade e o respeito às pessoas são itens adotados pela interação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Índice Nossos princípios diretivos 03 Proteção do patrimônio e uso dos ativos 04 Informação confidencial 05 Gestão e Tratamento dos Colaboradores 06 Conflitos de interesse 07

Leia mais

Política Global de Conflitos de Interesses

Política Global de Conflitos de Interesses Política Global de Conflitos de Interesses Índice 1. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS... 3 2. INTRODUÇÃO... 3 3. OBJECTIVO... 3 4. ALCANCE... 4 5. REGRAS E REGULAMENTAÇÕES... 5 6. ORIENTAÇÃO GERAL... 6 7. EXEMPLOS

Leia mais

Proteger as informações da empresa para a qual trabalhamos é um dever de todos nós!

Proteger as informações da empresa para a qual trabalhamos é um dever de todos nós! Prezado Colaborador, O conteúdo desta cartilha tem como objetivo compartilhar alguns conceitos relacionados ao tema Segurança da Informação. Além de dicas de como tratar os recursos e as informações corporativas

Leia mais

Código de Conduta. Agentes Autônomos

Código de Conduta. Agentes Autônomos Código de Conduta Agentes Autônomos Introdução e Aplicabilidade Este Código de Conduta ( Código ) estabelece diretrizes com relação à atuação dos Agentes Autônomos de Investimento ( Agentes Autônomos )

Leia mais

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD

www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD www.imcdgroup.com CÓDIGO DE CONDUTA. IMCD O SUCESSO DA IMCD É BASEADO NO ESTABELECIMENTO DE UM AMBIENTE QUE PROMOVE A RESPONSABILIDADE, CONFIANÇA E O RESPEITO. IMCD Código de Conduta 3 1. Introdução O

Leia mais

MAGNA INTERNATIONAL INC

MAGNA INTERNATIONAL INC MAGNA INTERNATIONAL INC CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Este Código de Conduta e Ética apresenta os princípios básicos com os quais estamos comprometidos em relação à nossa forma de lidar com todos os grupos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL

CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL CÓDIGO DE ÉTICA COMERCIAL Os funcionários (incluindo todos os funcionários temporários, de tempo integral ou meio período) da Ag Growth International Inc. e suas entidades correspondentes, incluindo sem

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Carta do CEO Caros colaboradores, Apresento a vocês o nosso código de ética. Este importante documento é um conjunto de atitudes a serem praticadas por todos nós no exercício da nossa atividade profissional.

Leia mais

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor

Colgate-Palmolive Company. Código de Conduta do Fornecedor Colgate-Palmolive Company Código de Conduta do Fornecedor Prezado Fornecedor da Colgate, No decorrer do tempo, a Colgate-Palmolive Company construiu sua reputação como organização que emprega práticas

Leia mais

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014

Código de Conduta de Negócios & Ética. Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Código de Conduta de Negócios & Ética Efetivo a partir de 1º de abril de 2014 Mensagem do Presidente & CEO A integridade pessoal, os valores compartilhados e a conduta ética dos negócios por todos os funcionários

Leia mais

Fundação Professor Francisco Pulido Valente CÓDIGO DE CONDUTA

Fundação Professor Francisco Pulido Valente CÓDIGO DE CONDUTA Fundação Professor Francisco Pulido Valente CÓDIGO DE CONDUTA Dezembro de 2012 INTRODUÇÃO As fundações são instituições privadas sem fins lucrativos que visam contribuir para o bem comum, para o desenvolvimento

Leia mais

Código de prática para a gestão da segurança da informação

Código de prática para a gestão da segurança da informação Código de prática para a gestão da segurança da informação Edição e Produção: Fabiano Rabaneda Advogado, professor da Universidade Federal do Mato Grosso. Especializando em Direito Eletrônico e Tecnologia

Leia mais

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Introdução 5 INTRODUÇÃO A seguir, são descritos os comportamentos e princípios gerais de atuação esperados dos Colaboradores da Endesa

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução. Os princípios Éticos que formam a consciência e fundamentam nossa imagem no segmento de recuperação de crédito e Call Center na conduta de nossa imagem sólida e confiável. Este

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL

CÓDIGO DE ÉTICA - PORTAL 1. Disposições Preliminares Este Código de Ética tem como principal objetivo informar aos colaboradores, prestadores de serviço, clientes e fornecedores da Petronect quais são os princípios éticos que

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor

Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Desde a sua criação, o Grupo Tata simbolizou o espírito verdadeiro de Ética Empresarial em suas interações com todas as suas partes interessadas

Leia mais

Política da Segurança da Informação

Política da Segurança da Informação Política da Segurança da Informação POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO DA BM&FBOVESPA 1. INTRODUÇÃO A informação é um ativo que possui grande valor para a BM&FBOVESPA, devendo ser adequadamente utilizada

Leia mais

.1 Comportamentos esperados

.1 Comportamentos esperados Normas de Conduta Normas de Conduta Este documento contém normas de conduta que devem ser respeitadas pelos diretores, auditores, líderes e todos os empregados do Grupo Pirelli, e também por todos que

Leia mais

Política de Proteção Infantil

Política de Proteção Infantil Política de Proteção Infantil Diga SIM à Proteção Infantil! Como uma organização internacional de desenvolvimento comunitário centrado na criança e no adolescente, cujo trabalho se fundamenta na Convenção

Leia mais

Prezado associado, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 -

Prezado associado, Atenciosamente, Rick Goings Presidente e CEO - 1 - Prezado associado, Há mais de sessenta anos, o nome Tupperware representa os mais altos padrões de qualidade de produto. Também levamos a sério a qualidade e a integridade dos nossos produtos e somos uma

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DO PRESIDENTE O Código de Conduta Ética das Empresas Concremat contempla os princípios que devem estar presentes nas relações da empresa com seus colaboradores, clientes,

Leia mais

Código de Conduta e Ética

Código de Conduta e Ética CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA BC CONSULT Página 1 de 9 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PRINCÍPIOS... 4 INTEGRIDADE... 4 DISCRIMINAÇÃO... 4 CONFLITO DE INTERESSE... 4 CONFIDENCIALIDADE DE INFORMAÇÕES... 5 PROTEÇÃO AO

Leia mais

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE PRIVACIDADE. Setembro de 2010

FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE PRIVACIDADE. Setembro de 2010 FRANKLIN ELECTRIC CO., INC. POLÍTICA DE PRIVACIDADE A. Propósito Setembro de 2010 A Franklin Electric Co., Inc. e suas subsidiárias e afiliadas (em conjunto, a Empresa ) têm o compromisso de proteger a

Leia mais

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência

Código de Conduta. Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Código de Conduta Diretrizes e Padrões de Integridade e Transparência Sumário Carta da Presidência 3 1. Introdução 2. Implementação deste Código de Conduta 3. Cumprimento deste Código de Conduta 4. Reporte

Leia mais

Termos de Uso. Acesso ao site

Termos de Uso. Acesso ao site Termos de Uso IMPORTANTE! ESSES TERMOS DE SERVIÇO REGULAM O USO DESTE SITE DISPONIBILIZADO PELO GRUPO IDEAL TRENDS. AO ACESSAR A ESSE SITE, VOCÊ ATESTA SEU CONHECIMENTO ECONCORDÂNCIA COM ESSES TERMOS DE

Leia mais

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa

Introdução. Observância às leis. Conflitos de interesses. Negociação justa (Fair Dealing) Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa Código de Conduta Sumário Introdução 2 Observância às leis 3 Conflitos de interesses 5 Negociação justa (Fair Dealing) 7 Proteção e utilização adequada dos ativos da Empresa 10 Respeito à comunidade ArcelorMittal

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 2013

CÓDIGO DE CONDUTA 2013 CÓDIGO DE CONDUTA 2013 CARTA DO PRESIDENTE A, traduzimos nossos valores e damos diretrizes à, de modo a garantir um relacionamento transparente e harmonioso com clientes, e e cotidianas de trabalho., aqui

Leia mais

REGULAMENTO E POLITICAS PARA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO E POLITICAS PARA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTO E POLITICAS PARA O USO DA REDE DE COMPUTADORES DO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1. INTRODUÇÃO O presente documento define o regulamento para o uso apropriado da rede de computadores

Leia mais

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais.

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais. TERMOS DE USO Estes Termos de Uso regulam o acesso a páginas de Internet controladas pela Abbott Laboratories, suas subsidiárias e afiliadas (doravante denominadas, em conjunto, Abbott ), e para as quais

Leia mais

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta

IINSTRUÇÃO DO SISTEMA. Código de conduta 1 de 7 Revisão Data Assunto / revisão / modificação 00 16/04/15 Emissão Inicial. Nome Cargo Data Assinatura Consultor / Gerente EMITENTE Maciel Amaro Técnico / RD Valéria Ap. R. Amaro Diretora administrativa

Leia mais

Código de Ética da Sociedade Brasileira de Sociologia

Código de Ética da Sociedade Brasileira de Sociologia Código de Ética da Sociedade Brasileira de Sociologia O Código de Ética da Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS) baseia-se no Código de Ética da International Sociological Association, da qual a SBS

Leia mais

NORMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL FIRMENICH

NORMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL FIRMENICH NORMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL FIRMENICH Norma de Responsabilidade Social Firmenich Atualizado em Março de 2013 Página 1 de 10 INTRODUÇÃO Como parte do nosso compromisso contínuo com um negócio ético

Leia mais

OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: Trabalho com ÉTICA HONESTIDADE HUMILDADE TRANSPARÊNCIA RESPONSABILIDADE EMPREENDEDORISMO

OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: Trabalho com ÉTICA HONESTIDADE HUMILDADE TRANSPARÊNCIA RESPONSABILIDADE EMPREENDEDORISMO OBJETIVO DO CÓDIGO DE CONDUTA: O CÓDIGO DE CONDUTA do GRUPO BAHAMAS, composto pelo Supermercado Bahamas e Bahamas Card (BTR), foi elaborado com o objetivo de orientar o trabalho de forma que as nossas

Leia mais

Membros da AESC devem usar seus melhores esforços para proteger as informações confidenciais de seus clientes. Especificamente, um membro deverá:

Membros da AESC devem usar seus melhores esforços para proteger as informações confidenciais de seus clientes. Especificamente, um membro deverá: INTRODUÇÃO A Association of Executive Search Consultants (AESC), como uma associação global de Retained Executive Search e Consultoria em Liderança, esforça-se em elevar o profissionalismo dos seus parceiros.

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES

POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES POLÍTICA DE GESTÃO DE IRREGULARIDADES GEWISS Departamento de Auditoria Interna Corporate 8 de Maio de 2014 ÍNDICE 1. OBJECTIVO E ÂMBITO... 3 2. REGRAS DE REFERÊNCIA... 3 3. DEFINIÇÕES... 3 4. PRINCÍPIOS

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA I INTRODUÇÃO:

MANUAL DE CONDUTA I INTRODUÇÃO: MANUAL DE CONDUTA I INTRODUÇÃO: A SKOPOS, em razão das atividades desenvolvidas, está sujeita a rigoroso controle de suas operações pela Comissão de Valores Mobiliários e demais órgãos reguladores do mercado

Leia mais

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro

Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro Oracle PartnerNetwork Código de Conduta e Ética nos Negócios do Parceiro 1 I. ADEQUAÇÃO Este Código aplica-se a você como Oracle Partner, a seus revendedores e a todo o pessoal empregado ou envolvido na

Leia mais

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611

Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 Metalúrgica JORBA Indústria e Comércio Ltda. Av. Emilio Giaquinto, 177 Parque Novo Mundo São Paulo SP CEP: 02181-110 Fone/Fax: (55-11) 2632-2611 CNPJ: 61.460.077/0001-39 / INSCR: 105.657.106.110 Gestão

Leia mais

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência...

Apresentação...4. Glossário...5. Princípios Éticos Suzano...6. Governança Corporativa...6. Integridade...7. Igualdade...9. Transparência... Índice Apresentação...4 Glossário...5 Princípios Éticos Suzano...6 Governança Corporativa...6 Integridade...7 Igualdade...9 Transparência...10 Desenvolvimento Sustentável...10 Valorização Profissional...11

Leia mais

ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014

ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014 ESTATUTO DO COMITÊ DE AUDITORIA DO CONSELHO DIRETOR 23 DE OUTUBRO DE 2014 I. FINALIDADE A finalidade do Comitê de Auditoria da AGCO Corporation (a Empresa ) é auxiliar o Conselho Diretor (o Conselho )

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Standard Chartered Bank, Brasil Página 1 de 8 ÍNDICE I. OBJETIVO... 3 II. CICLO DE REVISÃO... 3 III. DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 IV. ESTRUTURA DE GOVERNANÇA... 4

Leia mais

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL

MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE A AUSTRALIAN SECURITIES COMMISSION E A COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DO BRASIL INTRODUÇÃO 1. A Australian Securities Commission e a Comissão de Valores Mobiliários, reconhecendo

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA DO GRUPO HERING O Código de Conduta Ética é um instrumento destinado a aperfeiçoar os relacionamentos da organização e elevar o clima de confiança nela existente. Este Código tem

Leia mais

POLÍTICA DE DENÚNCIAS

POLÍTICA DE DENÚNCIAS (constituída nas Bermudas com responsabilidade limitada) (Código de negociação em bolsa: 1768) (a Sociedade ) POLÍTICA DE DENÚNCIAS 1. Objetivo Esta Política estabelece os meios que: a) os funcionários

Leia mais

Código de Conduta. Os fundamentos

Código de Conduta. Os fundamentos Os fundamentos A ética e a integridade nos negócios asseguram nossa credibilidade. Nem é preciso dizer que todos os colaboradores devem observar as leis e regulamentações dos locais em que trabalham e

Leia mais